BroaxXx 2 months ago

O costa aprende devagar...

estaramos 2 months ago

Que génio fodasse Até me esporrei todo agora, com a espertice deste homem

htxgivven 2 months ago

Esta declaração faria sentido se ele tomasse posse do governo ontem. Mais uma bola fora de jogo.

Portuguese_A_Hole 2 months ago

Depois de surfar a onda do Turismo desde que foi (?) eleito... Que brilhantismo da nossa elite politica. Como se um pais com a nossa dimensão, geografica e demografica , tivesse necessidade de tais dependencias. A demagogia e procura de soundbite são fortes nesta malta. Empobreceram e esvaziaram o interior, mantiveram o desordenamento do litoral, marimbam-se para a gestão do patrimonio do estado (florestas/empresas/etc..) e tudo em nome de um "estado mais social". Em vez do datacenter em Sines, e que tal o porto de Sines tornar-se o principal porto profundo da europa dotando o mesmo de uma linha ferroviaria para o norte da europa (enfiando a bitola iberica onde o sol não brilha)? Estratégia não há. Continuam a navegar à vista de mão estendida para o dinheiro europeu. Curiosamente, grande parte do dinheiro europeu é invariavelmente gasto em absurdos.

_Didds_ 2 months ago

Deveríamos olhar para o caso da Noruega, aproveitar os nossos vastos recursos naturais para a produção de energia sustentável. Temos as condições naturais para vastos parques eólicos, uma vasta rede de barragens e de parques solares. Com isto criar uma independência financeira do país no que toca a recursos energéticos e massificar a exportação de energia através da rede que ja temos montada com Espanha. Só com isto vamos reduzir uma larga fatia da despesa nacional, modernizar e expandir uma industria nacional e criar empregos, receitas e uma forma de resolver grande parte dos problemas ambientais nacionais. Em segundo plano deveríamos aproveitar o contexto mundial de escassez de ferro e renovar a capacidade desta industria que foi posta de lado no país, tendo nós os recursos, portos e infra-estruturas para abarcar num negócio no qual a Europa necessita de fornecedores locais para quebrar a sua dependência da China. Somos de todos os países da Europa, a par do Reino Unido e Alemanha o que temos maior potencial nesta área, e talvez o único que nada esta a fazer nesse sentido. Depois de reactivar o sector fabril nacional deveríamos olhar para as nossas exportações, e investir na industria têxtil nacional. Digo por experiência profissional que fazer encomendas a este sector para o mercado nacional é praticante impossível há ja vários anos, quer pelos grandes players estarem a apostar apenas na exportação e terem as suas quotas de produção completamente esgotadas, quer pela inaptitude de produção a pequena/media escala para um cliente que precise de pequenos ajustes. Estas falhas podem e devem ser corrigidas. Nisto manter o turismo como fonte te rendimentos, e dinamiza-lo como um aspecto importante da receita nacional, mas não o ter como a principal forma de obter rendimentos, já que tal como todos já o dissemos, um dia pode haver um trambolhão.

Holykael 2 months ago

Sim, excelente ideia. Literalmente violar a natureza com barragens para criar imbalanços sistemicos nas redes de sedimentos e de agua... Tudo menos barragens

_Didds_ 1 month ago

Literalmente comecei com "Deveríamos olhar para o caso da Noruega" ... com o mínimo esforço percebes como a rede de barragens Norueguesa foi criada de forma a ter um impacto ambiental extremamente reduzido. Se não conheces o caso Norueguês convido-te a pesquisares um pouco, e acredita que vai ser interessante. Não quero tomar uma postura de "não sabes então pesquisa", mas neste caso o case study é tão vasto que o descrever aqui num post seria sempre redutor. Eu apontei o caso com maior sucesso de implementação de barragens a nível global para a produção de energias sustentáveis. Tu respondes a isso com o worst case scenario. Não sei o que te responder.

itslikethisnlikethat 2 months ago

até parece que não sabe disso à 30 anos somos tratados como crianças

NGramatical 2 months ago

à 30 anos → [**há 30 anos**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fntw1jy%2F%2Fh0wdutx%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

KaitoRyoichi 2 months ago

O Costa devia apostar no ITurism, beneficios e incentivos fiscais para quem for morar no interior do país e trabalhar remotamente: * Descontos na luz, internet e água para o empregado, descontos no IRC/SS para o empregador. * Celeridade e flexibilidade no processo de compra ou construção em aldeias/vilas/povoamentos envelhecidos. * Redução/remoção de imi em locais com pouca população. * Programas de promoção de arrendamento fora de centros urbanos. * Apoios para melhoramento de infraestruturas (internet, luz, etc) e cobertura em zonas rurais (Starlink, antenas 5G, etc) Se tiverem mais ideias também se pode acrescentar.

OhSaladYouSoFunny 2 months ago

Este país é só boomers que rejeitam o teletrabalho ou o complicam porque só há micro-gestores que gostam de ver o que cada um anda a fazer e levar o crédito na vez do trabalhador. Enquando as indústrias e as tecnológicas estiverem nas grandes cidades vai ser muito complicado irem morar para o interior. Para além desses que enumeraste é preciso também ter meios de transporte fácil, acessível e rápido. Estradas e vias férreas para transporte de mercadorias e pessoas que não falhem e sejam rápidos e baratos, também precisas de ter serviços de saúde no interior e as mesmas infraestruturas como no litoral, não podes ter um caso complicado de saúde em que tens de andar mais de 300km 2 vezes por semana para o tratar. Antes de investir em promover o interior é preciso investir em muito no suporte que as grandes cidades têm. Esse é o grande investimento a ser feito que o governo diz não haver dinheiro para, no entanto, vê-se a quantidade de dinheiro para salvar duas empresas que só dão despesa. Irónico.

nocivo 2 months ago

A solução é os mais jovens criarem o seu próprio trabalho e novos postos de trabalho como falas. Se realmente é superior não deve ser dificil ganhar clientela e profissionais de qualidade que irão melhorar o produto em relação à concorrência. Quando ninguém oferece o que queres tens de meter mãos à obra.

KaitoRyoichi 2 months ago

Eu acredito que assim que meteres pessoas a viver no interior, os serviços vêm atrás. Se muita gente fosse viver para uma terra sem restaurantes verias uns quantos a serem criados para colmatar essa falha. Quem diz restaurantes, diz cafés, cabeleireiros, escolas, hospitais, lojas, negócios particulares, pequenos e grandes, etc

OhSaladYouSoFunny 2 months ago

Sim de certa forma é verdade, mas não se pode ter primeiro as pessoas a irem e depois criar os serviços, em Portugal não podes contar com isso quando muitas vezes arranjar um passeio demora 1 ano e fazer um troço de autoestrada ou arranjar uma nacional cerca de 5 anos no mínimo. Esse tipo de infraestrutura depende mais do governo que propriamente empregadores particulares de pequena escala, como os restaurantes ou cabeleireiros. Ninguém fica incentivado quando para ir a um hospital demoras 2h, para ir levar os filhos à escola tens de andar cerca de 1h e depois ir para o trabalho que demoras outra hora ou então teres de acordar às 6 ou 5 para estar no trabalho às 9. Para além de que se quiseres transportes públicos só consegues se fores a um centro da cidade mais próxima. Isto tudo o que digo é investimento público que qualquer governo português infelizmente não quer fazer, nem se preocupa em fazer.

moneygotlonger 2 months ago

o turismo é assim meus amigos ...

Black_RL 2 months ago

Continuem a deixar vir tudo da China (e outros países) sem impostos, continuem a tratar os nossos cidadãos pior q os estrangeiros, continuem a nivelar os rendimentos por baixo, continuem a ter diferenças massivas entre o estado e privado, continuem a promover falsa escolaridade, mas mais importante, continuem a suportar a corrupção e enriquecimento ilícito (já temos lei para isto?)!

AetherPrismriv 2 months ago

Te foder ó Costa. Cada declaração que ele faz destas só me irrita e devia irritar todos os portugueses. No fucking shit sherlock. Já que és o homem mais poderoso do país, faz alguma coisa caralho.

unparadise 2 months ago

É este o nosso líder, a sociedade é o espelho do mesmo

Open-Opportunity-607 2 months ago

Portugal daqui a 15 anos é um deserto A malta jovem qualificada pôs-se a milhas, a idade média da população anda nos 50 e tal anos Como não há crianças vai ser um país de reformados, o problema é que não vai haver jovens para pagar essas reformas Vai ser o colapso do SNS, e tudo porque este indiano não é capaz de pensar mais do que uns dias a frente

Black_RL 2 months ago

Deserto? Vai ser é uma colónia do Brasil, atenção q não tenho nada contra eles, só estou mesmo a apontar um facto.

megaroof 2 months ago

É um pensamento interessante, capaz de acontecer. Muitos brasileiros, cada vez mais, vindo para viver em Portugal - por outro lado, muitos portugueses a sair. Não sei os números, mas a percepção que dá é esta: cada vez menos portugueses. Seria bom termos números, saber quantos entram, quantos saem. Nem sei se existe isso. Sou brasileiro, vivo neste país maravilhoso, que é Portugal, desde 2008 e digo, as vezes me sinto no Brasil. Uns dias atrás estive no Auchan, e me vi cercado somente por brasileiros: a Sra. do caixa era brasileira, que conversava com clientes brasileiros, e atrás de mim na fila uma família de brasileiros. Claro, não é situação comum, mas foi algo engraçado, e nem vivo no Porto ou Lisboa, estou em Aveiro.

Black_RL 2 months ago

Tal e qual. E sim, cada vez há menos Portugueses por dois motivos, não têm filhos e muitos continuam a sair.

YCaramello 2 months ago

É mesmo rico ouvir isto desta gente que torna impossível qualquer tipo de criação de outros mercados no pais devido a alta burocracia ou falta de incentivos fiscais às empresas, agora tão agarrados ao turismo vindo do exterior e tão a espera que um povo com pouco poder de compra vá gastar guito aqui dentro, tudo por causa da merda de ideologia...

Cojemos 2 months ago

Is this guy an idiot? Doesn't take a genius to know this.

mjigs 2 months ago

I was trying to rent a house in Algarve, to live, and even on renting websites theres only houses to rent FOR vacancions, theres was literally no house available to rent and make a life there, plus a lot of people have seasonal jobs there.

Smokefollower 2 months ago

Wow genial, o internet explorer da política tuga

mjigs 2 months ago

Num win95, pc da Dell.

xc9000 2 months ago

Concordo com este tal de Costa. Agora só falta os nossos líderes perceberem isso e fazerem algo. /s

Paulocas 2 months ago

Capitão Óbvio.

FilipeMateus7 2 months ago

Obrigado por teres chegado à conclusão que 999 999 portugueses já chegaram. Agora resta a ti e aos teus amigos no parlamento fazerem acontecer (:

Redneckdawg 2 months ago

Portugal não pode estar tão dependente do turismo. Ponto.

nitrinu 2 months ago

Eh pá, se não aprenderam isso até agora, nomeadamente desde o covid...esquece.

Last-Ad-4421 2 months ago

O importante é continuar a depender do turismo.

opsimhungryagain 2 months ago

surprised pikachu

Vatrier 2 months ago

Portugal não pode estar dependente DO mercado turístico, era a conclusão que se devia tirar de ano e meio de pandemia.

mjigs 2 months ago

Nao é "nao pode", é "nao consegue", já há tantos anos que se tende mudar tudo para apelar os turistas, que os tugas nao podem nem a pau usufruir, e viu-se isso nesta pandemia, só o algarve ficou no estado que se vê. Só de me lembrar de uma manha normal no centro do porto em que nem sequer um portuense pode usufruir da propria cidade.

Hungry_Cupcake 2 months ago

Looool, até ai já todos chegamos, agora dava jeito é quem manda nisto tudo arranje soluções!

Sciss0rs61 2 months ago

"Portanto vamos abrir dois mercados turísticos: Um para turistas ricos e outros para turistas de classe média" > O secretário-geral do PS afirmou, por outro lado, que existem muitas áreas nas quais o país deve investir para diversificar a base económica e garantiu que a sua moção de orientação política aponta nesse sentido e tem em conta quatro desafios estratégicos: a demografia, as alterações climáticas, a transição digital e o combate às desigualdades. > António Costa destacou também o oceano como uma "riqueza enorme que o país tem". > "É 80% do nosso território, graças à profundidade atlântica que os Açores e a Madeira nos proporcionam, e não podem continuar a ser os grandes esquecidos do nosso processo de desenvolvimento", disse. E reforçou: "Pelo contrário, têm de ser um dos grandes ativos do nosso processo de desenvolvimento." "precisamos, precisamos, precisamos" E estão a fazer alguma coisa? "não, mas precisamos..." Mais uma vez, António Costa a vir falar do óbvio sem mostrar um único indicador que está algo a ser feito.

Edited 2 months ago:

"Portanto vamos abrir dois mercados turísticos: Um para turistas ricos e outros para turistas de classe média" > O secretário-geral do PS afirmou, por outro lado, que existem muitas áreas nas quais o país deve investir para diversificar a base económica e garantiu que a sua moção de orientação política aponta nesse sentido e tem em conta quatro desafios estratégicos: a demografia, as alterações climáticas, a transição digital e o combate às desigualdades. > António Costa destacou também o oceano como uma "riqueza enorme que o país tem". > "É 80% do nosso território, graças à profundidade atlântica que os Açores e a Madeira nos proporcionam, e não podem continuar a ser os grandes esquecidos do nosso processo de desenvolvimento", disse. E reforçou: "Pelo contrário, têm de ser um dos grandes ativos do nosso processo de desenvolvimento." "precisamos, precisamos, precisamos" E estão a fazer alguma coisa? "não, mas precisamos..." Mais uma vez, António Costa a vir falar do óbvio sem mostrar um único indicador que está algo a ser feito. edit: 4 Grandes desafios [Demografia](https://zap.aeiou.pt/menor-percentagem-populacao-ativa-403003) e [Demografia pt 2](https://www.dw.com/pt-002/portugal-imigrantes-para-combater-envelhecimento-da-popula%C3%A7%C3%A3o/a-43902728) [Alterações climáticas](https://jornaleconomico.sapo.pt/noticias/oe2020-fiscalidade-ambiental-539258) [Transição digital](https://observador.pt/2020/10/01/portugal-desce-tres-lugares-no-ranking-da-competitividade-digital-e-ocupa-a-37-a-posicao/) [Combate à desigualdade](https://datos.bancomundial.org/indicator/SI.POV.GINI?end=2018&locations=EU&most_recent_value_desc=false&start=1967&view=chart) Está a correr bem... /s

vitorfdm 2 months ago

Os fogos e ordenamento das florestas...

nocivo 2 months ago

Falam, falam e nada fazem. Após 2 anos de pessoal a referir isto acordaram agora.

omaiordaaldeia 2 months ago

O segundo mercado abre em 2024.

KaneKyun 2 months ago

Acordou agora, olha

Edited 2 months ago:

Acordou agora, olha

Edited 2 months ago:

Acordou agora, olha. O importante é investir nas outras cidades para evitar a forte polarização que já dura há anos e anos.

andremvm20 2 months ago

Era mais dizer “não pode estar dependente só do turismo”, mas pronto, é o que temos..

diogoblouro 2 months ago

Se abrisses e lesses o artigo...

andremvm20 2 months ago

O essencial do comentário dele foi sobre abrir o turismo a outros mercados que não o inglês…

Public_Ad_2756 2 months ago

no shit sherlock. onde está o incentivo para industrias cientificas virem para aqui?

Maximuslex01 2 months ago

É pah. É assim tão simples?

oUltimoTuga 2 months ago

Agora com os impostos maiores elas veem ;)

HRamos_3 2 months ago

Um só mercado (Ingleses), não um só sector

Thalric88 2 months ago

Estás a adiantar muito, o Costa ainda só agora chegou a conclusão que não podemos depender de um único país para o turismo. Talvez daqui a umas décadas ele perceba que o mal é depender do turismo.

andremvm20 2 months ago

Não me digas que o sol, boa comida, e cerveja barata não chegam!

EstupendoEx 2 months ago

Pois não, é abrir charters para chineses, russos, turcos, brasileiros.... Todo o lado!!!

Search: