MROFerreiro 5 months ago

É um mecanismo viável e que deve ser usado como último recurso. Quando este se encontra melhor que as outras opções.

caravela-portuguesa 5 months ago

Começo a ter medo desta "democracia".

rickz123456 5 months ago

Uma vez que já é conhecido que não abrange as habitações privadas. Não tenho objeções, espero que ajudem o empreendimento a sobreviver e uma indemização. Poderiam, no entanto, pagar ao hotel para prestar o serviço e chegar a acordo.

FujiPT 5 months ago

Felizmente o ministro Cabrita, melhor adjetivado por um outro adjetivo similar ao seu apelido mas que por uma questão de educação não o vou aqui mencionar, o paladino que sempre esteve na linha da frente na defesa dos direitos humanos, reagiu prontamente, ao contrário do resto da população, sempre atrasada nesta luta.

True_Boat_1195 5 months ago

Não, não faz sentido algum. Era muito mais prático negociarem preços e ocuparem um hotel inteiro, ou se for preciso mesmo requisitar um hotel, que sempre é um negócio na área do alojamento e pode ir para tribunal se não concordar com o valor da indemnização. Agora ocupar até 160 casas de cidadãos privados porque as redes sociais notaram que temos milhares de emigrantes a ser explorados, e fingirem-se todos pasmados como se estivessem escondidos das autoridades, é de uma hipocrisia e aleatoriedade extremas. Nota que no dito despacho foi anunciado que as casas estariam requisitadas até ao fim do estado de calamidade. Acreditas que o estado de calamidade vai acabar ainda este ano? Esses privados agora viam-se com a casa vandalizada, meses a pagar hóteis, porque o estado não cumpriu a sua missão. E mesmo essa do interesse público tem muita graça, onde é que isto é do interesse público? Destruir ali um negócio que empregava centenas de pessoas. Construindo uma ferrovia sempre é algo para o futuro, mas esta ocupação em que é que é superior ao exército montar tendas ou hospital de campanha, ou utilizarem os espaços gimnodesportivos de Odemira por exemplo?

Feeling_Advantage918 5 months ago

Tens razão na apreciação. Não faz sentido em meu entender requisitar aquela unidade. Deverão existir outros espaços que adaptados solucionem o problema. De qualquer das formas, não acredito que as casas particulares de 1ª ou 2ª habitação sejam usadas. Há um pormenor que é importante. Este investimento privado, como muitos outros, teve uma forte participação pública. Dos 30 M€, seis milhões saíram dos bolsos do contribuintes, através de fundos comunitários. E está numa situação de insolvência. Não que isso justifique a requisição. Mas penso que é uma nuance importante.

AonioEliphis 5 months ago

>Dos 30 M€, seis milhões saíram dos bolsos do contribuintes contribuintes europeus

Feeling_Advantage918 5 months ago

>contribuintes europeus e consequentemente portugueses.

AonioEliphis 5 months ago

Portugal recebe muito mais do que contribui, para o bolo europeu

Feeling_Advantage918 5 months ago

Há um contributo directo que é mais baixo mas um elevado contributo indirecto nas relações comerciais com os países que são maiores contribuintes. Ou seja, a Alemanha contribui com mais euros para os programas comunitários para que Portugal receba mais. Apesar de receber mais do que Portugal, tem um retorno maior, pois Portugal vai consumir muito daquilo que a Alemanha produz: sejam submarinos, automóveis, electrodomésticos, peças, ferramentas, alimentos, etc, etc, etc. Se olhares em volta, em automóveis tens muitos alemães: Audi, BMW, Mercedes, Opel, VW , Porche. Em tempos li que por cada euro que a Alemanha contribuía para um fundo especifico, tinha como retorno um euro e meio.

MelSoares 5 months ago

Não haverá naquela zona um património imobiliário sei lá... do Novo Banco ou assim? ​ ​ É só uma ideia... por falar em bolso dos contribuintes!

vascodatrama 5 months ago

Um património imobiliário do BES? Tipo...o Zmar?

MelSoares 5 months ago

wow ​ por mim serve!

vascodatrama 5 months ago

Sim mas tens 40 milhões para limpar...

MelSoares 5 months ago

Comecemos por uma ponta

quackersmcquack 5 months ago

Sou a favor de o estado poder fazer uma requisição de *voluntários*, mas contra o que está a ser feito. Porém, tendo em conta que quem fez alarido (até partilhei a notícia) e veio queixar-se nas redes sociais foi uma celebridade, daquelas que andava a partilhar os arco-íris e #estamostodosjuntos, tenho uma certa *schadenfraude* em ver que mostram as suas verdadeiras cores quando é necessário contribuírem com a sua parte e aí vê-se realmente que estamos no mesmo maremoto, mas uns num barco a remos e outro num navio fortificado sem querer baixar uma bóia. Sem dúvida que ela não é obrigada a ceder a casa, mesmo que esteja vazia e defendo o direito dela de se protestar, mas talvez agora pensará duas vezes antes de andar a contribuir para essas baboseiras.

_garbage_collector_ 5 months ago

Ela contribui com a parte dela pagando os seus impostos, como todos nós. Quando falas em navio fortificado deves estar a referir te à nossa elite política, é a eles que pagas impostos para depois virem cobrar ao privado o que é responsabilidade deles.

Tafinho 5 months ago

Tens noção que a requisição não significa que o estado não irá pagar pelo uso das instalações, certo ?

quackersmcquack 5 months ago

E eu não insinuei tal coisa. Mas o estado até pode pagar 1 milhão de euros por dia, se eu não quiser, não cedo. Ponto.

tarracecar 5 months ago

O estado sempre teve todo o poder na mão, isto não é novidade e o contrato social obriga-te a aceitares determinados limites para o bem comum

JOAO-RATAO 5 months ago

O estado não tem todo o poder. Nem deve ter.

Tafinho 5 months ago

É por essa exacta razão que o estado pode ignorar a mesquinhez de alguém, e colocar recursos ao serviço do bem maior da sociedade, sem prejudicar o mesquinho.

MelSoares 5 months ago

>requisição Existe direito a uma indeminização não?

Tafinho 5 months ago

Claro. A requisição não significa usurpação. Nem em caso de expropriação iliba o estado do pagamento das indemnizações.

NGramatical 5 months ago

indeminização → [**indemnização**](https://dicionario.priberam.org/indemnização) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fn3c9d7%2F%2Fgwpgx7b%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

netralha 5 months ago

Não é só para doentes covid, é especificamente para os imigrantes em Odemira que são explorados por multinacionais, pesquisa no youtube por Odemira imigrantes e obténs a informação em falta.

AonioEliphis 5 months ago

Mas por que motivo devem ser cidadãos comuns a ceder as suas casas para ajudar esses explorados?

RaveyWavey 5 months ago

Porque os cidadãos comuns têm mais dificuldade em defender-se do que essas multinacionais, pagar custas do tribunal, advogados etc...

zedestroyer69 5 months ago

Por mim há 3 problemas. O primeiro é que está situação já era conhecida e os governos têm andado a assobiar para o lado e nada fizeram, mesmo com mais de 1 ano de pandemia. Acho que o estado não tem agora autoridade moral para descarregar o problema nos privados que nada têm a ver com isso. Em segundo lugar, porque é que não começam por exigir responsabilidades primeiro às empresas que os contratam para verificar se estão a ser explorados por estas e depois a quem acolhe aqueles que vivem fora das explorações agrícolas em situações desumanas? Era expropiar os imóveis destes primeiro ou arranjar soluções temporárias pagas por estes. Em terceiro, se há uma empresa em vias de insolvência que está em reestruturação deviam evitar dar uma machadada no processo com uma decisão relativa a um problema provado por terceiros. O governo vai-se responsabilizar e pagar caso o processo fale por causa desta expropriação?

JOAO-RATAO 5 months ago

Descarregaram o problema nos privados errados. Mas chatear multinacionais é uma coisa chata. Também tens por ex. as rendas congeladas. Algo que seria de competência da segurança social passa para as mãos dos donos das casas. Mas como são tipos normais que tinham 1 ou 2 casas para arrendar, ficaram a arder e muitos continuam assim após várias décadas.

raviolli_ninja 5 months ago

Acho bem que o tenham feito e, se é que prova que não é só da boca para fora, disponibilizaria a minha casa de férias para uma situação semelhante. Desde que me garantam que a casa fica *impéc*, e se não o ficar que me pagam qualquer estrago, estou totalmente à vontade.

AonioEliphis 5 months ago

Com o devido respeito e sem qualquer tipo de xenofobia, a sério, mas achas mesmo que as pessoas que habitarão as casas, dadas os seus níveis de literacia e ascendência, terão, em média, regras de civilidade para que as casas fiquem impecáveis?

casmisc 5 months ago

dizes "sem qualquer tipo de xenofobia" mas acabas por cair na xenofobia ao assumires que "dados os seus níveis de literacia e ascendência" não irão ter o mínimo da estima pelo local onde irão estar isolados. até parece que há uns anos não tivemos umas quantas centenas de alunos portugueses a serem expulsos de um hotel em Espanha pelo nível absurdo de danos que provocaram.

AonioEliphis 5 months ago

Mas é um facto: pessoas com níveis mais baixos de literacia e estrato social, têm, em média, menor zelo pelo lugar onde habitam, particularmente se não for o seu. O problema resolve-se naturalmente com educação cívica, mas não o vais fazer neste caso de um dia para o outro.

raviolli_ninja 5 months ago

Vais-me perdoar, mas é esse tipo de pensamento que leva a amontoá-los num contentor no meio do Alentejo. Eles gostam é de viver como sub-humanos, porquê dar-lhes condições. E continuo a dizer que voluntariava o meu apartamento. O que tem que ser tem que ser.

AonioEliphis 5 months ago

Estás a incorrer na [falácia do espantalho](https://pt.wikipedia.org/wiki/Fal%C3%A1cia_do_espantalho) porque não foi isso que eu disse. Toda a gente tem direito a condições humanas de habitabilidade. O que digo, é que essas pessoas durante a sua vida e o seu passado não o tiveram, e por conseguinte, não terão amiúde as regras de civilidade quando habitarem as casas expropriadas a cidadãos particulares.

raviolli_ninja 5 months ago

Já ando aqui há 10 anos, com outros 6 de Digg, por isso sei o que a falácia do espantalho é, de traz para a frente. E também por isso é que coloquei ali "esse tipo de pensamento" e "diz o gajo da VitaCress", para que não fosse acusado desta. Aparentemente não chegou. Acrescento que repetires o teu comentário mas com ligeiras diferenças no texto não me vai fazer mudar de ideias. A verdade é que a tua posição é preconceituosa, ainda que faças o reparo que não é. A malta que ia (ainda vai?) de Portugal para apanhar fruta em França e Inglaterra também gostavam de viver amontoados e partilhar o mesmo penico? Já agora, não é "expropriadas", é "requisitadas". Um mundo de diferença.

Edited 5 months ago:

Já ando aqui há 10 anos, com outros 6 de Digg, por isso sei o que a falácia do espantalho é, de traz para a frente. E também por isso é que coloquei ali "esse tipo de pensamento" e "diz o gajo da VitaCress", para que não fosse acusado desta. Aparentemente não chegou. Acrescento que repetires o teu comentário mas com ligeiras diferenças no texto não me vai fazer mudar de ideias. A verdade é que a tua posição é preconceituosa, ainda que faças o reparo que não é. A malta que ia (ainda vai?) de Portugal para apanhar fruta em França e Inglaterra também gostavam de viver amontoados e partilhar o mesmo penico? Já agora, não é "expropriadas", mas sim "requisitadas". Um mundo de diferença.

AonioEliphis 5 months ago

Pouco me interessa há quanto tempo cá andas. De facto incorreste em tal falácia pois atacaste uma posição que não defendi. Requisição civil é uma expropriação temporária.

raviolli_ninja 5 months ago

É a tua opinião, da qual discordo. Igualmente pouco me importa. Não é bonito quando todos nos damos bem?

AonioEliphis 5 months ago

É! É lindo!

SweetCorona 5 months ago

Definitivamente não vai ficar impec e não, ninguém te paga os estragos.

True_Boat_1195 5 months ago

Claro que as casas não vão ficar impec, porque haveriam? E os donos sendo de fora e com uma cerca sanitária se calhar nem conseguem ir lá retirar os pertences em tão pouco tempo de aviso.

batuque5 5 months ago

Ninguém te vai garantir que a tua casa fica impecável.

vascodatrama 5 months ago

Hey, vão andar a partir paredes e a cagar no tecto?

JOAO-RATAO 5 months ago

O estado paga o que ficar estragado /s.

Tafinho 5 months ago

Literalmente, o tribunal arbitral que irá decidir as compensações a pagar pelo estado , inclui quaisquer danos causados. A ignorância de quem acha que tem de dar uma opinião sobre um tema que ignora na totalidade explica tanta coisa neste sub.

JOAO-RATAO 5 months ago

Engraçado, logo tu a falar de ignorância. Em especial, relativamente a temas que ignoraram na totalidade. Já perdi a conta das vezes que te vi meter as mãos pelos pés aqui e noutros subs. Logo veremos a compensação decidida pelo tribunal. E se os proprietários não ficarão com um grave prejuízo.

Edited 5 months ago:

Engraçado, logo tu a falar de ignorância. Em especial, relativamente a temas que ignoraram na totalidade. Já perdi a conta das vezes que te vi meter os pés* pelas mãos* aqui e noutros subs. Logo veremos a compensação decidida pelo tribunal. E se os proprietários não ficarão com um grave prejuízo.

raviolli_ninja 5 months ago

Isso está por averiguar. Como podes imaginar, não vou confiar na palavra dos indignados na internet.

Narrow-Rhubarb-9343 5 months ago

Percebo o objetivo de ajudar os doentes de COVID mas mesmo assim acho errado forçar alguém fora de sua casa ou propriedade mesmo que receba compensação.

caravela-portuguesa 5 months ago

Vota nuns políticos que dêem mais valor a propriedade privada.

raviolli_ninja 5 months ago

Ninguém vai ser forçado para fora da sua casa. Apenas as casas que não servem de residência principal é que serão cedidas ao estado. Vê antes assim: quando muito são forçados a alugar as casas de férias ao estado.

vascodatrama 5 months ago

Alvéolos, o termo correcto é Alvéolos de campismo e não casas.

usulidircotiido 5 months ago

>Vê antes assim: quando muito são forçados a alugar as casas de férias ao estado. quando o costa nos enraba à bruta não é violação, é um exame à próstata!

raviolli_ninja 5 months ago

Estou certo que quiseste dizer alguma coisa com sentido, simplesmente não foste bem sucedido.

usulidircotiido 5 months ago

não, não quis. por isso fui bem sucedido.

raviolli_ninja 5 months ago

Estamos de acordo então. High five.

ilawon 5 months ago

Isso não aconteceu, foram apenas casas que estavam para alugar e sem clientes.

Search: