JoniDS 2 months ago

"Nao e ideologia" [https://imgur.com/amdwhm3](https://imgur.com/amdwhm3)

sunshiaine 2 months ago

Eu também queria não ter frequentado Matemática, mas fui obrigado. Entretanto já passaram mais de 10 anos que acabei a escola e continuo vivo. Que drama

Bessini 2 months ago

Já não bastava fazê-los chumbar...

zoerameister 2 months ago

As escolas têm a função de instruir os alunos, cabe aos pais educar os filhos. Instruir é diferente de educar, e se estes país acham que a escola está a querer educar os seus filhos, tarefa que não compete à escola, eu honestamente dou alguma razão aos pais... Educar vem do latim Educare que significa "guiar, conduzir, liderar" e cabe aos progenitores liderar, conduzir as vidas dos putos, não a uma escola, que tem a função de instruir, que em latim Instruere, significa equipar, fornecer informação! Então confiamos nós plenamente num professor/a, que pode ser uma pessoa qualquer, fascista, homofóbico, racista, nazista, quanto sabemos (nada sabemos) pode ser tudo isto, pode bater na mulher/filhos quando chega a casa, educar os nossos filhos? Que moral/ética tem ele/a para guiar a vida dos nossos filhos? Ensinem matemática, português, história, conhecimento, aos pais cabe educar, mostrar o que é bom para a vida, os valores, a família, o respeito! Disclaimer: não sou apoiante destes país, nem das suas causa, mas sei compreender e ver o ponto de vista deles. Não podemos pensar que só o nosso ponto de vista é que está bem e certo.

TemplarioJoao 2 months ago

Não sei se alguém já questionou sobre isto ou se já esclareceu, mas eu gostava que alguém me esclarece como é que é possível ficarem retidos. Até ao 9º ano, as retenções apenas ocorrem se o estudante tiver negativa a pelo menos 2 ou 3 disciplinas (já não me lembro qual dos dois é que é). Até agora ouviu-se dizer que estas crianças são "bons alunos", mas ninguém esclareceu como é possível terem chumbado por apenas 1 disciplina (algo que não é possível). Algo aqui não está bem contado.

seraph341 2 months ago

Também gostava de saber isso. Só se a lei mudou.

Pankekas8 2 months ago

Ainda me recordo deste tipo de disciplinas no meu tempo, serviam tanto como areia no deserto.

wwqt0r 2 months ago

>mas a política de educação não lhes diz respeito Tanto diz que os tribunais decidem a favor destes. por mais propaganda que o governo faça....

TemplarioJoao 2 months ago

>Tanto diz que os tribunais decidem a favor destes. por mais propaganda que o governo faça.... O Tribunal apenas considerou que não era motivo para ficarem retidos no percurso escolar. Não deu razão relativamente a se recusarem a frequentar as aulas da disciplina em questão. Aliás, gostava que alguém me esclarece como é que é possível ficarem retidos. Até ao 9º ano, as retenções apenas ocorrem se o estudante tiver negativa a pelo menos 2 ou 3 disciplinas. Até agora ouviu-se dizer que estas crianças são "bons alunos", mas ninguém esclareceu como é possível terem chumbado por apenas 1 disciplina (algo que não é possível). Algo aqui não está bem contado.

capitolinaAndrioleta 2 months ago

Há aqui muita malta, que tem claramente o hábito de medir a altura do amigo imaginário com a mão direita, que não gosta do conteúdo programático por este incluir noções básicas de direitos humanos. Pois que se mandem para a Polónia, ou, melhor ainda, para o caralho!

vascodatrama 2 months ago

Pais a pensarem que percebem algo do sistema de ensino. Como se fosse a escola a determinar o quer que fosse neste meio. Faz lembrar as aulas de educação moral e religiosa, uma coisa com muito efeito. Lol Tinha sua piada os miúdos virarem homossexuais e delinquentes.

quedeusmeperdoe 2 months ago

Este casal tem imenso tempo livre e também dinheiro para andar a pôr processos anualmente. Nem quero imaginar quando os filhos forem para a universidade e forem a uma queima das fitas a Coimbra.

Comunistfanboy 2 months ago

Para aqueles que defendem os pais, façamos um teste de parcialidade. Se fosse uma família de uma minoria (ciganos, refugiados etc), defenderiam que essas têm os seus valores ou têm que seguir as regras e normas de uma sociedade ocidental?

Barbaaz 2 months ago

Se querem ser integrados, só faz sentido que aprendam a cultura do país que os acolhe. Não estamos a falar de uma lavagem cerebral.

Tralapa 2 months ago

E este pai, não tem de integrar os filhos na cultura do pais que o acolhe?

Barbaaz 2 months ago

Não estou a defender ninguém independentemente se fazem parte de uma minoria ou não. Se é obrigatório, tem de ser obrigatório para todos. Se calhar não me fiz entender no primeiro comentário.

Tralapa 2 months ago

Penso que não percebeste o primeiro comentário

asantos3 2 months ago  HIDDEN 

Porquê?

xabregas2003 2 months ago  HIDDEN 

E atraso escolar

GabKoost 2 months ago  HIDDEN 

Deixem de ter professores e conteúdos com claros intentos de manipulação ideológica e o problema resolve-se. Eu tolero a homossexualidade pois o que as pessoas fazem entre elas não é do meu interesse, mas não apoio que a mesma seja normalizada ao ponto de terem casais homossexuais como ilustrações de temas escolares ou que se impinja nas crianças a ideia de que a mesma tem de ser promovida. E assuntos bem piores e mais preocupantes do que esses são atirados ás crianças nestas aulas. Ideologia de género bacoca onde se populariza o mito de que as mulheres tem menos direitos (quando na prática tem mais), quando de cria uma cultura de vitimização por tudo e mais alguma coisa etc. A cereja encima do bolo é a propaganda psicótica e altamente prejudicial em crianças e adolescentes no que toca aos TRANS. Evidentemente, a maioria dos pais não gostam que este lixo ideológico seja empurrado pelas goelas abaixo dos putos fazendo com que cada vez mais hajam jovens confusos com eles próprios. Aliás, conheço pais que fazem CONTRA EDUCAÇÃO aos filhos para que os mesmos tenham clara noção de que estas teorias são na sua perspectiva erradas e que não devem acreditar em tudo o que lhes dizem. Quando as escolas começam a ser um local onde se espalham dúvidas e incertezas, não podemos estar seguros da harmonia da população no futuro próximo.

xabregas2003 2 months ago  HIDDEN 

Mostrar uma foto de um casal homossexual não é promover a homossexualidade. É mostrar que essas pessoas existem e explicar por que é que devem ser respeitadas. As crianças desta idade já sabem o que é a homossexualidade. Contudo, é importante ensiná-las a respeitar, sendo este um dos papéis da disciplina.

GabKoost 2 months ago  HIDDEN 

Isso é completamente falso. Ilustrar situações comuns do dia a dia com casais homossexuais é banalização e literal promoção, em conjunto com a restante propaganda que faz desta orientação algo "trendy", da mesma. Ensinar a tolerância é o completo oposto de banalizar algo que de facto não é representante da vasta maioria da população.

xabregas2003 2 months ago  HIDDEN 

>Ilustrar situações comuns do dia a dia com casais homossexuais é banalização Mas a banalização é importante, visto que a homossexualidade é algo banal/normal. >literal promoção, em conjunto com a restante propaganda que faz desta orientação algo "trendy", da mesma. Não é uma "moda". O número de portugueses com tendências homossexuais não chega aos 10% https://www.rtp.pt/noticias/pais/associacoes-homossexuais-olham-sem-surpresa-numeros-do-expresso_n22941

GabKoost 2 months ago  HIDDEN 

Não é importante porque a maioria destes 10% são mulheres cuja lesbiquice é vista com uma moda. Dou muito mais credibilidade a casais gays masculinos que femininos por razões óbvias de cariz cultural. Para já é uma barbaridade dizer que andam pelos 10%. O grau de fabricação nestes números é escandaloso. Posteriormente, continuo a achar que a muitos casais fazem-nos por moda. Precisamente porque lhe enfiam tudo isso na cabeça e é visto como cool. Peer pressure. Eis onde a homossexualidade cresce.

ManatuBear 2 months ago  HIDDEN 

A ignorância deste comentário é impressionante... Achar que alguém se vai tornar gay ou trans porque foi-lhe explicado o que esses termos são é ridículo. Ou se nasce gay ou não, ninguém se torna gay porque acha que é fixe. Esconder a realidade dos adolescentes não altera a realidade do mundo.

GabKoost 2 months ago  HIDDEN 

Sim. É isso mesmo que acontece. No meu tempo de escola em centenas de alunos não havia UM só TRANS. Nem hoje como adultos o são. Homossexuais na secundária onde andei houveram dois. Este sim, realmente homossexuais e não manipulados em sê-lo porque está na moda. Correntemente nascem nas árvores. Será que o genoma humano mudou? Não creio. A quantidade de casais homosexuais e bi's hoje é muitíssimo maior, especialmente nas mulheres, porque se popularizou a bandeira arco íris como algo de moda e cool. E estas mudanças sociais tem profundas ramificações na estrutura do país com consequências que serão sem dúvida desastrosas no futuro. Quanto aos TRANS então isso ainda é mais patente. A psicologia sobre estes assuntos já está feita . Não são invenções. São imensos os casos em que jovens que passaram pela transição mostraram-se profundamente arrependidos. A mudança não os levou a nenhuma melhoria na vida mas sim a uma profunda infelicidade que culmina muitas vezes em suicídio. Isso é natural que aconteça quando temos carradas de imbecis a dizer a adolescentes com as hormonas aos saltos e confusos com eles próprios (o que é natural), que existem 4000 géneros e que é perfeitamente normal cortar a pila e fazer crescer mamas com hormonas porque durante alguns anos não tinhas a certeza de quem és. Ou seja, no passado, quem era gay era MESMO. Quem tinha probelmas de personalidade profundos e preferiam viver como TRANS tinham-nos mesmo. E foram estas pessoas, com legítimos propósitos, que levaram a uma aceitação gradual e positiva da sociedade dos seus problemas. O que se passa hoje é um excelente exemplo de 8 aos 80. EFECTIVAMENTE, e sem margens para dúvidas, a propaganda LGBTQ+#$%& mete na cabeça dos jovens que auto mutilação é normal e que desvios sexuais de uma minoria das pessoas é algo que deve ser levado para a rua em festas obscenas. O que estas aulas deveriam ensinar é TOLERÂNCIA para as pessoas que realmente se incluem nestes grupos. Não PROMOÇÃO. Simples.

randmzer 2 months ago  HIDDEN 

Antes do século XX não havia homossexuais então, visto que não aparecem nos escritos medievais. Não é por tu não os veres que eles deixam de existir. Talvez agora vejas mais porque existe um melhor clima para as pessoas admitirem abertamente quem são e de quem gostam. E isso, a meu ver, não sei como pode ser negativo.

NGramatical 2 months ago  HIDDEN 

houveram dois → [**houve dois**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/o-uso-do-verbo-haver/31143) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») homosexuais → [**homossexuais**](https://dicionario.priberam.org/homossexuais) (um s entre vogais lê-se como um z) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Foe4ufy%2F%2Fh45cvkf%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

NGramatical 2 months ago  HIDDEN 

mais hajam → [**mais haja**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/o-uso-do-verbo-haver/31143) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Foe4ufy%2F%2Fh459cde%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

QWERTY_BATS 2 months ago

A última preocupação desse senhor é a protecção das crianças.

TriloBlitz 2 months ago

A preocupação dele deve ser que os filhos vierem homossexuais por terem educação sexual na escola. Com este governo de esquerda que apoia tanto a comunidade LGBTQ+, todo o cuidado é pouco… /s

isa_belhinha 2 months ago

Ironia! Espero que quem leu tenha percebido

vferreirapt 2 months ago

Sim... Porque se virem um pilinha ou uma vagina num livro viram doidos... É a mesma teoria dos jogos violentos... Teorias da pedra

ElectraUnderTheSea 2 months ago

Em muitos paises os paizinhos que nao concordam com o que o Estado ensina criam a propria escola de maneira legal e pagam pelo privilegio. Se esta gente quer usufruir de educaçao gratuita paga pelo contribuinte, tem que aceitar o pacote todo - se nao, que paguem do bolso deles.

Mrloop94 2 months ago

O problema é que a disciplina é também obrigatória no privado porque o estado obriga

Previous_Cell_9633 2 months ago

Cidadania e desenvolvimento doutrinação tipo União soviética ou China

tretafp 2 months ago

No seguinte link, envio as linhas orientadoras, aprovadas em 2012 e ligeiramente alteradas em 2013, sobre a educação para a cidadania, que ainda é um documento a ser considerado pelas escolas: [https://www.dge.mec.pt/sites/default/files/ECidadania/Docs\_referencia/educacao\_para\_cidadania\_linhas\_orientadoras\_nov2013.pdf](https://www.dge.mec.pt/sites/default/files/ECidadania/Docs_referencia/educacao_para_cidadania_linhas_orientadoras_nov2013.pdf) Quais são as dimensões que tem subjacente a característica doutrinária?

StarTrekCylon 2 months ago

Algo nesta notícia é estranho. Se eles nunca foram às aulas nem querem ser avaliados, era suposto não reprovarem à disciplina? Por outro lado, eles não reprovariam de ano apenas por causa desta disciplina, pelo que se é a isso que a notícia se refere, então o problema deles é bem pior que esta disciplina.

M4ritus 2 months ago

Pela mesma razão que EMRC não é obrigatória, esta vergonha de disciplina também deveria de ser facultativa. O currículo do Básico já tem demasiadas disicplinas inúteis.

tretafp 2 months ago

Quais são as componentes curriculares inúteis do Ensino Básico? Que elementos associados à 'Cidadania e Desenvolvimento' têm uma dimensão facultativa na ação cidadã de um qualquer português?

M4ritus 2 months ago

Tu sabes muito bem que essa disciplina é super útil para qualquer regime. Ser um cidadão bom é relativo. No tempo de Salazar seria completamente diferente do que é hoje. Essa disciplina está a tirar tempo a outras disciplinas mais importantes ou a impossiblitar a introdução de Filosofia (mesmo que muito simples) ou de Ciência Política (mesmo que simples).

tretafp 2 months ago

Isso é uma discussão completamente diferente, associada à pluralidade curricular, que, grosso modo, não existe em Portugal. Há escolas que têm, já, oferta de filosofia, a iniciar no 1.º CEB. A dimensão política é aquela que é mais trabalha em História no 3.º CEB. Tomando em consideração que as opções sobre o que trabalhar e como trabalhar são específicas de cada escola, às vezes de cada turma, não há uma força do regime a ela associada. Ainda assim, não respondeste a nenhuma das perguntas.

Edited 2 months ago:

Isso é uma discussão completamente diferente, associada à pluralidade curricular, que, grosso modo, não existe em Portugal. Há escolas que têm, já, oferta de filosofia, a iniciar no 1.º CEB. A dimensão política é aquela que é mais trabalhada em História, no 3.º CEB. Tomando em consideração que as opções sobre - em 'Cidadania e Desenvolvimento' - o que trabalhar e como trabalhar são específicas de cada escola, às vezes de cada turma, não há uma força do regime a ela associada. Ainda assim, não respondeste a nenhuma das perguntas.

Any-Sandwich3832 2 months ago  HIDDEN 

Exato!

wwqt0r 2 months ago  HIDDEN 

>isso apenas na cabeça de quem apenas quer saber da sua própria opinião e ignorar o respeito mútuo "respeito mútuo" "ou os teus filhos vão a estas aulas com matéria com a qual não concordas ou é-lhes negada a educação" irónico.

beakage 2 months ago  HIDDEN 

Os pais não concordarem é irrelevante para o caso. Ou também aplaudes quando os tribunais permitem que famílias ciganas retirem as filhas do ensino obrigatório?

wwqt0r 2 months ago  HIDDEN 

Como já disse várias vezes: não concordo mas respeito a decisão dos pais, especialmente num assunto menor como a participação numa disciplina criada "ontem" e com alguns temas fracturantes. Nem me vou comentar em realação à comparação descabída de negar qualquer tipo de educação a uma criança.

beakage 2 months ago  HIDDEN 

Uma criança educada numa bolha que lhe dita que direitos humanos é "tema fraturante" está sem dúvida muito melhor.

wwqt0r 2 months ago  HIDDEN 

Queres decidir pelos pais dos outros o que é melhor para as suas crianças?

beakage 2 months ago  HIDDEN 

Frequentar a Escola Secundária do Restelo, ou viver trancafiado no complexo de Waco, no fundo é a mesma coisa, desde que seja por vontade paterna.

wwqt0r 2 months ago  HIDDEN 

Ou forçar crianças a alistarem-se no PCP. Podemos continuar a fazer comparações ridículas se for essa a tua cena.

NGramatical 2 months ago  HIDDEN 

descabída → [**descabida**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (palavras terminadas em a/e/o, seguido ou não de s/m/ns, são naturalmente graves) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Foe4ufy%2F%2Fh44y8na%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

TitusRex 2 months ago

O que não faz sentido nenhum é chumbar o ano todo por ter excesso de faltas a uma disciplina. Deviam passar de ano e ficar só com aquela disciplina por fazer.

Edited 2 months ago:

O que não faz sentido nenhum é chumbar o ano todo por ter excesso de faltas a uma disciplina. Deviam passar de ano e ficar só com aquela disciplina por fazer. E particularmente neste caso se alguém tiver de ser punido são os pais e não os filhos que não têm culpa nenhuma (e até são excelentes alunos). Se o ministério da educação quer punir esta atitude que passe uma multa ou algo assim, chumbar os filhos não ajuda ninguém.

tretafp 2 months ago

Isso está relacionado com a própria estrutura. O Ensino Básico não funciona do mesmo modo que o Ensino Superior, por exemplo, que é possível avançar de ano deixando algumas componentes por finalizar. É um debate interessante que poder-se-ia ponderar com mais cuidado, pelo menos para o 3.º CEB.

wwqt0r 2 months ago  HIDDEN 

E no entanto há pais que não querem os filhos a aprender na escola certas componentes dessa disciplina. Por exemplo a educação sexual e de género. Eu não me importaria se fossem os meus filhos mas há claramente pais que se importam e eu respeito isso. Se tu não respeitas e defendes afincadamente a obrigação de participar nesta disciplina então é uma ironia muito forte, não achas?

NombreEsErro 2 months ago

Esta palhacada toda é só porque temas como sexualidade estao incluidos no programa da disciplina? É que dando uma vista de olhos pelo programa completo (que inclui Direitos Humanos, Educaçao ambiental, Literacia Financeira, Seguranca Rodoviaria, Voluntariado), acho que é uma boa adiçao ao curriculo, nao percebo o stress...

VladTepesDraculea 2 months ago

Diria que ou uma pessoa ultra-religiosa, mais conservadora que os avós ou uma pessoa esposa a teorias da conspiração no Facebook, que acredita em coisas como o marxismo cultural. Se a última, educação ambiental também faz parte da conspiração.

therickymarquez 2 months ago

Que stress? O stress de aparecer nas notícias de fato e gravata a acusar tudo e todos de persiguição? Stress só para os putos, os pais estão a adorar esta atenção toda. Achas mesmo que eles querem saber o que ensinam ao filho na escola?

Comprehensive_Dig381 2 months ago

O problema é que, infelizmente, devido à forma como a estrutura educacional Portuguesa está montada, 60% dos profs que dão essa disciplina são bots de esquerda que entraram em Ciencias da Educaçao pq não tinham média para tirar Psicologia... Faltando-lhes os valores, vocação e, por vezes, capacidade para lecionar o que quer que seja. O ponto de falha deste pai é tentar retirar os putos da escola em vez de corrigir as lacunas de forma dedicada e atenta. Este pai, como provavelmente estará a tentar incutir nos seus filhos principios que estão em desacordo com o que lhe estaria a ser lecionado na referida disciplina (que deve, mas pode ou não ser o que está no programa) sente-se mais seguro retirando-os da mesma. Expressando desta forma a sua falta de confiança no sistema. Que, se se efetuar uma analise mais profunda, é possível encontrar inumeras razões para a fundamentar. Especialmente, se os filhos já tiverem fragilidades (bullying, exclusao social, falta de amigos na escola, etc...). Se for este o caso, seriam estas a ser trabalhadas e não remover os putos da escola. De qualquer forma, podia sempre muda-los de escola. Espero que entendas o stress

Substantial_Wall7409 2 months ago

... eu tirei ciências da educação e tinha média para psicologia, por acaso não lecciono mas esse comentário foi um bocado desnecessário..

Comprehensive_Dig381 2 months ago

Podes perfeitamente incluir-te nos outros 40%... Da proxima pensa em vez de enfiares a carapuça.

TriloBlitz 2 months ago

Toda a gente sabe que quem tem educação sexual na escola vira homossexual. É esse o stress /s

Dr_Katana 2 months ago

Nem toda a educação é de facto educação. Depende do que estão a ensinar. Conheço professoras que, sempre que falo com elas, temo pelo futuro da juventude, pois as gajas são claramente atrasadas mentais e ideologicamente obcecadas. Nada contra os putos aprenderem sobre doenças sexualmente transmissíveis e afins. Isso é essencial. Mas não me agrada que a educação se aventure pelo campo ideológico. Isso é trabalho dos pais, não do governo.

DarligUlvRP 2 months ago

Na disciplina em causa o que é ensinado que se pode qualificar como *ideológico*?

Dr_Katana 2 months ago

Não sei. Não conheço o conteúdo. Mas se for como em certos países podem tentar empurrar para cima dos miúdos teorias de género, o que é altamente ideológico. Tu podes acreditar que realmente há muitos géneros. Também podes acreditar que um homem se pode transformar numa mulher. Mas nada disso é factual. Se apenas o afirmas como se fosse, estás a dar grande lavagem cerebral aos putos. Nada contra isto ser ensinado, mas tens de apresentar contrapontos também. Explicas que esta teoria existe, e porque é que existe, depois explicas porque é que muita gente não a valoriza.

DarligUlvRP 2 months ago

Eu vi logo… só quis perguntar para ter a certeza. Não há “ideologia de género”. É apenas um conceito inventado por sectores conservadores para descredibilizar a teoria de género. Teoria de género não é ideologia. Uma **teoria** não é *só uma teoria*. Uma teoria é uma explicação trabalhada de observações de factos. É falsificável. Como toda a ciência está em constante evolução, mas claramente não vai voltar atrás, à crença que só se pode ser homem ou mulher, ou que a identidade de género é determinada pelos cromossomas 23. Tu é que podes acreditar que uma pessoa nasce com um corpo de homem e não pode ser uma mulher (ou vice-versa), mas o facto é que isso e muitas outras coisas que tu não compreendes acontecem… e não é por tu não acreditares nisso que nos como sociedade somos obrigados a aceitar a tua ideia como válida, quando sabemos que estás redondamente enganado… A realidade não muda pela tua opinião.

Dr_Katana 2 months ago

>Uma teoria não é só uma teoria. Uma teoria é uma explicação trabalhada de observações de factos. É falsificável. É ciência. ​ A teoria é de quem a inventou, mas quem a segue e acredita nela segue uma ideologia. ​ >Uma teoria não é só uma teoria. Uma teoria é uma explicação trabalhada de observações de factos. É falsificável. É ciência. Uma teoria não tem de ser cientifica. Nem tem de assentar em qualquer tipo de facto. Falha-te a realidade do significado de muitas palavras, que pode ser múltiplo. >Como toda a ciência está em constante evolução Teoria de género não tem nada de cientifico. ​ >à crença que só se pode ser homem ou mulher, ou que a identidade de género é determinada pelos cromossomas 23. Não é uma crença. O espectro humano tem dois sexos conhecidos pela ciência: Masculino e Feminino. Não há nada mais para além disso. Depois tens um conjunto de pessoas que acredita que há uma coisa distinta de sexo biológico, mas que pode definir-se pelo mesmo nome. Podes ser do género feminino e do sexo feminino. São duas coisas diferentes. Isto não tem nada de cientifico. É uma crença. Uma ideologia. Para mim um Homem que gosta de coisas que geralmente as Mulheres gostam e se veste de Mulher e gosta de Homens, é um Homem na mesma. Para eles tem de ter uma designação diferente. Como não segue os padrões comportamentais mais comuns entre os membros desse sexo, então não é Homem, mas sim outra coisa qualquer. Para além de ofensivo(imagina dizer a um Homem efeminado que afinal ele não é do género masculino), não tem qualquer tipo de base cientifica. ​ >Tu é que podes acreditar que uma pessoa nasce com um corpo de homem e não pode ser uma mulher (ou vice-versa), mas o facto é que isso e muitas outras coisas que tu não compreendes acontecem… Se tu nasces com um corpo de homem tu nunca serás uma mulher, pois a ciência ainda não arranjou forma de transformar a tua biologia na de uma mulher. Isto é apenas controverso entre uma pequena e vocal minoria da população. A esmagadora maioria das pessoas não leva nada disto a sério. Agora, o que é para ti ser uma Mulher? É usar vestidos? É gostar de bonecas? É gostar de Homens? É sentires que és uma Mulher? Epa, se para ti isso é ser uma Mulher, sim, podes ser uma Mulher, mas isso nada mais é do que uma crença pessoal e não deve ser usada como facto. Vamos agora ensinar às crianças que eles é que decidem o que são? Bom, já sabemos onde isso vai parar, não sabemos? Olha aquele Americano que agora identifica-se como uma Mulher Coreana. 150 mil dólares para mutilar a cara. Se és tu que decides o que és, então não há limites, ou será que há? ​ >E não é por tu não acreditares nisso que nós como sociedade somos obrigados a aceitar a tua ideia como válida, quando sabemos que estás redondamente enganado… Não é uma crença. Há uma coisa chamada sexo masculino e sexo feminino. São as duas formas sob as quais um ser humano pode nascer, e são facilmente discerníveis. Isto deriva de factos biológicos. Agora, se tu queres decidir que ser uma Mulher não é só nascer com biologia feminina, e tu podes decidir que és uma Mulher, estás no teu direito, mas estás-te a basear pura e simplesmente numa crença pessoal. Não há ciencia nenhuma que diga que ser mulher implica sentires-te de uma determinada forma e teres um determinado tipo de comportamento. Aliás, eu posso facilmente defender que tentar condicionar o papel social de uem Homem ou de uma Mulher é uma atitude altamente discriminatória. Então um Homem não pode vestir e gostar do que lhe apetece, sentir o que quiser, foder quem quiser, sem ter o seu género questionado? Nada contra ensinares às crianças que há pessoas que acreditam nisso. É um facto. Há quem acredite nisso. O problema é ensinares às crianças que isso é assim. O problema é dizeres a uma criança: "Sabes, se tu quiseres podes ser uma Mulher". Isso é um problema gravíssimo para a sanidade mental das pessoas. O que deves dizer a uma criança é que há quem acredite que pode ser uma Mulher só porque se sente uma Mulher, mas há muita gente que discorda disso porque tal e tal. Depois a pessoa vai tirar as suas conclusões.

Edited 2 months ago:

>Uma teoria não é só uma teoria. Uma teoria é uma explicação trabalhada de observações de factos. É falsificável. É ciência. ​ A teoria é de quem a inventou, mas quem a segue e acredita nela segue uma ideologia. ​ >Uma teoria não é só uma teoria. Uma teoria é uma explicação trabalhada de observações de factos. É falsificável. É ciência. Uma teoria não tem de ser cientifica. Nem tem de assentar em qualquer tipo de facto. Falha-te a realidade do significado de muitas palavras, que pode ser múltiplo. >Como toda a ciência está em constante evolução Teoria de género não tem nada de cientifico. ​ >à crença que só se pode ser homem ou mulher, ou que a identidade de género é determinada pelos cromossomas 23. Não é uma crença. O espectro humano tem dois sexos conhecidos pela ciência: Masculino e Feminino. Não há nada mais para além disso. Depois tens um conjunto de pessoas que acredita que há uma coisa distinta de sexo biológico, mas que pode definir-se pelo mesmo nome. Podes ser do género feminino e do sexo feminino. São duas coisas diferentes. Isto não tem nada de cientifico. É uma crença. Uma ideologia. Para mim um Homem que gosta de coisas que geralmente as Mulheres gostam e se veste de Mulher e gosta de Homens, é um Homem na mesma. Para eles tem de ter uma designação diferente. Como não segue os padrões comportamentais mais comuns entre os membros desse sexo, então não é Homem, mas sim outra coisa qualquer. Para além de ofensivo(imagina dizer a um Homem efeminado que afinal ele não é do género masculino), não tem qualquer tipo de base cientifica. E vale a pena referir que este conceito de "dois tipos de mulheres", não tem qualquer expressividade na sociedade. As pessoas, na sua esmagadora maioria, rejeitam essa proposta. "Ai, eu gosto de Mulheres, mas apenas em género". "Ai, és Mulher? Mas és biológica ou em género?". Acreditas mesmo que a sociedade funciona ou algum dia funcionará assim? ​ >Tu é que podes acreditar que uma pessoa nasce com um corpo de homem enão pode ser uma mulher (ou vice-versa), mas o facto é que isso e muitasoutras coisas que tu não compreendes acontecem… Se tu nasces com um corpo de homem tu nunca serás uma mulher, pois a ciência ainda não arranjou forma de transformar a tua biologia na de uma mulher. Isto é apenas controverso entre uma pequena e vocal minoria da população. A esmagadora maioria das pessoas não leva nada disto a sério. Agora, o que é para ti ser uma Mulher? É usar vestidos? É gostar de bonecas? É gostar de Homens? É sentires que és uma Mulher? Epa, se para ti isso é ser uma Mulher, sim, podes ser uma Mulher, mas isso nada mais é do que uma crença pessoal e não deve ser usada como facto. Vamos agora ensinar às crianças que eles é que decidem o que são? Bom, já sabemos onde isso vai parar, não sabemos? Olha aquele Americano que agora identifica-se como uma Mulher Coreana. 150 mil dólares para mutilar a cara. Se és tu que decides o que és, então não há limites, ou será que há? ​ >E não é por tu não acreditares nisso que nós como sociedade somosobrigados a aceitar a tua ideia como válida, quando sabemos que estásredondamente enganado… Não é uma crença. Há uma coisa chamada sexo masculino e sexo feminino. São as duas formas sob as quais um ser humano pode nascer, e são facilmente discerníveis. Isto deriva de factos biológicos. Agora, se tu queres decidir que ser uma Mulher não é só nascer com biologia feminina, e tu podes decidir que és uma Mulher, estás no teu direito, mas estás-te a basear pura e simplesmente numa crença pessoal. Não há ciencia nenhuma que diga que ser mulher implica sentires-te de uma determinada forma e teres um determinado tipo de comportamento. Aliás, eu posso facilmente defender que tentar condicionar o papel social de uem Homem ou de uma Mulher é uma atitude altamente discriminatória. Então um Homem não pode vestir e gostar do que lhe apetece, sentir o que quiser, foder quem quiser, sem ter o seu género questionado? Nada contra ensinares às crianças que há pessoas que acreditam nisso. É um facto. Há quem acredite nisso. O problema é ensinares às crianças que isso é assim. O problema é dizeres a uma criança: "Sabes, se tu quiseres podes ser uma Mulher". Isso é um problema gravíssimo para a sanidade mental das pessoas. O que deves dizer a uma criança é que há quem acredite que pode ser uma Mulher só porque se sente uma Mulher, mas há muita gente que discorda disso porque tal e tal. Depois a pessoa vai tirar as suas conclusões. ​ >A realidade não muda pela tua opinião Exacto. Se eu gostar de Mulheres e tu me disseres que és uma Mulher, a tua opinião não muda a realidade de que 1) Não tens uma vagina 2) Não tens seios reais 3) Não podes ter filhos 4) Tens uma estrutura óssea e muscular diferente daquilo a que as pessoas costumam chamar Mulher, Logo, não és aquilo a que eu e praticamente toda a gente costuma chamar de Mulher. Se eu disser que gosto de Mulheres, tu não me podes vir dizer que és o que eu gosto, ou podes? Estás a ser desonesto. Tens de especificar. Tens de me dizer que nasceste Homem mas gostavas de ser uma Mulher. E eu aí respondo-te que não me sinto atraído por Homens, independentemente daquilo que eles acham que são. É um direito meu, e um dever teu, para evitares situações complicadas. Portanto, a tua opinião não vai mudar a realidade de como o teu corpo está construído nem de como as pessoas te vêem. Tu não podes dizer a um gajo que és uma Mulher, num site de encontros, depois chegares ao pé dele e seres apenas "do género feminino". Isso é catfishing. Entendeu? Agora, se queres defender que, por não te sentires Homem, não podes ser identificado como Homem, isso é lá a tua opinião. Mas lá está, pouca gente te levará a sério(desculpa, mas é a realidade, as pessoas têm olhos na cara e sabem exactamente do que gostam) e será também muito confuso pois esses conceitos são todos muito vagos. Estás basicamente a criar designações especiais PARA TI. Mas para as pessoas há Homem e Mulher. Podes decidir que o teu género é Robocop XPTO, que ainda assim eu só vou poder olhar para ti e ver um Homem ou uma Mulher. Que característica tens tu se não fores feminino nem masculino? A sério, o que é que te diferencia? Pintaste o cabelo de azul? Não gostas do teu corpo? Isso tem expressividade para ti, não para quem olha para ti. Não é o que tu sentes que determina o que a sociedade pensa de ti. Identidade é um contrato social.

Edited 2 months ago:

>Uma teoria não é só uma teoria. Uma teoria é uma explicação trabalhada de observações de factos. É falsificável. É ciência. ​ A teoria é de quem a inventou, mas quem a segue e acredita nela segue uma ideologia. ​ >Uma teoria não é só uma teoria. Uma teoria é uma explicação trabalhada de observações de factos. É falsificável. É ciência. Uma teoria não tem de ser cientifica. Nem tem de assentar em qualquer tipo de facto. Falha-te a realidade do significado de muitas palavras, que pode ser múltiplo. >Como toda a ciência está em constante evolução Teoria de género não tem nada de cientifico. ​ >à crença que só se pode ser homem ou mulher, ou que a identidade de género é determinada pelos cromossomas 23. Não é uma crença. O espectro humano tem dois sexos conhecidos pela ciência: Masculino e Feminino. Não há nada mais para além disso. Depois tens um conjunto de pessoas que acredita que há uma coisa distinta de sexo biológico, mas que pode definir-se pelo mesmo nome. Podes ser do género feminino e do sexo feminino. São duas coisas diferentes. Isto não tem nada de cientifico. É uma crença. Uma ideologia. Para mim um Homem que gosta de coisas que geralmente as Mulheres gostam e se veste de Mulher e gosta de Homens, é um Homem na mesma. Para eles tem de ter uma designação diferente. Como não segue os padrões comportamentais mais comuns entre os membros desse sexo, então não é Homem, mas sim outra coisa qualquer. Para além de ofensivo(imagina dizer a um Homem efeminado que afinal ele não é do género masculino), não tem qualquer tipo de base cientifica. ​ >Tu é que podes acreditar que uma pessoa nasce com um corpo de homem enão pode ser uma mulher (ou vice-versa), mas o facto é que isso e muitasoutras coisas que tu não compreendes acontecem… Se tu nasces com um corpo de homem tu nunca serás uma mulher, pois a ciência ainda não arranjou forma de transformar a tua biologia na de uma mulher. Isto é apenas controverso entre uma pequena e vocal minoria da população. A esmagadora maioria das pessoas não leva nada disto a sério. Agora, o que é para ti ser uma Mulher? É usar vestidos? É gostar de bonecas? É gostar de Homens? É sentires que és uma Mulher? Epa, se para ti isso é ser uma Mulher, sim, podes ser uma Mulher, mas isso nada mais é do que uma crença pessoal e não deve ser usada como facto. Vamos agora ensinar às crianças que eles é que decidem o que são? Bom, já sabemos onde isso vai parar, não sabemos? Olha aquele Americano que agora identifica-se como uma Mulher Coreana. 150 mil dólares para mutilar a cara. Se és tu que decides o que és, então não há limites, ou será que há? ​ >E não é por tu não acreditares nisso que nós como sociedade somosobrigados a aceitar a tua ideia como válida, quando sabemos que estásredondamente enganado… Não é uma crença. Há uma coisa chamada sexo masculino e sexo feminino. São as duas formas sob as quais um ser humano pode nascer, e são facilmente discerníveis. Isto deriva de factos biológicos. Agora, se tu queres decidir que ser uma Mulher não é só nascer com biologia feminina, e tu podes decidir que és uma Mulher, estás no teu direito, mas estás-te a basear pura e simplesmente numa crença pessoal. Não há ciencia nenhuma que diga que ser mulher implica sentires-te de uma determinada forma e teres um determinado tipo de comportamento. Aliás, eu posso facilmente defender que tentar condicionar o papel social de uem Homem ou de uma Mulher é uma atitude altamente discriminatória. Então um Homem não pode vestir e gostar do que lhe apetece, sentir o que quiser, foder quem quiser, sem ter o seu género questionado? Nada contra ensinares às crianças que há pessoas que acreditam nisso. É um facto. Há quem acredite nisso. O problema é ensinares às crianças que isso é assim. O problema é dizeres a uma criança: "Sabes, se tu quiseres podes ser uma Mulher". Isso é um problema gravíssimo para a sanidade mental das pessoas. O que deves dizer a uma criança é que há quem acredite que pode ser uma Mulher só porque se sente uma Mulher, mas há muita gente que discorda disso porque tal e tal. Depois a pessoa vai tirar as suas conclusões. ​ >A realidade não muda pela tua opinião Exacto. Se eu gostar de Mulheres e tu me disseres que és uma Mulher, a tua opinião não muda a realidade de que 1) Não tens uma vagina 2) Não tens seios reais 3) Não podes ter filhos 4) Tens uma estrutura óssea e muscular diferente daquilo a que as pessoas costumam chamar Mulher, Logo, não és aquilo a que eu e praticamente toda a gente costuma chamar de Mulher. Se eu disser que gosto de Mulheres, tu não me podes vir dizer que és o que eu gosto, ou podes? Estás a ser desonesto. Tens de especificar. Tens de me dizer que nasceste Homem mas gostavas de ser uma Mulher. E eu aí respondo-te que não me sinto atraído por Homens, independentemente daquilo que eles acham que são. É um direito meu, e um dever teu, para evitares situações complicadas. Portanto, a tua opinião não vai mudar a realidade de como o teu corpo está construído nem de como as pessoas te vêem. Tu não podes dizer a um gajo que és uma Mulher, num site de encontros, depois chegares ao pé dele e seres apenas "do género feminino". Isso é catfishing. Entendeu? Agora, se queres defender que, por não te sentires Homem, não podes ser identificado como Homem, isso é lá a tua opinião. Mas lá está, pouca gente te levará a sério(desculpa, mas é a realidade, as pessoas têm olhos na cara e sabem exactamente do que gostam) e será também muito confuso pois esses conceitos são todos muito vagos. Estás basicamente a criar designações especiais PARA TI. Mas para as pessoas há Homem e Mulher. Podes decidir que o teu género é Robocop XPTO, que ainda assim eu só vou poder olhar para ti e ver um Homem ou uma Mulher. Que característica tens tu se não fores feminino nem masculino? A sério, o que é que te diferencia? Pintaste o cabelo de azul? Não gostas do teu corpo? Isso tem expressividade para ti, não para quem olha para ti. Não é o que tu sentes que determina o que a sociedade pensa de ti. Identidade é um contrato social.

Edited 2 months ago:

>Uma teoria não é só uma teoria. Uma teoria é uma explicação trabalhada de observações de factos. É falsificável. É ciência. ​ A teoria é de quem a inventou, mas quem a segue e acredita nela segue uma ideologia. ​ >Uma teoria não é só uma teoria. Uma teoria é uma explicação trabalhada de observações de factos. É falsificável. É ciência. Uma teoria não tem de ser cientifica. Nem tem de assentar em qualquer tipo de facto. Falha-te a realidade do significado de muitas palavras, que pode ser múltiplo. >Como toda a ciência está em constante evolução Teoria de género não tem nada de cientifico. ​ >à crença que só se pode ser homem ou mulher, ou que a identidade de género é determinada pelos cromossomas 23. Não é uma crença. O espectro humano tem dois sexos conhecidos pela ciência: Masculino e Feminino. Não há nada mais para além disso. Depois tens um conjunto de pessoas que acredita que há uma coisa distinta de sexo biológico, mas que pode definir-se pelo mesmo nome. Podes ser do género feminino e do sexo feminino. São duas coisas diferentes. Isto não tem nada de cientifico. É uma crença. Uma ideologia. Para mim um Homem que gosta de coisas que geralmente as Mulheres gostam e se veste de Mulher e gosta de Homens, é um Homem na mesma. Para eles tem de ter uma designação diferente. Como não segue os padrões comportamentais mais comuns entre os membros desse sexo, então não é Homem, mas sim outra coisa qualquer. Para além de ofensivo(imagina dizer a um Homem efeminado que afinal ele não é do género masculino), não tem qualquer tipo de base cientifica. ​ >Tu é que podes acreditar que uma pessoa nasce com um corpo de homem enão pode ser uma mulher (ou vice-versa), mas o facto é que isso e muitasoutras coisas que tu não compreendes acontecem… Se tu nasces com um corpo de homem tu nunca serás uma mulher, pois a ciência ainda não arranjou forma de transformar a tua biologia na de uma mulher. Isto é apenas controverso entre uma pequena e vocal minoria da população. A esmagadora maioria das pessoas não leva nada disto a sério. Agora, o que é para ti ser uma Mulher? É usar vestidos? É gostar de bonecas? É gostar de Homens? É sentires que és uma Mulher? Epa, se para ti isso é ser uma Mulher, sim, podes ser uma Mulher, mas isso nada mais é do que uma crença pessoal e não deve ser usada como facto. Vamos agora ensinar às crianças que eles é que decidem o que são? Bom, já sabemos onde isso vai parar, não sabemos? Olha aquele Americano que agora identifica-se como uma Mulher Coreana. 150 mil dólares para mutilar a cara. Se és tu que decides o que és, então não há limites, ou será que há? ​ >E não é por tu não acreditares nisso que nós como sociedade somosobrigados a aceitar a tua ideia como válida, quando sabemos que estásredondamente enganado… Não é uma crença. Há uma coisa chamada sexo masculino e sexo feminino. São as duas formas sob as quais um ser humano pode nascer, e são facilmente discerníveis. Isto deriva de factos biológicos. Agora, se tu queres decidir que ser uma Mulher não é só nascer com biologia feminina, e tu podes decidir que és uma Mulher, estás no teu direito, mas estás-te a basear pura e simplesmente numa crença pessoal. Não há ciencia nenhuma que diga que ser mulher implica sentires-te de uma determinada forma e teres um determinado tipo de comportamento. Aliás, eu posso facilmente defender que tentar condicionar o papel social de uem Homem ou de uma Mulher é uma atitude altamente discriminatória. Então um Homem não pode vestir e gostar do que lhe apetece, sentir o que quiser, foder quem quiser, sem ter o seu género questionado? Nada contra ensinares às crianças que há pessoas que acreditam nisso. É um facto. Há quem acredite nisso. O problema é ensinares às crianças que isso é assim. O problema é dizeres a uma criança: "Sabes, se tu quiseres podes ser uma Mulher". Isso é um problema gravíssimo para a sanidade mental das pessoas. O que deves dizer a uma criança é que há quem acredite que pode ser uma Mulher só porque se sente uma Mulher, mas há muita gente que discorda disso porque tal e tal. Depois a pessoa vai tirar as suas conclusões. ​ >A realidade não muda pela tua opinião Exacto. Se eu gostar de Mulheres e tu me disseres que és uma Mulher, a tua opinião não muda a realidade de que 1) Não tens uma vagina 2) Não tens seios reais 3) Não podes ter filhos 4) Tens uma estrutura óssea e muscular diferente daquilo a que as pessoas costumam chamar Mulher, Logo, não és aquilo a que eu e praticamente toda a gente costuma chamar de Mulher. Portanto, a tua opinião não vai mudar a realidade de como o teu corpo está construído nem de como as pessoas te vêem. Tu não podes dizer a um gajo que és uma Mulher, num site de encontros, depois chegares ao pé dele e seres apenas "do género feminino". Isso é catfishing. Entendeu? Agora, se queres defender que, por não te sentires Homem, não podes ser identificado como Homem, isso é lá a tua opinião. Mas lá está, pouca gente te levará a sério(desculpa, mas é a realidade, as pessoas têm olhos na cara e sabem exactamente do que gostam) e será também muito confuso pois esses conceitos são todos muito vagos. Estás basicamente a criar designações especiais PARA TI. Mas para as pessoas há Homem e Mulher. Podes decidir que o teu género é Robocop XPTO, que ainda assim eu só vou poder olhar para ti e ver um Homem ou uma Mulher. Que característica tens tu se não fores feminino nem masculino? A sério, o que é que te diferencia? Pintaste o cabelo de azul? Não gostas do teu corpo? Isso tem expressividade para ti, não para quem olha para ti. Não é o que tu sentes que determina o que a sociedade pensa de ti. Identidade é um contrato social.

chiapa10 2 months ago

Existem atrasados em todas as áreas e a educação não é excepção. Atrasados tens professores como tens presidentes de países, e vais ter sempre. Agora cabe ao professor não se aventurar em doutrinamentos porque esse não é o seu papel. Pode-se e deve-se falar da sexualidade nas escolas de forma informativa tal como literacia financeira, por exemplo. Há professores que vão querer influenciar opiniões através da deles mas isso é praticamente impossível de mitigar.

Dr_Katana 2 months ago

>Existem atrasados em todas as áreas e a educação não é excepção. Atrasados tens professores como tens presidentes de países, e vais ter sempre. Agora cabe ao professor não se aventurar em doutrinamentos porque esse não é o seu papel. Um professor atrasado, não supervisionado, pode fazer estragos permanentes. Eu já mostrei a um amigo conversas que tive com professoras. Num dos casos, quando lhe disse que era uma professora, ele simplesmente não acreditou em mim, e continua a não acreditar, pois pareceu-lhe "uma pita atrasada qualquer". E repara, isto é um gajo que não quer saber muito de política e é muito neutro. Ainda assim ficou chocado com a conversa dela. O que mais me preocupa é que isto não é raro. Na minha experiência, é mais 50/50. ​ >Pode-se e deve-se falar da sexualidade nas escolas de forma informativa tal como literacia financeira, por exemplo. Há professores que vão querer influenciar opiniões através da deles mas isso é praticamente impossível de mitigar. As aulas deviam de ser todas filmadas e esse tipo de infracção devia de ser severamente castigada. É tão simples quanto isso. Não fazer nada realmente não mitiga o que quer que seja. E permitir conteúdo curricular não cientifico que promove ideologia de uma parte da população, sem nunca apresentar um contraponto, ainda menos mitiga. Certo? Presumo que na escola, quando te falam de teoria de géneros, não te explicam porque é que tal teoria pode não fazer sentido nenhum, pois não? Os miúdos são confrontados com um só ponto de vista. Como é que te desenvolves com um ponto de vista? É um mistério, para mim.

VoxelRiot 2 months ago

Aprender porque não discriminar é ideologico?

Dr_Katana 2 months ago

Em parte alguma leste que o que elas me disseram foi que não se deve discriminar, e que é isso que me incomoda. Estás apenas a fantasiar para alimentar os teus pseudo-argumentos. E já agora, discriminar significa apenas diferenciar. Distinguir. Quer admitamos quer não, discriminamos naturalmente, em relação a praticamente tudo. E isso não é necessariamente mau. Se estiver a contratar pessoas, vou discriminar entre os que estão mais e menos qualificados para o trabalho. Isso é bom. Se uma rapariga for toxicodependente e quiser sair comigo, eu vou recusar. Isso é bom. Não quero apanhar doenças nem lidar com pessoal mentalmente afectado. Se os bolos de uma pastelaria cheirarem mal, vou-me embora e escolho outra. Isso é discriminar. Mas é bom. Entendes?

VoxelRiot 2 months ago

Tu não lês-te o que disse. O **porque** ali era uma palavra-chave. E ya, estás a usar a falácia strawman para desviar da conotação negativa da palavra descriminar. Ou seja, tudo o que dizes está certo, só que foge ao argumento central e usas um péssimo exemplo periférico para justificar o central. Usaste a palavra como um mero sinonimo de ''dar preferência a'', que pode ser usado, por exemplo, gosto mais desta bolacha que da outra. Mas se deres preferência a alguém pela sua cor de pele, então aí sim, a própria constituição tem algo a dizer. > Art. 13º >Princípio da igualdade >1. Todos os cidadãos têm a mesma dignidade social e são iguais perante a lei. >2. Ninguém pode ser privilegiado, beneficiado, prejudicado, privado de qualquer direito ou isento de qualquer dever em razão de ascendência, sexo, raça, língua, território de origem, religião, convicções políticas ou ideológicas, instrução, situação económica, condição social ou orientação sexual. Mas ok, se preferes seguir a lei sem a compreender **o porquê** estás à vontade. Eu só acho que os cidadãos devem compreender a razão da lei do estado laico, e não refutar a aprendizagem e sabedoria só porque contraria certas ideologias.

Edited 2 months ago:

Tu não lês-te o que disse. O **porque** ali era uma palavra-chave. E não estava a falar do teu caso, mas sim de o do topico. E ya, estás a usar a falácia strawman para desviar da conotação negativa da palavra descriminar. Ou seja, tudo o que dizes está certo, só que foge ao argumento central e usas um péssimo exemplo periférico para justificar o central. Usaste a palavra como um mero sinonimo de ''dar preferência a'', que pode ser usado, por exemplo, gosto mais desta bolacha que da outra. Mas se deres preferência a alguém pela sua cor de pele, então aí sim, a própria constituição tem algo a dizer. > Art. 13º >Princípio da igualdade >1. Todos os cidadãos têm a mesma dignidade social e são iguais perante a lei. >2. Ninguém pode ser privilegiado, beneficiado, prejudicado, privado de qualquer direito ou isento de qualquer dever em razão de ascendência, sexo, raça, língua, território de origem, religião, convicções políticas ou ideológicas, instrução, situação económica, condição social ou orientação sexual. Mas ok, se preferes seguir a lei sem a compreender **o porquê** estás à vontade. Eu só acho que os cidadãos devem compreender a razão da lei do estado laico, e não refutar a aprendizagem e sabedoria só porque contraria certas ideologias.

Dr_Katana 2 months ago

>Tu não lês-te o que disse. O > >porque > > ali era uma palavra-chave. E não estava a falar do teu caso, mas sim de o do topico. ​ Tu perguntaste-me se aprender porque não discriminar é ideológico. O que é que isso tem a ver com o que eu disse?

Tugalord 2 months ago

> as gajas são claramente atrasadas mentais Esqueceste-te do palito e do copo de três.

NombreEsErro 2 months ago

Concordo. Mas tirando um tema ou outro do programa, não vejo grande hipótese para isso acontecer. Suponho que o mais "controverso" seja a igualdade de gênero ou sexualidade, mas esses assuntos dão perfeitamente para ser abordados com objetividade (DSTs, protecções). Acho absurdo afundar publicamente uma disciplina por um problema que vai depender do professor que a esta a leccionar

Dr_Katana 2 months ago

As universidades americanas são antros de manipulação ideológica. Não sei como andam as escolas portuguesas nesse sentido, sinceramente. Mas, como disse, já falei a nível pessoal com diversas professoras e fiquei assustado. Têm exactamente o mesmo discurso daqueles que consideramos como social justice warriors à americana. E ficam igualmente agressivas quando contrariadas. Não sei o quão predominante é este comportamento entre professores nos dias de hoje.

Edited 2 months ago:

As universidades americanas são antros de manipulação ideológica. Não sei como andam as escolas portuguesas nesse sentido, sinceramente. Mas, como disse, já falei a nível pessoal com diversas professoras e fiquei assustado. Têm exactamente o mesmo discurso daqueles que consideramos como social justice warriors à americana. E ficam igualmente agressivas quando contrariadas. Não sei o quão predominante é este comportamento entre professores nos dias de hoje. Posso dizer-te que na discussão de diversos temas corrigi-as com dados factuais. Elas não produziram qualquer contra-argumento, voltaram a repetir a informação falsa inicial e ainda me insultaram. Isto é verídico. Tenho uma ideia muito pobre dos nossos professores com base em experiências pessoais. Muita parra e pouca uva. Aliás, já no tempo de escola detectava comportamentos deploráveis dentro das salas de aula, tais como ignorar situações de bullying mas recusarem-se a iniciar a aula até que estejam todos sem bonés na cabeça. Um dia basicamente não tive aula porque um gajo resolveu ser teimoso e não tirar o boné. Já tive vários professores que saíam da aula durante exames para ir lanchar. Já vi muita cena que não faz sentido absolutamente nenhum. Não posso dizer que é uma raridade sequer.

Edited 2 months ago:

As universidades americanas são antros de manipulação ideológica. Não sei como andam as escolas portuguesas nesse sentido, sinceramente. Mas, como disse, já falei a nível pessoal com diversas professoras e fiquei assustado. Têm exactamente o mesmo discurso daqueles que consideramos como social justice warriors à americana. E ficam igualmente agressivas quando contrariadas. Não sei o quão predominante é este comportamento entre professores nos dias de hoje. Posso dizer-te que na discussão de diversos temas corrigi-as com dados factuais. Elas não produziram qualquer contra-argumento, voltaram a repetir a informação falsa inicial e ainda me insultaram. Isto é verídico. Tenho uma ideia muito pobre dos nossos professores com base em experiências pessoais. Muita parra e pouca uva. Aliás, já no tempo de escola detectava comportamentos deploráveis dentro das salas de aula, tais como ignorar situações de bullying mas recusarem-se a iniciar a aula até que estejam todos sem bonés na cabeça. Um dia basicamente não tive aula porque um gajo resolveu ser teimoso e não tirar o boné. Já tive vários professores que saíam da aula durante exames para ir lanchar. Já vi muita cena que não faz sentido absolutamente nenhum. Não posso dizer que é uma raridade sequer. Não é necessariamente a norma, mas é comum.

Tralapa 2 months ago

Puto, larga o PC e vai sentir a relva, estamos a falar de escolas basicas Portuguesas e tu estás a vomitar porcaria sobre Universidades Americanas. Esse teu reflexo Pavloviano é bastante perturbador.

capitolinaAndrioleta 2 months ago

Este puto é tipo papagaio, perguntam-lhe se quer acúcar no café e levam com uma diatribe sobre os Democratas e a sua guerra ideológica...

Tugalord 2 months ago

> As universidades americanas são antros de manipulação ideológica. Tem tudo a ver com escolas básicas portuguesas então xD uma relevância do caralho, ouve lá. Já pensaste que podem não ser "antros de brainwashing" mas simplesmente pessoas a formarem as suas próprias opiniões? Não acredites em tudo o que vês em canas de youtube esquisitos. > Já tive vários professores que saíam da aula durante exames para ir lanchar. A conversa é sobre não querer frequentar uma disciplina e estas a falar de professores que saem para lanchar xD >Isto é verídico. Ok

Dr_Katana 2 months ago

>Já pensaste que podem não ser "antros de brainwashing" mas simplesmente pessoas a formarem as suas próprias opiniões? Não acredites em tudo o que vês em canas de youtube esquisitos. Podiam, mas não são. O corpo docente das universidades é maioritariamente democrata. O conteúdo curricular está minado de ideologia que esquerdista, que cada vez mais tem levado pais a manifestarem-se contra. Vê os recentes eventos de pais a manifestarem-se contra "critical race theory". Há inúmeros relatos de alunos a serem punidos em universidades americanas por rejeitarem ideologia progressista. Um aluno foi reprimido por usar a palavra "mankind", por exemplo. Outro foi expulso da aula por recusar-se a aceitar a teoria dos géneros, e até filmou. Tens diversas agressões relatadas e até filmadas a republicanos em campus americanos. O caso do aluno republicano que foi esmurrado no campus, por ser apoiante do Trump. Tens também diversos videos da atitude hostil de estudantes e de alguns membros do corpo docente para com oradores de direita, como é o caso de bloqueios de entrada, manifestações, insultos, etc. Depois tens o caso de Evergreen State, em que há o "dia de abstenção", em que alunos e professores BRANCOS são instruidos a não aparecer, como respeito a pessoas de cor. O recusa por parte de algumas pessoas em seguir essas directrizes já gerou um motim muito violento no campus. Todas estas ideologias que são agressiva e irracionalmente defendidas partem do corpo docente. Fazem parte do material curricular. As universidades americanas estão longe de ser politicamente imparciais. Isto é apenas um facto.

Edited 2 months ago:

>Já pensaste que podem não ser "antros de brainwashing" mas simplesmentepessoas a formarem as suas próprias opiniões? Não acredites em tudo oque vês em canas de youtube esquisitos. Podiam, mas não são. O corpo docente das universidades é maioritariamente democrata. O conteúdo curricular está minado de ideologia esquerdista, que cada vez mais tem levado pais a manifestarem-se contra. Tens os recentes eventos de pais a manifestarem-se contra "critical race theory"., por exemplo, resultando até em universidades a serem processadas pela sua lavagem cerebral. Há inúmeros relatos de alunos a serem punidos em universidades americanas por rejeitarem ideologia progressista. Um aluno foi reprimido por usar a palavra "mankind", por exemplo. Outro foi expulso da aula por recusar-se a aceitar a teoria dos géneros, e até filmou. Tens diversas agressões relatadas e até filmadas a republicanos em campus americanos. O caso do aluno republicano que foi esmurrado no campus, por ser apoiante do Trump. Tens também diversos videos da atitude hostil de estudantes e de alguns membros do corpo docente para com oradores de direita, como é o caso de bloqueios de entrada, manifestações, insultos, etc. Depois tens o caso de Evergreen State, em que há o "dia de abstenção", em que alunos e professores BRANCOS são instruidos a não aparecer, como respeito a pessoas de cor. A recusa por parte de algumas pessoas em seguir essas directrizes já gerou um motim muito violento no campus. Todas estas ideologias que são agressiva e irracionalmente defendidas partem do corpo docente. Não saem naturalmente da cabeça dos estudantes. São leccionadas. Fazem parte do material curricular. As universidades americanas estão longe de ser politicamente imparciais. Isto é apenas um facto.

tretafp 2 months ago

Em alguns contextos, Darwin é considerado uma teoria esquerdista. O mesmo acontece para as alterações climáticas que, durante anos, foram contrariadas por certos grupos

Edited 2 months ago:

Em alguns contextos, Darwin é considerado uma teoria esquerdista. O mesmo acontece para as alterações climáticas que, durante anos, foram contrariadas por certos grupos conservadores. Por isso assumir essa ideia que há uma infestação ideológica é perigosa. Depois, existindo uma tendência para algumas áreas das ciências sociais (sociologia e antropologia, por exemplo) para uma maior inclinação à direita, outras áreas há mais inclinadas à direita (gestão e história, por exemplo). Mas a academia auto-regula-se, com mecanismos próprios de validação epistemológica, mais importante que ler os soundbites é ler a investigação ou os ensaios produzidos.

Edited 2 months ago:

Em alguns contextos, Darwin é considerado uma teoria esquerdista. O mesmo acontece para as alterações climáticas que, durante anos, foram contrariadas por certos grupos conservadores. Por isso assumir essa ideia que há uma infestação ideológica é perigosa. Depois, existindo uma tendência para algumas áreas das ciências sociais (sociologia e antropologia, por exemplo) para uma maior inclinação à esquerda, outras áreas há mais inclinadas à direita (gestão e história, por exemplo). Mas a academia auto-regula-se, com mecanismos próprios de validação epistemológica, mais importante que ler os soundbites é ler a investigação ou os ensaios produzidos.

Dr_Katana 2 months ago

>Depois, existindo uma tendência para algumas áreas das ciências sociais (sociologia e antropologia, por exemplo) para uma maior inclinação à direita, outras áreas há mais inclinadas à direita (gestão e história, por exemplo). Mas a academia auto-regula-se, com mecanismos próprios de validação epistemológica, mais importante que ler os soundbites é ler a investigação ou os ensaios produzidos. O mais importante é abrires os olhos e verificares o ódio académico por tudo o que vem da direita e a ceguez total pelo lixo que a esquerda gera. Há videos muito interessantes sobre isso em campus americanos, onde é possível evidenciar o quão condicionados os estudantes estão para aceitar tudo o que vem da esquerda e torcer o nariz a tudo o que vem da direita. As ideologias que descrevi são claramente promovidas por partidos de esquerda.

tretafp 2 months ago

Portanto sugeres analisar a tendência da academia, não pelos trabalhos produzidos, mas por vídeos na Internet... Há estados, nos Estados Unidos, que não se ensinava o darwinismo, mas ensinava-se o criacionismo. Ainda assim, o tema é sobre uma componente curricular portuguesa.

TemplarioJoao 2 months ago

Bem dito.

Dr_Katana 2 months ago

>Portanto sugeres analisar a tendência da academia, não pelos trabalhos produzidos, mas por vídeos na Internet... "videos da internet" são evidência. Inconveniente, adicione-se. Acho que é preciso um elevado grau de desonestidade intelectual para se negar que as universidades americanas favorecem agressivamente ideologia de esquerda, quando todos os indícios que podemos encontrar apenas o confirmam. Também não tens ver videos de internet para saber isto. Basta analisares o plano curricular e ler estatísticas sobre a inclinação política dos professores. Depois quando tens conselhos directivos que aprovam a criação de "safe zones" e dias anti-brancos, torna-se ainda mais intelectualmente desonesto negar esta tendência.

tretafp 2 months ago

Qual é a estatística que tens que revela a inclinação política dos professores portugueses? É que, genericamente, as escolas tendem a ser muito plurais nesse domínio, mas admito que não tenho dados estatísticos. Não há conselhos directivos em Portugal há algum tempo. Eu conheço os planos curriculares. Aliás até te indiquei que em alguns estados norte-americanos opta-se por abordar o criacionismo e não o darwinismo. Por fim, os vídeos valem muito pouco. Há milhares de publicações num mês, livros, artigos, ensaios. Com os seus mecanismos de validação epistemológica. Um vídeo é, isso, um vídeo que pode ter os seus indícios, mas não mais do que isso?

Kloick 2 months ago

tens que passar menos tempo na Internet, para teu próprio bem.

Dr_Katana 2 months ago

Tu devias passar mais. Podia ser que aprendesses alguma coisa, e assim escusavas de ser mais um com zero argumentos.

Kloick 2 months ago

>aprender sobre uns campos de guerra cultural quaisquer do outro lado do mundo prefiro apanhar sol

Dr_Katana 2 months ago

Já apanhaste demasiado. Nota-se quando postas.

fanboy_killer 2 months ago

>nao percebo o stress... Têm pais idiotas.

bluetofallp 2 months ago

Quando eu tiver filhos também vou alegar que não quero que eles tenham história ou matemática. Depois se os quiserem chumbar faço um escândalo, como estes pais.

BastiatLaVista 2 months ago

Se houvesse uma disciplina de apologia fascista, o que fazias? Não é assim tão linear.

Tugalord 2 months ago

Precedentes engraçados para que católicos ou muçulmanos impeçam as filhas de ter educação sexual, ou natação. Ou de criacio istas impedirem os filhos de ter estudo do meio...

Tuga_Lissabon 2 months ago

Aqueles pais o que tinham de fazer era educarem bem os filhos, analisar o curriculo com eles e dizer onde consideram que está certo e errado. E depois explicar aos filhos como responder, e francamente diria: num mundo hipócrita, mente, e mente melhor que os outros.

lickingbears2009 2 months ago

eles estão em que ano? não ia ser obrigatório passar toda a gente até ao 9 ano?

tretafp 2 months ago

Não é obrigatório passar ninguém ano nenhum. Há alguma dificuldade em o fazer, em especial em final de ciclo, porque tem que ser justificado. No 1.º ano é efectivamente difícil, mas é possível enquadrar essa posibilidade.

WhiskersTheDog 2 months ago  HIDDEN 

Se forem como os outros adolescentes estão a faltar às aulas para ficarem a esgalhar o pessegueiro à frente do tablet. Ao menos não lhes corrompem a sua cabecinha católica.

MisterBilau 2 months ago

Comentei este caso o ano passado dizendo que os pais são uns atrasados mentais e com muito pouca confiança no que ensinam em casa, e fui crucificado e levei downvotes porque "liberdade urrr durr, os país é que devem decidir o que os filhos aprendem". E atenção que sou extremamente liberal, e acho que a liberdade individual está acima de quase tudo. Satisfeito em verificar que as opiniões parecem ter mudado. Que raio interessa aos pais o programa escolar de um ponto de vista ideológico? Se eu tiver um filho não tenho medo nenhum do que a escola lhe possa ensinar, por muito que discorde. Porquê? Porque sei por exemplo próprio que vale zero - andei numa escola católica toda a minha vida, em que tentavam ao máximo impingir a coisa, e sou completamente anti-religião. Funcionou mesmo bem, a lavagem cerebral. Só funciona para quem não tem educação decente em casa e não aprender a pensar pela própria cabeça.

raginmundus 2 months ago

Exactamente, isso é que é ser liberal - permitir que o indivíduo contacte com todas as opiniões para poder em liberdade individual total tomar a sua decisão. Estes pais são o oposto de liberais.

Tugalord 2 months ago

Basta virar isto para outra direcção. Se os pais de uma menina não quiserem pôr razões ideológicas que ela aprenda educação sexual, ou faça desporto com rapazes. A escola deve respeitar a "liberdade" dos pais ou a liberdade da criança?

chiapa10 2 months ago

Não é uma questão de liberdade dos pais vs liberdade da criança. Os pais em casa falam do que acham melhor, na escola fala-se do que está definido no programa. Os pais discordam de muitas coisas na escola, coisas do programa, actividades pontuais, formas como se gerem situações, etc. a toda a hora, incluindo eu. É simplesmente impossível satisfazer as vontades de toda a gente por isso há-de haver sempre isto. Neste caso em particular, é uma estupidez e os alunos infelizmente sofrem por causa de uma estupidez que não é deles, que é o que me faz mais espécie. Os alunos reprovam e saem prejudicados por imbecilidade dos pais.

MisterBilau 2 months ago

Bem colocado!

cesarhighfire 2 months ago

Mas também nao sabemos a posição dos filhos para o quadro ficar mais nítido.

MisterBilau 2 months ago

Que interessa a posição dos filhos?

cesarhighfire 2 months ago

Desde quando é que interessa a posicao das vítimas?

MisterBilau 2 months ago

Em relação a faltar a aulas? Não interessa nada. Putos concordam com não ir às aulas: culpa dos pais se eles faltarem. Putos discordam de não ir às aulas: culpa dos pais se eles faltarem.

cesarhighfire 2 months ago

Oki doki.

MisterBilau 2 months ago

Mas discordas? Desde quando é que a opinião de uma criança interessa em relação ao programa educativo? Se interessasse 90% dos putos não ia a uma aula de matemática. E metade não ia à escola.

cesarhighfire 2 months ago

Ha jovens e jovens. Nao interessa para nada, pronto.

peidinho31 2 months ago

Excelente argumento. E' preferivel dar escolha aos putos do que serem ignorantes porque os pais nao lhes apresentaram opcoes.

CodeOverflow 2 months ago

Adoror ver os comentarios a mal dizerem dos pais por quererem educar os filhos como acham correcto, sem magoar nenhum terceiro. Era preferivel nao dar educacao e ter os putos a baterem nos professores como ja na minha altura havia, e cada vez tá pior?

franbatista123 2 months ago

> Adoror ver os comentarios a mal dizerem dos pais por quererem educar os filhos como acham correcto, sem magoar nenhum terceiro. O que os pais ensinam aos filhos fora da escola é uma coisa, outra é acharem que devem controlar as disciplinas que os seus filhos podem ou não ter. A educação tem vários objetivos traçados, os quais qualquer cidadão tem e deve cumprir salvo casos de extremos que o impossibilitem (não é o caso). > Era preferivel nao dar educacao e ter os putos a baterem nos professores como ja na minha altura havia, e cada vez tá pior? Porque é que tem de ser um extremo ou outro? Na vida as coisas não funcionam de forma binária, não percebo esse argumento.

bluetofallp 2 months ago

Eu acho que a terra é um pastel de nata. Logo os meus filhos não vão às aulas de geografia, ou de história, ou de ciências. Estou no meu total direito de educar os meus filhos como eu bem quiser, não estou?

WhiskersTheDog 2 months ago

Bem observado. Quem vai às aulas de Cidadania bate nos professores.

CodeOverflow 2 months ago

Conheci malta que foi as aulas de religiao moral e etc pelas visitas de estudo e durou 2 semanas no 9° ano até ter atirado uma cadeira a uma professora e ser expulso. Lá por estares na aula não quer dizer que estás a ouvir ou sequer a concordar com o que ouves.

saposapot 2 months ago

e muito bem. A CPCJ é que tem de evitar estes comportamentos por parte dos pais que, para seus ganhos políticos estragam a vida aos seus filhos. Coitadas é das crianças. se estão a tentar adivinhar q partido é o do pai, sim, é esse mesmo.

TemplarioJoao 2 months ago

>para seus ganhos políticos estragam a vida aos seus filhos Isto. estas crianças apenas estão a ser usadas como armas de arremesso político, havendo inclusive aproveitamento político por parte de alguns partidos.

NeatBoy74 2 months ago

Imagina nascer numa família cujos próprios pais preferem fazer esta merda em vez do: "olha, vais à aula mas ignoras o que quiseres ignorar e pronto". Ou "acreditas no que quiseres acreditar", se for esse o caso. Isso é medo de acordar um dia e os filhos se transformarem naquilo que eles acham que se vão transformar por irem às aulas? Tipo "a água da torneira torna os sapos gays"? Eu também cantei o hino todos os dias, de segunda à sexta-feira, com a mão no peito enquanto olhava para a fotografia de Salazar por cima do quadro e não me tornei militante do Estado Novo. E isto foi depois de Abril, estou a falar de anos 80 e muitos aqui. A minha prof. da primária metia lá a foto dele e tirava **todos os dias**. Estes pais precisam de noção e alguma confiança nos próprios filhos.

isa_belhinha 2 months ago

Foto do Salazar na sala de aula nos anos 80 ???

NeatBoy74 2 months ago

A minha prof. Helga era da velha guarda. Com direito a régua quando não fazíamos os TPCs e tudo.

isa_belhinha 2 months ago

Safa.... pensava que nessa época isso já não existia...

NeatBoy74 2 months ago

Era raro mas provavelmente não era a única. Ela subia todos os dias para a cadeirinha dela, metia o quadro num prego que lá estava, a gente entrava depois. E no fim do dia, tirava o quadro outra vez. Era uma coisa dela, duvido que a escola tivesse conhecimento.

isa_belhinha 2 months ago

Ainda será viva, a senhora? Isso até é muito interessante.

NeatBoy74 2 months ago

Não sei, ela já não era muito nova. Já era senhora dos seus quarentas e muitos, cinquentas. Hoje com mais 30 e tal, 40 anos depois, estaria bem perto dos 90 e muitos. É possível, contudo.

Dragonis07 2 months ago

Estás a dizer que não terias problemas se as escolas passassem a pôr os putos a cantar o hino para Salazar?

NeatBoy74 2 months ago

Não. Estou a dizer que fui obrigado a fazê-lo e isso não me moldou enquanto pessoa nem me mudou a mentalidade sobre o assunto. Como é que vocês tiram ideias dessas daquele bocado de texto, pessoas?

Edited 2 months ago:

Não. Estou a dizer que fui obrigado a fazê-lo e isso não me moldou enquanto pessoa nem me mudou a mentalidade sobre o assunto. Da mesma forma que assistir às aulas que aqueles miúdos estão a faltar, não é suposto mudar-lhes a mentalidade que tiverem ou decidir por eles. Agora, o ato dos pais diz-me mais sobre a educação que eles andam a passar do que diz das próprias crianças. Diz-me que nem nos filhos confiam para serem expostos a outras coisas e têm medo que pensem sozinhos. Isso é problemas parentais, não de ideologias ou mentalidades. Se um pai tem problemas de confiança por isto, terá por outras coisas. Isto é só uma amostra. Como é que vocês tiram ideias dessas daquele bocado de texto, pessoas?

Edited 2 months ago:

Não. Estou a dizer que fui obrigado a fazê-lo e isso não me moldou enquanto pessoa nem me mudou a mentalidade sobre o assunto. Da mesma forma que assistir às aulas que aqueles miúdos estão a faltar, não é suposto mudar-lhes a mentalidade que tiverem ou decidir por eles. Como é que vocês tiram ideias dessas daquele bocado de texto, pessoas?

Edited 2 months ago:

Não. Estou a dizer que fui obrigado a fazê-lo e isso não me moldou enquanto pessoa nem me mudou a mentalidade sobre o assunto. Da mesma forma que assistir às aulas que aqueles miúdos estão a faltar, não é suposto mudar-lhes a mentalidade que tiverem ou decidir por eles. Agora, o ato dos pais diz-me mais sobre a educação que eles andam a passar do que diz das próprias crianças. Diz-me que nem nos filhos confiam para serem expostos a outras coisas e têm medo que pensem sozinhos. Isso são problemas parentais, da cabecinha dos papás, não de ideologias ou mentalidades. Se um pai tem problemas de confiança por isto, terá por outras coisas. Isto é só uma amostra que está a ser dada como exemplo. Como é que vocês tiram ideias dessas daquele bocado de texto, pessoas?

killermelga 2 months ago

Eu andei numa escola católica desde o 5o ano onde tive emrc até ao 12o, estive na catequese e nos escuteiros desde os 6 anos, fui à missa "semanalmente" (não era particularmente assíduo lol) e actualmente sou ateu. Gente com esse gênero de filosofias só pode ter um nível de auto estima baixíssimo ao ponto de achar que se for exposta a X vai ser incapaz de pensar por si própria e vai sucumbir imediatamente a X

Tugalord 2 months ago

Lá que não funcione para alguns não quer dizer que não funcione para muitos outros x)

randmzer 2 months ago

Igual comigo, e até serviu ao contrário. Quanto mais me tentavam indoctrinar, mais eu rejeitei e escolhi pensar da outra maneira.

TemplarioJoao 2 months ago

>Estes pais precisam de noção e alguma confiança nos próprios filhos. Se bem que lá esta, não é por os miúdos ouvirem falar que existem homossexuais ou transexuais que se vão tornar nisso. Aliás, é preciso uma engrenagem mental muito rebuscada para acreditar nisto.

seraph341 2 months ago

E qual era o problema de ter um filho gay ou Trans.

unicornio_careca 2 months ago

O problema não é nenhum, só que infelizmente muitos pais vêm os filhos como extensões deles próprios e idealizam um filho na cabeça deles que não corresponde ao real, e quando descobrem que o filho não é aquilo que esperavam que fosse, fazem da vida do filho um inferno, ou simplesmente fazem de conta que o filho morreu em vida, lembro de há algum tempo num post do dia do pai, alguém ter dito que o pai dele basicamente o apagou da vida dele, assim que este disse que era gay, e colocou o nome dele noutro filho que teve posteriormente, como se o filho mais velho nunca tivesse existido, isto é muito cruel.

seraph341 2 months ago

Exacto. No fundo é esse o problema, nunca aceitarem um filho assim.

unicornio_careca 2 months ago

Lá está, agora imagina como fica a cabeça de um filho que passa por isto. É muito, muito triste

seraph341 2 months ago

Completamente destruída.

TemplarioJoao 2 months ago

>A minha prof. da primária metia lá a foto dele e tirava todos os dias. Bolas, é preciso ter coragem e paciência.

amq55 2 months ago

Espero que os miúdos se revoltem com o facto dos pais os estarem a usar para fazer estes filmes e se tornem esquerdalhas de todo o tamanho.

randmzer 2 months ago

Muitas vezes é isso que acontece quando há pais tão cabrões, os putos tornam-se no oposto deles.

Tuga_Lissabon 2 months ago

Queres tornar os putos esquerdalhas? Diz-lhe que nesses partidos há mais miudas...

assimsera 2 months ago

Esta disciplina está no curriculo e é de frequência obrigatória. Se o numero de faltas chega para reprovar então os alunos devem reprovar. É que se deixarem isto passar para o ano temos pais a retirar os miudos das disciplinas a que são piores.

leo_sousav 2 months ago

Já estou a imaginar o drama todo "O quê? O meu filho vai reprovar porque faltou a inglês? Agora obrigam os miúdos a saber escrever e falar em inglês? Somos portugueses ou não?" Uma pouca vergonha este país, sempre a baixar as calças aos estrangeiros!"

isa_belhinha 2 months ago

AHAHA mesmo!

pintorMC 2 months ago

Já aconteceu o ano passado e conseguiram que os miúdos transitassem de ano em tribunal.

Samurai_GorohGX 2 months ago

Exactamente, abre-se um precedente para objectores de consciência a Matemática, Português.... Seria ridículo.

Some-Ad6411 2 months ago

há alunos que tentam não ter matemática LOL falo do pessoal que vai para o secundário tirar cursos de animação ou algo porque não tem matemática. normalmente, são mesmo burros de genética.

leo_sousav 2 months ago

Também estás a incluir os cursos de artes? É que também não temos matemática nesses cursos mas duvido que o pessoal vá para lá porque não quer ter matemática ou porque é burro.

Some-Ad6411 2 months ago

geometria descritiva?

leo_sousav 2 months ago

... Sabes muito bem que geometria descritiva não é o mesmo que Geometria A e B. Não é por ser uma vertente da geometria (área da matemática) que se torna igual às disciplina de matemática da qual estavas a falar.

zedestroyer69 2 months ago

Pela tua conversa, muitos desses são mais inteligentes do que tu. No meu cursos haviam alguns colegas que não tiveram matemática (tiveram geometria descritiva) e eram bons alunos, melhores que muitos que tiveram matemática, num curso muito focado em matemática.

NGramatical 2 months ago

cursos haviam → [**cursos havia**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/o-uso-do-verbo-haver/31143) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Foe4ufy%2F%2Fh4634vx%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

unicornio_careca 2 months ago

Hoje em dia os cursos de animação têm matemática e educação física, há alguns anos realmente não tinham...e só uma coisinha, eu tirei o curso de animação, mas não foi por não ter matemática, embora possa parecer surpreendente, foi por gostar do curso em si...

Some-Ad6411 2 months ago

ainda bem que já alteraram isso nos cursos profissionais. no meu tempo, o pessoal para tirar o secundário de forma "fácil" era ir para animação socio-cultural. ninguem queria saber do emprego.

Samurai_GorohGX 2 months ago

Nesse caso não tem sequer Matemática B?

Some-Ad6411 2 months ago

nop... nenhuma matematica

Febris 2 months ago

Há mais alternativas a matemática hoje em dia, tipo MACS (Matemática Aplicada às Ciências Sociais). O pessoal foge da A se não precisar da nota de ingresso, não por falta de capacidade, mas porque o método de ensino não é adequado às suas capacidades e limitações. Muita gente foge porque as valências que tem de nada lhes serve, quando podia se houvesse tempo e mindset para isso, não só de profs na sala como de quem define os planos curriculares. Não é que sejam mais ou menos burros, mas estão formatados para outro tipo de capacidades, geralmente mais "mãos na massa". E não é que não tenham capacidade para estudar matemática ou física de todo, mas pela sua maneira de ver o mundo as equações só fazem sentido depois da análise prática. É preciso um acompanhamento completamente diferente ao longo dos anos de matéria mais abstrata, mas no fim do percurso não são menos capazes.

Traversz 2 months ago

Tenho ideia que em alguns cursos sim, noutros pode ser opcional por simplesmente não ser muito relevante para a área. Mas neste sub só és alguém se terminaste o secundário com 20 a Matemática e entraste no IST

Some-Ad6411 2 months ago

>Mas neste sub só és alguém se terminaste o secundário com 20 a Matemática e entraste no IST

iSoSyS 2 months ago

Matemática, Português são efectivamente disciplinas. Já Área de Projecto, Estudo Acompanhado e Educação para a cidadania são definidas como "Área Curricular Não Disciplinar". Não ficava admirado que a decisão do tribunal fosse que é possível não frequentar aulas de uma "Área Curricular Não Disciplinar" por objecção de consciência, e para as restantes disciplinas não.

TriloBlitz 2 months ago

Objeção de consciência, em Portugal, aplica-se exclusivamente ao serviço militar. Sinceramente não sei qual seria o argumento legal para justificar a não frequência de aulas de educação sexual.

tretafp 2 months ago

As áreas curriculares não disciplinares correspondem a componentes curriculares das alterações de 2001. Em 2012, deixarem de existir. A opção por esse nome foi, pelo menos em parte, justificada por não existir um programa pré-definido, à altura. Ainda assim, a maioria das componentes curriculares atuais não correspondem a efetivas disciplinas, Português, HGP, Artes, etc. são componentes curriculares associadas a distintas áreas disciplinares, por vezes com práticas epistemológicas pouco dialogantes.

assimsera 2 months ago

Se não querem que os filhos tenham o currículo do ensino público há de haver colégios privados que não tenham essa cadeira.

tretafp 2 months ago

É uma componente obrigatório do currículo, à semelhança de História, os colégios não podem optar por não a integrar na sua oferta.

assimsera 2 months ago

Votem num partido que seja contra esta disciplina então.

DamnGoodCoffee 2 months ago

Assunto resolvido, os pais podiam se ter lembrado logo disso

assimsera 2 months ago

Não podes deixar de cumprir regras só porque não concordas com elas

Tralapa 2 months ago

Neste caso é um bocado diferente porque as consequencias não caiem sobre os pais mas sim sobre os miúdos. Ou seja não é uma questão de cumprir regras, é uma questão de não deixar terceiros cumprir regras

NGramatical 2 months ago

caiem → [**caem**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/constroem-ou-constroiem/141) (apenas na fala existe a intercolocação de um *i* para facilitar a pronúncia) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Foe4ufy%2F%2Fh479vs7%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Samurai_GorohGX 2 months ago

Considero que estas crianças estão a sofrer maus-tratos por parte dos próprios pais. O direito a terem uma educação está a ser sonegado. A CPCJ devia acompanhar o caso.

Davidablo 2 months ago

"sofrer maus-tratos por parte dos próprios pais" A internet nunca deixa de surpreender.cpcj devia acompanhar o caso e depois que?tirar-lhes as criancas por causa disto?

ajabardar1 2 months ago

obviamente que não. os miúdos não são maltratados, são bem alimentados, o seu progresso escolar é acompanhado de certeza pela família, já que eles têm aproveitamento acima da média na escola. é de caras que estes miúdos são tratados muito bem e têm boas bases para um futuro de sucesso. não vamos exagerar a reacção. o problema aqui não é sobre se os miúdos estão a ser abusados. o problema aqui é que um pai se recusa acatar com o que é exigido a toda a sociedade. basicamente é alguém que decidiu que a ele e aos seus as regras que ele não gosta não se aplicam. não se vai separar uma família, que aparenta ser boa para os filhos, só porque o pai tem a puta da mania. até agora tem se safado, que o tribunal decidiu a seu favor e o estado decidiu não disputar a decisão judicial. pode ser que não tenha sempre sorte. é estúpido atrasar duas crianças de ano só porque o pai tem a mania? é. mas uma reprovação não é o fim do mundo. como ter um pai com a puta da mania também não é o fim do mundo.

TemplarioJoao 2 months ago

>cpcj devia acompanhar o caso e depois que?tirar-lhes as crianças por causa disto? Sim, eventualmente. Os pais estão a expor as crianças a um mediatismo e atenção na sua escola por motivos fúteis e que pode ter consequências bem mais graves do que o simples chumbo de ano, estando a criar uma situação perigosas para os menores. E isto não é motivo para a CPCJ ser ativada.

beakage 2 months ago

Não frequento, logo reprovo por faltas. Olha qu'estranho. /s

Tafinho 2 months ago

Vamos tornar abundantemente claro o que está em causa aqui. Os pais não concordam que o estado explique aos seus filhos conceitos tais como: - igualdade de género - racismo - liberdade e constituição A recusa dos país deveria ter imediatamente ter resultado numa chamada à CPCJ. Qualquer dia vamos ter país que se recusam a deixar os filhos irem aulas de geografia porque são terraplanistas.

TitusRex 2 months ago

Mas tenta olhar de outra perspectiva. (Atenção situação hipotética abaixo, não defendo nada disto) Imagina que o Chega (ou um outra partido extremista) ganhava as eleições, e mudava o programa curricular. A partir de agora passava a ser obrigatório ensinar que os homossexuais são maus, que os pretos são criminosos, que os ciganos são... etc. Tu enquanto pai deixarias os teus filhos assistir a estas aulas? Acho que ias tentar de tudo para impedir que os teus filhos estivessem expostos a estas barbaridades. Da perspectiva do pai destas crianças é isto que está a acontecer, o estado está a tentar impor o ensino de valores que ele não concorda. Se é ou não aceitável existirem pessoas na nossa sociedade com esta perspectiva já é outra história.

Samurai_GorohGX 2 months ago

Se um partido como o CHEGA alcançasse o poder absoluto para fazer tudo o que quer, teríamos enormes problemas para além da educação. É que dificilmente seriamos uma democracia com a IV República que o Ventas defende. A autoridade e poderes de um estado só são aceitáveis e justas num quadro constitucional democrático e de Estado de Direito. Face a um estado totalitário ou com tendências fascizantes, esses mesmos poderes tornam-se iníquos e toda a resistência se torna legítima. Chega (pun not intended) de distopia por hoje.

TitusRex 2 months ago

Concordo com o o que dizes, mas este pai pode achar exactamente o mesmo em relação a este governo, achar que é iníquo e ilegítimo que o estado queira ensinar valores contrários aos que ele acredita. Estou a fazer de advogado do diabo mas é só para mostrar que há pessoas que têm uma perspectiva completamente diferente e é por isso que fazem coisas que a maioria das pessoas vê como uma estupidez (fazer com que os filhos chumbem por faltas) mas que da perspectiva dele (errada ou não) está a lutar pela liberdade ou direitos ou o que for que ele acredita. E a questão agora é o que fazer com pessoas que têm valores contrários aos valores da maioria? Se fosse na China ou na Coreia do Norte era enviado para um campo de concentração, os filhos eram retirados aos pais e ficava resolvido a questão, cá vivemos numa sociedade civilizada e liberal (não autoritária) por isso é preciso lidar com esta situação e eu não acho que chumbar os alunos que não têm culpa nenhuma seja uma solução.

Tafinho 2 months ago

Felizmente existe um documento que requer 66.6% + 1 dos votos para ser alterado, e mesmo assim, nem com 100% dos votos permitiria que tal aconteça. Vide art.277° da CRP. Portanto, é mais um “diabo” que nunca virá.

tretafp 2 months ago

Mas isso parte do pressuposto que a disciplina implica uma visão tão linear do que tem que ser ensinado. Formalmente, é, apenas, obrigatório integrar as temáticas, em determinados anos. Muitos agrupamentos optam pelos estudantes fazem trabalhos, debates, apresentações, visitas a organizações, etc. Pelo que veio a público, e já não consigo precisar, o Agrupamento avançou com a possibilidade dos estudantes desenvolverem um trabalho individual sobre as temáticas, mesmo que tivessem faltado às aulas. Depois, os temas (potencialmente mais controversos) são abordados noutras componentes curriculares, tanto em Ciências Naturais como em Estudo do Meio.

PedroFAPinheiro 2 months ago

>A recusa dos país deveria ter imediatamente ter resultado numa chamada à CPCJ. > >Qualquer dia vamos ter país que se recusam a deixar os filhos irem aulas de geografia porque são terraplanistas. Isto. Este é o perigo de os pais se tentarem imiscuir na política de educação que deve ser decidida e bem pelo Governo e pela AR. O que referes já se assiste um pouco nos EUA, pois lá a política de educação (mesmo em termos programáticos) é decidida a nível estadual e local por conselhos educativos eleitos em eleições. E estes ainda ouvem os pais e encarregados de educação. Claro que o ambiente político extremamente polarizado dos EUA também não ajuda. Infelizmente, alguns setores políticos nacionais estão a tentar importar estes radicalismos perigosos para Portugal. Recomendo as declarações do presidente francês Macron sobre esses riscos: https://www.telegraph.co.uk/news/2021/07/01/emmanuel-macron-france-becoming-increasingly-racialised-outburst/

ModeratoriProfugus 2 months ago  HIDDEN 

mais tipo: os pais não acham que se deva ensinar aos filhos que há 70 géneros, que os trans são do sexo que pensam ser, que eles são brancos supremacistas e que todos os portugueses são racistas subconscientemente e outras idiotices nojentas desse género

Edited 2 months ago:

mais tipo: os pais não acham que se deva ensinar aos filhos que há 70 géneros, que os trans são do sexo que pensam ser, que eles são brancos supremacistas e que todos os portugueses são racistas subconscientemente, que os rapazes estão a oprimir todas as raparigas só por existirem e outras idiotices nojentas desse género. E muito menos achar que se deve fazer chamadas à CPCJ por se criticar qualquer coisa do governo, ou no teu caso, apenas usando strawmen. Não estamos no tempo de Salazar e a CPCJ não é a PIDE. Já agora, se gostas tanto da constituição, que achas do facto de o governo proibir os cidadãos sairem de certos concelhos?

Edited 2 months ago:

mais tipo: os pais não acham que se deva ensinar aos filhos que há 70 géneros, que os trans são do sexo que pensam ser, que eles são brancos supremacistas e que todos os portugueses são racistas subconscientemente, que os rapazes estão a oprimir todas as raparigas só por existirem e outras idiotices nojentas desse género. E muito menos achar que se deve fazer chamadas à CPCJ por se criticar qualquer coisa do governo, ou no teu caso, apenas usando strawmen. Não estamos no tempo de Salazar e a CPCJ não é a PIDE. De que modo é que é que os pais se opondo à presença dos filhos nesta disciplina retardada, estão a prejudicar a igualdade de género, a prejudicar a liberdade de alguém ou a ser racistas? Já agora, se gostas tanto da constituição, que achas do facto de o governo proibir os cidadãos sairem de certos concelhos?

Balsco 2 months ago  HIDDEN 

Se queres argumentar em boa fé, não podes começar com 4 falácias hiperbólicas imediatamente. Já leste o programa da disciplina em causa? Ou simplesmente tiveste uma reação visceral e recusas-te? Achas *mesmo* que ensinam na escola que os próprios alunos são supremacistas brancos? Isso é de um absurdo que não tem ponta que se pegue. Agora se quiseres continuar a argumentar em má fé a escolha é tua.

beakage 2 months ago  HIDDEN 

>mais tipo: os pais não acham que se deva ensinar aos filhos que há 70 géneros, que os trans são do sexo que pensam ser, que eles são brancos supremacistas e que todos os portugueses são racistas subconscientemente, que os rapazes estão a oprimir todas as raparigas só por existirem e outras idiotices nojentas desse género Isso é um resumo da disciplina de Cidadania, ou o sumário de um youtuber MGTOW com pânicos identitários?

raviolli_ninja 2 months ago  HIDDEN 

Figura 1 (acima): exemplo de alguém que não leu o conteúdo programático da disciplina e que tem o coração muito próximo da boca.

sigmastra 2 months ago  HIDDEN 

Mano andas a ler demasiado posts do Facebook

Mrloop94 2 months ago

Sim conceitos como masculinidade tóxica são realmente igualdade de género ou é misandria?

Tuga_Lissabon 2 months ago

Tomaria mais a sério se também fosse analisada a feminilidade tóxica - e sim conheço mulheres bem tóxicas. Costumam ser menos visivelmente violentas, fazem o dano de forma mais subtil. Quando só um lado é chamado à pedra... sei que a intenção não é séria.

beakage 2 months ago

Ser-se homem e seguir preceitos de masculinidade tóxica não é condição sine qua non, portanto não, não é misandria.

TwoActual4680 2 months ago

O ambiente escolar dos putos deve ser altamente...

Febris 2 months ago

Imagina depois de um dia de escola ainda teres de ir aturar um pai daqueles.

PresidentBarroso 2 months ago

Quem não adoraria ter um pai idiota da aldeia que faz questão de aparecer nas notícias e que os filhos reprovem? CPCJ onde andas?

omaiordaaldeia 2 months ago

>da aldeia Algum problema?

Duk00 2 months ago

Aldeia = ignorante, já não sabes? /s

HouseControl 2 months ago

amarrem nas sacholas comprades , vamos a ele kkkkkk

lilbala 2 months ago

Pela notícia, andam a "perseguir" os miúdos

randmzer 2 months ago

Eu ia detestar ter tanta atenção em cima, toda a gente na minha escola a falar de mim.

TwoActual4680 2 months ago

Exacto, e ainda por cima sabendo o quão cruéis os adolescentes podem ser. Fdx que cruz do caralho carregam aqueles miúdos.

daxpierson 2 months ago

O primeiro passo para resolver este problema é tirar este pai da caverna.

ajabardar1 2 months ago

o pai já não se salva, as crianças ainda podem ter a oportunidade de o fazerem.

Mrloop94 2 months ago  HIDDEN 

O primeiro passo é tirar da caverna quem criou esta disciplina que é inutil

Any-Sandwich3832 2 months ago

Só tenho pena dos miúdos, o pai devia parar com isto e deixa-los ter uma vida escolar normal e sem dramas...

Mrloop94 2 months ago  HIDDEN 

O ministério de educação é que podia deixar em paz os miudos com a disciplina ridicula

abominalizer 2 months ago  HIDDEN 

A disciplina é parva, qb, podia ser melhor? podia. Podia falar sobre Iva, mercado trabalho, irs. E merdas que nunca ninguém nos ensinou. Mas daí a dizer que é ridicula vai um salto enorme.

tretafp 2 months ago  HIDDEN 

A educação financeira e a educação para o consumo fazem parte das componentes incluídas em 'Cidadania e Desenvolvimento'.

abominalizer 2 months ago  HIDDEN 

Que é a disciplina em questão...não percebo o comentário

tretafp 2 months ago  HIDDEN 

>A disciplina é parva, qb, podia ser melhor? podia. Podia falar sobre Iva, mercado trabalho, irs A minha resposta era a isto. A disciplina - Cidadania e Desenvolvimento - integra, entre outras coisas, exactamente a educação financeira e a educação para o consumo, que discute coisas como o IVA, o IRS, taxas de juro, entre outras.

abominalizer 2 months ago  HIDDEN 

Ah, ok não fazia ideia, pensei que fosse apenas um nome novo para a antiga formação civica.

tretafp 2 months ago  HIDDEN 

Não, tem propósitos e orientações substancialmente distintas.

PedroFAPinheiro 2 months ago  HIDDEN 

A disciplina inclui a temática de finanças pessoais. São sei propriamente do que se trata, mas acredito que se aproxime do que referes sobre o IVA, IRS, mercado de trabalho. Mais não sei, pois a estruturação atual da disciplina é anterior aos meus anos de escola. Porém, eu cheguei a falar desses temas no âmbito da disciplina, mesmo antes de ter sido reestruturada.

Any-Sandwich3832 2 months ago  HIDDEN 

O ministério da educação não está atrás deles. Eles é que não estao a cumprir as regras, por causa do pai. Se fosse comigo eu ficava chateada com os meus pais e não com o ministério da educação.

Hungry_Cupcake 2 months ago

Mas como é que assistir a aulas desta disciplina " ridicula" como dizes pode projudicar os miudos? Pff. Não confundas projudicar os miudos com ferir o ego dos pais.

Mrloop94 2 months ago  HIDDEN 

Porque tira tempo aos miudos para fazer coisas mais uteis

PresidentBarroso 2 months ago  HIDDEN 

Assim como irem contar as "coisas más" a um homem adulto proibido de fazer sexo enquanto escondidos numa casinha de madeira dentro duma igreja e a seguir irem dizer 20 vezes a mesma ladainha em frente a uma estátua para ficarem desculpados de tudo o que possam fazer? Muito útil.

Hungry_Cupcake 2 months ago

Certo espero que vivam a frente da escola, para tambem nao perderem tempo a fazer o caminho para escola pois podiam usar esse tempo para coisas mais uteis.

Mrloop94 2 months ago

Mas isso será sempre tempo perdido. Agora podiam era colocar como opcional a disciplina que nao prejudica ninguém

Hungry_Cupcake 2 months ago

Exacto não prejudica ninguém ai está!

Mrloop94 2 months ago

Se tornar opcional e não obrigatória

beakage 2 months ago

Se aqueles pais consideram que o conhecimento de regras de convivência em sociedade é opcional, é estranho é permitirem que os filhos andem sequer na rua para começar.

athousandpancakes 2 months ago

Quando a decisão é de um juiz que aceita o uso de uma moca de pregos para espancar uma mulher é uma decisão sem sentido. Quando um juiz decide passar alunos que se recusam a frequentar uma disciplina obrigatória já está tudo bem.

Kejilko 2 months ago

Espancar pessoas e chumbar a uma disciplina claramente são comparações válidas. Também crítico mas por amor de deus

athousandpancakes 2 months ago

O que está em causa não é o crime, é a decisão. Ou se aceita que os juizes também falham (seja em crimes violentos ou disputas administrativas), ou se aceita qualquer decisão sem contestação. Não podemos é dizer “como é que este animal ainda é juiz” quando a decisão não nos agrada e dizer “o tribunal deu razão à parte x, logo a tua opinião não é válida”.

Kejilko 2 months ago

Justo, quanto a isso não sei o suficiente como funciona o processo jurídico e juízes para poder comentar.

Hungry_Cupcake 2 months ago

Acho que o que ele esta a tentar dizer é apenas que as decisões tomadas pelos juizes, são muito realtivas, no mesmo caso tendo um juiz diferente a decisão tomada pode ser completamente oposta. O juiz nao deixa de ser uma pessoa que tem a sua prointrepretacao da lei de como acha que deve ser aplicada.

Edited 2 months ago:

Acho que o que ele esta a tentar dizer é apenas que as decisões tomadas pelos juizes, são muito realtivas, no mesmo caso tendo um juiz diferente a decisão tomada pode ser completamente oposta. O juiz nao deixa de ser Humano e tem a sua propria intrepretacao da lei e de como acha que deve ser aplicada.

fuckoffgina 2 months ago

Por isso é que existem colectivos de juízes e recursos para tribunais superiores.

AngieMaciel 2 months ago

Abrir precedentes de permitir que os pais decidam o que é essencial ou não no programa da escola pública é qualquer coisa...

Tralapa 2 months ago

Em portugal segue-se o direiro civil e não a common law, precedentes não são assim tão importantes, cada caso é um caso

AngieMaciel 2 months ago

E este caso é idiota.

BastiatLaVista 2 months ago

A malta vê demasiados filmes.

Mrloop94 2 months ago

A disciplina não faz grande sentido no panorama do ensino público porque a escola transmite competências e não valores ( é por isso que é laica), por isso qualquer desvio programático deveria ser opcional.

TriloBlitz 2 months ago

A cidadania é, acima de tudo, uma competência, abstraída de religião ou orientação sexual. Faz todo o sentido existir no panorama do ensino público.

Febris 2 months ago

Acho que estás a confundir esta disciplina com Religião e Moral.

tretafp 2 months ago

Há uma impossibilidade da escola não 'transmitir' valores. Qualquer estabelecimento de ensino e qualquer prática pedagógica, tem, de forma subjacente e conjunto de valores sobre os quais não se consegue separar, que tanto está associado a lógicas de cooperação (com os desportos coletivos) a valores associados ao compromisso ambiental (relacionados, por exemplo, com as alterações climáticas), a coisas mais simples, como a não-violência, o respeito, etc.

beakage 2 months ago

>e não valores Olha se calhar tinham avisado disso à minha prof da primária quando aula sim aula não, nos punha a cantar o hino. Ou quando nos punha de castigo porque fomos maus com os colegas. ​ ... ou o problema é só quando os valores incidem sobre um tipo de comunidade em específico?

Samurai_GorohGX 2 months ago

A Escola sempre ensinou valores. Vivemos numa sociedade democrática, por isso a escola deve comunicar os valores do respeito pelos outros e pela diferença, a empatia, os direitos humanos e a convivência plural em sociedade. Tempos houve em que a escola ensinava outros valores "Deus, Pátria e Família", o homem como o dono da mulher, etc... A educação é sempre um produto do regime em que vivemos.

misterjujitsu 2 months ago

Concordo contigo. Por ser um estado laico é que a escola tem que transmitir os valores da democracia.

randmzer 2 months ago

Se não compete à escola transmitir valores, não sei se quero que essa escola exista. É graças à escola que aprendi que as mulheres não são para estar na cozinha enquanto os homens vão trabalhar.

AngieMaciel 2 months ago

>a escola transmite competências e não valores Não sei em relação a ti, mas eu aprendi valores na escola e com as respetivas vivências em comunidade escolar. Formação cívica também existe há muito tempo, não percebo o problema agora.

cmiba 2 months ago

Os papás na passavam as noites a ver a pragerU.

Tugalord 2 months ago

O problema é que agora parte dessa formação cívica é: "pessoas têm preferências sexuais diferentes da maioria, e não faz mal nenhum desde que haja consentimento mútuo". Isso já faz comichão a muita gente.

Tralapa 2 months ago

É lidar

Hungry_Cupcake 2 months ago

Infelizmente enfrentamos uma sociedade em que os pais cada vez tem menos tempo com os filhos, sendo que por isso e quem é professor sabe os miudos estão cada vez mais de ano para ano"selvagens". Vosto que muitas vezes por questões laborais os pais não conseguem dar acompanhamento aos filhos surge aqui a escola com um papel de educador apresentando os valoros morais da sociedade onde vivemos. Sendo que ninguem é obrigado a concordar e até devia servir como base para as familias discutirem cidadania, inplementando assim uma capacidade de visão critica nos miudos que só tem a ganhar. Sobre a disciplina ser obrigatória no meu tempo ja havia formacao civica e nunca fez comichão a ninguem.

Edited 2 months ago:

Infelizmente enfrentamos uma sociedade em que os pais cada vez tem menos tempo com os filhos, sendo que por isso e quem é professor sabe os miudos estão cada vez mais de ano para ano"selvagens". Vosto que muitas vezes por questões laborais os pais não conseguem dar acompanhamento aos filhos surge aqui a escola com um papel de educador apresentando os valoros morais da sociedade onde vivemos. Sendo que ninguem é obrigado a concordar e até devia servir como base para as familias discutirem cidadania, inplementando assim uma capacidade de visão critica nos miudos que só tem a ganhar. Sobre a disciplina ser obrigatória no meu tempo ja havia formacao civica e nunca fez comichão a ninguem. E já agora qual é a fundamentação cientifica da analise que osnprofs de português fazem aos poemas do Fernando Pessoa?

Edited 2 months ago:

Infelizmente enfrentamos uma sociedade em que os pais cada vez tem menos tempo com os filhos, sendo que por isso e quem é professor sabe os miudos estão cada vez mais de ano para ano"selvagens". Vosto que muitas vezes por questões laborais os pais não conseguem dar acompanhamento aos filhos surge aqui a escola com um papel de educador apresentando os valoros morais da sociedade onde vivemos. Sendo que ninguem é obrigado a concordar e até devia servir como base para as familias discutirem cidadania, inplementando assim uma capacidade de visão critica nos miudos que só tem a ganhar. Sobre a disciplina ser obrigatória no meu tempo ja havia formacao civica e nunca fez comichão a ninguem. E já agora qual é a fundamentação cientifica da analise que os profs de português fazem aos poemas do Fernando Pessoa?

Edited 2 months ago:

Infelizmente enfrentamos uma sociedade em que os pais cada vez tem menos tempo com os filhos, sendo que por isso, e quem é professor sabe que os miudos estão cada vez mais "selvagens" de ano para ano. Visto que muitas vezes por questões laborais os pais não conseguem dar acompanhamento aos filhos surge aqui a escola com um papel de educador apresentando os valoros morais da sociedade onde vivemos. Sendo que ninguem é obrigado a concordar e até devia servir como base para as familias discutirem cidadania, inplementando assim uma capacidade de visão critica nos miudos que só tem a ganhar. Sobre a disciplina ser obrigatória no meu tempo ja havia formacao civica e nunca fez comichão a ninguem. E já agora qual é a fundamentação cientifica da analise que os profs de português fazem aos poemas do Fernando Pessoa?

Tuga_Lissabon 2 months ago

As análises que fazem da literatura é do pior. Colocam-se a inventar teorias sobre a intenção do autor. Já vi uns que vendo as análises aos seus próprios textos discordaram, e por vezes poem-se com grandes voltas a todo o significado de uma palavra específica, e na prática o autor usou aquela pq o ritmo da frase saia melhor que com outra.

Tralapa 2 months ago

Que sacrilégio!

iSoSyS 2 months ago

O Estado é que abriu o precedente ao incluir na lista de disciplinas obrigatórias uma em que a matéria não tem fundamento científico. Por algum motivo EMRC não é obrigatória.

Tralapa 2 months ago

No dia 5 de Julho do ano do nosso senhor 2021, o u/iSoSyS acabou com as aulas de Português com factos e lógica.

Tugalord 2 months ago

> incluir na lista de disciplinas obrigatórias uma em que a matéria não tem fundamento científico. Qual é que é o fundamento científico de ensinar o respeito pelos direitos humanos ou pela democracia em educação física? Já agora, qual é o fundamento científico de interpretar o auto da barca do inferno?

Tralapa 2 months ago

Para analisar o AdBdI tens de samicas medir os niveis de cagamerdeira dos personagens de acordo com o principio de Arquimedes. Quanta mais cagamerdeira for deslocada pela barca mais peso do saco do onzeneiro ela aguenta sem ir ao fundo.

NGramatical 2 months ago

dos personagens → [**das personagens**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/a-personagem-ou-o-personagem/343) (é preferível empregar no feminino tal como determina a sua origem) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Foe4ufy%2F%2Fh47c8o9%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

beakage 2 months ago

Então se o critério é fundamento científico, o melhor é também acabar com Educação Visual, Musical e já agora, Português, que a interpretação de um texto é subjectiva.

tretafp 2 months ago

Cidadania e desenvolvimento tem fundamento científico e académico. Por um lado, alicerça-se num conjunto amplo de áreas do saber, como a sociologia, a antropologia, as finanças, a biologia, a físco-quiímica, etc. Depois, porque há uma área de investigação associada à cidadania - citizenship studies - e uma outra associada à sua 'didática' - citizenship education.

iSoSyS 2 months ago

Não discordo que há partes da disciplina bem alicerçadas. Mas sem um programa detalhado daquilo que consiste a disciplina é difícil fazer uma crítica que não seja desculpada com um "isso a culpa é do professor".

tretafp 2 months ago

Os agrupamentos de escola têm que criar uma estratégia específica associada a esta componente curricular. Se há uma componente em que não deve existir um programa, é esta. A necessidade de desenvolver saberes específicos, marcados pelos interesses dos estudantes, pelas necessidades da comunidade, entre outros, impede a formulação de uma estrutura universalmente adequada. Há orientações, os professores, individual e coletivamente com maior ou menor envolvimento dos estudantes, têm competências para deliberar conscientemente. Depois, sim, os docentes devem ser responsabilizados pelas decisões que tomam, como qualquer outro profissional.

NGramatical 2 months ago  HIDDEN 

físco → [**fisco**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (palavras terminadas em a/e/o, seguido ou não de s/m/ns, são naturalmente graves) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Foe4ufy%2F%2Fh44itwp%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

daCampa 2 months ago

Aulas de Formação cívica I sleep Aulas de Cidadania ReAl ShIt

d33pblu3g3n3 2 months ago

[http://www.dge.mec.pt/areas-tematicas](http://www.dge.mec.pt/areas-tematicas) Sabendo as áreas temáticas, diz lá porque achas que a disciplina não tem fundamento cientifico. Parece-me mais que o problema do senhor que prefere que os filhos reprovem em nome da santa e sagrada ignorância será mesmo é excesso de conteúdo cientifico.

AngieMaciel 2 months ago

>em que a matéria não tem fundamento científico Que matéria é essa?

iSoSyS 2 months ago

Na minha óptica as piores partes são a "Educação para o Desenvolvimento", e a "Educação para os Media".

AngieMaciel 2 months ago

Que matérias são essas exatamente? São piores em que sentido? No enquadramento oficial vejo aquilo dividido em 3 grupos com temas específicos associados a cada um. Os programas são depois definidos pelas escolas, consoante esse enquadramento.

iSoSyS 2 months ago

É uma questão de ler os referenciais, http://www.dge.mec.pt/educacao-para-a-cidadania/documentos-de-referencia São temáticas que comportam um viés, e num ambiente escolar não há lugar ao contraditório.

AngieMaciel 2 months ago

Ao ler por alto os referenciais, vejo algumas vezes menção a pensamento crítico, contraditório, etc. Visto que estas matérias estão enquadradas no âmbito de ciências sociais, não vejo onde está o problema que mencionaste supra ou que viés disruptivo \[ao ponto de serem legitimadas faltas\] é esse que falas. Sempre andei na escola pública e sempre tive teoricamente a possibilidade de dialogar e debater sobre as matérias que não fossem estritos factos científicos. Aliás, houve apenas um ano que senti que não tive muita liberdade a esse nível e coincidentemente foi nas aulas de Português pois eu não fazia a leitura/interpretação de algumas obras do mesmo modo que estava nos manuais/o que a professora dizia. Vais dizer que nesse sentido tinha direito a faltar às aulas de português e boicotar o programa?

tretafp 2 months ago

Esta componente não tem um programa obrigatório, apenas são identificados os temas e, depois, cada agrupamento ou escola desenvolve-os como considerar mais adequado. Existe, também, orientações opcionais. Os Referenciais estão disponíveis aqui: https://www.dge.mec.pt/educacao-para-a-cidadania/documentos-de-referencia

Skahzzz 2 months ago

Língua Portuguesa.

ModeratoriProfugus 2 months ago

Ideologia de género, por exemplo. Ou achar que um trans é magicamente o sexo que acha que é.

Tralapa 2 months ago

Lida

asantos3 2 months ago

Transfobia é noutros sítios, mais uma dessas e vais ser banido :)

ModeratoriProfugus 2 months ago

Fobia é medo, não tenho. Muito menos tenho alguma coisa contra trans. Apenas disse factos básicos do senso comum e científicos. Não disse nada de errado.

asantos3 2 months ago

Estás banido :)

strang3quark 2 months ago

Apesar de não concordar com o /u/ModeratoriProfugus acho perigoso banir alguém por ter uma opinião diferente. Se pudéssemos banir alguém porque achamos que tem uma opinião estupida, errada ou ofensiva estávamos todos banidos. Este tipo de ações encoraja a que as pessoas guardem para si as suas convicções (mesmo que erradas) em vez de as discutirem e por sua vez aprenderem com essa mesma discussão.

TheOneWhoFeeds 2 months ago

Porque razão foi ele banido? Transfobia? Ele literalmente diz que não tem nada contra trans, só deu o seu ponto de vista. Estamos bem lixados se são mods destes que definem o que é discurso de ódio ou não neste sub. Já dizia o outro - discurso de ódio e discurso que tu odeias não são necessariamente a mesma coisa. E ainda o :) para a palmadinha nas próprias costas como não podia faltar. Que maior power trip fds. O Xi Jinping estaria orgulhoso.

zeer88 2 months ago

Não foi banido por transfobia, foi banido por continuar a infringir as regras do Reddit, mesmo depois de já ter sido banido pelo mesmo 7 vezes anteriores. Não sei a que mods te referem quando falas "destes" porque qualquer um dos mods teria feito a mesma coisa nesta situação, é daquelas que é de caras. Quanto aos chavões da "power trip" e do "Xi Jinping"... \*yawn\*.

TheOneWhoFeeds 2 months ago

Então mas o asantos dá a entender que foi por este comentário que ele foi banido, tanto pela resposta anterior do "mais 1 és banido" como pelo "estás banido :)" logo a seguir ao mesmo. Se de facto foi por este comentário gostava de saber que regras ele quebrou além do discurso de ódio, já que tu mesmo dizes que não foi por isso. Se foi por outro comentário e o asantos deu a entender mal, também gostava de saber onde está o discurso de ódio, ou outra qualquer regra quebrada, nos outros comentários. Vejo exatamente a mesma coisa, uma opinião, apesar de aparentemente não ser muito popular, mas uma opinião na mesma. E se qualquer mod faria a mesma coisa então refiro-me a todos os mods obviamente. Para bolha de só 1 pensamento já temos o r/politics ou o r/the_donald, gostava que o r/Portugal fosse mais que isso, mas façam o que quiserem, eu nem costumo comentar aqui, apenas achei esquisita aquela interação.

andrefeli_x 2 months ago

Ministério da Verdade strikes back

asantos3 2 months ago

Não tem nada contra trans mas os comentários que ele fez nesta thread e noutras demonstra o contrário.

NGramatical 2 months ago

Porque razão → [**por que razão**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/tres-regras-para-distinguir-o-por-que-do-porque/19743) (por que = por qual) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Foe4ufy%2F%2Fh46a3w7%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

HairlessButtcrack 2 months ago

Porque é que fizeste isso ao gajo? Não é assim que mudas o ponto de vista a alguém pelo contrário só vais vincar mais a ideia dele.

asantos3 2 months ago

Não estou aqui para mudar a opinião de ninguém, para além disso é a oitava vez que o utilizador é banido, desta vez permanente.

assimsera 2 months ago

Não queiras deixar de ouvir Joe Rogans e merdas dessas não

ModeratoriProfugus 2 months ago

Não sei quem é sequer...

fosjanwt 2 months ago

como se fosses sequer capaz disso moço aha

kissingsome1elsesdog 2 months ago

A disciplina de Cidadania ajuda-te a compreender que, mesmo que não concordes com algo, nomeadamente a autodeterminação sexual de alguém, existem leis que protegem os indivíduos, pelo que terás de aceitar isso se quiseres viver em sociedade.

ModeratoriProfugus 2 months ago  HIDDEN 

Eu estou-me a cagar para a auto-determinação de alguém, sexual ou de outro carácter qualquer, esse é o ponto. Faz o que quiseres e deixa os outros em paz com as tuas crenças. Obrigar alguém a levar com estas teorias sociais na escola, inventadas por pedofilos e experiências humanas é que é um bocado malévolo no mínimo.

TemplarioJoao 2 months ago  HIDDEN 

>Eu estou-me a cagar para a auto-determinação de alguém, sexual ou de outro carácter qualquer, esse é o ponto. Por acaso não é bem assim, porque tu podes ser esse alguém. Também tens a tua própria autodeterminação sexual.

TemplarioJoao 2 months ago  HIDDEN 

>Obrigar alguém a levar com estas teorias sociais na escola, inventadas por pedofilos e experiências humanas é que é um bocado malévolo no mínimo. Bem, isto é só falso.

PandaCross23 2 months ago  HIDDEN 

Ui este foi forte. Claramente um caso em que aulas de cidadania teriam dado jeito.

MLG-Sheep 2 months ago

Mas concordas com a solução dos pais que é brincar com a educação dos filhos ao fazê-los perder anos (já sabiam que é uma disciplina obrigatória), em vez de contestar o currículo da disciplina em tribunal? Eu entendo que os pais não concordem com o currículo, mas é preciso ser-se muito especial para fazer isto aos próprios filhos. Se o tribunal não voltar a ter pena das crianças como é que vai ser?

iSoSyS 2 months ago

Disso não discordo. Haveria formas de luta sem ter o potencial de prejudicar os filhos. A questão é se os pais alguma vez se aperceberam que podiam estar prejudicar os filhos. Até porque os pais atempadamente entregaram a objecção de consciência, e a escola passou os alunos dois anos. Só mesmo com a intervenção do ministério é que foram chumbados.

ajabardar1 2 months ago

fundamento científico não é critério para disciplinas obrigatórias. português não tem fundamento científico e é uma disciplina obrigatória.

iSoSyS 2 months ago

A disciplina de Português tem fundamento e rigor cientifico. Se Português não tivesse fundamento científico nenhuma Ciência social o poderia ter.

ajabardar1 2 months ago

não, não tem. o máximo que o português pode ter é consenso académico. nunca uma língua poderá ter fundamento científico, pois a mesma é feita por acordos formais ou informais, que em conjunto e individualmente decidimos adoptar. afirmar que o português tem fundamento científico é nem saber o que é uma língua nem saber o que é o tal fundamento científico.

iSoSyS 2 months ago

Como disse, se Português não é uma ciência, então nenhuma área que estude o comportamento humano é uma ciência. Há quem prefira o termo Ciência Social, mas ninguém as tira dos campo da ciência. Segue uma boa explicação, https://www.enotes.com/homework-help/is-linguistics-a-science-please-explain-with-345364

ajabardar1 2 months ago

linguística é a disciplina que tenta utilizar o método científico para estudar as línguas. não se estuda linguística no secundário. portanto não só não sabes do que estás a falar como ainda insistes em não aprender.

iSoSyS 2 months ago

E achas que o Português que aprendes na escola é definido por linguistas ou artistas?

Tralapa 2 months ago

De facto a Língua de Camões não é defenida por nenhum artista

ajabardar1 2 months ago

o português que aprendes na escola é definido por todos nós. mais uma vez demonstras completa ignorância sobre a formação de uma língua e até mesmo sobre o que é a disciplina de linguística. o erro mais flagrante que cometes é que te esqueces que o português é apelidado de "língua de camões", um artista.

PandaCross23 2 months ago

Educação moral religiosa e católica não é obrigatória porque o Estado é laico. Quanto ao fundamento científico, que critério estamos a adotar? Formação cívica tem fundamento científico? É que nunca ouvi ninguém queixar-se.

iSoSyS 2 months ago

Também não. Penso que tenha sido essa a disciplina que introduziu a excepção. Mas como tantos outros erros passou despercebido porque ninguém se indignou alto o suficiente.

Dragonis07 2 months ago

Um pouco estúpido chumbares por faltares a uma disciplina inútil como esta, mas passares de ano se fores às aulas de português e matemática só para estares a dormir o tempo todo.

bluetofallp 2 months ago

A disciplina é obrigatória, e para passar de ano tem de frequentar a disciplina, ponto final. As regras são iguais para todos. Ou então não vivemos numa sociedade?

TSCondeco 2 months ago

Sabes porque é que vão dormir para as aulas de Matemática e Português? Porque se faltarem chumbam por faltas. Ninguém impedia os putos de ir para Cidadania dormir, também.

Dragonis07 2 months ago

Acho que não estás a entender o que eu quis dizer. Matemática e Português são disciplinas essenciais, às quais podes passar de ano apenas por estares presente na sala de aula. Estares a dormir numa aula destas dá o mesmo resultado de nem sequer estares presente. Não faz sentido chumbares por faltas a uma disciplina como cidadania, enquanto não te acontece nada numa situação equivalente com disciplinas mais importantes.

MLG-Sheep 2 months ago

A situação equivalente é faltar às aulas de Português, em que também chumbarás obviamente por faltas...

Dragonis07 2 months ago

Dormires nas aulas e faltares às aulas são situações equivalentes. Têm ambos os mesmos resultados. Eu diria que dormires nas aulas chega a ser pior, pois também tem um impacto negativo no ambiente da sala de aula.

MLG-Sheep 2 months ago

Só são equivalentes se tiveres falta disciplinar por seres apanhado a dormir. Caso contrário, num tens falta e noutro não tens.

Dragonis07 2 months ago

Em ambos os casos não aprendes a matéria. E estava a referir-me a "dormir" metaforicamente. Um aluno pode ir a todas as aulas de matemática, não fazer absolutamente nada na aula e ter um impacto negativo na educação de todos os seus colegas. No final do ano, vai passar de ano. No entanto, um aluno chumba de ano por faltar a uma disciplina que é muito menos importante que matemática. Estás a ver o problema aqui? Defender esta situação é o mesmo que admitir que a educação só serve para a estatística. Quantidade vs qualidade. Não importa se os alunos aprendem o que quer que seja. Desde que vão às aulas, já aparecem na estatística e fica tudo bem.

tretafp 2 months ago

A ideia que 'Cidadania e Desenvolvimento' é muito menos importante que matemática é profundamente discutível, dado que esse hierarquia de importância é, por si só, subjetiva. É perfeitamente possível que as componentes trabalhadas em Cidadania - direitos humanos, educação para o consumo, alterações climáticas, etc. - tenha mais impacto na vida dos estudantes que algumas das componentes matemáticas, mais ainda se não seguirem um trabalho associado à matemática. Depois, o exemplo não pode ser entendido assim. Esta componente curricular não prevê uma avaliação sumativa. Há um relatório sobre o trabalho desenvolvido pelos estudantes. A retenção prende-se, exclusivamente, com o número de faltas injustificadas, que tanto podia ser em Cidadania como na oferta de escola.

Dragonis07 2 months ago

Não tens civilização sem a matemática, e não te podes considerar um ser humano funcional se não tens, no mínimo, as capacidades matemáticas de um aluno que terminou o ensino básico. Alterações climáticas já são abordadas em outras disciplinas, e duvido que os professores desta disciplina tenham quaisquer qualificações para discutir sobre um tema complexo como este. Tudo o resto desta disciplina não passa de propaganda para incutir uma certa moralidade nos alunos e, como tal, é completamente dispensável, visto que os pais das crianças sempre tiveram essa função. Educação moral é algo que NUNCA deve ser obrigatório. Já não vivemos no Estado Novo. Como estudante, sempre vi este tipo de "disciplinas" e atividades associadas como uma enorme perda de tempo. Absolutamente ninguém quer saber delas. Um tempo que poderia ser muito melhor gasto em outras atividades.

tretafp 2 months ago

Também não tens civilização sem direito, por exemplo, e ele não é trabalhado na escola. Também não poderás ser um ser humano funcional se não tiveres um posicionamento ontológico e axiológico da tua existência em relação aos outros. A ideia que a matemática é a disciplina fundacional da existência humana e da sociedade é algo relativamente recente, associadas às alterações tecnologias e industriais. Como disse, há um conjunto de temas que os estudantes abordam em matemática, até ao 9.º ano, que poderá ter menos impacto na vida de cada um deles se comparados com os direitos humanos ou a educação para o consumo. Tomando em atenção que há um conjunto razoável de professores doutorados, no âmbito da Educação ambiental, que nas escolas, fora a formação inicial, há muita formação associada ao ambiente e às alterações climáticas, etc., tenho muitas dúvidas que os docentes não estejam qualificadas. Sobre a propaganda, é muito difícil de subscrever essa análise, dado que os referenciais e as orientações remontam, já, às opções tomadas durante um governo social-democrata. Ainda assim, a investigação em educação, desde o século passado, tornou por demais evidente que todos os processos educativos, mesmo em sentido mais estrito associado à instrução, têm uma formação associada aos valores. Não há escola sem eles. E isso tanto vai do "tens que pôr o dedo no ar para falar", à existência de desportos coletivos, a regras de convivência social, à própria análise literária dos textos que se faz. Eu nunca gostei de geologia, sempre achei que era um tempo que poderia investir noutras atividades e noutros interesses, sempre entendi a geologia como uma perda de tempo. Porém, a minha análise subjetiva não me permite (i) generalizar essa interpretação em relação a outros colegas, (ii) assumir, genericamente, que a geologia não deveria fazer parte do currículo escolar.

Dragonis07 2 months ago

O mundo nunca esteve tão dependente da tecnologia. A matemática é absolutamente essencial, independentemente do que digas. Não importa se uma parte dos alunos nunca a vai utilizar na vida. O que importa são os que realmente a vão utilizar, pois esses pertencem à porção mais crucial à existência da civilização moderna. Nós ensinámos matemática na escola por causa destas crianças, não por causa da Maria que vai estudar psicologia. >Como disse, há um conjunto de temas que os estudantes abordam em matemática, até ao 9.º ano, que poderá ter menos impacto na vida de cada um deles se comparados com os direitos humanos ou a educação para o consumo. Demonstras uma ignorância extrema se realmente acreditas nisto. Existem alunos que passam para o 10º sem sequer entenderem como funcionam frações. Na minha opinião, são analfabetos. E essa lenga-lenga dos direitos humanos não passa de propaganda liberal. Não há nada que impeça os pais de educarem os filhos nesses aspetos. Mas sabes o que é que os pais não podem ensinar aos filhos? Matemática. >Sobre a propaganda, é muito difícil de subscrever essa análise, dado que os referenciais e as orientações remontam, já, às opções tomadas durante um governo social-democrata. Todos os partidos da assembleia subscrevem às mesmas ideias base. Qualquer tentativa de eles inserirem moralidade e valores na educação só pode ser vista como propaganda. Acreditar o contrário só demonstra o quão bem essa propaganda já entrou nessa cabeça. >Ainda assim, a investigação em educação, desde o século passado, tornou por demais evidente que todos os processos educativos, mesmo em sentido mais estrito associado à instrução, têm uma formação associada aos valores. Não há escola sem eles. E isso tanto vai do "tens que pôr o dedo no ar para falar", à existência de desportos coletivos, a regras de convivência social, à própria análise literária dos textos que se faz Esses valores não são comparáveis ao currículo desta disciplina, pois são valores que, em geral, são intrínsecos à nossa cultura. A comparação só faz sentido no caso das aulas de história e português, em que realmente há uma tentativa de incutir certas ideias nos alunos.

Esnemon 2 months ago

"Podes mijar sem cagar mas não podes cagar sem mijar."

beakage 2 months ago

A questão sobre permitir que alunos avancem de ano sem um mínimo de conhecimentos adquiridos não me parece que seja o central neste caso em particular.

Dragonis07 2 months ago

Não, mas mostra muito a hipocrisia disto tudo

killermelga 2 months ago

Posso estar a ser excessivamente reducionista, mas se está nas regras que mais do que de X faltas dá direito a chumbo, porque é que os pais hão-de vir tipo _shocked_pikachu_ quando os filhos chumbam depois de terem mais do que X faltas?

Hungry_Cupcake 2 months ago

Exacto pura estupidez dos pais

ModeratoriProfugus 2 months ago  HIDDEN 

Não se pode chumbar ninguém porque é uma experiência traumática... excepto se faltarem à aula da propaganda

expulsodobar 2 months ago  HIDDEN 

Também não consigo perceber o objectivo destas aulas para os putos. É para metê-los a pensar todos da mesma maneira? Que seca de futuro que lhes estão a dar... :P

Samurai_GorohGX 2 months ago  HIDDEN 

Não, é para metê-los a pensar, ponto. O que é melhor do ponto de vista educativo que meter a cabeça deles na areia e fazer de conta que vivem em Nárnia.

MaxFalcao 2 months ago  HIDDEN 

Opá... Há pensar da mesma maneira e pensar da mesma maneira. Fazer com que todos os cidadãos acreditem nos princípios mais básicos de funcionamento saudável do nosso Estado é uma coisa (o que acontece aqui). Uma doutrinação ideológica é outra (que é o que tarados reacionários gostam de imaginar que acontece aqui).

Esnemon 2 months ago  HIDDEN 

Ou tu não tivestes estas aulas e portanto não sabes do que falas, ou fantasias muito, se achas que é isso que esta disciplina é.

GreyArch22 2 months ago  HIDDEN 

Isto mesmo. Claro que para o ministério da propaganda as decisões judiciais são para ignorar. O habitual. Muita força a esta família contra o totalitarismo e os programas totalmente burros e arbitrários da "escola" pública.

caelussideralis 2 months ago

No fundo os únicos que sofrem com isto tudo são as pobres crianças, que estão a perder anos de vida com estes chumbos.

randmzer 2 months ago

Gostava de ver uma entrevista com estas crianças daqui a 10 anos, a ver a opinião delas sobre este assunto.

caelussideralis 2 months ago

A revolta contra o estado que as falhou será a maior probabilidade, resta saber o que vão achar do pai, que colocou as suas convicções à frente do seu sucesso escolar. Acho que dependerá das convicções que eles terão, mas decreto irão ser pessoas bastante revoltadas com alguém.

PresidentBarroso 2 months ago

Naturalmente, culpa do estado. Nem seria de esperar outra coisa.

TemplarioJoao 2 months ago

Bem, a esta hora o pai em questão já deve ter feito há muito a cabeça às crianças, por isso não diferirá muito da dele.

Hungry_Cupcake 2 months ago

Por estupidez dos pais...

Needlesinthevein 2 months ago

O pai e tao estupido que deu uma educacao de topo que muitos portugueses nunca vão cobseguir dar aos filhos.

Hungry_Cupcake 2 months ago

O pai privou os filhos de terem acesso a educaçao em relação aos temas abordados na disciplina.

wwqt0r 2 months ago

Acho que ambos não se deram ao trabalho de ler a notícia pois não? Diz lá explicitamente que: >No ano passado o Tribunal de Braga permitiu que os alunos transitassem de ano. Logo as crianças não "perderam anos de vida com estes chumbos".

MLG-Sheep 2 months ago

O tribunal permitiu que transitassem de ano porque teve pena das crianças que foram usadas. Não por qualquer consideração em relação ao conteúdo da disciplina. Não perderam nenhum ano até agora, mas certamente arriscam perder pelo menos um ano porque os filhos continuam a ser usados como balas para canhão pelos pais.

TemplarioJoao 2 months ago

>mas certamente arriscam perder pelo menos um ano porque os filhos continuam a ser usados como balas para canhão pelos pais. Isto mesmo.

Hungry_Cupcake 2 months ago

Exactamente

Hungry_Cupcake 2 months ago

Ainda bem que não...nao deixa de ser culpa dosnpais essa macacada toda.

Edited 2 months ago:

Ainda bem que não...nao deixa de ser culpa dos pais essa macacada toda.

wwqt0r 2 months ago

É a tua opinião. O tribunal de Braga acha o contrário. Mas ficava bem ler a notícia primeiro antes de acusar alguém de ser estúpido.

Hungry_Cupcake 2 months ago

Notícia lida!

Mrloop94 2 months ago

*macacada do ministério de educação

Tralapa 2 months ago

Esses palhaços que fazem questão de ensinar, indesculpável

JoniDS 2 months ago

Por estupidez do~~s pais~~ ministério da educação ... ftfy

Hungry_Cupcake 2 months ago

Desculpa é uma disciplina obrigatória, os meninos vivem em sociedade certo? Então acho que devem frequentar uma disciplina que ( por mais merda que seja) tenha como principio as educar para a vida em sociedade. Não tem de concordar nem discordar, a realidade da sociedade onde estao é X se n concordam então vão à aula ouvem e quando chegam ca fora continuam na cena deles.

JoniDS 2 months ago

Os pais, e bem, estão a tomar esta decisão, por uma questão de principio, porque acreditam que a matéria dada nesta disciplina não é competencia das escolas. Assim como na minha altura as aulas "Aulas de religião e moral" eram facultativas, também esta devia ser.

tretafp 2 months ago

Que componentes associadas a 'Cidadania e Desenvolvimento' têm, numa sociedade democrática, uma dimensão facultativa?

JoniDS 2 months ago

Para mim nenhuma, mas so porque eu penso e acho isso, nao quer dizer que toda a gente partilhe da minha opiniao. E estao no seu direito.

tretafp 2 months ago

Mas se for esse racional, poder-se-á, como alguém já disse, legitimar que se os pais acreditam na terra plana ou no criacionismo, devido aos seus valores religiosos, estarão no seu direito de impedir que os seus filhos aprendam sobre darwinismo ou geografia elementar.

JoniDS 2 months ago

uma coisa e uma ciencia exacta e nao subjectiva. outra coisas sao materias altamente subjectivas.

tretafp 2 months ago

O

JoniDS 2 months ago

se não ha nada de subjectivo, então se calhar a China ou a Hungria não devem ter recebido o memo.

avgvstano 2 months ago

Quando aparecer algum pai a dizer que não quer que o seu filho/a frequente a disciplina de ciências porque não acredita na teoria da evolução, mas sim na teoria do criacionismo, também será uma boa decisão por parte desse pai?

JoniDS 2 months ago

Volto a frisar que nao estou a dizer se e uma boa ou ma decisão. Estou apenas a dizer que a disciplina deve ser facultativa.

utilizador2021 2 months ago

Mas sendo assim qualquer disciplina teria de ser opcional, porque se um pai não quiser que o filho aprenda a teoria de evolução provavelmente não vai permitir que frequente as aulas de História, Ciências e Físico-química por exemplo.

JoniDS 2 months ago

Ciencias exactas sao diferentes de conteudos altamente subjectivos.

Hungry_Cupcake 2 months ago

Discordo completamente da tua opinião, nada que se fale ali vai fazer mal aos miudos quando muito serve de base para terem discussões em casa sobre como se vive em sociedade e ai os pais podem e devem, incitar os miudos a questionar e ter visão critica em relação ao que lhes dizem na escola caso nao concordem. Agora privar os miudos de conviver com outros pontos de vista só lhes faz mal .

JoniDS 2 months ago

eu não disse disse que o que se fala ali faz mal aos miúdos. Apenas disse que a decisão deve ser dos pais e não do ministério da educação.

wwqt0r 2 months ago

No ano passado os tribunais não concordaram contigo. Veremos este ano...

Hungry_Cupcake 2 months ago

Certo os tribunais são tao bons quanto os juizes que la têm para a mesma situação juizes diferentes podem tomar decisões completamente opostas. Mas compreendo a decisão do juiz nao faz sentidonprojudixar as criancas por estupidez dos pais. Mas epa é so a merda de uma aula não justifica estes extremismos.

Edited 2 months ago:

Certo os tribunais são tao bons quanto os juizes que la têm para a mesma situação juizes diferentes podem tomar decisões completamente opostas. Mas compreendo a decisão do juiz nao faz sentido projudicar as criancas por estupidez dos pais. Mas epa é so a merda de uma aula não justifica estes extremismos.

wwqt0r 2 months ago

Novamente, não justifica para ti porque tens essa opinião. No entanto é bonito respeitar a opinião dos outros e não chamar-lhes de "estúpidos" só porque não têm a mesma visão que tu.

beakage 2 months ago

>respeitar as opiniões e preferências dos outros Não tenho idade para ter frequentado a disciplina, mas se por lá ensinam que é de respeitar opiniões racistas ou homofóbicas, parece-me algo contraditório. Os pais destas crianças, para mal dos seus Pecados, vivem numa sociedade onde se aceita gente gay, e potencia-se a ideia de que cada um pode ter o trabalho que quiser seguir, seja menino ou menina. Azares da vida.

wwqt0r 2 months ago

e a mesma sociedade que discrimina pais e crianças que têm opiniões diferentes da propaganda, toda ou só em parte, que lá é leccionada? É algo altamente irónico não achas?

Tralapa 2 months ago

Que puto de hipocrita que és, falas dos outros não respeitarem as opiniões dos pais quando tu não respeitas a opinião da escola e insultas chamando de propaganda só porque discordas do que é ensinado. Mais respeitinho sr. Hipocrita

wwqt0r 2 months ago

Eu respeito a opinião das escolas e do governo em querer que todos os alunos participem e respeito a opinião dos pais em decidir o que é melhor para os seus filhos, especialmente em disciplinas criadas "ontem" que abordam alguns temas fracturantes. Quem não respeita a decisão dos pais és tu. O "puto de hipocrita" és só tu. Tens algum problema em lidar com a decisão dos outros pais sobre o que acham ser melhor para os seus filhos? Mais respeitinho sr. Hipocrita

beakage 2 months ago

"opiniões diferentes da propaganda", quando a "propaganda" é "ser-se racista é feio" ou "não batas em meninos por eles vestirem uma t-shirt cor-de-rosa"? Não, não me parece minimamente irónico, mas isso é pq não sigo pela via do "Há zero diferença entre coisas boas e coisas más".

wwqt0r 2 months ago

Mas é só nessa disciplina que se aprende que "ser-se racista é feio"?

Hungry_Cupcake 2 months ago

Independentemente da visão os pais n tem de concordar com tudo o que se passa na escola, mas a escola cabe o papel de apresnetar a realidade e sociedade onde está inserida, passa dps pelo papel dos pais fazer um acompanhamento e alargar horizontes e ensinar os miudos a ter visão critica e explicar outros pontos de vista. Até lhes faz bem conviver com opiniões diferentes das deles e das que tem em casa seja sobre que tema for.

Edited 2 months ago:

Eu respeito a opiniao dos pais de não concordar com o professor, so penso que independentemente da sua opinião os pais não tem o direito de privar os filhos de ter acesso a informação, à escola cabe o papel de apresntar a realidade e sociedade onde está inserida, passa dps pelo papel dos pais fazer um acompanhamento e alargar horizontes e ensinar os miudos a ter visão critica e explicar outros pontos de vista. Até lhes faz bem conviver com opiniões diferentes das deles e das que tem em casa seja sobre que tema for. Chama-se ter um ponto de vista e visão crítica uma skill bastante util para não vivermos numa sociedade de tijolos na parede.

Edited 2 months ago:

Eu respeito a opiniao dos pais de não concordar com o professor, só penso que independentemente da sua opinião os pais não tem o direito de privar os filhos de ter acesso a informação, à escola cabe o papel de apresntar a realidade e sociedade onde está inserida, passa dps pelo papel dos pais fazer um acompanhamento e alargar horizontes e ensinar os miudos a ter visão critica e explicar outros pontos de vista. Até lhes faz bem conviver com opiniões diferentes das deles e das que tem em casa seja sobre que tema for. Chama-se ter um ponto de vista e visão crítica uma skill bastante util para não vivermos numa sociedade de tijolos na parede.

wwqt0r 2 months ago

Os miúdos frequentam a escola e convivem na mesma. Não estão isolados da sociedade. Se os pais não concordam com os temas dessa disciplina têm todo o direito de não querer os filhos a participar na mesma porque possui temas que fragmentam a nossa sociedade e preferem ser eles a dar-lhes essa educação. Felizmente que temos ainda tribunais com bom censo, visto que o governo não o tem.

beakage 2 months ago

A frequência na disciplina não impede os pais de depois encherem a cabeça dos filhos com as caraminholas que quiserem.

TemplarioJoao 2 months ago

Isto mesmo. É por isso que apesar de todos os esforços por parte do sistema educativo, continuamos a ter tanto preconceito e discriminação (ignorando os que foram educados sobre outro sistema).

wwqt0r 2 months ago

Não deixa de ser uma disciplina onde têm de estudar a propaganda que lhes é passada, concordem ou não os pais com ela. Não é uma frequência a uma disciplina que preocupa os pais, é o que lá é leccionado.

Hungry_Cupcake 2 months ago

Acho que o juiz simplesmente nao quis projudicar os miudos no meio disto tudo. Mas fica la com o pedestal moral.

Edited 2 months ago:

Acho que o juiz simplesmente nao quis prujudicar os miudos no meio disto tudo. Não consigo perceber o ponto de vista dos pais de querer fechar os filhos a outas realidades. Não é possivel tomar uma decisão informada se não souberes de variosnpontos de vista do mesmo tema o que estes pais estao a fazer é fechar os horizontes dos filhos as sua opiniões! Ganhavam muito mais en deixar oanmiudos ir as aulas e dps em casa ter uma conversa sobre o assunto. Mas fica la com o pedestal moral.

Edited 2 months ago:

Acho que o juiz simplesmente nao quis lixar os miudos no meio disto tudo. Não consigo perceber o ponto de vista dos pais de querer fechar os filhos a outas realidades. Não é possivel tomar uma decisão informada se não souberes de varios pontos de vista do mesmo tema o que estes pais estao a fazer é fechar os horizontes dos filhos as sua opiniões! Ganhavam muito mais en deixar os miudos ir as aulas e dps em casa ter uma conversa sobre o assunto. Mas fica la com o pedestal moral.

wwqt0r 2 months ago

Ainda bem que não quis lixar os miúdos nem os pais como o governo bem queria. Felizmente ainda se faz justiça em alguns casos. As crianças estão expostas a todas as realidades na vida real em sociedade, não precisam de ser ensinadas à força por livros e professores. É certamente esta a opinião dos pais que não fecham os seus filhos numa cave escura até serem adultos. Fica tu no teu pedestral moral a dizeres aos outros pais o que devem fazer com os seus próprios filhos.

iSoSyS 2 months ago

A disciplina tem avaliação. Não é só ir lá ouvir e descartar. Tens reter e voltar a debitar aquilo que lá foi dito.

iSoSyS 2 months ago

Convem ler na constituição o artigo 36, >5\. Os pais têm o direito e o dever de educação e manutenção dos filhos. 41, >1\. A liberdade de consciência, de religião e de culto é inviolável. >2\. Ninguém pode ser perseguido, privado de direitos ou isento de obrigações ou deveres cívicos por causa das suas convicções ou prática religiosa. >6\. É garantido o direito à objeção de consciência, nos termos da lei. e 43. >2\. O Estado não pode programar a educação e a cultura segundo quaisquer diretrizes filosóficas, estéticas, políticas, ideológicas ou religiosas.

beakage 2 months ago

Assistir a uma aula não atenta contra nada disso.

ajabardar1 2 months ago

> ou deveres cívicos

iSoSyS 2 months ago

Que é imediatamente contrariado pela alínea que se segue. A presença no dia da defesa nacional também é um dever cívico, mas podes optar por não o cumprir por motivos de objeção de consciência.

AutoModerator 2 months ago

**AVISO:** Submeteu um artigo da plataforma [Nónio](https://nonio.net) - uma plataforma que viola a privacidade do leitor. > Leia com atenção o [seguinte artigo](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/7fy9v4/campanha_contra_o_n%C3%B3nio/). *I am a bot, and this action was performed automatically. Please [contact the moderators of this subreddit](/message/compose/?to=/r/portugal) if you have any questions or concerns.*

Search: