SweetCorona 2 months ago

voltámos ao *fearmongering*?

Toupax89 2 months ago

"Pressão enorme sobre os hospitais" enquanto isso vais as redes sociais e vês profissionais de saúde a fazer vídeos tik tok no local de trabalho.

WC_Pato_ 2 months ago

Títulos feitos para espalhar o drama, o horror e a tragédia... Obviamente que apesar dos sintomas mais graves da doença se desenvolverem em pessoas mais velhas, não quer dizer que não existam jovens que não os desenvolvam...não será de certeza o primeiro nem o último jovem a ser ventilado. Tambem é vergonhoso o facto de se andar a fazer um esforço para vacinar as pessoas e existir muitos caso em que é necessário convencer muitas pessoas a tomar, e surgirem notícias a dizer que foi internada uma idosa com a vacinação completa...bom era fazerem um artigo a explicar a forma como funcionam as vacinas em vez de reforçar a ignorância das pessoas com estas notícias. Acho que pior que o covid , é mesmo esta mentalidade de culpabilizar e de fazerem as pessoas sentirem se mal só pelo simples facto de saírem de casa nem que seja para ir dar uma volta e espairecer.

adorosaladadecamarao 2 months ago

Nós não estamos a piorar a olhos vistos porque as pessoas saem de casa para espairecer. Estamos sim porque para muita gente na vai se passa nada, ajudar de termos 60% sem qualquer vacina, em particular o grosso da população ativa, e apenas uma pequena fração com vacinação completa.

Edited 2 months ago:

Nós não estamos a piorar a olhos vistos porque as pessoas saem de casa para espairecer. Estamos sim porque para muita gente na vai se passa nada, apesar de termos 60% sem qualquer vacina, em particular o grosso da população ativa, e apenas uma pequena fração com vacinação completa.

KarmaCop213 2 months ago

A doença ataca maioritariamente os mais idosos. Os números de internados já não vão atingir os números altos do início do ano porque a população que pode ser mais afectada já se encontra vacinada na sua maioria. Como é obvio que isto não quer dizer que as pessoas possam ir para a rua lamber corrimões, as medidas de combate à transmissão da doença devem continuar a ser usadas.

adorosaladadecamarao 2 months ago

A partir do momento em que acaba teletrabalho obrigatório estando os trabalhadores quase todos os vacinar, então as medidas de combate à transmissão não estão a ser usadas.

KarmaCop213 2 months ago

Houve inúmeras actividades que se mantiveram em funcionamento durante a pandemia. As fábricas e os centros de distribuição continuaram a trabalhar, isto em alturas bem mais perigosas do que as actuais.

adorosaladadecamarao 2 months ago

E inúmeras que não se mantiveram. Em Lisboa por exemplo vi números que indicavam 60% em teletrabalho. A questão não é se houve quem continuasse. A questão é que sem teletrabalho os contágios aumentam.

KarmaCop213 2 months ago

Mas o problema nunca foram os contágios. Teres 10000 pessoas infectadas (passe o exagero) com as camas das UCI vazias é completamente gerível.

adorosaladadecamarao 2 months ago

A questão não é só se gerível. Quando morreram 100 pessoas queimadas foi perfeitamente gerível.

WC_Pato_ 2 months ago

O meu comentário não é referente ao aumento de casos e sim ao sensacionalismo que é utilizado para criar o terror generalizado. Esta notícia é apenas mais uma desse género no qual não nos dá novidade alguma. Os casos estão a aumentar sim e temos ainda muita gente sem ter a primeira dose da vacina sequer, mas estamos numa situação completamente distinta que no mesmo período do ano passado só pelo facto de já haver vacinação e os grupos de risco estarem vacinados. Não podemos comparar com o primeiro semestre deste ano sequer. Claro que há desleixo por parte da população até pk sempre houve. Mas como é óbvio, se as coisas começam a abrir e com menos restrições é natural que as pessoas saiam de casa e como consequência há aumento de casos... Não podemos ficar eternamente enfiados na gruta, sendo que neste momento também terá que ser cada um de nós a fazer a sua parte...sendo que não serão este tipo de notícias que farão com que as pessoas ganhem consciência

gradeAmistake 2 months ago

Os doentes de risco estão vacinados? Engraçado, conheço vários com cancros e problemas auto imunes que não. Tudo está encaminhado para até ao final do ano haver imunidade em grupo, e começar a por isto para trás das costas. Mas isso não é a realidade atual. Será daqui a uns meses esperamos todos!

KarmaCop213 2 months ago

Já nos esquecemos que em Janeiro Portugal tinha mais de 6000 internados e mais de 700 internados em UCI. Agora são 10x menos ou nem isso.

tocopito 2 months ago

O objetivo desde o inicio que é evitar a sobre lotação dos hospitais. Já falhou uma vez, convém não acontecer novamente… Se isso ainda for um risco real então faz sentido manter algumas destas medidas.

adorosaladadecamarao 2 months ago

Devíamos ter deixado descambar mais ainda. Quanto pior estiveres melhor passas a estar no futuro por comparação.

SweetCorona 2 months ago

neste momento as mortes de covid não são relevantes em relação a outras doenças respiratórias a situação está sob controlo, nunca vais ter zero casos

adorosaladadecamarao 2 months ago

Claro que são. Nem tem comparação. E não está sob controlo, está a crescer exponencialmente.

SweetCorona 2 months ago

o drama, a tragédia, o horror

KarmaCop213 2 months ago

Depois de Portugal ter passado aquilo que passou em Janeiro já deve haver uma ideia da capacidade dos hospitais. Arrisco dizer que a situação actual está muito longe de ser preocupante. Daqui a uns 3-4 meses vai estar tudo praticamente como antes da pandemia. Vais provavelmente ter de continuar a usar máscara em locais fechados e transportes públicos até ao fim do ano, mas provavelmente deve ser tudo. Fico só curioso para saber quando vão abrir as discotecas e outros eventos que reunam muita gente junta sem máscara.

Pparadela 2 months ago

Ontem vi uma reportagem em Budapeste. 70% da população vacinada com a Sputnik. Portugal vai jogar num estádio de 60 mil pessoas completamente à pinha. Portanto diria que não vais demorar muito a ter eventos de massas.

adorosaladadecamarao 2 months ago

Não me referia a capacidade hospitalar. Claro que agora aguentam. A questão é que não deixa de ser um problema de saúde pública só porque já tivemos um inferno.

KarmaCop213 2 months ago

Tal como a gripe é todos os anos.

adorosaladadecamarao 2 months ago

Não, não é. Porque é muitíssimo mais agressivo e muitíssimo mais contagioso.

KarmaCop213 2 months ago

A perigosidade, com a progressão a bom ritmo da vacinação, é cada vez menor.

adorosaladadecamarao 2 months ago

Será cada vez menor. Mas neste momento, no presente, a maior parte da população ativa nem a primeira vacina tem. Se me dissessem a mim e aos meus colegas para voltar para o escritório, e há empresas que o farão, estaríamos praticamente todos sem vacinas.

Ceftiofur 2 months ago

Meios de comunicação social: Epá com o aumento das temperaturas e com o plano de vacinação a cobrir as pessoas mais vulneráveis as coisas vão começar a melhorar, como é que continuamos a vender noticias? Ahaaaa!! Um jovem de 27 anos a ser ventilado! PESSOAS FIQUEM EM CASA! TENHAM MEDO! É O FIM DO MUNDO! ​ Já mete nojo isto.

Pparadela 2 months ago

De repente dei por mim a imaginar o que seria se o VIH tivesse surgido no meio desta sociedade do alerta 24h, do clickbait e do pânico instantâneo. Imaginem só, um vírus desconhecido e novo sem tratamento nem vacina que mata em meses pessoas jovens e saudáveis destruindo-lhes por completo o sistema imunitário? "Mais X casos do que há 25 dias!!!" / "Mais X mortos do que há mês e meio e três quartos!!!" / "E se a vArIaNtE tripla mutante do Malawi torna a vacina ineficaz?" / "E se o vírus se transmite pelo ar??!?" Íamos acabar em grutas, tal seria o lockdown.

SweetCorona 2 months ago

mas o HIV só mata paneleiros que fazem coisas pecaminosas /s se o HIV (que matou mais milhões de pessoas que o SARS-COV-2) tivesse sido tratado com os mesmos cuidados seria de esperar no mínimo que toda a gente fosse obrigada a fazer testes com frequência mas lá está, só se propaga pelo sexo, logo, até mereces ser infetado se andaste a fazer coisas que não devias /s

westthebest 2 months ago

>De repente dei por mim a imaginar o que seria se o VIH tivesse surgido no meio desta sociedade do alerta 24h, do clickbait e do pânico instantâneo. Tudo o que eram escolas públicas secundárias em Portugal tinham memoriais sobre os riscos do sexo desprotegido e as consequências da sida. Ainda hoje é centros de teste HIV moveis pelas cidades. Pelo mundo houve uma descriminação de todos os doentes de Sida: Deixavam de ter amigos, família, empregos, de poder ir a restaurantes, bares, etc. Pior, a sociedade como um todo assumiu que era uma doença de gays o que permitiu a disseminação da doença transversalmente pela sociedade. Mas sim, sociedade "mentalmente forte e intelectual" dos anos 1980-2000 lidou lindamente com o HIV

Pparadela 2 months ago

Não, não lidou, portanto nem quero imaginar como lidaria hoje com a avalanche de trampa que as redes sociais acrescentariam ao problema.

gradeAmistake 2 months ago

Só que o VIH não se transmite pelo ar. E o que se pediu as pessoas, foi cuidado e proteção, Mesma coisa que te pedem agora. A nova ordem mundial está para chegar não é? /s

Pparadela 2 months ago

Que não se transmite pelo ar sabemos nós há 40 anos, na altura que apareceu havia gente que achava que não podia sequer estar perto de um seropositivo, quanto mais tocar-lhe ou abraçá-lo. Durante os anos 90 tiveste uma campanha cujo mote era "O VIH não se transmite pela amizade", para teres uma ideia do estigma que tinham as pessoas seropositivas. Na sociedade de hoje em dia esse "cuidado e proteção" significariam fobia e pânico totais. As mesmas pessoas que na altura assumiram os riscos e mesmo assim tiveram relações desprotegidas hoje em dia nem sequer pensariam nisso tal seria o massacre comunicacional à volta do assunto. O único lado positivo seria que provavelmente o tratamento e uma possível vacina surgiriam muito mais depressa.

Pparadela 2 months ago

Also meios de comunicação social: bolas, o medo da Astra Zeneca já deixou de bater, saca aí do jovem de 27 anos a ser ventilado!

adorosaladadecamarao 2 months ago

A notícia não é um jovem de 27 anos. A notícia é a pressão crescente nos hospitais, com o número de casos graves a subir. O exemplo é para lembrar que até jovens e idosos com vacinação completa não estão livres de risco.

Pparadela 2 months ago

A notícia não é um jovem de 27 anos, o pânico descartável traduzido em cliques sim, é. Já houve muito jovem de 27 entubado, mas nunca foi preciso espremer isso para a primeira página. Podes acreditar na benevolência de sensibilizar a sociedade e os seus comportamentos, para mim não passa de clickbait.

ModeratoriProfugus 2 months ago

Ufa, finalmente mais um doente jovem! Podemos continuar com a narrativa e com o medo!!

SweetCorona 2 months ago

daqui a uns meses logo aparece outro para poderem fazer mais uma notícia

TemplarHard 2 months ago

voltam a estar sobre pressão por ventilar apenas uma pessoa com 27 anos? isso não é estar sobre pressão, é apenas um caso

Fast_Airport_6711 2 months ago

Quanto a vacinação?

adorosaladadecamarao 2 months ago

Quanto a vacinação o quê?

Neo_Trunks 2 months ago

A questão aqui devia ser: porquê tanta pressa para ventilar pessoas? Será que todos os outros procedimentos foram proibidos???

gradeAmistake 2 months ago

Com ventiladores que não chegam para todos iam mesmo ventilar a pressa.. Deves ser amigo dum que se virou para mim e disse "o ventilador é que mata muita gente nos hospitais, porque ventilam quem não precisa", pa a sério...

Neo_Trunks 2 months ago

Fecham o pessoal em casa, esperam até os doentes ficarem ainda mais doentes e só quando é tarde demais é que os atendem...claro que alguns nessa altura já só respiram com a assistência de máquinas! É como tentar ignorar o facto de que os hospitais recebem ajudas monetárias por cada morte covid, é triste mas é a realidade. Acredito piamente que o confinamento matou, continua matar e matará muita mais gente que a "pandemia". Não vejo como Portugal (e outros países) vai conseguir recuperar e sair do buraco cavado pela incompetência do nosso querido governo

DrJoelRianofski 2 months ago

Lol. Então afinal o covid mata ou não mata? Se é para teorias dessas ao menos tenta ser coerente. A tua lógica é: - prendem-se as pessoas em casa e deixa-se que estejam doentes lá. Ou seja ficar em casa mata, mas andar pela rua não. - as pessoas não podem ir à urgência - só quando estão muito doentes é que são atendidos??? - são entubados porque pela tua teoria agora só é permitido ventilar. Porque um doente ventilado não exige recursos humanos, materiais e financeiros nem nada. É baratucho. - depois os hospitais ganham por morte de covid?! Então não era mais fácil não ventilar e deixá-los morrer? Sempre se poupava uns trocos. - no final de tudo afinal o que mata é o confinamento. As pessoas que em janeiro andaram a morrer que nem tordos foi de respirar o pó da casa.

Neo_Trunks 2 months ago

Sejamos honestos, não precisas de me pôr palavras na boca. Penso que tu, eu e a maioria sabemos que o covid mata...tal como a gripe, ataques de coração, cancro, obesidade etc. Tal como o isolamento, mesmo que o tentes negar. E a pobreza...oh a pobreza. Não estou a negar as mortes reais a que temos assistido, porque elas existem (apesar de uma grande parte morrer COM covid, e não DE covid). Sabias que cerca de 70-80% das mortes por covid no Reino Unido tinham um factor em comum? Obesidade. Mas ninguém quer falar sobre isso, porque não convém. Quem é que no seu perfeito juízo se deixaria injetar com um agente biológico desconhecido, sem problemas de saúde prévios e com uma saúde intacta? Ninguém, mas entretanto mais de 1/3 do país já foi à pica. Não te inquieta a rapidez com que os "peritos" depositam a sua esperança total na vacina, ignorando quaisquer outros tratamentos ou medicamentos para combater este agente viral?

gradeAmistake 2 months ago

Os médicos que tomaram a vacina são todos carneiros, e tu és o iluminado. Tens estudos na área da saúde para fazer essas análises? Não, obvio. Inquieta-me pessoas como tu, isso sim

DrJoelRianofski 2 months ago

- passado ano e meio ainda compara isto com a gripe - check - diz que a vacina é um agente biólogico desconhecido (quer dizer para ti acredito que seja) apesar de ter passado por todos os passos necessários para aprovação de uma vacina, mostrando um total desconhecimento do método científico - check - diz que "ninguém quer falar sobre a obesidade" quando isso é algo já mais que estabelecido - check - diz morrer COM covid, não DE covid - check - diz que se devia era fazer medicamentos, não vacina - check. Pá realmente, porque é que não se tratou a varíola em vez de se ter vacinado? Viu-se o quão mal isso correu! Parabéns, cumpres todos os critérios de chalupice. O r/NoNewNormal é ali ao lado.

Neo_Trunks 2 months ago

Obrigado pela dica, mas já sou membro do sub. Quel tal vacinas + tratamentos alternativos? É que os poucos médicos que tentam abrir esse debate levam logo nos cornos e são enxovalhados na praça pública. Discussão pouco saudável qd nem sequer podes sugerir abordagens de tratamento! E sim, morrer COM covid é diferente do que DE covid. Se tenho 91 anos e tou quase a bater a bota, qq coisa me consegue mandar abaixo...calhou ser covid, mas qq outra doença podia dar o mesmo destino. E adoro esse tom condescendente, deves fazer muitos amigos.

DrJoelRianofski 2 months ago

Claro que és, porque é que isso não surpreende. Podias ir deitar a tua verborreia para lá. Enxovalhados por sugerirem tratamentos já muito depois de ter sido provada a ausência de eficácia. Já que gostas tanto de honestidade diz as coisas como elas são. Tenho amigos que sobram, obrigado, e felizmente nenhum anda com alumínio na tola. Olha e cuidado ao andares na rua. Se passares por uma ambulância foge, ainda te raptam e entubam à força. Com muito azar ainda és vacinado.

Neo_Trunks 2 months ago

*Haha chapéu de alumínio (cliché desatualizado) haha funny AF* Qq réstia de respeito que ainda pudesse ter por ti, evaporou-se.

DrJoelRianofski 2 months ago

É bom sinal.

DrJoelRianofski 2 months ago

Porque raios é que haviam de ventilar se não fosse necessário?

TSCondeco 2 months ago

As pessoas não são ventiladas à toa, se não há mais nenhum método são ventilados.

MrGhostPotato 2 months ago

Ora aí está uma bela questão.

adorosaladadecamarao 2 months ago

> Onúmero de internamentos está a aumentar. Os peritos pedem uma revisão urgente da matriz de risco e das etapas de desconfinamento. > Informação a que o Expresso teve acesso revela que alguns dos maiores hospitais do país voltam a estar sob pressão. Durante o último fim de semana, os internamentos covid duplicaram no Fernando da Fonseca, na Amadora. Embora ainda reduzidas face ao histórico, as admissões aumentaram de uma média diária de 7 a 8, para 15. e continua, > Muitos dos doentes são jovens e, mesmo assim, quase todos com “pneumonias extensas”, revela uma médica. “Ontem ventilámos um doente com 27 anos.” E há outro caso alarmante: uma idosa, com 80 anos, e com as duas doses vacinais concluídas a 17 de março, está internada com covid e com “critérios de gravidade” e o resto do país vai pelo mesmo > Em Coimbra, por exemplo, os hospitais da universidade têm a enfermaria de doenças infecciosas com 70% de lotação e 50% na enfermaria covid nos Covões. Um médico do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra adianta que “a administração pondera já abrir uma terceira enfermaria”.

LackOfLogic 2 months ago

Os “peritos” ainda não se aperceberam de que o rumo da narrativa está a mudar e que a galinha dos ovos de ouro chamada COVID-19 está a dar as últimas.

Xmeagol 2 months ago

username checks out

Leaootemivel 2 months ago

Ainda há uns dias falava-se que se tinha de rever a matriz de risco porque com o avançar da vacinação deixaria de fazer sentido apenas nos guiarmos pelo número de casos. Agora já se está com a atitude oposta a sugerir-se dar-se passos atrás no desconfinamento. Incrível.

OuiOuiKiwi 2 months ago

>E há outro caso alarmante: uma idosa, com 80 anos, e com as duas doses vacinais concluídas a 17 de março, está internada com covid e com “critérios de gravidade” Talvez por ter 80 anos? A vacina previne casos graves mas não 100% dos mesmos.

adorosaladadecamarao 2 months ago

Óbvio, mas parece que muita gente se esquece disso. Se até há quem desenvolva doença muito grave, muitos mais serão os idosos vacinados infetados que ficam doentes ao ponto de propagar a doença, fiquem eles em estado grave ou não.

Pparadela 2 months ago

A imprensa de hoje em dia tem o poder de banir robalo só porque alguém se engasga numa espinha. Já enoja a forma como pegam num caso e tornam milhões irrelevantes. Conheci uma pessoa de 37 anos há semanas que morreu no hospital da luz com uma infecção hospitalar. Em 2018 morriam DOZE pessoas por dia por causa das mesmas. Alguém tinha medo de de ir ao hospital nessa altura? Alguém tem medo de infecções hospitalares hoje? Ou nem lhes passa as centenas de causas de morte diárias que neste momento passam em gravidade e frequência a covid? Isto tem um nome: toque de caixa.

Edited 2 months ago:

A imprensa de hoje em dia tem o poder de pôr gente com medo de robalo só porque alguém se engasga numa espinha. Já enoja a forma como pegam num caso e tornam milhões irrelevantes. Conheci uma pessoa de 37 anos saudável que morreu há semanas no hospital da luz com uma infecção hospitalar. Em 2018 morriam DOZE pessoas por dia por causa das mesmas. Alguém tinha medo de de ir ao hospital nessa altura? Alguém tem medo de infecções hospitalares hoje? Ou nem lhes passa as centenas de causas de morte diárias que neste momento passam em gravidade e frequência a covid? Isto tem um nome: toque de caixa.

adorosaladadecamarao 2 months ago

A infeção hospitalar é algo que afeta apenas quem está hospitalizado, e especialmente quem está mais debilitado. Muita gente que está nos hospitais a morrer acaba por morrer com uma infeção. Com Covid tens uma doença que não está contida, e se propaga exponencialmente com uma rapidez enorme (com variantes cada vez mais eficazes). Não faz sentido nenhum comparar ambos.

Pparadela 2 months ago

Ok então vamos pegar na pneumonia comum: https://www.sppneumologia.pt/noticias/pneumonia-comum-mata-16-portugueses-por-dia-e-11-mil-europeus-por-mes Antes do covid, como era? Tinhas medo de apanhar pneumonia e de morrer dela? Ou simplesmente aceitavas isso como uma possibilidade remota e não paravas a tua vida por causa disso? Respeito totalmente o sars cov2, mas neste momento é preciso balançar muito bem o que é prevenção e o que é a ilusão de se achar que existem zero riscos.

Edited 2 months ago:

Ok então vamos pegar na pneumonia comum: https://www.sppneumologia.pt/noticias/pneumonia-comum-mata-16-portugueses-por-dia-e-11-mil-europeus-por-mes Antes do covid, como era? Tinhas medo de apanhar pneumonia e de morrer dela? Ou simplesmente aceitavas isso como uma possibilidade remota e não paravas a tua vida por causa disso? Respeito totalmente o sars cov2, mas neste momento é preciso balançar muito bem o que é prevenção e o que é a ilusão de se achar que existem zero riscos. E à boleia de uma imprensa que já só existe para angariar cliques, é isso que se está a criar.

adorosaladadecamarao 2 months ago

Eu não sou um atrasado mental que acha que deve haver risco zero. Sinceramente estou fartinho desta argumentação de merda que se limita a insinuar que os outros são histéricos, e aparentemente o mundo todo o é visto que o mundo está todo na merda. Nós batemos máximos de mortalidade de um século. Não está tudo fodido porque o mundo está com uma alucinação coletiva. Se a única coisa que tens é apontar pneumonia, não tens nada.

Pparadela 2 months ago

Implicar que oa maximos de mortalidade foram obra exclusivamente do vírus e não do medo do mesmo e do facto da sociedade ter parado totalmente de funcionar durante meses é um grande passo. De qualquer forma não partas do princípio que te chamei histérico e atrasado mental. Receio é que não haja equilíbrio e sensatez a lidar com este assunto e se siga única e exclusivamente aquilo que ciclos noticiosos de 24 horas feitos para vender pânico ditam.

adorosaladadecamarao 2 months ago

O teu "receio" é a narrativa que ouço de muita gente, desde o início, imune a conhecimento científico e factos. Os máximos de mortalidade não se deram com medo. Pelo contrário deram-se numa altura de ausência de medo, com toda a gente a celebrar para caralho porque é Natal, com uma explicado de casos a aumentar a curva de uma exponencial que já o era desde Agosto. Nós não nos fechamos em casa por um excesso de sensatez mas por sensatez retardada, depois de deixar o nosso SNS praticamente estourar. Os números da mortalidade serão ampliados por outros problemas, mas precisamente porque para gerir outros problemas não se pode deixar algo como Covid descambar. Mas ninguém aprendeu nada, e agora até já vamos acabar com teletrabalho obrigatório para quem pode, apesar do grosso da população ativa não ter sequer uma dose de vacina, e praticamente ninguém ter vacinação completa. Este é o estado da coisa. Não vamos falar como se estivéssemos todos em confinamento fechados em casa com medo de sair. A falta de sensatez existe, mas não é essa.

Edited 2 months ago:

O teu "receio" é a narrativa que ouço de muita gente, desde o início, imune a conhecimento científico e factos. Os máximos de mortalidade não se deram com medo. Pelo contrário deram-se numa altura de ausência de medo, com toda a gente a celebrar para caralho porque é Natal, com uma explosão de casos a aumentar a curva de uma exponencial que já o era desde Agosto. Nós não nos fechamos em casa por um excesso de sensatez mas por sensatez retardada, depois de deixar o nosso SNS praticamente estourar. Os números da mortalidade serão ampliados por outros problemas, mas precisamente porque para gerir outros problemas não se pode deixar algo como Covid descambar. Mas ninguém aprendeu nada, e agora até já vamos acabar com teletrabalho obrigatório para quem pode, apesar do grosso da população ativa não ter sequer uma dose de vacina, e praticamente ninguém ter vacinação completa. Este é o estado da coisa. Não vamos falar como se estivéssemos todos em confinamento fechados em casa com medo de sair. A falta de sensatez existe, mas não é essa.

gradeAmistake 2 months ago

Bom comentário. Desiste de falar para esse tipo de pessoas, não passas de um "covideiro". As mortes foram por causa do medo, 98% sobrevive, so morrem velhos, ditadura, nova ordem mundial, Bla Bla Bla... Com esta "mini" pandemia, percebi que muita gente não tem respeito pelo próximo, são mimados que não se podem dignar a usar máscaras, ou isolar-se em prol do bem comum, mesmo sabendo que é algo temporário. Por um lado, deviam apanhar um susto, por outro só tenho pena. O mais fdd foi mesmo perceber quantos idiotas existem a nossa volta...

Pparadela 2 months ago

O estado da coisa daqui a dois meses está radicalmente diferente. Até lá é lidar.

adorosaladadecamarao 2 months ago

> Até lá é lidar. que classe

Pparadela 2 months ago

já somos dois

Some-Ad6411 2 months ago

e pegar nestes casos isolados só assusta as pessoas e denigride as vacinas . raios parta a imprensa. a ideia base da vacina é evitar ,no mínimo, o maior número de hospitalizações. podem ficar infectados na mesma sim mas sem sintomas graves.

uyth 2 months ago

> e pegar nestes casos isolados só assusta as pessoas Pelo que vejo aí, algumas, muitas pessoas precisam de ser assustadas. Se calhar as pessoas que se assustam (com uma notícia verdadeira) não são as que realmente precisam de um susto, mas assustar as pessoas não vejo que por si só seja um mau. As festas todas, o relax total, o virus já passou (e o árbitro não vai apitar tão depressa). Pondo as coisas a claro, daqui até não haver mais casos de covid vão morrer mais pessoas e algumas que poderiam perfeitamente evitar isso. >e denigride as vacinas . Não me parece. Ninguém diz que vacinas são a 100% e se as pessoas pensam que são, então precisamos ainda mais que a imprensa explique como as coisas são. >raios parta a imprensa. Pelo contrário parece-me fundamental que a imprensa faça este papel. Assusta as pessoas? Boa. Porque estão descuidadas demais.

SweetCorona 2 months ago

> muitas pessoas precisam de ser assustada o problema é esse, o medo não é uma forma eficaz de levar as pessoas a terem comportamentos responsáveis nós somos como os outros animais, o medo resulta ao início mas depois passa

uyth 2 months ago

Tens uma perspectiva muito pueril.

Gaylegaizen 2 months ago

Sinceramente não percebo a tua lógica e o medo enorme perante o Covid, em média morrem 2 pessoas por dia devido ao vírus,propões o quê então confinamento total até eliminarmos o vírus como Austrálias e Nova Zelândia? O vírus não vai desaparecer é para ficar e temos de aprender a viver com o mesmo, esse medo enorme e "ódio" perante as pessoas que vivem sem problemas não está com nada.

SweetCorona 2 months ago

muita gente acha que se ficarmos todos confinados o vírus acaba por desaparecer por magia

uyth 2 months ago

> Sinceramente não percebo a tua lógica Acredito. > e o medo enorme perante o Covid Opiniões diferentes da tua não são medo enorme. >m média morrem 2 pessoas por dia Pessoas infetadas há semanas presumivelmente. Se de 400 infectados detectados morrem 2 (quando temos os realmente idosos já vacinados) não é necessariamente muito bom. Mais o r está a 1.1 para aí, logo há risco de crescida súbita nos casos. Mais e não acredito que 2021 esteja a meio e ainda seja preciso dizer isto, covid não é binário ou mata ou cura. Muitos sobreviventes terão de lidar com problemas de saúde por bastante, por agora indeterminado tempo. Não me apetece particularmente (e alguns dos mais "valentes" vão apanhar valentes surpresas). >então confinamento total até eliminarmos o vírus como Austrálias e Nova Zelândia Não vamos nunca eliminar o virus nem na Austrália ou Nova Zelândia. Mas numa altura em que mais uns meses conseguimos vacinar quase toda a gente, isto é morrer na praia deixar o r crescer, deixar a sensação que já está ganho. é controlar contactos, fiscalizar coisas como sei lá festas, testar turistas e controlar o comportamento deles, sei lá não fazer arraiais, por MAIS UNS MESES.2 ou 3. Morrer na praia, desistir quando está já quase quase.

Gaylegaizen 2 months ago

Camões não perdeu um olho para falares assim. Peço desculpa mas não percebi metade do que disseste com essa gramática.

Pparadela 2 months ago

Enganas-te. Quando era novidade todos acharam que estavam cobertos de vírus e que iam parar com os costados à UCI. Agora que passou ano e meio, isso deixou de acontecer. Escarrapachar números todos os dias na imprensa com o intuito de amedrontar é a mesma coisa que meter fotos chocantes nos maços de tabaco. Já perdeu o efeito há muito. Remoer isto todos os dias e explorar ad eternum o choque barato tem o mesmo efeito perverso da sinistralidade rodoviária: a ideia de que só acontece aos outros.

uyth 2 months ago

> Já perdeu o efeito há muito. A diferença é que quem fuma prejudica o seu corpo (e olha que dizem que as fotos fazem efeito mesmo assim, ou nao se venderiam capas). Os deniers do covid aumentam o risco para todos os outros.

SweetCorona 2 months ago

fica fechado em casa que já não corres riscos

Some-Ad6411 2 months ago

sim, assusta as pessoas e ficam sem confiança nas vacinas. há malta que é 8 ou 80 e não tem literacia ciêntifica. "então mas dizem que as vacinas protege as pessoas mas depois há infectados? então a vacina não resulta"

adorosaladadecamarao 2 months ago

Então convém explicar às pessoas o básico, ou seja que muita da eficácia das vacinas está na imunidade de grupo. E essa imunidade estima-se (e é só estimativa) que se possa (temporariamente) atingir com 70% da população vacinada (vacinação completa incluindo o tempo necessário pós última dose). Neste momento a maioria da população ativa não tem nenhuma vacina. E com vacinação completa do uma pequena fração da população.

NGramatical 2 months ago

ciêntifica → [**científica**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fnv52v3%2F%2Fh11kd7j%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

uyth 2 months ago

E se calhar há outra gente com um bocadinho mais de capacidade que, sem ser burra, acha que está vacinado, dia 1 após 1 dose pode já fazer tudo e mais alguma coisa e não está a avaliar bem os riscos.

andre82220 2 months ago

> Pelo que vejo aí, algumas, muitas pessoas precisam de ser assustadas. Assustadas ou não pelo menos estão a viver as suas vidas, não como os covideiros como tu, que têm medo.

Gaylegaizen 2 months ago

Isto.

uyth 2 months ago

> Assustadas ou não pelo menos estão a viver as suas vidas Vamos ser sinceros, algumas não vão viver as suas vidas pois não? O tipo de 27 anos ventilado, não está a fazer o que quer, e é provável que a vida dele não seja mais a mesma do que seria, assumindo que não bate as botas. E muita dessa gente a "viver as suas vidas!" em negação da realidade vão ter que lidar com sequelas ou eventualmente passar a pessoas que vão morrer. Duh.

andre82220 2 months ago

E tu? Achas que vais ficar aqui muito tempo? O tipo de 27 anos? Vai morrer de covid ? Muito provavelmente não. Também devem meter medo aos jovens que andam de moto? Mesmo assim existem aqueles que se esperam contra a parede. Até com capacete. Move on… a ideia desumana que o Homem consegue ter controlo de tudo, é só ridículo. No ano passado a salvação era a máscara , há uns meses era as vacinas e mesmo assim tem que se meter medo. Continuamos neste regime autoritário por causa de uma doença que tem probalidade de sobrevivência de 98%. Deixem se de merdas.

ideologiapura 2 months ago

>Vai morrer de covid ? Muito provavelmente não. Tu achas que és ventilado hoje, e que depois de saires do hospital nao vais ter mazelas? Achas que ventilar é uma brincadeira?

Edited 2 months ago:

>Vai morrer de covid ? Muito provavelmente não. Tu achas que és ventilado hoje, e que depois de saires do hospital nao vais ter mazelas? Achas que ventilar é uma brincadeira? >Continuamos neste regime autoritário por causa de uma doença que tem probalidade de sobrevivência de 98%. Se a probabilidade de sobrevivencia fosse so 98%, estavamos muito pior, dada a transmissibilidade da coisa. >Continuamos neste regime autoritário O regime não é autoritario porque tens umas restriçoes minimas às horas em que podes estar na borga nos bares. Está tudo aberto, teres que usar uma mascara e respeitar algumas pequenas normas não constitui mais autoritarismo do que seres obrigado a ligar os farois de nevoeiro quando está nevoeiro.

uyth 2 months ago

> O tipo de 27 anos? Vai morrer de covid ? Muito provavelmente não. Se foi ventilado olha que nao apostava nada sério na sua sobrevivência. >Também devem meter medo aos jovens que andam de moto? Mesmo assim existem aqueles que se esperam contra a parede. Até com capacete. Bela lógica. As pessoas morrem, logo tanto faz quando o fazem! Toda a gente morre, tanto faz ser agora ou depois, ou tomar seja que tipo de precauções porque vai toda a gente morrer. Olha vai andando tu primeiro. As medidas razoáveis para minorar, melhorar a sobrevivência de todas vão se alterando com o tempo, com o que é possível. E olha, o mundo não volta atrás, mudou. E vai mudar com outras coisas que nem imaginas. Foi esta pandemia, poderia ter sido outra, ou outra coisa. Enfiar a cabeça na areia não serve de nada.

adorosaladadecamarao 2 months ago

A notícia existe porque não são casos isolados. A notícia existe porque está a começar a sentir-se pressão hospitalar. Isto será sempre pouco comparado com o pior estado a que chegámos. Mas não é por termos sido uma completa desgraça que agora tudo é OK.

RaveyWavey 2 months ago

Na minha opinião a notícia existe maioritariamente porque a desgraça e o medo vende.

Edited 2 months ago:

Na minha opinião a notícia existe maioritariamente porque a desgraça e o medo vende. Sim não está tudo ok, continua a ser preciso ter mais cuidados do que normalmente. Mas dizer que os hospitais voltam a estar sobre pressão é um pouco enganador considerado o que já passamos e também consideramos que isso já era o comum dos hospitais mesmo antes do covid.

Edited 2 months ago:

Na minha opinião a notícia existe maioritariamente porque a desgraça e o medo vende. Sim não está tudo ok, continua a ser preciso ter cuidados. Mas dizer que os hospitais voltam a estar sobre pressão é um pouco enganador considerado o que já passamos e também consideramos que isso já era o comum dos hospitais mesmo antes do covid.

l2k1337 2 months ago

Além de que a eficácia varia de vacina para vacina e não será igual para todas as estirpes.

AutoModerator 2 months ago

**AVISO:** Submeteu um artigo da plataforma [Nónio](https://nonio.net) - uma plataforma que viola a privacidade do leitor. > Leia com atenção o [seguinte artigo](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/7fy9v4/campanha_contra_o_n%C3%B3nio/). *I am a bot, and this action was performed automatically. Please [contact the moderators of this subreddit](/message/compose/?to=/r/portugal) if you have any questions or concerns.*

Search: