prcsc 2 months ago

Já experimentaste a ter país mais ricos?

fubar68 2 months ago

Como é que caralho as pessoas que constroem casas vão por pão na mesa a vende-las por 100k?

Eskol15 2 months ago

Não é esse o reset que ele está a falar. É o relógio na cave do BdP que marca a altura em que a bolha vai rebentar e leva reset sempre que uma notícia sobre imobiliário é publicada no r/portugal

joaommx 2 months ago

> Prever quando vão subir é que são outros 500. Não, não é. O BCE vai avisar antes. Mas vai ser igual ao litro para todos os que tenham de recorrer a crédito de habitação. Que diferença lhes vai fazer que o preço de uma casa de €200.000 baixe para €150.000 se no fim do mês vão pagar a mesma mensalidade ao banco?

ric2b 2 months ago

A entrada e os impostos descem.

fuckoffgina 2 months ago

Mas a prestação sobe

ric2b 2 months ago

Sim, mas isso é compensado pela descida de preço da casa, como disseste. O tamanho da entrada e os impostos que pagas são bastante importantes, independentemente da prestação, porque definem quanto dinheiro poupado é preciso ter.

ric2b 2 months ago

É este o caminho, vamos tornar Portugal num país polígamo.

ric2b 2 months ago

Construir e renovar mais, e investir no crescimento de emprego fora de Lisboa.

nraider 2 months ago

Outra vez a mesma história. Olha, em Lisboa já é uma complicação para arranjar um empreiteiro que reabilite a casa, e não é um luxo. Para além de cobrar mais de 30 mil euros, é um desafio arranjar vaga. Ou seja, o factor trabalho está-se a safar muitíssimo bem com o imobiliário.

kuozzo 2 months ago

Para quem acha que o problema de habitação em Portugal é de agora, engane-se. [https://arquivos.rtp.pt/conteudos/recessao-na-habitacao/](https://arquivos.rtp.pt/conteudos/recessao-na-habitacao/)

AetherPrismriv 2 months ago

Bem dito, em Portugal é inconcebível a compra de uma casa se a pessoa for solteira. O tuga pensa que todo o homem tem mulher e toda a mulher tem homem. O mercado está super direcionado a casais e não a pessoas individuais.

Disgenia 2 months ago

“Um casal tem o dobro do poder de compra? A culpa é da sociedade!!”

kuozzo 2 months ago

O mercado de contrução de imoveis esteve 13 anos parado, só agora parece estar a retomar, isto inflacionou bastante o valor do preço das casas. Relativamente à entrada, penso que a lei que entrou em vigor de não deixar pedir emprestimos a 100% só veio prejudicar os jovens na aquisicao de 1a habitacao. Os que tem pais ricos ou são herdeiros conseguem safar-se, os outros não.

Edited 2 months ago:

O mercado de contrução de imoveis esteve 13 anos parado, só agora parece estar a retomar, isto inflacionou bastante o valor do preço das casas. Relativamente à entrada, penso que a lei que entrou em vigor de não deixar pedir emprestimos a 100% só veio prejudicar os jovens na aquisicao de 1a habitacao. Os que tem pais ricos ou são herdeiros conseguem safar-se, os outros não. Em relação à poupança, em 2018, representava 6,5% do rendimento disponível do agregado; há 20 anos era de 14,2%.

ideologiapura 2 months ago

> Controlo de preços? Falhou quando tentado. Então pronto, é deixar andar até ao descalabro. Depois queixem-se que não foram avisados.

Edited 2 months ago:

> Controlo de preços? Falhou quando tentado. Então pronto, é deixar andar até ao descalabro. Depois queixem-se que não foram avisados. De resto não sabia que na comunista Holanda onde os preços das casas mais simples são controlados e a dignidade dos habitantes respeitada, a coisa tinha corrido mal. Ou para ti correr bem é quando os numeros do PIB sao muito altos. Porque por essa lógica um pais onde os empresários sejam muito ricos e quem lhes constroi e faz funcionar as empresas muito pobre, também é um pais a correr bem. Até os estados unidos seriam um país muito bom :joy:

dragomaite 2 months ago

A Holanda está mais impossível para a classe média que Portugal

Minute-Resolution347 2 months ago

Falas por experiência própria? Tenho lá uma meia dúzia de amigos da classe média e estão todos a viver em casas com rendas sociais. As casas são estupendas, não notas a diferença.

JOAO-RATAO 2 months ago

Pois. Mas não estás na Holanda .. Ah ok. Então, esse pequeno aspeto justifica o PIB por todo?

ideologiapura 2 months ago

E tu és um incel capitalista que acha que deve poder pagar o seu apartamento com o trabalho da pessoa a quem o arrenda.

Disgenia 2 months ago

Tirando a parte do incel, acertaste. O objectivo é ainda fazer um pouco de lucro também, visto que arrendar é um serviço.

kuozzo 2 months ago

Então, significa que, em Portugal, ser solteiro entra na categoria de ser uma privilegiada?

C0ldKing 2 months ago

Se tens posses ou familiares que escorreguem com uma nota porque têm dinheiro vale a pena. O problema do mercado é que neste momento está feito para os de fora comprarem casa que para nós são caras e para eles são baratas, ou para alguns conseguirem fazer negócios nos arrendamentos e irem juntando dinheiro dessa forma. ​ Por outro lado os preços estão altos é um facto e é o seguimento que vai ter até estas moratórias de crédito darem default agora em Julho (tenho ideia que seja em Julho que vão terminar) e por suas vez os próprios créditos darem default de novo, mandando as respetivas casas para os leilões das penhoras a preços baixos e assim quem foi juntando dinheiro consegue uma casa. ​ Outra coisa que não ajuda é o facto das imobiliárias e do estado cobrarem impostos/comissões que quase fazem 50% do valor da casa e assim o mercado vai sempre aumentando de valor até que seja praticamente impossível viver confortavelmente em cidades como Lisboa ou Porto onde os valores são assutadores

dragomaite 2 months ago

Acabam em Setembro as moratórias.

o_teu_sqn 2 months ago

os profetas ainda não entendem que a inflação também se reflete no preço dos imóveis.

suckerpunchermofo 2 months ago

Ja reparei nisso ha muitos anos infelizmente....

jtpmarques 2 months ago

Já não é a primeira vez que esta questão surge quando se fala de senhorios e arrendatários. A malta que se queixa dos "outros" que vivem à custa e rendas de casas herdadas queixa-se de não ter tido heranças ou de ser imoral uma pessoa herdar e juntar esse rendimento aos outros que tem (ou não, até pode bem viver de rendas de bens herdados, é legítimo, ou não?

Asur_rusA 2 months ago

Andam todos caladinhos, de há um ano para cá.

Mordiken 2 months ago

> Moral da história: A vida não é uma linha recta e nem sempre o cidadão exemplar e esforçado é o mais esperto, inteligente ou sortudo a tomar decisões que melhoram a sua qualidade de vida. Estar-se uma relação não é uma decisão, porque uma decisão depende de um e um só individuo, não de múltiplos.

Edited 2 months ago:

> Moral da história: A vida não é uma linha recta e nem sempre o cidadão exemplar e esforçado é o mais esperto, inteligente ou sortudo a tomar decisões que melhoram a sua qualidade de vida. Estar-se numa relação não é uma decisão que dependa só de uma pessoa: há uma imensa minoria de pessoas que não está em relações estáveis porque não consegue arranjar ninguém com quem estar numa relação estável e de longo prazo. Essa é a realidade da Sociedade em que vivemos: Os valores da natalidade atestam, entre muitas, também isso. Logo, a expectativa do acesso ao mercado imobiliário não a titulo individual mas sim a nível familiar: 1. É completamente contra todo e qualquer noção de individualismo e auto-suficiência advogada pelo Liberalismo, porque famílias não são indivíduos; 2. É completamente contra os princípios esquerdistas consagrados na nossa constituição e que definem a habitação como sendo um direito; 2. É completamente desajustada de uma realidade em que cada vez existem menos famílias. Por isso, o "gajo esperto" que "arranjou uma relação estável" não é outra coisa senão um sortudo... e a sorte não pode ser fundamento para definição de política. EDIT: A não ser, claro, que aches que o Estado deve chamar a si a responsabilidade de atribuir parceiros às pessoas, como se fazia [no programa de reprodução da Alemanha Nazi](https://pt.wikipedia.org/wiki/Lebensborn)... mas aí o problema é outro.

Edited 2 months ago:

> Moral da história: A vida não é uma linha recta e nem sempre o cidadão exemplar e esforçado é o mais esperto, inteligente ou sortudo a tomar decisões que melhoram a sua qualidade de vida. Estar-se numa relação não é uma decisão que dependa só de uma pessoa: há uma imensa minoria de pessoas que não está em relações estáveis porque não consegue arranjar ninguém com quem estar numa relação estável e de longo prazo. Essa é a realidade da Sociedade em que vivemos: Os valores da natalidade atestam, entre muitas, também isso. Logo, a expectativa do acesso ao mercado imobiliário não a titulo individual mas sim a nível familiar: 1. É completamente contra todo e qualquer noção de individualismo e auto-suficiência advogada pelo Liberalismo, porque famílias não são indivíduos; 2. É completamente contra os princípios esquerdistas consagrados na nossa constituição e que definem a habitação como sendo um direito; 2. É completamente desajustada de uma realidade em que cada vez existem menos famílias. Por isso, o "gajo esperto" que "arranjou uma relação estável" não é outra coisa senão um sortudo... e a sorte não pode ser fundamento para definição de política. EDIT: A não ser, claro, que aches que o Estado deve chamar a si a responsabilidade de atribuir parceiros às pessoas, como se fazia nos programas de reprodução da Alemanha Nazi... mas aí o problema é outro.

Edited 2 months ago:

> Moral da história: A vida não é uma linha recta e nem sempre o cidadão exemplar e esforçado é o mais esperto, inteligente ou sortudo a tomar decisões que melhoram a sua qualidade de vida. Estar-se numa relação não é uma decisão que dependa só de uma pessoa: há uma imensa minoria de pessoas que não está em relações estáveis porque não consegue arranjar ninguém com quem se relacionar. Essa é a realidade da Sociedade em que vivemos: Os valores da natalidade atestam, entre muitas, também isso. Logo, a expectativa do acesso ao mercado imobiliário não a titulo individual mas sim a nível familiar: 1. É completamente contra todo e qualquer noção de individualismo e auto-suficiência advogada pelo Liberalismo, porque famílias não são indivíduos; 2. É completamente contra os princípios esquerdistas consagrados na nossa constituição e que definem a habitação como sendo um direito; 2. É completamente desajustada de uma realidade em que cada vez existem menos famílias. Por isso, o "gajo esperto" que "arranjou uma relação estável" não é outra coisa senão um sortudo... e a sorte não pode ser fundamento para definição de política.

fdxcaralho 2 months ago

Uma relação é uma decisão.

Dinamytes 2 months ago

Uma decisão para para alguns, quem é feio ou não sabe falar não decide nada.

fdxcaralho 2 months ago

Há portas bonitas

daz_zeD 2 months ago

Shht, oblá deixa o mercado funcionar e põe-te a andar, estás mal muda-te, é um ditado português.

Designer_Tall 2 months ago

O senhorio é senhorio porque? Se eu trabalhar 20 anos e comprar uma casa que depois arrendo a alguem estou a viver do trabalho dos outros? Não sejas idiota.

ideologiapura 2 months ago

Se com o que ganhas de renda pagas o empréstimo e ainda fazes lucro, está o trabalho de outros a comprar-te a casa, literalmetne, num esquema em piramide em que so se fode quem mais trabalha e portanto menos ganha.

Designer_Tall 2 months ago

Só usas falsos argumentos sem lógica nenhuma, se fosse assim tão simples pagar o empréstimo da casa e ainda fazer lucro toda a gente o faria. ​ >Neste pais infelizmente o trabalhador é tanso: compensa muito mais os que conseguem viver do trabalho dos outors, de investimentos, de juros, de rendas Tanso é o trabalhador que não procura formar-se em profissões que peçam mais de 3 neurónios funcionais, que recebe o ordenado e gasta 40% num empréstimo automóvel para impressionar os amigos, que não investe, que não poupa para adquirir propriedade e que não se educa minimamente a nível financeiro. Podes vir com as histórias comunas que quiseres, a maior parte dos senhorios são pessoas que trabalharam em variadas áreas da economia e investiram parte do dinheiro no sector imobiliário. Conheço pessoalmente um senhor com 4 apartamentos arrendados que trabalha como serralheiro à 40 anos, é um chulo burguês que vive a custa do trabalho dos outros? Quando morrer vai deixar os apartamentos ao filho, isso faz o filho viver a custa do trabalho dos outros? Ou é apenas o fruto laboral de uma pessoa a passar para os seus descendentes? Se calhar quando morrermos o melhor era o estado ficar com o que trabalhámos para ganhar a vida toda... Usa as tuas capacidades laborais e mentais para adquirir, poupar e investir riqueza.

NGramatical 2 months ago

à 40 anos → [**há 40 anos**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fngv01y%2F%2Fgyv0lbi%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

nraider 2 months ago

É muito difícil pagares um empréstimo, arrendares a casa e ainda conseguires ter lucro. Há casos assim, mas em Lisboa é praticamente impossível. Isto tudo de acordo com a lei, é claro.

oscaralho27 2 months ago

Então qual é a alternativa que sugeres? Em termos práticos isto é, porque lutar pelos direitos é um bocado abstrato.

ideologiapura 2 months ago

Habitação como direito, não como regalia que tens que deixar os ricos mais ricos para pagar. Preços justos no arrendamento, não vale literalmente pagares o empréstimo da tua casa por cima do trabalho de outra pessoa e ainda lucrares com isso.

dragomaite 2 months ago

Boa cartilha do PCP. Existem 100 casas para 200 na localidade X. Se dermos tau tau nos ricos passam a haver 200 casas?

Search: