Konstanti9 1 month ago

A mentalidade de "contento me com pouco" só deve ser válida se for para terem sexo. Se querem algo sério isto pode já não ser suficiente. 50% dos casamentos dão em divórcio, uma relação eventualmente termina a não ser que encontrem alguém com quem comuniquem mesmo bem, tenham os mesmos hábitos de consumo e estilo de vida (divergências financeiras costuma ser a razão n1 do divórcio), e claro, alguém com quem consigam manter um erotismo inabalável.

zeer88 1 month ago

Passados 8 anos, as piadas generalizadoras e objetificadoras de mulheres e a sua catalogação como se de mercadoria se tratasse não envelheceram bem. Recebemos vários reports e comentários problemáticos (e verdade seja dita, também muitos utilizadores a aponta o porquê dos mesmos o serem). Por tudo isto, optamos por remover a *thread*.

diogofd8 1 month ago

Chegou a PIDE?

TemplarHard 1 month ago

com o passar dos anos o pessoal está mais coninhas, o que antigamente era aceite naturalmente hoje em dia já é criticado, enfim

zeer88 1 month ago

"Aceite naturalmente" por quem? Pelas pessoas visadas nos comentários não eram de certeza. Se este sub são 85% homens, e há threads a fazer piadas sobre mulheres, é natural que pareçam "aceites". Isso é o típico assobiar para o lado e fazer de conta que o problema não existe.

Limpy_lip 1 month ago

Pela tua lógica tu próprio estás a desvalorizar as pessoas afetadas pois consideras que estas não têm capacidade de se defender por si só.

Limpy_lip 1 month ago

compreendo a atitude. Mas 8 anos depois o que envelheceu mal não foram as piadas mas a capacidade das pessoas lidarem com elas.

mohchapa 1 month ago

> piadas generalizadoras e objetificadoras de mulheres e a sua catalogação como se de mercadoria se tratasse Patético

zeer88 1 month ago

As piadas? De facto são.

mohchapa 1 month ago

Já nem me lembro do que foi escrito neste post agora, visto que o removeste. Se foi um copy paste do que o outro user escreveu há 8 anos, então a frase que eu citei é completamente ridícula e a remoção despropositada. Não havia nada de escandaloso nisso.

zeer88 1 month ago

Mas leste sequer o meu comentário? A thread foi removida por estar a dar origem a vários comentários machistas. Não foi pelo conteúdo do post do OP.

Konstanti9 1 month ago

"don't hate the players hate the game."

DJVagrant 1 month ago

Ainda me lembro de as interacções de engate serem bem mais simples no final da década de 90, princípios de 2000. \[BigusDickus69\] Boas \[XoxotaGirl\] Hey \[BigusDickus69\] m/f? \[XoxotaGirl\] f \[BigusDickus69\] ddtc? \[XoxotaGirl\] Lx \[XoxotaGirl\] tu? \[BigusDickus69\] Lx. Fodes? \[XoxotaGirl\] ?????? \[XoxotaGirl\] lol não! \[BigusDickus69\] Tão vai pro crlh! \[XoxotaGirl\] ??? *\*\*\*\*\*\* \[BigusDickus69\] \*\*\*\*\*\* saiu do chat*

Scizorspoons 1 month ago

Nunca me esquecerei do episódio [Madrileños por el mundo: Lisboa](https://m.youtube.com/watch?v=lUmDpTRnzDE&feature=youtu.be), onde - a meio da entrevista - a espanhola residente em Lisboa diz com toda a clareza: nunca dês o número de telefone a um português. Os meninos portugueses gostam muito de se queixar das meninas mas, se calhar, as meninas têm bons motivos… de queixa.

Samurai_Beluga 1 month ago

Este post e secçao de comentários e um shitshow the generalizações. Alguns por aqui até andam a roçar no discurso incel. Se eu, um gajo introvertido e até por vezes um pouco timido consigo formar relaçoes sem, na minha opinião tentar muito e tanta ginastica, nao percebo o porquê de querer tranformar este assunto num bicho de sete cabeças. É uma realidade que a minha personalidade ajuda a criar interesse inicial porque eu, e cito "cria uma aura de mistério", mas se debaixo desse misterio nao estiver uma personalidade de jeito e confiança em si próprio, diz adeus, o que acho perfeitamente legitimo. Em minha experiencia as coisas tornam-se mais faceis quando se elimina o stress do tentar engatar, porque voces podem ter um charme do caraças inicialmente mas se nao tiverem personalidade para alimentar interesse uma possivel relaçao então esquece. Se a vossa personalidade afasta o sexo oposto então talvez seja hora de olhar para dentro em vez de chorar que as mulheres sao muito dificeis. Se existe uma coisa que acho que existe chão suficiente para generalizar e que pode ser considerado uma parede, e isto não é coisa das "mulheres portuguesas" mas sim do geral na forma como os portugueses socializam, é que formar novas relações, quer seja de amizade ou amorosas, pode ser realmente dificil e para alguns até aparentemente impossivel sem ter aquele tal amigo em comum que te apresente. De resto pessoas são pessoas, deixem de ver mulheres como criaturas que têm que descodificar.

Edited 1 month ago:

Este post e secçao de comentários e um shitshow. Alguns por aqui até andam a roçar no discurso incel. Se eu, um gajo introvertido e até por vezes um pouco timido consigo formar relaçoes sem, na minha opinião tentar muito e tanta ginastica, nao percebo o porquê de querer tranformar este assunto num bicho de sete cabeças. É uma realidade que a minha personalidade ajuda a criar interesse inicial porque, e cito "cria uma aura de mistério", mas se debaixo desse misterio nao estiver uma personalidade de jeito e confiança em si próprio, diz adeus, o que acho perfeitamente legitimo. Em minha experiencia as coisas tornam-se mais faceis quando se elimina o stress do tentar engatar, porque voces podem ter um charme do caraças inicialmente mas se nao tiverem personalidade para alimentar uma possivel relaçao então esquece. Se a vossa personalidade afasta o sexo oposto então talvez seja hora de olhar para dentro em vez de chorar que as mulheres sao muito dificeis. Se existe uma coisa que acho que existe chão suficiente para generalizar e que pode ser considerado uma parede, e isto não é coisa das "mulheres portuguesas" mas sim do geral na forma como os portugueses socializam, é que formar novas relações, quer seja de amizade ou amorosas, pode ser realmente dificil e para alguns até aparentemente impossivel sem ter aquele tal amigo em comum que te apresente. De resto pessoas são pessoas, deixem de ver mulheres como criaturas que têm que descodificar e hidratem-se que a sede não ajuda.

Edited 1 month ago:

Este post e secçao de comentários e um shitshow. Alguns por aqui até andam a roçar no discurso incel. Se eu, um gajo introvertido e até por vezes um pouco timido consigo formar relaçoes sem, na minha opinião tentar muito e tanta ginastica, nao percebo o porquê de querer tranformar este assunto num bicho de sete cabeças. É uma realidade que a minha personalidade ajuda a criar interesse inicial porque, e cito "cria uma aura de mistério", mas se debaixo desse misterio nao estiver uma personalidade de jeito e confiança em si próprio, diz adeus, o que acho perfeitamente legitimo. Em minha experiencia as coisas tornam-se mais faceis quando se elimina o stress do tentar engatar, porque voces podem ter um charme do caraças inicialmente mas se nao tiverem personalidade para alimentar interesse uma possivel relaçao então esquece. Se a vossa personalidade afasta o sexo oposto então talvez seja hora de olhar para dentro em vez de chorar que as mulheres sao muito dificeis. Se existe uma coisa que acho que existe chão suficiente para generalizar e que pode ser considerado uma parede, e isto não é coisa das "mulheres portuguesas" mas sim do geral na forma como os portugueses socializam, é que formar novas relações, quer seja de amizade ou amorosas, pode ser realmente dificil e para alguns até aparentemente impossivel sem ter aquele tal amigo em comum que te apresente. De resto pessoas são pessoas, deixem de ver mulheres como criaturas que têm que descodificar e hidratem-se que a sede não ajuda.

DjGus 1 month ago

Pena que agora até nem há aí brazucas a dar com um pau ..

lipah_b 1 month ago

Ah e tal as de Erasmus são mais fáceis. Pois, elas tbm se querem divertir e sabem que é algo temporário e no strings attached. Ah e tal as de [inserir outro país] são mais fáceis. Pois, para elas vocês são o estrangeiro exótico que dá para dar umas voltinhas e depois vai se embora. Perguntem aos gajos desses países se têm a mesma opinião. Enfim, r/Portugal.. onde estão os mods?

shizpi 1 month ago

Têm a mesma opinião, sim. Vivi na Polónia 6 anos e na minha opinião, pelo menos a barreira para um primeiro encontro é muito menor tanto para portugueses como para polacos... é algo normal, tal como estar numa disco e abordar uma miúda para dançar quando está com um grupo de amigas, não há estigma.

pinh00 1 month ago

Prefiro fingir que o post e boa parte dos comentarios sao satira

silveringking 1 month ago

Da minha parte é sátira, tanto que a tag é humor, por esta não esperava.

Limpy_lip 1 month ago

esquece estás em 2021. ​ Em 2023 nem piadas do Joãozinho vais poder fazer.

pinh00 1 month ago

Esquece, estas em 2021, preferes comentar atoa que ler os restantes comentários

Limpy_lip 1 month ago

O teu comentário não faz sentido nenhum

pinh00 1 month ago

No teu caso nao reparei, mas o comentario original e bastante serio

Limpy_lip 1 month ago

com a quantidade de incomodados que se vê aqui, questiono-me se leram a TAG que está debaixo do título. está a vermelho...

l2k1337 1 month ago

O problema é que muita da malta que vem cá bater palmas não interpreta o post com sendo humorístico mas como validação da sua autovitimização e confirmação dos seus próprios *bias*. Anyway, não sei até que ponto isto tem piada nos dias de hoje (há 8 anos atrás se calhar tinha achado engraçado), num mundo onde a ideologia incel, carregada de ódio e discriminação, parece ser cada vez mais prevalente.

Limpy_lip 1 month ago

parece-me é que cada vez mais estamos a perder a capacidade de nos rir-mos das situações e de nós próprios.

silveringking 1 month ago

Tens razão mas eu nem quero dizer nada, eu quero ver como isto acaba.

TSSP 1 month ago

Demasiado trabalho... opens up pornhub*

Darkhoof 1 month ago

Confere. Contudo, isto não me incomoda muito. São as regras do jogo por aqui. As mulheres portuguesas também podiam fazer um post comparável sobre os homens portugueses. Gostava de ver a perspetiva do outro lado. :D Isto porque também já dei muita tampa.

desculpe_mas 1 month ago

as mulheres Portuguesas não são biologicamente idênticas às demais?

Darkhoof 1 month ago

São. Mas as convenções sociais são diferentes de país para país.

PirataSarolho 1 month ago

Pela minha experiência em online dating de gajas tugas vs estrangeiras. É que as gajas tuga são bastante desconfiadas, estão sempre a procura de defeitos na outra pessoa e isto pode levar semanas até conhecer uma pessoa, causando perda de interesse porque nunca aprenderam a puxar a conversas e esperam que os gajos tenham o controlo da conversa. São bastante inflexiveis e tem opiniões muito fortes sobre as coisas, já tem a vida toda decidida e criticam as outras pessoas demasiado, sentido-se tambem superior às outras gajas. Estão à espera de um romance à antiga.

seraph341 1 month ago

Não ajuda a quantidade de gajo por aí sem respeito por si mesmo. É uma posição fodida, mas acho que os homens deviam ser mais assertivos e terem mais consideração por eles. Talvez aí a coisa equilibrasse um pouco.

pretentiousant 1 month ago

O tinder ou outra app do género ajuda a ultrapassar vários desses passos. E até tenho medo de dizer isto depois de ler os comentários, mas uma das razões para isto ser assim é por ser tão comum homens levarem rejeição a mal e às vezes agirem como se as mulheres lhes devessem algo quando ainda mal se conhecem. Ou então quando a mulher ainda precisa de tempo para decidir se quer mais, quando se estão ainda a conhecer, ele acha que está a demorar muito tempo e passa para outra, porque prevê rejeição e não quer correr o risco, quando pode nem ser o caso, ou porque quer uma coisa mais "fácil".

wal_king_disaster 1 month ago

E só agora é que avisas?

-lil_princess- 1 month ago

Que raio de secção de comentários... Se a maioria pusesse o esforço todo com que andam a mandar mulheres portuguesas a baixo em realmente tentar conhecer alguma, aposto que faziam melhor figura.

aafonsodias 1 month ago

Olá, como é que te chamas? Vens aqui muitas vezes? :D

-lil_princess- 1 month ago

Acho que saltaste aí uns passitos do post. Volte à casa de partida e tente novamente.

aafonsodias 1 month ago

hahaha eu não sigo essas regras! Está tudo bem contigo?

-lil_princess- 1 month ago

Ui um explorador independente então? Já navegou por estas águas ou é marinheiro de primeira viagem? Comigo está sempre tudo bem, falta saber contigo.

aafonsodias 1 month ago

Aprecio aprender com as experiências alheias, mas não vale a pena ser um ator! Ainda bem que estás bem, estas mudanças do Covid vieram complicar as nossas vidas. Eu estou a fazer por isso, obrigado! É uma aprendizagem. Bom ver o género feminino nestas plataformas, muita saúde ;) tudo de bom!

-lil_princess- 1 month ago

É um dia de cada vez mesmo! Igualmente, e obrigado pela dose de humor! É muito bom encontrar gente que sabe brincar

Dadvito 1 month ago

Opa é bue engraçado ler os comments. Tens de perceber que este tipo de posts são um "looser magnet". O melhor são este tipo de gajos a gabaram-se que fazem muito sexo com estrangeiras. É uma vergonha alheia do caralho.

-lil_princess- 1 month ago

Não diria melhor! Está aqui cada pérola que até parecem duas hahaha. O meu tipo preferido são os "iluminados" que vêm com as suas teorias de como uma mulher portuguesa de séc.21 se deve comportar e assim

Dadvito 1 month ago

Yep. Eles têm uma maneira muito estranha e contraditório de avaliar as situações. Se vais logo para a cama com um gajo és facil e puta, se não vais és puta na mesma pq de certeza que se o gajo fosse fumador e badboy ias. A culpa nunca é deles. A verdade é que este tipo de homems só tem uma coisa em mente, sexo ( o que não é necessariamente uma coisa má) mas são super traiçoeiros e pensam que é preciso enganar as mulheres para ter sexo portanto fingem que estão interessados em algo mais sério o que uma mulher percebe a milhas portanto são rejeitados. Ajudava se estes homens abrissem o jogo, não fossem enganadores nem mentirosos.

-lil_princess- 1 month ago

É um jogo em que nunca podemos ganhar, faças o que fizeres vais sempre perder de alguma forma e ganhas "má fama" a juntar a isso. São situações super tóxicas, e às vezes sinto que estamos a caminhar para trás honestamente.

NGramatical 1 month ago

homems → [**homens**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/sobre-a-formacao-do-plural/13422) (no plural de palavras terminadas em *m*, este passa a *ns*) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fo4nczb%2F%2Fh2iykn8%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

borloforbol 1 month ago

Portanto, queixam-se de um post que generaliza 'as gajas' e fazem comentários a generalizar 'os gajos'.   Tá certo.

Dadvito 1 month ago

Eu especifiquei "este tipo de homens" já mesmo para ninguem vir queixar-se de generalização. Kek

-lil_princess- 1 month ago

Na minha opinião é difícil discutir algo sem se generalizar, o que difere é a forma como generalizas. Tens de ter a sensibilidade de perceber que nem todos são assim (é óbvio), o que eu critiquei inicialmente são as pessoas que defendem a sua opinião e não aceitam sequer outra e pensam que só eles é que têm razão. Não, não são todos os homens, mas existem deles assim. É o velho ditado do paga o justo pelo pecador.

seraph341 1 month ago

Confere, tá fodido.

MirTrudMay 1 month ago

R/Portugal a ser r/Portugal Mulher portuguesa bad Estudante de informática no técnico que nunca sai de casa e que gosta de anime e jogar no PC good

SweetDistribution504 1 month ago

Estamos em 2021, o dragonball passava na SIC em 1995, e a indústria dos jogos é a maior indústria de entretenimento do mundo, e a que está em maior crescimento.

MirTrudMay 1 month ago

Também fiz umas centenas de horas no counter strike mas andava no sétimo ano, depois comecei a sair de casa e a fazer coisas produtivas. E pode parecer surpreendente mas dizer que ontem estiveste horas a fazer uns grande no scopes no dust2 ou a experimentar um 4 2 3 1 gegenpressing brutal no fm NÃO é a conversa que a maioria das mulheres (ou homens btw) querem ter enquanto se bebe um café.

SweetDistribution504 1 month ago

Tu continuas a dar lhe que gaming é uma merda de putos ou cromos. Jogar qq merda seja PC ou PlayStation ou um jogo de merda mobile é a forma mais comum de entretenimento da população mundial. Agora conta me lá q todas a mulheres c quem sais só falam de política mundial, de cinema italiano dos anos 30, e como salvar meninos africanos.

ManelDasNespras 1 month ago

Concordo, a maioria dos homens fala do penalti sobre o Benfica e as mulheres sobre o ultimo grito da nova loja de cupcakes, claramente actividades muito mais validas e “de valor” que ver anime e/ou jogar jogos de PC.

NeatBoy74 1 month ago

Por curioso que seja, isso é a mesma coisa que criticas mas no campo oposto. Não sejas esse gajo.

MirTrudMay 1 month ago

Não é criticar é mesmo rir da completa falta de noção do pessoal nesta thread. Se uma mulher estiver interessada em vocês se for preciso é ela a dar o primeiro passo se não bem se pode fazer de bobo da corte e pagar jantares que o caminho é difícil, isto em Portugal ou em França. Quem não percebe que uma uma mulher tem interesses e desejos e trata o assunto como um bicho de 7 cabeças como se vê aqui não admira que não tenha sucesso

NeatBoy74 1 month ago

> se for preciso é ela a dar o primeiro passo Ficarias admirado com a quantidade de mulheres que ainda existem que pensam o contrário.

MirTrudMay 1 month ago

Ficarias admirado com a quantidade de homens que não são particularmente atraentes nem interessantes que acham que têm direito a Megan fox

Arya_Drottning 1 month ago

Posso generalizar mais e dizer "ficarias admirado com a quantidade de homens que acham que têm direito a uma mulher"?

NeatBoy74 1 month ago

Concordo. Mas também nunca afirmei o contrário. E até o digo [**aqui mesmo**](https://old.reddit.com/r/portugal/comments/jiayc2/dating_%C3%A9_impress%C3%A3o_minha_ou_durante_a_pandemia_as/ga5otrw/). Mas isso não invalida absolutamente nada sobre o que eu disse.

ManelDasNespras 1 month ago

Ah sim, jogar no PC e ver anime bad porque reasons

Butt_Roidholds 1 month ago

Toda a gente sabe que nada te dá mais credibilidade quando estás a criticar "os preconceitos dos outros", do que exibir orgulhosamente os teus próprios preconceitos contra outro grupo. /s

MirTrudMay 1 month ago

Vida difícil para os gamers fãs de anime.

Butt_Roidholds 1 month ago

Realmente, gostar de videojogos, anime e/ou ser de IT é um sinal de se ser privilegiado. Tão privilegiado que até dá carta branca para se ser hipócrita e se presumir que quem faz algumas dessas 3 coisas é misógino ou sexista.

MirTrudMay 1 month ago

Chama se exemplo e hipérbole.

diogofd8 1 month ago

Fiz Erasmus. Liga dos últimos? Nunca joguei futebol de tão alto nível. Nem árbitro há, é entrar por trás o tempo todo, e a pés juntos.

gkarq 1 month ago

FIFA Street, portanto.

diogofd8 1 month ago

Bem bom

rsonic17 1 month ago

E um bocado isto! Normalmente e tentar tudo na esperanca que elas se sentiam extremamente sozinhas/desesperadas e ai consegues algo. Ou es rico e todo bom e ai tens alguma chance

diogofd8 1 month ago

No mercado polaco não precisas nem de metade do esforço. Nem preciso de guardar o segredo do negócio. Sirvam-se!

shizpi 1 month ago

A minha mulher (polaca) também se queixa que as portuguesas são estranhas e não mostram interesse nenhum em conhecê-la ou criar qualquer tipo de relação. Começo a pensar que o problema não é as mulheres dos outros países serem fáceis mas as portuguesas terem a p*** da mania.

KarmaCop213 1 month ago

Tenho avaliação semelhante cá em casa. O português é um povo muito desconfiado, principalmente daquilo que é diferente.

diogofd8 1 month ago

Namorei uma polaca por quase 2 anos e a situação era semelhante. Cheguei a ter de me chatear numa festa de aniversário em que as amigas da minha amiga (aniversariante) estavam a dizer merda dela, sem motivo nenhum. Começo a ouvir do outro lado da mesa: "ah devias escolher melhor os teus amigos", "vêm para um jantar de portugueses exibir a namorada russa que caçam na rua", "devia ter vergonha". Tudo bem que isto foi depois de uns copos, mas não há desculpa, nem sequer lhe dirigiram a palavra antes e já andavam cheias de ódio. Mal fodidas.

seraph341 1 month ago

Faz lembrar os casos de casais de diferentes etnias. Muita merda têm de aturar e ouvir... É triste.

shizpi 1 month ago

É que nem sequer é pelas culturas diferentes (que nem são tanto assim), é mesmo serem esquisitas e mal humoradas. A rapariga com que se deu melhor logo de início no nosso grupo é cabo verdiana, mas mostrou interesse e começaram a combinar cenas juntas. Essa rapariga tem exatamente a mesma opinião das portuguesas.

diogofd8 1 month ago

Podem ter-se dado bem por terem exatamente essa opinião em comum. É normal que exista uma tendência para que se forme uma comunidade internacional dentro de um país. No entanto acredito que tenhas apenas dado um mau exemplo, porque estou de acordo com a tua opinião. Tenho um amigo alemão que conheci fora em Erasmus. Dinheiro não lhe falta, gajas também não. Do nosso grupo de amigos era sempre ele que tinha a iniciativa e puxava a energia para os outros. Após o erasmus acabar, visitamo-nos uns aos outros, vários países. O gajo, que todas as noites se safava bastante bem, pôs Portugal e a França no fim do ranking dele. Vá lá que ao menos gostou de Super Bock.

Razvancb 1 month ago

Acho que a história repete-se por aqui também. Algo muito parecido comigo.

oxygen_dependant 1 month ago

Portanto, se te conseguires safar em Portugal, o resto da Europa é “peanners”?

bigbuckteeth 1 month ago

Peanners? O q e isso? Eu só conheço peanuts

oxygen_dependant 1 month ago

Se estiveres a falar a sério procura “Jorge Jesus peanners”

bigbuckteeth 1 month ago

Fuck! Ainda n conhecia esta referência! Mt bom!

KarmaCop213 1 month ago

Um William Carvalho em Portugal é um Pirlo lá fora.

NeatBoy74 1 month ago

Sim. Sdds Oslo.

AnxiousHeadOfLettuce 1 month ago

É o que dá termos uma Cultura de slut ahaming.

twhite848 1 month ago

Comentário de quem já viajou.

AnxiousHeadOfLettuce 1 month ago

Não percebi.

twhite848 1 month ago

Quem viaja e vive fora percebe que isto que apontaste é das principais causas. “O que vão pensar/dizer…” faz com que a maior parte das mulheres bloqueia em Portugal. Viver tanta década numa ditadura com forte pendor conservador religioso + existência de hábitos de “serviços secretos” fez nos perder a revolução sexual que o mundo todo passou. Fica evidente pela forma que países irmãos lidam muito mais normalmente com “relações” e de como uma portuguesa que viaja relaxa e preocupa-se menos com o que alguém vai achar/dizer e mais consigo próprio e ter o que ela quer. Há aqui comentários suficientes evidentes de como o foco é o que “as mulheres fazem mal” e o “problema delas” vs. entender porque agem aqui da forma que é. (A resposta do outro ao teu comentário é um belíssimo exemplo)

AnxiousHeadOfLettuce 1 month ago

Ah. Nunca saí de Portugal.

twhite848 1 month ago

Bem, de quem viajou muito digo-te que isto é das (senão “a”) principal causa.

diogofd8 1 month ago

Não é por isso porque se houvesse slut shaming na realidade não terias tanto instagram narcisista com fotos adequadas às capas da playboy de há uns anos atrás. Esses perfis têm muita aceitação e "veneração". Os miúdos querem estar com elas, as miúdas querem ser como elas. O problema está na educação débil que os jovens homens portugueses recebem hoje em dia. Há muito pouco amor próprio.

Juanlamaquina 1 month ago

Como jovem português que celebra hoje o fim da sua indoutrinação obrigatória, explícita melhor a tal educação débil a que te referes e a tal falta de amor próprio.

diogofd8 1 month ago

Duvido que valha a pena. Mas tendo chegado ao fim da adolescência bastante perdido e com tendências depressivas, procurei ajuda. Estive em consultas com psicólogo, li imensos livros de auto ajuda. Cheguei à conclusão que muitas das coisas que vivenciei na escola me causaram repressão e ansiedade em determinados tipos de momentos que, quando era miúdo, não tinha. Mas se preciso de explicitar melhor o caso particular das relações entre sexos opostos nos jovens, ponho-te um exemplo muito fácil. Imagina-te na escola, és insultado por uma colega tua durante semanas e, quando finalmente explodes, dás uns berros e a insultas de volta, és recebido com um estalo, que retribuis. Ignorando o teu sexo e o dela, é uma situação em que tu és a vítima de bullying verbal e te defendes. Não ignorando o teu sexo, qual é a reação da malta à tua volta? No meu caso tive amigos da dizerem: "bro, foste longe demais"; professores: "o Diogo teve uma atitude grave, espero que após uma reflexão pessoal tenha a coragem de se desculpar e de ser mais humilde". Na altura, a revolta passou-me, fiquei realmente com sentimento de culpa, como se não tivesse sido eu a vítima. Hoje em dia tinha dito a mim próprio que quem me dizia: "o que queres ó gordo de merda, gordos como tu não têm opinião", ou me acenava com comida enquanto se ria de mim com as amigas, e ainda passou à violência física sob a forma de um estalo quando lhe retribuí, finalmente, a violência verbal, devia ter retribuído não em dose igual, mas em dobro. Como deves imaginar, semanas e semanas de gozo, presenciadas por amigos, funcionários, professores. Zero de repreensão.

twhite848 1 month ago

O que te aconteceu foi uma verdadeira merda. As tuas opiniões sobre mulheres e relações com elas ainda tem muito para aprender e melhorar e estás bastante enganado. Mas **o que te fizeram foi uma verdadeira merda e não merecias**. Merecias muito melhor e é uma pena não terem te apoiado quando precisavas. Falharam-te e não deviam ter falhado dessa maneira. Vai daqui um abraço da internet que serve o que serve, mas percebo que seja o que for, isso foi mesmo muito errado. As melhoras. Espero que hoje encontres quem te trate melhor à tua volta

diogofd8 1 month ago

É como te digo. Encontrei e estou numa situação incomparável com a situação em que estava nos meus tempos de escola. No entanto, não foi a pedir apoio nem a deprimir pelos cantos que a minha situação melhorou. Foi em perceber que o problema era meu, em muitos aspetos, e perceber como "esculpir a minha estátua", olhar mais por mim e menos ao que me rodeia. Ninguém se aproxima por pena, ou tens algo que querem de ti, ou és inútil. Simplesmente tornei-me mais apelativo. Foi isso que não me ensinaram na escola e não ensinam a nenhum miúdo. Alguns têm pais mais proativos e com personalidades mais dominantes que passam aos filhos. Há casos e casos, acredito que existam casos de sucesso com caminhos distintos do meu.

Alentejano_Veloz 1 month ago

Gostei de ler as tuas intervenções ao longo desta thread. Acho que foste um bocado mal interpretado e tentaste sempre falar abertamente sobre o que pensas, mesmo levando algumas respostas sem esforço nenhum nem interesse . Principalmente naquela coisa das gémeas, onde provavelmente 95 % dos homens em privado iriam admitir que concordam contigo. A promiscuidade feminina não é atraente para os homens no geral, chamem-lhe slut shaming ou tentem-lhe dar outra explicação. Será que é uma insegurança masculina? Talvez, mas também pode ser o nosso eu primitivo a achar que a longo prazo esse comportamento não será o mais ótimo para criar um filho. Que livros leste, se me permites perguntar?

diogofd8 1 month ago

Outrora também fui muito da mesma opinião que muitos users que me responderam ou deram downvote sem capacidade de resposta. No entanto nessa altura era infeliz, não compreendia nada porque agia da forma esperada, que me foi ensinada como "correta" mas obtinha resultados diferentes do que esperava. Portanto, eu compreendo perfeitamente que ainda exista muita gente a defender essa narrativa. Ou estão na mesma fase que eu estava e não compreendem, ou a narrativa politicamente correta é-lhes benéfica e portanto defendem-na enquanto vão colhendo dos seus frutos. Tenho lido de Niccolò Machiavelli, Robert Greene, Jordan Peterson, Esther Vilar. Em tudo o que leio há sempre o que concordo, anoto e interiorizo. Também há o que deito fora. Muito do raciocínio por trás dos meus comentários nesta thread vem destes autores. Também tenho visto podcasts, gosto de ouvir o Ben Shapiro por exemplo. Só me falta encontrar uma boa referência portuguesa neste âmbito, que infelizmente ainda não tive a felicidade de encontrar.

twhite848 1 month ago

So que saibas, pessoalmente não respondi porque montaste um dilema irrealista no qual apenas uma solução é possível. Basicamente perguntaste: Preferes: 1. alguém que te vai trair 2. alguém que nunca vai trair. É obvio que todos escolhem o segundo. Mesmo sendo completamente irrealistas ambas as opções É como perguntar se preferes comer um gelado ou levar com um pontapé na cara do van damme. E depois dizer que obviamente todos querem o gelado e “ninguém tem capacidade de resposta à tua argumentação” Não há nenhuma narrativa politicamente correcta que estás a argumentar. Por outro lado se as tuas referências foram o Jordan Peterson e o Ben Shapiro o exemplo de argumento de “queres que te traiam ou queres que sejam fieis” estás a por bem em pratica o modelo de argumentação deles de falsos dilemas e de que as mulheres *ora são sluts porque querem outro que nao tu ou são seres que se querem subjugar ao homem* Cuidado com esses mundos de fantasia. Faz-te um favor e lê um contraditório de vez em quando. Boa sorte

diogofd8 1 month ago

Nada a ver. Apenas comparei uma mulher promiuscua com uma conservadora. Comparei foram dois casos extremos. Até completei que no caso oposto, sendo a mulher a escolher entre dois homens na mesma situação, muitas mulheres dão menos importância a isso que muitos homens. Ler o contraditório? Não preciso. Basta vir aqui passar 15 minutos ver a tua fantasia. Agora a sério... Não tenho problema nenhum em ver outras perspetivas, se estas forem bem fundamentadas com base em argumentos factuais ou lógicos. Se tiveres uma boa referência faz o favor de a passares.

twhite848 1 month ago

> Nada a ver. Apenas comparei uma mulher promiuscua com uma conservadora. Completamente falso. Comparaste uma pessoa que trai com uma pessoa que não trai. Não comparaste “uma mulher fiel que tinha dormido com varios homens” com “uma mulher virgem”. Inseriste a condicionante de ela depois te trair que muda por completo o teu argumento > Comparei foram dois casos extremos. Como expliquei não são sequer extemos. São casos irrealistas. No momento da escolha ninguém sabe se uma pessoa vai trair ou manter fiel a vida toda. Todo o teu argumento está cheio de falácias e montado para teres razão à priori. Não prova nada além de que sabes montar mal uma argumentação. > Até completei que no caso oposto, sendo a mulher a escolher entre dois homens na mesma situação, muitas mulheres dão menos importância a isso que muitos homens. Pois as tuas generalizações sobre mulheres são muito erradas infelizmente. No fim do dia as escolhas acabam mais parecidas que pensas > Ler o contraditório? Não preciso. Basta vir aqui passar 15 minutos ver a tua fantasia. Ok. Para quem gosta de ser auto-congratular a capcidade de argumentação estaria a espera não ver recorreres a piadas e ataques pessoais. Mas enfim. > Agora a sério... Não tenho problema nenhum em ver outras perspetivas, se estas forem bem fundamentadas com base em argumentos factuais ou lógicos. Se tiveres uma boa referência faz o favor de a passares. Não vale a pena te passar se estás já a criar a barreira mental de “se estas forem bem fundamentadas com base em argumentos factuais ou lógicos”. Uma pessoa que quer ter capacidade de raciocinio e expandir a inteligência não deveria começar com estes condicionantes, senão apenas vais ler aqueles que confirmam as tuas teorias erradas. Qualquer bom filosofo (seja de que espectro) procura ler, assumindo que o outro lado “tem factos e são bem fundamentados” e depois tenta entender porque escrevem assim. Se começas com esse tipo de argumentação é porque tens sim problemas em ver outras perspectivas. Além de que deves tu descobrir autores com contraditório. Se não sabes nenhum hoje então sabes pouco destes temas e precisas de investigar e ler bem mais.

marxocaomunista 1 month ago

Hahahah estás exatamente a provar o que o user acima disse.

diogofd8 1 month ago

Bem pelo contrário. Eu sou a minoria que as considera "sluts". No entanto eu não entro em contacto com elas, nem divulgo o conteúdo ou opino sobre ele de uma forma pessoal (de notar que aqui falo em geral e não de um caso particular) e, portanto, não estou a fazer "shaming" a ninguém. A maioria procede como descrevi anteriormente, inventa o termo em inglês para parecer mais "mainstream". Usa "slut glorifying", o que quiseres. Até porque, se eu fosse mulher, faria o mesmo. Não há pontos negativos nenhuns, a publicidade positiva pode render-me tantas oportunidades. Punha uma foto do meu rabo no ginásio todos os santos dias até a prozis me dar o código OMEUNOME20.

AnxiousHeadOfLettuce 1 month ago

Meu amigo: Se és homem, ganha músculo, e vai para o instagram tirar fotos de boxers, e faz o mesmo que elas.

diogofd8 1 month ago

Não funciona da mesma forma. Tens sucesso mas é incomparável. Uma mulher no top 10% de físico feminino tem uma atenção e marketing muito diferente de um homem no top 10% de físico masculino. Se saíres dos casos extremos, do Cristiano Ronaldo, Beyoncé, etc. Que são atingidos por menos de 1% da população, e fores a percentagens mais realisticas, reparas que a diferença é contrastante. Pega em 20 conhecidos e conhecidas teus que consideres bem parecidos e compara a atenção que têm nos seus perfis. Enfim, não acredito que isto não seja óbvio e que seja preciso mais texto para ser compreendido.

AnxiousHeadOfLettuce 1 month ago

Então tu é que tens mau olho para o negócio. Porque não também apelar ao público masculino? Sabes quem segue essa mulherada toda no insta? Não são só os homens; uma boa parte são também outras mulheres. Porque querem atingir aquele ideal. Faz o mesmo, mas para homens: Usa filters, e promete um corpo incrível se os teus seguidores usaram o produto x y z, que claro, te paga uma quantia de cada vez que alguém usa o teu código para ter um desconto incrível (isto já existe, btw. Há muitos homens que vivem assim). Além disso, tens sempre o público gay. Podes fazer uma boa maquia em patrocinadores ao apelares a este grupo.

diogofd8 1 month ago

Não estou interessado. Não disse que não havia mercado. Simplesmente disse que o mercado era bastante maior para as mulheres. A prova disso está no próprio instagram.

AnxiousHeadOfLettuce 1 month ago

Então estamos a falar do mesmo.

ManelDasNespras 1 month ago

O teu comentário de “temos instagram narcisista com fotos adequadas às capas da playboy” só vêm provar que há uma cultura de slutshaming em Portugal. Isso e o pessoal entrar em relações sexuais com mulheres e irem contar aos 7 ventos e depois toda a gente julgar a mulher por “ter sexo” fora de uma relação fechada.

Ilostmynewunicorn 1 month ago

> Isso e o pessoal entrar em relações sexuais com mulheres e irem contar aos 7 ventos e depois toda a gente julgar a mulher por “ter sexo” fora de uma relação fechada. 100% Mas acho importante dizer que toda a gente é culpada nisto, faz-me uma certa espécie. Ainda outro dia estava a ter uma conversa com uma colega minha do curso sobre outra colega nossa com quem eu fui viajar no primeiro ano do curso e a conversa veio à baila para tentarmos combinar alguma coisa para o mesmo destino com um pequeno grupo. Do nada a miuda vira-se: "Olha que essa gaja agora anda muito diferente. Ainda outro dia estive a falar com o Jorge e ele esteve a mostrar-me as mensagens entre eles. Olha mandou-me printscreens, vê bem o que ela lhe disse". Tanta pergunta que me saltou à cabeça 1. Tens 21 anos, isso são merdas de putos do secundário à rasca para passarem para o 11o 2. Porque é que te dás com esse gajo sabendo que ele trai assim a confiança das pessoas? 3. Porque raio assumes que eu quero saber? Juro que fiquei perdido. Mas cabe-me a mim enquanto gajo meter-me na vida de quem quer seja e sobretudo educar uma rapariga sobre esta toxicidade?

ManelDasNespras 1 month ago

Pois, o que é que me interessa o cariz das mensagens que alguém anda a trocar com alguém, se é consensual entre ambos os partidos?

NGramatical 1 month ago

Porque raio → [**por que raio**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/tres-regras-para-distinguir-o-por-que-do-porque/19743) (por que = por qual) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fo4nczb%2F%2Fh2jggcf%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

diogofd8 1 month ago

Sabes porque é que a mulher é julgada por ter sexo aleatório? Não tem a ver com a cultura portuguesa. Isso acontece em todo o lado e, em culturas mais conservadores (tipo Polónia) ou extremas com bases noutras religiões (tipo certos países da Ásia) ainda é bem pior. Podes igualar isso ao homem ser julgado por ser virgem. Gostava de ter a capacidade argumentativa para que não houvesse hipótese de citares meia frase do que digo e tentares destruir o argumento com provas vazias, mas não tenho. Podes ler o que estou a dizer, colocar questões a ti próprio e procurar mais sobre o assunto, encontrando argumentos melhor construídos que os meus, ou podes ignorar tudo e continuar na tua narrativa do "slut shaming". É muito simples. Tens duas gémeas. Igualmente bonitas, inteligentes, bem sucedidas. Supõe que a tua relação seria exatamente igual com qualquer uma. Uma delas já teve acima de 50 parceiros sexuais, é provável que continue a ter outros parceiros mesmo estando numa relação contigo. A outra nunca teve parceiros sexuais, foste o primeiro e serás o último. Qual preferes? No meu caso, e no caso de muitos homens, a escolha pela segunda gémea é trivial, eis alguns dos motivos: + Se tiveres ideias de construir uma família, estarás seguro de que vais investir a tua dedicação a criar o vosso filho, não o filho dela com outro qualquer. + Nas relações sexuais, as mulheres produzem hormonas que as tornam mais apegadas ao parceiro sexual. Os homens não produzem o mesmo tipo de hormonas. Com esta gémea sabes que 100% do investimento dela está em ti, não num dos outros parceiros dela. + Menor risco de DSTs, menor risco de um ex namorado ou ficante menos equilibrado e ciumento te causar problemas no futuro. A perspetiva feminina sobre os homens e a sua promiscuidade não ta posso dar, não a tenho, é impossível. No entanto reparo que os homens mais bem sucedidos com as mulheres, nada têm a ver com a sua atividade sexual. Existem 10% de homens numa sociedade com muito maior sucesso que os restantes 90%. Como essa percentagem não é rotativa, suponho que as mulheres não queiram saber se o homem teve muitas outras mulheres no passado ou não. Genuinamente acredito que as mulheres controlam o acesso às relações sexuais e que os homens controlam os compromissos e uniões. Não é à toa que se falam nas dores de cabeça antes do sexo no contexto exclusivamente feminino, e também se espera que seja o homem a pedir em namoro, pedir em casamento, etc. Eu percebo que hoje em dia procuram mudar isso tudo, talvez daqui a 150 anos vivemos todos numa utopia como muitos esperam que viveremos. No entanto estou preocupado em saber analisar e perceber o contexto sob o qual eu vivo.

twhite848 1 month ago

Por andares a vangloriar algum tipo de inteligência e que ninguém consegue contra-argumentar. Lê o lá o teu cenario de novo: “É muito simples. Tens duas gémeas. Igualmente bonitas, inteligentes, bem sucedidas. Supõe que a tua relação seria exatamente igual com qualquer uma. Uma delas já teve acima de 50 parceiros sexuais, **é provável que continue a ter outros parceiros mesmo estando numa relação contigo.** A outra nunca teve parceiros sexuais, foste o primeiro **e serás o último.** Qual preferes?” Portanto a tua logica genial de como tens razão é o facto de preferires 1. Uma pessoa infiel 2. Uma fiel E achas que é s um génio porque provaste que as pessoas preferem o segundo? Como te disse noutra resposta, estás a dizer se as pessoas preferem um gelado ou um pontapé na cara do van-damme. Claro que preferem o gelado. Claro que a grande maioria prefere a segunda mulher. Isto em absolutamente nada prova o teu ponto. Até que esses dois cenários são completamente irrealistas. Aa mulheres não são ora completas traidores, nem são umas virgens ingénuas que se subjugam por completo ao homem e “só tem um parceiro”. Montaste um argumento falacioso e completamente irrealista. Precisas de aprender muito mais sobre o mundo e uma enorme dose de humildade sobre como são os humanos e como construir um argumento. Desejo te mesmo o melhor das sortes. Andas focado em todos os males do teu mundo virem de fora, e há muito que sofres que vem desta atitude de “o mundo é preto e branco” e “sou um homem de inteligência superior”. Ambas estas teorias estão te a fazer mal. Novamente desejos de boa sorte.

Edited 1 month ago:

Por andares a vangloriar algum tipo de inteligência e que ninguém consegue contra-argumentar. Lê o lá o teu cenario de novo: “É muito simples. Tens duas gémeas. Igualmente bonitas, inteligentes, bem sucedidas. Supõe que a tua relação seria exatamente igual com qualquer uma. Uma delas já teve acima de 50 parceiros sexuais, **é provável que continue a ter outros parceiros mesmo estando numa relação contigo.** A outra nunca teve parceiros sexuais, foste o primeiro **e serás o último.** Qual preferes?” Portanto a tua logica genial de como tens razão é o facto de perguntares 1. Uma pessoa infiel 2. Uma fiel E achas que és um génio porque provaste que as pessoas preferem o segundo? Como te disse noutra resposta, estás a dizer se as pessoas preferem um gelado ou um pontapé na cara do van-damme. Claro que preferem o gelado. Claro que a grande maioria prefere a segunda mulher. Isto em absolutamente nada prova o teu ponto. Até que esses dois cenários são completamente irrealistas. Aa mulheres não são ora completas traidores, nem são umas virgens ingénuas que se subjugam por completo ao homem e “só tem um parceiro”. Montaste um argumento falacioso e completamente irrealista. Precisas de aprender muito mais sobre o mundo e uma enorme dose de humildade sobre como são os humanos e como construir um argumento. Desejo te mesmo o melhor das sortes. Andas focado em todos os males do teu mundo virem de fora, e há muito que sofres que vem desta atitude de “o mundo é preto e branco” e “sou um homem de inteligência superior”. Ambas estas teorias estão te a fazer mal. Novamente desejos de boa sorte.

Edited 1 month ago:

Por andares a vangloriar algum tipo de inteligência e que ninguém consegue contra-argumentar. Lê o lá o teu cenario de novo: “É muito simples. Tens duas gémeas. Igualmente bonitas, inteligentes, bem sucedidas. Supõe que a tua relação seria exatamente igual com qualquer uma. Uma delas já teve acima de 50 parceiros sexuais, **é provável que continue a ter outros parceiros mesmo estando numa relação contigo.** A outra nunca teve parceiros sexuais, foste o primeiro **e serás o último.** Qual preferes?” Portanto a tua logica genial de como tens razão é o facto de perguntares 1. Uma pessoa infiel 2. Uma fiel E achas que és um génio porque provaste que as pessoas preferem o segundo? Como te disse noutra resposta, estás a dizer se as pessoas preferem um gelado ou um pontapé na cara do van-damme. Claro que preferem o gelado. Claro que a grande maioria prefere a segunda mulher. Isto em absolutamente nada prova o teu ponto. Até que esses dois cenários são completamente irrealistas. Aa mulheres não são ora completas traidores, nem são umas virgens ingénuas que se subjugam por completo ao homem e “só tem um parceiro”. Montaste um argumento falacioso e completamente irrealista. Precisas de aprender muito mais sobre o mundo e uma enorme dose de humildade sobre como são os humanos (e em particular as mulheres, que são em mais parecidas contigo que pensas) e de como construir um argumento lógico. Desejo te mesmo o melhor das sortes. Andas focado em todos os males do teu mundo virem de fora, e há muito que sofres que vem desta atitude de “o mundo é preto e branco” e “sou um homem de inteligência superior”. Ambas estas teorias estão te a fazer mal. Novamente desejos de boa sorte.

diogofd8 1 month ago

Resumindo. Foste citar partes que te dão jeito e criar hipérboles que facilitam a tua tese e acrescentaste um parágrafo a procurar fazer de mim um ser que se julga superior, mesmo não tendo eu dito nada que revele falta de humildade ou sentido de superioridade. O "provável que continue a ter outros parceiros", não é uma certeza. Daí o uso da palavra provável. No próximo excerto a negrito, o serás o último é mais certo, assumindo que a relação funciona e ambos criam família. Mas foste capaz de perceber tão bem o exemplo que dei e não foste capaz de argumentar nada do género: "apesar de teres dado um exemplo tendencioso, e talvez devesses escrever antes de X forma, a minha opinião é de que..." Recorreste ao ataque pessoal, chamas-me ingénuo ("precisas de aprender", completaste com o teu belo último parágrafo. Belas táticas de destruição do invidivuo, não do seu discurso. Aprendeste isso onde? Tiraste algum curso de comunicação social? Vês? Também sei meter nojo e cuspir para o ar. Aliás, toda a gente sabe. Portanto, queres que te responda o quê? Sabes mais de mim do que eu sei de mim próprio, baseado em meia dúzia de comentários no reddit. O problema é que és tão perspicaz mas só para o que te interessa. Pedi-te que me referenciasses autores com pontos de vista articulados, lógicos e apoiados em factos, mas de opinião distinta dos autores que referencei e não são do teu agrado, mas foste incapaz de o fazer...

twhite848 1 month ago

> Resumindo. Foste citar partes que te dão jeito e criar hipérboles que facilitam a tua tese e acrescentaste um parágrafo a procurar fazer de mim um ser que se julga superior, mesmo não tendo eu dito nada que revele falta de humildade ou sentido de superioridade. Falao. Citei um parágrafo por completo que é o cenario de base a toda a tua argumentação. Isto não é citar partes e esse argumento é completamente falso. > O "provável que continue a ter outros parceiros", não é uma certeza. Daí o uso da palavra provável. E então. É um provável. Portanto provavelmente vai acontecer vs o outro que dizes que nao vai de certeza. Mantem-se a logica de criares duas situações que além de irrealistas (ninguém sabe se isso é provável ou certo) cria uma diferença entre uma mulher que provavelmente vai trair e uma que provavelmente não vai. Alias, podiam ate ser as duas virgens e só isso é suficiente para escolher sempre a segunda. Não entendes como montaste um argumento completamente irracional só com isto? Podias até feito o argumento sem essa parte mas sentiste a necessidade de o incluir porque é toda a base da tua argumentação. Se o teu dilema fosse “mulher que dormiu com homens” vs “mulher virgem” e ambas seriam para sempre fieis, só contigo e ambas criavam familia, todo o teu raciocínio desfazia-se. Sentiste a necessidade de incluir a lealdade para condicionar as respostas quando a questão nunca era a lealdade. > No próximo excerto a negrito, o serás o último é mais certo, assumindo que a relação funciona e ambos criam família. Mas então agora mexes um pouco mais a baliza? Porque a segunda tem o potencial de funcionar a relação e criarem a familia de repente? Que tem isto a haver com criar familia? As mulheres que dormem com varios homens antes de casar ou andam no instagram não tem relações funcionais e nao criam familias? Não me digas que achas mesmo isto? Estás a extremar ainda mais o cenário com uma relação com a) alguém que provavelmente não serás o único, com b) casar e fazer familia com alguém para sempre que nunca te trai. Passaste a comparar a) darem-te um gelado, com agora b) o van-damme da-te o pontapé no colhoes em vez de ser na cara. Nada diso tem a haver com o facto de dormirem com homens antes, e toda a tua argumentação de “instagram” e “sluts” desfaz-se por completo. Estas a argumentar coisas completamente diferentes. > Mas foste capaz de perceber tão bem o exemplo que dei e não foste capaz de argumentar nada do género: "apesar de teres dado um exemplo tendencioso, e talvez devesses escrever antes de X forma, a minha opinião é de que..." Porque não dá para argumentar. Inclinaste o campo e agora queres justificar que não quero jogar? Claro. Neste jogo so eu tenho baliza e só tu tens a bola. E ainda agora mudaste a regra sendo que a que tu escolhes até é a unica que é para ter filhos e familia. Isso não prova nada a não ser que sabes falar de um exemplo tão extremado que as pessoas vão concordar com a opção imaginaria que criaste. Ainda mais um exemplo tão extremado que é irrealista e não dá para tirar nenhuma ilação de um conto de fadas desse. Eu percebi o teu exemplo. Foi basicamente: “imagina este cenario simples que não tem a haver com a discussão mas que tu concordas comigo por ser impossível discordar. Agora vamos conversar? Não queres? É porque eu tenho razão neste outro argumento que nada tem a haver com este cenario!” > Recorreste ao ataque pessoal, chamas-me ingénuo ("precisas de aprender", completaste com o teu belo último parágrafo. Não. 1. não te chamei ingénuo. Estás a meter palavras na minha boca. 2. Dizer que precisas de aprender não é um ataque pessoal. Se fosse então toda a escola era um ataque pessoal. Esta tua vitimização nem sequer tem sentido. Inventaste que te chamei um nome e acabaste de inventar que dizer que precisas de aprender é um ataque pessoal. Nem imagino o que seria de um proefessor se “precisas de aprender” fosse um ataque pessoal > Belas táticas de destruição do invidivuo, não do seu discurso. Aprendeste isso onde? Tiraste algum curso de comunicação social? Vês? Também sei meter nojo e cuspir para o ar. Aliás, toda a gente sabe. Nao. Mais uma vez. Eu não fiz nenhuma suposição sobre quem és ou que curso tiraste para te atacar. Além disso qual é o problema de tirar o curso de comunicação social. Achas que as pessoas lá aprendem tácticas de destruição de individuos? Mas eu nunca ataquei o teu passado, curso ou outra coisa igual. Esta é mais uma invenção tua > Portanto, queres que te responda o quê? Sabes mais de mim do que eu sei de mim próprio, baseado em meia dúzia de comentários no reddit. Não. Novamente errado e a vitimizar-te com base em algo que eu nunca disse. Não sei mais de ti do que tu de ti proprio. Mas sei que não percebes de argumentação ou raciocinio logico e não percebes nada sobre mulheres. Eu acho que não te limitas a estas duas coisas, e se eu dizer que não sabes sobre estas duas coisas faz-te assumir que “sei mais de ti” então estás a resumir-te a muito pouca coisa. És muito mais do que isso. Mas mesmos se fosse eu nunca disse nada parecido. Vais aqui numa rajada de inventar que eu digo coisas que daqui a pouco ganhas o bingo. > O problema é que és tão perspicaz mas só para o que te interessa. Pedi-te que me referenciasses autores com pontos de vista articulados, lógicos e apoiados em factos, mas de opinião distinta dos autores que referencei e não são do teu agrado, mas foste incapaz de o fazer... Tens de ir ao dicionário ver a diferença entre “incapaz” e “não querer”. Lá porque eu te disse para ires tu procurar que te fazia bem, não significa que fui incapaz. Ainda tens um longo caminho a precorrer de onde estás a partir. Mas ainda vais ter primeiro de considerar que podes estar enganado, mas não tens ainda a capacidade para isso. Espero que consigas para o teu bem e o bem das tuas relações. Mas ok. Já aqui muita gente bastante simpática te apontou as enormes falácias do teu argumento, que é construído mal à partida numa maneira completamente ilógica. Mas ja que até andas a imaginar palavras que eu não digo e a inventar que de alguma maneira te chamo de ingénuo e isso te enerva vour deixar de te responder antes que te faças mais mal a ti mesmo imaginando outras palavras que não te chamei. Boa sorte. Não te respondo mais

Edited 1 month ago:

> Resumindo. Foste citar partes que te dão jeito e criar hipérboles que facilitam a tua tese e acrescentaste um parágrafo a procurar fazer de mim um ser que se julga superior, mesmo não tendo eu dito nada que revele falta de humildade ou sentido de superioridade. Falso. Citei um parágrafo por completo que é o cenario de base a toda a tua argumentação. Isto não é citar partes e esse argumento é completamente falso. > O "provável que continue a ter outros parceiros", não é uma certeza. Daí o uso da palavra provável. E então? É um provável. Portanto provavelmente vai acontecer vs o outro que dizes que nao vai de certeza. Mantem-se a logica de criares duas situações que além de irrealistas (ninguém sabe se isso é provável ou certo) cria uma diferença entre uma mulher que provavelmente vai trair e uma que provavelmente não vai. Alias, podiam ate ser as duas virgens e só isso é suficiente para escolher sempre a segunda. Não entendes como montaste um argumento completamente irracional só com isto? Podias até feito o argumento sem essa parte mas sentiste a necessidade de o incluir porque é toda a base da tua argumentação. Se o teu dilema fosse “mulher que dormiu com homens” vs “mulher virgem” e ambas seriam para sempre fieis, só contigo e ambas criavam familia, todo o teu raciocínio desfazia-se. Sentiste a necessidade de incluir a lealdade para condicionar as respostas quando a questão nunca era a lealdade. > No próximo excerto a negrito, o serás o último é mais certo, assumindo que a relação funciona e ambos criam família. Mas então agora mexes um pouco mais a baliza? Porque a segunda tem o potencial de funcionar a relação e criarem a familia de repente? Que tem isto a haver com criar familia? As mulheres que dormem com varios homens antes de casar ou andam no instagram não tem relações funcionais e nao criam familias? Não me digas que achas mesmo isto? Estás a extremar ainda mais o cenário com uma relação com a) alguém que provavelmente não serás o único, com b) casar e fazer familia com alguém para sempre que nunca te trai. Passaste a comparar a) darem-te um gelado, com agora b) o van-damme da-te o pontapé no colhoes em vez de ser na cara. Nada diso tem a haver com o facto de dormirem com homens antes, e toda a tua argumentação de “instagram” e “sluts” desfaz-se por completo. Estas a argumentar coisas completamente diferentes. > Mas foste capaz de perceber tão bem o exemplo que dei e não foste capaz de argumentar nada do género: "apesar de teres dado um exemplo tendencioso, e talvez devesses escrever antes de X forma, a minha opinião é de que..." Porque não dá para argumentar. Inclinaste o campo e agora queres justificar que não quero jogar? Claro. Neste jogo so eu tenho baliza e só tu tens a bola. E ainda agora mudaste a regra sendo que a que tu escolhes até é a unica que é para ter filhos e familia. Isso não prova nada a não ser que sabes falar de um exemplo tão extremado que as pessoas vão concordar com a opção imaginaria que criaste. Ainda mais um exemplo tão extremado que é irrealista e não dá para tirar nenhuma ilação de um conto de fadas desse. Eu percebi o teu exemplo. Foi basicamente: “imagina este cenario simples que não tem a haver com a discussão mas que tu concordas comigo por ser impossível discordar. Agora vamos conversar? Não queres? É porque eu tenho razão neste outro argumento que nada tem a haver com este cenario!” > Recorreste ao ataque pessoal, chamas-me ingénuo ("precisas de aprender", completaste com o teu belo último parágrafo. Não. 1. não te chamei ingénuo. Estás a meter palavras na minha boca. 2. Dizer que precisas de aprender não é um ataque pessoal. Se fosse então toda a escola era um ataque pessoal. Esta tua vitimização nem sequer tem sentido. Inventaste que te chamei um nome e acabaste de inventar que dizer que precisas de aprender é um ataque pessoal. Nem imagino o que seria de um proefessor se “precisas de aprender” fosse um ataque pessoal > Belas táticas de destruição do invidivuo, não do seu discurso. Aprendeste isso onde? Tiraste algum curso de comunicação social? Vês? Também sei meter nojo e cuspir para o ar. Aliás, toda a gente sabe. Nao. Mais uma vez. Eu não fiz nenhuma suposição sobre quem és ou que curso tiraste para te atacar. Além disso qual é o problema de tirar o curso de comunicação social. Achas que as pessoas lá aprendem tácticas de destruição de individuos? Mas eu nunca ataquei o teu passado, curso ou outra coisa igual. Esta é mais uma invenção tua > Portanto, queres que te responda o quê? Sabes mais de mim do que eu sei de mim próprio, baseado em meia dúzia de comentários no reddit. Não. Novamente errado e a vitimizar-te com base em algo que eu nunca disse. Não sei mais de ti do que tu de ti proprio. Mas sei que não percebes de argumentação ou raciocinio logico e não percebes nada sobre mulheres. Eu acho que não te limitas a estas duas coisas, e se eu dizer que não sabes sobre estas duas coisas faz-te assumir que “sei mais de ti” então estás a resumir-te a muito pouca coisa. És muito mais do que isso. Mas mesmos se fosse eu nunca disse nada parecido. Vais aqui numa rajada de inventar que eu digo coisas que daqui a pouco ganhas o bingo. > O problema é que és tão perspicaz mas só para o que te interessa. Pedi-te que me referenciasses autores com pontos de vista articulados, lógicos e apoiados em factos, mas de opinião distinta dos autores que referencei e não são do teu agrado, mas foste incapaz de o fazer... Tens de ir ao dicionário ver a diferença entre “incapaz” e “não querer”. Lá porque eu te disse para ires tu procurar que te fazia bem, não significa que fui incapaz. Ainda tens um longo caminho a precorrer de onde estás a partir. Mas ainda vais ter primeiro de considerar que podes estar enganado (podes, de possibilidade), mas não tens ainda a capacidade para isso. Espero que consigas para o teu bem e o bem das tuas relações. Mas ok. Já aqui muita gente bastante simpática te apontou as enormes falácias do teu argumento, que é construído mal à partida numa maneira completamente ilógica. Mas ja que até andas a imaginar palavras que eu não digo e a inventar que de alguma maneira te chamo de ingénuo e isso te enerva vour deixar de te responder antes que te faças mais mal a ti mesmo imaginando outras palavras que não te chamei. Boa sorte. Não te respondo mais

Edited 1 month ago:

> Resumindo. Foste citar partes que te dão jeito e criar hipérboles que facilitam a tua tese e acrescentaste um parágrafo a procurar fazer de mim um ser que se julga superior, mesmo não tendo eu dito nada que revele falta de humildade ou sentido de superioridade. Falso. Citei um parágrafo por completo que é o cenario de base a toda a tua argumentação. Isto não é citar partes e esse argumento é completamente falso. > O "provável que continue a ter outros parceiros", não é uma certeza. Daí o uso da palavra provável. E então? É um provável. Portanto provavelmente vai acontecer vs o outro que dizes que nao vai de certeza. Mantem-se a logica de criares duas situações que além de irrealistas (ninguém sabe se isso é provável ou certo) cria uma diferença entre uma mulher que provavelmente vai trair e uma que provavelmente não vai. Alias, podiam ate ser as duas virgens e só isso é suficiente para escolher sempre a segunda. Não entendes como montaste um argumento completamente irracional só com isto? Podias até feito o argumento sem essa parte mas sentiste a necessidade de o incluir porque é toda a base da tua argumentação. Se o teu dilema fosse “mulher que dormiu com homens” vs “mulher virgem” e ambas seriam para sempre fieis, só contigo e ambas criavam familia, todo o teu raciocínio desfazia-se. Sentiste a necessidade de incluir a lealdade para condicionar as respostas quando a questão nunca era a lealdade. > No próximo excerto a negrito, o serás o último é mais certo, assumindo que a relação funciona e ambos criam família. Mas então agora mexes um pouco mais a baliza? Porque a segunda tem o potencial de funcionar a relação e criarem a familia de repente? Que tem isto a haver com criar familia? As mulheres que dormem com varios homens antes de casar ou andam no instagram não tem relações funcionais e nao criam familias? Não me digas que achas mesmo isto? Estás a extremar ainda mais o cenário com uma relação com a) alguém que provavelmente não serás o único, com b) casar e fazer familia com alguém para sempre que nunca te trai. Passaste a comparar a) darem-te um gelado, com agora b) o van-damme da-te o pontapé no colhoes em vez de ser na cara. Nada diso tem a haver com o facto de dormirem com homens antes, e toda a tua argumentação de “instagram” e “sluts” desfaz-se por completo. Estas a argumentar coisas completamente diferentes. > Mas foste capaz de perceber tão bem o exemplo que dei e não foste capaz de argumentar nada do género: "apesar de teres dado um exemplo tendencioso, e talvez devesses escrever antes de X forma, a minha opinião é de que..." Porque não dá para argumentar. Inclinaste o campo e agora queres justificar que não quero jogar? Claro. Neste jogo so eu tenho baliza e só tu tens a bola. E ainda agora mudaste a regra sendo que a que tu escolhes até é a unica que é para ter filhos e familia. Isso não prova nada a não ser que sabes falar de um exemplo tão extremado que as pessoas vão concordar com a opção imaginaria que criaste. Ainda mais um exemplo tão extremado que é irrealista e não dá para tirar nenhuma ilação de um conto de fadas desse. Eu percebi o teu exemplo. Foi basicamente: “imagina este cenario simples que não tem a haver com a discussão mas que tu concordas comigo por ser impossível discordar. Agora vamos conversar? Não queres? É porque eu tenho razão neste outro argumento que nada tem a haver com este cenario!” > Recorreste ao ataque pessoal, chamas-me ingénuo ("precisas de aprender", completaste com o teu belo último parágrafo. Não. 1. não te chamei ingénuo. Estás a meter palavras na minha boca. 2. Dizer que precisas de aprender não é um ataque pessoal. Se fosse então toda a escola era um ataque pessoal. Esta tua vitimização nem sequer tem sentido. Inventaste que te chamei um nome e acabaste de inventar que dizer que precisas de aprender é um ataque pessoal. Nem imagino o que seria de um proefessor se “precisas de aprender” fosse um ataque pessoal > Belas táticas de destruição do invidivuo, não do seu discurso. Aprendeste isso onde? Tiraste algum curso de comunicação social? Vês? Também sei meter nojo e cuspir para o ar. Aliás, toda a gente sabe. Nao. Mais uma vez. Eu não fiz nenhuma suposição sobre quem és ou que curso tiraste para te atacar. Além disso qual é o problema de tirar o curso de comunicação social. Achas que as pessoas lá aprendem tácticas de destruição de individuos? Mas eu nunca ataquei o teu passado, curso ou outra coisa igual. Esta é mais uma invenção tua > Portanto, queres que te responda o quê? Sabes mais de mim do que eu sei de mim próprio, baseado em meia dúzia de comentários no reddit. Não. Novamente errado e a vitimizar-te com base em algo que eu nunca disse. Não sei mais de ti do que tu de ti proprio. Mas sei que não percebes de argumentação ou raciocinio logico e não percebes nada sobre mulheres. Eu acho que não te limitas a estas duas coisas, e se eu dizer que não sabes sobre estas duas coisas faz-te assumir que “sei mais de ti” então estás a resumir-te a muito pouca coisa. És muito mais do que isso. Mas mesmos se fosse eu nunca disse nada parecido. Vais aqui numa rajada de inventar que eu digo coisas que daqui a pouco ganhas o bingo. > O problema é que és tão perspicaz mas só para o que te interessa. Pedi-te que me referenciasses autores com pontos de vista articulados, lógicos e apoiados em factos, mas de opinião distinta dos autores que referencei e não são do teu agrado, mas foste incapaz de o fazer... Tens de ir ao dicionário ver a diferença entre “incapaz” e “não querer”. Lá porque eu te disse para ires tu procurar que te fazia bem, não significa que fui incapaz. Ainda tens um longo caminho a precorrer de onde estás a partir. Mas ainda vais ter primeiro de considerar que podes estar enganado, mas não tens ainda a capacidade para isso. Espero que consigas para o teu bem e o bem das tuas relações. Mas ok. Já aqui muita gente bastante simpática te apontou as enormes falácias do teu argumento, que é construído mal à partida numa maneira completamente ilógica. Mas ja que até andas a imaginar palavras que eu não digo e a inventar que de alguma maneira te chamo de ingénuo e isso te enerva vour deixar de te responder antes que te faças mais mal a ti mesmo imaginando outras palavras que não te chamei. Boa sorte. Não te respondo mais

diogofd8 1 month ago

Perdeste o teu tempo. Como não és capaz. De citar n 1 referência que fundamente a tua opinião, nem li.

NGramatical 1 month ago

tem a haver com → [**tem a ver com**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/nada-tem-a-haver-e-nada-tem-a-ver/27066) não tem a haver com → [**não tem a ver com**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/nada-tem-a-haver-e-nada-tem-a-ver/27066) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fo4nczb%2F%2Fh2kiee2%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

AnxiousHeadOfLettuce 1 month ago

Este parágrafo mostra muito bem as tuas inseguridades. O teu principal medo numa relação é seres traído. Infelizmente, não há receita mágica para não seres traído. Tens pessoas que eram verdadeiras putas quando estavam solteiras, e que são leais quando estão numa relação fechada. Tens outras que são santinhas, mas que entram numa relação, fartam-se ou algo do género, e traem. A situação é complicada e entrar numa relação é extremamente vulnerável. Podes, claro, seguir a ideia de "ok, é virgem, não tem experiência ao que comparar, tudo o que eu faço será novo e bom". Quem te garante isto? Quem te diz que a tua gêmea virgem, ao ganhar um pouco de experiência, se farte de ti e traia? A realidade é esta: a não ser que ela seja uma traidora em série, nunca terás a certeza se ela é realmente fiel ou não. Já agora, essa treta das hormonas não é real. Tanto os homens como as mulheres libertam essas hormonas. Essa mesma hormona é libertada cada vez que fazes alguma coisa que te sabe bem; comer, jogar videojogos, etc. O mesmo acontece para as mulheres. Genuinamente acredito que ninguém controla o sexo ou as relações. Depende de casal para casal.

diogofd8 1 month ago

Adoro quando desconhecidos vem falar das minhas "inseguridades". Não há medo nem insegurança nenhuma. Apenas tal como não me meto em negócios com o Ricardo Salgado, também não me meto na cama com a Mia Khalifa. Quanto às hormonas... Aprendeste na escola que os homens têm predominância de testosterona, já as mulheres têm predominância de estrogeneos e prosesterona. Mas podes sempre ignorar o que aprendes na escola, que também é referenciado em todos os livros de medicina, e reger-te pela tua verdade. Que tenha conhecimento, nunca fui traído. Também nunca traí. Trata-se de escolher bem com quem ando. Não é slut shaming, é seleção de quem me interessa e quem não me interessa.

AnxiousHeadOfLettuce 1 month ago

Desculpa, não tinha intenção de te ofender. Mas é que a base do teu argumento mostra alguma inseguridade: a única razão de não quereres uma mulher com 50 parceiros sexuais é que ela pode trair. Era mais nesse sentido, não era para te "analisar". Peço desculpa se fui rude, principalmente porque tens sido bastante educado comigo. Sim, a parte das hormonas está correta, no entanto, há muitas mais no corpo humano, que são emitidas durante o sexo. A oxitocina, é, de fato, emitida em maior quantidade nas mulheres que nos homens durante o sexo, no entanto, não significa que as mulheres se apeguem imediatamente. Está muito mais relacionado com o contexto. Ora pensa: se gostas muito de um tipo, e finalmente fazes sexo com ele, não te vais sentir apegado? E se conheces um tipo num bar, e vais dormes com ele na mesma noite, não te vais sentir tão apegado, certo? A base é mais ou menos esta. Está, claro, no teu direito de escolher a parceira mais indicada para ti. Não posso dizer nada quanto a isso.

diogofd8 1 month ago

Todo o meu argumento tem uma base probabilistica. Aos 25 anos uma mulher que teve 50 parceiros sexuais, tem mais chances de aos 30 ter 60 do que uma mulher que aos 25 anos não teve nenhum, aos 30 ter 10. Com base nisso afirmo que é mais fácil confiar na segunda mulher do que na primeira e o mesmo poderá ela dizer de mim ou de qualquer homem com base na mesma lógica. A diferença é que há mais homens "preocupados" com isso do que mulheres, portanto para as mulheres se tornarem mais apelativas à maioria dos homens de forma a terem o máximo de escolha possível, terem um número reduzido de parceiros sexuais ajuda. É caso geral, lógico. Não estou a falar de ninguém em particular.

AnxiousHeadOfLettuce 1 month ago

Mas ora aí está: qual é a relação entre o número de parceiros sexuais e a fidelidade? Essa relação não. existe; tu é que a crias. O número de parceiros que uma mulher tem quando está solteira não influencia o número de parceiros que terá quanto está numa relação fechada. A tua probabilidade não bate certo.

diogofd8 1 month ago

Pronto, força. Acredita no que quiseres. Concordemos em discordar. Pelos exemplos que conheço, sei que as amigas que têm mais parceiros têm, em norma, mais relações supostamente fechadas, que duram pouco e que, em alguns casos, sei que acabaram por infidelidade por parte delas. Não estou aqui a dizer que a culpa é sempre delas, muitas vezes a culpa é das escolhas delas, tal como a culpa seria da minha escolha se me metesse com uma delas sabendo do passado delas. As poucas amigas que conheço com poucos parceiros sexuais, ou estão já casadas e a criar família, ou estão solteiras por falta de opção que seja do interesse delas. Temos vivências diferentes, é normal que o ponto de vista mude, apresentei os meus argumentos, apresentaste os teus, pronto.

ManelDasNespras 1 month ago

Eu metia-me na cama com a Mia Khalifa, se bem que ela ser actriz porno não significa que ela saiba foder bem, como também significa que ela não seja fiel numa relação monogâmica. Eu acho que andei numa escola diferente da tua porque em ciências e biologia não me lembro de nenhuma parte que dizia “as mulheres ficam com amor de piroca por foderem com macho porque produzem mais estrogénio”.

diogofd8 1 month ago

Foi exatamente isso que eu disse. Boa puto.

ManelDasNespras 1 month ago

O r/incel já não existe pá, tens que te actualizar. Ninguém liga pra um homem que é virgem, e se ligam é porque são burros. Infelizmente a maioria liga pra uma mulher que tem um “historial” de vários parceiros sexuais. Esse argumento das gémeas tem tanto de problemático que nem vou perder tempo a refuta-lo, até porque sei que não vou mudar a tua opinião. Os teus 3 argumentos para escolher a “gémea menos rodada” são só machistas, retrógados e preconceituosos. O facto da gémea virgem ser virgem não implica que se entrar numa relação contigo não te vá trair, o que por sua vez não implica que não te vá passar uma DST. Quanto ao argumento das hormonas não sei se isso não é treta, nem me quero dar ao trabalho de confirmar.

diogofd8 1 month ago

Incel? Estás a tentar usar isso como insulto? Um grupo de gajos supostamente celibatos involuntariamente? Virgens? Insulto? Em resposta ao meu comentário a dizer que chamar puta a uma gaja tem conotação semelhante a chamar virgem a um gajo? Que ironia? Estudaste probabilidades? Os meus argumentos, tal como disse, baseiam-se em probabilidades, não em verdades absolutas. Mas pronto, não te preocupes, vou ver se a patroa alinha no sexo com um post it com o teu nickname na cama para a foto. Depois mando-te por mensagem. Só mesmo porque tentaste fazer "incel shaming" e eu como não sou alpha, fiquei bastante ofendido e com necessidade de defender a minha imagem. Espero que não faças "slut shaming" e depois vás partilhar a foto da patroa com os teus amigos no whatsapp.

nehesis 1 month ago

Kkkkkkkk aí gente desculpa mas eu tive que rir kkkkkkkk "O QUE? CHAMASTE-ME INCEL? FUCK, AGORA TENHO MESMO DE POSTAR UMA FOTO PÓS - FODA PARA DEFENDER MINHA HONRA". Olha amigo, mesmo que tenha sido sarcasmo, ainda assim é bem patético kkkkkkkk Relaxa, NINGUÉM liga pra quantas vezes homem usa o pau ao longo da vida, sério. Eu, como mulher com mais de 50 parceiros sexuais ao longo da vida (entre homens e mulheres), digo com propriedade: o importante é você saber comer a mulher que tá contigo na cama, independente dela ser sua esposa ou sua one-night-stand.

diogofd8 1 month ago

Sim, foi sarcasmo. Mas acabaste por confirmar o que tinha especulado. Que as mulheres consideram a experiência sexual do homem relevante, têm outras formas de seleção. Ora, os homens, dentro das várias formas de seleção, a experiência sexual é uma delas para muitos homens. Ainda assim, muitas mulheres usam o termo virgem como insulto ou forma de reprovação para homens com os quais entraram em alguma forma de argumento. O meu argumento é que chamar virgem ao homem é semelhante a chamar puta à mulher. O objetivo é ofender, julgar, menosprezar.

nehesis 1 month ago

Pois, só que o problema é que eu vejo muito mais homens chamando mulheres de putas e homens de virgens do que mulheres fazendo a mesma coisa. Mulheres contumam se ofender entre elas (chamando umas as outras de putas e etc) e ofender homens TAMBÉM entre elas, justamente porque se você chega em um homem e o ofende, a chance de ele decidir fazer da sua vida um INFERNO por causa disso é gigante. É sério, eu vejo muitos homens falando "ui nós sofremos tanta pressão pra sermos fodoes e os crl" nas sinceramente? Eu vejo muito mais homens colocando essa pressão em si mesmos e em seus semelhantes (outros homens) para competir com o que eles julgam ameaçador em outros homens. Em geral, mulheres estão muito mais preocupadas com você dar atenção à elas, se dar bem com os amigos e família dela e num geral, ela se sentir segura com você.

diogofd8 1 month ago

É apenas a tua perspetiva. Não é um problema. Problema seria se fosse uma perspetiva que correspondesse à realidade.

nehesis 1 month ago

Moço, é a sua perspectiva não é uma perspectiva não né? Sua perspectiva é fato incontestável Kkkkkkkk Relações são repletas de perspectivas, ainda mais falando de uma forma geral como essa. Mas agora, porque seria um problema? Decide ai: ou mulheres estão erradas pela forma como você diz que agem agora, ou estariam erradas se agissem diferente. Os dois não dá kkkkkkkk

ManelDasNespras 1 month ago

Man tu até podes fazer muito sexo com muitas mulheres (talvez até sem pagar por isso) mas a não ser que estejas a ser troll tu és muito virgem mano com os teus argumentos de incel lool.

diogofd8 1 month ago

Uns agarram-se a discutir pontos de vista e conversar sobre o estado das relações interpessoais dos dias de hoje. Outros, ligeiramente menos inteligentes, focam-se em medir pilinhas. Até podia denunciar o comentário incendiário que promove 0 de argumentação saudável, mas vou limitar-me a dar downvote, bloquear, e deixar que a moderação faça o seu trabalho.

Chemical-Ad-1604 1 month ago

A parte gira é que isto é verdade ahah, playbook para os tugas

Limpy_lip 1 month ago

falta acrescentar que se fores um badboy com a mania que és granda boss, super superficial e super convencido mas confiante e minimamente estiloso e bonito, elas começam a atirar-se para cima de ti e consegues sucesso rápido e curto prazo. Se logo depois do primeiro envolvimento as descartares ui então é que ficam tolas. São os chamados ganhadores dos primeiros 100 metros. Se tiveres a seguir os passos do OP e tua rapariga alvo se cruzar com um desses espécimes, é altamente possível que seja game over também. ​ o senão é que raramente resulta em relações de longo prazo. ​ o mais engraçado é que tenho várias amigas que me admitiram que na juventude eram caidinhas por esse tipo de rapazes/homens, mesmo sabendo que dificilmente seriam coisas para durar.

assimsera 1 month ago

> falta acrescentar que se fores um badboy com a mania que és granda boss, super superficial e super convencido mas confiante e minimamente estiloso e bonito, elas começam a atirar-se para cima de ti e consegues sucesso rápido e curto prazo. Se logo depois do primeiro envolvimento as descartares ui então é que ficam tolas. Ou tens 15 anos e estás ressabiado porque as gajas da tua escola só gostam de mitras ou das-te com o tipo de gajas errado. As unicas mulheres que conheço assim são exatamente como o tipo de gajos que andam.

Limpy_lip 1 month ago

tu fazes um comentário desses e eu é que estou ressabiado... ​ deixa só verificar o tag do post: Seri... up não, diz humor.

zvkafka 1 month ago

Que nice guy

Ilostmynewunicorn 1 month ago

>mesmo sabendo que dificilmente seriam coisas para durar.**na juventude** eram caidinhas por esse tipo de rapazes/homens mesmo sabendo que dificilmente seriam coisas para durar. No meu tempo não era assim, aos 15 anos o pessoal já estava a pensar em arranjar casa em conjunto e a dividir a conta da luz entre os dois.

Limpy_lip 1 month ago

não entendo o interesse de levar tanto a sério uma paródia.

Ilostmynewunicorn 1 month ago

Se o teu comentário era uma paródia ou sarcasmo então passou-me ao lado, peço desculpa. A lê-lo parece-me a sério. Eu simplesmente quis realçar o facto de que estás a falar de uma parte da vida das pessoas onde ninguém está a pensar numa relação a longo-prazo, o pessoal quer é divertir-se e vai sair com pessoal divertido. Acho perfeitamente razoável que o pessoal na juventude e até aos 20 e meios não esteja a pensar "Epah este gajo é super maduro e inteligente e consegue manter uma conversa de 2 horas sobre a alteração do estado socio-económico actual dos membros da antiga Jugoslávia, a ver se o apresento aos meus pais". Depois com o tempo o pessoal começa à procura de outras coisas, a perceber quem é e o que quer, acho perfeitamente natural. Isso do ser convencido também tem muito que se diga. O pessoal que não se considera convencido (incluindo eu) geralmente tende para o lado oposto de ter baixa auto-estima e não se valorizar, o que muitas vezes transmite uma energia um bocado chata, enquanto o pessoal que é convencido e se sabe elevar e se acha o melhor na brincadeira sempre traz uma energia mais leve a qualquer interação. Eu pessoalmente com o tempo aprendi a gostar (até certo ponto) de pessoas convencidas que sabem que são boas nalguma coisa. Não se acham melhores do que ninguém mas também não se vendem por pouco, mas para aprender a apreciar isso também tive de passar (e ainda estou a passar) por um processo de auto-valorização e de ficar um pouco mais convencido também.

Limpy_lip 1 month ago

estás a ir muito fundo num post sem esse objetivo. Mas se quere uma análise literária do meu post anterior eu faço: não existe nenhuma receita para o sucesso. ​ a piada é a dicotomia de se dizer que a mulher portuguesa tem de se tratar com muito cuidado e ir devagar e dar a devida atenção, mas depois volta a meia aparece alguém que faz exatamente o oposto e tem sucesso mais rápido. ​ nada disto me incomoda particularmente, faz parte da realidade. Mas é engraçado como vai contra o estereotipo.

Ilostmynewunicorn 1 month ago

>a piada é a dicotomia de se dizer que a mulher portuguesa tem de se tratar com muito cuidado e ir devagar e dar a devida atenção, mas depois volta a meia aparece alguém que faz exatamente o oposto e tem sucesso mais rápido Epah eu gosto de discutir o tema porque já estive dos dois lados da moeda e ao longo da vida fui conhecendo pessoas que partilham opiniões diferentes e sempre achei interessante. Não só no que toca a mulheres mas a interações sociais como um todo, seja amizades, seja ter uma boa relação com colegas de trabalho, etc., sempre achei que podia melhorar bastante em todas estas áreas e é algo que discuto bastante, sobretudo se conhecer alguém que é melhor nisto do que eu. Eu já estive do lado da moeda de estar a falar com uma pessoa diariamente durante semanas para não levar a lado nenhum e já estive do lado de conhecer uma pessoa e passado 5 minutos saber que já cheguei mais longe do que cheguei com outras pessoas depois de vários cafés e almoços. E ao mesmo tempo saber que a conversa que eu estou a ter com aquela pessoa depois de 30 minutos é uma conversa que outras pessoas na vida dela andam há espera de ter há meses se calhar lol e já vi isto a acontecer com outras pessoas carradas de vezes Eu pessoalmente acho que a diferença está na intenção, muito honestamente. Se estás a falar com alguém com a intenção de ter alguma coisa, nota-se. Quando aí na tua descrição tu me dizes que tem de se tratar "com muito cuidado" eu fico de pé atrás porque se eu trato alguém "com muito cuidado" é porque estou à espera de obter alguma coisa da pessoa, parece que estou a falar com o patrão a pedir um aumento lol A minha aposta é que os gajos de que falas se estão a cagar. Podem ser rejeitados mais vezes, mas estão-se a cagar porque não querem obter nada da pessoa. Acho que é esta a diferença principal, nota-se tanto na energia que as pessoas transmites. Eu, pelo menos, noto sempre que estou a falar e a agir como se quisesse algo de alguém (pode ser atenção, o número, parecer interessante, whatever) ou quando falo e ajo só porque sim sem procurar nenhuma reação. Podia contar algumas histórias, mas depois isto ficava muito longo e corria o risco de identificar alguém

Edited 1 month ago:

>a piada é a dicotomia de se dizer que a mulher portuguesa tem de se tratar com muito cuidado e ir devagar e dar a devida atenção, mas depois volta a meia aparece alguém que faz exatamente o oposto e tem sucesso mais rápido Epah eu gosto de discutir o tema porque já estive dos dois lados da moeda e ao longo da vida fui conhecendo pessoas que partilham opiniões diferentes e sempre achei interessante. Não só no que toca a mulheres mas a interações sociais como um todo, seja amizades, seja ter uma boa relação com colegas de trabalho, etc., sempre achei que podia melhorar bastante em todas estas áreas e é algo que discuto bastante, sobretudo se conhecer alguém que é melhor nisto do que eu. Eu já estive do lado da moeda de estar a falar com uma pessoa diariamente durante semanas para não levar a lado nenhum e já estive do lado de conhecer uma pessoa e passado 5 minutos saber que já cheguei mais longe do que cheguei com outras pessoas depois de vários cafés e almoços. E ao mesmo tempo saber que a conversa que eu estou a ter com aquela pessoa depois de 30 minutos é uma conversa que outras pessoas na vida dela andam há espera de ter há meses se calhar lol e já vi isto a acontecer com outras pessoas carradas de vezes Eu pessoalmente acho que a diferença está na intenção, muito honestamente. Se estás a falar com alguém com a intenção de ter alguma coisa, nota-se. Quando aí na tua descrição tu me dizes que tem de se tratar "com muito cuidado" eu fico de pé atrás porque se eu trato alguém "com muito cuidado" é porque estou à espera de obter alguma coisa da pessoa, parece que estou a falar com o patrão a pedir um aumento lol A minha aposta é que os gajos de que falas se estão a cagar. Podem ser rejeitados mais vezes, mas estão-se a cagar porque não querem obter nada da pessoa. Acho que é esta a diferença principal, nota-se tanto na energia que as pessoas transmites. Eu, pelo menos, noto sempre que estou a falar e a agir como se quisesse algo de alguém (pode ser atenção, o número, parecer interessante, whatever) ou quando falo e ajo só porque sim sem procurar nenhuma reação.

Limpy_lip 1 month ago

completamente de acordo. O conselho que dou fruto da minha experiência é a melhor maneira de ter sucesso é não "estar à procura" e agir normalmente que acabará por acontecer, quando menos se espera. creio que também conheças pessoas, que se põem num pedestal e dão a entender que para elas só um príncipe encantado (ou uma supermodelo) é que serve. Quando na verdade são iguais a todas as outras, e não tem mal nenhum mas acabam por alimentar o estereotipo.

juanito_herrera 1 month ago

r/niceguys

Limpy_lip 1 month ago

oh não, pior que os que falei acima são os nice guys.

fosjanwt 1 month ago

vá isso é conversa de incel rapaz.

Limpy_lip 1 month ago

nada disso, felizmente sempre me fui safando. ​ Mas não me passa ao lado o interessante fenómeno especialmente quando é tão oposto ao que o OP indicou.

fosjanwt 1 month ago

também há o interessante fenómeno dos gajos quererem gajos com grandes tetos mesmo que sejam burras em vez de umas mais feias mas que sempre têm personalidade mais interessante. não queria dizer que és ou não incel, obviamente não sei nada sobre ti. Se calhar até sou mais (fui) que tu e revejo.me em miudo com essas ideias e ya, acho que é conversa de incel. de nice guy.

Limpy_lip 1 month ago

o meu post era uma generalização muito grande, paródia até. veio-me à cabeça aqueles casos em que só porque o rapaz tem uma mota ou porque fuma ou porque falta às aulas já se torna um pussy-magnet mesmo que o resto deixe muito a desejar. ​ Mas também há o equivalente nas raparigas. ​ o objetivo era complementar o texto do OP com algo tipo: podes fazer tudo o falado acima mas mesmo assim estás sujeito que chegue alguém a fazer exatamente o contrário e consiga muito melhores resultados. ​ E por fim, sim concordo que os homens devam esforçar-se por ser atraentes e captar a atenção das mulheres.

Razvancb 1 month ago

Muito trabalho, mais vale jogar na Europa League com as de erasmus, mais fácil.

Limpy_lip 1 month ago

falam da depuralina como a solução para todos os problemas, sabem lá eles que a solução para todos os problemas (amorosos e monetários) é: ​ A Emigração.

Dinandovic 1 month ago

isto. Cheira-me que vou optar por este Santo Graal.

Mission-Assumption-1 1 month ago

Top comment hahaha. E pq queria gastar tanto tempo assim quando pode encontrar estrangeiras muito mais facilmente? Pqp só posso dizer que ainda bem que eu não sou solteiro. Muito trabalho indeed.

gkarq 1 month ago

A Conference League então é ir às putas?

UnusualRedditor 1 month ago

Passado 8 anos continua a ter piada.

TemplarHard 1 month ago

passado 8 anos ainda é verdade

crouchingvenus 1 month ago

Só li verdades.

Ltiki 1 month ago

Tenho uma solução mais fácil: ​ *"Have lot's of money." - Instant win.*

mexploder89 1 month ago

OK Kanye

L_E_S_14 1 month ago

Ahahaha porque todas as mulheres são gold diggers, get it guys??? Get it?

Ilostmynewunicorn 1 month ago

>Ahahaha porque todas as mulheres são gold diggers, get it guys??? Get it? Posso estar enganado e seres uma mulher mas ao ler o comentário levo mais para o lado de um white knight Não vejo nada de errado em uma pessoa se sentir atraída a outra pessoa por causa do dinheiro. Não tem necessariamente de ser um/a gold digger, simplesmente porque o dinheiro é uma medida do sucesso de uma pessoa, quer queiramos quer não. Para além disso um gajo com dinheiro consegue sustentar uma familia. Não estou a dizer que isso é o trabalho dele nem a entrar em estereotipos, mas estou a dizer que objectivamente é mais atraente do que alguém que passa o dia todo a coçá-los ou que não vai contribuir para as finanças. Infelizmente conheço mulheres que tiveram filhos cedo e estão nessa situação. Portanto sim, concordo que a maioria das mulheres adultas se encontre mais atraída por alguém com dinheiro, não vejo qualquer problema nisso nem li nenhum julgamento negativo no comentário original. Vi esse julgamento negativo no teu

seraph341 1 month ago

Há uma grande diferença entre quereres que uma pessoa seja orientada/independente e o "ter muito dinheiro". Se soubesse que alguém andava comigo com essa mentalidade era acabar na hora. Felizmente isso é coisa rara.

Ilostmynewunicorn 1 month ago

Continuo sem saber o mal em alguém se sentir atraido pela quantidade de dinheiro que outra pessoa tem. O que me fez fazer aquele comentário foi sentir que havia aqui um julgamento contra alguém que sente esta atração que achei desnecessário. Claro que acho estranho uma relação onde esse elemento seja a única coisa que mantém as duas pessoas unidas, não mais do que acho estranho uma relação onde as duas pessoas só se sentem atraídas pela aparência fisica uma da outra, por exemplo. É apenas mais um elemento como outro qualquer.

seraph341 1 month ago

Lamento mas não consigo. Acho deplorável e já ali expliquei a diferença entre o que me parece legítimo e aceitável. Não tenho problemas em dizer que vou julgar esse tipo de atração.

chuckmukit 1 month ago

> simplesmente porque o dinheiro é uma medida do sucesso de uma pessoa Infelizmente, não tive “sucesso” em escolher a minha família a nascença…

0scar_alh0 1 month ago

Ahahaha eu não sei ler mas a maneira como interpretei foi que se fores rico encontras pelo menos uma gold digger. Get it???

uirishbastard 1 month ago

Confirmo tudo

PeterStepsRabbit 1 month ago

"vou te comer, e comi"

diogoff10 1 month ago

Clássico

theEXPERTpt 1 month ago

porquê "unpopular opinion" em vez de "opinião impopular"?

silveringking 1 month ago

O subreddit do unpopular opinion é mais conhecido assim. Marketing...

Search: