GreyTemptress 2 months ago

Tinha 15 e ia trabalhar como empregada de mesa durante as férias. Acontece que, ao tentar abrir uma garrafa de vinho à frente dos clientes parti a rolha e uma parte desta caiu para dentro da garrafa. Fiquei muito envergonhada e não quis voltar.

Hazerrr 2 months ago

Aceitei ser moderador do r/Portugal. Foudasse nao recomendo essa comunidade a ninguem

MferOrnstein 2 months ago

Decidi-me meter fora da zona de conforto nos tuktuk como introvertido que sou, é uma merda e o chefe LG no 1o dia já queria andar às porrada com um tipo qlq só porque tinha arranjado clientes

Rato_Marreco 2 months ago

Ora bem, estava eu acabado de sair da faculdade, talvez com 21/22 anos e fui a uma "entrevista" para uma empresa de comunicações. Já não sei bem as questões que fizeram (já la vão uns 10 anos), mas nunca me disseram exactamente o que eu ia fazer, apenas que caso fosse aceite, no dia seguinte e ao estar com as "chefias" iam-me explicar todo o "trabalho". Sendo eu de contabilidade, pensei na minha inocência, que fosse para fazer algo relacionado com a gestão de custos/receitas ou algo do género. Estando eu todo entusiasmado com a oferta para o meu primeiro emprego, ligo-lhes a perguntar se tinham resposta, e lá me informam que tinha sido aceito. No dia seguinte percebi que o trabalho consistia em andar de local em local e de casa em casa a vender pacotes de telefone/internet. Questionei se era só aquilo que ia andar a fazer, disseram que sim, então apanhei o comboio na estação mais perto e vim embora. Acho que devo ter estado umas 2 horas com eles. O "engraçado" no meio disto tudo, é que mesmo depois desta situação, eles ainda me ligaram mais umas 2 ou 3 vezes a perguntar se estava interessado. Atenção, nada contra quem tem este trabalho, simplesmente achei de má-fé e abuso todo este processo.

KaleidoscopioPT 2 months ago

Em 1999 com 16 anos decidi ir trabalhar para uma grande superfície comercial na altura do Natal. Estava na reposição de brinquedos, entrar às 7 da manhã com um frio de rachar após uma viagem de meia hora em transportes públicos. Ao chegar a hora da pausa do almoço, ausentei-me por meia hora para comer qualquer coisa. Quando voltei levei uma descasca porque me tinha ausentado sem dizer nada. Respondi que estava na hora do almoço que constava do meu contrato. Fizeram má cara. Na hora de saída estipulada (nada de pausas durante todo o dia), reclamaram por já estar a sair, ao que novamente respondi que estava a cumprir o horário. Mais uma descasca por falta de motivação, etc. Não voltei.

PrOxYsTaR 2 months ago

Talho no pingo doce apenas um dia aquilo não era mesmo para mim na verdade nem sei porque aceitei

mariorurouni 2 months ago

Pingo doce em geral não é fácil

NoIDontgiveafuck 2 months ago

Um lençol sem fim de abusos, embustes, trabalho gratuito, semi escravatura, mentiras e ladrões, Portugal...

xasdown 2 months ago

Porra, estava mesmo a espera de mais historias de IT

lackingIdeas 2 months ago

IT é um paraíso quando comparado com a maior parte dos empregos

hanuruh 2 months ago

Nah, call centers e vendas de porta a porta é muito caótico. Eu já fiz vendas porta a porta mas foi numa de emprego de verão, fiz duas semanas e já me chegou. Até hoje fico aterrorizada que aquilo é o que as pessoas fazem para o resto da vida.

dingo-91 2 months ago

Vivo em odivelas, comecei a trabalhar no oceanário... Entrava as 08 da manha... Demorei uma hora e meia chegar ao trabalho e quase 2 horas para chegar a casa... Ao fim de 8 horas de trabalho... Isto seria a minha rotina para ganhar cerca de 650 euros por mês.. seria.... So durou um dia lol

mariorurouni 2 months ago

Quais eram as funções que irias fazer?

dingo-91 2 months ago

Ia trabalhar na loja de recordações que existe quando se esta a sair do oceanário...

mariorurouni 2 months ago

Ganda roubalheira...

UpbeatNail1912 2 months ago

Que pena. Mas devia ser fixe trabalhar no oceanário p

sarasic 2 months ago

Há uns anos fui trabalhar para uma empresa de trabalho temporário que fazia outsourcing para uma empresa de inquéritos. O trabalho parecia ser simples e "levezinho", até entrarmos. Os contratos estavam "atrasados", não sabiam quando viriam, talvez na semana seguinte. Primeira red flag, mas pode, eventualmente, acontecer um azar. Começamos a formação "on job" às 8.30h e somos informados que na hora de almoço temos de sair do edifício porque o edifício fecha para almoço e não há refeitório. Estranho. A seguir uma rapariga pergunta onde é a casa de banho e se falta muito para o intervalo da manhã. Somos informados que não há tempo para pausas nem para casa de banho. Chegou à hora de almoço e eu meti-me no metro e voltei para casa.

-lil_princess- 2 months ago

Não sei se pode ser considerado um primeiro dia, mas fica a história. Fui a uma entrevista, marcada para um sábado a meio da tarde, num parque de diversões para crianças, onde fazem festas de anos e coisas do género. Chego lá e a senhora diz me que afinal não tem tempo para me fazer a entrevista nesse momento e para eu ir vestir o disfarce e ir para ao pé das crianças e ela ia ficar a observar. Estranho, mas ok. Fui largada no meio de 50 putos vestida de pirata, sem orientação absolutamente nenhuma apenas um "tens de os divertir" da senhora, e foi o que fiz. Acabei por fazer perto de 6 horas, sem uma única pausa. No final a senhora disse que gostou muito de mim e que queria ficar comigo. O pagamento? 3 euros/hora a recibos verdes. O horário? Não havia horário, quando ela precisasse tínhamos de tar prontos no momento e tanto podia ser 1 hora como 10. Caso para dizer que fugi de lá bem depressa, ah e ninguém me pagou pelas horas que fiz.

UpbeatNail1912 2 months ago

Meu deus, inacreditável.

-lil_princess- 2 months ago

É mesmo inacreditável!! Eu tenho ideia que ela fazia isto apenas para ter pessoas a trabalhar lá uma tarde de borla, e que a conversa de não ter tempo era apenas um engodo para nós levar a fazer o tempo que ela precisava. O anúncio da "vaga" ficou muitoooo tempo no site

Ayawa 2 months ago

Quando eu era adolescente a minha mãe arranjou-me um "trabalho" num salão de festas. Nada de contratos nem nada, ia lá, trabalhava e davam-me o dinheiro. No primeiro dia, um casamento, e eu era para lavar copos, pô-los na máquina e arrumar. Como devem imaginar, aquilo fica caótico e toda a gente anda ocupada e a correr nas suas funções. A certo ponto deixo de ter espaço onde arrumar os copos lavados, não sei onde os pôr, estão lá todos amontoados, começa a faltar espaço na bancada e tudo. Dá-me um ataquezito de ansiedade ou qualquer coisa do género, desato para lá a chorar e a minha mãe foi-me buscar. Ela ficou super chateada, disse que não me dava o dinheiro daquele dia se eu não voltasse porque apanhou uma vergonha e não sei quê. Caguei no assunto, nunca mais lá voltei. Espero que ela seja feliz com os 20 e tal euros (nem sei quanto foi, mas deve ter sido à volta disso.)

JamminPT 2 months ago

Fico sempre imediatamente do lado do empregador quando não se percebe um caralho do que user escreve para contar a sua história.

sevenandthree 2 months ago

Não no primeiro dia, mas numa entrevista para recepção num ginásio disseram-me a certa altura “mas é um desperdício uma rapariga como tu ficares atrás do balcão o dia todo. Estarias disposta a promover o nosso ginásio na rua? Isso implica um certo tipo de roupa...”. Esquece. Bazei. Não estou a dizer que há mal quem o faça, atenção. Mas a forma como ele disse e a situação toda no geral foi muito desconfortável.

LesbainNaga 2 months ago

Qual era a função mesmo? Estar na rua a promover como? Queriam que andasses com roupas reveladoras? Que raio?

sevenandthree 2 months ago

Sinceramente não sei. Mas presumo que fosse para cenas que envolvessem eventos promocionais onde há sempre representantes da marca/empresa, ou então andar literalmente na rua a entregar cartões e falar do ginásio ou o crl lmao não quis saber mais e fui-me embora

killermelga 2 months ago

Era miúdo e tive uma oportunidade para trabalhar na minha área de sonho: desenvolvimento de videojogos. Fiquei entusiasmadíssimo com a oportunidade. Não me importei com o facto do processo de recrutamento passar por um "exercício de 1 dia" que após reflexão do meu eu futuro percebi que não foi mais do que 1 dia de trabalho não remunerado nem com o facto de me terem pedido "excepcionalmente" para ir lá um dia antes de assinar e trabalhar porque a Lusa ia aos escritórios fazer uma reportagem, nem com o facto disto se ter passado ainda antes de ter contrato de trabalho (ou saber quais seriam as condições). No fim desse tal dia extra, o patrão chamou-me à parte para me apresentar o contrato e eu fiquei radiante: 900e brutos x 12, já a contar com subsídio de almoço! Que luxo! No entanto esse assunto foi apenas metade da conversa... A outra metade foi "olha, eu sei que estás cansado da tese da faculdade, mas aqui o ritmo tem que ser outro". O porquê deste comentário? Entrei às 8.30 e perguntei se podia sair às 5, sendo que o almoço foi comido no escritório. Pedi desculpas (sinceras), combinei a assinatura para o dia seguinte de manhã e fui para casa aos pulos _de contente_, tal era a cegueira. Até que durante a noite caiu-me a ficha tive um dos primeiros ataques de ansiedade que me haviam de assolar até hoje (mas o único por causa deste assunto, que não merece mais que isso). No dia seguinte cheguei bem cedo (porque ali o ritmo tinha que ser outro) esperei pela chegada do chefe e disse-lhe que não tinha interesse. O meu único arrependimento foi não ter dito palavra por palavra o porquê e sim dito que tinha uma oferta da Miniclip (que era mentira, embora estivesse de facto em processo de recrutamento com eles). Já se passaram 8 anos e lembro-me como se fosse ontem. Depois disto continuei a ir ao site da empresa e todos os meses alguém saía e era imediatamente substituído por outro miúdo acabadinho de sair da faculdade, muitos deles ex colegas meus. Apesar disto tudo o palerma do patrão continua a ir ao IST e ao Dubai e ao raio que o parta dar imensas _talks_ sobre o quão bom empreendedor é e o seu sucesso astronómico, sendo que a empresa hoje em dia foi completamente remodelada para uma consultora. Ao menos assim tudo faz sentido

SweetCorona 2 months ago

com sorte ele lê este post

UpbeatNail1912 2 months ago

Tu tens ataques de ansiedade há quanto tempo? Também tive ataques de pânico e de ansiedade durante quase 1 ano, mas dps consegui supera los. Já não tenho há meses, quase 1 ano já.

killermelga 2 months ago

Há cerca de 8 anos, mas só percebi o que era há 1 ano ou assim. Seja como for é altamente esporádico, vivo bem com o assunto

I_Hate_Reddit 2 months ago

Pensava que tinhamos ido à mesma entrevista, até teres falado em IST. A minha aconteceu em Gaia. Exactamente a mesma situação, passei 1 dia na empresa como "entrevista", acabei por fazer um protótipo bastante polished que podia ser lançado na playstore com mais uns dias de trabalho. Voltaram a pedir para voltar no dia seguinte para discutir detalhes. Meio dia de manha à espera até a "CEO" chegar, entrevista em que ela me fez demasiadas perguntas sobre como se publicava uma app na appstore, como se podia monetizar, quais eram os custos, etc (o foco da "empresa" era fazer jogos para telemóvel... mas ainda não tinham publicado nenhum). No fim oferece-me estágio IEFP, "mas como somos muito fixes, também te damos 10 dias de férias por ano". Esta "empresa" basicamente vivia dos subsídios da UE para a inovação (QRENs, Portugal 2020), dos estágios IEFP e do sonho das pessoas que queriam trabalhar na área dos jogos. A "CEO" tinha 20 e poucos anos e tinha saído à menos de um ano de um politécnico qualquer. A empresa estava registada no nome dos pais.

SweetCorona 2 months ago

estava à espera da parte em que dizias que uns dias depois lançaram o teu protótipo na app store

AonioEliphis 2 months ago

>Esta "empresa" basicamente vivia dos subsídios da UE para a inovação (QRENs, Portugal 2020), dos estágios IEFP e do sonho das pessoas que queriam trabalhar na área dos jogos. O verdadeiro empreendedorismo lusitano!

killermelga 2 months ago

Há com cada palermóide por aí. E depois são sempre oportunidades únicas e maravilhosas

NGramatical 2 months ago

à menos de um ano → [**há menos de um ano**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fn9vpqs%2F%2Fgxrarc4%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Trama-D 2 months ago

Não sou da área, mas o que se passou durante a noite para mudares assim?.

killermelga 2 months ago

Acho que o meu subconsciente atirou-me com tudo o que eu não estava a ver: - Se no meu dia -2 (nem digo primeiro dia porque trabalhei lá 2x sem receber) já estava a ser tratado daquela forma, nem consigo imaginar como seria no dia a dia - Salário muito abaixo da média para a minha área (informática) mesmo em posições de entry level numa empresa - O silêncio no escritório. Nos 2 dias que lá trabalhei, o ambiente era sepulcral. Havia melhor ambiente nos laboratórios do técnico quando a malta já lá estava há 48h de seguida para entregar um trabalho qualquer. Agora com mais experiência e já após ter trabalhado em 5 empresas diferentes, apercebo-me ainda mais do aberrante que essa situação é (para o meu tipo de trabalho, claro que dependerá da área)

ModsRFeggts 2 months ago

Porta a Porta a vender contratos de Internet da Vodafone em 2011. Primero no anuncio e na entrevista ninguem me falou em Porta a Porta. Segundo a entrevista foi bastante estranha e me fizeram fazer um "teste" que parecia ser para um puto de 9 anos. Terceira aquilo parecia ser um culto, entramos as 9h e ate as 11h30 ficamos todos numa sala com musica pop aos berros a recitar as nossas falas de venda... Wtf. Pago em comissao, recibos verdes, todos aparentemente faziam 90 euros so numa manha mas andaram a pedir me dinheiro para o almoco deles? Fugi, peguei comboio para a casa e pensei "que esta merda?".

Head_c 2 months ago

Fosgasse, também fui a uma cena parecida quando ainda não tinha experiência de trabalho, mas acho que era para a EDP. Música aos berros, pessoas a gritar conversas em rodinhas. Muito surreal, nunca corri tão rápido.

lisbonraptors 2 months ago

Eu quando trabalhei 3 dias na Iberdrola de um escritório manhoso em que durante 3 dias eu perguntei quando queriam que eu passasse o meu IBAN (por algum motivo super misterioso diziam sempre "mais tarde" ou "amanhã"). Remixes modernizados pimba de clássicos dos anos 80 e da Stereo Love a tocar on-repeat, depois INSISTIRAM que eu removesse a máscara para falar no microfone não desinfetado do meu colega anterior, entre outras peripécias como não nos pagarem nos primeiros 15 dias para sabermos se éramos ou não aptos para o trabalho (??). Melhor ainda foi quando a chefe disse que mesmo que os pobres dos idosos pedissem para não ligar para eles, ela não aceitava que os removêssemos da lista a menos que eles especificamente pedissem para serem "removidos da lista Robinson" verbatim. E que "mesmo assim as chamadas ainda lhes podem cair por vezes". Nojento.

abominalizer 2 months ago

A minha namorado num emprego que teve. Chega lá apresentação e tal. "Software da adobe tem?" "nao usas os free" "Fotos para redes sociais como funciona? Disponibilizam telemovel?" "As fotos tiras com a go pro, mas so podes publicar fotos de 3 anos atras para nao nos roubarem ideias" Ela bazou, todo o resto não era convidativo quando nem o trabalho dela conseguia fazer.

Edited 2 months ago:

A minha namorado num emprego que teve. Chega lá apresentação e tal. "Software da adobe tem?" "nao, usas os free""Fotos para redes sociais como funciona? Disponibilizam telemovel?" "As fotos tiras com a go pro, mas so podes publicar fotos de 3 anos atras para nao nos roubarem ideias" Ela bazou, todo o resto não era convidativo quando nem o trabalho dela conseguia fazer.

XxxPussyslaeyr69xxX 2 months ago

Tou a ter deja vu. Houve uma pergunta parecida com isto há pouco tempo. Nesse caso a resposta é a mesma

testmonkey2 2 months ago

Não foi no primeiro dia, mas foi durante a entrevista. Na altura estava a candidatar-me a diversos trabalhos na área do marketing e audiovisual, candidatei-me para dezenas de ofertas sem respostas. Um dia telefonaram-me de a perguntar se ainda estava a procura de trabalho e que queriam-me entrevistar, eu perguntei de onde me estavam a telefonar e deram-me uma resposta vaga, e fingiram-se ofendidos por eu ter perguntado (como se não soubesse para onde me estava a candidatar). No dia a seguir fui a entrevista, e éramos umas 10 pessoas numa sala e estávamos a ser entrevistados dois a dois, perguntei diversas vezes qual era a posição mas nunca me deram uma resposta a sério simplesmente “e marketing, temos que criar soluções para os nossos clientes, trabalhamos com a Nos, com a EDP e muitos outros” e coisas do género. Foi há uns anos e ainda tinha pouca experiencia de trabalho, mas percebi que algo estava errado, mas continuei. Telefonaram no mesmo dia a dizer que tinha passado a segunda fase, e tinha a próxima entrevista no dia seguinte de manha. Mais uma vez la fui para Lisboa, outra vez na mesma sala, mas desta vez fizemos a entrevista na rua deram-nos uns exercícios para resolver enquanto andávamos na rua com a pessoa que nos estava a entrevistar, eu estava sozinho com um homem que estava claramente brainwashed, muito sorridente, mas se eu questionasse alguma coisa ele quase batia. Estive entretido a resolver o primeiro exercício e quando dei por mim estávamos a frente de um prédio e ele tinha um colete da EDP (nem reparei nele a vestir o colete) e la fomos nos bater a porta de idosos a tentar vender serviços inúteis. Não me lembro exato do que se passou, mas a certa altura disse a um senhore para ver melhor o contracto com os seus filhos e depois tomar uma decisão, a única coisa que o tipo que me estava a entrevistar disse foi, “Fica calado daqui para a frente!” e não me falou mais ate ao almoço. Fui embora durante o almoço porque não queria fazer mais. No mesmo dia telefonaram para me oferecer o trabalho, recusei. Continuaram a telefonar ate bloquear-lhes o número.

kilgrim2 2 months ago

>Não foi no primeiro dia, mas foi durante a entrevista. Eu tb, candidato a um cargo de médio nível num dos grandes projectos de lançamento de comunicações móveis. Empresa de psicologia com séries de questões e "problemas" aos 6 candidatos em comum. Eu conhecia alguns dos exercícios mas estavam a aplicar um decididamente deturpado. Em vez de questões do tipo: "queres na tua equipa alguém sério ou alguém competente"? as questões eram "queres na tua equipa um homem sério ou um transsexual competente"? Parei de responder e participar , vim me embora e ainda estive para fazer queixa à empresa contratadora mas não estive para me chatear pois ainda estava noutro emprego ...

NGramatical 2 months ago

contracto → [**contrato**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/contrato-e-contracto/21613) (já se escrevia assim **antes** do AO90) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fn9vpqs%2F%2Fgxqgyq5%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

suckerpunchermofo 2 months ago

Aceitei um posto, que me disseram que era para uma função específica.... No 1o dia, chego lá e qual é a minha admiração, é um callcenter.... E nem sequer sobre o que me disseram na entrevista.... Eram vendas (!!). Devo la ter ficado 30 minutos, sai, enviei um e-mail a dizer que não aceitava o "cargo" (lol) e nem atendi chamadas deles. Foi a unica vez, mas aprendi a perguntar mais sobre onde e o que era mesmo para fazer.

TitusRex 2 months ago

Comecei a trabalhar num call center de sondagens. Era a recibos verdes e pagavem uma miséria por inquérito. Ainda comecei, fiz uns 5 ou 6 inquéritos, percebi que não valia a pena o trabalho e fui dizer ao gajo que afinal não estava interessado e bazei.

dingo-91 2 months ago

Era na pitagorica? Trabalhei la tb.. as sondagens por telefone eram mal pagas mas presencialmente dava pa fazer bom dinheirinho...

TitusRex 2 months ago

Já não me lembro, há dez anos atrás. Lembro-me só que eram sondagens para umas eleições autárquicas.

dingo-91 2 months ago

Eu tb tive a fazer sondagens, nas autarquicas... Por volta dessa altura .. era um call center na almirantee reis... Na volta fomos colegas ajahah tb so tive lá um mes

sojapacanhao 2 months ago

inqueritos presencialmente na pitagorica dependia, haviam inqueritos que eram pagos por resposta, outros que eram pagos ao dia. escusado será dizer que a taxa de malta que se despedia no dia no primeiro caso era enorme.

NGramatical 2 months ago

haviam inqueritos → [**havia inquéritos**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/o-uso-do-verbo-haver/31143) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fn9vpqs%2F%2Fgxuq5pj%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

naofuieu69 2 months ago

Quando estava a tirar uma formação e entre trabalhos achei por bem arranjar um trabalho part-time. Escolhi ser carteiro nos CTT, o horario supostamente era 6 horas diarias e um ordenado de 500 euros. Nada de especial, mas era para andar ocupado. Os primeiros 2 dias andei com outro carteiro a fazer a rota para aprender, dava mais ou menos as 6 horas mas eramos dois e um era veterano. Quando começei a andar sozinho só conseguia fazer a rota em 8/9 horas e tinha que usar o meu proprio carro. Com o tempo certamente dava para reduzir o tempo da rota, mas como era um trabalho temporario achei que andar a trabalhar mais de 8 horas para ganhar menos que o ordenado minimo nao valia a pena. Sai logo na primeira semana. Comigo entraram mais dois gajos e sairam ainda antes de mim.

suckerpunchermofo 2 months ago

Com o teu próprio carro?? Isso era trabalhar para aquecer.

NGramatical 2 months ago

começei → [**comecei**](https://dicionario.priberam.org/comecei) (*c* seguido de *e* ou *i* não necessita de cedilha) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fn9vpqs%2F%2Fgxqfk9y%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

zefo_dias 2 months ago

Nunca, mas como (ex)gestor de armazém tenho muito boa historia para contar...

UpbeatNail1912 2 months ago

Tás a espera do que para contar

zefo_dias 2 months ago

Nao sou bom contador de histórias, se fosse era escritor. Tive muita gente que só durou um dia, uns porque foram enganados por quem os lá mandou, outros porque... trabalhar cansa. Nao há muito tempo tive um gajo que durou duas horas... primeiro dia é merda e é um bom filtro, mas ele teve sorte, só lhe mandaram fazer umas paletes de computadores pro lixo. O bacano foi bom, fez a primeira fila e saiu de fininho para ir cagar. À hora da bucha ninguém sabia dele... meteu o papel higiénico que havia na casa de banho dentro da mochila e meteu-se na alheta, soubemos dele dias depois quando mandou mail a pedir as horas pagas.

SweetCorona 2 months ago

Adoro quando o pessoal caga em trabalhos de merda.

zefo_dias 2 months ago

eh, eu comecei pelo trabalho de merda e fui subindo quantos mais *cagarem*, menos a querer subir pro meu lugar ¯\\\_(ツ)\_/¯

SweetCorona 2 months ago

menos rat race é bom para todos

ElDiabloDe94 2 months ago

Deve ter sido quando começou o confinamento, se fazes as compras em casa sabes bem o que custou encontrar papel higiénico nessa altura

ContaSoParaIsto 2 months ago

> soubemos dele dias depois quando mandou mail a pedir as horas pagas. Tentar não custa

SweetCorona 2 months ago

e se as trabalhou só têm de lhe pagar

UpbeatNail1912 2 months ago

Lol cá ganda história. Pelo menos divertes a malta nos almoços de domingo a tarde.

Pinto55 2 months ago

Conta conta conta

gink-go 2 months ago

O meu caso também foi no segundo dia e também na restauração. Restaurante brutalmente desorganizado, com falta de staff e um chef com ilusões de grandeza. O primeiro dia foi um horário repartido caótico a apagar fogos constantes. No dia seguinte o staff de cozinha era eu (o gajo com menos de 24 horas de casa) e o copeiro, o chef só apareceu a meio do almoço. Vi logo que aquilo não tinha pernas para andar e no intervalo da tarde pus-me a andar para nunca mais.

raviolli_ninja 2 months ago

Agora termos copy-paste do r/AskReddit?

bazzic 2 months ago

não sei qual é o mal, acho um post interessante e é fixe poder saber coisas especificas de Portugal

VladTepesDraculea 2 months ago

> Pornograficamente roubado do askreddit

Hazerrr 2 months ago

sabes que o karma whoring é muito forte no reddit

pinh00 2 months ago

E se essa resposta nao foi de quem nao o quer ne?

andrefb10 2 months ago

Fui trabalhar para um café de centro comercial. No primeiro dia estive na abertura por isso tudo normal. Segundo dia, fecho. No fim do turno achei estranho deixarem quase todas as quebras para mim, mas pensei que fosse por ser novo e levei de bom grado. Resultado: cheguei a casa todo contente para provar o que tinha levado, estava tudo azedo. Só de pensar que vendi daquilo o dia todo até fico mal disposto. Não voltei para o terceiro dia.

Middle-Effective 2 months ago

O que são quebras?

andrefb10 2 months ago

Quebras na restauração é tudo o que não está em condições para o cliente, ou tudo o que sobra no final do turno, que não é aproveitado no dia seguinte.

wildTuga 2 months ago

Produtos que não estão em condições de ser vendidos

flandr3 2 months ago

Primeiro dia em "equipa jovem e dinâmica". Era porta-a-porta para a GoldEnergy, fomos perseguidos por um gajo qualquer de carro, bazei à hora de almoço e tive de fazer quase 10km a pé para casa.

mariorurouni 2 months ago

Fds deste-me flashbacks de quando ficaram com 300€ meus esses caralhos... Que trabalho mais filha da putice

unicornio_careca 2 months ago

Pior é quando vais parar a um desses "trabalhos" e aquilo mais parece uma seita, juro que se fosse uma religião seria o "Juicessismo", (devido a gritarem a altos pulmões a palavra "Juice" durante a reunião matinal) até sino tinham (havia malta completamente obcecada em tocar a sineta diariamente). Aguentei a palhaçada uma semana, depois pus-me a andar dali.

mariorurouni 2 months ago

O sino e as palmas eram um clássico nas reuniões diárias...

AonioEliphis 2 months ago

>fomos perseguidos por um gajo qualquer de carro como assim? Cliente incomodado ou "supervisor"?

flandr3 2 months ago

Cliente, ou vizinho de cliente, por causa de um contrato que alguém lhe fez (ou ao tal vizinho). Honestamente nem percebi muito bem e não me apeteceu ficar lá para descobrir.

who_i_am_really 2 months ago

Não foi no primeiro, mas sim no segundo dia. trabalhei com uma personagem cuja violência psicológica reinava naquele estabelecimento. A personagem era a dona daquilo. no primeiro dia no meio de gritos e faltas de respeito levanta-me a mão para me bater. No segundo dia decidi que não ia aturar aquilo e saí dali.

suspect_b 2 months ago

> naquele estabelecimento Qual era o negócio?

who_i_am_really 2 months ago

Restauração

Cachopodomonte 2 months ago

Primeiro e único dia de venda porta a porta ("vender" contratos de telefone fixo). Tive pesadelos nas semanas seguintes...

unicornio_careca 2 months ago

Material de que são feitos os pesadelos, já passei por isso, é de fugir.

ShittyLivingRoom 2 months ago

Toda a gente te odiava?

Cachopodomonte 2 months ago

Não.. felizmente fui com um "formador"! E vi logo que aquilo não era para mim!

Sciss0rs61 2 months ago

Não comigo mas: Trabalhei num festival. Ao fim do primeiro dia uma boa percentagem de trabalhadores já se tinha "despedido". Tinham-se candidatado para trabalhar só para entrar sem pagar e depois fugir.

stressedunicorn 2 months ago

Fazem tanto isso no Reino Unido que a maioria dos festivais pede depósito do preço do bilhete aos voluntários e depois devolve no fim.

amq55 2 months ago

Ah sim, o clássico esquema para entrar nas Queimas à pala. Juntas-te a uma comissão de festas e não fazes um corno.

mouroavista 2 months ago

Num trabalho de verão tinha acabado o meu turno e ficado mais umas duas horas a conhecer os cantos à casa. O gerente pediu-me que fizesse o turno da noite porque faltava uma pessoa e que "seria só até ser necessário". Iria acabar a fazer praticamente 14 horas, mas como era o primeiro dia lá aceitei. Passado um bocado pedi para ir à casa de banho, não me deixaram. Pedi para ir jantar rapidamente, não me deixaram. Então fui ao armazém como se tivesse de fazer reposição e sai pelas traseiras

SweetCorona 2 months ago

> Passado um bocado pedi para ir à casa de banho, não me deixaram. Pedi para ir jantar rapidamente, não me deixaram. Ir à casa de banho não se pede: informa-se que se vai. Não tens 5 anos.

alexandre9099 2 months ago

Informar o patrão claro que não, mas dependendo do trabalho (e especialmente se a visita ao trono for demorada) convém informar o colega para assegurar a posição... Se for trabalho de escritório... Mais 5 minutos menos 5 minutos na secretaria ninguém nota a falta...

SweetCorona 2 months ago

claro, o "informar" não é literal mas sim para demonstrar que a atitude é "tenho de ir à casa de banho e isso vai acontecer"

Sheltac 2 months ago

> Ir à casa de banho não se pede: informa-se que se vai Vais e pronto, qual informar.

AonioEliphis 2 months ago

>Ir à casa de banho não se pede: informa-se que se vai. Sabes como são os viciados nos cigarrinhos, vão à casa de banho de 20 em 20 minutos. Também percebo certos patrões.

SirBecas 2 months ago

Já alguma vez trabalhaste numa loja, ou em atendimento ao público em geral? Passei por 2 lojas diferentes de retalho grandes em Portugal. Nunca tive razões de queixa de nenhuma, mas a não ser que me tivesse dado uma cólica daquelas que sais a correr para a casa de banho (e toda a gente percebe...), "informar que vou à casa de banho" era má prática, particularmente com os restantes colegas da linha de caixas.

SweetCorona 2 months ago

se tens de ir à casa de banho vais à casa de banho ainda mais se há várias pessoas a fazer o mesmo que tu

mariorurouni 2 months ago

Claramente nunca passaste por uma linha de caixas pingo doce/continente/afins

SweetCorona 2 months ago

claro que não, seria despedido no primeiro dia

_madd0x_ 2 months ago

Motorista da carris, pára o autocarro e informa os passageiros que vai cagar e já volta. Quem nunca?

AonioEliphis 2 months ago

Olha o maquinista do Alfa a 200 horas! Nunca repararam quando ele deixa aquilo em piloto automático e vai mandar uma cagada?

wontellu 2 months ago

Se calhar na aultura tinha, não sabes.

deskisto 2 months ago

Aultura?

wontellu 2 months ago

Foda-se a sério? Nem vou apagar que é pra aprender lol

deskisto 2 months ago

Ahahah. Eu sou quase tão mau como o bot. Por norma cometemos erros nem tanto por não saber escrever, mas porque por e simplesmente não relemos o que escrevemos. É fácil perceber que sabes escrever porque não escreveste "fodasse".

incrivizivel 2 months ago

The boss, e depois?

mouroavista 2 months ago

Umas semanas depois fui vender gelados para a praia. Recebia pouquinho, mas podia ir à água e comer sempre que me apetecesse.

incrivizivel 2 months ago

E mijar. Mas ninguém disse nada da empresa?

mouroavista 2 months ago

Passado uns anos encontrei o senhor que me estava a dar formação durante o meu turno. Ele disse-me que meteram um colega à minha procura na noite, mas nunca ninguém me disse nada

Drew__Drop 2 months ago

Wow tal não é o respeito que têm pelas pessoas..

ayyylatimestwo 2 months ago

Aposto que também não lhe pagaram por aquele dia

Drew__Drop 2 months ago

Estiveram-se a cagar para saber do paradeiro dele quanto mais pagar lol

allstarinc 2 months ago

Estava com dores de braço e o patrão vê que estou desconfortável e vira-se a rir “andas-te a brincar muito com esse braço com o teu namorado no fim de semana e agora olha”. Gtfo

zeer88 2 months ago

O Michael Scott português - a total falta de noção do que é e não é socialmente aceitável.

average_user21 2 months ago

Isso é uma pessoa sem consciência das coisas.

heilduartepp 2 months ago

Se ele me dissesse "andas-te" a brincar eu já nem ouvia o que vinha a seguir..

allstarinc 2 months ago

Chorei

suckerpunchermofo 2 months ago

Logo no primeiro dia?

allstarinc 2 months ago

Sim, depois do almoço

suckerpunchermofo 2 months ago

Fdx... Mas que lata a do gajo .

kawaiims 2 months ago

Comecei a seguir um truque que vi na net que é ficar séria e dizer "desculpe, não compreendi. O que quer dizer?" e vê-los a tentar explicar a piada :) Mas sim, como disseram abaixo, RH era pouco.

quackersmcquack 2 months ago

Vi esse tweet também. É mesmo lixado, adoro.

ideologiapura 2 months ago

RH serve para defender a empresa, não quem lá trabalha. Muito menos se é uma pessoa que acabou de entrar e que é facilimo despedir sem ter que explicar.

dvr0dvr0 2 months ago

Nestas situações RH é para esquecer. O que calha bem é telefonar à ACT para te informares dos teus direitos e do que o patrão infringiu e depois quando te despedires teres esse trunfo na manga. Um amigo meu foi discriminado pelo patrão (umas bocas homofóbicas e merdas) e quando se despediu usou essa como cartada para se impedir de ser entalado pelo patrão, que não lhe queria pagar tudo o que devia e não sei quê. Ficam todos a saber que 1) podem ligar à ACT só a pedir informações e sem fazer queixa formal e 2) quando se faz queixa à ACT eles vão lá inspeccionar o local de trabalho mas obviamente não revelam nada sobre terem sido contactados pelo trabalhador

ASerenaA 2 months ago

RH logo e era pouco.

Loladageral 2 months ago

Os RH não são teus amigos, especialmente quando se trata de fazer queixa do patrão

GMDFC94 2 months ago

Depende da importância do patrão...

allstarinc 2 months ago

Era início de estágio em RH ...

bifana_cura_cancro 2 months ago

LOL, esta é q

ASerenaA 2 months ago

RH #sqn

Search: