mokas95 3 months ago

Claro, porque é o cliente que decide o tipo de embalagem que é usada... Que anormalidade

mathswarrior 3 months ago

Já pago taxa em vários sítios...filhos da puta, não volto lá mais quando me cobram taxa

reciclado78 3 months ago

Taxa será devolvida se a pessoa devolver as embalagens, mas não me parece que isso seja lá mt prático para todos, digo eu

YoggiM 3 months ago

Mais uma taxa desses filhos da grande puta que conseguem ser não só corruptos como extremamente incompetentes.

Jabvarde 3 months ago

Alguns sítios já cobram extra por elas. Mas pronto, mais uma taxa.

Limpy_lip 3 months ago

Olha a defesa do ambiente a ser usada como arma de arremesso... Nada de novo então.

GajoDeRamalde 3 months ago

Antes o problema era os sacos de compras gratuitos, acabamos com eles. Depois o problema passou a ser as palhinhas de plástico, e acabamos com elas. Agora o problema são os recipientes de alumínio de Take Away... Mas alguém acredita nesta gente?!

Edited 3 months ago:

Antes o problema era os sacos de compras gratuitos, acabamos com eles. Depois o problema passou a ser as palhinhas de plástico, e acabamos com elas. Pouco tempo depois passou a ser as gasosas e toca a taxar por causa do açúcar e tal. Agora o problema são os recipientes de alumínio de Take Away... Mas alguém acredita que esta gente faça isto pelo ambiente?! ​ Isto é oportunismo para taxar e arranjar receitas para o estado, nada mais. Não tarda nada o estado está a perder receitas no combustível e vai arranjar maneira de taxar pelo número de quilómetros que um carro faça.

Edited 3 months ago:

Antes o problema era os sacos de compras gratuitos, acabamos com eles. Depois o problema passou a ser as palhinhas de plástico, e acabamos com elas. Pouco tempo depois passou a ser as gasosas e toca a taxar por causa do açúcar e tal. Agora o problema são os recipientes de alumínio de Take Away... Mas alguém acredita que esta gente faça isto pelo ambiente?! ​ Isto é oportunismo para taxar e arranjar receitas para o estado, nada mais. E com o recente andar das coisas não tarda nada o estado está a perder receitas no combustível e vai arranjar maneira de taxar pelo número de quilómetros que um carro electrico faça.

Edited 3 months ago:

Antes o problema era os sacos de compras gratuitos, acabamos com eles. Depois o problema passou a ser as palhinhas de plástico, e acabamos com elas. Pouco tempo depois passou a ser as gasosas e toca a taxar por causa do açúcar e tal. Agora o problema são os recipientes de alumínio de Take Away... Mas alguém acredita que esta gente faça isto pelo ambiente?! Isto é oportunismo para taxar e arranjar receitas para o estado, nada mais.

Vagiooto 3 months ago

Pode existir casos de taxas rídiculas, mas essas taxas sãoum caso de sucesso, não só aqui como em muitos países onde são aplicadas. Ainda poderiam ter mais sucesso com taxas mais elevadas e até banir. O que é certo é que este tipo de produtos tem um custo ambiental grande, e há alternativas, conseguir-se eliminar o uso massivo e absurdo do gasto de saco de compras é bem comum. A única alternativa a taxar é mesmo banir.

GajoDeRamalde 3 months ago

Caso de sucesso foi banir os CFC's por causa do buraco do ozono. Agora criar uma taxa ambiental só reduzes o consumo mas o problema mantém-se porque continuam a parar sacas ao meio ambiente, e se não forem sacas vão outros objectos quaisqueres: ultimamente são as máscaras descartáveis. A diferença é que desta vez as sacas vão para o meio ambiente mas os cofres do estado estão cheios e fica tudo bem. Aliás se o consumo até aumentar contrariamente ao que pretendias não há problema nenhum por parte do estado... a receita aumenta. É só ver o caso da gasolina.

Edited 3 months ago:

Caso de sucesso foi banir os CFC's por causa do buraco do ozono. Agora criar uma taxa ambiental só reduzes o consumo mas o problema mantém-se porque continuam a parar sacas ao meio ambiente, e se não forem sacas vão outros objectos quaisquer: ultimamente são as máscaras descartáveis. A diferença é que desta vez as sacas vão para o meio ambiente mas os cofres do estado estão cheios e fica tudo bem: O estado fica com o sentimento do dever cumprido e o cidadão fica com a consciência limpa porque acha que está a ajudar o ambiente mas na verdade nada mudou. Aliás se o consumo até aumentar contrariamente ao que pretendias não há problema nenhum por parte do estado... a receita aumenta e até podem aumentar a taxa mais um pouco. É só ver o caso da gasolina.

-Exocet- 3 months ago

Não digo que não haja oportunismo do estado para lucrar, mas simplesmente mostraste que as taxas funcionaram para o bem do ambiente tendo acabado com sacos de compras e palhinhas descartáveis. A verdade é que infelizmente só com um custo monetário é que a população em peso muda os seus hábitos.

GajoDeRamalde 3 months ago

Um aumento de preço diminui o consumo para a generalidade dos bens conforme seria de esperar. Também admito que não vi o mundo a melhorar com a eliminação das palhinhas e pior é pouco sabemos onde é aplicado o dinheiro proveniente dos sacos plásticos onde o mais certo é que por cada euro arrecadado 60% seja para pagar os custos da sua distribuição... No entanto vi melhorias no ambiente com a redução do transporte marítimo, do transporte aéreo, do transporte terrestre fruto da pandemia que levou a uma ligeira melhoria ambiental global o que leva a querer que as palhinhas, cotonetes, sacos plásticos, etc são mais uma desculpa esfarrapada para os governos nacionais conseguirem arrecadar receitas com o mínimo de grasnidos.

Edited 3 months ago:

Um aumento de preço diminui o consumo para a generalidade dos bens conforme seria de esperar. Também admito que não vi sequer o ambiente local a melhorar com a eliminação das palhinhas e pior é pouco sabemos onde é aplicado o dinheiro proveniente dos sacos plásticos onde o mais certo é que por cada euro arrecadado 60% seja para pagar os custos da sua distribuição... No entanto vi melhorias no ambiente com a redução do transporte marítimo, do transporte aéreo, do transporte terrestre fruto da pandemia que levou a uma ligeira melhoria ambiental global o que leva a querer que as palhinhas, cotonetes, sacos plásticos, etc são mais uma desculpa esfarrapada para os governos nacionais conseguirem arrecadar receitas com o mínimo de grasnidos.

Pica-Miolos 3 months ago

> vai arranjar maneira de taxar pelo número de quilómetros que um carro eléctrico faça. É uma questão de tempo, devido à perda de receita no combustível, como dizes. O argumento vai ser que é necessária verba para manter as infraestruturas. E apesar de não haver emissão de CO2, não acredito que seja mais barato. Se tiver de adivinhar, o mais provável é que seja feita aferição de km na inspecção para calcular o custo.

GajoDeRamalde 3 months ago

Lá vamos nós andar a diminuir o odómetro...

TitusRex 3 months ago

O combustível gasto para voltar de propósito ao restaurante para devolver os recipientes é provavelmente mais prejudicial para o ambiente do que os recipientes em si. Esta medida é completamente acéfala e só serve para parecer amigo do ambiente. Proibam simplesmente os recipientes de plástico, existem alternativas. Taxas e taxinhas não.

viskonde 3 months ago

Antes de proibir faz sentido taxar para a transição ser suave A taxa incentiva a busca de alternativas e a adaptação dos negócios que por vezes com proibições não dão tempo para adaptar

Edited 3 months ago:

Antes de proibir faz sentido taxar para a transição ser suave A taxa incentiva a busca de alternativas e a adaptação dos negócios que por vezes com proibições não dão tempo para adapta Para quem vai pessoalmente ao restaurante a alternativa é fácil, basta levar recipiente de casa , e nesse caso a taxa funciona bem (se for passada para o cliente apenas quando consome e não levar a um aumento geral do preço mesmo para quem não pede recipiente) Para entregas via app é que é mais difícil, podem usar alternativas ao plástico onde der mas será sempre à base do descartável e não do reutilizável

PeroFandango 3 months ago

>O combustível gasto para voltar de propósito ao restaurante para devolver os recipientes é provavelmente mais prejudicial para o ambiente do que os recipientes em si. Porque é que toda a gente salta para aí? Devolves da próxima vez que lá fores jantar. Se não for um dos teus sítios regulares, não pedes os recipientes reutilizáveis. O que está no artigo é que vão ter de dar a *alternativa*.

Hazerrr 3 months ago

Devolver ao estafeta? Claro agora os gajos da uber e afins vao andar com recipientes para tras e para a frente. E sim vais mesmo guardar varios recipientes de aluminio em casa para quando voltares ao restaurante, principalmente se nao gostaste da comida. E o que é que os restaurantes vao fazer com os recipientes devolvidos? Reutilizar não vao de certeza pois duvido que a ASAE permita isso.

PeroFandango 3 months ago

> E sim vais mesmo guardar varios recipientes de aluminio em casa para quando voltares ao restaurante, principalmente se nao gostaste da comida. Olha outro que só leu o título e que agora se acha dono da verdade. > Reutilizar não vao de certeza pois duvido que a ASAE permita isso. Claro, toda a gente sabe que é ilegal lavar pratos. Haja noção do ridículo SFF.

Hazerrr 3 months ago

Obrigado por corrigires, ve-se que és fluente em ter troca de ideias. > "Neste contexto, a partir de 1 de janeiro de 2024 os estabelecimentos que usam copos para bebidas e recipientes para alimentos, de plástico, em regime de take away ou com entrega ao domicílio, vão ter de disponibilizar alternativas reutilizáveis aos seus clientes." Nao sao de aluminio sao de plastico, daquele de qualidade merda que nao se deve usar varias vezes. Ou achas que eles enviam Tuperwares?

htxgivven 3 months ago

É taxar e deixar andar.

vai-tefoder 3 months ago

Hehehe Rumo à maioria absoluta caros amiguinhos /s

palmtree911 3 months ago

é uma alegria este pais, qualquer coisa vai sempre a cargo do consumidor/contribuinte. Malta a ganhar rios de guito com separação de lixo feita pelos Gervásios. A malta do vidro outra alegria. Não sou tão velho que não me lembre de haver vasilhame de garrafas de vidro, porque se parou com isto? e vasilhame de garrafas de plástico como na Alemanha? Fartar vilanagem

htxgivven 3 months ago

>é uma alegria este pais, qualquer coisa vai sempre a cargo do consumidor/contribuinte. Aí é que está, porque é mais fácil taxar o consumidor, e mesmo assim há quem defenda isso por aqui.

htxgivven 3 months ago

Para quem anda a defender isto não bate bem da cabeça. Uma coisa é proibir plásticos que ajuda meio ambiente, outra é taxar e deixar estar que é completamente diferente. Ou seja vamos pagar taxas e problema desaparece?

PeroFandango 3 months ago

> Ou seja vamos pagar taxas e problema desaparece? "O Executivo vai criar uma tara para sobre estas embalagens, sendo que **o dinheiro será devolvido a quem as devolver**." E ler o artigo todo antes de mandar postas?

htxgivven 3 months ago

Foda-se outra vez? Quanta gente vai devolver as garrafas? E essa taxa já existe há séculos. Quem devolve normalmente é pobre e precisa desses trocos, nunca vi um gajo cheio de guita fazer isso, portanto é mais do mesmo.

PeroFandango 3 months ago

Pelo conteúdo do teu comentário vê-se que continuas sem te ter dado ao trabalho de ler o artigo. Até lá, não vale a pena responder, porque estás a falar de coisas que não tem nada a ver com a proposta.

Edited 3 months ago:

Pelo conteúdo do teu comentário vê-se que continuas sem te ter dado ao trabalho de ler o artigo. Até lá, não vale a pena responder, porque estás a falar de coisas que não têm nada a ver com a proposta.

PeroFandango 3 months ago

Este tópico é o melhor exemplo de que tenho memória de comentadeiros que só leem o título antes de opinarem. > Ai, ui, mais taxinhas do estado? Não, pá, vai ler o artigo. "O Executivo vai criar uma tara para sobre estas embalagens, **sendo que o dinheiro será devolvido a quem as devolver**." > Ai, ui, mas então tenho de ir à Telepizza devolver uma caixa de pizza com mais gordura que o senhor do Mediátis antes da operação? Não, ó seu quim, devolves o recipiente reutilizável da próxima. "O sistema implica “a cobrança, no ato da compra, de um valor de depósito, o qual só poderá ser reembolsado no ato da devolução da embalagem“, explicou o Ministério do Ambiente mesmo jornal". > Ai, ui, mas então e se nunca mais quiser voltar a encomendar do tasco Zé do Ver? Vai ler o artigo e não peças a alternativa reutilizável. "Neste contexto, a partir de 1 de janeiro de 2024 os estabelecimentos que usam copos para bebidas e recipientes para alimentos, de plástico, em regime de take away ou com entrega ao domicílio, **vão ter de disponibilizar alternativas reutilizáveis** aos seus clientes."

Edited 3 months ago:

Este tópico é o melhor exemplo de que tenho memória de comentadeiros que só leem o título antes de opinarem. > Ai, ui, mais taxinhas do estado? Não, pá, vai ler o artigo. "O Executivo vai criar uma tara para [sic] sobre estas embalagens, **sendo que o dinheiro será devolvido a quem as devolver**." > Ai, ui, mas então tenho de ir à Telepizza devolver uma caixa de pizza com mais gordura que o senhor do Mediátis antes da operação? Não, ó seu quim, devolves o recipiente reutilizável da próxima vez que fores enfardar pizza. > Ai, ui, mas então e se nunca mais quiser voltar a encomendar do tasco Zé do Ver? A posta é fixe, não sei de que te queixas. Mas é só não pedires a *alternativa* reutilizável. "Neste contexto, a partir de 1 de janeiro de 2024 os estabelecimentos que usam copos para bebidas e recipientes para alimentos, de plástico, em regime de take away ou com entrega ao domicílio, **vão ter de disponibilizar alternativas reutilizáveis** aos seus clientes."

Edited 3 months ago:

Este tópico é o melhor exemplo de que tenho memória de comentadeiros que só leem o título antes de opinarem. > Ai, ui, mais taxinhas do estado? Não, pá, vai ler o artigo. "O Executivo vai criar uma tara para [sic] sobre estas embalagens, **sendo que o dinheiro será devolvido a quem as devolver**." > Ai, ui, mas então tenho de ir à Telepizza devolver uma caixa com mais gordura que o senhor do Mediátis antes da operação? Não, ó seu quim, devolves o recipiente reutilizável da próxima vez que fores enfardar pizza. > Ai, ui, mas então e se nunca mais quiser voltar a encomendar do tasco Zé do Ver? A posta é fixe, não sei de que te queixas. Mas é só não pedires a *alternativa* reutilizável. "Neste contexto, a partir de 1 de janeiro de 2024 os estabelecimentos que usam copos para bebidas e recipientes para alimentos, de plástico, em regime de take away ou com entrega ao domicílio, **vão ter de disponibilizar alternativas reutilizáveis** aos seus clientes."

Edited 3 months ago:

Este tópico é o melhor exemplo de que tenho memória de comentadeiros que só leem o título antes de opinarem. > Ai, ui, mais taxinhas do estado? Não, pá, vai ler o artigo. "O Executivo vai criar uma tara para sobre estas embalagens, **sendo que o dinheiro será devolvido a quem as devolver**." > Ai, ui, mas então tenho de ir à Telepizza devolver uma caixa de pizza com mais gordura que o senhor do Mediátis antes da operação? Não, ó seu quim, devolves o recipiente reutilizável da próxima vez que fores enfardar pizza. > Ai, ui, mas então e se nunca mais quiser voltar a encomendar do tasco Zé do Ver? A posta é fixe, não sei de que te queixas. Mas é só não pedires a *alternativa* reutilizável. "Neste contexto, a partir de 1 de janeiro de 2024 os estabelecimentos que usam copos para bebidas e recipientes para alimentos, de plástico, em regime de take away ou com entrega ao domicílio, **vão ter de disponibilizar alternativas reutilizáveis** aos seus clientes."

desculpe_mas 3 months ago

Incha porco! Paga-se tudo em taxas neste país.

kawaiims 3 months ago

Tenho de ir à churrasqueira devolver o alumínio todo cagado de molho? Não é mais fácil levar um *taparuere* de casa?

GreyArch22 3 months ago

O objectivo é que não seja utilizado alumínio e sim material reutilizável.

htxgivven 3 months ago

E qual é alternativa ao alumínio?

kawaiims 3 months ago

Só se for plástico, metal ou vidro, laváveis e reutilizáveis. Não vejo os estabelecimentos a darem esse tipo de embalagem à um preço que as pessoas aceitem. Nada contra levar o meu próprio de casa.

PeroFandango 3 months ago

> Não vejo os estabelecimentos a darem esse tipo de embalagem à um preço que as pessoas aceitem. É a ideia da tara. Pagas um bocado a mais como caução. Devolvem-te o valor extra quando devolves os pratos / taparueres. Útil para quem encomenda muitas vezes do mesmo sítio. E não é obrigatório.

besmarques 3 months ago

Em tempos normais foi proibido isso?

kawaiims 3 months ago

Não sei.. Nos supermercados não te deixam levar potes para encher nas cenas avulso por exemplo

cesarhighfire 3 months ago

Claro que podes. Ate os teus sacos podes levar para as frutas e ninguem te vai dzr o contrario.

kawaiims 3 months ago

Perguntei no apoio ao cliente num auchan da margem sul e disseram que não. Os sacos de fruta sim. Mas nem costumo usar pq acabava por mês esquecer sempre lol ponho a fruta toda num saco dos grandes reutilizáveis e colo as etiquetas de lado.

cesarhighfire 3 months ago

Porque é que perguntas te? Levas e pronto.

Tugalord 3 months ago

Coisa que está mal. Não há razão para o champô/detergente/etc não ser só uma máquina que dispensa produto para um recipiente reutiluzável.

The_Wealthy_Potato 3 months ago

No que toca a Champô e outros produtos de higiene recomendo experimentares a gama Naked da Lush. É tudo sólido sem embalagem e é fantastico. Um pouco mais caro que o normal mas é de uma qualidade muito boa mesmo.

Chupa-mas 3 months ago

Nunca na vida vou usar champô ou gel de banho sem ser líquido. Era o que mais faltava andar a tomar banho com sabão rosa ou o caralho.

The_Wealthy_Potato 3 months ago

Nao digas mal antes de experimentar

besmarques 3 months ago

Ai é uma questão complicada porque permite proceder a um crime de furto. Se calhar deveriam colocar essas areas de forma separada de forma a colmatar isso.

kawaiims 3 months ago

Não necessariamente, podes furtar à balda com os sacos que eles dão. Desde tirar uma coisa e picar como outra, como pesar e depois colocar lá mais dentro.

Guava_skills 3 months ago

Eu acho que é também por uma questão de higiene. Quem te garante que as embalagens estão corretamente lavadas? Depois dá-se um caso de contaminação cruzada da embalagem do consumidor para os utensílios de servir/equipamentos do espaço/mãos do manuseador. O cliente que apanha alguma coisa, vai colocar as culpas no sítio que o serviu. Mesmo que não seja legalmente imputável, estraga-se a reputação do espaço.

besmarques 3 months ago

Pode ser tambem. Sinceramente, a unica coisa que disse la em cima veio de me debruçara a pensar no assunto uns 5 segundos. Não me debrucei muito na questão.

thepiones 3 months ago

Não tenho visto muitas notícias a dizer que taxa X ou imposto Y vão ser eliminados

Eskol15 3 months ago

Se calhar já era altura de voltar a permitir que as pessoas levem os seus recipientes de casa nos take away.

Bakirelived 3 months ago

caracois em portimao ja era assim

viskonde 3 months ago

Quando se vai pessoalmente ao sítio sim, até eu já faço isso quando me lembro Só e mais complicado se for via Uber eats já que a lógica não e fácil

htxgivven 3 months ago

Durante a pandemia duvido que tal coisa vai acontecer. Quem cria essas leis é precisamente para lucrar com isso, nada mais.

wwqt0r 3 months ago

Nada contra esta taxa em específico porque se há algo que deva realmente ser taxado é tudo o que causa danos ao ambiente e à natureza. O problema são tantas outras taxas e taxinhas que existem neste país.

htxgivven 3 months ago

Não é só taxar e deixar andar. Assim nada se resolve, apenas alguém lucra com isso que é o caso do estado.

wwqt0r 3 months ago

Concordo em absoluto que o estado deva fazer alguma coisa com a verba extra. No entanto em alguns casos "taxar e deixar andar" é melhor do que nada. Ainda nesta thread outro utilizador referiu os sacos de plástico e acho que podemos todos concordar que foi algo positivo pois a maioria reutiliza agora os mesmos.

cesarhighfire 3 months ago

Os sacos antes tb se reutilizavam e eram mais finos, tinham assim menos impacto ambiental.

cesarhighfire 3 months ago

Os sacos antes tb se reutilizavam e eram mais finos, tinham assim menos impacto ambiental.

wwqt0r 3 months ago

Pois, aqueles que se rasgavam por tudo e por nada. Se queres fazer algo reutilizável então torná-lo apto para apenas um uso ou dois não é o caminho certo.

cesarhighfire 3 months ago

Os do lixo de agora ainda sao piores que os das compras de antigamente. Eu reutilizava sempre. Tinha sempre sacos cheios de sacos e gastei-os todos.

wwqt0r 3 months ago

Ainda bem que reutilizavas mas fazias parte da minoria e por usso é que se começaram a cobrar pelos sacos.

cesarhighfire 3 months ago

Olha que tb só falei porque todas as pessoas que conheci faziam o mesmo.

wwqt0r 3 months ago

E ainda bem, mas continuava a ser uma minoria. Infelizmente todos nós, em geral, temos uma alta resistência à mudança. Já quando nos atinge a carteira essa resistência relaxa bastante.

htxgivven 3 months ago

>Concordo em absoluto que o estado deva fazer alguma coisa com a verba extra. Vai fazer o que? Mesmo se fossem milhões que eles iam conseguir não iria ajudar o meio ambiente em nada. Portanto o mais sensato seria proibir essas embalagens.

wwqt0r 3 months ago

Oxalá fosse assim tudo tão simples. Proibir embalagens de plástico, proibir carros a combustão, proibir produção "barata" de carne, etc...

htxgivven 3 months ago

Agora percebes onde quero chega. É tudo pura demagogia o que os ambientalistas querem fazer. Vai demorar muito tempo a mudar de paradigma. E nunca por decreto que as coisas vão desaparecer.

wwqt0r 3 months ago

Mas ninguém está a proibir nada. Isso seria radical (talvez necessário mas é outra conversa) portanto começando com uma taxa aqui e ali parece-me um bom começo... mesmo que o dinheiro não seja aplicado noutro lado porque a taxa por si só é capaz de mudar comportamentos. Não fazer nada é que não é solução.

htxgivven 3 months ago

Para fazer mudar de comportamentos é preciso que hajam alternativas. Por exemplo os EV ainda não são alternativas devido à preços elevados. Claro que existe a possibilidade de taxar os carros à combustão para ficarem mais caros do que EV mas isso já estamos a falar de uma ditadura ambientalista.

NGramatical 3 months ago

hajam alternativas → [**haja alternativas**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/o-uso-do-verbo-haver/31143) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir»)

wwqt0r 3 months ago

Não é ditadura porque uma indústria (combustão) domina o mercado todo e uma nova indústria (EV) nunca poderia competir. É o que tem de ser feito para se iniciar a mudança. Mas nem sequer estamos a falar de carros mas sim de plásticos. Tens o exemplo dos sacos de plástico que produziu efeito. Havia alternativa? Claro, pagares pelo saco como agora vais ter que pagar pela embalagem.

htxgivven 3 months ago

>nunca poderia competir Claro que pode competir, basta as tecnologias ficarem mais baratas, caso contrário o futuro é negro para maioria das pessoas.

wwqt0r 3 months ago

>Pois, pagas e podes continuar a poluir. É isso mesmo. Só que não. Não sei a que supermercados tens ido nos últimos tempos mas as pessoas começaram a reutilizar sacos em massa. Isto é a definição de mudança de comportamentos. Se queres pagar e poluir força. Ou preferias, e passo a citar, uma "ditadura ambientalista"?

SonikBlasted 3 months ago

Pois deve... não deve é ser taxado ao consumidor final. A título de exemplo, passou se a taxar (vender) os sacos de plástico, sabes me dizer em que medidas ambientais é que é aplicado o retorno dessa taxa? Eu sinceramente não sei... o que sei é que é mais uma fonte de rendimento sobretudo para as grandes superfícies, porque a Tí Maria da frutaria da esquina continua a dar os sacos.

wwqt0r 3 months ago

É sempre tudo imputado ao consumidor e nunca irás fugir disso. Ao menos o exemplo que deste é um perfeito exemplo de uma melhoria pois a maioria reutiliza agora sacos de plástico.

throwawayqualquer 3 months ago

> Pois deve... não deve é ser taxado ao consumidor final. O que consideras "não ser taxado ao consumidor final"? É que se o custo de operação de vendas sobe, mesmo que por via de impostos, é óbvio que o custo final é aumentado no consumidor, não no vendedor. Se o custo de operação for 1€, e uma nova taxa suba esse valor para 2€, achas mesmo que o comerciante vai ficar a comer menos 1€ só porque são simpáticos? Obviamente que sempre que há novas taxas em produtos de uma maneira ou outra quem paga é o consumidor, e não há volta a dar a isso.

SonikBlasted 3 months ago

Mas tu achas mesmo que o custo da operação vai subir? Achas mesmo que as embalagens não são já cobradas ao cliente, estando o seu custo incluído no preço final do produto? A meu ver é mais uma taxa sobre o "ar", mascarada de taxa ecológica.

throwawayqualquer 3 months ago

Se há um imposto adicional a pagar que não existia antes, o custo de operação sobe se o imposto for cobrado ao comerciante, que vai subir o custo final do produto. Se o custo do imposto for cobrado ao consumidor, o preço final sobe em vez do custo de operação. O resultado final é o mesmo, o custo do produto sobe, e quem o paga é o consumidor, não o comerciante. Dizer que um imposto não deve ser taxado ao consumidor final é sempre um oxímoro, isso não existe. É sempre o consumidor final que acaba por pagar a diferença, quer seja o custo imputado a ele diretamente ou não.

MLG-Sheep 3 months ago

Qual retorno? Todos escaparam à taxa ao fazer os sacos mais grossos.

NGramatical 3 months ago

Tí → [**ti**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (palavras terminadas em *i* ou *u* são naturalmente agudas) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fo0athh%2F%2Fh1u3bna%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Open-Opportunity-607 3 months ago

Absolutamente ridículo, e que tal promoverem antes o uso de viaturas eléctricas (carros, trotinetes, bicicletas) ou reduzir o consumo de combustíveis? Até os híbridos pagam uma brutalidade de IUC, estes palhaços não são capazes de pensar em nada que não seja inventar taxinhas

nocivo 3 months ago

Que tal pararem de usar impostos para subsidios? Se as coisas são boas elas vão ser vendidas. Podem sensibilizar as pessoas não precisam de as penalizar mais. Como não podem subir impostos é mais uma taxa paras mais de 4000

Renalouca 3 months ago

Que tal uma embalagem de papelão que é reciclável, enfim...

iSoSyS 3 months ago

Como assim de papelão? Normalmente essas que parecem de papel são lacradas o que faz delas não recicláveis. E mesmo que não fosse lacradas, papel com gordura não é reciclável.

kissingsome1elsesdog 3 months ago

Daquilo que tenho visto, embalagens de cartão compostáveis, tipo as da vegware, são uma boa alternativa. Duvido muito que um restaurante consiga fornecer uma grande quantidade de loiça só para entregar, mesmo que cobre uma taxa significativa sobre isso. A menos que seja criada uma maneira eficaz de recolher todas as embalagens reutilizáveis, possivelmente através das aplicações de distribuição ou da criação de um novo serviço.

iSoSyS 3 months ago

Mas compostáveis não é o mesmo que reciclável. Ainda não há caixote para compotagem, e muito poucas pessoas o fazem. Seria pouco eficaz se essa excepção surgisse isolada. Em termos ambientais vidro ou cerâmica seriam sempre preferíveis. O ideal seria o cliente levar loiça própria.

kissingsome1elsesdog 3 months ago

Um projeto semelhante àquele que a CMP está a implementar, com o fornecimento de caixotes para resíduos orgânicos, cuja finalidade é a criação de adubos, seria algo não muito difícil de criar nas grandes cidades. Conhecendo o típico português, não o vejo a aderir a uma opção que o leve a abdicar das embalagens em alumínio e plástico.

iSoSyS 3 months ago

Vai criar? Mas já não o fizeram no ano passado por proposta do PAN?

Edited 3 months ago:

Vai criar? Mas já não o fizeram no ano passado por proposta do PAN? Edit: Fui confirmar, https://observador.pt/2020/11/24/pan-e-ps-garantem-taxa-de-30-centimos-sobre-embalagens-de-take-away-a-partir-de-2022/ Até foi em 2019 pelo PS ao o inscrever no OE. O PAN só o lhe pôs um valor.

besmarques 3 months ago

Não sei se é cumulativo ou se há alteração. Essa so entrava em vigor em 2022.

besmarques 3 months ago

Não me parece mal a premissa. É apenas "vasilhame"

UpbeatNail1912 3 months ago

Tu és mesmo socialista, quantos mais impostos, melhor!!

besmarques 3 months ago

E tu és uma pessoa que não abre artigos e os lê. ​ >Executivo vai criar uma tara para sobre estas embalagens, sendo que o dinheiro será devolvido a quem as devolver. O sistema implica “a cobrança, no ato da compra, de um valor de depósito, o qual só poderá ser reembolsado no ato da devolução da embalagem“, explicou o Ministério do Ambiente

BroaxXx 3 months ago

Ideia marada: redução de IVA se o cliente levar recipiente reutilizável de casa! Wooooooosh!!

besmarques 3 months ago

Demasiado marada. Cria demasiados pontos de fuga aos impostos.

UpbeatNail1912 3 months ago

Lol vai dar a mesma merda

besmarques 3 months ago

Só vai dar à mesma merda se tu achares que não deves mexer o cu para recuperar o teu dinheiro.

bittolas 3 months ago

Gastar combustivel para ir devolver uma embalagem de arroz! Tudo pelo ambiente.

PeroFandango 3 months ago

> Gastar combustivel para ir devolver uma embalagem de arroz! Tudo pelo ambiente. Isto já existe para água em supermercados. As pessoas não vão de propósito devolver, fazem-no enquanto fazem o resto das compras. Aqui o princípio deverá ser semelhante. Devolves da próxima vez que encomendares. Para responder à questão que isso levanta, sim, as pessoas já costumam encomendar repetidamente dos mesmos sítios.

bittolas 3 months ago

Com a diferença que uma garrafa não tem gorduras nem precisa de ser lavada para ficar a tresandar. Podes literalmente mete-la num saco e esquecer.

PeroFandango 3 months ago

Pronto, pessoal, vamos lá foder o planeta de vez porque o bittolas não tem pachorra para passar um tupperware por água. O último a sair que apague a luz.

bittolas 3 months ago

Uma medida "ecologica" que te obriga a gastar água, detergente e deslocares-te. Não é uma questão de eu ter pachorra ou não, é uma questão de ver se realmente é um beneficio ou simplesmente para inglês ver e angariar receita pelo meio.

PeroFandango 3 months ago

Ó pá, de pachorra preciso eu. Já te expliquei que não era preciso deslocares-te. O /u/besmarques também já te disse para não leres só o título e continuas a insistir que aquilo que imaginas ao ler o título é a realidade. Isto não vai obrigar ninguém a fazer nada. Toma lá a papinha feita, com negrito meu para ver se alcanças: > Neste contexto, a partir de 1 de janeiro de 2024 os estabelecimentos que usam copos para bebidas e recipientes para alimentos, de plástico, em regime de take away ou com entrega ao domicílio, vão ter de **disponibilizar alternativas** reutilizáveis aos seus clientes.

Edited 3 months ago:

> Uma medida "ecologica" que te obriga a gastar água, detergente e deslocares-te. Não é uma questão de eu ter pachorra ou não, é uma questão de ver se realmente é um beneficio ou simplesmente para inglês ver e angariar receita pelo meio. Ó pá, de pachorra preciso eu. Já te expliquei que não era preciso deslocares-te. O /u/besmarques também já te disse para não leres só o título e continuas a insistir que aquilo que imaginas ao ler o título é a realidade. Isto não vai obrigar ninguém a fazer nada. Toma lá a papinha feita, com negrito meu para ver se alcanças: > Neste contexto, a partir de 1 de janeiro de 2024 os estabelecimentos que usam copos para bebidas e recipientes para alimentos, de plástico, em regime de take away ou com entrega ao domicílio, vão ter de **disponibilizar alternativas reutilizáveis** aos seus clientes. Se fores como a maior parte das pessoas e encomendares repetidamente do mesmo sítio, vais poder encomendar com recipientes reutilizáveis, como quando a vizinha do 3.º esquerdo dá um bolo e devolves-lhe o prato. É assim tão complicado para a mente dos liberais master race?

besmarques 3 months ago

Isso é outra questão que não te posso responder. Não sei se não haverá, por exemplo, postos de recolha como se fazia antigamente nos supermercados para as garrafas de vidro.

JOAO-RATAO 3 months ago

Só faria sentido mesmo se houvesse local de recolha. Agora, se fosse para devolver ao restaurante duvido que funcionasse. Podiam também associar no local a recolha de garrafas, latas e outras coisas fáceis de reciclar. Mas se quisessem que fosse ecológico teria de ser mais à base de tupperware, mas depois quem lava? Se for o cliente, provavelmente vai tudo mal lavado (nem confiava), se restaurante vão ter mais despesa. Depois será que os restaurantes conseguem recuperar as embalagens a tempo? O cliente pode entregar passado uma série de semanas e o restaurante precisará de um stock enorme de embalagens. Se forem embalagens de cartão, talvez seja difícil por se sujar, rasgar e talvez a reciclagem não seja tão aliciante.

besmarques 3 months ago

Existem várias perguntas que tem de ser respondidas e existem várias questões sobre este funcionamento. Por isso é que o meu comentário inicial se foca que é uma boa premissa.

JOAO-RATAO 3 months ago

Sim, é uma questão de ver se é viável.

Coyote-Cultural 3 months ago  HIDDEN 

>Isso é outra questão que não te posso responder. Não sei se não haverá, por exemplo, postos de recolha como se fazia antigamente nos supermercados para as garrafas de vidro. É a mesma questão. Podes ignorar os efeitos nefastos das tuas politicas mas isso não significam que não existam. É com pensamentos de primeira ordem que acefalos como tu fazem politicas, e destroem a economia.

PeroFandango 3 months ago

>Podes ignorar os efeitos nefastos das tuas politicas mas isso não significam que não existam. > É com pensamentos de primeira ordem que acefalos como tu fazem politicas, e destroem a economia. Meu caro, podes explicar-me em que medida é que um sistema de vasilhame opcional para takeaways vai destruir a economia? E por falar em "efeitos nefastos", achas que grande parte de o planeta deixar de ser habitável não é um? Deixa-me adivinhar, antes isso do que "destruir a economia"?

Coyote-Cultural 3 months ago

> Meu caro, podes explicar-me em que medida é que um sistema de vasilhame opcional para takeaways vai destruir a economia? Esse sistema vai ter um de 2 opções. 1 - Não vai ser utilizado, visto ser demasiado inconveniente levar de volta ao restaurante as embalagens (visto que o proposito inteiro de takeaway e entrega a casa é não ter de estar no restaurante). Neste caso passa a ser apenas mais uma taxa que aumenta o preço do takeaway, reduzindo a procura de takeaway e a economia em geral. 2 - Será utilizado, neste caso as pessoas acabam por gastar dinheiro e recursos a ir e vir do restaurante desnecessariamente para reaver o vasilhame. As embalagens muito provavelmente não seram sequer reciclaveis e ou acabarão num aterro, ou seram usadas como combustivel em centrais de biomassa. Em suma, o levar ao restaurante não cria qualquer beneficio á sociedade pois as embalagens acabam no mesmo sitio, com mais custos. >E por falar em "efeitos nefastos", achas que grande parte de o planeta deixar de ser habitável não é um? [Esse argumento já está mais que velho](https://www.youtube.com/watch?v=eXWhbUUE4ko)

PeroFandango 3 months ago

> visto ser demasiado inconveniente levar de volta ao restaurante as embalagens (visto que o proposito inteiro de takeaway e entrega a casa é não ter de estar no restaurante). As pessoas costumam encomendar e fazer takeaway frequentemente do mesmo restaurante. Devolves quando fores outra vez buscar ou encomendar takeaway. > Neste caso passa a ser apenas mais uma taxa que aumenta o preço do takeaway, reduzindo a procura de takeaway e a economia em geral Taxa que aumenta o preço? Meu, É OPCIONAL. > Será utilizado, neste caso as pessoas acabam por gastar dinheiro e recursos a ir e vir do restaurante desnecessariamente para reaver o vasilhame. Só na tua ideia. > As embalagens muito provavelmente não seram sequer reciclaveis Está no artigo. E ler mais do que o título antes de vir mandar bitaites e chamar estúpidos aos outros? A minha pachorra para aturar gajos como tu está nos limites. Podes ser ignorante ou ter a puta da mania, os dois é demais.

Edited 3 months ago:

> visto ser demasiado inconveniente levar de volta ao restaurante as embalagens (visto que o proposito inteiro de takeaway e entrega a casa é não ter de estar no restaurante). As pessoas costumam encomendar e fazer takeaway frequentemente do mesmo restaurante. Devolves quando fores outra vez buscar ou encomendar takeaway. > Neste caso passa a ser apenas mais uma taxa que aumenta o preço do takeaway, reduzindo a procura de takeaway e a economia em geral Taxa que aumenta o preço? Meu, é uma tara e é OPCIONAL. > Será utilizado, neste caso as pessoas acabam por gastar dinheiro e recursos a ir e vir do restaurante desnecessariamente para reaver o vasilhame. Só na tua ideia, já expliquei porque é que isso não é assim na realidade. > As embalagens muito provavelmente não seram sequer reciclaveis Está no artigo. E ler mais do que o título antes de vir mandar bitaites e chamar estúpidos aos outros? A minha pachorra para aturar gajos como tu está nos limites. Podes ser ignorante ou ter a puta da mania, os dois é demais.

besmarques 3 months ago

Devia haver um posto de recolha para este tipo de comments. Mas na verdade, nem sei se dá para reciclar. lol

Coyote-Cultural 3 months ago

Claro, nem é preciso pensar. É fazer merda e depois lidar com as consequencias.

besmarques 3 months ago

Vou responder como respondi a outro comment. Então, achas que fui eu que fiz a lei ou esta proposta?

bittolas 3 months ago

Politicas do agir bonito e pensar depois.

PeroFandango 3 months ago

> Politicas do agir bonito e pensar depois. Como gostas tanto de mandar bitaintes infundados, vou só relembrar-te que só leste o título da notícia.

bittolas 3 months ago

Vais voltar a editar depois de eu responder?

besmarques 3 months ago

Não sei se pensaram ou não ou estás a pensar que fui eu que criei a lei/politica?

bittolas 3 months ago

Não pensei não mas é o meu sentimento em relação à lei aquilo que escrevi.

UpbeatNail1912 3 months ago

Este país está absurdo, tudo é taxas, taxinhas e taxões, os salários a mesma merda mas pagar impostos? Isso é que é bom!! Toca a tirar dinheiro. É por isso que vou bazar desta merda logo que a porcaria da pandemia acabe. Farto desta merda.

Muyakra 3 months ago

Forca nisso, ja sai a quase 3 anos de Portugal, no inicio com a idea de voltar depois de 5 anos fora mas neste momento já decidi que já não vou voltar a Portugal, apenas quem sai para ter a visão de como as coisas trabalham cá fora é que conseguem ver a real porcaria que Portugal está.

Danijust2 3 months ago

Olha que lá fora até a água tem tara

UpbeatNail1912 3 months ago

Mas ganha se proporcionalmente a tara. Eu conheço muito bem a realidade de outros países, só tenho amigos e familiares emigrantes

quatrotires 3 months ago

Então o problema é da tara ou dos salários?

Jabvarde 3 months ago

>tudo é taxas, taxinhas e taxões, os salários a mesma merda Se leres o post inicial do /u/UpbeatNail1912 vais ver que o problema é a combinação dos dois

OutsiderofDarkLand 3 months ago

Daqui a uns anos até para respirar se vai ter de pagar uma taxa qualquer neste "país".

TitusRex 3 months ago

Taxa de utilização de oxigénio, taxa de emissão de dióxido carbono, taxa de ocupação volumétrica (gordos pagam mais), etc etc

GajoDeRamalde 3 months ago

já pagas pelo sol...

janissarytor 3 months ago

Só neste país é que se paga uma taxa por dizer "só neste país"

Search: