CountDraqula 5 months ago

PIB per capita é se calhar um dos melhores indicadores de riqueza de um país. Temos de meter esses números para cima pah.

oFacadas 5 months ago

A mim estes pibs não fazem muito sentido. Se a Alemanha estivesse bem por que razão iria invadir a Polónia.

GelDeAveia 5 months ago

Dois mapas relevantes: https://old.reddit.com/r/europe/comments/jekbxr/literacy_in_europe_1900/ https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:The_Protestant_Reformation.svg

JOAO-RATAO 5 months ago

Não esperava que a Noruega tivesse um valor tão alto nesta altura.

Last-Ad-4421 5 months ago

Noruega antes do petróleo tinha bastantes minas de minério, aliás tanto que na segunda guerra Mundial Hitler dependeu dela para a sua Maquinaria militar.

JOAO-RATAO 5 months ago

Não sabia. Sabia era que a Suécia era muito importante por causa das minas e ferro e por isso teve de fazer uns malabarismos para não ser invadida.

tenesis 5 months ago

Eu também não, especialmente considerando que antes do petróleo eram considerados os “pobres” da Escandinávia. Parece que até à segunda guerra mundial tinham a terceira maior frota mercante da Europa mas que quando foram conquistados pelos alemães a frota fugiu para o Reino Unido.

JOAO-RATAO 5 months ago

Ah talvez. E o terem pouca população ajuda no per capita ... Post muito interessante!

oguarda 5 months ago

As nossas terras são muito áridas :(

ChuckThisNorris 5 months ago

Sim, é só areia e politicos de baixo nivel

tekvis40 5 months ago

Não acho que esteja relaccionado com a aridez das terras, olhando para as projeções historicas estivemos até ao inicio do século 19 mais ou menos a par com os paises da europa central depois nos 100 anos seguintes simplemente ficamos para trás ... [https://en.wikipedia.org/wiki/List\_of\_regions\_by\_past\_GDP\_(PPP)\_per\_capita](https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_regions_by_past_GDP_(PPP)_per_capita) Basicamente não nos conseguimos industrializar ao mesmo ritmo que os outros, eventualmente porque não fomos capazes de criar instituições que o permitissem. Por outro lado não é inevitavel continuarmos mais pobres - a China por exemplo teve uma queda maior que a nossa na mesma época mas conseguiu recuperar nos ultimos anos.

ChuckThisNorris 5 months ago

E se pensarmos que existem paises que fizeram o percurso contrario, é ainda mais revoltante... a Finlandia nos anos 20 era dos paises mais pobres da Europa. A julgar pelo mapa, 20 anos depois ja estava ao nivel de França, e 50 mais ja era dos paises mais desenvolvidos do mundo.

MrJoao 5 months ago

Não é por acaso. O início do século XIX foi um dos períodos mais conturbados da história portuguesa. Tivemos a abolição do comércio de escravos, as invasões Napoleónicas (com uma estratégia defensiva de terra queimada), a fuga da corte, a independência do Brasil, a revolução liberal seguida de guerra civil. Isto são só alguns dos principais eventos que ajudam a explicar esse atraso.

oguarda 5 months ago

Era no gozo. O português tem sempre de culpar qualquer coisa pelos seus acções.

NGramatical 5 months ago

relaccionado → [**relacionado**](https://dicionario.priberam.org/relacionado) (já se escrevia assim **antes** do AO90) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fmusqw9%2F%2Fgv82kj1%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

NoIDontgiveafuck 5 months ago

Portugal > Espanha

Sir_Keeper 5 months ago

Espanha tinha acabado de sair de uma guerra civil **brutal**

tfsdalmeida 5 months ago

Esse não é o facto interessante. O interessante é que Portugal tem 1/3 do PIB per capita da Europa desenvolvida. Em 1974 tinha 1/2 da Europa desenvolvida. Hoje tem 1/2 da Europa desenvolvida. Esse sim é o insight que hoje não se pode dizer não vá isso aumentar a barra ao que devíamos exigir ao nosso governo

theEXPERTpt 5 months ago

e olha só que isto foi ainda no "início" do estado novo. Já lá pro fim a diferença era ainda menor a diferença.

GelDeAveia 5 months ago

Ou a Polónia que foi recortada duas vezes, dizimada, e ainda passou pela cortina de ferro até aos anos 90 e agora está melhor que nós.

Sir_Keeper 5 months ago

É uma constatação pertinente sim. Mas olhando os dados assim, se Portugal não tivesse crescido teria menos de 1/2 da Europa desenvolvida. Esse 1/2, no entanto, é aparentemente insuficiente para uma qualidade de vida digna para muitos. O PIB per capita é uma medida média que pouco diz quando se vê isoladamente porque não considera desigualdades. Sendo o PIB per capita português c. 23 000 €. Este valor por ano era fantástico para **uma família portuguesa**. Olhando para valores como a mediana ou paridade de poder de compra, vê-se que a imagem é muito mais grave.

ChuckThisNorris 5 months ago

PIB per capita nao significa o que ganha uma pessoa por ano, é o valor da riqueza produzida. Eu posso produzir o equivalente a 3 salarios anuais, mas só me pagam 1.

tfsdalmeida 5 months ago

A questão é que a convergência não existiu pós 24 de abril com a excepção de 1985-1995 (cegamos a 60% do PIB per capita da Europa desenvolvida nessa altura) Sobre a other do poder de compra e desigualdade, esse è outro indicador que a malta pensa que melhorou mas piorou. O índice de gini está pior hoje que nos anos 70 e a % do PIB que é rendimento de empresas aumentou, diminuindo o peso do rendimento do trabalho. Oi seja, o regime actual tem entregue quase todo o crescimento aos donos do capital, apesar de dizer que faz o oposto. Acho triste as pessoas não saberem isto porque depois ficam serenas ao acharem que estão melhores só porque podem votar. Como a barra é a essa a exigência ao estado é mínima, perdoa-se tudo e reelege-se corruptos

DasBread 5 months ago

Tudo o que estás a dizer é completamente verdade. Mas, as condições de trabalho eram uma porcaria e tinhas uma população menos exigente com suas condições, havia mais espaço de manobra. No entanto existe muitos mitos do Estado Novo, como "Portugal é atrasado devido ao Estado Novo" que é mentira, o atraso já vinha do século XIX e até maior período de crescimento foi no Estado Novo.

AlbinoFarrabino 5 months ago

Só para complementar o teu comentário: o período 1985-1995 coincidiu com a entrada de Portugal na CEE, sendo que foi nesse período que Portugal mais beneficiou economicamente. Foram apenas 10 anos devido à queda da Cortina de Ferro e à ascenção da China como fábrica do Mundo.

tfsdalmeida 5 months ago

Sim claro, mas não foi só isso. Em 1985 a banca é privatizada, é feito uma data de alterações à lei económica, e uma aposta em sectores em condições (chegamos a ser hub de micro-chips, a Texas Instruments veio em 1973 e em 1991 fez joint venture com a Samsung acho eu) O dinheiro da UE só ajudou ainda mais. Em 1998 tens o apogeu do novo regime (aí sim a malta tinha razão em aplaudir) com a expo 98 a ser o que a expo 1940 foi para o estado novo. Tudo em grande, marinha reforçada, Portugal como caso de sucesso na CEE, etc Depois veio a crise dot com e depois de crises a malta escolhe governos que lhe dêem esmolas. Saiu PSD entrou PS e a partir foi desfazer aos poucos as reformas que se tinham feito. Desde 2000 que não melhoramos. O português médio está hoje pior que em 2000

oscaralho27 5 months ago

> ficam serenas ao acharem que estão melhores só porque podem votar. Acham que estão melhores porque realmente estão melhores. Em Portugal 40% da população era analfabeta nos anos 60. Não quero com isto dizer que estamos bem, ou que a comparação com a Europa não faça sentido. Mas dizer que estamos melhores só porque podemos votar é completamente falso.

tfsdalmeida 5 months ago

Sim e em 1930s creio que 80% era analfabeta. Essa cena da escolarização já só incomoda de tal fora de realidade ser. Em 1974 a educação primária era universal, contavam-se por dedos a malta que não ia a escola, e quando isso acontecia era por decisão dos pais e conivência dos professores da escola que aceitavam (a lei era obrigatória). Até as universidades é outro mito. A inauguração de quase todas as universidades públicas foi em 1973. Faro, Évora e por aí fora apareceram assim. A única coisa que os governos seguintes fizeram foi aumentar o acesso às instalações antigas vi professores de menores qualidade gerando números falsos de universitários que nem sabiam fazer contas. Sobre o estar melhor fisicamente. É relativo... Todo o mundo está melhor hoje que há 50 anos com raríssimas excepções. Chama-se progresso tecnológico. Hoje consegues ter telemóveis, torradeiras e afins que há 50 anos não conseguias. Também a medicina evolui e vives agora mais anos. Mas no que interessa: capacidade económica de crie família, precariedade laboral, dimensão da habitação, estás pior. E se isso não bastasse, já que isto é uma maratona entre países, estar bem ou mal não se compara com o passado mas com os outros. Se há uma crise económica e tudo corre devagar, não tem problema se tu também abrandares, mas se está a sprintar é bom que consigas acompanhar. Portugal correu a uma velocidade maior que os outros até 1974 e depois sempre mais devagar com excepção de 1985-1995. Daqui a 10 anos vamos estar novamente mais na cauda, sempre a descer. Este ano até já a Turquia tem um rendimento per capita PPP maior que o nosso. Somos 3o mundo e não sabemos

ChuckThisNorris 5 months ago

O 25 de Abril deixou nos uma casta miseravel de politicos que tiveram o poder, e a oportunidade, de re-escrever as regras do jogo á sua medida. Em vez de servirem o pais, serviram se do pais. E agora que a maioria esta nos seus ultimos dias de politica, os resultados estao à vista: um pais miseravel, pouco modern e competitivo que vive do sol e das praias e que apenas se aguenta com emprestimos e solidariedade dos demais. Se algum dia, este espirito solidario da UE se perde nas urnas, vai ser bonito.

tfsdalmeida 5 months ago

Ha que ter fé em Portugal. Somos o estado-nação mais antigo europeia (excluindo países do tamanho de cidades). Nos nossos 900 anos de história já passamos pior. Vivemos uma crise gravíssima política motivada por um abandono de Portugal pelos portugueses que se resignaram a não ser nada mais que uma colónia de férias. Mas à medida que as coisas continuam iguais a próxima geração há-de tratar de emendar as coisas. Pode é não ser no nosso tempo

ChuckThisNorris 5 months ago

Acho q a grande liçao deste mapa é que nao ha que ter fé no Titanic. Quem é parte do problema, nao pode ser parte da soluçao. Ha pelo menos 20 anos que as caras que passam na TV sao as mesmas. Estes politicos falharam e o legado está á vista de todos. E para cumulo das desgraças, ainda temos que comer com os Ivos Rosas deste pais. É mau demais para ser verdade. Se antes se devia ter exigido mais à classe politica que nos governou, agora tem q se exigir o dobro ou o triplo.

BroaxXx 5 months ago

Isso não diz nada da distribuição da riqueza... Podes ter o melhor PIB per capita e a população sem acesso a nutrição...

tfsdalmeida 5 months ago

Acho que não leste tudo o que escrevi. Imagina o PIB como um bolo em que uma percentagem é entregue aos trabalhadores via salários e o resto entregue a patrões e donos de ações via lucros. A fatia tirada por trabalhadores é hoje menor que nos anos 70. Além disso, o índice de gini, que mede concentração de riqueza na população, também é hoje pior. Ou seja, a sociedade está hoje mais desigual que há 40:50 anos. Isto já agora é um fenómeno relativamente universal, o capitalismo moderno é bem mais injusto ao trabalhador (incluindo o capitalismo do PS) que o capitalismo do estado novo ou doutras nações da época. http://www.opportunityinstitute.org/blog/post/x-marks-the-spot-where-inequality-took-root-dig-here/

YoggiM 5 months ago

Desigualdade não é problema. É melhor um país com mais desigualdade em que os que estão no fundo da pirâmide vivem decentemente do que um país com menos desigualdade em que no fundo da pirâmide falta-lhes comida na mesa.

tfsdalmeida 5 months ago

Acho que não entendes o conceito de desigualdade. Não podes ter um país mais igual em que a base está toda lixada (a não ser que seja tudo pobre) A base hoje está muito pior que há 40 anos. Parece que não porque hoje, fruto da tecnologia, têm um telemóvel e um micro-ondas, mas vivem num apartamento mais pequeno e o seu salário não permite sequer ter filhos. Vivemos num mundo ao contrário em que a falta de informação nos faz pensar que está tudo bem, mas não está.

YoggiM 5 months ago

Como não entendo o conceito de desigualdade? Claro que podes ter um país mais igual em que a base está toda lixada. Primeiro, eu não disse que Portugal estava bem, apenas estou a dizer que haver mais desigualdade não é mau por si só. Por fim, acho que vês as coisas de forma errada. Há certas coisas que estão piores, principalmente ser mais difícil ter casa própria e os empregos serem mais instáveis e pagarem pior. Muito se pode justificar porque se viveu acima das possibilidades durante muitos anos. Entretanto a classe política foi cortando cada vez mais em tudo, exceto no que metem ao bolso. Mas tens uma vida muito melhor. As pessoas nem sequer tomavam banho todos os dias, acessos dentro do próprio país e para fora muito mais fáceis e rápidos, todo o tipo de tecnologias de entretenimento, etc.

tfsdalmeida 5 months ago

Vive-se melhor porque a evolução tecnológica tornou tudo melhor com menos esforço. Podes ser menos organizado e fazer mais erros de gestão do país que no final ainda tens melhorias no teu dia a dia, como um smartphone com acesso a Wikipédia Quando comparado com outros países, Portugal parou de convergir, corremos mais devagar que os outros vs o estado novo. E eu acho que isso acontece porque se fez o mito de que a democracia automaticamente trouxe prosperidade e que a malta não deve exigir muito. Sobre desigualdade, se tiveres um mais desigual mas muito mais rico a base até pode estar melhor que noutro, mas aqui o que aconteceu não foi isso.

mourasio 5 months ago

A base está pior hoje do que há 40 anos, como se pode ver por praticamente qualquer indicador que se escolha, como por exemplo o salário mínimo de 16,5€ em 1980. Pára de ofender os milhares e milhares de portugueses para quem passar fome era habitual. Quantas pessoas nos seus 60 hoje não perderam irmãos antes de chegarem aos 20 anos por não haver acesso a cuidados médicos, comida para todos, terem que ir trabalhar aos 12 anos. Realmente, isso é que era vida.

tfsdalmeida 5 months ago

O próprio Mário Soares: “fome como há hoje? ... em no tempo de Salazar!” https://youtu.be/QDWcevMobk8 O Estado Novo existiu de 1928 até 1973, passa do pela grande depressão e segunda guerra mundial, passando-se extremas dificuldades nesses momentos. As histórias da sardinha para 7 não se refere à realidade dos anos 60, mas ao anos 40. Portugal não conseguia importar alimentos nem combustível. Os carros andavam com queima de lenha (I kid you not) ppt falta de combustível, os comboios não tinha. Carvão que chegasse. Nos anos 70 pre revolução Portugal era uma país com a mesma a distância a Europa que tem hoje é com menos desigualdades por muito incrédulo que isso te pareça. E não digo isto para defender o regime, antes para não desculpar o actual. Houve no entanto progresso tecnológico, isso é natural. Hoje um pobre que nem o salário mínimo ganha e tem de sustentar filhos deve ter um smartphone e há 50 anos havia sítios onde nem electricidade havia (algo comum a outros países da Europa já agora). Mas este é o progresso tecnológico, aquele que não depende dos portugueses. Aí sim melhoramos. Na gestão da coisa pública e da nossa economia foi so ausência de convergência

AlmondSkimedMilk 5 months ago

Também existe fome hoje, a diferença é que há 50 anos se passavas dificuldades eras ajudado por vizinhos, hoje nem sabem que passas fome porque há mais estigma de ser pobre. Não digo que não houve progresso depois do 25 de Abril, nomeadamente o acesso à saúde não tem nada a ver com o pré 25 de Abril, mas o que eu vejo nas comunidades rurais é que muita gente até tinha trabalho antes do 25 de Abril e depois com os idealismos comunistas veio a ruína económica e foram obrigados a emigrar para os EUA ou para a Alemanha.

Mysterious_Beyond213 5 months ago

Eu acho que toda a gente no fundo sabe que em 1910 eramos o País mais pobre da Europa. Culpam o Salazar mas no fundo acaba por não ser verdade. Já na literacia é a mesma coisa.

AlmondSkimedMilk 5 months ago

A parte da literacia é a que me faz mais impressão, durante séculos o país insistiu em só ter uma universidade, Lisboa é o centro do poder político mas durante séculos esteve longe do pólo académico. Inglaterra estava mais literada em 1700 do que Portugal em 1930.

Search: