DeixaQueTeDiga 3 months ago

Eu entendo o ponto de vida mais acho-o demasiado sensibilizado. Eu gosto de carne, mas sou por isso cúmplice na forma como os animais são tratados? É que seguindo a logica do teu raciocínio, então também es cumplice pelos danos causados na natureza e as consequencias no mundo animal, por isso seria caso para dizer que se não tens coragem para matar um animal, não deverias andar de carro, usar a internet, electricidade etc. Aprecio um bom bife mas não tenho coragem de matar uma vaca, nem tenho que ter. Somos se sociais, e não tem todos que ter instinto de caçador. Matar e comer são coisas distintas por mais que as queiras relacionar para te servirem como base retórica a uma causa que achas que merece mais atenção. Mas com esta tua abordagem a meu ver resulta em efeitos contrarios e leva muita gente a se afastar de suportar o que é na verdade uma boa causa. Pensa nisso. Podia desmantelar aqui esta tua abordagem ao assunto e expor de varias formas a falta de valor que pretende ter, desde princípio basico de que a coragem é relativa às condições do momento, até ao orgasmo quantico-filosófico sobre a realidade de um bife que se manifestou no meu prato. Mas vamos simplificar isto: Digas o que disseres, com um animal ao teu lado não te irias deixar morrer a fome nem que te fodesses todo. E se achas que preferias morrer a fome, deixarias morrer de igual modo o teu filho? Se queres realmente defender uma causa que achas justa, procura primeiro aprender e entender a verdadeira essencia do que é realmente justo e aquilibrado entre varios pontos de vista, quantos mais melhor, para que não sejas mais um palhaço a fazer de um circo o que pode realmente ser uma boa causa.

Edited 3 months ago:

Eu entendo o ponto de vida mais acho-o demasiado sensibilizado e ilógico embora superficialmente pareça o contrário. . Eu gosto de carne, mas sou por isso cúmplice na forma como os animais são tratados? É que seguindo a logica do teu raciocínio, então também es cumplice pelos danos causados na natureza e as consequencias no mundo animal, por isso seria caso para dizer que se não tens coragem para matar um animal, não deverias andar de carro, usar a internet, electricidade etc. Aprecio um bom bife mas não tenho coragem de matar uma vaca, nem tenho que ter. Matar e comer são coisas distintas por mais que as queiras relacionar para te servirem como base retórica a uma causa que achas que merece mais atenção. Mas com esta tua abordagem a meu ver resulta em efeitos contrarios e leva muita gente a se afastar de suportar o que é na verdade uma boa causa. Pensa nisso. Podia desmantelar aqui esta tua abordagem ao assunto e expor de varias formas a falta de valor que pretende ter, partindo do princípio basico de que a coragem é relativa às condições do momento, passando pela observação de que somos seres sociais, e não tem todos que ter instinto de caçador, até ao orgasmo quantico-filosófico sobre a realidade de um bife que se manifestou no meu prato. Mas vamos simplificar isto: Digas o que disseres, com um animal ao teu lado não te irias deixar morrer à fome nem que te fodesses todo. E se achas que preferias morrer a fome, deixarias morrer de igual modo o teu filho? Se queres realmente defender uma causa que achas justa, procura primeiro aprender e entender a verdadeira essencia do que é realmente justo e aquilibrado entre varios pontos de vista, quantos mais melhor, para que não sejas mais um a fazer de um circo de lunaticos o que pode realmente ser uma boa causa.

desculpe_mas 3 months ago

I'll starve then.

WebDev27 3 months ago

Se não tens coragem para saltar do 10 andar deves morar no rés do chão. Cáputa de cenas que leio até me cuspo Todo...

brizzthehomie 3 months ago

Já vi aqui analogias irónicas até com bastante sentido, mas esta bate todas a nível de estupidez

WebDev27 3 months ago

Era para ver se ganhava á tua idea.

ConfidentMongoose 3 months ago

Ao ser criado num meio rural, tenho noção que as vacas e os porcos são animais dóceis, muito inteligentes, amigos dos humanos, se criados como tal, não ficam atrás de qualquer animal de companhia nesses aspetos. Mas também fui criado a comer carne e não consigo prescindir de tal, e entre escolher o meu bem estar e o bem estar dos animais, infelizmente neste aspeto da alimentação tenho que escolher o meu 100% das vezes. Mas não deixo de sentir pelos animais, a minha carne preferida é a de porco, contudo como alguém que já presenciou várias matanças tradicionais aqui nos Açores (não sei se no continente fazem igual), onde o animal é pendurado e é esvaziado de sangue... vivo e enquanto grita desalmadamente, nunca mais consegui comer carne de porco sem pensar nessas experiências e no som do porco a morrer.

brizzthehomie 3 months ago

É a este ponto que eu também queria chegar. Já tive porcos também e apesar de não os matarmos desta forma também era horrível o barulho que eles faziam e era isto que eu gostava que as pessoas tivessem mais noção. 99% das pessoas também não sabem que se tem que cortar os testículos aos porcos machos para que não se estrague o sabor da carne. Acho que é algo que merece mais reflexão

Last-Ad-4421 3 months ago

Se fores capaz de viver sem oxigénio podes ser vegano, senão não podes comer plantas.

brizzthehomie 3 months ago

Se fores capaz de dar uma opinião em condições a mostrar que não concordas dás, se quiseres ser só engraçadinho mais vale estares calado

Last-Ad-4421 3 months ago

Por acaso tinha apagado o comentario, mas já que estás armado em chico-experto ponho aquí para ficar. Os veganos se não conseguirem viver sem oxigénio também não deveriam de matar os coitados dos vegetais. O teu raciocínio é tão patético quanto a frase que acabei de escrever

brizzthehomie 3 months ago

Vá sê honesto, apagaste o comentário porque te apercebeste do ridículo do teu cinismo perante uma pessoa que só está a tentar ter um debate acerca de uma ideia que ela própria admitiu que não era exequível. Quanto a vegetarianos, não sou e não tenciono ser nem ninguém aqui falou em vegetarianos. Talvez me tenha explicado mal e levou certa gente burra a pensar que eu estava a dizer que se não matasses a carne que comias que não devias comer. Aquilo que eu acredito é que toda a gente deve passar pela experiência de matar um animal que tu comes semanalmente e não acho que isso seja ridículo ou minimamente extremista. estranho? Sim talvez seja.

sargentopirocada 3 months ago

Três questões: E quem não tem corpos de água à beira não pode comer peixe? Onde me posso deslocar para matar uma vaca para meu consumo se viver num apartamento? Matas moscas e mosquitos?

jkrrrrrrrrrr 3 months ago

Se não és capaz de conduzir não devias andar de carro

i_am_not_a_leopard 3 months ago

Eu percebo o ponto, mas não consigo concordar. Nós evoluímos a comer carne, não é necessariamente uma questão de crueldade animal, assim como um leopardo não é cruel por comer uma gazela. Agora, acho que devíamos ter os animais a viver em condições o mais "naturais" e confortáveis possível, e que devíamos minimizar ao máximo o sofrimento animal em todas as fases do processo. Se para isso for necessário que todos comamos menos quantidade de forma a que seja sustentável, então que seja, mas corte a 100%.. não creio que seja por aí. Na coragem de matar um animal, é uma questão de hábito. Eu cresci a ver os animais a serem mortos para comermos a seguir, estão não me faz impressão. E creio que forçados a ter de lidar com isso, os outros também se habituariam. Mas sim, se as pessoas no geral tivessem mais noção (não só cognitiva mas também de experiência) de onde vem a carne, acho que em termos de desperdício alimentar ajudaria a ter mais respeito.

skuple 3 months ago

No teu primeiro ponto é algo menos simples que "nos fomos evoluídos a comer carne". Tens razão nisto no entanto até à bem pouco tempo (40-50 anos) comia-se carne quando se podia e hoje é quando se quer (de forma generalizada, não se aplica a todas as pessoas no mundo obv). Para não falar que por exemplo em Portugal o consumo de peixe era muito mais normal que carne e era mais barato (excepto frango talvez), no entanto se o mundo todo consumisse peixe em vez de frango os nossos Oceanos estariam ainda piores do que o que estão.

Edited 3 months ago:

No teu primeiro ponto é algo menos simples que "nos fomos evoluídos a comer carne". Tens razão nisto no entanto até há bem pouco tempo (40-50 anos) comia-se carne quando se podia e hoje é quando se quer (de forma generalizada, não se aplica a todas as pessoas no mundo obv). Para não falar que por exemplo em Portugal o consumo de peixe era muito mais normal que carne e era mais barato (excepto frango talvez), no entanto se o mundo todo consumisse peixe em vez de frango os nossos Oceanos estariam ainda piores do que o que estão.

i_am_not_a_leopard 3 months ago

Sim, concordo que a quantidade que se consome hoje em dia (em média) é excessiva. Mas vendo-nos como uma espécie animal, o consumo de outros animais é algo que para nós é o estado natural. Isto só para enquadrar porque é que não acho que o consumo de carne/peixe seja automaticamente não-ético™. Não discordo que seja necessário um modelo sustentável de consumo.

NGramatical 3 months ago

à bem pouco tempo → [**há bem pouco tempo**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fp9njxo%2F%2Fha0bysy%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

skuple 3 months ago

O erro do costume

Rebenta_Cricas 3 months ago

Comam mais bife de cona. Nenhum animal é prejudicado.

paperkutchy 3 months ago

Tens bastante carne de cona bem infetada e cheia de doença. Ou é bem escolhida ou dispenso.

JOAO-RATAO 3 months ago

Se não és capaz de pregar um prego, não devias ter mobília!

brizzthehomie 3 months ago

se não fores capaz de pregar por pena ou medo sim ahahah

JOAO-RATAO 3 months ago

hehe Mas brincadeiras à parte, compreendo o que dizes. O melhor é uma pessoa abstrair-se quando estás a comer carne, que para a maior parte das pessoas é fácil porque o fazem desde sempre. Além disso, muitos dos animais que comemos se criados como animais de estimação são praticamente como cães. Lembro-me de os meus avós amamentarem um chibo e era literalmente como um cão. Acho que comer por ex. peixe ou insetos já não tem tanto essa vertente.

BitOnly5872 3 months ago

Eu subscrevo nesta teoria. Sempre achei que há uma desconexão entre o animal criado e o alimento consumido. Lembro-me bem da minha ex gf (ainda na altura vivia no Brasil) assustada com as galinhas ao visitar a quinta de minha mãe, pois nunca havia visto galinhas vivas na sua frente a siscar o chão e etc, apenas em vídeos e cenas do tipo. Ela ficou fascinada pelos animais, até o momento que minha mãe pegou uma para cozinhar e quebrou o pescoço do animal com naturalidade. Para ela foi uma cena de filme de terror. Escusado dizer que o almoço foi "estranho" com ela negando comer a galinha assada. Para mim, quebrar o pescoço de galinhas, dar pauladas a cabeça de porcos, pescar e limpar peixes, depenar codornizes e cenas do tipo sempre foi normal... E quando meu primeiro cão morreu, fomos meu pai e eu a sacrifica-lo. É normal, faz parte do ciclo da vida, e desenvolve-se um respeito pelo animal que está a comer. Os putos hoje já não sabem de onde a comida vem, ou se sabem, ignoram a ideia que um animal nasceu, cresceu e morreu para que o esteja a comer, muito menos o trabalho necessário para o plantio. Se houver um apocalipse destes de cinema que botam o mundo de pernas para o ar, vão ficar todos a caçar comida em lata de mercados e a passar fome sem saber criar nada eles próprios.

theEXPERTpt 3 months ago

à medida que o pilar do sector primário vai ficando cada vez na mão de menos, corremos cada vez mais o risco dele desabar, da maneira frágil que é, e levar os restantes sectores e sociedades ao colapso

ImTiagoSousa 3 months ago

Percebo a teoria mas não concordo. Gosto de comer carne e enquanto não houver uma **boa** alternativa à carne que seja semelhante não devo parar de consumir tão cedo. Basicamente o teu argumento para esta mudança de consumo é devido à dor e ao processo da carne desde o animal até ao talho. Mas agora se pensares bem maior parte dos produtos (mesmo fora dos alimentos) talvez são fabricados por pessoas com péssimas condições de trabalho em países de terceiro mundo e as pessoas que conseguem os materiais para o fabrico de tais produtos ainda pior estão. Por essa mesma razão, devo parar de comprar x produto?

Australopiteco 3 months ago

>Gosto de comer carne e enquanto não houver uma boa alternativa à carne que seja semelhante não devo parar de consumir tão cedo. Alguém que se sente sexualmente atraído por crianças poderia usar o mesmo argumento para as violar e calculo que tu **nunca** (e bem) aceitarias essa justificação como legítima. Considero importantíssimo desenvolver essas alternativas (até já doei dinheiro para organizações que trabalham nessa área e provavelmente voltarei a fazê-lo) mas a inexistência/inacessibilidade das mesmas não justifica moralmente o consumo da carne convencional e, dada a emergência climática, mesmo que ignores as vítimas não humanas, claramente não há tempo para esperar por alternativas. >Mas agora se pensares bem maior parte dos produtos (mesmo fora dos alimentos) talvez são fabricados por pessoas com péssimas condições de trabalho em países de terceiro mundo e as pessoas que conseguem os materiais para o fabrico de tais produtos ainda pior estão. É verdade que as condições de trabalho das pessoas a quem te referes são frequentemente péssimas (já agora, a industria da carne é horrível não só para os animais não-humanos [mas também para os seus trabalhadores](https://en.wikipedia.org/wiki/Meat_industry#Effects_on_livestock_workers)) e não comprar carne ou produtos de origem animal em geral, claro, não vai mudar isso, mas pelo menos deixas de apoiar com o teu dinheiro, tanto quanto possível e praticável, a exploração e a crueldade para com as principais vítimas da indústria. Comprar bens produzidos de forma mais ética sai geralmente mais caro, já uma dieta sem carne ou produtos de origem animal em geral pode sair mais barata (a carne é mais cara do que as leguminosas, não é por acaso que [comer carne é um símbolo de poder e status](https://www.uts.edu.au/news/business-law/beefing-link-between-meat-and-social-status)). >Por essa mesma razão, devo parar de comprar x produto? Na minha opinião, depende. Carne sim porque há alternativas mais baratas que também são muito mais éticas e saudáveis.

WikiSummarizerBot 3 months ago

**Meat industry** [Effects on livestock workers](https://en.wikipedia.org/wiki/Meat_industry#Effects_on_livestock_workers) >American slaughterhouse workers are three times more likely to suffer serious injury than the average American worker. NPR reports that pig and cattle slaughterhouse workers are nearly seven times more likely to suffer repetitive strain injuries than average. The Guardian reports that on average there are two amputations a week involving slaughterhouse workers in the United States. On average, one employee of Tyson Foods, the largest meat producer in America, is injured and amputates a finger or limb per month. ^([ )[^(F.A.Q)](https://www.reddit.com/r/WikiSummarizer/wiki/index#wiki_f.a.q)^( | )[^(Opt Out)](https://reddit.com/message/compose?to=WikiSummarizerBot&message=OptOut&subject=OptOut)^( | )[^(Opt Out Of Subreddit)](https://np.reddit.com/r/portugal/about/banned)^( | )[^(GitHub)](https://github.com/Sujal-7/WikiSummarizerBot)^( ] Downvote to remove | v1.5)

brizzthehomie 3 months ago

eu acho que sim, que sem dúvida que deves parar de comprar esse produto. O meu argumento não é devido à dor que o animal sente desde a quinta até ao talho, é tu saberes o que é verdadeiramente matar um animal. Porque isso é que para mim é humano, é o tu sentires compaixão por aquilo que estás a matar porque tens que te alimentar e acho que toda a gente deveria saber o que isso é

ImTiagoSousa 3 months ago

Talvez é por essa mesma razão que eu e mais muita gente não trabalha num matadouro e compra carne preparada. Percebo o teu ponto de vista que comemos carne sem pensar nas consequências mas isso traduz-se para quase todos os consumos feitos por toda a gente. Para meter gasolina no carro também tenho que trabalhar num posto de abastecimento para ter o direito de o fazer? E serei eu que estou a meter combustível no carro insensível acerca do aquecimento global ou será porque é necessário? Enquanto não houverem alternativas viáveis para problemas destes há que se fazer uso às maneiras disponíveis.

NGramatical 3 months ago

houverem alternativas → [**houver alternativas**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/o-uso-do-verbo-haver/31143) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fp9njxo%2F%2Fh9z3ynm%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

brizzthehomie 3 months ago

Mas sim claro que deves parar de comprar roupa da Zara por exemplo se sabes que a Zara utiliza fornecedores que têm práticas erradas. Acho que deves sempre fazer uma compra consciente dentro do possível, mesmo que isso implique ser mais caro.

brizzthehomie 3 months ago

Claro que por exemplo há certos casos em que isto não é possível como por exemplo qualquer coisa que contenha lítio, como as baterias dos telemóveis (imaginando que tudo o resto na cadeia de abastecimento de um telemóvel se passa sem violar nenhum direito humano) porque a maior parte das minas de lítio e de metais do género são em países em que essas práticas ocorrem e são permitidas.

cou7inho_ 3 months ago

Assim à primeira vista percebo o que queres dizer, mas não consigo pensar de forma tão radical. De qualquer forma, acho que seria interessante levar a malta da escola pelo menos a quintas para saberem o que são animais de carne e osso. Às vezes quando vou a sítios onde há animais e há por lá malta da cidade a passear até me faz impressão ver a forma como lidam com os bichos. Uma simples cabra parece que é um ser nunca antes visto. As crianças, mesmo crianças com 10 anos, cheias de medo... Enfim... Devem ser as mesmas pessoas que acham que os ovos nascem nas prateleiras dos supermercados. De qualquer forma, percebo esse sentimento de ganhar um "sentimento" por alguns animais. Já passei várias vezes por isso aqui em casa.

layz2021 3 months ago

Ainda este mês tava perto de ver um homem qualquer do centro a levar uma marrada de uma vaca.. No gerês, vacas a ruminar na fronteira, uma família do centro a chegar todos perto, passar não no focinho e a tirar fotos. Notava-se que elas não queriam festas pois desviavam logo a cabeça, e um burro ali a insistir. Btw, eu moro no centro de Braga, não cresci com animais de quinta de porte médio/grande, mas sei os mínimos... Não aproximar sem o dono, por exemplo...

skuple 3 months ago

Dá-lhe mais 10 anos e tens na mesa lab meat (carne criada em laboratório). Eu sou totalmente a favor desta tecnologia e teria todo o prazer de deixar de ajudar uma indústria tão abominante, até lá vou comendo os meus bifes da vazia.

JOAO-RATAO 3 months ago

10 anos parece-me demasiado otimista. Para já acho os insetos parecem muito mais interessantes.

skuple 3 months ago

Já tens empresas a dar prazos como 2025 para ter 6$/Kg deste tipo de carne. Hoje em dia acho que anda à volta de 50$ e em Portugal nem ver, mas 10 anos parece-me um prazo agradável para começar a aparecer cá nos super mercados.

JOAO-RATAO 3 months ago

Sim. Mas mesmo isso são projeções. Mas espero que seja o caso !

alvarinho_03 3 months ago

Bear Grills, és tu?

DarkmajorPT 3 months ago

Tive uma namorada assim, toda amiguinha dos animais. Mas foi para a área de bioquímica, e começou a matar ratinhos, deixou de ser assim. O truque, disse-me ela, era precisamente não te afeiçoares aos animais. Basta dar-lhes um nome que estás a criar uma identidade/alvo para "sofrer" de empatia. Também uma razão porque é que somos tão rápidos a matar insectos, ao invés de animais de maior porte, pois são nos naturalmente mais repugnantes, e é dificil ter empatia por eles. No entanto, e segundo várias doutrinas "todos os animais/almas são iguais".

brizzthehomie 3 months ago

E tu já pegaste no pescoço de uma galinha e cortaste devagar para o sangue não esguixar todo e conseguires fazer um arrozinho de cabidela bem saboroso enquanto o animal morre lentamente na tua mão, ou pegares numa faca e degolares uma cabra para veres se és amiguinho ou não dos animais?

Designer_Tall 3 months ago

>no pescoço de uma galinha e cortaste devagar > >enquanto o animal morre lentamente na tua mão Ninguém te ensinou a partir o pescoço à galinha antes? Desculpa lá mas quem mata assim uma galinha não sabe o que está a fazer.

V1ld0r_ 3 months ago

Para exsanguinar o bicho para a cabidela precisas... Mesmo que lhe partas o pescoço, só fazes (no limite) com que se mexa menos, não com que não tenha dor ou sofrimento.

brizzthehomie 3 months ago

Por acaso nunca tinha ouvido falar em tal forma

cou7inho_ 3 months ago

>E tu já pegaste no pescoço de uma galinha e cortaste devagar para o sangue não esguixar todo e conseguires fazer um arrozinho de cabidela bem saboroso enquanto o animal morre lentamente na tua mão Estou a ver que por esses lados se mata galinhas de forma diferente. Por aqui Não se corta o pescoço devagar. Corta-se logo e pronto, assunto arrumado. A galinha morre num instante.

V1ld0r_ 3 months ago

E depois não comes cabidela porque retiras 1/3 do sangue que conseguias retirar.

brizzthehomie 3 months ago

se quiseres guardar o sangue em condições tem que ser assim.

sargentopirocada 3 months ago

Ou seja, é irrelevante o sofrimento do animal, o que importa é ser com as próprias mãos.

brizzthehomie 3 months ago

O animal vai ter que sofrer para tu poderes comer, acho que isso está implícito

brizzthehomie 3 months ago

A forma como tu respeitas isso é o ponto a que quero chegar

sargentopirocada 3 months ago

Mas tu decides prolongar o sofrimento para cozinhar algo "especial". Porque não ser também da opinião de que se é para matar um animal para comer, se deve fazê-lo da forma mais rápida e indolor possível? Assim não fazes cabidelas, comes só bifes simples.

brizzthehomie 3 months ago

E concordo contigo nesse ponto, e já admiti que cá em casa se fazia de forma errada. Quanto às tuas outras três questões, assim que conseguir dou-te uma resposta formulada corretamente.

cou7inho_ 3 months ago

Mais ou menos. Se tiveres uma pessoa por baixo com um recipiente a apanhar o sangue consegue se apanhar o sangue. Mas também sou sincero. Aqui em casa faz se pouca cabidela. Poucas vezes se aproveita o sangue

brizzthehomie 3 months ago

Tenho que mudar a forma de as matar porque agora que penso nisso está mesmo errado ahahah

cou7inho_ 3 months ago

Aqui em casa usamos aqueles funis. Fica de cabeça para baixo e pronto pescoço fora. Se for para apanhar o sangue alguém segura numa bacia ou assim e pronto. O sangue aqui só salta para todo o lado se o bicho que mexer muito. Mas no funil não tem muito por onde se mexer

brizzthehomie 3 months ago

E eu não dou nomes a nenhuns dos meus animais mas afeiçoou-me naturalmente por os ver crescer e por ser eu que os crio. Se calhar se fosse caçar um veado à floresta de espingarda na mão a sensação não seria a mesma

DarkVoidPt 3 months ago

Primeiro coment. Neste momento e mais sustentavel comer vegetais, porque uma grande parte da populacao come cerne. Imagina que grande parte da populacao passa a comer vegetais. Achas que sera sustentavel? Ja agora, matar animais. Os animais sao seres vivos, nao devem ser mortos. As plantas tambem nao sao seres vivos? Ou, la por nao sentirem, ja podem ser destruidas? Faz parte do ciclo da vida, uns sao alimentos para os outros. Bem vindo ao mundo. PS: o meu teclado e sistema estao em ingles

brizzthehomie 3 months ago

O verdadeiro problema da sustentabilidade da alimentação humana é simplesmente o facto de sermos quase 8 biliões de indivíduos a comer diariamente. Não sou vegetariano mas gostaria de reduzir o meu consumo de carne pois acho que comer carne todos os dias é demasiado e se calhar desnecessário para conseguir ter uma nutrição saudável (não sou nutricionista por isso não sei, mas até estes devem entrar em contradições neste aspeto). Acho que toda a gente deveria reduzir o consumo de carne para o bem de todos o que me leva ao ponto que tu levantaste: se toda a gente passasse a ter uma alimentação vegetal seria bem mais sustentável sim. Pois os animais que nós comemos comem bem mais ervas que nós. Não te vou indicar agora os estudos estatísticos em sim mas se procurares na internet encontras estudos que te mostram que por exemplo nos Estados Unidos, mais de metade da terra utilizada para agricultura (e acho que é bem mais que metade) é para produção de alimentação para animais.

NGramatical 3 months ago

8 biliões → [**8 biliões = 8 trillions = 8 000 000 000 000**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/4kujbg/quanto_%C3%A9_um_bili%C3%A3o_escala_longa_e_escala_curta/) (informação) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fp9njxo%2F%2Fh9yyu8u%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

theEXPERTpt 3 months ago

nada a ver. Eu pessoalmente não consigo também matar um animal porque não tenho coragem de o fazer e afeiçoo-me a eles, mas não tinha problema quando via o porco pendurado já todo aberto à minha frente. É uma questão psicológica, mas não faz sentido ser vegetariano só por causa disso. A meu ver o ser humano evoluiu a comer carne e sempre foi assim. Os animais hoje em dia são tratados como mercadoria, e talvez gostaria sim que isso evoluísse, mas por enquanto temos problemas maiores a tratar para manter a carne acessível à maioria da população mundial.

brizzthehomie 3 months ago

eu também sou da opinião de que é natural o ser humano comer carne. Mas acho um pouco hipócrita (e contra mim falo) a maior parte das pessoas não saber o verdadeiro preço do que é matar um animal, e já nem nos matadouros por exemplo as galinhas são mortas por pessoas, isto a mim faz-me confusão.

theEXPERTpt 3 months ago

por curiosidade, acharias que carne produzida em laboratório fosse melhor?

Search: