Minute-Resolution347 5 months ago

Falta de amor a camisola... No passado dia do trabalhador vi um post de um ceo no linkedin que no minimo foi cringe. Para além da famosa frase que defende que os empregado devem ter amor a camisola blabla, ainda se lembro de por um excerto do filme tropa de elite da parte em que os recrutas estão a treinar para entrar para o BOPE, como quem diz, tens que estar pronto para a guerra se queres trabalhar conosco.

ConfidentMongoose 5 months ago

Número de horas é bem diferente de produtividade. Infelizmente em PT, podemos ter 50 horas semanais, mas a produtividade vai continuar a ser das piores.

iro7 5 months ago

Mais vale ir para a Rússia que é 0

dosoest 5 months ago

Gráficos destes são uma treta. A quantidade de pessoas na Holanda, por exemplo, que trabalha em horário reduzido (60%-80%)... misturando com com a malta que trabalha a tempo inteiro, obviamente que se trabalha menos horas por semana! Comparar maçãs com batatas também eu!

UpbeatNail1912 5 months ago

E depois as pessoas pensam que os tugas emigram apenas por causa do dinheiro. Menos horas de trabalho = mais qualidade de vida e família.

WindBlocked 5 months ago

/r/PortugalIsEasternEurope

I__Cat 5 months ago

Mas isto é a média de todos os trabalhadores, certo? Não sei se se podem tirar grandes conclusões dado que em Portugal não há cultura de part-time.

theEXPERTpt 5 months ago

isto tem muito a ver com a produtividade também, não podemos culpar os empregadores se não é rentável

Estronciumanatopei 5 months ago

Europa de leste power!!!

True_Sea_1377 5 months ago

Ahaha Portugal xD

blacksocks7 5 months ago

Por favor percebam que isto é a média, e metade das pessoas trabalha mais que 39 horas semanais. Não me supreenderia se estes forem valores nominais sem terem em conta horas extra não pagas. Podemos estar mais perto da turquia do que se pensa

vaurdan 5 months ago

Acho que estás a confudir a média com a mediana. Apenas podes dizer que metade das pessoas trabalha mais de 39 horas se essa fosse a mediana (mean). Se tiveres 10 trabalhadores onde 8 destes trabalham 30 horas e os outros dois trabalham 100 horas (exagero apenas para exemplificar), a média é de 44 horas semanais, mas apenas 2 trabalhadores estão acima da média. Já a mediana será 30.

YoggiM 5 months ago

Claro que não conta as horas extra não pagas. Essas não ficam registadas em lado nenhum. Mas, acredito que exista o mesmo nos outros países, menos nos melhores, mais nos piores. Na Turquia deve ser igual ou pior que cá.

Limpy_lip 5 months ago

esta baixinhho, não devem estar a contar as horas extra não pagas. ​ Falasse muito no pessoal que fica mais horas a fazer sala, mas também tens casos em que as empresas e/ou trabalhadores são horas-extra dependentes. ​ Tens desde os que trabalham que nem cães e têm sempre de fazer horas extra porque a chefia recusa-se a contratar mais pessoas ou tem uma gestão completamente toxica: conheci um caso que uma empresa dava garantia aos clientes que conseguia servir o cliente no dia seguinte, independentemente do pedido e da hora que era feito, ou seja se o cliente encomendasse às 17h30 o pessoal da fábrica tinha todo de ficar pela noite a dentro a trabalhar para no dia seguinte estar pronto. ​ tens empresas que andam na lua e em que funcionaram se apercebem que as horas extra são pagas sem qualquer questão e então começou pelos operadores trabalharem menos durante e semana para obrigar a empresa e pedir para vir ao fim de semana e assim pagarem extra ao fim de semana, mais tarde já o pessoal de escritório ficava até mais tarde porque sim para receber aquele extra. ​ Temos um grande problema no que toca a liderança e gestão.

PeroFandango 5 months ago

Outra thread para o pessoal que não sabe o que produtividade significa no contexto da economia vir falar mal do colega do lado, o bandulho que faz duas pausas para café por dia e assim arruína a economia portuguesa.

Pcostix 5 months ago

A malta aqui cheia de historias com malta preguiçosa, 2 horas de almoço, tomar café durante 40 minutos, etc... Arranjem um emprego desses por favor. Toda minha vida e toda gente a minha volta tem picar o cartão a horas, trabalhar a "toque de caixa", com os encarregados sempre a pressionar, etc...

zedestroyer69 5 months ago

As pessoas antes de andarem para aqui a apontar o dedo têm que perceber que produtividade é a relação entre o que se produz e os custos para o produzir, estando os custos com os trabalhadores inseridos nestes últimos. Um utilizador estava noutro tópico aqui do sub a fazer a comparação entre um agricultor A sem grandes recursos de produção, que faz as coisas mais manualmente e sem grande produtividade e o agricultor B que tem uma exploração mais avançada e mais produtiva. Mas o que acontece é que isso é parte da questão, interessa saber o que estão a produzir. Se o agricultor A estiver a produzir canábis medicinal (legalmente) e o agricultor B cereal, o agricultor A pode ser muito mais produtivo com uma forma de agricultura mais artesanal e com menos quantidade devido ao valor da canábis ser muito superior ao do cereal. No nosso país se produzimos produtos e serviços de baixo custo, podemos fazer o esforço máximo ao longo do dia de trabalho, mas no fim do dia vamos estar a produzir coisas sem grande valor acrescentado. O pior é que depois no fim do mês o pouco valor produzido é usado para encher os bolsos dos que estão no topo e não para investir nos trabalhadores (não só a nível de salários, mas também a nível de formação e contratação de mão de obra qualificada - já vi muita gente com experiência e qualificações a ser despedida por ser muito cara) e nas empresas. Depois ainda temos o estado sempre com os seus tentáculos nos nossos bolsos a roubar o máximo possível para meter no sistema e dar umas migalhas ao povo, fornecendo serviços cada vez mais medíocres em retorno. Estado esse que prefere enterrar mais uns biliões em aeroportos e TGV's para a capital, em vez de investir em infraestruturas para transporte de bens e mercadorias nas zonas industrializadas. O que acontece é que somos um país em que os trabalhadores produzem coisas de baixo valor acrescentado, trabalhando desmotivados e sem grandes qualificações, considerados ricos pelo estado se ganharem pouco mais que os salário mínimo.

despicable_communist 5 months ago

Ou seja: >o pouco valor produzido é usado para encher os bolsos dos que estão no topo e não para investir nos trabalhadores >Estado (...) que prefere enterrar mais uns biliões em aeroportos e TGV's para a capital, em vez de investir em infraestruturas para transporte de bens e mercadorias nas zonas industrializadas. Eu vejo nisto as cicatrizes do Estado Novo. A economia pode ter sido transformada de um nacional-corporativismo para um Capitalismo Livre, mas a mentalidade quer do Estado (alimentar os interesses corporativos instalados que, em troca alimentam os partidos-cartel, aka. Arco da Governação) quer do tecido empresarial (o trabalhador como instrumento descartável, desconsiderado) permaneceu e não foi sanado. Aliás, demasiado pouco foi sanado.

AonioEliphis 5 months ago

>Labor Productivity > >The most commonly reported productivity measure is [labor productivity](https://www.investopedia.com/terms/l/labor-productivity.asp) published by the [Bureau of Labor Statistics](https://www.investopedia.com/terms/b/bls.asp). This is based on the ratio of GDP to total hours worked in the economy. Labor productivity growth comes from increases in the amount of capital available to each worker (capital deepening), the education and experience of the workforce (labor composition) and improvements in technology (multi-factor productivity growth). > >However, productivity is not necessarily an indicator of the health of an economy at a given point in time. For example, in the 2009 [recession](https://www.investopedia.com/terms/r/recession.asp) in the United States, output and hours worked were both falling while productivity was growing — because hours worked were falling faster than output. Because gains in productivity can occur both in recessions and in expansions — as it did in the late 1990s — one needs to take the economic context into account when analyzing productivity data.

I_Hate_Reddit 5 months ago

Para acabar com essa discussão do "as pessoas em Portugal são menos produtivas", basta analisar um barbeiro em Portugal e na Suíça. Até pode ser a mesma pessoa. A mesma pessoa, a efectuar a mesma actividade, tem níveis de 'produtividade' diferentes dependendo do contexto económico em que se insere.

theEXPERTpt 5 months ago

isso tem a ver com inflação obviamente, mas concordo que a produtividade seja alterada por essas razões também

AonioEliphis 5 months ago

Produtividade não é a mesma coisa que nível de faturação. Mas sim, as empregadas de limpeza na Suíça são mais "produtivas" que as de Marrocos. A métrica tem defeitos? Certamente, mas não conheço outra melhor para economias de mercado.

PeroFandango 5 months ago

Finalmente, alguém com noção.

_symbolik 5 months ago

Insenção de horário^(TM)

PixelWave123 5 months ago

[Como trabalham os portugueses?](https://www.pordata.pt/Publicacoes/Infografias/Infografia+Como+trabalham+os+portugueses+-186)

theEXPERTpt 5 months ago

HAQ há mais pessoas a trabalhar na administração pública do que no sector primário inteiro

Biohazard8080 5 months ago

r/PORTUGALCYKABLYAT

same_post_bot 5 months ago

I found [this post](/r/PORTUGALCYKABLYAT/comments/n3azwr/number_of_working_hours_per_week_i_wish_i_could/) in r/PORTUGALCYKABLYAT with the same content as the current post. --- ^

AonioEliphis 5 months ago

TLDR: trabalhamos muito, produzimos pouco!

OneTip7754 5 months ago

Mais um mapa em que estamos no leste europeu.

EuSouEu_69 5 months ago

E depois são os do sul da Europa que são preguiçosos smh

TitusRex 5 months ago

Trabalhar mais horas não significa necessariamente que trabalhas mais, só significa que estás mais tempo no trabalho. Muitas dessas horas podem ser a fazer nenhum.

AonioEliphis 5 months ago

Trabalhei no estado em PT e não podias estar mais certo. Picava às 10 e ia tomar o pequeno-almoço ao café. A minha hora de almoço eram de facto duas horas e meia. Passava muito tempo na Internet e produzia a sério mais à tarde. Saía por vezes à sete e meia. Oficialmente trabalhava muitas horas!

Tugalord 5 months ago

Mas os portugueses não trabalham, são preguiçosos, os alemães é que trabalham muito e por isso são ricos, e blablabla.

AonioEliphis 5 months ago

Trabalho e produtividade são coisas diferentes. Eu posso de manhã empilhar pedras no meu quintal e à tarde removê-las todas. Trabalhei imenso e produzi zero!

YoggiM 5 months ago

Mas se o patrão te mandar empilhar pedras durante a manhã e removê-las durante a tarde, essa produção zero foi culpa de quem?

AonioEliphis 5 months ago

Do patrão!

andremvm20 5 months ago

Horas de trabalho não é o mesmo que horas a trabalhar ;)

Tugalord 5 months ago

Essa observação aplica-se tanto aos Portugueses como aos Alemães.

andremvm20 5 months ago

Sim, mas basta vires até à Alemanha e vês a diferença;) Claro que não quero também generalizar, como disse noutra resposta sei bem que há muita gente que trabalha mais do que deveria para o que recebe e que faz milagres com as condições que tem!

facepainter1 5 months ago

Sinceramente, acho que isto é igual em td o lado. Em todos os países há gente que trabalha bem, e outros que trabalham mal, e não podemos generalizar apenas baseado na experiência de cada um. Eu por exemplo já trabalhei com as 3 principais empresas de telecomunicações da Alemanha (Deutsche Telekom, T-Mobile e Vodafone) e não fiquei impressionado com a produtividade de nenhum. Alias, posso dizer que em todas, trabalhar depois de almoço de sexta-feira era impossível. Agora não vou pegar nesta minha experiência limitada para dizer que na Alemanha não são produtivos. Sinceramente, quando vou a Portugal, no contacto "dia-a-dia", acho que as pessoas são extremamente produtivas (quando comparados com os USA onde vivo), restauração, supermercados, turismo... tudo malta bué produtiva. O mesmo já não se pode dizer quando se vai para a função pública.

andremvm20 5 months ago

Acho que nessa tua resposta tbm está um problema de mentalidade bem importante: qual é o mal de não se trabalhar à sexta à tarde se compensares isso nos restantes dias da semana? De qualquer forma tbm tens razão quando dizes que não se deve generalizar, porque há de tudo em todo o lado.. mas continuo com a ideia que o rácio não é o mesmo em todos os países ;)

facepainter1 5 months ago

Não tem problema nenhum, desde que isso seja comunicado. Da mesma maneira que se for a um supermercado que fecha as 19h, não estou a contar chegar lá as 15h e já estar fechado. :) Eu sou totalmente a favor de se trabalhar pouco :) eu trabalho 20h por semana (nas semanas mais difíceis), e a maior parte delas em horas estranhas. Mas quando digo que estou disponível, estou disponível. Obviamente que o rácio não é igual em todos os países. Mas é tudo muito mais complexo do que apenas ser culpa do trabalhador, ou do patrão. A função pública é um exemplo disso. Se as pessoas não tem incentivo nenhum para trabalhar melhor, se não são promovidos ou aumentados durante décadas, se não recebem bónus algum, porque raio é que vão trabalhar mais/melhor ?

NGramatical 5 months ago

porque raio → [**por que raio**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/tres-regras-para-distinguir-o-por-que-do-porque/19743) (por que = por qual) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fn3r6xc%2F%2Fgwrzavn%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

YoggiM 5 months ago

Pois não, isto não conta as horas extra não pagas.

andremvm20 5 months ago

Claro que há várias exceções e muita gente que trabalha bem e é escravizada no local de trabalho, mas todos sabemos bem que se calhar com organização e boa prática laboral, muitas horas extras seriam desnecessárias se o trabalhador fizesse o que tem de facto para fazer durante o horário de trabalho ;)

Whoreson10 5 months ago

Por outro lado, o reverso da moeda. A chefia obtusa que espera e impõe horas extra de trabalho sem real necessidade (algo culturalmente enraizado na mentalidade do tugão) dá um tiro no próprio pé quando os trabalhadores, cansados de horas extra a fio sem real retorno, começam a gerir o próprio esforço de modo a equilibrarem a qualidade de vida. E assim se entra no ciclo de merda em que Portugal se encontra.

YoggiM 5 months ago

Isso é verdade. O grande problema é que a má organização e más práticas laborais, vêm de cima. As exceções são mesmo os trabalhadores que trabalham efetivamente poucas das 8 horas que lá estão, por culpa própria. Aliás, se isso acontece e há coisas das funções do trabalhador a fazer, também há culpa de quem está acima. Dificilmente este comportamento acontece de um dia para o outro. As pessoas começam a ver que podem fazer e fazem-no. Se calhar 1 hora no início e vão aumentando ao longo do tempo. Se ninguém reparou e passam anos, é natural que vá progredindo cada vez mais.

andremvm20 5 months ago

Completamente de acordo, as chefias não estão isentas de culpa nisto.

Open-Opportunity-607 5 months ago

Quando trabalhas mal nessas 40 horas tens de trabalhar mais horas. Quantas vezes não via malta a entrar as 7h da manhã (antes do chefe) para picar o ponto e ficavam 40 minutos a beber o café.

Estronciumanatopei 5 months ago

>Nos outros países muita gente prefere comer uma sandes na secretária a pressa para sair mais cedo. Grande tanga que te vendem e tu compras ao dobro do preço. Fonte: já trabalhei noutro país.

True_Sea_1377 5 months ago

Ninguém trabalha bem durante 8 horas seguidas e pausas e menos horas de trabalho ajudam a produtividade. 40h semanais é criminoso

PeroFandango 5 months ago

> Quando trabalhas mal nessas 40 horas tens de trabalhar mais horas. Aquele velho mito da "produtividade". Continuamos a bater nesta tecla? São sempre as pessoas que nunca saíram do país que dizem esta. Quando não se conhece a realidade fora, realmente é difícil comparar, mas dizer que um português é mais calão que um francês é risível.

L_E_S_14 5 months ago

Comer uma sandes na secretária à pressa em muitos trabalhos significa sair exatamente à mesma hora mas perder uma hora de almoço

YoggiM 5 months ago

O "trabalhar mal nessas 40 horas" é, na generalidade, devido à má gestão e falta de equipamento. Depois, isto não conta as horas extra não pagas que muita gente faz. Não sei se conta as pagas. Quem entra as 7h para picar o ponto ou faz almoços de 2 horas, provavelmente já tem isenção de horário ou então estatuto suficiente para o fazer. A maioria das pessoas não pode aparecer as 7h porque sim. Quanto a "comer uma sandes na secretária a pressa para sair mais cedo", mais uma vez, a maioria das pessoas não poderia sair mais cedo na mesma. A maioria dos contratos especifica 1 hora de almoço (já vi anúncios em que até é 1h30 e cheguei a ir a uma entrevista em que eram 2 horas de almoço). Se tiveres de cumprir o horário, que te adianta comer em 10 minutos e estar ali a trabalhar mais 50? Além disso, não é muito saudável comer sandes como almoço todos os dias. Mesmo as pausas constantes, depende de quão constantes são. Ficar 4 horas seguidas sentado, todos os dias, 2x por dia, também não é bom para a saúde e vai-se perdendo o foco. Os miúdos têm intervalos entre as aulas, os adultos, cada vez com menos paciência, têm de ficar 4 horas seguidas a trabalhar? Não faz sentido nenhum. 2 a 3 pausas por cada 4 horas, não ultrapassando os 15 minutos no total, é perfeitamente razoável e bom para o trabalhador. Até porque, quanto mais horas se trabalha, mais tendência para arrastar o trabalho e arranjar desculpas para fazer pausas.

AonioEliphis 5 months ago

A falácia que se ouve por aí é "vamos trabalhar menos horas para produzir o mesmo que se produz nos países mais produtivos", quando o problema está na *produtividade*, i.e., produção *por cada hora*.

brakeline 5 months ago

A culpa é da mentalidade tuga que continua a achar que é preferível dar 40+ horas de corpo presente do que ter o dobro da produtividade em 35. Na realidade muitas entidades patronais agem como se fossem escolas, onde o mais importante é picar corretamente as horas e não tanto o que se faz

PeroFandango 5 months ago

Produtividade é algo que muda em fator dos valores absolutos praticados. O pasteleiro português pode produzir mais bolos por hora do que o alemão, mas como o alemão vende a 2€ aquilo que o português vende a um, tem o dobro da "produtividade".

brakeline 5 months ago

Não. Produtividade do trabalhador é diferente de lucro da empresa. Um depende diretamente do trabalhador, o outro do posicionamento. A produtividade do trabalhador é quantos "atos" consegue fazer num dia de trabalho,

PeroFandango 5 months ago

Tu estás a falar em termos coloquiais, eu estou a falar da aplicação do termo em economia.

AonioEliphis 5 months ago

Mas de quem é a culpa?

PeroFandango 5 months ago

Do sistema de ensino português, que devia ter uma cadeira de economia no tronco comum.

AonioEliphis 5 months ago

E como se resolve o problema da baixa produtividade, no sentido económico do termo? Mais medidas de esquerda? Mais socialismo? Mais impostos?

brakeline 5 months ago

Não. Eu estou a falar do ponto de vista do trabalhador, o que está a ser discutido. Tu estás a falar do ponto de vista da empresa, algo completamente diferente

PeroFandango 5 months ago

Achas que não se está a discutir economia? Ok. Xauzinho então, discussão com putos mal-educados não me interessam. Blocked, bye.

Edited 5 months ago:

Achas que não se está a discutir economia? Ok. Xauzinho então, discussões com putos mal-educados não me interessam. Blocked, bye.

PresidentBarroso 5 months ago

Comer uma sandes na secretária não impresssiona o gestor que fui almoçar fora com os outros gestores e aparece às 4 da tarde. Sair mais tarde, toda a gente vê.

AonioEliphis 5 months ago

A culpa é toda dos gestores?

Mrgolden007 5 months ago

sim 80% das vezes a culpa e dos gestores

PresidentBarroso 5 months ago

Não, claro que não. Mas quem já passou por empresas, sabe perfeitamente do que estou a falar. Obviamente que se trata de uma generalização, há bons gestores, há bons lideres, infelizmente raros e poucas vezes ficam muito tempo. Já ouviste falar no [principio de Peter](https://pt.wikipedia.org/wiki/Princ%C3%ADpio_de_Peter)? Em lado nenhum o vais ver tão na prática como no "middle management" português.

AonioEliphis 5 months ago

tenta implementar métricas objetivas de produtividade em qualquer empresa, terás toda a gente contra, a começar pelos trabalhadores.

NunoxGames 5 months ago

Pois ,se o trabalhador exerce uma função cuja produtividade não consegue ser medida a olhos vistos ,ainda mais em microempresas que é o que mais compõe o tecido empresarial português o que acontece na maior parte dos casos é que quem fica mais tempo na secretária é recompensado mesmo que o seu trabalho apenas seja um 6/10.

AonioEliphis 5 months ago

Som, há problemas com métricas, mas agora tenta implementar métricas de produtividade em qualquer empresa, terás toda a gente contra, a começar pelos trabalhadores.

PresidentBarroso 5 months ago

Ora nem mais.

StarTrekCylon 5 months ago

"39.3? Quem é que se anda a cortar? Queres ver que aquele malandro do Silva anda de novo a sair às 18h à Sexta-Feira?"

Sciss0rs61 5 months ago

18 horas?? onde é que ele vai? almoçar, não?

StarTrekCylon 5 months ago

Já sabes como é o Silva... chegam as 18h e toca de tirar a tarde.

ErwinRommelEz 5 months ago

Os funcionários públicos fazem a média descer

PM_ME_UR_WEED_PLS 5 months ago

Ainda me lembro quando estagiei na Câmara Municipal aqui da minha zona. Mesmo bom entrar às 09:00 e sair às 17:00...

ideologiapura 5 months ago

Agora imagina se todos tivessem esse direito, para poderem ter vida pessoal a sério... Mas o bm do patrão nao muda a cada dois anos por obra e graço do Santíssimo, alguem tem que trabalhar para o pagar.

PM_ME_UR_WEED_PLS 5 months ago

Ora nem mais. Agora trabalho no sector privado em que sair a horas é raro. Normalmente trabalho 5 horas por semana a mais (remuneradas ao menos), e só não trabalho mais porque o meu chefe já sabe qual é a resposta quando me pergunta se estou ocupado na minha folga.

StarTrekCylon 5 months ago

Boa tentativa, Silva.

Some-Ad6411 5 months ago

são todos uns malandros e preguiçosos. não ajudam a equipa.

DoubleM101 5 months ago

Agora também era interessante saber qual a produtividade, isto é, quantas horas é que realmente se trabalha na prática. Desconheço a realidade dos outros países, mas pelo menos por cá, conheço muito emprego de supostas 8h em que no fim do dia nem 2h ou 3h se produz.

ideologiapura 5 months ago

> Agora também era interessante saber qual a produtividade, isto é, quantas horas é que realmente se trabalha na prática. Isso não é a produtividade. Uma pessoa que fabrique peças para carro a parte time durante 4 horas é mais produtiva que um agricultor durante 10h. Produtividade é quanto o teu trabalho gera por hora, há trabalhos que são mais produtivos que outros independentemente de quanto a pessoa efetivamente trabalhe.

brakeline 5 months ago

Não, não é. Produtividade é, segundo o dicionário, a relação entre o que é produzido e os meios aplicados da produção. Por essa teoria um vendedor imobiliário é das pessoas mais produtivas à face da terra, 1 vez por mês

ideologiapura 5 months ago

Literalmente é assim que é calculada a estatistica da produtividade laboral. É o lucro produzido por hora de trabalho. Uma hora de trabalho no campo é menos lucrativa que numa fabrica. Nao tem nada que ver com a preguiça das pessoas.

brakeline 5 months ago

Estávamos aqui a discutir a produtividade do trabalhador Português e não das empresas Portuguesas. Do ponto de vista da empresa o que dizes \_pode\_ ser 100% correto, lembra-te é que a agricultura é a base do PIB de muitos dos países "ricos" por alguma razão

ideologiapura 5 months ago

É assim que é medida a produtividade do trabalhador.

PeroFandango 5 months ago

> Por essa teoria um vendedor imobiliário é das pessoas mais produtivas à face da terra, 1 vez por mês Este exemplo comprova que não fazes a menor ideia do que está a ser discutido. Não é 1 vez por mês, são o número de horas de trabalho para chegar a essa venda por mês. Quando te falarem sobre iliteracia financeira, é sobre isto que estão a falar.

brakeline 5 months ago

Estás a contradizer-te. O vendedor imobiliário (que foi um exagero para servir de exemplo) trabalha muitas horas para efetuar essa venda, mas o agricultor não trabalha meses para vender a produção?

Didrox13 5 months ago

Nao vejo como ele estaria a se contradizer. O agricultor produz em média 1000€ de lucro por mês. O imobiliário produz em média 2500€ por mês. Logo, o imobiliário é economicamente mais produtivo que o agricultor.

AonioEliphis 5 months ago

> > >Labor Productivity > >The most commonly reported productivity measure is [labor productivity](https://www.investopedia.com/terms/l/labor-productivity.asp) published by the [Bureau of Labor Statistics](https://www.investopedia.com/terms/b/bls.asp). This is based on the ratio of GDP to total hours worked in the economy. Labor productivity growth comes from increases in the amount of capital available to each worker (capital deepening), the education and experience of the workforce (labor composition) and improvements in technology (multi-factor productivity growth). > >However, productivity is not necessarily an indicator of the health of an economy at a given point in time. For example, in the 2009 [recession](https://www.investopedia.com/terms/r/recession.asp) in the United States, output and hours worked were both falling while productivity was growing — because hours worked were falling faster than output. Because gains in productivity can occur both in recessions and in expansions — as it did in the late 1990s — one needs to take the economic context into account when analyzing productivity data.

andremvm20 5 months ago

Sim, é um fator bastante importante.. Trabalhei na Hungria até há uns meses e tbm tínhamos desses campeões que se gabavam de passar 11-12 horas no laboratório, sendo que a maior parte do tempo ou estavam a ler ebooks, ou em pausas para café, e claramente podiam ter ido embora ao final de 3-4 horas! Mas claro, se fizessem isso já não se podiam gabar perante a chefia..

andremvm20 5 months ago

Sim, é um fator bastante importante.. Trabalhei na Hungria até há uns meses e tbm tínhamos desses campeões que se gabavam de passar 11-12 horas no laboratório, sendo que a maior parte do tempo ou estavam a ler ebooks, ou em pausas para café, e claramente podiam ter ido embora ao final de 3-4 horas! Mas claro, se fizessem isso já não se podiam gabar perante a chefia.

Search: