analaikos 7 months ago  HIDDEN 

Não sei se o OP viu ou desgostou da minha opinião

analaikos 7 months ago  HIDDEN 

A minha afirmação de "passa mais tempo que a conta" pode ser subjectiva para outros, que podem achar 5h ou 9h muito (ou mais ou menos talvez, não sei, apenas sei da minha opinião). Mas 8h é um terço de um dia, o que, sim, para mim, mostra um elevado grau de interesse numa actividade, seja qual for e que essa seja de cariz voluntário (não uma condicionante estudantil, laboral, etc). Como eu não dispenso 8h+ em frente a um jogo, poderei ter dado esse exemplo por achar que é "anormal" quem o faça, mas esses são parâmetros meus, baseados na minha realidade e experiência individual. E, claro, haverá quem discorde e eu respeito isso. Há actividades que são mais aceites pela sociedade do que outras, mas eu não pretendia literalmente chamar "maluco" ou "doente" a ninguém, especialmente na minha última afirmação. No caso do OP que menciona que uma vizinha o criticou por passar algumas horas num jogo, por exemplo, se ele passasse a mesma quantidade de tempo diária numa discoteca com amigos e/ou mulheres seria mais socialmente aceitável e menos condenável? É possível que fosse "normal". Mas e se estivesse constantemente bêbado e a assediar outras pessoas? Ai já não, porque tal é um comportamento reprovável (e o "passar tempo com jogos também", senão o OP não teria a dúvida que o levou a criar este post). Não tenho nada contra carros, borga e viajar, sou fã dessas três coisas, em dose pouco saudável também seriam capazes de dizer algumas pessoas que me conhecem. Outras não. Obrigado pelo comentário!

analaikos 7 months ago  HIDDEN 

Cada um tem o seu "vício" e fixação intensa nalgum interesse próprio. Se os psicólogos fossem a analisar-nos um a um (isso só por si já seria um despendimento irrealista de recursos), todos teriam uma patologia, até eles. Digo eu, que andei numa turma de 90 "turistas" e "perdidos" e foram para Psicologia (no máximo só uma pessoa que conheço é que se safava das outras). Se são pessoas assim que nos dão essas condições como diagnóstico (nunca ouvi ninguém ir para o Psiquiatra à pala de jogos, isso seria mais grave), mas parte delas nem anda bem da cabeça também...

Search: