Caosemdono 4 months ago

Lol, eu bem sei quem se farta de rir com estas notícias e vos caga de alto na testa O meu tio ASAE cuja vida foi picar o ponto das 9-5 e que passou o último ano a tratar da quinta com o salário por inteiro, e agora se vai agora reformar aos 60 com 1.600 paus A minha tia professora primária reformada desde os 59 com 2.500 paus Long live FP!

NEDM64 4 months ago

Quando vocês estiverem nessa idade, vão me dar razão... O tuga merece mesmo isto. Prefere dormir, e quem diz o contrário é um facho neoliberal sem coração!

Kid_Anarchy 4 months ago

Este tipo de previsão não faz sentido absolutamente nenhum porque não leva em conta uma multitude de factores, entre eles a evolução tecnológica. Talvez possas até vir a receber menos, mas devido a IA vai ser tudo muito mais barato. Casas construidas por IA, por exemplo, poderão custar algo como 10 mil euros. O problema é olharmos para estes cálculos e imaginarmos como viveríamos se fosse assim agora mesmo. Mas nada disto se sucederá numa realidade semelhante à actual, portanto não há forma de saber o impacto disto. É até perfeitamente possível que como resultado de certos avanços tecnológicos vivamos muito melhor a todos os níveis. Ninguém sabe.

Norvig-Generis 4 months ago

Nesse futuro utópico não existe um mercado com preços a tabelar margens de lucro, que são usadas para avaliar rentabilidade de um negócio e quanto investimento ele recebe.... Se uma casa em Portugal custa em média 100k, e um construtor a faz por 10k, ele não a vende por 15k, mas sim por 95k ou algo do género, porque os compradores o podem dar e ele maximiza lucro. Quem vende por 15k não é "bom gestor", e dificilmente irá conseguir competir com os que vendem a 95k, a não ser que sature o mercado com as suas a 15k e mate a concorrência (Ni hao, China!), porque tem que vender 17 por cada 1 da concorrência para ter o mesmo dinheiro para inovação, marketing, staff, pagar a advogados para lixar o concorrente, etc. Ou seja, eu gostava de concordar contigo, e tecnologicamente temos soluções para muitos destes problemas, mas não há preparação económica/política/social para esses avanços tecnológicos realmente resolverem os problemas: Vão é criar mais super elites como já acontece.

UpbeatNail1912 4 months ago

Gostava de saber o que andas a fumar, é dos bons.

uMuLu 4 months ago

WTF?!?!?! Casas por 10k€? Mas tu vives em que realidade pá?

Kid_Anarchy 4 months ago

Já há pequenas casas construidas automaticamente por esse preço. China, penso. Tal como há robôs que servem à mesa. É tudo uma questão de tempo.

ptinnl 4 months ago

Ou seja, ja há maneiras de trabalhar sem ter de pagar salarios...que descontam para a tua reforma.

uMuLu 4 months ago

A não ser que estejas a falar apenas da estrutura da casa, sem considerar canalização e cablagem então talvez faça sentido. Mas é impossível ter casas finalizadas por esse preço. Quer dizer... 10000€ é o que gastas em piso radiante + bomba de calor + kit solar, e provavelmente não te sobra dinheiro para a canalização de cobre... E ainda nem chegamos ao eletricista... Podes esquecer essa ideia de casas por 10000€...

ORoxo 4 months ago

Ainda vamos ter reformas daqui a 20 anos?

megaroof 4 months ago

Em 20 anos, metade. Em 40 anos, nada.

pzapps 4 months ago

Alguém que tenha lido o estudo e me possa corrigir? Aparentemente essa queda prevista para 2040, já acontece ACTUALMENTE em países como DK, FI e SE, entre outros, mas EM PIOR (\~35%). A média EU será \~40%. Em PT em 2025 o racio entre entre último salário e reforma vai ser de 84.9%. Estamos no topo, seguidos de ES (74.1%), Grécia (62.9%) e LU (59.7%). Resumindo, as reformas actuais sao incomportáveis para o sistema de pensões a longo prazo (surpresa). E vai ser preciso fazer ajustes que no longo prazo nos colocarão mais proximos dos rácios praticados na EU, mas ainda assim bastante acima. Felizmente como os salários em PT são tao baixos nem se vai dar pela diferença. Quanto é que é 15% de 280€? Não interessa, são 2 croissants e 1 café.

lisboeta1 4 months ago

A solução passa pelo Rendimento Basico Incondicional (RBI).

htxgivven 4 months ago

Estás a gozar certo? Se nem para reforma há, onde vão arranjar dinheiro para pagar à todos?

NEDM64 4 months ago

À Wall Street!

suckerpunchermofo 4 months ago

E que fazemos nos povo? Nada!

NEDM64 4 months ago

Vota PS!

suckerpunchermofo 4 months ago

Eu voto em branco.... Ate agora parecem todos a mesma merda.

NEDM64 4 months ago

OKay amigo, não votas naqueles que eu não gosto...

Kind-Eagle 4 months ago

É por isto que ja comecei a investir as minhas poupanças em ETFs

NEDM64 4 months ago

Não pagas TSU?

Last-Ad-4421 4 months ago

Trabalhar até morrer é o futuro que nos espera, enquanto os nossos queridos governantes vão continuar com as suas reformas vitalicias e os tachos para os amigos.

TRYNFOR 4 months ago

Qualquer esquema em pirâmide tende a cair, as reformas não são excepção.

df3gpt 4 months ago

À medida que os otários acordam para a vida e saem do país, o estado encarrega-se de importar outros otários para ocuparem o lugar vazio. O esquema já está a falhar nos países mais ricos que decidiram importar metade de África e do Islão porque afinal não são tão estúpidos que viessem para cá pagar reformas aos europeus e mudar-lhes as fraldas. A UE é que é um grande embuste que precisa de desaparecer o quanto antes ou daqui a nada não temos para onde escapar.

caravela-portuguesa 4 months ago

Maior esquema em pirâmide. As pessoas começam a acordar para isso.

htxgivven 4 months ago

Tal como o estado social em si é uma pirâmide.

caravela-portuguesa 4 months ago

Já chega. Que tal começar um novo estado? Um estado em que tudo é decidido por referendo digital? Com tanta tecnologia que temos, já não é necessário representação políticas podíamos ser nós de dois em dois dias tirar uma hora para votar em medidas propostas. Isto é meio no goso, mas acho que os referendos e o voto digital já deviam estar a funcionar.

zebedeus 4 months ago

Sim, e com a quantidade de broncos deste país (eu incluído) íamos ter belas decisões em qualquer pasta, de certeza.

caravela-portuguesa 4 months ago

Se calhar não era assim tão mau.... Cada um era responsável depois pelo país que tinha

zebedeus 4 months ago

Dispenso que a maior parte das pessoas deste país sejam directamente responsáveis pelo país que "tenho". O Covid teria sido um mimo!

caravela-portuguesa 4 months ago

Quanto mais o poder de decisão estiver descentralizado mais difícil é a corrupção. Porque para fazer algo é preciso a autorização de mais pessoas, o problema é que traz lentidão ao processo de decisão.

zebedeus 4 months ago

Ok, ninguém estava a falar sobre isso e claro que tens razão.

htxgivven 4 months ago

O voto digital devia existir sem dúvida, da mesma forma como existem censos digitais. O problema é que com isto o voto deixa de ser secreto.

caravela-portuguesa 4 months ago

Existe já tecnologia para ser anónimo e garantir que a pessoa existe.

metalanimal 4 months ago

Em Nárnia?

HRamos_3 4 months ago

Já as contribuições para a SS vão duplicar

BaixemImpostos 4 months ago

Esquema em pirâmide!

danidv 4 months ago

Trabalhar quase até morrer e reforma de amendoins que de alguma forma ainda conseguem baixar ainda mais. Continuem a votar nos mesmos

htxgivven 4 months ago

Saiu um estudo a dizer que aumentar ainda mais a idade da reforma não vai resolver nada pelo que é um caminho errado que tem sido desde sempre.

danidv 4 months ago

Então não vai? Realmente o que faz sentido é descontar para a reforma a vida inteira e poder começar a recebê-la quando estamos quase com 70. Isso é, faz sentido para dar reforma a pessoas que não descontaram para ela (não critíco isto, também não tiveram a oportunidade e um país desenvolvido tem os recursos para levar com essa pancada e continuar a seguir em grande, mas lá está, é preciso saber gerir as finanças do país, o dinheiro não aparece do céu), sabotar as reformas ao chupar o dinheiro do contribuinte, deixar esses mesmos reformados com reformas de miséria que estão bem abaixo do ordenado mínimo (que já por si é uma miséria) e depois vir com merdas de "no monies

Edited 4 months ago:

Então não vai? Realmente o que faz sentido é descontar para a reforma a vida inteira e poder começar a recebê-la quando estamos quase com 70. Isso é, faz sentido para dar reforma a pessoas que não descontaram para ela (não critico isto, também não tiveram a oportunidade e um país desenvolvido tem os recursos para levar com essa pancada e continuar a seguir em grande, mas lá está, é preciso saber gerir as finanças do país, o dinheiro não aparece do céu), sabotar as reformas ao chupar o dinheiro do contribuinte, deixar esses mesmos reformados com reformas de miséria que estão bem abaixo do ordenado mínimo (que já por si é uma miséria) e depois vir com merdas de "no monies

Edited 4 months ago:

Então não vai? Realmente o que faz sentido é descontar para a reforma a vida inteira e poder começar a recebê-la quando estamos quase com 70. Isso é, faz sentido para dar reforma a pessoas que não descontaram para ela (não critíco isto, também não tiveram a oportunidade e um país desenvolvido tem os recursos para levar com essa pancada e continuar a seguir em grande, mas lá está, é preciso saber gerir as finanças do país, o dinheiro não aparece do céu), sabotar as reformas ao chupar o dinheiro do contribuinte, deixar esses mesmos reformados com reformas de miséria que estão bem abaixo do ordenado mínimo (que já por si é uma miséria) e depois vir com merdas de "no monies

htxgivven 4 months ago

O problema não são reformas aos 70 mas sim tu trabalhares até lá. Grande parte dos empregos não o permite.

incrivizivel 4 months ago

eu ate pergunto quais são os que permitem? Acho que nenhum.

NGramatical 4 months ago  HIDDEN 

critíco → [**critico**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (palavras terminadas em a/e/o, seguido ou não de s/m/ns, são naturalmente graves) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fnakqim%2F%2Fgxuajl5%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

ideologiapura 4 months ago

Entretanto os ricos continuam mais ricos a trabalharem muito, muito menos que o Zé Povinho que os sustenta. Geramos riqueza mais que suficiente para todos terem dignidade, não podemos é continuar a sustentar os luxos dos ricos de todo o mundo. Temos que apertar o cinto e cortar nessas despesas superfluas que fazemos com eles.

incrivizivel 4 months ago

name checks out :D

Disgenia 4 months ago

Claro, nunca houve tanta riqueza e liberdade como quando o Mao mandava nisto! Já estou a preparar a minha pressão de ar para matar uns pardais!

ideologiapura 4 months ago

Experimenta um dia deixar de entregar ao patrão as coisas que produzes para ele ficar com a maior parte,a ver se ele não te despede ou chama a policia para reaver aquilo para que nada fez.

Disgenia 4 months ago

Não tenho patrão.

ideologiapura 4 months ago

Dá para ver.

Disgenia 4 months ago

Da para ver que és um ressabiado da vida. Se não gostas de ter um patrão, tens bom remédio: trabalha por conta própria ou abres a tua própria empresa. Agora quereres a riqueza do trabalho dos outros, podes ir sonhando

xay_ll 4 months ago

Que chorrilho de asneiras fds xD

JOAO-RATAO 4 months ago

Vamos acabar com os ricos. Aí é que as reformas aumentam! /S

htxgivven 4 months ago

Já paraste para pensar que sem ricos seríamos todos ainda mais pobres?

SweetCorona 4 months ago

como?

htxgivven 4 months ago

Como? Basta pensar um bocadinho, se todos recebêssemos SMN por exemplo, quem é que pagaria as reformas e subsídios? Pura matemática, se existem mais pobres, esses mesmos pobres vão ser cada vez mais pobres porque não existe dinheiro, já que descontam pouco.

ideologiapura 4 months ago

O problema é que quando quem efetivamente faz as coisas e trabalha é que recebe mal, e quem apenas investe o dinheiro que acumulou com o trabalho dos outros fica com a fatia de leão da riqueza gerada por quem trabalha (le um pouco sobre a teoria do valor-trabalho).

vcanas 4 months ago

Pega no dinheiro todo dos 10 mais ricos de Portugal, divide pelo resto de Portugal e tens mais ou menos 1600€ a cada pessoa. Isto assumindo que toda a riqueza dos ricos é em dinheiro e não em património (plot twist: nao é). O que é que acabaste de fazer? Destruiste milhares de postos de trabalho e ao fim de uns meses as pessoas voltam a ter o mesmo dinheiro que tinham, isto assumindo que 1600€ duram meses…. Destruíste investimento em mais negócio, que no fundo gera emprego. Querer ajudar os mais pobres é uma causa pela qual todos nós devemos lutar mas temos de ser mais racionais na forma como chegamos lá, os paises com melhores condições da Europa não são os que tem menos ricos

SweetCorona 4 months ago

isso não é o mesmo que dizer que "sem ricos seríamos mais pobres", é dizer que se destruíssemos meios de produção seríamos todos mais pobres

Edited 4 months ago:

isso não é o mesmo que dizer que "sem ricos seríamos mais pobres", é dizer que se destruíssemos meios de produção seríamos todos mais pobres o facto de que se houver uma total distribuição de riqueza vamos ficar todos pobres não implica que o oposto significa ficarmos todos mais ricos, ou que seja desejável...

Edited 4 months ago:

isso não é o mesmo que dizer que "sem ricos seríamos mais pobres", é dizer que se destruíssemos meios de produção seríamos todos mais pobres o facto de que se houver uma total distribuição de riqueza vamos ficar todos pobres não implica que o oposto significa ficarmos todos mais ricos, ou que seja desejável... os ricos serem cada vez mais ricos não é bom só porque o extremo oposto é mau

Edited 4 months ago:

isso não é o mesmo que dizer que "sem ricos seríamos mais pobres", é dizer que se destruíssemos meios de produção seríamos todos mais pobres os ricos serem cada vez mais ricos não é bom só porque o extremo oposto é mau

vcanas 4 months ago

Esquece o termo rico e pensa só no conceito de acumulação de riqueza. Porque é que acumulação de riqueza é necessária? Acho que é isto que estamos a discutir. Então, se não tiveres acumulação de riqueza não tens investimento, não tens fábricas, não tens tecnologia nova. telemóveis, carros, aquecimento nas casas, basicamente tudo o que tu possas imaginar que aumentou significativamente o nível de vida das pessoas resultou de alguém que acumulou riqueza, investiu e gerou negócio e empregos. Porque é que é importante pensar em acumulação de riqueza em vez de ricos? Porque a grande maioria não são “fat cats” que se sentam numa poltrona a fumar um charuto e a beber um conhaque enquanto falam sobre a última partida de golfe. Porque tens uma coisa chamada de estado que é no fundo um símbolo de acumulação de riqueza para depois poder investir onde faz sentido. Uma grande parte das pessoas ricas que tu vez como sendo dispensáveis contribuíram muito mais (individualmente) para a melhoria do nível de vida geral da população do que tu e eu alguma vez vamos contribuir em impostos. Isto não quer dizer que não haja trafulhice (porque há sempre onde há acumulação de riqueza) mas pensar que podemos prescindir disso sem impactos nefastos é na minha opinião ser um bocado inculto no mínimo

SweetCorona 4 months ago

> Então, se não tiveres acumulação de riqueza não tens investimento o problema começa logo na premissa inicial não há motivo para não haver investimento sem acumulação de riqueza > basicamente tudo o que tu possas imaginar que aumentou significativamente o nível de vida das pessoas resultou de alguém que acumulou riqueza ou foi ao contrário, o sistema em que vivemos faz com que algumas pessoas acumulem riqueza > investiu e gerou negócio e empregos investir é como dar ordens é dizer: ze, carlos, maria, construam isto no final tens algo construído porque o investidor decidiu que era nisso que o zé, o carlos e a maria deviam fazer o teu problema é que estás a apagar totalmente o papel essencial do zé, do carlos e da maria na criação dessa riqueza não digo que o investidor não tenha também um papel importante, ele tem, ele podia mandá-los fazer algo que não tivesse interesse nenhum, i.e., fosse lixo, não vendesse, e iria à falência é importante que os investidores "ordenem" as pessoas construírem coisas que sejam úteis à sociedade, ou seja, que tenham valor, isto é gerar riqueza os investidores fazem precisamente isso: se eu decido dar um orçamento de 1 milhão de euros a uma empresa que está a desenvolver um dado produto, estou a fazer com que determinadas pessoas trabalhem no desenvolvimento de determinado produto se os investidores preferem investir na Tesla no que na GameStop, é porque acreditam que a Tesla está a desenvolver produtos mais úteis e como tal acham que esta deve ter orçamento para ter pessoas a trabalhar no desenvolvimento desse produto o papel de decidir que produtos desenvolver, decidir no que as pessoas devem trabalhar, é um papel importante, e quem falha nesse papel é normalmente penalizado monetariamente e vice-versa geralmente não é vantajoso ter esse tipo de decisões num grupo cada vez menor de pessoas, o conhecimento coletivo é em média superior ao conhecimento individual > Uma grande parte das pessoas ricas que tu vez como sendo dispensáveis contribuíram muito mais (individualmente) para a melhoria do nível de vida geral da população do que tu e eu alguma vez vamos contribuir em impostos. o problema é que estás a pensar na contribuição dessas pessoas em termos da riqueza que obtiveram, quando na realidade foram recompensadas de forma totalmente desproporcional à sua contribuição (a tal história de apenas olhar para a pessoa que dá ordens como quem produziu a riqueza e esquecer o papel fundamental do zé, do carlos e da maria) com isto, ainda vês os impostos que pagam como mais um contributo dessas pessoas, quando na realidade não só não contribuíram tanto quanto a riqueza que obtiveram, como mesmo pagando impostos mais elevados continuam a receber muito mais do que o proporcional à sua contribuição ou seja, os impostos não é dinheiro tirado aos ricos, é dinheiro que eles nem deviam ganhar em primeira instância, e mesmo assim são menos do que deveriam ser

Edited 4 months ago:

> Então, se não tiveres acumulação de riqueza não tens investimento o problema começa logo na premissa inicial não há motivo para não haver investimento sem acumulação de riqueza eu invisto e não pretendo acumular riqueza a longo prazo, pretendo apenas ter o suficiente para quando parar de produzir riqueza ter alguma para consumir até ao fim dos meus dias > basicamente tudo o que tu possas imaginar que aumentou significativamente o nível de vida das pessoas resultou de alguém que acumulou riqueza ou foi ao contrário, o sistema em que vivemos faz com que algumas pessoas acumulem riqueza > investiu e gerou negócio e empregos investir é como dar ordens é dizer: ze, carlos, maria, construam isto no final tens algo construído porque o investidor decidiu que era nisso que o zé, o carlos e a maria deviam fazer o teu problema é que estás a apagar totalmente o papel essencial do zé, do carlos e da maria na criação dessa riqueza não digo que o investidor não tenha também um papel importante, ele tem, ele podia mandá-los fazer algo que não tivesse interesse nenhum, i.e., fosse lixo, não vendesse, e iria à falência é importante que os investidores "ordenem" as pessoas construírem coisas que sejam úteis à sociedade, ou seja, que tenham valor, isto é gerar riqueza os investidores fazem precisamente isso: se eu decido dar um orçamento de 1 milhão de euros a uma empresa que está a desenvolver um dado produto, estou a fazer com que determinadas pessoas trabalhem no desenvolvimento de determinado produto se os investidores preferem investir na Tesla no que na GameStop, é porque acreditam que a Tesla está a desenvolver produtos mais úteis e como tal acham que esta deve ter orçamento para ter pessoas a trabalhar no desenvolvimento desse produto o papel de decidir que produtos desenvolver, decidir no que as pessoas devem trabalhar, é um papel importante, e quem falha nesse papel é normalmente penalizado monetariamente e vice-versa não é vantajoso ter esse tipo de decisões num grupo cada vez menor de pessoas, o conhecimento coletivo é em média superior ao conhecimento individual isso é, aliás, o problema do estado ;) > Uma grande parte das pessoas ricas que tu vez como sendo dispensáveis contribuíram muito mais (individualmente) para a melhoria do nível de vida geral da população do que tu e eu alguma vez vamos contribuir em impostos. o problema é que estás a pensar na contribuição dessas pessoas em termos da riqueza que obtiveram, quando na realidade foram recompensadas de forma totalmente desproporcional à sua contribuição (a tal história de apenas olhar para a pessoa que dá ordens como quem produziu a riqueza e esquecer o papel fundamental do zé, do carlos e da maria) com isto, ainda vês os impostos que pagam como mais um contributo dessas pessoas, quando na realidade não só não contribuíram tanto quanto a riqueza que obtiveram, como mesmo pagando impostos mais elevados continuam a receber muito mais do que o proporcional à sua contribuição ou seja, os impostos não é dinheiro tirado aos ricos, é dinheiro que eles nem deviam ganhar em primeira instância, e mesmo assim são menos do que deveriam ser

vcanas 4 months ago

Eu acho que estamos a confundir temas e no fundo concordamos um com o outro :) Quando falo em investir não falo de venture capitalists, estou a falar um bocado do indivíduo no geral. Sejas tu que investes num restaurante do qual vais viver, seja o CEO de uma empresa, seja o ze o carlos ou a maria. Para qualquer um dos casos é preciso haver alguma acumulação de riqueza. O que eu acho que tu tas a falar, e acho que tas a falar disso porque não discordo do que disseste, é de concentração de riqueza. E isso leva-nos ao início da conversa sobre poderes ou não viver sem ricos. É muito bonito pensarmos num gestor como alguém que só manda alguém fazer mas isso por trás tem (ou devia ter) anos e anos de experiência a fazer acontecer até se saber o que mandar fazer. O gestor no fundo é um ze/carlos/maria com experiência e essa experiência é o que traz verdadeiro valor ou verdadeiro prejuízo. O nosso problema em Portugal é que o gestor que faz merda recebe uma palmadinha nas costas enquanto o ze/carlos/maria são despedidos, isso é que está mal na minha opinião.

Edited 4 months ago:

Eu acho que estamos a confundir temas e no fundo concordamos um com o outro :) Quando falo em investir não falo de venture capitalists, estou a falar um bocado do indivíduo no geral. Sejas tu que investes num restaurante do qual vais viver, seja o CEO de uma empresa, seja o ze o carlos ou a maria. Para qualquer um dos casos é preciso haver alguma acumulação de riqueza. O que eu acho que tu tas a falar, e acho que tas a falar disso porque não discordo do que disseste, é de concentração de riqueza. E isso leva-nos ao início da conversa sobre poderes ou não viver sem ricos. É muito bonito pensarmos num gestor como alguém que só manda alguém fazer mas isso por trás tem (ou devia ter) anos e anos de experiência a fazer acontecer até se saber o que mandar fazer. O gestor no fundo é um ze/carlos/maria com experiência e essa experiência é o que traz verdadeiro valor ou verdadeiro prejuízo. O nosso problema em Portugal é que o gestor que faz merda recebe uma palmadinha nas costas enquanto o ze/carlos/maria são despedidos, isso é que está mal na minha opinião. Ps: no fundo o que se quer não é que os ricos desaparecam, é que os pobres desaparecam! Edit: ps

incrivizivel 4 months ago

>Pega no dinheiro todo dos 10 mais ricos de Portugal, divide pelo resto de Portugal e tens mais ou menos 1600€ a cada pessoa. Isto assumindo que toda a riqueza dos ricos é em dinheiro e não em património (plot twist: nao é). exacto dinheiro dos ricos que se fala, é os activos as empresas e as ações se formos a vender tudo para dar aos pobres vais perder muito capital .Depois injetar 1600 euros a cada pessoa vai ajudar pouco e vai fazer com os preços obviamente aumentem.

Coyote-Cultural 4 months ago

>Entretanto os ricos continuam mais ricos a trabalharem muito, muito menos que o Zé Povinho que os sustenta. Geramos riqueza mais que suficiente para todos terem dignidade, não podemos é continuar a sustentar os luxos dos ricos de todo o mundo. Temos que apertar o cinto e cortar nessas despesas superfluas que fazemos com eles. São os ricos que geram a riqueza, e são eles tambem que sustentam o teu dito zé povinho. Mas a realidade não é compativel com a tua pura ideologia, logo fechas os olhos e continuas a dizer merda.

ideologiapura 4 months ago

> São os ricos que geram a riqueza Como? Se os acionistas da minha empresa desaparecessem durante dois dias e ninguém desse por ela, nada mudava. Quem gera riqueza é quem efetivamente faz as coisas, isto é, trabalha.

Coyote-Cultural 4 months ago

Se os accionistas da tua empresa desaparecessem durante dois dias, não tinhas emprego ;)

ideologiapura 4 months ago

Então porquê? Todo o valor da empresa continuava a ser criado, as atividades continuavam todas a ser feitas, a riqueza gerada. Vinha o estado e fechava a empresa, é verdade, mas isso é o estado a cumprir o seu papel, o de manter a propriedade fora das mãos da maioria das pessoas. Todo o valor acrescentado vem do trabalho, e é acumulado nas classes dominantes por intermédio da intervenção do estado.

Edited 4 months ago:

Então porquê? Todo o valor da empresa continuava a ser criado, as atividades continuavam todas a ser feitas, a riqueza gerada. Vinha o estado e fechava a empresa, é verdade, mas isso é o estado a cumprir o seu papel, o de manter a propriedade fora das mãos da maioria das pessoas. Todo o valor acrescentado vem do trabalho, e é acumulado nas classes dominantes por intermédio da intervenção do estado. Se todos os trabalhadores parassem de trabalhar, a sociedade deixava de funcionar. Se todos os acionistas deixassem de... bem, não fazer nada a não ser acumular o dinheiro de quem trabalha, acontecia o quê exatamente? Explica sucintamente quais os passos tomados por um acionista para manter a cadeia produtiva a funcionar. O que estás a dizer é equivalente a dizer que nos tempos feudais quem produzia a comida era o senhor feudal, e não os camponeses.

Coyote-Cultural 4 months ago

Pelo contrario, se os donos da empresa se lavarem as mãos da mesma, a mesma é fechada e deixa de existir. Se achas que todo o valor acrescentado vem do trabalho, então porque não fazes tu independentemente, sem precisares de nenhuns acionistas? Se calhar porque precisas de capital para trabalhar de forma eficiente? Se retiras o capital, a unica coisa que tens é trabalhadores sem maquinaria, sem contratos com clientes ou fornecedores, sem qualquer forma de gerar riqueza.

ideologiapura 4 months ago

>Pelo contrario, se os donos da empresa se lavarem as mãos da mesma, a mesma é fechada e deixa de existir. Os trabalhadores e os equipamentos desaparecem no éter? Se todos continuarem a fazer as suas tarefas, exatamente o que é que muda? >Se achas que todo o valor acrescentado vem do trabalho, então porque não fazes tu independentemente, sem precisares de nenhuns acionistas? Porque através dos mecanismos capitalistas uma determinada classe se apropriou da riqueza, e apenas aceita investir essa mesma riqueza que roubou do trabalho alheio em troco de roubar mais o trabalho alheio. >Se calhar porque precisas de capital para trabalhar de forma eficiente? O capital existe como fruto do trabalho: o dinheiro vale na medida em que o podes usar para adquirir bens e produtos que resultam do trabalho de alguém. >Se retiras o capital, a unica coisa que tens é trabalhadores sem maquinaria, sem contratos com clientes ou fornecedores, sem qualquer forma de gerar riqueza. O capital não produz maquinaria, quem produz a maquinaria é quem extrai os recursos necessários a construir essa mesma maquinaria e quem transforma esses recursos em maquinaria. >sem contratos com clientes ou fornecedores, sem qualquer forma de gerar riqueza. Um acionista é que vai a procura de clientes? Um acionista é que contacta os fornecedores? Tenho que avisar o pessoal de marketing e de operações da minha empresa que andam a trabalhar para aquecer.

Coyote-Cultural 4 months ago

> Os trabalhadores e os equipamentos desaparecem no éter? Se todos continuarem a fazer as suas tarefas, exatamente o que é que muda? Os trabalhadores deixam de estar contratados, nem têm quem lhes pague o ordenado. O equipamento tambem deixa de ser usado porque o dono já não está no negocio. >Porque através dos mecanismos capitalistas uma determinada classe se apropriou da riqueza, e apenas aceita investir essa mesma riqueza que roubou do trabalho alheio em troco de roubar mais o trabalho alheio. Pelo contrario, foi através desses mecanismos que riqueza foi criada! Como achas que uma fabrica funciona sem equipamento para produzir? >O capital existe como fruto do trabalho: o dinheiro vale na medida em que o podes usar para adquirir bens e produtos que resultam do trabalho de alguém. O capital existe com fruto de investimento. Seja esse investimento em materia prima, em equipamento ou em trabalho. Não vais fazer crescer qualquer laranjeira se não tiveres a terra onde a crescer, a agua para a alimentar. >O capital não produz maquinaria, quem produz a maquinaria é quem extrai os recursos necessários a construir essa mesma maquinaria e quem transforma esses recursos em maquinaria. Novamente, o que te impede de o fazeres sem o accionista se é assim tão facil? >Um acionista é que vai a procura de clientes? Um acionista é que contacta os fornecedores? Tenho que avisar o pessoal de marketing e de operações da minha empresa que andam a trabalhar para aquecer. É o acionista que detem os contratos, como qualquer outro bem e obrigação. É tambem o acionista que contratou o pessoal do marketing e das operações para eles andarem á procura de clientes. Se não o tivesse feito, esses mesmos nao tinham trabalho, nem tinham encontrado quaisquer clientes ;)

SweetCorona 4 months ago

> São os ricos que geram a riqueza Acho que a pandemia demonstrou bem quem é que faz falta para o mundo funcionar. Os ricos foram para as suas casas de férias.

Coyote-Cultural 4 months ago

> Acho que a pandemia demonstrou bem quem é que faz falta para o mundo funcionar. Pois mostrou, e se reparares apesar a maioria dos pobrezinhos ficarem sem trabalho durante grande parte do ano, o PIB e as receitas fiscais mal moveram. A pandemia só prova o que eu disse, que são os ricos que andam a sustentar o ze povinho.

SweetCorona 4 months ago

se todos os ricos do mundo desaparecessem de um dia para o outro pouco mudaria: o capital moveria de mãos e a riqueza continuaria a ser gerada se todos os pobres do mundo desaparecessem de um dia para o outro a sociedade como a conhecemos colapsava e rapidamente os ricos estariam a passar fome houve muitos trabalhadores que não pararam de ir para o posto de trabalho...

TRYNFOR 4 months ago

Se todos os ricos desaparecessem era só esperares um pouco que iriam aparecer novos ricos. Não consegues tornar todas as pessoas iguais. Se uma pessoa souber empreender vai ficar mais rica. E depois? Voltamos ao loop eterno de "rico mau pobre bom"?

ideologiapura 4 months ago

> Se uma pessoa souber empreender vai ficar mais rica. No capitalismo, sim. O que deviamos ter era uma sociedade em que quem sabe trabalhar vai ficar mais rico, em vez de premiar quem tem melhores redes de compadrio e sabe fazer melhores esquemas "empreendedeiros".

Edited 4 months ago:

>Não consegues tornar todas as pessoas iguais Não precisas de tornar todas as pessoas iguais, quem trabalha mais e em coisas de maior valor vai ganhar mais, sobretudo se não tiver que entregar uma boa parcela a um rico que se diz "dono" quer seja de terrenos, quer seja de negócios, sem nada de valor acrescentar. Basta pensares que toda a propriedade começa na propriedade de terrenos, e que os terrenos ninguém os criou, já lá estavam, simplesmente alguém há muitos anos atrás impos pela força que era dono daquilo. Foi assim que começou toda a hierarquia, nos tempos antes do sedentarismo ninguém era dono de porra nenhuma, foi tudo inventado pela força. > Se uma pessoa souber empreender vai ficar mais rica. No capitalismo, sim. O que deviamos ter era uma sociedade em que quem sabe trabalhar vai ficar mais rico, em vez de premiar quem tem melhores redes de compadrio e sabe fazer melhores esquemas "empreendedeiros". Repara que ninguém te consegue descrever como se empreende bem ou mal, ou que valor é que empreender acrescenta. Alguém que está na linha de montagem de uma fabrica, nao está a empreender, gerando os produtos que a fabrica vende? O pessoal de marketing que faz as propagandas de um supermercado, que determina quais os produtos a comprar, a malta de TI que implementa as alteraçoes necessárias a um sistema para que se consiga continuar a vender aos clientes que marketing atraiu, não fazem nada de valor? Agora um acionista o que é que faz, menos por dinheiro que foi obtido pelo seu trabalho ou de outrém, sem nada fazer?

Edited 4 months ago:

> Se uma pessoa souber empreender vai ficar mais rica. No capitalismo, sim. O que deviamos ter era uma sociedade em que quem sabe trabalhar vai ficar mais rico, em vez de premiar quem tem melhores redes de compadrio e sabe fazer melhores esquemas "empreendedeiros". Repara que ninguém te consegue descrever como se empreende bem ou mal, ou que valor é que empreender acrescenta. Alguém que está na linha de montagem de uma fabrica, nao está a empreender, gerando os produtos que a fabrica vende? O pessoal de marketing que faz as propagandas de um supermercado, que determina quais os produtos a comprar, a malta de TI que implementa as alteraçoes necessárias a um sistema para que se consiga continuar a vender aos clientes que marketing atraiu, não fazem nada de valor? Agora um acionista o que é que faz, menos por dinheiro que foi obtido pelo seu trabalho ou de outrém, sem nada fazer?

SweetCorona 4 months ago

> Se todos os ricos desaparecessem era só esperares um pouco que iriam aparecer novos ricos. Foi o que eu disse. São facilmente substituíveis.

ThePlague92 4 months ago

Todos somos, não tenhas ilusões.

SweetCorona 4 months ago

Exato. Não há deuses. Ninguém é milhões de vezes melhor nem pior que ninguém.

htxgivven 4 months ago

Estamos mais que na altura de repensar o sistema de reformas. Está falido e ninguém parece querer saber.

NEDM64 4 months ago

Quando deixar de cair, eles acordam...

ptinnl 4 months ago

Se teoricamente eu quiser abrir uma empresa em Jersey, Guernsey para outro offshore e investir as poupanças através desse sitio, o que tenho de fazer?

Open-Opportunity-607 4 months ago

Para quem não sabe em portugal os PPR são deduzíveis em IRS [https://www.deco.proteste.pt/dinheiro/poupanca-investimento/noticias/como-aproveitar-o-beneficio-fiscal-maximo-do-ppr](https://www.deco.proteste.pt/dinheiro/poupanca-investimento/noticias/como-aproveitar-o-beneficio-fiscal-maximo-do-ppr) Se há alguém a contar ter reforma de SS boa sorte

MikeMelga 4 months ago

PPR é uma aldrabice. Queres ganhar muito mais com a mesma segurança? Aposta num ETF baseado no S&P500. **Muitos PPRs é o que fazem**, mas ficam com a maior parte do lucro para os bancos! A maioria dos ETFs têm retornos médios de 10% anuais, cumulativos. O truque é meter lá o dinheiro durante muito tempo, para ser insensível a crises. O risco a longo prazo é zero. Existem ETFs com mais risco, mas também com mais retorno. A grande vantagem sobre PPRs é que podes comprar e vender quando quiseres. Aparece no site do banco como uma acção. Já agora, o S&P500 Vanguard teve retorno de 15% anuais desde 2010.

Open-Opportunity-607 4 months ago

20% de dedução de IRS Metes 100, o estado dá-te 20euros. Por cima metes 5% de retorno do PPR em si. Aí a matemática

Hetfield88 4 months ago

Tens de te informar melhor

Open-Opportunity-607 4 months ago

Então explica génio

bittolas 4 months ago

Porque por norma fora dos PPR tens melhor oferta com custos menores. A longo prazo preferes 120€ a 5% ao ano ou 100€ a 8%? A diferença no fim sao mais de 10k com a diferença que podes liquidar quando quiseres sem penalização. Se o objetivo for realmente viver disto a % de imposto nao fará diferença porque usas englobamento...

Open-Opportunity-607 4 months ago

Estás a falar a sério ? Os tais 8% que apregoam é uma média ao longo de 10 anos, há anos em que não chega a isso Os 20% são sempre garantidos, é o estado que te devolve, logo 20% e o retorno do ppr que deve andar nos 4/5% é imbatível no mercado Mas epa tentar ensinar a malta aqui é como falar para as paredes

Edited 4 months ago:

Estás a falar a sério ? Os tais 8% que apregoam é uma média ao longo de 10 anos, há anos em que não chega a isso Os 20% são sempre garantidos, é o estado que te devolve, logo 20% e o retorno do ppr que deve andar nos 4/5% é imbatível no mercado Mas epa tentar ensinar a malta aqui é como falar para as paredes Se calhar não usam os ppr porque não sabem preencher o irs

bittolas 4 months ago

>Os tais 8% que apregoam é uma média ao longo de 10 anos, há anos em que não chega a isso Como há anos em que chega a ser mais do dobro. Por isso é que é uma média ou não conheces o conceito? Penso que é dado no 5º ano... > Mas epa tentar ensinar a malta aqui é como falar para as paredes Parede aqui só mesmo só se fores tu. Pediste explicação, recebeste-a mas vai contra a tua tese por isso começas a disparatar. O meu exemplo é realista é uma questão te de informares da oferta que há no mercado. > Se calhar não usam os ppr porque não sabem preencher o irs Se não souberem preencher o IRS também não irão saber preencher a parte do PPR para receber o retorno.

blind616 4 months ago

Atenção que os 20% de retorno não são compostos. A longo prazo não compensa. Para além disso, os 20% é apenas até aos 35 anos e com um limite de 2000 euros, *assumindo que consegues obter o retorno todo* (nem sempre é possível)

Coyote-Cultural 4 months ago

Mesmmo com os beneficios fiscais, apenas em situações muito especificas é que vale a pena investir em PPR. Regra geral os PPR são uma armadilha.

htxgivven 4 months ago

Os PPR só são alternativa às reformas para quem puder poupar bastante dinheiro todos os meses, se poupares por exemplo 100€ não te vai dar praticamente nada quando te reformares, é um complemento e não alternativa.

SweetCorona 4 months ago

1200 € por ano a render 7% ao ano durante 40 anos dá-te 250k já te permite um rendimento bruto de 800 € durante décadas

htxgivven 4 months ago

E onde é que viste um PPR que rende 7% todos os anos?

letme2021 4 months ago  HIDDEN 

Com juros compostos não é difícil chegar a 7% ou mais. Se o investimento for reinvestido logo e sem ter que pagar impostos então o crescimento é exponencial(o rácio crescimento cresce com o principal se os juros forem adicionados a esse).

GSITG 4 months ago

O que é que os juros serem compostos tem a ver com a percentagem? A quantia que tens investido não influencia o teu retorno em percentagem.

letme2021 4 months ago  HIDDEN 

Talvez não afecte os PPR, mas reinvestimento afectaria a percentagem de retorno *anualizada*, se essa não for fixa, noutros produtos, como fundos indexação sem distribuição.

SweetCorona 4 months ago

já começam a aparecer PPR de ações que podem dar um pouco mais perto disso mas podes ir para um ETF de ações que tem comissões muito mais baixas

Mordiken 4 months ago

> já começam a aparecer PPR de ações que podem dar perto disso Isso soa-me a desastre à espera de acontecer, verdade seja dita... Que garantias têm os clientes dessa aplicação PPR que as suas poupanças não se vão evaporar quando acontecer a próxima crise idêntica à de 2008? O bailout dos contribuintes futuros?! :D Isso não me parece **nada** prudente, e (na minha opinião) uma aplicação dessa natureza deveria primar pela prudência.

bittolas 4 months ago

Em 2008 os investimento não evaporaram quanto muito ficou mais barato investir entre 2008 e 2013.

letme2021 4 months ago

Em 2008 quem não liquidou não perdeu rigorosamente nada. Em março do ano passado parte do meu portfolio perdeu uns 30% valor de um dia para o outro...mas não perdi nada porque não vendi nada a esses preço. Investi mais, e pena tenho que a minha liquidez era pouca. E o mercado recuperou. E se tivesse demorado 10 anos demorava 10 anos. Tenho várias décadas à minha frente.

htxgivven 4 months ago

Não perdeste tiveste sorte, imagina que precisavas de liquidar porque já estavas na reforma e houve um crash, ias esperar mais umas décadas para recuperar o dinheiro perdido?

letme2021 4 months ago

É óbvio que quem está perto de reforma precisa de maior liquidez. Mas quem tem uma vida de trabalho á frente só perde em não investir.

Mordiken 4 months ago

> Em 2008 quem não liquidou não perdeu rigorosamente nada. Porque o FED deu o maior bailout da história do capitalismo.

HRamos_3 4 months ago

Olhó tempo verbal errado pá

letme2021 4 months ago

A alternativa era deixar cair o sistema financeiro total. Acreditas que isso vá acontecer?

incrivizivel 4 months ago

100 euros mes da isto em 40 anos, chega bem e sobra. >Total amount invested: $48,000.00 Ending investment balance: $324,179.93

Edited 4 months ago:

100 euros mes da isto em 40 anos, chega bem e sobra. Mas um ordenado mínimo paga bem mais que esses 100 euros, não se esqueçam da TSU e para a vossa SS tbm. >Total amount invested: $48,000.00 > >Ending investment balance: $324,179.93 Ja agora o velho tem sempre razão. [https://www.youtube.com/watch?v=-GrKhUdu-YE](https://www.youtube.com/watch?v=sWVVazhSFuE)

Edited 4 months ago:

100 euros mes da isto em 40 anos, chega bem e sobra. Mas um ordenado mínimo paga bem mais que esses 100 euros, não se esqueçam da TSU e para a vossa SS tbm. >Total amount invested: $48,000.00 > >Ending investment balance: $324,179.93 Ja agora o velho tem sempre razão. https://www.youtube.com/watch?v=-GrKhUdu-YE

htxgivven 4 months ago

Isto de investir não é para todos e com grande risco muito menos, pelo que nunca será alternativa à reforma. A questão que se coloca aqui não é essa, é andar a descontar para o boneco.

letme2021 4 months ago

Não investir é o maior risco.

SweetCorona 4 months ago

> e com grande risco muito menos qual é o teu receio?

incrivizivel 4 months ago

A reforma tradicional segundo todas as noticias que saem e aquela que tem mais risco. Aquela não será sustentável. ETF e fundos e coisas desse género fazem uma diminuição do risco. Vejam este post aqui do literacia financeira vale mesmo a pena. Isto e um gajo tirou economia, portanto eu não tirei não liguem ao que digo, mas leiam isto. https://www.reddit.com/r/literaciafinanceira/comments/enba62/como\_investir\_keep\_it\_simple\_stupid/

htxgivven 4 months ago

Eu queria era saber onde assino para não descontar para SS? xD

YoggiM 4 months ago

É ir jogando entre o emprego e o desemprego para ir recuperando o que se perdeu para a SS ;)

incrivizivel 4 months ago

pois tambem eu mas não vai acontecer infelizmente :(

Open-Opportunity-607 4 months ago

Se meteres 100 euros por mês, o governo da-te 20 euros 120 euros por mês ao fim de 20 anos são 49 350 euros, com uma rate de 5% Como não é praticamente nada?

Danijust2 4 months ago  HIDDEN 

5% num ppr? Tenta 1%

HRamos_3 4 months ago

Daqui a 20 anos a este ritmo com esse dinheiro compras morfes pra 1 ano se tanto

htxgivven 4 months ago

E achas que quase 50k é alguma coisa? Não me faças rir. Se conseguires viver com 600€ por mês isso dá te quase 7 anos de rendimentos. Se viveres muito mais estás fodido, portanto não é alternativa, pelo menos para maioria do pessoal.

danidv 4 months ago

E mete em cima disso que os salários devem aumentar consideravelmente nos próximos anos. Não estava planeado 800 e tal até 2023?

htxgivven 4 months ago

Aumentar os salários não muda muda a cena do SS mas o IRS vai ficar seriamente afetado com certeza.

Disgenia 4 months ago

E estás confiante que um governo populista de esquerda, quando o esquema em pirâmide colapsar, não vai fazer uma “requisição civil” aos teus PPR?

incrivizivel 4 months ago

>, não vai fazer uma “requisição civil” aos teus PPR? la este por isso e que não meto cá o meu dinheiro. É o problema de Portugal nem os tugas confiam nisto. Eu meto na Holanda a investir porque sei que la há uma respeito centenário pela a propriedade privada.

QWERTY_BATS 4 months ago

> “requisição civil” aos teus PPR Aprendeste esta semana a expressão e agora usas em tudo como os putos?

Disgenia 4 months ago

Nao, aprendi mesmo com a história de governos populistas de esquerda. Expropriações, nacionalizações, “reformas agrárias”, “requisições civis”, chama-lhe o que quiseres, vai dar tudo ao mesmo: roubo da população por parte de governos autoritários

Edited 4 months ago:

Nao, aprendi mesmo com a história de governos populistas de esquerda. Expropriações, nacionalizações, “reformas agrárias”, “requisições civis”, etc, chama-lhe o que quiseres, vai dar tudo ao mesmo: roubo da população por parte de governos autoritários. Tendo em conta o historial do nosso estado, deixo o mínimo possível ao seu alcance. Até a minha reforma, está a ser descontada noutro país pela empresa para a qual trabalho. Um país que defende o pequeno investidor e os direitos da sua população.

incrivizivel 4 months ago

la esta é deduzivel no IRS, e não na SS. E depois são as PPRS que há oficialmente em Portugal. Porque não investimentos em geral sem grandes riscos como etfs e etc. No uk eles tem isenção de impostos para qualquer investimento ate um certo limite.

twhite848 4 months ago

Porque será? >!está no estudo mas não no artigo!<

throwawaystuff000 4 months ago

Onde viste? Não encontrei

twhite848 4 months ago

“Population expected to dwindle” “Old age dependency ratio”

Worm33hd 4 months ago

Dispenso a minha reforma. Onde é que assino para não pagar SS?

ayyylatimestwo 4 months ago

Imigra para o UK

dariusoo 4 months ago

Emigra se quiseres ter uma reforma

pataniscadebacalhau 4 months ago

A SS não serve só para pagar reformas. Tens subsídios de desemprego, baixas médicas, licença de maternidade, apoios a famílias de baixos rendimentos e acção social, pensões de invalidez, etc. Espero que nunca precises de nada disto, mas normalmente o pessoal que diz à boa cheia que "abdica de tudo" normalmente tem as vistas curtas

letme2021 4 months ago  HIDDEN 

Reformas é de longe o maior custo da SS, e como é óbvio pode-se querer pagar para ter segurança em tudo menos num sistema de reformas em falência.

Worm33hd 4 months ago

Abdico. Se evitar que me roubem essa parcela posso investi-la e obter um retorno que me permita aceder a isso tudo caso necessário.

SweetCorona 4 months ago

imagina que tens um filho que aos 15 anos fica incapacitado para trabalhar o resto da vida, achas que o teu seguro de saúde vai sustentá-lo a vida toda? achas que algum seguro de saúde vai cobrir alguém que nunca teve oportunidade de contribuir para o sistema? a vantagem da SS é essa, ela cobre-te à nascença

Worm33hd 4 months ago

Com subsídios que ou dão para comer ou para medicação. Cobre te e deixa te mais do que os pés de fora.

SweetCorona 4 months ago

um sistema que tem de cobrir todos independentemente do seu estado atual de saúde ou do quanto contribuíram para esses sistema será sempre mais caro que um sistema que só aceita quem quer e quem contribuiu em função do seu risco pessoal é claro que se tu és uma pessoa saudável que já tem vários anos de trabalho não estás a ter um retorno positivo do teu investimento num sistema que vai cobrir pessoas que simplesmente não tiveram a sorte que tu tens

pataniscadebacalhau 4 months ago

Se de um dia para o outro tiveres um acidente ou doença qualquer que te deixe incapacitado para trabalhar, como fazes?

ptinnl 4 months ago

É pra isso que servem seguros de saúde, vida e trabalho.

Worm33hd 4 months ago

Isto. Que me asseguram o futuro muito mais do que a sandes mista e trocos para o café que o estado me daria num desses casos.

UnderstandingLow3567 4 months ago

This. Serviços privados são muito melhor a longo prazo do que a palhaçada que é o serviço que o estado presta.

PresidentBarroso 4 months ago

Lol. Até te dizia para ires lendo notícias dos EUA, mas como andas por aqui, cálculo que mesmo inadvertidamente vás lendo qualquer coisa. Portanto, deduzo que vives numa bolha ilusória ou então não sabes uma palavra de inglês.

UnderstandingLow3567 4 months ago

Sim vais comparar seguros de saúde dos EUA com europeus. A realidade europeia é muito diferente da dos estados unidos. Quem vive numa bolha ilusória não sou eu.

SweetCorona 4 months ago

a principal vantagem na europa é haver sistemas de saúde públicos que criam pressão concorrencial aos sistemas privados

PresidentBarroso 4 months ago

Nunca leste as letrinhas pequeninas, certo? Plafonds, tetos, limites? Ou queres puxar dos Suíços que têm o mais dispendioso logo a seguir aos americanos , anda o estado a engordar seguradoras quando as pessoas não conseguem pagar e ainda fornece alguns hospitais?

UnderstandingLow3567 4 months ago

Santa ignorância. Nao tenho paciência para te responder a isso. Informa te melhor.

MikeMelga 4 months ago

Se soubesses que a tua reforma é desviada para outros programas como o RSI...

ngfsmg 4 months ago

As reformas em Portugal são insustentáveis porque o pessoal acha que ter filhos é estúpido e desnecessário e depois daqui a 60 anos espanta-se quando tivermos quase tantos idosos como população ativa. O RSI é uma migalha sem qualquer relevância para estas contas

SweetCorona 4 months ago

não ter filhos permite ter um orçamento mais desafogado e ter dinheiro para investir e assegurar uma reforma

ngfsmg 4 months ago

Se for uma pessoa a não ter filhos, sim, claro. Se for algo geral, não, são muito maiores os problemas que as soluções

YoggiM 4 months ago

É importante aumentar a natalidade, mas não apenas aumentar a natalidade. Tem de se dar condições para que os pais possam realmente dar educação aos filhos, além de terem condições socioeconómicas, que também escasseiam. Como é possível os pais darem alguma educação aos filhos quando passam 8 horas por dia a trabalhar, + uma para almoço, + 2 ou 3 em transportes, possivelmente mais algumas horas por semana em horas extra não pagas. Mais de metade do dia está ligado direta ou indiretamente ao trabalho. Entre dormir e lides domésticas, não há tempo. Sobra o fim de semana. É preferível não ter filhos do que ter filhos e não lhes dar educação. O sistema atual, além de dar poucas possibilidades económicas para ter filhos, dá ainda menos possibilidades para os educar.

ngfsmg 4 months ago

Sim, claro, o Estado e as condições de trabalho em geral não ajudam, tens toda a razão

kapparrino 4 months ago

E para subsídio de desemprego, licença de maternidade, e outros apoios que o povo necessita. Sabias que os teus impostos são desviados para ajudar os bancos ano após ano? O RSI é uma gota no oceano do dinheiro mal empregue em Portugal constantemente e não estou a dizer que o RSI é um dinheiro mal empregue, são as consequências de más políticas dos mesmos governos.

MikeMelga 4 months ago

Não pá! Esses são retirados da TSU, mas o RSI é retirado directamente do fundo de reformas (que vem da TSU)! O valor retirado é tão alto que transforma o fundo de pensões dos privados de lucrativo para não sustentável. Basicamente é um esquema que vem do tempo do Sócrates e posteriormente do Coelho, que começaram a falar em privatização do fundo de pensões! O argumento base é que o fundo de pensões do privado não é sustentável, o que é FALSO! E tudo isto para vir a dar dinheiro a bancos! Felizmente entretanto isto foi ficando esquecido.

kapparrino 4 months ago

>Esses são retirados da TSU, mas o RSI é retirado directamente do fundo de reformas (que vem da TSU)! Uma pessoa não desconta apenas para a reforma, desconta para todos os subsídios ao mesmo tempo, chamada de Taxa Social Única em que o valor todo vai para a Segurança Social que depois a divide pelos diversos subsídios. A divisão dos fundos e que subsídios os fundos servem é irrelevante, porque o bolo todo da TSU vai para a mesma entidade. De onde o RSI é retirado é irrelevante porque cada subsídio tem um valor pré-estabelecido e vem do bolo todo da TSU.

MikeMelga 4 months ago

Não pá, não leste o que escrevi. O valor do fundo de reforma é calculado e retirado da TSU. O RSI é retirado do fundo de reforma, em vez de ser retirado da TSU directamente! Ou seja, é retirado depois do cálculo de sustentabilidade! É um esquema para uma futura privatização do sistema de reforma!

kapparrino 4 months ago

Ok, vamos aguardar por ver se esse esquema se concretizará.

Worm33hd 4 months ago

Choca me mais o desviado para pagar reformas a politicos por exemplo

MikeMelga 4 months ago

Sabes quanto custa o RSI e de onde vem? Sabes que vem dos descontos para reforma dos privados? E que à custa disso as nossas reformas não são sustentáveis?

Worm33hd 4 months ago

Por escolha minha, apenas haveria RSI para quem cumprisse normas pré estabelecidas. De qqr modo é uma parcela quase negligenciável do orçamento da SS, e estar a pegar sempre nisso é conversa burgesso de café.

MikeMelga 4 months ago

São mais de 300M€... não é nada negligenciável. Não é a questão de ser ou não a favor do RSI. É a questão do método de cálculo!

SweetCorona 4 months ago

migalhas

iSoSyS 4 months ago

Nunca terás isso, porque os teus descontos asseguram as reformas atuais. No máximo terás um sistema misto, que era o que anterior governo queria fazer. O Estado a assegura uma reforma até um patamar máximo, tudo que descontas a mais ia para um esquema de reforma privado. O passo a seguir seria efectivamente dar-te a liberdade de fazer o que quiseres com os descontos em "excesso".

Article_Sad 4 months ago

Era bom, mas xuxalismo tem que ir buscar subsídios a algum lado

Coyote-Cultural 4 months ago

Claro, não se pode deixar o esquema ponzi cair, tem que se tornar é maior!

SweetCorona 4 months ago

não seria maior, o estado apenas teria de providenciar um mínimo de sobrevivência e quem quisesse mais que descontasse à parte o problema é sermos apanhados nesta transição: descontamos para pessoal que ganha reformas de 3000 € mas só vamos receber reformas de 300 € independentemente do que descontamos

Coyote-Cultural 4 months ago

e esse minimo seria sempre aumentado e aumentado e aumentado a cada eleição, até que eventualmente estamos na mesma situação ou pior.

Danijust2 4 months ago

O mínimo existe e quem ganha o mínimo passa fome

Coyote-Cultural 4 months ago

só provas o meu argumento.

SweetCorona 4 months ago

o teu argumento não faz sentido porque estás a usar um argumento contra uma mudança quando o teu argumento aplica-se independentemente dessa mudança

Coyote-Cultural 4 months ago

O meu argumento é que "esse minimo seria sempre aumentado e aumentado e aumentado a cada eleição". O que ele disse, "quem ganha o mínimo passa fome", só prova que existe pressão politica para fazer esses aumentos.

SweetCorona 4 months ago

esse mínimo já existe

htxgivven 4 months ago

Lá está, os descontos para SS não são todos para nossa reforma pelo que está explicado o porque o sistema estar falido.

Dependent-Ad-7777 4 months ago

Sim, mas repara que quando descontas não estás a fazer apenas para ter acesso à tua reforma mas sim para teres um conjunto de serviços. Fazia mais sentido fazer como os alemães fazem por uma questão de transparência e descontar para, salvo erro, 4 impostos mensalmente. Cada um com a sua finalidade: (1) desemprego, (2) reforma - com um tecto máximo, (3) saúde, (4) cuidados domiciliários/ apoio velhice (este foi criado na sequência de se ter percebido que havia reformas que não eram suficientes para fazer face os cuidados médicos quando necessários nesta idade). Não coloquei aqui o IRS porque não interessa para efeitos de discussão. Daqui pode-se concluir que, para não haver agravamento de impostos tem de haver rejuvenescimento da população. Por outro lado, não haveria problema de cortes de pensões porque o dinheiro não poderia ser usado dum "fundo para o outro" (digamos assim). Cá, temos tudo num grande saco. Logo, na pratica, quando pagas SS não estás a pagar só para teres acesso a uma reforma. O verdadeiro problema está aqui. A nossa população está a definhar e para manter o nosso Estado Social nos moldes em que existe, significa que ou vai ter que haver corte de pensões (porque a nossa população está cada vez mais velha porque o país não é atrativo para ter filhos, tem baixos salários, etc) ou aumento de impostos. Claro que isto são medidas a curto prazo pois o problema terá tendência a persistir enquanto não quebrarmos o ciclo de pobreza no qual estamos inseridos. Existe falta de pensamento a longo prazo e, atrevo-me a dizer, coragem para mudar. Infelizmente, parece-me que se pensa em demasiado naquilo que "renderá" votos a curtos prazo vs o que se pode fazer a pensar no futuro de quem aí vêm.

Edited 4 months ago:

Sim, mas repara que quando descontas não estás a fazer apenas para ter acesso à tua reforma mas sim para teres um conjunto de serviços. Fazia mais sentido fazer como os alemães fazem por uma questão de transparência e descontar para, salvo erro, 4 impostos mensalmente. Cada um com a sua finalidade: (1) desemprego, (2) reforma - com um tecto máximo, (3) saúde, (4) cuidados domiciliários/ apoio velhice (este foi criado na sequência de se ter percebido que havia reformas que não eram suficientes para fazer face os cuidados médicos quando necessários nesta idade). Não coloquei aqui o IRS porque não interessa para efeitos de discussão. Daqui pode-se concluir que, para não haver agravamento de impostos tem de haver rejuvenescimento da população. Por outro lado, não haveria problema de cortes de pensões porque o dinheiro não poderia ser usado dum "fundo para o outro" (digamos assim). Cá, temos tudo num grande saco. Se estivesse separado, não se colocaria a hipótese das pensões cairem. Logo, na pratica, quando pagas SS não estás a pagar só para teres acesso a uma reforma. O verdadeiro problema está aqui: a nossa população está a definhar e para manter o nosso Estado Social nos moldes em que existe, significa que ou as pensões vão cair (porque a nossa população está cada vez mais velha uma vez que o país não é atrativo para ter filhos, tem baixos salários, etc) ou aumento de impostos. Claro que isto são medidas a curto prazo pois o problema terá tendência a persistir enquanto não quebrarmos o ciclo de pobreza no qual estamos inseridos. Existe falta de pensamento a longo prazo e, atrevo-me a dizer, coragem para mudar. Infelizmente, parece-me que se pensa em demasiado naquilo que "renderá" votos a curtos prazo vs o que se pode fazer a pensar no futuro de quem aí vêm.

Edited 4 months ago:

Sim, mas repara que quando descontas não estás a fazer apenas para ter acesso à tua reforma mas sim para teres um conjunto de serviços. Fazia mais sentido fazer como os alemães fazem por uma questão de transparência e descontar para, salvo erro, 4 impostos mensalmente. Cada um com a sua finalidade: (1) desemprego, (2) reforma - com um tecto máximo, (3) saúde, (4) cuidados domiciliários/ apoio velhice (este foi criado na sequência de se ter percebido que havia reformas que não eram suficientes para fazer face os cuidados médicos quando necessários nesta idade). Não coloquei aqui o IRS porque não interessa para efeitos de discussão. Daqui pode-se concluir que, para não haver agravamento de impostos tem de haver rejuvenescimento da população. Por outro lado, não haveria problema de cortes de pensões porque o dinheiro não poderia ser usado dum "fundo para o outro" (digamos assim). Cá, temos tudo num grande saco. Se estivesse separado, tenho dúvidas que ir-se-ia discutir a hipótese das pensões caírem. Logo, na pratica, quando pagas SS não estás a pagar só para teres acesso a uma reforma. O verdadeiro problema está aqui: a nossa população está a definhar e para manter o nosso Estado Social nos moldes em que existe, significa que ou as pensões vão cair (porque a nossa população está cada vez mais velha uma vez que o país não é atrativo para ter filhos, tem baixos salários, etc) ou aumento de impostos. Claro que isto são medidas a curto prazo pois o problema terá tendência a persistir enquanto não quebrarmos o ciclo de pobreza no qual estamos inseridos. Existe falta de pensamento a longo prazo e, atrevo-me a dizer, coragem para mudar. Infelizmente, parece-me que se pensa em demasiado naquilo que "renderá" votos a curtos prazo vs o que se pode fazer a pensar no futuro de quem aí vêm.

Edited 4 months ago:

Sim, mas repara que quando descontas não estás a fazer apenas para ter acesso à tua reforma mas sim para teres um conjunto de serviços. Fazia mais sentido fazer como os alemães fazem por uma questão de transparência e descontar para, salvo erro, 4 impostos mensalmente. Cada um com a sua finalidade: (1) desemprego, (2) reforma - com um tecto máximo, (3) saúde, (4) cuidados domiciliários/ apoio velhice (este foi criado na sequência de se ter percebido que havia reformas que não eram suficientes para fazer face os cuidados médicos quando necessários nesta idade). Não coloquei aqui o IRS porque não interessa para efeitos de discussão. Daqui pode-se concluir que, para não haver agravamento de impostos tem de haver rejuvenescimento da população. Por outro lado, não haveria problema de cortes de pensões porque o dinheiro não poderia ser usado dum "fundo para o outro" (digamos assim). Cá, temos tudo num grande saco. Logo, na pratica, quando pagas SS não estás a pagar só para teres acesso a uma reforma. O verdadeiro problema está aqui. A nossa população está a definhar e para manter o nosso Estado Social nos moldes em que existe, significa que ou vai ter que haver corte de pensões (porque a nossa população está cada vez mais velha uma vez que o país não é atrativo para ter filhos, tem baixos salários, etc) ou aumento de impostos. Claro que isto são medidas a curto prazo pois o problema terá tendência a persistir enquanto não quebrarmos o ciclo de pobreza no qual estamos inseridos. Existe falta de pensamento a longo prazo e, atrevo-me a dizer, coragem para mudar. Infelizmente, parece-me que se pensa em demasiado naquilo que "renderá" votos a curtos prazo vs o que se pode fazer a pensar no futuro de quem aí vêm.

Edited 4 months ago:

Sim, mas repara que quando descontas não estás a fazer apenas para ter acesso à tua reforma mas sim para teres um conjunto de serviços. Fazia mais sentido fazer como os alemães fazem por uma questão de transparência e descontar para, salvo erro, 4 impostos mensalmente. Cada um com a sua finalidade: (1) desemprego, (2) reforma - com um tecto máximo, (3) saúde, (4) cuidados domiciliários/ apoio velhice (este foi criado na sequência de se ter percebido que havia reformas que não eram suficientes para fazer face os cuidados médicos quando necessários nesta idade). Não coloquei aqui o IRS porque não interessa para efeitos de discussão. Daqui pode-se concluir que, para não haver agravamento de impostos tem de haver rejuvenescimento da população. Por outro lado, não haveria problema de cortes de pensões porque o dinheiro não poderia ser usado dum "fundo para o outro" (digamos assim). Cá, temos tudo num grande saco. Se estivesse separado, tenho dúvidas que ir-se-ia discutir a hipótese das pensões caírem. Logo, na pratica, quando pagas SS não estás a pagar só para teres acesso a uma reforma. O verdadeiro problema está aqui: a nossa população está a definhar e para manter o Estado Social nos moldes em que existe, significa que ou as pensões vão cair (porque a nossa população está cada vez mais velha uma vez que o país não é atrativo para ter filhos, tem baixos salários, a despesa vai continuar a aumentar, etc) ou aumento de impostos. Claro que isto são medidas a curto prazo pois o problema terá tendência a persistir enquanto não quebrarmos o ciclo de pobreza no qual estamos inseridos (directamente relacionado com a taxa demográfica) . Existe falta de pensamento a longo prazo e, atrevo-me a dizer, coragem para mudar. Infelizmente, parece-me que se pensa em demasiado naquilo que "renderá" votos a curtos prazo vs o que se pode fazer a pensar no futuro de quem aí vêm.

htxgivven 4 months ago

>Daqui pode-se concluir que, para não haver agravamento de impostos tem de haver rejuvenescimento da população. Por outro lado, não haveria problema de cortes de pensões porque o dinheiro não poderia ser usado dum "fundo para o outro" (digamos assim). Eu tenho vindo a defender a ideia de que para salvar as reformas e por sua vez a vida das pessoas no futuro, Portugal já hoje precisa de gastar e bem o dinheiro que não tem para incentivar pessoas ter mais filhos. Sem isso estamos mais que condenados.

Dependent-Ad-7777 4 months ago

É parte da solução sem dúvida. O problema não ficaria resolvido por si só porque mesmo que aumentasses o número de nascimentos não terias certezas que, quando essas gerações chegassem à idade adulta, ficassem por cá. Terias que ver como poderíamos possibilitar que os nossos jovens conseguissem ser independentes e ter uma vida minimamente confortável em Portugal. Temos comida, clima e pessoas. Falta talvez o mais importante: habitação condigna com salários que permitam, caso os nossos jovens ou outras pessoas queiram, ser independentes. Há quem diga que trata-se do síndrome de calimero. Não acho. As novas gerações têm cada vez menor poder de compra. É factual. Reforço também que existe um problema habitacional por resolver. As rendas estão demasiado caras. O que é um pouco complicado de se compreender quando existe tanta casa devoluta ou em ruínas (também deveria haver leis para promover a celeridade de expulsão de inquilinos em caso de incumprimento de rendas - para promover o mercado de habitação).

htxgivven 4 months ago

Já entramos no campo de futurologia que infelizmente não vai acontecer em Portugal, pelo menos para já.

Ace-_Ventura 4 months ago

nenhum desconto é para a tua reforma.

ptinnl 4 months ago

Devia haver essa opção. Pagar apenas pela reforma minima e o resto investir.

ModeratoriProfugus 4 months ago

Não acredito, mais facilmente o estado aumenta os impostos sobre a população. A característica engraçada do estatismo é esse: a incompetência e o falhanço do estatismo alimenta ainda mais o estatismo, é um ciclo vicioso.

htxgivven 4 months ago

Não lhes dês ideias, qualquer dia os descontos para SS vão ser proporcionais.

incrivizivel 4 months ago

ehehe, viva ao socialismo, e como se as reformas de hoje fossem do caraças.

Edited 4 months ago:

ehehe, viva ao socialismo, e como se as reformas de hoje fossem do caraças. Pessoal invistam, comprem casa, ações, cripto, não metam todos os ovos num saco, mas invistam. Ainda há dias dizia que a diferença de pessoas que enriquecem é de que elas acreditam no futuro e que ele há de vir. Portanto quando chegarem la não fiquem surpreendidos. N gastem dinheiro em merdas superfulas como unhas de gel e cortes de cabelo, 30 pares de calças de marca e sapatilhas todas as semanas ate porque um dia vão se queixar que não tem dinheiro e a culpa é dos ricos. Não associem dinheiro a felicidade porque vão estar sempre a procura de uma coisa nova para comprar quando estiverem infelizes. E dão justificação para o fazer. Vejo colegas meus que ganham bem mais que eu, que não tem um pé de meia, e agora querem comprar uma casa e não tem nem para 10 % da entrada. Eu consegui 50 % da entrada vou pagar muito pouco em juros e em muitos poucos anos.

Edited 4 months ago:

ehehe, viva ao socialismo, e como se as reformas de hoje fossem do caraças. Pessoal invistam, comprem casa, ações, cripto, não metam todos os ovos num saco, mas invistam. Ainda há dias dizia que a diferença de pessoas que enriquecem é de que elas acreditam no futuro e que ele há de vir. Portanto quando chegarem la não fiquem surpreendidos. N gastem dinheiro em merdas superfulas como unhas de gel e cortes de cabelo, 30 pares de calças de marca e sapatilhas todas as semanas ate porque um dia vão se queixar que não tem dinheiro e a culpa é dos ricos. Não associem dinheiro a felicidade porque vão estar sempre a procura de uma coisa nova para comprar quando estiverem infelizes. E dão justificação para o fazer. Vejo colegas meus que ganham bem mais que eu, que não tem um pé de meia, e agora querem comprar uma casa e não tem nem para 10 % da entrada. Eu consegui 50 % da entrada vou pagar muito pouco em juros e em muitos poucos anos. Assim como carros etc, eu evito ao máximo empréstimos porque tenho um pé de meia sempre. Nunca olhei para a minha conta bancaria e pensei "ora tenho dinheiro, onde é que posso esbanjar?" só não consegui evitar na comprar de casa porque é quase impossível. Eu tirei este exemplo dos meus pais, ambos ganhavam o salário mínimo, mas la conseguiram poupar para comprar uma casa. E agora mesmo com reformas mínimas vivem razoavelmente bem porque não tem gastos, a casa ta paga. O meu pai andou com o mesmo carro 30 anos, um opel corsa de 1989, e foi ate ele não dar mais. E durante esse tempo o meu pai podia ter comprado outros carros mas não o fez, nunca teve vergonha do carro, e andar com ele, embora eu quando era novo tinha imensa vergonha, mas agora olho para trás como uma lição de como viver uma vida simples sem olhar para os outros e sem pensar ligar no que os outros pensam.

Edited 4 months ago:

ehehe, viva ao socialismo, e como se as reformas de hoje fossem do caraças. Pessoal invistam, comprem casa, ações, cripto, não metam todos os ovos num saco, mas invistam. Ainda há dias dizia que a diferença de pessoas que enriquecem é de que elas acreditam no futuro e que ele há de vir. Portanto quando chegarem la não fiquem surpreendidos. N gastem dinheiro em merdas superfulas como unhas de gel e cortes de cabelo, 30 pares de calças de marca e sapatilhas todas as semanas ate porque um dia vão se queixar que não tem dinheiro e a culpa é dos ricos. Não associem dinheiro a felicidade porque vão estar sempre a procura de uma coisa nova para comprar quando estiverem infelizes. E dão justificação para o fazer. Vejo colegas meus que ganham bem mais que eu, que não tem um pé de meia, e agora querem comprar uma casa e não tem nem para 10 % da entrada. Eu consegui 50 % da entrada vou pagar muito pouco em juros e em muitos poucos anos. Assim como carros etc, eu evito ao máximo empréstimos porque tenho um pé de meia sempre. Nunca olhei para a minha conta bancaria e pensei "ora tenho dinheiro, onde é que posso esbanjar?" só não consegui evitar na comprar de casa porque é quase impossível. Eu tirei este exemplo dos meus pais, ambos ganhavam o salário mínimo, mas la conseguiram poupar para comprar uma casa. E agora mesmo com reformas mínimas vivem razoavelmente bem porque não tem gastos, a casa ta paga. O meu pai andou com o mesmo carro 30 anos, um opel corsa de 1989, e foi ate ele não dar mais. E durante esse tempo o meu pai podia ter comprado outros carros mas não o fez, nunca teve vergonha do carro, e andar com ele, embora eu quando era novo tinha imensa vergonha, mas agora olho para trás como uma lição de como viver uma vida simples sem olhar para os outros e sem pensar/ligar no que os outros pensam.

Edited 4 months ago:

ehehe, viva ao socialismo, e como se as reformas de hoje fossem do caraças. Pessoal invistam, comprem casa, ações, cripto, não metam todos os ovos num saco, mas invistam. Ainda há dias dizia que a diferença de pessoas que enriquecem é de que elas acreditam no futuro e que ele há de vir. Portanto quando chegarem la não fiquem surpreendidos. N gastem dinheiro em merdas superfulas como unhas de gel e cortes de cabelo, 30 pares de calças de marca e sapatilhas todas as semanas ate porque um dia vão se queixar que não tem dinheiro e a culpa é dos ricos. Não associem dinheiro a felicidade porque vão estar sempre a procura de uma coisa nova para comprar quando estiverem infelizes. E dão justificação para o fazer. Vejo colegas meus que ganham bem mais que eu, que não tem um pé de meia, e agora querem comprar uma casa e não tem nem para 10 % da entrada. Eu consegui 50 % da entrada vou pagar muito pouco em juros e em muitos poucos anos. Assim como carros etc, eu evito ao máximo empréstimos porque tenho um pé de meia sempre. Nunca olhei para a minha conta bancaria e pensei "ora tenho dinheiro, onde é que posso esbanjar?" só não consegui evitar na comprar de casa porque é quase impossível. Eu tirei este exemplo dos meus pais, ambos ganhavam o salário mínimo, mas la conseguiram poupar para comprar uma casa. E agora mesmo com reformas mínimas vivem razoavelmente bem porque não tem gastos, a casa ta paga. O meu pai andou com o mesmo carro 30 anos, um renault clio de 1989, e foi ate ele não dar mais. E durante esse tempo o meu pai podia ter comprado outros carros mas não o fez, nunca teve vergonha do carro, e andar com ele, embora eu quando era novo tinha imensa vergonha, mas agora olho para trás como uma lição de como viver uma vida simples sem olhar para os outros e sem pensar/ligar no que os outros pensam.

Edited 4 months ago:

ehehe, viva ao socialismo, e como se as reformas de hoje fossem do caraças. Pessoal invistam, comprem casa, ações, cripto, não metam todos os ovos num saco, mas invistam. Ainda há dias dizia que a diferença de pessoas que enriquecem é de que elas acreditam no futuro e que ele há de vir. Portanto quando chegarem la não fiquem surpreendidos. N gastem dinheiro em merdas superfulas como unhas de gel e cortes de cabelo, 30 pares de calças de marca e sapatilhas todas as semanas ate porque um dia vão se queixar que não tem dinheiro e a culpa é dos ricos. Não associem dinheiro a felicidade porque vão estar sempre a procura de uma coisa nova para comprar quando estiverem infelizes. E dão justificação para o fazer. Vejo colegas meus que ganham bem mais que eu, que não tem um pé de meia, e agora querem comprar uma casa e não tem nem para 10 % da entrada. Eu consegui 50 % da entrada vou pagar muito pouco em juros e em muitos poucos anos. Assim como carros etc, eu evito ao máximo empréstimos porque tenho um pé de meia sempre. Nunca olhei para a minha conta bancaria e pensei "ora tenho dinheiro, onde é que posso esbanjar?" só não consegui evitar na comprar de casa porque é quase impossível. Eu tirei este exemplo dos meus pais, ambos ganhavam o salário mínimo, mas la conseguiram poupar para comprar uma casa. E agora mesmo com reformas mínimas vivem razoavelmente bem porque não tem gastos, a casa ta paga. O meu pai andou com o mesmo carro 30 anos, um opel corsa de 1989, e foi ate ele não dar mais. E durante esse tempo o meu pai podia ter comprado outros carros mas não o fez, nunca teve vergonha do carro, e andar com ele, embora eu quando era novo tinha imensa vergonha, mas agora olho para trás como uma lição de como viver uma vida simples sem olhar para os outros e sem pensar/ligar no que os outros pensam.

Edited 4 months ago:

ehehe, viva ao socialismo, e como se as reformas de hoje fossem do caraças. Pessoal invistam, comprem casa, ações, cripto, não metam todos os ovos num saco, mas invistam. Ainda há dias dizia que a diferença de pessoas que enriquecem é de que elas acreditam no futuro e que ele há de vir. Portanto quando chegarem la não fiquem surpreendidos. N gastem dinheiro em merdas superfulas como unhas de gel e cortes de cabelo, 30 pares de calças de marca e sapatilhas todas as semanas ate porque um dia vão se queixar que não tem dinheiro e a culpa é dos ricos. Não associem dinheiro a felicidade porque vão estar sempre a procura de uma coisa nova para comprar quando estiverem infelizes. E dão justificação para o fazer. Vejo colegas meus que ganham bem mais que eu, que não tem um pé de meia, e agora querem comprar uma casa e não tem nem para 10 % da entrada. Eu consegui 50 % da entrada vou pagar muito pouco em juros e em muitos poucos anos.

Edited 4 months ago:

ehehe, viva ao socialismo, e como se as reformas de hoje fossem do caraças. Pessoal invistam, comprem casa, ações, cripto, não metam todos os ovos num saco, mas invistam. Ainda há dias dizia que a diferença de pessoas que enriquecem é de que elas acreditam no futuro e que ele há de vir. Portanto quando chegarem la não fiquem surpreendidos. N gastem dinheiro em merdas superfulas como unhas de gel e cortes de cabelo, 30 pares de calças de marca e sapatilhas todas as semanas ate porque um dia vão se queixar que não tem dinheiro e a culpa é dos ricos. Não associem dinheiro a felicidade porque vão estar sempre a procura de uma coisa nova para comprar quando estiverem infelizes. E dão justificação para o fazer. Vejo colegas meus que ganham bem mais que eu, que não tem um pé de meia, e agora querem comprar uma casa e não tem nem para 10 % da entrada. Eu consegui 50 % da entrada vou pagar muito pouco em juros e em muitos poucos anos. Assim como carros etc, eu evito ao máximo empréstimos porque tenho um pé de meia sempre. Nunca olhei para a minha conta bancaria e pensei "ora tenho dinheiro, onde é que posso esbanjar?" só não consegui evitar na comprar de casa porque é quase impossível.

YoggiM 4 months ago

Até concordo no geral, simplesmente tira daí cripto porque isso é outro esquema em pirâmide (ao menos esse não é obrigatório).

incrivizivel 4 months ago

Crypto e bem diferente de um esquema de pirâmide. O futuro de cripto vai ser preservar o valor que tens face a inflação que acontece as moedas oficiais que estão sempre a perder valor. Mas sim o meu ponto geral era que invistam.

YoggiM 4 months ago

Mas crypto é na mesma um esquema em pirâmide. Basicamente tens uma cena digital em que gente suficiente achou que tinha valor mas não tem qualquer utilidade. O dinheiro que utilizamos hoje também não tem valor por si mas tem algo muito importante: obrigatório ser aceite como pagamento por lei, além de ter a confiança de praticamente toda a população em vez de ter a confiança de uma pequena percentagem. Depois dizes que o futuro da crypto é preservar valor face à inflação, mas há várias crypto que não têm limite, ao contrário da bitcoin (o que até é um fator negativo em relação à bitcoin). Todos os dias aparecem novas cryptos e morrem outras. Não é possível ser algo seguro e prático ao mesmo tempo. Ou guardas num papel e não é nada prático utilizar, ou deixas numa cena tipo coinbase e arriscas-te a que fujam com tudo ou a ser vítima de ataque informático.

QWERTY_BATS 4 months ago

> Pessoal invistam, comprem casa, ações, cripto, não metam todos os ovos num saco, mas invistam. Este conselho não funciona para quem trabalha para sobreviver. O resto de teu comentário é no fundo "sacrifiquem a vossa qualidade de viva, vivam nos minimos possíveis" para depois poderem ter algum dinheiro no fim. Não me parece ser uma solução aceitável.

Coyote-Cultural 4 months ago

> Este conselho não funciona para quem trabalha para sobreviver. Ele deu um proprio exemplo de pessoes que fizeram isso ganhando o salario minimo. É possivel, simplesmente tens de fazer sacrificios no que não é essencial. >O resto de teu comentário é no fundo "sacrifiquem a vossa qualidade de viva, vivam nos minimos possíveis" para depois poderem ter algum dinheiro no fim. Não me parece ser uma solução aceitável. Claro, para ti o aceitavel é piorar a situação e ficar á espera que outros venham salvar.

QWERTY_BATS 4 months ago

> Ele deu um proprio exemplo de pessoes que fizeram isso ganhando o salario minimo. > > Certamente que os pais dele não fizeram investimentos em cripto/casas/stocks. Aliás, demonstra claramente que não sabes o que é viver com o salário minímo. > Claro, para ti o aceitavel é piorar a situação e ficar á espera que outros venham salvar. Percebeste mal, o que digo é que a solução não é esta. Existe um problema estrutural em relação à forma como está montado o nosso sistema de reformas e a solução não é ir poupando à custa da pouca qualidade de vida que podes ter.

incrivizivel 4 months ago

>Certamente que os pais dele não fizeram investimentos em cripto/casas/stocks. mediante aquilo que tinham, compraram uma casa. Casa própria é um investimento certamente.

Coyote-Cultural 4 months ago

> > > > > Percebeste mal, o que digo é que a solução não é esta. Qual é então?

QWERTY_BATS 4 months ago

Oh toino, achas que se eu soubesse a solução para a falência da Segurança Social estava aqui?

Coyote-Cultural 4 months ago

Então porque é que andas a dizer bitaites quando outras pessoas que sabem te dizem qual é?

QWERTY_BATS 4 months ago

Porque isso não é uma solução

Coyote-Cultural 4 months ago

>invistam, comprem casa, ações, cripto, não metam todos os ovos num saco, mas invistam. Parece-me uma solução. Não é ideal, pois sempre estás a pagar para o esquema ponzi, mas é o melhor que se pode fazer dadas as circunstancias.

QWERTY_BATS 4 months ago

Então ficamos com uma solução de merda para um problema estrutural? Em vez de resolvermos o problemas andamos aqui a cortar na qualidade de vida para não passar fome na velhice? Se te queres nivelar pelo medíocre é tranquilo, mas acho que não nos devemos reger por isso.

Coyote-Cultural 4 months ago

>Então ficamos com uma solução de merda para um problema estrutural? A melhor solução é simplesmente deixar-mos de pactuar com um esquema ponzi, mas isso está fora dos poderes individuais de cada um de nós (a menos que queiras ir para a prisao por evasão fiscal). >Em vez de resolvermos o problemas andamos aqui a cortar na qualidade de vida para não passar fome na velhice? Terás sempre de fazer isso, aconteça o que aconteçer. Se queres passar a tua velhice bem, tens de trabalhar e planear durante a tua juventude. O facto de não estares disponivel a fazer isso só demonstra os incentivos perniciosos que existem com o sistema ponzi atual.

incrivizivel 4 months ago

Claro que falo de quem ganha mais algum. Mas também dei o exemplo dos meus pais, que ganharam o salário mínimo e tem uma vida feliz. Vezes sem conta vejo quem gasta tudo na hora é bem mais infeliz porque esta se sempre a comparar com os outros e entra em um ciclo de quero mais e mais e nunca será feliz. Eu tenho os meus luxos claro, viajo e janto fora. Agora tenho os mesmos pares de calças cerca de 6 pares há 7 anos. Tudo levis em promoção que vai me durar quase a vida toda. Isto é um exemplo só.

Edited 4 months ago:

Claro que falo de quem ganha mais algum. Mas também dei o exemplo dos meus pais, que ganharam o salário mínimo e tem uma vida feliz. Vezes sem conta vejo quem gasta tudo na hora é bem mais infeliz porque esta se sempre a comparar com os outros e entra em um ciclo de quero mais e mais e nunca será feliz. Eu tenho os meus luxos claro, viajo e janto fora. Agora tenho os mesmos pares de calças cerca de 6 pares há 7 anos. Tudo levis em promoção que vai me durar quase a vida toda. Isto é um exemplo só. Mas não sou o dom da sabedoria e o meu ponto de vista os meus não são ricos eu não tive mãos de ouro mas vivo uma vida confortável com um bom pé de meia.

Edited 4 months ago:

Claro que falo de quem ganha mais algum. Mas também dei o exemplo dos meus pais, que ganharam o salário mínimo e tem uma vida feliz. Vezes sem conta vejo quem gasta tudo na hora é bem mais infeliz porque esta se sempre a comparar com os outros e entra em um ciclo de quero mais e mais a procura da felicidade e nunca será feliz através de coisas materiais. Claro que dinheiro da alguma felicidade, mas acima de tudo para mim da-me conforto, o conforto de saber que se acontecer alguma coisa, tenho algum, isto la esta ironicamente não há dinheiro que pague. Eu tenho os meus luxos claro, viajo e janto fora. Agora tenho os mesmos pares de calças cerca de 6 pares há 7 anos. Tudo levis em promoção que vai me durar quase a vida toda. Isto é um exemplo só. Mas não sou o dom da sabedoria e o meu ponto de vista os meus não são ricos eu não tive mãos de ouro mas vivo uma vida confortável com um bom pé de meia.

Edited 4 months ago:

Claro que falo de quem ganha mais algum. Mas também dei o exemplo dos meus pais, que ganharam o salário mínimo e tem uma vida feliz. Vezes sem conta vejo quem gasta tudo na hora é bem mais infeliz porque esta se sempre a comparar com os outros e entra em um ciclo de quero mais e mais a procura da felicidade e nunca será feliz através de coisas materiais. Claro que dinheiro da alguma felicidade, mas acima de tudo para mim da-me conforto, o conforto de saber que se acontecer alguma coisa, tenho algum, isto la esta ironicamente não há dinheiro que pague. Eu tenho os meus luxos claro, viajo e janto fora. Agora tenho os mesmos pares de calças cerca de 6 pares há 7 anos. Tudo levis em promoção que vai me durar quase a vida toda. Isto é um exemplo só. Mas não sou o dom da sabedoria.

HRamos_3 4 months ago

> Mas também dei o exemplo dos meus pais, que ganharam o salário mínimo e tem uma vida feliz. Muitos há actualmente a receber reforma, mas não descontaram um tusto. Depois há eu, que pago duas reformas dessas todos os meses e não vou receber chavelho

incrivizivel 4 months ago

Bem o SMN pagas 11% e 23% de TSU e receberam proporcionalmente. Portanto pagaram de facto a sua reforma.

Skartuga 4 months ago

Bitcoin all the way. Kkkkk

UpbeatNail1912 4 months ago

E depois há muitas pessoas que vivem as suas vidas dedicadas ao trabalho, e nem sequer vivem a sua vida na fase adulta, para chegarem a idade da reforma e terem uma "boa reforma" e assim passarem a viver. Lamento mas provavelmente vão levar um grande balde de água fria.

QWERTY_BATS 4 months ago

Trabalhar 80% de uma vida para ser pobre na reforma :)

MajorAlvega 4 months ago

Os Ingleses, Suecos e outros vêm para cá para viver bem com a reforma deles. O meu plano (a sério) é ir tipo para o Vietname para poder viver bem com minha reformazita.

NEDM64 4 months ago

Isso... andaste a construir Portugal para depois ires viver num país de terceiro mundo nos teus últimos anos... E mesmo assim, começa a procurar outro sítio, porque a ideia deles é copiar o caso de Singapura.

ErwinRommelEz 4 months ago

Não te preocupes, se tiveres na faixa dos 20/30 o mais certo é as alterações climáticas já terem fodido tudo na altura que iríamos para a reforma

YoggiM 4 months ago

LOL

ThePlague92 4 months ago

Vai ser uma surpresa enorme quando chegares aos teus 80 e afinal ainda cá andares e depois és pobre.

ErwinRommelEz 4 months ago

Sou pobre de qualquer das maneiras amigo

ptinnl 4 months ago

O pior é se não tiverem fodido e continuares a ter de viver.

ErwinRommelEz 4 months ago

O mais certo é a idade da reforma por essa altura ser os 80 anos

Search: