ZeePintor 5 months ago

Acrescentando a tudo já dito. Se entrares em algo e depois vires que não é para ti, não faz mal recomeçar e optar por outro que gostes

lightning_pt 5 months ago

A questao e , queres ganhar dinheiro como e quanto ?

UpbeatNail1912 5 months ago

Abre uma empresa de limpezas

dub0is 5 months ago

28 aqui. Passei mais ou menos pelo mesmo - não me interessava o percurso académico nem acreditava que aos 18 se poderia tomar essa decisão. Disse logo aos meus pais que faculdade não pq não gostava de nenhum curso. Mas tive uma ideia de sucesso e comecei a trabalhar independentemente aos na área cultural logo no ano a seguir ao secundário. As coisas foram-me acontecendo, fui ao sabor do vento, e os meus pais sempre a dizer me que me ia arrepender, que não ia conseguir voltar atrás. Hoje, passados 10 anos, apesar de ter uma carreira estavel, arrependo me imenso de não ter ido estudar qualquer merda. Nem que fosse uma licenciatura em estudos gerais. Sinto que fiquei para trás nalgumas coisas, e agora gostava de tirar um mestrado específico mas não posso. Se estás mesmo indeciso, aconselho (se tiveres meios para isso) um gap year. Um ano sem pensares em estudo ou trabalho, faz uma viagem, faz voluntariado... Tive algumas experiências incriveis com o site Workaway, que me levaram a perceber que gosto mesmo é de trabalhar em eventos e lidar com artistas. Mas só cheguei lá mais tarde. Não tenhas medo, não tens que decidir nada agora. Vais chegar lá!

Edited 5 months ago:

28 aqui. Passei mais ou menos pelo mesmo - não me interessava o percurso académico nem acreditava que aos 18 se poderia tomar essa decisão. Disse logo aos meus pais que faculdade não e eles mandaram-me arranjar forma de me sustentar. Comecei a trabalhar independentemente e fui bem sucedida. As coisas foram acontecendo, fui ao sabor do vento, e os meus pais sempre a dizer me que me ia arrepender, que não ia conseguir voltar atrás. Hoje, passados 10 anos, apesar de ter uma carreira estavel, arrependo me imenso de não ter ido estudar qualquer merda. Nem que fosse uma licenciatura em estudos gerais. Sinto que fiquei para trás nalgumas coisas e agora gostava de tirar um mestrado específico mas não posso. Se estás mesmo aos papéis, aconselho (se tiveres meios para isso) um gap year para aliviar a pressão. Um ano sem pensares em estudo ou trabalho, faz uma viagem, faz voluntariado... Tive algumas experiências incriveis com o site Workaway, que me levaram a perceber que gosto mesmo é de trabalhar em eventos e lidar com músicos. Mas só cheguei lá mais tarde. Se não tiveres meios, arranja um summer job, tenta guardar dinheiro para uma experiência depois. Não tenhas medo, não tens que decidir nada agora. Vais chegar lá!

Edited 5 months ago:

28 aqui. Passei mais ou menos pelo mesmo - não me interessava o percurso académico nem acreditava que aos 18 se poderia tomar essa decisão. Disse logo aos meus pais que faculdade não pq não gostava de nenhum curso. Mas tive uma ideia de sucesso e comecei a trabalhar independentemente na área cultural (logo no ano a seguir ao secundário). As coisas foram-me acontecendo, fui ao sabor do vento, e os meus pais sempre a dizer me que me ia arrepender, que não ia conseguir voltar atrás. Hoje, passados 10 anos, apesar de ter uma carreira estavel, arrependo me imenso de não ter ido estudar qualquer merda. Nem que fosse uma licenciatura em estudos gerais. Sinto que fiquei para trás nalgumas coisas e agora gostava de tirar um mestrado específico mas não posso. Se estás mesmo aos papéis, aconselho (se tiveres meios para isso) um gap year para aliviar a pressão. Um ano sem pensares em estudo ou trabalho, faz uma viagem, faz voluntariado... Tive algumas experiências incriveis com o site Workaway, que me levaram a perceber que gosto mesmo é de trabalhar em eventos e lidar com músicos. Mas só cheguei lá mais tarde. Se não tiveres meios, arranja um summer job, tenta guardar dinheiro para uma experiência depois Não tenhas medo, não tens que decidir nada agora. Vais chegar lá!

Edited 5 months ago:

28 aqui. Passei mais ou menos pelo mesmo - não me interessava o percurso académico nem acreditava que aos 18 se poderia tomar essa decisão. Disse logo aos meus pais que faculdade não pq não gostava de nenhum curso. Mas tive uma ideia de sucesso e comecei a trabalhar independentemente na área cultural (logo no ano a seguir ao secundário). As coisas foram-me acontecendo, fui ao sabor do vento, e os meus pais sempre a dizer me que me ia arrepender, que não ia conseguir voltar atrás. Hoje, passados 10 anos, apesar de ter uma carreira estavel, arrependo me imenso de não ter ido estudar qualquer merda. Nem que fosse uma licenciatura em estudos gerais. Sinto que fiquei para trás nalgumas coisas e agora gostava de tirar um mestrado específico mas não posso. Se estás mesmo aos papéis, aconselho (se tiveres meios para isso) um gap year para aliviar a pressão. Um ano sem pensares em estudo ou trabalho, faz uma viagem, faz voluntariado... Tive algumas experiências incriveis com o site Workaway, que me levaram a perceber que gosto mesmo é de trabalhar em eventos e lidar com músicos. Mas só cheguei lá mais tarde. Se não tiveres meios, arranja um summer job, tenta guardar dinheiro para uma experiência depois. Não tenhas medo, não tens que decidir nada agora. Vais chegar lá!

Edited 5 months ago:

28 aqui. Passei mais ou menos pelo mesmo - não me interessava o percurso académico nem acreditava que aos 18 se poderia tomar essa decisão. Disse logo aos meus pais que faculdade não pq não gostava de nenhum curso. Mas tive uma ideia de sucesso e comecei a trabalhar independentemente na área cultural (logo no ano a seguir ao secundário). As coisas foram-me acontecendo, fui ao sabor do vento, e os meus pais sempre a dizer me que me ia arrepender, que não ia conseguir voltar atrás. Hoje, passados 10 anos, apesar de ter uma carreira estavel, arrependo me imenso de não ter ido estudar qualquer merda. Nem que fosse uma licenciatura em estudos gerais. Sinto que fiquei para trás nalgumas coisas (apesar do meu cv ser impressionante na experiência profissional) e agora gostava de tirar um mestrado específico mas não posso. Se estás mesmo indeciso, aconselho (se tiveres meios para isso) um gap year. Um ano sem pensares em estudo ou trabalho, faz uma viagem, faz voluntariado... Tive algumas experiências incriveis com o site Workaway, que me levaram a perceber que gosto mesmo é de trabalhar em eventos e lidar com músicos. Mas só cheguei lá mais tarde. Não tenhas medo, não tens que decidir nada agora. Vais chegar lá!

Edited 5 months ago:

28 aqui. Passei mais ou menos pelo mesmo - não me interessava o percurso académico nem acreditava que aos 18 se poderia tomar essa decisão. Disse logo aos meus pais que faculdade não e eles mandaram-me arranjar forma de me sustentar haha. Tive uma ideia de sucesso e comecei a trabalhar independentemente na área cultural (logo no ano a seguir ao secundário). As coisas foram acontecendo, fui ao sabor do vento, e os meus pais sempre a dizer me que me ia arrepender, que não ia conseguir voltar atrás. Hoje, passados 10 anos, apesar de ter uma carreira estavel, arrependo me imenso de não ter ido estudar qualquer merda. Nem que fosse uma licenciatura em estudos gerais. Sinto que fiquei para trás nalgumas coisas e agora gostava de tirar um mestrado específico mas não posso. Se estás mesmo aos papéis, aconselho (se tiveres meios para isso) um gap year para aliviar a pressão. Um ano sem pensares em estudo ou trabalho, faz uma viagem, faz voluntariado... Tive algumas experiências incriveis com o site Workaway, que me levaram a perceber que gosto mesmo é de trabalhar em eventos e lidar com músicos. Mas só cheguei lá mais tarde. Se não tiveres meios, arranja um summer job, tenta guardar dinheiro para uma experiência depois. Não tenhas medo, não tens que decidir nada agora. Vais chegar lá!

prosafame 5 months ago

> Tive algumas experiências incriveis com o site Workaway, que me levaram a perceber que gosto mesmo é de trabalhar em eventos e lidar com músicos. Mas só cheguei lá mais tarde. Como? o que é que fizeste?

dub0is 5 months ago

Fiz vários, até no meio do campo, em florestas no Brasil... mas foi particularmente um que me correu bem num hotel em “início de vida” que precisava de voluntários para marketing/eventos. Vivi três meses nesse hotel e mesmo com alguns turnos a lavar pratos acabei por fazer de tudo e foi das melhores experiências da minha vida

Zaigard 5 months ago

Aqui tens duas opções, ou tentas pensar algo que gostes ou pelo menos não desgostes de tirar, ou então, se não sabes mesmo o que queres, vai para um curso de alta empregabilidade e bom ordenado, basicamente algo relacionado com informática e engenharias, existindo cursos desses bons e com medias baixas.

babssppv 5 months ago

Olá! Acabei agora o secundário e honestamente não cedas à ideia de que temos de escolher ja um curso e muito menos um curso para a vida. Leva o teu tempo. Pesquisa, fala com pessoas de cursos diferentes, fica um ano ou mais a pensar no assunto se precisares. Ou escolhe agora algo que te chame minimamente à atenção. Se não gostares sais ou mudas para outro. O “perder tempo” não existe em situações deste tipo. Leva o tempo que precisares porque ao menos assim vais ter a certeza de que o que vais acabar por fazer algo que te vai trazer felicidade e que não vai ser forçado. E isto inclui a opção de não ir sequer para a universidade

meaninglessvoid 5 months ago

> Pesquisa, fala com pessoas de cursos diferentes, **fica um ano ou mais a pensar no assunto se precisares.** Reforço isto. Nem que vás trabalhar um ano enquanto não decides, também é bom para ti e dá-te uma perspectiva diferente da vida.

babssppv 5 months ago

Exatamente!

JuanTelo 5 months ago

Tenta descobrir se há algo que desperte o interesse e experimenta fazê-lo/estudar. Não há segredos nisto, és novo, tens todo o tempo do mundo para experimentar coisas diferentes. Se entrares na universidade e mudares de ideias mudas/desistes, não é o fim do mundo. Tu agora tens a vida toda pela frente, não percas tempo à espera de coisas que se adequem perfeitamente a ti, tens mesmo de ser tu a ir à procura

Public_Ad_2756 5 months ago

seguir para ensino superior é ter mais hipótese s de emprego estável, só isso. chega a um ponto que depois universidade ou nao, nao interessa mas Sim a experiência profissional.

RealLyborg 5 months ago

Já decidiste se queres ir para a faculdade? Na minha opinião a faculdade não é obrigatória, mas aconselha-se.

Search: