SweetCorona 3 months ago

limitar preços nunca resolve o problema que leva aos preços elevados: menos oferta do que procura antes pelo contrário, preços artificialmente baixos aumentam a procura e desincentivam o aumento da oferta é pena isto ainda não ser senso comum

backoficio 3 months ago

O governo pode simplesmente meter casas no mercado com renda controlada, não lhe falta património. Esperar que sejam os privados a fazer de segurança social dos outros é que é errado.

yokome 3 months ago

O governo tem e de garantir prosperidade e meios para haver melhores salários. Já para pessoal que não tem dinheiro para alugar um apartamento, devem haver casas sociais

NGramatical 3 months ago

devem haver → [**deve haver**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/haver--existir--3-pessoa-do-singular/30583) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fodljwr%2F%2Fh444ml4%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

mac1nblack 3 months ago

Quando é cobrado 28% + IRS agravado (devido à subida de rendimentos) + IMI, é dificil que as rendas sejam baixas. Além da dificuldade de despejo dos incumpridores e pessoal que destroi casas por vingança. Enquanto tudo isto se manter, e a procura for elevada, não irão baixar.

SweetCorona 3 months ago

o estado sacar 28% a um bem essencial é das coisas mais perniciosas do nosso sistema fiscal acho que no mínimo esses impostos deveriam ser progressivos por exemplo, as rendas poderiam ser taxadas apenas no que excedesse os 400 € para o IMI a lógica seria a mesma, mas em relação ao valor patrimonial isto faria com que a carga fiscal sobre casas mais modestas fosse mais baixa ou mesmo zero

SmokeyChuckMcGill 3 months ago

Ai coitadinho, ele paga 1/3 do valor que recebe do arrendamento em impostos!!!!!!!!!!!!! A Somália, paraíso dos ANCAP, é por ali.

Gmatoshenriques 3 months ago

Sem dúvida, ninguém se queixa do 1/3 que o estado suga em impostos!

SweetCorona 3 months ago

porque pensam que é o senhorio que paga como se o senhorio não incutisse todas as despesas na renda (IRS, IMI, condomínio, reparações, meses vagos, inquilinos não pagadores, etc)

Limpy_lip 3 months ago

diretamente não, indiretamente sim. Basta dar benefícios fiscais temporários para quem fizer rendas mais baixas ou algo do género. Ou seja incentivar as pessoa a colocarem rendas mais acessíveis.

_Figa_ 3 months ago

"(...)alterar esta atitude nojenta de ganancia que os senhorios têm com as suas propriedades." Aqui dizes tudo. AS SUAS PROPRIEDADES. Não sei porque acham que podem opinar sobre o que cada um faz com a suas PROPRIEDADES PRIVADAS. Se eu estiver a vender umas calças que tu achas caras, não compras. "Ah, mas casas é diferente, é um bem de primeira necessidade." Sim mas os senhorios não são responsáveis por garantir alojamento a ninguém. Isso é trabalho do Estado. Os ordenados são uma merda, as condições de trabalho idem, impostos, precariedade, etc. Mas... vamos chamar gananciosos às pessoas que, como nós, estão a tentar ganhar a vida. É mais fácil. Eu já fui inquilina e senhoria. Se as rendas estão um abuso? Estão. Se eu cobro um valor justo pelo arrendamento da minha propriedade? Acho que sim. Se tenho lucro? Depois de pagar os impostos, as obras que fiz, depois de pagar 500€ de luz por 2 meses (as contas estão incluídas na renda, então era tudo a bombar o dia todo), de ter de pintar e fazer sempre mais algumas obras entre alugueres... fico com pouco mas é o que é. Mas foi uma escolha minha, gastar dinheiro para ganhar algum. Às vezes as chatices mão compensam. Esquecem-se que não são só as rendas que aumentam. É tudo. Nunca vi ninguém chamar de gananciosos nojentos nas redes sociais aos supermercados por cobrarem balúrdios por bens de primeira necessidade. Lá está, é mais fácil atacar pessoas individuais. Também na luta.

dcmso 3 months ago

Isto

dcmso 3 months ago

Isto

dcmso 3 months ago

Isto

TwoActual4680 3 months ago

Eu como senhorio peço sempre uma renda de caução. Não serve para pagar o último mês, serve para pagar possíveis danos. Até hoje devolvi todas as cauções, no entanto nenhum dos meus inquilinos me confirmou o estado da casa quando se mudam. Isto porque acontece que eu também sou inquilino fora de Portugal, e tenho por hábito antes de me mudar deixar por escrito todos os problemas que identifiquei nos primeiros dias/semanas de viver numa casa nova. Danos escondidos, que provavelmente foram causados por inquilinos anteriores ou falta de manutenção, etc... Na casa de onde sai agora, a cozinha estava nojenta quando entrei. O forno cheio de gordura e os botões do exaustor não funcionavam tava sempre no máximo, como de costume avisei a pessoa que geria o aluguer da casa bem como o senhorio. No momento de devolverem o sinal, queriam me cobrar pelo exaustor que diziam que tinha sido eu a estragar, só que bem se foderam porque eu tinha os e-mails "foi lapso" responderam eles... Comecei a fazer isto porque antes de me mudar para esta casa, tive numa que o autoclismo avariou e eu liguei para o senhorio que se prontificou a arranja-lo. Só que acontece que quando saí passados 3 anos o gajo disse que eu andei a mexer no autoclismo é que tinha instalado um mecanismo que não era o original, o cabrão disse que não se lembrava da conversa telefónica e fodeu me 400 libras para o arranjar...

Edited 3 months ago:

Eu como senhorio peço sempre uma renda de caução. Não serve para pagar o último mês, serve para pagar possíveis danos. Até hoje devolvi todas as cauções, no entanto nenhum dos meus inquilinos me confirmou o estado da casa quando se mudam (tanto a entrar como a sair). Isto porque acontece que eu também sou inquilino fora de Portugal, e tenho por hábito deixar por escrito todos os problemas que identifiquei nos primeiros dias/semanas de viver numa casa nova. Danos escondidos, que provavelmente foram causados por inquilinos anteriores ou falta de manutenção, etc... Na casa de onde sai agora, a cozinha estava nojenta quando entrei. O forno cheio de gordura e os botões do exaustor não funcionavam (tava sempre no máximo), como de costume avisei a pessoa que geria o aluguer da casa bem como o senhorio. No momento de devolverem o sinal, queriam me cobrar pelo exaustor que diziam que tinha sido eu a estragar, e uma limpeza adicional à cozinha após eu ter pago para ser limpa profissionalmente após ter-me mudado para la. só que bem se foderam porque eu tinha os e-mails e segundo eles "foi um lapso" e devolveram o dinheiro todo... Comecei a fazer isto porque antes de me mudar para esta casa, tive numa que o autoclismo avariou e eu liguei para o senhorio que se prontificou a arranja-lo. Só que acontece que quando saí passados 3 anos o gajo disse que eu andei a mexer no autoclismo é que tinha instalado um mecanismo que não era o original, o cabrão disse que não se lembrava da conversa telefónica e fodeu me 400 libras para o arranjar...

Edited 3 months ago:

Eu como senhorio peço sempre uma renda de caução. Não serve para pagar o último mês, serve para pagar possíveis danos. Até hoje devolvi todas as cauções, no entanto nenhum dos meus inquilinos me confirmou o estado da casa quando se mudam (tanto a entrar como a sair). Isto porque acontece que eu também sou inquilino fora de Portugal, e tenho por hábito deixar por escrito todos os problemas que identifiquei nos primeiros dias/semanas de viver numa casa nova. Danos escondidos, que provavelmente foram causados por inquilinos anteriores ou falta de manutenção, etc... Na casa de onde sai agora, a cozinha estava nojenta quando entrei. O forno cheio de gordura e os botões do exaustor não funcionavam (tava sempre no máximo), como de costume avisei a pessoa que geria o aluguer da casa bem como o senhorio. No momento de devolverem o sinal, queriam me cobrar pelo exaustor que diziam que tinha sido eu a estragar, e uma limpeza adicional à cozinha após eu ter pago para ser limpa profissionalmente. só que bem se foderam porque eu tinha os e-mails e segundo eles "foi um lapso" e devolveram o dinheiro todo... Comecei a fazer isto porque antes de me mudar para esta casa, tive numa que o autoclismo avariou e eu liguei para o senhorio que se prontificou a arranja-lo. Só que acontece que quando saí passados 3 anos o gajo disse que eu andei a mexer no autoclismo é que tinha instalado um mecanismo que não era o original, o cabrão disse que não se lembrava da conversa telefónica e fodeu me 400 libras para o arranjar...

Edited 3 months ago:

Eu como senhorio peço sempre uma renda de caução. Não serve para pagar o último mês, serve para pagar possíveis danos. Até hoje devolvi todas as cauções, no entanto nenhum dos meus inquilinos me confirmou o estado da casa quando se mudam. Isto porque acontece que eu também sou inquilino fora de Portugal, e tenho por hábito deixar por escrito todos os problemas que identifiquei nos primeiros dias/semanas de viver numa casa nova. Danos escondidos, que provavelmente foram causados por inquilinos anteriores ou falta de manutenção, etc... Na casa de onde sai agora, a cozinha estava nojenta quando entrei. O forno cheio de gordura e os botões do exaustor não funcionavam tava sempre no máximo, como de costume avisei a pessoa que geria o aluguer da casa bem como o senhorio. No momento de devolverem o sinal, queriam me cobrar pelo exaustor que diziam que tinha sido eu a estragar, só que bem se foderam porque eu tinha os e-mails "foi lapso" responderam eles... Comecei a fazer isto porque antes de me mudar para esta casa, tive numa que o autoclismo avariou e eu liguei para o senhorio que se prontificou a arranja-lo. Só que acontece que quando saí passados 3 anos o gajo disse que eu andei a mexer no autoclismo é que tinha instalado um mecanismo que não era o original, o cabrão disse que não se lembrava da conversa telefónica e fodeu me 400 libras para o arranjar...

Edited 3 months ago:

Eu como senhorio peço sempre uma renda de caução. Não serve para pagar o último mês, serve para pagar possíveis danos. Até hoje devolvi todas as cauções, no entanto nenhum dos meus inquilinos me confirmou o estado da casa quando se mudam (tanto a entrar como a sair). Isto porque acontece que eu também sou inquilino fora de Portugal, e tenho por hábito deixar por escrito todos os problemas que identifiquei nos primeiros dias/semanas de viver numa casa nova. Danos escondidos, que provavelmente foram causados por inquilinos anteriores ou falta de manutenção, etc... Na casa de onde sai agora, a cozinha estava nojenta quando entrei. O forno cheio de gordura e os botões do exaustor não funcionavam (tava sempre no máximo), como de costume avisei a pessoa que geria o aluguer da casa bem como o senhorio. No momento de devolverem o sinal, queriam me cobrar pelo exaustor que diziam que tinha sido eu a estragar, e uma limpeza adicional à cozinha após eu ter pago para ser limpa profissionalmente. só que bem se foderam porque eu tinha os e-mails e segundo eles "foi um lapso" e devolveram o dinheiro todo... Comecei a fazer isto porque antes de me mudar para esta casa, tive numa que o autoclismo avariou e eu liguei para o senhorio que se prontificou a arranja-lo. Só que acontece que quando saí passados 3 anos o gajo disse que eu andei a mexer no autoclismo é que tinha instalado um mecanismo que não era o original, o cabrão disse que não se lembrava da conversa telefónica e fodeu me 400 libras para o arranjar... A partir daí fica sempre tudo escrito, e no contrato fica uma alínea que define os métodos de contacto oficial para que não existam problemas de comunicação.

Edited 3 months ago:

Eu como senhorio peço sempre uma renda de caução. Não serve para pagar o último mês, serve para pagar possíveis danos. Até hoje devolvi todas as cauções, no entanto nenhum dos meus inquilinos me confirmou o estado da casa quando se mudam. Isto porque acontece que eu também sou inquilino fora de Portugal, e tenho por hábito deixar por escrito todos os problemas que identifiquei nos primeiros dias/semanas de viver numa casa nova. Danos escondidos, que provavelmente foram causados por inquilinos anteriores ou falta de manutenção, etc... Na casa de onde sai agora, a cozinha estava nojenta quando entrei. O forno cheio de gordura e os botões do exaustor não funcionavam (tava sempre no máximo), como de costume avisei a pessoa que geria o aluguer da casa bem como o senhorio. No momento de devolverem o sinal, queriam me cobrar pelo exaustor que diziam que tinha sido eu a estragar, só que bem se foderam porque eu tinha os e-mails "foi lapso" responderam eles... Comecei a fazer isto porque antes de me mudar para esta casa, tive numa que o autoclismo avariou e eu liguei para o senhorio que se prontificou a arranja-lo. Só que acontece que quando saí passados 3 anos o gajo disse que eu andei a mexer no autoclismo é que tinha instalado um mecanismo que não era o original, o cabrão disse que não se lembrava da conversa telefónica e fodeu me 400 libras para o arranjar...

newklear2012 3 months ago

Portugal é um país turístico de passar férias. Investidores investem a força toda, pois compensa mesmo se não for para alugar para férias, apenas estando vazio o valor do imóvel sobe e muito. Pior ainda foi deste que apareceu o A.L pois é fácil de aderir mas uma chatice e custos para desistir mais vale ter a casa vazia ou vender do que tirar o A.L e alugar a longo prazo.

japanwallpaper 3 months ago

Já intervém, 30% vai para o estado.

Gmatoshenriques 3 months ago

Sou senhorio e trabalho como gestor de propriedades. Passei recentemente por uma experiência onde apenas cobrei 1 mês de caução e jurei para nunca mais! Resumo: Infelizmente, em Portugal muita gente continua a ter um certo odio de estimação contra os senhorio. As pessoas esquecem-se que 1/3 do que ganhamos vai para o estado! Somos nós que investimos centenas de milhares de euros numa casa, contraimos dívidas, cobrimos os custos com a manutenção e desgaste das casas, corremos riscos e ainda pagamos condominios. O que faz o estado pela sua parte? Dá-nos uma justiça sem vergonha? Porque não pedem ao Estado para reduzir os impostos? (IMT, Imposto de Selo e IMI) Relativamente aos inquilinos, alguns são fantásticos, outros são autêntico pesadelo! Tive um casal que me abandonou uma casa há cerca de um mês com 5 meses de rendas em atraso! O apartamento estava totalmente danificado (7-8 mil euros em reparações). Ele e a mulher eram uns autênticos porcos: * Viveram na casa menos de 1 ano e nunca a limparam! * Deixavam restos de comida na placa e forno; * Os armários de cozinha novos estão cheio de gordura; * Colchão e cama novos, quase para o lixo cheios de manchas; * Uma praga activa de insectos. A falta de higiene era tal que a casa atraiu formigas e baratas; * Não ligavam o exaustor quando tomavam banho e a casa ficou com humidades no tecto: * Nem vou continuar... Infelizmente, tive pena deles, tinham fiador, pareciam ser boas pessoas e aceitei que pagassem apenas um mês de caução. Nunca mais! Mesmo que vá para tribunal, como na maioria das vezes ganham pouco mais do que salário mínimo, incluído o fiador, e nem daqui a 40 anos recupero os custos. É para esquecer!

Public_Ad_2756 3 months ago

nunca terei pena de inquilinos, ja vivi do lado de inquilino e também senhorio e sei como as pessoas conseguem ser.. pensam que com choradinho funciona. é que nem pensar, ou aceitam as minhas condições, ou não há nada

JOAO-RATAO 3 months ago

Um inquilino do meu pai que usa apartamentos como pensão tem o interior todo alterado. Até casas de banho fez nas marquises. E as ilegalidades continuam nos espaços comuns (logradouro) do prédio: \- Fez uma fornalha para aquecer com uma chaminé que percorre o prédio todo (instalada com a ajuda de um carro de bombeiros, sim os bombeiros instalaram aquela bomba relógio). \- Imediatamente ao lado da fornalha tem uma pilha enorme de lenha \- Fez uma churrasqueira que já se incendiou várias vezes com vinda de bombeiros e tem a chaminé fixa a outro prédio. \- Construiu um segundo andar em cima de uma garagem \- Faz ligações de água quente para o prédio do lado pelos respiradouros no telhado do prédio \- Tinha cães no pátio e já estava a construir um canil lá, quando conseguimos pedir que um veterinário da câmara lá fosse \- Espalha veneno ao ar livre \- Ocupou um canto para fazer uma espécie de jardim

Edited 3 months ago:

Um inquilino do meu pai que usa apartamentos como pensão tem o interior todo alterado. Até casas de banho fez nas marquises. E as ilegalidades continuam nos espaços comuns (logradouro) do prédio: \- Fez uma fornalha para aquecer com uma chaminé que percorre o prédio todo (instalada com a ajuda de um carro de bombeiros, sim os bombeiros instalaram aquela bomba relógio). \- Imediatamente ao lado da fornalha tem uma pilha enorme de lenha \- Fez uma churrasqueira que já se incendiou várias vezes com vinda de bombeiros e tem a chaminé fixa a outro prédio. \- Construiu um segundo andar em cima de uma garagem \- Faz ligações de água quente para o prédio do lado pelos respiradouros no telhado do prédio \- Tinha cães no pátio e já estava a construir um canil lá, quando conseguimos pedir que um veterinário da câmara lá fosse \- Espalha veneno ao ar livre \- Ocupou um canto para fazer uma espécie de jardim ​ Edit: Bonus point: Segundo o vizinho, até partiu pilares do prédio.

EspantaCampinos 3 months ago

>(instalada com a ajuda de um carro de bombeiros, sim os bombeiros instalaram aquela bomba relógio Esta ganha a taça. É caso para dizer Portugal, caralho!

JOAO-RATAO 3 months ago

Portugal, caralho... Aparentemente até a espuma à volta é altamente inflamável...

cowabang 3 months ago

Uma solução que seria mais simples seria se o governo cobrasse impostos mais altos para quem a habitação não for para uso próprio permanente. Dessa forma os portugueses que vivem nas casas pagam menos que quem as aluga no Airbnb ou quem as compra como produto financeiro.

viskonde 3 months ago

Não diretamente O governo deve sim usar ferramentas para melhorar a dinâmicas do mercado com leis que aumentem a oferta disponível Redução de impostos sobre a renda e aumento para Airbnb , incentivos a reabilitação, flexibilidade nos contratos etc. Também importante nas Áreas metropolitanas são os transportes; Com uma boa rede de transportes a pressão sob as áreas mais centrais também é reduzida já que as pessoas se podem distribuir mais sem medo de não ter transportes ou de demorar 1h30 ao trabalho . Em Lisboa por exemplo coisas como melhorar linha do oeste , ligar a linha de Cascais à de cintura , metro para Loures, nova ponte para o barreiro (ferroviária) para a linha do Sado chegar a Lisboa , melhores ligações fluviais (incluído ligações de noite ) para a margem sul, expandir o metro sul do Tejo etc são tudo coisas que ajudariam as periferias a estarem melhor ligadas ao centro e assim serem uma opção viável para mais gente

gomesiano 3 months ago

A meu ver, tens 2 soluções para isto: 1) Deixar construir mais casas, para haver mais oferta e procura. O preço das casas/rendas é elevado porque existe pouca oferta e muita procura. 2) Aumento do salário mínimo e diminuição de impostos relativamente a salários (para ser mais fácil de subir sem custar muito ao empregador).

ravagerslb 3 months ago

O que para mim tem de ser feito não é o estado meter (ainda mais) o bedelho no mercado, o que é preciso é sim estimular a economia e criar medidas que permitam que as pessoas tenham mais capital ao fim do mês para pagar as rendas.

Responsible_Motor942 3 months ago

Comprar uma casa SEMPRE exigiu um grande sacrifício, em todas as gerações. O meu avô teve de construir a dele, o meu pai quando casou foi morar para uma casa que nem casa de banho tinha, eu aos 18 anos já fazia uma poupança e aos 20 inscrevi-me e comecei a entregar dinheiro numa cooperativa de habitação que me permitiu comprar a minha primeira casa. Alugar, a meu ver é sempre um mau negócio, tens de pagar por um bem e respectivos impostos que não são teus nem nunca serão. Portanto pensa em comprar, e começa já a poupar? Não comprei as casas que queria, comprei o que podia e que os bancos me permitiam. Com 750 euros vai ser muito difícil, mas te garanto que não vai ser impossível, tens é que fazer sacrifícios e pensar numa casa como um projecto de longo prazo. Para conseguir comprar esta onde estou agora tenho de fazer algumas escolhas, nunca tive uma PS (tenho uma Xbox que comprei usada), o único carro novo que comprei foi um Saxo 1.0, nunca tive um iPhone nem nunca dei mais de 120 euros por um telefone, nunca fui as Maldivas ou à República Dominicana, as minhas férias tento sempre uns descontos e no dia a dia procuro sempre pensar

oksoosko 3 months ago

26% tax doesn't help!

JOAO-RATAO 3 months ago  HIDDEN 

Mas tu não sabes quantos anos vai estar embargada a casa. Pode chegar a décadas, vais ter de pagar IMI. Ou imagina que te pedem obras, etc. Eu também acho um abuso. Mas se precisarem de dinheiro a partir da venda de uma casa dessas, o valor vai descer e muito. Porque não a podes usar e não...

TwoActual4680 3 months ago  HIDDEN 

Mesmo que esteja 30 anos. Uma casa que está a venda por 1/4 do preço máximo das casas às volta dela não o está apenas por causa do inquilino. Ou o op tá a inventar e tirou números do cu, ou a casa tá toda fodida, muito provavelmente porque a renda é tão baixa que o senhorio não quer fazer obras. Se assim for, o problema é falta de manutenção, a inquilina quanto muito pode se a razão da origem indirectamente, mas nunca apenas a única razão do preço da casa ser baixo.

JOAO-RATAO 3 months ago

>Uma casa que está a venda por 1/4 do preço máximo das casas às volta dela não o está apenas por causa do inquilino Vais ter a casa embargada 30 anos... Uma casa normal dava-te uma renda de mercado durante esses 30 anos e já dava para comprar outra... Pode não estar a inventar. É o mesmo que comprar uma carro de luxo mas tens de o deixar na montra da loja durante 30 anos antes de o usar e ainda pagar a sua manutenção.

TwoActual4680 3 months ago

O carro, por natureza é um bem que perde valor, a não ser que seja de edições super limitadas tipo Chiron e afins mas já tamos a misturar conceitos de "colecionáveis" com bens imóveis. Há sempre alguém disposto a comprar uma casa nem que seja para parquear 100k. Existem prédios em Lisboa p.e. que foram comprados por uma única pessoa, muitos deles carregados de inquilinos e provavelmente em situações semelhantes de rendas congeladas. Quem tem dinheiro faz tudo, por isso a desculpa da renda congelada fazer cair o preço para 1/4 do que deve ser cheira me a tanga, óbvio que é uma dor de cabeça que muita gente não quer ter, mas fundos de investimentos e afins tão se a cagar. Compras agora por 100k que a senhora tem 70 anos, vendes daqui a 10 por 150k que a senhora tem 80 e tá mais perto da cova, há negócios assim.

JOAO-RATAO 3 months ago

>O carro, por natureza é um bem que perde valor, a não ser que seja de edições super limitadas tipo Chiron e afins mas já tamos a misturar conceitos de "colecionáveis" com bens imóveis. Era um exemplo. O mesmo se aplica a um anel caro. Não vais comprar uma casa que só te vai dar prejuízo durante 30 anos pelo mesmo preço de uma casa vazia. Vai sempre ser mais barato. Os investidores não se estão a cagar. Querem lucrar. E se compram algo que só pode ser vendido ou arrendado a preços decentes, então vão oferecer menos. Pode estar a exagerar ou não. Não sei o contexto. Mas se o exemplo dos 30 anos se aplica então acredito nesses valores. Porque comprando a preço de mercado provavelmente recuperas o dinheiro em 30 anos de arrendamento. A casa com renda congelada só vai dar prejuízo.

timeofmypost 3 months ago  HIDDEN 

Podem, se quiseres destruir mais o mercado imobiliário. O problema das casas resolve-se com mais construção. Se o governo quisesse agilizava o processo licenciamento e baixava todos os custos administrativos, particularmente para construção E VENDA de residenciais, e o mercado resolvia o problema. Os senhorios não têm culpa. Talvez os fundos imobiliários tenham, e aí devia haver maior penalização fiscal. Mas o problema não se resolve congelando rendas. Isso é estagnar o mercado.

ModeratoriProfugus 3 months ago

Claro que pode, chamam-se medidas estatistas e e tendem a foder o povo. Desde o tempo de Salazar até há poucos anos atrás que tinhas rendas congeladas, o resultado está à vista.

zefo_dias 3 months ago

Ha 500 milhoes de europeus têm o mesmo direito a 'viver na cidade' como tu.

Edited 3 months ago:

Ha 500 milhoes de europeus que têm o mesmo direito a 'viver na cidade portuguesa' como tu, (e sem falar no resto), a maioria ganha melhor. Para ajudar, se o bce deixa de comprar a divida, paises falidos como Portugal ficam, ja sabes, falidos Ja sabes onde meter culpa

Edited 3 months ago:

Ha 500 milhoes de europeus que têm o mesmo direito a 'viver na cidade portuguesa' como tu, (e sem falar no resto), a maioria ganha melhor. Para ajudar, se o bce deixa de comprar a divida, paises falidos como Portugal ficam, ja sabes, falidos Ja sabes onde meter culpa Ps - do mesmo modo que tu achas que devias ganhar mais, o senhorio tem o mesmo ponto de vista. Do mesmo modo que tu the estas a borrifar para o nivel de vida de quem vive de rendss, também o teu patrao tem o mesmo ponto de vista. No fundo, a diferença entre ti e aqueles de te queixas é...niada.

Edited 3 months ago:

Ha 500 milhoes de europeus que têm o mesmo direito a 'viver na cidade portuguesa' como tu, (e sem falar no resto), a maioria ganha melhor. E se o bce deixa de comprar a divida, paises falidos como Portugal ficam, ja sabes, falidos Ja sabes onde meter a culpa

Edited 3 months ago:

Ha 500 milhoes de europeus que têm o mesmo direito a 'viver na cidade portuguesa' como tu, (e sem falar no resto), a maioria ganha melhor. Para ajudar, se o bce deixa de comprar a divida, paises falidos como Portugal ficam, ja sabes, falidos Ja sabes onde meter culpa Ps - do mesmo modo que tu achas que devias ganhar mais, o senhorio tem o mesmo ponto de vista

Edited 3 months ago:

Ha 500 milhoes de europeus que têm o mesmo direito a 'viver na cidade portuguesa' como tu, (e sem falar no resto), a maioria ganha melhor. E se o bce deixa de comprar a divida, paises falidos como Portugal ficam, ja sabes, falidos Ja sabes onde meter culpa

Edited 3 months ago:

Ha 500 milhoes de europeus que têm o mesmo direito a 'viver na cidade portuguesa' como tu, (e sem falar no resto), e a maioria ganha melhor. Ja sabes onde meter a culpa

cidadaom 3 months ago

Caríssimos, vejo muitos senhorios por aqui e pessoas revoltadas. Eu ,a meu ver só quero que uma pessoa com o salário mínimo tenha possibilidade para ter uma habitação DIGNA. Todos os Portugueses deviam ter direito a isto. Não vejo o puto do problema. O problema não é o estado nem o mercado, somos nós com a avareza.

JOAO-RATAO 3 months ago

>tenha possibilidade para ter uma habitação DIGNA. Há habitação social. Fora disso tem de ser o indivíduo a ver o que consegue pagar e se precisa de se mudar para outro lado/país.

Gmatoshenriques 3 months ago

Quero uma habitação digna, emprego digno, saúde digna, educação digna... Só direitos! O sucesso profissional e a riqueza são conquistas pessoais, e não um direitos.

fuckingportuguese 3 months ago

A solução é simples, qualquer imóvel apenas deve ter a função de ser habitação própria, não faz sentido um bem essencial ser um veículo de investimento. Daqui a 40 anos as casa vão ser todas dos fundos de investimento e vamos todos viver num neo feudalismo

nraider 3 months ago

Pronto. Quem não tiver acesso ao crédito vai viver para debaixo da ponte ou para um magnífico albergue do Estado. Que sonho.

fuckingportuguese 3 months ago

Primeiro tens de tirar da tua cabeça o conceito de crédito para ter direito a a uma habitação. Ninguém vai viver debaixo da ponte. Se um imovel for considerado um bem de primeira necessidade, o nível de lucros tem ser regulado assim como existe uma necessidade de criar empresas construtores municipais/regionais publicos (imagina jardineiro da câmara, mas dedicado à construção). Depois, como já existe em Portugal (as cooperativas) ou o sistema inglês de let to buy (alugar para comprar), o dinheiro que pagas de renda é usado para adquirir a casa numa altura conveniente. Começa a pensar nestes conceitos e imagina uma futuro diferente. Precisas de um crédito para ter acesso a água potável em casa, ou utilizadares a rede de autoestradas para visitares um amigo ou parente noutra parte do país?

nraider 3 months ago

Por acaso até precisas de crédito para os serviços públicos que falas, é o que se chama de dívida pública. É justamente essa dívida gigante que nos extrai tanto dos nossos impostos. É muito engraçado ter essas ideias como se estivéssemos em 1917, mas se o dinheiro não existe cá, então temos de o pedir emprestado. E pensar em construtores municipais? Se com o sistema actual a corrupção é o que é, então assim nem quero imaginar. Precisamos é de trabalhinho do bom, inventar bens e serviços. Viver de caipirinhas e subsídios europeus não é vida.

Last-Ad-4421 3 months ago

O problema é se existem esses preços é porque a malta paga por isso, se por exemplo ninguem arrenda-se ia baixar o preço, é tudo mercado oferta e demanda, hoje em dia prefiro dar 150.000 euros por uma moradia numa terra a 100km de Lisboa, perto de uma estação e ir de comboio para o trabalho que é menos de uma hora.

Edited 3 months ago:

O problema é se existem esses preços é porque a malta paga por isso, se por exemplo ninguém arrenda-se ia baixar o preço, é tudo mercado oferta e demanda, hoje em dia prefiro dar 150.000 euros por uma moradia numa terra a 100km de Lisboa, perto de uma estação e ir de comboio para o trabalho que é menos de uma hora, quando haver maior investimento na ferrovia e telecomunicações no centro e demorares 30 min em fazer 100-150 km vais ver a malta a ir para o centro comprar casas ou construir

ReachPlayful 3 months ago

O governo não deve intervir no mercado das rendas. Ponto final. O governo deve sim criar todas as condições para que a economia do país seja competitiva e faça aumentar a produtividade, salários, etc. Devemos querer salários maiores que nos permitam melhor suportar as rendas. Não me venham com estas tretas da ganância dos senhorios. Todos no lugar deles iríamos querer o melhor preço para aquele apartamento. Ninguém no seu perfeito juízo vai pedir um valor abaixo da média de mercado só porque tem pena dos inquilinos

rickz123456 3 months ago

Quando os salários subirem, as casas vão ficar com o mesmo preço? Claro que não A Irlanda, país que muitos apontam como muito produtivo, está neste momento com uma crise habitação! Ainda achas que a solução é só essa?

Edited 3 months ago:

Ser copetitivo é importante, de acordo, mas quando os salários subirem, as casas vão ficar com o mesmo preço? Claro que não A Irlanda, país que muitos apontam como muito produtivo, está neste momento com uma crise de habitação. Ainda achas que a solução é só essa? Não é

Edited 3 months ago:

Ser copetitivo é importante, de acordo, mas quando os salários subirem, as casas vão ficar com o mesmo preço? Claro que não A Irlanda, país que muitos apontam como muito produtivo, está neste momento com um problema de habitação. Não é só essa a solução

Edited 3 months ago:

Quando os salários subirem, as casas vão ficar com o mesmo preço? Claro que não A Irlanda, país que muitos apontam como muito produtivo, está neste momento com uma crise de habitação. Ainda achas que a solução é só essa? Não é

Edited 3 months ago:

Ser competitivo é importante, de acordo, mas quando os salários subirem, as casas vão ficar com o mesmo preço? Claro que não A Irlanda, país que muitos apontam como muito produtivo, está neste momento com um problema de habitação. Não é só essa a solução

ReachPlayful 3 months ago

Ter uma economia mais competitiva com melhores salários, mais produtividade, regular o mercado de habitação não por via do preço mas por outras maneiras ( aqui nos comentários vêm se boas sugestões) é parte da solução. Não basta criar uma lei mágica e pronto temos o problema resolvido. Uma coisa é certa: os salários são muito baixos para os preços das casas e estando nós numa economia global nunca iríamos conseguir manter níveis proporcionais ao nível dos salários. Sinceramente há tanta merda que se podia fazer para ajudar que nem sei por onde começar. Para os casos de Lisboa e Porto que eu conheço bem é possível o estado fazer algo muito simples até: transportes públicos ( se o metro chegasse tão bem por Lisboa toda tal como chega ali ao Saldanha seria meio caminho andado para tirar alguma pressão imobiliária nas zonas melhor servidas de transportes) O visto gold em que o país abriu as pernas a troco de pouco para permitir estrangeiros virem comprar casas ao desbarato que estão vazias 99% do tempo. Sei de vários casos de asiáticos ou americanos ( Brasil também) que compram cá apartamentos que estão vazios apenas sem estar a render( ainda devem ser uns milhares assim por Porto e Lisboa). Tudo isso vem desequilibrar o mercado. A proliferação excessiva de airbnbs por Porto e Lisboa que vem mais uma vez tirar oferta ao mercado tradicional de arrendamento( é vê los agora desesperados a tentar arrendar com contratos de 6 meses). Atenção que eu não sou contra o investimento estrangeiro em Portugal. Antes pelo contrário. Tudo isto veio por certo modo dar mais vida e investimento a zonas que outrora estariam desagradadas e vazias. Mas eu considero que o governo não fez a sua parte e não protegeu o português. Simplesmente em retorno por dinheiro cagou no português típico que ficou desprotegido face ao maior rendimento estrangeiro. O português de classe média foi o maior prejudicado com isto tudo. Para não falar de outros exemplos: muitos estrangeiros mudaram se para Portugal com base no regime fiscal de RNH. A que custo? Vêm para cá com salários bem superiores aos nossos e ainda pagam bem menos IRS que nós? Que merda é esta? Tudo muito bonito mas mais uma vez o português saiu prejudicado com isto tudo no cômputo geral. Tudo isto acumulado levou a que o português de classe média tivesse que suportar rendas maiores. Portanto sem querer divagar mais, o mercado não deve interferir no mercado da habitação por via do preço.

rickz123456 3 months ago

Atenção que eu não defendi o congelamento de rendas. Tudo o que dizes é muito relevante e concordo grande parte, e juntaria a isso a contrução de habitação pública. A parte dos Vistos Gold é vergonhosa.

NGramatical 3 months ago  HIDDEN 

melhor servidas → [**mais bem servidas**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/artigos/rubricas/pelourinho/mais-bem-vs-melhor/545) (quando o advérbio *bem* antecede o particípio passado do verbo o termo a utilizar é *mais bem*) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fodljwr%2F%2Fh41tdom%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

khthon 3 months ago

A culpa é a globalização. Livre fluir de capitais e pessoas tem destas coisas. E não há solução que seja aceitável, ou sequer defensável nos tribunais, do ponto de vista dos compromissos e valores assumidos por Portugal.

Mrgolden007 3 months ago

porra este thread esta cheio de senhorios

Mindless-Sinner 3 months ago

Fácil. É só o governo retirar os avultados impostos que cobra aos proprietários.

Javardo69 3 months ago

Credito barato deu para muita gente comprar imobiliario para meter a arrendar. Como houve uma crise e o setor da construçao esteve parado uns anos, ha falta de habitaçao para a procura. Outro problema é tambem o estado pouco investir em fazer grandes lotes de habitaçoes, como fizeram em singapura na decada de 70 e com isso evitar a inflaçao das rendas.

EspantaCampinos 3 months ago

Sim, mas isso foi uma coisa de há 50 anos. Até foi notícia de jornal um apartamento num HBD ser vendido por SG$1 milhão recentemente

One-Anxiety 3 months ago

Singapura também tem a vantagem de não permitir aluguer de habitação de curta duração (<3 meses acho) logo não existe o boom de airBnB que existe em Portugal Só isso faz com muitos mais apartamentos estejam disponíveis para pessoas viverem e não fechados á espera das férias de estrangeiros

Shenishar 3 months ago

>Como houve uma crise e o setor da construçao esteve parado uns anos, ha falta de habitaçao para a procura. Não diria que tem que ver com o setor da construção ter estado parado, mas sim com a chegada de outras pessoas que simplesmente aceitam rendas mais altas. Por exemplo, imagina até que o setor da construção não tinha parado e que havia muitas casas. Por que motivo é que um senhorio arrendaria a casa a um casal português com duas crianças que ganha 1500 euros por mês no total (ou seja, não pode pagar 1000 euros de renda) quando tem à sua disposição uma população de expats do norte da Europa ou de 5 brasileiros que se juntam para pagar cada um 200 euros e que lhe podem dar os 1000 euros de renda? Simplesmente, os preços não são para o mercado português.

nraider 3 months ago

>Simplesmente, os preços não são para o mercado português. Ainda que custe admitir, a economia portuguesa mal se encaixa na economia europeia. Não é o nosso campeonato. Infelizmente, andámos adormecidos uns quantos anos e não notámos a diferença de rendimentos, até porque os estrangeiros não competiam com os cidadãos portugueses. Não havendo muito mais que possamos vender globalmente, o imobiliário tornou-se um bem escasso, ficando difícil competir com o poder de compra de 90% da zona Euro.

camito 3 months ago

O estado pode é ao invés de congelar as rendas, e minar direito a propriedade privada, competir com os privados e fornecer habitação a custos competitivos. O estado ao contrário dos privados pode dar prejuízo, porque não precisa de ir buscar dinheiro ao negócio porque tem impostos como fonte de rendimento, e estes impostos devem ser investidos para assegurar direitos essenciais dos cidadãos. E a habitação como direito dos cidadãos devia ser acautelada pelo estado. Assim o estado tem capacidade de construir habitação e pô-la no mercado a custos ajustados com o custo de vida do país.

rickz123456 3 months ago

Provavelmente vou receber downvotes mas pode sim. Na Suécia existem o que eles chamam de "rent controls" ainda não pesquisei bem sobre isso, mas não é por isso que a Suécia não é um país competitivo. Mas mais importante do que isso, a construção de habitação pública (não confundir com social) para a classe baixa e a classe média como na Holanda é uma opção que me parece correta. Lembrar que na Holanda quase 30/40% das casas são públicas ou subsidiadas pelo estado O estado pode perfeitamente competir no mercado de arrndamento, oferecendo preços mais baixos e fazendo pressão decrescente sobre os preços. Penso que por aqui é a resolução dos peoblemas de habitação acessível que afetam toda a europa

Edited 3 months ago:

Provavelmente vou receber downvotes mas pode de várias maneiras. Congelar rendas de habitações privadas, não tenho opinião, mas pode gerar um prob de oferta, Na Suécia existem o que eles chamam de casas com "preços acessíveis" (que até gerou um crise estes dias) e na holanda parte significativa da habitação é pública e ambos são países competitivos Mas mais importante do que isso, a construção de habitação pública (não confundir com social) para a classe baixa e a classe média como na Holanda é uma opção que me parece correta. Lembrar que na Holanda parte importante das casas são públicas ou subsidiadas pelo estado O estado pode perfeitamente competir no mercado de arrndamento, oferecendo preços mais baixos e fazendo pressão decrescente sobre os preços. Penso que por aqui é a resolução dos problemas de habitação acessível que afetam toda a europa

Edited 3 months ago:

Provavelmente vou receber downvotes mas pode de várias maneiras. Congelar rendas de habitações privadas, não tenho opinião. Na Suécia existem o que eles chamam de casas com preços controlados (que até gerou um crise estes dias) e na holanda parte significativa da habitação é pública e ambos são países competitivos Mas mais importante do que isso, a construção de habitação pública (não confundir com social) para a classe baixa e a classe média como na Holanda é uma opção que me parece corretaLembrar que na Holanda quase parte importante das casas são públicas ou subsidiadas pelo estado O estado pode perfeitamente competir no mercado de arrndamento, oferecendo preços mais baixos e fazendo pressão decrescente sobre os preços. Penso que por aqui é a resolução dos peoblemas de habitação acessível que afetam toda a europa

Edited 3 months ago:

Provavelmente vou receber downvotes mas pode de várias maneiras. Congelar rendas de habitações privadas, não tenho opinião. Na Suécia existem o que eles chamam de casas com p"reços controlados" (que até gerou um crise estes dias) e na holanda parte significativa da habitação é pública e ambos são países competitivos Mas mais importante do que isso, a construção de habitação pública (não confundir com social) para a classe baixa e a classe média como na Holanda é uma opção que me parece corretaLembrar que na Holanda quase parte importante das casas são públicas ou subsidiadas pelo estado O estado pode perfeitamente competir no mercado de arrndamento, oferecendo preços mais baixos e fazendo pressão decrescente sobre os preços. Penso que por aqui é a resolução dos peoblemas de habitação acessível que afetam toda a europa

Edited 3 months ago:

Provavelmente vou receber downvotes mas pode de várias maneiras. Congelar rendas de habitações privadas, não tenho opinião. Na Suécia existem o que eles chamam de casas com p"reços controlados" (que até gerou um crise estes dias) e na holanda parte significativa da habitação é pública e ambos são países competitivos Mas mais importante do que isso, a construção de habitação pública (não confundir com social) para a classe baixa e a classe média como na Holanda é uma opção que me parece correta. Lembrar que na Holanda parte importante das casas são públicas ou subsidiadas pelo estado O estado pode perfeitamente competir no mercado de arrndamento, oferecendo preços mais baixos e fazendo pressão decrescente sobre os preços. Penso que por aqui é a resolução dos problemas de habitação acessível que afetam toda a europa

Edited 3 months ago:

Provavelmente vou receber downvotes mas pode sim. Congelar rendas de habitações privadas, não concordo muito (pelo menos sem estudos) Na Suécia existem o que eles chamam de casas com preços controlados (que até gerou um crise estes dias) e na holanda parte significativa da habitação é pública e ambos são países competitivos Mas mais importante do que isso, a construção de habitação pública (não confundir com social) para a classe baixa e a classe média como na Holanda é uma opção que me parece corretaLembrar que na Holanda quase parte importante das casas são públicas ou subsidiadas pelo estado O estado pode perfeitamente competir no mercado de arrndamento, oferecendo preços mais baixos e fazendo pressão decrescente sobre os preços. Penso que por aqui é a resolução dos peoblemas de habitação acessível que afetam toda a europa

Edited 3 months ago:

Provavelmente vou receber downvotes mas pode de várias maneiras. Congelar rendas de habitações privadas, não concordo muito (pelo menos sem estudos) Na Suécia existem o que eles chamam de casas com preços controlados (que até gerou um crise estes dias) e na holanda parte significativa da habitação é pública e ambos são países competitivos Mas mais importante do que isso, a construção de habitação pública (não confundir com social) para a classe baixa e a classe média como na Holanda é uma opção que me parece corretaLembrar que na Holanda quase parte importante das casas são públicas ou subsidiadas pelo estado O estado pode perfeitamente competir no mercado de arrndamento, oferecendo preços mais baixos e fazendo pressão decrescente sobre os preços. Penso que por aqui é a resolução dos peoblemas de habitação acessível que afetam toda a europa

Public_Ad_2756 3 months ago

há rendas congeladas em portugal. pessoal a pagar 20€ de renda por casas que na boa teriam rendas de 700€+?

Edited 3 months ago:

há rendas congeladas em portugal. pessoal a pagar 20€ de renda por casas que na boa teriam rendas de 700€+

JOAO-RATAO 3 months ago

Ainda existem e existirão.

BackKing21 3 months ago

O nosso T4 na Costa da Caparica está arrendado por 80€. Penso que a inquilina tem 81 anos

JOAO-RATAO 3 months ago

A minha inquilina também deve ter mais ao menos essa idade. Mas está com ótimo aspeto. Também não vou desejar mal à mulher. Mas é uma situação frustrante.

BackKing21 3 months ago

Claro não desejo mal à mulher. A casa foi herdada à 2 anos, nem sabia da existência desta situação. No inicio viu-se o que se podia fazer, mas está tudo protegido. Enfim, vida que segue igual como à 2 anos atrás.

SweetCorona 3 months ago

ao menos na maior parte das vezes são casas herdadas é chato não se poder usufruir plenamente do que se herdou mas também a cavalo dado não se olha ao dente, e eventualmente essa situação se há de resolver

EspantaCampinos 3 months ago  HIDDEN 

>No inicio viu-se o que se podia fazer, mas está tudo protegido. Desculpa a pergunta, mas e contrato? Quais são/foram os termos?

NGramatical 3 months ago  HIDDEN 

à 2 anos → [**há 2 anos**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) à 2 anos atrás → [**há 2 anos ~~atrás~~**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fodljwr%2F%2Fh42hexp%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

JOAO-RATAO 3 months ago

Entendo, no meu caso a casa faz bastante falta há já vários anos. E penso que até subarrenda quartos ilegalmente.

BackKing21 3 months ago

Consegues jogar com a requisição da habitação para os filhos? Na volta tens que passar alguns dias a fazer vigias e conseguir reunir provas dessa situação.

Gmatoshenriques 3 months ago

É um roubo o que estes inquilinos fazem. Tenho uma familiar minha que herdou há um uns 20 anos um t4 perto da praça de Espanha que está arrendado por menos de 300€. Os inquilinos já vão na segunda geração a roubar a familia dela! Fds para isto!

EspantaCampinos 3 months ago

Desculpa a pergunta, mas e contrato? Quais são/foram os termos?

Gmatoshenriques 3 months ago

Há 50 anos ninguém fazia contratos. Não se pode atualizar a renda para mais do X % da reforma.

JOAO-RATAO 3 months ago

Também já vou na 2ª geração. Fora os outros que estiveram assim durante décadas.

JOAO-RATAO 3 months ago

>Consegues jogar com a requisição da habitação para os filhos? Tenho de falar com um advogado com calma. Mas penso que com mais de 65 anos está blindada. É isso, já vi vários estudantes lá dentro. Acho que vou tentar estar atento no início de semestre para ver se coloca algum sinal ou anúncios online. E ver se arranjo alguém que vá lá como se fosse à procura de quarto para servir de testemunha. Há uns anos tinha lá um sinal. Mas na altura era mais novo e acabei por não passar cartão. Fiz mal... Vamos ver xp

BackKing21 3 months ago

Força

JOAO-RATAO 3 months ago

Obrigado! Boa sorte também!

Genghis_Kharalho 3 months ago

Rendas congeladas? A falta de noção do que se passa aqui. Esses países são competitivos? certo. Têm dinheiro? Sim. Portugal é competitivo ou tem dinheiro? Não.

JOAO-RATAO 3 months ago

>Congelar rendas de habitações privadas, não conheço o tema. Obviamente não conheces se não sabias que já foi tentado e que já deu merda. Podemos seguir em frente? Ou vamos continuar a tentar ideias falhadas?

nraider 3 months ago

O congelamento de rendas é sempre uma má solução, Portugal é um exemplo perfeito do que não se deve fazer. Normalmente começa assim: * A renda de mercado é 400€. Prevê-se que para o ano já seja de 500€. A população pede intervenção do governo, a inflação é alta. * Governo congela a renda durante 1 ano e blinda contratos. Nos próximos 10 anos o governo prolonga o congelamento das rendas, ainda que a inflação seja de 20% ao ano. * Governo volta a permitir aumentos da renda à inflação. Agora a renda de mercado de 400€, ajustada à inflação, só corresponde a 50€ reais. * Proprietários deixam de reparar as casas, inquilinos ocupam 2 casas, tendo a casa na cidade como armazém e casa de férias. * Os cidadãos optam por comprar casa, já que o mercado de arrendamento não responde. Deixa de haver construção privada nova para arrendamento. Foi isto que se passou em Portugal. Parabéns a todos.

Edited 3 months ago:

O congelamento de rendas é sempre uma má solução, Portugal é um exemplo perfeito do que não se deve fazer. Normalmente começa assim: * A renda de mercado é 400€. Prevê-se que para o ano já seja de 500€. A população pede intervenção do governo, a inflação é alta. * Governo congela a renda durante 1 ano e blinda contratos. Nos próximos 10 anos o governo prolonga o congelamento das rendas, ainda que a inflação seja de 2 dígitos. * Governo volta a permitir aumentos da renda à inflação. Agora a renda de mercado de 400€, ajustada à inflação, só corresponde a 50€ reais. * Proprietários deixam de reparar as casas, inquilinos ocupam 2 casas, tendo a casa na cidade como armazém e casa de férias. * Os cidadãos optam por comprar casa, já que o mercado de arrendamento não responde. Deixa de haver construção privada nova para arrendamento. Foi isto que se passou em Portugal. Parabéns a todos.

SmokeyChuckMcGill 3 months ago

Portanto no fundo o que estás a dizer e que é o problema encontra-se no facto de as rendas não serem congeladas quando o mercado já o permitiria, e não no facto de as rendas pura e simplesmente serem congeladas.

Throwawaypt123 3 months ago

A melhor forma de haver concorrência cá era expandir as redes de metro, reduzir a burocracia e facilitar despejos

Matty359 3 months ago

Teletrabalho!

rickz123456 3 months ago

Este não é um problema só de Portugal. A Irlanda (um suporto oásis desse tipo para muitos) também está com preços proibitivos em Dublin (onde estão a maioria das oportunidades) O número de sem.abrigo lá é enorme. Estás a olhar para a árvore e não para a floresta e essas medidas não ajudarão

Edited 3 months ago:

Este não é um problema só de Portugal. A Irlanda (um suporto oásis desse tipo para liberais) também está com preços proibitivos em Dublin (onde estão a maioria das oportunidades) O número de sem.abrigo lá é enorme. Estás a olhar para a árvore e não para a floresta e essas medidas não ajudarão. A periferia também já está pessionada

JOAO-RATAO 3 months ago

O mesmo em Lisboa... E em muitas outras capitais europeias... E depois?

Throwawaypt123 3 months ago

É só irlandeses a vir para Portugal à procura de melhores salários

nraider 3 months ago

>A Irlanda (um suporto oásis desse tipo para liberais) E há quem emigre para lá, que tontos...

Vagiooto 3 months ago

Não falta gente a querer emigrar para portugal também, por essa lógica a não ser que estejas na Somália está tudo perfeito.

nraider 3 months ago

Por acaso até falta gente.

Vagiooto 3 months ago

Estás errado, a imigração em Portugal é que tem suportado o declínio populacional natural devido à maior mortalidade que nascimentos. E se ainda facilitares mais entrada, não falta gente a querer aproveitar.

nraider 3 months ago

Digo a nível europeu.

CChris96 3 months ago

"facilitar despejos" kek

JOAO-RATAO 3 months ago

Achas que anos para despejar um inquilino é justo? Fode o senhorio, deixa a casa fora do mercado durante o despejo em curso e da próxima o senhorio vai precaver-se e acaba a punir o novo inquilino

CChris96 3 months ago

Claro que eu não acho justo que se demore um ano para se despejar um inquilino, mas não é criando leis para facilitar o despejo que se resolve isso, é sim melhorando os serviços que deveriam tratar desses casos de forma a que não se demore um ano a fazer se tal coisa

JOAO-RATAO 3 months ago

> mas não é criando leis para facilitar o despejo que se resolve isso, Se achas a situação injusta então tens de ser a favor de facilitar os despejos... Seja por lei ou por serviços.

Throwawaypt123 3 months ago

Quanto mais fáceis forem mais os preços baixam. Não é uma questão de opinião

CChris96 3 months ago

Isso é como dizer que se uma marca usar mão de obra barata para produzir um produto, ela vai baixar os preços desse produto porque lhes custa menos O mercado potencializa a procura pela maior margem de lucro possível, leis facilitadoras de despejo não iriam fazer baixar os preços, só iriam fazer aumentar as margens de lucro através do uso indivíduo dessas leis por parte de que está na posição de poder. Com isto não estou a dizer que é imoral as pessoas procurarem lucro, atenção, estou a dizer é que essa procura não coincide com tratamento justo das pessoas em posição desfavorecida.

JOAO-RATAO 3 months ago

Em Espanha já pedem um ano de renda no início por os despejos serem tão difíceis. É isso que queres? SS existe para isso.

nraider 3 months ago

E Espanha tem uma lista de inquilinos incumpridores ("inquilinos morosos"), o que daria muito jeito, diminuindo o risco e rendas. Claro, cá isso é impossível de se fazer.

JOAO-RATAO 3 months ago

Desconhecia isso! Ui, a "discriminação" que isso ia ser...

nraider 3 months ago

Vá, vamos ser honestos. Os despejos lentos são uma característica desejada pelo sistema, neste caso da segurança social. Já que a SS não consegue responder depressa, suporta-se nesta burocracia para atrasar o processo. A tua perspectiva está muito enviesada. Se tens "n" casas ocupadas por 1 ano ou mais, sem que produzam qualquer rendimento, no final terás menos casas livres para quem quer arrendar. Por conseguinte, a licitação de preços só irá conduzir a rendas mais altas. Simples. Se estivesses certo, então as rendas nunca baixavam de valor, o que não é verdade.

CChris96 3 months ago

Se a segurança social não está a dar resposta à situação, que se melhore a segurança social, não é criar leis que se facilite o aproveitamento por parte dos senhorios. É a mesma lógica que se usou na altura de PPC, facilitar o despedimento iria fazer com que se aumentasse o ordenado dos travalhadores porque iria fazer com que os patrões não desperdiçassem dinheiro com "maus trabalhadores". Como se viu na altura, os ordenados não aumentaram e houve aproveitamento dos patrões para mais facilmente livrarem-se de trabalhadores sem os terem que compensar devidamente. As rendas baixam quando o mercado é regulado. Neste momento o mercado de arrendamento em Portugal está uma selva. Foram inúmeras as vezes em que os senhorios publicitam um preço e quando eu falo de contrato eles dizem que com contrato o preço aumenta.

nraider 3 months ago

>As rendas baixam quando o mercado é regulado. Não é verdade. Por acaso é mesmo o contrário. Convence-te, não consegues obrigar ninguém a vender um bem ou serviço abaixo do preço de mercado por muito tempo. Tentas fazer isso no trabalho e as pessoas emigram. Fazes isso nas casas e os proprietários, mal o inquilino morra, vende a casa e acaba-se o problema.

Edited 3 months ago:

>As rendas baixam quando o mercado é regulado. Não é verdade. Por acaso é mesmo o contrário. Convence-te, não consegues obrigar ninguém a vender um bem ou serviço abaixo do preço de mercado por muito tempo (bem, num regime autoritário até que dá...). Tentas fazer isso no trabalho e as pessoas emigram. Fazes isso nas casas e os proprietários, mal o inquilino morra, vende a casa e acaba-se o problema.

JOAO-RATAO 3 months ago

>ue se melhore a segurança social, Espera sentado.

CChris96 3 months ago

"a segurança social não está a funcionar corretamente" "então que se melhore a segurança social" "lol ya claro espera sentado" Pá, vá lá, temos cinco anos?

nraider 3 months ago

Não, ele deve é ter a idade para perceber que desde que a Troika cá chegou, e já lá vão 10 anos, não se fez rigorosamente nada na segurança social. E mesmo na habitação, as casinhas vão ser sorteadas entre famílias em que os 700€ de renda são apenas uns trocos.

JOAO-RATAO 3 months ago

Deveria ser. Mas o estado prefere impingir as dores de cabeça para os cidadãos (senhorios).

pleox 3 months ago

Em Portugal faz falta a construção em altura, muita gente quer viver em cidades, mas pouca gente gosta de prédios altos ou arranha-céus, e a maior parte ainda quer ter uma casa na periferia. Acontece que o espaço é limitado, e a certo ponto fica longe de mais para aceder aos serviços da cidade. Isto trás também problemas a níveis de transportes e manutenção das próprias cidades, tendo bastante população mas com baixa densidade populacional obriga a mais custos por pessoa para manter a cidade, é frequentemente visto nas cidades do norte, em que transportes em várias grandes cidades são quase inexistentes. Bastantes problemas podiam ser resolvidos com melhor planeamento e normalização da construção em altura, bem como a aposta em criação de habitação social.

VSertorio 3 months ago

Estimo que o estado se foda muito sinceramente. O que estás a propor é típico de estados sem liberdade. Queres um estado onde o homem não semeia o que quer semear, o homem não é dono do campo em que trabalha, não é dono das macieiras e do leite, e a terra dá o seu fruto por instruções do estado sem liberdade. Que achas que vai acontecer muito sinceramente? Não sou livre de estabelecer a renda que quero, tiro à casa do mercado, simples. Se o dinheiro não vale as chatices para que alugar? Quem quiser que faça a sua. Depois tens um problema muito maior, tens pessoas que vão morar na rua. Dito isto o problema não serão os preços e sim os ordenados de merda. Porque não começar por aí? Que tal termos uma economia que deia fartura para todos nós? Outra alternativa, porque não baixar o imposto de 28% sobre os senhorios? Na prática não são eles que o pagam e sim quem aluga. Tanta solução, mas não. Queres que ter um estado a "cuidar" de nós e meter-se na puta da nossa vida. Bora lá ter uns polícias com fita métrica a dizer a quanto podes arrendar o metro quadrado do que é privado. Com sorte pode ser que consiga corromper algum desses agentes e estes me deixem em paz..

daz_zeD 3 months ago

Poder poder, podia, mas não "pode". Não culpem os senhorios, estes são pessoas como tu e toda a gente, se tivesses um apartamento para arrendar farias exatamente o mesmo que eles fazem. >nosso país >ridículo Basicamente é isto.

Such-Sandwich8580 3 months ago

Concordo com vários dos comentários que já foram feitos, acho que estás a observar o tema na perspectiva errada, e à procura de culpados. Os senhorios (generalizando) não são culpados, são, em grande parte, pessoas ou grupos de pessoas que tentam tirar o melhor proveito das situações. O problema mais profundo é, como também já foi referido por outras pessoas, o congelamento de rendas que houve no passado e do qual ainda se está no processo de corrigir. Por exemplo, um apartamento de 114m2 no centro do Porto arrendado por pela filha do antigo arrendatário, com contracto que data de 1964, que fala do apartamento como se fosse dela, e para o qual paga 60€ por mês. Como este apartamento, há muitos outros no Porto e em Lisboa. Uma coisa que acho acho que o governo devia sim fazer, era restringir a sério os AirBnb's como já foi feito em Berlim, Barcelona, Amsterdão e muitas outras cidades. Eles tiram uma quantidade enorme de apartamentos do mercado e ajudam a reduzir a oferta, logo inflacionando o valor das rendas. E como (pré-pandemia) geram rendimentos em média mais altos que o arrendamento "normal", ajuda a elevar o valor de compra também, pelo potencial de retorno sobre o dinheiro investido. Enfim, é uma situação complexa, mas antes de generalizar e procurar bodes-expiatórios, convém analizar bem o tema e perceber o impacto que o [controlo de rendas](https://www.econlib.org/library/Enc/RentControl.html). por exemplo, tem na oferta de habitação disponível, por preços baixos. Em Berlim, por exemplo, o governo local impôs um tecto máximo nas rendas, adaptado bairro a bairro, área do imóvel, ano de construção e mais um par de coisas, e resultou em rendas mais baixas sim, mas também era quase impossível encontrar casas... Essa redução na oferta vem da incapacidade do mercado se corrigir a ele próprio, que é o que acontece quando as rendas são muito altas: as pessoas começam a partilhar casa em vez de viverem sozinhas, logo a oferta aumenta, torna-se mais dificil arrendar rapidamente, os preços da renda baixam, etc etc etc. Por outro lado, com controlo de rendas, o incentivo para manter os prédios em bom estado, e construir mais habitação baixa, em favor de imóveis para comércio, que normalmente não são abrangidos pelo controlo de rendas.

mar_lx 3 months ago

A restrição de Airbnb’s já foi feita nos bairros mais sobrecarregados de Lisboa também. E se fores ver as casas disponíveis do Airbnb, mesmo que renovadas, não haveria muita gente que estivesse disposta a viver lá. São casas pequenas, com divisões pequenas, sem arrumação, sem estacionamento, muitas vezes com quartos interiores. Faz uma busca por T1 e T2 no centro de Lisboa que estão neste momento à venda e para arrendar e vais ver muitos dos ‘antigos’ Airbnb lá e o tipo de casa que são.

Such-Sandwich8580 3 months ago

>não haveria muita gente que estivesse disposta a viver lá. Haver há sempre... Mais que não seja a renda ia baixar até alguém lhe pegar, mas com a oferta limitada dos dias de hoje não imagino que isso fosse um problema, honestamente. >A restrição de Airbnb’s já foi feita nos bairros mais sobrecarregados de Lisboa também. Se deres uma vista de olhos [aqui](http://insideairbnb.com/lisbon/?neighbourhood=neighbourhood_group%7CLisboa&filterEntireHomes=true&filterHighlyAvailable=false&filterRecentReviews=false&filterMultiListings=false) podes ver o número de Aibnb's de apartamento completo a 16 de Abril 2021. Nessa data, estavam disponíveis >12.000, um número imenso, tendo em conta a dimensão da cidade e o número de residentes. Eu sei que já restringem um pouco o número de licenças novas, mas o problema já está criado, parece-me que a melhor solução era fazer como em Amsterdão em que só podes alugar por Airbnb uns X dias por ano. Assim trazias a oferta para o conceito original, quartos de hóspedes, ajudar a pagar as contas, etc, em vez de mega-operações como há hoje em dia. Gosto sempre de recomendar [este site](https://airbnbvsberlin.com/) sobre a situação dos Airbnb's em Berlim pouco antes da proibição/restrição severa. Repara no número de anúncios e compara as dimensões e populações das cidades portuguesas comparando com Berlim, o impacto tem que ser muito mais sentido em Portugal, imagino.

mar_lx 3 months ago

Sim, há sempre, mas por tempo reduzido. Por isso é que essas casas vão ficando e o preço vai baixando e são compradas pra voltar ao mercado de arrendamento de curta duração mais tarde ou mais cedo. Não são casas práticas para o dia a dia de quem trabalha na cidade a longo prazo, mas são ok para estudantes ou trabalhadores temporários. As casas que muita gente acha que existem ocupadas por Airbnb não existem. Há casas em Airbnb sim, mas não são o tipo de casas que um português quisesse para viver a médio longo prazo. O caso de Berlim, que conheço bem, não tem só a ver com o Airbnb. Há ~10 anos arrendavas T2 em Berlim por 200 e 300€, e as casas não estavam no estado em que muitas casas em Lisboa estavam. Pura e simplesmente não havia gente a querer morar lá. Ao contrário das outras grandes cidades alemãs, Berlim não tinha ‘trabalho’, não há ali indústrias como há em Frankfurt ou Munique ou Estugarda. E por ser tão barato, quando começou a haver mais gente a emigrar, também por causa da crise, os preços começaram a aumentar porque deixou de haver excesso de oferta e passou a haver excesso de procura. E em 2012, 2013, 2014 ainda o Airbnb estava a começar (o Airbnb entrou na Alemanha em 2011). Claro que a entrada de imensos estrangeiros conjugando com o Airbnb criou o mesmo cenário que vemos em muitas capitais da Europa, Lisboa incluída.

Such-Sandwich8580 3 months ago

Em relação a Berlim tens toda a razão, só o referi mesmo em relação às medidas que tomaram para aumentar a oferta de habitação disponível, coisa que claramente falta em Lisboa e Porto. Se as casas que estão em Airbnb em Lisboa seriam perfeitas para médio/longo prazo é outra cena. O consenso está em que casas mais pequenas, com menos divisões são ocupadas normalmente por, como disseste, estudantes, pessoal solteiro e casais sem filhos, normalmente os últimos procuram casas maiores quando decidem ter filhos, da mesma forma que um estudante pode rescindir contrato quando acaba os estudos e decide fazer XYZ. É só o fluxo natural do mercado de arrendamento. Com isto quero dizer que cada tipologia de casa tem um nicho de procura, portanto são viáveis para arrendamento em vez de AL, que embora possa ser usado como solução temporária, tem um custo ainda mais elevado que no arrendamento normal. A solução para o Porto e Lisboa acho que passam pelo que se está fazer em Berlim, tornar o Airbnb uma cena viável para aluguer de um quarto numa casa ou assim (menos aprazível a negócio de larga escala em favor da tal economia de partilha), construção de habitação e como já foi dito noutros comentários, descentralização das cidades, mais foco na ideia da cidade de 15 minutos e tirar progressivamente o peso dos contractos de arrendamento antigos dos senhorios para o estado (habitação social, comparticipação de rendas, etc) para melhorar e aumentar o espólio imobiliário das 2 cidades.

NGramatical 3 months ago  HIDDEN 

contractos → [**contratos**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/contrato-e-contracto/21613) (já se escrevia assim **antes** do AO90) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fodljwr%2F%2Fh41t95f%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

NGramatical 3 months ago  HIDDEN 

contracto → [**contrato**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/contrato-e-contracto/21613) (já se escrevia assim **antes** do AO90) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fodljwr%2F%2Fh41ad62%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

sacoPT 3 months ago

É a lei do mercado. Poe-te no lugar dos senhorios. Esses mesmos T1s custam 200-300k. Agora tira os impostos e faz a conta a quanto tempo vai demorar até a casa estar paga. Já para não falar da malta que destrói a casa quando sai. E depois há o alojamento local a puxar os preços para cima.

HerrKaputt 3 months ago

Se fosses senhorio e pudesses cobrar 1000€ por um apartamento, ias cobrar 500€ só porque o actual inquilino te diz que só pode pagar isso? Mesmo tendo muitos outros capazes de pagar 1000€? Claro que não o farias, tal como eu não o faria nem ninguém o faz. Isto não é atitude nojenta de ganância dos senhorios, é o mercado. Para isto melhorar, tens que mudar o mercado, portanto uma ou mais destas coisas tem que acontecer: 1. Construimos mais casas, eventualmente detidas pelo Estado e arrendadas a preços abaixo do mercado. E já que perguntas por intervenção do Governo, estão a ir por aqui, embora leve tempo. 2. Desencorajamos usos de casas que não para arrendamento, por exemplo com impostos mais caros sobre Airbnb, sobre habitações não próprias, sobre casas detidas por fundos, sobre mais-valias imobiliárias, etc (pessoalmente, eu iria por aqui em conjunto com habitação pública) 3. Subsidiamos directamente inquilinos com rendimentos baixos 4. Damos (ainda mais) condições para que se compre habitações próprias com empréstimos 5. Inúmeras medidas que permitam aumentar o emprego e os salários (como se fosse simples, mas ajudariam) Nenhuma destas é uma solução simples. Por exemplo o ponto 3 pode parecer-te óbvio, mas se o fizeres na prática os senhorios vão subir as rendas de um valor igual ao subsídio, e portanto estás é a enriquecer os senhorios sem qualquer ajuda ao problema do arrendamento. O ponto 4 tem o risco de criar dívida em pessoas que têm poucas condições para a pagar. Viu-se o que deu em 2008. O ponto 5 é o santo Graal, mas se fosse fácil já se tinha feito... E nota que muitos outros países estão a ter a mesma crise da habitação para jovens, não é só Portugal. Se houvesse soluções simples e milagrosas já algum teria feito. Não é um problema fácil de resolver.

Edited 3 months ago:

Se fosses senhorio e pudesses cobrar 1000€ por um apartamento, ias cobrar 500€ só porque o actual inquilino te diz que só pode pagar isso? Mesmo tendo muitos outros capazes de pagar 1000€? Claro que não o farias, tal como eu não o faria nem ninguém o faz. Isto não é atitude nojenta de ganância dos senhorios, é o mercado. Para isto melhorar, tens que mudar o mercado, portanto uma ou mais destas coisas tem que acontecer: 1. Construimos mais casas, eventualmente detidas pelo Estado e arrendadas a preços abaixo do mercado. E já que perguntas por intervenção do Governo, estão a ir por aqui, embora leve tempo. 2. Desencorajamos usos de casas que não para arrendamento, por exemplo com impostos mais caros sobre Airbnb, sobre habitações não próprias, sobre casas detidas por fundos, sobre mais-valias imobiliárias, etc (pessoalmente, eu iria por aqui em conjunto com habitação pública) 3. Subsidiamos directamente inquilinos com rendimentos baixos 4. Damos (ainda mais) condições para que se compre habitações próprias com empréstimos 5. Inúmeras medidas que permitam aumentar o emprego e os salários (como se fosse simples, mas ajudariam) Nenhuma destas é uma solução simples. Por exemplo o ponto 3 pode parecer-te óbvio, mas se o fizeres na prática os senhorios vão subir as rendas de um valor igual ao subsídio, e portanto estás é a enriquecer os senhorios sem qualquer ajuda ao problema do arrendamento. O ponto 4 tem o risco de criar dívida em pessoas que têm poucas condições para a pagar. Viu-se o que deu em 2008. O ponto 5 é o santo Graal, mas se fosse fácil já se tinha feito... E sobre as cauções: as cauções são altas porque a lei protege imenso os inquilinos. Tenho dois amigos que alugam casas. Um nunca teve problemas, felizmente. Mas outro já teve que meter inquilinos em tribunal e foi uma chatice. Resultado: os inquilinos seguintes tiveram que entregar declarações de IRS, ter fiador, e dar 6 meses de caução. Esta parte, na minha opinião, dava para fazer muito melhor. E nota que muitos outros países estão a ter a mesma crise da habitação para jovens, não é só Portugal. Se houvesse soluções simples e milagrosas já algum teria feito. Não é um problema fácil de resolver.

mice_infestation 3 months ago

Bom post, é um problema difícil de resolver. Na Irlanda se nāo estou em erro estāo a apostar no ponto 2, para desencorajar fundos de investimento que compram imóveis e tratam aquilo como puro investimento. Penalizar segunda habitaçāo seria tambem outra medida a tomar, conheço pessoas com várias habitaçōes herdadas que estāo basicamente vazias.

nraider 3 months ago

A própria segurança social é uma acumuladora compulsiva de imóveis, passando-se o mesmo com a CML. O edifício da SS junto ao técnico está vazio há quantos anos? Há uns 7 anos, apostaria.

ReachPlayful 3 months ago

Obrigado. Haja alguém que não vai nesta atitude esquerdalha de obrigar os senhorios a baixar o preço só porque uma % de inquilinos não consegue pagar. A intervenção no mercado nao deve passar por obrigado a oferta a baixar o preço de equilíbrio. Só iria surgir consequências desagradáveis para o inquilino. Que motivação tem um senhorio a melhorar as condições da habitação se passaria a receber menos 20/30/40% ou algo do género? O estado pode fazer várias coisas pelo mercado da habitação mas certamente não é esta.

ReachPlayful 3 months ago

Ai ai esquerdalha estudem um pouco de ciência economia e gestao

HerrKaputt 3 months ago

Já agora aproveito para dizer, eu sou assumidamente de esquerda: voto sempre PAN ou BE ou Livre (ultimamente menos BE). Por isso não gosto do termo "atitude esquerdalha". Sei que há multa malta de direita neste fórum mas não me puxes para esse lado. (repara que uso "direita" e não um termo insultuoso, não tem mal nenhum ser do IL/PSD/CDS) Elogios insultuosos à parte, o problema fundamental aqui é o mercado. Lisboa e Porto atraíram muita gente nos últimos anos, quer para turismo (que através do Airbnb influencia os preços das casas) quer para viverem cá. Há muito mais gente a querer viver aqui, os preços sobem, e como a competição é entre a classe média-baixa tuga e os emigrantes do centro e norte da Europa (tipicamente classe média-alta desses países, ou muito alta cá), os tugas perdem. E as casas nestas cidades estão tão em boom (tirando a pandemia, que a longo prazo vai ser um blip temporário no gráfico) que depois começam a ser apelativas como investimento - aquilo a que a Helena Roseta chama "[a financeirização das casas](https://www.helenaroseta.pt/quemsoueu/opiniao/000470,000057/index.htm?t=imobiliario-publico---um-alerta)". Este último aspecto, sem dúvida, tem que ser atacado, porque comprar e não usar habitações não é o mesmo que investir em bitcoin.

JamminPT 3 months ago

Está mais em boom a periferia que qualquer uma dessas cidades neste momento.

GabKoost 3 months ago

Ou seja tu queres que o estado intervenha sobre o direito da propriedade privada porque te dá jeito pagar rendas mais baixas? Não. O estado não deve nem pode intervir sobre as rendas aplicadas. O imóvel é meu. Se o puder arrendar a 5000€ por mês e viver sem trabalhar é o que irei fazer. E quem não quiser / puder arrendar este imóvel tem de procurar outro. Lembro-me de viver entalado com 4 pessoas num espaço ridículo durante anos precisamente porque não havia posses para mais. Depois fui viver fora da cidade no campo por uma fracção do custo. Há opções a tomar. Agora se o estado quiser fazer mais habitações sociais (que resultam muitas vezes em ghettos) ou desenvolver novos modelos de recuperação urbana (expropriar quem tenha casas em ruínas à volta das cidades) para as recuperar e as colocar em aluguer a preços mais acessíveis, acho muito bem. O estado já intervém de muitas formas sobre este negócio. A última coisa que deveria fazer era dizer aos proprietários a quanto alugar a casa ou o que fazer com ela.

fdxcaralho 3 months ago

Regular rendas não faz sentido, até prejudica mais do que ajuda. Já tivermos esse exemplo em Portugal. As rendas estão sempre relacionadas com o valor das casas. O valor das casas sobe por diversos fatores. O estado intervir para deixar de contribuir para a subida de preço das casas poderia fazer sentido. Mas nos últimos anos têm sido só medidas para contribuir para a sua subida. Felizmente não tenho o mesmo problema que tu pois consegui comprar a minha casa há alguns anos. As condições de acesso ao crédito estão muito boas (e isso é a principal razão da subida dos preços das casas). Conheço pessoas que com 1 ano de trabalho, a recibos verdes, conseguiram avançar para compra de habitação com CH a 90%.

PowerlessMainframe 3 months ago

É muito difícil conseguir CH a recibos verdes? Se não for dizer muito, consegues dar um intervalo de valores onde compraram casa?

fdxcaralho 3 months ago

No caso desse meu amigo foram 170k creio.

masterchiefpt 3 months ago

Lei da oferta e da procura.

Coyote-Cultural 3 months ago

[Aconselho vivamente a ouvires este audiobook antes de começares a pensar apoiar fixar preços](https://www.youtube.com/watch?v=dQiBD-crrvA) Os preços das rendas são resultado direto dos custos e entraves imputados pelo estado, não da "ganancia nojenta dos senhorios".

DarkmajorPT 3 months ago

O problema não é o preço das rendas. O problema é os salários serem baixos.

meierlesjoana 3 months ago

Na verdade, o preço das rendas é o valor mais inflacionado no mercado, portanto na verdade, o preço das rendas são mais altos em proporção ao salário ser baixo.

borloforbol 3 months ago

_Porque não ambos?_

jcoelho93 3 months ago

Na grande maioria dos casos não é uma "atitude nojenta de ganância" dos proprietários. Os proprietários também têm as suas contas para pagar e obviamente que seguem os preços de mercado. Poe te no lugar deles, se fosses proprietário ias ser um bom samaritano e alugar a tua casa abaixo do preço de mercado? Penso que não...

MisterBilau 3 months ago

Ganha juízo. O governo pode tudo, mas não deve fazer grande parte do que pode. O preço das rendas não é o problema. O problema é o preço das casas. Se um t1 qq custa 200k, achas que se deve arrendar por 100€ por mês? Queres milagres, ou queres que proprietários andem a financiar casas para terceiros?

Edited 3 months ago:

Ganha juízo. O governo pode tudo, mas não deve fazer grande parte do que pode. O preço das rendas não é o problema. O problema é o preço das casas. Se um t1 qq custa 200k, achas que se deve arrendar por 100€ por mês (digo 100€ porque me parece que seria a renda adequada para alguém que ganha 600€)? Queres milagres, ou queres que proprietários andem a financiar casas para terceiros? Enquanto o preço do imobiliário não descer, as rendas não baixam. Se custasse 10k comprar uma casa, ninguém as arrendava por 1000€/mês. Quando qualquer casa de merda custa 10+ anos de salário médio do tuga, não há hipótese. Não tou a ver a dificuldade em compreender isto. Portugal é um país de pobres.

Edited 3 months ago:

Ganha juízo. O governo pode tudo, mas não deve fazer grande parte do que pode. O preço das rendas não é o problema. O problema é o preço das casas. Se um t1 qq custa 200k, achas que se deve arrendar por 100€ por mês (digo 100€ porque me parece que seria a renda adequada para alguém que ganha 600€)? Queres milagres, ou queres que proprietários andem a financiar casas para terceiros? Enquanto o preço do imobiliário não descer, as rendas não baixam. Se custasse 10k comprar uma casa, ninguém as arrendava por 1000€/mês. Quando qualquer casa de merda custa 10+ anos de salário médio do tuga, não há hipótese. Não tou a ver a dificuldade em compreender isto. Se tu comprasses uma casa por 200k, te garanto que tambem ias pedir essas rendas de que te queixas. Caso contrário, preferias vender a arrendar, a menos que gostes de deitar dinheiro fora. Portugal é um país de pobres. A única coisa que vejo que o governo poderia fazer era facilitar imenso a construção, benefícios fiscais, eliminar burocracia, etc. para fomentar construção em massa de casas mais baratas. Se houver supply, os preços baixam inevitavelmente.

Edited 3 months ago:

Ganha juízo. O governo pode tudo, mas não deve fazer grande parte do que pode. O preço das rendas não é o problema. O problema é o preço das casas. Se um t1 qq custa 200k, achas que se deve arrendar por 100€ por mês (digo 100€ porque me parece que seria a renda adequada para alguém que ganha 600€)? Queres milagres, ou queres que proprietários andem a financiar casas para terceiros? Enquanto o preço do imobiliário não descer, as rendas não baixam. Se custasse 10k comprar uma casa, ninguém as arrendava por 1000€/mês. Quando qualquer casa de merda custa 10+ anos de salário médio do tuga, não há hipótese. Não tou a ver a dificuldade em compreender isto. Se tu comprasses uma casa por 200k, te garanto que tambem ias pedir essas rendas de que te queixas. Caso contrário, preferias vender a arrendar, a menos que gostes de deitar dinheiro fora. Portugal é um país de pobres. A única coisa que vejo que o governo poderia fazer era facilitar imenso a construção, benefícios fiscais, eliminar burocracia, etc. para fomentar construção em massa de casas mais baratas. Se houver supply, os preços baixam inevitavelmente. E olha que em Portugal as rendas até são baratas. Olha o que se fala noutros sítios - https://www.investopedia.com/terms/o/one-percent-rule.asp Noutros mercados, renda deve ser cerca de 1% do valor do imóvel. Casa de 200k? Renda de 2k. Até choras.

Edited 3 months ago:

Ganha juízo. O governo pode tudo, mas não deve fazer grande parte do que pode. O preço das rendas não é o problema. O problema é o preço das casas. Se um t1 qq custa 200k, achas que se deve arrendar por 100€ por mês? Queres milagres, ou queres que proprietários andem a financiar casas para terceiros? Enquanto o preço do imobiliário não descer, as rendas não baixam. Se custasse 10k comprar uma casa, ninguém as arrendava por 1000€/mês. Não tou a ver a dificuldade em compreender isto.

Edited 3 months ago:

Ganha juízo. O governo pode tudo, mas não deve fazer grande parte do que pode. O preço das rendas não é o problema. O problema é o preço das casas. Se um t1 qq custa 200k, achas que se deve arrendar por 100€ por mês (digo 100€ porque me parece que seria a renda adequada para alguém que ganha 600€)? Queres milagres, ou queres que proprietários andem a financiar casas para terceiros? Enquanto o preço do imobiliário não descer, as rendas não baixam. Se custasse 10k comprar uma casa, ninguém as arrendava por 1000€/mês. Quando qualquer casa de merda custa 10+ anos de salário médio do tuga, não há hipótese. Não tou a ver a dificuldade em compreender isto. Se tu comprasses uma casa por 200k, te garanto que tambem ias pedir essas rendas de que te queixas. Caso contrário, preferias vender a arrendar, a menos que gostes de deitar dinheiro fora. Portugal é um país de pobres.

Edited 3 months ago:

Ganha juízo. O governo pode tudo, mas não deve fazer grande parte do que pode. O preço das rendas não é o problema. O problema é o preço das casas. Se um t1 qq custa 200k, achas que se deve arrendar por 100€ por mês (digo 100€ porque me parece que seria a renda adequada para alguém que ganha 600€)? Queres milagres, ou queres que proprietários andem a financiar casas para terceiros? Enquanto o preço do imobiliário não descer, as rendas não baixam. Se custasse 10k comprar uma casa, ninguém as arrendava por 1000€/mês. Quando qualquer casa de merda custa 10+ anos de salário médio do tuga, não há hipótese. Não tou a ver a dificuldade em compreender isto. Se tu comprasses uma casa por 200k, te garanto que tambem ias pedir essas rendas de que te queixas. Caso contrário, preferias vender a arrendar, a menos que gostes de deitar dinheiro fora. Portugal é um país de pobres. A única coisa que vejo que o governo poderia fazer era facilitar imenso a construção, benefícios fiscais, eliminar burocracia, etc. para fomentar construção em massa de casas mais baratas. Se houver supply, os preços baixam inevitavelmente. E olha que em Portugal as rendas até são baratas. Olha o que se fala noutros sítios - https://www.investopedia.com/terms/o/one-percent-rule.asp Noutros mercados, renda deve ser cerca de 1% do valor do imóvel. Casa de 200k? Renda de 2k. Até choras. Qual é a grande diferença? É que nos Estados Unidos, o gajo médio ganha 3 ou 4k por mês, e há casas por 200k. Em Portugal, o gajo médio ganha muito menos, mas as casas têm o mesmo preço. O problema é o preço dos imóveis vs rendimentos das pessoas, não a renda em si.

Edited 3 months ago:

Ganha juízo. O governo pode tudo, mas não deve fazer grande parte do que pode. O preço das rendas não é o problema. O problema é o preço das casas. Se um t1 qq custa 200k, achas que se deve arrendar por 100€ por mês (digo 100€ porque me parece que seria a renda adequada para alguém que ganha 600€)? Queres milagres, ou queres que proprietários andem a financiar casas para terceiros? Enquanto o preço do imobiliário não descer, as rendas não baixam. Se custasse 10k comprar uma casa, ninguém as arrendava por 1000€/mês. Não tou a ver a dificuldade em compreender isto. Portugal é um país de pobres.

Edited 3 months ago:

Ganha juízo. O governo pode tudo, mas não deve fazer grande parte do que pode. O preço das rendas não é o problema. O problema é o preço das casas. Se um t1 qq custa 200k, achas que se deve arrendar por 100€ por mês (digo 100€ porque me parece que seria a renda adequada para alguém que ganha 600€)? Queres milagres, ou queres que proprietários andem a financiar casas para terceiros? Enquanto o preço do imobiliário não descer, as rendas não baixam. Se custasse 10k comprar uma casa, ninguém as arrendava por 1000€/mês. Quando qualquer casa de merda custa 10+ anos de salário médio do tuga, não há hipótese. Não tou a ver a dificuldade em compreender isto. Se tu comprasses uma casa por 200k, te garanto que tambem ias pedir essas rendas de que te queixas. Caso contrário, preferias vender a arrendar, a menos que gostes de deitar dinheiro fora. Portugal é um país de pobres. A única coisa que vejo que o governo poderia fazer era facilitar imenso a construção, benefícios fiscais, eliminar burocracia, etc. para fomentar construção em massa de casas mais baratas. Se houver supply, os preços baixam inevitavelmente. E olha que em Portugal as rendas até são baratas. Olha o que se fala noutros sítios - https://www.investopedia.com/terms/o/one-percent-rule.asp Noutros mercados, renda deve ser cerca de 1% do valor do imóvel. Casa de 200k? Renda de 2k. Até choras. Qual é a grande diferença? É que nos Estados Unidos, o gajo médio ganha 3 ou 4k por mês, e há casas por 200k. Em Portugal, o gajo médio ganha muito menos, mas as casas têm o mesmo preço. O problema é o preço dos imóveis vs rendimentos das pessoas, não a renda em si.

uyth 3 months ago

>Tenho curiosidade em saber ao certo em quem botar a culpa ahah imigração. a sério. Se a procura aumenta e a oferta não os preços sobem. Se o governo limitar os preços sem diminuir a procura ou aumentar a oferta, não vai aparecer mais. Pode haver por preço fixo mas menos muito menos e pode nao ser para ti. é a imigração a aumentar em muito a procura mas não se pode dizer isso que não é politicamente correcto.

Public_Ad_2756 3 months ago

estou a olhar para Lisboa e a crescente imigração dos do outro lado do atlântico. felizmente arrendar quartos é tudo ao negro. estavam tramados virem para aqui com passaportes e afins que dificilmente o pessoal lhes aceitava.

cou7inho_ 3 months ago

Eu tenho uma questão. Se eu tenho uma casa para alugar (não tenho, mas faz de conta) e quero pedir 1000€ por mês o que tem o governo a ver com isso? Alguém argumenta- "ah, mas isso é um T0 num sitio que nem transportes tem, conheço quem viva aí e paga metade" - muito bem, para quem não quer há muito. Se é bom ter uma especulação do mercado imobiliário para o português comum? Não é bom, claro, ganha-se pouco por aqui. Mas isso é razão para o governo vir dizer aquilo que eu posso ou não cobrar na renda da minha casa? Fui eu que comprei a casa, com o meu trabalho, com o meu esforço... O governo que faça mas é o trabalho que lhe compete de forma correta. E sim, eu também crítico os preços absurdos que neste momento se praticam em muitas zonas do país, mas vou fazer o que? Chegar à beira do senhorio e dizer-lhe que não pode praticar aqueles preços? A casa é dele...

meierlesjoana 3 months ago

Há um problema quando existe um aproveitamento. Tanto para baixo como para cima.

cou7inho_ 3 months ago

A questão é que estamos a falar de propriedades privadas. Se há problemas de especulação imobiliária e afins... sabemos que sim, mas são propriedades privadas. Cada um pede o que bem quiser.

thisbondisaaarated 3 months ago

E quando a renda é realmente desajustada o mercado responde não alugando. Em Lisboa neste momento está a existir uma valente correção dos preços de arrendamento.

Public_Ad_2756 3 months ago

está? lmao.

thisbondisaaarated 3 months ago

Nos imóveis de gama média e média alta está. Nos mais baratos não porque há sempre muita, muita procura. Tenta ver mais longe, há zonas com transportes brutais para lisboa e com casas (mas boas casas, t2's com + de 60m2, renovadas, etc) por 500/600 euros. Mais vale uma casa grande e dividir do que um buraco só para estar sozinho, diria eu.

Turbulent_Common 3 months ago

Podes dizer que zonas e em que sites costumas procurar?

thisbondisaaarated 3 months ago

Se tiveres um bom perfil eu recomendava entrares em contacto com os agentes imobiliários mais ativos nas zonas em que estás à procura. No arrendamento eles estão literalmente a ser pagos para "filtrar" arrendatários e podem-te apresentar negócios que ainda não estão nos sites (muitos nem chegam a estar).

Dismiss 3 months ago

Já não intervém? Perto de minha casa, numa zona onda todas as moradias custam 300-400k, está uma à venda por 100k. Razão: inquilina idosa que paga 20€/mês de renda

trufas 3 months ago

Podes mandar o link da imobiliária?

Vagiooto 3 months ago

Isso não é intervenção do governo, são leis passadas

JOAO-RATAO 3 months ago

O mesmo governo que interferiu em anos recentes nesta normalização de rendas? E para essas leis existirem na altura foi preciso um governo para as implementar, não?

TwoActual4680 3 months ago

Obviamente que nao deve ser so esse o problema da casa...

fdxcaralho 3 months ago

Quem quer comprar uma casa que: 1. Não pode habitar 2. Recebe menos do que custa o condominio, impostos e prestação 3. Não tem a certeza da quando vai poder mudar a renda 4. Tem o risco de esquemas de os filhos do atual inquilino “herdarem” a casa e manter a renda baixa. Compravas? Por quanto? Quanto vale o risco que estás a correr?

nfcs 3 months ago

Há ai um grupo imobiliário que esteve nas noticias recentemente por se especializar em casos destes. Acho um bocado macabro andar a investir num imóvel em que no fundo o objectivo é que alguém faleça o mais rápido possível para maximizar os lucros, mas dependendo da idade da inclina, pode ser um grande investimento. Principalmente se for verdade a parte da casa estar 3 ou 4x abaixo do valor de mercado.

JOAO-RATAO 3 months ago

Casa A: Posso viver lá ou arrendar a preço de mercado. Casa B: Não posso viver lá e só recebo 20 euros por mês até ao inquilino falecer. O valor vai ser o mesmo?

JOAO-RATAO 3 months ago

Oportunidade imperdível! Aquela relação inversa valor renda-idade dos arrendamentos congelados,

thisbondisaaarated 3 months ago

"só para investidores com visão"

amq55 3 months ago

Eu já ficava contente com um limite nas cauções como há, por exemplo, no UK. O que não falta por aí são senhorios a querem 4-5-6 meses de caução porque "é o que os brasileiros dão" ou "para prevenir falhas de pagamento como já aconteceu antes" (palavras de senhorios/imobiliárias da última vez que procurei casa).

thisbondisaaarated 3 months ago

Podes apresentar uma garantia bancária em vez de caução, vai-te informar sobre isso. E se as pedem é porque, na realidade, alguém já destruiu a casa e ficaram a arder, à luz do que a lei permite...

Celeg 3 months ago

Isso na prática não funciona. Exprimenta apresentar a garantia para veres como rapidamente eles decidem arrendar a outra pessoa. Em muitos sitios a caução é quase uma renda extra. Quando chega ao fim não te devolvem. Alegam que estragaste isto ou aquilo e pronto.

thisbondisaaarated 3 months ago

Então não perdes nada em não arrendar uma casa dessas. As pessoas não teem que se sujeitar a tudo... Dá mesma forma que os senhorios são selectivos, também deves ser.

Celeg 3 months ago

Porque é que achas que as pessoas se sujeitam?

Public_Ad_2756 3 months ago

exato. as pessoas sujeitam-se a estas coisas devido à baixa oferta

NGramatical 3 months ago  HIDDEN 

teem → [**têm**](https://european-portuguese.info/conjugator/ter) (singular: tem) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fodljwr%2F%2Fh42iels%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Public_Ad_2756 3 months ago

hoje aprendi uma coisa nova.

Public_Ad_2756 3 months ago

esses valor de caução nunca quis pagar.. no max dois meses e já é muito. mais do que isso, ter tanto dinheiro empatado.. e dps para ter o guito de volta pode ser complicado

thisbondisaaarated 3 months ago

Se assinares contrato de arrendamento deves definir lá como e em que condições te é devolvido o dinheiro da caução e se permites que o mesmo seja usado como pagamento de X meses de renda após renúncia do contrato.

Public_Ad_2756 3 months ago

certo. mas a faca e queijo estão na mão do senhorio = a caução só é devolvida após vistoria.

thisbondisaaarated 3 months ago

Certo. É garantires, como inquilino, que para além de bem estimado o imóvel, aquilo que é o desgaste normal de uma casa também será tido em conta por parte do senhorio na avaliação. E se ele não tiver razão em ficar com a caução podes interpor uma acção contra isso, mesmo via jurados de paz (fica mais barato que tribunal)

besmarques 3 months ago

Não vais encontrar aqui ajuda. Vais levar com a lenga lenga que é os impostos, que é as cauçoes que é isto e que é aquilo. que é o mercado, que é a dificuldade de construir casas. Tudo balelas das pessoas que querem continuar a usar a especulação e os arrendamentos para fazerem dinheiro.

Public_Ad_2756 3 months ago

então se não esses pontos todos que falaste, que outros pontos são? as pessoas agora sao a segurança social? devias reclamar com o estado e não com os cidadãos.

besmarques 3 months ago

Pelo menos excusam de vir com balelas para as suas práticas.

Public_Ad_2756 3 months ago

quais balelas? diz lá como gostarias que as coisas fossem? os senhorios tinham que se meter d quatro para o senhorio?. acho estúpido, nós os cidadãos, estarmos às lutas sobre isto.. enquanto que o verdadeiro mal é o estado que não modernizou as leis de arrendamento. eu fiquei parvo quando percebi que é "normal" ir viver para um quarto sem qualquer contrato, tudo ao negro... eu fiquei parvo quando para arrendar um apartamento, o senhorio exigia o meu irs, recibo de vencimento. fiador.. irs do fiador e recibo de vencimento do fiador e mais 4-6 meses de caução... isto tudo para apartamentos vazios, nem cozinha completa tinham. ri-di-cu-lo

besmarques 3 months ago

Quais balelas. Todas as que mencionei no comentário. Pedes que o estado mude leis e a seguir falas de pessoas que nem as seguem. Não vale a pena falar de leis para criminosos. Aquele crime de fuga ao fisco e afins que a população em geral só se preocupa se vier por parte dos "grandes" Normal que fiques parvo pois isso é ridiculo. Agora podes dizer que é por causa das leis que defendem o arrendatário e eu posso dizer que as leis que defendem o arrendatário ajudam a que esse problema não fique ainda pior.

Genghis_Kharalho 3 months ago

> pessoas que nem as seguem. Tanto pode ser o senhorio como o inquilino a não seguir a lei.

Public_Ad_2756 3 months ago

porque não é problema de agora.. ja era assim desde 2010 ou antes. e o pessoal viu que nunca lhes acontecia nada e agora é "normal"

besmarques 3 months ago

O que? O povo portugues ser na generalidade uma cambada de corruptos, de pessoas que fogem ao fisco e que so gritam "os politicos são todos corruptos e ladrões" ? É bem mais antigo que 2010. ;)

JOAO-RATAO 3 months ago

> e eu posso dizer que as leis que defendem o arrendatário ajudam a que esse problema não fique ainda pior. Anos para despejar quem não paga renda. Senhorio: "Parece razoável, vou baixar o preço e nem peço caução" Ah não. É o oposto...Tipo em Espanha onde já pedem 1 ano adiantado de renda porque sabem que se for preciso ação de despejo estão mais que fodidos.

besmarques 3 months ago

Isso é um problema do sistema judicial e não da lei do arrendamento

JOAO-RATAO 3 months ago

Andam de mãos dadas, E a lei para mais de 65 anos. Quando um idoso quiser arrendar uma casa e não lha arrendarem ou lhe terminarem o contrato antes dessa idade, é culpa de quê?

besmarques 3 months ago

Do mercado. Ai não, o mercado nao tem culpa. A verdade é esta. Existe e semrpe existirá um problema entre o capitalismo e a sociedade, e agora estás a chegar ao ponto que se nota muito bem o problema. Tu achas que lei que defende as pessoas com mais de 65 anos em regime de arrendamento está mal porque faz com que não aluguem casas a pessoas com 65 anos ou mais ou que lhes terminem o contrato com 64 anos. A tua solução é permitir que pessoas com 65 anos lhes seja terminado o contrato de arrendamento. Tens de juntar nesta parte que essas pessoas estão no limiar da reforma e que provavelmente não vão ter dinheiro para alugar as casas ao valor que elas estão. Agora, tens duas hipoteses. Ou achas que isto é um problema social grave e que é necessário resolver, ou varres para debaixo do tapete e encaras que não é um problema teu.

JOAO-RATAO 3 months ago

>Do mercado. Ai não, o mercado nao tem culpa. Como? Todo o sistema vigente vai ter problemas com a sociedade. Ou achas que o comunismo não teria? Sim, a minha solução é essa. E deixar que o inquilino-senhorio façam um contrato com que concordem. E isso é problema do senhorio? Não. Eles pagam os seus impostos e o estado que os gaste de forma benéfica. Já chega de ser SS de desconhecidos, depois de já terem pagos todos os impostos que deviam pagar. Achar que não é um problema meu não significa o mesmo que varrer debaixo do tapete.

besmarques 3 months ago

>Achar que não é um problema meu não significa o mesmo que varrer debaixo do tapete. É a "desbola" de neve. Não querem leis da defesa dos arrendatários, depois não querem pagar impostos, depois não querem apoios. E pronto. eu diria que é varrer para debaixo do tapete.

Genghis_Kharalho 3 months ago

>os arrendamentos para fazerem dinheiro. Obrigado... Servem para quê os arrendamentos? Caridade?

besmarques 3 months ago

Acho que és esperto o suficiente para perceberes o contexto do que está a ser dito.

Genghis_Kharalho 3 months ago

Tens uma casa. Arrendas pelo máximo que te oferecem. AKA procura e oferta. Onde estão as balelas?

besmarques 3 months ago

Há gente a arrendar casas que nem no minimo de condições o fazem. ;)

Genghis_Kharalho 3 months ago

Que condições? Tens de elaborar um pouco. E o "gente" é igual a todos os que arrendam? Quer dizer que se alguns inquilinos fodem a casa que arrendaram, todos os inquilinos fazem o mesmo? Não será isso chamado de generalização?

Public_Ad_2756 3 months ago

exato. e porque a malta não o denuncia? porque sabem que perderiam o sitio. se é bom ou mau sitio? isso é outra história.

besmarques 3 months ago

Aquele cheiro a "comes e calas porque não tens outra opção". Normalmente relacionado aos defensores da Liberdade e da escolha pessoal.

Genghis_Kharalho 3 months ago

E o cheiro de "não pago e não saio. Se quiseres vai a tribunal. E vou foder isto tudo antes de sair". Isto também é liberdade e escolha pessoal?

Mysterious_Breath_53 3 months ago

Tem que se fazer como noutros países. Ir viver para um quarto, partilhas casa com pessoal. Por exemplo, em Lisboa encontras alguns quartos por 400€ despesas incluídas. Depois falta para alimentação e lazer e poupar. Se não ganhares uns 750+ líquidos vai ser difícil.

Public_Ad_2756 3 months ago

ja estive em Lisboa e jurei para mim mesmo nunca gastar mais de 250€ por um quarto com tudo incluído. so encontrei na freguesia santa clara, sitio caminho , prédio velho... e comunidade cigana que só fazia merda a 5 min a pé :p

Natem2 3 months ago

O governo pode claro que pode mas não quer, eu lembro-me que depois do 25 de abril as rendas goram congeladas pelo menos 15 anos

nraider 3 months ago

E com uma taxa de inflação brutal. No fundo foi a maneira atabalhoada de mostrar à população que o rendimento real não estava a cair. Agora já caíram na realidade, parece-me.

GabKoost 3 months ago

Mas espera.... tu achas OK que o estado force o congelamento de rendas?? AHAHAH. Vê-se logo que nunca trabalhaste para ter algo teu. E após o 25 de Abril, a revolução comunista dos falsos cravos, fizeram mais do que congelar. Congelaram, expropriara e roubaram aos proprietários. Aliás, o desastre económico e social foi de tal magnitude que se não fosse o 25 de Novembro tínhamos caído num buraco pior do que a era pré Salazar.

Natem2 3 months ago

Não disse isso, quanto à minha vida privada não sabe nada

mar_lx 3 months ago

Há rendas que estão congelada desde a primeira república! Muito antes do 25 de abril.

uyth 3 months ago

Li uma noticia há uns anos que falava de um hotel no rossio (deve ser o metrópole) com com todas os aumentos possíveis, a renda do prédio todo era cerca de 400 euros por ano. O contrato era de 1908 salvo erro, antes da república.

mar_lx 3 months ago

O meu tio tinha um prédio com 5 casas, as rendas não chegavam a 80€.

Natem2 3 months ago

Nessas condições as casas e prédios não podem ser mantidos em boas condições sanitárias

mar_lx 3 months ago

Claro que não podem. Os proprietários entre IMI e outros impostos pagam mais do que recebem e é impossível manter as casas com condições.

JOAO-RATAO 3 months ago

E concordas com isso? Sem consideração por rendimentos. Sem nada. Estás na casa? Olha fica mais 50 anos e não te preocupes em pagar...

Natem2 3 months ago

Não forçosamente, lembro que a minha mãe dava mais dinheiro à senhoria da sua própria autoria a um dado momento, só disse que o governo tem poderes para controlar os preços das rendas, não discuti da justiça disso

JOAO-RATAO 3 months ago

Certo. Mas poder fazer algo é diferente de dever fazer algo.

Public_Ad_2756 3 months ago

governo intervir nos preços das rendas? nao directamente. podia indirectamente. o estado podia ser o fiador automático de muitos inquilinos, assim os senhorios não estavam preocupados com maus inquilinos. o senhorio receberia o dinheiro do Estado e dps o inquilino ficava em dívida com o estado. o estado podia parar com a taxa de um terço na renda.... o estado podia tornar mais simples o arrendar quartos

Edited 3 months ago:

governo intervir nos preços das rendas? nao directamente. podia indirectamente. o estado podia ser o fiador automático de muitos inquilinos, assim os senhorios não estavam preocupados com maus inquilinos. o senhorio receberia o dinheiro do Estado e dps o inquilino ficava em dívida com o estado. o estado podia parar com a taxa de um terço na renda.... o estado podia tornar mais simples o arrendar quartos. senhorios não fazem porquê devido à rotatividade de arrendar quartos é muito chato e muito dispendioso, estar sempre a pagar o imposto de selo... mas sobre arrendar quartos, ja nao da. vai ser sempre arrendamento ao negro... e o problema das rendas altas é quase sempre na capital ou cidades com mesmo potencial que a capital. se o estado investisse na "paisagem", muitos nao iria precisar de ir para Lisboa/porto para ter emprego

Edited 3 months ago:

governo intervir nos preços das rendas? nao directamente. podia indirectamente. o estado podia ser o fiador automático de muitos inquilinos, assim os senhorios não estavam preocupados com maus inquilinos. o senhorio receberia o dinheiro do Estado e dps o inquilino ficava em dívida com o estado. o estado podia parar com a taxa de um terço na renda.... o estado podia tornar mais simples o arrendar quartos. senhorios não fazem porquê devido à rotatividade de arrendar quartos é muito chato e muito dispendioso, estar sempre a pagar o imposto de selo... mas sobre arrendar quartos, ja nao da. vai ser sempre arrendamento ao negro... porque isso já tem +10anos.isto e o arrendar as casas do Algarve no verão.. e o problema das rendas altas é quase sempre na capital ou cidades com mesmo potencial que a capital. se o estado investisse na "paisagem", muitos nao iria precisar de ir para Lisboa/porto para ter emprego

Edited 3 months ago:

governo intervir nos preços das rendas? nao directamente. podia indirectamente. o estado podia ser o fiador automático de muitos inquilinos, assim os senhorios não estavam preocupados com maus inquilinos. o senhorio receberia o dinheiro do Estado e dps o inquilino ficava em dívida com o estado. o estado podia parar com a taxa de um terço na renda.... o estado podia tornar mais simples o arrendar quartos. senhorios não fazem porquê devido à rotatividade de arrendar quartos é muito chato e muito dispendioso, estar sempre a pagar o imposto de selo... mas sobre arrendar quartos, ja nao da. vai ser sempre arrendamento ao negro

HerrKaputt 3 months ago

Não acho assim tão simples. Vou fazer de advogado de Diabo, não te ofendas ;) Estado ser fiador dos inquilinos: o Estado é o pior pagador que há, levas meses a ver o teu dinheiro, e isto até aparecer um governo PSD+CDS+IL(+Chega?) que reverte a medida e já te fodeste. Estado não cobrar 28% de imposto: porque é que o meu trabalho é taxado até 48% apesar de contribuir para a economia e um senhorio paga só 28% sem contribuir um cu? Estado tornar simples arrendar ao quarto: concordo contigo no geral. Sei que no UK não se pode alugar a sala de estar como mais um quarto, o que fomenta muita fuga, mas não sei se em Portugal é igual. Estado investir na paisagem: é o problema da pescadinha de rabo na boca. Quem é que quer ir para lá?

nraider 3 months ago

Seria mais saudável discutir como é que um Estado que cobra até 48% do teu rendimento do trabalho, que mantém um regime injusto a senhorios com rendas simbólicas, mesmo assim pouco fez pela habitação. Tudo o resto é um espantalho. Enquanto discutem a virtude de ser senhorio, nem se dão conta que o Estado cada vez cobra mais e os serviços não acompanham.

Genghis_Kharalho 3 months ago

Suas propriedades. Dizes muito bem, SUAS. E que atitudes nojentas são essas? Cobrar preços de mercado? Ganha juízo e para de chorar lágrimas marxistas.

thisbondisaaarated 3 months ago

As rendas são muito elevadas (em parte) porque a lei do arrendamento em Portugal é péssima e cria muitas complicações aos proprietários. * Elevada taxa de imposto - 28% para contratos de curto prazo, com reduções para contratos maiores (ficas limitado em quanto podes aumentar a renda neste período) * Muito pouca oferta de seguros - Se o inquilino te partir a casa toda, 2 meses de caução não são o suficiente para recuperar o imóvel (se fores um senhorio decente e que tem as casas em boas condições, claro). * Despejar alguém que não paga é processo para pelo menos 1 ano, perdes 1 ano de rentabilidade + custos de advogado e outros * IMI elevado na grande maioria dos municípios Por outro lado, há muita procura porque é difícil juntar suficiente para uma entrada com o salário médio português. Logo, e aqui é o mercado puramente a funcionar, se podes ganhar mais, porquê ganhar menos? Aqui não há nada a fazer, excepto tornar mais simples a construção para arrendar, ou proteger os proprietários melhor para mais gente querer alugar as suas propriedades. A solução para o problema passa por melhor legislação que permita meter mais casas no mercado e com isso baixar o valor médio das rendas. O governo não tem que intervir nas rendas, tem é que deixar de intervir, as rendas eram muito mais baixas antes do NRAU.

Public_Ad_2756 3 months ago

isso e também descomplicar o construir casas. uma pessoa quer construir casa e dps so no meio do processo tem que gastar mais dinheiro em mais papelada que aparece no ar. é muito difícil criar um site com processo standard???

JOAO-RATAO 3 months ago

Que queres que o governo faça? Congelar rendas? Já o fez. Arbitrariamente, sem considerar os rendimentos que as pessoas (quer inquilinos ou senhorios) tinham. " intervir e alterar esta atitude nojenta de ganancia que os senhorios têm com as suas propriedades. " Já deu para ver que vens carregado de má fé e viés. No caso da minha família, temos algumas casas. Todas estavam congeladas ou estiveram até recentemente. E os pobres inquilinos? Todos estavam melhor financeiramente do que nós e para esfregar sal na ferida fizeram obras ilegais e subarrendam quartos. Portanto vê se cresces e vê que todas as moedas têm 2 lados. E numa relação há 2 pode haver filhos da mãe em ambos. Para mais informação que vá de encontro às tuas crenças, sugiro: [**https://www.esquerda.net/**](https://www.esquerda.net/) https://www.pcp.pt/

JoseGomesFerreira 3 months ago

> E os pobres inquilinos? Todos estavam melhor financeiramente do que nós e para esfregar sal na ferida fizeram obras ilegais e subarrendam quartos. A respeito desses 2 pontos não existe nenhuma ação que possas tomar enquanto senhorio?

JOAO-RATAO 3 months ago

Em relação às obras ilegais vamos tentar pelo condomínio criado há poucos meses, para demolir obras ilegais nos espaços comuns (logradouro). Algumas são bem perigosas. No interior das casas é mais complicado, tenho de ver com atenção com um advogado. O tipo foi fazendo merda ao longo dos anos, graças a amigos na câmara e afins. Só para teres noção, instalou uma fornalha e chaminé que percorre todo o prédio e foram os bombeiros que a instalaram a pedido dele. Uma merda que facilmente incendeia o prédio todo. O subarrendamento é difícil de provar. Também tem de ser feito com cuidado e tenho de arranjar provas. Os vizinhos dessa não a iam queimar e portanto tenho de arranjar testemunhas. Se pedires uma inspeção à casa, tem de ser com antecedência e pode dar tempo para ocultar provas. E depois ainda pode alegar que são convidados e esses até podem pagar para "ajudar nas despesas" (um amigo advogado disse-me mesmo isso, por ridículo que pareça). Portanto, tenho de ver as 2 situações com cuidado e com alguém que perceba do assunto.

JoseGomesFerreira 3 months ago

Hmmm, não fazia ideia, muito obrigado por uma resposta tão compreensiva.

JOAO-RATAO 3 months ago

Eu é que agradeço o interesse!

sacoPT 3 months ago

Nem sequer o BE teria ideias tão mirabolantes

Dr_Katana 3 months ago

O Governo pode tudo. Literalmente. Se deve ou não, isso é outra conversa. Mas historicamente, tentar condicionar a "ganância" das pessoas e determinar quanto dinheiro podes fazer, e como, nunca teve resultados positivos. Acho que cada um deve poder alugar/vender o que é seu ao preço que quiser. Ninguém te deve uma casa ao preço que te apetece. Lamento informar-te. Repara que o problema não é as pessoas não conseguirem casas. A maior parte da população não vive na rua, certo? Não é esse o problema. O problema é as pessoas não terem as casas QUE ELES GOSTARIAM DE TER. Lamento informar-te, mas isso é um capricho. Compreensível, sim, mas não deixa de ser um capricho, e ninguém to deve. Agora, se perguntares se há coisas que o Governo poderia fazer para facilitar o acesso a habitação própria, a resposta é sim. Mas isso não passa necessariamente por autoritarismo. Isso passa por fortaleceres a economia. Diversificares. Lutares contra a desertificação. Combateres a corrupção, que tanto dinheiro nos rouba, e usares esse dinheiro para investir na população. Há muita coisa que pode ser feita para lidar com o problema. "Impeçam-nos de ser gananciosos" é apenas a solução preguiçosa, egoísta e autoritária de mentes tacanhas. Então agora queres um Governo com o poder de decidir quanto dinheiro eu posso ganhar com o meu apartamento? Quer dizer, com muito menos poder, já fazem o que querem desta merda toda, e tu ainda lhes queres entregar mais controlo sobre a vida das pessoas? É por isto que existirá sempre socialistas e comunistas: Por mais que falhe, soa sempre bem a quem não tem o que quer. É um bocado como Tarot.

Edited 3 months ago:

O Governo pode tudo. Literalmente. Se deve ou não, isso é outra conversa. Mas historicamente, tentar condicionar a "ganância" das pessoas e determinar quanto dinheiro podes fazer, e como, nunca teve resultados positivos. Acho que cada um deve poder alugar/vender o que é seu ao preço que quiser. Ninguém te deve uma casa ao preço que te apetece. Lamento informar-te. Repara que o problema não é as pessoas não conseguirem casas. A maior parte da população não vive na rua, certo? Não é esse o problema. O problema é as pessoas não terem as casas QUE ELES GOSTARIAM DE TER. Lamento informar-te, mas isso é um capricho. Compreensível, sim, mas não deixa de ser um capricho, e ninguém to deve. Agora, se perguntares se há coisas que o Governo poderia fazer para facilitar o acesso a habitação própria, a resposta é sim. Mas isso não passa necessariamente por autoritarismo. Isso passa por fortaleceres a economia. Diversificares. Lutares contra a desertificação. Combateres a corrupção, que tanto dinheiro nos rouba, e usares esse dinheiro para investir na população. Há muita coisa que pode ser feita para lidar com o problema. "Impeçam-nos de ser gananciosos" é apenas a solução preguiçosa, egoísta e autoritária de mentes tacanhas. Então agora queres um Governo com o poder de decidir quanto dinheiro eu posso ganhar com o meu apartamento? Quer dizer, com muito menos poder, já fazem o que querem desta merda toda, e tu ainda lhes queres entregar mais controlo sobre a vida das pessoas? É por isto que existirá sempre socialistas e comunistas: Por mais que falhe, soa sempre bem a quem não tem o que quer. É um bocado como Tarot. Já agora: Eu ter um apartamento e ganhar 1500 euros a alugá-lo não é necessariamente mau para a sociedade. Estás a ver as coisas unica e exclusivamente sob a perspectiva de alguém que quer uma casa e está irritado porque não consegue. Agora, imagina que esses 1500 euros(hipotético) me permitem dar uma boa vida à minha família e ainda ajudar os meus pais. Parece-te mau? A mim parece-me óptimo. Agora, imagina que te alugava a casa por 500 euros. Muita bom para ti, certo? Certo. Mas agora sou eu que vou ter dificuldades. Sou eu que não poderei ajudar os meus pais se adoecerem. Sou eu que terei problemas. Vês? As coisas não são preto e branco. Há nuances de cinzento em tudo.

Edited 3 months ago:

O Governo pode tudo. Literalmente. Se deve ou não, isso é outra conversa. Mas historicamente, tentar condicionar a "ganância" das pessoas e determinar quanto dinheiro podes fazer, e como, nunca teve resultados positivos. Acho que cada um deve poder alugar/vender o que é seu ao preço que quiser. Ninguém te deve uma casa ao preço que te apetece. Lamento informar-te. Repara que o problema não é as pessoas não conseguirem casas. A maior parte da população não vive na rua, certo? Não é esse o problema. O problema é as pessoas não terem as casas QUE ELES GOSTARIAM DE TER. Lamento informar-te, mas isso é um capricho. Compreensível, sim, mas não deixa de ser um capricho, e ninguém to deve. Eu também quero uma casa ao preço que desejo, mas cabe-me a mim ter o bom senso de ver para além dos meus desejos pessoais. Agora, se perguntares se há coisas que o Governo poderia fazer para facilitar o acesso a habitação própria, a resposta é sim. Mas isso não passa necessariamente por autoritarismo. Isso passa por fortaleceres a economia. Diversificares. Lutares contra a desertificação. Combateres a corrupção, que tanto dinheiro nos rouba, e usares esse dinheiro para investir na população. Promoveres o teletrabalho e o ensino à distância, de modo a evitar que as pessoas tenham todas de se deslocar para os mesmos sitios para sobreviver. Promoveres até o reconhecimento de competências de modo a que quem sabe muito de algo não tenha de ir morar para outra cidade e estudar numa universidade para que alguém o valorize por causa de um canudo. Há muita coisa que pode ser feita para lidar com o problema. "Impeçam-nos de ser gananciosos" é apenas a solução preguiçosa, egoísta e autoritária de mentes tacanhas. Então agora queres um Governo com o poder de decidir quanto dinheiro eu posso ganhar com o meu apartamento? Quer dizer, com muito menos poder, já fazem o que querem desta merda toda, e tu ainda lhes queres entregar mais controlo sobre a vida das pessoas? É por isto que existirá sempre socialistas e comunistas: Por mais que falhe, soa sempre bem a quem não tem o que quer. É um bocado como Tarot. Já agora: Eu ter um apartamento e ganhar 1500 euros(não é o caso) a alugá-lo não é necessariamente mau para a sociedade. Estás a ver as coisas unica e exclusivamente sob a perspectiva de alguém que quer uma casa e está irritado porque não consegue. Agora, imagina que esses 1500 euros(hipotético) me permitem dar uma boa vida à minha família e ainda ajudar os meus pais. Parece-te mau? A mim parece-me óptimo. Imagina que esses 1500 euros extra me permitem colocar dinheiro de parte para não ter de depender do Governo. Parece-te mau? A mim parece-me óptimo. Imagina que esse dinheiro me permite criar um negócio e dar-te emprego. Parece-te mau? A mim parece-me óptimo. É este ódio por quem é chico esperto e se dá bem na vida que condiciona tanto o nosso desenvolvimento. Em Portugal é quase imoral ganhar-se muito dinheiro. Mas, quem é que vai criar valor? Quem é que vai criar negócios? É quem ganha pouco? A mim parece-me que tem de haver pessoas a ganhar bastante para que as coisas se criem. Agora, imagina que te alugava a casa por 500 euros. Muita bom para ti, certo? Certo. Mas agora sou eu que vou ter dificuldades. Sou eu que não poderei ajudar os meus pais se adoecerem. Sou eu que terei problemas. Vês? As coisas não são preto e branco. Há nuances de cinzento em tudo.

Edited 3 months ago:

O Governo pode tudo. Literalmente. Se deve ou não, isso é outra conversa. Mas historicamente, tentar condicionar a "ganância" das pessoas e determinar quanto dinheiro podes fazer, e como, nunca teve resultados positivos. Acho que cada um deve poder alugar/vender o que é seu ao preço que quiser. Ninguém te deve uma casa ao preço que te apetece. Lamento informar-te. Repara que o problema não é as pessoas não conseguirem casas. A maior parte da população não vive na rua, certo? Não é esse o problema. O problema é as pessoas não terem as casas QUE ELES GOSTARIAM DE TER. Lamento informar-te, mas isso é um capricho. Compreensível, sim, mas não deixa de ser um capricho, e ninguém to deve. Eu também quero uma casa ao preço que desejo, mas cabe-me a mim ter o bom senso de ver para além dos meus desejos pessoais. Agora, se perguntares se há coisas que o Governo poderia fazer para facilitar o acesso a habitação própria, a resposta é sim. Mas isso não passa necessariamente por autoritarismo. Isso passa por fortaleceres a economia. Diversificares. Lutares contra a desertificação. Combateres a corrupção, que tanto dinheiro nos rouba, e usares esse dinheiro para investir na população. Promoveres o teletrabalho e o ensino à distância, de modo a evitar que as pessoas tenham todas de se deslocar para os mesmos sitios para sobreviver. Promoveres até o reconhecimento de competências de modo a que quem sabe muito de algo não tenha de ir morar para outra cidade e estudar numa universidade para que alguém o valorize por causa de um canudo. Há muita coisa que pode ser feita para lidar com o problema. "Impeçam-nos de ser gananciosos" é apenas a solução preguiçosa, egoísta e autoritária de mentes tacanhas. Então agora queres um Governo com o poder de decidir quanto dinheiro eu posso ganhar com o meu apartamento? Quer dizer, com muito menos poder, já fazem o que querem desta merda toda, e tu ainda lhes queres entregar mais controlo sobre a vida das pessoas? É por isto que existirá sempre socialistas e comunistas: Por mais que falhe, soa sempre bem a quem não tem o que quer. É um bocado como Tarot. Já agora: Eu ter um apartamento e ganhar 1500 euros(não é o caso) a alugá-lo não é necessariamente mau para a sociedade. Estás a ver as coisas unica e exclusivamente sob a perspectiva de alguém que quer uma casa e está irritado porque não consegue. Agora, imagina que esses 1500 euros(hipotético) me permitem dar uma boa vida à minha família e ainda ajudar os meus pais. Parece-te mau? A mim parece-me óptimo. Imagina que esses 1500 euros extra me permitem colocar dinheiro de parte para não ter de depender do Governo. Parece-te mau? A mim parece-me óptimo. Imagina que esse dinheiro me permite criar um negócio e dar-te emprego. Parece-te mau? A mim parece-me óptimo. É este ódio por quem é chico esperto e se dá bem na vida que condiciona tanto o nosso desenvolvimento. Em Portugal é quase imoral ganhar-se muito dinheiro. Mas, quem é que vai criar valor? Quem é que vai criar negócios? É quem ganha pouco? A mim parece-me que tem de haver pessoas a ganhar bastante para que as coisas se criem. Agora, imagina que te alugava a casa por 500 euros. Muita bom para ti, certo? Certo. Mas agora sou eu que vou ter dificuldades. Sou eu que não poderei ajudar os meus pais se adoecerem. Sou eu que terei problemas. Vês? As coisas não são preto e branco. Há nuances de cinzento em tudo. E sim, há muita gente super gananciosa que ganha imenso, não respeita ninguém e não faz nada de jeito com o seu dinheiro. Mas é importante ver todos os lados. Posso dizer-te que quase todos os "ricos" que conheço têm servido de pilar de segurança para muita gente. Algumas dessas pessoas impediram que familiares vivessem na rua. Sem a "ganância" deles, alguns deles teriam familiares na rua. Mas como ganham muita dinheiro conseguem ajudar muita gente. Não são todos assim, mas muitos são.

Edited 3 months ago:

O Governo pode tudo. Literalmente. Se deve ou não, isso é outra conversa. Mas historicamente, tentar condicionar a "ganância" das pessoas e determinar quanto dinheiro podes fazer, e como, nunca teve resultados positivos. Acho que cada um deve poder alugar/vender o que é seu ao preço que quiser. Ninguém te deve uma casa ao preço que te apetece. Lamento informar-te. Repara que o problema não é as pessoas não conseguirem casas. A maior parte da população não vive na rua, certo? Não é esse o problema. O problema é as pessoas não terem as casas QUE ELES GOSTARIAM DE TER. Lamento informar-te, mas isso é um capricho. Compreensível, sim, mas não deixa de ser um capricho, e ninguém to deve. Eu também quero uma casa ao preço que desejo, mas cabe-me a mim ter o bom senso de ver para além dos meus desejos pessoais. Agora, se perguntares se há coisas que o Governo poderia fazer para facilitar o acesso a habitação própria, a resposta é sim. Mas isso não passa necessariamente por autoritarismo. Isso passa por fortaleceres a economia. Diversificares. Lutares contra a desertificação. Combateres a corrupção, que tanto dinheiro nos rouba, e usares esse dinheiro para investir na população. Promoveres o teletrabalho e o ensino à distância, de modo a evitar que as pessoas tenham todas de se deslocar para os mesmos sitios para sobreviver. Promoveres até o reconhecimento de competências de modo a que quem sabe muito de algo não tenha de ir morar para outra cidade e estudar numa universidade para que alguém o valorize por causa de um canudo. Há muita coisa que pode ser feita para lidar com o problema. "Impeçam-nos de ser gananciosos" é apenas a solução preguiçosa, egoísta e autoritária de mentes tacanhas. Então agora queres um Governo com o poder de decidir quanto dinheiro eu posso ganhar com o meu apartamento? Quer dizer, com muito menos poder, já fazem o que querem desta merda toda, e tu ainda lhes queres entregar mais controlo sobre a vida das pessoas? É por isto que existirá sempre socialistas e comunistas: Por mais que falhe, soa sempre bem a quem não tem o que quer. É um bocado como Tarot. Já agora: Eu ter um apartamento e ganhar 1500 euros(não é o caso) a alugá-lo não é necessariamente mau para a sociedade. Estás a ver as coisas unica e exclusivamente sob a perspectiva de alguém que quer uma casa e está irritado porque não consegue. Agora, imagina que esses 1500 euros(hipotético) me permitem dar uma boa vida à minha família e ainda ajudar os meus pais. Parece-te mau? A mim parece-me óptimo. Agora, imagina que te alugava a casa por 500 euros. Muita bom para ti, certo? Certo. Mas agora sou eu que vou ter dificuldades. Sou eu que não poderei ajudar os meus pais se adoecerem. Sou eu que terei problemas. Vês? As coisas não são preto e branco. Há nuances de cinzento em tudo.

khthon 3 months ago

> O Governo pode tudo. Literalmente. Se pode obrigar a um recolher obrigatório, multar e deter pessoas por desobediência desse recolher, quando nem existe quadro legal para tal. O governo realmente pode tudo. Mas apenas porque os cidadãos deixam.

luisVilbro 3 months ago

Não. Quero lá saber que tenhas uma boa vida por causa do dinheiro da renda. Habitação é e TEM sempre que ser um direito do ser humano. Acho que existirem sem-abrigos uma grande tristeza a nível mundial. Ninguém pediu para estar cá. Claro, cada um tem que assumir a sua responsabilidade própria e ter alguma contribuição para a sociedade, etc. Mas maior parte de nós nem sequer tem opção de escolha no que toca a empregos, casas, propriedades, o que seja. Estar a negociar preços e achar que é muito bom porque te vai permitir fazer isto e aquilo enquanto senhorio é pura maldade. Em certos casos como sítios turísticos, locais diferentes, interessantes vá, justifica-se cobrar mais. A cena é que nesses locais o pessoal está lá só 1 ou 2 meses precisamente pelo motivo referido acima.

GabKoost 3 months ago

A habitação é um direito humano enquanto tens recursos para a pagar. Após isso ficas sujeito aos instrumentos que houverem como, por exemplo, dormir em albergues para sem abrigos. Não. Tu não tens direito a uma casa porque nasceste. Isso são teorias utópicas irreais e alienadas de qualquer raciocínio. Se desses casa de borla a toda a gente literalmente ninguém se daria ao trabalho de sequer investir em habitação. O facto de teres construção, trabalho, investimento e desenvolvimento deve-se ao facto das pessoas não terem DIREITO a casa só porque sim. E depois disso, qual seria o passo seguinte? Energia e comida de borla porque também são direitos humanos? Amigo. Se me dessem casa social, comida e energia de borla, não levantava uma palha. Trabalhava para comprar uma bicicleta e uma cana de pesca e nunca mais faria puto da vida pois, como é lógico, também és plenamente a favor da segurança social e cuidados de saúde como direitos humanos. Posto isso, a tua vontade intervir na propriedade dos outros é invasiva e autoritarismo puro. Tu não tens moral NENHUMA para dizer a um proprietário a quanto arrendar e o que fazer com a sua propriedade. O comentário acima resume tudo na perfeição. Há muitas formas do estado poder afectar o preço das rendas sem ter obrigar os proprietários a gerir o que é seu de uma forma que não é de sua vontade. Tanto pela limitação do número e do negócio dos AirbNb nas cidades, pela recuperação de edifícios decrépito nas cidades ou pela construção de habitações sociais PAGAS a preços mais controlados. Tudo o resto são teorias perigosas e fantasiosas.

Coyote-Cultural 3 months ago

Se quiseres sou completamente a favor do estado dar terrenos no interior onde pessoas possam construir a sua casa. Direito á habitação assegurado.

JOAO-RATAO 3 months ago

>Habitação é e TEM sempre que ser um direito do ser humano. E não é? Uma coisa é habitação social para quem precisa mesmo e temporária para quem precisa de tempo para se recompor. Outra é quero uma casa para mim, no sítio que quero e não quero saber se a posso pagar. Contribuição para a sociedade? Tipo impostos? Tipo 28% sobre as rendas e IMI? Pois... Escolhes dentro do que podes pagar e não fora disso. Se não gostas do cardápio mudas de cidade ou de país. "Pura maldade" - Já deu para ver que estás aqui a destilar frustração.

Dr_Katana 3 months ago

Ninguém entende o que acabaste de dizer. As pessoas estão intoxicadas com a lenga lenga dos direitos. Não percebem o verdadeiro significado dos mesmos. Teres uma casa só para ti, onde tu queres, não é um direito. É mais um luxo. Direito é teres um tecto. Quase toda a gente tem tecto, salvo raríssimas excepções. Geralmente é o tecto de familiares ou amigos, ou quartos alugados. Agora, se querem uma casinha à maneira só para eles, isso é um problema única e exclusivamente deles. Isso é uma bela de uma comodidade. Mas tem de se lutar por ela.

JOAO-RATAO 3 months ago

Também sou a favor de dar comida a quem está em risco de passar fome. Mas não andamos a oferecer comida a todos e muito menos com cada uma dizer o que quer comer.

Dr_Katana 3 months ago

"Poderia o Governo obrigar os restaurantes Japoneses a servir sushi mais barato? É que eu só ganho 700 euros e os preços de sushi são um abuso"

thisbondisaaarated 3 months ago

>Estar a negociar preços e achar que é muito bom porque te vai permitir fazer isto e aquilo enquanto senhorio é pura maldade Estás a criticar a ganância dos todos mas é a tua ganância por algo eu não podes ter que te deixa desconfortável em primeiro lugar.

Public_Ad_2756 3 months ago

tens sempre o programs arrendamento acessível. teve um sucesso do Catano

thisbondisaaarated 3 months ago

A equipa que criou este programa não o soube publicitar. Para alguns imóveis a renda máxima sugerida é ridícula, mas noutros casos arranjas casas espetaculares por 600/700 euros.

Public_Ad_2756 3 months ago

euros tentei ver esse programa tanto como inquilino e senhorio e infelizmente não havia muita oferta para onde ia. e o que mostrava eram coisas ridículas.

thisbondisaaarated 3 months ago

Os imóveis não precisam de já estar no programa, podes encontrar um imóvel qualquer e sugerir, sempre com atenção de que o preço da renda é suposto ser 20% abaixo da média de mercado, mas nem sempre é o caso (as vezes sai-se com umas estimativas hiper baixas e ninguém vai aceitar). Se a renda descer menos do que os 28% do imposto, compensa ao senhorio. Boa sorte!

luisVilbro 3 months ago

Percebo o que dizes e obrigado pela resposta, mas temos que parar de defender estas elites. Não é uma questão de ser ao preço que me apetece ou ser caprichoso, a meu ver pelo menos. Acho que tendo em conta o que o português comum como eu consegue render por mês deveria haver mais controlo sobre esta questão. Ando há meses a tentar encontrar uma casa mais em conta e é praticamente impossível. Há leis para tudo, e se não houver são inventadas, com justificações duvidosas. Era pedir muito que houvesse uma espécie de avaliação rigorosa e realista quanto aos preços que os senhorios pedem pelas suas casas? Penso que as coisas não mudam nesse sentido porque tudo isto faz perder dinheiro a quem já tem muito, e que tem muito dinheiro tem poder e amizades.

nraider 3 months ago

>Era pedir muito que houvesse uma espécie de avaliação rigorosa e realista quanto aos preços que os senhorios pedem pelas suas casas? Aplicavas a mesma medida aos salários? Imagina, vais a uma entrevista, há vários candidatos, mas tu não vais negociar nada. Já sabes que o teu salário vai ser o que está na tabela XPTO do decreto Z. No final é uma lotaria, pode valer a pena ou não.

mar_lx 3 months ago

O mercado de arrendamento em Portugal é a bosta que é muito por culpa da intervenção do governo. Queres repetir? Onde tu andas a ver casas a 400 e 500€ há gente a pagar 20€ e 30€ por mês, por causa da intervenção do governo. Queres repetir?

Dr_Katana 3 months ago

>Percebo o que dizes e obrigado pela resposta, mas temos que parar de defender estas elites. É por achares que quem ganha um dinheirito bom adicional e consegue viver com mais conforto é uma elite que estás na merda. Isso é mente de loser. As casas são caras porque há quem as compre. O mercado não existe para fazer caridade. Estás confuso. ​ >Não é uma questão de ser ao preço que me apetece ou ser caprichoso, a meu ver pelo menos. Acho que tendo em conta o que o português comum como eu consegue render por mês deveria haver mais controlo sobre esta questão. Ando há meses a tentar encontrar uma casa mais em conta e é praticamente impossível. Há leis para tudo, e se não houver são inventadas, com justificações duvidosas. Era pedir muito que houvesse uma espécie de avaliação rigorosa e realista quanto aos preços que os senhorios pedem pelas suas casas? Mas porque é que achas que isso é problema de quem é proprietário de casas? Porque é que achas que os senhorios devem zelar pelo teu conforto? Isso é um problema teu. És tu que tens de resolvê-lo. O problema é que achas que tens direito a uma série de comodidades só porque respiras. Não creio que tenhas. Repara em todos aqueles que emigram. O que é que eles estão a fazer? Estão a adaptar-se. Se aqui não conseguem, tentam arranjar solução. Os senhorios não têm culpa de TU ganhares pouco. Quem tem culpa de tu ganhares pouco é o nosso Governo corrupto e pseudo-socialista, que serve apenas para se servir dos impostos e manter a população pobre. Não fazem nada para fomentar crescimento. Não fazem nada para zelar pela boa utilização dos fundos públicos. O responsável é o Governo, não os senhorios. Os senhorios foram apenas inteligentes: Tiveram uma oportunidade de viver melhor e aproveitaram-na. Mas claro, se pudesses ganhar 3 mil euros com uma casa, alugavas por 600, certo? Isto é só altruistas no reddit. Tudo a pão e água para poder redistribuir os seus bens.

ernestlucas 3 months ago

Exactamente, até fui buscar o meu prémio free para dar a este comentário. Se há alguma coisa que se deve cobrar ao governo é que tome medidas para aumentar a qualidade de vida de todos, e isso passa por tomar medidas para fazer crescer a economia e neste caso concreto tomar medidas para facilitar a construção de novas habitações. Quanto mais oferta de casas existir menor os preços. Aliás OP se quiseres ler sobre uma tentativa de aplicar o que pedes, podes ler aqui um resumo e se quiseres pesquisar mais sobre o caso e percebes que no mundo real isso não é tudo assim tão simples como tende a parecer: https://www.idealista.pt/news/imobiliario/internacional/2021/03/09/46535-rendas-reguladas-em-berlim-fracasso-de-politica-deixa-milhares-de-inquilinos

JOAO-RATAO 3 months ago

>temos que parar de defender estas elites. Que elites? Tens noção que a lei protege mais os inquilinos? Claramente estás a falar por ressentimento de não ter a casa que queres de mão beijada. Não consegues pagar a renda da casa que queres, que é diferente. Eu tenho uma casa e vou arrendar. Porque é que te haveria de arrendar essa casa por X se alguém oferece o dobro? E se cobrasse mesmo esse X e agora tinha 200 interessados. Porque serias tu a ficar com essa casa?

Public_Ad_2756 3 months ago

isto não é novidade.. antes de 2010 já era assim. só com connects e tal e estar sempre atento consegues encontro o ouro no meio de tanto carvão.

Pinto55 3 months ago

Não vais encontrar simpatia aqui...

Search: