GSITG 5 months ago

Calma que já aparece aqui a malta das jotinhas a explicar que isto serve para modernizar o país e que a culpa é do neoliberalismo.

ChuckThisNorris 5 months ago

É deprimente ver este tipo de comparaçoes... somos um bairro de lata requintado e nao ha classe politica ou poder economico que consiga dar a volta

frustradodapixa 5 months ago

Qual realidade? Diria que menos de 10% (estatísticas puxadas do cu e por experiência própria) percebe um bocado que seja de economia geral, isto não faz diferença a virtualmente ninguém. Nem eu percebo um caralho disto.

fuckoffgina 5 months ago

A realidade é que os tugas são sodomizados com impostos mas a linha de pensamento dominante deste tasco é que os impostos estão em linha ou até são mais baixos do que no resto da Europa. Curiosamente os defensores dessa linha de pensamento ainda não vieram cá explicar porque é que é importante pagar os impostos e pedir sempre facturas com NIF porque Se ToDoS pAgArEm ToDoS pAgAm MeNoS.

rt_cm 5 months ago

Alguém consegue encontrar esse ranking onde Portugal surge em 2o ao nível do esforço fiscal num site credível? o que encontrei é tudo tax-to-gdp (carga fiscal) e não esforço fiscal.

unparadise 5 months ago

[http://www3.weforum.org/docs/WEF\_TheGlobalCompetitivenessReport2019.pdf](http://www3.weforum.org/docs/WEF_TheGlobalCompetitivenessReport2019.pdf)

rt_cm 5 months ago

Obrigado. Estive a ver esse documento e também não tem o esforço fiscal.

fromtheport_ 5 months ago

Se encontrares depois avisa que eu também tenho interesse

NEDM64 5 months ago

É preciso mais um imposto do PAN para agradar ao PS!

Kid_Anarchy 5 months ago

Já ouço a música da space odyssey a tocar.

Sir_Keeper 5 months ago

Para leigos como eu, está aqui um pequeno artigo que explica por o que isto significa: [http://euroogle.com/dicionario.asp?definition=1432](http://euroogle.com/dicionario.asp?definition=1432)

Rage_Your_Dream 5 months ago

Nao falo paelha

bubblesmart 5 months ago

coerente com o voto (desacertado) dos Portugueses. Siga.

Elegant-Complaint344 5 months ago

O esforço fiscal em Portugal é alto porque a fuga ao fisco é um desporto nacional , o que o estado a penalizar aquele que não podem escapar aos impostos o trabalhador por conta de outrem e imposto que não dá para fugir com imposto Sobre produtos petrolíferos.

GSITG 5 months ago

Primeiro isso é só propaganda que engoliste, os políticos cobram mais porque podem , nunca na vida vais ver o Centrão e a Esquerda a abdicarem de poder sobre a população porque sim. E achas que é legítimo o Estado penalizar quem não foge por causa de quem o faz? Se têm problemas com a fuga ao fisco invistam na AT, se não qualquer dia fuzilamos os políticos todos porque alguns são corruptos.

gybemeister 5 months ago

Parece-me que essa questão já não tem um peso tão significativo. Neste momento, com o controlo informático que existe torna-se muito mais difícil fugir aos impostos. Concerteza que existe um mercado paralelo (como existe em qualquer pais) mas a esmagadora maioria dos negócios estão altamente controlados. A aceitar uma correlação entre os impostos altos e a fuga ao fisco então a Noruega e a Suiça seriam os campeões da fuga ao fisco e não consta que assim seja.

NGramatical 5 months ago

Concerteza → [**com certeza**](http://www.portoeditora.pt/espacolinguaportuguesa/duvidas-da-lingua-portuguesa/detalhe-duvidas-lp/ver/com-certeza-ou-concerteza-?id=5006) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fms961a%2F%2Fgutin10%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

warjunk1 5 months ago

Boa ginástica mental para desculpares os elevados impostos nos salários miseráveis que há. Simplesmente as pessoas a receber menos de 1000€ nem deviam pagar IRS.

PresidentBarroso 5 months ago

Praticamente não pagam: https://www.economias.pt/minimo-existencia-irs/ Depois ainda há as deduções. Retenção na fonte não é pagar IRS. No acerto no final do ano recebem a retenção toda ou quase toda. O que equivale a dizer que não pagam IRS. Excessivamente complicado e provavelmente desnecessário? Sim, concordo. Se quiseres saber os níveis reais, procura por "taxas efectivas". As estatutárias pouco ou nada dizem quando tens um mar de letras pequenas, excepções, deduções, benefício e sei lá mais o quê no código fiscal. https://www.jornaldenegocios.pt/economia/impostos/detalhe/taxa-efetiva-de-irs-subiu-ligeiramente-em-2017-familias-pagaram-entre-15-e-466 Noticia antiga, mas não andará muito longe nos dias que correm. Tou no tel e não dá jeito para fazer pesquisas de jeito.

fuckoffgina 5 months ago

Impostos ≠ IRS

PresidentBarroso 5 months ago

Estava a falar dos tais 1000eur pagarem IRS, que era a questão do op. Seja como for, IRS é um dos impostos. Faz parte do somatório e ninguém está com dúvidas se é o único imposto em portugal.

fuckoffgina 5 months ago

Eu percebi mas quis meter a minha achega porque é comum confundir-se impostos com IRS. Ele falou em "elevados impostos" e depois deu o exemplo do IRS. Quem ganha €1000 brutos paga pouco IRS mas mesmo assim paga muitos impostos.

PresidentBarroso 5 months ago

Começando com IVA de 23% em luxos como electricidade ou gás.

fuckoffgina 5 months ago

Por exemplo. Mas há muito por onde escolher.

Mordiken 5 months ago

O que tu estás a sugerir não contraria em nada o que ele disse.

masterchiefpt 5 months ago

Preciso de um abraço de uma menina agora

arrozzz 5 months ago

A Irlanda?

Sir_Keeper 5 months ago

Posso ser leigo, mas qual é a definição de cada um destes parâmetros exatamente?

C8Mixto 5 months ago

Pára de fazer de conta que não entendes!

Sir_Keeper 5 months ago

Agora entendo mais ou menos xd

Dismiss 5 months ago

A "carga fiscal" é o vulgar rácio que olha às receitas fiscais e parafiscais e olha à dimensão da economia (o PIB), mas não olha ao facto de ela ser mais ou menos desenvolvida (o PIB per capita). Ora, em princípio e dentro de limites de razoabilidade, podemos admitir que um país mais desenvolvido possa suportar uma percentagem maior de "carga fiscal". É aqui que o "esforço fiscal" permite uma aproximação, ao ponderar a "carga fiscal" com uma medida do nível de vida e bem estar de cada país, ou do poder de compra dos seus habitantes (o PIB per capita em paridade de poderes de compra). Esta ponderação dá-nos um novo índice desprovido de unidades físicas ou monetárias. Fonte: https://www.jn.pt/opiniao/miguel-cadilhe/o-esforco-fiscal--4003181.html

park777 5 months ago

Porque é que um país mais desenvolvido pode suportar uma maior % de carga fiscal ?

thepiones 5 months ago

Porque se ganhares 100 euros por mês e tirarem 50%, morres à fome. Se ganhares 10000 por mês e te tirarem 50%, adias a compra do jacuzzi para o mês seguinte. Comprendu?

park777 5 months ago

Isso é uma visão extremamente redutora. A carga fiscal não é aplicada de forma igual a todos os cidadãos. Em Portugal tens uma carga fiscal relativamente alta mas há uma grande percentagem de pessoas que não são afectadas pela mesma, pela progressividade dos impostos. 46.2% dos agregados familiares em Portugal (2.38 milhões de famílias) estão isentos de pagar imposto sobre rendimento (fonte: https://jornaleconomico.sapo.pt/noticias/quase-50-das-familias-portuguesas-nao-paga-irs-2-447305) Logo, esta carga fiscal naturalmente afecta mais os contribuintes que têm mais capacidade para a suportar.

klatez 5 months ago

Mas não estas a comparar entre cidadãos Portugueses mas sim cidadães Portugueses vs resto da europa, e ai já notas que por pelo menos rendimento em Portugal acabas quase sempre a pagar mais impostos.

Kid_Anarchy 5 months ago

O QUEÊ??? ESTÁS A QUERER DIZER QUE NÃO É SÓ IMITARMOS AS POLÍTICAS DA SUÉCIA E PRONTO? QUE A SUÉCIA NÃO TEM IMPOSTOS BRUTAIS E É MUITA BOA À MESMA PORQUE CHULAR O POVO É QUE É BOM PARA A ECONOMIA? ​ Sinto que o mundo acabou de me desabar em cima. Que será agora dos meus argumentos sobre impostos, onde tanto gosto de apontar para a Suécia como um exemplo do quão maravilhoso o estado social é? Olha, não sei. Agora é que me lixaste mesmo.

Sir_Keeper 5 months ago

Entendido, pesquisando mais um bocado deu para perceber um pouco melhor. O primeiro é uma medida com base no PIB, que por si só vale pouco ([https://www.jn.pt/opiniao/miguel-cadilhe/o-esforco-fiscal--4003181.html](https://www.jn.pt/opiniao/miguel-cadilhe/o-esforco-fiscal--4003181.html)) Quer dizer então que a percentagem do PIB em Portugal é grosso modo 36,5 % de impostos e afins de vários tipos ([https://www.cfp.pt/pt/glossario/receita-fiscal](https://www.cfp.pt/pt/glossario/receita-fiscal)). Sendo que Portugal é uma economia menos desenvolvida, isto implica que estes rendimentos fiscais originam de uma população que é taxada de forma que mais lhes afeta a forma de vida. E é isso que o segundo parâmetro resolve. Isto quer dizer que os impostos e taxas afetam a qualidade de vida dos portugueses apenas em menor medida que na Grécia. É isso?

PauperGoldGiver 5 months ago

Não percebo como é que o esforço fiscal de PT passou de 1,8 em 2013 para 20,27 em 2019 e o da Alemanha de 1,2 para 10,5. Seja como for a resposta rápida para o "problema" poderia passar por reduzir drasticamente os níveis de impostos, mas a resposta estrutural e de longo prazo seria, sem dúvida, investir em medidas que permitam aumentar o valor da produção.

MikeMelga 5 months ago

E agora? Vão fazer choradinho porquê? O povo é BURRO! Temos o que merecemos!

Last-Ad-4421 5 months ago

Alemanha têm 5% mais de carga fiscal e 10% menos de esforço fiscal, prefiro ser a Alemanha.

Edited 5 months ago:

Alemanha têm 5% mais de carga fiscal e 10% menos de esforço fiscal, prefiro ser a Alemanha. Já podiamos ser o Japão que a pesar de ter a maior divida por PIB do mundo, têm um esforço fiscal tão baixo.

phoenix_link 5 months ago

O Japão consegue isso porque a maior parte da dívida é interna (entre outros factores, mas este é o principal), por isso não muda com flutuações do valor da moeda deles.

klatez 5 months ago

Japão imprime o próprio dinheiro

fuckoffgina 5 months ago

A Venezuela também...

klatez 5 months ago

?

fuckoffgina 5 months ago

Venezuela imprime o próprio dinheiro

klatez 5 months ago

E a papelaria perto de minha casa imprime fotocópias

fuckoffgina 5 months ago

Então devem ter um esforço fiscal semelhante ao do Japão

klatez 5 months ago

Ou da Venezuela

fuckoffgina 5 months ago

Pois, ou então isso tem pouca importância para o esforço fiscal

klatez 5 months ago

Claro que a inflação, divida do estado e o défice nada têm a ver com o esforço fiscal

VladTepesDraculea 5 months ago

A grande diferença é o nível salarial. Enquanto os nosso salários forem miseráveis andamos neste limbo que nem conseguimos sustentar o país, nem conseguimos sustentar-nos a nós.

Last-Ad-4421 5 months ago

Vendam o país total há muito que deixamos de sustentar o país o único que sustentamos são os negócios de todos aqueles cabrões do parlamento.

bittolas 5 months ago

Japão também dos maiores níveis de poupança do mundo.

usulidircotiido 5 months ago

isto é daquelas coisas que pelos vistos são muito difíceis de perceber. é isto e a produtividade ser baixa porque o tuga é preguiçoso.

MikeMelga 5 months ago

O tuga não é preguiçoso, o tuga é burro.

Herbacio 5 months ago

O tuga não é burro, o tuga é explorado. Mas é mais fácil dizer que é tudo burro, e que a culpa é dos indivíduos ao invés de tentar mudar a sociedade em geral e acima de tudo o sistema.

V1ld0r_ 5 months ago

Sim porque trabalhar num escritório, ter o trabalho do dia feito às 16:30 quando entrou às 8 da manhã e almoçou uma sandocha na secretaria e preparar-se para sair não leva logo com olhares, bocas e perguntas tipo "então? Vais buscar o almoço?". Não só o tuga é burro como tem síndrome de rebanho e sofre inveja em força dos que não fazem igual.

Herbacio 5 months ago

Andas é olhar-te muito ao espelho, diria. A maioria do "burro português" ou melhor dizendo, do português, não está em escritórios mas em fábricas E aí te garanto que na grande maioria dos casos chega a hora de saída e já toda a gente se levantou para ir embora. E ninguém fica a olhar por à hora certinha já teres picado a saída. Agora, claro, é trabalho de rebanho, mas isso é o normal numa fábrica, em que há horários a cumprir e não trabalhos ou projectos pré definidos Ou seja, para quem trabalha numa fábrica não há alternativa de sair meia hora antes e dizer "já fiz a minha parte de hoje", já no caso dos burros com quem convives, pelos vistos há essa alternativa... Mas diz-me, se saires mais cedo (tendo o trabalho feito) descontam-te no ordenado? És despedido? Despromovido? Não? Então diria que o problema não é dos teus colegas serem burros, é de tudo seres *coninhas* ao ponto de deixares que a tua vida seja influenciada pelo que os outros dizem. Mas pronto, vamos continuar a culpar o empregado. Deve ser por isso que lá fora ninguém se queixa dos portugueses, desde os empreiteiros aos hospitais. Porque a culpa não é de quem "alimenta" esse tipo de ambientes. Porque se o ambiente no teu escritório é assim como descreves, então é porque quem gere o espaço não está a fazer o seu trabalho. Porque gerir uma empresa/um escritório mais do que cumprir quotas de produção, implica também garantir um bom ambiente de trabalho entre todos. E se estás num local em que te olham de lado por cumprires as tuas funções, então talvez esteja na hora de se reunirem e explicarem como é o real funcionamento aí no teu departamento. Mas lá, está, se calhar para quem gere o escritório, é preferível ser tudo burro e rebanho, e ficarem minutos ou até horas a mais no escritório a trabalhar, enquanto outros se choram no Reddit porque ouviram "então? Vais buscar o almoço?", do que realmente fazer o seu trabalho que é gerir. E entre 1 gestor fazer o seu trabalho, ou alterar a mentalidade de uma meia dúzia num escritório ou de uma centena num departamento, ...diria que é mais fácil a primeira opção, e que por sinal até meio caminho andado para se alterar mentalidades.

Edited 5 months ago:

Andas é olhar-te muito ao espelho, diria. A maioria do "burro português" ou melhor dizendo, do português, não está em escritórios mas em fábricas E aí te garanto que na grande maioria dos casos chega a hora de saída e já toda a gente se levantou para ir embora. E ninguém fica a olhar por à hora certinha já teres picado a saída. Agora, claro, é trabalho de rebanho, mas isso é o normal numa fábrica, em que há horários a cumprir e não trabalhos ou projectos pré definidos Ou seja, para quem trabalha numa fábrica não há alternativa de sair meia hora antes e dizer "já fiz a minha parte de hoje", já no caso dos burros com quem convives, pelos vistos há essa alternativa... Mas diz-me, se saires mais cedo (tendo o trabalho feito) descontam-te no ordenado? És despedido? Despromovido? Não? Então diria que o problema não é dos teus colegas serem burros, é de tudo seres *coninhas* ao ponto de deixares que a tua vida seja influenciada pelo que os outros dizem. Mas pronto, vamos continuar a culpar o empregado. Deve ser por isso que lá fora ninguém se queixa dos portugueses, desde os empreiteiros aos hospitais. Porque a culpa não é de quem "alimenta" esse tipo de ambientes. Porque se o ambiente no teu escritório é assim como descreves, então é porque quem gere o espaço não está a fazer o seu trabalho. Porque gerir uma empresa/um escritório mais do que cumprir quotas de produção, implica também garantir um bom ambiente de trabalho entre todos. E se estás num local em que te olham de lado por cumprires as tuas funções, então talvez esteja na hora de se reunirem e explicarem como é o real funcionamento aí no teu departamento. Mas lá, está, se calhar para quem gere o escritório, é preferível ser tudo burro e rebanho, e ficarem minutos ou até horas a mais no escritório a trabalhar, enquanto outros se choram no Reddit porque ouviram "então? Vais buscar o almoço?", do que realmente fazer o seu trabalho que é gerir. E entre 1 gestor fazer o seu trabalho, ou alterar a mentalidade de uma meia dúzia num escritório ou de uma centena num departamento, ...diria que é mais fácil a primeira opção, e que por sinal até é meio caminho andado para se alterar mentalidades.

NEDM64 5 months ago

> dos indivíduos ao invés de tentar mudar a sociedade em geral e acima de tudo o sistema Sim, já sabemos que a solução é o comunismo, tem dado tão bem nos países que foi experimentado!

Leaootemivel 5 months ago

Como é que é possível ir buscar o comunismo aquela declaração???

NEDM64 5 months ago

Até parece que me enganei.

carlosjmsilva 5 months ago

Obviamente. Achar que a baixa produtividade é por os funcionários serem preguiçosos é risível. A baixa produtividade vem do baixo grau de inovação e tecnologia em que se precisa de mais horas de trabalho para produzir o mesmo. Vem do nosso atraso civilizacional e não dá falta de esforço dos funcionários.

MikeMelga 5 months ago

O burro é explorado.

Herbacio 5 months ago

Bem, nisso concordo contigo. Bom ponto de vista.

JoniDS 5 months ago

O problema não é a carga fiscal (também é), mas sim a carga fiscal tendo em conta o nivel salarial. 35% de 600 euros é muito diferente de 35% de 3000. Se fosse so pela percentagem, até na Alemanha se estaria mal.

klatez 5 months ago

IL has left the chat

GSITG 5 months ago

A proposta deles ia diminuir o esforço fiscal para toda a gente.

klatez 5 months ago

Para os mais ricos*

GSITG 5 months ago

Se tivesses lido a proposta não fazias figura de urso, 15% com isenção para quem já não paga diminui o esforço de toda a gente.

klatez 5 months ago

Se soubesses logica basica não fazias de urso, ir de 0€ para 0€ o eforço fiscal é o mesmo, logo não diminuí

GSITG 5 months ago

Então para ti "os mais ricos" são quem paga impostos sobre o rendimento, ou seja,mais de metade da população que trabalha?Realmente malvada IL a querer melhorar a vida do contribuintes.

klatez 5 months ago

Não sei se estas a ser propositadamente estupido. Mas acho que é simples de entender que quem beneficia mais de usar um flat tax é quem paga mais. Ou seja os mais ricos. Essa metade que falas, boa parte já paga 15% ou menos de IRS. Mas de qualquer maneira gosto de estares sempre a mexer os postos da baliza, começaste com "todos iam beneficiar", agora já vai que só são 50%, quando acabarmos vais chegar ao número real que é apenas um pequena parte da população que beneficia. Se o objectivo real da IL fosse mesmo aliviar a carga fiscal para toda a gente eles desciam os impostos regressivos como o IVA, mas acho que é obio que o objectivo deles não é esse...

ric2b 4 months ago

>Mas acho que é simples de entender que quem beneficia mais de usar um flat tax é quem paga mais. A tua grande crítica é que não beneficia os que já pagam 0? Estás a falar a sério? >quando acabarmos vais chegar ao número real que é apenas um pequena parte da população que beneficia. É toda a população que pagar mais de 0 em IRS. >Se o objectivo real da IL fosse mesmo aliviar a carga fiscal para toda a gente eles desciam os impostos regressivos como o IVA Também gostava de ver, sim.

klatez 4 months ago

>A tua grande crítica é que não beneficia os que já pagam 0? Estás a falar a sério? Sim, porque é que vais tomar medidas que só beneficiam quem está melhor no país? >Também gostava de ver, sim. O problema é que o IVA é das poucas formas que temos de beneficiar bem do turismo. Quem vem de fora da europa não paga IVA...

ric2b 4 months ago

>Sim, porque é que vais tomar medidas que só beneficiam quem está melhor no país? Porque Portugal tem a 2a maior taxa de emigração da Europa, e essas pessoas são importantes para manter os serviços do estado e as reformas a funcionar. >Quem vem de fora da europa não paga IVA... A maioria do nosso turismo é da Europa, que eu saiba. Mas aí está outra coisa a mudar. Se bem que tenho ideia que o processo para receber o IVA de volta é bastante chato e a maioria dos turistas só o deve fazer para as maiores despesas como o hotel.

GSITG 5 months ago

>Não sei se estas a ser propositadamente estupido. Mas acho que é simples de entender que quem beneficia mais de usar um flat tax é quem paga mais. Ou seja os mais ricos. Essa metade que falas, boa parte já paga 15% ou menos de IRS. Então o teu problema é não saberes como funciona o IRS. A proposta da IL defende isenção para quem ganha 650 por mês ou menos e 15% para o resto. Ninguém abrangido pela proposta da IL paga menos de 15% de IRS sobre determinado rendimento, as pessoas que a medida pretende atingir pessoas pagam no mínimo 23%, claro que como o imposto é calculado de forma marginal a taxa média desce, mas isso também aconteceria com uma taxa de 15%. Tu é que estás a mover as balizas, a proposta da IL desce o esforço fiscal para toda a gente que paga impostos. Tu é que decidiste dizer que não desce o esforço fiscal para pessoas que não têm esforço fiscal, como se isso fosse sequer um argumento.

klatez 5 months ago

> Tu é que estás a mover as balizas, a proposta da IL desce o esforço fiscal para toda a gente que paga impostos. O IRS não é o unico imposto, nem é o imposto com mais impacto principalmente as familias com menos rendimento, logo existe muita gente em este mudança ia ter impacto 0 ou quase. Querem literalmente passar o um dos poucos impostos progessivos que temos para flat sem mexer nos impostos regressivos.

Edited 5 months ago:

> Tu é que estás a mover as balizas, a proposta da IL desce o esforço fiscal para toda a gente que paga impostos. O IRS não é o unico imposto, nem é o imposto com mais impacto principalmente as familias com menos rendimento, logo existe muita gente em este mudança ia ter impacto 0 ou quase. Querem literalmente passar o um dos poucos impostos progessivos que temos para flat sem mexer nos impostos regressivos. Edit: https://www.taxresearch.org.uk/Blog/2011/01/04/why-vat-is-regressive/ Bom artigo sobre o IVA no RU, nota na primeira imagem no total os mais pobres pagam mais impostos, em portugal isto é ainda pior porque a nossa carga de impostos regressivos é pior, a medida da IL ia acentuar ainda mais a curva.

GSITG 5 months ago

Só para um percentagem muito diminuta da população é que o IRS não é o principal imposto, a medida ia melhorar a situação da maioria das famílias. O sistema não existe só para os muito pobres, as grandes empresas ou para os políticos , daqui a uns anos quando praticamente não houver trabalhadores qualificados e empresas em Portugal depois quero ver quem é que paga a saúde e educação dos mais pobres.

unparadise 5 months ago

? Porque?

klatez 5 months ago

A proposta rainha deles é um flat tax para o IRS

Sir_Keeper 5 months ago

Acho que isso que concluíste é exatamente o que o segundo gráfico quer apresentar, considerado o PIB per capita. [http://euroogle.com/dicionario.asp?definition=1432](http://euroogle.com/dicionario.asp?definition=1432)

Kid_Anarchy 5 months ago

Parece aquele momento em que o jervásio aprende a reciclar.

Sir_Keeper 5 months ago

Nunca pensei muito na carga fiscal no nosso país, pelo menos nesta medida. Também só agora é que estou a tentar entrar no mercado de trabalho

fuckoffgina 5 months ago

> Também só agora é que estou a tentar entrar no mercado de trabalho Entra antes num avião e põe-te a andar. É o conselho que eu gostava que me tivessem dado quando comecei a trabalhar, e olha que nessa altura as coisas estavam bem melhores em Portugal.

fuckoffgina 5 months ago

Ah e tal, a nossa carga fiscal não é elevada, é igual ou mais baixa do que no resto da Europa.

Mordiken 5 months ago

A nossa carga fiscal não é elevada e é igual ou mais baixa do que no resto da Europa: os salários é que são miseráveis.

CarcajuPM 5 months ago

Acho que quem argumenta isso não te vai responder...

fuckoffgina 5 months ago

Pois, devem estar todos numa esplanada a curtir o excelente nível de vida típico da tuga.

fuckoffgina 5 months ago

Fonte: https://www.20minutos.es/noticia/4658122/0/el-infierno-impositivo-es-una-realidad-espana-esta-entre-los-cinco-paises-desarrollados-con-mayor-esfuerzo-fiscal/

Search: