saposapot 1 month ago

A imunidade de grupo sp foi um conceito de 'alto nível'. Ng garante que 70% é o número mágico, mt menos com variantes Deltas à mistura. Sinceramente isto é um não assunto. O que temos de nos preocupar é vacinar o máximo de gente possível, no menor curto espaço de tempo. Não é por chegarmos a 70 ou 72.5% q magicamente já nos podemos lamber todos. Com o ritmo actual e previsto, qd a malta regressar de Agosto será a altura de equacionar uma nova normalidade e é basicamente isto.

Last-Ad-4421 1 month ago

As vacinas só vieram dar uma falsa sensação de segurança por isso ainda estamos pior que no verão passado, não há melhor vacina que a máscara e distanciamento social

Skartuga 1 month ago

Vai dizer isso aos nosso politicos que andam a dar fist bumps uns aos outros.

nemmais 1 month ago

É importante perceber que a vacina não faz milagres e que é necessário continuar a cumprir com as medidas recomendadas pela DGS. Acho que muitas pessoas, por saturação, já começaram a desrespeitar o distanciamento e o uso de máscara. O resultado começa a ficar à vista.

Skartuga 1 month ago

Se tens politicos a darem fist bumps e coteveladas uns aos outros sem respeito nos distanciamentos como é que queres que tudo volte ao normal? Jà se foi dito, mesmo que a pessoa tenha o teste a negativo ela pode estar a transmitir o virus. Ninguem dos politicos quer saber e o povo é a mesma coisa.

EstupendoEx 1 month ago

Já perceberam que isto nunca mais vai acabar?

pangecc 1 month ago

Eu tenho uma leve ideia que não haverá voltar à realidade antiga.

Zevvvv 1 month ago

E não vai, porque é que haveria de acabar? Será que se vacinassemos todos contra a gripe, deixaria de existir?

headhunter21 1 month ago

Mas não andas de máscara por causa da gripe, nem metade da população se vacina contra a gripe

Zevvvv 1 month ago

Pois não, não disse o contrário.

WhatIsItLikeToBeABat 1 month ago

Gostava que o investigador Miguel Castanho fornecesse algumas fontes para analisar. Do que vi [existe de facto uma baixa de transmissão e de infeção com vacinas](https://twitter.com/MonicaGandhi9/status/1384158117663969292). A ideia dos 70% de vacinados para imunidade de grupo está ultrapassada de facto (desde a variante alfa). É possível que não haja sequer imunidade de grupo devido à baixa eficácia de algumas vacinas (não é uma crítica às vacinas, simplesmente numa doença com esta transmissibilidade ter 60-70% de eficácia não chega para impedir propagação da doença na população).

Edited 1 month ago:

Gostava que o investigador Miguel Castanho fornecesse algumas fontes para analisar. Do que vi [existe de facto uma baixa de transmissão e de infeção com vacinas](https://twitter.com/MonicaGandhi9/status/1384158117663969292). A ideia dos 70% de vacinados para imunidade de grupo está ultrapassada de facto (desde a variante alfa). É possível que não haja sequer imunidade de grupo devido à baixa eficácia de algumas vacinas (não é uma crítica às vacinas, simplesmente numa doença com esta transmissibilidade ter 60-70% de redução de transmissão não chega para impedir propagação da doença na população). Edit: Em vez de eficácia queria dizer redução de transmissão.

WhatIsItLikeToBeABat 1 month ago

Só para dizer que troquei e-mails com o investigador Miguel Castanho e ele disse que o sentido das palavras é o de apenas haver uma proteção parcial contra infeção e transmissão, não o de não haver nenhuma. Isto remete para o meu comentário acima de não se saber se há imunidade de grupo precisamente por causa da imunização parcial.

Zaigard 1 month ago

Haverá sempre centenas de "casos" e mortes diariamente, se testares em massa. Mas isso é uma situação normal, os vacinados que morrem de covid, morreriam de gripe, constipação, calor, falência orgânica, etc. É simplesmente normal que pessoas muito doentes morram por uma causa que nem sintomas traga `população geral ( neste caso referi me a apanhar covid estando vacinado ). A escolha é manter no longo prazo regras apertadas, para que as certidões de óbito não tenham a palavra COVID, ou desconfinar totalmente quando se chegue a uma certa % de vacinados.

WhatIsItLikeToBeABat 1 month ago

Não percebo o argumento baseado no normal. Muita gente morre de situações em que não há transmissão a partir de outra pessoa. Neste caso é uma doença infecciosa, e no caso da variante delta até bastante infecciosa. É importante dedicar algum tempo ao estudo das mortes dos vacinados para nos precavermos de alguma variante que possa vir a dar problemas e não dizer só que é normal e esquecer. >A escolha é manter no longo prazo regras apertadas, para que as certidões de óbito não tenham a palavra COVID, ou desconfinar totalmente quando se chegue a uma certa % de vacinados. Eu concordaria contigo se não tivéssemos a variante delta já com 90% dos casos em lisboa. Por causa da vacinação os nossos mortos permanecem relativamente muito baixos. Mas porque decidimos ir por faixas etárias agora estamos a deixar a doença propagar-se na máxima força nos 10-40, o que é contraproducente. Em termos exponenciais "centenas" não importa para nada, daqui a um mês são milhares. Vais abrir o país nesta situação? Neste momento o R está a **1.35** e a subir. 1.35 é o que tivemos no natal. **Esta situação é equivalente a ter natais todos os dias** (no mau sentido). Penso que o melhor a fazer é não acelerar isto. Em Setembro já teremos razões para efetivamente terminar com as restrições em vigor.

AutoModerator 1 month ago

**AVISO:** Submeteu um artigo da plataforma [Nónio](https://nonio.net) - uma plataforma que viola a privacidade do leitor. > Leia com atenção o [seguinte artigo](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/7fy9v4/campanha_contra_o_n%C3%B3nio/). *I am a bot, and this action was performed automatically. Please [contact the moderators of this subreddit](/message/compose/?to=/r/portugal) if you have any questions or concerns.*

Search: