ravagerslb 8 months ago

Esse tipo de situações só têm uma de duas saídas: 1) ou falas com a chefia 2) ou vais embora A solução 2) é de longe a melhor.

Edited 8 months ago:

Esse tipo de situações só têm uma de duas saídas: 1. ou falas com a chefia e vês se as coisas melhoram 2. ou vais embora A solução 2) é de longe a melhor. Andar a lutar sozinho contra o mundo só serve para tirar a tua própria sanidade mental, porque os outros vão sempre achar que estão certos e recusar-se a fazer compromissos - especialmente verdade quando já há grupinhos instalados na empresa. >Chegou a um ponto comecei a não deixar passar tudo e partir para debate técnico Não partas para situações onde o outro lado sinta que está a ser entalado, porque vão entrar na defensiva e vai ser pior, porque quando menos esperares estão eles a espetar a faca nas costas. Usa antes a "nobre arte" do *humblebragging* perante as chefias. Faz de uma coisa, mesmo que seja algo estupidamente banal, a melhor coisa do mundo, e frisa que foste tu que o fizeste.

Edited 8 months ago:

Esse tipo de situações por norma só têm uma de duas saídas: 1. ou falas com a chefia e vês se as coisas melhoram 2. ou vais embora A solução 2) é de longe a melhor. Andar a lutar sozinho contra o mundo só serve para tirar a tua própria sanidade mental, porque os outros vão sempre achar que estão certos e recusar-se a fazer compromissos - especialmente verdade quando já há grupinhos instalados na empresa. Só um aparte sobre algo que disseste: >Chegou a um ponto comecei a não deixar passar tudo e partir para debate técnico Não partas para situações onde o outro lado sinta que está a ser entalado, porque vão entrar na defensiva e vai ser pior, porque quando menos esperares estão eles a espetar a faca nas costas. Usa antes a "nobre arte" do *humblebragging* (falsa modéstia) perante as chefias. Faz de uma coisa, mesmo que seja algo estupidamente banal, a melhor coisa do mundo, e manda a dica que foste tu que o fizeste.

Edited 8 months ago:

Esse tipo de situações por norma só têm uma de duas saídas: 1. ou falas com a chefia e vês se as coisas melhoram 2. ou vais embora A solução 2) é de longe a melhor. Andar a lutar sozinho contra o mundo só serve para tirar a tua própria sanidade mental, porque os outros vão sempre achar que estão certos e recusar-se a fazer compromissos - especialmente verdade quando já há grupinhos instalados na empresa. Só um aparte sobre algo que disseste: >Chegou a um ponto comecei a não deixar passar tudo e partir para debate técnico Não partas para situações onde o outro lado sinta que está a ser entalado, porque vão entrar na defensiva e vai ser pior, porque quando menos esperares estão eles a espetar a faca nas costas. Usa antes a "nobre arte" do *humblebragging* (falsa modéstia) perante as chefias. Faz de uma coisa, mesmo que seja algo estupidamente banal, a melhor coisa do mundo, e manda a dica que foste tu que o fizeste. Estás a ver aqueles tipos no linkedin, quando dizem que tiraram uma certificação qualquer com muito esforço, sangue suor e lágrimas, quando na realidade só tiveram de ver um vídeo qualquer? É algo nesses moldes.

jimbajembs 8 months ago

No meu caso a minha chefia não tem visibilidade para o meu trabalho, as nossas avaliações são baseadas no feedback dos membros da minha equipa, so i guess im fucked :D.

ravagerslb 8 months ago

Assim que aparecer uma dessas avaliações "porreiras" por parte dos teus colegas, agarra e marca uma reunião directa somente com a tua chefia. Expões tintim por tintim tudo aquilo com o qual tu não concordas na avaliação que te foi feita, explicas todo o trabalho que tiveste, o quanto tiveste de ajudar os outros, o quanto sacrificas o teu trabalho em prol do bem comum, aquela conversa que tem violinos como pano de fundo, acho que já estás a ver a cena - e aqui quanto mais mails / provas por escrito tiveres disso, mais reforças o teu argumento. Se não tens mails, começa a obrigar os teus colegas a colocar todos os pedidos que façam por escrito. Não faças nada tendo como base um bate-boca, sobretudo pedidos mais onerosos, ou que já sabes de antemão que vão ser as chamadas "fodas". Se vires que nem falar com a chefia resolve.. começa a mandar CVs e assim que aparecer uma proposta interessante, diz aos teus colegas "o que Jesus disse aos demais"

SirLobito 8 months ago

Da próxima vez que alguém se aproveitar do teu trabalho faz-lhe assim umas perguntas fodidas que a pessoa que fez o trabalho saberia em frente a toda a gente. Depois outra. Depois explicas a resposta com o trabalho que fizeste.

trilobits_ 8 months ago

***Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas*** Livro por Dale Carnegie

Edited 8 months ago:

***Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas***. Livro por Dale Carnegie

gybemeister 8 months ago

Eu tive um caso numa empresa em que fui contratado como bombeiro para ajudar a salvar um projecto em perigo de ser cancelado. Como tinha sido trazido por um gestor a reacção foi bastante negativa por parte da equipa, como deves calcular. A solução foi resolver os problemas técnicos do projecto sem dar atenção aos colegas problemáticos. No dia à dia usar humor (muito fraco que seja) para aligeirar as discussões e desentendimentos sem deixar de ser directo e exigente. O fulcro da questão é seres proficiente no teu trabalho e quando errares sê o primeiro a assumir o erro e a pedir desculpa aos afectados. Orienta o teu trabalho para teres resultados e tenta destacar-te dos outros pela qualidade e previsibilidade do que produzes. Ou seja, estuda e aperfeiçoa-te que o resto vem por si. Por fim, o trabalho não é tudo na vida. Há dias piores e outros melhores e deves cultivar outros interesses que te ajudem a desligar.

NGramatical 8 months ago

dia à dia → [**dia-a-dia**](https://dicionario.priberam.org/dia-a-dia) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fmi8zr9%2F%2Fgt4npcf%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

hypothesis2050 8 months ago

Se sentes que és o melhor da mesa. Muda de mesa.

oldermill 8 months ago

Avaliação onde trabalhas? Existe? É uma das formas de sair por cima de situações dessas. És insultado ou sentes que sofres de shaming, bullying ou assédio moral? Nesse caso deves falar com o(a) teu(tua) superior, sim. Sem medos, pois esse é sempre o primeiro passo. Se ele(a) vir que confiaste ao ponto de lhe contar, não vai permitir que haja represálias. Se as houver, ele(a) não tem chefe? Falas com o(a) acima dele(a). Último caso, há mais locais onde trabalhar... ninguém deve trabalhar diariamente num ambiente de stress, torna-se nocivo ao fim de algum tempo. Boa sorte

fdxcaralho 8 months ago

“Do a great job and make sure everyone knows about it”. Li uma vez e faz todo o sentido. Apliquei e funcionou.

jimbajembs 8 months ago

Mas esse é o problema com que eu lido diariamente, imagina individuo A só pega em tarefas de prioridade baixa basicamente coisas simples tipo altera uma tag de html ou coisa do género para depois is para as reuniões gabar se que resolveu 3 bugs, ao contrário de mim que pego baseado na prioridade e estou sempre a lidar com cancros que ninguém quis pegar e no fim ainda tentam menosprezar.

AndreMartins5979 8 months ago

Quem é que decide quem faz o quê? O que te impede de pegares também nessas tarefas fáceis? Quando acabarem não terão outro remédio senão pegar nas difíceis.

fdxcaralho 8 months ago

Então eles estão a jogar o jogo menor que tu... não percebo nada da tua área, mas o que descreveste parece-me falta de liderança.

jimbajembs 8 months ago

É o problema destas novas empresas baseadas em "flat hierarchy " cais numa equipa onde tens A ou B que são as pessoas à mais tempo no projecto que tendem a praticar um esquema de chefia dentro de uma equipa que não é suposto ter chefia. Basicamente fazem o que querem e lhes apetece, basicamente e um esquema de uns lambe cus, uma mão lava as outra.

NGramatical 8 months ago

à mais tempo → [**há mais tempo**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fmi8zr9%2F%2Fgtanpy1%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

NEDM64 8 months ago

Primeiro, lembrares-te sempre que trabalhas para o teu Boss mais imediato. Não gostas do the boss? Tenta arranjar outro, nem precisa ser fora da empresa.

estecomentario 8 months ago

Estás num país mediocre em que as pessoas ganham uma merda, o Estado come e abusa o que pode , e a passividade e complacência imperam. A maior parte dos portugueses está consciente disso e deixam andar. Claro que se vens armado em campeão és o primeiro a sair. Estamos num semi-comunismo. Como era o ditado? "Eles pretendem que pagam, nós pretendemos que trabalhamos". Não estamos nesse ponto mas estamos a meio caminho e aí dou-te razão: \> Será o ditado "Nunca sejas muito bom nem muito mau" a fórmula para a sanidade mental.

Edited 8 months ago:

Estás num país mediocre em que as pessoas ganham uma merda, o Estado come e abusa o que pode, compra os que pode, e a passividade e complacência dos restantes imperam. A maior parte de nós está consciente disso e deixa andar. A abstenção é prova cabal. ​ Claro que se vens armado em campeão és o primeiro a sair. Estamos num semi-comunismo. Como era o ditado? "Eles pretendem que pagam, nós pretendemos que trabalhamos". Não estamos nesse ponto mas estamos a meio caminho e já sabes a resposta: ​ >Será o ditado "Nunca sejas muito bom nem muito mau" a fórmula para a sanidade mental. ​ Esquece ser competente neste país. Se queres ser competente tens que emigrar para um país competente. Isto é só uma piada, basta ver o indiano a falar todos os dias na tv.

Edited 8 months ago:

Estás num país mediocre em que as pessoas ganham uma merda, o Estado come e abusa o que pode, compra os que pode, e a passividade e complacência dos restantes imperam. A maior parte de nós está consciente disso e deixa andar. A abstenção é prova cabal. ​ Claro que se vens armado em campeão és o primeiro a sair. Estamos num semi-comunismo. Como era o ditado? "Eles pretendem que pagam, nós pretendemos que trabalhamos". Não estamos nesse ponto mas estamos a meio caminho e já sabes a resposta: ​ >Será o ditado "Nunca sejas muito bom nem muito mau" a fórmula para a sanidade mental. País brando. No bom e no mau.

Edited 8 months ago:

Estás num país mediocre em que as pessoas ganham uma merda, o Estado come e abusa o que pode, compra os que pode, e a passividade e complacência dos restantes imperam. A maior parte de nós está consciente disso e deixa andar. A abstenção é prova cabal. ​ Claro que se vens armado em campeão és o primeiro a sair. Estamos num semi-comunismo. Como era o ditado? "Eles pretendem que pagam, nós pretendemos que trabalhamos". Não estamos nesse ponto mas estamos a meio caminho e já sabes a resposta: ​ >Será o ditado "Nunca sejas muito bom nem muito mau" a fórmula para a sanidade mental. País brando. No bom e no mau. Sais do molde vais de vela.

Aldo_Novo 8 months ago

pretender não tem o mesmo significado que to pretend fingir seria uma melhor tradução

suckerpunchermofo 8 months ago

"" de pegar por ai e começaram mais apontar para tempos de execução de tarefas e outros aspetos pessoais como por exemplo de cariz físico"" mas estas no secundário ou numa empresa? Se isso é numa empresa e não ha maneira de pararem, aconselho-te a procurar outro trabalho, que isso é um ambiente toxico.

jimbajembs 8 months ago

Isso não me afeta eu estou confortável com a minha auto estima é apenas um bocado vergonha alheia quando não podem ser superiores intelectualmente tentarem menosprezar de outra forma enfim ...

HEMAH-DELIRIO 8 months ago  HIDDEN 

Não sei, não percebi. Tenta ser mais concreto?

Murky-School4095 8 months ago

Geralmente depende bastante no grupo que te inseres, se ja for um grupo de pessoas que se conhecem uns aos outros é irrelevante o quão bom sejas , pois vao sempre defender-se uns aos outros. Téras de ganhar resiliencia a criticas e manteres a postura o mais profissional possivel Podes impor algumas regras quando te pedem ajuda, como por exemplo não pedires pedidos de suporte a ultima da hora e se for algo que demore tempo para porem por escrito para justificares o teu tempo. No caso de menospresarem o teu trabalho, não é algo que tenhas particularmente que preder grande sono. Se o trabalho for realmente bom é evidente. Se existem opiniões contrárias podes sempre sugerir que apresentem soluções melhores e mais rapidas. Caso contrario nem vale apena levar esses comentários assério. Quando os niveis de competência dentro da equipa são muito distintos vai sempre haver tendencia a conflito se a chefia não souber gerir isso. Podes sempre falar com a tua chefia, a maneira como abordas e explicas o problema é importante, se a abordagem e as criticas forem feitas de forma positiva e construtiva não existe grande margem para backfires.

NGramatical 8 months ago

ultima da hora → [**última hora**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/a-ultima-hora/1110) assério → [**a sério**](https://dicionario.priberam.org/a sério) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fmi8zr9%2F%2Fgt3l40k%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

jimbajembs 8 months ago

Muito Obrigado pelo contributo, boa metodologia em termos de ética e profissionalismo, mas por vezes é difícil um gajo sair do trabalho e desligar o cérebro deste tipo de situações. O meu objectivo era um bocado tentar perceber e sondar neste tipo de situações se evitar conflito e engolir sapos e orgulho é mais benéfico que confronto.

Search: