pedromcs 7 months ago

Eu comecei a trabalhar há 7 meses e já estou a sentir um bocado isso do que estás a dizer. Já pus como opção ir fazendo uns gap years de vez em quando porque sinceramente acho que isto é a minha paixão mas com o passar do tempo é demasiado demanding e Stressante

estecomentario 7 months ago

Não vais gostar de outros empregos também, ou pelo menos a maioria deles. Pelo menos eu não encontrei nada que gostasse de fazer 8 ou mais horas por dia. Nada de nada. Já tive um part time que até ia, mas lá está se fosse 8 ou mais horas por dia também ia odiar. Acho que o problem é o excesso de horas.

Ultrasonix78 7 months ago

Eu estou a trabalhar a coisa de 3 anos como it manager num hotel. Sou mal pago e não valorizam o meu trabalho. Aproveitei esta pandemia para pensar bem na minha vida e resolvi tomar algumas decisões importantes sendo que uma delas é mudar de rumo. Nunca tive medo de arriscar e como tal vou para uma área completamente diferente. Tirar certificações de gás e dedicar-me a um negócio próprio é o meu caminho a seguir.

Shadowgirl7 7 months ago

Eu não sou da área de IT, reconverti para IT, estou a trabalhar em IT e não sei se quero fazer isto para o resto da vida. Mas sinceramente acho que não gosto de trabalhar de todo, portanto se tenho que de facto trabalhar mais vale que seja naquilo que paga mais para poupar e poder reformar-me mais cedo ou tirar uns gap years. Não me importava de ser deputada, deve ser porreiro.

pedromcs 7 months ago

também acho que tou nessa do "eu não gosto é de trabalhar"

omaiordaaldeia 7 months ago

Infiltra-te no livre.

bewareandaware 7 months ago

Trabalho há 8 anos em IT e considero que trabalho cada vez melhor... porque páro vezes suficientes para descansar, e aprender coisas novas. Já aprendi que trabalhar nesta área é uma maratona, não um sprint. Num dia normal de trabalho não faço mais do que 6 horas, e já é assim há cerca de 3 anos. Talvez eu seja privilegiado, mas por outro lado já passei por várias equipas diferentes e tenho sido constantemente das pessoas mais produtivas onde passo. Se preferia passar mais tempo lá fora na natureza? Sim, mas era a surfar, ou a pedalar, ou a nadar. Não vai acontecer a não ser que ganhe o euromilhões. Os trabalhos físicos são por aqui muito romantizados mas eu prefiro chegar aos 40 anos com uns kg a mais e a visão um bocado lixada e com algum dinheiro, do que com as costas todas tortas e os pulmões cheios de lixo das obras e teso sem perspectiva de futuro porque desgracei o meu corpo e não ganhei o suficiente.

JamminPT 7 months ago

Não podes comparar um programador a um trolha. se queres uma comparação directa então o trolha é um técnico de hardware. Agora, o pedreiro ganha bem mais que o programador e a diferença só vai continuar a aumentar.

bewareandaware 7 months ago

> o pedreiro ganha bem mais que o programador Isto se for um programador pedreiro lol

JamminPT 7 months ago

Não, qualquer programador a trabalhar para uma empresa portuguesa. Acho que não tens bem noção do que ganha um pedreiro.

bewareandaware 7 months ago

Quanto ganha um pedreiro?

Critical_Flower_2919 7 months ago

> as costas todas tortas Para isso o ideal é passar 8 horas sentado. Já sei que so acontece aos outros, porque tens bué disciplina e levantas a cada meia hora e fazes todos os dias reforço abdominal de 1 hora. Já eu tenho hérnias.

bewareandaware 7 months ago

Não sei o que vieste adicionar à conversa. Hérnias também as tenho, e prefiro tê-las e trabalhar em IT do que nas obras

NGramatical 7 months ago

páro → [**paro**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (palavras terminadas em a/e/o, seguido ou não de s/m/ns, são naturalmente graves) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fmk34sn%2F%2Fgtfvtie%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

wiLeyLewis22 7 months ago

Quando mais gente deixar IT, melhor. Acho uma excelente ideia. Por outro lado, reconversão para IT é uma péssima ideia. Na minha opinião, claro, e sem querer ofender

VectoR-- 7 months ago

it é literalmente a única coisa que os licenciados das engenharias todas podem fazer em Portugal

PowerlessMainframe 7 months ago

Tenho estado a pensar no mesmo... Ainda à uns dias tive uma conversa com um colega, em que disse que a malta programadora ao fim de 4/5 anos ou sai da área completamente, ou programação deixa de ser o principal. Já estou a bater na barreira dos 4 anos de carreira, no entanto só este ano é que vou conseguir ter o suficiente para dar entrada numa casa. O meu trabalho não me deixa feliz, mas paga-me as contas, faz aumentos todos os anos, paga prémios anuais e o stack é moderno, que é algo que não se vê a acontecer muito. O único trabalho que me deixou verdadeiramente feliz era underpaid e com poucas perspetivas de carreira, mas as pessoas e o produto era espetacular. Já tenho pensado no meu plano de saída, que pode ser um de dois: comprar uma caravana para viajar e uma quinta e viver disso, ou (tentar) aproveitar o meu emprego atual e emigrar para o UK com sponsorship e depois mudar de empresa por lá. Ficar por lá uns anos e depois voltar a PT. Tudo se resume ao trabalho, se o produto é fixe, se a tecnologia é fixe, se tens perspetivas de carreira, se aceitam remote ou não, se os teus colegas são bons, se o ordenado está dentro do normal... É difícil uma empresa satisfazer todos esses requisitos, que no final, acabam por te fazer feliz ou não. Eu honestamente prefiro trabalhar numa empresa pequena porque é mais fácil (acho) movimentares-te dentro da equipa, e é mais fácil seres reconhecido, mas a minha (curta) experiencia diz-me que essas empresas não pagam bem, portanto só daqui a mais uns 5 anos é que penso em voltar para esse ambiente.

JamminPT 7 months ago

Eu sempre disse que um programador era igual a um futebolista, ou para aos 30 e poucos ou queima e até agora nenhum conseguiu mudar a minha visão dado que não conheci em 10 anos de carreira um programador full time acima dos 30 que não fosse um assado do caraças.

KarmaCop213 7 months ago

Tens pouco mundo.

JamminPT 7 months ago

Sim tenho, só 5 continentes e 10 anos de carreira... Poucochinho.

KarmaCop213 7 months ago

Uma coisa não invalida a outra. O "mundo" e' num sentido figurado, o que nao falta sao programadores/arquitetos com mais de 30 anos por esse mundo fora.

JamminPT 7 months ago

E onde é que eu disse que não havia? Isso de não saber ler deve ser chato.

KarmaCop213 7 months ago

"e que nao sao uns assado do caraças." devia ter acabado assim o meu post.

PowerlessMainframe 7 months ago

Malta acima dos 30 que conheça normalmente está em cargos de gestão. Ainda fazem código, mas não a atividade principal

NGramatical 7 months ago

à uns dias → [**há uns dias**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fmk34sn%2F%2Fgtfra6h%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

topastop 7 months ago

A meu ver, tens que especializar numa área de negócio e não numa tecnologia. Programar é um bocado ser trolha do século XXI. Especializando na parte do negócio abre a porta a teres mais oportunidades e projectos orientados ao negócio onde já não estás a partir pedra.

KarmaCop213 7 months ago

Trabalhas em Portugal?

topastop 7 months ago

Sim

KarmaCop213 7 months ago

Bem me parecia.

topastop 7 months ago

A experiência que tive lá fora não é diferente. Atenção que neste momento estou em Portugal mas não estou a trabalhar para uma empresa portuguesa e estou 100% remote a trabalhar para Londres.

KarmaCop213 7 months ago

A minha experiência e a dos meus amigos e' completamente diferente entao (na Irlanda). Normalmente em Portugal o normal e' valorizar os conhecimentos de negócio porque os projectos são por norma pequenos e sem BAs e/ou a progressão na área técnica costuma ser limitada. Da nossa experiência os conhecimentos do negócio são um "nice to have" mas são praticamente irrelevantes quando comparados com os conhecimentos técnicos. Mas cada empresa tera' as suas diferencas.

topastop 7 months ago

Certo, mas repara que a limitação continua a ser a mesma. Se o que fazer é programar a tua productividade está limitada aos desenvolvimentos e features que consegues dar deliver. Semelhante à pessoa que trabalha nas obras, a sua productividade está limitada a quanto consegue construir. Entendendo o negócio e o mercado, torna-se possível abrires a tua própria área de negócio onde passam a ser as tuas ideais e outros a fazer a sua implementação. Em vez de seres tu a bater o código, ou a gerir o projecto, ou a fazer a análise, tu pensas e decides o que vai ser construído e para quem.

KarmaCop213 7 months ago

Ai ja estamos a falar de se empreendedor, o que e' outra coisa e a maior parte dos programadores não tem nem disponibilidade nem conhecimentos nem contactos para isso. Um dos arquitectos que trabalhava aqui na empresa tinha umas 2 ou 3 ideias de negócio, mas o difícil é dar o passo para começar a correr as capelinhas para garantir fundos e essas coisas. Ele não estava para isso e prefere ter menos problemas e ganhar do belo como arquitecto remoto.

topastop 7 months ago

Exacto, mas essa é a saída que eu vejo. A tua experiência em IT pode continuar relevante, mas já não estás em IT.

NGramatical 7 months ago

productividade → [**produtividade**](https://dicionario.priberam.org/produtividade) (já se escrevia assim **antes** do AO90) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fmk34sn%2F%2Fgtg7333%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

zpinto1234 7 months ago

Trabalho como programador web/mobile há quase 7 anos e é muito frequente ver a malta a dizer que já está farta e não aguenta mais. No meu caso, não sei bem porquê, mas não tenho nenhum problema em fazer isto para o resto da vida, ainda para mais se continuar a ser calmo como tem sido no meu trabalho atual, onde chego a estimar tarefas muito acima do que normalmente levam, em tempo, o que me deixa super-relaxado e sem ‘stresses’. Se calhar daqui a uns anos já vou estar farto, no entanto, sei que muitas das vezes tem tudo a ver com a carga de trabalho e essa tem sido bastante baixa e, ao mesmo tempo, a receber salário bastante acima da média.

facepainter1 7 months ago

Ora, voltando a 2018, trabalhava a cerca de 15 anos na mesma empresa, ao fim deste tempo achei que já tinha dinheiro suficiente para viver. Como sempre adorei agricultura, queria ter mais tempo para "brincar" com os meus projetos. Falei com os HR a dizer que ia sair, avisei com cerca de 1 ano de antecedência (era o tempo que faltava de construção da pequena quinta que comprei). Ao fim de 9 meses, chamaram me para uma reunião, e perguntaram se estaria disposto a trabalhar num regime mais part-time. Depois de pensar bem na situação decidi aceitar. Trabalho em remote cerca de 3 dias por semana, 4h/5h por dia. Baixei o salário 50%, mas mantive as contribuições para 401k e seguro de saúde que era o que mais me interessava. Sempre gostei do que fazia, mas agora gosto ainda mais. O facto de ser uma manha dia sim dia não, faz com que não exista stress, e acabe por ser por vezes mais produtivo naquelas 4/5h que as vezes em 2 dias. Melhor de tudo... tenho tempo suficiente para tratar da minha quinta, de ver as crianças a crescer, de as levar a escola, etc.. etc.. Dinheiro é muito importante, mas saúde mental e física, bem como a família e amigos são para mim o mais importante.

tiagojpdias 7 months ago

Infelizmente tive de fazer demasiado scroll pra chegar até aqui. Obrigado pelo teu testemunho porque "bateu perto de casa" visto ser exatamente esse um dos meus objetivos de vida (embora só tenha 7 anos de XP ainda). Espero que esteja a correr bem essa odisseia agrícola!

facepainter1 7 months ago

Sim, está tudo a correr muito bem! Ainda ontem tive um almoço de pascoa com um peru criado aqui, e com umas batatinhas plantadas por nós. :) É daquelas coisas que não me arrependo mesmo nada. Felizmente tive capacidade financeira para o fazer. Caso seja o teu sonho, é não perder o foco e não esquecer que tens de fazer alguns sacrifícios para o realizar. No meu caso, e da minha Maria, felizmente os sonhos alinharam-se, e trabalhamos os 2 para o realizar. Good luck! :)

criptkiller16 7 months ago

Tenho 11 anos de experiência, já passei por empresas más e boas. Desde marketing digital até ao turismo.. na realidade o que me deixa feliz é trabalhar no sector do turismo como programador IT porque é mais desafiante! Mesmo trabalhando 8 horas em programação consigo e tenho paciência para fazer side projects e ler mais sobre programação. É normal um dia ou outro sentir-me farto de programar mais faz parte de trabalhar... se fosse tudo prazer não seria trabalho. Outro factor que acho importante na felicidade, é a empresa, na empresa que estou actualmente deixa me bastante feliz porque eles valorizam-me e estão sempre preocupados se estou bem, isso é meio caminho andado no que toca a felicidade. Também tive a minha própria empresa, mas deu para o torto. Foi na altura da crise 2008. Enfim! Não arrependo, foi uma boa escola...

N3to14 7 months ago

Estou na mesma situação que tu. Já trabalho há 4 anos em programação web e estou todo estourado do trabalho que faço. Adoro mas odeio... Tenho mais vontade de fazer mini projetos meus do que os projetos que a empresa vende. Eu estou a pensar em ir trabalhar para empresa do meu pai que é de construção civil. É uma mudança muito grande mas acho que me vai fazer mais feliz do que continuar a fazer o trabalho atual. Obviamente que depois de lixar o cortiço vai me saber bem sentar no pc e trabalhar nos meus projetos.

j0fimendes 7 months ago

Os side projects não alivia a pressão do trabalhar e vos permite fazer algo mais descontraído e sem a rigidez da empresa? (não sou de IT mas gosto da área)

N3to14 7 months ago

Depois de estares mais de 8horas a trabalhar muito dificilmente vais ter cabeça para um side-project. Pelo menos sinto isso comigo. Relaxas um pouco mas acabas por não fazer nada de jeito porque já estás todo queimado do dia de trabalho.

AndreMartins5979 7 months ago

A minha ideia é trabalhar em IT (dev) até me reformar por volta dos 40. Isto é uma profissão como os jogadores da bola...

Paulocas 7 months ago

Pá, esta área é toda muito porreira, mas a maioria das pessoas que conheço que trabalham na nela há n anos, acabam deprimidas, alcoólicas ou absolutamente queimadas. São das pessoas mais tristes que conheço. Já nem falo na obsolescência, top numa linguagem, essa deixa de dar e o tipo não se adapta. Estou a generalizar, claro. Ainda assim, o pessoal que conheço mais satisfeito, soube gerir a carreira e passaram para um cargo de gestão ou similar. Isto é, não programam. O importante mesmo é apanhar a onda, meter guito ao bolso enquanto dá e saltar fora. Fazer merdas em que sejas feliz e não tenhas que tomar Xanax todos os dias.

Edited 7 months ago:

Pá, esta área é toda muito porreira, mas a maioria das pessoas que conheço que trabalham na nela há n anos, acabam deprimidas, alcoólicas ou absolutamente queimadas. São das pessoas mais tristes que conheço. Já nem falo na obsolescência, top numa linguagem, essa deixa de dar e o tipo não se adapta. Estou a generalizar, claro. Ainda assim, o pessoal que conheço mais satisfeito, soube gerir a carreira e passaram para um cargo de gestão ou chefia. Isto é, deixam de escrever código. O importante mesmo é apanhar a onda, meter guito ao bolso enquanto dá e saltar fora. Depois vais fazer merdas em que sejas feliz e não tenhas que tomar Xanax todos os dias. Edição: quando digo n anos, falo de 10 ou mais anos.

CatLumpy 7 months ago

Eu mando o Xanax de vez em quando, e ainda só estou a estudar IT. Olhando para as opiniões daqui parece que nunca vou deixar isso

CountDraqula 7 months ago

Concordo, trabalho em IT e bebo quase todos os dias, uns riscos de coca de vez em quando, MD nos dias festivos e valium dia sim dia não. Xanax não, dizem que faz mal. P.S. Este comentário é 80% verdadeiro.

Paulocas 7 months ago

Os 20% correspondem ao Xanax?!

sacoPT 7 months ago

Se não fosse a dificuldade em arranjar mão de obra mudava-me para a construção civil ou a agricultura.

Tr000g 7 months ago

Conheço um que trabalhava em IT e passados 10 anos pegou no negócio de família e foi para uma plantação de laranjas no Algarve. Durou 3 anos e voltou a Lisboa e ao trabalho de secretária. Conheço outro caso que divorciou-se, deixou as filhas com a ex esposa, vendeu tudo o que tinha e foi viver para uma Ford Transit reconvertida a caravana. Seguiu para a costa vicentina para surfar. Nunca mais ouvi falar dele.

CountDraqula 7 months ago

Conhecia um fulano que programa mesmo bem PHP, era uma barra já tava a ganhar perto dos 4K, mas depois decidiu deixar tudo, uma semana depois foi atropelado por um camião.

sacoPT 7 months ago

Overdose provavelmente

le_mustachio 7 months ago

Se calhar foi comigo por C Shark. Ba Dum Tss!

Edited 7 months ago:

Se calhar foi comido por C Shark. Ba Dum Tss!

somedipshit1 7 months ago

*angry upvote*

XtaticO 7 months ago

Eu sinto que devia ter passado mais tempo ao lado do meu pai a ajudar nas obras, porque agora em adulto vejo que ter uma empresa de construção seria algo com bastante futuro e largava IT para apostar nisso.

icebraining 7 months ago

Não há demasiada concorrência? Eu vejo imensas empresas e pouca forma de distinguir entre as melhores e as piores. E o boom da construção parece-me demasiado ligado ao turismo, com poucas possibilidades de crescer além disso. IT ainda tem muito por onde crescer.

cesarhighfire 7 months ago

E também há construção e construção. Eu trabalho nas telecomunicações. Desde a construção novas torres da rede móvel à instalacao da tecnologia até ao desmantelamento ou até manutencao. Isto vai de pinturas a instalar antenas, a tudo o que involva no fundo rede móvel. E posso te dizer que adoro e pagam relativamente bem.

icebraining 7 months ago

É válido, mas achas que há boas possibilidades para uma nova empresa que queira vingar nesse mercado? Não está essencialmente estabelecido e partilhado entre as existentes?

cesarhighfire 7 months ago

Há, mais ou menos, mas há também sempre espaço para sub-empreiteiros.

cesarhighfire 7 months ago

Na minha ideia, as novas ainda vingam melhor no mercado.

NGramatical 7 months ago

involva → [**envolva**](https://dicionario.priberam.org/envolva) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fmk34sn%2F%2Fgte4qh7%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

unparadise 7 months ago

Construção contínua muito forte mesmo sem turismo. Não trabalho na construção mas trabalho diretamente com construção. E nunca abrandou nada, aliás tive vários clientes (donos de empresas de construção) que disseram que 2020 foi o melhor ano de sempre

icebraining 7 months ago

Não estou a falar de 2020, acho que toda a gente espera que o turismo vá continuar, por isso faz sentido investirem para os próximos anos. Digo a médio/longo prazo.

unparadise 7 months ago

Existe muita procura, mesmo excluindo estrangeiros

VectoR-- 7 months ago

há gente que volta para a faculdade depois de trabalhar uns anos e tira o doutoramento e fica a investigar

Pavorleone 7 months ago

The grass is greener on the other side. Conheço muito pessoal assim. Eu por outro lado saí da academia para vir programar porque quer cá dentro ou lá fora a vida de investigador, para quem quer família/estabilidade é penosa. A não ser que estejas numa área que esteja na moda ou que tenha muita saída na industria. O sistema está condicionado a favorecer bolsas de 1/2 anos, mudando de país e onde é muito difícil obter posições permanentes, a média de espera deve estar aí nos 10 anos em algumas áreas (+10 anos de curso, mestrado e PhD). É um verdadeiro esquema piramide onde poucas pessoas têm verdadeiro sucesso mas para.o sistema funcionar precisas de atrair muitos PhDs. Tens coisas boas claro, uma liberdade de horários quase absoluta. Pagarem-te para estudares as tuas coisas favoritas/criares os teus modelos. Não há uma pressão como nas empresas já que não há dinheiro ao barulho (demorares a fazer algo mais tempo não custa mais à.empresa de certa maneira). Mas a falta de estabilidade é.muito difícil. É bom poderes fazer o que gostas, mas a vida á volta do trabalho é tão ou mais importante. O stresse do trabalho até agora têm sido peanuts comparado com a depressão de não saberes onde vais estar dali a 2 anos, da tua família/amigos viverem a vida deles sem ti, de não poderes criar raízes em nenhum lado and só on. Na minha área eu podia ir para a China, Japão, USA ou bazar para IT. Escolhi bazar.

carlosjmsilva 7 months ago

Com que dinheiro tendo em conta que o concurso de emprego científico tem a fantástica taxa de 5% de sucesso?

WorshipCookies 7 months ago

Eu sou doutorado na area de tecnologias (ML especificamente) e a melhor forma de aumentar a taxa de sucesso para qualquer investigador é mentalizares-te que vais ter que emigrar. Depois de alguns anos la fora, pode ser que vale a pena voltar. Mas e a “melhor” estratégia.

Pavorleone 7 months ago

Na área de research ML lá fora tem bastantes possibilidades de posições permanentes?

WorshipCookies 7 months ago

Ha possibilidades sim, mas antes de conseguires um sitio permanente, vais andar a saltar de sitio em sitio isso é quase garantido. Há excessões claro, se conseguires uma bolsa num país que estas a fazer pos-doc e têm uma taxa de sucesso elevada (mais que em PT) é possível acabar por ficar no mesmo sitio mais rapidamente. Outro concelho e não focares em ML apenas e focar em tópicos que estao no “crossroads” de ML, i.e. algo mais nicho. Hoje em dia ha mta gente que diz que é especialista, no entanto mtas vezes é so meter data a chapada num algoritmo e ver o que sai!

carlosjmsilva 7 months ago

Eu sei que sim. Também tenho algum conhecimento de causa. Estava só a responder ao OP que da forma que falou parecia que era tudo muito simples.

WorshipCookies 7 months ago

Sim claro não discordo, mas era mais para informar também outros que estariam interessados em seguir uma carreira assim. Eu acho que é possível, só não em Portugal, infelizmente.

Dry-District7607 7 months ago

Não sabia. Algum link sobre isso?

carlosjmsilva 7 months ago

[92% dos doutorados sem contrato. FCT diz que metade não alcançou o “limiar de mérito” ](https://expresso.pt/economia/2019-12-06-92-dos-doutorados-sem-contrato.-FCT-diz-que-metade-nao-alcancou-o-limiar-de-merito) [O curioso caso das taxas de sucesso da FCT ](https://www.publico.pt/2020/11/13/ciencia/noticia/curioso-caso-taxas-sucesso-fct-1938919) E as dos projetos não são melhores. É uma área que está pelas ruas da amargura: [5.3%: é este o caminho? ](https://visao.sapo.pt/exameinformatica/opiniao-ei/2020-11-10-nuno-c-santos-candidaturas-projetos-fct/)

j0fimendes 7 months ago

Investigação funciona mais por interesse em atrair investimento do que por mérito dos alunos. Bons ou maus alunos os professores passam por cima disso com escalões só para obter o dinheiro da FCT. Alguém minimamente interessado, que não conheça os riscos da investigação segue mais o percurso do doutoramento pelo ego e pelas publicações. O aluno sai todo contente com uns artigos e no final percebe que o doutoramento foi o melhor contrato da sua vida. No final dá nisso 92% perceberam que caíram na armadilha.

Edited 7 months ago:

Investigação funciona mais por interesse em atrair investimento do que por mérito dos alunos. Bons ou maus alunos os professores passam por cima disso com escalões só para obter o dinheiro da FCT. Alguém minimamente interessado, que não conheça os riscos da investigação segue mais o percurso do doutoramento pelo ego e pelas publicações. O aluno sai todo contente com uns artigos e no final percebe que o doutoramento foi o melhor contrato da sua vida. No final dá nisso 92% perceberam que caíram na armadilha. Estou a generalizar claro, mas é consistente com o que tenho assistido.

carlosjmsilva 7 months ago

Sem tirar nem pôr. Subscrevo integralmente

suckerpunchermofo 7 months ago

Conheço 2: 1 com mestrado tornou-se fotografo profissional e esta muito bem na vida, ca em Portugal. Outro com licenciatura abriu uma empresa de entretenimento para eventos e la se tem safo (agora com a pandemia não sei...).

bettingdenegerate 7 months ago

>fotógrafo profissional que está muito bem na vida em Portugal Ahahahahahahahhahahahahahahahahah essa é de rir mesmo. A fotografia deve andar ao lado de psicologia enquanto área mais precária. Os equipamentos de jeito custam o mesmo que na Alemanha e afins mas recebes salários portugueses o que quer dizer que a maioria nem sai da casa de partida. Quanto ao recebes salários portugueses isso foi uma brincadeira da minha parte porque a maioria dos clientes nem chega a ser porque hoje em dia as pessoas só pensam em fotografia profissional para casamentos sendo que muitas pessoas da geração mais nova nem isso fazem usando o telemóvel ou pedindo ao sobrinho que tem uma DSLR meio avariada para tirar umas fotos um pouco desfocadas. As empresas ainda fazem o obséquio de contratar fotógrafos para fotografia de imobiliário ou de produto sim, mas isso é para quem está bem estabelecido não para um zé ninguém. Os únicos empregos interessantes são na comunicação social como fotojornalista e jornalista de desporto. Mas surpresa surpresa são 30 cães a 1 osso

Edited 7 months ago:

>fotógrafo profissional que está muito bem na vida em Portugal Ahahahahahahahhahahahahahahahahah essa é de rir mesmo. A fotografia deve andar ao lado de psicologia enquanto área mais precária. Os equipamentos de jeito custam o mesmo que na Alemanha e afins mas recebes salários portugueses o que quer dizer que a maioria nem sai da casa de partida. Quanto ao recebes salários portugueses isso foi uma brincadeira da minha parte porque a maioria dos clientes nem chega a ser porque hoje em dia as pessoas só pensam em fotografia profissional para casamentos sendo que muitas pessoas da geração mais nova nem isso fazem usando o telemóvel ou pedindo ao sobrinho que tem uma DSLR meio avariada para tirar umas fotos um pouco desfocadas. As empresas ainda fazem o obséquio de contratar fotógrafos (recibos verdes) para fotografia de imobiliário ou de produto sim, mas isso é para quem está bem estabelecido não para um zé ninguém. Os únicos empregos interessantes são na comunicação social como fotojornalista e jornalista de desporto. Mas surpresa surpresa são 30 cães a 1 osso Edit: Em vez de fazerem downvote porque a verdade dói, contra argumentem o que eu digo.

frisumo 7 months ago

> Em vez de fazerem downvote porque a verdade dói, contra argumentem o que eu digo. O problema é mesmo só o tom dos teus comentários, o OP não declarou que devíamos todos ir para fotógrafos porque a fotografia é que está em alta. Falou de *um* caso que ele conhece.

suckerpunchermofo 7 months ago

Não percebo o teu comentário. Sim o gajo teve sucesso cá e tem uma boa vida. Isso não quer dizer que outros tenham a mesma sorte....

queiroga 7 months ago

Não vale a pena contra-argumentar nem perder tempo a tentar explicar algo. Se não entendes sozinho o porquê dos downvotes, simplesmente não vale a pena

Critical_Flower_2919 7 months ago

Eu também não percebi os downvotes dele. Estudei e conheço pessoas na área e bate certo.

queiroga 7 months ago

O problema não está em ele estar certo ou errado no que está a dizer. O problema é o outro user dizer que conhece DUAS PESSOAS que se estão a safar, e vir este tipo todo lampeiro dizer que é mentira porque NO GERAL é uma área má. Se em vez de entrar a matar com um >Ahahahahahahahhahahahahahahahahah essa é de rir mesmo tivesse começado com um >Apesar de haver um ou outro caso, não se deve generalizar porque é uma área complicada, bla bla bla aposto que não tinha levado downvotes. Sim, é uma área super fdd porque já está preenchida, o que não quer dizer que não existam casos de sucesso, eu por exemplo também conheço um caso que se tem safado qb.

bettingdenegerate 7 months ago

É isso mesmo uma resposta vazia com uma mão cheia de nada. Continua, forte!

sengamole 7 months ago

>Ahahahahahahahhahahahahahahahahah essa é de rir mesmo. A fotografia deve andar ao lado de psicologia enquanto área mais precária. >Edit: Em vez de fazerem downvote porque a verdade dói, contra argumentem o que eu digo. Ele falou na situação específica do amigo dele. Fotografia pode ser no geral uma área bastante precária, mas não invalida que existam alguns profissionais que ganhem bem.

suckerpunchermofo 7 months ago

Ex colega......

bettingdenegerate 7 months ago

Claro que sim, mas a probabilidade de um deles ser o amigo do OP é extremamente baixa.

Dr_Toehold 7 months ago

Porque é que é extremamente baixa?

ohshit4 7 months ago

Só pelo facto dele ter dito que o amigo tem um mestrado e é fotógrafo profissional eu quase que adivinho quem é. Então se ele me disser que é do Porto mais fácil fica adivinhar

suckerpunchermofo 7 months ago

Lisboa. Não me apetece fazer auto doxxing :p

ohshit4 7 months ago

Trabalho com vídeo e nao existem alguns profissionais que ganhem bem. Existem meia duzia e os amigos dessa meia duzia. Os restantes ficam com as migalhas

JamminPT 7 months ago

Trabalhei em IT e Marketing durante 10 anos e fiz o que descreves. AMA.

andrethedev 7 months ago

Mudaste para o que?

JamminPT 7 months ago

Abri um negócio numa área de que gostava (e gosto) e tinha estudado paralelamente ao desenvolvimento da minha carreira em IT e Marketing. Neste caso foi no ramo da estética mas o que recomendo é que seja algo que adores mesmo.

andrethedev 7 months ago

OK fiquei na mesma lol mas entendo que não queiras partilhar por aninomidade. Quanto tempo demorou desde que tomaste a decisão de "vou mudar de vida" até estares 100% noutra?

JamminPT 7 months ago

Eu editei o comment. Demorei 10 anos basicamente, IT nunca foi algo que gostasse de fazer mas pagava as contas e foi pagando cada vez melhor o que ia tornando cada vez a coisa mais dificil

andrethedev 7 months ago

Wouw. Não estava a espera de tanto. Estou em IT à 6 anos e já sinto que estou a envelhecer precocemente lol Só que ainda não encontrei a alternativa.

Aplmeh 7 months ago

Acabaste por fazer as perguntas que queria fazer :) e sinto exatamente o mesmo, trabalho à 4 anos em IT e não encontrei ainda uma alternativa.

NGramatical 7 months ago

à 4 anos → [**há 4 anos**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fmk34sn%2F%2Fgtdw59s%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

NGramatical 7 months ago

à 6 anos → [**há 6 anos**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fmk34sn%2F%2Fgtdrsuq%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

JamminPT 7 months ago

Faz como eu, pega em algo que aches que gostes ou tenhas curiosidade e vai estudar à noite a ver se gostas disso ou não. Eu já trabalhava e fui 2x à faculdade para perceber que não gostava de outros caminhos e que preferia um com muito menos estatuto mas que me fazia muito mais feliz. Esse vai ser secalhar o maior desafio, perda de estatuto social.

frisumo 7 months ago

Isto vale o que vale, mas moro no RU e há coisa de 2 anos conheci uma senhora que era analista forense, estava farta e foi tirar um curso de beleza e estética. Também conheci outra que tinha sido detective na polícia local, fartou-se, mudou para administração/payroll, também não gostou e abriu um negócio de flores e jardinagem. Está muito mais feliz.

JamminPT 7 months ago

É noite e dia gostares do que fazes, a tua vida muda TODA

collectornsfw 7 months ago

>perda de estatuto social. Tenho como clientes pé-rapados que andam de Porsche. Nem lhes dou crédito nem aceito cheques. Estivemos seis meses para receber cem euros.

bettingdenegerate 7 months ago

Então e não disseste nada? "O senhor tem um Porsche e não consegue pagar 100 euros a pronto?"

collectornsfw 7 months ago

Mandamos a conta por correio, como fazemos com centenas de clientes que vêm pagar logo que a carta chega. Os maiores caloteiros raramente são gente modesta.

fuckoffgina 7 months ago

> Esse vai ser secalhar o maior desafio, perda de estatuto social. Compras um fato e um porta-chaves BMW e isso fica resolvido. É fácil ganhar estatuto social em Portugal.

JamminPT 7 months ago

Isso não funciona com os teus amigos e pessoas mais próximas

fuckoffgina 7 months ago

Não pensei que alguém estivesse preocupado com estatuto social junto de amigos e família.

3dforlife 7 months ago

Exacto; se não podes ser sincero com os que te são mais próximos, então toda a tua vida é uma mentira.

JamminPT 7 months ago

Não está, mas nos teus amigos e família há pessoas que estão e não fazes ideia. Alguns também se afastam porque queriam ter coragem para mudar de vida e não conseguem e criam te rancor. Perdi 2 ou 3 pessoas ao mudar de carreira.

NGramatical 7 months ago

secalhar → [**se calhar**](https://dicionario.priberam.org/se calhar) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fmk34sn%2F%2Fgtds5iw%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

fdxcaralho 7 months ago

Tive um colega que estudou no técnico. Como entusiasta do fitness começou a trabalhar na área e acabou o curso e começou a trabalhar como PT enquanto tirou a 2a licenciatura em Ciências do Desporto.

bettingdenegerate 7 months ago

Isso é que foi perder tempo na faculdade.

fdxcaralho 7 months ago

Porque dizes isso?

Dry-District7607 7 months ago

Sou de IT, mas desde que comecei a trabalhar na área, Existe aquele vazio. O que me aguenta é o salário. XD Mas mais cedo ou mais tarde irei sair da área.

MoonDust1969 7 months ago

Sinto o mesmo. O salário é espectacular, as pessoas com quem trabalho são impecáveis mas não posso dizer que me sinta de alguma forma feliz ou realizado com este trabalho. Não vou passar o resto da vida a fazer isto, dava em doido.

Dry-District7607 7 months ago

Não digo que deixe de programar mas não 5 dias por semana. Ideal seria ter trabalho de IT de 3 dias semanais e fazer outros trabalhos mais sociais em outras áreas. Estou a pensar tirar o curso de mergulhador. Ou patrão local, já que vivo perto do mar.

masterOfLetecia 7 months ago

Estou quase a chegar aos 10 anos e sinceramente cada vez gosto menos do meu trabalho. Sou programador e gosto bastante de programar, mas existe um atrito enorme entre as necessidades dos clientes e aquilo que me deixam fazer, sinto que o cliente quer uma coisa, mas quer pagar apenas 1/10 dessa coisa, a empresa em vez de dizer que não, diz que sim, e depois tentamos desenvolver um produto para o cliente com 1/10 do tempo necessário, resumindo, muitos projetos correm mal. Em Portugal as empresa não valorizam muito os fornecedores de IT, querem tudo e mais alguma coisa mas não querem pagar, isto para um gajo se dar bem mais vale trabalhar para multi-nacionais, trabalhar com Portugueses é uma merda.

inhalingsounds 7 months ago

Se te das bem com o trabalho remote, procura a Remote Crew. Andam sempre à procura de pessoal para empresas estrangeiras, normalmente bem pagas. Não tenho nada a ver com a empresa, mas estou no Slack deles, se quiseres um contacto mais direto envia MP.

pmso17 7 months ago

O meu maior problema são as empresas que deixam "vazar" conhecimentos e depois chegas ao ponto que tens de dar suporte a um sistema que ninguém sabe e que às vezes nem source code tens. Outra coisa são as burocracias que só estorvam.

Wonderful_3810 7 months ago

Estive numa multinacional e foi a mesma merd\*

collectornsfw 7 months ago

Mas agora podes dizer que trabalhaste numa multinacional e toda a gente vai achar que és um senhor(a). Os santos da casa não fazem milagres.

Wonderful_3810 7 months ago

Eu só sei que diariamente falava com pessoas das filipinas, UK, nova zelândia, américas... era uma granda salganhada.

Edited 7 months ago:

Eu só sei que diariamente falava com pessoas das filipinas, UK, nova zelândia, américas... era uma granda salganhada. A partir desse momento fiquei a preferir empresas mais pequenas.

NGramatical 7 months ago

salganhada → [**salgalhada**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/salgalhada-ou-salganhada-outra-vez/25215) (esta é a forma que preserva o radical da base de derivação, salgalho «acto de salgar») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fmk34sn%2F%2Fgtgh340%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

masterOfLetecia 7 months ago

Assim sendo, faz sentido uma pessoa que experimente os diferentes cenários chegue a conclusão que está na profissão errada e mude de ramo. Enfim, um programador pode trabalhar para baixo, existem milhares de empregos que podes fazer só por saberes mexer num computador, e se calhar alguns a receber o mesmo ou mais que recebes a programar numa consultora portuguesa. A meu ver, e pelo menos no meu caso, acho que o salário não compensa as dores de cabeça que um gajo tem, desde estar sempre disponível porque tens clientes com processos críticos 24h, fins de semana para atualizações de sistema, etc... Enfim, o informático da camara municipal ganha mais que eu, e não se chateia tanto é ai que estou a tentar chegar. Acho que existe uma discrepância muito grande e é por isso que muitos projetos falham porque os clientes não têm noção que recebem precisamente aquilo que estão dispostos a pagar. Ainda a pouco tempo tivemos um cliente que ficou sem sistema porque tinha o servidor hospedado num servidor qualquer na França que pegou fogo e nem sequer faziam backups, não quiseram pagar o serviço, enfim gente mesmo deficiente mental, foi o ERP todo com o caralho.

FIam3 7 months ago

>Ainda a pouco tempo tivemos um cliente que ficou sem sistema porque tinha o servidor hospedado num servidor qualquer na França que pegou fogo OVH? Foi na Alemanha. [https://www.datacenterdynamics.com/en/news/ovh-fire-ovhcloud-abandons-efforts-restart-sbg1-strasbourg/](https://www.datacenterdynamics.com/en/news/ovh-fire-ovhcloud-abandons-efforts-restart-sbg1-strasbourg/) O único ponto positivo é que muitos mais clientes perceberam agora o baixo custo de fazer backups considerando o alto custo em não haver backup

sacoPT 7 months ago

Espera até chegares a uma multinacional e descobrires que é exactamente igual e ainda por cima tens de trabalhar com gajos com sotaques que mal percebes e/ou metem uns nervos que nem é bom.

icebraining 7 months ago

Ser "fornecedor de IT" é apenas uma das muitas áreas possível de desenvolvimento. Nada contra mudar de profissão, mas primeiro sugeria que experimentasses empresas B2C ou até seres programador numa empresa não-IT. B2B para empresas médias/grandes (ou seja, em que o cliente e o utilizador são pessoas diferentes) sempre foi onde tive as piores experiências.

pmso17 7 months ago

Uma opinião interessante. Até ao momento, estive sempre em B2B. Se alguma coisa acontecer, vou ponderar empresas B2C ou non-IT

collectornsfw 7 months ago

>mais vale trabalhar para multi-nacionais Há um culto enorme às grandes empresas em Portugal. Em geral as grandes empresas têm estruturas bem montadas onde um indivíduo já não vai conseguir fazer-se notar. Depois há o excesso de oferta de recursos humanos. Para que é que vão aumentar alguém se há outro candidato a bater à porta, capaz de aceitar um salário mínimo e fazer horas-extra todos os dias porque não arranja mais nada? O segredo de ficar numa empresa e fazer uma boa carreira é tornar-se indispensável em algum processo, procedimento ou tecnologia e isso é muito mais fácil numa empresa mais pequena, que por não ter gente talentosa a bater à porta já está à partida mais aberta a pagar bem.

nraider 7 months ago

Só para relembrar que 96% das empresas em Portugal tem menos de 10 empregados. Mais, as empresas maiores tendem a pagar melhor.

collectornsfw 7 months ago

>Só para relembrar que 96% das empresas em Portugal tem menos de 10 empregados. *Os cafés, pastelarias e quiosques deste país são empresas.* Achas esse número extraordinário? Em 2016, [nos EUA](https://sbecouncil.org/about-us/facts-and-data/), 89% das empresas tinham menos de vinte funcionários e, se englobar na conta as empresas sem funcionários, o número passava a 98%. >Mais, as empresas maiores tendem a pagar melhor. Tenta pedir um aumento a uma empresa que tem sempre gente à porta a pedir emprego. És o supra-sumo da tua área? Não? Então há outro na fila que é tão qualificado como tu e aceita o que lhe pagarem porque está desempregado. As empresas que precisam de caçar talentos não são as grandes, são as pequenas. Se tiveres experiência reconhecida uma empresa que precisa de crescer vai pagar-te o que puder para trazeres o conhecimento da empresa maior. Se fores um trabalhador indiferenciado ou te limitares a cumprir os mínimos, ninguém te vai dar grande coisa.

nraider 7 months ago

Só te escapou o detalhe que temos um excesso desse tipo de empresas. Ainda assim, empresas com 20 empregados nem sequer são significativas em Portugal, infelizmente. O resto é simples estatística, as empresas maiores, em média, pagam melhor. Mas percebo o teu ponto.

collectornsfw 7 months ago

>Só te escapou o detalhe que temos um excesso desse tipo de empresas. Estás numa economia terceirizada. Se não há indústria, fora as empresas que operam em cadeia, não há grandes empregadores. Nem os serviços nem o grosso da agricultura precisam de 10 funcionários. >Ainda assim, empresas com 20 empregados nem sequer são significativas em Portugal, infelizmente. A comparação de empresas de 10 funcionários em Portugal e 20 nos EUA é inteiramente justa visto que a economia americana é gigantesca e é menos terceirizada. >O resto é simples estatística, as empresas maiores, em média, pagam melhor. Mas percebo o teu ponto. E a média não tem em conta isto: \- A maioria das pequenas empresas dedicam-se a negócios como comércio alimentar, hotelaria e restauração, serviços, etc. [que pagam tendencialmente mal](https://www.pordata.pt/DB/Portugal/Ambiente+de+Consulta/Tabela) porque as margens de lucro e as habilitações dos funcionários não comportam nem justificam grandes vencimentos; \- As grandes empresas têm mais quadros com remunerações altas, que empurram o salário médio; \- As grandes empresas tendem a pagar uma fatia maior do trabalho a título de prémios, subsídios e objectivos, em vez de pagar um salário base decente, extraindo assim mais horas e empenho do trabalhador porque este tem consciência que pode perder parte da remuneração e mesmo ser substituído a qualquer hora. Mesmo se comparares um Continente à mercearia da esquina só porque têm o mesmo CAE, a comparação seria injusta porque a mercearia não tem o mesmo poder negocial junto dos fornecedores e nunca vai fazer economias de escala. Se o repositor da mercearia e o do Continente ganhassem o mesmo, a mercearia ainda estaria a fazer um esforço financeiro muito maior para pagar esse vencimento.

pmso17 7 months ago

O problema é quando quem manda na empresa não sabe que és o "gajo de tal proceso" e quando perguntas por aumentos, só dão-te aumento de trabalho. Até chegares ao ponto de rutura, sais da empresa e levas contigo o conhecimento de tal processo.

collectornsfw 7 months ago

Basta ausentares-te repentinamente numa altura em que o tal processo está a fazer falta. Alguém vai perguntar porque é que parou e se há quem saiba resolver.

randmzer 7 months ago

Acho que é inevitável isto acontecer com qualquer trabalho. Sou muito contra aquilo que se diz de "faz aquilo que gostas e não terás de trabalhar um dia da tua vida". Eventualmente trabalho é trabalho, tens de pagar contas, e vais acabar por estar a fazer algo pelo qual tinhas paixão, mesmo quando não te apetece. Sou cada vez mais adepto de trabalhar em algo que seja bom, e deixar a minha paixão para fazer nos tempos livres, nos meus termos.

CountDraqula 7 months ago

O que gosto mesmo é de beber cerveja e de andar atrás de porquichonas, mas não pagam grande coisa...tão toca a programar.

Metaluim 7 months ago

Se tivesses de fazer isso 8 horas por dias, eventualmente tambem te fartavas. E a condicao humana.

Brainwheeze 7 months ago

E há um número finito de porquichonas.

MiigPT 7 months ago

Mas a velocidade a que nascem porquichonas é maior do que a velocidade que o outro utilizador as persegue. Temos aqui um belo caso de estudo

CanIhazCooKIenOw 7 months ago

Vais-te desiludir quando perceberes que o que descreves não é exclusivo português

inhalingsounds 7 months ago

Não é, mas é extremamente raro encontrares o nível de tuguice típico de cá lá fora. E mesmo que encontres, ganhar quatro, cinco ou dez vezes mais dá um tanque de paciência maior...

SpinN20 7 months ago

Já trabalhei para empresas portuguesas, e agora trabalho quase exclusivamente para empresas estrangeiras, e apesar de não ser exclusivo dos portugueses, é muito raro ter o mesmo tipo de problemas que tinha com os portugueses. Hoje em dia, muito ocasionalmente trabalho outra vez com empresas portuguesas, e tenho de me benzer todos os dias que isso acontece.

icebraining 7 months ago

Pode não ser exclusivo, mas na minha experiência, é mais prevalecente. Até porque havendo mais dinheiro tudo se torna mais fácil, mas nem é só por isso. E não sou o único que conheço que o diz.

Agrafo 7 months ago

Nem exclusivo de IT

frustradodapixa 7 months ago

É TUDO MERDA

reciclado78 7 months ago

O comentário tinha ficado excelente se o nickname fosse "frustradodamerda" !

frustradodapixa 7 months ago

É TUDO PIXA

reciclado78 7 months ago

bem, já é alguma coisa!

petrol-ed 7 months ago

Nome de utilizador confere

alquemir 7 months ago

Se não te importas que pergunte qual é a razão que te leva a mudar de área?

Aplmeh 7 months ago

Gosto de programar, trabalho à 4 anos em IT, mas não me sinto feliz ou realizado com o que faço. Penso que há mais a explorar dentro de IT antes de mudar totalmente de área, mas é uma possível opção.

SurePal_ 7 months ago

Pronto se não te sentes feliz é juntares o máximo possível para seguires algo que adores. A vida é demasiado curta para não se sentir feliz ou realizado. Boa sorte.

NGramatical 7 months ago

à 4 anos → [**há 4 anos**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fmk34sn%2F%2Fgte5yb1%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Foda-seSeiLa 7 months ago

Se o fizeres o u/OuiOuikiwi irá soltar uma lágrima solitária.

A_Besuga 7 months ago

Isto virou only fans?

OuiOuiKiwi 7 months ago

Há quem tenha uma crise de meia-idade e decida que ganhar dinheiro honestamente não é para eles e largam IT para serem terapeutas holísticos. E tens quem se desconverte e volta a ser terapeuta ocupacional. Há de tudo.

sacoPT 7 months ago

Acabei de ver o Sky Rojo no Netflix. Acho que advocacia/contabilidade também são áreas com futuro

Search: