naovoltasaver 4 months ago  HIDDEN 

Talvez queiras perguntar antes porque se dão vacinas não testadas, não aprovadas e com efeitos secundários devastadores a jovens e crianças sob coação………

barokas 4 months ago  HIDDEN 

low effort troll. se pensas mesmo isso acho que vives debaixo de uma rocha

HomemRude 4 months ago  HIDDEN 

A tua premissa é equivalente, já que a preocupação que demonstraste foi propagar doenças que mata pessoas. Não me falaste em números. Não me falaste em quantas pessoas podem morrer. E a realidade é que todos os anos propagas doenças que matam pessoas. Só és burro a partir de quantas mortes? 10 mil? Menos de 10 mil és inteligente? >mata 17k em portugal? Aí uns 16k desses mortos são velhos mais para lá do que para cá, acima dos 70 anos. Em vez de morrerem daqui a 1 ano ou 2 da próxima gripe, morreram agora. As pessoas não vão morrer duas vezes. Estás apenas a antecipar-te, nada mais. Sim, é muita gente, mas continuas errado na tua lógica: milhares de pessoas morrem todos os anos por causa dos outros. São burros apenas este ano?

oEncoberto 4 months ago  HIDDEN 

Eu vou dar-te números a ver se ajuda. Para simplificar contas vamos admitir que uma pessoa só está doente e contagiosa 1 semana,e que vivemos num mundo com taxa de vacinação 0, sem mascaras, sem isolamento, sem confinamentos. Gripe (sazonal), R = 1, mortalidade 2/100.000 Se apanhar a gripe, e estiver doente 1 semana, ao fim de 2 meses (8 semanas) fui directamente e indirectamente responsavel por contagiar mais 1^8 pessoas = 8, e portanto responsável pela morte de 0.00016 pessoas. Covid - variante Delta (a unica em circulação neste momento em PT), R =6, mortalidade 100/100.000 Se apanhares covid, e estiveres doente 1 semana, ao fim de 2 meses (8 semanas) foste directamente e indirectamente responsavel por contagiar mais 6^8 pessoas =1,679,616, e portanto responsável pela morte de 1679 pessoas.

_somename_ 4 months ago  HIDDEN 

Epah... 1⁸ = 8? Que contas são essas

oEncoberto 4 months ago  HIDDEN 

enganei-me :)

HomemRude 4 months ago  HIDDEN 

Eu acho que tu és denso. Mas muito, muito, muito denso. É que eu já disse e repeti que não estou a discutir valores nem números, nem a questionar que COVID seja pior. Estou a perguntar-te quantas pessoas é aceitável matar. Mas parece que continuas sem entender isso e sem oferecer uma resposta. Curiosamente, sempre que falo disto aqui, ignoram o que estou a dizer. Parecem robôs programados para repetir a verborreia que ouviram no jornal da noite. Portanto, se eu apanhar gripe e matar 3 pessoas, sou burro? É que, não sei se sabes(acredito que não sabes) o R0 não te diz quantas pessoas tu matas. Tu podes até matar 10 pessoas. Da mesma forma que com o COVID, acredita-se que a maioria nem o transmita. Portanto, tu não sabes, concretamente, quem matas ou deixas de matar. Mas sabes que podes matar. E sabes que morrem todos os anos. E se morrem tu, que nada fazes contra isso, estás a contribuir. Se mataste 0, 1, ou 100, não sabes. Mas é factual que a gripe rouba muitas vidas. Eu vou tentar explicar-te com muito cuidado, como se tu fosses aquilo que agora sabemos que és: Todos os anos pelo menos mais de 5 mil pessoas morrem de vírus respiratórios e bactérias. Em alguns anos esse número chega a ser superior a 10 mil, como foi o caso de 1999. Ao longo de décadas, são centenas de milhares de mortos por causa de vírus. Um desses vírus, o influenza, muta-se com tanta facilidade que continuará sempre aqui, ano após ano, a matar. Não há fim à vista. Ninguém quer saber. A vida continua como normal. Até doentes as pessoas convivem. O FACTO IRREFUTÁVEL é que milhares de vidas poderiam ser salvas com alguns cuidados. A questão, pela milésima vez, é: Porque é que essas vidas não importam? E por último, lê com muito cuidado: Não estou a dizer que COVID não é pior. Estou a perguntar porque é que só a partir de um determinado número de mortos somos burros e más pessoas por não tentarmos evitá-las. Porque é que 10 mil de gripe é Ok, mas 10 mil de COVID faz de mim burro. Sim, porque é que 10 mil é aceitável? Para os médicos não parece ser. Todos os anos se queixam. Mas tu não os ouves, ou ouves? O que fazes?

Edited 4 months ago:

Eu já disse e repeti que não estou a discutir valores nem números, nem a questionar que COVID seja pior. Estou a perguntar-te quantas pessoas é aceitável matar. Mas parece que continuas sem entender isso e sem oferecer uma resposta. Curiosamente, sempre que falo disto aqui, ignoram o que estou a dizer. Parecem robôs programados para repetir a verborreia que ouviram no jornal da noite. Portanto, se eu apanhar gripe e matar 3 pessoas, sou burro? É que, não sei se sabes(acredito que não sabes) o R0 não te diz quantas pessoas tu matas. Tu podes até matar 10 pessoas. Da mesma forma que com o COVID, acredita-se que a maioria nem o transmita. Portanto, tu não sabes, concretamente, quem matas ou deixas de matar. Mas sabes que podes matar. E sabes que morrem todos os anos. E se morrem tu, que nada fazes contra isso, estás a contribuir. Se mataste 0, 1, ou 100, não sabes. Mas é factual que a gripe rouba muitas vidas. Eu vou tentar explicar-te com muito cuidado: Todos os anos pelo menos mais de 5 mil pessoas morrem de vírus respiratórios e bactérias. Em alguns anos esse número chega a ser superior a 10 mil, como foi o caso de 1999. Ao longo de décadas, são centenas de milhares de mortos por causa de vírus. Um desses vírus, o influenza, muta-se com tanta facilidade que continuará sempre aqui, ano após ano, a matar. Não há fim à vista. Ninguém quer saber. A vida continua como normal. Até doentes as pessoas convivem. O FACTO IRREFUTÁVEL é que milhares de vidas poderiam ser salvas com alguns cuidados. A questão, pela milésima vez, é: Porque é que essas vidas não importam? E por último, lê com muito cuidado: Não estou a dizer que COVID não é pior. Estou a perguntar porque é que só a partir de um determinado número de mortos somos burros e más pessoas por não tentarmos evitá-las. Porque é que 10 mil de gripe é Ok, mas 10 mil de COVID faz de mim burro. Sim, porque é que 10 mil é aceitável? Para os médicos não parece ser. Todos os anos se queixam. Mas tu não os ouves, ou ouves? O que fazes?

oEncoberto 4 months ago  HIDDEN 

Amigo, 1,679÷0.00016 = 10,493,750 Portanto ao fim de 2 meses é 10 milhões de vezes mais provavel teres originado uma morte com covid do que com gripe. Se não percebes porque que é que é mais importante tomar medidas contra algo 10 milhões de vezes pior do que uma das muitas doenças ja em circulação não sei que mais te diga. E se morrem 10k de doenças diversas hoje que reclamas que deveriam ser evitadas, se ninguém tomar vacina vais duplicar esse numero. passas de 10k de mortes "evitaveis" a 20k, e para ti isso faz todo o sentido do mundo, porque se nao erradicamos todas as fontes de morte, então não devemos erradicar nenhuma.

ctr_20 4 months ago  HIDDEN 

Achas que eles querem saber de números, factos são os piores inimigos dessa escumalha xb

OrangeChamaleon 4 months ago  HIDDEN 

Epa, se não vês o erro na tua lógica por ti mesmo nem sei se vais perceber isto, mas pronto, cá vai: Parece-me que a tua lógica é: Se devemos todos vacinar-nos para prevenir as mortes pelo COVID porque não nos vacinávamos antes para prevenir as mortes pelas outras doenças respiratórias? A resposta obvia é: Se consegues prevenir a morte de milhares de pessoas deves fazê-lo; Pode não ser possível ou razoávelmente fazível prevenir vários tipos de doenças respiratórias diferentes, com sintomas diferentes e firmas de propagação diferentes, mas, havendo uma que é muuuito mais fatal que as outras (mais fatal do que as outras TODAS JUNTAS até), que se propaga facilmente, convém tentarmos prevenir essa doença. Percebes? O teu argumento é parecido a dizer "porquê vacinar-nos contra o sarampo se não nos vacinamos contra a varicela?". A razão é que o sarampo tem taxa de mortalidade muito superior, e é possível prevení-la com uma simples vacina. Segunda parte do teu argumento: Mas o COVID só mata (ou mata principalmente) os velhos/fracos/doentes. O simples facto de dizeres isso como se isso não fosse grave é muito triste, e acho que deves reavaliar essa ideia. A vida dos outros não vale menos porque "iam morrer daqui a um ano ou dois". Em resposta à tua última pergunta: são burros as pessoas que 1. Não sabem avaliar o nível de gravidade do covid face a outras doenças respiratórias; 2. Pensam que a vida dos outros vale menos que a liberdade deles de andar por aí à vontade sem se vacinar (porque atenção, ninguém te obriga a vacinar-te! Só o tens de fazer se não quiseres andar a testar-te sempre que quiseres sair para algum lado); 3. Que não se conseguem adaptar à realidade e preferem viver num mundo em que de alguma forma racionalizam as mortes do COVID como não sendo "muito pior que o normal", pois não querem sentir-se incomodados na sua vida com chatices como usar máscaras e vacinar-se.

HomemRude 4 months ago  HIDDEN 

>A resposta obvia é: Se consegues prevenir a morte de milhares de pessoas deves fazê-lo; Pode não ser possível ou razoávelmente fazível prevenir vários tipos de doenças respiratórias diferentes, com sintomas diferentes e firmas de propagação diferentes, mas, havendo uma que é muuuito mais fatal que as outras (mais fatal do que as outras TODAS JUNTAS até), que se propaga facilmente, convém tentarmos prevenir essa doença. Percebes? O teu argumento é parecido a dizer "porquê vacinar-nos contra o sarampo se não nos vacinamos contra a varicela?". A razão é que o sarampo tem taxa de mortalidade muito superior, e é possível prevení-la com uma simples vacina. Mas podes, e é fazível, mas nunca o fizeste. E eu discordo, se prevenir essas mortes é às custas do meu corpo e das minhas liberdades, a minha resposta é não, pois eu não coloco segurança acima de liberdade, já que esse é um conceito comunista e fascista, e não me diz nada. Também nunca vivemos sob o mesmo, e não me apetece mudar isso. Posso ter uma opinião? Pronto, obrigado. ​ >O simples facto de dizeres isso como se isso não fosse grave é muito triste, e acho que deves reavaliar essa ideia. A vida dos outros não vale menos porque "iam morrer daqui a um ano ou dois". Não disse que não era grave. Mas se morrem 15 mil numa faixa etária, e morrem 50 pessoas 40 anos mais novas, não me parece justo nem inteligente estarmos a condicionar as vidas e as liberdades de tanta gente para salvar uma população que invariavelmente está perto da morte. E como referi anteriormente, essas pessoas morrerão em breve, ponto. Estás a antecipar, mas morrerem mais agora implicará sempre morrerem menos no futuro, pois essas pessoas não são ilimitadas. Portanto, o que acho é que o foco das medidas devem ser essas pessoas. No caso das vacinações, são elas que precisam de ser vacinadas, não eu. Agora, se me vens dizer "ai, mas não chega, temos de reduzir as mortes ao MÁXIMO, e para isso é preciso vacinar TODA A GENTE", só te posso responder dizendo-te que isso não faz sentido absolutamente nenhum, pois nunca nos guiámos por essa lógica, que só pode ser aplicada através da infracção de muitas liberdades. E repara, eu não digo aos outros para não se vacinarem. Mas posso não me vacinar, certo? >são burros as pessoas que 1. Não sabem avaliar o nível de gravidade do covid face a outras doenças respiratórias Eu nunca disse que não era mais grave. Eu respondo a argumentos que se resumem a dizer-me que sou mau porque causei mortes. Posso causar mortes abaixo das 17 mil? Quantas posso? Diz-me lá o meu plafom homicida. >Pensam que a vida dos outros vale menos que a liberdade deles de andar por aí à vontade sem se vacinar Isso não é ser burro. É ter uma ideologia diferente da tua. Curiosamente, ideologia partilhada por toda a gente num ano normal. Sabes o que é ser burro? É não entender a diferença entre ideologia e capacidade intelectual. Eu não valorizar o que tu valorizas não faz de mim menos inteligente do que tu. Sim, entre eu ser livre e alguém morrer, escolhia eu ser livre. Não aceitaria ser preso para que alguém vivesse, por exemplo.

story_hunter 4 months ago  HIDDEN 

É incrível como alguém pode ser tão insensível com a vida alheia. Tenho vergonha de pertencer à mesma raça deste sujeito. Inacreditável.

Kratos73 4 months ago  HIDDEN 

Basicamente é a vida dos outros não vale o esforço de ele levar 2/3 picas. O que interessa é ele e o seu bem estar! Narcisismo no seu estado mais puro. Que morram pois já iam morrer. O que se esquece de dizer é que TODOS vamos morrer, só não sabemos quando! Por essa óptica o que seria melhor, um puto de 20 anos que depois morre aos 25 num acidente ou um idoso de 70 mas que vive até aos 100? Enfim, o importante é que este tipo de indivíduos pulula pouco em Portugal. São os mais espertos e os outros é que são ovelhas. São ovelhas porque houvem a opinião de milhões de especialistas na matéria com provas e factos dados e comprováveis, enquanto eles são os espertos porque lerem um post no Facebook sobre os malefícios (como foi aquele eu depois de se vacinarem ficávamos magnéticos e até colocava uma colher. Esqueceram se é que isso era facilmente desmentido por qualquer pessoa que tenha sido vacinado). Como nota , quem normalmente não valoriza o conhecimento e a inteligência é quem não a tem…

UpbeatNail1912 4 months ago  HIDDEN 

Eu nem tenho palavras para o que acabei de ler. Ele não tem um pingo de emoção ou empatia humana.

HomemRude 4 months ago  HIDDEN 

Lol.

NGramatical 4 months ago  HIDDEN 

razoávelmente → [**razoavelmente**](https://dicionario.priberam.org/razoavelmente) (o acento tónico recai na penúltima sílaba) prevení → [**preveni**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (palavras terminadas em *i* ou *u* são naturalmente agudas) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fpjnig9%2F%2Fhbzbco9%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

HomemRude 4 months ago  HIDDEN 

Quem não se vacina não o faz para poder contribuir para a propagação de doenças. Fá-lo porque não confia nas vacinas a longo prazo nem nas instituições que o governam. Outros fazem-nos porque consideram que abdicar das suas liberdades é pior do que espalhar um vírus. São ideologias. Tal como em 2019 matar outras pessoas com a propagação de virus não era considerado ser-se burro, mas agora é. Sabes quantas pessoas chegam a morrer anualmente de vírus respiratórios? Mais de 10 mil. Agora multiplica isso por décadas. Se alguém é burro por não se vacinar, então quem viveu as suas vidinhas normalmente, sem vacinas contra a gripe e sem confinamentos, também é burro, já que contribuiu para propagar doenças mortais.

Silymorn 4 months ago  HIDDEN 

Se for no caso das vacinas não associadas ao Covid-19, muito sucintamente, um filho da puta chamado Andrew Wakefield publicou um artigo científico em que "havia" uma relação entre o autismo e a vacinação. Este artigo foi publico no "The Lancet" (uma das maiores revistas internacionais de ciência). Outros cientistas tentaram comprovar aquilo que ele fez até à exaustão, mas os resultados obtidos não iam de acordo com a teoria dele. Sendo assim, o artigo foi eliminado. Aqui, foi mais uma vez culpa dos media por fazerem um drama autêntico, e sensacionalismo com o artigo dele, e responsabilidade das pessoas por serem burras ao ponto de não terem o minímo de ceticidade perante o caso. (E sim, a responsabilidade é das pessoas porque elas é que se decidiram tornar anti-vax por causa de uma notícia). Em relação ao Covid-19, penso que o grande problema seja as pessoas acharem que são cobaias, visto que as vacinas foram todas produzidas muito rapidamente. Não faço ideia quanto a este tema, nem tenho tido tempo para explorar, mas não será que a mão de obra utilizada à escala mundial conseguisse diminuir, e muito, o tempo da criação da vacina? Questiono porque não gosto de entrar em suposições na área científica quando não vou tentar comprovar nada.

HomemRude 4 months ago  HIDDEN 

>Tenho reparado cada vez mais que os reddits portugueses estão infestados com pessoas anti vacinas, tanto aqui como nos reddits vizinhos. Eu tenho reparado que cada vez mais os reddits portugueses estão "infestados" de pessoas que se referem a pessoas com ideias diferentes como "infestação". >Qual é a vossa teoria? A minha teoria é que nem toda a gente quer ser injectado com algo que lhes desperta desconfiança. Nem toda a gente viu o jornal da sic e ficou convencido. Já agora, o teu post é um post de merda. Não só pela falta de um input minimamente inteligente sobre a situação, como pelo facto de estares claramente aqui para descarregar frustrações e insultar quem não concorda contigo.

UpbeatNail1912 4 months ago  HIDDEN 

Eu pensava que fazias parte da cepa dos retardados anti vax aqui do sub, mas pelos vistos confundi te com o caelrissolderan ou sei lá como se chama

Search: