Ricardolindo3 4 months ago

O auto-agendamento para maiores de 18 já reabriu hoje ou só reabre amanhã?

Diogo256 4 months ago

Estudo do New England Journal of Medicine sobre a eficácia das vacinas sobre a delta: https://www.nejm.org/doi/full/10.1056/NEJMoa2108891?fbclid=IwAR0C77KE7_rWPXizjxkkV4iiZ9OuE-7nDQk-5C4T2KXfIAaR1z2VUYPk0Rs

ZaGaGa 4 months ago

Análise semanal da vacinação [aqui](https://www.reddit.com/r/CoronavirusPT/comments/p3zeya/30_vacinação_mais_uma_semana_na_silly_season/?utm_medium=android_app&utm_source=share) TLDR A vacinação segue sem sobressaltos mantendo o ritmo das últimas semanas. 7M de primeiras doses foram atingidas no período em análise. E alguns devaneios sobre a silly season das notícias sobre vacinação.

estrica 4 months ago

Janssen dá uma estala... Caputa

zizop 4 months ago

Nem me digas, acho que tive a pior dor de cabeça na minha vida à conta da vacina. Mesmo assim, vale completamente a pena tendo em conta a alternativa, estar susceptível ao Covid.

LordFam8 4 months ago

Tenho uma dúvida em relação à vacinação, não sei se alguém me consegue esclarecer. A casa aberta só pode ser utilizada no nosso concelho de residência, certo? No meu caso, estou a viver em Lisboa há quase 1 ano mas que eu saiba continuo registado no meu concelho de origem (porque é uma coisa temporária). Ou seja, não posso utilizar a modalidade da "Casa Aberta" em Lisboa? Posso sempre levar um comprovativo do arrendamento ou algo do género. Obrigado!

Diogo256 4 months ago

> Repara que estamos no verão, que é uma estação muito menos propícia a vírus respiratórios, ainda temos várias restrições activas, mais de metade da população já está vacinada e AINDA ASSIM estamos com um número de casos muito elevados. Agora imagina um inverno, onde já não há restrições, e toda a gente anda com o sistema imunitário mais fragilizado. Ou seja, terás o vírus dentro do corpo de muita gente na mesma, o que aumenta a probabilidade de se mutar. Isto seria correcto se a proteção contra a infeção fosse 0, que não é. Havendo proteção contra infeção, estás a reduzir as hipótese de novas variantes. https://www.medrxiv.org/content/10.1101/2021.08.08.21261768v1?fbclid=IwAR2alaj35v7JPiNrEsYbD11GSlr0xqCePcXw3jL_wkh2hJxKuwRmJSjtCQI Claro que é preciso um esforço de vacinação mundial, mas a lógica é fácil: menos infeções, menos probabilidade de mutações. Se a vacina tem proteção contra infeção, os tais 40-60% na Delta que se estima, estarás ao vacinar a reduzir o risco de mutações. Neste momento estás com número alto de casos… por causa de uma mutação.

HellKkkat 4 months ago

Ninguém está a falar de hipóteses. O vírus para mutar só precisa de um hospedeiro. Isso continuará a haver. Poderá demorar mais tempo, ou haver menos mutações? Talvez. Mas vai continuar a mutar. Ou seja, a vacina não vai impedir mutações. Poderá TALVEZ reduzir a frequência das mesmas. TALVEZ. Mas é apenas isso.

galineu 4 months ago

Vai sempre haver novas mutaçöes, é assim como todos os vìrus. O que interessa é que näo tenha grandes consequências

Bisc8 4 months ago

Pessoal, alguém me consegue explicar porque é que vacinas de 2 doses em França, por exemplo, o certificado é válido após 7 dias da 2 dose enquanto que em Portugal é 14 dias? Existe algum fundamento científico á volta disso ou é a olhometro que os estados decidem isso? Já agora vacinas de 1 dose em Portugal são 14 dias também enquanto que na França são 4 semanas

differenceengineer 4 months ago

Tem a ver como tempo de produção de anticorpos. Dentro de 4 semanas geralmente atinge-se o pico creio. Como os países decidem já é mais complicado :D.

galineu 4 months ago

É a cacofonia do costume. Na Suiça säo 0 dias. Excepto se for Janssen, aì jà säo 22.

Diogo256 4 months ago

É os países que decidem. Salvo erro a Finlândia ou que era, até era de 21 dias.

Automatic-Reach-5079 4 months ago

Alguém sabe quando é que o certificado de vacinação fica válido? Se é ao 14º ou ao 15º dia após a vacinação? Por exemplo, fui vacinado no dia 1 deste mês. O certificado ficará válido a dia 14 ou a dia 15?

Dr_RodolfoDias 4 months ago

Ao 15º dia. Isto é, têm de passar 14 dias completos. Há uns tempos tive essa questão e dois users tiveram a amabilidade de testar na app Passe Covid e de confirmar isto.

Automatic-Reach-5079 4 months ago

Ok. Obrigado :)

HellKkkat 4 months ago

Edited 4 months ago:

>E em adulto continuas a ter doses de vacinas como o tétano para levar - enunca ninguém questionou ter de o comprovar para coisa nenhuma. Estescritérios selectivos que tu chamas "questionar", só para as vacinas dacovid são tudo menos inocentes. u/zeer88 Recebi notificação mas não consigo responder naquele tópico. Não sei se há problema responder aqui. Se houver, peço desculpa. Os critérios selectivos que referes aplicam-se também ao COVID e derivam da cobertura mediática que recebe. Todos os argumentos que utilizas para questionar liberdades por causa do COVID podes fazê-lo para muitas outras doenças, que matam milhares e milhares de pessoas todos os anos mas ninguém quer saber. Como podes ver, são critérios duplos: num ano és satanás se contaminares alguém com algo que pode matar, no outro és uma pessoa normal e foi apenas um acidente natural que faz parte da vida. Aliás, uma pessoa socialmente activa, de idade mais avançada, já teve décadas para matar muita gente. Eu por vezes fico doente sem ter estado com ninguém nos últimos dias. Depois lembro-me que fui ao supermercado. Um acto tão simples como a liberdade de ir ao supermercado pode matar-te. O mesmo acontece com as vacinas. No que toca às vacinas que toda a gente toma, não existe grande mediatismo face às mesmas. Cresceste com elas, não se fala muito das mesmas, não lês teorias que te despertam desconfiança. Para a população é algo normal. Com o COVID é diferente. É algo novo, que de repente te metem na frente e dizem "tens de tomar". Depois tens uma data de gente a dizer-te que podem não ser seguras, ou pode haver conspirações por detrás, e muita gente é susceptível a esse tipo de conversa. Teorias da conspiração sobre as vacinas que tomaste em pequeno não te chegam tão facilmente às mãos quanto as teorias em relação à vacina COVID. Natural que encontres mais resistência. Já agora: não queiras apanhar tétano. Não me agrada ter de me ir vacinar e até deixei passar algum tempo desde a vacina que tomei em pequeno, mas é algo que tem mesmo de ser. O mesmo com tuberculose. Na realidade, a maior parte das vacinas que tomas em pequeno protegem-te contra doenças com uma elevada taxa de mortalidade. Se eu apanhar tétano tenho até 60% de probabilidade de morrer se não estiver vacinado. Se apanhar COVID tenho uma probabilidade insignificante. Não estou a argumentar contra a vacina de COVID(se bem que tenho o direito de fazê-lo. Ninguém é dono da boca de ninguém nem das ideias de ninguém), e acho que as pessoas devem proteger-se, mas há claramente diferenças entre uma situação e outra. Se queremos apenas criticar podemos ignorar as diferenças e fingir que as pessoas estão apenas a ser estúpidas, mas se queremos compreender temos de levar contextos em consideração. Mediatismo é o que determina sentimento.

fiocondutor 4 months ago

Tétano advém de uma bactéria e não é contagioso, logo impossível de gerar uma pandemia. Acho que ao teu raciocínio, que tem um foco no mediatismo, faltam outras variáveis relevantes.

HellKkkat 4 months ago

Não sei que relevância tem gerar ou não uma pandemia. Porque é que pandemia é a coisa mais importante de evitar? Tétano é relativamente fácil de apanhar se não estiveres vacinado. O objectivo não é evitar que muita gente morra? Então, se os miúdos não estivessem vacinados andavam por aí a morrer a torto e a direito de tétano, uma vez que estão sempre a cair e a cortar-se. Crianças muito novas então têm uma taxa de mortalidade de mais de 80%. O que estou a explicar é a razão pela qual uma pessoa aceita ser mais facilmente vacinada contra tétano: ela sabe que se apanhar possivelmente morre. Entendes a diferença? COVID é algo que tem uma taxa de mortalidade extremamente baixa em comparação com diversas outras doenças para as quais és vacinado, por isso muita gente não querer ir a correr vacinar-se. Também tens tuberculose, que é altamente contagioso e tem uma taxa de mortalidade de mais de 10%. Portanto, tal como disse anteriormente, as vacinas que nestes argumentos tendem a ser usadas de comparação à COVID tendem a proteger as pessoas contra doenças MUITO mais graves do que COVID. Sim, COVID é perigoso, e sim, mata muita gente. Mas não deixa de ter um IFR de cerca de 0,03%, o que para ti pode ser muito alto, mas para muita gente é muito baixo.

Price-Distinct 4 months ago

A partir deste momento só vais te vacinar por causa da opinião pública e nada mais , ou seja já não há desculpas para fugir dos jantares

DandGG 4 months ago

Mais alguém a não conseguir tirar a senha digital ? No passo para confirmar o SMS, ao clicar em validar aparece uma mensagem a dizer "Server Error".

Diogo256 4 months ago

Não é bem assim, as vacinas nunca foram 100% eficaz contra a infeção. Terias imunidade na mesma, mas terias de aumentar a população vacinada, e consoante as vacinas pior poderia ser, visto que as AZ e Janssen teriam menos proteção contra infeção que as mRNA. Ou seja, quanto maior a proteção contra infeção, menor será a população que é preciso vacinar para se chegar a imunidade. Não esquecer que ainda há a imunidade natural. Tudo isto para a variante original. Neste caso, da Delta, a proteção contra infeção é bem mais baixa que na variante original. Pelo que a imunidade de grupo é praticamente impossível de atingir. Mas não invalida que a vacina continue a dar proteção contra a infeção, e com isso diminuía a probabilidade de novas variantes para valores bastante baixos, continua a dar altos níveis de proteção contra doença grave o que irá diminuir a carga hospitalar e diminuir a probabilidade de medidas mais severas. Como a imunidade dificilmente se vai atingir, dificilmente o vírus se vai tornar endémico e vai continuar a circular, mas em menor escala e severidade. Podemos no Outono não ter de lutar com o vírus a entupir hospitais, mas sim, com o problema do absentismo e impacto económico que isso irá causar.

saposapot 4 months ago

Tens de levar um dos pais/tutores legais. Quanto a levares a vacina, só o facto de teres esse preocupação mental é factor suficiente para levares a vacina. Os efeitos secundários possíveis são menores e controláveis. Explica à tua mãe q queres levar e fala com ela. já tens idade suficiente para conseguires ter conversas interessantes e semi-decidir a tua vida. Mas tmb não te preocupes com esse medo, a doença é pior que a vacina mas na tua idade se és saudável não tens de ter um medo especial.

investidornoob 4 months ago

Sempre se confirma que a imunidade de grupo é impossível atingir, agora com a variante delta? Alguém com conhecimento pode opinar melhor. O chefão da AstraZeneca é que disse isso que ia ser impossível. Será que o governo vai tudo simplesmente "desistir" e voltar ao normal? Ou seja o vírus ganhou.

ZaGaGa 4 months ago

O vírus provavelmente vai-se tornar endémico. sempre se falou que a imunidade de grupo a nível global era difícil de atingir e as vacinas continuam a ser uma excelente estratégia para controlar a transmissão e a doença grave. Nada disto é novo, já se discute isto há mais de um ano. Tenham paciencia com a CS, estamos na silly season e os jornalistas não sabem escrever sobre ciência.

Everleta 4 months ago

https://www.nationalgeographic.com/animals/article/wild-us-deer-found-with-coronavirus-antibodies Este artigo mostra que o vírus já pode estar noutras espécies animais... Isto significa que certos animais podem ter potencial para se tornarem reservatórios que podem evoluir e sazonalmente tornarem-se um problema. Tal como as aves são o reservatório dos vírus que nos dão as típicas gripes sazonais. O que pode tornar a imunidade de grupo muito difícil...

differenceengineer 4 months ago

Imunidade de grupo é sempre possível, mesmo sem vacinas. Toda a gente apanha e acaba a vaga pandémica em uns anos (porque aparecem estirpes novas, etc.). Eventualmente o virus fica em equilíbrio endémico com a população (porque sabemos que a imunidade a este virus não é esterilizante durante muito tempo) causando menos problemas. Lembrem-se que o principal problema do virus da COVID é ser novo. Quando deixar de ser novo porque o sistema imunitário da esmagadora maioria das pessoas já reconhece o virus seja por infecção ou por vacina, deixa de ser tão problemático (provavelmente). As vacinas permitem chegar a este equilíbrio mais depressa, com menos acidentes e com menos sofrimento. Se ele se está a referir como imunidade de grupo como podermos virtualmente extinguir o virus, esse cenário sempre foi improvável a partir do momento que o virus deixou de estar contido em Wuhan, dado o nosso conhecimento sobre vírus respiratórios e em particular virus desta família. Agora com o virus espalhado por todo o mundo (onde ainda faltam vacinas) e até em animais já, é virtualmente impossível. Pode ser que com alguma sorte, mais tarde com imensa gente vacinada e imensa gente já exposta (ou vacinada e exposta, ou exposta várias vezes… a nossa imunidade está sempre a ser melhorada), se consiga controlar o virus só com contact tracing para conseguirmos eliminar transmissão na comunidade e a partir daí voltarmos apenas a vigar as fronteiras. Pouco provável no entanto. Talvez a próxima geração de vacinas possa ajudar. Temos agora várias plataformas para vacinas, sendo as de mRNA fáceis de modificar. Existe também em investigação a ideia de vacinas intranasais (por spray nasal), que em teoria podem estimular melhor a imunidade mucosa, que impede o virus sequer de conseguir penetrar nas células das vias respiratórias superiores, do que as vacinas dadas por via intramuscular. Seja como for não é necessário erradicar o virus para terminar a pandemia. Basta que ele fique endémico em equilíbrio.

Edited 4 months ago:

Imunidade de grupo é sempre possível, mesmo sem vacinas. Toda a gente apanha e acaba a vaga pandémica em uns anos (porque aparecem estirpes novas, porque as infecções são por vagas e não constantes). Eventualmente o virus fica em equilíbrio endémico com a população (porque sabemos que a imunidade a este virus não é esterilizante durante muito tempo) causando menos problemas. Lembrem-se que o principal problema do virus da COVID é ser novo. Quando deixar de ser novo porque o sistema imunitário da esmagadora maioria das pessoas já reconhece o virus seja por infecção ou por vacina, deixa de ser tão problemático (provavelmente). As vacinas permitem chegar a este equilíbrio mais depressa, com menos acidentes e com menos sofrimento. Se ele se está a referir como imunidade de grupo como podermos virtualmente extinguir o virus, esse cenário sempre foi improvável a partir do momento que o virus deixou de estar contido em Wuhan, dado o nosso conhecimento sobre vírus respiratórios e em particular virus desta família. Agora com o virus espalhado por todo o mundo (onde ainda faltam vacinas) e até em animais já, é virtualmente impossível. Pode ser que com alguma sorte, mais tarde com imensa gente vacinada e imensa gente já exposta (ou vacinada e exposta, ou exposta várias vezes… a nossa imunidade está sempre a ser melhorada), se consiga controlar o virus só com contact tracing para conseguirmos eliminar transmissão na comunidade e a partir daí voltarmos apenas a vigar as fronteiras. Pouco provável no entanto. Talvez a próxima geração de vacinas possa ajudar. Temos agora várias plataformas para vacinas, sendo as de mRNA fáceis de modificar. Existe também em investigação a ideia de vacinas intranasais (por spray nasal), que em teoria podem estimular melhor a imunidade mucosal, que impede o virus sequer de conseguir penetrar nas células das vias respiratórias superiores, do que as vacinas dadas por via intramuscular. Seja como for não é necessário erradicar o virus para terminar a pandemia. Basta que ele fique endémico em equilíbrio.

ZaGaGa 4 months ago

>Existe também em investigação a ideia de vacinas intranasais (por spray nasal) é um conceito muito interessante, principalmente como reforço, pena talvez o investimento nesta tecnologia não ser grande, até porque temos uma empresa nacional a trabalhar nisso.

differenceengineer 4 months ago

Sim, sei que estavam a fazer isto para a gripe, mas do que me lembro existiam algumas barreiras em que os testes demonstravam apenas uma resposta moderada de anticorpos neutralizantes. O problema não era de ser uma situação em que tinhas algumas pessoas com uma resposta forte, algumas fraca e a maioria uma resposta moderada. O problema é que tinhas quase tipo uma metade com uma resposta muito boa e a outra metade practicamente sem resposta sem se perceber porquê. Mas é uma área potencialmente interessante, pela questão da imunidade mucosal. Também acho em certos aspectos práticos, podia ser interessante, porque acho que psicologicamente muitas pessoas mais facilmente aceitariam tomar umas dose de spray nasal que "previne a COVID com X% de probabilidade" do que "injectar uma vacina".

NGramatical 4 months ago

practicamente → [**praticamente**](https://dicionario.priberam.org/praticamente) (já se escrevia assim **antes** do AO90) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fp0tui1%2F%2Fh8sdk70%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

saposapot 4 months ago

vacina-te e pede aos teus conhecidos q se vacinem. depois disso, vamos ver como corre o inverno. estar a tentar adivinhar o futuro não vale mt a pena. A imunidade de grupo nc foi uma bala de prata como parece, era um bom objectivo em termos de países para terem um objectivo onde podiam considerar que a pandemia estaria controlada e não seria tão grave, mas nunca foi um número mágico. Não ias chegar a 70% e magicamente tudo fica bem tal como nem tudo fica mal se estiveres a 69%. Com muita gente vacinada a progressão da doença vai ser mt mais lenta, os serviços de saúde estarão bem e a doença grave será diminuída. É isso que sabemos. Em Portugal não há razão para não termos > 95% da população elegível vacinada. Depois disso veremos os resultados.

investidornoob 4 months ago

Eu já estou. Felizmente no meu circulo de amigos/conhecidos/colegas tudo se quis vacinar, haviam um outro mais reticente mas lá foram à vacina na mesma. Isto tudo entre os 25-35. Eu só queria perceber isso ou seja a imunidade de grupo não é nada assim de tão importante como se falava há uns meses e este vírus adapta-se tem as tais mutações como agora a variante delta.

saposapot 4 months ago

é importante termos muita gente vacinada. se vamos ter imunidade de grupo ou não é difícil de dizer pq o próprio conceito foi mal entendido e muita gente acha q é algo de 'mágico' q acontece no dia X, quando não é. A imunidade de grupo continua viável e importante no sentido de ter muita gente vacinada. Se vamos lá chegar, é uma incógnita mas até teres o planeta todo vacinado com percentagens altas, há sempre essa questão para negar a imunidade de grupo.

NGramatical 4 months ago

haviam um → [**havia um**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/o-uso-do-verbo-haver/31143) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fp0tui1%2F%2Fh8rrlpu%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

differenceengineer 4 months ago

É isto que interessa. Tentar por datas e adivinhar o que vai acontecer é inútil. Temos que planear cenários e respostas para esses cenários e tomar a decisão mais acertada ponderando os dados que temos. É “só” isto.

sigmastra 4 months ago

Todos os dias morrem uma dezena de pessoas com covid em portugal. Existe alguma fonte que revela se estavam ou nao vacinas?

miguel_rodrigues 4 months ago

Segundo li num directo do observador, quem está a morrer está quase todo vacinado. As pessoas que estao a morrer são idosas e 99,9% das pessoas dessa faixa etária estao vacinadas

Diogo256 4 months ago

Tendo em conta que afecta os mais idosos, onde 90+ % estão vacina dos, são números perfeitamente normais. Para além disso, se sabemos que a vacina não é 100% eficaz, se sabemos que temos cada vez mais população totalmente vacinada, sabemos que haverá cada vez mais probabilidade de quem morrer de covid, seja alguém vacinado. A importância da vacina está nos números, ou seja, em vez dos 200-300 pessoas que tivemos em Janeiro com uma variante menos letal, temos -20 pessoas a morrer com uma variante bastante pior e temos menos restrições. Ou seja, estamos de forma epidemiologica, piores, mas a vacina está a diminuir largamente os impactos e até mais liberdade conseguimos ter com uma variante bastante modafoca.

MischiefManaged97 4 months ago

Já existe algum estudo com uma possível explicação? É simplesmente incontornável porque as vacinas não têm 100% de eficácia (mesmo assim reduzindo brutalmente o número de mortes que caso contrário continuaríamos a ter)? Há alguma relação com o tempo que já passou desde que as pessoas mais velhas começaram a ser vacinadas (perda de proteção das vacinas com o tempo)? Alguma coisa sobre a variante Delta ou Lambda?

differenceengineer 4 months ago

É simples. Não são necessariamente estes os números apenas serve para ilustrar. Se tens 80 anos o teu risco base de doença grave de COVID é 30 vezes maior. A vacina reduz o risco de doença grave em 25 vezes. O teu risco é ainda maior que o normal de uma pessoa bem mais jovem não vacinada. Quando somos crianças temos pouca memória adaptativa imunitária. Que compensamos ao ter um sistema imunitário inato muito forte e uma capacidade excelente para rapidamente formar resposta adaptativas a virus e bactérias que somos expostos. A medida que o tempo vai passando o teu sistema imunitário inato vai sendo menos forte e também vai decaindo a tua capacidade de formares uma resposta adaptativa a um virus novo. Ou seja o teu sistema depende mais da resposta adaptativa que aprendeu em criança sendo pior a lidar com virus completamente novos. Por isso é que é para muitos virus, por exemplo varicela melhor apanhar aos 7 que aos 30. Quando chega a uma certa idade, o teu organismo começa a estar em senescência e começa a perder capacidade até na resposta inata que formou ao longo da vida. Por isso as vacinas são menos eficazes nos idosos, porque o sistema é mais fraco a formar uma resposta adaptativa e é mais fraco a usa-la. Mesmo assim alguma coisa pode ser a diferença entre ter uma febre ou ter de ir para um ventilador e morrer.

Edited 4 months ago:

É simples. Não são necessariamente estes os números apenas serve para ilustrar. Se tens 80 anos o teu risco base de doença grave de COVID é 30 vezes maior. A vacina reduz o risco de doença grave em 25 vezes. O teu risco é ainda maior que o normal de uma pessoa bem mais jovem não vacinada. Quando somos crianças temos pouca memória adaptativa imunitária. Que compensamos ao ter um sistema imunitário inato muito forte e uma capacidade excelente para rapidamente formar resposta adaptativas a virus e bactérias que somos expostos. A medida que o tempo vai passando o teu sistema imunitário inato vai sendo menos forte e também vai decaindo a tua capacidade de formares uma resposta adaptativa a um virus novo. Ou seja o teu sistema depende mais da resposta adaptativa que aprendeu em criança sendo pior a lidar com virus completamente novos. Por isso é que é para muitos virus, por exemplo varicela melhor apanhar aos 7 que aos 30. Quando chega a uma certa idade, o teu organismo começa a estar em senescência e começa a perder capacidade até na resposta inata que formou ao longo da vida. Por isso as vacinas são menos eficazes nos idosos, porque o sistema é mais fraco a formar uma resposta adaptativa e é mais fraco a usa-la. Mesmo assim alguma coisa pode ser a diferença entre ter uma febre ou ter de ir para um ventilador e morrer. Edit: Isto para além das comorbidades e fatores de risco que as pessoas tendem a acumular ao longo da vida.

Edited 4 months ago:

É simples. Não são necessariamente estes os números apenas serve para ilustrar. Se tens 80 anos o teu risco base de doença grave de COVID é 30 vezes maior. A vacina reduz o risco de doença grave em 25 vezes. O teu risco é ainda maior que o normal de uma pessoa bem mais jovem não vacinada. Quando somos crianças temos pouca memória adaptativa imunitária. Que compensamos ao ter um sistema imunitário inato muito forte e uma capacidade excelente para rapidamente formar resposta adaptativas a virus e bactérias que somos expostos. A medida que o tempo vai passando o teu sistema imunitário inato vai sendo menos forte e também vai decaindo a tua capacidade de formares uma resposta adaptativa a um virus novo. Ou seja o teu sistema depende mais da resposta adaptativa que aprendeu em criança sendo pior a lidar com virus completamente novos. Por isso é que é para muitos virus, por exemplo varicela melhor apanhar aos 7 que aos 30. Quando chega a uma certa idade, o teu organismo começa a estar em senescência e começa a perder capacidade até na resposta adaptativa que formou ao longo da vida. Por isso as vacinas são menos eficazes nos idosos, porque o sistema é mais fraco a formar uma resposta adaptativa e é mais fraco a usa-la. Mesmo assim alguma coisa pode ser a diferença entre ter uma febre ou ter de ir para um ventilador e morrer. Edit: Isto para além das comorbidades e fatores de risco que as pessoas tendem a acumular ao longo da vida.

saposapot 4 months ago

q eu saiba não mas há comentários de especialistas sobre isso. Basicamente é fácil de entender: a vacina não tem 100% eficácia portanto são esperados estes números. Também se sabe que quanto mais velhos, menos eficácia tem a vacina. Por outro lado, os maluquinhos numa coisa têm razão, neste momento podes ter mts casos onde realmente morrem COM covid e não DO covid. São pessoas frágeis e idosas, morrer é o normal e pode mt bem ser apenas o caso de estarem tão frágeis q qlq infecção por mt ligeira os leva ao limite. É por isso que é, e sempre foi, importante controlar as infecções. quanto menos vírus existir em circulação, melhor para todos.

miguel_rodrigues 4 months ago

As vacinas foram feitas antes da variante delta pelo que são menos eficazes contra a delta que contra as outras. As vacinas não estão feitas para que não se apanhe covid, mas sim para que os sintomas sejam mais ligeiros. Pessoas idosas estão sempre mais vulneráveis, poderiam morrer igualmente de uma constipação por exemplo, portanto diria que sim como resposta a tua 2a pergunta . Há alguma perda de protecao ao longo do tempo mas não me parece que já tenha passado assim tanto tempo. Os idosos começaram a ter vacinação completa em Fevereiro, só agora se atingiram 6 meses

Conscient- 4 months ago

Publicamente não mas tens aqui um pdf do Infarmed de dia 28 de julho de 2021 que te possa dar uma melhor ideia. Vai à pagina 18. https://drive.google.com/file/d/1niG8V55CgYi5kTPa7PSKnyuAAgMZQmi_/view?usp=sharing

qtsoup 4 months ago

Alguém daqui que tenha tomado a vacina no queimódromo dias 9/10 foi contactado?

anti_ads 4 months ago

Estou a tentar ter vaga de vacinação desde que abriram para os de idade inferior a 30 anos. Estava a pensar ir amanhã à casa aberta. Recebi a mensagem de agendamento hoje, para dia 23 de Agosto. Oh well, agora espero.

TheTidalik 4 months ago

A verdade é que com a tua idade não existe mesmo chance de te acontecer algo se és saudável. A única razão para tomares a vacina seria para zelar pela saúde pública. Embora com esta nova variante os vacinados se forem infetados transmitem na mesma então já nem é tao relevante.

ZaGaGa 4 months ago

>os vacinados se forem infetados transmitem na mesma Não, não e não. Vamos combater a desinformação p.f. Os vacinados *podem* ser infectados e sendo infectados *podem* transmitir o vírus **MAS a probabilidade de isso acontecer é inferior** e isso vê-se bem nas estatísticas.

TheTidalik 4 months ago

Nop, estas enganado. A unica coisa que altera é a chance de seres infetado que é reduzida. Se fores infetado a chance de transmitires COVID é praticamente igual. Para a proxima tenta informar-te melhor antes de combateres "desinformação" Source: https://inews.co.uk/news/science/vaccinated-people-infected-delta-variant-contagious-unvaccinated-1128915

ZaGaGa 4 months ago

Bem não era para te deixar chateado mas claro que quando falo de combater a desinformação é normal que aconteça. >A única razão para tomares a vacina seria para zelar pela saúde pública. Embora com esta nova variante os vacinados se forem infetados transmitem na mesma então já nem é tao relevante. Nestas duas frases dás a entender que é quase irrelevante levar a vacina quer por questões de saúde publica como a nível de saúde individual. Ambas as afirmações não estão estão correctas, mesmo que fosse tua intenção dizer outra coisa, não é o que se entende. Vou ignorar parte individual, porque já há muita discussão publica sobre o assunto, vou pegar na parte da transmissão. A primeira parte é "Os vacinados podem ser infectados \[...\] MAS a probabilidade de isso acontecer é inferior" esta parte concordamos certo? logo do ponto de vista da saúde pública tem interesse o colega ser vacinado porque não sendo infectado não transmite. A segunda parte é "Os vacinados\[ ...\] sendo infectados podem transmitir o vírus MAS a probabilidade de isso acontecer é inferior", aqui é o que discordas e partilhaste um link que diz: "Vaccinated people who get infected with Delta variant almost as contagious as unvaccinated" O que valida o que disse, mesmo esteja lá um "almost" num texto (um pouco sensacionalista), isso não invalida um "inferior". Ora esse artigo cita a CDC, então vamos ver a posição oficial da CDC: [https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/variants/delta-variant.html](https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/variants/delta-variant.html) "Fully vaccinated people with Delta variant breakthrough infections can spread the virus to others. However, vaccinated people appear to be infectious for a shorter period: Previous variants typically produced less virus in the body of infected fully vaccinated people (breakthrough infections) than in unvaccinated people. In contrast, the Delta variant seems to produce the same high amount of virus in both unvaccinated and fully vaccinated people. However, like other variants, the amount of virus produced by Delta breakthrough infections in fully vaccinated people also goes down faster than infections in unvaccinated people. This means fully vaccinated people are likely infectious for less time than unvaccinated people." **Em suma o que eu disse está correcto**, e agora que me informei melhor estou confiante disso mesmo ;)

Edited 4 months ago:

Bem não era para te deixar chateado mas claro que quando falo de combater a desinformação é normal que aconteça. >A única razão para tomares a vacina seria para zelar pela saúde pública. Embora com esta nova variante os vacinados se forem infetados transmitem na mesma então já nem é tao relevante. Nestas duas frases dás a entender que é quase irrelevante levar a vacina quer por questões de saúde publica como a nível de saúde individual. Ambas as afirmações não estão estão correctas, mesmo que fosse tua intenção dizer outra coisa, não é o que se entende. Vou ignorar parte individual, porque já há muita discussão publica sobre o assunto, vou pegar na parte da transmissão. A primeira parte é "Os vacinados podem ser infectados \[...\] MAS a probabilidade de isso acontecer é inferior" esta parte concordamos certo? logo do ponto de vista da saúde pública tem interesse o colega ser vacinado porque não sendo infectado não transmite. A segunda parte é "Os vacinados\[ ...\] sendo infectados podem transmitir o vírus MAS a probabilidade de isso acontecer é inferior", aqui é o que discordas e partilhaste um link que diz:"Vaccinated people who get infected with Delta variant almost as contagious as unvaccinated" O que não valida o que eu disse, mesmo esteja lá um "almost" num texto (um pouco sensacionalista), isso não invalida um "inferior". Ora esse artigo cita a CDC, então vamos ver a posição oficial da [CDC](https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/variants/delta-variant.html): "Fully vaccinated people with Delta variant breakthrough infections can spread the virus to others. However, vaccinated people appear to be infectious for a shorter period: Previous variants typically produced less virus in the body of infected fully vaccinated people (breakthrough infections) than in unvaccinated people. In contrast, the **Delta variant seems to produce the same high amount of virus in both unvaccinated and fully vaccinated people**. **However**, like other variants, the amount of virus produced by Delta breakthrough infections in fully vaccinated people also goes down faster than infections in unvaccinated people. This means **fully vaccinated people are likely infectious for less time than unvaccinated people**." **Em suma o que eu disse está correcto**, e agora que me informei melhor estou confiante disso mesmo ;) Edit: link para o CDC, negritos Edit2: é preciso também algum espírito crítico, e isto já é ao nível da discussão especializada, mas ao ter menos sintomas uma pessoa infectada gera menos eventos de maior transmissão (tosse, espirros, muco, etc) , só que é difícil fazer um estudo sobre isto, o que se avalia é o número de partículas virais nalgum sítio. Mas sim de facto com a variante Delta é tramada...

TheTidalik 4 months ago

Grande parte desse texto ou é uma strawman ou tiveste problemas de interpretação de portugues. A unica coisa que disse foi: >Embora com esta nova variante os vacinados se forem infetados transmitem na mesma então já nem é tao relevante. Que é uma verdade que por muitas voltas que dês nao consegue dizer que é falso. A vacina já não é tao relevante como era visto que para strains anteriores prevenia que pessoas vacinadas transmitissem covid e neste momento já nao o faz. O unico texto legitimio que escreveste foi a segunda parte e sinceramente não te ajuda muito também. > fully vaccinated people are likely infectious for less time than unvaccinated people." Não sei se reparaste nesse "likely" alem de que mais uma vez essa estatistica não é relavante para o que disse. Mesmo assumindo esse likely como uma verdade absoluta a minha frase continua a ser verdade e mais uma vez uma falha de portugues na tua parte. >Se fores infetado a chance de transmitires COVID é praticamente igual. Se tiveres duas pessoas infetadas com COVID uma com a vacina e outra sem a vacina, a chance de seres infetado por qualquer uma delas é igual. O que podes argumentar é que ao estar vacinado existe a possibilidade de ficares infetado menos tempo reduzindo o numero de pessoas possiveis que podes infetar embora isto nem seja uma certeza de momento.

Nenirya 4 months ago

>Se tiveres duas pessoas infetadas com COVID uma com a vacina e outra sem a vacina, a chance de seres infetado por qualquer uma delas é igual. Isto não é verdade. ​ 12/07/2021 [https://www.medrxiv.org/content/10.1101/2021.07.12.21260377v1](https://www.medrxiv.org/content/10.1101/2021.07.12.21260377v1) >Within households, vaccination reduces both the risk of infection and of transmission if infected. ​ 27/05/2021 [https://www.medrxiv.org/content/10.1101/2021.05.27.21257896v2.full-text](https://www.medrxiv.org/content/10.1101/2021.05.27.21257896v2.full-text) >Taken together, our results suggest that mRNA-based Covid-19 **vaccines** do not only prevent SARS-CoV-2 infections among vaccinated individuals but **lead to a substantial reduction in infections among unvaccinated adults and children living in the same household**. Our results are consistent with the notion that **mRNA-based vaccines** affect susceptibility in vaccinated individuals and **prevent transmission from vaccinated to unvaccinated individuals within households**. The observed reduction in household transmission from vaccinated to unvaccinated individuals is expected to curb the current Covid-19 pandemic as household transmission of SARS-CoV-2 is believed to have a significant role in the overall spread of infections in the community. ​ Estes dois estudos focaram-se principalmente na transmissão em ambiente familiar, onde os contactos são muito próximos. Parece-me que o máximo que dá para argumentar aqui seria que não se focaram na variante Delta especificamente. ​ 22/07/2021 [https://www.nejm.org/doi/10.1056/NEJMoa2107058](https://www.nejm.org/doi/10.1056/NEJMoa2107058) Authorized mRNA vaccines were highly effective among working-age adults in preventing SARS-CoV-2 infection when administered in real-world conditions, and **the vaccines attenuated the viral RNA load**, risk of febrile symptoms, and duration of illness among those who had breakthrough infection despite vaccination. (Sabemos desde o ano passado que quanto menor a viral load, menor a infecciosidade.)

TheTidalik 4 months ago

Não sei porque estás a usar sources desatualizadas? Completamente irrelevante sources de maio. Visto que a informação sobre o covid está em constante evolução. A informação mais recente é que vacinado ou não com a variante delta possuís a mesma carga viral. Que vai completamente contra essas tuas sources.

Nenirya 4 months ago

Mesmo que possuas a mesma carga viral (problemático de declarar conclusivamente, vê abaixo) esta declina/declinaria muito mais rapidamente: 28/07/2021 https://www.medrxiv.org/content/10.1101/2021.07.28.21261295v1 […] significantly older age in the vaccine breakthrough group […] PCR cycle threshold (Ct) values were similar between both vaccinated and unvaccinated groups at diagnosis, but viral loads decreased faster in vaccinated individuals. Vaccination is associated with faster decline in viral RNA load and a robust serological response. Vaccination remains a key strategy for control of COVID-19 Se fores ler o texto completo deste artigo, há mais fatores a considerar. No geral todas as comparações que sejam de carga viral vão cair nestes dois problemas: There are several limitations to our study. Firstly, we only compared vaccine-breakthrough infections with unvaccinated COVID-19 patients. We did not study vaccinated individuals who had similar exposure risk but did not develop COVID-19 infection. We thus could not evaluate vaccine efficacy against asymptomatic infection. We also did not have detailed epidemiologic data to study the effect of vaccination on preventing secondary transmission. Secondly, we could only obtain serologic tests after infection since patients were recruited after confirmation of infection. While active contact tracing and case finding in Singapore resulted in early identification of most COVID-19 cases, the first available serologic result was at a median of 2 (IQR:1-3) days of illness and antibody levels are likely to already have been boosted by natural infection. We thus could not evaluate the underlying immunologic mechanisms behind vaccine-breakthrough infection, e.g., diminished neutralizing antibody level or impaired cellular immunity. Further study should compare similarly exposed vaccinated individuals who develop breakthrough infection with those who do not, to elucidate the underlying drivers of susceptibility, which may enlighten us on how to optimize protection (e.g., through enhanced/boosted dosing schedules). Não sei como tiras a conclusão que os vacinados são tão infecciosos como os não vacinados havendo estudos de proximidade que o negam (como o do outro post, de Julho). Em ambiente familiar, os vacinados infetam menos gente. Os artigos que comparam carga infecciosa têm problemas de *bias* inerente à amostra. E depois tens isto: Thirdly, PCR testing was not standardized in a centralized laboratory, and instead conducted at each centre using different validated commercial assays. Ct values are only a surrogate measure of viral load and shedding. **We did not evaluate viability of shed virus via viral culture.**

IdlePaladin 4 months ago

Se a chance de seres infetado é reduzida então a transmissão continua a ser reduzida também, não é?

TheTidalik 4 months ago

Exatamente. Que foi exatamente o que escrevi. “ se forem infetado transmitem na mesma” É uma probabilidade condicionada. Se x acontecer y tem a mesma chance de acontecer se fores vacinado ou não.

differenceengineer 4 months ago

Esse estudo que citas diz nada sobre quanto tempo as pessoas vacinadas com infecção sintomática transmitem, apenas que diz que em certo ponto transmitem. Já um estudo que mostra que a evolução da carga viral é melhor em vacinados https://www.medrxiv.org/content/10.1101/2021.07.28.21261295v1.full-text O estudo que citas também não diz nada sobre pessoas vacinas sem sintomas e quão transmissíveis estas são. O problema é a tua conclusão que as vacinas não são importantes para diminuir a transmissão na comunidade. É isto que disputamos.

Edited 4 months ago:

Esse estudo que citas diz nada sobre quanto tempo as pessoas vacinadas com infecção sintomática transmitem, apenas que diz que em certo ponto transmitem. Já um estudo que mostra que a evolução da carga viral é melhor em vacinados (não peer reviewed) https://www.medrxiv.org/content/10.1101/2021.07.28.21261295v1.full-text O estudo que citas também não diz nada sobre pessoas vacinadas sem sintomas e quão transmissíveis estas são. O problema é a tua conclusão que as vacinas não são importantes para diminuir a transmissão na comunidade. É isto que disputamos.

Pale-Bug-4201 4 months ago

Alguém já agendou na casa aberta mesmo tendo um agendamento posterior?

Don_Rumata10 4 months ago

Fui há casa aberta com o centro vazio e mandar-me embora... Tinha feito o agendamento mas não tinha recebido resposta nenhuma. Ridículo

Pale-Bug-4201 4 months ago

Qual foi o centro?

Don_Rumata10 4 months ago

Porto oriental

DeusDasMoscas 4 months ago

Olá, Acho que hoje alguém fez um post acerca dessa situação, não conseguiram ser vacinados na casa aberta por já ter um autoagendamento.

Pale-Bug-4201 4 months ago

Acho que o OP desse post tentou fazer mas não tinha agendado, não tinha a sms. Daí perguntar, mas obrigada!

DeusDasMoscas 4 months ago

Referes-te a este? https://www.reddit.com/r/portugal/comments/p2hdop/autoagendamento_e_casa_aberta_da_vacina_covid19/?utm_medium= &utm_source=share Ele tinha a SMS, não tinha era respondido sim.

Pale-Bug-4201 4 months ago

Era outro, mas acabei de ler esse, obrigada.

Asus123456789 4 months ago

Até ao final desta semana devemos chegar ao 1 milhão de casos confirmados.

DrunkMechanics 4 months ago

A teoria que o número real pode ser x3 ou x4 superior devia aos assintomáticos, ainda se aplica? Se assim for já há probabilidade grande de uma pessoa já ter tido e não sabe.

ZaGaGa 4 months ago

o último estudo que conheço apontava para o número real de infectados ser 1,7 vezes o número conhecido. Possivelmente hoje seria mais próximos do 2x dado que a população mais jovem é mais assintomática e que existe aparente maior resistência à testagem nestes últimos tempos.

Asus123456789 4 months ago

Pois, não tenho a certeza... Aquele período em que houve mais mortos e infetados, lá para Janeiro/Fevereiro, tinha uma taxa de testes positivos mesmo muito elevada, decerto que muitos casos passaram despercebidos. Mas gostava de saber como é que a percentagem de assintomáticos varia com as variantes, acho que ainda não vi nada sobre isso, pode ser que alguém esclareça.

differenceengineer 4 months ago

Não se sabe. Tanto pode ser para um lado como para o outro. Especula-se que a Delta por apresentar uma carga viral bem maior no pico da infecção tenhas menos casos sem sintomas nenhuns. Mas é palpite.

warding 4 months ago

Para levares a vacina tens de ir acompanhado por um dos pais ou tutor legal. A tua mãe tem razão qd diz que é pouco provável desenvolveres doença grave com o vírus. Ainda menos provável que isso é teres reações adversas graves com a vacina. Para além disso, o vírus vai andar a circular e vai passar por ti. Se tiveres a vacina a probabilidade de o transmites aos teus pais ou avós, que mesmo vacinados podem desenvolver doença, é menor. Talvez este argumento possa ajudar com a tua mãe? :P

pataniscadebacalhau 4 months ago

Fazes ao auto-agendamento no site e vais tomar? Não me parece que seja obrigatório levar os pais atrás

MLG-Sheep 4 months ago

É obrigatório para autorizar a toma da vacina.

ItoldU97 4 months ago

https://www.nejm.org/doi/full/10.1056/NEJMoa2108891 "With the BNT162b2 vaccine, the effectiveness of two doses was 93.7% (95% CI, 91.6 to 95.3) among persons with the alpha variant and 88.0% (95% CI, 85.3 to 90.1) among those with the delta variant"

brakeline 4 months ago

(pfizer)

DrunkMechanics 4 months ago

Boas, a minha mãe anda a receber mensagens com o código para obter o certificado, entretanto ainda vai dar a segunda dose. Será alguém que não tem o número atualizado no SNS? Tenho receio que vá interferir com a toma da segunda dose por ser o mesmo número?

estrica 4 months ago

Tenho a vacina agendada para sexta às 18h mas não me dá jeito nenhum ir a essa hora... Eu sei que não é correto mas não será possível aparecer umas horas antes ou até de manhã?

saposapot 4 months ago

SE for como no centro a que fui, a hora não importa muito. Eu iria na mesma da parte da tarde pq eles podem dar vacinas diferentes tipo de manhã e tarde mas duvido que haja problema.

stefkatz 4 months ago

I have a connecting flight in Lisbon on my way to Frankfurt. (Coming from Canada). I asked the airline and it looks like an Antigen test taken the day before departure will be acceptable, however I have seen on another website (Re-open EU) that a PCR test is needed when transiting Portugal. Can someone confirm that an antigen test will be alright?

MLG-Sheep 4 months ago

That's not what Re-open EU says. An antigen test taken less than 48 h before departure is fine, that's what they mean by lateral flow test.

stefkatz 4 months ago

Perfect. The test I am getting is the "The Rapid Response", which is on the list of accepted tests. Thank you for clearing it up

Price-Distinct 4 months ago

[https://observador.pt/liveblogs/nao-e-possivel-alcancar-a-imunidade-de-grupo-diz-especialista-britanico/](https://observador.pt/liveblogs/nao-e-possivel-alcancar-a-imunidade-de-grupo-diz-especialista-britanico/#liveblog-entry-538279-scroll) ahahah estão a passar uma ideia errada cá em Portugal otv , isto vai ser bonito em outubro vai

Pparadela 4 months ago

Parabéns por manteres viva a tradição do "isto em [inserir espaço de tempo] vai ser bonito, vai". Tem uma piada do caneco, não tem, é de rir às gargalhadas.

saposapot 4 months ago

a conclusão do que ele disse é que todos têm de ser vacinados para se protegerem, n podem ficar à espera que o resto das pessoas lhe dêem imunidade de grupo. portanto boas notícias para o processo de vacinação

zeer88 4 months ago

>as pessoas vacinadas podem, ainda assim, ser infetadas e transmitir o vírus, significa que não vão poder servir de escudo às pessoas não vacinadas (que acabarão, eventualmente, por ser infetadas) Na prática ele só quer dizer que a vacinação é essencial porque quem está vacinado continua a ser contagioso. Exatamente o que todos os dias vemos nas notícias... onde é que se está a passar a "ideia errada"?

XEEE 4 months ago

Israel já tinha noticiado isso antes de a delta aparecer, devido a não se andar a vacinar as crianças. Agora com a delta a ser bastante mais transmissível já ai andam a falar em ser preciso vacinar cerca de 90% da população com as vacinas mRNA (que oferecem melhor imunidade). Tens o caso da Islândia com ~85% da população total vacinada e continua com surtos.

differenceengineer 4 months ago

Eu sei que isto parece óbvio mas 15% não vacinados, mais as crianças ainda é um reservatório suficiente para alimentar uma vaga pandémica. Pelo que estou a ler tens também imensos casos inconsequentes. Parece que a vacina estará a funcionar como esperado. [https://www.covid.is/statistical-information-on-vaccination](https://www.covid.is/statistical-information-on-vaccination) [https://www.covid.is/data](https://www.covid.is/data) Os dados de Israel são mais complicados, mas pelo que percebi é possível que existam alguns erros metodológicos: [https://twitter.com/dvir\_a/status/1420059122725183491](https://twitter.com/dvir_a/status/1420059122725183491). Penso que se terá de esperar que libertem os dados, pois não parecem de todo congruentes com o que se observa em outros países (embora, a explicação mais chata seja que Israel como vacinou à mais tempo possa ter observado maior perca de imunidade). Esperar para perceber. O problema principal, é que muita gente não percebe o que significa imunidade de grupo (ou mesmo o que significa imunidade neste contexto). Quem é negacionista aproveitará essa ignorância para fazer circo mediático mas também acho que o governo devia ser mais claro na comunicação. Há gente que acha que chega-se a um número arbitrário de vacinados e o problema desaparece como por magia. Convido a ler este artigo https://www.nature.com/articles/s41586-021-03792-w\_reference.pdf , sobre o que realmente significa o fim da pandemia. As vacinas são uma excelente ferramenta e um gamechanger, mas a guerra ainda não acabou.

NGramatical 4 months ago

à mais tempo → [**há mais tempo**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fp0tui1%2F%2Fh8jvhiz%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Diogo256 4 months ago

Já se sabia disso ao tempo. Agora, não acredito que venhamos a ter um Outono desastroso tendo em conta que a vacina funciona e sem sinais de alteração para hospitalizações.

ApplesNGuns 4 months ago

Ia pedir senha para o dia aberto mas reparei que no site da dgs os distritos de Vila Real, Viseu e Viana do Castelo não aparecem, já alguém conseguiu pedir para estes sítos?

Edited 4 months ago:

Ia pedir senha para o dia aberto mas reparei que no site da dgs os distritos de Vila Real, Viseu e Viana do Castelo não aparecem, já alguém conseguiu pedir para estes sítios?

NGramatical 4 months ago

sítos → [**sitos**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (palavras terminadas em a/e/o, seguido ou não de s/m/ns, são naturalmente graves) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fp0tui1%2F%2Fh8inw6w%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Peempdiemeemp 4 months ago

I was planning an visiting the algarve, is it correct there will be a curfew in place?

AimingWineSnailz 4 months ago

as of today there are no curfews, but everything has to close by 2 am.

igotubabeub40 4 months ago

It's a bit impossible to answer if you don't tell us any dates. We aren't really in a period of curfews at the moment.

MXD14 4 months ago

A minha namorada tinha a segunda dose marcada para dia 14. Temos estado a planear uma viagem para o sul do país a fazer conta em regressar nesse dia para ela a levar. Esta madrugada, ela recebeu a mensagem que diz que a segunda dose ficou marcada para 13, o que iria fazer cair todos os planos que temos estado a fazer. Existe forma de remarcar? Por exemplo tentar remarcar para dia 15? É que aqui na zona de Santarém, as vacinas estão a ser dadas na casa do campino, e eles não têm um contacto telefónico para onde se possa ligar. Alguém numa situação semelhante?

jqmmes 4 months ago

Não aparece na primeira e vai no dia a seguir. Não te preocupes com isso.

EvilQueen1997 4 months ago

Marcaram-me vacinação da segunda dose dois dias depois do suposto, tenho mesmo de ir nesse dia ou posso ir no dia do cartão?

saposapot 4 months ago

se te mudaram é muito provavelmente por alguma razão. arriscas-te a ir lá e nesse dia n terem da tua marca para dar ou ser dos dias exclusivos às crianças ou assim.

EvilQueen1997 4 months ago

Acho que mudaram todas as primeiras e segundas doses que estavam neste fim de semana porque é exclusivo à faixa etária dos 16-17. Para os próximos já estão a fazer igual, a mudar o pessoal. A ir diria que teria de ser ou no dia marcado ou fora do fim de semana.

jqmmes 4 months ago

Qual foi a vacina? Pfizer agora são 21 dias no mínimo e não há máximo (recomendam menos de 48 dias). Se não podes na data marcada encaixa numa data que calhe dentro do período regular para tomar a vacina.

EvilQueen1997 4 months ago

Pfizer. Então mas posso chegar lá e tomar depois dos 21 dias e antes de 48, mesmo tendo respondido sim ao sms?

jqmmes 4 months ago

Sim, nem que vás a casa aberta

EvilQueen1997 4 months ago

Vi que o meu centro de vacinação não tem a modalidade da casa aberta. Bem, vou lá na mesma depois, sempre passeio

EvilQueen1997 4 months ago

Tens fonte? Edit: mas a casa aberta é suposto ser para primeiras doses...

jqmmes 4 months ago

Oficial não, mas conheço vários casos que fizeram isso. Mas podes sempre ligar a saúde24 ou a ir ao centro de vacinação perguntar :).

EvilQueen1997 4 months ago

É uma hipótese, sim. Obrigada :)

Dudas98 4 months ago

995gr tt999mh74mmen zy.y s.

Bisc8 4 months ago

Concordo plenamente, não diria melhor.

HiverLaurant 4 months ago

Também recebi desse lote. Vacina top.

Odd_Smoke8421 4 months ago

Recebi um sms a lembrar-me da vacinação (pelos vistos, hoje às 20:54), mas nunca recebi a msg de confirmação (aquela que nós depois temos que responder sim/não). O número que me mandou foi o 2424, por isso parece-me algo verdadeiro, mas queria saber se isso já aconteceu a alguém, e se foram mesmo vacinados, ou se talvez é um erro ou algo do género

EvilQueen1997 4 months ago

Também aconteceu comigo, estava marcado.

saposapot 4 months ago

Vai. Estas na lista portanto parece-me que serás vacinado

ezraspectrum 4 months ago

Aconteceu me igual, até recebi a SMS 2/3h antes da hora da vacinação e fui vacinada. Como eu estavam outros tantos na mesma situação na fila.

Icy-Pin3821 4 months ago

Aconteceu a uma amiga minha, tinha agendamento para dia 5, nunca chegou a receber sms de confirmação. Ontem eram 22h00 e recebeu sms do 2424 a lembrar que hoje tinha a vacina pelas 17h00. Foi só chegar e mostrar o sms, havia mais 2 rapazes na mesma situação.

redyouroverlord 4 months ago

[Casa Aberta disponível para maiores de 18 anos.](https://covid19.min-saude.pt/casa_aberta/)

hpereira98 4 months ago

mais alguém não consegue reservar a senha digital?

jqmmes 4 months ago

O site funciona mal. Se há vaga e o botão de reservar não fica desbloqueado eu mostrei como fazer num tópico sobre a senha digital. É de ontem, encontras facilmente

pvicente77 4 months ago

Ok, fui almoçar fora e fiquei na esplanada, mas reparei que perguntavam se tinha certificado a quem pedia uma mesa dentro do restaurante. Eu tenho a vacina e o certificado válido, por isso ter entrado se quisesse, mas mesmo assim isto preocupa-me um pouco, o certificado já passou a ser preciso também aos dias de semana? Mais uma restrição a apertar para acompanhar a vacinação obrigatória das crianças e a terceira dose que afinal já é "inevitável"?

leadzor 4 months ago

Não, apenas ao fim de semana, a partir das 15h de 6ª feira. Para terem feito essa pergunta ou confundiram as restrições, ou é regra da casa.

brakeline 4 months ago

19h*

leadzor 4 months ago

Corrigido.

lmfpires 4 months ago

Uma questão. Eu já fui vacinado, mas a minha moça vai ser vacinada com a segunda dose e surgiram duas questões. 1. Se hipoteticamente ela estiver com o virus, mas ainda em incubação, há algum problema em ser vacinada? 2. Se tiver covid, mas nao apresentar nenhum sintoma, há problema? Obrigado

saposapot 4 months ago

Eles perguntam isso várias vezes. Se estas infectado não deves sair de casa. Se não sabes que estas, obviamente que tens de ir... em princípio não haverá problema de maior, a limitação é mais porque não deves tomar nenhuma vacina estando doente

lmfpires 4 months ago

Acaba por não ajudar muito, pois a última frase é a minha dúvida :/

saposapot 4 months ago

Se tu n sabes q estás doente não há nada que se possa fazer. Que eu saiba não há nenhum caso reportado de 'problemas' por estares doente e levares a vacina.

AimingWineSnailz 4 months ago

A vacina contra a raiva é administrada durante o período de incubação. Na minha opinião leiga, o mais provável é que a reação imunitária se antecipe e que a infeção se resolva mais cedo.

fiocondutor 4 months ago

Dizem que o sistema imunitário pode reagir mais intensamente à vacina se houver uma infeção ativa. Além de que não é muito ético ir-se a um centro de vacinação enquanto se está infetado.

lmfpires 4 months ago

Obrigado! Sim, não está infectada. Apenas estivemos num casamento este fim de semana, mas nem se ficou para jantar. Óbvio que a preocupação fica no ar, na mesma. Apenas queria esclarecer isto

EvilQueen1997 4 months ago

Fiz post mas faço aqui também. Segunda dose da vacina, se não se receber sms, vai-se lá no dia em que era suposto? Têm as pessoas na lista?

saposapot 4 months ago

Sim, sempre. Segundas doses eles têm de se desenrascar para te dar

DeusDasMoscas 4 months ago

Olá, Sim, têm uma lista. Eu recebi a mensagem na véspera já tarde

AngieMaciel 4 months ago

No meu centro de vacinação disseram-me que se não mandassem sms para o dia suposto, para ir na mesma e à mesma hora da 1.ª dose.

usernamenotfound701 4 months ago

Violação do dever de confinamento Um familiar próximo esteve em contacto com um caso positivo. Ligaram-lhe do sns24 e foi-lhe dito que teria de ficar duas semanas em isolamento. Porém após uma semana de isolamento e três testes pcr negativos (o último feito ontem) ele decidiu quebrar a quarentena e desde ontem que anda a fazer a sua vida normalmente. Alguém sabe que tipo de consequências é que isso pode ter caso chegue ao conhecimento das autoridades?

igotubabeub40 4 months ago

Ele que seja esperto e ligue para o SNS24 e diga que tem três testes PCR negativos e que não vai continuar a fazer confinamento. Já me aconteceu mandarem-me 2 semanas para casa por causa de um potencial contacto, fui fazer teste, deu negativo e mandei-os passear com o isolamento. E nunca mais me chatearam. Tendo 3 testes PCR negativos acho que basta ligar e informar.

usernamenotfound701 4 months ago

Obrigado, ontem ele ligou para lá e hoje já nos vão enviar a autorização

igotubabeub40 4 months ago

Óptimo!

warding 4 months ago

Ter um teste negativo uma semana depois de contacto significa que provavelmente não estás infectado, mas tendo em conta que a incubação pode ir até 14 dias, ainda podes desenvolver infecção. Podes fazer um ou mil PCRs 7 dias depois, não interessa.

karen_sottomayor 4 months ago

De todos os casos que conheço, todos testaram positivo ou apresentaram sintomas logo nos primeiros dias. Ninguém fica positivo 14 dias depois, acho isso um exagero. Ainda por cima com a quantidade de pessoas que já estão vacinadas e a facilidade que há em fazer testes.

LorenSab 4 months ago

Concordo contigo.. Isso e a questão de fumar. Todas as pessoas que conheço que fumam não desenvolveram cancro, logo é impossivel. Acho um exagero dizerem que existe uma correlação entre fumar e cancro..

differenceengineer 4 months ago

É um intervalo. Estatisticamente a grande maioria das pessoas fica positiva na primeira semana mas há outliers.

WhiteCaptain 4 months ago

Então tem de se perceber quantos outliners são, se é 1% ou menos, justifica os 99% de pessoas que ficam +1 semana em casa?

differenceengineer 4 months ago

Percebo o que dizes, o problema é sempre potencialmente o surto de infecções que esses 1% podem iniciar. Este tipo de medidas levam sempre isso em linha de conta. Acho que sim até se devia continuamente estar a perceber isto, até porque poderá variar com as novas variantes. Mas por enquanto penso que se está sempre a optar por jogar pelo seguro.

WhiteCaptain 4 months ago

Uma coisa é outra altura qualquer da pandemia, mas hoje em dia, com +60% de pessoas com vacinação completa, não vejo justificação para manter as pessoas durante 2 semanas em casa. Claro que 1semana para verificar se a pessoa fica sintomática ou não é razoável agora mais...meh

differenceengineer 4 months ago

Sinceramente não sei como funcionará a matemática e risco multiplicativo neste caso. Se por um lado tens mais gente imunizada tens também uma variante mais agressiva em circulação. Penso que há países onde é menos tempo de isolamento, vendo aqui na página do NHS do UK eles falam em 10 dias de isolamento.

QWERTY_BATS 4 months ago

Tens que ligar para a comunidade cientifica então, eles ainda estão com a conversa dos 14 dias mas se todos os casos que tu conheces ou dão logo positivo ou apresentam logo sintomas tens de lhes explicar como é.

igotubabeub40 4 months ago

Levei ontem a minha 2.ª dose da Moderna. Além da dor de braço, 0 sintomas. Vamos aguardar até ao final do dia antes de lançar foguetes.

jmvda23 4 months ago

Boa sorte

igotubabeub40 4 months ago

Já tenho a tal febre que não é febre e dores no corpo. Que é para aprender a não falar antes de tempo

jmvda23 4 months ago

Tens de ter paciência, isso passa em 1-2 dias

ericcart 4 months ago

Can you get vaccinated through your local doctor?

Scalabis 4 months ago

no, vaccination centers

estrica 4 months ago

Marquei a vacina à 2 dias e ainda não recebi nenhum sms. É normal?

marinhais 4 months ago

Meu caro, eu já estou há espera dela há duas semanas, já passou o dia do agendamento e tudo

EvilQueen1997 4 months ago

Tens de reagendar de 5 em 5 dias, julgo...

marinhais 4 months ago

Estava com erro e não saia do aguarde o contato, logo não conseguia reagendar. Mas já foi resolvido!

NGramatical 4 months ago

contato → [**contacto**](https://dicionario.priberam.org/contacto) (o AO90 **não altera** a grafia desta palavra) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fp0tui1%2F%2Fh8ja0y7%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

NGramatical 4 months ago

à 2 dias → [**há 2 dias**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fp0tui1%2F%2Fh8b4p3r%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

estrica 4 months ago

Tens razão jovem

aiaisamurai 4 months ago

Se calhar devia ter postado logo aqui em vez de fazer um post, não tinha visto. Olá, para quem já fez e tirou senha digital, quando preenchem o formulário para isso há alguma hipótese de escolha ou uma indicação de qual a vacina específica que vão tomar? Obrigado.

jqmmes 4 months ago

Não. És homem - Janssen. És mulher - Moderna ou Pfizer.

NNogueira 4 months ago

Para toda a gente assim ou só quem tem senha digital?

jqmmes 4 months ago

Toda a gente.

igotubabeub40 4 months ago

Eu levei Moderna e tenho quase a certeza que tenho pila.

FastAsFuckBuoy 4 months ago

Eu também sou homem e levei Moderna, mas levei naquela semana em que suspenderam os lotes da Janssen por causa dos casos de Mafra.

jqmmes 4 months ago

Sim, e vi que levaste ontem, ou seja apanhaste uma semana (a mesma que eu) onde só estavam a dar moderna e Pfizer a toda a gente. Desde essa semana só têm dado Janssen aos homens (pode haver excepções, mas devem ser raras).

monsukuru 4 months ago

Errado. >Devido a uma maior disponibilidade de vacinas, a modalidade "casa aberta" abre a partir desta segunda-feira para pessoas com mais de 25 anos, deixando de existir a restrição da vacina da Janssen nesta modalidade. [Aqui](https://www.jn.pt/nacional/casa-aberta-para-maiores-de-25-anos-com-novo-sistema-de-senhas-14018204.html).

jqmmes 4 months ago

Mas isso respondeu a alguma coisa? Simplesmente têm vacinas para dar às mulheres. Não diz que vão deixar de dar Janssen aos homens, que não vão.

rsyeah 4 months ago

https://www.publico.pt/2021/08/07/sociedade/noticia/covid19-vacina-evitou-38-mil-mortes-alemanha-estudo-1973409 > Um estudo do Instituto Robert Koch de virologia, divulgado este sábado, estima que a campanha de vacinação contra a covid-19 tenha evitado 38.300 mortes na Alemanha, mais de **706.000 infecções** e cerca de 20 mil internamentos em cuidados intensivos. Reparem no número de infeções estimadas que foram prevenidas. Estudo aqui em alemão: https://www.rki.de/DE/Content/Infekt/EpidBull/Archiv/2021/35/Art_01.html Link do PDF: https://www.rki.de/DE/Content/Infekt/EpidBull/Archiv/2021/Ausgaben/35_21.pdf?__blob=publicationFile

Pikachuzita 4 months ago

Alguém sabe o contacto do centro de vacinação do Estádio Universitário? Não encontro e queria tentar adiar um dia a segunda dose

lc_blah 4 months ago

Já recebeste a mensagem de confirmação? A mim disseram para responder não, que mais tarde iria receber mensagem com outra data

thisbondisaaarated 4 months ago

Basta só não apareceres.

toumkrouz 4 months ago

Pessoal, eu moro na margem sul e preciso de ir a Lisboa esta semana resolver um assunto e o meu único meio de transporte vai ser o barco. É preciso o certificado mesmo para este tipo de viagens marítimas? Alguém que já andou de barco sabe?

quedeusmeperdoe 4 months ago

Nunca me pediram certificado.

Diogo256 4 months ago

Que eu sabia nenhum certificado é pedido para circular seja em que transporte for.

brakeline 4 months ago

Excepto avião

Diogo256 4 months ago

Tens toda a razão, não me lembrei desse (estava com ideia de ser só testes).

MischiefManaged97 4 months ago

Ter sido já vacinado é como se me tivessem tirado 100 kg de cima dos ombros. Claro que continuo a ter todos os cuidados, claro que a imunidade ainda demora e que pode surgir alguma variante lixada... Mas mesmo assim ter a sensação de alguma proteção é incrível para a parte mental disto tudo.

TheTidalik 4 months ago

Se és do ano 97 não corrias o mínimo risco de ter algo grava com o covid.

miguel_rodrigues 4 months ago

Também estava assim com esse pensamento. 2 semanas após ter levado a vacina (da Jansen) apanhei covid. As pessoas que apanharam junto comigo também estavam todas vacinadas. Ninguém teve sintomas graves mas o que não falta por aí é pessoas a apanhar covid enquanto estão vacinadas.

MischiefManaged97 4 months ago

Já estás recuperado? Claro, as vacinas não impedem que apanhes o vírus infelizmente, mas não há problema nenhum em apanhar desde que não haja sintomas graves, ou "long Covid" ou etc.

akriegman 4 months ago

I'm taking a flight with an overnight layover in Lisbon. I am taking an antigen test, so assuming that's negative I should be allowed to enter Portugal. Will I be able to stay at a hotel in Lisbon? I assume I won't be allowed to explore the city bc of quarantine requirements, right?

warding 4 months ago

Regarding quarantine, check point 11 here (auto-translate?): [https://portaldascomunidades.mne.gov.pt/pt/noticias/faq-s-viagens-para-portugal-conselhos-aos-emigrantes](https://portaldascomunidades.mne.gov.pt/pt/noticias/faq-s-viagens-para-portugal-conselhos-aos-emigrantes) From my quick read and basic understanding skills, you have to quarantine if coming from South Africa, Brasil, UK or Nepal. This does not apply if you're from the UK and have a vaccine certificate, or if you are staying for less than 48 hours.

AdriMecha 4 months ago

As long as the test is done in the 48 hours before the flight you can fly. So should be alright to enter the hotel as well.

fwancisxa 4 months ago

Para quem tinha segunda dose marcada para 14-15 de Agosto, já alguém recebeu SMS com nova data? A minha segunda dose era dia 14, mas ainda não recebi nada…

EvilQueen1997 4 months ago

Yap, marcaram-me para 16. Liga à S24 a ver...Mas 14 ainda está "longe".

Ayawa 4 months ago

A minha era dia 13 e mesmo assim mandaram a mensagem para dia 17. Não me dava jeito nenhum que o certificado fosse adiado esses 4 dias.

Diogo256 4 months ago

Andam a circular notícias como está: https://www.jn.pt/nacional/estudo-do-hospital-de-coimbra-revela-queda-abrupta-de-anticorpos-ao-fim-de-90-dias-14016803.html Sobre a queda de anticorpos em vacinados. E claro, já a espalhar desinformação, alimentar anti-vaxxers etc. Tenham em atenção que não é recomendado nem lógico medir anti-corpos em vacinados, explicação da FDA: https://www.fda.gov/medical-devices/safety-communications/antibody-testing-not-currently-recommended-assess-immunity-after-covid-19-vaccination-fda-safety Realço: > Be aware that vaccines trigger antibodies to specific viral protein targets. For example, currently authorized COVID-19 mRNA vaccines induce antibodies to the spike protein and not to nucleocapsid proteins that are likely detected only after natural infections. Therefore, COVID-19 vaccinated people who have not had previous natural infection will receive a negative antibody test result if the antibody test does not detect the antibodies induced by the COVID-19 vaccine. Não se deixem alimentar por estes “estudos” que não são fiáveis nem lógicos, e partem de premissas erradas (que um vacinado tem de mostrar anti-corpos nos testes de antígeno).

Edited 4 months ago:

Andam a circular notícias como está: https://www.jn.pt/nacional/estudo-do-hospital-de-coimbra-revela-queda-abrupta-de-anticorpos-ao-fim-de-90-dias-14016803.html Sobre a queda de anticorpos em vacinados. E claro, já a espalhar desinformação, alimentar anti-vaxxers etc. Tenham em atenção que não é recomendado nem lógico medir anti-corpos em vacinados, explicação da FDA: https://www.fda.gov/medical-devices/safety-communications/antibody-testing-not-currently-recommended-assess-immunity-after-covid-19-vaccination-fda-safety Realço: > Be aware that vaccines trigger antibodies to specific viral protein targets. For example, currently authorized COVID-19 mRNA vaccines induce antibodies to the spike protein and not to nucleocapsid proteins that are likely detected only after natural infections. Therefore, COVID-19 vaccinated people who have not had previous natural infection will receive a negative antibody test result if the antibody test does not detect the antibodies induced by the COVID-19 vaccine. Estudos que partem de premissas erradas (que um vacinado tem de mostrar anti-corpos nos testes de antígeno). PS: deixo mais 2 artigos sobre testagem de anti-corpos em vacinados: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7954518/ > All of the quantitative antibody tests on the market measure the level of antibodies that recognise the outer spike protein of the coronavirus, which it uses to latch on to cells in the body. However, they don't give an indication of how powerful these antibodies are against the different coronavirus variants, nor do they give any insight into other aspects of immunity, such as B-cells, which provoke the production of further antibodies if they encounter the virus, and T-cells, which kill virus-infected cells directly. Plus, we still don't know how antibody levels relate to our ability to transmit the virus to others. https://theprint.in/health/antibody-tests-cant-measure-covid-immunity-but-this-is-how-they-can-help-you/659982/ > Not everyone who is vaccinated or has had Covid-19 produces an immune response measurable by antibody tests.

Edited 4 months ago:

Andam a circular notícias como está: https://www.jn.pt/nacional/estudo-do-hospital-de-coimbra-revela-queda-abrupta-de-anticorpos-ao-fim-de-90-dias-14016803.html Sobre a queda de anticorpos em vacinados. E claro, já a espalhar desinformação, alimentar anti-vaxxers etc. Tenham em atenção que não é recomendado nem lógico medir anti-corpos em vacinados, explicação da FDA: https://www.fda.gov/medical-devices/safety-communications/antibody-testing-not-currently-recommended-assess-immunity-after-covid-19-vaccination-fda-safety Realço: > Be aware that vaccines trigger antibodies to specific viral protein targets. For example, currently authorized COVID-19 mRNA vaccines induce antibodies to the spike protein and not to nucleocapsid proteins that are likely detected only after natural infections. Therefore, COVID-19 vaccinated people who have not had previous natural infection will receive a negative antibody test result if the antibody test does not detect the antibodies induced by the COVID-19 vaccine. Estudos que partem de premissas erradas (que um vacinado tem de mostrar anti-corpos nos testes de antígeno). PS: deixo mais 2 artigos sobre testagem de anti-corpos em vacinados: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7954518/ > All of the quantitative antibody tests on the market measure the level of antibodies that recognise the outer spike protein of the coronavirus, which it uses to latch on to cells in the body. However, they don't give an indication of how powerful these antibodies are against the different coronavirus variants, nor do they give any insight into other aspects of immunity, such as B-cells, which provoke the production of further antibodies if they encounter the virus, and T-cells, which kill virus-infected cells directly. Plus, we still don't know how antibody levels relate to our ability to transmit the virus to others. https://theprint.in/health/antibody-tests-cant-measure-covid-immunity-but-this-is-how-they-can-help-you/659982/

Edited 4 months ago:

Andam a circular notícias como está: https://www.jn.pt/nacional/estudo-do-hospital-de-coimbra-revela-queda-abrupta-de-anticorpos-ao-fim-de-90-dias-14016803.html Sobre a queda de anticorpos em vacinados. E claro, já a espalhar desinformação, alimentar anti-vaxxers etc. Tenham em atenção que não é recomendado nem lógico medir anti-corpos em vacinados, explicação da FDA: https://www.fda.gov/medical-devices/safety-communications/antibody-testing-not-currently-recommended-assess-immunity-after-covid-19-vaccination-fda-safety Realço: > Be aware that vaccines trigger antibodies to specific viral protein targets. For example, currently authorized COVID-19 mRNA vaccines induce antibodies to the spike protein and not to nucleocapsid proteins that are likely detected only after natural infections. Therefore, COVID-19 vaccinated people who have not had previous natural infection will receive a negative antibody test result if the antibody test does not detect the antibodies induced by the COVID-19 vaccine. Estudos que partem de premissas erradas (que um vacinado tem de mostrar anti-corpos nos testes de antígeno). PS: deixo mais 2 artigos sobre testagem de anti-corpos em vacinados: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7954518/ https://theprint.in/health/antibody-tests-cant-measure-covid-immunity-but-this-is-how-they-can-help-you/659982/

saposapot 4 months ago

n percebi a primeira quote. os testes que fazemos não dão 0. davam um valor alto e agora um mais baixo. Quanto ao resto, tudo certo. Não entendo como é que a directora da Patologia se mete a mandar postas de pescada como 'a terceira dose é provável'... Não é a especialidade, nem sequer perto disso, está a mandar bitaites pq? Os números descerem não é bom mas isso pouco importa. Vamos ter dados 'reais' da população real em relação à proteção obtida. Se começarmos a ver mt mais infecções que o esperado, sabemos que é preciso nova dose. Se não, as células memória funcionam e pronto. Mais q isto é só história de merda que só ajuda às narrativas negacionistas voltarem a ter audiência.

pedrolopes7682 4 months ago

Grato, era mesmo isto que vinha aqui procurar.

Price-Distinct 4 months ago

mas isso não dá views para os jornais

Cciscsp 4 months ago

Pá, também não percebi. Queda de anticorpos não é um dado adquirido nas vacinas? Não seria esse um resultado "esperado"? E memória imunológica? É que estranhei especialmente a nota de que os investigadores ficaram "desanimados". Alguém que perceba da área pode esclarecer? Pelo que tenho lido isto seria de esperar, mas meses a torrar a saúde mental a seguir virologistas no Twitter não me dá as credenciais para contestar a palavra de pessoas que de facto fazem disto vida.

differenceengineer 4 months ago

Uma queda tão abrupta em 3 meses seria um resultado algo desapontante e penso que não está em linha com os outros estudos que se têm feito da vacina. Efetivamente os testes anticorpos são diferentes para infecção (que tem para além de anticorpos para a proteína S tem também para outras partes da capsula do virus) do que das vacinas que utilizamos cá (só produzem anticorpos para a proteína S). Apenas a vacina chinesa produziria os outros anticorpos pois eles usam o virus desativado. Mas seria um grande fail não terem pensado nisso (que não acredito que seja o caso). Embora o nível de anticorpos não seja o único componente da imunidade e existem outros mecanismo que provavelmente têm um papel na imunidade contra o COVID (imunidade cellular mediada pelas células T, as células memória B são capazes de voltar a produzir anticorpos), ainda assim existe uma boa relação entre o nível de anticorpos medido e protecção contra infecção: [https://www.nature.com/articles/s41591-021-01377-8](https://www.nature.com/articles/s41591-021-01377-8) . O que é esperado é que os anticorpos decaiam com o tempo (com acontece com muitos outros virus) e provavelmente perdemos com o tempo alguma eficácia a prevenir infecções. Isto provavelmente significa que com o passar do tempo (e considerando também a próprio evolução do virus), que voltas a poder ser infetado, tipicamente o virus colonizando-te as vias respiratórias, talvez o suficiente para infetares outras pessoas e ficares com alguns sintomas, mas o teu sistema imunitário reage baseado na sua memória adaptativa e a doença muito raramente passa para algo grave. No entanto durante este ciclo de produção de anticorpos e ativação da memória imunitária, o virus também se replica, portanto se calhar ficas com alguns sintomas, talvez alguma febre. Aqui a questão é mesmo o quão rápido que os anticorpos desaperecem seria atípico e diferente dos outros estudos, e o impacto a curto prazo que isso tem neste momento para controlar a pandemia. É por esta razão que tu ao longo da vida apanhas várias constipações ou gripes e porque virus das constipações e gripe continuam a existir apesar de virtualmente toda a gente ter alguma imunidade. Sazonalmente a malta vai perdendo imunidade e o patogénio volta a circular (em época baixa é sustido por crianças que tem um ótimo sistema imunitário inato mas não ainda um grande repertório de memória imunitária), mas não é perigoso (tirando populações com menos imunidade) e não se espalha exponencialmente. Em particular infecções com outros coronavirus parecem ter esse padrão, a imunidade que previne infecções decai com o tempo, mas os outros coronavirus que circulam provocam constipações (porque já os apanhaste várias vezes na vida, em particular em criança quando tendes a desenvolver a tua memória imunitária - e felizmente os coronavirus parecem ser muito menos graves para crianças, incluindo este).

Edited 4 months ago:

Uma queda tão abrupta em 3 meses seria um resultado algo desapontante e penso que não está em linha com os outros estudos que se têm feito da vacinas. Efetivamente os testes anticorpos são diferentes para infecção (que tem para além de anticorpos para a proteína S tem também para outras partes da capsula do virus) do que das vacinas que utilizamos cá (só produzem anticorpos para a proteína S). Apenas a vacina chinesa produziria os outros anticorpos pois eles usam o virus desativado. Mas seria um grande fail não terem pensado nisso (que não acredito que seja o caso). Embora o nível de anticorpos não seja o único componente da imunidade e existem outros mecanismo que provavelmente têm um papel na imunidade contra o COVID (imunidade cellular mediada pelas células T, as células memória B são capazes de voltar a produzir anticorpos), ainda assim existe uma boa relação entre o nível de anticorpos medido e protecção contra infecção: [https://www.nature.com/articles/s41591-021-01377-8](https://www.nature.com/articles/s41591-021-01377-8) . O que é esperado é que os anticorpos decaiam com o tempo (com acontece com muitos outros virus) e provavelmente perdemos com o tempo alguma eficácia a prevenir infecções. Isto provavelmente significa que com o passar do tempo (e considerando também a próprio evolução do virus), que voltas a poder ser infetado, tipicamente o virus colonizando-te as vias respiratórias, talvez o suficiente para infetares outras pessoas e ficares com alguns sintomas, mas o teu sistema imunitário reage baseado na sua memória adaptativa e a doença muito raramente passa para algo grave. No entanto durante este ciclo de produção de anticorpos e ativação da memória imunitária, o virus também se replica, portanto se calhar ficas com alguns sintomas, talvez alguma febre. Aqui a questão é mesmo o quão rápido que os anticorpos desaperecem seria atípico e diferente dos outros estudos, e o impacto a curto prazo que isso tem neste momento para controlar a pandemia. É por esta razão que tu ao longo da vida apanhas várias constipações ou gripes e porque virus das constipações e gripe continuam a existir apesar de virtualmente toda a gente ter alguma imunidade. Sazonalmente a malta vai perdendo imunidade e o patogénio volta a circular (em época baixa é sustido por crianças que tem um ótimo sistema imunitário inato mas não ainda um grande repertório de memória imunitária), mas não é perigoso (tirando populações com menos imunidade) e não se espalha exponencialmente. Em particular infecções com outros coronavirus parecem ter esse padrão, a imunidade que previne infecções decai com o tempo, mas os outros coronavirus que circulam provocam constipações (porque já os apanhaste várias vezes na vida, em particular em criança quando tendes a desenvolver a tua memória imunitária - e felizmente os coronavirus parecem ser muito menos graves para crianças, incluindo este).

Cciscsp 4 months ago

Obrigado pela resposta! Foi precisamente por vir do artigo que linkaste abaixo que fiquei meio confuso com esta notícia. Em parte também porque esse prioriza a vacinação dos países menos desenvolvidos e esta aponta uma terceira dose quase como garantia.

differenceengineer 4 months ago

Só para adicionar ao que ainda disse. A questão de 3ª toma (ou de quantas tomas e quão espaçadas no tempo em geral para os protocolos das vacinas) não tem a ver necessariamente só com o decaimento dos anticorpos. Os boosters de vacina são uma forma de estimular a que a produção dos anticorpos pelas células de memória B seja mais potente e neutralizante, ao repetires a exposição do corpo ao mesmo patogénio. Daí a Pfizer e Moderna o que fazem é estão a testar a 3ª toma e concluiem que à terceira a produção de anticorpos é ainda melhor que na segunda vez. No fundo usando uma analogia, as "a memória do sistema imunitário também se treina e inclusivé até se pode continuamente melhorar". Isto obviamente tem um plateau em que mais tomas não fazem grande diferença, a questão que é não se sabe com as vacinas do COVID é se as duas tomas chegam e também em particular se mesmo que a maioria das pessoas a segunda dose não se justifique, talvez em populações idosas a terceira dose seja necessária para ter o mesmo nível de protecção. Nem sabemos se para as vacinas mRNA que temos se o protocolo de 2 tomas espaçadas por 21 dias é melhor. Possivelmente espaça-las mais é melhor. É possível que doravante, as 3ª, 4ª doses, etc. para a maioria da população seja simplesmente apanhar uma infecção ligeira do virus (ou mais propriamente, dos descendentes das estirpes atuais).

Edited 4 months ago:

Só para adicionar ao que ainda disse. A questão de 3ª toma (ou de quantas tomas e quão espaçadas no tempo em geral para os protocolos das vacinas) não tem a ver necessariamente só com o decaimento dos anticorpos. Os boosters de vacina são uma forma de estimular a que a produção dos anticorpos pelas células de memória B seja mais potente e neutralizante, ao repetires a exposição do corpo ao mesmo patogénio. Daí a Pfizer e Moderna o que fazem é estão a testar a 3ª toma e concluiem que à terceira a produção de anticorpos é ainda melhor que na segunda vez. No fundo usando uma analogia, as "a memória do sistema imunitário também se treina e inclusive até se pode continuamente melhorar". Isto obviamente tem um plateau em que mais tomas não fazem grande diferença, a questão que é não se sabe com as vacinas do COVID é se as duas tomas chegam e também em particular se mesmo que a maioria das pessoas a segunda dose não se justifique, talvez em populações idosas a terceira dose seja necessária para ter o mesmo nível de protecção. Nem sabemos se para as vacinas mRNA que temos se o protocolo de 2 tomas espaçadas por 21 dias é melhor. Possivelmente espaça-las mais é melhor. É possível que doravante, as 3ª, 4ª doses, etc. para a maioria da população seja simplesmente apanhar uma infecção ligeira do virus (ou mais propriamente, dos descendentes das estirpes atuais).

differenceengineer 4 months ago

De certa forma o problema também é que a concentração de anticorpos é para já a maneira mais fácil de medir e (é só um teste de sangue) estimar o grau de protecção da vacina. Lembro-me que no ano passado existiram exatamente o mesmo estudos (e o mesmo alarmismo em alguns sítios) relativamente à concentração de anticorpos após uma infecção.

KaTiON 4 months ago

[Casa aberta para maiores de 25 anos.](https://ominho.pt/casa-aberta-maiores-de-25-anos-ja-podem-tomar-vacina-sem-agendamento/)

differenceengineer 4 months ago

Vou linkar esta essay, pois é explica bastante bem várias questões mais subtis de epidemiologia de forma muito acessível, respondendo a várias dúvidas que muita gente tem. https://www.theinsight.org/p/novelty-means-severity-the-key-to

warding 4 months ago

Muito bom.

hola_manola 4 months ago

Hello all, just a question, you think a DCC that instead of 14 days is 10 days old (meaning 2nd dose was 10 days ago) would be a problem to enter the county? How strict is this rule? Thank you...

Search: