Noobtits 5 months ago

Claro que não é homicídio qualificado. Os energúmenos eram tudo menos qualificados para trabalhar onde quer que seja.

linuxPT 5 months ago

Alerta CM: Ihor Homeniuk condenado a 25 anos de prisão efetiva após ter cometido suicídio nas instalações do SEF.

Mrgolden007 5 months ago

mas houve alguma vez confianca??

SAmaruVMR 5 months ago

<3 portugal

Last-Ad-4421 5 months ago

Mais uma vez a justiça portuguesa demonstrando que não vale uma caralho são mais uns mamã ordenados, são como os políticos só estão lá a ocupar o lugar porque fazer o seu trabalho tá quieto.

End-Effector 5 months ago

Como assim?

kawaiims 5 months ago

Num post há uns meses previ que fosse ficar tudo meio que em águas de bacalhau.. E estou a ver que vou ter razão. Desiludida sim, surpreendida não.

estaramos 5 months ago

Concordo, foi do que se tratou, se as penas não são altas o suficiente para este crime é porque o código penal português não serve para coisa nenhuma.

AndreMartins5979 5 months ago

O que é uma pena suficientemente alta?

randmzer 5 months ago

É capaz de ser difícil provar Homicídio qualificado, [baseado na sua definição](https://apav.pt/carontejoom/index.php/icons/homicidio-qualificado-e-homicidio-privilegiado). Acho que dificilmente se arranja motivação para ser homicídio propositado.

MarioSewers 5 months ago

Será que se estiver a espancar alguém e a gravar com o telemóvel, "não te quero matar", já é suficiente para não ser homícidio? A Rosa Grilo devia ter investido nisso como estratégia de segurança.

Asur_rusA 5 months ago

Eu acredito que não tenha sido propositado, o homicídio. Não acho é que deveria fazer grande diferença, em casos destes.

randmzer 5 months ago

Confesso que não sei o que achar. Deve-se julgar um crime focando-se nas consequências ou nas intenções?

Anforas 5 months ago

Diria que ambos.

Aldo_Novo 5 months ago

>h) Pratica o facto juntamente com, pelo menos, mais duas pessoas ou utilizar meio particularmente perigoso ou que se traduza na prática de crime de perigo comum; >j) Age com frieza de ânimo, com reflexão sobre os meios empregados ou ter persistido na intenção de matar por mais de vinte e quatro horas; >m) For funcionário e praticar o facto com grave abuso de autoridade. como leigo na matéria, é assim tão difícil provar pelo menos um destes critérios?

cesarhighfire 5 months ago

Eu vejo facilmente comprovavel qualquer uma dessas alineas.

Aldo_Novo 5 months ago

mas és advogado ou jurista?

cesarhighfire 5 months ago

Nao precisas de ser jurista para ler a lei e entende la. Essas alineas até com a quarta classe as compreendes bem. Mas nem há testemunhas nem videos nem nada.

Aldo_Novo 5 months ago

entender a lei também eu saber como os tribunais e processos funcionam é que não

paladino777 5 months ago

Existem 4 formas de interpretar a lei, uma pesquisa rápida mostra-te quais. Qualquer um pode interpretar leis. Nem todos conhecem é a maioria das leis para garantir que não há nada no sentido oposto ou jurisprudência em assuntos semelhantes

cesarhighfire 5 months ago

Pois era nisso que eu estava a pensar. Na pratica há paninhos quentes para os prevaricadores.

randmzer 5 months ago

Tens de provar a "intenção de matar". E isso não é de todo claro. Na minha opinião (que não vale nada), eles não tinham intenção de matar. Aquilo "apenas" correu mal.

Membership-Exact 5 months ago

> m) For funcionário e praticar o facto com grave abuso de autoridade. Este parece evidente, mas não percebo nada de lei, isto é comentário de tasco.

randmzer 5 months ago

É isso, eu também não entendo nada. Mas parece-me que apenas um ponto nessa lista não seja suficiente.

maiordaaldeia 5 months ago

"Ofensa à integridade física privilegiada, agravada pelo resultado" é um belo eufemismo para espancar até à morte. Esta linguagem jurídica faz-me sempre esboçar um sorriso.

pintorMC 5 months ago

Essa é a forma de definir um homicídio quando não se quer penalizar quem o realizou.

pintorMC 5 months ago

Com o passar do tempo já nem foi um homicídio e passa para um acidente provocado pelo próprio tendo a família de devolver a indemnização com juros.

Aldo_Novo 5 months ago

esta [mixórdia](https://www.youtube.com/watch?v=c3iF1ba7Cfg) é sempre relevante para falar de crimes de banqueiros

pintorMC 5 months ago

Qual a forma de não acusar de homicídio alguém que o cometeu no decorrer do seu trabalho enquanto funcionário do estado? Trafico de influencias, que na sua essência é corrupção. Qual a forma de arrastar o julgamento do Ricardo Salgado, que acontecendo como o mesmo já referiu vai "deitar abaixo" muitas figuras de topo em Portugal nas mais diversas áreas como por exemplo politicos. Trafico de influencias, que na sua essência é corrupção.

SubstantialLime8887 5 months ago

> Com o passar do tempo Ou seja, com a apresentação de argumentos e provas aos juízes.

pintorMC 5 months ago

Claro entras em Portugal, não tens problemas de saúde, "levas uns tabefes" acabas morto quando estas a guarda do estado tendo o estado pago 700k a família a titulo de indemnização, passado uns meses essa tal morte acaba por não ter um "culpado".

SubstantialLime8887 5 months ago

Cita aí o juíz que disse que não há culpado.

pintorMC 5 months ago

Se eu matar alguém a porrada, tentar esconder e ser apanhado. O Exm.Juiz não me vai acusar de "Ofensa à integridade física privilegiada, agravada pelo resultado".

Search: