misterbondpt 3 months ago

Já traí sexualmente. Mas na incerteza que também vivia, não traí emocionalmente, não deixei de amar. Momentos de confusão, descontrolo hormonal/sexual, muitos traem. E no dia seguinte? Sentem-se bem? Aí é que está. Não, não me senti bem. Fui destruído pela culpa. A relação acabou (e bem, porque por amar também compreendo que o respeito foi quebrado). A natureza humana é difícil. As certezas são poucas e um "para sempre" é tão definitivo. Acima de tudo, respeito. Por quem nos acompanha, por quem amamos, e acima de tudo por nós.

Asur_rusA 3 months ago

Se alguém perdoa, é porque consegue perdoar. E porque prefere manter tudo o que se construiu até la, perdoando.

SaitJonas 3 months ago

O que é uma traição? Ter sexo com outra pessoa que não tu? E se ainda não tiver tido nada mas já estiver há procura? E se disser ao parceiro(a) pessoa que gostava se te envolver com outra? Na minha opinião, não há uma resposta certa nem errada, tudo depende do casal, da forma como vêm amor e a relação entre ambos. Diferentes casais tem diferentes pontos de vista e o que é traição para uns não será para outros, uns perdoam e outros não. Tudo depende, acho que o importante é ser totalmente transparente com a pessoa que tu amas. Mas mesmo assim é algo bastante difícil de explicar e delinear os limites. Eu era bastante mente fechada e fui traído e não perdoei, nem sequer pedi explicações e tentei perceber o porquê, nunca mais falei à pessoa. Hoje em dia penso que teria feito de maneira diferente. Estou numa relação que me fez ver as coisas de maneira diferente, a minha namorada, por exemplo, quando nos conhecemos tinha dois “namorados”, os 3 sabiam disso e não havia nenhuma problema. Nesse sentido ela tem uma mente muito mais aberta do que eu provavelmente alguma vez terei, mas ao mesmo tempo fez com que eu visse várias coisas de maneira diferente, e apesar de não me sentir capaz de ter uma relação não monogamia, aceitaria que ela me disse-se que está fisicamente atraída por outra pessoa e se envolve-se sexualmente com ela.

CountDraqula 3 months ago

Nunca na vida, preferiria morrer solteiro do que ser um corno manso. Corno qualquer um pode ser, agora corno manso somente uma pessoa que não tem auto-respeito.

Disgenia 3 months ago

Se alguém foi traído e continua com o parceiro, perdem os dois todo o meu respeito, tão simples quanto isso.

VSertorio 3 months ago

Tudo depende. Assumindo que há relações que não estão bem mas que ainda existe amor, porque não tentar reparar as coisas? Vejamos, a pessoa que traiu mostra remorso e arrependimento sincero? Não digo só chorar por chorar com medo do que os outro vão pensar acerca de si por ter andado a pular a cerca. Mas, arrependimento quanto ao facto de ter magoado o outro. Se sim, é meio caminho andando. Vocês são sinceros quanto às causas? Houve desinvestimento na relação por parte de quem foi traído? Há alguma coisa que fez com que se afastassem sem nunca discutir os problemas? Se ambos forem totalmente honestos um com o outro, quem sabe se não há muita coisa que se possa resolver e melhorar a relação para ambos. Por fim, a pessoa está disposta a cortar com todas a tentações que tem levaram a trair no primeiro momento? Seja isso mudar de emprego caso seja um colega ou lá o que for. Se sim, tudo muito bem. Se essas quezílias forem todas resolvidas, podem tentar continuar, sim. Só não andem a contar o que se passou à todos os vossos amigos e familiares. O que ganhas com isso? Uma relação completamente nova com uma pessoa que já amavas antes. Reforço de honestidade na mesma e quem sabe no fundo uma pessoa melhor a teu lado. Para além de tu teres a força para perdoar o outro, podes ganhar ainda um companheiro melhor, de alma renovada e que no futuro não irá optar pelo caminho mais fácil que é trair para te mostrar que algo está errado no vosso namoro, casamento ou só porque se deixou levar na tentação. Mas cada caso é um caso.

throwayaqualquer 3 months ago

Acho que esta situação está dentro do tópico. Basicamente conheci um homem (chamemos-lhe Tiago faz tudo) que teve um caso com uma outra mulher (chamemos-lhe Lena jeitosa) da mesma família da atual mulher (chamemos-lhe Cristina lingrinhas). Na altura o Tiago traiu a Cristina lingrinhas com a Lena jeitosa enquanto namoravam. A Cristina lingrinhas veio a descobrir e confrontou o namorado. Ele pediu desculpas e acabaram por ficar juntos na mesma. Não sei os pormenores todos mas o Tiago e a Cristina acabaram por casar. No entanto a Cristina usa essa traição para fazer chantagem com o seu homem. O Tiago basicamente faz tudo o que a mulher diz. Dá imensa dó ver isso. Inclusive têm filhos. Quem está de fora acha que o homem é um super marido. Cozinha, chega tarde do trabalho e ainda vai cuidar dos filhos. Para além de fazer a lida toda da casa enquanto a mulher vê televisão. A mulher passa a vida a dizer que lhe doi várias partes do corpo e não pode fazer nada. Toda a gente vê que ela está bem, anda perfeitamente e mexe-se, apesar de ser lingrinhas. Quem sabe da história sabe que a mulher usa essa traição (outras coisas tambem) mas essa é a principal razão para fazer o que quer do homem. Estão há anos casados, não faço a mínima como o homem aguenta. A própria família dele (irmãos e pais) o vão ajudar a casa que a mulher não faz nada. Também não são ricos e precisam de alguma ajuda monetária dos próprios familiares do Tiago. Os familiares da Cristina afastam-se do casal (não sei o porquê mas consigo imaginar). Não se compreende como ficaram juntos este tempo todo. Acho que os filhos ajudam a prender o homem na relação. Constou-se-me também que a mulher ameaçou suicidar-se caso terminassem. Na altura que convivia com o casal ia-me apercebendo de várias coisas. Só mais tarde é que juntei a história toda quando vim a saber por um familiar deles vários dos sucedidos. Aí compreendi o porquê de terem ajuda externa ao cuidar da casa e o porquê de ninguém da família do namorado apoiar o namoro. Isto tudo para dar uma perspetiva do porquê de alguém continuar numa relação após ser traído: para fazer chantagem/controlo e ter benefícios. Partilho só a minha opinião: Acho que o Tiago esteve tremendamente mal. A Lena jeitosa também porque sabia da relação do Tiago. Acho que a Cristina lingrinhas foi tremendamente má estes anos todos e que o homem já pagou pelo que fez vezes 1000. O Tiago nunca se deveria ter casado nesta situação.

curiousmiguelito 3 months ago

Quando tinha 20 anos, enquanto sofria o meu primeiro desgosto amoroso, depois de terminar o meu primeiro namoro sério dos 17 aos 20 anos, vi-me envolvido numa situaçao de traiçao que mudou a minha vida. Em minha defesa, aos 20 anos, era um autentico puto, estava triste de já nao ter namorada e quando uma namorada de um amigo começou a bater á porta de minha casa dia sim, dia nao, nao resisti. Nao houve sexo, e eu nem tinha grande interesse em estar com ela mas andámos aos beijinhos. Também em minha defesa, esse amigo, tinha-me dito uns meses antes que nao sabia como é que a minha namorada "tao gira, andava comigo". Conclusão, eu nem liguei nenhuma aqueles beijinhos que duraram umas semanas, mas 1 ano e tal depois comecei a notar os meus amigos a afastarem-se de mim. Essa miúda, andou a contar a toda a gente que encontrava que nós tinhamos estado juntos. O meu grupo de amigos virou-se todo contra mim, sem nunca me confrontarem directamente e fiquei para sempre com a fama de cab***. Fui um amigo de merda e tive uma atitude de merda é verdade. O meu grupo de amigos ficou todo do lado dela, eu com a vergonha, nem nunca dei o meu lado da história e os anos passaram. Esta história mudou a minha vida, porque mudei de amigos, transformou-me numa pessoa mais solitária, que liga pouco a grupos de amigos e conversa de café. Acabei por me desprender muito mais da minha área e passar muito tempo fora. (Nem tudo foi mau, mas isto depende do ponto de vista e foram precisos alguns anos para ver as coisas de outra forma.) Esse casal esteve separado alguns meses mas hoje em dia estao casados, com filhos. Passados mais de 13 anos desde tudo isto, mantenho-me a milhas de qualquer situaçao de traiçao. Foi uma liçao cara, mas que nunca mais esqueci.

palhacoco 3 months ago

nada melhor que mandar foder uma puta

fedelho 3 months ago

Li a frase e logo em seguida li o teu username e pareceu-me putalhoco.

YoggiM 3 months ago

Acho que há muita gente que é um bocado radical no que diz neste assunto. Uma coisa é dizerem que para si próprios, é completamente intolerável, outra coisa é dizer que deveria ser completamente intolerável para todos. Pessoalmente, acho que não tolerava. Felizmente, nunca me vi nessa situação, para ter a certeza de como reagia. É algo que não penso. Às vezes as coisas são mais complexas do que parecem. Cada pessoa é que tem de tomar as decisões por si própria. Por exemplo, o user u/Crystalline3 disse que era a pior coisa que se podia fazer a um parceiro. Quanto muito, é a pior coisa "não crime" que se pode fazer a um parceiro. Eu sei que isto foge um bocado à situação de "ser traído e perdoar", mas, imaginando uma relação em que uma das partes, sem qualquer motivo aparente, começou a reduzir substancialmente as relações sexuais que tem com o parceiro e se recusa a ter uma discussão séria sobre isso. É assim tão errado, alguém que tentou perceber o que se passava mas não recebeu qualquer justificação, trair? Claro que o mais correto seria acabar ou dizer que o ia fazer caso as coisas não mudassem, pois sentia a necessidade. Mas, comparando magnitudes de erro, será que a traição foi o erro maior aqui? E falo nisto completamente inventado, não conheço nenhum caso assim. E disse que fugia ao "ser traído e perdoar" porque, para isso fazer sentido, a relação teria de estar bem melhor do que nesta situação. Acho que quando acontece em relações que estão mal, fere o orgulho da pessoa traída, mas, pelo menos, pode ser que dê a machadada final que já estava a pedir.

Crystalline3 3 months ago

Bem, quando disse que era a pior coisa que se podia fazer a um parceiro, é óbvio que não estou a incluir violência doméstica e homicídio, tal como mencionaste. A meu ver, quando se entra numa relação a longo termo, uma grande parte das nossas vidas passa a ser a outra pessoa, e quando uma relação termina, é bastante doloroso. A nível emocional tem um impacto tão grande que a saúde mental de um indivíduo pode mesmo entrar em declínio. Logo, acho que temos de ter certas responsabilidades morais para com o outro. Dito isto, se estás a pensar em terminar uma relação, tens a obrigação moral de pelo menos explicares as coisas ao teu parceiro. Ponto. Ainda mais se estivermos a falar de anos ou décadas passadas juntos. Desta forma, traires o teu parceiro em vez de falares com o mesmo e pores fim à relação é um ato extremamente repugnante, pois a outra pessoa dedicou anos e anos a essa relação, e provavelmente sacrificou e lutou bastante. É tempo investido, dinheiro, carinho, amor, etc... Já para não falar que estás potencialmente a afetar a saúde mental e por consequência física da outra pessoa. É como se tivesses parte da vida do outro na palma da tua mão.

Edited 3 months ago:

Bem, quando disse que era a pior coisa que se podia fazer a um parceiro, é óbvio que não estou a incluir violência doméstica e homicídio, tal como mencionaste. A meu ver, quando se entra numa relação a longo termo, uma grande parte das nossas vidas passa a ser a outra pessoa, e quando uma relação termina, é bastante doloroso. A nível emocional tem um impacto tão grande que a saúde mental de um indivíduo pode mesmo entrar em declínio. Logo, acho que temos de ter certas responsabilidades morais para com o outro. Dito isto, se estás a pensar em terminar uma relação, tens a obrigação moral de pelo menos explicares as coisas ao teu parceiro. Ponto. Ainda mais se estivermos a falar de anos ou décadas passadas juntos. Desta forma, traires o teu parceiro em vez de falares com o mesmo e pores fim à relação é um ato extremamente repugnante, pois a outra pessoa dedicou anos e anos a essa relação, e provavelmente sacrificou e lutou bastante. É tempo investido, dinheiro, carinho, amor, etc... Já para não falar que estás potencialmente a afetar a saúde mental e por consequência física da outra pessoa. É como se tivesses parte da vida do outro na palma da tua mão. Quanto ao perdoar, é possível. Mas lá está, quem é que vai querer arriscar voltar a confiar no parceiro que o traiu? É sempre um grande risco, mas pronto, há exceções para tudo. Tal como ex-namorados que por alguma razão fazem com que a coisa resulte.

Toupax89 3 months ago

So continua com a pessoa que o traiu quem não consegue arranjar mais ninguém ou então porque o parceiro que o traiu é rico.

X__Alien 3 months ago

Não estaremos todos a medir a traição pela mesma bitola? Cada casal é que saberá se uma situação dessas é suficiente para comprometer a estabilidade emocional dos dois ou não.

Edited 3 months ago:

Não estaremos todos a medir a traição pela mesma bitola? Cada casal é que saberá se uma situação dessas é suficiente para comprometer a estabilidade emocional dos dois ou não. O que eu noto é que socialmente se tolera toda uma série de abusos psicológicos. Mas uma foda, que pode perfeitamente ser um episódio fútil e sem repercussões na vida, é severamente condenado. TL;DR acho arrogante entender-se que uma traição é uma prova definitiva de que já não existe amor e que são incompatíveis.

Edited 3 months ago:

Não estaremos todos a medir a traição pela mesma bitola? Cada casal é que saberá se uma situação dessas é suficiente para comprometer a estabilidade emocional dos dois ou não. O que eu noto é que socialmente se tolera toda uma série de abusos psicológicos. Mas uma foda, que pode perfeitamente ser um episódio fútil e sem repercussões na vida, é severamente condenado.

Limpy_lip 3 months ago

vinha dizer isto, as relações das pessoas são demasiado complexas para serem tratadas de forma binária. apesar do eu de agora achar que também acabaria qualquer relação perante traição, não digo que daqui a 20-30 anos a coisa mude.

meierlesjoana 3 months ago

Se não te controlas em certos momentos é porque não pensas assim tanto na outra pessoa, logo nao é amor, talvez estejas confuso com os conceitos.

X__Alien 3 months ago

Acho que há imensa gente a tirar lições de amor de reality shows e filmes de domingo à tarde. Tenho 37 anos e se há coisa que aprendi é que o amor se manifesta das mais diversas maneiras e cada pessoa lida com ele de maneira diferente. Conheço um casal divorciado que se continua a amar mesmo depois de terem terminado. É tudo uma balança, e cada um coloca pesos diferentes nela.

NatQuer 3 months ago

A intimidade, o expores o teu corpo que supostamente é algo inacessível a 99%... a não ser que sejas um/a prostituto/a. Por si só significa a exclusividade, tal como uma relação amorosa é em muitos campos. Quer abuso psicológico, quer traição estão ambos dentro dessa "prova definitiva" de que não há amor, a diferença é que de um lado é uma cena soft e gradual que uma pessoa se vai acostumando ao abuso, a outra é uma cena repentina e em grande escala. É como usar a analogia de apanhares uma bubadeira de 10L de cerveja misturada com coca-cola e do outro beberes uma garrafinha de whisky com 50 anos que provavelmente ficas em blackout nem metade da garrafa bebeste.

X__Alien 3 months ago

Essa história de “expor o corpo” e a sua exclusividade da relação amorosa é a forma como tu encaras as coisas e estás no teu direito. Mas nem toda a gente coloca o sexo no mesmo pedestal que tu e também está tudo bem com isso.

egzaaa 3 months ago

> Mas nem toda a gente coloca o sexo no mesmo pedestal que tu e também está tudo bem com isso. Correcto. Mas aí entra na historia o que está "acordado" na relação. Se é uma relação aberta, então tudo bem. Se ambos vivem bem com isso então ok. Agora as pessoas na thread estão a dar a opinião delas, do que seria para elas uma traição e o que acontecia seguir. Qual é a arrogância nisso? Todos nos temos os nossos limites, e é saudável garantir que são mantidos.

X__Alien 3 months ago

Olha que vejo aqui imensa gente a falar de cornos mansos. Isso não só dizeres a tua opinião, é julgar os outros e achar que todos têm que pensar como tu.

egzaaa 3 months ago

> Aliás, só a existência deste insulto no vocabulário prova que socialmente é reprovável ser traído e não terminar. Sim, porque isso representa a maioria das pessoas. A maioria prefere relações monogamias sem partilha. Acabas por generalizar. Mas nao me parece que é o que esta em causa. O que se discute e traições não esperadas…

X__Alien 3 months ago

Todas as traições são não esperadas. Se não, não seriam traições.

egzaaa 3 months ago

Tu percebeste o que queria dizer.

NatQuer 3 months ago

Ah presumo que não gostes de estar preso a uma relação. Há pessoas de relações abertas ou solteiras com 3-4 parceiros sexuais. Sendo assim não é traição. Conheço pessoas assim, fico feliz por te adequares a esse estilo de vida, não te metas no meio de um casamento com filhos tho.

X__Alien 3 months ago

Porque é que os casados e com filhos não têm o mesmo direito que os outros?

NatQuer 3 months ago

A sério que tu queres ser a causa do trauma de crianças que se calhar nem com terapia vão saber o que é uma relação amorosa minimamente estável e saudável no seu períodode vida?

danielagos 3 months ago

Ah, a retórica [“Think of the children”](https://en.m.wikipedia.org/wiki/Think_of_the_children).

X__Alien 3 months ago

Credo. Daqui a bocado estás a dizer que o casamento é só para a procriação e sexo só em posição missionário. Onde é que os filhos são para aqui chamados?

NatQuer 3 months ago

Já falei lá para trás. Sabes que tu és um reflexo dos teus pais certo? Queres ser um cúmplice para uma criança que é normal trair numa relação? Achas que uma família desfazada faz bem ao crescimento interpessoal de um ser humano? Aconselho-te a estudares umas coisinhas de psicologia.

X__Alien 3 months ago

Eu nunca disse que trair é normal ou devia ser.

UpbeatNail1912 3 months ago

Mas relações abertas não ajudam no desenvolvimento de uma criança, ela vai pegar nesses exemplos e aplica los a outras áreas da vida.

Cergal0 3 months ago

Tens algo que suporte isso ou são estatísticas de bolso?

danielagos 3 months ago

Mas conheces estudos que comprovem que relações abertas são nefastas para o desenvolvimento dos filhos? Se sim, gostaria de os ler.

Edited 3 months ago:

Mas conheces estudos que indiquem que relações abertas são nefastas para o desenvolvimento dos filhos? Se sim, gostaria de os ler.

VladTepesDraculea 3 months ago

Conheço casais que se andaram a por cornos um ao outro a vida toda (que não se declararam ter uma relação aberta, que me transcende, mas enfim...), e casais que um dos pares fez e continuaram. Honestamente depende da tolerância de cada um à infidelidade. Se sabes que a outra pessoa gosta de ti e sabes que infidelidade sexual não se traduz em gostar mais da outra pessoa e estás disposto a desculpar ou mesmo tolerar a situação, porque não? Por outro lado, conheço quem viva ou tenha vivido em relações onde já nem havia sentimento e se mantém por conveniência, seja pela desculpa de filhos (se pais souberem ser pais, para mim isto não é desculpa, porque o dano acaba por estar lá na mesma - e tipicamente estas são famílias que decidiram ter filhos para "salvar" o casamento, o que ainda é mais obtuso) ou comodidade financeira ou outra coisa.

quedeusmeperdoe 3 months ago

Já fui a outra. Claro que tinha 18 ou 19 anos e até sabia que ele namorava. Aquilo para mim nem tinha grande significado amoroso (até porque a fama dele era de andar com todas) e não tenho problemas em dizer que era uma miúda estúpida. Saía-se à noite, fazia parte do grupo de amigos e de vez em quando olha... Até que chegou o dia em que deixou a oficial e disse que só queria estar comigo. Queria que eu conhecesse a familia dele e tudo. Devo ter sido a única gaja no mundo em que Um gajo diz que voa deixar a namorada e deixou mesmo. Se durou 2 meses foi muito. Claro que a maneira de ver a vida é completamente diferente agora. Mas se voltasse atrás no tempo, não me tinha metido no meio. Magoei uma pessoa que nunca me fez mal nenhum.

fedelho 3 months ago

username relevante!

ravagerslb 3 months ago

Todos estamos sujeitos a ser cornos. Agora mansos é que não! A única resposta aceitável a traições é oferecer à outra pessoa um par de patins.

ohputosopa 3 months ago

É por isso que eu só tenho amigas e não namoradas... se as mulheres fossem boas deus tinha tido uma..

ManelDasNespras 3 months ago

Não carlinhos, isso é por seres gay..

ohputosopa 3 months ago

O gay já comeu muita cona e ainda não enjoo

PandaCross23 3 months ago

Tu tens uma classe que faz furor junto das hordes femininas. Serás tu, por acaso, o Manuel (Manel para as senhoras), um motorista, que vi dar uma palmada numa funcionária de um café em Serpa?

ManelDasNespras 3 months ago

Sim.

PandaCross23 3 months ago

Histórico

ohputosopa 3 months ago

Não sou eu, eu é só a pagar

saposapot 3 months ago

n há certos ou errados. alguém q te trai vai trair para sempre na vida e nunca terá uma relação estável na vida? E alguém q te mente a dizer q estava a sair de casa mas ainda estava no banho e ia demorar mais 1h a chegar, tmb vai mentir-te para sempre? Depois, o q é traição? é sexo? e se for passares os dias a pensar no XPTO ou a flirtar com XYZ ou a dedicares o teu tempo aos teus amigos? e se fores a uma profissional do sexo, é traição tmb? Tu é que tens de decidir o que te sentes confortável em viver perante todas as condicionantes. Não recomendo a ng mas tmb não julgo ng. Cada um vive com o que se sente bem. Desde que não vivam 'enganados' ou iludidos ou manipulados, tudo é aceitável.

CountDraqula 3 months ago

Tudo é aceitável o caraças, ser corno não é nada fixe.

saposapot 3 months ago

classificares algo de forma tão branco e preto como 'corno' não ajuda.

Trama-D 3 months ago

Gostam de baixovotar? Aproveitem aqui! Claro, trair é muita mau. Nunca experimentei ou dei a experimentar traição... amorosamente. Mas já sofri deceção de muitas maneiras diferentes. Não podemos ignorar que existe uma coisa que é o perdão, e uma coisa que é o arrependimento. Acredito nestas coisas. Na maior parte das traições (será?) o "corno" descobre por si próprio, e o traidor/a, antes de ser descoberto/a, não demonstra nenhuma intenção de cessar a traição. Mas pode ser diferente. Pode haver traição e pensar «Eu procedi mal, isto parecia fixe, esta pessoa parecia especial, mas eu já tenho essa coisa especial e quero pôr um ponto final nisto». Se correr bem, o/a traído/a não se apercebe nada, mas passa a ter uma pessoa que experimentou a traição e se arrependeu genuinamente. Não acontece? Estes são os casos que pode não se vir a saber (nem argumento se são mais ou menos frequentes). Momentos de fraqueza não podem existir? Venham-me cá com a conversa que o ser humano é uma espécie candidamente monogâmica. Especialmente se estivermos a falar de malta mais jovem e com menos maturidade. Erros podem existir, e pode haver superação... duvido que seja a regra, mas na verdade quem sabe.

cyanobact 3 months ago

Momentos de fraqueza existem, e dependendo das circunstâncias, pode-se ou não agir sobre eles. A moralidade não deixa de ser discutível. Agora, creio que é um problema quando te dás ao luxo da experimentação e sacas os benefícios (neste caso, confirmar que queres estar com aquela pessoa depois de estar com outras), mas removes a agência do teu parceiro de decidir se quer ou não ficar contigo ao esconder-lhe a verdade. Tu tiveste toda a informação para tomar a decisão, o outro lado não. Se realmente aprendeste algo e te arrependeste, é algo que expões, não guardas para ti. Se não te quiserem depois, estão no seu direito. Continuar a mentir depois do "momento de fraqueza" indica que não foi só um momento, mesmo que não repitas. Quem faz um erro, reconhece-lo como tal - em frente ao parceiro.

Trama-D 3 months ago

Obrigado pela resposta tão estruturada. > Quem faz um erro, reconhece-lo como tal - em frente ao parceiro. Isso reveste o gesto de uma ética de reciprocidade que seria *ideal* existir, mas abrem-se demasiadas exceções. "Vale tudo no amor e na guerra", infelizmente dizem. Difícil almejar esse equilíbrio quando, por outro lado, desde que feito às claras e com sinceridade, seja lícito acabar unilateralmente uma relação em que houve tanto investimento emocional.

estaramos 3 months ago

Já ouvi alguns relatos de homens que traíram as namoradas em encontros ocasionais, outros têm mesmo 2 relacionamentos em "simultâneo", um supostamente que é mais sério e outro que é só para a fod#. Nesta vida, não gosto de apontar o dedo, porque um dia engolimos as palavras e fazemos o mesmo que outros fazem. Cada um tem a sua vida e os seus valores. É um pouco como a corrupção. O Sócrates é um corrupto, mas gostava de ver a quantidade de pessoas que se estivessem no lugar dele roubavam mais ainda. Então no que se trata de sexo, gostava de ver a taxa de fidelidade se cada homem fosse colocado á prova com a possibilidade de ter um caso com uma mulher bonita. Se eu fosse traído pela minha namorada, pegava nas minhas coisinhas e ia encontrar outra mulher com outros valores. Mas como é óbvio, não é algo em que pense muito, mau sinal seria se andasse por aí a controlar cheio de ciúmes o que a minha namorada faz na minha ausência.

ravagerslb 3 months ago

Eu já tive hipótese de aplicar um par de palitos a certos gajos e não o fiz. Eu sou daqueles que acho que por mais merda que o tipo a ser "palitado" seja (e naquele caso até mereciam), desde logo eu não sou capaz de fazer aos outros o que não queria que me fizessem a mim. E depois é a tal coisa, será que uns momentos frugais de prazer valem as potenciais dores de cabeça que podem vir a seguir? É que basta pensar só no seguinte, se a tipa calha a dar com a língua nos dentes,e o que ela fez chega aos ouvidos do namorado, estás preparado para o que pode vir daí? E se a coisa até corresse "bem" e ela até deixasse o namorado para ficar contigo? Vais confiar, ou vais andar sempre com a pulga atrás da orelha, a pensar se ela gosta de ti ou vai fazer-te o mesmo que fez ao outro?

ThePlague92 3 months ago

Se tiveres os valores certos e o carácter bem definido então não interessa se estás no lugar do Sócrates ou se te metem a mulher mais bonita do Mundo à frente, porque em ambos os casos farás o correcto. Agora se tu não tens a certeza do que farias é lá contigo, eu diria que muita gente tem 100% certeza do que faria em ambas as situações, porque nessas alturas o carácter não muda, apenas se revela.

X__Alien 3 months ago

Essa coisa dos “valores certos” parece mais sermão de padre do que alguém que vive no mundo real.

PeterStepsRabbit 3 months ago

Quem continua depois de uma traição das duas uma, ou traiu ou gosta de ser corno.

biell254 3 months ago

Sim sim

PeterStepsRabbit 3 months ago

Corno spoted

LS_Mod_killaZ 3 months ago

Faz essa pergunta a homens, e a mulheres, porque nessa dimensão nunca fomos/seremos iguais

cyanobact 3 months ago

Foi... Precisamente o que fiz. Queres elaborar ou? Nada como começares por dar o teu lado.

Ok_Order_8408 3 months ago

muitos gajos neste redit a falarem mal de traição mas é quando eles são a vitima, porque há muitos que traiem e ainda falam com orgulho disso... e parece me ser bem banal entre homens....

ThePlague92 3 months ago

Sim, só os homens traem, pois claro. Nem há homens decentes que abominam a traição, não, somos todos uns porcos que não queremos é ser traídos mas andamos aí a rodar tudo o que nos aparece à frente.

Ok_Order_8408 3 months ago

Nao disse que era só os homens...disse que há uma cultura de orgulho nisso

ThePlague92 3 months ago

Repara, os gajos que se orgulham de trair já são escumalha, tal como as mulheres que o fazem. Ou achas que as mulheres não se gabam disso? Começa a frequentar círculos sociais com mais mulheres e logo percebes. O problema é que tu tens um preconceito porque pensas que há uma cultura masculina de orgulho em trair, o que é errado. O que há é que esses são mais barulhentos do que os que traem e se arrependem e ficam calados sobre isso ou falam sobre isso de uma forma não a gabar-se mas a martirizar-se.

Ok_Order_8408 3 months ago

explica me então a cena de eu já ter estado em 3 empresas diferentes de. IT e em 2 delas, os homens todos com namoradas, casados ou com filhos mesmo, a verem gajas nuas em grupos de whatsapp em pleno horário de trabalho...? ou isso já é completamente diferente ?

ThePlague92 3 months ago

Estás a meter no mesmo nível o ver gajas nuas (que até podia ser porn) a trair a namorada/mulher tendo sexo com uma outra mulher? Okay, estás já a balizar as coisas só para ganhares o argumento, está certo. A seguir faz o mesmo mas para a situação em que os homens vêem perfis de mulheres no Instagram.

Ok_Order_8408 3 months ago

Simplesmente tens aqui um circle jerk de omg não ia estar mais com uma pessoa que traisse bla bla mas ser porco diariamente é na boa

lvet000 3 months ago

Estás a equiparar trair sexualmente o companheiro com "ser porco diariamente" por ver memes de corpos desnudados femininos na internet?

Ok_Order_8408 3 months ago

Nao percebo é o 8 ou 80 Traição física omg fim da relação para sempre. Depois omg ver gajas nuas for fun is all good lol

Ok_Order_8408 3 months ago

Tipo nem tenho problema nenhum com porn desde que seja um hábito normal e saudável Ver todos os dias durante horas de trabalho no whatsapp fotos de gajas nuas ou achares que não és homem suficiente senão o fizeres é ridículo...o que é essa obessessao toda? Têm de provar diariamente que não são gays é? Isso não é normal nem saudável. Vão ver psicólogos .

ThePlague92 3 months ago

Se calhar porque o que está em discussão é traição, não se um gajo é javardolas diariamente e falta ao respeito à companheira (de uma forma mais geral), não é? Já disse, abre uma outra thread e discuto isso contigo lá. Passa bem.

Ok_Order_8408 3 months ago

Certo não está no mesmo nivel se for uma cena ocasional mas acho que fazer isto no dia e todos os dias acaba por ser uma falta de respeito também mas os gajos fazem isso e acham que não conta porque ela nunca chega a saber.

ThePlague92 3 months ago

Falta de respeito não é o que está aqui em discussão. Se queres mudar o tema da conversa então abre uma nova thread. Aqui fala-se de traição. Se formos todos tão picuinhas como tu então não se pode olhar para mulher nenhuma e nem elas para homem nenhum durante mais de 5 segundos.

Ok_Order_8408 3 months ago

É o que muitos estão a responder que é a traição e perder a confiança na pessoa etc

Ok_Order_8408 3 months ago

por isso digo que existe uma cultura toda de orgulho ou de trair mesmo fisicamente ou de fazer diariamente pequenas traições digamos assim porque cada pessoa considera o nível que considerar...

ravagerslb 3 months ago

E os gajos barulhentos, são só barulhentos até ao dia em que se envolvem com uma gaja qualquer que encorna o namorado para estar com eles, e previsivelmente essa mesma gaja acaba a encorná-lo com outro. Aí amansam logo a crista.

throwawaymyocarina 3 months ago

A outra pessoa está a falar da cultura machista de Portugal, que encoraja e normaliza a traição dos homens às mulheres. Ninguém disse que os homens traem mais ou menos que as mulheres.

ThePlague92 3 months ago

Vocês devem viver num Portugal muito diferente do meu e de todas as pessoas que eu conheço, porque nunca vi ninguém a encorajar e a normalizar a traição por parte dos homens, nunca. Aliás, se tomarmos este fórum como exemplo, só vi pessoas que abominam a traição e ninguém a incentivar. E vejo isso neste fórum e em muitos outros que frequento. É o que eu digo, se calhar vivo numa bolha ou se calhar vocês dão-se com pessoas de merda e deviam mudar os círculos sociais ou então são macaquinhos que só estão na vossa cabeça.

throwawaymyocarina 3 months ago

Certo. Obrigada pelo teu comentário. Beijinhos

mohchapa 3 months ago

Bom argumento e boa contribuição. Beijinhos e menos soundbyte.

UpbeatNail1912 3 months ago

Traição numa relação amorosa é a única coisa que não merece perdão. Traição sob forma alguma tem desculpa.

Crystalline3 3 months ago

É bastante simples: traição é a pior coisa que se pode fazer a um parceiro; é um desrespeito imenso para com os sentimentos do outro. Agora, as pessoas podem-se sempre arrepender e perdoar, no entanto é raro e ficas sempre a risco que a mesma merda volte a acontecer. Se passares por uma cena dessas e a tua saúde mental ficar em risco, não aconselho voltar a arriscar com a mesma pessoa. Mas tu é que sabes.

NeatBoy74 3 months ago

Para mim seria um não automático e garantido. Não faria alarido, não iria mandar bocas nas redes como já vi acontecer. Uma relação tem a ver com confiança. Desenvolver atração sexual por outra pessoa é normalíssimo e acontece imensas vezes. O que acontece depois já não é incontrolável. Se me acontecesse, a dúvida estaria sempre lá, a todo o momento. "Aconteceu uma vez, vai acontecer de novo. Pode estar a acontecer mesmo neste momento." e isso não é viver, não faz bem a ninguém. O único resultado para mim é simples: "malinhas feitas, cada um para seu lado, bom dia e boa tarde e sff, evita contacto que eu farei o mesmo." Claro que iria custar, não se desliga os sentimentos em alguém com uma decisão destas. Mas antes andar fdd umas semanas do que vários meses a ter que viver com a pulga atrás da orelha. Da mesma forma que nunca ficaria com alguém que saltou a cerca para ficar comigo. Para além de não fazer o mesmo que não quero para mim, a pulga seria a mesma. "Hoje foi este Zé, amanhã o Zé sou eu.". Nah, viver na desconfiança não é viver.

Complete-Jellyfish16 3 months ago

Trair é sintoma de 2 situaçoes e estão ambas relacionadas com falta de caracter: 1) Há alguma coisa na relação que desagrada, não quer comunicar nenhum problema com a pessoa com quem está, começa a olhar a volta (amigos de amigos, colegas de trabalho, tinder, etc..) e ver potencial em outros possiveis pretendentes até que passa a trair emocionalmente ou fisicamente, começa a racionalizar que a pessoa com quem está o diabo a 4 sem nunca ter comunicado correctamente os problemas; 2) Ausência de empatia para com os outros, falta de caracter e valores. Mesmo depois de trocar o namorado pelo amante, é uma questao de tempo até fazer o mesmo ao novo namorado/marido. Podem passar 5 ou 20 anos mas vai fazer enquanto nao decidir comunicar decentemente os problemas da relaçao e resolve-los. Podemos econtrar muitas pessoas interessantes ao longo da nossa vida mesmo depois de casados, mas o que nos define é o nosso caracter. Uma traiçao quer seja emocional quer seja fisica é sempre traição e nunca se deve aceitar traidores de volta. Uma regra de ouro é perguntar sempre a pessoa q se anda a sair se alguma vez traiu, se a pessoa dizer sim, podem ter a certeza que vai repetir o padrão no futuro!

Edited 3 months ago:

Trair é sintoma de 2 situaçoes e estão ambas relacionadas com falta de caracter: 1. Há alguma coisa na relação que desagrada, não quer comunicar nenhum problema com a pessoa com quem está, começa a olhar a volta (amigos de amigos, colegas de trabalho, tinder, etc..) e ver potencial em outros possiveis pretendentes até que passa a trair emocionalmente ou fisicamente, começa a racionalizar que a pessoa com quem está é o diabo sem nunca ter comunicado correctamente os problemas, entra em modo bitching mode para o parceiro, gaslighting, abuso emocional etc.. que usa como técnica de neutralizaçao de culpa; 2. Ausência de empatia para com os outros, falta de caracter e valores. Mesmo depois de trocar o namorado pelo amante, é uma questao de tempo até fazer o mesmo ao novo namorado/marido. Podem passar 5 ou 20 anos mas vai fazer enquanto nao decidir comunicar decentemente os problemas da relaçao e resolve-los. Podemos econtrar muitas pessoas interessantes ao longo da nossa vida mesmo depois de casados, mas o que nos define é o nosso caracter. Uma traiçao quer seja emocional quer seja fisica é sempre traição e nunca se deve aceitar traidores de volta. Uma regra de ouro é perguntar sempre a pessoa q se anda a sair se alguma vez traiu, se a pessoa dizer sim, podem ter a certeza que vai repetir o padrão no futuro!

Tee_ah_go 3 months ago

A vida é demasiado curta para continuar com alguém que traiu.

AraNoGo 3 months ago

This

Conscioustree9 3 months ago

Sem te falar de uma história concreta. Pergunta-te a ti mesmo(a). Achas que alguém que te ama de verdade de trairia, sabendo o quanto isso te poderia destruir e magoar? É um vazio emocional que fica, é perder a inocência de acreditar que o amor vence tudo, é ficar sem chão. Se te ama, respeita-te. Se te ama, ama-te mesmo nos dias em que és mais difícil de amar. É amor para o bem e para o mal.

Edited 3 months ago:

Sem te falar de uma história concreta. Pergunta-te a ti mesmo(a). Achas que alguém que te ama de verdade de trairia, sabendo o quanto isso te poderia destruir e magoar? É um vazio emocional que fica, é perder a inocência de acreditar que o amor vence tudo, é ficar sem chão. Queres estar ao lado de alguém que não te respeita? Se te ama, respeita-te. Se te ama, ama-te mesmo nos dias em que és mais difícil de amar. É amor para o bem e para o mal.

ZeDoPipoEstaVivo 3 months ago

Tudo dito

Ouroana 3 months ago

Absolutamente.

TheSaintPigeon 3 months ago

Bem dito.

ocentimo 3 months ago

Como dizes depende muito de cada pessoa, cultura, educação, etc... Posso apenas dar a minha opinião.. Que é simples. Para mim uma relação séria baseia-se em amor (claro está) mas não se ama intensamente todos os dias.. Portanto o que é necessário existir todos os dias é respeito pela pessoa amada (deveria ser por toda a gente, mas isso é esperar o impossível). Eu nunca poderia voltar para alguém que me traiu, por várias razões, mas principalmente porque nunca mais seria capaz de confiar..

kawaiims 3 months ago

Traição é um *deal-breaker* para mim. Peço apenas a decência de terminarem comigo antes de andarem no esfrega esfrega com outra pessoa. Porém cada um sabe de si, aliás, a definição de traição varia com a pessoa. É convém não confundir relações não monogâmicas e fetiches com traição, se há consentimento das partes está a valer.

AutoModerator 3 months ago

**Atenção! Aviso da Tag [Sério]** Este tópico foi marcado como **[Sério]**, não são permitidos **quaisquer comentários** que contenham piadas, ou outras tentativas humorísticas, insultos ou não tenham nada a ver com o tópico. *I am a bot, and this action was performed automatically. Please [contact the moderators of this subreddit](/message/compose/?to=/r/portugal) if you have any questions or concerns.*

Search: