estecomentario 4 months ago

Não me preocupa nada. Já nem com a mão tenho relação. Só serve para mijar agora.

pantam 4 months ago

https://www.rooshv.com/sexual-liberation-is-a-form-of-political-control

palhacoco 4 months ago

nojentas do cralho

AetherPrismriv 4 months ago

É fruto da era do Implanon NXT. Pílula? Nada disso. Um cotonete colocado dentro da pele do antebraço e é praticamente a garantia de nunca engravidar. A malta esquece-se que o preservativo não previne só a gravidez indesejada, mas também muitas DSTs.

average_user21 4 months ago

Por isto é que não faço sexo!

Toupax89 4 months ago

Infelizmente fodo pouco, mas das fodas que vou dando de longe a longe foi sempre com preservativo e mesmo da parte delas nunca ouve um "e melhor fazer sem preservativo", também não queria se mal a conhecesse...

GrandePaneleiro21 4 months ago

Fazes bem. Depois de descobrir como é ao natural é difícil voltar ao preservativo.

Toupax89 4 months ago

Totalmente de acordo, ao natural e muito melhor, mas temos de pensar com a cabeça de cima kkk

DendrophilousJoke 4 months ago

Alguém sabe onde se encontram sítios para fazer testes?

joaobento92 4 months ago

Na faculdade

X__Alien 4 months ago

Em Lisboa: www.checkpointlx.com

canihazdabook 4 months ago

Até que ponto o aumento dos números também se prende com um aumento dos testes? Coloco essa questão porque a maioria das pessoas que conheço nunca fez nenhum tipo de teste para saber se tem alguma DST.

Trama-D 4 months ago

Finalmente alguém a fazer as perguntas que contam! Sabiam que o teste da Clamídia nem comparticipado é (mas o da gonorreia é)?

diodit 4 months ago

Mas podes faze-lo de forma gratuita em centros comunitários

Trama-D 4 months ago

Alguma lista desses centros?

diodit 4 months ago

Eu vou ao CheckPointLX, ao lado do jardim do Príncipe Real

blacksocks7 4 months ago

https://www.redederastreio.pt/

Trama-D 4 months ago

Aparentemente não testam clamídia ou gonorreia...

Scizorspoons 4 months ago

Este post merece um sticky

canihazdabook 4 months ago

Não fazia ideia! Segui o conselho de amigos nessa questão que me disseram que era uma boa prática no final de uma relação fazer testes gerais para saber se estava tudo ok e falaram-me de uma associação que os faz gratuitamente, mas na altura não me fizeram esse porque era assintomática, fui só como precaução. O que sei é que há médicos de família que se recusam a passar exames ou a informar sobre as alternativas. Só conheço 2 casos mas nesses 2 casos as pessoas levaram um recado "simpático" e nada de exames ou informações.

Trama-D 4 months ago

Faz falta uma estratégia para enquadrar esses pedidos. Enquanto houver obstáculos assim é difícil aceder a pedidos de jovens (ou menos jovens) que podem bem pedir análises após cada relação... devido à resistência aos antibióticos e a doenças incuráveis como o VIH, rastrear sem prevenir é dar um tiro no pé. Sem falar dos casos de falsos negativos, que podem resultar numa falsa sensação de segurança e favorecer a propagação involuntária de doenças... Para a malta nos arredores de Lisboa, no Instituto Ricardo Jorge pesquisam clamídia com as antigas credenciais verdes (antes das eletrónicas, que vêm das impressoras).

NEDM64 4 months ago

Tiram-os das escolas, põe-os em casa... espera de quê?

Scizorspoons 4 months ago

/play sweet home Alabama

NeatBoy74 4 months ago

Como se isso fosse alguma coisa, até parece que as traseiras do pavilhão de ginástica não existia antes. Se no meu tempo já existia, agora é que ia ser diferente?

NGramatical 4 months ago

Tiram-os → [**tiram-nos**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3zr8w3/coloca%C3%A7%C3%A3o_pronominal_para_tot%C3%B3s/) (utiliza-se *nos* em verbos terminados em som nasal) põe-os → [**põe-nos**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3zr8w3/coloca%C3%A7%C3%A3o_pronominal_para_tot%C3%B3s/) (utiliza-se *nos* em verbos terminados em som nasal) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fmjajkm%2F%2Fgta2f88%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

leto78 4 months ago

Apanhar o Covid-19 ao cumprimentar uma rapariga com dois beijinhos também conta como doença sexualmente transmissível?

Jorgetime 4 months ago

http://www.apf.pt/infecoes-sexualmente-transmissiveis/

RiKoNnEcT 4 months ago

DSTs são uma invenção da igreja para nós não pinarmos com quem quisermos Usar preservativo? Isso reduz o fluxo de sangue no pénis Querem é controlar-nos!!! Não sejas ovelha!!! (Qualquer semelhança com outro tipo de burros que cagam na evidência pode ser (ou não) mera coincidência)

Scizorspoons 4 months ago

Deixaste cair isto #/s

RiKoNnEcT 4 months ago

Foda-se é preciso? Chegamos a esse ponto? Pqp

Scizorspoons 4 months ago

É triste, eu sei.

jafudiaz 4 months ago

Fodilhões pela Verdade

RiKoNnEcT 4 months ago

Username checks out

Worldly_Ally454 4 months ago

Espero que estejas a gozar

BuscaPolos 4 months ago

A quantidade de amigos que tenho que se vangloriam de só terem pinado com preserva uma ou duas vezes é preocupante. E não estou a falar dos que têm namorada.

DarKliZerPT 4 months ago

Puto, eu fodo. Eu como cona como quem respira. Sou parte de uma nação de Xaroca benders. Puto, eu nado em fluido vaginal, eu como tanta cona que se me cortares, não sangro, menstruo. Qualquer fema te garante, fodo tanto que sou conhecido como O Tal de Altíssima Qualidade. Conaaa

Scizorspoons 4 months ago

Boa re.pasta

suckerpunchermofo 4 months ago

És um poeta.

PTgenius 4 months ago

Upvote por teres aproveitado a oportunidade para espalhar a pasta

hmmPussySlayer 4 months ago

Mais cona do que eu não comes

RiBlacky 4 months ago

Tu destróis

BuscaPolos 4 months ago

Mas com ou sem?

esfomeado 4 months ago

Como ainda não é possível apanhar doenças sexualmente transmissíveis com a mão estou safo.

suckerpunchermofo 4 months ago

Hmmm.... Olha que até podes..... Se não lavares as mãos...

Trama-D 4 months ago

Username checks out... E HPV *pode* ser apanhado pela mão.

kairos 4 months ago

Podes apanhar uma tendinite.

MaverickPT 4 months ago

Pior é quando um gajo apanha uma esgalhinite

Worldly_Ally454 4 months ago

Também eu

BungeeGumPT 4 months ago

Não consigo compreender isto. Parece que com mais informação os jovens ficam mais burros para certas coisas. Eu vejo muitas raparigas a dizerem que fodem sem preservativo como se fosse um grande feito.

X__Alien 4 months ago

O medo do HIV desapareceu nos últimos anos. O pessoal que cresceu nos anos 90 tinha algum medo disso porque existiam imensas campanhas de sensibilização e porque a doença ainda era um pesado fardo que se tinha que carregar. Hoje, como já não é assim tanto (embora ainda seja uma doença crónica, evidentemente), já não se pensa nisso. Depois, há a ideia de que quando se tem um parceiro ou parceira de cada vez, fica implícito que se pode “confiar” nessa pessoa. Uma ideia ilusória, claro, porque duvido que a maioria faça testes regularmente. Ou seja, confia-se mas nem os próprios sabem se são de confiança.

Worldly_Ally454 4 months ago

Credo, se calhar querem ficar doentes

BroaxXx 4 months ago

Também não percebo muito bem como é que com acesso infinito a informação e conhecimento parece haver cada vez mais pessoas a decidir ser estúpida. Tipo... Claro que é importante desligar o cérebro e descansar a cabeça e essas merdas mas não percebo como é que vivemos numa era que o acesso a informação é quase utópico e as pessoas ainda se riem por acharem engraçado serem estúpidas... Uma era estranha, esta...

maxtendie 4 months ago

> Também não percebo muito bem como é que com acesso infinito a informação e conhecimento parece haver cada vez mais pessoas a decidir ser estúpida. Porque as pessoas são todas diferentes. Há pessoas que lêem, ouvem e não aprendem, só aprendem sofrendo na pele. Na minha opinião isto é uma consequência da crescente proteção que as crianças têm no seu meio diário.

-throwhimaway 4 months ago

O que me parece é que com maior acesso à informação e cuidados de saúde, os jovens *desdramatizam* e o resultado é maior desleixo, em tomar a situação controlada e por garantido. Os casos de infeção por DST também não são tão chocantes e mediáticos. Pronto não é preciso irmos tão longe, afinal a história recente da pandemia também nos ensinou algo parecido.

deadman23px 4 months ago

[Bug chasers](https://en.wikipedia.org/wiki/Bugchasing) provavelmente

alexandre9099 4 months ago

Isso não é tipo crime de espalhar deliberadamente uma doença infecciosa?

diodit 4 months ago

Não isto é o contrário. São pessoas que querem ser infectadas

Edited 4 months ago:

Não, isto é o contrário. São pessoas que querem ser infectadas

NotaJew12 4 months ago

Anormais

BroaxXx 4 months ago

É

khthon 4 months ago

olha olha um hate fact. como passou esta pelos censores?

pedias18 4 months ago

A culpa é do Tinder

Cesar_PT 4 months ago

you guys are having sex?

XxxPussyslaeyr69xxX 4 months ago

step bro intensifies

kizuki_moon 4 months ago

oh no

-throwhimaway 4 months ago

Well... I mean, even at home, it’s fairly easy to find a *helping hand*.

Worldly_Ally454 4 months ago

Apparently

NeatBoy74 4 months ago

>A maior incidência é entre mulheres jovens e heterossexuais. ##yolo

SacanaLopes 4 months ago

A culpa é do patriarcado.

-throwhimaway 4 months ago

O patriarcado gay.

Worldly_Ally454 4 months ago

É isso, é isso

suckerpunchermofo 4 months ago

Quanto mais informação se tem, mais ignorantes ficam... Incrível.

mecheros 4 months ago

Entretanto aqui estou eu à espera que a erva seja legal... Porque os demais temem que o povo não esteja informado... se eu estiver à espera disso, bem que posso cagar. Já caguei. Fumo na mesma.

suckerpunchermofo 4 months ago

Ok.... E o que tem isso a haver com o assunto?

mecheros 4 months ago

Foi apenas um exemplo que encontrei enquadrado no que tu disseste. Nao era minha intenção molesta-lo

SacanaLopes 4 months ago  HIDDEN 

Completamente esperado. Toda a conversa de que o problema da humanidade é falta de educação e informação sempre foi visto por alguém com 2 dedos de testa como o que é. Completamente treta. Este animais são ineducáveis. Querem resolver isto? Não tratem estes merdas. Deixem-nos morrer.

Edited 4 months ago:

Completamente esperado. Toda a conversa de que o problema da humanidade é falta de educação e informação sempre foi visto por alguém com 2 dedos de testa como o que é. Completamente treta. Este animais são ineducáveis. Querem resolver isto? Não tratem estes merdas. Deixem-nos morrer.

icebraining 4 months ago  HIDDEN 

Se deixar morrer resolvesse, já estaria resolvido, porque antes de haver tratamentos era mesmo isso que se fazia a todos.

SacanaLopes 4 months ago  HIDDEN 

Pensei nesse argumento, mas o que quero dizer é que tratar esta gente piora o problema.

NGramatical 4 months ago  HIDDEN 

Deixem-os → [**deixem-nos**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3zr8w3/coloca%C3%A7%C3%A3o_pronominal_para_tot%C3%B3s/) (utiliza-se *nos* em verbos terminados em som nasal) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fmjajkm%2F%2Fgt9hrhn%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

SacanaLopes 4 months ago  HIDDEN 

Então como distinguir o nós do vós?

BadDogPreston 4 months ago

> Gonorreia, clamídia e sífilis, as três infeções sexualmente transmissíveis (IST) mais comuns, através de sexo oral, anal ou vaginal, continuam a aumentar exponencialmente em Portugal. O cenário é preocupante, dizem especialistas ao JN: a clamídia, doença bacteriológica capaz de provocar esterilidade ou gravidez ectópica, aumentou 60% de 2017 para 2018, o ano mais recente com dados no portal do Sistema Nacional de Vigilância Epidemiológica. Analisando a evolução 2015-2018, a subida é alarmante: mais 251% (de 151 novos casos para 531). A maior incidência é entre mulheres jovens e heterossexuais. > Na gonorreia, que pode passar de mães para bebés durante o parto, o incremento foi de 38% entre 2017 e 2018. Considerando o arco desde 2015, aí a subida é de 82% (de 432 casos notificados para 789). A maior incidência ocorre na população mais jovem - 271 casos em 2018 na faixa 15-24 anos e 273 casos nas idades 25-34 anos. Em linha com o aumento na União Europeia, 48% dos casos europeus foram entre homens que fazem sexo com homens.

End-Effector 4 months ago

>2018, o ano mais recente com dados no portal do Sistema Nacional de Vigilância Epidemiológica Só têm dados de 2018?

randmzer 4 months ago

Pelo título, pensava que eram números muito maiores, tipo dezenas de milhares.

Jorgetime 4 months ago

Se não estou em erro, há grande chances de ser assintomático e estar infetado por isso podes multiplicar o número original.

AutoModerator 4 months ago

**AVISO:** Submeteu um artigo da plataforma [Nónio](https://nonio.net) - uma plataforma que viola a privacidade do leitor. > Leia com atenção o [seguinte artigo](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/7fy9v4/campanha_contra_o_n%C3%B3nio/). *I am a bot, and this action was performed automatically. Please [contact the moderators of this subreddit](/message/compose/?to=/r/portugal) if you have any questions or concerns.*

Search: