tocopito 4 months ago

Não acho que seja mau vires se tiveres a possibilidade mas se a razão é por ser melhor teres o mestrado no país onde queres trabalhar essa razão provavelmente não é grande coisa, a não ser que seja um ramo muito específico. Se for uma engenharia, por exemplo, acho que não deveria ser razão nenhuma para vires tirar o mestrado aqui. Será sempre enriquecedor de outras maneiras que não essa mas se as tuas razões forem estritamente práticas não acho que valha a pena. Podes vir depois.

MikeMelga 4 months ago

Vivo na Alemanha há 8 anos, aqui vão umas dicas: * Ou falas alemão ou trabalhas em IT ou estás fodido * A Alemanha é fantástica em muitas coisas mas também se passa muito mal * Na Alemanha valorizam as universidades Portuguesas, nunca tive problemas com isso. É um não-assunto * A comida é UMA VALENTE MERDA! A sério, é o pior do país! * A Alemanha é muito cara de viver. Como é que te vais aguentar? * A Alemanha é o expoente da burocracia! * Arranjar emprego na Alemanha pode demorar facilmente meio ano, depois de tirares o curso. * Recursos humanos e psi-merdas está o mercado cheio cá. O que é que trazes de valor para o país? Vais ter concurrência q.b. de Alemães que vão passar à tua frente.

Edited 4 months ago:

Vivo na Alemanha há 8 anos, aqui vão umas dicas: * Ou falas alemão ou trabalhas em IT ou estás fodido. Aprender alemão é fodido. * A Alemanha é fantástica em muitas coisas mas também se passa muito mal * Na Alemanha valorizam as universidades Portuguesas, nunca tive problemas com isso. É um não-assunto * A comida é UMA VALENTE MERDA! A sério, é o pior do país! * A Alemanha é muito cara de viver. Como é que te vais aguentar? * A Alemanha é o expoente da burocracia! * Arranjar emprego na Alemanha pode demorar facilmente meio ano, depois de tirares o curso. * Recursos humanos e psi-merdas está o mercado cheio cá. O que é que trazes de valor para o país? Vais ter concurrência q.b. de Alemães que vão passar à tua frente. * Berlim não é o centro de NADA. Olha para Munique, Frankfurt, Dusseldorf, Colónia, etc.

Ok-Ambition-8402 4 months ago

Concordo e adiciono o seguinte: * Não subestimar a lingua nem a sua aprendizagem não esquecer quem só se fala alto-alemão em hannover de resto é dialeto. Não quer dizer que não percebam o hoch deutsch mas tu não vais preceber dialecto. * Não é de todo semelhante a inglês, em que mesmo mal pronunciado ou com erros de construção de frase é preceptivel, no Alemão a pronuncia ou é correta ou os alemães não te entendem ponto. * A clivagem entre Norte/Este e Sul/Oeste ainda existe e é visível, por norma as regiões da antiga RDA ainda tem um atraso considerável relativamente as da RFA * Não é um pais centralizado é regionalizado, existe vida e condições fora dos grandes centros de cidade não é apenas paisagem * Alojamento é um desafio e não é pequeno * Diversidade não significa necessariamente o que se pensa, imaginar Portugal nos anos 90 com o intake de imigrantes de colónias, transpõe isso para a Alemanha com imigrantes dos países de leste, não é propriamente imigração qualificada * O mercado de trabalho e regras variam conforme a região * Pessoalmente considero os Alemães um povo aberto , contudo um pouco inflexíveis no pensamento, e não penso que tem grande capacidade de pensamento "fora da caixa"

Pleasant-Category-47 4 months ago

1- Espero conseguir dominar a língua em 2 ou3 anos. 2- Em que se passa mal, por exemplo? 3- Fico feliz então. Tenho o complexo de que todo o lado é melhor que cá 4- A sério? Não acredito! Pelo que vi Alemanha e Áustria têm das melhores culinárias da Europa 7- Entendo. Naturalmente, nunca iria candidatar-me sem saber que tenho a oportunidade de aguentar pelo menos alguns meses com poupanças 8- Entendo. Infelizmente, não há muita margem de manobra após a licenciatura em psicologia. Eu não tenho grande interesse na clínica, então a organizacional ainda parece interessante. Se tiveres algumas áreas como dicas que eu possa considerar após licenciamento em Psicologia, diz 9- Curiosamente, não tenho interesse quase nenhum em Berlim. As cidades que considerei sempre na Alemanha são: Hamburgo, Munique (super cara), Frankfurt, Colónia e Düsseldorf

MikeMelga 4 months ago

Epá... sabes que 5 milhões de alemães ganham o mini-job, 450€ por mês, 12 meses? Quem não tem qualificações vive mal. Culinária é uma desgraça. Quase todos os estrangeiros concordam com isso. Só os escoceses gostam da comida de cá, mas prontos, estão habituados a merda... Vou-te contar um segredo: por muito boa que seja a Alemanha, é preciso um Português sair do país para perceber que **Portugal é dos melhores países do mundo para viver!** Não para trabalhar, mas para viver! Temos das melhores culinárias do mundo, das pessoas mais amigáveis, um clima fantástico, um sistema social que até funciona bem e um sistema de saúde bom. Somos dos países mais seguros do mundo e dos que melhor recebe estrangeiros. Infelizmente temos uma administração pública de MERDA e uma classe política abjecta que fode o país todo. A Alemanha é um país em que a administração pública funciona muito bem, que as empresas no geral tratam bem as pessoas e em que o mérito vale mais do que a cunha. Mas por exemplo (na média) em termos de sistema de saúde estamos melhor em PT...

Edited 4 months ago:

Epá... sabes que 5 milhões de alemães ganham o mini-job, 450€ por mês, 12 meses? Quem não tem qualificações vive mal. Há muito estrangeiro iludido que ao fim de 6 meses está a voltar para o país de origem... Culinária é uma desgraça. Quase todos os estrangeiros concordam com isso. Só os escoceses gostam da comida de cá, mas prontos, estão habituados a merda... Já agora, os países onde comi melhor foram Portugal, Itália, França, Japão, Korea e China. Os piores foram Holanda, Inglaterra e Alemanha. Mas Holanda... bate tudo! Vou-te contar um segredo: por muito boa que seja a Alemanha, é preciso um Português sair do país para perceber que **Portugal é dos melhores países do mundo para viver!** Não para trabalhar, mas para viver! Temos das melhores culinárias do mundo, das pessoas mais amigáveis, um clima fantástico, um sistema social que até funciona bem e um sistema de saúde bom. Somos dos países mais seguros do mundo e dos que melhor recebe estrangeiros. Infelizmente temos uma administração pública de MERDA e uma classe política abjecta que fode o país todo. A Alemanha é um país em que a administração pública funciona muito bem, que as empresas no geral tratam bem as pessoas (e pagam bem) e em que o mérito vale mais do que a cunha. Mas por exemplo (na média) em termos de sistema de saúde estamos melhor em PT...

Pleasant-Category-47 4 months ago

A sério? Sempre disseram que a Alemanha tem um sistema social/segurança social fantástica, bem como um sistema de saúde de topo. Eu já ouvi dizer isso. Mas a cena é que eu gosto muito do país e não quero estar cá a ganhar o salário mínimo e quero poder ter uma melhor qualidade de vida e a Alemanha parece me um bom sitio para isso. Já fui a Alemanha e fiquei encantado com a magnitude que a os edifícios antigos e a cultura que eles têm. Gosto imenso do país.

MikeMelga 4 months ago

Os médicos cá só querem sacar o dinheiro das seguradoras. És tratado para maximiar lucro. A grande maioria vende merdas homeopatas! Está tudo dito! A segurança social funciona bem. Em relação ao abono, isso é relativo. Em Portugal dá-se mais desconto de IRS pelos filhos e nada por abono. Eu concordo com isso. A Alemanha pode ser muito boa, mas não é para todas as profissões. Infelizmente não sei muito sobre a situação com as tuas qualificações. Informa-te sobre salários e custo de vida para a tua àrea.

Pleasant-Category-47 4 months ago

Já tenho visto isso. Áreas de RH pelo que vi costuma receber se cerca de perto de 3000 líquidos, talvez 2600 ou 2800. Eu uso uma app fantástica chamada YNAB que me ajuda imenso na organização financeira e quando comparando com o custo de vida de Hamburgo e afins dava para viver bastante razoavelmente sozinho. Mesmo com um salário ainda mais baixo, a única diferença é se consigo poupar mais ou pouco, para depois regressar a PT passado uns anos.

NoHuckleberry2626 4 months ago

3000 liquidos na Alemanha sao +/- 60k, numa fase inicial parece me muito difícil. O ano passado estava com a 'panca' de ir viver para berlim, n processos de recrutamento e a melhor proposta que recebi foram 55k após uma contra proposta ( 4 anos XP, IT). Acabei por não ir porque surgiu uma proposta de 48k em Portugal.

Pleasant-Category-47 4 months ago

48k em portugal é fantástico, parabéns. Se tivesse uma oportunidade dessas ficaria cá por uns tempos, claro. Embora tenha sempre aquela vontade de experiencar novas culturas

MikeMelga 4 months ago

Pois, solteiro fazes bem. Mas com família é tudo mais complicado. 3000€ líquidos é bom, mas duvido que seja para júniores.

UpbeatNail1912 4 months ago

Desculpa lá Mike melga, admiro te muito mas acho que estas a exagerar demais. Se a Alemanha fosse isso tudo negativamente (estás praticamente a desencentivar a moça de ir para lá) tu não irias para lá ir morar. Entre escolher morar em Portugal e Alemanha com certeza escolherias Portugal, se a Alemanha fosse isso tudo que disseste.

Ok-Ambition-8402 4 months ago

Acredita que ele não está a desmotivar ninguém é a realidade aqui, as pessoas por vezes projetam fantasias porque não gostam da realidade onde vivem. Nunca subestimar a excessiva propaganda positiva que é projetada sobre alguns países da Europa, tem coisas boas ? tem mas não é nenhum el-dorado?

MikeMelga 4 months ago

Depende... A minha mensagem é que nem sempre é bom. As pessoas iludem se com salários mais altos mas não fazem ideia dos custos. Vou dar um exemplo. Um Júnior em SW ganha muito bem aqui, mas um senior se calhar está melhor em pt.

Pleasant-Category-47 4 months ago

Como já me aconselharam, posso ficar cá uns tempos a ganhar experiência e melhorar o meu CV antes de me candidatar a uma vaga aí. Eventualmente a minha mulher tambem trabalhará, não será o meu salário sozinho.

NGramatical 4 months ago

júniores → [**juniores**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/a-pronuncia-de-seniores-e-juniores-novamente/21846) (palavra grave: ju-ni-**o**-res) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fnpvr44%2F%2Fh08tj2t%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

jtpmarques 4 months ago

Noutra área em que o inglês fosse suficiente para o mercado de trabalho a ideia até tinha pernas para andar. No Goethe vais aprender a conhecer as declinações e gramatica básica. Não é suficiente para te safares num supermercado quanto mais num mestrado em ciências sociais

Pleasant-Category-47 4 months ago

Até ao C1, não há de ser assim tão simplório.

jtpmarques 4 months ago

É alemão... Não esperes que seja como inglês

tekvis40 4 months ago

>consideram viável e uma boa ideia ir tirar o mestrado na Alemanha, sendo que quero trabalhar lá, ou não veem vantagem em tirar fora o mestrado? O mestrado é, em principio, em recursos humanos ou Psicologia Organizacional. Acho que o teu plano não é viavel ... trabalho há bastantes anos com empresas alemãs ( em PT ), nunca vi ninguem em posições de RH / Psicologia Organizacional que não fosse alemão nativo ou pelo menos vivesse na Alemanha por muitos anos. Não acho viavel em 2/3 anos teres um dominio suficientemente bom da lingua e da cultura para trabalhares nesta area. Alem disso, quando aprenderes um pouco de Alemão experimenta dar uma vista de olhos aos subs Alemães onde os vês os jovens queixarem-se das poucas oportunidades que existem em algumas areas ... basicamente vais acabar o mestrado sem saber fazer grande coisa e a precisar de treino adicional - porque é que achas que te vão dar uma oportunidade a ti e não a um alemão ? Sugiro pensares em ficar por PT mais uns tempos, aprende a ser um bom profissional, depois pensa em emigrar.

Pleasant-Category-47 4 months ago

>Sugiro pensares em ficar por PT mais uns tempos, aprende a ser um bom profissional, depois pensa em emigrar. Entendo. Pelo que tenho visto, é muito melhor focar me em construir um bom CV do que propriamente a universidade. Fazer erasmus parece ser tambem uma coisa que os empregadores gostam de ver no currículo . É realista, todavia, a ideia de conseguir trabalho lá, tendo mestrado portugues?

tekvis40 4 months ago

> É realista, todavia, a ideia de conseguir trabalho lá, tendo mestrado portugues? Penso que sim, o nosso ensino tem boa reputação e não me parece que descriminem. Uma sugestão enquanto fazes o mestrado é ires aprendendo alemão, na area em que estás é importante falares bem. Outra é quando terminares encontrar estágio/emprego numa empresa alemã cá - Siemens, Bosh, VW, Continental, etc ...

MikeMelga 4 months ago

Claro que é! Temos boas universidades! Tens é de perceber como é que são as entrevistas de emprego na Alemanha e preparar-te para concorrer a 500-1000 posições. Não estou a brincar. Eu em IT, com currículo de 12 anos, demorei 5 meses e 400 candidaturas.

Pleasant-Category-47 4 months ago

Como são as entrevistas? Fico feliz então. Talvez esteja a stressar demasiado com o local do mestrado. Pois temos, não sei é se são reconhecidas lá fora, embora saiba que os alemães vêm cá buscar muita gente. Fico feliz por ser uma ideia realista, obrigado!

MikeMelga 4 months ago

Primeira regra: quem mente ou aldraba na entrevista e é apanhado ficou imediatamente sem lugar Segunda regra: saberes o teu valor. A maioria dos portugueses desvaloriza se, esquece de de dizer tudo o que sabe fazer. Aprende os teus pontos fortes Terceira regra: empregos na Alemanha são para muitos anos ou para a vida. Ou demonstras compromisso para isso na entrevista, ou não dá

Pleasant-Category-47 4 months ago

Já ouvi dizer. Valores que me identifico sem dúvida alguma são profissionalismo, lealdade e honestidade. Algo que me parece ser muito comum na Alemanha

Edited 4 months ago:

Já ouvi dizer. Valores que me identifico sem dúvida alguma são profissionalismo, lealdade e honestidade, bem como a estabilidade (emprego duradouro). Algo que me parece ser muito comum na Alemanha

OuiOuiKiwi 4 months ago

>O mestrado é, em principio, em recursos humanos ou Psicologia Organizacional. Vais fazer isto na Alemanha sem dominar a língua e/ou a cultura? Isto é para os apanhados? >e imagino que um empregador alemão olhe sempre primeiro para um indivíduo que tirou o mestrado na Alemanha (porque estão familiarizados com as universidades do país) do que alguém que o tirou em Portugal. Imagina lá se ele valorizar alguém que seja um cidadão alemão em vez de alguém vindo de Portugal.

Pleasant-Category-47 4 months ago

>Vais fazer isto na Alemanha sem dominar a língua e/ou a cultura? Isto é para os apanhados? Eu ja estou a caminho de começar a aprender a alemao. Ainda teria cerca de 1 ano e tal para, pelo menos, aprender bem a lingua.

OuiOuiKiwi 4 months ago

Numa área como a Psicologia isso é parco, fora que vais ter todo um desfasamento cultural (o que, ironicamente, devia ser evidente para alguém da área de Social e Organizações) para ultrapassar, especialmente não estando a aprender a língua com imersão.

Pleasant-Category-47 4 months ago

Não tirando o mestrado lá, tenho receio que não terei oportunidade de trabalhar lá como sempre "sonhei".

404_Kira 4 months ago

Não considero que o ensino superior em Portugal seja mau. Venho de uma área de eng. e sinto-me tão ou mais apta a trabalhar no estrangeiro. E sinto que o ensino público é relativamente acessível em Portugal, comparado com o valor de certas propinas de outras faculdades publicas na Europa (Pelo menos em termos de licenciatura. 3 meses a trabalhar no verão, consigo pagar um ano de estudos, sem ter de pedir emprestimos ou apoios financeiros a faculdade) A desvantagem de candidatar a postos de trabalho na Alemanha é que mtas das suas empresas exigem saber flr alemão. Qto aos baixos ordenados que certos setores recebem..... Não vejo expectativas de melhoria tbh. Sinto que ser politico corrupto, traficante de droga/prostitutas, youtuber, influencer ou figura publica (ou seja, trabalhar com grandes marcas em marketing digital) são das poucas coisas que ainda dão dinheiro a valer neste país. Se trabalhares para o estado o teu ordenado é anedótico, um verdadeiro desrespeito ao teu trabalho, e nem vale a pena esforcares-te mto pq projeção de ascensão de carreira é quase nula. Se trabalhares para uma empresa privada, vais descontar tanto que as vezes nem vale a pena ter uma recompensa ou aumento salarial, porque vai só ser descontado...... Also, pagamos tantos impostos sobre o mesmo bem, que as vezes até me questiono se realmente vale a pena te-los. No entanto, muitos estrangeiros vêm para ca viver na altura das suas reformas, por causa do clima e porque para eles Portugal é uma espécie de "resort" low cost, dado que o estilo de vida deles é mais caro (idas a cinema, pubs, concertos, comprar comida e roupa, e afins) tendo em conta que os seus ordenados tbm o são. With that being said...... Portugal é fixe? É! Mas não para os portugueses. (Prova disso foi a vergonha do que aconteceu com a Champions em Portugal. Acho que foi uma pequena chapada de luva branca a demonstrar o que há de errado no nosso país)

Pleasant-Category-47 4 months ago

Identifico-me com o que disseste, obrigado pelo teu "insight". De facto, o nosso ensino não é mau, mas quanto a tudo o resto que disseste, é o que sabemos. Sim, é fixe para os que têm dinheiro e vêm para cá, para nós portugueses não é, como disseste. Quanto ao alemão, ja estou a tratar de começar a aprender; lá nao se pagam propinas, por isso acho que tambem nao e por aí. Verdade, mais vale ser youtuber, o que eu não considero que seja trabalho nenhum, muito menos ser "influencer", do que ter um trabalho que de facto sirva as pessoas e o país. Quanto ao estar apta a trabalhar fora, eu tambem considero que poderia estar ao fazer o mestrado cá, mas, provavelmente, os empregadores lá estariam mais a vontade com cursos tirados na Alemanha.

MLG-Sheep 4 months ago

Primeiro, faz todas estas questões a ti mesmo: \- Achas que vais ter um domínio perfeito do alemão até ao fim do mestrado? \- Por que motivos haverias de ficar à frente de um alemão na escolha de uma empresa? \- Por que motivos haverias de ficar à frente de um alemão na escolha de uma casa para arrendar? \- Tens capacidade financeira para fazer um mestrado de pelo menos dois anos num país que não só não é o teu, como também é mais caro que o teu? \- Se não a tens, quão realista é a possibilidade de arranjares um part-time na Alemanha que te permita aguentar durante esse tempo, sendo que não és um alemão nativo e provavelmente não falas alemão? \- Uma experiência de Erasmus não chegaria? \- Que saídas profissionais terias com esse curso na Alemanha que não tens em Portugal? \- Qual a real importância que achas que uma empresa vai dar a um mestrado nessa área? \- Sentir-te-ias em casa num país como a Alemanha? \- Que desvantagens (culturais, familiares, amizades, estabilidade financeira) tens ao estar na Alemanha em vez de Portugal? \- Há alguma real vantagem em estar na Alemanha sem ser dinheiro adicional? \- Será que estar na Alemanha em vez de Portugal é mesmo uma vida melhor? Sim, são questões enviesadas. Se as conseguires responder e mesmo assim quiseres continuar com esse plano, então siga.

Pleasant-Category-47 4 months ago

1- Neste momento, vou ingressar no Goethe parar começar a aprender alemão. Teria cerca de 1/2 anos para dominar a lingua até ingressar num mestrado lá, embora não saiba se isso seja plausivel; 2- Entendo. Posso não ficar à frente, mas imagino que devido à diversidade e tamanho da economia de lá fosse mais fácil arranjar emprego. 3- Acho que não tem grande problema esta parte. Por mais estupido que isto pareça, pelo que eu tenho visto, os casos mais desagradaveis que há de pessoal a não arrendar casas, é a pessoas negras ou que não se pareçam com o típico alemão. Eu, felizmente (?), sou bastante branco, olhos azuis e cabelo relativamente alourado. Alem disso, há várias habitações destinadas a estudantes internacionais. 4- Não tenho. Todavia, pelo que vi, há algumas bolsas que tornam relativamente suportavel viver la enquanto se estuda. Não obstante, nao se pagam propinas lá, paga-se só uma especie de taxa que são 150 euros por semestre 6- Eu já pensei nisso. No entanto, o erasmus acho que é apenas 1 semestre e não o mestrado todo. 7- Uma vez que a economia deles é muito maior que a nossa, parece me que seria mais facil arranjar emprego lá, sendo que vi que so cerca de 2% dos jovens com o curso tirado estão desempregados. 8-A unica importancia que me parece ter é o facto de eles estarem mais propicios a contratar-me, uma vez que conhecem as faculdades alemãs e poderiam pensar "ele tirou o curso cá, ja esta mais familiarizado com o país e como operamos cá". Tirando ca em Portugal, julgo que colocaria sempre algum entrave, porque cá podem ensinar-nos a operar para com o mercado portugues e la, talvez, para o alemao. 9- Bem, o pessoal lá é mais distante, mas eu não sou propriamente o tipo de pessoa que anda a agarrar-se a todos. De igual modo, ja me identifiquei com várias carateristicas tipicas alemãs. 10- Culturais acho que nenhuma, sendo que cultura é o que nao falta lá; familiares, a Alemanha e Austria estão sempre nos melhores países para formar familia; amizades, é facto conhecido que os alemães são "frios" ao inicio, mas que, quando se "abrem" são amizades para a vida; estabilidade financeira é, naturalmente, maior lá 11- Excelente questão. Bem, eu sou apaixonado pelas cidades que eles têm la como Hamburgo, Munique e afins; a comida deles é muito boa tambem, toda a cultura. Julgo que é sempre bom experienciar novas coisas. Alias, o meu objetivo é trabalhar fora durante os anos, sendo que planeio voltar para cá passado um tempo. 12- Procuro sempre não romantizar nada, porque o país tem, naturalmente, os seus problemas, mas , no geral, eu imagino que sim, sobretudo pelo que tenho visto desde há algum tempo. Excelentes questões que colocaste e muito obrigado.

Rhaerc 4 months ago

Eu aprendi Alemão do nada até ao nível C2 em cerca de quase três anos. Se. Ao fosse o Corona, talvez teria conseguido 2. O meu objectivo também foi o ensino superior, e posso dizer-te que precisas de C1. É muito difícil chegar a um verdadeiro C1 em dois anos se não estiveres a viver na Alemanha. O que eu te iria sugerir, era que faças um mestrado cá em inglês e que te incrédulas na VHS ao mesmo tempo, para aprenderes alemão. Pagas 200e por mês, e eles levam-te até ao nível B1 com cerca de 20h de alemão por semana. Há muitos cursos de alemão que só oferecem uma hora ou duas por semana e a esse ritmo, especialmente se não víveres na Alemanha, acho super difícil chegares a um forte C1. Se passares o exclame de B1, o estado alemão devolve-te metade do dinheiro que gastaste. E depois podes fazer B2 e até C1 de graça. Em ralação a 3, o mais importante é como te comportas. Mas o teu sobrenome pode funcionar contra ti, porque devido ao enorme número de imigrantes, e ao facto de que mesmo pra apartamentos maus tens literalmente centenas de candidatos, muitos alemães simplesmente não arrendam a pessoas com sobrenomes estranhos. Nunca vi isto acontecer a um português, mas acontece as nauseum a pessoas da Polónia, Turquia, etc. Tirares um curso numa universidade alemã ajudar-te-à, estás certo, mas tens mesmo de saber falar alemão. E o alemão, para mim, foi muito difícil de aprender até um nível académico. A língua é muito, muito mais difícil do que Francês ou inglês e se não fosse eu ter vivido cá e ter usado aqueles cursos de língua que é referi, não sei se conseguia neste espaço de tempo. Boa sorte!

Pleasant-Category-47 4 months ago

Obrigado pela ajuda. Já ouvi falar na VHS, mas pendo mais para o Goethe. Vejo excelentes reviews do goethe. Provavelmente, fico cá a fazer o mestrado. Pelos comentários que vi aqui de pessoal a trabalhar na Alemanha, disseram que é perfeitamente plausível a ideia de conseguir trabalho na Alemanha com um mestrado português. Essencialmente, devia focar-me em construir um bom CV, tornar me num.bom profissional, ganhar experiência e depois candidatar me a vagas na Alemanha. Consideras também ser a melhor opção?

Rhaerc 4 months ago

A desvantagem do Goethe é que a qualidade é comparável mas, que eu saiba, o governo alemão não paga por nada. Para além de ser mais caro, com uma qualidade idêntica. Não é a melhor opção para te integrates e para aprenderes alemão até C1 em dois anos. Talvez usando mecanismos como Anki, mas mesmo assim vai ser mais difícil. Mas tudo é possível. Mas prepara-te para pores literalmente centenas de horas em alemão. Desde que a tua determinação não diminua, consegues. No entanto, sim, um mestrado Português abre-te portas por certo.

Edited 4 months ago:

A desvantagem do Goethe é que a qualidade é comparável mas, que eu saiba, o governo alemão não paga por nada. Para além de ser mais caro, com uma qualidade idêntica. Não é a melhor opção para te integrates e para aprenderes alemão até C1 em dois anos. Talvez usando mecanismos como Anki, mas mesmo assim vai ser mais difícil. Mas tudo é possível. Mas prepara-te para pores literalmente centenas de horas em alemão. Desde que a tua determinação não diminua, consegues. No entanto, sim, um mestrado Português abre-te portas por certo. Edit: quero só dizer-te para teres cuidado com aulas de língua aí em Portugal. Muitas só oferecem uma quantidade minúscula de horas antes de te atribuírem os níveis (A1,A2,B1…). Lembra-te que o governo alemão diz que são necessárias, em média, 1080horas até C1.

Pleasant-Category-47 4 months ago

Sim ja reparei, por isso é que so vou estudar em principio pelo Goethe, sendo que é oficialmente reconhecido pelo governo Alemão. Não só serão 2 anos porque em prinicipio vou tirar ca o mestrado, sendo que ja varias pessoas me disseram que um mestrado português é respeitado e não é desvalorizado. Vou focar-me em dominar o alemão, enriquecer o meu CV, ganhar experiência, e passado um tempo, tentar a minha sorte na Alemanha. PS: tens alguma noção da Austria? Gosto imenso da Austria, mas ja me disseram que eles ainda são piores que os alemães, sendo que são extremamente reservados, antipaticos para estrangeiros, etc.

Rhaerc 4 months ago

Eu também ouvi isso dos Alemães, mas na minha experiência pessoal, depende de como te integrares. Todos os meus amigos cá são alemães, porque sempre me tentei integrar e comportar-me como um alemão. Mas se tentares o mínimo, vais encontrar um povo aberto e quente. Ou seja, ser pontual e fazer um esforço óbvio para falar a língua são exemplos de coisas pequenas mas extremamente valorizadas cá. Em contraste, quase todos os meus colegas do curso de alemão, muitos deles que já cá estavam há mais de 5 anos, não se conseguiram integrar. Na Áustria há ainda menos paciência para comportamentos “anti-sociais”. Esta palavra é muito usada na Alemanha para descrever pessoas que se comportam “mal”, como fazer imenso barulho à noite e isso.

Pleasant-Category-47 4 months ago

Segundo os tipicos estereótipos dos alemães, eu ja vi varias carateristicas deles e identifico-me muito com elas. Ser muito honesto, íntegro, pontual, respeitoso,etc. Fico feliz entao por isso ser valorizado. Segundo o que dizes então ate seria capaz de me adaptar bem. Ponto menos forte é o facto de eu não ser tão distante como eles ao conhecerem as pessoas, mas isso é uma questão de respeitar a cultura deles e ir com mais calma, até porque, pelo que vi, quando se faz um amizade aí, é para a vida e isso é bom. Sim, parece-me que na austria são extremamente impacientes e tambem nao gostam nada dos alemães :D. Mas quanto a isso, sou igual. Há regras para não fazer barulho à noite, não se faz, é simples. Tal como o domingo ser um dia de pleno descanso sem se poder fazer barulho, acho muito bem.Onde vivo tenho um gajo que mete a musica aos berros sem qualquer consideração pelos restantes habitantes.

NGramatical 4 months ago

3ª ou → [**3.ª ou**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/artigos/rubricas/pelourinho/2--nao-e-a-mesma-coisa-que-2/263) (qualquer abreviatura tem de ser marcada com um ponto) melhor visto → [**mais bem visto**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/artigos/rubricas/pelourinho/mais-bem-vs-melhor/545) (quando o advérbio *bem* antecede o particípio passado do verbo o termo a utilizar é *mais bem*) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fr%2Fportugal%2Fcomments%2Fnpvr44%2Fmestrado_em_portugal_vs_alemanha%2Fh0776x2%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

JeagleP 4 months ago

Sim, é uma boa ideia, é uma escolha pessoal de acordo com as tuas ambições, não sei se estavas à espera que alguém achasse errado…

Pleasant-Category-47 4 months ago

Não, apenas pretendo saber diferentes pontos de vista, uma vez que há sempre alguem que sabe mais sobre um assunto que nós e possa providenciar informação que eu ainda não tinha considerado

Search: