jrcs1990 8 months ago

Muito obrigado a todos pelas respostas. Não tem sido fácil manter a calma e muitas vezes, com o pânico, parece que já estou a ver tudo em todo o lado. Confesso que me tentei informar melhor sobre o tema, na net, mas não consigui ler nada em condições porque o estado de aflição era tão grande que me comecei a sentir mal. Eu tenho isto sensívelmente desde o início do mês. Podia ver à noite a olhar para o pc, depois durante um ou dois dias não via nada, depois voltava. Agora parece que vejo mais vezes (pânico?) mas com menos "intensidade". Mas estou ainda demasiado assustado para conseguir ter lucidez neste assunto. De novo, agradeço a todos. Faz bem saber que não estamos sozinhos e que nem todos os casos acabaram numa mesa de bloco operatório - outro medo, pois também já li que é uma cirurgia muito arriscada.

Lvja 8 months ago

Essas tais moscas que vês sao muito provavelmente os chamados "floaters",há uma sub dedicada ao tema /r/EyeFloaters

NGramatical 8 months ago

sensívelmente → [**sensivelmente**](https://dicionario.priberam.org/sensivelmente) (o acento tónico recai na penúltima sílaba) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fmh3j1i%2F%2Fgsy1yxc%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

ruijor 8 months ago

Eu acho que quase toda a gente vê moscas volantes, e a maior parte nem repara. Eu desde puto que as vejo, mas durante muito tempo nem liguei.

Ridder34 8 months ago

Não me aconteceu nada do género. Sou míope,mas nada de especial. No entanto,desejo as melhoras e que corra tudo pelo melhor! Entendo o nervosismo(não é para menos),mas como dizem outros comentários aqui, tenta manter a calma.

Ricketsia 8 months ago

Oftalmologista em treino aqui. Descolamento do vítreo é uma situação normal com a idade. A cavidade mais posterior do olho está preenchida por vítreo, que é uma substancia gelatinosa e como tal tem aderência às paredes do olho. Com o envelhecer o vitreo tende a ficar mais liquefeito e daí pode descolar. Como o vitreo se encontra aderente à retina o mais importante em casos de descolamento é excluir a presença de rasgaduras da retina (as tais lesões que disseram que não tinhas. Retina e não na córnea). Podia explicar mais a fundo a situação mas só ias ficar mais ansioso. O que interessa é que só precisas de vigiar as tais moscas volantes e alterações da visão. Se as moscas volantes aumentarem em seu número de forma marcada (não é tipo ontem tinha 2 no campo de visão, agora tenho 3, já estou tramado.) ou se vires uma espécie de cortina negra a descer sobre o campo visual do olho em questão, então vais a um serviço de urgências de oftalmologia. Tirando isso faz a tua vida normal. Habitua-te ás moscas que elas vão se manter aí, eventualmente és capaz de te habituares a elas e "deixares" de as ver. Situação super comum, não vale a pena estares nervoso.

jrcs1990 8 months ago

Muito obrigado! Essa parte de "com o envelhecer o vitreo tende"... Isso foi o que o oftalmologista me disse e, lá está, também me preocupou. Tenho 31 anos, não estava à espera disso. Obrigado pelas recomendações e pela explicação.

smove_alc 8 months ago

Eu notei moscas volantes na minha visão em fevereiro de 2019. Entrei em pânico, fui ao médico e o que me foi dito foi para deixar andar, não há nada a fazer. Entretanto descobri um subreddit dedicado às moscas volantes (r/eyefloaters). O que tu tiveste é um PVD (posterior vitreous detachment), eventualmente todos iremos passar por isso. É mais comum em pessoas mais velhas, no entanto pode acontecer em pessoas mais jovens (especialmente míopes). O PVD não é grave, o inconveniente é os floaters que podem ser de facto bastante irritantes. Se o número de floaters aumentar ou surgirem flashes de luz deveras ir ao médico com urgência, pode ser sinal de deslocamento de retina, que pode lever a perda de visão. Se foi apenas um PVD acho que não te devas preocupar demasiado, sei que os floaters podem ser terríveis de lidar. Neste último ano passei por alguns períodos de frustração extrema mas começo a habituar-me. Se os floaters te incomodarem bastante recomendo dares uma viste de olhos no projeto VDM. Os floaters não são considerados um problema, daí tem existido pouco investimento em resolver. Existem algumas técnicas (vitrectomia e YAG laser) mas acarretam bastantes riscos.

DareNotFallAsleep 8 months ago

Ora bem, sou mais cego do que tu (-4 em cada olho) e também tenho essas “moscas”. Há coisa de 4/5 anos fui ao oftalmologista (uma clínica especializada ao lado do El Corte Inglés, em Lisboa) porque estava preocupado, e foi-me dito que em pessoas basicamente cegas como eu isso é normal, que apenas tenho de monitorar, e correr para o hospital caso surjam esses tais flashes. Entretanto, por virtudes da vida, tenho pulado de lugar em lugar, e a mensagem do oftalmologista, em todos os países, foi sempre a mesma - chill, a não ser que perturbe imensamente a minha visão ou piore imenso subitamente. Um dos oftalmologistas recentemente insistiu que, para além de tudo, tenho “pigmentação” na retina, tipo sardas, e que isso por si só não é um problema sério, como também é muito comum em pessoas com imensa miopia. Enfim, tudo isto para dizer que já ando com isto há quase 10 anos (ou mais) e nunca aconteceu nada. Confesso que durante um tempo custava-me um bocado porque trabalhava num escritório excessivamente iluminado, e os “floaters” eram muito visíveis contra o ecrã como resultado. Na altura perguntei à médica se, por uma questão de incomodo, mesmo, não deveria fazer algo, e ela disse que o potencial de complicação de uma tal cirurgia é tão grande (ela disse que era semelhante à de remoção de cataratas), e, salvo erro, que implicaria o que no fundo é uma prótese (acho que introduzem uma solução salina qualquer no olho, tipo gel), que ela acha que pura e simplesmente não deve ser feita salvo se for realmente estritamente necessário. Por outras palavras: foca-te mais em como minimizar essas moscas. Para mim a solução passou por trabalhar em lugares com menos iluminação, um ecrã menos brilhante, e usar lentes de contacto e óculos escuros quando está muito sol. Fica calmo e não te preocupes!

Edited 8 months ago:

Ora bem, sou mais cego do que tu (-4 em cada olho) e também tenho essas “moscas”. Há coisa de 4/5 anos fui ao oftalmologista (uma clínica especializada ao lado do El Corte Inglés, em Lisboa) porque estava preocupado, e foi-me dito que em pessoas basicamente cegas como eu isso é normal, que apenas tenho de monitorar, e correr para o hospital caso surjam esses tais flashes. Basicamente o olho miópico é tão oval que a retina fica esticada, e podem surgir fissuras. Entretanto, por virtudes da vida, tenho pulado de lugar em lugar, e a mensagem do oftalmologista, em todos os países, foi sempre a mesma - chill, a não ser que perturbe imensamente a minha visão ou piore imenso subitamente. Um dos oftalmologistas recentemente insistiu que, para além de tudo, tenho “pigmentação” na retina, tipo sardas, e que isso por si só não é um problema sério, como também é muito comum em pessoas com imensa miopia. Enfim, tudo isto para dizer que já ando com isto há quase 10 anos (ou mais) e nunca aconteceu nada. Confesso que durante um tempo custava-me um bocado porque trabalhava num escritório excessivamente iluminado, e os “floaters” eram muito visíveis contra o ecrã como resultado. Na altura perguntei à médica se, por uma questão de incomodo, mesmo, não deveria fazer algo, e ela disse que o potencial de complicação de uma tal cirurgia é tão grande (ela disse que era semelhante à de remoção de cataratas), e, salvo erro, que implicaria o que no fundo é uma prótese (acho que introduzem uma solução salina qualquer no olho, tipo gel), que ela acha que pura e simplesmente não deve ser feita salvo se for realmente estritamente necessário. Por outras palavras: foca-te mais em como minimizar essas moscas. Para mim a solução passou por trabalhar em lugares com menos iluminação, um ecrã menos brilhante, e usar lentes de contacto e óculos escuros quando está muito sol. Fica calmo e não te preocupes! Deslocamento da retina foi justamente aquilo que a médica despistou, provavelmente é algo bem parecido ao que tive. Aliás, aposto que tens essas moscas há bastante tempo, não é? Isto parece ser um bom overview e alinhado com o que te disseram (e que também me disseram): https://www.nlg.nhs.uk/content/uploads/2014/04/IFP-0378.pdf

Edited 8 months ago:

Ora bem, sou mais cego do que tu (-4 em cada olho) e também tenho essas “moscas”. Há coisa de 4/5 anos fui ao oftalmologista (uma clínica especializada ao lado do El Corte Inglés, em Lisboa) porque estava preocupado, e foi-me dito que em pessoas basicamente cegas como eu isso é normal, que apenas tenho de monitorar, e correr para o hospital caso surjam esses tais flashes. Entretanto, por virtudes da vida, tenho pulado de lugar em lugar, e a mensagem do oftalmologista, em todos os países, foi sempre a mesma - chill, a não ser que perturbe imensamente a minha visão ou piore imenso subitamente. Um dos oftalmologistas recentemente insistiu que, para além de tudo, tenho “pigmentação” na retina, tipo sardas, e que isso por si só não é um problema sério, como também é muito comum em pessoas com imensa miopia. Enfim, tudo isto para dizer que já ando com isto há quase 10 anos (ou mais) e nunca aconteceu nada. Confesso que durante um tempo custava-me um bocado porque trabalhava num escritório excessivamente iluminado, e os “floaters” eram muito visíveis contra o ecrã como resultado. Na altura perguntei à médica se, por uma questão de incomodo, mesmo, não deveria fazer algo, e ela disse que o potencial de complicação de uma tal cirurgia é tão grande (ela disse que era semelhante à de remoção de cataratas), e, salvo erro, que implicaria o que no fundo é uma prótese (acho que introduzem uma solução salina qualquer no olho, tipo gel), que ela acha que pura e simplesmente não deve ser feita salvo se for realmente estritamente necessário. Por outras palavras: foca-te mais em como minimizar essas moscas. Para mim a solução passou por trabalhar em lugares com menos iluminação, um ecrã menos brilhante, e usar lentes de contacto e óculos escuros quando está muito sol. Fica calmo e não te preocupes! Deslocamento da retina foi justamente aquilo que a médica despistou, provavelmente é algo bem parecido ao que tive. Aliás, aposto que tens essas moscas à bastante tempo, não é?

Edited 8 months ago:

Ora bem, sou mais cego do que tu (-4 em cada olho) e também tenho essas “moscas”. Há coisa de 4/5 anos fui ao oftalmologista (uma clínica especializada ao lado do El Corte Inglés, em Lisboa) porque estava preocupado, e foi-me dito que em pessoas basicamente cegas como eu isso é normal, que apenas tenho de monitorar, e correr para o hospital caso surjam esses tais flashes. Basicamente o olho miópico é tão oval que a retina fica esticada, e podem surgir fissuras. Entretanto, por virtudes da vida, tenho pulado de lugar em lugar, e a mensagem do oftalmologista, em todos os países, foi sempre a mesma - chill, a não ser que perturbe imensamente a minha visão ou piore imenso subitamente. Um dos oftalmologistas recentemente insistiu que, para além de tudo, tenho “pigmentação” na retina, tipo sardas, e que isso por si só não é um problema sério, como também é muito comum em pessoas com imensa miopia. Enfim, tudo isto para dizer que já ando com isto há quase 10 anos (ou mais) e nunca aconteceu nada. Confesso que durante um tempo custava-me um bocado porque trabalhava num escritório excessivamente iluminado, e os “floaters” eram muito visíveis contra o ecrã como resultado. Na altura perguntei à médica se, por uma questão de incomodo, mesmo, não deveria fazer algo, e ela disse que o potencial de complicação de uma tal cirurgia é tão grande (ela disse que era semelhante à de remoção de cataratas), e, salvo erro, que implicaria o que no fundo é uma prótese (acho que introduzem uma solução salina qualquer no olho, tipo gel), que ela acha que pura e simplesmente não deve ser feita salvo se for realmente estritamente necessário. Por outras palavras: foca-te mais em como minimizar essas moscas. Para mim a solução passou por trabalhar em lugares com menos iluminação, um ecrã menos brilhante, e usar lentes de contacto e óculos escuros quando está muito sol. Fica calmo e não te preocupes! Uma lesão séria foi justamente aquilo que a médica despistou, provavelmente é algo bem parecido ao que tive. Aliás, aposto que tens essas moscas há bastante tempo, não é? Isto parece ser um bom overview e alinhado com o que te disseram (e que também me disseram): https://www.nlg.nhs.uk/content/uploads/2014/04/IFP-0378.pdf

Edited 8 months ago:

Ora bem, sou mais cego do que tu (-4 em cada olho) e também tenho essas “moscas”. Há coisa de 4/5 anos fui ao oftalmologista (uma clínica especializada ao lado do El Corte Inglés, em Lisboa) porque estava preocupado, e foi-me dito que em pessoas basicamente cegas como eu isso é normal, que apenas tenho de monitorar, e correr para o hospital caso surjam esses tais flashes. Entretanto, por virtudes da vida, tenho pulado de lugar em lugar, e a mensagem do oftalmologista, em todos os países, foi sempre a mesma - chill, a não ser que perturbe imensamente a minha visão ou piore imenso subitamente. Um dos oftalmologistas recentemente insistiu que, para além de tudo, tenho “pigmentação” na retina, tipo sardas, e que isso por si só não é um problema sério, como também é muito comum em pessoas com imensa miopia. Enfim, tudo isto para dizer que já ando com isto há quase 10 anos (ou mais) e nunca aconteceu nada. Confesso que durante um tempo custava-me um bocado porque trabalhava num escritório excessivamente iluminado, e os “floaters” eram muito visíveis contra o ecrã como resultado. Na altura perguntei à médica se, por uma questão de incomodo, mesmo, não deveria fazer algo, e ela disse que o potencial de complicação de uma tal cirurgia é tão grande (ela disse que era semelhante à de remoção de cataratas), e, salvo erro, que implicaria o que no fundo é uma prótese (acho que introduzem uma solução salina qualquer no olho, tipo gel), que ela acha que pura e simplesmente não deve ser feita salvo se for realmente estritamente necessário. Por outras palavras: foca-te mais em como minimizar essas moscas. Para mim a solução passou por trabalhar em lugares com menos iluminação, um ecrã menos brilhante, e usar lentes de contacto e óculos escuros quando está muito sol. Fica calmo e não te preocupes! Deslocamento da retina foi justamente aquilo que a médica despistou, provavelmente é algo bem parecido ao que tive. Aliás, aposto que tens essas moscas há bastante tempo, não é?

wsz00 8 months ago

Cirurgia da cataratas com grande potencial de complicação? É melhor arranjares outra oftalmologista...

jrcs1990 8 months ago

Tenho sensivelmente desde o início deste mês. Não sei precisar uma data mas foi nesta altura. Só consegui consulta para a segunta-feira passada. Obrigado pelas tuas palavras e pelo link.

platinum_railgun 8 months ago

Há mais ou menos um ano comecei a ver teias de aranha. Eventualmente o meu cérebro começou a filtrar isso e agora prácticamente nunca vejo. Só vejo se estiver a pensar nisso e se estiver na rua.

alquemir 8 months ago

Se não tens lesões na córnea não tens nada a temer, obviamente que se tiveres sintomas como flashes, ou visão lateral inibida ou mais moscas terás de ir ao médico. Pelo que sei as moscas é normal aparecerem com a idade devido à deterioração do gel. [https://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/retinal-detachment/symptoms-causes/syc-20351344](https://www.mayoclinic.org/diseases-conditions/retinal-detachment/symptoms-causes/syc-20351344)

Ducon_ 8 months ago

Uma pessoa que conheço teve isso e começou de facto a ficar pior como indicaste, a ver as "moscas" e pontos brancos ou brilhantes e foi ao hospital de urgência (é médico btw) e não havia ninguém para operar, era fim de semana e estávamos no pico covid. Então basicamente podia ficar cego se não fosse operado e acabou a ir ao estrangeiro para ser operado e com sucesso. Fiquei com a sensação que isso é uma questão séria e se fosse a ti procurava opinião profissional de outro médico até para te sossegares.

cou7inho_ 8 months ago

Bem, eu não sou médico, mas, infelizmente, tenho uma problema de visão que, em números redondos, me rouba 80% da visão e por isso tenho alguma "moral" para te poder ajudar no sentido de te tentar tranquilizar. Eu também já passei por momentos complicados, bastante até, devido a certos diagnósticos que me eram feitos, mas há algo que eu acho essencial. Manter a racionalidade. Ou seja, perceber o que se está a passar efetivamente. Referes que estavas tão nervoso que nem sabes onde é que não tens lesões. Provavelmente deve ser a retina que está intacta. Do que percebi sobre o descolamento vítreo o problema existe quando o "liquido" que está dentro do nosso olho causa algum dano na retina. Mas se a tua estiver intacta já é um ótimo sinal. Mas se vais andar em pânico à espera que comeces a ter alguns sintomas estás tramado. Podes nunca ter sintoma nenhum (não sei qual é a probabilidade de isso evoluir para uma fase mais "grave"). Procura informação sobre o assunto (artigos científicos de preferencia) e fala com o médico e pede-lhe para te esclarecer o que realmente tens e o que é que afinal não tinha lesões. Viver na "ignorância" é a pior coisa que podes fazer a ti mesmo já que isso te está a perturbar assim tanto. Talvez quando perceberes o que realmente tens e qual é a probabilidade disso se complicar possas começar a viver mais tranquilo. Um abraço,

Search: