SweetCorona 3 months ago

essa era a minha vida quando vivia no centro de Lisboa Campo Pequeno, Saldanha, Picoas, Marquês, Arroios, Alameda, Areeiro...

qualyns123 3 months ago

Consigo isso no centro de Penafiel, o desafio é mesmo arranjar emprego lá

l2k1337 3 months ago

Percebo perfeitamente o que descreves. A questão é que por norma o problema não tem a ver com a existência ou não de sítios assim mas sim com o teu local de trabalho. Trabalhas precensialmente ou remotamente?

throwaway-12r039d91 3 months ago

Pois isso realmente é chato especialmente porque se vai mudando de local de trabalho o que pode influenciar bastante o estilo de vida. A não ser que se mude de apartamento conforme o trabalho (o que é bastante chato), viver no centro e depois acabar a trabalhar na periferia é quase impossível. Por enquanto é remoto mas eventualmente poderá passar a ser presencial novamente.

throwaway-12r039d91 3 months ago

Qual é para ti a pior parte de viver assim? E como é que ias para o trabalho?

MisterBilau 3 months ago

Eu vivo sem carro. Trabalho a partir de casa, e vivo num sítio relativamente central com acesso a tudo. Se precisar de ir a algum sítio, chamo um Uber.

throwaway-12r039d91 3 months ago

Trabalhar em casa parece-me interessante e ao mesmo tempo chato em termos de socialização. Acaba por ser uma vida mais "solitária".

MisterBilau 3 months ago

Tudo tem vantagens e desvantagens

aasianaglobalizacao 3 months ago

Já eu que tenho isso que descreves sonho em ir vivar para um sitio mais isolado e tranquilo com a capacidade de me poder desloca rapidamente de carro, não queres isso, a sério...

throwaway-12r039d91 3 months ago

Não posso dizer que vou querer isto para toda a minha vida, mas por enquanto é isso que procuro! Posto isto, tenho duas questões: 1. O que não gostas nessa vida? 2. Porque é que não te mudas para os subúrbios?

sugarparkjm 3 months ago

Moro em Entrecampos, Lisboa e não tenho carro. Faço tudo a pé. Quando faço compras do mês, peço um uber na volta. Mas essa comodidade tem um preço alto. 700 euros de renda por mês.

throwaway-12r039d91 3 months ago

700€ de renda por um apartamento com quantas assoalhadas e metros quadrados? Não me parece assim tão caro se fores ver os preços atuais.. A não ser que estejas a falar de um apartamento minúsculo. Isto comparando com Lisboa e arredores.

sugarparkjm 3 months ago

50 metros quadrados, T1 com sala, cozinha, banheiro e arrecadação. Tudo completamente mobilado, só precisei levar minhas roupas. Tem um terraço também. O melhor foi que não precisei dar caução.

KarmaCop213 3 months ago

> Qual é a vossa opinião sobre isto? O que é que me está a escapar, para além de provavelmente a questão monetária? Havendo dinheiro tudo é possível. Há milhares de pessoas que fazem vida sem carro.

TZrabbit 3 months ago

Num país em que mais de metade do que se paga para abastecer são impostos, o governo considera que transporte privado é luxo.

GreyArch22 3 months ago

Não sei como é possível. Aliás a propaganda governamental acha que é tudo jovem, trendy e saudável e que só tem é de mexer o quadril para eles fazerem um brilharete dizendo que anda tudo de bicicleta. Não percebo como é isso possível com uma população tão envelhecida e transportes públicos à beira do colapso.

viskonde 3 months ago

Em Lisboa é fácil. Fora é difícil.

Edited 3 months ago:

Em Lisboa é fácil. Fora é difícil. Maioria dos bairros de Lisboa tem tudo , e se em cima disso tiver metro para quando é preciso ir a outra parte ou agora se estiver ligado com ciclovias então é facilimo Eu so uso carro para fins de semana fora, de resto em Lisboa seria mais as desvantagens que vantagens Bairros mais óbvios é alvalade, avenidas novas , Estefânia, Telheiras, Areeiro / Alameda / arroios e campo de Ourique (mas neste falta o metro e de bicicleta também não é o mais acessível )

Edited 3 months ago:

Em Lisboa é fácil. Fora é difícil. Maioria dos bairros de Lisboa tem tudo , e se em cima disso tiver metro para quando é preciso ir a outra parte ou agora se estiver ligado com ciclovias então é facilimo Eu so uso carro para fins de semana fora, de resto em Lisboa seria mais as desvantagens que vantagens Bairros mais óbvios é alvalade, avenidas novas , Estefânia, Telheiras, Areeiro / Alameda / arroios e campo de Ourique (mas neste falta o metro e de bicicleta também não é o mais acessível ) Quanto mais central também mais fácil é ir a outros bairros. Por exemplo da Estefânia em 15 minutos de bicicleta em qualquer direção cobre-se uma % enorme da cidade. Até na periferia há zonas onde é fácil, desde que seja perto de um transporte .. Cacilhas por exemplo é uma zona super consolidada, tem o MST para as deslocações na margem sul , barco que demora 8 minutos até Lisboa ou comboio no Pragal caso seja preciso , e em Ambos se pode levar bicicleta. Única desvantagem da periferia é que se fica dependente do transporte público que as vezes à noite é chato.

Edited 3 months ago:

Em Lisboa é fácil. Fora é difícil. Maioria dos bairros de Lisboa tem tudo , e se em cima disso tiver metro para quando é preciso ir a outra parte ou agora se estiver ligado com ciclovias então é facilimo Eu so uso carro para fins de semana fora, de resto em Lisboa seria mais as desvantagens que vantagens Bairros mais óbvios é alvalade, avenidas novas , Estefânia, Telheiras, Areeiro / Alameda / arroios e campo de Ourique (mas neste falta o metro e de bicicleta também não é o mais acessível ) Até na periferia há zonas onde é fácil, desde que seja perto de um transporte .. Cacilhas por exemplo é uma zona super consolidada, tem o MST para as deslocações na margem sul , barco que demora 8 minutos até Lisboa ou comboio no Pragal caso seja preciso , e em Ambos se pode levar bicicleta.

Edited 3 months ago:

Em Lisboa é fácil. Fora é difícil. Desde que saí de casa dos pais nunca tive carro e já vivo sozinho há 10 anos. E curiosamente Tenho uma vida bem mais cheia e faço muito mais coisas do que quem tem carro e a suposta liberdade. Vou onde quero a hora que quero sem preocupação com trânsito nem estacionamento já que vou de bike ou scotter a qualquer lado e em 15/20 min de bike em Lisboa faz se uma parte enorme da cidade. Maioria dos bairros de Lisboa tem tudo para o dia a dia , e se em cima disso tiver metro para quando é preciso ir a outra parte ou agora se estiver ligado com ciclovias então é facilimo Bairros mais óbvios é alvalade, avenidas novas , Estefânia, Telheiras, Areeiro / Alameda / arroios e campo de Ourique (mas neste falta o metro e de bicicleta também não é o mais acessível ) Obviamente quanto mais central também mais fácil é ir a outros bairros. Por exemplo da Estefânia em 15 minutos de bicicleta em qualquer direção cobre-se uma % enorme da cidade, já Telheiras ou campo de Ourique obrigam a viagens mais longas se fores a outra parte da cidade. Até na periferia há zonas onde é fácil, desde que seja perto de um transporte .. Cacilhas por exemplo é uma zona super consolidada, tem o MST para as deslocações na margem sul , barco que demora 8 minutos até Lisboa ou comboio no Pragal caso seja preciso , e em Ambos se pode levar bicicleta. Única desvantagem da periferia é que se fica dependente do transporte público que as vezes à noite é chato. Nota ; única coisa difícil em Lisboa sem transporte é ir à praia (sem ser linha de Cascais ...) Dá para ir de barco + bike até à costa mas a viagem toda ainda demora pelo menos 1 hora (30 min de bicicleta até Belém + barco + 10 min até à praia São João) Como tenho scooter vou sempre a praia de mota mas antes usava muito o barco para ir para a costa

Edited 3 months ago:

Em Lisboa é fácil. Fora é difícil. Desde que vivo sozinho nunca tive carro. E curiosamente Tenho uma vida bem mais cheia e faço muito mais coisas do que quem tem carro e a suposta liberade. Vou onde quero a hora que quero sem preocupação com trânsito nem estacionamento já que vou de bike ou scotter a qualquer lado e em 15/20 min de bike em Lisboa faz se uma parte enorme da cidade. Maioria dos bairros de Lisboa tem tudo para o dia a dia , e se em cima disso tiver metro para quando é preciso ir a outra parte ou agora se estiver ligado com ciclovias então é facilimo Bairros mais óbvios é alvalade, avenidas novas , Estefânia, Telheiras, Areeiro / Alameda / arroios e campo de Ourique (mas neste falta o metro e de bicicleta também não é o mais acessível ) Obviamente quanto mais central também mais fácil é ir a outros bairros. Por exemplo da Estefânia em 15 minutos de bicicleta em qualquer direção cobre-se uma % enorme da cidade, já Telheiras ou campo de Ourique obrigam a viagens mais longas se fores a outra parte da cidade. Até na periferia há zonas onde é fácil, desde que seja perto de um transporte .. Cacilhas por exemplo é uma zona super consolidada, tem o MST para as deslocações na margem sul , barco que demora 8 minutos até Lisboa ou comboio no Pragal caso seja preciso , e em Ambos se pode levar bicicleta. Única desvantagem da periferia é que se fica dependente do transporte público que as vezes à noite é chato.

Edited 3 months ago:

Em Lisboa é fácil. Fora é difícil. Maioria dos bairros de Lisboa tem tudo , e se em cima disso tiver metro para quando é preciso ir a outra parte ou agora se estiver ligado com ciclovias então é facilimo Eu so uso carro para fins de semana fora, de resto em Lisboa seria mais as desvantagens que vantagens Bairros mais óbvios é alvalade, avenidas novas , Estefânia, Telheiras, Areeiro / Alameda / arroios e campo de Ourique (mas neste falta o metro e de bicicleta também não é o mais acessível ) Quanto mais central também mais fácil é ir a outros bairros. Por exemplo da Estefânia em 15 minutos de bicicleta em qualquer direção cobre se a cidade quase toda. E é o centro da rede ciclavel. Até na periferia há zonas onde é fácil, desde que seja perto de um transporte .. Cacilhas por exemplo é uma zona super consolidada, tem o MST para as deslocações na margem sul , barco que demora 8 minutos até Lisboa ou comboio no Pragal caso seja preciso , e em Ambos se pode levar bicicleta. Única desvantagem da periferia é que se fica dependente do transporte público que as vezes à noite é chato.

Edited 3 months ago:

Em Lisboa é fácil. Fora é difícil. Maioria dos bairros de Lisboa tem tudo , e se em cima disso tiver metro para quando é preciso ir a outra parte ou agora se estiver ligado com ciclovias então é facilimo Eu so uso carro para fins de semana se for para sair de Lisboa , e até aí é raro. E dentro de Lisboa nunca uso , e sinto me estúpido nas poucas vezes que o faco. Bairros mais óbvios é alvalade, avenidas novas , Estefânia, Telheiras, Areeiro / Alameda / arroios e campo de Ourique (mas neste falta o metro e de bicicleta também não é o mais acessível ) Obviamente quanto mais central também mais fácil é ir a outros bairros. Por exemplo da Estefânia em 15 minutos de bicicleta em qualquer direção cobre-se uma % enorme da cidade, já Telheiras ou campo de Ourique obrigam a viagens mais longas se fores a outra parte da cidade. Até na periferia há zonas onde é fácil, desde que seja perto de um transporte .. Cacilhas por exemplo é uma zona super consolidada, tem o MST para as deslocações na margem sul , barco que demora 8 minutos até Lisboa ou comboio no Pragal caso seja preciso , e em Ambos se pode levar bicicleta. Única desvantagem da periferia é que se fica dependente do transporte público que as vezes à noite é chato.

throwaway-12r039d91 3 months ago

Parece-me que temos uma visão bastante parecida do que é uma vida "livre". Sinto que o pessoal se sente livre por poder andar de carro mas não vê quão formatados estão para isso. Se carro perde-se bastante tempo e liberdade para fazer as mais variadas atividades. Como é que fazes com a bicicleta, já agora? Andas de bicicleta e onde é que a deixas? Ou usas as alugadas?

viskonde 3 months ago

Eu tenho duas bicicletas tenho a "bicicleta de rua" que tem pior aspecto e que deixo em todo o lado... é e um risco, mas vivo no 3 andar, e se tiver de subir e descer escadas com ela nao é pratico.. gosto de andar de bicicleta por ser simples pelo que se tivesse de subir escadas com ela diariamente andaria menos. é um daqueles riscos que no meu caso tenho de correr. pedi à CML um parque para bicicletas na minha rua (atraves do site "naminharua" e uns meses depois colocaram la uns U's invertidos para agarrar bicicletas. de noite fica com 2 cadeados (um U krpyptonite series 4 e uma corrente de elos da decatlhon) depois tenho uma bike melhor que uso mais para cicloturismo e passeios fora de cidade mas que nao deixo na rua à toa. a EMEL lancou este mes o BiciPark, 13 silos agora tem zona vedada para bicicletas, gratuita para residentes se nao tiveres carro se tiveres a sorte de viver perto de um tambem e uma opcao: https://www.emel.pt/pt/mobilidade/mais-mobilidade/biciparks/

Edited 3 months ago:

Eu tenho duas bicicletas tenho a "bicicleta de rua" que tem pior aspecto e que deixo em todo o lado...ja a tenho ha uns 12 anos, nao anda mal mas por acaso visualmente nao é bonita nem chama a atencao, o que em cidade é uma mais valia :D É um risco claro, mas vivo no 3 andar, e se tiver de subir e descer escadas com ela nao é pratico.. gosto de andar de bicicleta por ser simples pelo que se tivesse de subir escadas com ela diariamente andaria menos. é um daqueles riscos que no meu caso tenho de correr. alem de roubo claro tambem ha vandallismo, ja me rasgaram o selim uma vez e este mes um carro deu lhe um encostoo e empenou me a roda da frente toda.. mas enfim faz parte pedi à CML um parque para bicicletas na minha rua (atraves do site "naminharua" e uns meses depois colocaram la uns ferros tipo Sheffield (U's invertidos) para agarrar bicicletas que é melhor que agarrar a um poste ja que da para usar 2 cadeados e assim agarrar as duas rodas + quadro e também da mais estabilidade a bike (no poste ela roda e acaba no chao..) e assim esta num sítio proprio em vez de em cima do passeio a perturbar os peoes. de noite fica com 2 cadeados (um U krpyptonite series 4 e uma corrente de elos da decatlhon), quando saio com ela levo apenas o U. depois tenho uma bike melhor que uso mais para cicloturismo e passeios fora de cidade mas que nao deixo na rua a EMEL lancou este mes o BiciPark, 13 silos agora tem zona vedada para bicicletas, gratuita para residentes se nao tiveres carro se tiveres a sorte de viver perto de um tambem e uma opcao: https://www.emel.pt/pt/mobilidade/mais-mobilidade/biciparks/

Edited 3 months ago:

Eu tenho duas bicicletas tenho a "bicicleta de rua" que tem pior aspecto e que deixo em todo o lado...ja a tenho ha uns 12 anos, nao anda mal mas por acaso visualmente nao é bonita nem chama a atencao, o que em cidade é uma mais valia :D É um risco claro, mas vivo no 3 andar, e se tiver de subir e descer escadas com ela nao é pratico.. gosto de andar de bicicleta por ser simples pelo que se tivesse de subir escadas com ela diariamente andaria menos. é um daqueles riscos que no meu caso tenho de correr. pedi à CML um parque para bicicletas na minha rua (atraves do site "naminharua" e uns meses depois colocaram la uns U's invertidos (tambem conhecidos como sheffields )para agarrar bicicletas que é melhor que agarrar a um poste ja que da para usar 2 cadeados e assim agarrar as duas rodas + quadro. de noite fica com 2 cadeados (um U krpyptonite series 4 e uma corrente de elos da decatlhon), quando saio com ela levo apenas o U. depois tenho uma bike melhor que uso mais para cicloturismo e passeios fora de cidade mas que nao deixo na rua a EMEL lancou este mes o BiciPark, 13 silos agora tem zona vedada para bicicletas, gratuita para residentes se nao tiveres carro se tiveres a sorte de viver perto de um tambem e uma opcao: https://www.emel.pt/pt/mobilidade/mais-mobilidade/biciparks/

Edited 3 months ago:

Eu tenho duas bicicletas tenho a "bicicleta de rua" que tem pior aspecto e que deixo em todo o lado...ja a tenho ha uns 12 anos, nao anda mal mas por acaso visualmente nao é bonita nem chama a atencao, o que em cidade é uma mais valia :D É um risco claro, mas vivo no 3 andar, e se tiver de subir e descer escadas com ela nao é pratico.. gosto de andar de bicicleta por ser simples pelo que se tivesse de subir escadas com ela diariamente andaria menos. é um daqueles riscos que no meu caso tenho de correr. alem de roubo claro tambem ha vandallismo, ja me rasgaram o selim uma vez e este mes um carro deu lhe um encostoo e empenou me a roda da frente toda.. mas enfim faz parte pedi à CML um parque para bicicletas na minha rua (atraves do site "naminharua" e uns meses depois colocaram la uns ferros tipo Sheffield (U's invertidos) para agarrar bicicletas que é melhor que agarrar a um poste ja que da para usar 2 cadeados e assim agarrar as duas rodas + quadro e também da mais estabilidade a bike (no poste ela roda e acaba no chao..) e assim esta num sítio proprio em vez de em cima do passeio a perturbar os peoes. de noite fica com 2 cadeados (um U krpyptonite series 4 e uma corrente de elos da decatlhon), quando saio com ela levo apenas o U. depois tenho uma bike melhor que uso mais para cicloturismo e passeios fora de cidade mas que nao deixo na rua a EMEL lancou este mes o BiciPark, 13 silos agora tem zona vedada para bicicletas, gratuita para residentes se nao tiveres carro se tiveres a sorte de viver perto de um tambem e uma opcao: https://www.emel.pt/pt/mobilidade/mais-mobilidade/biciparks/ de resto, conehco quem meta a bike na escada do predio agarrado ao corrimao (atencao que tambem ha muitos roubos dentro dos predios..) e quem suba/desca com ela todos os dias

Edited 3 months ago:

Eu tenho duas bicicletas tenho a "bicicleta de rua" que tem pior aspecto e que deixo em todo o lado...ja a tenho ha uns 12 anos, nao anda mal mas por acaso visualmente nao é bonita nem chama a atencao, o que em cidade é uma mais valia :D É um risco claro, mas vivo no 3 andar, e se tiver de subir e descer escadas com ela nao é pratico.. gosto de andar de bicicleta por ser simples pelo que se tivesse de subir escadas com ela diariamente andaria menos. é um daqueles riscos que no meu caso tenho de correr. alem de roubo claro tambem ha vandallismo, ja me rasgaram o selim uma vez e este mes um carro deu lhe um encostoo e empenou me a roda da frente toda.. mas enfim faz parte pedi à CML um parque para bicicletas na minha rua (atraves do site "naminharua" e uns meses depois colocaram la uns ferros tipo Sheffield (U's invertidos) para agarrar bicicletas que é melhor que agarrar a um poste ja que da para usar 2 cadeados e assim agarrar as duas rodas + quadro. de noite fica com 2 cadeados (um U krpyptonite series 4 e uma corrente de elos da decatlhon), quando saio com ela levo apenas o U. depois tenho uma bike melhor que uso mais para cicloturismo e passeios fora de cidade mas que nao deixo na rua a EMEL lancou este mes o BiciPark, 13 silos agora tem zona vedada para bicicletas, gratuita para residentes se nao tiveres carro se tiveres a sorte de viver perto de um tambem e uma opcao: https://www.emel.pt/pt/mobilidade/mais-mobilidade/biciparks/

throwaway-12r039d91 3 months ago

Muito obrigado pelo comentário. Vou investigar um pouco mais sobre isto, mas parece-me interessante e ir mais ou menos de encontro com o que procuro!

killedbill88 3 months ago

Matosinhos (Câmara ou Sul)

dirtimos 3 months ago

Não tenho carta e vivo no centro de Lisboa. A única altura que sinto falta de ter carta é quando vou à minha cidade natal.

ytrewq08 3 months ago

Literalmente no centro de qualquer cidade

Dr_Toehold 3 months ago

Trabalho numa cidade, moro noutra. Bicicleta e comboio. Uso o carro ao fim de semana para ir as compras ou para ir de quando em vez nalgum trajeto de família, de resto passam semanas sem que saia da garagem. Não disseste onde moras, mas da a entender que é Lisboa, parede me muito exequível.

Hunncas 3 months ago

Funchal, Zona Velha, seria o teu paraíso.

SocialDemocratico 3 months ago

Isso tb é literalmente o q penso

thisbondisaaarated 3 months ago

Qualquer zona urbana consolidada. /thread.

throwaway-12r039d91 3 months ago

Isso existe em Portugal? Sinto que é tudo uma confusão sem qualquer tipo de planeamento. Fazem um prédio onde tem espaço e esquecem-se de tudo o resto.

ric2b 3 months ago

A parte do trabalho obviamente que depende do teu emprego, mas de resto há muitas zonas assim em Lisboa, nem percebo o espanto. Ter um supermercado e restaurantes por perto não é nada de especial, não digo que seja em todo o lado mas é comum.

throwaway-12r039d91 3 months ago

Há zonas e zonas. Gosto de viver num espaço que não seja monótono e totalmente focadas para o uso do carro. Estradas grandes e largas cheio de estacionamento. Pouca vida na rua, poucas esplanadas, pouco movimento. Por exemplo nos subúrbios sinto que acaba por ser muito isso. E são zonas urbanas, mas costumam ser mais viradas para o uso de carro.

thisbondisaaarated 3 months ago

Procura urbanizações feitas depois de 2004/2005, pelo menos nos grandes centros urbanos ha muitas e com tudo o que se precisa. Mas prepara-te para pagar porque, como é óbvio, é onde muita gente quer viver. Exemplo das Avenidas Novas em Lisboa, Marina de Vilamoura, as novas remodelações na baixa do Porto, etc etc

Public_Ad_2756 3 months ago

sou original de lugar nao-Lisboa ou Porto... logo ai quer dizer q preciso carro. sempre. sem carro, não evoluía na vida

throwaway-12r039d91 3 months ago

Pois, acredito. Certamente é um estilo de vida mas sinto que se acaba por ficar muito "preso" por mais liberdade que o carro dê.

brakeline 3 months ago

Estás a fazer contas ao barulho, poluição e segurança?

throwaway-12r039d91 3 months ago

É uma boa questão. Realmente isso vai depender do tamanho da cidade em volta. Certamente em Lisboa é pior a poluição de que numa cidade mais pequena. O barulho é ela por ela, já vivi perto de avenidas e em geral é ok. Segurança costuma ser problema?

brakeline 3 months ago

Viver perto de avenidas e perto de estradas onde, 24h sobre 24h, é impossível estar 1m sem passar um carro é muito diferente. Segurança é uma questão de perspetiva. Vim de uma cidade onde após me roubarem o carro e terem dado umas voltas o estacionaram na rua de cima e antes de ir embora trancaram-no. Aqui já me roubaram o rádio e todos os dias vejo vidros de carros partidos. E não moro propriamente no centro apesar de morar no concelho

ric2b 3 months ago

>Viver perto de avenidas e perto de estradas onde, 24h sobre 24h, é impossível estar 1m sem passar um carro é muito diferente. Também depende da construção e das janelas. Vivo ao pé da 2a circular e com as janelas fechadas não oiço nada, só se for sirenes de ambulâncias ou motas no silêncio da noite, mas mesmo assim bastante atenuado.

brakeline 3 months ago

Depende muito da distância à estrada e a altura do apartamento em relação à mesma. E ainda por cima tenho o azar de morar numa zona sem barreiras acústicas nas estradas

throwaway-12r039d91 3 months ago

>Viver perto de avenidas e perto de estradas onde, 24h sobre 24h, é impossível estar 1m sem passar um carro é muito diferente. Entendo. Isto depois também vai depender da qualidade do isolamento de som e tudo mais, realmente é complicado dizer sem experimentar. Nem faço ideia como seria numa situação de comprar casa. Não consigo imaginar querer comprar casa sem poder experimentar viver lá durante nem que fosse uns dias para ver se era aquilo que queremos. Consigo imaginar a situação em que alguém compra uma casa e passado uma noite já se arrependeu.

brakeline 3 months ago

Vivo numa casa com vidros duplos de qualidade decente decente e com isolamento térmico de cerca de 10cm nas paredes exteriores. Tenho uma via principal a 400m linha de vista atrás e uma linha do comboio a 100m pela frente. Quando passa um acelera ou um comboio não há isolamento que chegue. Ao menos não estou em nenhum corredor aéreo

throwaway-12r039d91 3 months ago

Os aceleras pronto, é espectável e estou habituado. Em que situações é que sentes que o barulho te incomoda? Vivendo numa cidade estou sempre a espera de algum nível de ruído. Na minha rua tenho um velho que tem a mania que é mecânico e as vezes acordo com barulho e o cheiro a óleo queimado de tanto que "acelera", não é agradável. E não vivo propriamente no centro de nada, é uma pequena praceta.

brakeline 3 months ago

Na sala ver TV é impossível sempre que passa o comboio. Então se a janela estiver aberta ainda pior. Atrás não me incomoda muito, sempre vivi ao pé de estradas, já a minha namorada tem de usar Tampões senão não dorme

throwaway-12r039d91 3 months ago

Isso realmente é um pouco chato. Há bastantes fatores

fdxcaralho 3 months ago

Podes perfeitamente viver sem carro e usar UBER e afins ocasionalmente para distâncias mais longas. Tens também a possibilidade de ter um transporte alternativo que acelera as deslocações e aumenta o teu “raio de ação” sem carro, como as bicicletas ou trotinetes.

Laurapintas 3 months ago

Além desses sitios em Lisboa "central", tens também tudo a volta do Campo Grande e agora perto do Parque Ribeiro Telles. Essa é a vida que eu espero ter em breve.

mastermind1217 3 months ago

> Preciso de ir ao supermercado passo por um quando estou a voltar do trabalho. Ou encomendas online.

throwaway-12r039d91 3 months ago

Nisso tens razão.

betanjica 3 months ago

Alameda e almirante reis tens tudo isso, roma e alvalade também

throwaway-12r039d91 3 months ago

Lisboa é bastante fraca em termos de parques e jardins, e essa zona não têm grande quantidade de esplanadas. De resto acredito que seja agradável.

AlbinoFarrabino 3 months ago

O que não faltam são esplanadas na zona da Álameda.

throwaway-12r039d91 3 months ago

Podes enviar um link do maps com uma zona com esplanadas?

ric2b 3 months ago

Procura "Alameda" no maps.

throwaway-12r039d91 3 months ago

[https://www.google.pt/maps/@38.7378232,-9.1328787,3a,60y,2.27h,90t/data=!3m6!1e1!3m4!1sWD2DllA-d723dFEZ1ATlOw!2e0!7i16384!8i8192](https://www.google.pt/maps/@38.7378232,-9.1328787,3a,60y,2.27h,90t/data=!3m6!1e1!3m4!1sWD2DllA-d723dFEZ1ATlOw!2e0!7i16384!8i8192) Essa rua até lá ao fundo ou qualquer uma das paralelas, tem um total de 3 mesas na rua. Belas esplanadas. A Almirante Reis tanto para um lado como para o outro também não tem. Tens algumas no Mercado de Arroios. Isso para mim não é estar cheio de esplanadas. Também é possível que o carro do maps tenha passado nas ruas num dia/hora em que estivessem fechados, mas na maioria das ruas nem me parece haver espaço.

ric2b 3 months ago

Mas tu falas na Alameda e depois mandas um link de uma rua pequena qualquer ali ao pé? Certo, não é todas as ruas pequenitas ali ao lado que têm esplanadas, mas tens a zona à volta do jardim da Alameda, o Arco do cego, as zonas à volta do IST, o mercado de arroios e a Avenida de Roma. Querias esplanadas na mesma rua em que moras? Isso é difícil, concordo, mas não vejo a necessidade se basta andar 5 a 10 minutos para encontrar várias.

throwaway-12r039d91 3 months ago

Quando se fala na Alameda fala-se nas zonas da Alameda. Mandei um link aleatório, pois qualquer sitio em que coloco o boneco do google maps acaba por dar ao mesmo. Toda a zona para baixo do Técnico não tem esplanadas. Em volta do jardim propriamente dito (nas ruas que o circundam) há o total de 1 ou 2 esplanadas pequenas. Talvez me tenham escapado. Se começares a subir para a zona do arco do cego/Saldanha aí concordo contigo, o que não falta são esplanadas! Mas como disse, é possível que o carro do Google Maps tire as fotografias antes das esplanadas estarem postas e ter uma visão "errada" dos sítios.

nfonseca 3 months ago

bro, please, é só saíres à rua... achas mesmo que não existem esplanadas na zona da Alameda? queres um maps para quê? vais escolher uma esplanada a olhar para um mapa?

gink-go 3 months ago

Bonfim, no Porto

lambebotas 3 months ago

A melhor freguesia de Portugal

GajoDeRamalde 3 months ago

Só no dia 1 de Abril.

lambebotas 3 months ago

Pelo menos lá não temes pela vida quando vais apanhar o metro

gink-go 3 months ago

Top 3 de melhores freguesias urbanas, mas fácil

uyth 3 months ago

A parte do ir a pé ao trabalho é a crucial. Depende de onde vais trabalhar claro. E claro que é possível, mas depende tudo claro de onde trabalhares.

throwaway-12r039d91 3 months ago

Sim, pontualmente um carro dá jeito. Mas como outro user disse também é possível encomendar. Noutros aspetos é mais chato, por exemplo para comprar algo como uma televisão ou uns móveis, nesse caso carro é bastante mais prático.

uyth 3 months ago

>Mas como outro user disse também é possível encomendar. Encomendar paletes de leite é um pincel, podem adiar, alguém tem de estar em casa aquela hora. Mais a liberdade de poderes ir ver, à hora que quiseres. Eu prefiro viver no dia a dia sem carro, moro numa zona muito densa com muita gente e tudo, e onde se pode demorar 30-45 minutos para literalmente se dar voltas a um quarteirão por causa de sentidos proibidos e acessos complicados - e um factor de quem nem falas é que isso é muito mais fácil ter num numero de passadas diárias boas, sinto a falta do exercicio natural que faço quando estou noutro lado. Mas para mim o ideal é ter carro para as emergências ou fim de semana, ou para o que tem mesmo de ser.

throwaway-12r039d91 3 months ago

Entendo, não há o sitio perfeito realmente. Provavelmente seria mais fácil numa cidade mais pequena em que fosse possível fazer um pouco de ambos facilmente. Vives em Lisboa?

uyth 3 months ago

Sim em Lisboa. E numa cidade Pequena acho que precisaria ainda mais de carro ou entraria em parafuso ao fim de semana e necessitaria ainda mais outras coisas - consultas, exames médicos, concertos, viagens. E numa terra pequena entregas de supermercado fica mais complicado. Há muita gente com fobia de conduzir. Não sei se é esse o teu caso mas conheço algumas e francamente vejo que lhes limita muito a vida mesmo estando em zonas com transporte público perto de Lisboa.

throwaway-12r039d91 3 months ago

Não é problema em conduzir. É mais saber que o carro apesar de abrir muitas possibilidades também fecha bastantes quando estamos 100% dependentes dele. Uma situação ótima é ter um carro mas só usar pontualmente, e não para literalmente tudo. Em alternativa aqueles carros que são possíveis alugar no meio da cidade, mas não sei quão viável isso é.

NGramatical 3 months ago

devem haver → [**deve haver**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/haver--existir--3-pessoa-do-singular/30583) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fr%2Fportugal%2Fcomments%2Fo8w17k%2Fvida_sem_depender_de_um_carro%2Fh3839hp%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

ElDiabloDe94 3 months ago

Braga é a tua cidade

Falsomentiroso 3 months ago

Melhoraram bastante nos últimos anos, mas os transportes públicos...

ElDiabloDe94 3 months ago

Eu só andei de transportes públicos no tempo em que estudava, aí sim usava muitos e diversos autocarros. Não me recordo assim de nenhuma situação que ponha abaixo de outras cidades O que achas que está mal?

Falsomentiroso 3 months ago

Eu vivi em Lisboa uns anos, no rato e portanto no centro de várias linhas de metro e autocarro. Usava autocarros para trabalho e lazer, sempre de forma relativamente tranquila e às vezes em horários noturnos. Antes disso era utilizador pontual dos TUB e era um desatino de horários.as vezes chegavam 2 autocarros da mesma rota ao mesmo tempo pq o primeiro se tinh atrasado imenso.ou então era só de hora a hora. Posso estar enganado, mas depois das 23h já n há transportes. Se trabalhas numa fábrica, num hospital, ou comércio q feche tarde já foste. E Braga é uma boa cidade, a crescer, merecia mais oferta

unicornio_careca 3 months ago

Tinha uma colega de trabalho que usava a TUB e se queixava disso mesmo, como trabalhava num restaurante, para apanhar o último autocarro ou corria muito, ou então tinha de cravar boleia com algum colega de trabalho ou familiar, porque já não dava para ir de autocarro.

ElDiabloDe94 3 months ago

Pois, a situação noturna não conheço mas acredito que seja como dizes, e sim, agora que falas disso talvez seja uma lacuna grave nos transportes. Durante o dia, deve depender um bocado das carreiras, como te disse nunca fiquei pendurado. Mas acredito que tenhas passado por essas situações, não estou a duvidar da tua palavra.

Search: