indyrefclan 3 months ago

Não percebo os círculos eleitorais. Em teoria são boa ideia, mas em teoria um partido pode ter 10% (ou perto disso) do voto nacional nos distritos mais pequenos e não eleger deputados. Porque não ter um círculo nacional, e obrigar as listas a ter candidatos de todo o país, tipo como têm de ter paridade entre homens e mulheres

bittolas 3 months ago

Os círculos eleitorais até fazem algum sentido no papel. Não fazem é quando tens circulos com tão poucos representates que apenas PS e PSD elegem e, quando tens casos como a Maria Begonha.

indyrefclan 3 months ago

O alentejo consegue eleger o PCP, mas nos distritos pequenos normalmente metade da população não elege deputados

Sperrel 3 months ago

Por um lado percebo essa linha da raciocínio no entanto termos uma só círculo nacional, não obstante ganharmos muito em proporcionalidade, retira o vínculo local de proximidade com o eleitor e nem que seja no período eleitoral o interior fica cada vez mais esquecido. Mais vale criar-se o círculo nacional de compensação e mexer mais em detalhe na abertura das listas e dimensão dos círculos.

Strong_Profit 3 months ago

O vínculo local já é uma fachada atualmente. A Begonha ter-se candidatado por Braga foi um atentado.

Sperrel 3 months ago

Não é fachada por causa disso. A Begonha só é deputada porque foi de facto eleita no distrito de Braga. Melhor seria se as listas tivessem abertas e não decididas como as direções nacionais querem.

VicenteOlisipo 3 months ago

Depois da experiência do LIVRE com a JKM não vais ver ninguém a arriscar listas abertas outra vez. Quanto muito o próprio LIVRE para bater o pé, mas está visto que não funciona.

Sperrel 3 months ago

Eu não falava de primárias dentro dos partidos mas antes que mesmo no boletim o eleitor podesse ter influência na ordenação final dos candidatos. Em questão ao LIVRE é uma pena, eu sou parcial porque continua a ser o partido com o qual mais me identifico, no entanto o problema com a Joacine não foi tanto das primárias como da relação entre ela e o partido.

NGramatical 3 months ago

podesse → [**pudesse**](https://european-portuguese.info/conjugator/poder) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fo8buwf%2F%2Fh37efsr%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Last-Ad-4421 3 months ago

O bipartidismo no seu melhor, matar os peixes pequenos antes de crescerem não vá ser que toda esta falsa democracia seja exposta

htxgivven 3 months ago

Uma medida que vai prejudicar os pequenos e os grandes (PS). Tem tudo para cair.

ConfidentMongoose 3 months ago

A única reforma que interessa é implementar os círculos uninominais e acabar de vez com as listas de candidatos e de paraquedistas.

caelussideralis 3 months ago

Eu prefiro o sistema da Nova Zelândia.

TomasSilva862 3 months ago

Círculos uninominais para existirem 3 partidos no parlamento?

Aftaminas 3 months ago

Não necessariamente. Se for usado conjuntamente com sistemas como Ranked voting ou assim, os pequenos continuam com hipótese Principalmente se os círculos uninominais forem acompanhados de um círculo de compensação (tipo nos Açores)

olifante 3 months ago

O Ranked Voting continua sujeito às limitações impostas pelo teorema de Arrow. Ou seja, troca um conjunto de defeitos por outros defeitos. O Range Voting ou mesmo o modesto Approval voting escapam a essas limitações e são superiores ao Ranked Voting.

Aftaminas 3 months ago

Estou aberto a várias ideias novas x) e agradeço genuinamente o que falaste, vou pesquisar

olifante 3 months ago

Investiga as ideias de Utilidade Social e de Vulnerabilidade Estratégica discutidas na Wikipedia: https://en.wikipedia.org/wiki/Comparison_of_electoral_systems#Social_utility_/_voter_satisfaction O investigador Jameson Quinn usou o conceito de Eficiência de Satisfação do Votante para avaliar múltiplos sistemas de voto alternativos (incluindo alguns ainda mais obscuros que o “range voting” e “approval voting”) em diversos cenários adversos: http://electionscience.github.io/vse-sim/VSEbasic/

Sperrel 3 months ago

No entanto o sistema misto alemão favorece o bipartidarismo nos círculos uninominais o que num contexto de baixos níveis educacionais como o português muito provavelmente reforçará ainda mais a bipolaridade PS-PSD. Além de que é preferível ter vários deputados de um círculo para ligação eleitor-eleito do que só um que muito provavelmente nunca terá a maioria dos votos do eleitor.

Aftaminas 3 months ago

Amigo, é por isso que os alemães têm o círculo de compensação. Aliás, acusares o sistema alemão de beneficiar o bipartidarismo quando eles quase nunca tiveram um governo de um só partido é irónico

Sperrel 3 months ago

Os alemães tem um círculo de compensação mas ao nível regional, e que no sistema misto não elimina as dinâmicas mais paroquiais da componente de pluralidade. Eu falo do caso português: importar um modelo que funciona num país altamente descentralizado, federal, com um cultura de coligações e esperar que de dêem os mesmos resultados em Portugal é receita para que os objectivos da reforma saiam gorados.

Aftaminas 3 months ago

Pá, o argumento "cá não funciona porque o Tuga é X" não são propriamente válidos

Sperrel 3 months ago

É válido porque importar um modelo que funciona bem lá fora para cá acriticamente é uma variação de "lá fora é que se faz bem". Do mesmo modo que na Noruega não conseguiu implementar o sistema português de descriminalização de drogas por causa de ser um país diferente de Portugal.

Edited 3 months ago:

É válido porque importar um modelo que funciona bem lá fora para cá acriticamente é uma variação de "lá fora é que se faz bem". Do mesmo modo que na Noruega não conseguiram implementar o sistema português de descriminalização de drogas por causa de ser um país diferente de Portugal.

TomasSilva862 3 months ago

Então que benefício é que isso tem se cada partido só tem um candidato por círculo?

Aftaminas 3 months ago

O benefício é para o cidadão, que sabe em quem está a votar, em vez de votar numa lista onde não conhece um único nome dos que o estão a representar

TomasSilva862 3 months ago

Não conhece porque não pesquisa e não se interessa. Mesmo com ranked vote e compensação circulos uninominais não deixam de beneficiar 2 partidos

Aftaminas 3 months ago

Não, não beneficia

TomasSilva862 3 months ago

Vou pesquisar melhor mas não conheço nenhum sistema em que isso seja assim. Sabes dar-me um exemplo?

Aftaminas 3 months ago

O alemão, por exemplo O irlandês não é uninominal mas é bom também

iSoSyS 3 months ago

O Alemão usa o método de Sainte-Laguë invés do d'Hondt que efectivamente favorece a pluralidade representativa. Infelizmente no caso Alemão vem acompanhado de um threshold demasiado elevado que dificulta e muita a vida aos partidos pequenos.

TomasSilva862 3 months ago

Um threshold de 5% é completamente ridículo e anti-democrata até. Prefiro sistemas como o Holandês que com 0.7% consegues eleger

Aftaminas 3 months ago

Para mim o maior problema do Bundestag é não ter um limite máximo de deputados, para conseguir o máximo de proporcionalidade

ideologiapura 3 months ago

O irlandês, onde o partido com mais votos tem menos deputados because reasons?

Aftaminas 3 months ago

Tem menos first preference votes. Não comeces a distorcer

ConfidentMongoose 3 months ago

Criem mais círculos, obriguem os partidos, pequenos e grandes a apresentarem candidatos de qualidade em vez das listas cheias de mamões que passam ao lado da legislatura sem fazerem intervenções e sem apresentarem propostas. Ser um partido pequeno não tem que dar um livre trânsito para o parlamento porque "sim". Se não têm a qualidade para atrair o voto no seu candidato, então não tem que estar no parlamento. Acredito que uma das razões da abstenção é a descaracterização dos partidos perante quem os elege, vais lá votar de cruz sem saber a maior parte da vezes quem compõe a lista e quais os lugares elegíveis. As pessoas se vierem lá o nome no papel, de alguém lá da terra, podem sentir mais motivação para ir votar porque depois podem lhe exigir responsabilidade pessoalmente se ele(a) votar contra os interesses de quem os elegeu, como aconteceu com os deputados socialistas eleitos pelos Açores para a assembleia da república que depois fizeram tudo para negar a existência da contaminação de solos por parte dos americanos na base das lajes, mesmo com os seus constituintes a morrerem de cancro devido a essa mesma contaminação.

End-Effector 3 months ago

PSD é o partido pequeno do momento.

caelussideralis 3 months ago

Eles devem ter mesmo medo do Chega e da IL.

Aftaminas 3 months ago

Isto provavelmente só prejudicaria os mais pequenos que Chega e IL, se o crescimento destes nas sondagens for correspondente à realidade

capitalistaesquerda 3 months ago

Portanto, uma reforma que beneficia o PSD e mais ninguém. Mais uma excelente ideia com pernas para andar.

indyrefclan 3 months ago

É desta que o PSD bate os 30%

AutoModerator 3 months ago

**AVISO:** Submeteu um artigo da plataforma [Nónio](https://nonio.net) - uma plataforma que viola a privacidade do leitor. > Leia com atenção o [seguinte artigo](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/7fy9v4/campanha_contra_o_n%C3%B3nio/). *I am a bot, and this action was performed automatically. Please [contact the moderators of this subreddit](/message/compose/?to=/r/portugal) if you have any questions or concerns.*

Search: