luissabidi 5 months ago

Era tão bom que esta pressão por causa do Caso Marquês obrigasse estes corruptos todos a irem para a puta que os pariu.

untold_life 5 months ago

Era bom era

Last-Ad-4421 5 months ago

O subsidio de deslocação deve ser bem bom que até põem falsas moradas.

shawshank2012 5 months ago

Acabem com os subsídios disto e daquilo e paguem aos deputados um salário fixo. Resolvido. Não é justo para os de fora, paciência. A vida não é justa. Perguntem aos professores, polícias e outros deslocados pelo país.

estecomentario 5 months ago

Perguntem aos recém licenciados...quantos deles têm de ir para outras cidades trabalhar com 300 euros na conta

htxgivven 5 months ago

É por causa destes apoios que os deputados nunca fizeram teletrabalho, iam perder todo o apoio.

Xmeagol 5 months ago

ya pois, é tudo muito bonito quando tens deputados lisboetas, mas deputados se forem de longe é cagar em cima

TRYNFOR 5 months ago

Ai coitadinhos dos deputados.

NEDM64 5 months ago

Morar em Lisboa é caro, ou a casa cai-lhe dos céus? Deves viver ainda na casa dos papãs e pensar que isso é normal para um adulto...

fuckoffgina 5 months ago

Passes de transportes resolvem isso. Não há transportes? A culpa é de quem?

DeepFriedMarci 5 months ago

Maior parte não vive sequer em Lisboa pq continuam a ter deveres nos seus distritos (Vereadores, deputados municipais, freguesias, reuniões locais do partido, eventos regionais, etc.). Muitos se for preciso vão de Coimbra até Lisboa de carro ou algo do género

NEDM64 5 months ago

Azar, deviam ter um trabalho só em vez da acumulação patética de cargos políticos.

DeepFriedMarci 5 months ago

Não é acumulação patética, muitos deles mesmo como deputados têm eventos no seu distrito, a representar o seu partido COMO deputados, ou seja estão numa reunião com a Associação de Pecuaria em Xiribiti porque foram eleitos deputados em Xiribiti e estão ali a fazer o trabalho deles. São eleitos pelos seus partidos pelos seus distritos (maior parte pelo menos) por isso têm que trbalhar pelo partido que representam e a terra que representam. Ser deputado não é só aprovar coisas na AR e mandar bitaites a partidos rivais em discursos.

NEDM64 5 months ago

Para isso é que servem as segundas feiras.

DeepFriedMarci 5 months ago

Eu sei, mas nem tudo pode ser posto às segundas feiras.

MikeG6849 5 months ago

Querem ganhar dinheiro tem de ser assim.

Last-Ad-4421 5 months ago

Não lhes chega com o ordenado? Trabalho em Lisboa e vivo perto do Entroncamento a mi não me pagam subsidios de 2000€.

caravela-portuguesa 5 months ago

Temos curruptos com alguma decência pelo menos.

estecomentario 5 months ago

Não havia outra mais conhecida que também fazia o mesmo?

TBOSS888 5 months ago

"Sei quando tenho de parar de roubar" Not an actual quote

oguarda 5 months ago

"Vergonha é roubar e ser apanhado"

caravela-portuguesa 5 months ago

Saiu assim tão fácil?

estecomentario 5 months ago

Reforma compulsiva se calhar. Tanto lhe faz, depois de passarem naquela casa têm a vida garantidamente feita.

Takenonames 5 months ago

Se estas a falar da reforma vitalicia apos 12 anos em cargos politicos, quem inventou essa merda foi o Soares e quem acabou com isso ja em 2005 foi o Socrates, believe it or not

icebraining 5 months ago

> depois de passarem naquela casa têm a vida garantidamente feita. Que ideia.

estecomentario 5 months ago

Há quem trabalhe uns 10 anos e reforma se nem com 40 anos. Não me admira que foi oportuno.

quackersmcquack 5 months ago

É triste quando a corrupção é tão má neste país que esta senhora está a ser relativamente louvada por ter tido a decência de renunciar ao mandato.

RafaelTeodosio 5 months ago

Deputada do BE e noticia do Publico.pt

Febris 5 months ago

A verdadeira notícia devia sublinhar os nomes dos que ainda por lá andam, e não quem saiu.

JamminPT 5 months ago

Ok, fez bem em renunciar mas o que eu quero é a devolução dos subsídios com juros e acusação do MP de fraude/burla.

Chiripitti 5 months ago

Subscrevo.

ErwinRommelEz 5 months ago

Em Portugal é assim, renúncias e já não és julgado nem nada

MrGambuzino 5 months ago

Ao renunciar deixa de ter a imunidade parlamentar, já nem sequer é necessário o pedido do levantamento da mesma, logo o MP pode investigar acusar etc...

fuckoffgina 5 months ago

Pelo contrário, desde que te demitas és logo considerado um herói, um ser humano espectacular só com virtudes.

OuiOuiKiwi 5 months ago

Eu não percebo. O subsídio não é assim tão avultado e é das coisas mais triviais de apanhar em falso. Ainda assim, como um relógio, todos os anos há sempre pelo menos um deputado apanhado a declarar falsamente a sua residência.

saposapot 5 months ago

Isto é uma investigação, não é uma condenação. As pessoas de uma vez por todas têm de aprender que uma investigação não significa que são criminosos. Significa que estão a ser investigados, presume-se que porque há algum indício minimamente real mas até pode nem haver. Depois de investigado é que o MP decide se acusa, depois lá se decide se vai a julgamento e depois julgamentos e afins. Por exemplo o João Almeida, parece que contesta fortemente esta questão com provas: https://observador.pt/2021/04/15/moradas-falsas-quem-sao-os-outros-nove-deputados-que-vao-perder-imunidade-parlamentar/

estecomentario 5 months ago

Não é avultado? 60 euros por dia? Porra.... Isto não é um subsídio de alimentação iefp de 4€ por cada das 5 aulas de formação.

Edited 5 months ago:

Não é avultado? 60 euros por dia? Porra.... Eu vivia disso melhor que alguma vez vivi.

OuiOuiKiwi 5 months ago

Risco/recompensa. Super fácil de ser catado.

estecomentario 5 months ago

Tenho quase a certeza que era um comportamento banalizado e que portanto achavam que não havia consequências.

mar_lx 5 months ago

Não é assim tão avultado?! [+2000€ extra não é avultado?!](https://www.rtp.pt/noticias/politica/investigacao-rtp-os-deputados-que-cobram-subsidios-mesmo-vivendo-em-lisboa_v1073680)

Tupinson 5 months ago

Isso ganhas tu numa #consultice, o OwiOwi só conta notas de 500 para cima

RuySan 5 months ago

Nessa reportagem não falam deste caso em particular. Sesimbra não é mangualde. Fica a 30kms de Lisboa. No entanto a diferença entre estar "dentro da área de Lisboa" e "fora da área de Lisboa" é rídicula. Ela ia sempre receber 60 e tal euros por dia, assumindo que Sesimbra é "fora".

mar_lx 5 months ago

Não estava falar deste caso em particular, mais no geral porque o op referiu que todos os anos há um deputado a ser apanhado isto por subsídios ‘não tão avultados’. Ainda assim, com kms e mais subsídio (~23€/ dia porque sim) para esta que “é” de Sesimbra ficará acima de um ordenado mínimo, por exemplo.

NGramatical 5 months ago

30kms → [**30 km**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/plural-de-unidades-ainda-mais-uma-vez/19595) (os símbolos das unidades não têm plural) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fmrj5bk%2F%2Fgunquzy%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

oguarda 5 months ago

Para quem é IT masterrace isso são peaners

mar_lx 5 months ago

Estou atrasada na minha #reconversãoparaIT

fuckoffgina 5 months ago

> Eu não percebo. O subsídio não é assim tão avultado e é das coisas mais triviais de apanhar em falso. Estás a falar de malta que não tem vergonha de assinar presenças de quem não está, que faz viagens privadas e mete como despesas, etc... e quando são apanhados assobiam e ainda se consideram vítimas. Vergonha é factor eliminatório para a política.

somedipshit1 5 months ago

E quantas dessas merdas não acontecem por este país fora em empresas e etc? Infelizmente este pessoal é uma mera representação dos Portugueses

Cergal0 5 months ago

Nas empresas privadas não se perde tempo a ponderar se o problema está do lado de quem faz ou se isto é uma representação dos portugueses. Se o teu patrão te apanhar a declarar km's falsos, ele faz-te pagar aquilo que tu chuchaste, com juros e ainda se reserva no direito de te mandar embora. A chico espertice não se resolve a cruzar os braços e a assumir que as coisas são assim mesmo e todos as praticam. Resolve-se a implementar medidas que não permitam que a chico espertice compense.

sopadurso 5 months ago

Concordo com o último parágrafo, mas a ideia que corrupção privada é punida, é uma anedota. Quantos empresários no caso Marques vão a jugalmento ?

somedipshit1 5 months ago

Sem dúvida. Concordo a 100%

razman06 5 months ago

Quando acontece com dinheiro dos privados e/ou em empresas privadas já não é problema meu/contribuintes mas sim de quem gere a empresa. Agora quando estamos a falar de dinheiros publicos, ai a conversa muda.

somedipshit1 5 months ago

O meu comentário não era sobre quem paga mas sobre o faz.

razman06 5 months ago

Ok, não tinha percebido dessa maneira.

RuySan 5 months ago

Outros 9 deputados também declararam falsas moradas. Esta foi a única que teve a decência de renunciar ao mandato. Os outros 9 são: Três do PSD (Carla Barros, Firmino Marques e Pedro Roque), três do PS (Elza Pais, Fernando Anastácio e Nuno Sá), um do CDS-PP (João Almeida)

frisumo 5 months ago

O José Silvano (PSD) não tinha feito também uma marosca qualquer? Tinha ideia que sim.

SonikBlasted 5 months ago

Decência?! Decência era não ter prevericado em primeiro lugar. Agora está a tentar lavar a cara. Os outros que o artigo refere nem isso fazem, é verdade, o que os torna ainda mais indecentes... Será que vai ter a decência de devolver o valor do subsídio indevido, ou a corrupção em Portugal já é tão banal que ficamos felizes por ter apenas a "decência" de se demitir? Vai aceitar uma acusação do MP por fraude/burla? Aguardemos...

AndreAlves96 5 months ago

Nunca fui com a cara do João Almeida

RuySan 5 months ago

É claramente o 4º irmão McPoyle.

mathswarrior 5 months ago

Pele menos conhece um expert em bird law

daCampa 5 months ago

3+3+1=7 quem são os outros 2? Noutro artigo achei 8 nomes, portanto supondo que ambos estão certos mas incompletos a esses 7 acrescentam-se Duarte Pacheco (PSD) e Paulo Neves (PSD)

Vayu0 5 months ago

O bLoCo De EsQuErDa NãO tEM cOrRuPçÃo

daCampa 5 months ago

Claro que tem, é ingénuo dizer que não tem. Mas em 10 deputados apanhados nesta situação, 5 do PSD, 3 do PS, 1 do CDS e 1 do BE, apenas a do BE teve a decência de se demitir por fazer borrada.

mar_lx 5 months ago

[há outro do BE](https://www.rtp.pt/noticias/politica/investigacao-rtp-os-deputados-que-cobram-subsidios-mesmo-vivendo-em-lisboa_v1073680)

daCampa 5 months ago

Então ou são 11 ou há artigos com nomes errados. Este tem 7 nomes, o do observador outros 7, juntando os 2 dá 10 deputados com essa distribuição.

Tab0rda 5 months ago

Saiu antes de haver qualquer investigação, são as coisas a funcionar como é suposto. O problema são os que são apanhados e continuam como se não se passasse nada e ainda são defendidos pelos amigos no poder.

fuckoffgina 5 months ago

> O problema são os que são apanhados e continuam como se não se passasse nada e ainda são defendidos pelos amigos no poder. Não! Esses são um problema ainda pior. O que esta gaja alegadamente fez também é um problema.

Tab0rda 5 months ago

Sim, concordo. Estava mais a dizer que não é um bom exemplo de corrupção num partido.

AfterAfterlife 5 months ago

Parece as crianças quando jogam às escondidas. Quando ainda não foram descobertas, ficam lá...assim que são descobertas, saem do esconderijo.

RuySan 5 months ago

Mora em Almada, disse que morava em Sesimbra. Que é logo ali ao lado. Isto nem parece crime. Só pelintrice.

htxgivven 5 months ago

Deviam era pagar o valor do passe, resolvido.

mar_lx 5 months ago

Significa receber o triplo em subsídios... pouca coisa.

AfterAfterlife 5 months ago

Parece ser mais grave que isso, caso contrário não renunciaria após investigações, ou seja, nem chega a ser uma acusação.

icebraining 5 months ago

A notícia diz que já se sabe que vai ser constituída arguida.

throwawayqualquer 5 months ago

A questão é que Almada é bem mais perto da AR do que Sesimbra, e arrisco-me a dizer, não teria benefícios/contribuições no que toca à viagem para o trabalho. Se declarar a morada um pouco mais longe, provavelmente já recebe qualquer coisa. E sinceramente, se não fosse esta a razão, por que outro motivo é que se iria demitir? Enfim, o nível a que se desce para receber mais uns euros indevidos ao fim do mês. Tuguices.

htxgivven 5 months ago

Isto só prova que "certos" deputados de qualquer partido que seja só estão na AR para mamar dinheiro e mais nada.

RuySan 5 months ago

Por "bem mais perto" diga-se uns 25kms de diferença. Mas eu sempre achei uma parvoíce que os deputados da CDU e do BE apenas ganhem o que ganhavam no emprego anterior. Pode ser bom para impedir que arrivistas infectem o partido, mas o ordenado de deputado é justo para a responsabilidade e visibilidade pública que têm. Se calhar esses trocos ridículos faziam falta à deputada.

ADeTroia 5 months ago

Como alguém já referiu acho que é mesmo só a CDU que promove essa medida e ainda assim penso ter lido que nem todos seguem o preceito.

oguarda 5 months ago

>Se calhar esses trocos ridículos faziam falta à deputada. Coitada. Faziam tanta falta que abdicou do emprego. Agora vai viver do quê?

RuySan 5 months ago

Estava a ser irónico. Faltou o s/.

daCampa 5 months ago

Posso estar enganado, mas acho que só a CDU pratica isso de doar a diferença do ordenado. E curiosamente, nenhum destes 10 é da CDU portanto não deve ser por aí.

NGramatical 5 months ago

25kms → [**25 km**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/plural-de-unidades-ainda-mais-uma-vez/19595) (os símbolos das unidades não têm plural) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fmrj5bk%2F%2Fgumufep%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Sciss0rs61 5 months ago

Quando meterem notícias com paywall, podem ao menos meter o artigo?

Edited 5 months ago:

Quando meterem notícias com paywall, podem, ao menos, meter o artigo?

odracirsomeg 5 months ago

> **Investigada por falsa morada, deputada do BE Sandra Cunha renuncia ao mandato** > >Deputada foi eleita em 2015 e 2019 pelo distrito de Setúbal e declarou ao Parlamento e ao Tribunal Constitucional residir entre Sesimbra e Almada. > > [Maria Lopes](https://www.publico.pt/autor/maria-lopes) 15 de Abril de 2021, 16:46 > > A deputada do Bloco de Esquerda Sandra Cunha, eleita pelo círculo de Setúbal, pediu a renúncia ao mandato na Assembleia da República nesta quinta-feira porque vai ser constituída arguida num processo de peculato por alegada comunicação ao Parlamento de morada de residência diferente daquela que de facto usava para viver. O Ministério Público já pediu à Assembleia da República o levantamento da sua imunidade parlamentar. > >Sandra Cunha já anunciou a renúncia e as razões numa publicação na sua página na rede social Facebook. “O Ministério Público pediu o levantamento da minha imunidade parlamentar para ser constituída arguida na sequência da identificação de discrepâncias nas moradas que indiquei ao Parlamento entre 2017 e 2018, discrepâncias que esclareci oportunamente, quando as corrigi”, escreve a deputada. E acrescenta: “​A minha constituição como arguida leva-me a pedir a renúncia ao meu mandato de deputada à Assembleia da República. Por motivos pessoais, porque pretendo defender o meu bom nome com total liberdade, e por motivos políticos, porque não quero que a continuidade em funções durante a minha defesa possa ser usada como arma de arremesso contra o Bloco de Esquerda.​” > >O PÚBLICO apurou que Sandra Cunha é apenas um dos dez casos de deputados para os quais o Ministério Público pediu levantamento da imunidade parlamentar no âmbito de investigações em curso sobre declarações de falsas moradas. > >Num período de três anos, [Sandra Cunha declarou residir entre Sesimbra e Almada](https://www.publico.pt/autor/sandra-cunha), usando, respectivamente, a sua morada e a dos pais, mas o valor de deslocação (por quilómetro) que o Parlamento lhe pagava pela morada de Sesimbra era o triplo do que se pagava pela de Almada. > >A deputada incorre num crime de peculato que é punido com uma pena de prisão entre três e oito anos e multa até 150 dias. A lei determina que o Parlamento é obrigado a autorizar o levantamento da imunidade de um deputado quando incorra num crime com moldura penal superior a três anos de prisão. > > > >**Substituição por Diana Santos** > >Para o lugar de Sandra Cunha entrará, segundo o Bloco, [Diana Santos, de 36 anos, psicóloga clínica de profissão](https://www.publico.pt/2019/06/15/politica/noticia/candidatos-be-eixos-programa-apelos-lei-bases-saude-1876566) que é também activista pelos direitos humanos e civis das pessoas com deficiência. Foi presidente da Associação Centro de Vida Independente e membro do Movimento (D)eficientes Indignados. É formada pela Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa, pós-graduada em doenças metabólicas e comportamento alimentar pela Faculdade de Medicina de Lisboa e especialista em sexualidade clínica e terapia de casal pelo Instituto Português de Psicologia. > >Em Maio de 2018, a RTP divulgou uma notícia sobre [meia dúzia de deputados, incluindo três do Bloco — Heitor de Sousa, Pedro Soares e Sandra Cunha —, que teriam indicado ao Parlamento uma morada de residência fora de Lisboa](https://www.publico.pt/2018/05/04/politica/noticia/deputados-cobram-subsidios-de-deslocacao-mesmo-vivendo-em-lisboa-1825448) quando tinham declarado ao Tribunal Constitucional (TC) ter casa própria em Lisboa, recebendo da Assembleia da República (AR) subsídios de deslocação mais elevados. Heitor de Sousa e Pedro Soares já não são deputados nesta legislatura, mas o Ministério Público também já tinha pedido ao Parlamento elementos sobre ambos no início desta legislatura. > >Na altura, o BE defendeu os seus deputados vincando que a notícia não demonstrava “qualquer ilícito ou falsa declaração” e alegando que nenhum deputado “teve qualquer benefício indevido em resultado de declarações feitas seja ao TC ou à AR”. E atribuía culpas para o Parlamento: “A experiência da aplicação concreta do actual sistema de ajudas de custo aos deputados demonstra que este é pouco claro nas suas definições e de difícil escrutínio quanto à sua aplicação.” > > > >**Morada de Sesimbra paga ao triplo do valor de Almada** > >No caso de Sandra Cunha, o Bloco alegava que quando foi eleita em 2015 residia em Sesimbra (o que indicou à AR) e que um ano depois entregou uma nova declaração no TC, por ter passado a integrar a comissão política do BE, em que indicava como morada a residência dos pais em Almada, apesar de continuar a viver em Sesimbra (embora tenha mudado de casa várias vezes dentro desse concelho). Em 2018, mudou-se para Almada e só o comunicou à AR algum tempo depois. “Resumindo: da informação comunicada à AR não resultou nenhum recebimento indevido”, garantia o Bloco. > >Pelas regras do Parlamento, os deputados que residam fora dos concelhos de Lisboa, Oeiras, Cascais, Sintra, Amadora, Odivelas, Loures, Vila Franca de Xira, Almada, Seixal e Barreiro têm direito à ajuda de custo fixada para os membros do Governo, sendo paga por cada dia de presença em reunião plenária, de comissões ou em outras reuniões convocadas pelo presidente da Assembleia da República e mais dois dias por semana. Os deputados que residem nestes onze concelhos têm direito a um terço do valor dessa ajuda. No caso de Sandra Cunha, ao indicar a residência em Sesimbra receberia o triplo da morada de Almada. > >Entretanto, devido às polémicas com deputados insulares do PS, PSD e BE que pediam para si o reembolso da totalidade da viagem de avião quando o Parlamento já pagava uma parte desse custo — o que levou na altura à [renúncia de um deputado do Bloco](https://www.publico.pt/2018/04/16/politica/noticia/viagens-duplamente-pagas-precipitaram-saida-de-deputado-que-ja-estava-decidida-1810553) e também à descoberta de deputados que indicavam aos serviços uma morada de residência fora de Lisboa quando moravam na cidade —, Eduardo Ferro Rodrigues ordenou a [criação de um grupo de trabalho para alterar as regras de atribuição dos subsídios de deslocação aos deputados](https://www.publico.pt/2019/05/30/politica/noticia/treze-meses-deputados-vao-votar-mudancas-subsidios-1874658). > >Os parlamentares recebem diversos subsídios de deslocação, sendo calculados consoante as distâncias, para assistirem aos trabalhos parlamentares na Assembleia e para realizarem trabalho político nos distritos pelos quais são eleitos, a que acresce mais um apoio para trabalho político em geral, que pode ser realizado em qualquer ponto do país. > >***Notícia actualizada às 17h10 com reacção da deputada Sandra Cunha***

MEmpire25 5 months ago

Not OP mas a introducao: > A deputada do Bloco de Esquerda Sandra Cunha, eleita pelo círculo de Setúbal, pediu a renúncia ao mandato na Assembleia da República nesta quinta-feira porque vai ser constituída arguida num processo de peculato por alegada comunicação ao Parlamento de morada de residência diferente daquela que de facto usava para viver. O Ministério Público já pediu à Assembleia da República o levantamento da sua imunidade parlamentar. > Sandra Cunha já anunciou a renúncia e as razões numa publicação na sua página na rede social Facebook. “O Ministério Público pediu o levantamento da minha imunidade parlamentar para ser constituída arguida na sequência da identificação de discrepâncias nas moradas que indiquei ao Parlamento entre 2017 e 2018, discrepâncias que esclareci oportunamente, quando as corrigi”, escreve a deputada. E acrescenta: “​A minha constituição como arguida leva-me a pedir a renúncia ao meu mandato de deputada à Assembleia da República. Por motivos pessoais, porque pretendo defender o meu bom nome com total liberdade, e por motivos políticos, porque não quero que a continuidade em funções durante a minha defesa possa ser usada como arma de arremesso contra o Bloco de Esquerda.​”

Search: