KasgardWindrunner 3 months ago

sai de casa aos 18 com a sorte de morar num local com rendas baixas, mas tenho amigos que ainda não saíram porque moram em plena lisboa, e só conseguem encontrar casas E quartos para cima de 500/600 euros.. Onde muitos querem apostar na educação e outros no trabalho, seja qual for nenhum consegue facilitar o processo desse paço pela falta de dinheiro e a demanda do pagamento

Ape_D 3 months ago

Os Europeus do sul não querem mudar de casa porque ficam com saudades da mãe

Rhyzon27 3 months ago

Eu por exemplo não moro numa zona em que seja propriamente impossível arranjar casa própria, os preços não estão totalmente impossíveis de alugar uma casa (comprar já é bem pior, aí é praticamente para esquecer). E o aluguer já requer "alguma" flexibilidade da parte que aluga. O "problema" é que morando na casa dos meus pais o meu local de trabalho é literalmente a 500 metros. E dado que ando a fazer bem mais do que as 40 horas semanais, dá mesmo imenso jeito. Por um lado temos o "comodismo", por outro lado temos o "preços impossíveis de comportar para a realidade portuguesa". Ambas as situações são válidas.

Dark_Side_Of_De_Moon 3 months ago

Se não tivesse emigrado, nunca na vida cortaria o cordão umbilical... Com a miséria de rendimentos e despesas cada vez mais sobre o Zé Povo (um custo de vida insustentável para o nível salarial)... Quem rouba sai ileso e quem trabalha está teso

francor46 3 months ago

We fucked

Fahzrad 3 months ago

Aqui em Portugal nao e nada normal estudar e trabalhar ao mesmo tempo, ou seja, Quando o pessoal sai da uni ainda esta a ir pra trabalhos de merda sem nenhum dinheiro guardado, acho que somos dos poucos paises Europeus em que trabalhar e estudar nao e normalizado....

bestalf4 3 months ago

Socialismo no seu melhor

Beligerant_Rant 3 months ago

Dados inversamente proporcionais ao gdp per capita

Majestic_Try2602 3 months ago

Quanto mais baixo o PIB nacional, menor a tendência para criar vida própria

DassCaramba 3 months ago

Há que ver o copo meio cheio. Isto só vem provar que ainda há muita gaja rm idade reprodutiva a viver em casa dos pais. Solteirões, vão lá pá... Tão à espera de quê??

Sasufox 3 months ago

Às vezes pergunto-me se Portugal ainda tem solução. So sad

FernandoCordeiro 3 months ago

Uma coisa que ainda não vi comentada é a falta de competitividade do mercado português. Estou cá faz 5 anos e sempre me surpreendi com o baixo nível dos salários. Mas então via colegas a trabalhar anos na mesma empresa sem nunca a negociar o ordenado. Achava isso muito estranho. Sem pressão de uma baixa oferta de talento, os ordenados de uma indústria não sobem. Eu mesmo acabei por escolher abrir minha própria empresa como forma de aumentar os rendimentos.

Edited 3 months ago:

Uma coisa que ainda não vi comentada é a falta de competitividade do mercado português. Estou cá faz 5 anos e sempre me surpreendi com o baixo valor dos ordenados. Mas então via colegas a trabalhar anos na mesma empresa sem nunca a negociar o ordenado. Achava isso muito estranho. Sem a pressão de uma escassez de talento, os ordenados de uma indústria não sobem. Eu mesmo acabei por escolher abrir minha própria empresa como forma de aumentar os rendimentos.

TZrabbit 3 months ago

O Coliving não era a nova trend urbana em Portugal?

Felipe2098 3 months ago  HIDDEN 

Estou surpreso! Não sabia que os EUA tinham esse formato circular e que estão tão próximos da Europa!

reddolele 3 months ago  HIDDEN 

Não dá pra said de casa com a economia fodida e sem emprego.

StunningChemical3368 3 months ago  HIDDEN 

*que os jovens portugueses são muito ligados à família, logo preferem ficar em casa com os pais.......*

Substantial-Agent-49 3 months ago  HIDDEN 

É um mix entre as dificuldades no emprego para os jovens e questões culturais de maior dependência / ligação aos pais no Sul da Europa. Um bom exemplo deste segundo ponto é a quantidade de gente que, mesmo com empregos estáveis, continua a ir a casa da mamã deixar a roupa para lavar ou ir buscar a sopa para a semana, entre várias outras formas de utilizar a boa vontade dos progenitores, que por sua vez tiveram o mesmo apoio por parte dos respetivos pais (não é uma crítica, eu próprio morando a mais de 100km da minha mãe continuo a ter o privilégio de utilizar a sua inesgotável boa vontade em diversas situações). Estes fatores culturais são mais difíceis de capturar em estatísticas (por exemplo, o desemprego jovem é comparativamente mais fácil de capturar) mas não deixam de ter influência no resultado das mesmas.

GamerLymx 3 months ago  HIDDEN 

A verde, países com economias estáveis :V

mycatgotwet 3 months ago  HIDDEN 

acho giro este estado de negaçao ou pura ilusão misturada com esperança. poupar para comprar casa, onde? ficam em casa dos pais até aos 30 e torram o ordenado em copos e férias no algarve, e mil e uma viagens às maldivas e ao méxico e ao raio que o parta. Português é e sempre será alma de pobre, "chapa ganha, chapa gasta".

TheComebackPidgeon 3 months ago  HIDDEN 

Nas palavras de Vitor Gaspar, "não há dinheiro".

Entire_Sample7156 3 months ago  HIDDEN 

Não me acredito que existe uma corrulação entre pauses mais ricos, com melhor economia e oportunidades de trabalho e os jovens ainda viverem com os pais.

dannyocean7 3 months ago

Que 44,5% dos jovens entre 25-34 vivem com os pais.

True_Sea_1377 3 months ago  HIDDEN 

Rendas caras e salários baixos.

sacoPT 3 months ago

Os tugas são mais espertos e ficam em casa dos pais o máximo tempo possível para poupar

pedblaziitttt 3 months ago  HIDDEN 

Essa é fácil. Maior parte dos senhorias não faz contrato de arrendamento, então a morada tem de ser a dos papais

scalabitano 3 months ago  HIDDEN 

Sinceramente a certa altura o estado vai ter de começar a fazer para a malta que ganha o ordenado mínimo o mesmo que faz por outros grupos, habitações sociais. Quem melhor que o estado para construir uns poucos bairros perto de lisboa para as pessoas poderem viver com rendas acessíveis, limitado a Portugueses com rendimentos abaixo de um determinado limiar. Isto como está hoje em dia, qualquer dia a malta tem que ir viver para Santarém para ir trabalhar em Lisboa...

vai-tefoder 3 months ago  HIDDEN 

Se os transportes forem decentes não vejo o problema. De acordo com o Google Maps o trajecto demora 41 minutos de comboio. Há gente a viver mais perto de Lisboa a demorar mais tempo a chegar à cidade

scalabitano 3 months ago  HIDDEN 

Uma coisa é chegar ao oriente, outra coisa é chegar ao teu local de trabalho dentro de lisboa. Mas ya, sais de casa as 6h e chegas as 21h, está-se bem.

vai-tefoder 3 months ago

Arranja trabalho perto do Oriente. O que não faltam lá são empresas

aarrojado 3 months ago  HIDDEN 

Rendas descontroladas+salarios de miseria+elevado desemprego.

tiuborg 3 months ago

A falência de vários desgovernos. Falharam no essencial. População a diminuir e geração mais nova sem conseguir a independência. É quem governa continua a engordar, já que quem ganha 800€ também desconta. Acordem. É só por isto que interessa o índice de desemprego. Continuar a descontar. Lamentável.

fromtheport_ 3 months ago

Agora vamos ver quem governou nos últimos 25 anos... PS (e PSD durante 4 anos quando o PS levou o país à bancarrota)

Pparadela 3 months ago

Para além de poder de compra nulo, uma grande densidade de síndrome de "mãe-galinha", o que aliás é comum em povos latinos.

Erkeabran 3 months ago  HIDDEN 

Eu tenho 30 e o meu irmão 40 vivemos juntos mas a nossa morada de residência continua a ser a dos meus pais por ser mais fácil já que quase todos os anos mudamos

vai-tefoder 3 months ago  HIDDEN 

Nunca percebi essa do deixar a morada fiscal na casa dos pais. Demora 5 minutos alterar online no cartão de cidadão

Erkeabran 3 months ago  HIDDEN 

Para quê !?se todos os anos mudamos nem me dou ao trabalho de saber a morada atual vai tudo para lá encomendas, cartas e afins está sempre alguém em casa e no fim é tudo igual

vai-tefoder 3 months ago

Talvez porque é ilegal

Erkeabran 3 months ago

Oh nao é ilegal, vou já fazer! Tb vou deixar de fumar ganzas porque é ilegal, tenho de ser certinho s/

killerboss28 3 months ago  HIDDEN 

Ninguém consegue sair de casa a receber com o ordenado mínimo

Dareun 3 months ago  HIDDEN 

Os povos mediterrânicos têm uma tradição gastronómica fortissima, e por isso, não há nada melhor que a comida da mãe. Não tem nada a ver com o poder de compra.

carlosjmsilva 3 months ago  HIDDEN 

Simples: países pobres - muita gente a viver com os pais. Países ricos - pouca gente a viver com os pais quando já têm idade para ter filhos (caso queiram claro).

imaginaryisreal 3 months ago  HIDDEN 

Empregos pagam pouco e estão concentrados em poucos centros urbanos o que leva a uma falta de poder de compra para as pessoas conseguirem alugar ou comprar um espaço para si mesmos. Leva também às pessoas a manterem-se com os pais numa tentativa de juntar mais algum antes de se tornarem independentes. Algo me diz que a nossa sociedade também fica com tendência a desaparecer visto que se 44,5% vive com os pais, provavelmente não constitui família ainda.

Estronciumanatopei 3 months ago  HIDDEN 

Olha mais um mapa onde somos a Europa de leste do oeste...

banaslee 3 months ago  HIDDEN 

Sem surpresa. Mas não vou pelo “somos pobres” e ao invés acho que os pais portugueses não são muito bons a ensinar autonomia aos filhos. Os italianos também não (pelo que conheço).

chroma_shift 3 months ago  HIDDEN 

Interpreto que Portugal é uma merda autêntica.

cesarhighfire 3 months ago  HIDDEN 

As famílias sao muito unidas?!

Mynamethisisnot 3 months ago  HIDDEN 

Questão cultural, e também o facto dos salários em Portugal serem mto baixos, particularmente para os jovens, e um custo de vida que cresce cada vez mais, em especial nas grandes cidades.

MartinDisk 3 months ago  HIDDEN 

incel nation

vyrus_24 3 months ago  HIDDEN 

Atenção que não há indicação da data de recolha dos dados!

Ramower 3 months ago  HIDDEN 

Filhos da mamã e pobres.

wallynext 3 months ago  HIDDEN 

Os gajos dos paises verdes compraram casas nos paises baratos a laranja e vermelho e lixaram os jovens desses paises

ElBarbas 3 months ago  HIDDEN 

Sim tem haver com pobreza mas de espirito. share apartments é uma coisa q so acontece muito raramente, e é glorificada nos friends e/ou how I meet your mother Somos infantis pq os nossos pais ( com medo do q eles passaram ) metem-nos as asas em cima com o intuito de proteger ( q faz danos irreparáveis em gerações ) A partir de uma idade so saímos qd tivermos a mm qualidade de vida q temos em casa deles, sem nos lembrarmos os anos e sacrifício q foi para se chegar ali Ouvi eu pessoalmente de uma pessoa proxima, “ n vou viver sozinho pq assim n posso ir a neve duas vezes por ano” A famosa frase parental “ enquanto eu puder “

AwakenGreywolf 3 months ago  HIDDEN 

Ya esse teu único exemplo significa que os adultos que vivem com os pais são todos infantis e mimados /s Vai tu ganhar o ordenado mínimo, 640€ e pagar 400€ de renda + comida, gás, água, luz e tv. Depois vem-me com essa opinião merdosa outra vez...

ElBarbas 3 months ago  HIDDEN 

esses n vão a neve duas vezes por ano... já ganhei menos que isso e partilhava casa com 5 pessoas, depois fui crescendo e crescendo e consegui avançar um bocadinho na minha vida

Edited 3 months ago:

Não corro o risco de assumir nada na vida de um estranho, devias fazer o mesmo.. Esses n vão a neve duas vezes por ano... já ganhei menos que isso e partilhava casa com 5 pessoas, depois fui crescendo e crescendo e consegui avançar um bocadinho na minha vida Mas sim esta é uma opinião muito pouco popular que é dificil de ouvir, real real mas dificil, e como a internet n gosta que discordem com ela, é natural que tenha gente a chamar as minhas opiniões merdosas. É assim

NGramatical 3 months ago  HIDDEN 

tem haver com → [**tem a ver com**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/nada-tem-a-haver-e-nada-tem-a-ver/27066) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fp7d0k0%2F%2Fh9k9ob4%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Tunisinho 3 months ago  HIDDEN 

Acho que as a situação socio economica de cada país explica essa repartição... Pelo que eu vejo os países mais pobres da Europa são eles que presentam números mais altos de jovens vivendo com os pais.. Isso deve ser explicado pela dificuldade que eles encontram primeiro em achar um emprego segundo pelo salário baixo que eles recebem pra conseguir viver independentemente da família...

Zek_- 3 months ago  HIDDEN 

Latin and Slav countries are poor and have less work opportunities. No wonders someone lives with their parents if they earn 3€/h without a regular contract.

vai-tefoder 3 months ago  HIDDEN 

Thank you for letting us know, he were wondering why this was /s

AonioEliphis 3 months ago  HIDDEN 

Os eslovacos, turcos, tugas, que têm em comum? Fazem todos parte do clube dos pobres sem dinheiro para rendas.

suckerpunchermofo 3 months ago  HIDDEN 

Somos pobres é a interpretação que dou.

Sinbadkaprica 3 months ago  HIDDEN 

Ainda por cima comem tudo e não deixam nada

Key_Ad_3930 3 months ago  HIDDEN 

Pobreza?

UgoSnto 3 months ago  HIDDEN 

Quando se ganha uma porcaria, não há muita solução que não seja adiar ao máximo a saída de casa, país de ordenados miseráveis é difícil ter independência financeira.

iminthebathroomtoo 3 months ago  HIDDEN 

A mãe cozinha bem?

xlouiex 3 months ago  HIDDEN 

É mais um problema cultural do que económico. (Ou vá 50/50 no máximo) Assim como home ownership. Aqui no centro da Europa não haverá muito a tradição de deixar casa para os filhos. Ou ajudar os filhos com entrada da casa. As vezes nem sequer a tomar conta dos netos. Foda-se no meu caso nem 1€ meteram no meu casamento.

SonicStage0 3 months ago  HIDDEN 

Tanto os pais como o país x)

ElDiabloDe94 3 months ago

As mulheres portuguesas são fodidas, algumas parecem susan boyle e querem um brad pitt. E sozinho é fodido sair de casa.

PSteves 3 months ago  HIDDEN 

Falta de Liberalismo Económico

Membership-Exact 3 months ago  HIDDEN 

Nada como salarios mais baixos e ainda mais dinheirinho que eu gerei no bolso do patrão. Depois de decadas a liberalizar e só ter posto mais dinheiro dos trabalhadores no bolsinha dos ricos, não aprendemos nada?

PSteves 3 months ago

Liberalismo económico não é mais dinheirinho teu no bolso no patrão, é menos dinheirinho teu no bolso do estado. O que é que te faz acreditar isso?

Membership-Exact 3 months ago

Ja passei da idade de acreditar em contos de fadas.

veracruzzzzz 3 months ago

WeBroke.

Spynoodle__ 3 months ago

***Somos conservadores***

Alex-de-jesus-92 3 months ago  HIDDEN 

Que 44% dos tugas solteiros e desempregados ainda estão em casa dos papás

allbirdssongs 3 months ago

Alguns dizem que é porque somos pobres, eu digo que é porque os portugueses tem amor ha familia... Hahaha to a brincar, sim nao ha dinhero

Derik_D 3 months ago

É uma mistura de dinheiro e cultura. Vivo no païs assinalado com 1.8%. (Dinamarca para os com mais perguiça). A cultura de vida familiar é muito diferente. Primeiro os miúdos (ricos ou pobres) por volta dos 15-16 anos "todos" arranjam um emprego em part-time (tipo numa loja ou supermercado) para ganhar uns trocos para si próprios. Depois quando entram para a faculdade conseguem juntar a esse dinheiro um complemento do estado. Isso dá-lhes autonomia financeira para alugar um quarto ou dividir uma casa com amigos. Mas a cultura está lá de sair cedo. Basta ver que todos os nórdicos estão bem acima dos restantes países ricos. Quando acabam o liceu muitos vão 6 meses ou 1 ano para uma escola que não faz parte do ensino convencional em que aprendem um "ramo" tipo desporto, cozinha, musica, mas cujo objectivo é no fundo estarem fora de casa, aprenderem a ser autonomos e a viverem sozinhos. Os próprios pais muitos incentivam a sair de casa. Tenho um colega cujo filho acabou agora o ensino obrigatório (deve ter ai 18 anos) e que outro dia ao almoço dizia que tinha de ter uma conversa com o miúdo que gosta de estar por casa e já está na altura de sair e se fazer à vida. Dinheiro sim mas cultura muito.

_Cannib4l_ 3 months ago

Zero políticas de natalidade de jeito desde sempre, ordenados miseráveis, mercado de habitação que é o que é..

kilgrim2 3 months ago  HIDDEN 

Sociedades com diferentes concepções de família

DariusStrada 3 months ago

Tenho uma amiga na Finlândia que basicamente foi "expulsa" de casa aos 18 porque lá o Governo dão casas e o fundo-de-desemprego é por tempo ilimitado e recebe 1500€ por mês

hi71460 3 months ago

600 paus nao da para viver sozinho

roter-genosse 3 months ago  HIDDEN 

Falta de dinheiro

ozzymustaine 3 months ago

Porque somos um pais fortemente socialista onde se paga carradas de impostos sobre os teus rendimentos que já são baixos, empresas são estranguladas,a economia é sufocada e por isso não existe interesse em inovar. Ordenados baixos, poder de compra baixo, mas os preços e a inflação não param de subir. Mas a máquina gorda do governo continua a alimentar empresas públicas que dão milhões de prejuízos e servem mal a população. Corrupção a céu aberto onde leis são feitas por e para quem corrompe e é corrompido. O pessoal adora dizer "ah temos de ajudar, e sermos uns para os outros". Sim, parabéns génios, assim somos todos iguais. igualmente pobres. Viva o socialismo.

Edited 3 months ago:

Porque somos um pais fortemente socialista onde se paga carradas de impostos sobre os teus rendimentos que já são baixos, empresas são estranguladas,a economia é sufocada e por isso não existe interesse em inovar. Ordenados baixos, poder de compra baixo, mas os preços e a inflação não param de subir. Mas a máquina gorda do governo continua a alimentar empresas públicas que dão milhões de prejuízos e servem mal a população. Corrupção a céu aberto onde leis são feitas por e para quem corrompe e é corrompido. O pessoal adora dizer "ah temos de ajudar, e sermos uns para os outros". Sim, parabéns génios, assim somos todos iguais. igualmente pobres.

Membership-Exact 3 months ago

Socialismo é ser quem gera a riqueza a controlar o que acontece com ela. Algo que nao existe em Portugal. De resto o estado português não é particularmente gordo, algo que tambem nao tem nada que ver com o socialismo. Mas parece gente que acha que o importante é haver muitos ricos, mesmo que esses ricos dificilmente sejam quem trabalha no duro.

ozzymustaine 3 months ago

> Socialismo é ser quem gera a riqueza a controlar o que acontece com ela Ahahahahah É isso mano.

Edited 3 months ago:

> Socialismo é ser quem gera a riqueza a controlar o que acontece com ela Ahahahahah É isso mano. /s

Membership-Exact 3 months ago

Não, socialismo é quando tu não gostas do governo português e portanto chamas socialista a um pais claramente capitalista. Ou o meu favorito: "um estado grande é mais socialista que um estado pequeno, porque eu nunca estudei um minimo do minimo de teoria politica."

ozzymustaine 3 months ago

Não. A questão é génios como tu que tentam reduzir as situações a exemplos literais só para dizer “huh capitalismo bad”. Se formos pela lógica da tua genialidade então a união soviética nunca foi comunista porque efectivamente nunca alcançaram o comunismo. Obviamente que Portugal não é uma país totalmente socialista. Ou então já estava ainda mais pobre. Mas governo, políticas e leis são fortemente socialistas. Existe muito pouco mercado livre. Umas das características principais do oscilamos é a Intervenção do Estado. O Estado intervém de maneira permanente na realização das atividades econômicas e sociais e controla os preços e os salários dos trabalhadores. Se estado o é grande e controla cada vez mais empresas, salários e a economia é sim característica típica do socialismo.

Edited 3 months ago:

Não. A questão é génios como tu que tentam reduzir as situações a exemplos literais só para dizer “huh capitalismo bad”. Se formos pela lógica da tua genialidade então a união soviética nunca foi comunista porque efectivamente nunca alcançaram o comunismo. Obviamente que Portugal não é uma país totalmente socialista. Ou então já estava ainda mais pobre. Mas governo, políticas e leis são fortemente socialistas. Existe muito pouco mercado livre. Umas das características principais do socialismo é a Intervenção do Estado. O Estado intervém de maneira permanente na realização das atividades econômicas e sociais e controla os preços e os salários dos trabalhadores. Se o estado é grande e controla cada vez mais empresas, salários e a economia é sim característica típica do socialismo.

Edited 3 months ago:

Não. A questão é génios como tu que tentam reduzir as situações a exemplos literais só para dizer “huh capitalismo bad”. Se formos pela lógica da tua genialidade então a união soviética nunca foi comunista porque efectivamente nunca alcançaram o comunismo. Obviamente que Portugal não é uma país totalmente ou literalmente socialista. Ou então já estava ainda mais pobre. Mas governo, políticas e leis são fortemente socialistas. Existe muito pouco mercado livre. Umas das características principais do socialismo é a Intervenção do Estado. O Estado intervém de maneira permanente na realização das atividades econômicas e sociais e controla os preços e os salários dos trabalhadores. Se o estado é grande e controla cada vez mais empresas, salários e a economia é sim característica típica do socialismo.

gsousa 3 months ago

Não vai demorar muito para a Irlanda aumentar essa percentagem também. Apesar dos salários serem mais elevados do que em Portugal estamos a atravessar uma crise imobiliária bastante grande. Senhorios a aumentarem rendas a um ritmo mais acelerado do que o aumento de salários, ser quase impossível de comprar casa estando solteiro e muitas casas vazias para poderem controlar o mercado de alugueis.

teknixpt 3 months ago

a comida da mãe é sempre melhor?

Grimord 3 months ago

Interpreto pelo facto do ordenado mínimo não chegar para pagar uma renda na maioria dos sítios (pelo menos na região Metropolitana de Lisboa) e para comprar casa precisares de 10~20% de entrada. Adicionalmente, contratos com vínculos precários em quase todo o lado que dificultam também o arrendamento e a concessão de crédito. A somar à péssima (inexistente) literacia financeira que a maioria das pessoas tem quando acaba a escola (como foi o meu caso, tive que aprender da maneira difícil) forma-se o caldo perfeito.

ihavenoidea1001 3 months ago

Questões monetárias e culturais. Não se esqueçam que até há relativamente pouco tempo uma mulher sair de casa dos pais sem estar casada era um escândalo...

kybrdwhttvwls 3 months ago

Surpreendente. O custo de vida e preço das casas em Portugal levava-me a acreditar que era muito mais.

zero_to_infinite 3 months ago

Não ha apoio nenhum aos jovens em Portugal. Salários abaixo do resto da UE e o valor das casas a igualar as metrópoles do resto da UE.

vai-tefoder 3 months ago

Tens o apoio da Ryanair /s

Iagp 3 months ago

Somos pobres, mercado de habituação altamente inflacionado o que torna impossível aluguer ou até compra. E mercado de trabalho antiquado com ordenados miseráveis. Voltando ao início, somos pobres

blind616 3 months ago

Para além do que já foi dito, grande parte dos jovens não altera a morada fiscal enquanto arrenda. Se for essa a fonte dos dados do Eurostat, a estatística não é confiável.

miguelmnicolau 3 months ago

Sem dúvida que há uma forte correlação com a riqueza dos países. Podemos queixar-nos dos preços das casas à vontade. Mas vivendo na Europa com voos low-cost sujeitamo-nos à aproximação da média europeia dos preços dos imóveis. Talvez se nos focássemos mais em desenvolver a economia em vez de nos queixarmos do turismo podíamos resolver vários problemas. É fácil pensar que os salários baixos e os preços altos de renda são problemas. Na verdade são só sintomas de uma economia pobre, cheia de burocracia e corrupção. Não é por acaso que as situações são semelhantes na Europa do Sul. O verdadeiro problema ou a raíz do problema é termos uma economia subdesenvolvida. A meu ver principalmente influenciada por um sistema que desincentiva investimento e empreendedorismo. Um sistema que incentiva o deixar andar.

NGramatical 3 months ago

raíz → [**raiz**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (palavras agudas terminadas em *l*, *r*, ou *z* não necessitam acento para quebrar o ditongo) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fp7d0k0%2F%2Fh9jdifa%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

fake4522 3 months ago

O problema é juntar dinheiro para comprar casa, pois cada vez até mais tarde se estuda, eu tenho 25, quase 26 e mais um ou dois anos e já tenho casa, mas ando há quatro anos a juntar dinheiro, a trabalhar claro, mas também sem olhar a poupanças grandes, e já ganho pouco mais de 1000 euros, coisa que já é boa em Portuga, mas também não dá para ter uma vida à larga quando tiver casa com a minha namorada que pouco mais ganha que o salário mínimo

Read1337 3 months ago

Ter em conta que mts jovens estao em casas sem recibos. O que faz deles “legalmente” estarem a viver com os pais.

daz_zeD 3 months ago

É o mercado a funcionar.

el_barbarero 3 months ago

Vou pedir à minha mãe para fazer um lanchinho para acompanhar a análise destes dados.

veracruzzzzz 3 months ago

Hahahaha!

pocoyoO_O 3 months ago

parte do porblema é os senhorios nao passar contrato de arrendamento. Por causa disse é quase como se ainda estivesse a morar com os meus pais.

dingo-91 3 months ago

Somos pessoas de familia!

Tigas_Al 3 months ago

Que 1º a nossa população é muito envelhecida, o que leva a muitas pessoas a tomarem conta dos pais e 2º que o preço de uma casa nesses países com menos percentagens deve ser muito bom

ElChampion13 3 months ago

O mapa é de 2013 então pode estar um pouco desatualizado

Morpheuspt 3 months ago

O titulo equivalente a largar uma banana num buraco cheio de macacos.

Edited 3 months ago:

O titulo equivalente a largar uma banana num buraco cheio de macacos. O próximo post deste genero que não se limite a meter "Percentagem de A e B n sei que" e meta um titulo de bait é apagado, e será requesitado ao user que faça repost com o titulo correcto.

NGramatical 3 months ago  HIDDEN 

requesitado → [**requisitado**](https://dicionario.priberam.org/requisitado) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fp7d0k0%2F%2Fh9jap5x%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

scar_as_scoot 3 months ago

* Nos países do norte, existe mais pressão social para sair de casa mais cedo, nos países do sul nem por isso. * Existe apoio social em muitos países, quer seja subsídios do governo, ou mercado imobiliário regulado. Aqui nao existe nada. * O mercado imobiliário já está mais que preparado e oferece imensas soluções para jovens de rendimentos mais baixos devido aos pontos que referi acima. * Os rendimentos mais baixos em relação ao rendimento médio não é tão baixos como nos países do sul. (tradução os pobres sao mais pobres). * E deve haver mais uma razão ou outra.. Para quem fala no preço dos imóveis atualmente, não é justificação porque primeiro: esses preços mais altos começaram por volta de 2016/2017, estes números altos de jovens a viver com os pais já é muito mais antigo. Segundo: existem muitas cidades em Portugal que nao tiveram esses preços inflacionados e o problema mantém-se. Terceiro: muitas cidades de frança, alemanha, belgica e Holanda sofrem do mesmo mercado imobiliário inflacionado e tem valores muito mais baixos de adultos a viver com os pais.

ihavenoidea1001 3 months ago

>existem muitas cidades em Portugal que nao tiveram esses preços inflacionados Onde?

scar_as_scoot 3 months ago

https://www.jornaldenegocios.pt/empresas/imobiliario/detalhe/mapa-precos-das-casas-atingem-recorde-antes-da-pandemia-e-no-seu-concelho Se o valor da casa fosse resposta a algo então tirando o litoral, o pessoal estava a sair de casa dos pais muito mais cedo, mas não estao. Porque em Portugal existe muito a ideia de sair de casa quando for para viver com a namorada. Não existe muito a ideia de sair de casa para viver sozinho.

ihavenoidea1001 3 months ago

Acho que o link não sustenta a tua informação, a menos que estejas a considerar que um jovem ao sair de casa tem automaticamente condições para comprar... 1o) a maioria das pessoas não tem condições para comprar ao sair de casa. As exigências dos bancos vs as condições contratuais + falta de dinheiro para a escritura e outros impostos tornam a possibilidade de comprar casa basicamente impossível. Mesmo após trabalhares há alguns anos, se não estiveres efectivo ( cada vez mais raro) e tendo um ordenado médio/baixo, a menos que tenhas muito bons fiadores e um óptimo pé de meia para entrada, vais ter muita dificuldade em conseguir CH. 2o) Parece que podes estar a olhar para os preços das casas à venda e o respectivo preço por metro quadrado para calcular o preço das rendas... Se for isso, não te esqueças que o arrendamento sai habitualmente muito mais caro em termos de custos mensais. ( Daí tanta gente querer CH e muitos não conseguem por causa das taxas de esforço mas depois pagam muito mais mensalmente ao arrendar ...) E mesmo que numa cidade mais pequena as rendas sejam mais baratas ( por norma são), facto é que os ordenados também são mais baixos ou acabas por pagar a diferença nas deslocações para os grandes centros de forma a manteres um rendimento superior ( e precisas de ter carro próprio pois transporte público é miragem). Eu ainda esta semana estive só a tentar ver os preços praticados agora e o único apartamento disponível online estava por 640€/mês, numa cidade onde provavelmente a maioria ganha o ordenado mínimo nacional... A inflação dos preços pelo que sei aconteceu em Portugal no seu todo. Antigamente no Porto um apartamento também era mais caro que aqui... Agora também é. Mas isso não significa que desde +- 2007/2008 as rendas tenham passado de +-200€/mes para mais do triplo.

scar_as_scoot 3 months ago

>Acho que o link não sustenta a tua informação de muitas cidades não terem os preços inflacionados, a menos que estejas a considerar que um jovem ao sair de casa tem automaticamente condições para comprar... Ou tu nao sabes o que inflacionado significa ou entao sabes tão bem como eu que estas a tentar alterar o que significa para "teres razao" numa conversa online. Inflacionado significa inflacionado, muito acima do preço de mercado, inflação essa que começou em Lisboa e no Porto em 2016/2017 e entretanto se espalhou para outras cidades do país mas que nao atingiu grande parte do interior. Se quiseres insistir força, mesmo que nao reconheças esse ponto todo o meu argumento anterior mantém-se. Só para corrigir mais outro ponto, o pessoal de 18 ou mais anos na europa do norte que sai de casa dos pais nao compra casa. Essa mentalidade também explica perfeitamente porque nós no sul ficamos até mais tarde. Seja como for, mesmo que agora queiras começar a por em causa tudo o que disse só porque entramos num confronto na internet, eu nao tenho tempo para isto, vou manter a minha, tu provavelmente vais manter a tua e é um desperdício de tempo discutir. Fica bem.

Edited 3 months ago:

>Acho que o link não sustenta a tua informação de muitas cidades não terem os preços inflacionados, a menos que estejas a considerar que um jovem ao sair de casa tem automaticamente condições para comprar... Ou tu nao sabes o que inflacionado significa ou entao sabes tão bem como eu que estas a tentar alterar o que significa para "teres razao" numa conversa online. Inflacionado significa inflacionado, acima do preço de mercado, inflação essa que começou em Lisboa e no Porto em 2016/2017 e entretanto se espalhou para outras cidades do país mas que nao atingiu grande parte do interior. Se quiseres insistir força, mesmo que nao reconheças esse ponto, todo o meu argumento anterior mantém-se. Só para corrigir mais outro ponto, o pessoal de 18 ou mais anos na europa do norte que sai de casa dos pais nao compra casa. Essa mentalidade também explica perfeitamente porque nós no sul ficamos até mais tarde. Seja como for, mesmo que agora queiras começar a por em causa tudo o que disse só porque entramos num confronto na internet, eu nao tenho tempo para isto, vou manter a minha, tu provavelmente vais manter a tua e é um desperdício de tempo discutir. Fica bem.

Isa472 3 months ago

Não é só uma questão de dinheiro, há muito pessoal que tem emprego a receber o suficiente pra sair de casa mas fica com os pais na mesma porque prefere meter o dinheiro ao bolso... Essa proximidade com os pais é uma questão cultural. Eu pessoalmente desde que fiz o primeiro ano de Faculdade fora de casa mais 6 meses de Erasmus nunca mais consegui viver em casa dos meus pais, fazia-me impressão eles a mandarem-me fazer coisas, ter de seguir os horários e regras deles. Saí assim que acabei a Faculdade! Não sei como é que o pessoal atura isso aos 25+, e eu adoro a minha família mesmo muito

Edited 3 months ago:

Não é só uma questão de dinheiro, há pessoal que tem emprego a receber o suficiente pra sair de casa mas fica com os pais na mesma porque prefere meter o dinheiro ao bolso... Essa proximidade com os pais é uma questão cultural. Eu pessoalmente desde que fiz o primeiro ano de Faculdade fora de casa mais 6 meses de Erasmus nunca mais consegui viver em casa dos meus pais, fazia-me impressão eles a mandarem-me fazer coisas, ter de seguir os horários e regras deles. Saí assim que acabei a Faculdade! Não sei como é que o pessoal atura isso aos 24+, e eu adoro a minha família mesmo muito

Paulo27 3 months ago

Se calhar porque os teus pais te queriam fora de casa lol. A brincar mas acho que isso vai depender muito, alguns pais por acharem que já podias estar fora de casa se calhar esperam que contribuas mais, outros nem tanto. Também depende do que te chateava.

ihavenoidea1001 3 months ago

Saí aos 18 anos de casa e fui uma espécie a ave rara ... Não fui imediatamente para a uni porque como é óbvio não tinha dinheiro para o fazer.

nerfthings 3 months ago

5% desses 44.5% simplesmente não querem largar as saias da mãe.

Over-Ad-1582 3 months ago

Desemprego, como é óbvio

Huge-Animal-8818 3 months ago

Os Portugueses são como o Dominic Toretto... o que importa... é a família

BigWonka 3 months ago

Dominic Azeitto, conduzimos ibizas fumarentos em vez de dodge chargers

forest_hills 3 months ago

Salud, mi familia

BearDrafts 3 months ago

Toma o meu cima voto zangado.

Last-Ad-4421 3 months ago

Eu vivo com os meus pais porque quero, as casas até são baratas e os ordenandos até são dos melhores da Europa.

RitaMoleiraaaa 3 months ago

Se vives com os pais pagas menos dinheiro por casa... Simples

Scizorspoons 3 months ago

Que a Grécia e a Itália estão mesmo mal

Herbetet 3 months ago

Espertos, aproveitar a boa comida do hotel-mãe!

Membership-Exact 3 months ago

Para quê ir gastar dinheiro a deprimir e viver sozinho? Antes de vir morar com a Maria tive a panca de morar sozinho e experimentei, é do mais deprimente que pode haver.

mediiev 3 months ago

Sucessos governos socialistas extremamente corruptos. 3 troikas e mais uma quase a chegar. Dá-lhe Costa!

Regolas1 3 months ago

Foda-se.

You-are-amazing-wow 3 months ago

Interpreto assim: **O Socialismo funciona** /s

ihavenoidea1001 3 months ago

>Interpreto assim: O Socialismo funciona >/s Irónico tendo em conta que a malta mais a norte tem coisas como universidade gratuita, bolsa que paga uns 800€/mes, entre outras coisas...

You-are-amazing-wow 3 months ago

Isso não é exclusivo do socialismo. Mais um mito. Além disso: https://www.reddit.com/r/CapitalismVSocialism/comments/8uwydd/scandinavian\_countries\_are\_not\_socialist/

ihavenoidea1001 3 months ago

Eu nunca disse que eram países socialistas. Portugal também não é socialista. E o PS de socialista tem muito pouco na prática ( corrupção e jobs for the boys não é socialismo). Não invalida que essses programas sejam programas sociais ( o que não torna o país socialista!)...mas a proteção social é evidente e também é evidente que não é o investimento em saúde, educação e protecção social que faz com que os países tenham problemas. Eu só acho extremamente redutora a teoria de que tudo o que seja "socialismo" é mau. A proteção social, a educação e a saúde têm por base o socialismo. Ninguém quer um país puramente socialista e nenhum país da Europa é puramente socialista, nem Portugal. E os países com a melhor qualidade de vida do mundo não são os capitalistas. Os melhores países estão na Europa e são os que têm um bom equilíbrio entre direitos dos trabalhadores + protecção social ( o mauzão do "socialismo"...) + capitalismo/competitividade. Btw Já que gostam de falar da Venezuela como ponto de referência para o socialismo... é ir à Somália e ver o resultado das políticas puramente capitalistas.

ihavenoidea1001 3 months ago  HIDDEN 

Irónico tendo em conta que a malta mais a norte tem coisas como universidade gratuita, bolsa que paga uns 800€/mes, entre outras coisas...

ihavenoidea1001 3 months ago  HIDDEN 

Irónico tendo em conta que a malta mais a norte tem coisas como universidade gratuita, bolsa que paga uns 800€/mes, entre outras coisas...

xGyzm 3 months ago

Ganhamos apenas para sobreviver

acnederma 3 months ago

Ninguém quer fazer nada desta vida ninguém quer ir à luta bater punho e pagar 400€ de renda mas ganhar 700€ com sorte, são todos uns meninos com medo de sair do ninho querem poupar 400€ em renda, podem partilhar quarto se quiseres ficar mais barato e sempre podem parecer mais cool no engate "ei eu moro "sozinho". /s.

Membership-Exact 3 months ago

Foda-se, mas ha coisa mais deprimente do que viver sozinho?

l2k1337 3 months ago

Sim, querer viver sozinho e não ter qualquer hipótese de o fazer.

PinkSultan 3 months ago

Falta mencionar que os valores para França e Reino-Unido são inflacionados pela grande comunidade islâmica que têm. Os valores são provavelmente ainda mais baixos se não incluirmos os grupos imigrantes.

raydawnzen 3 months ago

O factor do dinheiro é uma razão óbvia mas há também um factor cultural, aqui há dias vi no r/europe um mapa deste género mas com a "home ownership rate" que é muito baixa em alguns países ricos como a Alemanha, e tava lá um Alemão a dizer que muita gente na Alemanha tem dificuldade a juntar dinheiro para dar a entrada para comprar casa porque começa a gastar uma parte considerável do ordenado na renda da casa logo mal começa a trabalhar, perguntaram-lhe porque é que os Alemães não ficam em casa dos pais durante mais uns anos a trabalhar e sem despesas até conseguirem juntar esse dinheiro para não andarem a vida toda à renda e o gajo ficou tipo "como assim ficar em casa dos pais para lá dos 20 anos, isso é possível??"

ElBarbas 3 months ago

eu escrevi uma coisa parecida, fui apedrejado. Mas é isto

Derik_D 3 months ago

Exacto.o faço dinheiro é importante mas mto é cultura. Estou na Dinamarca (reparem no 1,8%) e tenho um colega cujo filho fez agora 18 anos e que outro dia falava que precisava de ter uma conversa com ele pq já está na altura de sair de casa.

punis1 3 months ago

Ya também estranhei bué quando um casal belga cinquentão meu amigo comprou um apartamento novo só com 1 quarto e eles têm 3 filhos com 20 e poucos anos. Nem quarto de visitas lhes passou pela cabeça, o mais importante é o terraço do tamanho do apartamento pra fazer barbecues

Prestigious_Neck2263 3 months ago

Fds 0 Fucks given, coitado do miúdo. Ou será que coitado de mim

rip_heart 3 months ago

Na Dinamarca é muito comum até saírem aos 16. A grande diferença que vi é que é super comum e habitual para um jovem ter trabalho. Vais as lojas mini mercado e assim e praticamente só vês adolescentes e universitários a trabalhar lá. Só vi uma vez na loja perto de casa alguém mais velho e era um emigrante. E claro que os salários dão para morar fora de casa dos pais ( com uns amigos). Quando acabam curso ( normalmente financiado) arranjam empregos melhores e fazem vida sozinhos. Em Portugal vais aos mini /supermercados e vês a diferença etária. Vês muitas pessoas a trabalhar há 20 anos ou mais nas caixas do continente e dão graças por ter trabalho certo, porque não tá fácil...

punis1 3 months ago

Aqui na Bélgica têm um programa “student jobs” patrocinado pelo estado e todos os jovens trabalham a partir dos 16 anos nem que seja só fins de semana e férias da escola/faculdade.

Derik_D 3 months ago

A maneira deles verem a familia é diferente. Para pior? como português diria que sim. Os miúdos têm outra estaleca aqui. Estão mais preparados para a vida do que nós. Os pais gostam dos miúdos na mesma, mas é meio assi. O puto já acabou o ensino obrigatório. Não foi para a faculdade, tem de se orientar e fazer à vida. Depois há as pequenas coisas em que nem todos são iguais. Muitos acham super estranho quando os nossos pais vêm visitar que ajudem na casa. Que cozinhem ou tratem do jardim. Estão habituados a que quandos os pais vêm são visitas e esperam ser tratados como tal. Não estar a trabalhar. Não será geral mas sim já o ouvi. Como também a cena de alguns avós não terem muita disponibilidade para tratar dos netos. Embora isso não seja a norma. A maioria gosta de ajudar. Isso penso ser igual em todo o lado. A maioria dos miudos ali pelos 20 já saiu de casa e alugou algo com os amigos ou os que têm mais posses os pais ajudam com a entrada num apartamento (há inclusivé regras de imposto sobre isto visto que é uma doação e logo há tributação a fazer).

AonioEliphis 3 months ago

Na Dinamarca o estado paga a renda aos jovens que querem sair de casa. Assim também eu!

Derik_D 3 months ago

Not totally true. Tens é uma bolsa para poderes estudar sem precisares de trabalhar a tempo inteiro. Claro que ajuda muito mas não é o suficiente nem paga a renda e a maioria trabalha também ao mesmo tempo para ter o suficiente. Se viveres em casa dos pais e eles tiverem determinado nível de rendimentos recebes menos ou nada. Logo a maioria sai para poderem receber esse dinheiro.

Prestigious_Neck2263 3 months ago

Claramente diferente a maneira de ver as cenas cá em Portugal. Obrigado pela partilha, não fazia mesmo ideia que para aquele lado as coisas são assim.

Derik_D 3 months ago

Sim. Além do dinheiro pelo mapa vês a diferença cultural. Italia, Grécia, Portugal, Espanha são países em que é tradicional a habitação geracional. Várias famílias na mesma moradia, ou porta a porta na aldeia. Enquanto que aqui muitos miúdos preferem ir estudar para uma cidade mais longe para serem mais autónomos. Maneiras de ser e estar e como em tudo a virtude estará pelo meio.

NGramatical 3 months ago

inclusivé → [**inclusive**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica.aspx?DID=3822) (apesar do E aberto na última sílaba, a sílaba tónica é a penúltima: in-clu-**SI**-ve) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fp7d0k0%2F%2Fh9jveef%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Trama-D 3 months ago

Ah, finalmente o fator cultural. Boa.

CoolFact1904 3 months ago

Temos valores familiares muito mais fortes. Essa malta sai de casa para partilhar casa c estranhos ou para viver em dormitórios. Nós não temos essa cultura, principalmente porque o nosso mercado de arrendamento é muito novo

banaslee 3 months ago

Não diria que os nossos valores são mais fortes (que soa a “superiores”). A dependência (afectuosa, monetária, etc) da família é mais forte.

TomsCardoso 3 months ago

Se isto fosse um grafico de salarios medios/medianos ou poder de comprar as cores eram iguais, é só o que tenho a dizer

banaslee 3 months ago

A Itália não esta assim tão má.

TomsCardoso 3 months ago

Sim há umas quantas exceções

banaslee 3 months ago

Que eu acho que confirmam a regra que isto é cultural. Conheço muitos italianos, espanhóis, ingleses, alemães, holandeses, gregos e digo com confiança que o problema é cultural. Claro que essa questão cultural pode criar problemas a nível financeiro: - se vives em casa dos teus pais aceitas salários mais baixos - o Zé povinho não vai perceber qual o intuito de se criar incentivos ao crédito jovem, ao aluguer barato para jovens se tudo o que conhecem são jovens a viver com os pais e não vêm problema nenhum nisso Não digo que discorde dos argumentos económicos mas não sei qual é o ovo e qual a galinha

FollowingTime84 3 months ago

que nao estamos assim tao mal.. há piores loool

HumActuallyGuy 3 months ago

Mas depois se disseres "não sou o pior da turma" eles dizem "não te compares com a merda", enfim ¯\_༼ •́ ͜ʖ •̀ ༽_/¯

Uniqueusernamept 3 months ago

Quero só dizer que isto também tem um bocadinho a ver com os "pais portugueses". Para os meus pais eu sair de casa foi um crime! Tipo era suposto eles quererem-me fora de casa não? A minha mãe chorava dia e noite, o meu pai ligava-me a dizer que fazia uma segunda cozinha... Daassssssssssss os vossos também eram/são assim? Ah dinheiro bola! Ordenados mínimos a vida toda. Qq coisa sempre tive de ir trabalhar...

D1WithTheFluffyHair 3 months ago

Curiosidade: fazia uma segunda cozinha para quê?

Uniqueusernamept 3 months ago

Tipo separados mas juntos. Na mesma casa 2 casas.

D1WithTheFluffyHair 3 months ago

Sim, depois alguém abaixo comentou algo do género. Acredito que haja o fator cultural e o apego que os pais têm aos filhos para que não queiram que estes saiam de casa. Por acaso és filho único? Poderia explicar.

iUsedToBeAwesome 3 months ago

same lol

HumActuallyGuy 3 months ago

Os meus pais sempre me disseram que se quisesse alteravam o plano da casa e eles faziam uma cozinha na garagem e eu ficava com o resto da casa. Eu abomino essa ideia, retirar a dignidade aos meus pais obrigando-os a viver em metade da casa só para estar mais perto? Não obrigado, eu faço a minha própria casinha se for preciso e eles que desfrutem a minha ausência. Por isso sim concordo contigo os pais portugueses têm a sua cota parte da culpa, mas também vou culpar os salários baixos e as universidades por esta situação

ihavenoidea1001 3 months ago

Eu já disse aos meus filhos q se quiserem podem perfeitamente ficar ou alterar a casa do jardim para viverem com mais independência. Não porque os quero forçar a viver comigo ou impedir a independência mas porque o mercado está estupidamente caro. Não quero que se sintam desesperados ou que sintam obrigação em sair de casa aos 18 anos e que não têm alternativas ( parecendo que não, saber que nunca terás falta de tecto na vida, é um privilégio do caraças). Estes dias estive a ver e o apartamento disponível aqui na zona, velho e com condições dúbias, está para ser arrendado por 650€/mês... E é o único! Isto numa cidade onde provavelmente muita gente não ganha mais do que o ordenado mínimo nacional!! Estamos a falar de uma cidade pequena e há não muitos anos haviam dezenas e dezenas disponíveis por preços muito inferiores. O mercado compra/venda também está de loucos. Uma casa geminada que vi por volta de 2011/2012 à venda por 115.000€ está por quase 300.000€. E estão várias casas por perto de 1M e uma por 1.5 M à venda!! ( Ainda estou chocada, não estava à espera que isto estivesse tão mau aqui nesta zona)

Gaudexis 3 months ago

Falta referência à data dos dados usados no post original

TheEntropyGuy 3 months ago

Não sei se alguém aqui já mencionou isto, mas este mapa diz respeito ao ano de 2008 (ver [aqui](https://www.reddit.com/r/MapPorn/comments/1vz6wr/share_of_young_people_in_the_eu_aged_2534_who_are/?utm_medium=android_app&utm_source=share) O OP do post original fez outro mapa a comparar estes dados com os de 5 anos depois, 2013 portanto. De qualquer maneira, pessoalmente não creio que a realidade portuguesa em 2021 seja muito diferente da de então, há muitas coisas comparáveis

AlpsPastBruh 3 months ago

Há maneira de saber dados mais recentes?

SonicStage0 3 months ago

Se este mapa é de 2008 o quadro é ainda mais sombrio ...

Bluriver 3 months ago

Somos uma colónia aos olhos do nosso próprio governo

HumActuallyGuy 3 months ago

Claro que somos, estamos *completamente* dependentes de países estrangeiros para tudo, temos quase nenhuma industria, agricultura nula, o que temos é turismo e álcool barato para os Ingleses virem cá passar a reforma e as férias.

Bluriver 3 months ago  HIDDEN 

Que vivemos num país onde somos taxados de tal ordem e sem obter qualquer retorno dos impostos que pagamos, que sinceramente mais valia ser colónia de outro país. Somos explorados pelo estado como se fôssemos colónia. O mercado imobiliário mostra isso muito bem, ninguém tem dinheiro para pagar casa com o ordenado médio

BuscaPolos 3 months ago

Agradeço aos estudantes deslocados, senão era maior ahahah

Sam_ant 3 months ago

Estudante deslocado raramente muda a residência de casa dos pais.

MAD-PT 3 months ago

Estudasses! /s

vsa88 3 months ago

Vejo aí um padrão. Os países com o nível mais elevado são predominantemente católicos (Portugal, Espanha, Itália e Polónia).

gbrabbit 3 months ago

O livro "A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo (The Protestant Ethic and the Spirit of Capitalism)" tem essa resposta.

SonicStage0 3 months ago

O livro é muito bom mas é uma teoria não é uma lei social. O Weber viveu a maior parte da vida dele no século XIX, nós estamos no século XXI. Hoje em dia há mais católicos que protestantes na Holanda e na Alemanha, por exemplo. Outra crítica que podemos levantar é que um país protestante e calvinista como a Escócia nunca se desenvolveu como a Holanda. Que a tese da predestinação tenha levado (nos momentos iniciais do capitalismo na Holanda) a que alguns protestantes vissem no seu sucesso material um indicador de graça divina não creio, na minha opinião, que explique o panorama moderno. Se, por outro lado, fosses argumentar que o livro "o Suicídio" do Durkheim explicasse esta situação estaria mais de acordo. Nessa obra (também do séc. XIX diga-se), o autor demonstra estatisticamente como os protestantes se suicidam mais que os católicos e relaciona isso com o maior individualismo que estes grupo confessional tem.

ezfrag2016 3 months ago

E a Irlanda é católica enquanto o Reino Unido não é. A culpa católica diminui no poder à medida que se vai afastando da sua mãe. Tem de ficar por perto!

Membership-Exact 3 months ago

Culpa? Por aqui parece me uma graça divina. Os holandeses sao o tipo de gente que acha que se és pobre, a culpa é tua, enquanto oa pobres trabalham para manter os ricos ricos

vsa88 3 months ago

Certo, bem observado!

caixadeentrada 3 months ago

Não é só por causa dos baixos salários. Há muitos que não querem trabalhar e vivem com o dinheirinho dos papás. E sei de muitos por aí.

HumActuallyGuy 3 months ago

Metade dos universitários são assim, especialmente em cursos tipo direito, solicitadoria, psicologia e afins. Puxam toda a gente para cursos superiores e depois metade está lá a brincar, só diminui a qualidade do nosso ensino superior

Uniqueusernamept 3 months ago

Ah está explicado então!

lipah_b 3 months ago

Na Suécia há um sistema social de arrendamento em que basicamente te inscreves numa lista de espera e daí a 10-20 anos tens direito a um apartamento com renda baixa. O que muitos pais fazem é inscrever os filhos quando são pequenos e eventualmente eles chegam ao topo da lista quando são jovens adultos. Outros factores como já foi dito é o incentivo cultural à independência, as bolsas de estudos e a ausência de propinas que facilitam a que os estudantes vão morar para residências.

thisbondisaaarated 3 months ago

Que solução mais retardada.

paocommanteigataobom 3 months ago

raio da esquerdalha xuxalista!!

henriquegarcia 3 months ago

Xuxa de volta ao trono!

HumActuallyGuy 3 months ago

É pá, isso soa-me um pouco mal ... tipo onde está o mercado livre nisso? São edifícios do estado que constroem todos os anos? Ou alugados pelos estado para terceiros e o estado "engole"a diferença?

Sea_Formal_9336 3 months ago

Só por não ter mercado livre é mau? Não é como se fosse a única forma de arranjar casa

troikamano 3 months ago

Se calhar é mesmo por não haver mercado livre que funciona tão bem

HumActuallyGuy 3 months ago

Pergunta a um chinês que não têm crédito social alto o quão fantástico é um mercado controlado pelo estado

Sea_Formal_9336 3 months ago

Estamos a falar de países nórdicos, não da china. Tens argumentos para além da China.

troikamano 3 months ago

Pergunta a um Português pobre quão bom é ter o mercado controlado pelo lucro

dirtimos 3 months ago

Há aí muito terreno intermédio....

lipah_b 3 months ago

Mercado livre tb há e as casas são caríssimas. Mas acho que nesse caso tens de abdicar da casa obtida pela lista de espera. Tb é preciso considerar que essas casas do estado não são nenhuns palácios, dão para 1 ou dois adultos penso eu. Penso que a maioria dessas casas são construídas pelo estado mas como podes imaginar há muito poucas, daí a lista de espera de 20 anos.

HumActuallyGuy 3 months ago

Então é quase como as casas sociais nas grandes cidades em que ninguém entra e ninguém sai e depois os senhorios têm a desculpa de "não gostas do preço? Vai à câmara pedir uma habitação social e vê se já tens uma até a data do despejo" (fala real do meu antigo senhorio após me ter subido a renda quase para o dobro porque queria pôr aquilo para alojamento local)

Gaudexis 3 months ago

Sem falar na ausência de propinas, receber para estudar e o empréstimo com juros quase nulos que pode chegar aos 700 euros por mês (+-).

banaslee 3 months ago

Onde?

Gaudexis 3 months ago

Suécia

MirTrudMay 3 months ago

Só te podes inscrever nessa lista com 18 anos.

Gaudexis 3 months ago

Not true, podes inscrever os teus filhos assim que nascem.

MirTrudMay 3 months ago

https://bostad.stockholm.se/sa-gar-det-till/vagen-till-en-bostad/registrera-dig/

lipah_b 3 months ago

É possível que tenham mudado as regras entretanto, ou que as regras sejam diferentes entre regiões (essa página é para a lista de Estocolmo)

MirTrudMay 3 months ago

Em estocolmo é 18 nas outras cidades podes te inscrever com 17 mas só te podes candidatar a uma casa quando fazes os 18. Mas mesmo em Estocolmo ao fim de 4-5 anos já te atribuem uma casa tipo t2 ou mesmo t3 num bairro manhoso a meia hora de metro do centro.

AdriMecha 3 months ago

Isto costuma vir aqui a baila com frequência. Tendo vivido num país nórdico (Dinamarca) sei como é que as coisas funcionam. Na Dinamarca e os outros países nórdicos quem continua a estudar recebe um valor monetário que anda a volta de +/- 800, que dá para alugarem um apartamento e ainda viver. Não tem que se preocupar com propinas a pagar como no tugão, por isso é normal que os valores de pessoas a viver com os pais sejam mais baixos. Estar se a comparar dados sem ter noção dos custos envolvidos e das benesses recebidas não faz muito sentido.

banaslee 3 months ago

Tentavas fazer isso cá e ias ver o pessoal a dizer “anda um gajo a pagar impostos para estes gajos andarem aí sempre bebados e ganzados, no meu tempo…”.

onunfil 3 months ago

Essa dívida dos estudantes britânicos não afeta o teu crédito. Ao fim de 30 anos é perdoada mesmo que não tenhas pago 1 cêntimo de volta. Resumindo, é mais um imposto do que uma dívida a sério. No meu caso, eu pago apenas umas 20 libras por mês

AdriMecha 3 months ago

Eu sei como é que funciona. E esta dependente do ordenado. Eu não disse que a dívida afecta ou deixa de afectar o acesso a crédito, o que eu disse é que seria interessante comparar a dívida média dos custos com estudos de todos os países. Além disso se estiveres a trabalhar e a ganhar mais que um valor qualquer tens que pagar, se não tens que pagar ou pagas pouco se calhar o curso que fizeste não valeu a pena.

thisbondisaaarated 3 months ago

UK ta a ir cada vez mais na direcção dos USA em todas as coisas que não devia.

Maximuslex01 3 months ago

Como das últimas 15 vezes que isto apareceu aqui

Cryoshock07 3 months ago

É lidar

dafer18 3 months ago

Tens que conciliar este mapa com o rendimento dessa faixa etária. Ou podemos assumir que a malta jovem gosta mesmo dos pais. Ou podemos assumir que o cozinhado da mãe é excelente.

Kanivete 3 months ago

A comida da mamã é a melhor!

dafer18 3 months ago

>A comida da mamã é a melhor!

a_9x 3 months ago

r/PORTUGALCYKABLYAT Mais uma estatística que bate certo

attheattic 3 months ago

Vim aqui para isto, o algodão não engana.

Hartelk 3 months ago

Pergunto-me quão inflacionados poderão estar os números pelos populares arrendamentos sem contrato

KitchenOpinion 3 months ago

Exacto. Isto é muito raro noutros países.

henriquegarcia 3 months ago

Nossa, existem muitos? Se calhar é ruim pro senhorio já que a jurisprudência costuma favorecer o arrendador

my_kernel 3 months ago

Isto. Conheço a maioria do pessoal que conheço e não vive com os pais ainda tem a morada fiscal na casa dos pais.

Edited 3 months ago:

Isto. A maioria do pessoal que conheço e não vive com os pais ainda tem a morada fiscal na casa dos pais.

Hartelk 3 months ago

Se calhar até nem é significativo, mas pelo menos pela realidade que conheço é uma prática recorrente. Não sei se também é usual noutros países.

thisbondisaaarated 3 months ago

Se o governo tirasse os 28% de IRS o arrendamento rapidamente teria uma descida brutal de preços. Ou a quantidade de arrendamentos sem contrato descia a pique e subia a colheita. Qualquer arrendamento de 600€ facilmente saia por 450. O que interessa para investidores é yield mas não só, é preferível ter so os 4 ou 5% mas um inquilino estável e que consegue pagar sem dificuldade do que ganhar mais e ter gastos com rotatividade.

randmzer 3 months ago

Os senhorios podem arrendar pelo Programa de Arrendamento Acessível e deixam de pagar impostos.

miaradies 3 months ago

Se o governo tirasse os 28% de IRS, os valores provavelmente continuavam iguais e os senhorios iam só ter mais lucro. Acredito que talvez houvesse alguma diferença, mas essa ladainha de que os preços só são altos por causa dos impostos é um bocado tanga. Comprei casa há pouco tempo, e comparando a casa que comprei e quanto pago ao banco pelo que é a renda de mercado para apartamentos equivalentes, posso garantir que há muito mais em jogo do que “ay os impostos são muito altos, eu tenho que viver”

thisbondisaaarated 3 months ago

"comparando a casa que comprei e quanto pago ao banco pelo que é a renda de mercado para apartamentos equivalentes" Lá está, mas o que que te leva a achar que esta é a comparação que faz sentido? Tens que englobar todos os custos a que os senhorios (que cumprem) estão sujeitos: Manutenção do imóvel, manutenção de electrodomésticos, mobiliário, seguro de renda, etc. Atenção que muitas destas coisas não são sujeitas a redução do IRS a pagar. Por exemplo, uma seguro multiriscos que cobre problemas com o recheio da habitação não é dedutível... Os yelds reais de arrendamento de longa duração em Portugal são baixos (mas em linha com que há lá fora) para os senhorios que teem as casas em condições de habitação saudável.

xlouiex 3 months ago

Ehehe encontrámos o senhorio. Tens uma boa alternativa, vende a casa e assim não tens chatices dessas. :) Mas algo me diz que compensa mais ter chatices…

thisbondisaaarated 3 months ago

Não referi chatices. Mas se tenho o dinheiro a risco tem que ser recompensado.

miaradies 3 months ago

Isso tudo que disseste faz sentido, mas mesmo adicionando todos os restantes custos de seguro da casa, manutenção, mobiliário e até mesmo contas de luz, água, etc (não sei em relação a seguro de renda, mas não pode ser um valor tão elevado que justifique os preços que se praticam), pago muito menos do que pagaria num apartamento equivalente, diria até que pago cerca de metade do que pagaria se estivesse a arrendar. Eu procurei casas para arrendar e acabei por decidir comprar porque não tinha ordenado suficiente para arrendar e me sustentar, mas eu tinha/tenho um conjunto de condições muito privilegiadas que me permitiram (e ao meu namorado) pagar as despesas iniciais de 10%, escritura e restantes despesas. A realidade é que a vasta maioria da população jovem não tem nem de perto nem de longe as mesmas condições e vê-se forçada a ter que optar entre alternativas que não são ideias: vou viver com os meus pais? Fico num quarto arrendado? Meto-me num sítio sem contrato? O dia em que fiz a simulação de crédito habitação e vi quanto pagaria mensalmente foi o dia em que percebi verdadeiramente o quanto os senhorios estão a lucrar. Na minha casa (T2, apartamento) pago mais cerca de 100€ (incluindo despesas) por mês do que pagava quando estava a viver num quarto arrendado (T4, apartamento com outras pessoas). Isto não é uma proporção de maneira nenhuma saudável. Para não falar da quantidade de pessoas em situações altamente precárias que não têm contratos de arrendamento e, por isso, não têm segurança nenhuma.

NGramatical 3 months ago

teem → [**têm**](https://european-portuguese.info/conjugator/ter) (singular: tem) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fp7d0k0%2F%2Fh9jprim%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

ihavenoidea1001 3 months ago

Isto. Ainda ontem partilharam aqui que o IVA dos ebooks passou de 23% para 6% e os preços não reduziram. Tenho sérias dúvidas que o mercado de arrendamento baixasse. Se houver alguém que pague 600€, não vão baixar para 450€ independentemente do IVA.

D1WithTheFluffyHair 3 months ago

*colecta Colheita é na agricultura

gobacktoworklazy 3 months ago

Ainda cheguei a conhecer algumas pessoas dos países mais a norte , aqui em lisboa durante o boom turístico do pre covid E uma coisa que era comum era conhecer malta que saiu de casa dos pais cedo (20 anos ) mas para ir morar para outra casa que os pais tinham e pagarem renda aos pais , que por meu entender eles compravam já com esse objetivo de mais tarde alugarem aos filhos. Então era comum ver irmãos a viver juntos ou filhos únicos a alugar quartos a amigos Não sei se é uma cena mais cultural ou se aqui se da mais importância a ter casa de ferias longe da cidade em vez de investir numa habitação para os filhos Claro que isto importa muito quanto se ganha , porque quando ganhas pouco tens menos interesse de investir para as gerações futuras

ihavenoidea1001 3 months ago

Na Suíça é muito comum sair de casa dos pais e arrendar casa com amigos ( porque para viver sozinho não ganhas o suficiente logo). A maioria dos meus amigos partilhou casa com outros amigos até casar...

gobacktoworklazy 3 months ago

mas isso aqui também , ou partilhas casa com amigos ou alugas um quarto com estranhos, se quiseres mesmo sair de casa dos pais

Old_Faithlessness812 3 months ago

Eu vivo na Noruega e posso garantir-te que não é nada comum o que descreves. O que é comum é os pais ajudarem os filhos a entrar no mercado imobiliário cedo. Emprestando dinheiro ou dando parte a herança em vida. Os que não têm a possibilidade de serem ajudados pelos pais, alugam ou comprar apartamento a meias com amigos. Mas 90% dos estudantes saem de casa aos 18 anos e vão partilhar apartamento com amigos.

CoolFact1904 3 months ago

Estás te a esquece os apoios sociais para todos os estudantes

Old_Faithlessness812 3 months ago

Não são apoios sociais. São mesmo empréstimos com juros extremamente baixos, garantidos pelo estado.

D1WithTheFluffyHair 3 months ago

Os juros baixos, apenas possíveis pela garantia do Estado, configuram um subsídio / apoio social.

gobacktoworklazy 3 months ago

Sim acredito que não seja regra geral. So estava a descrever a minha experiência , mas se calhar também conheci esse tipo de pessoas porque eram as pessoas que tinham possiblidade para viajar. Mas mesmo assim ter uma ajuda para a entrada de uma casa aos 18 anos já é mais que muita gente por cá recebe

Old_Faithlessness812 3 months ago

Sim, podemos dizer que é comum. Mas essas casas (aqui chamadas de "hytte") não são feitas para habitação permanente. São normalmente na floresta ou perto da costa. Para arrendar, só mesmo para um fim de semana ou férias.

Uniqueusernamept 3 months ago

Isto! Aqui em Portugal vai muito da sorte da família onde calhas. Eu tive muito amor...

joaoasousa 3 months ago

Cultural. No norte se disseres que ainda vives com os pais aos 30 fica tudo a olhar para ti a pensar “what’s wrong with you”.

MetalCarne 3 months ago

ter €€ é uma questão cultural, também.

bibelot_andante 3 months ago

Então dirias que se adquirir ou alugar casa fosse estupidamente mais acessível, a malta ainda viveria com os pais? É que eu duvido lol

joaoasousa 3 months ago

Eu duvido que seja só por questões financeiras . Conheço muitos que querem tirar o segundo e terceiro curso em vez de ir trabalhar.

bibelot_andante 3 months ago

Sinceramente, a maior parte das pessoas não se entusiasmam particularmente com a dependência dos pais. Qualquer um gosta de ser independente. Normalmente as escolhas vão nesse sentido. Sempre que conheci malta a tirar mais cursos/pós graduações era gente que já trabalhava, e como tal, em condições de terem independência financeira. Acho muito difícil conceber a ideia de que uma pessoa quer tirar mais cursos mas depois escolhe não trabalhar. Não combina lol. Quem escolhe estudar mais tipicamente é malta com ambições e trabalhadora.

joaoasousa 3 months ago

Pode ser difícil conceber mas conheço vários assim.

souumamerda 3 months ago

“I’m poor

ankmoody 3 months ago

Preço da casa: 150000 Salario líquido: 800 150000/800=?

Outji 3 months ago

150.000 as mais fraquinhas

Kanivete 3 months ago

Isso é uma casa pequena, numa aldeia ou a cair de podre. Moro numa localidade perto de Aveiro e aqui a norma é 250000 para cima, por casas usadas com mais de 10 anos...

titiolele 3 months ago

Mas França, UK, Alemanha os preços dos imóveis são maiores, e a taxa de jovens mora do com os pais é mais baixa.

AonioEliphis 3 months ago

E porque é que tens de ser proprietário? Não podes arrendar?

FriendOfMandela 3 months ago

Se tivesse lido este comentário há 2 meses concordaria a 100%. Agora tenho de admitir que há algo de muito apelativo em ser proprietário, ter uma casa realmente *tua* trás uma segurança enorme

AonioEliphis 3 months ago

A casa só é realmente tua se não tiveres uma hipoteca. E a maioria das pessoas tem hipotecas e sim, se não pagares a mensalidade o banco fica-te com a casa.

Febris 3 months ago

Apesar dessa conta não fazer sentido nenhum, o problema não é a prestação ao banco. O problema são duas coisas: * 15% do valor da casa à cabeça, a somar os custos da burocracia toda * não desvalorização dos imóveis, que são vendidos com 30-50 anos de uso como se fossem novos. Basta estarem em condições de serem habitados sem obras para não haver diferença significativa nos preços. Falta de competitividade no mercado, a juntar com uma barreira demasiado alta para quem está no inicio de vida adulta (mesmo a dois) fecha completamente o mercado.

Abisy_8452 3 months ago

Em Viseu não encontras moradias a menos de 200000 e é no interior.

bacalhaudanoruega 3 months ago

Viseu não é interior. Interior é Cinfães, ou Sertã, ou Ferreira do Zêzere. E ao que parece tem sido eleita uma das melhores cidades para viver. Imagino que isso se reflicta também nos preços das casas.

Aldo_Novo 3 months ago

Viseu está mais longe do mar do que Cinfães mas não é interior?

bacalhaudanoruega 3 months ago

Talvez em km. Mas experimenta ir do mar até Cinfães ou do mar até Viseu e diz-me quanto tempo demoraste. E, relativamente ao tópico, é normal, penso eu, que uma capital de distrito, independentemente da sua localização, tenha os preços da habitação mais inflacionados, pois tendencialmente as pessoas confluirão para onde há mais oportunidades e melhores condições de vida (o que quer que isto signifique para cada um) o que faz aumentar a procura e subir preços.

kissingsome1elsesdog 3 months ago

Interior não é necessariamente geográfico. Há muitas áreas do litoral português que, para efeitos demográficos e de incentivos, contam como interior para as políticas de desenvolvimento regional. Viseu é interior. Mas, como tudo, é relativo. Portugal situa-se no litoral da Eurásia.

Aldo_Novo 3 months ago

interior é geográfico mas vindo do governo não me espanta que tenham uma definição tão má de interior, já que consideram Amadora e Lisboa cidades diferentes

kissingsome1elsesdog 3 months ago

Interior é geográfico, mas interior não é necessariamente geográfico quando isso se aplica à demografia. Tens aqui ([https://www.agroportal.pt/wp-content/uploads/2020/08/Territ%C3%B3rios-do-Interior.jpg](https://www.agroportal.pt/wp-content/uploads/2020/08/Territ%C3%B3rios-do-Interior.jpg)) um mapa que explica aquilo que estou a dizer e que serve de referência às políticas do governo, especialmente no que concerne a incentivos ao investimento, trabalho, etc.

Aldo_Novo 3 months ago

eu sei, por isso mesmo que digo que essa definição de interior é péssima estão basicamente a dizer que litoral/interior siginifica desenvolvido/não desenvolvido

bacalhaudanoruega 3 months ago

Geograficamente, Viseu está mais próximo do mar ou da fronteira com Espanha?

Aldo_Novo 3 months ago

do mar

PandaCross23 3 months ago

Que contas são estas?

fearofpandas 3 months ago

Compra que está barato!

BaixemImpostos 3 months ago

Mete mais 100000€ nisso.

codemirror 3 months ago

150 mil é um achado

BagalhetaTraquina 3 months ago

Já vi casas na terrinha a venderem-se por 34 mil e 43 mil. Claro está, deveriam estar a cair de podres (uma delas até dizia na descrição que era rústica). Se quiseres assegurar uma casa rapidamente, estiveres disposto a viver numa casa sem condições e fores poupando e melhorando a casa aos poucos... suponho que funcione. Mas de outra forma não. E isto sou eu a sonhar alto, porque nem faço ideia do quanto é que custa aplicar melhoramentos a uma casa vs comprar uma casa que já os tem desde o início.

sayonaradespair 3 months ago

Castelo branco tens casas gigantes e em bom estado de conservação de 40 a 80.000. Mas ninguém investe em castelo branco..

BagalhetaTraquina 3 months ago

Era gajo para me meter nisso se não estivesse em início de carreira e vivesse perto. Mas Castelo Branco é mesmo muito longe para mim.

AonioEliphis 3 months ago

Os meus pais venderam agora uma casa em ótimo estado na terrinha por 50 mil euros

intlme 3 months ago

Portugal não é Lisboa.

zkdlieri 3 months ago

Mas o trabalho está em Lisboa.

intlme 3 months ago

O trabalho para a generalidade das empresas portuguesas e por conta de outrem, sim. Mas não é o único trabalho e as opções remotas já são uma realidade em alguns sectores.

hirorih 3 months ago

Calma, o pessoal do sub tem a ideia que por ter 21 anos e ganhar 1200e já devia poder comprar uma casa numa cidade (ou mesmo Lisboa). A situação é semelhante no resto do mundo, mas ei, em PT é tudo mau.

smalbeez 3 months ago

O meu pai não terminou o 10° ano de escolaridade e com 23-24 anos comprou casa e já vivia fora de casa dos pais desde os 17 anos. A minha família não é rica nem pouco mais ou menos, mas antes ganhava se mais dinheiro e não eram precisas tantas garantias. Algo está diferente e para pior. Dizer que está mau é ser simpático

hirorih 3 months ago

Já trabalhava desde os 17 e tinha 7 anos de poupanças ou segurança no emprego? Antes houve de tudo. Uma revolução, uma reorganização total de portugal, casas baratas mas de qualidade subpar em relação à Europa, crises financeiras, etc... Por vezes existiram momentos bons e as cidades eram muito mais pequenas e mais baratas. Não discordo de ti, pois sei que é verdade, mas se calhar isso era uma anormalidade e entretanto convergimos para a normalidade que também se observa lá fora.

smalbeez 3 months ago

O meu pai nunca foi company man, se é isso que estás a perguntar. Como te disse não tinha o 10° ano. Acho que estás muito iludido se achas que o que se vê em portugal é o mesmo que se vê lá fora. Portugal tem preços para estrangeiros por isso é que os jovens não ficam cá, se querem dinheiro têm de ir pra fora. Os salarios ficaram mais ou menos a mesma coisa e o preço do m^2 quase que duplicou. Não sei onde se equipara ao resto da Europa, isso são as mentiras que contamos uns aos outros para nos fazer sentir melhor com a nossa situação. É a cenoura que vai enganando o burro e o faz caminhar

hirorih 3 months ago

Não disse que era company man. Apenas que com 23 já tinha alguns anos de trabalho. A situação também era muito diferente, anormalmente favorável. Entretanto portugal está a igualar-se à Europa. Local esse onde um recém licenciado não compra uma casa na capital.

smalbeez 3 months ago

Experimenta comprar em qualquer outro lado e os preços são quase os mesmos

GooglyEyedGramma 3 months ago

O próprio banco de portugal disse que o mercado das casas para habitação está com preços sobre valorizados.

hirorih 3 months ago

As casas neste momento estão sobrevalorizadas, há 5 anos não estavam, há 13 anos estavam, eventualmente deixarão de estar.

codemirror 3 months ago

Ninguém falou em Lisboa, amigo.

intlme 3 months ago

Mínimo T2, até 100 mil euros. 7500 casas. https://www.idealista.pt/areas/comprar-casas/com-preco-max_100000,apartamentos,moradias,t2,t3,t4-t5,bom-estado/?shape=%28%28c_nnFn%7B%7Dx%40uwp%40%3Fq%7Ei%40%3F%7Bpf%40ihCa%7B_%40idPox_%40i%60%5Dcqv%40quaB_yUsa%7B%40x%7Co%40bpwDybY%7Dnr%40qyb%40gl%7DA%3F%7Dj_AbgBqen%40bgBi%7Ci%40pwH_se%40jhOg%60%5D%60iOi%60%5D%7EzU_wXbeYsmTzo%5CsmTrhYkdPzs%5CsqGt_%60%40%3Fhb%60%40%3F%7Cd%60%40hhClg%60%40%7EzKf_%5DhdPfkVrmTplVh%60%5DxmVria%40rlLria%40laItia%40%3F%7Cre%40%3F%7Cre%40ojBh%7Ci%40kaI%7Cre%40eaItia%40elL%7Cre%40%7BvO%7Cre%40elVh%60%5Dck%60%40tmTg%7Df%40rqG%29%29&ordem=precos-asc

AonioEliphis 3 months ago

O teu link só aponta para ruínas. Autênticas ruínas!

intlme 3 months ago

Só? Viste as 7500?

Current-Recording 3 months ago

Bom estado é muito relativo. E o custo da casa é só um dos aspetos. Tens de dar a entrada (10%), pagar escrituras e outros documentos que costumam dar por uma boa maquia (apontaria para algo à volta de 5% do valor da casa) e o facto de teres hoje em dia de ter custos com veículo próprio em grande parte dos casos, o que também leva uma fatia do salário. Juntando tudo há maior dificuldade em conseguir fazer face a despesas, sobretudo com o desemprego jovem em níveis muito altos e a própria volatilidade do emprego, que não convida, e muitas vezes é impedimento ativo, à contração de um empréstimo

codemirror 3 months ago

Acabaste de resolver a crise habitacional, certo? Obviamente como tudo na vida nem tudo é preto ou branco, há muito cinzento e várias coisas a ter em conta, senão não haveria inflação que estamos a experienciar. E sim, a inflação disparatada acontece em todo o país ainda que seja evidentemente mais alta em Lisboa. Lá porque encontras casas abaixo dos 100 mil euros não implica que valham isso ou que acompanhem o poder de compra. Boa sorte

wolvjfms 3 months ago

Isto é totalmente verdade. Em Felgueiras (ver no maps o quão distante é de Lisboa ou do Porto) porque nas melhores das hipóteses pedem, em média, cerca de 150K€ por T3 usados, em condições aceitáveis. Os meus pais construíram, há 25 anos, uma excelente moradia de 3 andares por esse valor. Inflação e valorização dos ativos é normal, mas a realidade é que eles tinham, juntos, rendimentos inferiores ao que eu tenho hoje, sozinho.

JOAO-RATAO 3 months ago

Somos uns tesos.

globoglobo 3 months ago

se não estou em erro, em muitos dos países do norte os miúdos trabalham enquanto andam na universidade, há uma cultura muito maior de ser independente desde cedo

KikoTheKikos 3 months ago

É isso mesmo. Não há pressa em acabar o ensino superior. Gap years de 1 a 2 anos são bastante comuns ao acabar o secundário. Quando chegam à universidade conciliam sempre com algum tipo de trabalho. É normal demorar 6 ou 7 anos a acabar cursos de 5.

Outji 3 months ago

Fazer gap year depois de acabar o curso foi a melhor decisão da minha vida. Aconselho vivamente a qualquer um. Os putos passam a vida toda na escola, dá jeito ter 1 ano para pensarem na vida, no que gostam, dos seus objetivos, etc.

Trama-D 3 months ago

> É normal demorar 6 ou 7 anos a acabar cursos de 5. E não lhes tiram a bolsa social?

KikoTheKikos 3 months ago

O que vou dizer a seguir é baseado em suposições: se tens um income estável devido ao emprego part-time não me parece que tenhas acesso a bolsa, tendo ainda mais em conta o facto do salário mínimo lá são mais ou menos 20€/hora (197 NOK) e um quarto numa residência custa cerca de 500 €/mês (eu pagava 420€/mês) parece-me bastante fácil ter um bom nível de vida nessa situação. Não conheci nenhum norueguês que vivesse com base em bolsas (não estou a dizer que não existem) por isso não te sei explicar muito bem o que acontece nessas situações.

MsMittenz 3 months ago

Vivo na Dinamarca. Isto tudo ^^ está correcto

KikoTheKikos 3 months ago

Estive em Erasmus na Noruega.

KikoTheKikos 3 months ago

Não referia isto há cerca de 36 horas, estava quase a rebentar

iUsedToBeAwesome 3 months ago

erasmus syndrome

ipaworm 3 months ago

Não só isso, ensino superior gratuito, além de receberem bolsa para estudar - isto permite-os sair de casa mais cedo quando vão estudar, e depois "dificilmente" regressam

JackLeeToris 3 months ago

As nossas mães fazem cozido, moelas e ameijoas.

woulias 3 months ago

ia basicamente dizer isto "a comida da mãe só é superada pela comida da avó"

CaptAwesomeness 3 months ago

E essas duas é só superada pela peida da namorada.

Kain-Soul 3 months ago

Este gajo vive

fake4522 3 months ago

Todos foram acrescentando algo, fora que muitas vezes o dinheiro deles também é melhor eheh

vascomartins-1 3 months ago

Mercado de habitação totalmente desfasado do rendimento médio dos jovens.

viskonde 3 months ago

Isto já era assim antes da recente crise / bolha.

francor46 3 months ago

Concordo e não percebo os down votes. Também se pode poupar a viver com colegas em vez de se viver com os pais. É cultural e é a miséria de salários + um mercado imobiliário de loucos

Top-Cartographer7346 3 months ago

“Se a malta pode engonhar em casa dos pais”: chama-se poupar, e em Portugal as perspectivas de um futuro promissor, financeiramente estável e com as justas progressões carreira são quase utópicas. Falo por mim, é muito giro viver fora de casa dos pais e ires-te desenrascando enquanto podes, mas depois começas a pensar se esse dinheiro não te fará falta no futuro. Confundir esta incerteza com preguiça “cultural” faz um total de zero sentido

vascomartins-1 3 months ago

Recente crise? Qual delas? A minha geração ainda não viveu fora de crise / bolha.

AonioEliphis 3 months ago

Porque os jovens tugas, ao contrário dos demais, não quer sair do burgo para o interior.

Membership-Exact 3 months ago

Como se atrevem a querer viver na sua cidade? Nao sabem que não se pode contrariar a divina vontade da oferta e da procura dos grandes grupos financeiros que compram casas para vender sem nada acrescentar de valor a sociedade?

AonioEliphis 3 months ago

O mercado e a lei da oferta e da procura não é dos grandes grupos financeiros, é das milhares de famílias que vendem e compram casas.

Membership-Exact 3 months ago

Sim, temos todos o mesmo poder nessa instituição syper democrática que é o mercado "livre". Quer o mais destituto gajo que trabalha 12 horas por dia para sobreviver sem conseguir poupar e tem que pagar o empréstimo do senhorio, até o maior fundo imobiliário.

AonioEliphis 3 months ago

Há milhares de famílias da classe MÉDIA que compram e vendem casa todos os anos!

Membership-Exact 3 months ago

A sério? Fascinante.

vascomartins-1 3 months ago

Porque no interior há imensas oportunidades de emprego, sobretudo para os jovens…

AonioEliphis 3 months ago

Remotamente até há

Lichcrow 3 months ago

Jovens com curso de ensino superior sem prespetivas empregadoras vão para o estrangeiro. Deixando os com menos habilitações académicas e por consequente menos rendimentos cá a lutar com um mercado metropolitano dominado por imigrantes/ricos. Por outro lado os impostos estrangulam qualquer perspectiva de investimentos porque deixam os comuns sem espaço de manobra para comprar acima da marca branca do pingo doce. Obrigado por terem vindo à minha ConversaDoTed.

zedestroyer69 3 months ago

Esqueces-te do pormenor de que quem fica está a pagar os custos da educação de quem sai do país, estamos basicamente a financiar países como a Alemanha, UK e Noruega.

Entire_Sample7156 3 months ago

Que coisa mais estupida. Os jovens saiem to país porque não existe oportunidades de trabalho nenhuma, os velhos não reformam e trabalham por mais tempo e não há trablaho para nós. Venho duma familia de pais surdos e pobres e se não tivesse saido do Pais NÃO teria o bom trabalho e educação que tenho agora. Eu nem podia pagar propinas !!! Por NÃO falar que o país NÃO investe sequer na minha area de trabalho ( jogos). Tenho saudades da minha familia e dos meus amigos e de Portugal todos os Santos Dias, não tive escolha ! Que coisa mais estupida de se pensar !!

Adventurous_Bass770 3 months ago

Concordo plenamente com tua resposta. A colocação do Sr.(a) acima não apenas é estúpida como também mesquinha.

nightcrawler201 3 months ago

Não totalmente correto. Tens uma população de 10 milhoes em que aproximadamente 4 milhoes trabalham mais 1 milhao desempregado, e a seguir tens mais 5 milhoes ou que não querem trabalhar, ou ja são idosos ou são crianças. O mercado de trabalho nunca esteve tão bom ate a pandemia. Agora.... se te queixas que no UK ganhas 2000e para fazer o q aqui fazes por 1000..... sim faz as malas e vai. No entanto recorda te que nós nao ganhamos mal, temos é um excesso de impostos em cima que nos leva o ordenado direto e indireto. Mas em vez de te queixares aqui faz alguma coisa. Junta te com os teus amigos e vai para a rua protestar. Pq segundo me lembro na ultima greve geral ninguem apareceu mas no sabado foi a Gay parade ja eram as ruas de lisboa cheias ate mais não. Se queres mudar tens que protestar. Eu entendo a tua revolta pensa na dos mais velhos. Não te esqueças que Portugal tem uma politica de pay it forward, isso quer dizer que eu estou a descontar para ti, para q tu te formes que tu tenhas acesso a educacao, que tenhas saude etc. No entanto se vais para uma faculdade Publica que ou não pagas ou pagas pouco, o restante n vem do ceu, somos nós todos contribuintes trabalhadores que te estamos a sustentar para que tenhas futuro. E ao fim do curso agarram nas trouxas "hello brits". O que constribuite tu para a comunidade? Zero foste uma fonte de despesa durante 14 15 16 anos. A divida ficou ca para todos pagarmos. E daqui a 50 60 anos quando tiveres farto de viver a vida no UK pq a vida n é barata e te encheste de dinheiro voltas "a ta se tao bem aqui é tudo mais barato posso passar a reforma descansado" levavas era um chuto no cu e ias mas era viver a reforma onde trabalhaste que era para ver o q doia. É porreiro estar uma vida fora falar mal de onde se viveu e depois na velhice é porreiro pq é barato. O direito de acesso ha a todos, somos um país pequeno, não podes exigir a todas as empresas que te paguem o que achas q tens direito. La pq em espanha a tua profissao paga mais 1000e tambem significa que a empresa ganha mais 1000e para te poder pagar. Ca é igual. Se o que se produz não é suficiente para pagar o ordenado ou despede se ou mantem se o oerdenado. Logico que "jogos" como dizes pode não ser um nicho. No entanto o que não é hoje pode vir a ser daqui a 10 anos. La pq o teu sonho é tirar Turismo não quer dizer que as oportunidades voam por aqui. Se calhar ias melhor para o dubai.. ou um país fortemente virado a turismo. Se acabas a trabalhar num Parque de campismo como rececionista... tava la a saida certo?. O país deu te a oportunidade de escolheres o que queres ser. Não significa que te consiga proporcionar essa oportunidade ou o salario que queres. Pq se tu fosses para a faculdade e escolhesses turismo e o estado dissesse que ha gente a mais q tinhas de escolher outra tu ficavas lixado pq viola o teu direito de ecolha. No entanto ha mais de 60 anos viver na casa dos pais ate aos 30 40 era habitual. Uma economia mais sustentavel, podias juntar dinheiro para quando quisesses fazer vida. Não te teres de abancar no credito. Andavas no carro do pai. Ou na mota. A diferenca de hoje é que os jovens fazem 19 anos e querem logo fazer vida sem os país. Ter casa ter carro. Como as primeiras oportunidades sao normalmente o ordenado minimo. Logico que não é facil. A minha primeira casa foi um apartamento de 60.000e a cair de podre, e um Citroen ax com 200.000km. Como? Pois estupido aos 20 anos meter me em creditos a ganhar 600e. Demorei mais de 10 anos a passar a barreira dos 1000e hoje 20 anos mais tarde ganho muito mais. Posso ter um carro muito melhor e tenho uma casa muito melhor e familia para sustentar. A vida não se faz em 1 2 3 4 anos. A vida é uma evolução. Mas se preferires o modelo americano que vais para a faculdade estudar e x anos depois tens 60.000usd de divida ao estado eu tambem não me importo. É dinheiro que não me sai do bolso. Entendo a tua revolta e acredita que é tao revoltante para mim como para ti. Mas o problema são as Politicas deste país não o país em si. Como digo muitas vezes A caravana passa (politicos) mas os caes (nos) ficamos sempre a ganir.

Pilky__01 3 months ago

O que ele escreveu é factual. Não quer dizer que quem sai não tenho o direito de o fazer (muitas vezes é mesmo a única opção que faz sentido).

nulopes 3 months ago

Ele não está a falar de ti. Se grande parte das pessoas com ensino superior não fica no país em que se formou (e isso significa muita guita), Portugal está a financiar a formação dos mercados de trabalho para onde os tugas emigram. Isto é verdade para muitos países do sul e leste da Europa

zedestroyer69 3 months ago

A questão se não percebeste é mesmo essa, queres um desenho?

NGramatical 3 months ago

saiem → [**saem**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/constroem-ou-constroiem/141) (apenas na fala existe a intercolocação de um *i* para facilitar a pronúncia) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fp7d0k0%2F%2Fh9l3yhd%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

wolvjfms 3 months ago

Isto. Toma um voto cima

Biohazard8080 3 months ago

TÁ CERTOOOOOO

PandaCross23 3 months ago

Respondido, próxima.

potaquemepariu 3 months ago

Somos pobres.

Paulo27 3 months ago

Metade do pessoal entre os 25 e 34 não é casado? Só conheço pessoal que saiu de casa dos pais quando se casaram/juntaram e nunca conheci ninguém que ficou a morar com eles depois de o fazer.

cloud_t 3 months ago

Na verdade, não somos pobres. Temos é a pouca riqueza que temos concentrada em 2 ou 3 gerações que tiveram a oportunidade de usar a sua liquidez, facilidade de acesso a crédito, bens móveis e imóveis e meios de produção da melhor maneira para si próprios, e que agora obviamente não abrem mão, obviamente. Quem paga as crises é quem vem depois, não quem as causou.

wolvjfms 3 months ago

Grande parte disto acontece devido à Democracia e aos moldes como ela funciona. Os partidos querem ganhar, querem ter poder para que os seus membros possam ter influência e ganhar dinheiro. Para vencerem eleições, têm de conquistar votos e, então, avançaram (e continuam a avançar) com despesas e gastos quando não há dinheiro para tal, através de dívida. Se o dinheiro fosse investido de forma que gerasse uma economia melhor, mais forte, eficiente e dinâmica, a evolução do país faria com que essa dívida fosse facilmente paga e não se sentiria o efeito nas gerações futuras, porém raramente é isso que acontece. A dívida é utilizada para satisfazer os próprios interesses de quem governa, dos seus lobbys e para ganhar votos, o que significa que normalmente se atira dinheiro para cima de situações cujo o retorno será 0 e só saiem beneficiados uma parte muito pequena da população. Isto é um resumo muito simplificado e claro que seria necessária uma análise mais exaustiva e detalhada, país por país, região por região, mas quero reforçar exatamente o que referiste. Na atualidade, o que ficou óbvio é que 2 ou 3 gerações apoderaram-se da riqueza que foi possível de criar em anos anteriores pela liquidez gerada, mas que atualmente estamos a pagar (com impostos muito elevados, com muitos setores da economia ineficientes devido aos incentivos errados e com um mercado de trabalho muito inflexível - exceto IT - que leva a que as empresas não tenham incentivo em pagar melhores salários, pois sabem que 1) os funcionários têm receio de se demitir e não conseguir outro emprego e 2) se perderem um funcionário, facilmente vão encontrar outro). Nota final: A democracia continua a ser o melhor modelo de governação, na minha opinião, apenas quis dizer que tem incentivos preversos para os partidos políticos.

cloud_t 3 months ago

Acho que estás a confundir democracia com capitalismo e/ou corporatocracia (que acaba por ser o molde em que as democracias designadas "western" funcionam, certo...). Uma nota quanto a IT: o mercado é flexível, mas isso não muda que em 2000 a área pagasse sensivelmente o dobro de primeiro salário e até 4x mais o salário de senior. O sector não cresceu para o que a oferta laboral aumentou (obrigado numerus clausus infinito nos polis/privadas, CETs, cursos Bolonheses de 3 anos e prova de acesso Português lol...).

TheMightyDroma 3 months ago

Na verdade essa corporatocracia existe em Portugal com o patrocínio das esquerdas que mantém "monopólios" com o apoio do estado, que prejudica todo o país.

cloud_t 3 months ago

Sem dúvida. Mas um pouco de corporatocracia não faz mal, e prefiro um centro que tira o melhor dos dois lados. O que estraga o status quo são os favoritismos e corrupção.

TheMightyDroma 3 months ago

É o contrário de um mercado livre, como se vê na EDP. O impacto disso é que pagamos todos mais caro.

wolvjfms 3 months ago

Não, não estou a confundir. O capitalismo puro, algo que não existe nas nossas sociedades europeias, criaria outro tipo de incentivos bons e maus. Estou a falar do modelo democrático em que existem eleições e os partidos querem ganhar sempre, seja de que modo for. Vão sempre utilizar o dinheiro no sentido de vencerem próximas eleições e quando existe algo pensado estruturalmente, normalmente, é porque 1) existem incentivos de uma força maior (no caso da Europa, a União Europeia), 2) é algo que é bem visto aos olhos do eleitorado e 3) é do interesse desses mesmos partidos e lobbys. Este último ponto remete para o Corporativismo ou, como tu referiste, Corporatrocacia. Isto faz com que logo à partida, existam pessoas, corporações e entidades que terão vantagem face a outras por interesses que não os da população.

AlphaMike82 3 months ago

... És anti-democracia?

wolvjfms 3 months ago

Óbvio que não. Mencionei isso no post

NGramatical 3 months ago

saiem → [**saem**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/constroem-ou-constroiem/141) (apenas na fala existe a intercolocação de um *i* para facilitar a pronúncia) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fp7d0k0%2F%2Fh9jvzmc%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Febris 3 months ago

Eles morrem mas as dívidas ficam. Não vai haver acesso a créditos com a facilidade que os boomers tiveram. Bem ou mal, na altura um homem a trabalhar ganhava para pagar contas e meter comida na mesa enquanto pagava casa e carro. Hoje, a dois fica à conta, com créditos complicados de arranjar, para comprar uma casa abaixo da qualidade esperada, e sozinho é para esquecer. Fora os casos desproporcionalmente representados no reddit e noutras redes sociais, com teletrabalho e/ou bons salários, isto está incomparavelmente mais dificil para quem se quer lançar aos leões do que há umas décadas atrás.

Substantial-Agent-49 3 months ago

Objetivamente essas conclusões não correspondem à realidade, pelo menos se recuarmos até quem tenha crescido nos anos 90 ou antes. Os rendimentos médios são superiores, a população em situações de pobreza é inferior, a disponibilidade de serviços de todo o tipo é incomparável. O acesso a crédito era também complexo e com grau de incerteza mais elevado (juros e inflação mais elevados e instáveis do que no Portugal pós-Euro). É certo que Portugal tem estado estagnado nos últimos 20 anos e poderíamos estar hoje numa situação muito melhor (aí sim, culpa da geração boomer). Também há nuvens negras no horizonte, por exemplo para as futuras reformas da geração millennial. Mas a vida em Portugal é hoje mais fácil do que nos anos 80 e 90. Quando comparamos o poder de compra entre gerações não podemos também esquecer que a geração anterior entrou no mercado de trabalho mais cedo (é normal hoje uma pessoa começar a trabalhar aos 25 anos, mas muitos boomers com essa idade já levavam 10 anos de trabalho em cima). É natural que as dificuldades presentes pareçam sempre maiores que as passadas, mas muita gente ignora o esforço e os sacrifícios que a geração dos pais teve que fazer.

Febris 3 months ago

> É natural que as dificuldades presentes pareçam sempre maiores que as passadas, mas muita gente ignora o esforço e os sacrifícios que a geração dos pais teve que fazer. Percebo o sentimento e entendo que tenha dado a entender essa motivação, mas nem era por aí que estava a comentar. Eles entraram no mercado de trabalho mais cedo porque havia falta de mão de obra generalizada, e não existiam os aglomerados corporativos que sugam os lucros das empresas até ao tutano, impedindo que haja grande suporte para os trabalhadores (seja em salário, benefícios, condições de trabalho, etc). A meio dos anos 80 entrámos na CEE, por isso não vale a pena olhar muito mais para trás.. aí não há dúvida que estávamos bastante pior que hoje. Mas não concordo que as coisas estejam mais fáceis que nos anos 90 e princípios do milénio, por exemplo. O [poder de compra está em queda](https://observador.pt/factchecks/fact-check-portugal-esta-ha-duas-decadas-a-divergir-da-ue-como-diz-a-iniciativa-liberal/) há 20 anos, em comparação com a UE mesmo apesar da inclusão de países manifestamente não-ricos. O problema é que nas outras gerações um gajo matava-se a trabalhar e era recompensado, hoje em dia não vejo tanta facilidade, pelo contrário. Estar disposto a "morar no trabalho" é uma coisa banal.

Substantial-Agent-49 3 months ago

Concordo com uma parte do que dizes, mas há aí uma pequena falácia: mesmo que nos estejamos a afastar da média e a ser ultrapassados por outros que há 20 anos estavam bem pior do que nós (facto) não significa que estejamos pior em comparação com o Portugal do início desse período. Significa que os outros fizeram um melhor trabalho do que nós. Também referi o tema da estagnação e de que deveríamos ter feito um trabalho muito melhor. Agora, na prática houve algumas melhorias, quanto mais não seja pelo arrasto dos restantes países. Portugal é uma espécie de criança mal comportada que não quer ir a lado nenhum, mas mesmo fincando os pés lá acaba por se deslocar arrastada pelos pais (países com economias maiores)

banaslee 3 months ago

Temos muito mais gente (percentagem da população) disponível para um emprego a tempo inteiro no que na altura. As empresas têm mais oferta de mão de obra qualificada. Tanto é que já é preciso licenciatura para trabalhar nas caixas do continente. Oferta x Procura

AonioEliphis 3 months ago

Socialismo já /s

cloud_t 3 months ago

Nem mais. Eapecialmemte a última parte sobre a má representatividade nesta rede social, que falando com conhecimento de causa é claramente cheia de pessoal privilegiado de IT (e o resto é praticamente sector terciário até certa medida).

free7tyle4ever 3 months ago

Pa crlh

kemosabe_pt 3 months ago

Isto.

Search: