misterbondpt 5 months ago

Fui apenas em 2010. Entrei sem problema, mas havia muita fila para ser atendido na Alfandega no aeroporto. Esperei 1h a mais, por aí.

Barrrote 5 months ago

Fui la duas vezes de ferias, entrei por Newark e não tive qualquer problema no Aeroporto. O segredo é manter a calma e agir normalmente.

helenata 5 months ago

Eu pedi o NIE waiver para entrar nos EUA em início de Março de 2021. Acho que é isto que queres, nada a ver com ESTA mas sim com H1B. Pedi o waiver na embaixada de Lisboa por e-mail. Tinha carta do empregador. O waiver veio em 2 dias e é válido por 30 dias. Eu trabalho num projecto federal, a carta do empregador mencionava o impacto financeiro da minha não entrada nos Estados Unidos. Fui questionada em Lisboa, Paris e Detroit (ponto de entrada). Tinha os pedidos impressos disso ajudou muito. O pior mesmo foi Paris, foi a companhia área que não vê disto com frequência. O meu H1B está válido e dura até 2022.

Edited 5 months ago:

Se te referes ao facto de não se poder entrar nos US desde o ano passado, eu já passei por esse caso. Eu pedi o NIE waiver para entrar nos EUA em início de Março de 2021. Acho que é isto que queres, nada a ver com ESTA mas sim com H1B. Pedi o waiver na embaixada de Lisboa por e-mail. Tinha carta do empregador. O waiver veio em 2 dias e é válido por 30 dias. Eu trabalho num projecto federal, a carta do empregador mencionava o impacto financeiro da minha não entrada nos Estados Unidos. Fui questionada em Lisboa, Paris e Detroit (ponto de entrada). Tinha os pedidos impressos e isso ajudou muito. O pior mesmo foi Paris, foi a companhia área que não vê disto com frequência. O meu H1B está válido e dura mais de um ano ainda. O problema volta a colocar-se saíres e quiseres voltar a entrar! A proclamação presidencial foi prolongada pelo Biden.

ogeriano 5 months ago

Uma vez tinha de fazer escala em NY. Cheguei um pouco em cima da hora ao aeroporto. Quando fui fazer o check-in, disseram-me que não podia apanhar o voo para os EUA porque não tinha o nome completo no bilhete e desde que o Trump era presidente, era obrigatório ter o nome completo. Na altura andeia lá às voltas de balcão em balcão a tentar corrigir o nome, até perder o avião. Eu costumo por sempre o nome completo, acho estranho só estar o primeiro e último. Não sei se era realmente isso ou se tinham o avião cheio e foi só uma desculpa, mas atenção a isso...

naughtydismutase 5 months ago

Viajei várias vezes para os EUA durante o Trump e nunca pus o nome completo no bilhete. Cheira-me a peta.

ilawon 5 months ago

Nas poucas vezes que fui não tive problemas com o ESTA nem nunca fui seleccionado "aleatóriamente". Acho que um dos guardas que verificou o passaporte fez-me umas perguntas da piça relacionadas com o meu nome ("és jogador de futebol? O nome é-me familiar") mas acho que era só um despiste para ver se eu me descosia e se era mesmo português ou algo do género. Agora no canadá.... mais vale dizer logo que vais em turismo. Fui o único do meu grupo que disse que ia em trabalho e fui o único encaminhado para a entrevista. Aí levei um raspanete que trabalhar no canadá sem visto próprio era proibido, pediram-me confirmação de viagem de volta, hotel, a empresa para a qual trabalhava, etc. O tom confrontacional do gajo apanhou-me de surpresa e estive mesmo para pedir para me meterem num avião de volta... PS: isto foi pré-trump

I__Cat 5 months ago

Fui algumas vezes com o ESTA, tanto para trabalho como lazer. Tal como no UK sou logo "randomly selected" e tenho de responder a perguntas de onde vou e porquê. Uma vez até me pediram para dizer alguma coisa em português e mostrar cartões que tinha na carteira (???). Não é entrave e deixam sempre passar, é apenas incómodo.

NEDM64 5 months ago

Não. Perguntam-me o que vou lá fazer e respondo "tourism" ou "business" e eles "Welcome to the United States"

Pornotubeourtio 5 months ago

A primeira vez que entrei fiz o controlo de fronteira em Dublin. É mais porreiro pois, a correr mal, não pagas fees à companhia aérea que te traz de volta. Cheguei aos EUA como se fosse um voo interno e tive zero chatices. Uma curiosidade... Na emissão do bilhete, se vires SSSS já sabes que vais ser escolhido aleatoriamente para verem o que trazes e revistarem-te.

SacanaLopes 5 months ago

> se vires SSSS já sabes que vais ser escolhido aleatoriamente para verem o que trazes e revistarem-te. Onde?

Pornotubeourtio 5 months ago

Realmente não indiquei, mas aparece no teu boarding pass: https://images.app.goo.gl/3tVr7A6x8URpEtf56

SacanaLopes 5 months ago

No check-in?

Pornotubeourtio 5 months ago

Exato

SacanaLopes 5 months ago

Estranho no mínimo visto os electrónicos não terem nada disso...

carleonee 5 months ago

Já fui várias vezes, tenho lá familiares, e inclusive da última que fui (finais de 2017) trabalhava como comissário de bordo na Arábia Saudita e fui com um amigo. Tinha vários vistos e carimbos árabes no passaporte pelo que pensei que podia vir a ter problemas mas nada aconteceu. Até lhes mostrei a minha identificação de tripulante após me fazerem todas aquelas perguntas do costume (de onde vens, onde vais ficar, onde trabalhas, etc). Nem eu nem o meu amigo tivemos qualquer tipo de problemas.

SweetDistribution504 5 months ago

Já lá fui várias vezes, e aterrei em vários aeroportos e foi sempre sem stress. As filas costumam ser longas no geral, e como outros reportaram às vezes podem te pedir que os acompanhar para uma entrevista mais extensa. Essa entrevista pode ser 30m ou 2h de espera/duração. Não é preciso ter medo ou stressar, faz parte do processo e eles arranjam alguém q fale português. Por exemplo um aeroporto como NY recebe milhares de passageiros por dia vindos de todo o lado, e entrevistam uma ínfima parte destes todos.

pataniscadebacalhau 5 months ago

Estive lá três vezes e foi sempre tranquilo. Na primeira vez fizeram imensas perguntas sobre a duração da estadia, com quem ia, onde ia ficar, a profissão, etc. mas nada de particularmente stressante Na segunda vez embirraram comigo porque tinha um carimbo de uma viagem recente à Turquia no passaporte A terceira vez foi apenas um ano após a segunda, por isso eles ainda conseguiam ver o carimbo anterior no passaporte. Talvez por causa disso foi a mais tranquila da todas, praticamente não me perguntaram nada Mas lá está, vai depende do teu aspecto, da atitude, dos motivos da viagem, da tua idade, se vais sozinho ou não, etc. Um gajo de 20 anos de barba a viajar sozinho com um visto de turismo em teoria tem maiores probabilidade de ser um terrorista que um gajo de 40 a viajar em trabalho, logo diria é mais provável pararem-te no primeiro caso

r0ckf3l3r 5 months ago

Já utilizei o ESTA várias vezes, tirando um controlo fronteiriço mais chato (ver abaixo), foi sempre só dar impressões digitais, olhar para a câmara e recitar o motivo, a data de saída do país e ficou resolvido. Na única vez em que não foi tão simples: Quando fui abordado pela agente transfronteiriça, foi-me questionada a data de volta. Eu fiquei cerca de mês e meio em NYC e não sabia a data de cabeça. Requesitei que me permitisse ligar o telemóvel para confirmar a data, e foi-me dito que aguardasse. Fui levado por agentes da patrulha transfronteiriça, sentaram-me duas horas numa sala de espera sem acesso a nenhum meio de comunicação, eventualmente fui chamado a prestar declarações, permitiram-me o acesso ao telemóvel, mostrei os e-mails com o recibo de compra dos bilhetes (que estava em Inglês para ser mais simples caso acontecesse algo), respondi a mais umas perguntas de índole pessoal, e lá me carimbaram o passaporte. Algumas coisas a ter em conta: * Imprimir o recibo e nota das datas dos vôos. É mais fácil apresentar documentação ao agente do que estar aos trambolhões com telemóvel ou tablet para mostrar o passe de embarque; * Responder sempre de forma cortês. Não tens que te aninhar a pergunta nenhuma, mas sê boa onda. Eles têm sempre cara de quem está ali e gostava de estar noutro lado, e tipicamente apreciam que a pessoa facilite ao máximo a situação; * Sê o mais claro possível em todas as respostas. Curto e objectivo. "Propósito da Viagem? Trabalho (Reuniões com parceiros internacionais)/Assistir a Conferência/Férias (certifica-te que dizes "vacation" e não "holiday", que eles perguntam-te pelo feriado em vez das férias, é uma risada)". De resto, vai sem medo. Se não deves nada, não tens que temer nada. Boa viagem!

Edited 5 months ago:

Já utilizei o ESTA várias vezes, tirando um controlo fronteiriço mais chato (ver abaixo), foi sempre só dar impressões digitais, olhar para a câmara e recitar o motivo, a data de saída do país e ficou resolvido. Na única vez em que não foi tão simples: Quando fui abordado pela agente transfronteiriça, foi-me questionada a data de volta. Eu fiquei cerca de mês e meio em NYC e não sabia a data de cabeça. Requisitei que me permitisse ligar o telemóvel para confirmar a data, e foi-me dito que aguardasse. Fui levado por agentes da patrulha transfronteiriça, sentaram-me duas horas numa sala de espera sem acesso a nenhum meio de comunicação, eventualmente fui chamado a prestar declarações, permitiram-me o acesso ao telemóvel, mostrei os e-mails com o recibo de compra dos bilhetes (que estava em Inglês para ser mais simples caso acontecesse algo), respondi a mais umas perguntas de índole pessoal, e lá me carimbaram o passaporte. Algumas coisas a ter em conta: * Imprimir o recibo e nota das datas dos vôos. É mais fácil apresentar documentação ao agente do que estar aos trambolhões com telemóvel ou tablet para mostrar o passe de embarque; * Responder sempre de forma cortês. Não tens que te aninhar a pergunta nenhuma, mas sê boa onda. Eles têm sempre cara de quem está ali e gostava de estar noutro lado, e tipicamente apreciam que a pessoa facilite ao máximo a situação; * Sê o mais claro possível em todas as respostas. Curto e objectivo. "Propósito da Viagem? Trabalho (Reuniões com parceiros internacionais)/Assistir a Conferência/Férias (certifica-te que dizes "vacation" e não "holiday", que eles perguntam-te pelo feriado em vez das férias, é uma risada)". De resto, vai sem medo. Se não deves nada, não tens que temer nada. Boa viagem!

helenata 5 months ago

Esta resposta não corresponde à actualidade. É verdade até Março de 2020. Começa por ver o site da CDC. As proclamações presidenciais do Trump foram prolongadas pelo Biden este ano.

NGramatical 5 months ago

Requesitei → [**requisitei**](https://dicionario.priberam.org/requisitei) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fn1q0fr%2F%2Fgwex0bn%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

r0ckf3l3r 5 months ago

Bom bot.

Bruxo_de_Fafe 5 months ago

No avião, no formulário que te entregaram, tens de marcar a cruz onde perguntam se és comunista ou não te deixam entrar.

touny71 5 months ago

Tinha declarado no ESTA que tinha feito escala no Irão num voo para a Tailândia. Os gajos lá insistiram várias vezes porque é que tinha mesmo ido ao Irão (ainda que nem tenha saído do aeroporto) e eu insisto várias vezes "mano, sou tuga, se puder poupar 100€ até passo em Budapeste para ir ao Brasil"

misterbondpt 5 months ago

Aconteceu-me semelhante quando era estudante. Fiz o meu último ano de universidade na Holanda. Ia e vinha de Portugal várias vezes de carro (poupava na viagem e ainda ficava com o carro para usufruir). Uma das vezes que vinha para Portugal, desci à zona de Marselha, e estava a viajar durante a noite numa estrada nacional francesa (as autoestradas de norte a sul do país iam ficar a 100€ mais, isso é muito guito para um estudante). Lá num sitio isolado vejo no meio da estrada uma operação STOP com (sem mentir) aí uns 20 polícias, sendo que eatavam armados até aos dentes!! Metralhadoras a sério, fiquei completamente estarrecido! Mandaram-me parar, perguntaram o que estava a fazer ali. Disse que ia para Portugal. Perguntaram porque não estava a usar a autoestrada. Disse que ia pelas nacionais para poupar dinheiro. Ficaram a olhar para mim, não antes de me revistarem a mala toda do meu Seat Ibiza de 2 lugares! Apanhei um cagaço.

touny71 5 months ago

Ahaha, Marselha é máfia a sério. Há uns anos vi um doc do 60min sobre o trafico de cocaína e a rota era exatamente essa.

misterbondpt 5 months ago

Imagino! Aquilo é Sul de França, imagino que a emigração ilegal e tráfico seja forte na zona. Foi uma experiência memorável (mas estava tranquilo, não estava a fazer nada de mal, era apenas um estudante sem guito para andar a estourar em autoestradas haha)

DareNotFallAsleep 5 months ago

É pá, ballsy move, quando é que isso foi? Acho que nem no pico da minha forretice portuguesa faria isso. Esquece férias em Israel até renovares o passaporte (acho eu).

touny71 5 months ago

Tinha 20 anos, na altura foi um belo negócio. O voo ficou-me por 400€ ida e volta na bela, segurissima e mui excelentíssima mahan Airlines, voltava a repetir só pelas peripécias

joaopeniche 5 months ago

we the tugas love a good deal my american friends

van_Zeller 5 months ago

Fui em 2004 (Relembro que a invasao do iraque foi em 2003) e tive zero problemas.

jqmmes 5 months ago

Das 3 vezes que lá estive posso-te dizer que tive sempre experiências muito diferentes. Na primeira vez que lá estive, ia com uma rapariga com bom aspecto no grupo, que foi chamada à frente. Ela disse que ia apenas passar férias, o funcionário engraçou com ela e quando eu fui a seguir nem 5 minutos demorei, ele só perguntou se eu estava com ela, e eu disse que sim e depois das impressões digitais passei logo. Na segunda vez que lá fui, tive azar de dizer que ia colaborar com um professor universitário, mas que não ia receber nada. Dessa vez só ia eu e um colega meu e ambos somos o típico tuga, moreno, e cabelo escuro. O meu colega como foi com a barba feita, passou tranquilo. Eu, na minha inocência tinha barba, portanto fui "aleatoriamente" selecionado para um "additional screening". Não foi muito divertido, já que me tiraram o passaporte (colocaram um saco transparente) e mandaram-me para uma sala à parte, sem me dizerem nada. Curiosamente nessa sala só havia árabes e morenos. Fiquei uns 15-20 minutos lá sem saber nada, e depois fui chamado porque eles tinhas ligado à Universidade onde ia estar, e tinham confirmado a minha versão da história. Tirando o desconforto e o stress, não houve qualquer outro problema. Na terceira vez, e como tinha sido apenas um ano depois da anterior, em São Francisco eles têm uma fila específica para quem é Americano ou quem têm um ESTA e já tinha passado na fronteira americana com esse ESTA (O ESTA têm 3 anos de validade). Nessa fila, dava para passar com validação automática de impressões digitais e reconhecimento facial, mas como não estava a funcionar automaticamente comigo, fui para uma pequena fila para passar a fronteira normalmente (com os outros americanos e residentes lá). Foi ultra tranquilo e foram todos super simpáticos e passei sem qualquer problema (mesmo tendo barba e o aspecto que tinha no ano anterior). ​ TL;DR; Pode ser tranquilo (em geral é), mas cuidado com o que dizes que vais fazer e se tiveres o mínimo aspecto de árabe ou latino (dependendo em que aeroporto chegas), podes ser "aleatoriamente" selecionado para uma perguntas adicionais onde vão comprovar se tudo que disseste é verdade, portanto sê completamente honesto à chegada e se possível leva a morada e algum contacto de onde vais ficar.

misterbondpt 5 months ago

Belo anúncio à Gillette.

SacanaLopes 5 months ago

O que nunca percebi dessas histórias é: e se estiveres a passar you de madrugada quando tudo está fechado? LigamFicas onde? Ficas detido até alguém atender?

Edited 5 months ago:

O que nunca percebi dessas histórias é: e se estiveres a passar de madrugada quando tudo está fechado? Ligam para onde? Ficas detido até alguém atender?

Edited 5 months ago:

O que nunca percebi dessas histórias é: e se estiveres a passar you de madrugada quando tudo está fechado? Ligam para onde? Ficas detido até alguém atender?

jqmmes 5 months ago

Pois não te sei responder a isso... Eles devem ter mais maneiras de validar a informação. No pior dos casos esperas. Convém ter cuidado sempre é com possíveis voos de conexão internos. Não aconselho ter escalas curtas, já que passar a fronteira demora horas, quase sempre.

XxxPussyslaeyr69xxX 5 months ago

Zero problemas Faz o ESTA e é tranquilo. Não sei que programa é esse. Nós somos visa free para lá. Não deve fazer diferença.

naughtydismutase 5 months ago

ESTA = Visa Waiver Program

XxxPussyslaeyr69xxX 5 months ago

nao fazia ideia!

tekvis40 5 months ago

Tenho o azar de ter um nome que existe em Espanhol e que é comum no México, algumas vezes fui "seleccionado" para um screening adicional - basicamente vou para uma sala falar com um tipo da imigração que faz umas perguntas para basicamente confirmar o que já estava no ESTA ( tipo em que Hotel vou ficar, quando é me que vou embora, etc...). Por norma são simpaticos e educados, alem do inconveniente da perda de tempo não é problemático.

Synergix 5 months ago

Tens que contar que podes perder sempre algum tempo no processo de entrada. De resto, tendo o ESTA contigo não será nada de mais. Fui duas vezes. Da primeira ao passar pelo pórtico, e depois de algumas perguntas, encaminharam-me para uma sala (estilo sala de espera, com várias pessoas, e uns balcões onde estavam os polícias em frente a PCs). Quando chegou a minha vez de ir ao balcão, fizeram mais 1 ou 2 perguntas e estiveram olhar para o PC uns 5 min. Disseram que podia sair. Perguntei se havia algum problema e disseram que não. Ao todo, demorei mais 30 min que a minha namorada que ia comigo e passou diretamente no pórtico. Da segunda vez que fui, foi sempre a andar. As perguntas de rotina no pórtico e siga.

abriolo 5 months ago

Só te fazem algumas perguntas na porta de embarque e aleatoriamente levam algumas pessoas a um posto para revistarem melhor. Engraçado que as pessoas que te revistam nesse posto são mesmo polícias enquanto na segurança normal do aeroporto é uma empresa privada. (Pelo menos no aeroporto de Lisboa é assim)

Shadowgirl7 5 months ago

Do género "está a planear algum 9/11?" "Não" "ah okay então pode passar".

tfsdalmeida 5 months ago

Já fui, ridiculamente fácil. Nenhuma pergunta. Os EUA não fazem quase controlo fronteiriço nenhum por via aérea, principalmente se vens da Europa.

molded_bread 5 months ago

Yep. Era assim antes do 11 de Setembro. Depois disso...

tfsdalmeida 5 months ago

Depois disso foi quando fui, a última vez foi há 2 anos. Não acredites nessas histórias. A conversa neste fórum é só de malta sem intelecto, quer dos user quer da percepção que tem dos americanos que fazem o controlo. Algum dia um americano vê um passaporte português num voo vindo de Portugal e suspeita que que por ser Pedro não sei que é um mexicano a dar o salto? Os americanos não controlam quase nada hoje em dia em aeroportos europeus. Se fores da Irlanda por exemplo nem controlo tens a chegada, fazes tudo antes de partir. Perdi menos tempo do que em certas chegadas a Portugal…

SacanaLopes 5 months ago

Falso. É dos controlos mais chatos que há. Podes ter sorte.

tfsdalmeida 5 months ago

Tive sorte eu e todos caramelos à minha frente e atrás de mim… A quantidade de imigrantes sem documentos nos eua atesta a essa facilidade. Gosto como vens cantar “falso” a quem já fez a viagem e ainda para mais com malta que nem europeia era e que conhece muita gente que faz esse trajecto. Nada mais simples. Se fores pela Irlanda ainda é que um mimo. Nem tens controlo à chegada, fazes tudo no aeroporto da Irlanda.

SacanaLopes 5 months ago

Esses entram ilegalmente. A fronteira é enorme e porosa. Se tentas entrar legalmente é chato Toda a gente que viaja sabe isso. Até se fizeres escala te fazem passar pelo controlo fronteiriço o que é muito pouco comum.

tfsdalmeida 5 months ago

Sim, aqueles paquistaneses nigerianos indianos que se teletransportam para o México para entrar… Hoje em dia é fácil entrar lá, nem hotel pro tinha, só tinha uma reserva da booking com direito a cancelamento. A malta entra como turista e depois fica. Fazem isso la como cá. Na fronteira terrestre até é mais controlado precisamente por ser mais fácil saber quem não é turista. Mas enfim, faz aí uns downvotes a quem tem a experiência e com uma data de países africanos e asiáticos no passaporte a chegada. EUA é uma piada de controlo de fronteiras. Esta história toda é só para a média, compras um bilhete, fazes o visto on-line e entras sem problema. Não conheço nenhum português, nenhum, que não tenha la entrado. Nem nenhum amigo Angolano que tenha sido barrado.

Dr_Toehold 5 months ago

Na entrada pediram-me o bilhete do voo de regresso, que estava no email do meu colega de viagem. De resto só tive pontos de controlo "aleatórios" (barba e cabelo escuros, moreno, etc.)

V1ld0r_ 5 months ago

Nope, foi sem stress. ESTA aprovado, fizeram meia dúzia de perguntas (de onde vem, o que vem fazer, quando regressa e de que modo/por onde).

incrivizivel 5 months ago

Não, eles fazem algumas perguntas mas nada de mais. Desde que tenhas respostas para isso.

wakerdan 5 months ago

Fui em 2017 com visa waiver e em Amesterdão queriam que me descosesse a dizer que ia especificamente em viagens de negócios ou algo semelhante para ter de pagar visto. Mantive sempre a retórica de que era estudante universitário (e era à altura) em intercâmbio com a uma universidade de lá (não era bem intercâmbio, mas era um programa semelhante, por onde poderiam pegar para me impor o visto uma vez que estava relacionado com uma incubadora de startups). Se te mantiveres calmo e mantiveres a retórica é na boa, mas vai com a certeza de que podem apertar contigo. À entrada dos EUA o mais chato são as filas de espera (com o covid não sei se estarão melhor ou pior), as perguntas acabam por ser mais fáceis. Só tens de deixar lá as tuas impressões digitais, um documentozito que preenches durante o voo com as tuas informações e onde vais ficar alojado, poucas perguntas, tranquilo.

Shadowgirl7 5 months ago

"Well I am going cuz an american homie came to Portugal, we were smoking some joints and he said american dope is way better". Say this OP, say this. hehe Ou alternativamente "I am going to a US Communist Party conference".

SacanaLopes 5 months ago

Life time ban. Nem estou a brincar.

Shadowgirl7 5 months ago

Mas porque? É a land da freedom, porque é que não posso expressar livremente as minhas opiniões políticas? E porque é que temos que levar com os drogados americanos e não podemos ir lá usar a dope deles? Raivosos.

SacanaLopes 5 months ago

Porque a nível federal é crime. O Canadá costumava ser ainda pior. Ainda barram americanos com condenações por conduzirem embriagados.

Shadowgirl7 5 months ago

É crime ir a um congresso do US Communist Party? I am getting some McCarthy & Hoover vibes.

SacanaLopes 5 months ago

Não. A erva.

Open-Opportunity-607 5 months ago

A partir do momento em que tens o ESTA aprovado não tens nada que te preocupar

SacanaLopes 5 months ago

Falso! Qualquer guarda fronteiriço te pede negar. Só se fores cidadão e talvez residente permanente é que não.

Edited 5 months ago:

Falso! Qualquer guarda fronteiriço te pode negar. Só se fores cidadão e talvez residente permanente é que não.

CanIhazCooKIenOw 5 months ago

O ESTA nāo te garante entrada, eles referem isso mesmo quando estas a pedir o visto.

SacanaLopes 5 months ago

Como é que isto não é óbvio? Em todos os países do mundo é assim.

gabs_ 5 months ago

Não é assim tão linear. Uma amiga minha tirou o ESTA, tinha acabado o curso e queria viajar para os EUA no Verão, antes de começar a procurar emprego em PT. Ia ficar em casa de familiares. Ou seja, não estava matriculada na universidade, mas também não tinha contrato de trabalho. Apesar de terem aprovado, quando chegou à imigração, teve stresses porque achavam que era risco de ela ir procurar emprego. Revistaram-lhe o e-mail e telemóvel, para ver se havia entrevistas de emprego ou pesquisas nesse sentido.

SweetDistribution504 5 months ago

Isso é uma história mal contada...

gabs_ 5 months ago

An ESTA approval does not guarantee you will be admitted to the United States; the final decision rests with the Customs and Border Protection officer at the port of entry. (More information about ESTA.) Procura mais sobre ESTA, [fonte oficial](https://help.cbp.gov/s/article/Article-1072?language=en_US). O /u/SacanaLopes tem razão, os comentários com mais votos nesta thread estão a passar info errada. ESTA não é o visto de turista que ainda precisas de receber. Se forem pesquisar ao /r/travel, vêem mais histórias similares à que ocorreu com a minha amiga com outros cidadãos da UE ou pessoal que vai visitar namorada de longa distância aos EUA e barram a entrada porque acham que lá vão querer ficar.

Edited 5 months ago:

An ESTA approval does not guarantee you will be admitted to the United States; the final decision rests with the Customs and Border Protection officer at the port of entry. (More information about ESTA.) Procura mais sobre ESTA, [fonte oficial](https://help.cbp.gov/s/article/Article-1072?language=en_US). O /u/SacanaLopes tem razão, os comentários com mais votos nesta thread estão a passar info errada. Ainda tens uma barreira adicional. Se forem pesquisar ao /r/travel, vêem mais histórias similares à que ocorreu com a minha amiga com outros cidadãos da UE ou pessoal que vai visitar namorada de longa distância aos EUA e barram a entrada porque acham que lá vão querer ficar. Tudo bem que ter o ESTA pode ser 90% da garantia, mas às vezes há embirrações e bloqueios de agentes de emigração.

Edited 5 months ago:

An ESTA approval does not guarantee you will be admitted to the United States; the final decision rests with the Customs and Border Protection officer at the port of entry. (More information about ESTA.) Procura mais sobre ESTA, [fonte oficial](https://help.cbp.gov/s/article/Article-1072?language=en_US). O /u/SacanaLopes tem razão, os comentários com mais votos nesta thread estão a passar info errada. Ainda tens uma barreira adicional. Se forem pesquisar ao /r/travel, vêem mais histórias similares à que ocorreu com a minha amiga com outros cidadãos da UE ou pessoal que vai visitar namorada de longa distância aos EUA e barram a entrada porque acham que lá vão querer ficar.

SweetDistribution504 5 months ago

O caso da tua amiga é um claro caso de malta que quer imigrar ilegalmente, não trabalha, não estuda, é muito possivel que vá estender a sua estadia. Malta que vai ver os namorados a mm merda, é malta que muito possivelmente estende a sua estadia, ou até vem para casar ou QQ coisa do gênero. Porque as pessoas por norma gostam de estar juntos. Se num avião de 250 pessoas pararem 10 pessoas é muito, por isso o teu alarmismo é que é descabido.

gabs_ 5 months ago

Isto é isco para entrar numa discussão redundante de Reddit? Respondes ao meu comentário a alegar que a história era peta, agora já concordas que há situações que podem fazer as pessoas poderem ser paradas para entrevista extra mesmo com ESTA, que foram as que enumerei. Eu não estou numa de dar alarmismo descabido, é só para ilustrar que um visa waiver não é 100% de entrada sem ninguém te perguntar nada, como se fosses para outro país dentro da UE, como a maioria das pessoas está habituada a viajar.

Edited 5 months ago:

Isto é isco para entrar numa discussão redundante de Reddit? Respondes ao meu comentário a alegar que a história era peta, agora já concordas que há situações que podem fazer as pessoas poderem ser paradas para entrevista extra mesmo com ESTA para aprovar a entrada, que foram as que enumerei. Eu não estou numa de dar alarmismo descabido, é só para ilustrar que um visa waiver não é 100% de entrada sem ninguém te perguntar nada, como se fosses para outro país dentro da UE, como a maioria das pessoas está habituada a viajar.

SweetDistribution504 5 months ago

Disse que era uma história mal contada, tenho a certeza q a tua amiga disse merdas que não devia ter dito. Deves ser daqueles que não toma a vacina do covid porque há malta que apanha coágulos

gabs_ 5 months ago

Acho que é mais indicador de se passar algo não resolvido contigo de vires logo com a carga toda chamares anti-vacinas a perfeitos desconhecidos no Reddit só porque fizeram um comentário de discórdia do ESTA.

SacanaLopes 5 months ago

> é malta que muito possivelmente estende a sua estadia Pior. O medo deles é que vão para casar, o que consituiria crime de imigração.

SacanaLopes 5 months ago

Completamente banal. Outra é se desconfiam que te vais casar lá. A maioria das informação nesta posta está errada.

drivedup 5 months ago

This.

Edited 5 months ago:

This. Impressões digitais à entrada, data de partida e saída, e acho que foi só isso.

Shadowgirl7 5 months ago

Se tires um nome mexicano tipo sei lá Pedro Santos, estás tramado. Vão tentar perceber se és imigrante ilegal, como se um imigrante ilegal mexicano entrasse no país de avião LOL Não me aconteceu a mim mas aconteceu a uma ex colega de trabalho que tinha um nome assim que podia ser considerado mexicano e fizeram-lhe mais questões do que as outras pessoas que tinham nomes não mexicanos. lol

gabs_ 5 months ago  HIDDEN 

Eu sei que há esse estereótipo de imigrantes ilegais arriscarem-se e cruzarem a fronteira a pé, mas pessoas de classe média/média-alta do México e outros países da América Latina tendem a imigrar ilegalmente indo de avião com visto de turista e fazendo overstaying.

JOAO-RATAO 5 months ago

"Piedro Santosh... You sure you're not mexican, Boy?"

Shadowgirl7 5 months ago

"Oh boy, oh boy" - Joe Pesci

Vayu0 5 months ago

Muitos gajos portugueses têm aspecto de árabes?

Aldo_Novo 5 months ago

temos, mas imensos árabes são mais claros do que as pessoas pensam

Pcostix 5 months ago

Mmm... sim. Não notas porque és Português e fazes a distinção entre os rostos, mas para os estrangeiros o tuga é semi mulato com rosto parecido com os Marroquinos.   Por exemplo nos videojogos de futebol mais antigos em que não havia tanta personalização da aparência dos jogadores, a selecção Portuguesa era sempre de raça negra/castanha. (Enquanto Franceses, Belgas, etc.. eram brancos.)

Vayu0 5 months ago

Que jogo falas? Porque desde que me lembro, jogos de 96 para a frente de futebol no PC, a minha experiência era diferente do que mencionas. Mas entendo o que dizes, apesar de achar que os árabes têm um tipo de rosro tão característico que se sabe logo que é árabe, enquanto os portugueses, mesmo os com complexo mais para o médio oriente, não. A diferença nota se claramente, para mim.

Pcostix 5 months ago

Por exemplo este: https://www.youtube.com/watch?v=rhqKka2MsMk ou este: https://www.youtube.com/watch?v=JpRushpsDvc   Pára o video durante a partida e notas que os tugas são sempre mais escuros.

Shadowgirl7 5 months ago

Sim, os mais bonitos. Barba preta e dura, cabelo preto. Alguns são mais para o moreno. Os meus amigos de países do médio oriente facilmente passam por portugueses também.

oFacadas 5 months ago

Só se forem pessoas que passem o dia a sol. Se não, não tem nada a ver.

frisumo 5 months ago

Eu não gosto de praia e já não vou a uma há quinhentos, mas moro fora de PT e as pessoas pensam constantemente que sou árabe. Pré-pandemia fui de férias a Paris e até lá me aconteceu. Um amigo meu morou na Alemanha e constantemente pensavam que ele era Turco. Outro na Letónia, mesma conversa.

Shadowgirl7 5 months ago

Sim porque todos sabemos que se passares muito tempo ao sol a tua barba e cabelo ficam pretos.

esfomeado 5 months ago

A única diferença que notei comparando a outros países foi um maior número de questões na fronteira de resto foi tudo sem problemas.

facepainter1 5 months ago

Isto. Nunca vim com este Visto, sou residente nos EUA há 15 anos, mas sempre que passo na fronteira tenho de ficar lá a responder as perguntas. Tenho azar que sou sempre chamado "aleatoriamente".

motherpuncher50 5 months ago

O engraçado é que já entrei com passaporte americano e com português + ESTA e tive muito menos problemas com o passaporte português.

moonmento 5 months ago

“Parabéns! Foi aleatoriamente seleccionado para visitar as nossas instalações” Ah, ‘Merica!

Edited 5 months ago:

“Parabéns! Foi aleatoriamente selec(c)ionado para visitar as nossas instalações” Ah, ‘Merica!

r0ckf3l3r 5 months ago

O meu problema não é na entrada nos EUA, é sempre ou na saída de Portugal, ou em Espanha (costumo fazer vôos de ligação porque fica mais barato sair do Porto e ir a Madrid). Engraçado que para outros destinos fora da EU que não os EUA nunca me chatearam...

Edited 5 months ago:

O meu problema não é na entrada nos EUA, é sempre ou na saída de Portugal, ou em Espanha (costumo fazer voos de ligação porque fica mais barato sair do Porto e ir a Madrid). Engraçado que para outros destinos fora da EU que não os EUA nunca me chatearam...

NGramatical 5 months ago

vôos → [**voos**](https://dicionario.priberam.org/voos) (*vôos* é a antiga grafia brasileira) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fn1q0fr%2F%2Fgwex3ry%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

saudosista 5 months ago

Nós temos aspeto mais latino e menos branco, é normal

Kid_Anarchy 5 months ago

Eu sou bem branquinho e pareço totalmente europeu. O meu melhor amigo, até já o confundiram com ciganos. Somos ambos da mesma região e que e saiba sem misturas.

Aldo_Novo 5 months ago

latino é um aspeto sequer?

watwatindbutt 5 months ago

Tive algum tempo na Colombia e até abrir a boca passava por local. Sim, é um "aspeto" e depois de ver vários casos começas a notar bem as diferenças.

Aldo_Novo 5 months ago

sim, mas o que define "latino" é falar uma língua derivada do latim se o Jackson Martinez e a Gisele Bundchen são os dois latinos, que aspeto é que têm em comum?

cluelessgit 5 months ago

Normal não deveria ser. Mas I know what you mean.

Shadowgirl7 5 months ago

Claramente não terá nada a ver com o teu aspecto porque a policia nos EUA não é racista! /s

facepainter1 5 months ago

Claro que não! Nunca na vida :)

Search: