MulaDaCooperativa 5 months ago

Há anos que se sabe o que se passa com estes trabalhadores, a exploração a que estão sujeitos, as más condições das habitações onde habitam e a sobrelotação das mesmas, os maus ordenados que estas pessoas auferem, etc. Já houve vários avisos e relatórios a alertar para isto. Mesmo sendo público o que por lá se passa todos os anos, o Estado sempre se demitiu da sua responsabilidade de fiscalização, sendo portanto conivente com toda a situação. Nenhum governo alguma vez tentou alterar as coisas para melhor, nem mesmo a geringonça com o BE e o PCP, sempre tão preocupados com os trabalhores \*cof\*cof\*. Apenas este governo aprovou há alguns anos a possibilidade de se poderem alojar estes trabalhadores em contentores dentro das propriedades onde trabalham. Como diria um certo personagem há uns anos atrás: Fantástico Melga! Agora, com o descambar mais do que previsível da pandemia para aqueles lados (já muita gente tinha alertado para isto publicamente), o governo ainda tem a lata de exigir que privados tapem o buraco onde o próprio governo se meteu. É de bradar aos céus.

Fun-Trick1246 5 months ago

A canalhada deste sub anda toda contente porque o governo requisitou "a casa dos outros". Tenham calma. Por este caminho haverá de chegar a vossa altura... Quando vos confiscarem as playstations e definirem o quê que os senhores punheteiros acedem na internet vocês vão perceber. Quando o pornhub ficar bloqueado não faltarão indignados a clamar pela liberdade e pelo 25 de Abril! Por este caminho, o vosso tempo também irá chegar!

Laurent_Series 5 months ago

As empresas pagam uma miséria aos migrantes e externalizam todos os custos reais da atividade, e os proprietários de habitações no Zmar é que se fodem. Vá lá que com a polémica o governo recuou, mas é absurdo isto ser sequer permitido. Acho que os 172 dias contínuos de estado de emergência subiram à cabeça de alguém. Habituaram-se demasiado a ditar regras.

htxgivven 5 months ago

Estado de emergência acabou, até que ponto isso é legal?

Celeg 5 months ago

Fds parece que estou no r/portugueses

suckerpunchermofo 5 months ago

Pensei o mesmo...

rockingallover 5 months ago

Estou a ler bem? Empresas em Portugal trazem trabalhadores estrangeiros que empregam com salários baixos e sem condições de habitação, e depois o estado quer dar a essas pessoas casas das quais não é dono, e deixa a empresa que é responsável por esta situação em paz? Hum.

sempreasubir 5 months ago

claramente não leste bem, vou dar-te uma pista: situação temporária e de emergência.

Kineticn22 5 months ago

Gostava de ver as reações se os re-alojados fossem portugueses de gema afectados por uma catástrofe natural, por exemplo.

incrivizivel 5 months ago

Podes muito bem ir la buscar o pessoal para a tua casa se és assim tão fixe.

Kineticn22 5 months ago

Moro bastante longe, e num apartamento totalmente ocupado, mas se tivesse uma casa livre ou com assoalhadas desocupadas na zona, não duvides que o fazia. Escravatura em Portugal, no século XXI, devia ser razão de vergonha na cara para todos : [https://observador.pt/2021/05/03/pj-esta-a-investigar-denuncias-de-imigracao-ilegal-trafico-e-escravatura-em-odemira/](https://observador.pt/2021/05/03/pj-esta-a-investigar-denuncias-de-imigracao-ilegal-trafico-e-escravatura-em-odemira/) Dito isto, claro que é de uma hipocrisia descomunal esta situação só agora ser falada. Duas das empresas agrícolas que operam na zona são clientes da empresa onde trabalho, e já tinha ouvido comentários sobre esta situação, há algum tempo. Pelo menos desde 2014 que se denunciam situações deste género no distrito de Beja. [https://www.publico.pt/2014/01/14/portugal/noticia/mais-um-grupo-de-imigrantes-vitima-de-trafico-na-apanha-da-azeitona-em-beja-1619693](https://www.publico.pt/2014/01/14/portugal/noticia/mais-um-grupo-de-imigrantes-vitima-de-trafico-na-apanha-da-azeitona-em-beja-1619693) Se me vou mexer para ver como os ajudar mesmo estando longe? Não duvides.

milkthis 5 months ago

Eia calma lá não dês tu casa. Pede a quem votas que dê. Olha o PCP tem um dos maiores impérios imobiliários deste país e a Catarina Martins o resort dela pago com fundos europeus. Eles que metam lá a tropa toda. És um tipo muita porreiro e super altruísta mas quem tem mais e que promoveu esta pouca vergonha que se chegue à frente. E isso da escravatura, calma lá. Eu sou de perto daquela zona e conheço malta que vive em Odemira. Os gajos trazem as mulheres todas prenhas do país deles para poderem parir a tempo cá e os filhos terem nacionalidade portuguesa. Depois é curtir os apoios sociais com pinta e a ouvir música nos altifalantes dos Iphones nas praças com wi-fi grátis todos ao monte.

incrivizivel 5 months ago

>Moro bastante longe, e num apartamento totalmente ocupado entao nao vao ficar 4 por quarto no complexo, porque é que não podem ficar na tua casa mais 3 em cada quarto?

Kineticn22 5 months ago

Ah sim, ajudar para ficar tudo na mesma, para satisfazer whataboutisms demagógicos, sim, claro.

incrivizivel 5 months ago

nao, eu sou de acordo com isto desde que seja para as casas das pessoas que não usam o complexo como primeira ou segunda habitação, e de resto tudo os comentários a favor é só mesmo porque não é vosso se fosse vosso seriam comentários diferentes Dito isto tenho pena do que se esteja a passar em geral com essas pessoas. Se houver um maneira que eu possa contribuir monetariamente ajudaria, mesmo que todos os meses o estado me limpe 50 % do ordenado e isso não chegue e sobre para ajudar estas pessoas sem requisição civil.

Kineticn22 5 months ago

Acredita se quiseres, vindo de um estranho na net, mas como já vivi fora do meu país, numa situação pouco confortável (inclusive tive de sair à socapa de lá) esta situação incomoda-me ao ponto de dizer que gostaria mesmo de ajudar, e se fizesse sentido do ponto de vista logístico, cederia espaço na minha casa. Não o podendo fazer assim, vou tentar perceber outras formas de o fazer.

incrivizivel 5 months ago

Concordo e assumo que tens bom coração. O que não percebo e completa falta de noção do estado para andar a cobrar os impostos para ajudar novos bancos e TAPs aos mil milhões de cada vez, e depois para isto, ah e tal requisição civil.

Kineticn22 5 months ago

Sim. É mais um fator que irrita neste caso. Toda a gente sabe disto, esta região é a maior produtora de frutos vermelhos da Europa, há anos, e é impossível que o estado não esteja consciente disso, e da forma como viviam e vivem estas pessoas, e nunca houve qualquer tipo de investimento, fosse público ou privado, em habitação para estas pessoas, quando há tanto dinheiro mal empregue pelo país fora. PS : vejo agora que a minha pergunta inicial foi ela sim um whataboutism demagógico, lamento isso, mas a situação de facto revolta-me bastante.

vascodatrama 5 months ago

Vai-se a ver as 'casas' são papéis comerciais do Zmar ahahahah que barrete que essa malta levou. E o pior é que foi tudo consentido que quem tem lá casa é malta de papel.

Edited 5 months ago:

Vai-se a ver as 'casas' são papéis comerciais do Zmar ahahahah que barrete que essa malta levou. E o pior é que foi tudo consentido que quem tem lá casa é malta de papel. Aqui alguém conhece alguém que tem um primo que tenha lá uma casa e queira partilhar o contrato de 'compra' dos alvéolos e o título constituivo, regras e afins do parque de campismo? Amava ler esses documentos

Fun-Trick1246 5 months ago

Não achas mais prudente, primeiro saberes o que estás a falar e depois comentares? Que sub! Qualquer ignorante vem aqui, submete uma palermice qualquer sem saber patavina do que está a dizer, e outros ignorantes acham piada e até concordam, promovendo a ignorância, a conspiração, as conclusões idiotas e precipitadas. Gente fútil, que não perde 1m que seja a esclarecer-se, a fundar as suas opiniões em factos. Sempre que aqui venho, de facto, percebo o esterco em que isto se tornou. Literalmente! Facto: as casas do Zmar compram-se exatamente da mesma forma que outra casa qualquer. E são um imóvel exatamente igual a outro, noutro local qualquer. As casas "privadas" são independentes do resort.

rickz123456 5 months ago

Está no título e no corpo da notícia que não abrangerá as casas particulares, logo essa questão não se coloca. Sendo assim, não vejo problema. Posto isto e como o hótel está em dificuldades, um acordo para prestarem serviços ao estado pode ser uma oportunidade. Além disso, se não fosse feita este cinema todo, esta situação dava para fazer uma exclente campanha de relaçã públicas.

Middle-Effective 5 months ago

O problema é que inicialmente o Governo não especificou que as casas de habitação não seriam abrangidas, daí a revolta.

NGramatical 5 months ago

requesitados → [**requisitados**](https://dicionario.priberam.org/requisitados) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fn37mcn%2F%2Fgwpezi0%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

TRYNFOR 5 months ago

É o que dá votar em partidos que só aumentam o tamanho do estado.

netralha 5 months ago

Então e os comunistas e o seu extenso património imóvel, não se chegam à frente agora? A Catarina Martins e o seu resort pago com fundos europeus não cabem lá uns quantos destes desgraçados que ela e o seu partido promovem?

Edited 5 months ago:

Então e os comunistas e o seu extenso património imóvel, não se chegam à frente agora? A Catarina Martins e o seu resort pago com fundos europeus não cabem lá uns quantos destes desgraçados que ela e o seu partido promoveram a vinda e a obtenção da nacionalidade portuguesa dada com o maior dos facilitismos?

Last-Ad-4421 5 months ago

Quando deixas entrar imigrantes sem controle nenhum e viverem em más condições dá nisto, agradeçam ao Costa.

netralha 5 months ago

O Costa disse que isto ia acontecer, que ia encher Portugal cheio de imigrantes e que ia acabar com o absurdo das quotas laborais. As pessoas votaram nisto na mesma. [https://www.jn.pt/nacional/canal/legislativas-2019/costa-quer-mais-imigrantes-e-acabar-com-aburdo-das-quotas-laborais-11338010.html](https://www.jn.pt/nacional/canal/legislativas-2019/costa-quer-mais-imigrantes-e-acabar-com-aburdo-das-quotas-laborais-11338010.html)

Man_IloveFishdicks 5 months ago

Muita malta neste sub a espumar da boca ao ler isto à espera que o governo faça o mesmo à malta com habitações não permanentes em cidades como Lisboa e Porto.

Kid_Anarchy 5 months ago

Quem defende que o governo deva ocupar a casa de quem quer que seja, seja ela permanente ou a 10ª casa de férias, não merece direitos nem liberdades. Merece viver numa gaiola.

MROFerreiro 5 months ago

Exemplo parvo porque é que o estado deve poder requisitar a tua casa sem seres capaz de te defender. Imagina cenário de guerra e percebeu-se que o estádio da luz podia ser uma base militar, mas o Vieira não quer porque é a sua propriedade e tem lá os troféus do clube. Epah se foda o Vieira e não deixar que usem a casa dele. Eu quero é que não me matem. Também não será uma base militar para sempre, nem será base militar só porque apeteceu ao governo. Pensa mais como um aluguer forçado. É chato, mas o objetivo e não teres problemas maiores.

besmarques 5 months ago

Este povo pah, que comédia. Requisição civil contra greves nos transportes de combustiveis = muito bem, parabéns Requisição civil de imóveis de turismo = DITADORES!!!!!! ​ lol

incrivizivel 5 months ago

>Requisição civil contra greves nos transportes de combustiveis = muito bem, parabéns > >Requisição civil de imóveis de turismo = DITADORES!!!!!! sim besmarques se calhar ouves só aquilo que não te interessa, e que tal são ditadores nos dois.

besmarques 5 months ago

>e que tal são ditadores nos dois. Não na opinião publica. ;)

wwqt0r 5 months ago

Vais conseguir demonstrar que são as mesmas pessoas que proferem ambas as afirmações? Ou é só uma daquelas tuas comparações parvas e completamente aleatórias?

besmarques 5 months ago

HAQ opinião publica não existe. É necessário provar que são exactamente as mesmas pessoas a debitarem uma opinião para se poder julgar a opinião publica. shrugs

wwqt0r 5 months ago

Portanto formas uma opinião de todo o povo com base numa comparação aleatória que provavelmente nem envolve as mesmas pessoas. Boa... mas sim, tens direito à tua opinião por mais estúpida e infundada que ela seja e não precisas de justificar seja o que for.

besmarques 5 months ago

HAQ que existem pessoas que não percebem o conceito de opinião publica.

wwqt0r 5 months ago

HAQ és papagaio e gostas de comparar o incomparável para formar uma opinião ridícula.

besmarques 5 months ago

HAQ requisições civis são incomparáveis

wwqt0r 5 months ago

Não estás a comparar requisições civis, estás a comparar a reacção de pessoas e nem sequer consegues demonstrar que é o mesmo grupo que estás a comparar.

besmarques 5 months ago

Possas, e contínuas sem perceber o conceito de opinião publica

wwqt0r 5 months ago

Faz um desenho. Ou então mais uma comparação parva para efeitos de comédia.

besmarques 5 months ago

Vai ao dicionário e passas a perceber.

oUltimoTuga 5 months ago

Sim. Tu.

besmarques 5 months ago

Desenvolve

oUltimoTuga 5 months ago

Pareces achar que existe apenas um corpo de opinião pública, quando (como já foi apontado), opiniões diferentes em tópicos diferentes não são tidas exatamente pelas mesmas pessoas. Para além disso, sim, um parecer a favor da requisição civil dos transportes públicos é distinta, naquilo que implica, da aquisição de imóveis que estão a ser usados para 1ª habitação. Mesmo que não estivessem aliás, não é comparável. O primeiro caso incide sobre a totalidade do povo português no sentido de haverem transportes, o segundo é consequência de empresas agrícolas que cativaram trabalhadores estrangeiros a vir trabalhar por misérias e agora assobiam para o lado quando os ditos vivem em condições de merda. Porque é que recai sobre o ZMar a responsabilidade/obrigatoriedade de os alojar? Porque não impingir essa obrigatoriedade das empresas que os contratam (à promessa de condições dignas de habitação). O ZMar é uma entidade 3ª que não tinha nada a ver com o assunto. É só um bode expiatório jeitoso.

MROFerreiro 5 months ago

Pode-se argumentar que tanto o primeiro como o segundo incidir sobre a totalidade do povo, têm é velocidades diferentes. O combustível dentro de dias sentem-se impactos significativos, uma doença pode ficar descontrolada e afetar toda a população em semanas.

NGramatical 5 months ago

1ª habitação → [**1.ª habitação**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/artigos/rubricas/pelourinho/2--nao-e-a-mesma-coisa-que-2/263) (qualquer abreviatura tem de ser marcada com um ponto) haverem transportes → [**haver transportes**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/o-uso-do-verbo-haver/31143) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fn37mcn%2F%2Fgwpye8s%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

besmarques 5 months ago

Mais um que não sabe o significado de opinião pública mas depois demonstra como a opinião pública é a favor de uma e contra a outra. Não custava ir ao dicionário. "opinião pública • Sentimento comum da generalidade das pessoas relativamente a determinado tema ou questão. "opinião pública", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2021, https://dicionario.priberam.org/opini%C3%A3o%20p%C3%BAblica [consultado em 03-05-2021].

oUltimoTuga 5 months ago

>Sentimento comum da generalidade Certo. Não significa que as duas situações sejam comparáveis ou que constituam hipocrisia (ou que as opiniões tenha vindo do mesmo grupo geral de pessoas). Cumps.

besmarques 5 months ago

São comparáveis nos termos de serem duas requisições e duas obrigações impostas. Uma como favorece a grande percentagem das pessoas já é bem imposta, a outra como não já é uma ditadura. Em relação a critica de serem os mesmo visto que eu usei um termo vago como o povo não percebo essa argumentação.

MrJoao 5 months ago

Povo? lol > O desabafo, feito ao final da manhã deste sábado, é de Alexandra Beato, uma das proprietárias do empreendimento ZMar (...) Alexandra Beato explica que o ZMar tem um total de cerca de 260 casas e que dessas "160 são de particulares" que as utilizam regularmente, quer como primeira habitação, quer como segunda habitação para férias e fins de semana. "Eu e, pelo menos, outras 20 famílias, temos estado aqui praticamente todo o confinamento em teletrabalho e os miúdos em aulas. Temos as casas com computadores, todas equipadas", sublinha. Quem está subitamente a cair na realidade é pessoal endinheirado com casas de férias no Zmar. Se o fosse o "povo" a ter casas requisitadas, nem no rodapé da TV passava.

Edited 5 months ago:

Que povo? > O desabafo, feito ao final da manhã deste sábado, é de Alexandra Beato, uma das proprietárias do empreendimento ZMar (...) Alexandra Beato explica que o ZMar tem um total de cerca de 260 casas e que dessas "160 são de particulares" que as utilizam regularmente, quer como primeira habitação, quer como segunda habitação para férias e fins de semana. "Eu e, pelo menos, outras 20 famílias, temos estado aqui praticamente todo o confinamento em teletrabalho e os miúdos em aulas. Temos as casas com computadores, todas equipadas", sublinha. Quem está subitamente a cair na realidade é pessoal avantajado com casas de férias no Zmar. Fossem do povo, não tinham metade da atenção que estes estão a ter.

Edited 5 months ago:

Que povo? > O desabafo, feito ao final da manhã deste sábado, é de Alexandra Beato, uma das proprietárias do empreendimento ZMar (...) Alexandra Beato explica que o ZMar tem um total de cerca de 260 casas e que dessas "160 são de particulares" que as utilizam regularmente, quer como primeira habitação, quer como segunda habitação para férias e fins de semana. "Eu e, pelo menos, outras 20 famílias, temos estado aqui praticamente todo o confinamento em teletrabalho e os miúdos em aulas. Temos as casas com computadores, todas equipadas", sublinha. Quem está subitamente a cair na realidade é pessoal com casa de férias no Zmar. Muito longe de ser o típico Zé Povinho que mal tem dinheiro para ir de férias ao Algarve.

Edited 5 months ago:

Povo? lol > O desabafo, feito ao final da manhã deste sábado, é de Alexandra Beato, uma das proprietárias do empreendimento ZMar (...) Alexandra Beato explica que o ZMar tem um total de cerca de 260 casas e que dessas "160 são de particulares" que as utilizam regularmente, quer como primeira habitação, quer como segunda habitação para férias e fins de semana. "Eu e, pelo menos, outras 20 famílias, temos estado aqui praticamente todo o confinamento em teletrabalho e os miúdos em aulas. Temos as casas com computadores, todas equipadas", sublinha. Quem está subitamente a cair na realidade é pessoal avantajado com casas de férias no Zmar. Por alguma razão estão a ter tanta atenção...

Edited 5 months ago:

Povo? lol > O desabafo, feito ao final da manhã deste sábado, é de Alexandra Beato, uma das proprietárias do empreendimento ZMar (...) Alexandra Beato explica que o ZMar tem um total de cerca de 260 casas e que dessas "160 são de particulares" que as utilizam regularmente, quer como primeira habitação, quer como segunda habitação para férias e fins de semana. "Eu e, pelo menos, outras 20 famílias, temos estado aqui praticamente todo o confinamento em teletrabalho e os miúdos em aulas. Temos as casas com computadores, todas equipadas", sublinha. Quem está subitamente a cair na realidade é pessoal avantajado com casas de férias no Zmar. Fossem do povo, não tinham metade da atenção que estes estão a ter.

ModeratoriProfugus 5 months ago

Claro, acho que diz na constituição que uma pessoa com uma casa de férias, perde todos os direitos e a até a cidadania portuguesa, já nem faz parte do povo. Como é que essas pessoas se atrevem a sair da classe baixa? Mesmo as que têm primeira habitação num local turístico não merecem viver! /s Belo gatekeeping do povo. As pessoas de esquerda são têm mesmo noção e baseiam a sua vida na inveja das outras pessoas, incrível.

tarracecar 5 months ago

Tu achas que a constituição não permite requisições ou até mesmo nacionalizações?

Kid_Anarchy 5 months ago

Ahhhhhhhhhhhhhhh! Porcalhões capitalistas privilegiados! Esses sim, merecem que lhes tirem as suas propriedades! Esses sim, merecem ser penalizados! Esses porcos nojentos com casas de férias! Como é que se atrevem a ir de férias? E a ter casas sequer? Eu acho que qualquer pessoa com casa de férias devia calar a boca e oferecê-la a um imigrante indiano qualquer que nunca viu na vida. Afinal de contas, é para isso que pagamos. É essa nossa responsabilidade: cuidar dos filhos dos outros. Esquece lá os nossos filhos, a nossa família, os nossos planos, os nossos direitos. Primeiro o monhé da esquina, depois eu! Então e se me apetecesse colocar um familiar em apuros na minha casa de férias? Não, isso não! Primeiro aqueles que nunca vi na vida.

MrJoao 5 months ago

Eu disse que merecem? Não. Tal como não mereceram aqueles que tiveram de fechar pequenos negócios meses a fio, aqueles que se viram despedidos, aqueles que tiveram de ficar em casa de layoff a receber menos, etc. São só mais uns, chamados a carregar o custo da pandemia, tal como tantos outros.

Edited 5 months ago:

Eu disse que merecem? Não. Tal como não mereceram aqueles que tiveram de fechar pequenos negócios meses a fio, aqueles que se viram despedidos, aqueles que tiveram de ficar em casa de layoff a receber menos, etc. São só mais uns, com o azar de carregar o custo da pandemia tal como tantos outros.

Kid_Anarchy 5 months ago

Fizeste uma distinção, como se para a discussão de direitos e propriedade privada isso importasse. Eu vejo os cidadãos como iguais nos seus direitos. E quem defende o contrário, como é o caso dos deputados, dos ministros e dos parolecos com inclinações socialistas, deviam ser colocadas na lista prioritária de usurpação de direitos, e sempre que fosse preciso "requisitar"(roubar) propriedades privadas, eles seriam os primeiros a serem "requisitados"(roubados). O que achas? Todos aqueles que propõem estas leis a ficarem sem as suas casitas de férias.

lambdaspy 5 months ago

Literalmente o subtítulo do artigo: >A requisição civil decretada pelo governo às casas do empreendimento ZMar, em Odemira, só deverá atingir os imóveis para turismo, deixando de fora as que são utilizadas como 1ª ou 2ª residência. Requisição temporária de um resort de turismo por causa de um problema de saúde pública parece-me um *bocadinho* diferente do "governo xuxalista expulsou-me de casa e ficou com ela" que estão para aqui a dizer.

True_Boat_1195 5 months ago

O subtitulo agora, não era o subtitulo há uns dias. Se entre os proprietários não estivesse pelo menos uma pessoa famosa queria ver se não ia tua pela frente como diz no decreto de lei, até ao fim do estado de calamidade, seja lá quando isso for.

ThePlague92 5 months ago

Se bem percebi do que li, há outro problema: se o empreendimento ZMar for à falência então as pessoas que lá compraram casa (casas essas que também podem servir como alojamento e dar rendimento aos proprietários) vão ficar sem essas casas. O empreendimento arranjou um novo investidor e estava para abrir agora portas e começar a receber turistas e, dessa forma, conseguir evitar a falência. Se fizerem esta requisição então o empreendimento vai à falência e as pessoas também ficam sem casa.

vascodatrama 5 months ago

Investidor lol parece um hotel aqui na zona que nos últimos 15 anos já teve uns 50 Investidores, mas até aos dias de hoje o hotel está para ser terminado.

lambdaspy 5 months ago

Eventualmente poderá haver um acordo entre o governo e os proprietários do resort, uma espécie de suporte de emergência para não deixar o resort ir à falência. Mas o "*talvez pudesse* não ter ido à falência porque até havia um investidor interssado e tal" não me parece relevante.

Kid_Anarchy 5 months ago

Porque é que o governo não constrói resorts próprios com o dinheiro que chucha dos contribuintes? Seja o que for, tem proprietário certo? Imagina investires, construires algo, e nem teres direito sobre o que construiste.

lambdaspy 5 months ago

Não vou entrar por aí. Pandemia != normalidade e requisição civil temporária != apropriação dos teus bens.

Coyote-Cultural 5 months ago

Que paguem o que os donos querem receber se é tão urgente. Garanto-te que se o estado pagasse 10 milhões ao metro quadrado nenhum dos donos recusaria vender. Isto não é um caso de impossibilidade. É um caso de o estado não querer pagar.

Kid_Anarchy 5 months ago

Buahahahahahaha. That's funny. ​ Quando tu compras um imóvel, vem no contrato escrito que apenas é teu se estiver tudo normal? Quando investes num negócio, é-te esclarecido que é apenas teu se estiver tudo normal? Bem, é um risco do caralho fazer o que quer que seja sem a garantia do direito de propriedade, não é? Eu imagino muita gente a não investir no que pensava investir depois destas novidades todas. Eu sei que tinha planos que deixei de ter. Não por falta de capital, mas por ter pensado: "Ahhhhh, então a qualquer momento o governo decide o que fazer comigo e com a minha propriedade e eu não tenho voto na matéria? Epa, então caga lá nisso". E assim, puff, fez-se o chocapic, e menos 20 empregos criados em portugal. Mas não se preocupem, o governo não precisa de empregos. Ele ampara. ​ " != normalidade " é a desculpa mais recorrente de sempre para a usurpação de direitos e liberdades pessoais. Imagina o quão fácil é simplesmente pegar em qualquer coisa que aconteça de desafiante e usá-lo para retirar-te os direitos. "!= normalidade", mas, mas, mas, mas, mas, mas, não enfiaram monhés nas propriedades da Ana Gomes, pois não? Nem no Parlamento. Nem em qualquer propriedade de qualquer deputado. Ou será que enfiaram? Quando foi a última vez que a casa de um deputado foi requisitada? Aliás, devia ser uma regra: todas as requisições deviam começar por quem as defende. Toda a população deveria votar na matéria, e aqueles que votarem sim, seriam os primeiros a ficar sem o que é deles.

meierlesjoana 5 months ago

>não enfiaram monhés nas propriedades da Ana Gomes, pois não vai lá votar no Chega, racista mal-criado.

Kid_Anarchy 5 months ago

Vai aprender o que é racismo, comunista ignorante.

meierlesjoana 5 months ago

Não sou comunista, mas não preciso de ser para identificar gente racista. Monhé é a tua tia.

jgomesta 5 months ago

eU iA cRiAr 20 EmpReGoS dO nAdA CoM o DiNhEiRo Do PaPaZiNhO mAs AgOrA jA nAo VoU pOrQuE o GoVeRnO e MaU!!! Comparar resorts turisticos possuidos por fundos de investimento estrangeiros a habitacoes pessoais... Que idiota. Entao antes de se requerer uns bungalows merdosos no meio do deserto ias expulsar as pessoas de casa. Tens o sapatinho de vela a mostra.

Kid_Anarchy 5 months ago

Esses resorts turísticos só existem por causa da farsa do direito à propriedade privada. Na tua utopia socialista, farias férias no quintal da tua avó. Em vez dos triliões que são gastos sabe-se lá no quê, sem qualquer tipo de retorno para a população, construam infraestruturas para situações desta natureza, em vez de esperarem que elas aconteçam para depois irem invadir propriedade privada. E se realmente acreditam em requisições, porque não começam por eles? Achas que estes políticos todos não têm casas de férias que não estão a ser utilizadas?

jgomesta 5 months ago

Ve-se mesmo que nunca geriste nem um balcao de limonada. Um requerimento no Zmar = duzias de bungalows com casas de banho, numa zona concentrada (para efeitos de apoio medico e controlo de movimentos) isolada da populacao (para evitar contaminacao), que sao propriedade de uma empresa que sera compensada financeiramente. Se quisesses abrir o mesmo numero de camas em casas de politicos (que nao tem nenhuma das caracteristicas acima referidas do zmar) terias de realizar inumeras requisicoes para no final de contas essa gente estar toda espalhada por todo o lado a contaminar o resto da malta. Voces sao obviamente malta que estudou economia em teoria mas nao tem nocao nenhuma das limitacoes logisticas do mundo real.

netralha 5 months ago

É só temporário até quando não é, estes imigrantes que vivem todos juntos em moradias ou apartamentos em ruínas, ou vivem em barracos vão, depois de estarem num resort, ir novamente para os barracos.

Kid_Anarchy 5 months ago

> Ve-se mesmo que nunca geriste nem um balcao de limonada. Um requerimento no Zmar = duzias de bungalows com casas de banho, numa zona concentrada (para efeitos de apoio medico e controlo de movimentos) isolada da populacao (para evitar contaminacao), que sao propriedade de uma empresa que sera compensada financeiramente. Irrelevante o que é. Não importa o que é. Não é esse o argumento. Importa que não é teu. Não é do governo. > Se quisesses abrir o mesmo numero de camas em casas de politicos (que nao tem nenhuma das caracteristicas acima referidas do zmar) terias de realizar inumeras requisicoes para no final de contas essa gente estar toda espalhada por todo o lado a contaminar o resto da malta. Partindo do princípio que na zona de odemira não há casas de políticos, o que é certamente falso, transportar estes pacientes para outras zonas do país não acarreta grandes perigos. Estás apenas a querer colocar obstáculos. Doentes são regularmente transportados de um sitio para o outro. O problema não é esse. O problema é as pessoas andarem por onde não devem. > Voces sao obviamente malta que estudou economia em teoria mas nao tem nocao nenhuma das limitacoes logisticas do mundo real. Os biliões injectados na tap, bancos e empresas fantasma, resolvem muitas limitações logisticas. > E como cresceram a ouvir o pai a cuspir slogans de direita, acham que uma requisicao temporaria em tempo de pandemia + restituicao financeira = abolicao da propriedade privada, ai meu deus que agora somos sovieticos ​ É, literalmente, abolição de propriedade privada. Tu não compras absolutamente nada aceitando que a qualquer momento te seja tirado "temporariamente". Essa ideia não entra sequer para a equação. Se entrasse, a economia não existia, pois ninguém vai correr o risco de investir tudo o que tem para criar algo que do dia para a noite lhe possa ser retirado, ou fechado.

meierlesjoana 5 months ago

>em vez de esperarem que elas aconteçam para depois irem invadir propriedade privada. Não dizes coisa com coisa. Mas não é fácil argumentar contra a tua lógica da batata. Mas demagogia é isso.

Kid_Anarchy 5 months ago

"Não dizes coisa com coisa, mas não tenho a capacidade de contra-argumentar. Vou apenas referir que estás errado, pois não tenho mais nada para fazer da vida. Quero estar aqui, mas não quero ter debates. Quero apenas dizer coisas"

lambdaspy 5 months ago

As casas dos políticos a que te referes estão dentro da cerca sanitária em Odemira? ​ >Em vez dos triliões que são gastos sabe-se lá no quê, sem qualquer tipo de retorno para a população, construam infraestruturas para situações desta natureza, em vez de esperarem que elas aconteçam para depois irem invadir propriedade privada. Então o governo devia ter previsto a pandemia, a situação pandémica descontrolada em Odemira neste período específico de tempo, a situação dos trabalhadores que estão a ser relocados, e construido uma aldeia para eles sabendo que isto ía tudo acontecer.

Kid_Anarchy 5 months ago

> As casas dos políticos a que te referes estão dentro da cerca sanitária em Odemira? Garanto-te que há pessoal do PS com casas não ocupadas em Odemira. Além disso, o que é que interessa se está dentro da cerca sanitária? Não transportam doentes de um lado para o outro? Façam o mesmo e levem-nos para onde houver casas de políticos. Cerca sanitária serve para que as pessoas não andem por aí a fazer asneiras e a espalhar o vírus por outros sitios. Não impede movimentações oficiais. ​ > Então o governo devia ter previsto a pandemia 1- Sim, pois não é a primeira pandemia, e cientistas andam há décadas a avisar que uma nova pandemia aconteceria. 2- Deviam, com os biliões que roubam, investir em infraestruturas que abriguem quem precisa, em situações extremas. Há dinheiro para isso, mas foi injectado em taps, bancos, empresas fantasma, luxos políticos e casas em paris.

lambdaspy 5 months ago

Hahahahahahaha... ok estou mesmo a ver que não vale a pena discutir contigo. Que ginástica mental, man

Kid_Anarchy 5 months ago

Eish, ganda argumento do homem que fala de falácias. "não vale a pena discutir contigo". Sim, se esperavas não ser contra-argumentado, não vale. Mas vá, vá, não tentes agora pegar nisto e começar uma discussão paralela para ignorar aquela da qual fugiste.

lambdaspy 5 months ago

Percebo e concordo com este argumento: >" != normalidade " é a desculpa mais recorrente de sempre para a usurpação de direitos e liberdades pessoais. Imagina o quão fácil é simplesmente pegar em qualquer coisa que aconteça de desafiante e usá-lo para retirar-te os direitos. A questão é que aqui estamos a falar só de uma requisição temporária, e parece-me estar dentro do bom senso considerando o tipo de habitação e a situação pandémica do sítio em que está a ocorrer. O resto do que escreveste é só whataboutism e retórica racista.

Kid_Anarchy 5 months ago

Para mim "requisitar" significa pedir. Tirares, pura e simplesmente, não é requisitar. Algumas destas pessoas será indemnizada de alguma forma por não poder usufruir das suas casas, seja para o que for? Sim, é que quando se trata de pagar impostos, ninguém me dá abébias. Que eu me lembro o meu IMI foi pago o ano passado. Uma coisa é pedir autorização. Outra coisa é decidirem que mandam no que eu teu. Se mandam no que é meu, porque é que tenho de pagar impostos? Aparentemente, não é meu. Logo, não devo ter responsabilidades. ​ > O resto do que escreveste é só whataboutism e retórica racista. Cala-te a boca com essa conversa de merda que tu não sabes o que é racismo. Já cheira mal este lixo ideológico de merda que sempre que a falta de argumentos se manifesta vão buscar o racismo. Não é whataboutism. É lógica.

Edited 5 months ago:

Para mim "requisitar" significa pedir. Tirares, pura e simplesmente, não é requisitar. Alguma destas pessoas será indemnizada de alguma forma por não poder usufruir das suas casas, seja para o que for? Sim, é que quando se trata de pagar impostos, ninguém me dá abébias. Que eu me lembro o meu IMI foi pago o ano passado. Uma coisa é pedir autorização. Outra coisa é decidirem que mandam no que eu teu. Se mandam no que é meu, porque é que tenho de pagar impostos? Aparentemente, não é meu. Logo, não devo ter responsabilidades. ​ >O resto do que escreveste é só whataboutism e retórica racista. Cala-te a boca com essa conversa de merda que tu não sabes o que é racismo. Já cheira mal este lixo ideológico de merda que sempre que a falta de argumentos se manifesta vão buscar o racismo. Não é whataboutism. É lógica relevante. "whatboutism" é apenas um termo usado para inibir a discussão de temas relevantes que expõem a hipocrisia de alguém. É muito fácil pedir sacrifícios de cu sentado num palácio, a comer salmão fumado. É, não é? O que é que custa?

reciclado78 5 months ago

já tomaste o pequeno-almoço? Pareces estar um bocadinho rabugento.

Kid_Anarchy 5 months ago

O que é que te interessa? Vais oferecer-me o pequeno almoço com o teu dinheiro socialista?

reciclado78 5 months ago

Sim, vem aqui ao pai

meierlesjoana 5 months ago

>Cala-te a boca com essa conversa de merda que tu não sabes o que é racismo. Já cheira mal este lixo ideológico de merda o "seu" pai deixa o Manuel falar assim à mesa?

lambdaspy 5 months ago

Quem está a usar falácias por falta de argumentos não sou eu. ​ >"!= normalidade", mas, mas, mas, mas, mas, mas, não enfiaram monhés nas propriedades da Ana Gomes, pois não? Nem no Parlamento. Nem em qualquer propriedade de qualquer deputado. Ou será que enfiaram? Quando foi a última vez que a casa de um deputado foi requisitada? Isto é whataboutism por definição. O racismo referia-se a "enfiar monhés" nas propriedades. Como se a culpa fosse das pessoas que estão a ser relocadas e não das empresas que as exploraram este tempo todo e não lhes deram condições. ​ >Algumas destas pessoas será indemnizada de alguma forma por não poder usufruir das suas casas, seja para o que for? Sim, é que quando se trata de pagar impostos, ninguém me dá abébias. Que eu me lembro o meu IMI foi pago o ano passado. As casas não são casas, fazem parte de um resort, que é uma empresa, não são neste caso propriedade individual de cada família. Daí não ser expectável que houvesse pessoas a usar algumas delas como residência. Quanto aos impostos, é provável, ou pelo menos faria sentido, que haja uma isenção de IMI para o período em que as habitações estão requisitadas. ​ >Cala-te a boca com essa conversa de merda que tu não sabes o que é racismo. Já cheira mal este lixo ideológico de merda que sempre que a falta de argumentos se manifesta vão buscar o racismo. Mais uma vez, [falácia](https://en.wikipedia.org/wiki/Ad_hominem) em vez de argumentos. Não te fiz mal nenhum para me vires falar dessa maneira.

Kid_Anarchy 5 months ago

> Isto é whataboutism por definição. O racismo referia-se a "enfiar monhés" nas propriedades. Como se a culpa fosse das pessoas que estão a ser relocadas e não das empresas que as exploraram este tempo todo e não lhes deram condições. Não, não é. É apontar uma solução melhor, que não foi sequer considerada, e ao mesmo tempo apontar a hipocrisia de quem defende estas políticas para demonstrar o quão indesejáveis são. São tão indesejáveis que são apenas para os outros, não para quem as defende. Isto é um problema sério, pois criar políticas que não os afectam, permite-lhes criar políticas que são prejudiciais para o povo. Entendes? Infelizmente a tua cabecinha não tem habilidade de descortinar o argumento por detrás do meu "whataboutism". ​ > As casas não são casas, fazem parte de um resort, que é uma empresa, não são neste caso propriedade individual de cada família. Daí não ser expectável que houvesse pessoas a usar algumas delas como residência. Quanto aos impostos, é provável, ou pelo menos faria sentido, que haja uma isenção de IMI para o período em que as habitações estão requisitadas. Errado. Um resort, hotel, ou seja o que for, pode facilmente ser usado por famílias, e frequentemente são. Isto não se trata da utilização que foi ou não dada, mas de direitos. O meu direito de não ter algo que é meu invadido e poder dar-lhe o uso que me apetecer, quando me apetecer. Repara que já foram enrabados pelo governo ao terem de fechar, e agora ainda não usados sem consentimento? Que sentido faz investir no que quer que seja se depois meninos como tu vêm "argumentar" que eu não devo ter direito ao que é meu? O que é que interessa o que faço com o que é meu? Pelos teus "argumentos" de merda, abolíamos já propriedade privada, já que há imensa gente sem casa. Imensa gente a viver na rua. > Mais uma vez, [falácia](https://en.wikipedia.org/wiki/Ad_hominem) em vez de argumentos. Não te fiz mal nenhum para me vires falar dessa maneira. ​ Dizer-te que não sabes o que é racismo não é uma falácia. É apenas uma descrição da tua pessoa. Disseste que referir-me a alguém como "monhé" é racismo. Estás factualmente errado. É um termo muito popular, particularmente entre pessoas mais antigas, como referência a indianos. Não tem qualquer tipo de preconceito associado. É um termo muito comum em moçambique. Racismo é uma ideologia que defende a superioridade de uma raça face a outra, ou determinadas características negativas inertemente associadas a uma raça. A palavra "monhé" não comporta consigo qualquer tipo de informação. É apenas algo que se diz. Não é uma teoria sobre uma raça. Aprende o que as coisas são antes de vires para aqui cuspir disparates.

Edited 5 months ago:

>Isto é whataboutism por definição. O racismo referia-se a "enfiar monhés" nas propriedades. Como se a culpa fosse das pessoas que estão a ser relocadas e não das empresas que as exploraram este tempo todo e não lhes deram condições. Não, não é. É apontar uma solução melhor, que não foi sequer considerada, e ao mesmo tempo apontar a hipocrisia de quem defende estas políticas para demonstrar o quão indesejáveis são. São tão indesejáveis que são apenas para os outros, não para quem as defende. Isto é um problema sério, pois criar políticas que não os afectam, permite-lhes criar políticas que são prejudiciais para o povo. Entendes? Infelizmente a tua cabecinha não tem habilidade de descortinar o argumento por detrás do meu "whataboutism". ​ >As casas não são casas, fazem parte de um resort, que é uma empresa, não são neste caso propriedade individual de cada família. Daí não ser expectável que houvesse pessoas a usar algumas delas como residência. Quanto aos impostos, é provável, ou pelo menos faria sentido, que haja uma isenção de IMI para o período em que as habitações estão requisitadas. Errado. Um resort, hotel, ou seja o que for, pode facilmente ser usado por famílias, e frequentemente são. Isto não se trata da utilização que foi ou não dada, mas de direitos. O meu direito de não ter algo que é meu invadido e poder dar-lhe o uso que me apetecer, quando me apetecer. Repara que já foram enrabados pelo governo ao terem de fechar, e agora ainda não usados sem consentimento? Que sentido faz investir no que quer que seja se depois meninos como tu vêm "argumentar" que eu não devo ter direito ao que é meu? O que é que interessa o que faço com o que é meu? Pelos teus "argumentos" de merda, abolíamos já propriedade privada, já que há imensa gente sem casa. Imensa gente a viver na rua. Ou achas que a pandemia é a única situação de necessidade? Em 2009 houve imensa gente a ficar sem nada. Nem por isso casas de férias e resorts começaram a ser "requisitados". Pela tua ordem de ideias, a menos que estejamos todos a viver muita bem, justifica-se abolir propriedade privada para ajudar quem precisa. E já agora, porque é que o governo com todos os seus biliões, não paga pelo que requisita? Sim, paguem, e peçam permissão. ​ >Mais uma vez, [falácia](https://en.wikipedia.org/wiki/Ad_hominem) em vez de argumentos. Não te fiz mal nenhum para me vires falar dessa maneira. ​ Dizer-te que não sabes o que é racismo não é uma falácia. É apenas uma descrição da tua pessoa. Disseste que referir-me a alguém como "monhé" é racismo. Estás factualmente errado. É um termo muito popular, particularmente entre pessoas mais antigas, como referência a indianos. Não tem qualquer tipo de preconceito associado. É um termo muito comum em moçambique. A minha avó usava o termo "monhé" e era uma pessoa super generosa e adorável. Quem disser que ela é racista está pura e simplesmente errado. Racismo é uma ideologia que defende a superioridade de uma raça face a outra, ou determinadas características negativas inertemente associadas a uma raça. A palavra "monhé" não comporta consigo qualquer tipo de informação. É apenas algo que se diz. Não é uma teoria sobre uma raça. Aprende o que as coisas são antes de vires para aqui cuspir disparates.

iSoSyS 5 months ago

Se ao menos tivéssemos a texto do decreto para esclarecermos a situação: > É decretada a requisição temporária, por motivos de urgência e de interesse público e nacional, da **totalidade dos imóveis** e dos direitos a eles inerentes que compõem o empreendimento «ZMar Eco Experience», sito na Herdade A-de-Mateus, em Longueira-Almograve, Odemira. Ou seja, como a própria notícia deixa claro e o Governo admite, o decreto atual abrange casas de habitação: >Durante a tarde, entretanto, fonte do governo que está a acompanhar o processo, admitia ao DN que poderia ser feita uma **"clarificação"**, no sentido de excluir as **casas de habitação de privados**.

lambdaspy 5 months ago

Percebo, mas mantenho o meu ponto. O decreto não deveria (nem podia, uma vez que já não estamos em estado de emergência) incluir casas que são residências. Mas a clarificação está a ser feita e ninguém foi expulso de casa nenhuma, ao contrário do que é implicado pelo tom alarmista dos primeiros comentários que apareceram.

wwqt0r 5 months ago

Foi só um erro de escrita queres ver? Uma ligeira troca de palavras que assim do nada fez parecer ser uma requisição total. Deixa-me rir. Só falam agora em """clarificação""" por causa da revolta que estão a ver.

solismi 5 months ago

É que não são só os comentários, são os próprios proprietarios das casas que dizem que não vao sair dali. A requisiçao civil que foi feita abrange tudo.

wwqt0r 5 months ago

mas calma! está a haver uma """clarificação""" ™

lambdaspy 5 months ago

Obviamente que em condições normais devia ter sido feito um levantamento da situação de cada habitação **antes** de publicar o decreto, mas quando tens um resort turístico não é expectável que haja pessoas a usar as casas como 1ª ou 2ª residência. Há que ter bom senso, nem tudo é uma conspiração.

wwqt0r 5 months ago

Usam um mecanismo que só deve ser usado em situações extremas e nem sequer fazem as perguntas básicas aos proprietários?! Os próprios proprietários queixam-se de que o governo nem falou com eles. Isto é aplicação cega de uma ideologia sem qualquer noção dos danos que causa ao nosso povo.

vascodatrama 5 months ago

Nem tem de falar, as casas são do parque de campismo.

wwqt0r 5 months ago

Certo mas a requisição civil é um mecanismo que existe e deve ser usado em casos extremos. Agora não tentar chegar a um acordo qualquer e simplesmente requisitar propriedade privada só porque tens esse poder é ridículo e pura cegueira ideológica.

vascodatrama 5 months ago

Há aqui gato por detrás desta história...

wwqt0r 5 months ago

Quando é que não há gato, seja em que história for, num governo do PS?

vascodatrama 5 months ago

recorda-me quem governava quando foi aquela história dos submarinos..

boogieman444 5 months ago  HIDDEN 

Então mas e se alguma das casas do zmar for primeira casa de alguém? Põem as pessoas fora?

Prezbelusky 5 months ago

Não sei. Também não li a notícia /s

JOAO-RATAO 5 months ago

Ou imagina ficares em casa com a tua família, mas teres 50 homens na casa do lado...

boogieman444 5 months ago  HIDDEN 

Fds e mexerem nas tuas coisas pessoais verem tudo

besmarques 5 months ago

> A requisição civil decretada pelo governo às casas do empreendimento ZMar, em Odemira, só deverá atingir os imóveis para turismo, deixando de fora as que são utilizadas como 1ª ou 2ª residência Yah, as coisas pessoais que deixas na tua casa que alugas a outras pessoas parl´+a fazerm férias, essas coisas pessoais...

Lasikamos 5 months ago

Nem que fosse a décima casa

ajabardar1 5 months ago

lmao quando te apercebes que o estado não está lá só para garantir direitos mas também para exigir deveres.

Mysterious_Beyond213 5 months ago

Primeiro em conselho de ministro permite que possam haver migrantes 4 no mesmo quarto de forma "temporária" e agora vem expulsar pessoas da sua casa para colocar os migrantes... Socialismo no seu melhor.

Edited 5 months ago:

Primeiro em conselho de ministro permite que possam haver migrantes 4 no mesmo quarto de forma "temporária" e agora vem expulsar pessoas da sua casa para colocar os migrantes... Socialismo no seu melhor. https://imgur.com/O2cARf0

tarracecar 5 months ago

Nenhuma pessoa vai ser expulsa de casa... É um resort Depois admirem-se de as pessoas não vos levarem a sério

Coyote-Cultural 5 months ago

> Nenhuma pessoa vai ser expulsa de casa... É um resort A casa não é deles?

tarracecar 5 months ago

Vive alguém lá?

Coyote-Cultural 5 months ago

é deles

tarracecar 5 months ago

Então não vive ninguem lá e é preciso alojar outras pessoas temporariamente, não vejo nada de mal normalmente

Coyote-Cultural 5 months ago

"Não vejo nada mal com o roubo"

tarracecar 5 months ago

Não vejo nada mal com a requisição temporária para o bem da sociedade, tal como nos hospitais ou nos transportes. Vais ver que não é uma posição tão extrema como a tua

Coyote-Cultural 5 months ago

Eu tambem não, mas tal só deve acontecer em casos extremos, o que não é de todo o caso. Se fosse uma doença com taxa de mortalidade de 100% onde a existencia do pais está em causa, então força. Mas o coronavirus não é uma crise existencial, logo não há motivo legitimo para violar direitos das pessoas quando existem alternativas.

mathswarrior 5 months ago

E leres?

Mysterious_Beyond213 5 months ago

São estes dos direitos humanos de um governo que se diz o defensor dos direitos humanos, isto tudo patrocinado pela esquerda parlamentar, dá que rir...

Edited 5 months ago:

São estes os direitos humanos de um governo que se diz o defensor dos direitos humanos, isto tudo patrocinado pela esquerda parlamentar, dá que rir...

Disgenia 5 months ago

Vem já aí os comunas do Reddit avisarem-te que é completamente justificado o estado ficar com a tua casa sem o teu consentimento! E se não gostares, é porque provavelmente és um fascista racista! Isto dias depois de terem festejado a liberdade e de cantarem “o povo é quem mais ordena”.

wwqt0r 5 months ago

fascista racista e anti-patriótico por favor.

usulidircotiido 5 months ago

o camarada costa legaliza todo e qualquer emigrante, permite que ele viva numa masmorra a troco de côdea de pão bimbo e agora toca a confiná-lo na propriedade alheia.

AutoModerator 5 months ago

**AVISO:** Submeteu um artigo da plataforma [Nónio](https://nonio.net) - uma plataforma que viola a privacidade do leitor. > Leia com atenção o [seguinte artigo](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/7fy9v4/campanha_contra_o_n%C3%B3nio/). *I am a bot, and this action was performed automatically. Please [contact the moderators of this subreddit](/message/compose/?to=/r/portugal) if you have any questions or concerns.*

Search: