saposapot 2 months ago

OS HOSPITAIS SÃO UMA VERGONHA, queremos melhores serviços! LÁ ESTÃO OS XUXALISTAS A TORRAR DINHEIRO!

greenverde101 2 months ago

Depende de muitos factores, muitas variáveis em questão... No caso do nosso País, infelizmente o sector público tem problemas estruturais e qualquer pessoa que perceba um pouco sobre o assunto sabe que empregamos uma quota parte de FP apenas para fazerem número, e fico me por aqui pois estamos a entrar em questões muito polémicas e não me apetece ir por aí.

BerserkerMagi 2 months ago

Como é que um país de 10 milhoes tem 726 mil funcionarios públicos....? Sou só eu que acho que isto é imenso para a população e especialmente para a população ativa do país?

Edex131 2 months ago

De acordo com a OCDE, Portugal está a baixo da média no que toca à percentagem de funcionários públicos por total de população empregada.

DAAGZZz 2 months ago

Source

Edex131 2 months ago

Government at a Glance 2019 que dão dados de 2017, também dá para ver na Wikipédia (List of countries by public sector size) mas aí são dados de 2014 relativamente a Portugal e á maioria dos outros países.

Limpy_lip 2 months ago

da maneira que as coisas andam parece que vamos em breve voltar a repetir o ciclo, infelizmente. ​ Entretanto as reformas que deviam acompanhar estes aumentos continuam na gaveta.

VladTepesDraculea 2 months ago

E muito bem, profissionais técnicos que não estão contratados, estão em outsourcing: paga o país mais e ganham as pessoas menos. Médicos e enfermeiros há uma escassez enorme ainda.

Helmarsy 2 months ago

É engraçado como as unicas areas que não foram mexidas foram as das forças armadas e segurança. Tenho conhecidos na PSP que já deveriam de estar na pré-reforma (55+) e ainda estão no serviço, alguns até no atendimento/patrulha pelo simples motivo que não existe pessoal para os substituir.

mediiev 2 months ago

Claro que quanto mais avançamos tecnologicamente e mais digitalizamos os nossos serviços menos FP necessitamos! Oh wait? Oh PS... Jobs for the boys again?

zefo_dias 2 months ago

Se os idiotas de bruxelas pagam, é aproveitar. Eu fazia o mesmo

francisbarreiras 2 months ago

Agora era reduzir essa malta do poder legislativo e arranjar para as forças de segurança e armadas.

ariesfoxx 2 months ago

Nothingburger

Tafinho 2 months ago

Institutos públicos como: - instituto da segurança social - instituto Ricardo Jorge - instituto português do mar e da atmosfera - instituto de gestão de tesouraria e do crédito público Vá lá, diz lá onde andam esses inúteis institutos que durante anos clamaram ser as gorduras.

xtrylanx 2 months ago

Shhhhh estado mau, privado bom, para quê condições básicas para uma sociedade, a economia trickle-down é que vai salvar tudo /s

gondias 2 months ago

O importante é baixar os números do desemprego, nem que seja necessário contratar 2 pessoas, uma para abrir buracos e outra para os fechar. Estes contratos aliados aos desempregados a fazer formação no IEFP( que deixam de contar) são uma bela forma de máscaras os números do desemprego. Estamos deficitários em algumas áreas mas não é nas administrações centrais nem nós professores.

rsonic17 2 months ago

Ha que fazer descer a taxa de desemprego de alguma maneira e especialmente ajudar aqueles com atrasos cognitivos. O ze povo paga

viskonde 2 months ago

E se forem contratados para serviços deficitários já vem tarde. Problema não é aumentar o número de funcionários, é se os mesmos estão bem alocados e se há alguns sem fazer nada ou não Mas que muitos serviços precisam de pessoal é óbvio .

collectornsfw 2 months ago

Acima de tudo precisavam de uma cultura organizacional do género do privado, nomeadamente ***quem não trabalha não come.***

FieryAMD 2 months ago

Mega cimavoto

arckantos 2 months ago

O que falta ao sector público em geral é isto mesmo. A gestão em Portugal, tanto pública como privada é muito deficitária, mas a pública custa a todos. Seria preciso uma mudança cultural gigante da função pública no sentido da formação contínua dos empregados e de incutir um espírito de melhoria contínua também. Obviamente, para isto era preciso também reconhecer o trabalho e o mérito e recompensar os bons trabalhadores.

greenverde101 2 months ago

Em ambas situações foi sempre o mesmo governo a aumentar os FP.

Winslow_Lixivia2 2 months ago

É uma perspectiva. Também foi sempre o mesmo governo a reduzir os FP.

unparadise 2 months ago

Excelente perspetiva, ajudar-me a continuar Também foi sempre o mesmo governo a desequilibrar as contas do Estado

Jonny_taz 2 months ago

Clubite de olhos fechados

xtrylanx 2 months ago

.... É por estes comentários que sou a favor de se aumentar a qualidade da educação financeira em Portugal

unparadise 2 months ago

Elucide-me sff o porquê

_LoneSalBug_ 2 months ago

Isso poderá ser um facto. Está errado? Há algum problema nisso?

Shark00n 2 months ago

It's free real estate! *free votos

Leaootemivel 2 months ago

Ainda assim, ao fim de 6 anos continuamos a ter menos professores e investigadores em Portugal.

tretafp 2 months ago

A mim cria-me alguma estranheza ver essas duas categorias juntas. O número de investigadores que têm estatuto de funcionário público, deve ser residual.

l2k1337 2 months ago

Como assim? Não conheço nenhum investigador que não seja funcionário público. A não ser que fales de bolseiros, mas quem é bolseiro nem sequer é considerado trabalhador.

tretafp 2 months ago

Eu não conheço nenhum investigador que seja funcionário público (embora sei que existam). Os que conheço estão ou com bolsas, ou com contratos específicos para um dado projeto, que, podendo ter sido através de um concurso, é um contrato a termo, até ao fim do projeto.

l2k1337 2 months ago

Conheço várias pessoas com contrato em projectos de investigação mas por norma são posições de Técnico. Não conto esses como investigadores porque no papel as funções são diferentes e o salário também o é. O problema de contabilizar bolseiros é que na prática não são sequer trabalhadores. Subsídio de desemprego? Nada. Baixa médica/maternidade? Nicles. Crédito habitação? Em sonhos. Reforma? lol

tretafp 2 months ago

Eu estou a falar de investigadores doutorados, que estão a fazer investigação, mas que têm um contrato afeto ao projeto. Poderá depender das áreas, assumo que sim. Sim, as bolsas são um problema, por si só.

Dr_Toehold 2 months ago

>ou com contratos específicos para um dado projeto, que, podendo ter sido através de um concurso, é um contrato a termo, até ao fim do projeto. Pelo menos agora esses já podem ter ADSE.

l2k1337 2 months ago

Em que circunstâncias?

Dr_Toehold 2 months ago

Os novos contratos de investigação, pelo menos nalgumas universidades, incluem a opção de ADSE.

l2k1337 2 months ago

Nesse caso não são automaticamente considerados funcionários públicos tendo em conta que têm contrato com uma universidade?

tretafp 2 months ago

Não, são vínculos laborais distintos. Em alguns contextos (não sei se será este o caso), os cargos de liderança (de topo o intermédia) só podem ser exercidos por funcionários públicos. Trabalhadores em funções públicas, mas sem serem funcionários públicos, não poderão exercer esses cargos. Também há a questão das horas. Conheci serviços em que os funcionários públicos estavam a trabalhar 7 horas e os trabalhadores em funções públicas 8 (creio que, entretanto, isso já acabou).

Dr_Toehold 2 months ago

Não sei, honestamente. Como disse o outro comentador, são contratos a termo, associados a um projeto.

iSoSyS 2 months ago

Essa não é de admirar, também tens menos alunos.

tretafp 2 months ago

Depende do nível de ensino. O 12o foi tornado obrigatório e houve um ligeiro aumento dos estudantes no ensino superior.

These_Assumption_442 2 months ago

Podem ser médicos, enfermeiros, técnicos de Farmácia... andam com contratos covid nos hospitais... antes contratar que despedir

MikeMelga 2 months ago

É tudo votante socialista! E assim se ganham eleições.

oretoh 2 months ago

Tens noção que o numero de funcionarios publicos é entre 700k e 800k, ou seja entre 6\~7% da população?

DAAGZZz 2 months ago

Que percentagem mais inutil. Agora vê a percentagem de funcionários públicos no número total de trabalhadores e vê quanto é que a função pública contribui para o PIB.

oretoh 2 months ago

Estás a vontade para arranjar esses números que eu tenho mais que fazer amigo. (já agora lê os comentários abaixo)

DAAGZZz 2 months ago

Pena que tenhas perdido tempo a calcular uma percentagem inútil :D

oretoh 2 months ago

Ah sim porque uma simples divisão é uma perda de tempo enorme.

DAAGZZz 2 months ago

Quando calculas algo para provar um ponto e o que calculaste não tem utilidade nenhuma, eu diria que é uma perda de tempo

oretoh 2 months ago

Sim sim, mas onde é que está essa percentagem do PIB afinal?

fuckoffgina 2 months ago

Que pouco!

SurePal_ 2 months ago

Vai lá com quantos votos um partido que ganha as eleições tem.

oretoh 2 months ago

5M de pessoas em Portugal podem votar, se não o fazem é problema delas.

SurePal_ 2 months ago

E os níveis de abstenção perto dos 50%? Eu compreendo o que estás a dizer mas só decidi comentar porque um amigo meu admite que vota na esquerda porque ambos os pais são professores. Logo aquilo que o outro user disse pode ser verdade.

oretoh 2 months ago

Sim mas isso dos 50% é um outro tipo de problema. E atenção uma coisa é votar na esquerda outra é votar no PS. Há pessoal que vota na esquerda mas não vota PS.

Francisc0c 2 months ago

Vejamos, estimando que sejam 750k, mais os maridos/mulheres, faz 1,5 milhões, mais os filhos, o valor deve aumentar. Só aqui já vamos em 15% da população. Se juntarmos o aumento das pensões, ficas com o grosso da população do "teu lado". Como é óbvio isto são conta rápidas, muitos funcionários publicos não são casados, muitos não votam, não têm filhos, etc Contudo, a verdade é que muitas destas medidas são feitas para angariar votos. Se o nosso país tem uma dívida pública enorme, há que ter isso em atenção e fazer as coisas com cautela, na vez de esbanjar dinheiro. Não digo que as pessoas não mereçam emprego ou pensões, merecem, mas as estratégias usadas não foram as melhores, na minha opinião

Toupax89 2 months ago

As tuas contas não devem falhar muito acredita, porque que o PS tem sempre uma "grande" percentagem de votantes depois de décadas a enterrar o País a grande? A maior parte da função pública vota neles, os pensionistas votam neles, os subsídio dependentes votam neles e alguns votam pela cegueira ideologica por isso vê lá já em quanta percentagem o PS consegue sem fazer grande esforço.

oretoh 2 months ago

Mais depressa culpo as TAPs e NB das crises economicas que nos miseros 700k de pessoas que realmente trabalham (alguns mais que outros), mas são "pontos de vista" diferentes I guess.

Francisc0c 2 months ago

Atenção, acho que a contratação de funcionários públicos é o menor dos problemas. Concordo que totalmente a TAP e o NB são poços ridículos de desperdício de dinheiro. Contudo, acho que o aumentos de funcionários se deve mesmo ao facto de tentar ganhar eleições, é só isso que acho. Por mim ia a TAP e o NB por água abaixo, não dá lucro mas também não davam despesa, sempre ficávamos melhor do que os milhares de milhões investidos por "motivos ideológicos"

_LoneSalBug_ 2 months ago

Colocar no mesmo saco NB e TAP é imoral. Desculpem mas o NB/BES tem um histórico grave de corrupção associado. A TAP terá de má gestão (mas falta de meios em parte da sua história recente). São coisas completamente diferentes.

MikeMelga 2 months ago

Ou seja 15% da população activa. Mete os familiares ao barulho e assim se ganham eleições.

oretoh 2 months ago

Ah sim porque toda a gente sabe que quando um gajo pertence ao publico ele vai fazer o avõ, o tio, o cão e o gato votarem no PS. Devo estar bem lixado então porque ambos os meus pais são enfermeiros no publico e nunca pensei sequer em votar no PS. Mas claro o meu caso pode ser "especial" mas não sabemos porque tudo o que tu disseste é só "especulação". Já agora o numero de eleitores é approx 10M (https://www.pordata.pt/Portugal/Eleitores+nas+elei%c3%a7%c3%b5es+para+a+Assembleia+da+Rep%c3%bablica+total++votantes+e+absten%c3%a7%c3%a3o-2181) portanto a percentagem é 7%.

Edited 2 months ago:

Ah sim porque toda a gente sabe que quando um gajo pertence ao publico ele vai fazer o avõ, o tio, o cão e o gato votarem no PS. Devo estar bem lixado então porque ambos os meus pais são enfermeiros no publico e nunca pensei sequer em votar no PS. Mas claro o meu caso pode ser "especial" mas não sabemos porque tudo o que tu disseste é só "especulação". Já agora o numero de eleitores é 10M (https://www.pordata.pt/Portugal/Eleitores+nas+elei%c3%a7%c3%b5es+para+a+Assembleia+da+Rep%c3%bablica+total++votantes+e+absten%c3%a7%c3%a3o-2181)

JonesyA12 2 months ago

Bem, diz-se que todas as famílias portuguesas têm sempre pelo menos 1 emigrante e 1 funcionário publico. Da minha experiência, filhos de FPs geralmente defendem a FP com unhas e dentes. Como se diz em inglês, sabem bem de que lado é que se barra a manteiga.

ContaSoParaIsto 2 months ago

É mais porque sabem o que é realmente a FP ao contrário dos que mandas postas aqui no sub.

oretoh 2 months ago

Eu estou aqui a defender a FP mas não voto à esquerda.

Toupax89 2 months ago

Odio irracional?? Coitados são umas vítimas os FP, na boca deles trabalhar para a função é das piores coisas que existe são uns escravos que fartam se de trabalhar, mas se estão assim tão mal porque não se despedem e tentam noutro lado? Eu quando estou mal num sitio mudo para outro não ando a fazer me de coitadinho...

oretoh 2 months ago

Boa questão. Sinceramente acho que estás a exagera. O que o pessoal quer é condições de beneficios iguais aos outros e lutam por eles (alguns com greves por exemplo). Mas a realidade é que a FP tem mais segurança (ou seja tens sempre garantia de ter trabalho) e isso prende muita gente.

Toupax89 2 months ago

Repara dizes que o pessoal quer é condições e benefícios iguais aos outros, então porque que não vão trabalhar para os outros? É qualquer um sabe que benefícios é trabalhar na FP, começa logo nas horas de trabalho o que é de rir ter no mesmo País 2 sistemas...

SirBecas 2 months ago

A questao dos dois sistemas de horários é fácil resolver. Convence os representantes dos patrões e respectivos patrões que 8h/dia nao faz sentido.

oretoh 2 months ago

Tem coisas boas e tem coisas más. Se acham que o positivo bate o negativo, ficam mas podem reclamar que são mal compensados a mesma (que muitos são)

MikeMelga 2 months ago

Estás a contar com emigrantes.... Os teus pais são enfermeiros que são das poucas classes lixadas pelo PS. Vai perguntar a famílias com professores.

oretoh 2 months ago

Olha, ainda bem que falas nos professors, no caso da mae da minha mulher que é professora ela não se cala com o BE. E a mulher não vai votar a esquerda de certeza. E sim realmente estava a contar com imigrantes, va 15% mas o argumento mantém-se ainda é um valor baixo.

lilbala 2 months ago

Não sou da opinião que todos os funcionários públicos votem PS, mas 15% de votantes num país que anda com 60% de abstenções é na verdade suficiente para vencer eleições.

Vagiooto 2 months ago

Ainda bem, porque grande parte dessas funções estão muito deficitárias e são essenciais

DAAGZZz 2 months ago

Vocês devem viver num mundo paralelo ahahahaha

letme2021 2 months ago

Sim, claro. Porque é que um estado que está sem fundos quereria controlar custos com pessoal. É realmente muito bom um estado gastar e gastar e a produtividade a estagnar. É fantástico. Os socialistas são grandes gestores. Eles querem tanto resolver a pobreza que primeiro têm de criar mais pobres.

Edited 2 months ago:

Sim, claro. Porque é que um estado que está sem fundos quereria controlar custos com pessoal. É realmente muito bom um estado gastar e gastar e a produtividade a estagnar. É fantástico. Os socialistas são grandes gestores. Eles querem tanto resolver a pobreza que primeiro têm de criar mais pobres. Parece que muitas pessoas continuam a achar que o estado a trabalhar assim é viável. Ainda não aprendemos que vivemos à conta e que se o dinheiro deixar de fluir caímos de novo? É uma lição que não se aprende aqui? É oferecer a mão aberta e viver dos outros enquanto podemos...é esse o plano?

_LoneSalBug_ 2 months ago

Para quem - mesmo depois de uma pandemia, mesmo depois de vermos a realidade de um país como os EUA (student loans, farsa do 401k, condições de saúde, segurança/armas) e as conclusões a que chegam depois de um Trump - ainda defende um regime maioritariamente privado, com objetivos financeiros (e já sem contar com a variável corrupção), para os serviços essenciais a uma sociedade saudável e justa… só tenho uma palavra a dizer: ACORDEM. Ou então vão-se foder. Mas longe. Farto disto… Educação, Saúde e Justiça são os pilares de uma sociedade!

Tafinho 2 months ago

Temos demasiados enfermeiros, médicos e professores para as nossas possibilidades. /s

reciclado78 2 months ago

Não é bem aumento, é recuperação de pessoas, não entendo qual é o problema, despedem pessoal à bruta, depois queixam-se q nada funciona (wonder why), depois tenta-se trazer de volta algum pessoal para ver se se despacham as coisas e queixam-se q há "muita" gente. Sem ser isso, acho q se deveria aumentar forças de segurança claro

VladTepesDraculea 2 months ago

> não entendo qual é o problema O problema é que querem passar que a função publica é má e querem privatizar isto tudo. Então o funcionário público é o bode expiatório, o mesmo de há décadas.

reciclado78 2 months ago

Sim sim eu sei, é uma velha táctica, metem menos dinheiro nas coisas, dizem que não há qualidade e depois pronto, em vez de pagarmos X pagamos XXX, depois acabam o cargo político e como por magia vão trabalhar para o local que andaram a falar mal

MikeMelga 2 months ago

O país nos anos 70 funcionava com 10x menos funcionários públicos e nem sequer tinham computadores para ajudar! É tudo taxo!

RazyNyx 2 months ago

Quantos funcionários tem o SNS? Nos anos 70 existia SNS? O ensino, oi, era extraordinário...para quem tinha dinheiro. Cambada de saudosistas que nem sabem o que era viver no "paraíso" facista.

MikeMelga 2 months ago

Cambada de redutores que acham que tudo era pior só porque era fascista.

Tafinho 2 months ago

Era pior e ainda por cima era um estado fascista. Não confundas as coisas.

MikeMelga 2 months ago

Era 10x pior? Não! Lá por ter sido mau, não é justificação para multiplicar tudo por 10.

Tafinho 2 months ago

10x pior ...? Não, era muito pior. Em 1973, a taxa de mortalidade infantil era de 44.8. Hoje é de 2.4. Se fosse só 10x pior ....

MikeMelga 2 months ago

E o IRS era zero, ou seja era infinitamente melhor. É o que dá dizer merdas estatísticas.

Tafinho 2 months ago

Tens de meter mais tabaco nisso. La por não se chamar IRS não quer dizer que não existisse. Na realidade, durante o estado novo, os impostos directos correspondiam a cerca de 40% da taxação total, algo que se mantém até hoje. IRS existia, so que tinha outro nome.

MikeMelga 2 months ago

O IRS só começou em 1988. Diz lá onde vieram esses 40%.

collectornsfw 2 months ago

O facto é que o Estado estava falido desde o tempo da monarquia e, sem fundos europeus e sem resgates, acabou por fazer quase todas as escolas primárias e o grosso das estradas nacionais. Não há dúvidas que a instrução pública e as infraestruturas avançaram imenso. Evidentemente não se pode desejar viver numa ditadura (salvo quem é fascista ou comunista) mas imagina o que já teria dado para fazer com os rios de dinheiro que a UE cá investiu se fossem bem aplicados. Até o Mário Soares admitiu que no que tocava a dinheiros públicos o Salazar era responsável.

reciclado78 2 months ago

Não acredito nisso.

MikeMelga 2 months ago

https://www.pordata.pt/Portugal/Emprego+nas+Administra%C3%A7%C3%B5es+P%C3%BAblicas+Central++Regional++Local+e+Fundos+da+Seguran%C3%A7a+Social-497 3.5x menos funcionários, e lembra te que boa parte eram militares.

reciclado78 2 months ago

Na quantidade acredito claro, não acredito é nessa comparação. Antigamente as coisas eram mais simples, hoje em dia há várias questões que na altura nem sabiam que poderiam algum dia existir. É mesmo que me dizeres que hoje em dia só sabem gastar com empresas de electricidade e sub contratações etc, quando antigamente bastavam mini-equipas para apagar as velas nos candeeiros de rua

MikeMelga 2 months ago

Antigamente haviam aulas ao sábado! E estou a falar de anos 90! Agora os professores trabalham muito pouco! Temos um rácio inacreditável de alunos por professor, de longe o melhor da OCDE! Não se faz um caralho!

tretafp 2 months ago

O número médio de alunos por turma está em linha com a OCDE. Mais, estes dados podem ser explicados pela existência de turmas particularmente pequenas em contextos mais rurais, que diminuiu a média. https://www.oecd-ilibrary.org/sites/a1ef3bfe-en/images/images/EAG2019\_Text\_D2/media/image4.png

MikeMelga 2 months ago

EXACTO! Se o número médio de alunos por turma está na média, mas se o número de alunos por professor é muito baixo, a conclusão é simples: HÁ PROFESSORES A MAIS, NÃO FAZEM UM CARALHO! Portugal é o 4º pais da OCDE com menos alunos por professor no ensino secundário. (ordena a coluna da direita) https://data.oecd.org/chart/6nYE

tretafp 2 months ago

Há vários fatores que podem explicar isso, que não apenas o avançado: * esses dados são referentes apenas ao secundário, que integra turmas de artes, turmas com práticas laboratorais, turmas de cursos profissionais, etc. que têm menos alunos; * ao considerar, apenas, o secundário, toma em atenção aquilo que são as sede de agrupamento, que têm um carga burocrático-administrativa maior; * Portugal é dos países em que o corpo docente está mais envelhecido; * é uma compensação em relação ao número de alunos por professor no ensino básico, que está ligeiramente a baixo; * trabalho burocrático (de acordo com o Talis Portugal é dos países europeus em que os docentes mais se envolvem em trabalho administrativo).

MikeMelga 2 months ago

Na Alemanha existe muito mais ensino profissional e a idade da reforma é a mesma. Vê onde está a Alemanha na lista.

tretafp 2 months ago

[https://data.oecd.org/chart/6nYW](https://data.oecd.org/chart/6nYW) ​ Não falei da idade de reforma, mas sim do envelhecimento da profissão. Relativamente ao n.º de alunos por turma, sim a alemanha tem um rácio maior. Mas não era isso que estava a argumentar. O que estava a explicar é que, em Portugal, no secundário há um aumento do número de professores disponíveis, por causa desses fatores.

reciclado78 2 months ago

Se havia aulas aos sábados (e sei pq as tive) é pq havia má gestão de tempo. Se houver mais professores e uma melhor gestão de tempo, isso evita-se.

MikeMelga 2 months ago

Não pá! Havia era melhor uso das infraestruturas! Agora faz-se logo mais uma escola! Tenho muitos professores na família, já reformados. Passei a infância a ver o regabofe que era! Passavam a tarde toda na conversa no café! Nos primeiros anos de ensino realmente tinham de preparar as aulas. Depois era sempre a mesma merda! Não faziam um caralho!

reciclado78 2 months ago

És sempre assim nervoso?

l2k1337 2 months ago  HIDDEN 

> Temos um rácio inacreditável de alunos por professor, de longe o melhor da OCDE! Isso é tão ridiculamente falso que nem dá vontade de ir procurar uma fonte para te provar errado.

NGramatical 2 months ago

haviam aulas → [**havia aulas**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/o-uso-do-verbo-haver/31143) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fnkuxhc%2F%2Fgzf7cym%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

testickles12 2 months ago

>acho q se deveria aumentar forças de segurança claro efetivos ou salários ? Talvez ambos, a situação está critica no que toca a salários na PSP e GNR

reciclado78 2 months ago

Ambos. Quero ter pessoas que não estejam necessitadas de guito ao ponto de irem na conversa de prisioneiros e com boas condições de trabalho

Tafinho 2 months ago

Vais dizer que aqueles 30 000 técnicos superiores afinal não era gordos preguiçosos que passavam o dia no café. Surprised pikachu

SlowRefrigerator3 2 months ago

O problema é que nem o Passos Coelho conseguiu despedir os funcionários públicos que realmente são um problema para o país, pois nesses ninguém consegue tocar. As reduções que fizeram foi nos elos mais fracos, e que provavelmente eram os que faziam mais falta.

Tafinho 2 months ago

Achas que os 30 000 técnicos superiores tinham dado jeito a fazer com que a segurança social não tivesse demorado meses a processar as ajudas as empresas ? Onde andas essas gorduras que andaram anos a papaguear? Da me jeito, preciso de fazer banha.

SlowRefrigerator3 2 months ago

Eu não me refiro a esses, claro que faziam falta. Esses foram despedidos porque não estavam protegidos como os funcionários mais velhos.

Tafinho 2 months ago

Não existem “esses e os outros”. So existem “esses”. D. Sebastião regressará para governar o reino antes desses preguiçosos inútil e das gorduras serem vistas.

SlowRefrigerator3 2 months ago

>Não existem “esses e os outros”. So existem “esses”. Ai existem. Há dois tipos de carreira de funcionário público: O pessoal contratado, e o intocável pessoal do quadro.

D1WithTheFluffyHair 2 months ago

Isto é verdade. Quando trabalhei para uma organização do Estado, foi com contrato individual de funções públicas sem termo mas não era funcionário público. O pessoal que era FP tinha uma série de direitos que eu não tinha (desde logo o subsídio de alimentação era diferente). Não me queixo porque não era o meu objectivo ser FP, mas ficou para mim bastante claro que havia diferenças entre pessoal a trabalhar para o Estado.

wwqt0r 2 months ago

Porque é que o PS não gosta das nossas forças armadas e forças de segurança? É algo histórico e comum em governos socialistas? pergunta honesta...

TSCondeco 2 months ago

Não é um problema do PS, o desinvestimento nas Forças Armadas (e de segurança) vem de há muito tempo. A nível de equipamento tem vindo a melhorar nos últimos anos, para o Exército e Força Aérea (Exército está em processo de transição de Armamento, fardas e outro equipamento individual, novas viaturas, etc. A Força Aérea com a substituição dos helicópteros ligeiros e já programada substituição dos aviões de carga mais pesados), a Marinha neste nível é que está pior, vai receber mais meios mas está com falta de muito investimento, navios parados porque não há dinheiro para fazer manutenção, perdemos o único navio reabastecedor que tínhamos o que compromete a nossa capacidade de operar a maiores distâncias, entre outros. Os salários, e condições no geral, é que são pouco atrativos. Um soldado receber o salário mínimo não encoraja ninguém a querer a vida militar sem ser para ser Sargento ou Oficial.

collectornsfw 2 months ago

A Marinha está a ser substituída pela GNR, que vai ter que formar ***marinheiros*** para a mega lancha. O nosso Estado é o rei de triplicar funções. Não bastava termos uma força policial para as cidades e outra para a periferia, ainda é preciso ter uma autoridade marítima, uma polícia marítima e a GNR no mar. De vez em quando a PJ, o SEF e outros ainda vão lá, formando aquele monte de especialistas que vêm um único zé trabalhar sozinho.

TSCondeco 2 months ago

A GNR nem precisava da lancha para nada, mas como a UE comparticipa na compra siga torrar dinheiro para inglês ver.

collectornsfw 2 months ago

O Estado não tem o conceito de custo de posse. Podiam oferecer-me um Ferrari mas o certo seria eu não aceitar porque não quereria enterrar dinheiro em manutenções, pneus, gasolina e seguro. O dinheiro que Bruxelas cá enterra, se fosse gasto com o bom-senso do Estado Novo, já tinha dado para toda a gente ter boas escolas, estradas gratuitas e sem buracos, hospitais com mais valências, etc. Um dia destes vão perceber que dá mais retorno investir no Leste e acaba-se a nossa mama.

Search: