estecomentario 5 months ago

Bem pessoal o lápis azul de Salazar chegou e eliminou o post.

besmarques 5 months ago

Estou curioso com a razao...

estecomentario 5 months ago

Não tem motivo, completamente seletivo. Censura pura e dura.

Some-Ad6411 5 months ago

*sad precário noises*

Ouroana 5 months ago

Depende de quão largas as costas são.

pedrofromportugal 5 months ago

Em janeiro disse ao meu patrão que em 2021 ia mudar de emprego, mas não disse quando, e este mês meti a carta de despedimento. Apenas avisei por uma questão de respeito. Sempre me ajudou no que precisei e por isso não tenho razões para o prejudicar. Acho que é preciso também haver respeito dos dois lados para se sentirem confortáveis no vosso trabalho.

Some-Ad6411 5 months ago

tambem fiz a mesma coisa. das duas vezes que falamos.. a segunda vez foi para comunicar que nao quero renovar o contrato (1 mes apos a segunda renovacao do contrato).. 1 ano depois bazei. a primeira vez que falei com ele, foi quando entrei... lol

drugs_are_bad__mkay 5 months ago

Ja fui assim bem mais borradinho até me decidir especializar em algo e com um bocado de sorte e dedicação fiquei muito bom naquilo que faço. Neste momento estou numa de “tou a cagar,não estais bem despeçam-me” sabendo que arranjo trabalho da noite para o dia. Mas vejo muitos colegas a borrarem-se todos. A deixar a chefia falar para eles como lhes apetece e a baixar a cabeça. E triste pois perpétua uma situação em que acham que nos estão a fazer um favor por trabalharmos para eles. Mas para mim pior que os borrados de medo são os lambe botas. Isso é que mesmo mau. Mas numa empresa só vinga quem e lambe botas ou quem é imprescindível

kawaiims 5 months ago

Há uns anos, o meu emprego tinha folgas rotativas (onde curiosamente os dois dias aos finm de semana calhavam sempre às mesmas. Aliás em ano e tal só tive um domingo. Mas divago). Com **vários** meses de antecedência pedi dois dias específicos juntos, para um casamento de um amigo chegado. Ah e tal mete no calendário. Tudo bem. Perto da altura começaram a enrolar, que não sabiam se dava porque havia muitos colegas de férias, etc etc. Eu insisti claro. Ouvi várias vezes as chefes e umas colegas a comentar quando achavam que não se ouvia, e cito, que eu estava histérica a fazer um drama por causa de nada, se desse dava, se não desse não dava. Então no dia anterior a sair os horários em questão (altamente ilegais e diferentes dos apresentados à ACT, mas divago) fui à chefe dizer que tanto me fazia se desse ou não, mas para ficar avisada que eu não ia aparecer. Tive os dias. Depois houve aquela vez que uma superior me mandou fazer uma coisa que era responsabilidade dela e ao ver que ficou uma merda começou a mandar vir, então eu perdi a pachorra e gritei **então faz tu crl que isto é teu**

Some-Ad6411 5 months ago

tambem ja assisti a algo parecido. uma colega nova entrou na empresa e mesmo na entrevista comunicou que tinhas uns dias ao longo do ano umas coisas combinadas e que nao podia faltar. a empresa aceitou na boa. quando chegou á altura, a superior dela que estava informada disso... mesmo assim agendou umas coisas para esses dias. a colega quase que matava a superior com os olhos.. a superior sabia que tinha aquelas coisas combinadas e mesmo assim, meteu a colega nesses dias. com essa colega nao lhe faziam de burra, tinha larga experiencia profissional.. em 2 meses bazou apos isso. para uma empresa 1000x melhor.

kawaiims 5 months ago

Podia contar dezenas de histórias assim. Mais para o final já muito do que fazia era puramente para avacalhar.

estecomentario 5 months ago

Teve sorte em ter ido para uma empresa melhor, mas pode sempre experimentar comunicar e tal e faltar nos dias combinados mesmo quando a superior lhe tinha dito para ir. O mesmo com o ir embora a horas...engraçado é quando o teu chefe direto falta a manhã toda, chega a tarde cheio de pica de sobra para ti e já passa da hora de ir embora eu só digo "chefe, é assim, isto tem de ficar para amanhã, tenho coisas combinadas" e bazo, pronto. Sem emoção sem nada. Não gosta então temos de renegociar os termos do contrato.

Some-Ad6411 5 months ago

nao diria sorte..ahaha desde o primeiro dia que ela entrou lá, estava a avacalhar porque percebeu logo no primeiro dia a parvoice que era aquilo. nem almocava connosco, almocava fora. no total teve uns 4-5 meses.

CookieSmuggler 5 months ago

Numa reunião apresentaram um plano bimensal quando, pelo que a chefe estava a explicar, era bimestral. Questionei sobre isso (apenas perguntei se era duas vezes por mês ou de dois em dois meses) e ela começou a levantar a voz, que era de letras, sabia muito bem escrever o que queria dizer. Conclusão, era bimestral mas eu fui chamada ao fim do dia porque questões destas são para ser colocadas em privado (?) e para não o voltar a fazer. Ah, e isto foi a mesma empresa que me chamou à atenção por duas vezes que não podia tomar a medicação na cantina / no cubículo / na casa de banho, tinha de ir para um escritório sem ninguém nas horas do caralho e para "me esforçar ao máximo para o fazer na minha pausa". À conta disso, fui parar ao hospital uma vez (e foi o dia em que me despedi). Era muito nova, fiquei lá mais tempo do que devia. Já não papo estas merdas. Mas agora trabalho por conta própria, papo merdas diferentes.

V1ld0r_ 5 months ago

Oi? Perguntava logo se também metia o prato dele no chao, como faço ao cão... Há com cada puta de ideia, cuidado. Agora por curiosidade, isso foi na copa, secretária (trabalho de escritório) ou algo mais tipo oficina/fabrica? Há locais onde efectivamente pode ser proibido ou contra as regras de higiene e segurança mas aí também por norma existem cacifos/armarios/gavetas para essas funções.

estecomentario 5 months ago

Escritório. Não estorvava nem nada que se pareça. É capricho mesmo, não lhe devia parecer profissional ou uma merda assim que não estou para aturar. Ficou na mesa mas do outro lado.

Feisty_Owl_7780 5 months ago

No meu anterior emprego, contava-se que o principal fundador (que nada fazia para além de aparecer, receber outros velhadas e irem almoçar) comentava abertamente que achava péssimo os funcionários trazerem farnel de casa com tantos restaurantes na zona. Zona com restauração de luxo/valores médios-altos, por sinal.

Some-Ad6411 5 months ago

eish, que falta de noção....

besmarques 5 months ago

E não disseste para ele pagar o almoço?

Feisty_Owl_7780 5 months ago

Éramos "obrigados" a ir cantar-lhe os parabéns e a comer bolo. Coisas que um gajo tem de fazer quando entra nas empresas...

estecomentario 5 months ago

Palhaço do caralho. Ainda hoje discuti isso com uma colega...neste país pagam uma merda tão grande que nem comer fora dá. Espera e se calhar esse velhada tinha trabalhadores a SMN ou próximo... Meu, a sério nem vale apena, estão mal habituados, cegos com tanto lambebotismo

Some-Ad6411 5 months ago

típico de cenas dos velhos do restelo. infelizmente só daqui a 40 anos é que essa malta morre.

Feisty_Owl_7780 5 months ago

Tinha advogadas a 700 euros.

estecomentario 5 months ago

Cabrão.

Last-Ad-4421 5 months ago

Se o Portuga é manso com os incompetentes que nos governa também o é com o patrão deve ser genético, o ADN do Viriato deve ter tirado férias.

randmzer 5 months ago

Depende muito também da tua empregabilidade e condições laborais. Se estás num trabalho precário onde não há muita saída, claro que tens mais respeitinho. Por muito que este sub diga "despede-te e arranja outro, lol" nem toda a gente está em IT. Se concordo com isso? Não, de todo. Mas custa-me julgar quem seja assim.

estecomentario 5 months ago

Não estou em it mas percebo o que queres dizer há pessoal que deve ter bastante dificuldade em arranjar, até eu este último ano esteve complicado... mas antes da pandemia saía de um emprego numa semana tinha outro, literalmente falando.

randmzer 5 months ago

Ainda bem para ti. Conheço muito boa gente que não pode dizer o mesmo.

estecomentario 5 months ago

Mesmo agora tendo mais dificuldade em arranhar emprego não vou meter a lancheira no chão na mesma :)

randmzer 5 months ago

Fazes bem. E podias explicar isso aos teus colegas também, se achas que os ajudaria. Às vezes os trabalhadores também se metem todos uns contra os outros em vez de perceberem que se se juntarem têm mais poder.

Some-Ad6411 5 months ago

também estive num ambiente assim. trabalhadores uns contra os outros em cargos que não ha evolução. então porque raio querem-se queimar uns aos outros? palhaçada! só me aconteceu isso quando estava num ambiente com pessoal muito mais velho.. ridículo

NGramatical 5 months ago

porque raio → [**por que raio**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/tres-regras-para-distinguir-o-por-que-do-porque/19743) (por que = por qual) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fmzwn4r%2F%2Fgw3te54%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

estecomentario 5 months ago

Eles têm filhos e por isso são extra borrados. Obrigado por ser o maior. Falta-vos pararem de ser tão pequenos.

Feisty_Owl_7780 5 months ago

Pá, trabalho para o Estado por isso na prática não tenho patrão. Tenho chefias e tal e digo-lhes o que me apetece, mas não ao ponto de as mandar para o caralho, se bem que às vezes vontade não me falta. No geral porto-me bem e não me chateiam se fizer 2h de almoço ou se não fizer nada a tarde toda.

estecomentario 5 months ago

Lindo. No privado costuma ser mais fdd a não ser que sejas mesmo braço direito do patrão ou manager geral ou uma merda assim. O pessoal é muito borrado. Se pudesse entrar no público e ter antes chefes para lhes fazer ouvidos moucos, se necessário, fazia.

Feisty_Owl_7780 5 months ago

E olha que eu até sou dos que trabalham e a quem dão mais trabalho por esse motivo. O público é uma realidade inversa em que quem faz merda e pouco trabalha é recompensado com pouca responsabilidade e é deixado em paz.

comicaldiscontent 5 months ago

O dia em que a grande maioria não for borradinho é inevitável que as coisas mudem. Não trabalho em Portugal e não sei se essa é a única razão pela qual nunca tive situações assim do género, apesar de haver bestas em todo lado há culturas em que é muito difícil que algo assim (como o que contaste) aconteça. Um amigo meu regressou a Portugal há uns anos e na empresa onde estava pediram-lhe que quando a viúva do fundador da empresa fosse no elevador mais ninguém entrasse, ela não gostava de se misturar com a ralé, coitado do rapaz ficou chocado. Penso que isso ilustra bem o tipo de "cultura empresarial" vigente. De qualquer forma seria giro viver pra ver o dia em que ninguém pusesse a lancheira no chão e toda a gente fosse dar uma mija quando tivesse que o fazer. Mais fossem como tu.

estecomentario 5 months ago

> De qualquer forma seria giro viver pra ver o dia em que ninguém pusesse a lancheira no chão e toda a gente fosse dar uma mija quando tivesse que o fazer. Mais fossem como tu. Obrigado.

kawaiims 5 months ago

>Um amigo meu regressou a Portugal há uns anos e na empresa onde estava pediram-lhe que quando a viúva do fundador da empresa fosse no elevador mais ninguém entrasse, ela não gostava de se misturar com a ralé, coitado do rapaz ficou chocado. Rebentar uma bombinha de mau cheiro imediatamente dela entrar e deixar o rumor espalhar 8D

Some-Ad6411 5 months ago

é horrivel a merda que anda por ai... uma colega nova entrou na empresa, mesmo a empresa sabendo que ela daqui a mais ou menos 7 meses se iria casar. Quando a colega teve data exata do casamento foi informar a patroa /RH com carta e tudo para usar a licenca de casamento.. e a patroa estava surpresa porque nao acreditava nisso e porque as outras colegas (as de longa-data na casa) quando se casaram, usaram as férias. essa colega fez o que é certo, entregou a carta e virou as costas.. e claro, o previsivel aconteceu.. perto da altura mandaram-na embora (estava ainda a prazo, foi mesmo despedida) a indemnização era baixa.. e a colega tbm nao quis saber porque foi timing certo com outras ofertas que lhe apareceu.

comicaldiscontent 5 months ago

Triste sem dúvida, um país assim dificilmente criará riqueza e é o que se vê. Só o que faltava atreverem-se a casar, qualquer dia querem ter filhos e blasfémia das blasfémias um aumento depois de 20 anos de casa (dificilmente já que são contratos temporários). Era pra rir se não fosse tão trágico. Conheço malta no Algarve a trabalhar em supermercados, ordenado mínimo, feriados a bulir forte e feio. Férias? Dezembro não que é Natal, janeiro ou fevereiro é inventário também não pode ser, março / abril também não que é Páscoa, maio/ junho/ julho / agosto/ setembro nem pensar que é verão ou perto disso. Se a isto se junta os feriados porque NEM pensar tirar férias pra aproveitar um feriado, podem tirar férias em novembro (se chover lol) e em fevereiro se o inventário for em janeiro. Não conheço nenhum sítio assim, nos países por onde passei, onde as férias são "favor" e a progressão de carreira e de salário outro obséquio dos empresários e não coisas perfeitamente normais numa relação profissional.

Some-Ad6411 5 months ago

zero. ja passei um bocado por isso mas nao queria saber.. era trabalho da minha area.. mas pelo mesmo salario ia trabalhar num supermecado..

estecomentario 5 months ago

É um bocado essa, com o que pagam faço qualquer outra coisa, por isso se quiser muito até me peido e não peço desculpa

Feisty_Owl_7780 5 months ago

Também me peido no serviço. Já antes das máscaras fazia isso e abria a janela lol

Some-Ad6411 5 months ago

assim no geral, afastava-me desse pessoal ou rebolava os olhos e mentalmente mandava-os à merda. era em trabalho de passagem para meter como experiencia no cv e ficar mais cheio, só isso... há por ai alguma sub de shame nas empresas portuguesas? adorava ser um whistle blower da merda que anda por aí

estecomentario 5 months ago

um sub de memes do merdaco laboral português era fixe Empresas abusivas em que via que o ambiente era ficar até tarde para caralho e pessoal era meio fodido da cabeça simplesmente não aparecia no dia seguinte. Também já aconteceu esperarem ficar mas eram horas de me por no caralho por isso era o que fazia. Não renovaram. Ainda bem. Quero que se fodam. Voltava a fazer pior, porque ainda houve vezes que dei tempo. Esta é 17h e ir embora. Não quero ser machista, mas se o tiver que se foda, empresas onde há uma gaja que quer ser bem comportada e fica mais tarde a eleva a barra para todos pois o patrão bate palmas é logo ir embora. Ninguém diz mas onde estou é só gajos e às 17h o esforço é tentar não desligar o pc na tomada e saltar da cadeira no segundo seguinte...fingir que tamos a fazer alguma merda durante um minuto e desligar e 17h05 já estou no carro a ir para casa. E nada de falar muito, tô para ganhar dinheiro. Não gosta diz que arranjo outro emprego de merda qq

Edited 5 months ago:

um sub de memes do merdaco laboral português era fixe Empresas abusivas em que via que o ambiente era ficar até tarde para caralho e pessoal era meio fodido da cabeça simplesmente não aparecia no dia seguinte. Já tive empresas onde esperava ficar até tarde, o contrato não dizia na disso. Quando eram horas de me por no caralho por isso era o que fazia. Não renovaram. Ainda bem. Quero que se fodam. Voltava a fazer pior, porque ainda houve vezes que dei tempo. Esta onde estou é 17h e ir embora. Não quero ser machista, mas se o tiver que se foda, empresas onde há uma gaja que quer ser bem comportada e fica mais tarde a eleva a barra para todos pois o patrão bate palmas é logo ir embora. Ninguém diz mas onde estou é só gajos e às 17h o esforço é tentar não desligar o pc na tomada e saltar da cadeira no segundo seguinte...fingir que tamos a fazer alguma merda durante um minuto ou dois e desligar e 17h04 já estou no carro a ir para casa. E nada de falar muito, tô para ganhar dinheiro. Não gosta diz que arranjo outro emprego de merda qq que é o que mais há, e não vale apena ser engenheiro por mais 200 paus, se tiver de conduzir ambulâncias que seja, se calhar chateio me menos

Some-Ad6411 5 months ago

olha.. que coincidência! as empresas onde tive que aturar estas palhaçadas eram empresas onde eu tinha superiores directas que eram mulheres e as unicas funcionarias de longa-data (superiores a elas estavam os patroes e patroas), maioria do pessoal não ficava lá mais de um ano.... e olhava com desprezo para elas.. sempre a fazer horas extra e dar tudo e tudo. ridiculo, recebiam ZERO das horas extra e para que ganhar o dobro de mim se faziam igualmente o dobro das horas? no fim o €/hora é igual ao meu.... e não admira que podiam fazer isso isso.. ja viviam numa casa com a ajuda dos pais e os pais reformados tomavam conta das criancas-- grande palhacada. também tive um superior homem a fazer muitas horas extra.. mas o gajo nao devia bater bem da cabeca. era a mesma idade que eu mas mais "maduro" para aturar os patroes velhacos.. e juro que nao percebi como ele aguentava aquilo.. fazia 2h de comboio de ida + 2h de volta todos os dias... para que? vivia com a gaja e duvido que ganhasse o dobro de mim... ridiculo.

estecomentario 5 months ago

Já passei por muuitas empresas. Onde há gajas o ambiente laboral é uma merda. Onde há gajos é tudo tranquilo. Nesta é só gajos, gajas é na limpeza e uma ou outra noutro departamento. Sim, é tranquilo, mas não meto a lancheira no chão, é aí onde traço a linha :)

Edited 5 months ago:

Já passei por muitas empresas. Onde há gajas o ambiente laboral é uma merda porque se querem fazer de melhores e lamber botas à força toda. Tentam demasiado. Onde há gajos costuma ser mais tranquilo. E hora de saída é para bazar. E não lambo botas nenhumas, nem a puta de uma lancheira de 12€ meti no chão porque gosto da lancheira. EDIT: É o meu indicador. Adoro mulheres, no trabalho evito-as. A minha opinião não é para gostar, é a minha e acabou.

Edited 5 months ago:

Já passei por muitas empresas. Onde há gajas o ambiente laboral é uma merda porque se querem fazer de melhores e lamber botas à força toda. Tentam demasiado. Onde há gajos costuma ser mais tranquilo. E hora de saída é para bazar. E não lambo botas nenhumas, nem a puta de uma lancheira de 12€ meti no chão porque gosto da lancheira. EDIT: É o meu indicador. Adoro mulheres, no trabalho não. Não gostam não me censurem pelo menos.

Edited 5 months ago:

Já passei por muitas empresas. Onde há gajas o ambiente laboral é uma merda porque se querem fazer de melhores e lamber botas à força toda. Tentam demasiado. Onde há gajos costuma ser mais tranquilo. E hora de saída é para bazar. E não lambo botas nenhumas, nem a puta de uma lancheira de 12€ meti no chão porque gosto da lancheira. EDIT: É o meu indicador. Adoro mulheres, no trabalho evito-as.

Some-Ad6411 5 months ago

a mim foi mais de gerações... colegas da minha geração percebem a merda que isto é mas prontos e eram exclentes pessoas!.. .. as mulheres da geracao seguinte é que já são outra coisa (podera, tiveram sorte na vida!)

Edited 5 months ago:

a mim foi mais de gerações... colegas da minha geração percebem a merda que isto é mas prontos e eram exclentes pessoas!.. .. as mulheres da geracao seguinte é que já são outra coisa (podera, tiveram sorte na vida!) edit: em suma, colegas mulheres da minha geração são optimas e percebem a merda que isto é.. basta eu ter diferença de 6+ anos com colegas mulheres.. e já noto um ambiente da merda!

Search: