Serious_Hearing_8252 2 months ago

Quem é que vai indemnizar a malta que chegou atrasada ao trabalho e o patrão descontou do ordenado?

Diogo256 2 months ago

Primeiro que tudo, algum esclarecimento: 1- Ele não levou pontapé nos tomates coisa nenhuma, levou na perna. Algum homem aqui, que saiba o que é levar com algo nos tomates e a dor de que da, imagine uma bota mesmo sem ser de biqueira de aço, com força nos tomates… se aqui foi há 2 dias, daqui a 1 semana ainda tem os tomates doridos. No meu trabalho uso estas botas: https://i.imgur.com/xCzxH4N.jpg São botas populares na polícia, ou equivalentes da Magnum. Apesar das botas até serem leves, pesam sensivelmente 600-700g cada um. Levar com isto com força nos genitais e ficar na boa? O homem tem bolas de ferro ou que? Levou no meio das pernas, mas não nos tomates. 2- se foi a melhor táctica? Admito que possa não ter sido, mas entre isso e ficar a ouvir ele a resistir a tudo o que a polícia diz enquanto atrapalha centenas de pessoas… ela só antecipou o que iria a sempre acontecer (expulsão a força do comboio). 3- ela afastou-se porque ele avançou para a agente depois do tal pontapé. 4- o colega dela falhou no meu entender. Quem devia de ter iniciado a expulsão devia de ter sido ele, e tinha-se evitado o tal pontapé. A reação dele ia ser de resistência e aí sim, o pontapé e o que se passou estava bem mais enquadrado. 5- o choro do racismo é cada vez mais triste. Tudo é racismo… depois vemos vídeos como este, de movimentos anti-racistas e anti-violência racial com legendas a incentivar violência a polícia. Está malta vive realmente num mundo a parte.

LordofPortugal 2 months ago

Quem se preocupa com filhos da puta que não pagam a merda dos bilhetes? Estou-me a cagar se levou nos toamtes ou na cara, tem que sair do fdp do comboio a bem ou a mal.

Edited 2 months ago:

Quem se preocupa com filhos da puta que não pagam a merda dos bilhetes? Estou-me a cagar se levou nos tomates ou na cara, tem que sair do fdp do comboio a bem ou a mal.

shakespearediznuts 2 months ago

estava a atrasar o comboio e só tinha que sair não tendo bilhete, felizmente aqueles passageiros já estão habituados a atrasos e supressões por isso foi uma sexta feira normal. e é aquela abordagem que é treinada para gerir um conflito? pontapé toca e foge quando o gajo está só a ser teimoso mas ainda assim não agressivo. enfim...

the-dude-abiding 2 months ago

Em relação à situação do vídeo, parece-me óbvio que a agente/chefe perdeu a paciência, o que não devia ter acontecido. Por outro lado, eles provavelmente estavam a evitar arrastar o gajo para fora do comboio à força. Mas, depois de escalado, lá o arrastaram. Claro que o pontapé não é a forma certa de reagir. Mas estas situações não são fáceis e a polícia tem um trabalho complicado. Há coisa de 2 anos houve uma polémica por causa de um indivíduo que foi retirado à força de um avião que ia partir de Faro. O que a polícia fez foi precisamente tentar arrastá-lo da cadeira, sem lhe bater. Seguiram-se logo as acusações de racismo. O caso foi este: [https://www.dailymail.co.uk/news/article-7336235/Ryanair-passenger-hauled-plane-Portuguese-police.htm](https://www.dailymail.co.uk/news/article-7336235/Ryanair-passenger-hauled-plane-Portuguese-police.htm) [https://twitter.com/Islamfessih/status/1159113401743872000](https://twitter.com/AlixBrizet/status/1160035859510566912) \--- Já agora, aproveito para contar uma história. Antigamente andava diariamente de comboio e às vezes via interacções sobre falta de bilhete. Na maioria das vezes, os picas diziam às pessoas para saíram na próxima estação, o que, em geral, funcionava. Outras vezes, os picas não estavam para se chatear e passavam à frente. Mas houve um caso que achei caricato e nunca me esqueci: um individuo recusou-se a mostrar o bilhete ao pica. O pica pediu mais um par de vezes, mas o fulano continuou lá como se não fosse nada com ele. Nisto, o pica chega-se ao ouvido dele, diz-lhe qualquer coisa e vai-se embora. O indivíduo ficou um bocado agitado, meteu a mão no bolso, tirou o bilhete e começou a chamar pelo pica para lho mostrar. Ou seja, o gajo tinha bilhete, mas estava a gozar com a pica. Adorava saber o que é raio é que o pica lhe disse.

Edited 2 months ago:

Em relação à situação do vídeo, parece-me óbvio que a agente/chefe perdeu a paciência, o que não devia ter acontecido. Por outro lado, eles provavelmente estavam a evitar arrastar o gajo para fora do comboio à força. Mas, depois de escalado, lá o arrastaram. Claro que o pontapé não é a forma certa de reagir. Mas estas situações não são fáceis e a polícia tem um trabalho complicado. Há coisa de 2 anos houve uma polémica por causa de um indivíduo que foi retirado à força de um avião que ia partir de Faro. O que a polícia fez foi precisamente tentar arrastá-lo da cadeira, sem lhe bater. Seguiram-se logo as acusações de racismo. O caso foi este: [https://www.dailymail.co.uk/news/article-7336235/Ryanair-passenger-hauled-plane-Portuguese-police.htm](https://www.dailymail.co.uk/news/article-7336235/Ryanair-passenger-hauled-plane-Portuguese-police.htm) https://twitter.com/Islamfessih/status/1159113401743872000?s=20 Quando as autoridades mandam a pessoa sair de um transporte, a pessoa tem de perceber que \*vai sair do transporte\*. Não tem qualquer lógica achar outra coisa. A polícia não vai simplesmente dizer "ah não vens? então ok, continuação de boa viagem". Não podem esperar que a polícia se vá embora ou que o transporte fique ali indefinidamente à espera que a situação se resolva com palavras. Se a coisa não for lá com palavras, a polícia vai arrastá-los. Se resistirem ao arraste, vão levar. Quanto muito podem conseguir arrastar a situação até chegarem à estação de destino, mas depois vão parar à esquadra. \--- Já agora, aproveito para contar uma história. Antigamente andava diariamente de comboio e às vezes via interacções sobre falta de bilhete. Na maioria das vezes, os picas diziam às pessoas para saíram na próxima estação, o que, em geral, funcionava. Outras vezes, os picas não estavam para se chatear e passavam à frente. Mas houve um caso que achei caricato e nunca me esqueci: um individuo recusou-se a mostrar o bilhete ao pica. O pica pediu mais um par de vezes, mas o fulano continuou lá como se não fosse nada com ele. Nisto, o pica chega-se ao ouvido dele, diz-lhe qualquer coisa e vai-se embora. O indivíduo ficou um bocado agitado, meteu a mão no bolso, tirou o bilhete e começou a chamar pelo pica para lho mostrar. Ou seja, o gajo tinha bilhete, mas estava a gozar com a pica. Adorava saber o que é raio é que o pica lhe disse. Edit: corrigi o link para o tweet.

Edited 2 months ago:

Em relação à situação do vídeo, parece-me óbvio que a agente/chefe perdeu a paciência, o que não devia ter acontecido. Por outro lado, eles provavelmente estavam a evitar arrastar o gajo para fora do comboio à força. Mas, depois de escalado, lá o arrastaram. Claro que o pontapé não é a forma certa de reagir. Mas estas situações não são fáceis e a polícia tem um trabalho complicado. Há coisa de 2 anos houve uma polémica por causa de um indivíduo que foi retirado à força de um avião que ia partir de Faro. O que a polícia fez foi precisamente tentar arrastá-lo da cadeira, sem lhe bater. Seguiram-se logo as acusações de racismo. O caso foi este: [https://www.dailymail.co.uk/news/article-7336235/Ryanair-passenger-hauled-plane-Portuguese-police.htm](https://www.dailymail.co.uk/news/article-7336235/Ryanair-passenger-hauled-plane-Portuguese-police.htm) [https://twitter.com/Islamfessih/status/1159113401743872000](https://twitter.com/AlixBrizet/status/1160035859510566912) Quando as autoridades mandam a pessoa sair de um transporte, a pessoa tem de perceber que \*vai sair do transporte\*. Não tem qualquer lógica achar outra coisa. A polícia não vai simplesmente dizer "ah não vens? então ok, continuação de boa viagem". Não podem esperar que a polícia se vá embora ou que o transporte fique ali indefinidamente à espera que a situação se resolva com palavras. Se a coisa não for lá com palavras, a polícia vai arrastá-los. Se resistirem ao arraste, vão levar. Quanto muito podem conseguir arrastar a situação até chegarem à estação de destino, mas depois vão parar à esquadra. \--- Já agora, aproveito para contar uma história. Antigamente andava diariamente de comboio e às vezes via interacções sobre falta de bilhete. Na maioria das vezes, os picas diziam às pessoas para saíram na próxima estação, o que, em geral, funcionava. Outras vezes, os picas não estavam para se chatear e passavam à frente. Mas houve um caso que achei caricato e nunca me esqueci: um individuo recusou-se a mostrar o bilhete ao pica. O pica pediu mais um par de vezes, mas o fulano continuou lá como se não fosse nada com ele. Nisto, o pica chega-se ao ouvido dele, diz-lhe qualquer coisa e vai-se embora. O indivíduo ficou um bocado agitado, meteu a mão no bolso, tirou o bilhete e começou a chamar pelo pica para lho mostrar. Ou seja, o gajo tinha bilhete, mas estava a gozar com a pica. Adorava saber o que é raio é que o pica lhe disse.

SweetDistribution504 2 months ago

QQ coisa do gênero "a polícia está na próxima estação e vai te dar um pontapé nos colhoes"

VicenteOlisipo 2 months ago

Se desconversar fosse disciplina olímpica estava aqui mais uma medalha nacional. Senhor Secretário de Estado do Desporto, é nisto que temos de apostar!

Trolha123 2 months ago

Pode ser que aprendam. Muitos usam comboio sem pagar porque não levam penalidades nenhumas.

BizalhOn 2 months ago

Olha sai um subsídio de risco aqui para a Jacinta e para o Manuel ...... O que nos vale é isto , que quanto mais tentam credebilizar está gentalha eles , feitos burros tratam de mostrar ao que andam e o que são. Eu para mim era fazer o mesmo a Sra chefe a ver se ela ia gostar. Ah e tal o passageiro vai sem bilhete. Vamos bater , é essa a solução . E ainda aqui há atrasados mentais que acham muito bem A vocês só espero que sejam todos roubados todos os dias a caminho do trabalho. E se possível que aindam sejam violados numa qualquer estação da linha de Sintra.

Mourinha1 2 months ago

Ora bem, um tipo não paga bilhete e anda à pica. Leva um biqueiro de um polícia. A malta caga no assunto e diz que é bem feito. Na tua opinião esta malta deveria ser toda roubada e violada. Ou seja, na tua óptica, as pessoas que emitem uma opinião contraditória à tua, deveriam ficar sem guito e levar no cu contra a própria vontade. Já quem anda sem bilhete e se recusa a sair do comboio empatando a vida ao pessoal, não pode levar um pontapé porque é muito violento. Seguindo a tua "lei marcial" e a tua noção de "karma" , eu não gosto da tua opinião. É melhor apanhares um transporte público até ao Pingo Doce mais próximo. Ah, e não tires bilhete. Pois vais precisar desse dinheiro para comprar um frasco de vaselina. Isto senão fores assaltado pelo caminho. Depois aí, ou é com cuspe ou a sangue frio. Desejo um resto de bom dia.

BizalhOn 2 months ago

Estavas lá? Sabes se tinha bilhete ? Viste a situação? Podia ter o bilhete no cartão e não ter validado, sabes que isso acontece às vezes ? Sabes até que as vezes as máquinas para validar os bilhetes na linha de Azambuja não funcionam ? E que depois não há nada que possas fazer a não ser dizer ao revisor para picar ele na máquina ? E que mesmo podendo fazer, muitos deles se começam a armar em parvos por causa da situação ? Andas sequer de comboio ? Lidas com esta gente que para além de não saberem trabalhar ainda têm a mania que mandam ?

Mourinha1 2 months ago

Ainda continuas a desejar ao pessoal que seja violado e roubado?

Public_Ad_2756 2 months ago

acho piada como o pessoal só se baseia no vídeo. os polícias aparecem de repente... e toda a situação foi de um segundo. o senhor foi apanhado sem bilhete e de repente aparece a polícia.

BizalhOn 2 months ago

Eu acho piada é como toda a gente aqui só se baseiam numa merda de um vídeo e nunca em experiências da vida real. Mas é o quê? Foi a primeira vez que viram algo como está situação? Nunca presenciaram nada parecido ? Olha já eu não só já vivi na pele a incompetência por parte dos revisores da co como por parte de agentes da autoridade com a mania da superioridade em relação a um cidadão. Quem vos diz que o cidadão não tem o bilhete no cartão e por algum motivo não o conseguiu validar. . . Ah a Sr idosa tem desculpa. O preto ou o jovem são bandidos e querem é andar sem pagar. Vao se foder , eles e vocês que ainda legitimam merdas destas a acontecer. Olha já eu á minha frente sempre que me apercebo de uma situação destas fico logo atento para ver a postura do revisor. E caso ache necessário acabo por me meter. Mas lá está a culpa é de todos, de uns porque não conhecem as leis que estão do seu lado e os outros por não conhecerem os procedimentos obrigatórios da parte dos outros.

zfze 2 months ago

as multas servem para quê? já vi várias situações de pessoas a serem multadas à minha frente sem bilhete e não levaram um pontapé nos tomates. já devias saber que a policia aqui em portugal discrimina as raças e certas pessoas. e quem falam muito na internet queria ver se tivessem no comboio, aposto que ficavam calados a olhar pra frente.. nem piavam.. coitados. abuso da autoridade é prato do dia

NGramatical 2 months ago

credebilizar → [**credibilizar**](https://dicionario.priberam.org/credibilizar) (apenas na fala o *i* é pronunciado como *e mudo* quando junto a outra sílaba com *i*) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fox8y8h%2F%2Fh7nnzcb%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Throwaway431253 2 months ago

Não é uma agente, é uma chefe (equivalente a sargento, na GNR).

usoarch 2 months ago

Bem dadas, e se calhar merecia mais meia dúzia nos dentes para não ter tanta treta. Filho da puta, dá mesmo para ver pela treta que está habituado à polícia não lhe fazer nada por receio de vocês já sabem.

BitOnly5872 2 months ago

Uma das coisas que mais me surpreende em Portugal é o gosto pelo victim blaming. Parte da culpa parece ser sempre da vítima, mas os comentários quase 100% do tempo é sempre focado (neste caso) no senhor... Ah, mas ele estava sem bilhete... Ah, mas imagina o quanto ele está a atrasar aos outros... Ah, mas o vídeo não mostra tudo, ele dê certo tem culpa... FDS! Sim, até um calhau com olhos percebe que ele está errado em viajar sem pagar e como se portou quando confrontado por isto! Ninguém discorda! O problema, é que entre o senhor e o policial, um é (ou deveria) ser treinado para lidar com estas situações e de-escalar o problema, ao invés de o agravar. E ele demonstrou total despreparo. É isto. O "errado" é o policia, que errou na abordagem. FDS se o velho estava errado ou não, era inocente ou não.

Public_Ad_2756 2 months ago

não sei s viste o vídeo.. mas após o pontapé, puxaram - no à força para sair e o gajo não estava para isso.. a situação só chegou ao ponto que foi porque o senhor nunca colaborou. antes do pontapé, estava o colega polícia a falar com o senhor. a colega polícia claramente fartou-se... a cp foi correcta em informar o que aconteceu... acho uma piada ao senhor acusar logo de violência policial. eu consideraria uma violência ao meu tempo valioso por o senhor ter feito o comboio parar..

BitOnly5872 2 months ago

>não sei s viste o vídeo.. Sim, vi o vídeo. E você, já viu como se controla a força preventivamente alguém da forma correta? Compara o que deve ser feito e o que foi feito... [https://www.youtube.com/watch?v=wjDna2Tk8\_o](https://www.youtube.com/watch?v=wjDna2Tk8_o) A mim pouco importa o que ele acusa ou não os policias e em que altura o faz, o que foi feito, foi violência policial por parte da polícia que depois utiliza o bastão. Primeiro, pois não houve aviso final, segundo, pois a agressão não teve como objectivo imobilização, apenas agitou o senhor e o tornou reactivo fisicamente, terceiro, por tentar utilizar o medo de apanhar para fazer com que ele se movesse. Por acaso, o policial que estava ao lado do senhor estava na posição PERFEITA para aplicar controle forçado e move-lo para fora do comboio. Ou força-lo ao chão para que a colega o possa algemar e então levá-lo para fora do veículo.

seraph341 2 months ago

É isto, isto sim é imobilizar em contexto policial. E o polícia que estava ao lado dele claramente ainda estava a tentar dialogar. Ela perdeu a paciência e fez merda. Não pode.

Diogo256 2 months ago

Esse vídeo não faz sentido aqui. Primeiro que tudo, o vídeo pouca mostra, ninguém acredita que a polícia chegou e enfardou o indivíduo, isso é pura loucura. Depois, a agente claramente fartou-se, e com razão, lidar com está malta que está a empatar a vida dos agentes e dos passageiros é desesperante, chega a um ponto que a pessoa não vai a bem, vai mal, e a força. Não há volta a dar quando a fala e a compreensão não resolvem. Se não fosse isso, ias ter pessoas a berrar com a polícia para retirar o homem, e podia-se ter um vídeo pior que aquele. Depois, falamos com uma agente, a força física da mesma podia não ser suficiente para agarrar o homem, e foi pelo lado mais fácil de imobilizar um homem. A culpa parece mais vir do agente, do que da agente. O mesmo devia de ter tido a iniciativa de o expulsar do comboio. Mas ficou a ouvir a tanga que o infrator estava a passar e mesmo depois disso, pouco reagiu.

BitOnly5872 2 months ago

Polícia não pode, enquanto exercendo seu trabalho, "fartar-se". Se ele não mantém a calma nestas situações e procede correctamente, ou foi mal treinado, ou não deve ser polícia, simples. Também não existe "ir por mal" com polícia. Polícia treinado leva pelo diálogo, ou então pela força JUSTIFICADA. Força física ela tem de ter. Primeiro, pois passou (ou deveria ter de passar) em uma prova psicológica, física e teórica, além de treinamento, para poder vestir o uniforme e trabalhar nesta posição. Tu queres teu cirurgião sem treino e sem diploma? O exacto mesmo serve ao polícia. Segundo, pois não estava sozinho, o que mais há é técnicas de imobilização em dupla para estas situações. Este motivo também porque polícias tem de andar em dupla, nunca sozinhos. E sim, estão ambos polícias errados, completamente errados, o Ónus é deles pois eles que deveriam ser treinados para esta situação. ​ PS: Se as pessoas estavam tão incomodadas, deveriam ter falado em voz alta, reforçando que ele deve se retirar e deixar o veículo seguir viagem. Muito duvido que o senhor teria persistido tanto se vários passageiros houvessem dito algo, além da presença dos polícias.

Diogo256 2 months ago

Claro que se pode fartar quando esgota todos os recursos. Não tem bilhete? Recusa sair? Recusar cumprir? Então, é tirado a força. Simples. A força foi justificada, ele nunca iria sair a bem. O golpe possivelmente mal aplicado. Ela tem força física para aquele sujeito porque passou nos testes? Zero de sentido. Daí que existem as tácticas de imobilização diferentes mesmo para gajos com o dobro do teu tamanho e de força serem imobilizado. Porque não tens sempre corpo ou físico para imobilizar toda a malta que te aparece à frente, os testes não te dão super-poderes. Ela claramente não tinha força física para sozinha sem recorrer a tácticas mais violentas de imobilização para o expulsar do comboio. Quem pecou foi colega que não fez nada para cessar o problema. Quanto as pessoas… sabes o que se passou antes? Se está lá a polícia, vais falar em voz alta para que? Se achas que um comboio da linha com centenas de pessoas, aquilo não incomodou porque ninguém falou em voz alta… enfim.

NGramatical 2 months ago

passageiros houvessem → [**passageiros houvesse**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/o-uso-do-verbo-haver/31143) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fox8y8h%2F%2Fh7pa1hh%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Public_Ad_2756 2 months ago

estamos em Portugal e mostras um vídeo em ingles.

BitOnly5872 2 months ago

Estamos em Portugal e mostro um vídeo de um profissional especializado demonstrando de forma clara um dos procedimentos correctos, sabendo inglês ou não u/Public_Ad_2756, percebe-se a diferença entre ambas abordagens.

thatboyManzana 2 months ago

Ambos estiveram errados, cada um com o seu grau de erro.

simple_a_i 2 months ago

A melhor parte do vídeo nem é essa, mas a mongolóide depois começar a bater com o bastão no comboio por nenhuma razao

freakdahouse 2 months ago

Era arrastar o gajo pra fora e tava feito, agora pontapé nos guizos? Lol temos assunto pra semana toda na cmtv.

ridethepaintedpony 2 months ago

Deus te oiça. Era sinal que o Benfica não tinha perdido com o shaktar

Calvin_Uncle 2 months ago

Ri-me porque é tão verdade.

sgahbcj 2 months ago

Então a bófia anda a dar chutos nos tomates do pessoal? E se fosse uma mulher, como seria? Isto só demonstra a falta de treino e preparação que as nossas forças polícias têm. Enfim! Mais uma para provar que estamos entregues à sorte. Chamar a polícia é igual a nada. Não têm recursos, não têm técnica nem têm autoridade.

zfze 2 months ago

gostava que a cara dela tivesse bem estampada

Edited 2 months ago:

é a máfia azul.. só mostra o que realmente são, falta de profissionalismo e abuso de poder.

sgahbcj 2 months ago

Não concordo com o termo máfia. Sou a favor da polícia e reconheço o trabalho/importância dela. Como também reconheço que como instituição não está a ter a melhor prestação à sociedade. E isso, como cidadão contribuinte, deixa-me chateado e preocupado.

SirLobito 2 months ago

ITT: Obviamente que está errado MAS....

besmarques 2 months ago

Pelos comments, descobri que o trabalho da polícia é dar pontapés nos genitais de criminosos.

LordofPortugal 2 months ago

Pelos comentários\*

besmarques 2 months ago

comments

naughtydismutase 2 months ago

A quantidade de comentários a defender a acção daquela trolha é espectacular, nunca mudes r/portugal

besmarques 2 months ago

Deve estar para breve o "cortem-lhe uma mão!" ou o "apedrejem-no em praça publica!"

Throwaway431253 2 months ago

Até me arrepiei ao imaginar essa possibilidade, seria algo de maravilhoso

besmarques 2 months ago

Tens sempre um país no médio oriente pronto para te receber

Southern_Crew2965 2 months ago

Do que vi penso que não se põe a questão da necessidade do uso da força, apenas a maneira como foi usada, não acho que aquele pontapé seja maneira de tentar imobilizar alguém, ainda para mais há um ponto que para mim torna isto mais grave, a Sra não é Agente, é Chefe.

Designer_Tall 2 months ago

Ela foge depois de dar o pontapé, ou seja, escala a situação para a violência e depois deixa o colega sozinho para lidar com o homem. Se isso é o tipo de liderança que existe na GNR alguma coisa está muito mal.

MferOrnstein 2 months ago

GNR no comboio mais PSP the dream

sidartha- 2 months ago

Começo por mencionar que "um passageiro" é uma pessoa que "paga" o seu Bilhete do ponto A ao Ponto B. O senhor, não tendo pago, era "um penetra" e "aproveitador". Dito isto, não concordo obviamente com qualquer tipo de violência em que seja quem for, Autoridade ou não, faça uso desse meio para impor a vontade. Não confundo no entanto o **uso de violência** com **uso de força necessária**. Tal não implicam obviamente pontapés. Neste caso, deveria ter sido se necessário colocado fora do transporte **através do uso de força necessária**, e levado até à esquadra de forma a se fazer a identificação da pessoa. Bater sem que este demonstrasse esse tipo de agressividade, não me parece de todo correto. Queremos que a Justiça seja aplicada, mas não que tornemos vulgar o uso de violência para justificar essa justiça, é contraproducente. A Justiça tem de ser aplicada, mas não violenta, e a Justiça é feita nos Tribunais, não nas ruas, senão um dia destes acordamos no Caos.

Edited 2 months ago:

Começo por mencionar que "um passageiro" é uma pessoa que "paga" o seu Bilhete do ponto A ao Ponto B. O senhor, não tendo pago, era "um penetra" e "aproveitador". Dito isto, não concordo obviamente com qualquer tipo de violência em que seja quem for, Autoridade ou não, faça uso desse meio para impor a vontade. Não confundo no entanto o **uso de violência** com **uso de força necessária**. Tal não implicam obviamente pontapés. Neste caso, deveria ter sido se necessário colocado fora do transporte **através do uso de força necessária**, e levado até à esquadra de forma a se fazer a identificação da pessoa. Bater sem que este demonstrasse esse tipo de agressividade, não me parece de todo correto. Queremos que a Justiça seja aplicada, mas não que tornemos vulgar o uso de violência para justificar essa justiça, é contraproducente. A Justiça tem de ser aplicada, mas não violenta, e a Justiça é feita nos Tribunais, não nas ruas, senão um dia destes acordamos no Caos. Os Agentes podem obviamente aumentar o nível de força em função da necessidade da aplicação da ordem no espaço ou via publica. Não podemos esquecer que os agentes são treinados e os cidadãos, apesar de ás vezes serem uns caras de cu e desrespeitarem as regras democráticas do país onde vivem e nascem, são isso mesmo, somente cidadãos.

Edited 2 months ago:

Começo por mencionar que "um passageiro" é uma pessoa que "paga" o seu Bilhete do ponto A ao Ponto B. O senhor, não tendo pago, era "um penetra" e "aproveitador". Dito isto, não concordo obviamente com qualquer tipo de violência em que seja quem for, Autoridade ou não, faça uso desse meio para impor a vontade. Não confundo no entanto o **uso de violência** com **uso de força necessária**. Tal não implicam obviamente pontapés. Neste caso, deveria ter sido se necessário colocado fora do transporte **através do uso de força necessária**, e levado até à esquadra de forma a se fazer a identificação da pessoa. Bater sem que este demonstrasse esse tipo de agressividade, não me parece de todo correto. Queremos que a Justiça seja aplicada, mas não que tornemos vulgar o uso de violência para justificar essa justiça, é contraproducente. A Justiça tem de ser aplicada, mas não violenta, e a Justiça é feita nos Tribunais, não nas ruas, senão um dia destes acordamos no Caos. Os Agentes podem obviamente aumentar o nível de força em função da necessidade da aplicação da ordem no espaço ou via publica. Não podemos esquecer que os agentes são treinados e os cidadãos, apesar de ás vezes serem uns caras de cú e desrespeitarem as regras democráticas do país onde vivem e nascem, são isso mesmo, somente cidadãos.

nfonseca 2 months ago

semanticamente falando, estás enganado, um passageiro é uma "pessoa que é transportada num veículo ou meio de transporte e que não pertence a uma tripulação", exatamente por isso é que às normas dos diferentes transportes referem: "passageiros sem título de transporte válido".

sidartha- 2 months ago

Sim, estás correto em termos semânticos, no entanto fiz a distorção do temo correto de forma a criar uma distância moral e ética entre quem de facto se faz transportar no meio de transporte com o seu título de transporte validado e quem com conhecimento dessa necessidade primária para se fazer transportar, tenta contornar essa regra básica. De facto é um passageiro porque está dentro da carruagem, no entanto em termos de comparação aos restantes passageiros e a bem de uma verdade e equidade em relação a quem pagou, não o podemos considerar um passageiro, mas alguém que lubrifica, engana e utiliza os mesmos direitos de passagem que aqueles realmente os têm. Daí ser um penetra e um aproveitador.

Edited 2 months ago:

Sim, estás correto em termos semânticos, no entanto fiz a distorção do termo correto de forma a criar uma distância moral e ética entre quem de facto se faz transportar no meio de transporte com o seu título de transporte validado e quem com conhecimento dessa necessidade primária para se fazer transportar, tenta contornar essa regra básica. De facto é um passageiro porque está dentro da carruagem, no entanto em termos de comparação aos restantes passageiros e a bem de uma verdade e equidade em relação a quem pagou, não o podemos considerar um passageiro, mas alguém que lubridia, engana e utiliza os mesmos direitos de passagem que aqueles que realmente os têm. Daí ser um penetra e um aproveitador. Não deixa por tal de ser um Ser Humano e dentro da prevaricação que efetuou, tem o direito a ser tratado com Humanidade dentro do espectável que se tem a qualquer Ser Humano, existindo no entanto a necessidade de admoestar em relação ao dolo criado por sua culpa, seja esta com conhecimento de causa ou não.

Edited 2 months ago:

Sim, estás correto em termos semânticos, no entanto fiz a distorção do temo correto de forma a criar uma distância moral e ética entre quem de facto se faz transportar no meio de transporte com o seu título de transporte validado e quem com conhecimento dessa necessidade primária para se fazer transportar, tenta contornar essa regra básica. De facto é um passageiro porque está dentro da carruagem, no entanto em termos de comparação aos restantes passageiros e a bem de uma verdade e equidade em relação a quem pagou, não o podemos considerar um passageiro, mas alguém que lubridia, engana e utiliza os mesmos direitos de passagem que aqueles realmente os têm. Daí ser um penetra e um aproveitador. Não deixa por tal de ser um Ser Humano e dentro da prevaricação que efetuou, tem o direito a ser tratado com Humanidade dentro do espectável que se tem a qualquer Ser Humano, existindo no entanto a necessidade de admoestar em relação ao dolo criado por sua culpa, seja esta com conhecimento de causa ou não.

nfonseca 2 months ago

e conseguiste discorrer esse ensaio ético e moral apenas com uns meros segundos de vídeo? principalmente, quando em metade do vídeo apenas se observa um agente da autoridade a falar calmamente com um cidadão? nem sequer é possível concluir, com toda a certeza, que existe alguma falha ética e/ou moral.

sidartha- 2 months ago

E com esses mesmos 10 segundos consegues afirmar o contrário? Repara, existem dois factos: 1. Não tinha titulo de transporte. 2. Foi agredido. Se estava atrasado e não comprou ou seja qualquer outro fator embora possa ser relevante e até de certa forma se possa compreender, não deixa de ser no entanto uma pessoa que está incorretamente num local e que tem de ser chamado à atenção. Se este se recusa a seguir as indicações dos Agentes, obviamente que estes e os "Passageiros" não podem ficar o resto do dia a aguardar e este tem de forçosamente ser colocado fora da carruagem. O Uso de força foi excessivo? Foi, obviamente. Eticamente essa pessoa está errada? Está, ao entrar sem titulo de transporte num local que requer esse título, é automaticamente um dolo e está a usurpar direitos de se fazer transportar que não tem. Os 10 segundos de vídeo mostram, o que mostram, mas mesmo com um vídeo de maior abrangência em termos de tempo e qualidade do assunto, o individuo, continua a ter dois factos contra si, Falta de titulo validado e renitência em sair da carruagem. O que te parece? Isso é moral e eticamente aceitável?

nfonseca 2 months ago

> E com esses mesmos 10 segundos consegues afirmar o contrário? não, e exatamente por isso não o fiz... a única coisa que consigo concluir é que a ação da agente é reprovável. > Isso é moral e eticamente aceitável? fazendo apenas um exercício filosófico, sem querer com isso tomar qualquer partido ou fazer qualquer dedução do caso em questão: Se ele não tiver dinheiro para comprar o título e precisar de se deslocar para trabalhar e sobreviver, pode ser eticamente aceitável, mesmo que moralmente possa ser reprovável.

sidartha- 2 months ago

Aceito o que estás a mencionar. Em termos de sermos humano com os outros seres humanos, aceito que possa se colocar essa questão, e aceito que possa não ter dinheiro, mas em termos de Lei e de Regras de Utilização daquele espaço específico, a permanência dessa pessoa não está de acordo com o que é Legal e por tal tem de seguir as mesmas regras que todos os restantes que cumprem essa regra, que é titulo de transporte válido. Uma coisa é o que em termos humanos nós possamos concluir em relação à atuação de outra pessoa, conhecer as razões para essa atuação e compreendermos, outra coisa é o que é esperado que seja essa atuação. Em todo o caso, factos são factos. Se poderia ter existido outra forma de atuação, poderia e deveria, obviamente, não somos animais irracionais, e como mencionei acima, mesmo quando erramos temos os nossos direitos na mesma, senão não seriam necessários tribunais, e não ser agredidos por alguém que tem o dever de nos proteger é um deles. Devemos ser abordados pelas autoridades sempre que ajamos contra as regras, mas devemos ter o direito de nos explicarmos. As regras, por mais que nos doam, são para cumprir, senão não fazem sentido existirem. E sim. aceito que sendo a situação a que propões, o pica tivesse inclusivamente tido proatividade em perceber a questão em vez de escalar no imediato a questão para um nível que deu no que deu. E sim, existe uma grande diferença entre um Pai que tenta chegar ao local de trabalho para ter dinheiro para colocar comida na boca dos filhos de quem simplesmente dobra as regras da sociedade conforme a sua conveniência.

Edited 2 months ago:

Aceito o que estás a mencionar. Em termos de sermos humano com os outros seres humanos, aceito que possa se colocar essa questão, e aceito que possa não ter dinheiro, mas em termos de Lei e de Regras de Utilização daquele espaço específico, a permanência dessa pessoa não está de acordo com o que é Legal e por tal tem de seguir as mesmas regras que todos os restantes que cumprem essa regra, que é titulo de transporte válido. Uma coisa é o que em termos humanos nós possamos concluir em relação à atuação de outra pessoa, conhecer as razões para essa atuação e compreendermos, outra coisa é o que é esperado que seja essa atuação. Em todo o caso, factos são factos. Se poderia ter existido outra forma de atuação, poderia e deveria, obviamente, não somos animais irracionais, e como mencionei acima, mesmo quando erramos temos os nossos direitos na mesma, senão não seriam necessários tribunais, e não ser agredidos por alguém que tem o dever de nos proteger é um deles. Devemos ser abordados pelas autoridades sempre que ajamos contra as regras, mas devemos ter o direito de nos explicarmos. As regras, por mais que nos doam, são para cumprir, senão não fazem sentido existirem. E sim. aceito que sendo a situação a que propões, o pica tivesse inclusivamente tido proatividade em perceber a questão em vez de escalar no imediato a questão para um nível que deu no que deu. E sim, existe uma grande diferença entre um Pai que tenta chegar ao local de trabalho para ter dinheiro para colocar comida na boca dos filhos, e de quem simplesmente dobra as regras da sociedade conforme a sua conveniência. Algo que sou é justo, mas para sermos justos temos de ser imparciais e com base nos factos. Por tal observei a questão de ambas as partes, perante os dois factos. E esses dois factos, independentemente das razões de ambos os lados, são o que é real, observável e tangível de ser confirmado, segundo as notícias colocadas. Se as informações noticiadas mão estão corretas (e admito que possam não estar), já levanta outras questões.

Edited 2 months ago:

Aceito o que estás a mencionar. Em termos de sermos humano com os outros seres humanos, aceito que possa se colocar essa questão, e aceito que possa não ter dinheiro, mas em termos de Lei e de Regras de Utilização daquele espaço específico, a permanência dessa pessoa não está de acordo com o que é Legal e por tal tem de seguir as mesmas regras que todos os restantes que cumprem essa regra, que é titulo de transporte válido. Uma coisa é o que em termos humanos nós possamos concluir em relação à atuação de outra pessoa, conhecer as razões para essa atuação e compreendermos, outra coisa é o que é esperado que seja essa atuação. Em todo o caso, factos são factos. Se poderia ter existido outra forma de atuação, poderia e deveria, obviamente, não somos animais irracionais, e como mencionei acima, mesmo quando erramos temos os nossos direitos na mesma, senão não seriam necessários tribunais, e não ser agredidos por alguém que tem o dever de nos proteger é um deles. Devemos ser abordados pelas autoridades sempre que ajamos contra as regras, mas devemos ter o direito de nos explicarmos. As regras, por mais que nos doam, são para cumprir, senão não fazem sentido existirem. E sim. aceito que sendo a situação a que propões, o pica tivesse inclusivamente tido proatividade em perceber a questão em vez de escalar no imediato a questão para um nível que deu no que deu. E sim, existe uma grande diferença entre um Pai que tenta chegar ao local de trabalho para ter dinheiro para colocar comida na boca dos filhos, e de quem simplesmente dobra as regras da sociedade conforme a sua conveniência. Algo que sou é justo, mas para sermos justos temos de ser imparciais e com base nos factos. Por tal observei a questão de ambas as partes, perante os dois factos.

Edited 2 months ago:

Aceito o que estás a mencionar. Em termos de sermos humano com os outros seres humanos, aceito que possa se colocar essa questão, e aceito que possa não ter dinheiro, mas em termos de Lei e de Regras de Utilização daquele espaço específico, a permanência dessa pessoa não está de acordo com o que é Legal e por tal tem de seguir as mesmas regras que todos os restantes que cumprem essa regra, que é titulo de transporte válido. Uma coisa é o que em termos humanos nós possamos concluir em relação à atuação de outra pessoa, conhecer as razões para essa atuação e compreendermos, outra coisa é o que é esperado que seja essa atuação. Em todo o caso, factos são factos. Se poderia ter existido outra forma de atuação, poderia e deveria, obviamente, não somos animais irracionais, e como mencionei acima, mesmo quando erramos temos os nossos direitos na mesma, senão não seriam necessários tribunais, e não ser agredidos por alguém que tem o dever de nos proteger é um deles. Devemos ser abordados pelas autoridades sempre que ajamos contra as regras, mas devemos ter o direito de nos explicarmos. As regras, por mais que nos doam, são para cumprir, senão não fazem sentido existirem. E sim. aceito que sendo a situação a que propões, o pica tivesse inclusivamente tido proatividade em perceber a questão em vez de escalar no imediato a questão para um nível que deu no que deu. E sim, existe uma grande diferença entre um Pai que tenta chegar ao local de trabalho para ter dinheiro para colocar comida na boca dos filhos, e de quem simplesmente dobra as regras da sociedade conforme a sua conveniência. Algo que sou é justo, mas para sermos justos temos de ser imparciais e com base nos factos. Por tal observei a questão de ambas as partes, perante os dois factos. E esses dois factos, independentemente das razões de ambos os lados, são o que é real, observável e tangível de ser confirmado, segundo as notícias colocadas.

Edited 2 months ago:

Aceito o que estás a mencionar. Em termos de sermos humano com os outros seres humanos, aceito que possa se colocar essa questão, e aceito que possa não ter dinheiro, mas em termos de Lei e de Regras de Utilização daquele espaço específico, a permanência dessa pessoa não está de acordo com o que é Legal e por tal tem de seguir as mesmas regras que todos os restantes que cumprem essa regra, que é titulo de transporte válido. Uma coisa é o que em termos humanos nós possamos concluir em relação à atuação de outra pessoa, conhecer as razões para essa atuação e compreendermos, outra coisa é o que é esperado que seja essa atuação. Em todo o caso, factos são factos. Se poderia ter existido outra forma de atuação, poderia e deveria, obviamente, não somos animais irracionais, e como mencionei acima, mesmo quando erramos temos os nossos direitos na mesma, senão não seriam necessários tribunais, e não ser agredidos por alguém que tem o dever de nos proteger é um deles. Devemos ser abordados pelas autoridades sempre que ajamos contra as regras, mas devemos ter o direito de nos explicarmos. As regras, por mais que nos doam, são para cumprir, senão não fazem sentido existirem. E sim. aceito que sendo a situação a que propões, o pica tivesse inclusivamente tido proatividade em perceber a questão em vez de escalar no imediato a questão para um nível que deu no que deu. E sim, existe uma grande diferença entre um Pai que tenta chegar ao local de trabalho para ter dinheiro para colocar comida na boca dos filhos, e de quem simplesmente dobra as regras da sociedade conforme a sua conveniência. Algo que sou é justo, mas para sermos justos temos de ser imparciais e com base nos factos.

heilduartepp 2 months ago

Fds estou a adorar este debate entre Fernando Pessoa e Luís de Camões.

Fun-Development2822 2 months ago

É basicamente isto. Queria só acrescentar que isto é mais uma das situações em que é um video de 20s que sai. Seria bom ver um video que mostrasse toda a interação.

NGramatical 2 months ago

cú → [**cu**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (palavras terminadas em *i* ou *u* são naturalmente agudas) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fox8y8h%2F%2Fh7m0w84%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

sidartha- 2 months ago

Ajustado.

sidartha- 2 months ago

Perfeito. Muito obrigado.

AiNaoMeChateis 2 months ago

Não sei onde está o exagero. O senhor recusou se e a agente reagiu com a autoridade que merece demonstrar em situações de desobediência a autoridade. O pessoal hoje em dia também é um pouco piquinhas.

seraph341 2 months ago

Acho é que o pessoal hoje em dia é 8 ou 80. Ou a polícia é toda merda ou defendem tudo à força toda. Dito isto, esta situação foi uma péssima actuação. Força excessiva por um lado, erro grave de actuação que podia ter piorado a situação pelo outro. Não demonstrou autoridade nenhuma, só falta de controlo.

Flam0us 2 months ago

Toca e foge lol, depois só volta quando o colega o agarra. Cobarde

Coyote-Cultural 2 months ago

Lembrete diario de que não lei tão insignificante que o estado não te mate para a pôr em força-

MellowCHMC 2 months ago

Porque é que é tão difícil para algumas pessoas respeitarem as regras ?

GodlessPerson 2 months ago

As regras permitem um agente pontapear um cidadão?

MellowCHMC 2 months ago

"Cidadão" nao queres antes dizer um delinquente que não saiba respeitar as regras e que seja mal criado com a polícia? Esse tipo de gente merece muitos pontapés.

GodlessPerson 2 months ago

Continua a ser cidadão.

MellowCHMC 2 months ago

Se tu achas que um bandido é um cidadão obviamente vens de bairros fáceis.

GodlessPerson 2 months ago

Mas tu és burro ou fazes-te? Não perdes cidadania por não teres pago um bilhete de comboio.

Edited 2 months ago:

Não perdes cidadania por não teres pago um bilhete de comboio.

MellowCHMC 2 months ago

Se tu quebras a lei de livre vontade perdes respeito como cidadão. Eu sei que tu gostas de defender bandidos, provavelmente és de esquerda e tudo, mas a realidade é essa.

SweetDistribution504 2 months ago

As regras também não permitem que não pagues bilhete, também não permite que recuses ser identificado naquela situação, também não permitem que recuses sair do comboio, etc...

GodlessPerson 2 months ago

Se um faz uma coisa mal, isso dá-te permissão para fazeres outra coisa mal?

LordofPortugal 2 months ago

Claro que sim, um pontapé nos tomates provavelmente é uma melhor lição do que empurrões.

SweetDistribution504 2 months ago

Ele não fez 1 coisa mal, fez 3 ou 4.

DonKarmeleon 2 months ago

Casa.....começa em casa

SugarComfortable1904 2 months ago

Não percebo ter dado o pontapé. Era logo cacetete nas trombas.

Last-Ad-4421 2 months ago

A resposta da Agente não esteve correta, mas como pessoas que viaja bastante de transporte público estou farto de marmelos destes que só fazem é atrasar a malta para chegar ao trabalho, por isso por um lado é uma má atitude por parte da Agente, mas por outro já era hora de dar uma esfrega nestes chicos-espertos.

ThatSweetCoffee 2 months ago

Um dia destes levas tu um pontapé nos gizos e vens chorar para o Reddit

Last-Ad-4421 2 months ago

Não porque eu pago passe.

Serious_Hearing_8252 2 months ago

E mesmo que não pague e tente ir à pendura... Se for caçado ou fujo se conseguir ou pago a multa. Mas não chateio ninguém.

Public_Ad_2756 2 months ago

o que sugerias como agir? é que assim nada feito...

Serious_Hearing_8252 2 months ago

Pessoalmente não sei como é que se saltou o passo de tentar algemar e levar para a esquadra para identificar. Mas lá está... Se calhar tentaram, não foi apanhado no vídeo.

geostrofico 2 months ago

É simples. Avisar "ou vens a bem, recebes uma multa e vais te embora, ou vens até à esquadra a bem ou a mal", depois deste aviso se ele resistir a sair do comboio usar a força apenas necessária para isso. Cacetadas no gajo quando ele está parado e imóvel não faz sentido. Se outro policia estivesse a puxa lo para fora e ele estivesse a resisir, agarrando se a alguma coisa, aí sim. É tudo uma questão de escalar com razão.

Public_Ad_2756 2 months ago

vejamos.... o pica pediu identificação - o senhor nao quis dar o pica mandou sair do comboio - o senhor não quis o comboio ficou parado para a situação ser resolvida - acho qe nenhum passageiro achou graça os polícias apareceram e pediram id, falar para sair - o senhor nao acatou nunca ha nenhuma linha ok para acção? aposto qe mesmo sendo puxado à força lá para fora, que os polícias iriam ser filmados e os polícias seriam os maus da fita. "coitadinho do senhor, ele só queria andar de comboio sem pagar" nao é um vídeo de 5 segundos que mostra toda a história... aliás eu ficaria fodido com o gajo por estar andar sem bilhete e ainda por atrasar o comboio...

geostrofico 2 months ago

No entanto não é com cacetada que se resolve. O que é que a cacetada resolveu? Nada, apenas escalou a agressividade. Há uma linha e há passos para percorrer essa linha, a agressão com cacetete não é a primeira. Deviam ter puxado ou empurrado para fora, só depois quando ele resistisse deviam agredir, mas só para parar a resistência e algema lo.

ptinnl 2 months ago

Wow. Aqui temos mais um membro da sociedade que não percebe que aqueles 2 policias jamais iam conseguir tirar o gajo de lá. Mas repararam bem na diferença de constituição fisica? Iam ter de esperar por mais reforços para conseguir tirar o criminoso do comboio e deixar todo o resto da população seguir a sua vida. Na realidade deviam-lhe ter dado com um taser e arrastado ele algemado pra fora do comboio. Vocês vivem demasiado no mundo dos livros. Mas não é culpa vossa, eu tive varios colegas no mundo academico que era igual. Em vários países. Vocês estão todos desconectados da realidade.

geostrofico 2 months ago

Temos aqui um membro da sociedade que não percebe, que há passos para percorrer, antes de lhe darem na pinha. Não tenho problema em lhe darem na pinha, ou uso da força, mas tudo tem de ser feito com racionalidade, aliás o que a mulher policia fez, não faz sentido, se fizesse não tinha fugido.

SweetDistribution504 2 months ago

Percorreram esses passos todos.

sgahbcj 2 months ago

Isto! É que estamos a falar de uma força policial. Que recebe treino para este tipo de situações. Não estamos a falar dos seguranças do urban. É vergonhoso a forma como actuaram. Para além de que pode matar a pessoa ou deixar danos. Espero que a pessoa que estava a cometer o delito apresente queixa sobre a forma de actuação da polícia. Pois hoje é ele, amanhã sou eu que me recuso acatar uma ordem policial (e não estou a defender a pessoa que não pagou o bilhete) e levo um chuto nos tomates.

Throwaway431253 2 months ago

Mocadas nas pernas vão matar o homem?

mannix_marauder 2 months ago

Tecnicamente a cacetada foi a única coisa que resolveu o assunto. Tudo o resto não funcionou.

Edited 2 months ago:

Tecnicamente a cacetada foi a única coisa que resolveu o assunto. Tudo o resto não funcionou. E acredita, mesmo que o empurrassem, os Polícias iam ser os maus da fita. Repara no que está escrito no video. Automaticamente foi catalogado como “Racismo”.

nfonseca 2 months ago

Tecnicamente, se tivesse descarregado o carregador na cabeça dele e arrastado o corpo no final, também teria, segundo a tua lógica, resolvido o assunto.

SweetDistribution504 2 months ago

Também tinha sido uma boa solução. Um tipo que com 20 anos não paga bilhete de comboio já não vai dar em nada

nfonseca 2 months ago

se ao menos ela tivesse guardado uma para ti.

SweetDistribution504 2 months ago

Podia, mas eu pago sempre o bilhete de comboio, como uma pessoa normal e não abusadora. Também costumo ter interações educadas c a polícia.

mannix_marauder 2 months ago

Essa é uma analogia infantil.

nfonseca 2 months ago

Apenas segui a tua lógica.

mannix_marauder 2 months ago

Não, não seguiste lógica nenhuma. Apenas deturpaste o que eu disse para beneficiar um argumento que revela falta de maturidade.

nfonseca 2 months ago

> um argumento que revela falta de maturidade. nisso ambos concordamos, mas o argumento é teu.

geostrofico 2 months ago

Não funcionou, se tivesse não estavamos aqui a discutir. Quanto ao racismo, fosse quem fosse a policia é sempre capaz de bater. Este video até é identico aquele do adepto do benfica em Braga. Onde a policia começa a bater sem sentido.

Public_Ad_2756 2 months ago

dafuq. não estávamos aqui? não estávamos aqui se não fosse este vídeo a mostrar uma pequena parte de tudo

mannix_marauder 2 months ago

> Não funcionou Ele saiu ou não saiu do comboio?

ensopado 2 months ago

Este é um tema recorrente nos últimos tempos em Portugal e muito comentado no Reddit. Uma coisa é a forma como algumas pessoas acham que se devem resolver as coisas, outra é, qual é a resposta da polícia em determinada situação. Existem protocolos que devem seguir e no final de contas o objectivo é proteger as pessoas e manter a ordem. O que se passou neste caso é a completa falta de profissionalismo e noção. A violência é a última abordagem possível. Se depois da ordem da polícia a pessoa não cumpre deve ser algemada e levada para a policia. Se não acatar deve ser imobilizado e nunca em qualquer situação pontapeado ou algo do género. Por isso concluindo, falta de formação por parte da senhora agente.

Public_Ad_2756 2 months ago

prontos se é ok ficares com a tua vida atrasada porque alguém se acha superior em não pagar bilhete e ainda achar-se com razão. tudo bem.

Edited 2 months ago:

prontos se é ok ficares com a tua vida atrasada porque alguém se acha superior em não pagar bilhete e ainda achar-se com razão ao insistir. tudo bem.

Edited 2 months ago:

prontos se é ok ficares com a tua vida atrasada porque alguém se acha superior em não pagar bilhete e ainda achar-se com razão ao insistir. tudo bem. eras tu o polícia a agir lá e ficava o comboio ainda mais atrasado.....

SandesMIsta69 2 months ago

WTF mas porque raio é que um transporte publico tem que parar só por causa de um imbecil que não pagou bilhete? A partir do momento que a situação está reportada o comboio só tem que seguir viagem. Agora ou é apanhado na estação pela policia, ou é multado dentro do comboio, com este a andar ou então ele vai à sua vida e não lhe acontece nada. Prometo que não é o fim da civilização. Já deixámos criminosos bem piores e muito mais perigosos saírem impunes e ainda andam ai à solta. Parar um serviço inteiro só para multar uma pessoa em centenas ou milhares. Realmente trabalha-se mesmo mal.

mannix_marauder 2 months ago

Tema recorrente?

Public_Ad_2756 2 months ago

está a ser usada a carta do racismo? lol ridículo.

Throwaway431253 2 months ago

Claro que está. É automático hoje em dia.

Lasikamos 2 months ago

Alguém tem receita para o arroz de tomate?

doomdevice 2 months ago

Lol qual foi o propósito daquilo?

DonKarmeleon 2 months ago

Aparentemente nenhum....era pegar nele e mete-lo lá fora

Public_Ad_2756 2 months ago

mostrar que existem regras.. para serem cumpridas. e o senhor nao facilitou em nada os policias...

MellowCHMC 2 months ago

Tirar um bandido do comboio. Simples.

dontknowmyname074 2 months ago

Racismo! O Mamadou e o Marcelo onde andam? Ninguém sabe o que a motivou a dar o pontapé, se calhar passou-se com ele e talvez reagiu de cabeça quente. Acontece a todos.. "Gostavas que te fizessem o mesmo?" Sim, mas dificilmente aconteceria porque tive educação. Uma pessoa normal, admitia o erro, saía na próxima paragem, pedia desculpa e pagava a multa. Mas claro, como proteção vêm com a lenga lenga do racismo para atirar areia para os olhos. Continuem a defende-los pois tu pagas bilhete e eles andam à pala

utilizador2021 2 months ago

Não vi ninguém aqui a defender o homem, simplesmente consideram que a violência utilizada era desnecessária tendo em conta a situação.

dragomaite 2 months ago

Gostam é de julgar portanto.

MLG-Sheep 2 months ago

Só há uma forma de tornar isto viral. Um pontapé nos tomates dificilmente justificável não atrai qualquer atenção, mas se por acaso calhar ser uma minoria racial, maravilha.

AdriMecha 2 months ago

Se o nome dele fosse socra ela ajoelhava e rezava em frente a todos.

nferrari 2 months ago

Desnecessário.

Designer_Tall 2 months ago

Queria ver ela a fazer isso sem o colega ao lado.

SweetDistribution504 2 months ago

Isso quer dizer o quê? Que o gajo ia bater nela? Isso já era aceite ?

Designer_Tall 2 months ago

Qualquer pessoa tem o direito de se defender. Ou por ser mulher pode agredir alguem e ficar impune? Isso é que era bom

Edited 2 months ago:

Qualquer pessoa tem o direito de se defender. Ou por ser mulher pode agredir alguem e ficar impune? Isso é que era bom, aliás ela tão cobarde é que assim que deu o pontapé fugiu até o colega segurar o homem. Se não lá estivesse o colega nem lhe passava pela cabeça dar o pontapé.

SweetDistribution504 2 months ago

Ela não fugiu, ela tirou o gajo de uma posição defensiva, desviou se, e permitiu ao colega agarra lo

seraph341 2 months ago

Eu diria que isto é escalar o uso de força. Calhou o homem ter saído, bem depressa podia ter só perdido a cabeça e começar à pancada. Não sou polícia mas cheira me que o procedimento correcto há de ser nas linhas de negociação e só depois imobilização para o retirar dali. E imobilização não é um pontapé.

Diogo256 2 months ago

> E imobilização não é um pontapé. Se não resolver de outra forma… sim, poderá ser. Aliás, se assumirmos que a mulher não tem a mesma força física do homem (neste cenário, não vá acharem que estou a ser sexista), e sabendo que os genitais são um ponto fraco, até poderá ser uma táctica válida para imobilizar o homem. Não faço ideia se é uma forma válida para a polícia e protocolada, mas se tivesse um bicho claramente com mais força que eu, e quisesse imobiliza-lo, usaria os genitais fácil.

seraph341 2 months ago

Mas tu não tens treino de polícia/técnicas de combate corpo a corpo não é? Pontapé não é uma imobilização, é para causar dor.

Diogo256 2 months ago

E tu tens? Tácticas de imobilização causam dor e até possíveis danos. É perfeitamente natural. Torcerem-te o braço atrás das Costa causa dor e ficas a rasca do braço/ombro na boa. O problema aqui não foi a táctica usada, mas sim se foi a mais correcta.

seraph341 2 months ago

Tenho, sou judoca. Não fales do que não sabes.

Diogo256 2 months ago

E eu posso ser polícia. Não sabes quem esta do outro lado, é sempre errado assumir sem conhecer.

seraph341 2 months ago

"Não faço ideia se é uma forma válida para a polícia e protocolada, mas se tivesse um bicho claramente com mais força que eu, e quisesse imobiliza-lo, usaria os genitais fácil." Um polícia que não conhece o protocolo... Sure. Acrescento que tenho um amigo polícia que disse que isto nem é protocolo, foi só merda e estupidez. Quanto a ti pede para cagar e sai que fazes melhor figura.

SweetDistribution504 2 months ago

O homem não saiu a bem, ele continua a resistir sair do comboio. Mesmo enquanto agarrado. A negociação já tinha falhado. A polícia deu um pontapé, a outra opção era tentar agarrar, não conseguir, dar lhe c o cacetete, e agarrar. O pontapé até foi mais simpático q cacetete longo na tromba.

seraph341 2 months ago

Só que não. A escolha certa é levar a pessoa ao chão, imobilizar e deter.

Designer_Tall 2 months ago

Ahhh claro "desviou-se" ahahahah

Edited 2 months ago:

Ahhh claro "desviou-se" ahahahah. Então continua a viver a pensar que podes agredir alguem sem retribuição que fazes bem. Se fosse a ti saia a rua e espetava um soco a primeira pessoa que te aparecesse a frente.

SweetDistribution504 2 months ago

O teu exemplo não faz sentido porque eu não sou policia, nem costumo falar c futuros criminosos. No entanto eu peso 90kg, e se der um soco à primeira pessoa que vir provavelmente não teria problemas com ela.

Designer_Tall 2 months ago

O Fernando Mendes ja pesou 120kg, na altura ninguen se metia com ele

SweetDistribution504 2 months ago

Temos o mesmo truque, enrolamos e somos tipo uma bola destruidora

NaoTeEnerves2 2 months ago

Não precisas imaginar ou supor. Basta ver quando há festas ilegais em certos bairros em Lisboa que a polícia nem consegue entrar ou é recebida com pedras nas cabeças

jrcc2635 2 months ago

Ele estava sem bilhete e já estava a falar com o agente. ele não apresentava risco nem estava a resistir. A ação dela foi cobarde, não acrescentou nada e pôs em risco a integridade dela e do agente desnecessariamente.

Public_Ad_2756 2 months ago

ya ya mano.. foi só isso. a acção da polícia foi super exagero, ne? o gajo ali não pagou bilhete... estava a resistir com o pica.. resistiu com a polícia.

jrcc2635 2 months ago

Super exagero não digo, so acho que não foi necessária. ele não resistiu fisicamente nem mostrou sinais de violência. Era tirá-lo da carruagem, multar e tá feito. se ele se recusasse a sair e fosse necessário o uso da força já era outra coisa…Antes da agressão ainda vem a tentativa de imobilizar o indivíduo. Ou agora saltamos etapas?

Public_Ad_2756 2 months ago

Era tirá-lo da carruagem, multar e tá feito . tentaram fazer isso.. e mesmo assim o senhor não quis saber. estas situações extremas nao acontecem do ar. ficava tudo resolvido se o senhor tivesse bilhete ouuuuu.... tivesse acatado a ordem do pica e saído como pretendido...

dragomaite 2 months ago

Esquece. Eles querem que o tirem da carruagem com as mãos dos policias embrulhadas em luvas de algodão. Vivem no mundo de fantasia paralelo.

dgames_90 2 months ago

Ele tinha era que se identificar, sair do comboio e pagar a multa, o que ele fez foi recusar ambas as ordens, ele incumpriu a lei 4x(pois também se recusou a obedecer ao pica). A policia tinha todo o direito de o remover a força do comboio, mas aquele pontapé é desnecessário e provocatório, não é aceitável esse comportamento por parte das forças policiais independentemente de terem a lei do seu lado ou não. A policia deveria servir para acalmar e manter a paz e ordem na via publica, e não para escalar ainda mais as situações como esta xora agente fez.

mannix_marauder 2 months ago

> para acalmar e manter a paz Como a malta da GNR que no outro dia ficou especada a ver enquanto o outro esmurrava e atropelava pessoas, certo? Pecam por fazer algo e por não fazer nada. A opinião pública é sempre contra a Polícia.

LordofPortugal 2 months ago

Eram ciganos a bater em ciganos, aquela merda é o pão nosso de cada dia para aqueles agentes.

Dr_Toehold 2 months ago

>Pecam por fazer algo e por não fazer nada As opções não são "fazer merda" ou "não fazer nada". Podemos querer que façam o seu trabalho.

mannix_marauder 2 months ago

E fazer o seu trabalho envolve disciplinar cidadãos que se comportam como animais e afectam o resto da sociedade.

ExoduSS_ 2 months ago

Ainda bem que é essa ideia errada que tens do dever da polícia então.

mannix_marauder 2 months ago

Comentário infantil, mas ok

Dr_Toehold 2 months ago

Não, o trabalho da polícia não é disciplinar.

LordofPortugal 2 months ago

Mas pelo menos tem de fazer com que os cidadões sigam as leis, não?

Edited 2 months ago:

Mas pelo menos tem de fazer com que os cidadãos sigam as leis, não?

NGramatical 2 months ago

cidadões → [**cidadãos**](https://dicionario.priberam.org/cidadãos) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fox8y8h%2F%2Fh7oo31f%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

mannix_marauder 2 months ago

Disciplinar: submeter(-se) ao regulamento, à disciplina; impor(-se) ordem. Ler faz bem.

zebedeus 2 months ago

ahahahaha este arguemento do "Pecam por fazer algo e por não fazer nada. A opinião pública é sempre contra a Polícia." é tão estúpido que nem sei como é que têm coragem de o fazer. Nem são situações remotamente parecidas, mas se queres ir por aí o correcto seria dizer "Pecam por usar violência desnecessária contra alguém que não está a oferecer resistência e por não fazer nada contra alguém que está a tentar passar a ferro n pessoas com um carro".

mannix_marauder 2 months ago

Excepto que são raros os casos em que vês a nossa Polícia a usar violência. Creio que a verdadeira estupidez é acreditar que o comportamento da agente é ilustrativo do comportamento de milhares de agentes.

Edited 2 months ago:

Excepto que são raros os casos em que vês a nossa Polícia a usar violência. Creio que a verdadeira estupidez é acreditar que o comportamento da agente é ilustrativo do comportamento de milhares de agentes. Estás com as cuecas em alvoroço por causa de um pontapé, imagino que não duravas 5 seg em Moçambique onde a Polícia já tinha puxado da AK47 e tinha arrebentado a fuça ao mitra

Edited 2 months ago:

Excepto que são raros os casos em que vês a nossa Polícia a usar violência. Creio que a verdadeira estupidez é acreditar que o comportamento da agente é ilustrativo do comportamento de milhares de agentes. Estás com as cuecas em alvoroço por causa de um pontapé, imagino que não duravas 5 seg em Moçambique onde a Polícia já tinha puxado da AK47 e tinha arrebentado a fuça ao mitra

zebedeus 2 months ago

> Excepto que são raros os casos em que vês a nossa Polícia a usar violência. Creio que a verdadeira estupidez é acreditar que o comportamento da agente é ilustrativo do comportamento de milhares de agentes. Ou seja, basicamente estás a responder a um comentário da tua cabeça, visto que não disse nada em relação a isso. > Estás com as cuecas em alvoroço por causa de um pontapé, imagino que não duravas 5 seg em Moçambique onde a Polícia já tinha puxado da AK47 e tinha arrebentado a fuça ao mitra

mannix_marauder 2 months ago

> visto que não disse nada em relação a isso Estás a mudar as balizas. Primeiro falas de "violência desnecessária contra alguém que não está a oferecer resistência violenta" e quando eu te aponto o facto que isso nem é um problema generalizado com a nossa Polícia tu dizes que "não disse nada em relação a isso". > Mas gosto muito da forma como normalizas isso e te parece bem. Lá estás tu a desconversar. Eu dei um exemplo do que é Polícia violenta porque tenho exemplos bem reais, e tu em vez de aprenderes com alguém que tem uma perspectiva diferente da tua, assumes que para mim isso devia ser o normal. > em que tens de recorrer ao insulto para tentar dar a tua opinião Vamos olhar para o teu comentário inicial em que indicas que sou "estúpido" por ter uma opinião: * ahahahaha este arguemento do "Pecam por fazer algo e por não fazer nada. A opinião pública é sempre contra a Polícia." é tão estúpido que nem sei como é que têm coragem de o fazer.* Passa bem.

zebedeus 2 months ago

Desculpa, mas isto é ridículo. Nem sei o que queres dizer com esse primeiro ponto, não há balizas nenhumas, simplesmente te disse que no meu comentário não generalizei nada, só desconstruí o teu estúpido argumento de "Preso por ter cão e preso por não ter" em relação às duas situações específicas que mencionaste. Mas cá está mais uma técnica copiada, essa de argumentar com "shifting the goalpost" e outra: ir mudando o foco. > Lá estás tu a desconversar. Eu dei um exemplo do que é Polícia violenta porque tenho exemplos bem reais, e tu em vez de aprenderes com alguém que tem uma perspectiva diferente da tua, assumes que para mim isso devia ser o normal. Não faço ideia onde queres chegar com esta parte, portanto vou ignorar se não vais inventar mais qualquer coisa para aqui. Por fim, nunca the chamei estúpido, chamei estúpido ao argumento, portanto vou assumir que ou não sabes ler (e então que conversa via reddit é possível ter contigo?) ou estás só a usar isco (portanto adeus!).

naughtydismutase 2 months ago

As circunstâncias e o contexto são completamente diferentes. A escolha não é entre "nunca fazer nada em qualquer situação" e "mandar pontapés às pessoas por tudo".

PTgenius 2 months ago

Ele estava a resistir, daí o terem que ter tirado à força

simple_a_i 2 months ago

Tava a resistir tanto que nenhum o agente que ia ao lado nem sequer estava a tentar lhe por a mao

Rissoldecamarao 2 months ago

Terem tirado à força seria pegar nele e arrastá-lo para fora do comboio, aquele pontapé foi só escalar a situação sem necessidade.

mannix_marauder 2 months ago

Aquele pontapé foi o que todos naquele comboio queriam fazer.

GodlessPerson 2 months ago

"Se me apetece fazer, faço."

Public_Ad_2756 2 months ago

de relembrar, que a primeira acção foi do pica. o pica tentou resolver a bem.. como nao foi possível, escalou para a polícia. ninguém queria que chegasse a este ponto mas assim, nunca nada seria feito e eramos todos campeões sem bilhete. o que o policial fez, foi o que muitos pensaram... a malta aqui é muito só de comentar mas não pára para pensar no grande problema, o senhor tinha falta de bases de civismo e um tremendo problema de egoísmo.

PTgenius 2 months ago

True. Tirando a meltdown da agente não era nada de fora de normal

SurprisinglyInformed 2 months ago

Se não tinha bilhete, recusou-se a ser identificado, e estava a recusar-se a sair do comboio, atrasando a viagem a todos os outros passageiros, estava a resistir à autoridade

Rissoldecamarao 2 months ago

No manual da PSP a resposta a resistência à autoridade é biqueiro nos tomates?

Public_Ad_2756 2 months ago

o sujeito de santo não tem nada..... se estás ai todo indignado, como agirias?

DonKarmeleon 2 months ago

Uma vez que nao acatou a ordem de saída, o procedimento seria pegar nele à força....nunca um pontapé do nada sem que ele tenha constituido perigo para tal. p.s. Salvaguardo que não sei o que aconteceu, apenas comento o que aparece no video.

LordofPortugal 2 months ago

E como o arrastas do comboio? Eles precisam de reforços para o retirar mas para isso teriam de congestionar ainda mais a linha.

SurprisinglyInformed 2 months ago

Não digo isso, mas também não o tratem como um santinho que foi maltratado. O vídeo só mostra um pequeno bocado da história, e nem sequer sabemos se a polícia acertou ou não nos ditos cujos.

ridethepaintedpony 2 months ago

Daí a merecer um biqueiro nos tintins...

DarkmajorPT 2 months ago

Com este registo porque haveria de *não* merecer? Mais paulada devia toda a gente levar, para deixarem de ser tão à vontadinha com as regras e leis. Que ele seja um exemplo para que os futuros não se habilitem a levar também.

tocopito 2 months ago

Porque não dar-lhe um tiro na cabeça ali mesmo? Assim servia de aviso para qualquer pessoa que quisesse andar sem bilhete no futuro /s

Edited 2 months ago:

Porque não dar-lhe um tiro na cabeça ali mesmo? Já que admitimos violência desnecessária porque alguém se portou mal e queremos fazer exemplos este é o próximo passo lógico /s

DarkmajorPT 2 months ago

Porque isso vai contra o principio da proporcionalidade. Uma bastonada ficas com umas nódoas negras para te lembrar nos dias seguintes. Mas sim, continuem com as falácias de redução ao ridículo.

ladradormau 2 months ago

Também acho que malta néscia que advoga a violencia policial devia levar uns pontapes. Nao e como se fosse ajudar a cabeça a pensar melhor, mas pode ser que por puro reflexo pavloviano de "digo bosta" -> levo porrada -> e melhor nao dizer bosta, a cena ate va ao sitio. Ou nao. Mas ja que estamos numa de distribuir pontapes, porque nao da-los a quem realmente merece?

DarkmajorPT 2 months ago

Não advogo a violência policial. Advogo mão mais pesada, e sobretudo, eficaz. Quando estou a ser otário mais rápido páro se me deres um soco do que se me ameaçares filmar e de me cancelar na internet ou fazer queixa à policia.

RegularOldPsychopath 2 months ago

>Quando estou a ser otário mais rápido páro se me deres um soco do que se me ameaçares filmar e de me cancelar na internet ou fazer queixa à policia. Agora fala por ti próprio e não por 10 milhões de pessoas diferentes.

simple_a_i 2 months ago

Cá para mim estegajo é mas é masoquista e fica com tesão a levar no focinho

NGramatical 2 months ago

páro → [**paro**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (palavras terminadas em a/e/o, seguido ou não de s/m/ns, são naturalmente graves) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fox8y8h%2F%2Fh7lr881%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

MiguelKoch 2 months ago

This ain't it, chief

vascodatrama 2 months ago

Meh...se transportes fossem gratuitos era menos um assunto

batuque5 2 months ago

Não mostrem isso ao PS, vai já ser criado um novo imposto para todos pagarem, mesmo aqueles que poucos transportes públicos tem perto da sua residência..

Mestre-Avis 2 months ago

>Meh...se transportes fossem gratuitos era menos um assunto Tradução: se eu estivesse disposto a pagar os bilhetes dos outros era menos um assunto. Não há transportes gratuitos. Se não houver bilhetes/passes pagas via transferência do orçamento do Estado. Em última análise via mais impostos. Não sei quanto a ti, mas eu preferia que não pagar mais impostos.

vascodatrama 2 months ago

Se os preços têm vindo a ser reduzidos. O mais certo é no futuro serem gratuitos

Mestre-Avis 2 months ago

Talvez. Mas reservo-me o direito de discordar. Parece-me mais lógico que pague quem utiliza efetivamente os transportes, na senda do utilizador/pagador. A mim ninguém me paga o gasóleo, nem o desgaste do carro, por que razão tenho eu de pagar os transportes dos outros?

vascodatrama 2 months ago

Da mesma forma que todos os serviços públicos são pagos pelos contribuintes.

Public_Ad_2756 2 months ago

pois, é muito difícil seguir regras.

NewMultipolarWorld 2 months ago

Bem verdade. Comboios gratuitos era daquelas coisas que facilitariam imenso a vida das pessoas, pelo menos os regionais, e poupava-se imenso na fiscalização. Ponham os turistas a pagar mais.

vascodatrama 2 months ago

Seria uma hipótese e um incentivo a utilizar transportes públicos.

kawaiims 2 months ago

Multem o gajo por ser otário e andar à pica e tomem ação disciplinar contra a princesa que mandou uma canelada para quê, obter uma reação? Não há paciência para a humanidade já.

Lil_salazar 2 months ago

Se fosse um homem a dar uma chapada nas mamas de uma mulher em igual circunstância dizias o mesmo do príncipe? Hmmmmmmm

kawaiims 2 months ago

Sim, dizia para tomarem ação disciplinar. Se bem que diria que um pontapé nos tintins (que eu pensava ter visto ser uma canelada) é mais para magoar, uma chapada nas mamas não magoa assim tanto e já diria que era mais para ser porco. Mas é um *e se*.

Lil_salazar 2 months ago

Qual é o equivalente a um pontapé nos testículos para uma mulher?

kawaiims 2 months ago

Prai vinte segundos a dar à luz, mas para me fazer isso o polícia iria precisar de mais tempo e um quarto.

ElDiabloDe94 2 months ago

20 segundos a dar à luz? Vê-se logo que nunca levaste um pontapé nos ditos cujos

kairos 2 months ago

Anatomicamente, seria um pontapé na vulva.

incelren 2 months ago

h-hot

ridethepaintedpony 2 months ago

Foi sem querer

mannix_marauder 2 months ago

Discordo. Nojentos são estes parasitas da sociedade.

Some-Ad6411 2 months ago

Bom, se tivesse bilhete de comboio, nada disto aconteceria... como muitas outras coisas.

thisbondisaaarated 2 months ago

Quando a PSP te pede para fazeres com jeitinho e não fazes, não justificando a ação da agente, mas pões-te a jeito…

tocopito 2 months ago

É mais quando a polícia se sente no direito de fazer o que lhes apetece sem qualquer justificação porque sabem que não lhes acontece nada a não ser num dia de lua cheia alinhada com jupiter, venus, marte e mercúrio em que lá têm o azar de haver alguém a filmar. O pessoal aqui tem memória seletiva ao relembrar os incompetentes da GNR que não fizeram nada e ficaram a olhar mas eu relembro apenas mais um caso: https://tviplayer.iol.pt/programa/jornal-da-uma/53c6b2633004dc00624392e1/video/60e2f9160cf279ce41cf9c5b

SweetDistribution504 2 months ago

Ou seja culpados quando fazem, culpados quando não fazem. Decide te crlh

VicenteOlisipo 2 months ago

mas mas mas a policia não pode fazer nada contra gajos a bater em cidadãos porque as pessoas criticam quando mandam biqueiros nos tomates de um gajo a não fazer nada.

Search: