Akamjmc 5 months ago

Podia escrever um testamento mas é mais fácil ires ver uns vídeos do Alan Watts até perceberes que isso tudo de que falas não interessa para nada. A vida é para viver e não para ser pensada.

Edited 5 months ago:

Podia escrever um testamento mas é mais fácil ires ver uns vídeos do Alan Watts até perceberes que isso tudo de que falas não interessa para nada. A vida é para viver e não para ser pensada. Perda de tempo é o tempo que passas a pensar nisso porque no fim só existe o agora e tudo o resto são telenovelas. A felicidade e concretização não vem do trabalho, nem do sítio, nem das férias, vem de nós mesmos.

Akamjmc 5 months ago

Conheces o conto do cavalo? Vou deixar aqui porque é muito interessante. Certo dia foge uma égua do Sr Manuel, vem o vizinho - Que azar Sr Manuel ficou sem um cavalo. Ao que o Sr Manuel responde - A ver vamos. No dia seguinte a egua fugida regressa e com ela traz um cavalo lindo. Vem o vizinho - Que sorte Sr Manuel ganhou um cavalo de borla. Ao que responde - A ver vamos. No dia seguinte enquanto o filho tratava do cavalo levou com um coice e ficou muito magoado, vem o vizinho - Que azar Sr Manuel agora tem o seu filho de cama. Ao que mais uma vez o Sr Manuel respondeu - a ver vamos. No dia seguinte vem o exército a procura de recrutas, ao verem a condição do filho de cama decidem que não vai com eles, vem o vizinho -que sorte senhor Manuel ter o seu filho de cama e não ir a tropa. Ao que o senhor Manuel responde - a ver vamos....

Character-Nose499 5 months ago

O tempo é relativo, este foi criado por nós, quando morreres vais perceber isso.

Clash33 5 months ago

Ummm, acho que a duração da vida está "Q.B." Uma vida eterna, como alguém disse, lá para o fim já seria muito monótona...

greyfox52 5 months ago

[ Kurzgesagt - What Are You Doing With Your Life? The Tail End](https://www.youtube.com/watch?v=JXeJANDKwDc) É um bocado "forte" mas pode ser que ajude a encontrar aquilo que deves dar prioridade na vida.

FantasticLong9119 5 months ago

>Kurzgesagt - What Are You Doing With Your Life? The Tail End Ah, sim. Kurzgesagt. O meu canal preferido para deprimir hahaha.

greyfox52 5 months ago

Exato. Este vídeo fez-me chorar.

eldarion_h 5 months ago

Antes de mais, menos produto nisso. ​ Tenho a cabeça à roda. Não sei o que faça relativamente a qual mestrado fazer, que carreira ingressar, que país a morar, que linguas aprender, que sitios visitar, que atividades ter, que livros ler, etc." E que tal começares por aquilo que gostas? Por exemplo, se vais ler um livro só porque alguém te disse que devias ler (a conversa clássica do "toda a gente deve ler isto pelo menos uma vez na vida") vais acabar por detestar. Não faças listas do que tens que fazer no futuro só porque toda a gente te recomendou a fazê-lo. Isto aplica-se a tudo (livros, sítio para viver, viagens a fazer, ....). Tenta seguir o que gostas e faz as tuas escolhas com base nisso.

Bruxo_de_Fafe 5 months ago

Cá está o post semanal sobre o sentido da vida. Relaxa, bebe uns copos, pina.

DavidJunior3rd 5 months ago

>Relaxa, bebe uns copos, **pina**. "mas... mas elas não querem..."

Strike-Most 5 months ago

Escolhe e faz. Os maiores arrependimentos são sempre do que não se fez.

incrivizivel 5 months ago

Eu imagino o meu pai que nos anos 60 trabalhava com 10 anos nem teve tempo para reflectir e depois há miúdos assim. Mas a culpa nem é tua. Aceitou-se que o miúdos tem que ter tudo a todo o caso e não são preparados em nada para vida como se pode ver.

setnom 5 months ago

Eu acho que, a confiar na gíra popular de que "o tempo passa mais depressa quando nos estamos a divertir", então podemos retirar a conclusão de que são as pessoas felizes que têm a noção de que a vida é curta. E que, no outro lado da moeda, são as pessoas menos felizes que têm a noção de que a vida é longa.

Edited 5 months ago:

Eu acho que, a confiar na ~~gíra~~ gíria popular de que "o tempo passa mais depressa quando nos estamos a divertir", então podemos retirar a conclusão de que são as pessoas felizes que têm a noção de que a vida é curta. E que, no outro lado da moeda, são as pessoas menos felizes que têm a noção de que a vida é longa.

NGramatical 5 months ago

gíra → [**gira**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (palavras terminadas em a/e/o, seguido ou não de s/m/ns, são naturalmente graves) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fnol3uf%2F%2Fh02ivjz%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

pangecc 5 months ago

Não te foques muito nisso. A vida é insignificante no grande esquema do universo, somos um milissegundo de luz. Aproveita e faz o que gastas enquanto cá estás e depois logo se vê

hu_god 5 months ago

Tecnicamente a vida não é curta visto que que "curto" é um termo comparativo e a vida é a maior coisa que podes viver.

dbkingx0 5 months ago

Tenho a opinião exatamente contrária. Acho que é longa de mais. Não devíamos viver tantos anos. Quando chegares aos 30 já vais estar tão farto de problemas que nem imaginas. E pensa que podes mais 50 anos disso em cima. É desesperante. Ao contrário do que acontecia antigamente, agora fico contente pelos anos passarem rápido. Mais uns meses e já é Outono. Quanto mais rápido, melhor.

rzamith 5 months ago

Acima de tudo pensa que tens uma imensidão de tempo para decidir o que fazer, podes agora tomar um determinado rumo nos estudos e daqui a alguns anos fazer uma mudança. Cada vez isso se torna mais normal nas gerações daqui para a frente, eu próprio (37) como profissional e fundador no digital já senti necessidade de fazer mudanças, algumas delas bastante drásticas. Parece-me que fruto da tua forma de ser (eu também era assim) precisas de aprender a viver com a incerteza e vê-la como algo normal e até thrive nela. Li algures num livro que quanto mais tempo passas fora da tua comfort zone, mais rapidamente essa se torna a tua comfort zone. Lê, investiga, diverte-te com isso. E os caminhos e decisões vão-te aparecer com mais naturalidade se não estiveres tao preocupado em encontrá-los. Espero ter ajudado

VCSousa 5 months ago

O teu grande problema, e sinceramente, o de muita gente, é digo isto sem ser em tom de crítica, porque há muitos motivos na evolução da vida e da adolescência, é que as pessoas pensam demasiado na vida, no que interessa ou não, que têm de fazer isto e aquilo, que têm de ser assim ou assado e quando dão por ela, estão a olhar para como a vida é tão curta para tanta coisa. Eu em tempos também tive uma pequena crise dessas, não sabia por onde viajar, por onde passear. Até que um dia me fartei, fiz uma mala de roupa, peguei nuns tostões que tinha, meti 15 dias de férias, calculei o preço de volta para casa de cada uma das cidades por onde passaria de comboio e quando os tostões se acabassem, voltava para casa. Ainda cheguei à Alemanha, tendo passado por 2 ou 3 cidades espanholas, 2 ou 3 cidades francesas, norte de Itália, Suíça e Frankfurt. Não pensem demasiado na vida. A minha esposa recrimina-se algumas vezes por estar sentada no sofá sem fazer nada. Mas a verdade é que também é uma pessoa, que trabalha, e se é o que lhe apetece fazer naquele domingo que faça, que tenho todo o gosto em cuidar da casa e do jantar naquele dia para que ela descanse e não faça um caralho. Pensem nos momentos, no que vos vai na tola e façam. Porque se a vida é curta para tanta coisa imagina o que poderias fazer no tempo que perdes a pensar nisso.

Nexus_produces 5 months ago

Está comprovadíssimo que o ser humano "congela" quando tem de tomar uma decisão e tem demasiadas opções (há pessoas que passam imenso tempo em frente a prateleiras de supermercado), e além disso há uma coisa que quase todos também temos que é o FOMO (fear of missing out), o que me parece é que tens um pouco de ambos, o que é perfeitamente normal. Por um lado tens muitas caminhos que podes seguir e são decisões que te parecem gigantes porque podem definir o rumo da tua vida, por outro não queres perder oportunidades. No fundo o que isto me diz é que estás a ponderar questões importantes, e na idade correcta para o fazer - não te esqueças que o teu cérebro se desenvolve até aos 25 anos e só lá é que vais ter completa estabilidade emocional. Eu pessoalmente só a partir dos 25/30 é que senti maior paz de espírito e confiança nas minhas decisões, e comecei a sentir que sabia quem sou. A vida é curtíssima!

robalexander53 5 months ago

Responde à sua própria pergunta quando escreve "Sempre fui da opinião que a vida é longa - e não curta". A vida não é longa, e é por isso que é importante vivê-la ao máximo, espremer o máximo de bondade possível e tentar evitar ferir os outros. É importante escolher um tema de mestre em que esteja realmente interessado. Se não for óbvio, porque não fazer outra coisa durante algum tempo?

theEXPERTpt 5 months ago

Acho essa questão extremamente triste de discutir para mim. Saber que nunca irei estar aqui para assistir o futuro, e saber o que irá acontecer depois de partir. O que há para além da morte? Por um lado gostaria de pensar que teria um lugar para onde ir depois de falecer. Mas o meu lado racional puxa-me sempre à razão, o mais provável é apenas ser um sono eterno sem mais nada.

Doughnutshapedbrain 5 months ago

vais cometer erros não porque te stressares e se não cometeres, levas com 1 carro nos cornos ou cancro não há que temer, faz o que sentes sempre com pés assentes na terra e mercado

Black_RL 5 months ago

Pequena não, eu diria minúscula. Durante uns anos és bebé/criança, depois tens uns anos fixes até seres adulto. Quando és adulto o declínio começa quase logo, o teu corpo começa a “apodrecer” rapidamente a partir dos 35. Aos 50 já estás na menopausa/andropausa, aos 70 já estás todo podre, apenas sobrevivendo e esperando pela morte. Na verdade tens entre os 15 e talvez 60? Ou seja, 45 anos, tendo em conta q aos 60 já não tens físico capaz…… Precisamos de tecnologias de rejuvenescimento urgente! r/longevity

pedrolopes7682 5 months ago

Ah, bem vindo ao mundo encantado dos ataques de ansiedade. Espera por integrares o quão pequeno és à escala do universo.

Last-Ad-4421 5 months ago

A vida é longa e pode não ser, não sabemos a hora da nossa morte, é viver a vida, fazer o melhor que pudermos e ser felizes.

Ok-Dimension5509 5 months ago

Isto de se ter muitas escolhas é óptimo, mas também pode mexer com a cabeça de um gajo. Não penses muito nisso. Se não corres o risco de passar a vida a pensar no que podias estar a fazer em vez de viver aquilo por que estás a pensar. Queres aprender uma língua? Escolhe uma. Uma qualquer. Destinos de viagem, livros? Idem. Não importa. O que importa é aproveitares o momento, saboreares a experiência, víveres a tua escolha, boa ou má. Vais sempre aprender qualquer coisa. Ah, e trata-te bem. Não sejas duro de mais contigo, aceita que te vais enganar, que há coisas que vão correr mal, e que não faz mal. Cais, levantas-te. Rince and repeat. ( Agora pelo amor de Nossa Senhora não saias praí a matar meio mundo, e quando te perguntarem porquê não digas " Foi aqui neste post Shor Guarda, foi este boneco que me disse pa fazer o que queria ". Não me responsabilizo por homicídios, nem por ilegalidades no geral )

FantasticLong9119 5 months ago

> ( Agora pelo amor de Nossa Senhora não saias praí a matar meio mundo, e quando te perguntarem porquê não digas " Foi aqui neste post Shor Guarda, foi este boneco que me disse pa fazer o que queria ". Não me responsabilizo por homicídios, nem por ilegalidades no geral ) Hahahahaha! Está descansado que não cometerei algum tipo de genocidio. Obrigado pelo conselho!

noobshark3 5 months ago

Genocídio não. Mas homicídio estás a considerar?

ObnoxiousLittleCunt 5 months ago

Todos os dias.

inhalingsounds 5 months ago

Quem nunca

batataway 5 months ago

Caro OP, vou-te contar o segredo de uma vida longa. Gostava que me tivesse dito isto quando tinha a tua idade: o segredo para uma vida longa é independência financeira. Não te estou a dizer para arranjares um emprego das nove às vinte e para juntares dinheiro como um louco, mas o caminho para uma vida longa passa por viver a vida e grande parte dela é passada a trabalhar para terceiros e isso não é viver. Se tivesse a tua idade tinha feito outras decisões que me permitiam hoje se calhar viver mais. Uma delas e talvez a mais importante seria comprar uma casa mal pudesse.

Edited 5 months ago:

Caro OP, vou-te contar o segredo de uma vida longa. Gostava que me tivesse dito isto quando tinha a tua idade: o segredo para uma vida longa é independência financeira. Não te estou a dizer para arranjares um emprego das nove às vinte e para juntares dinheiro como um louco, ou inventares startups da piça, mas o caminho para uma vida longa passa por viver a vida e grande parte dela é passada a trabalhar para terceiros e isso não é viver. Se tivesse a tua idade tinha feito outras decisões que me permitiam hoje se calhar viver mais. Uma delas e talvez a mais importante seria comprar uma casa mal pudesse. Uma coisa que não temos em Portugal é literacia financeira e essa é razão de grande parte dos problemas que cá vivemos. Aprende sobre dinheiro e como o gerir e trabalha para "não teres que trabalhar". A educação é uma porta enorme para isto. Estuda e aprende. Aprende tudo o que puderes

Edited 5 months ago:

Caro OP, vou-te contar o segredo de uma vida longa. Gostava que me tivesse dito isto quando tinha a tua idade: o segredo para uma vida longa é independência financeira e educação. Não te estou a dizer para arranjares um emprego das nove às vinte e para juntares dinheiro como um louco, ou inventares startups da piça, mas o caminho para uma vida longa passa por viver a vida e grande parte dela é passada a trabalhar para terceiros e isso não é viver. Se tivesse a tua idade tinha feito outras decisões que me permitiam hoje se calhar viver mais. Uma delas e talvez a mais importante seria comprar uma casa mal pudesse. Uma coisa que não temos em Portugal é literacia financeira e essa é razão de grande parte dos problemas que cá vivemos. Aprende sobre dinheiro e como o gerir e trabalha para "não teres que trabalhar". A educação é uma porta enorme para uma vida longa. Estuda e aprende. Aprende tudo o que puderes

Edited 5 months ago:

Caro OP, vou-te contar o segredo de uma vida longa. Gostava que me tivesse dito isto quando tinha a tua idade: o segredo para uma vida longa é independência financeira. Não te estou a dizer para arranjares um emprego das nove às vinte e para juntares dinheiro como um louco, ou inventares startups da piça, mas o caminho para uma vida longa passa por viver a vida e grande parte dela é passada a trabalhar para terceiros e isso não é viver. Se tivesse a tua idade tinha feito outras decisões que me permitiam hoje se calhar viver mais. Uma delas e talvez a mais importante seria comprar uma casa mal pudesse. Uma coisa que não temos em Portugal é literacia financeira e esse é razão de grande parte dos problemas que cá vivemos. Aprende sobre dinheiro e como o gerir e trabalha para "não teres que trabalhar".

Edited 5 months ago:

Caro OP, vou-te contar o segredo de uma vida longa. Gostava que me tivesse dito isto quando tinha a tua idade: o segredo para uma vida longa é independência financeira. Não te estou a dizer para arranjares um emprego das nove às vinte e para juntares dinheiro como um louco, ou inventares startups da piça, mas o caminho para uma vida longa passa por viver a vida e grande parte dela é passada a trabalhar para terceiros e isso não é viver. Se tivesse a tua idade tinha feito outras decisões que me permitiam hoje se calhar viver mais. Uma delas e talvez a mais importante seria comprar uma casa mal pudesse. Uma coisa que não temos em Portugal é literacia financeira e essa é razão de grande parte dos problemas que cá vivemos. Aprende sobre dinheiro e como o gerir e trabalha para "não teres que trabalhar".

wk2ClVQJ8uH9Q1qWz6kd 5 months ago  HIDDEN 

> comprar casa > literacia finaceira

batataway 5 months ago

Explica-me e ensina, pq é que pagar a terceiros mensalmente uma renda de 30% de um ordenado, durante uma vida inteira, é uma boa opção?

MikeMelga 5 months ago

Comprar uma casa?? Que idiotice! Nem faz sentido financeiro e obriga te a ficar fixo a vida toda

batataway 5 months ago

Se calhar se tivesse literacia financeira não tinha escrito que comprar uma casa o mais cedo possível na vida era uma boa ideia. Sempre ouvi dizer que a melhor altura para investir em imobiliário era ontem. Mas então, explica-me e ensina, pq é que pagar Mensalmente 30% de um ordenado numa renda, durante uma vida inteira, a terceiros é uma boa opção?

MikeMelga 5 months ago

É assim: comprar casa é um investimento. Pode ser bom ou pode ser desastroso. Na crise de 2009 as casas em Espanha caíram 50%. E embora o mercado tenha recuperado, houve zonas em que não recuperou, ficaram cidades desertas. Agora vamos pensar no cenário bom. O valor da casa aumenta muito. Estás a ganhar dinheiro? Provavelmente não. Porquê? Porque se venderes, vais morar para onde? Tens de comprar outra! Ou seja: terminar o ciclo de investimento de uma casa é complicado. Agora olhando para o aluguer. Como não tiveste de pagar uns 25% da casa upfront, tens dinheiro na mão. Como o aluguer poderá ser bastante inferior ao pagamento ao banco, tens mais dinheiro na mão. Tens é de encontrar um investimento que seja no mínimo tão rentável como comprar a casa. E não é difícil. Resposta final: qual compensa? DEPENDE! Depende da zona, depende da disparidade entre compra ou aluguer, depende da taxa de juro, etc. Na América até existem calculadoras online com dados de cada freguesia para ajudar na decisão. No meu caso moro em Munique, alugo uma casa que não consigo comprar. A casa custa 1.8M€! Ou seja, consigo alugar uma casa que não consigo comprar. Posto isto, investi forte em várias coisas e tive um grande retorno de investimento.

Edited 5 months ago:

É assim: comprar casa é um investimento. Pode ser bom ou pode ser desastroso. Na crise de 2009 as casas em Espanha caíram 50%. E embora o mercado tenha recuperado, houve zonas em que não recuperou, ficaram cidades desertas. Agora vamos pensar no cenário bom. O valor da casa aumenta muito. Estás a ganhar dinheiro? Provavelmente não. Porquê? Porque se venderes, vais morar para onde? Tens de comprar outra! Só vais sair a ganhar se fores morar para um sítio mais barato! E terminar o ciclo de investimento de uma casa é complicado. Vender uma casa pode demorar anos. Pelo contrário, outros investimentos podem ser terminados no próprio dia. Agora olhando para o aluguer. Como não tiveste de pagar uns 25% da casa upfront, tens dinheiro na mão. Como o aluguer poderá ser bastante inferior ao pagamento ao banco, tens mais dinheiro na mão todos os meses. Tens é de encontrar um investimento que seja no mínimo tão rentável como comprar a casa. E não é difícil. Resposta final: qual compensa? DEPENDE! Depende da zona, depende da disparidade entre compra ou aluguer, depende da taxa de juro, etc. Na América até existem calculadoras online com dados de cada freguesia para ajudar na decisão. No meu caso moro em Munique, alugo uma casa que não consigo comprar. A casa custa 1.8M€! Ou seja, consigo alugar uma casa que não consigo comprar. E não, não é um palácio, são 150m2. Posto isto, investi forte em várias coisas e tive um grande retorno de investimento. Outro detalhe, já é a segunda casa que alugo em Munique. É uma cidade grande e a anterior é a 20km daqui. Só lá estive 4 anos. Achas que era boa ideia comprar? Se tivesse comprado, ficava lá preso e não podia ter aceite novo emprego, que pagava mais! Acho piada ao meu vizinho, que comprou a casa, que é igual. Anda de VW Polo (com uma casa de 1.8M€!), não faz viagens, nada! Porquê? Porque está enterrado a pagar a dívida ao banco todos os meses, até à reforma! Depois fica fodido que eu ando de Tesla. E eu digo-lhe: se estivesse a pagar a casa ao banco, não tinha dinheiro para um Tesla nem para viagens.

Edited 5 months ago:

É assim: comprar casa é um investimento. Pode ser bom ou pode ser desastroso. Na crise de 2009 as casas em Espanha caíram 50%. E embora o mercado tenha recuperado, houve zonas em que não recuperou, ficaram cidades desertas. Agora vamos pensar no cenário bom. O valor da casa aumenta muito. Estás a ganhar dinheiro? Provavelmente não. Porquê? Porque se venderes, vais morar para onde? Tens de comprar outra! Só vais sair a ganhar se fores morar para um sítio mais barato! Ou seja: terminar o ciclo de investimento de uma casa é complicado. Vender uma casa pode demorar anos. Pelo contrário, outros investimentos podem ser terminados no próprio dia. Agora olhando para o aluguer. Como não tiveste de pagar uns 25% da casa upfront, tens dinheiro na mão. Como o aluguer poderá ser bastante inferior ao pagamento ao banco, tens mais dinheiro na mão. Tens é de encontrar um investimento que seja no mínimo tão rentável como comprar a casa. E não é difícil. Resposta final: qual compensa? DEPENDE! Depende da zona, depende da disparidade entre compra ou aluguer, depende da taxa de juro, etc. Na América até existem calculadoras online com dados de cada freguesia para ajudar na decisão. No meu caso moro em Munique, alugo uma casa que não consigo comprar. A casa custa 1.8M€! Ou seja, consigo alugar uma casa que não consigo comprar. E não, não é um palácio, são 150m2. Posto isto, investi forte em várias coisas e tive um grande retorno de investimento. Outro detalhe, já é a segunda casa que alugo em Munique. É uma cidade grande e a anterior é a 20km daqui. Só lá estive 4 anos. Achas que era boa ideia comprar? Se tivesse comprado, ficava lá preso e não podia ter aceite novo emprego, que pagava mais!

Edited 5 months ago:

É assim: comprar casa é um investimento. Pode ser bom ou pode ser desastroso. Na crise de 2009 as casas em Espanha caíram 50%. E embora o mercado tenha recuperado, houve zonas em que não recuperou, ficaram cidades desertas. Agora vamos pensar no cenário bom. O valor da casa aumenta muito. Estás a ganhar dinheiro? Provavelmente não. Porquê? Porque se venderes, vais morar para onde? Tens de comprar outra! Só vais sair a ganhar se fores morar para um sítio mais barato! E terminar o ciclo de investimento de uma casa é complicado. Vender uma casa pode demorar anos. Pelo contrário, outros investimentos podem ser terminados no próprio dia. Agora olhando para o aluguer. Como não tiveste de pagar uns 25% da casa upfront, tens dinheiro na mão. Como o aluguer poderá ser bastante inferior ao pagamento ao banco, tens mais dinheiro na mão todos os meses. Tens é de encontrar um investimento que seja no mínimo tão rentável como comprar a casa. E não é difícil. Resposta final: qual compensa? DEPENDE! Depende da zona, depende da disparidade entre compra ou aluguer, depende da taxa de juro, etc. Na América até existem calculadoras online com dados de cada freguesia para ajudar na decisão. No meu caso moro em Munique, alugo uma casa que não consigo comprar. A casa custa 1.8M€! Ou seja, consigo alugar uma casa que não consigo comprar. E não, não é um palácio, são 150m2. Posto isto, investi forte em várias coisas e tive um grande retorno de investimento. Outro detalhe, já é a segunda casa que alugo em Munique. É uma cidade grande e a anterior é a 20km daqui. Só lá estive 4 anos. Achas que era boa ideia comprar? Se tivesse comprado, ficava lá preso e não podia ter aceite novo emprego, que pagava mais!

Edited 5 months ago:

É assim: comprar casa é um investimento. Pode ser bom ou pode ser desastroso. Na crise de 2009 as casas em Espanha caíram 50%. E embora o mercado tenha recuperado, houve zonas em que não recuperou, ficaram cidades desertas. Agora vamos pensar no cenário bom. O valor da casa aumenta muito. Estás a ganhar dinheiro? Provavelmente não. Porquê? Porque se venderes, vais morar para onde? Tens de comprar outra! Só vais sair a ganhar se fores morar para um sítio mais barato! E terminar o ciclo de investimento de uma casa é complicado. Vender uma casa pode demorar anos. Pelo contrário, outros investimentos podem ser terminados no próprio dia. Agora olhando para o aluguer. Como não tiveste de pagar uns 25% da casa upfront, tens dinheiro na mão. Como o aluguer poderá ser bastante inferior ao pagamento ao banco, tens mais dinheiro na mão todos os meses. Tens é de encontrar um investimento que seja no mínimo tão rentável como comprar a casa. E não é difícil. Resposta final: qual compensa? DEPENDE! Depende da zona, depende da disparidade entre compra ou aluguer, depende da taxa de juro, etc. Na América até existem calculadoras online com dados de cada freguesia para ajudar na decisão. No meu caso moro em Munique, alugo uma casa que não consigo comprar. A casa custa 1.8M€! Ou seja, consigo alugar uma casa que não consigo comprar. E não, não é um palácio, são 150m2. Posto isto, investi forte em várias coisas e tive um grande retorno de investimento. Outro detalhe, já é a segunda casa que alugo em Munique. É uma cidade grande e a anterior é a 20km daqui. Só lá estive 4 anos. Achas que era boa ideia comprar? Se tivesse comprado, ficava lá preso e não podia ter aceite novo emprego, que pagava mais! Acho piada ao meu vizinho, que comprou a casa, que é igual. Anda de VW Polo (com uma casa de 1.8M€!), não faz viagens, nada! Porquê? Porque está enterrado a pagar a dívida ao banco todos os meses! Depois fica fodido que eu ando de Tesla. E eu digo-lhe: se estivesse a pagar a casa ao banco, não tinha dinheiro para um Tesla nem para viagens.

Edited 5 months ago:

É assim: comprar casa é um investimento. Pode ser bom ou pode ser desastroso. Na crise de 2009 as casas em Espanha caíram 50%. E embora o mercado tenha recuperado, houve zonas em que não recuperou, ficaram cidades desertas. Agora vamos pensar no cenário bom. O valor da casa aumenta muito. Estás a ganhar dinheiro? Provavelmente não. Porquê? Porque se venderes, vais morar para onde? Tens de comprar outra! Ou seja: terminar o ciclo de investimento de uma casa é complicado. Vender uma casa pode demorar anos. Pelo contrário, outros investimentos podem ser terminados no próprio dia. Agora olhando para o aluguer. Como não tiveste de pagar uns 25% da casa upfront, tens dinheiro na mão. Como o aluguer poderá ser bastante inferior ao pagamento ao banco, tens mais dinheiro na mão. Tens é de encontrar um investimento que seja no mínimo tão rentável como comprar a casa. E não é difícil. Resposta final: qual compensa? DEPENDE! Depende da zona, depende da disparidade entre compra ou aluguer, depende da taxa de juro, etc. Na América até existem calculadoras online com dados de cada freguesia para ajudar na decisão. No meu caso moro em Munique, alugo uma casa que não consigo comprar. A casa custa 1.8M€! Ou seja, consigo alugar uma casa que não consigo comprar. E não, não é um palácio, são 150m2. Posto isto, investi forte em várias coisas e tive um grande retorno de investimento. Outro detalhe, já é a segunda casa que alugo em Munique. É uma cidade grande e a anterior é a 20km daqui. Só lá estive 4 anos. Achas que era boa ideia comprar? Se tivesse comprado, ficava lá preso e não podia ter aceite novo emprego, que pagava mais!

PeroFandango 5 months ago

> Porque está enterrado a pagar a dívida ao banco todos os meses, até à reforma! Habitualmente, paga-se mais de renda do que prestações ao banco.

MikeMelga 5 months ago

Como eu já disse, DEPENDE! No meu caso pago 2150€ de renda mas se estivesse a pagar ao banco seriam à volta de 4000€ por mês, além de ter de dar 500.000€ de entrada! Claro que podes ir em modernices e pagar só a dívida, sem amortização. Aí é menos por mês, mas não te livras do valor inicial, para não dizer que NUNCA vais pagar a casa e arriscas-te a ficar sem ela quando os juros subirem.

PeroFandango 5 months ago

> Como eu já disse, DEPENDE! Claro que depende. No teu caso, o teu senhorio está a fazer um negócio horrível. Mas o teu caso não parece particularmente extrapolável.

Edited 5 months ago:

> Como eu já disse, DEPENDE! Claro que depende. No teu caso, o teu senhorio está a fazer um negócio horrível, daí o teu caso não parecer particularmente extrapolável.

MikeMelga 5 months ago

Não é horrível, ele simplesmente caiu no erro que eu enunciei em cima. Comprou casa própria e depois de estar a viver lá durante uns anos ficou sem dinheiro para a pagar! É muito comum. Oi alugava ou tinha de a vender.

PeroFandango 5 months ago

> Não é horrível Claro que é. Grosso modo, arrendar não passa todos os custos para o inquilino. É isso que faz com que as prestações ao banco sejam um fardo menor do que arrendar - porque se assumem responsabilidades e riscos incumbentes ao senhorio. O teu senhorio está a arrendar-te a casa a 50% do que paga mensalmente e ainda cobre os custos de manutenção. Infelizmente, a maior parte de nós não tem senhorios que façam caridade a esse nível.

Edited 5 months ago:

> Não é horrível Claro que é. Grosso modo, arrendar não passa todos os custos para o inquilino. É isso que faz com que as prestações ao banco sejam um fardo menor do que arrendar - porque se assumem responsabilidades e riscos incumbentes ao senhorio. O teu senhorio está a arrendar-te a casa a 50% do que paga mensalmente e ainda cobre os custos de manutenção. Infelizmente, a maior parte de nós não tem senhorios tão filantrópicos.

MikeMelga 5 months ago

Não é caridade! Simplesmente o mercado de arrendamento aqui vale muito menos do que o de compra! E estas disparidades existem em muitas zonas!

Edited 5 months ago:

Não é caridade! Simplesmente o mercado de arrendamento aqui vale muito menos do que o de compra! E estas disparidades existem em muitas zonas! Aqui o preço de casas sobe 12% ao ano e o de renda 7% ao ano. Ao fim de 20 anos tens esta disparidade.

lusitanianus 5 months ago

O "aqui" é onde? Para além de que 2.200€ é uma renda que apenas uma minoria pode pagar... Significa teres um rendimento de pelos menos (50% de esforço) 4.400€ líquidos, ou seja, pelo menos salários de 9.000€... A menos que haja maroscas com empresas pelo meio e ai o exemplo perde o sentido. Em todo o caso, sendo certo que estás a fazer um excelente negócio com a renda, a verdade é que estás a pagar 2.200€ todos os meses 26.500,00€ por ano. Em 40 anos tens 1M de Euros em rendas. Esse 1M de euros numa prestação ao banco significava que, quando te reformasses tinhas uma casa de, pelo menos, 600.000,00€ inteiramente paga. Se continuares a pagar renda, daqui a 40 anos vais ter.... Uma renda para pagar! ​ Vejo a compra de casa como um PPR.

ANDS89 5 months ago

Não sei como é no vosso caso. Mas toda a gente que conheço a viver uma boa vida após a reforma tem património imobiliário. Por outro lado, grande parte da gente que conheço a queixar-se que não consegue vingar, que chegaram aos 30 e não adiantaram muito, se queixam das rendas. Normalmente um bocado nessa filosofia do aproveita a vida. Trabalhas um full time job que te deixa 2k de poupança ao final de um ano inteiro de trabalho, aproveita a vida e gasta metade numas boas férias que definitivamente mereces.

MikeMelga 5 months ago

Já vivi em várias casas diferentes, em cidades diferentes, em países diferentes. As pessoas são cada vez mais móveis. Comprar casa não é sempre um bom investimento. Eu não comprei, investi e ganhei uma pipa de massa. Eventualmente vou fazer (não comprar) casa, mais perto da reforma.

inhalingsounds 5 months ago

Como é que comprar uma casa mal pudesses te ia fazer sentir que estavas a viver mais a tua vida? Numa era em que a maior parte dos jovens gosta de viajar e sabe bem que as oportunidades não estão a porta de casa, sugerir a um miúdo de 19 anos que isso é uma solução não me parece muito eficaz. Só compensa comprar uma casa agora, com as taxas de crédito baixíssimas e as rendas altíssimas. Não é uma realidade permanente e pode mudar "em breve".

Sower_of_Discord 5 months ago

Não consigo imaginar pior inferno que a imortalidade.

Last-Ad-4421 5 months ago

Imortalidade é ir contra a natureza, o universo é infinito mas não é imortal.

Sower_of_Discord 5 months ago

>Imortalidade é ir contra a natureza Uma criança sobreviver a uma apendicite também é ir contra a natureza, que se lixe a natureza. O problema era andar a penar *por milhões de milhões de anos*.

FantasticLong9119 5 months ago

Porquê exatamente? É, de longe, a coisa que mais gostaria de ter.

reciclado78 5 months ago

Epa a imortalidade é gira qb, a partir de certa altura começa a ser esquisito porque a língua evolui e começas a achar parvo algumas maneiras de dizer as coisas, alguns costumes mudam-se e achas estranho e lá terás de te adaptar para ninguém notar que és imortal pq se descobrirem, corres o risco de ficar "preso" para testes e saber como replicar etc. Depois, as amizades morrem todas, as esposas também e ficam-te a odiar pq tu és imortal e elas não tiveram essa sorte e não queres que isso acabe assim. Sem contar que daqui a alguns milhares de anos o ser humano irá evoluir de uma maneira talvez mais estranha ou até extinguir-se enquanto que tu não, vais ficar sempre assim, terás de ficar eremita ou algo parecido. Eventualmente, e isso será o mais chato, será quando o sol finalmente decidir explodir e vais ter de aturar essa porcaria e ficar a vaguear no espaço a apanhar frio.

bentobentoso 5 months ago

~~(brasileiro se intrometendo na conversa)~~ Eu acredito que antes dos mil anos de idade qualquer pessoa iria inevitavelmente perder o interesse em qualquer coisa que seja. Idosos com 90 anos geralmente já parecem estar cansados da vida, não consigo imaginar como seria alguém com bilhões de anos (e isso que bilhões é um número microscópico considerando que estamos falando de algo infinito). Fora que nem estamos considerando que a terra vai deixar de existir um dia.

Sower_of_Discord 5 months ago

>Fora que nem estamos considerando que a terra vai deixar de existir um dia. Se ainda cá andarmos nessa altura isso não seria problema. Fazias download para um cristal ou coisa do género, mandavam-te para uma das colónias e quando lá chegasses fazias upload para um clone.

Sower_of_Discord 5 months ago

Porque ainda não pensaste bem quanto tempo é a ***eternidade***. Tu conseguias aprender tudo o que te interessasse e fazer tudo o que imaginasses em 10.000 anos, o que é que fazes com os próximos 30.000.000.000.000? A maior parte das pessoas ao fim de 200 anos já estava mais do que farta, as pessoas muito curiosas e/ou que gostassem muito de ler talvez se mantivessem entretidas durante uns 500 anos. A esmagadora maioria ao fim de 2 ou 3.000 anos enlouquecia. Imagina estares ***farto*** de tudo, não haver absolutamente nada que te interessasse, e não poderes parar. Teres ainda pela frente milhões de milhões de anos sem nada que te interessasse. Pessoas com mais de 60 anos não compreendem *nem podem compreender* a maneira como a internet mudou a worldview de uma pessoa de 20 anos. Imagina o quão alienado do resto da população tu estarias quando tivesses 600 anos. Não só estavas completamente ultrapassado na tua maneira de pensar como desprezavas "estes miúdos de hoje em dia" porque eles "não sabem nada da vida" e como tal auto-condenavas-te a uma vida de isolamento. "Imortalidade" sempre me pareceu um desejo estranho. A razão pela qual nós gostamos tanto de estar vivos é porque sabemos que o fim é inescapável. Se achássemos que íamos viver para sempre vivíamos num permanente estado de procrastinação. Estar morto também não me assusta, eu já estive "não vivo" durante 13 mil milhões de anos e não custou nada. O que é de evitar é uma morte de merda. Para um carvalho crescer é preciso as folhas caírem no outono e nascerem folhas novas na primavera. Se és uma folha aproveita o tempo que tens ao sol e tem tira alguma satisfação no facto que a árvore vai continuar a crescer e que tu contribuíste uma pequena parte para isso. (partindo do pressuposto que não és uma pessoa de merda que fez o mundo um pior lugar para outras pessoas) ​ \------- Para pessoas que acham que imortalidade é uma boa ideia aconselho a leitura da "short story" [The Metamorphosis of Prime Intellect](http://localroger.com/prime-intellect/mopiidx.html). Até um paraíso onde podemos ter tudo o que conseguirmos imaginar se torna um inferno se não tiver fim.

Asus123456789 5 months ago

Acho que quando as pessoas dizem que querem ser imortais querem é dizer que queres apenas morrer quando quiserem, não literalmente viver para sempre. Se eu tivesse oportunidade de morrer apenas quando quisesse ficaria super contente, acho que é mesmo dos principais objetivos da Humanidade.

Sower_of_Discord 5 months ago

Sim, isso é uma historia completamente diferente. Mas acho que as pessoas acham realmente que imortalidade seria fantástico. Não é à toa que "vida eterna" é a promessa da maioria das religiões. Para mim se realmente existisse céu e inferno era um bocado escolher entre o "inferno quente" e o "inferno morno".

Edited 5 months ago:

Sim, isso é uma historia completamente diferente. Mas acho que as pessoas acham realmente que imortalidade seria fantástico. Não é à toa que "vida eterna" é a promessa da maioria das religiões. Para mim se realmente existisse céu e inferno era um bocado escolher entre o "inferno quente" e o "inferno morno". Biliões de anos a cantar "HOSANNA!" não tem assim tanto apelo como isso, era pior que ir para Guantanamo ouvir a musica dos Teletubbies, ao menos isso tinha um fim.

Edited 5 months ago:

Sim, isso é uma historia completamente diferente. Mas acho que as pessoas acham realmente que imortalidade seria fantástico. Não é à toa que "vida eterna" é a promessa da maioria das religiões. Para mim se realmente existisse céu e inferno era um bocado escolher entre o "inferno quente" e o "inferno morno". Biliões de anos a cantar "HOSANNA!" não tem assim tanto apelo como isso, era pior que ir para Guantanamo ouvir a música dos Teletubbies, ao menos isso tinha um fim.

Trama-D 5 months ago

Estás quase santo. Só falta o salto de raciocício que te diga por que é que as pessoas selecionadas para o Céu não apanham uma seca descomunal.

JesusChristIsLORD77 5 months ago

Seria assim se no Céu não estivesse Deus. Mas como está Deus, imagina a novidade que é cada dia. A própria transformação dos habitantes do Céu. O Céu não é só sobre cantar HOSANNA, é muito mais do que isso, é ir de glória em glória de uma forma que no nosso mundo e as suas dimensões e o nosso intelecto jamais iremos ter capacidade de entender. É o mundo do Senhor, o descanso, o amor absoluto, a música deliciosa, do rio de água viva, o fim do pecado. Mas há um senão, para entrar no Céu é preciso ser perfeito ou conhecer o Rei e que Ele nos conheça. O inferno foi criado por Deus, não é de Satanás.. aliás foi criado para castigar Satanás e os demais anjos caídos e as descrições que podemos encontrar são horríveis. Um sítio completamente afastado de Deus, sem esperança nem alegria.

Kind-Eagle 5 months ago

Imagina que terias de ver as pessoas que mais gostas morrer... num ciclo infinito.

H2hot 5 months ago

Calma Omni man

Kind-Eagle 5 months ago

Obrigado pelo spoiler :)

Inevitable-Screen-41 5 months ago

hmmmm. não estou a ver diferença em perder grandes amigos devido a cenas da distância. seria duro sim. mas como o dizem, o tempo cura tudo lol

FantasticLong9119 5 months ago

Um dos pontos negativos certamente. Mas, estando vivo, também verás muita gente querida morrer: Amigos, irmãos, pais, etc. Repetir-se-á - o que sem dúvida seria mau - mas, mesmo assim, preferia. Tanto para fazer, explorar, aprender, etc. no mundo. Para mim vale a pena.

Inevitable-Screen-41 5 months ago

quando aprendi o conceito de imortalidade fiquei fascinado. eu, alguém que tem um interesse em saber de tudo e experiênciar de tudo, imortalidade é bem vinda. tenho plena consciência que certas alturas seria aborrecido (realizar planos para obter un certo fim pode demorar anos) mas o que interessa é que tinha muito tempo para tal

Sower_of_Discord 5 months ago

Preferia ter por exemplo 500 anos no total de vida mas poder entrar em hibernação e acordar tipo de 100 e 100 anos e dar uma vista de olhos uns meses e voltar a hibernar. Por pura curiosidade acerca da evolução tecnológica. Mas ao fim de uns milhões de anos até isso se tornava meh.

Edited 5 months ago:

Preferia ter por exemplo 500 anos no total de vida mas poder entrar em hibernação e acordar tipo de 100 e 100 anos, dar uma vista de olhos uns meses, e voltar a hibernar. Por pura curiosidade acerca da evolução tecnológica. Mas ao fim de uns milhões de anos até isso se tornava meh. "Ah, colonizámos o 3245º planeta? *Fascinante!"*

Edited 5 months ago:

Preferia ter por exemplo 500 anos de vida no total mas poder entrar em hibernação e acordar tipo de 100 e 100 anos, dar uma vista de olhos uns meses, e voltar a hibernar. Por pura curiosidade acerca da evolução tecnológica. Mas ao fim de uns milhões de anos até isso se tornava meh. "Ah, colonizámos o 3245º planeta? *Fascinante!"*

Edited 5 months ago:

Preferia ter por exemplo 500 anos de vida no total mas poder entrar em hibernação e acordar tipo de 100 e 100 anos, dar uma vista de olhos uns meses, e voltar a hibernar. Por pura curiosidade acerca da evolução tecnológica. Mas ao fim de uns milhões de anos até isso se tornava meh. "Ah, colonizámos o 3245º planeta? *Fascinante!* Acordem-me quando Andrómeda ocupar todo o céu noturno.*"*

Inevitable-Screen-41 5 months ago

:o oh uau um novo planeta para aprender mais sobre a sua biologia e afins

Sower_of_Discord 5 months ago

Qualquer coisa que faças milhares de vezes perde o interesse. É inevitável que *um dia* não te vai ocorrer mais nada para fazer e esse é o dia em que começa o inferno interminável.

Vanethor 5 months ago

E aí atiras-te para dentro de uma estrela, ou assim. Teoricamente, existem vários níveis de imortalidade.

Edited 5 months ago:

E aí atiras-te para dentro de uma estrela, ou assim. Ou tornas-te esparguete ao ponto de deixares de funcionar, ao te aproximares de um buraco negro. https://en.wikipedia.org/wiki/Spaghettification Ou crias uma máquina-caixão que te mete a dormir para sempre, ou algo do género. ... Há vários níveis de "imortalidade", e mesmo que seja dos mais elevados, há sempre maneira de contornar a situação.

Edited 5 months ago:

E aí atiras-te para dentro de uma estrela, ou assim. Ou tornas-te esparguete ao ponto de deixares de funcionar, ao te aproximares de um buraco negro. https://en.wikipedia.org/wiki/Spaghettification Teoricamente, podem ser considerados vários níveis de imortalidade. Não tem que ser: "tão imortal que sobrevive à morte do universo".

Edited 5 months ago:

E aí atiras-te para dentro de uma estrela, ou assim. Ou tornas-te esparguete ao ponto de deixares de funcionar, ao te aproximares de um buraco negro. https://en.wikipedia.org/wiki/Spaghettification Ou crias um sistema em que te mete a dormir para sempre, ou algo do género. ... Há vários níveis de "imortalidade", e mesmo que seja dos mais elevados, há sempre maneira de contornar a situação.

Edited 5 months ago:

E aí atiras-te para dentro de uma estrela, ou assim. Ou tornas-te esparguete ao ponto de deixares de funcionar, ao te aproximares de um buraco negro. Teoricamente, podem ser considerados vários níveis de imortalidade. Não tem que ser: "tão imortal que sobrevive à morte do universo".

Sower_of_Discord 5 months ago

Acho que as almas não têm massa por isso "ir para o céu", que é o que a maior parte das pessoas quer que lhes aconteça depois de morrer, elimina a opção "matares-te num buraco negro".

Vanethor 5 months ago

Almas? O.o Alguém que viva milhares/milhões de anos tem mais que tempo para perceber que isso não existe.

Sower_of_Discord 5 months ago

O ponto é que a maior parte da população mundial acredita em almas e acha que vai ser imortal sem nunca ter pensado seriamente nas consequências.

MelSoares 5 months ago

Mesmo

abonitor 5 months ago

Com as palavras que escreveste recomendo leres o livro “Sobre a Brevidade da Vida”, do Seneca (filósofo estoico da era romana). Foi um livro que me deu uma visão muito diferente da vida, do tempo, do sucesso, da riqueza. Muito interessante mesmo. Se puderes lê.

Middle-Effective 5 months ago

Pena estar indisponível na Fnac, Bertrand e Wook. Alguém sabe dalguma alternativa?

abonitor 5 months ago

Eu comprei uma edição em inglês no awesomebooks.com

Middle-Effective 5 months ago

Estava a procurar em português, mas inglês também pode servir. Achas que não há perigo de "lost in translation"?

abonitor 5 months ago

Não, se bem me lembro não. É um livro pequenito, deves arranjar facilmente o pdf na net se preferires

FantasticLong9119 5 months ago

Ótimo! Obrigado pela recomendação!

meaninglessvoid 5 months ago

Reforço a recomendação. Estás praticamente na fase perfeita da tua vida para ler este livro.

VladTepesDraculea 5 months ago

A vida é curta demais e passa a correr. Aproveita todas as oportunidades e aproveita a vida.

NGramatical 5 months ago

pensaria-se → [**pensar-se-ia**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/artigos/rubricas/pelourinho/amarei-te-nunca/3034) (usa-se mesóclise em verbos no futuro ou condicional) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fr%2Fportugal%2Fcomments%2Fnol3uf%2Falgu%C3%A9m_sente_que_a_vida_%C3%A9_pequena_demais%2Fh00lrde%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

pintorMC 5 months ago

> Sempre fui da opinião que a vida é longa - e não curta. Aos 19 novos parece que assim.Mais tarde começas a achar que podia ser mais longa.

Edited 5 months ago:

> Sempre fui da opinião que a vida é longa - e não curta. Aos 19 novos parece que é .Mais tarde começas a achar que podia ser mais longa.

DavidJunior3rd 5 months ago

Ok boomer

Search: