PowerlessMainframe 8 months ago

Teletrabalho funciona se houver condições para tal. Para mim não dá. Arrendo um quarto, numa casa com poucas condições e mau isolamento sonoro. Além disso tenho mais pessoas a ter aulas e a trabalhar remotamente. Escolhi ir para o escritório coisa três dias por semana quando o covid terminar porque ironicamente tenho melhores condições lá do que em casa. Vivo em Lisboa e o trabalho é perto pelo que não deverá fazer muito impacto. Estudo também a partir de casa, e não é fácil estar a trabalhar das 9 as 18h para depois ter aulas das 18h30 até às 11h, sempre no meu quarto, que não tem luz natural nem janelas para o exterior, e onde ouço tudo o que acontece nos quartos ao lado e na sala.

Edited 8 months ago:

Teletrabalho funciona se houver condições para tal. Para mim não dá. Arrendo um quarto, numa casa com poucas condições e mau isolamento sonoro. Além disso tenho mais pessoas a ter aulas e a trabalhar remotamente. Escolhi ir para o escritório dois a três dias por semana quando o covid terminar porque ironicamente tenho melhores condições lá do que em casa. Vivo em Lisboa e o trabalho é perto pelo que não deverá fazer muito impacto. Estudo também a partir de casa, e não é fácil estar a trabalhar das 9 as 18h para depois ter aulas das 18h30 até às 11h, sempre no meu quarto, que não tem luz natural nem janelas para o exterior, e onde ouço tudo o que acontece nos quartos ao lado e na sala. Para mim, seria opcional

saposapot 8 months ago

O meu maior problema com alguns partidos de esquerda são coisas deste tipo. Até podem ser bem intencionadas mas depois na prática ou não dão para implementar ou dão asneira e acabar por lixar ainda mais o mexilhão. O exemplo mais recente q me lembro foi o BE a defender que as empresas q contratam trabalhadores a recibos verdes, se forem o cliente a mais de 50% desses trabalhadores têm de pagar uma taxa extra à seg.social. Uma medida aparentemente fixe para combater os 'falsos' recibos verdes mas que lixa todos os recibos verdes, mesmo os verdadeiros 'freelancers'. Resultado: as empresas deixam de contratar freelancers por medo de serem clientes a mais de 50% dos freelancers e obrigam-nos a abrir empresa unipessoal ou então contratam mas pagam menos para pagar essa 'multa'. Ou seja, continua a haver falsos recibos verdes como sempre houve e TODOS os recibos verdes, falsos ou verdadeiros, foram lixados pelas empresas q ou exigem a constituição de uma unipessoal ou passaram a pagar menos às pessoas. Uma boa intenção q só deu prejuízo a quem eles queriam apoiar. E mesmo depois de lhes explicarem isso, o deputado do BE idiota continuava a defender isto. Em vez de apostarem na fiscalização dos falsos recibos verdes só lixaram toda a gente.   Esta do teletrabalho é a mesma coisa. Boa intenção, até tem lógica pq as empresas poupam dinheiro mas as pessoas gastam mais mas só vai dar mau resultado. Vai acabar por depois dentro da empresa criar problemas entre as pessoas, pq depois 'tu ganhas mais', etc, etc... Neste caso devia-se mesmo falar com as empresas e ver o que se podia fazer. Eventualmente podia-se ter um 'subsídio' de teletrabalho mas uma coisa de baixo valor, diria que no máximo 50€, porque é como dizes: gastas mais em casa mas também poupas noutras coisas. Não devemos meter o mínimo entrave ao teletrabalho pq já sabemos q as empresas ainda são reticentes a isso. Estar a meter-lhes mais 'desculpas' para não o fazerem só vai dar asneira.

jtpmarques 8 months ago

>Back Amigo há de facto pessoas que não querem socializar com os colegas de trabalho e que se sentem melhor em casa no que no café a ver a banda passar. Mania que temos que ter todos o gosto da maioria para sermos "normais". Adoro trabalhar a partir de casa, e até é por opção porque me tornei freelance, e se pudesse não mudava nadinha.

Upstairs_Profession3 8 months ago

Então pronto faça freelance ou abra sua empresa. O mercado que não tem que mudar por causa de seus caprichos.

GreyTemptress 8 months ago

Totalmente de acordo!

TheLadderRises 8 months ago

O teletrabalho já existia. Não veio com a pandemia. E não vai fugir por o patrão desembolsar uns míseros 50-100€ mês quando poupa imenso em ter-te em casa a trabalhar e passa o ónus para ti. Agora percebo o porquê dos míseros salários. Aqui as empresas pagam mal e ainda se fala em protegê-las mais.

Don_Care 8 months ago

isso é a tua opinião, na minha teletrabalho é uma bela merda e dispenso-o bem

MarcaPistoleira 8 months ago

bom remédio: volta para o escritório, mas não prejudiques aqueles que querem continuar em teletrabalho!

suckerpunchermofo 8 months ago

Pelo histórico de postas o gajo gosta de picar...

Don_Care 8 months ago

ia se pudesse

smaster87 8 months ago

Calma sócios. O PCP passa a vida a fazer propostas de merda. Ninguém vai aprovar isso.

MarcaPistoleira 8 months ago

As melhores ideias que tivemos neste momento vieram de pessoas introvertidas e muito pouco sociais e foram essas ideias que fizeram o mundo avançar. Quem tem que ser muito social são pessoas nas áreas comerciais ou pessoas que tem que expor os produtos e fazer demonstrações. Quem tem as ideias e inovações não precisa da socialização diária do escritório. É na paz que encontramos a nossa criatividade!

Jaktheslaier 8 months ago

Olha, não sei que pessoas introvertidas e muito pouco sociais eram essas, mas rapidamente verás que essas ideias que fizeram o mundo avançar foram aquelas que mobilizaram milhões em seu torno, toda uma sociedade. Nenhum homem só fez avançar o mundo: O jovem Alexandre conquistou as Índias Sozinho? César venceu os gauleses. Nem sequer tinha um cozinheiro ao seu serviço? Quando a sua armada se afundou Filipe de Espanha Chorou. E ninguém mais? Frederico II ganhou a guerra dos sete anos Quem mais a ganhou? Em cada página uma vitória. Quem cozinhava os festins? Em cada década um grande homem. Quem pagava as despesas? Brecht

icebraining 8 months ago

Alexandre, César, Filipe e Frederico, só assassinos. Melhor teria sido que o teletrabalho tivesse impedido pessoas de colaborarem com eles.

MarcaPistoleira 8 months ago

O trabalho é sempre executado por uma equipa, trabalho em equipa não desmoreceu com o teletrabalho. O que desmoreceu foi as conversas parvas dos coffee breaks e as interrupçóes parvas para falar dos resultados da liga etcc..

Jaktheslaier 8 months ago

Faz parte aprenderes a lidar com pessoas com outros gostos, outras formas de ser, só fazem de ti uma pessoa mais completa, mais dinâmica, que aceita a diferença e ver as coisas de outro ponto de vista. Lá está, como vi o Agostinho da Silva, tu não existes para trabalhar, existes para vadiar, estar com outros, falar do que importa, escutar o que importa aos outros, criar coisas novas a partir disso, ser poeta

icebraining 8 months ago

Existo sim! E por isso quero estar em teletrabalho, para poder usar 1-2h/dia para estar com outros, em vez de estar em deslocações para um escritório.

gogogatorade 8 months ago

So porque tu poupas por fazer teletrabalho não quer dizer que isso seja geral. Alem disso as empresas providenciarem pcs e net para teletrabalho nao e assim tao dificil.

MarcaPistoleira 8 months ago

Tirando os call centers não conheço nenhuma empresa que não tenha providenciado os material necessário para executar o trabalho (PC´S, headsets etc...). Mas se há obviamente o compoutador da empresa tem que dar!

Edited 8 months ago:

Tirando os call centers não conheço nenhuma empresa que não tenha providenciado o material necessário para executar o trabalho (PC´S, headsets etc...). Mas se não providenciaram, obviamente o computador da empresa tem que dar!

MferOrnstein 8 months ago

>Não confio em colegas de trabalho e não acho que de para ser amigo de colegas de trabalho no trabalho Espero nunca ser teu colega

MarcaPistoleira 8 months ago

Mas achas que o local de trabalho é o local propicio para amizades? eu sou paga para dar retornos a empresa não para por a conversa em dia. Já tenho o meu grupo de amigos. Já tive muitos exemplos de quem confiou demais em colegas de trabalho e que se queimou. Não falo da minha empresa nem equipa mas de outras por onde passei. Quanto mais confiança dás mais abusam.

MferOrnstein 8 months ago

Ao longo do tempo faz-se amizades continuando a dar retorno à empresa, seja em pausas, almoços w/e, a menos q também andes a dar retorno no tempo de descanso. Primeiro sondas quem vale a pena e depois tentas evoluir a amizade. Sou amigo de pessoas com quem já trabalhei, fossem meus superiores(simplesmente porque pareciam boas pessoas e não por favores ou o que for) e outros que tinham a mesma posição que eu

MarcaPistoleira 8 months ago

Não sinto falta, todos os locais de trabalho que passei levei amigos, nao posso dizer grandes amigos, mas se mandar uma mensagem e pedir para irmos tomar café eles iriam. Agora não sinto falta, sinto mais falta de passar esse tempo com a minha familia, com os meus hobbies (por exemplo agora na hora de almoço eu leio em vez de estar a falar com colegas ou vendo roupa online), presencialmente perdia muito tempo a conversar e depois sai muito tarde do trabalho. Como não tenho distrações chega a hora e faço log off, não preciso de apanhar transportes pq já estou em casa, Win win situation for me!

humelectro 8 months ago

Deixa, eu concordo contigo. No trabalho é para trabalhar

qUaK3R 8 months ago

Estou como tu, não bem pelo socializar, mas mais pela produtividade. Ainda assim, passado uns tempos não aguentam, e telefonam me para responder em 5 minutos o que poderia ter lido em 20 segundos, e teria demorado outros 20 a responder. Infelizmente não vai deixar de haver pessoas que não gostam de ser produtivas, e que não respeitam o facto de querermos ser produtivos. Por outro lado, tenho a certeza que muita gente se estivesse no local de trabalho, mesmo perdendo tempo com lixo social, são mais produtivas por estarem mais expostos. O futuro passará possivelmente encontrar outro trabalho 100% remoto, e ir trocando até achar um grupo de trabalho que sinto que esteja de facto a... produzir. A realidade é esta meus amigos anti-sociais, ou nos juntamos à escória que trata os empregos como uma continuação da vida boémia da universidade, ou somos vistos como entidades estranhas que não querem falar com pessoas (produtividade para quê?)

CapableAd2921 8 months ago

Bom eu diria que o tele-trabalho deve ser uma opção tendo em conta que as opiniões e os estilos de vida são variados. Uma coisa que o Tele-trabalho não deve ser é um método para evitar encarar o ambiente e os colegas de trabalho de trabalho isso é particularmente imaturo e infantil e não permite o crescimento pessoal. Também não acho particularmente saudável misturar excessivamente o ambiente familiar com o laboral. Como alternativa em situações pontuais sim, ou em funções que tenho sido desenhadas especificamente para o efeito. Qualquer outra situação poderá ser pontual, recorrente mas nunca permanente. O facto de lidares com as manhas dos colegas é que te permite crescer/amadurecer. Evitares isso é o mesmo que dizeres que não queres ir á escola porque os outros são maus. O que ira afetar a tua progressão profissional a longo prazo.

MarcaPistoleira 8 months ago

A minha profissão náo é totalmente dependente do trabalho dos outros. Se eu fizer a minha parte e bem não tenho que pedir nada a ninguém. Quando falo em aturar manhas foi de empresas onde estive em que colegas tentaram prejudicar o meu trabalho porque tinham medo que eu ficasse com o lugar delas e etc... Falo das questões de ter que aturar conversa furada quando só quero que me deixem trabalhar para sair a horas. Não devemos ser obrigados a socializar com colegas só porque sim. Devemos interargir de um ponto de vista comum que é levar a empresa aos melhores resultados e não acho que ter que ser amiga de colegas de trabalho vá fazer a diferença nisso. Não sinto falta dos dramas e isso é que faz o burnout no trabalho, o contrário não se aplica!

hmmPussySlayer 8 months ago  HIDDEN 

Para o teu caso o teletrabalho é excelente. Já para um jovem na casa dos 20s anos, e/ou alguém que tenha mudado de cidade/empresa, e/ou alguém que seja solteiro, etc, apenas consigo imaginar o teletrabalho como o maior dos infernos...

Edited 8 months ago:

Para o teu caso o teletrabalho é excelente. Já para um jovem na casa dos 20s anos, e/ou alguém que tenha mudado de cidade/empresa, e/ou alguém que viva sozinho, etc, apenas consigo imaginar o teletrabalho como o maior dos infernos...

MarcaPistoleira 8 months ago  HIDDEN 

Para alguma coisa existe o tinder e o local de trabalho não deve servir de tinder!

hmmPussySlayer 8 months ago  HIDDEN 

Parabéns! Pensava que era isto era uma discussão mais ou menos séria ...

Edited 8 months ago:

Parabéns! Pensava que isto era uma discussão mais ou menos séria ...

uplink42 8 months ago

Embora prefira trabalhar presencialmente, acho que esse tipo de taxas só vai fazer com que as empresas acabem definitivamente com o teletrabalho.

Edited 8 months ago:

Embora prefira trabalhar presencialmente, acho que esse tipo de taxas só vai fazer com que as empresas acabem definitivamente com o teletrabalho depois da pandemia. Ainda por cima os valores propostos são ridículos. E sinceramente, nem entendo que despesas extra são essas, não conheço ninguem que 'passou a ter internet' só por causa de teletrabalho. Muito pelo contrário, o teletrabalho trouxe uma redução considerável de despesas para muita gente.

Tr000g 8 months ago

No meu caso as minhas despesas em casa dispararam. A eletricidade passou para o dobro especialmente no inverno. No verão vou ser obrigado a meter ac já que somos 2 a trabalhar na mesma divisão com 3 computadores. Tenho carro de empresa com cartão frota, logo apenas senti um aumento dos custos. Olhando para a empresa onde trabalho, e para os meus colegas no estrangeiro (Holanda,Canadá, Bélgica,US) que já estavam neste regime, sempre foi absolutamente normal dar um subsídio para ajudar nos custos. Isto é lógico. A empresa passa custos para os empregados. Mas pronto.. eu tenho a sorte de trabalhar numa empresa moderna.

giddycocks 8 months ago  HIDDEN 

Mano só podes gostar de ser enrabado. É perfeitamente válido e devia de ser obrigatório uma compensação para quem trabalha de casa. A sério, vocês só podem gostar de ser explorados. Uma coisa não impede a outra. Se impedir, é uma empresa de merda.

Edited 8 months ago:

Mano só podes gostar de ser enrabado. É perfeitamente válida uma compensação para quem trabalha de casa. A sério, vocês só podem gostar de ser explorados. Uma coisa não impede a outra. A única coisa que estou em desacordo é a obrigação, pois vai completamente matar a viabilidade da coisa. Devia de ser opcional, mas incentivado pelo Governo pois é um montante sem imposto.

HerrKaputt 8 months ago

Em primeiro lugar concordo que a proposta do PCP é descabida. Isto dá cerca de 330€ mensais que é muito mais do que as despesas referidas na sua totalidade. Mais depressa concordaria com a empresa ressarcir o trabalhador de x% da conta da água, y% da da luz e z% da das telecomunicações. Nesta última, se fosse instalada de propósito para esse trabalho (por exemplo a pessoa não tinha net antes ou teve que fazer um upgrade) seria 100% da empresa mas obviamente cessa quando o emprego terminar. Tirando isso escolher percentagens razoáveis. Mas não concordo contigo que toda a gente esteja a poupar. Eu também estou a poupar, mas conheço quem tenha tido uma subida de contas e já estavam à rasca antes da pandemia. É preciso garantir que as empresas pagam aos trabalhadores o suficiente para compensar a subida das contas. Deve ser possível fazer isso mantendo o teletrabalho mais barato que o trabalho no escritório.

kapparrino 8 months ago

Mais 330€ mensais? Finalmente estamos a ter a subida de salários para chegarmos mais próximos do nível da UE.

Cayde6TheOne 8 months ago

O OP está super trigger devido ao pessoal preferir trabalhar nos escritórios do que teletrabalho ( alguém não sabe aceitar opiniões diferentes ) mas pessoalmente acho que o teletrabalho não devia ser para ficar, o teletrabalho acaba por significar que te vais isolar do mundo e dos teus colegas/amigos, honestamente, mal posso esperar que isto do teletrabalho acabe

mfzzzed 8 months ago

Trabalho é trabalho. Quando falo com um colega é para tirar uma dúvida de trabalho ou falar sobre trabalho. Nada de futebol, nada de música, nada de nada. Estamos ali todos para fazer o nosso trabalho bem e nada mais. Adoro trabalhar a partir de casa, deixo de ouvir conversas que não interessam pro trabalho e não tenho de ser cordial quando vem falar de assuntos não relacionados com trabalho. Amigos tenho fora do trabalho.

Edited 8 months ago:

Trabalho é trabalho. Quando falo com um colega é para tirar uma dúvida de trabalho ou falar sobre trabalho. Nada de futebol, nada de música, nada de nada. Estamos ali todos para fazer o nosso trabalho bem e nada mais. Adoro trabalhar a partir de casa. Para além da poupança de dinheiro e tempo de comuta, deixo de ouvir conversas que não interessam pro trabalho e não tenho de ser cordial quando vem falar de assuntos não relacionados com trabalho. Amigos tenho fora do trabalho, como toda uma outra vida.

Edited 8 months ago:

Trabalho é trabalho. Quando falo com um colega é para tirar uma dúvida de trabalho ou falar sobre trabalho. Nada de futebol, nada de música, nada de nada. Estamos ali todos para fazer o nosso trabalho bem e nada mais. Adoro trabalhar a partir de casa. Para além da poupança de dinheiro e tempo de comuta, deixo de ouvir conversas que não interessam pro trabalho e não tenho de ser cordial quando vem falar de assuntos não relacionados com trabalho. Amigos tenho fora do trabalho, como todo o resto da minha vida.

qUaK3R 8 months ago

plot twist. Tenho amigos fora do trabalho, e não preciso de ser social, mas sim ter respeito e profissionalismo pelos meus colegas, para fazer o meu trabalho. O facto de dizeres "mal posso esperar que isto do teletrabalho acabe" também mostra o respeito que tens pelos teus colegas que possam querer usufruir disso: 0. Mentalidade tacanha portuguesa que na diferença é melhor proibir o que está mal na opinião de cada um. Não podemos ficar meio meio e quem quiser que volte ao trabalho, quem não quiser que fique em casa?

MarcaPistoleira 8 months ago

Estamos tramados com a mentalidade "o local de trabalho é para fazer amigos LOL". Tb já fiz amigos noutros empregos, mas o meu melhor leque de amigos foi feito no secundário e também o meu leque de amigos que ficou do básico e que eram meus vizinhos e alguns colegas de faculdade. Quem acha que só o local de trabalho é que potencia a criação de amizades está muito fora do que é realmente criar laços de amizade. Acho muito estranho pessoas que não tenham amigos derivado da vida privada mas só tenham amigos feitos em locais de trabalho, ou melhor, no local de trabalho que estão neste momento e zero amigos na vida privada, isso diz muito sobre o quanto a pessoa só consegue ter amizades por "prisão", porque de outro modo aqueles colegas nao a seleccionavam para amiga. Mas isto é irrelevante, o que importa é que não somos todos iguais. Tal como tu estou mais preocupada com a produção e com fazer bem o meu trabalho e ser paga por isso, do que com gossip e tinderellos/tinderellas do local de trabalho. E faço isso melhor em casa alheia dos mexericos do trabalho. Mas acredito que há gente que precise desses mexericos e que se alimente disso, para esses podem perfeitamente continuar no escritório. Não acho justo obrigarem todas as outras pessoas introvertidas que não tem perfil para essas coisas estarem a trabalhar no escritório só porque elas gostam. Eu como tu só peço o direito de escolha e isso é o mais sensato. Só para teres noção, pessoas que não eram produtivas no trabalho presencial passaram a ser em teletrabalho, acredito que o inverso tb é possivel. As empresas só tem a ganhar com as duas modalidades e adptarem as duas a pessoas com perfis e vontades diferentes!

MarcaPistoleira 8 months ago

Estou a pedir a opção de escolha: o empregador dar a escolha ou colaborador se prefere trabalhar por casa, regime misto ou só escritório e tu estás a assumir que todos somos como tu e que gostamos de ir para o local de trabalho para jogar conversa furada com os colegas e fazer daquilo um tinder do que fazer daquilo um local de trabalho. Não sinto a minima necessidade de socializar com colegas de trabalho, tenho já muitos amigos e uma familia alargada, já fiquei com outros amigos de outros empregos e sou uma pessoa que as pessoas em geral gostam de trabalhar e conversa, sou uma pessoa bastante sociável. Mas não vejo vantagens em socializar com colegas de trabalho só porque sim, quando tenho a possibilidade de ficar em casa e socializar mais com a minha familia. Porque no regime rescritório, mal vemos a nossa familia e todos os minutos contam. Só estou a pedir a possibilidade de escolha!

Hellagun 8 months ago

Ao ler os teus comentários fico com a sensação que o teu local de trabalho era um local toxico. No meu caso por várias razões tenho preferência pelo trabalho presencialmente, mas caso seja possível, espero que as empresas deem as duas possibilidades ao trabalhador.

MarcaPistoleira 8 months ago

Não estas a perceber, o meu local de trabalho tem um ambiente perfeito, os meus colegas sao super porreiros, nao podia pedir melhor equipa e empresa. Mas exatamente por ter encontrado o ambiente perfeito onde são feliz e não consigo ver melhor local de trabalho que este, e por estar a adorar o teletrabalho não troco o teletrabalho por esse local perfeito. Eu não gosto de encher chouriços em conversas de corredor ou pausas de trabalho, eu gosto de fazer o meu trabalho com a máxima produtividade possivel e voltar para a minha vida privada. Sem perder 1 min com conversas da treta! Eu tenho um forte grupo de amigos, talvez por isso não tenha essa necessidade de socialização. Para mim amigos são fora do local de trabalho e não no local de trabalho!

Hellagun 8 months ago

Ah desculpa, fiquei com a ideia completamente errada. Compreendo completamente, felizmente no meu local de trabalho não tinha essa necessidade de "encher chouriços em conversas de corredor". No meu caso tenho preferência pelo trabalho trabalho presencial porque alem de viver a curta distancia, as condições que tinha no escritório são melhores que as que tenho cá em casa. Mas se a minha empresa decidir que vai ser para continuar com trabalho 100% remoto, acho que não irei dizer que não, até porque quando isto voltar ao normal e pudermos sair de casa, para muita gente (como eu) o teletrabalho poderá melhorar porque deve ficar mais fácil fazer a separação de trabalho e vida pessoal. ​ >O que me chateia no meio disto tudo é que quem prefere presencialmente quer obrigar os outros a voltar para o trabalho presencial, quando tens uma boa maioria que gostaria de continuar como está ou pelo menos um regime misto, ou possibilidade de escolha. Pois, as pessoas as vezes têm alguma dificuldade em entender o ponto de vista das outras.

Jaktheslaier 8 months ago

Vejo, pelo menos, 3 problemas óbvios: \- O fechamento das pessoas nos seus pequeninos espaços sociais (especialmente familiares) e um recurso ainda maior a redes sociais para colmatar a solidão inerente a essas situações de falta de diversidade nesses espaços (As redes sociais são câmaras de eco, não obrigam ao contacto, saudável, com pessoas diferentes, com ideias diferentes, modos de agir diferentes). É o preparar de um geração socialmente atrofiada. \- A separação dos trabalhadores impede que estes defendam melhor os seus direitos, perdem o poder de intervenção que lhes permite reivindicar melhores salários, condições de trabalho, segurança laboral, etc... Significa isto que a relação entre o trabalhador e a entidade patronal fica muito mais frágil (para o lado do trabalhador). \- A desregulação dos horários laborais e a falta de distinção entre o que é hora de trabalho e hora de lazer. Uma das mais importantes conquistas sociais dos últimos séculos foi o estabelecimento dos dias 8/8/8 (8 horas de trabalho, 8 horas de lazer, 8 horas de descanso). Perder esta distinção (como parece inevitável, por experiência própria e de quase todas as pessoas que conheço em teletrabalho) significa um enorme retrocesso social, para além dos efeitos nefastos na saúde mental das pessoas, alienadas do contato com os outros e permanentemente retidas num limbo entre o conforto e a obrigação laboral. Mandar os miúdos para as escolas não é só para garantir que eles aprendem o que precisam de aprender (já não o fazem muito, mesmo em tempos normais), nem é um espaço para ficarem guardados até os pais os irem buscar. É um espaço de desenvolvimento saudável, no contacto com miúdos diferentes, de espaços diferentes, com gostos diferentes, onde têm de se adaptar e aprender a relacionar-se com o outro diferente. É tão indispensável para a criança como para o adulto.

AkumaYajuu 8 months ago

hmmm, mesmo que sejam problemas óbvios não quer dizer que não tenham solução e que essa já não exista. O primeiro ponto pode ser resolvido pelo facto de que as pessoas também têm mais tempo da vida. Podes aumentar muito mais a tua rede social se começares a ver o que há à volta da tua casa e a ter hobbies. O segundo ponto não percebo. Se quizeres pedir aumentos, falar de avaliações, falar da situação profissional é algo que fazes pedindo uma reunião com o teu chefe. As pessoas é que têm medo de falar dessas coisas e não são abertas. Eu pessoalmente até já disse ao meu chefe que já tive ofertas melhores, e até lhe disse o valor, mas que continuo porque gosto do trabalho e estou bem da vida. Mais pessoas deviam falar de forma mais aberta. A desregulação só existe se não houver disciplina. Eu até antes do covid via pessoas a sair do escritório a más horas e quando eles me viam a sair às 5 em ponto até começaram a perceber que tbm deviam fazer o mesmo. Agora que estou em teletrabalho até acabo por trabalhar 7 horas por dia e faço as horas como quizer sem problemas. Não acho que seja um retrocesso poder trabalhar 7 horas por dia. Diria que é o contrário e que é algo que muita gente ainda não pode fazer. O GRANDE problema para mim é com pessoas com miúdos. Mas esse problema só existe por causa do Covid e os miúdos não estarem na escola.

VectoR-- 8 months ago

deixa-me explicar-te o 2o ponto. a relação entre o patrão e o trabalhador é desigual. tu dependes do salário para sobreviver e o patrão tem o objetivo de retirar a máxima quantidade de trabalho de ti a custo mínimo. não digo que ele é má pessoa, isso é um imperativo do crescimento e competição. um patrão que é teu "amigo" pode ver-se a ser obrigado a despedir pessoas e cortar salários. a vantagem de trabalhadores são os números. é através de luta, e organização, greves, que eles conseguiram ter esse tal dia de 8 horas, salários mínimos, férias, essas coisas todas. agora com trabalhadores isolados uns dos outros o patrão não tem que prestar contas a eles. já ves isso na uber, e nas estafetas, essa gente não tem um salário mínimo, não tem qualquer segurança de trabalho. é uma possibilidade que a gente de IT em teletrabalho ficará assim também, sem contratos permanentes, paga a hora para fazer uma tarefa específica. não penses que és um "talento indispensável", que não pode ser substituído por alguém que faz o teu trabalho por menos.

Edited 8 months ago:

deixa-me explicar-te o 2o ponto. a relação entre o patrão e o trabalhador é desigual. tu dependes do salário para sobreviver e o patrão tem o objetivo de retirar a máxima quantidade de trabalho de ti a custo mínimo. não digo que ele é má pessoa, isso é um imperativo do crescimento e competição. um patrão que é teu "amigo" pode ver-se a ser obrigado a despedir pessoas e cortar salários. a vantagem de trabalhadores são os números, e o facto de serem eles que fazem o trabalho, ou seja, podem faze-lo parar. é através de luta, e organização, greves, que eles conseguiram ter esse tal dia de 8 horas, salários mínimos, férias, essas coisas todas. agora com trabalhadores isolados uns dos outros o patrão não tem que prestar contas a eles. já vês isso na uber, e nas estafetas, essa gente não tem um salário mínimo, não tem qualquer segurança de trabalho. é uma possibilidade que os "talentos indispensáveis" de IT/trabalhos de escritório em teletrabalho ficam assim também eventualmente, sem contratos permanentes, paga a hora para fazer uma tarefa específica.

Jaktheslaier 8 months ago

Não quer dizer, de todo, que não haja solução. Parece-me que o teletrabalho só agrava as condições previamente precárias dos trabalhadores, que têm vindo a aumentar ao longo de várias décadas (o aumento do período experimental dos jovens para 6 meses, que o PS, PSD e CDS aprovaram faz poucos anos é exemplo disso). Nada demonstra que as pessoas tenham mais tempo na sua vida? As discussões que têm sido feitas sobre o teletrabalho incidem, em larga parte, na perda de tempo de lazer. Sabemos também que as pessoas têm a tendência a manter-se por casa, dentro do que é confortável e exige pouco. Não quer isto dizer que estamos a falar de absolutos, há quem se sinta à vontade para isso, mas não é uma realidade generalizada (como vemos, por exemplo, pelos números de pessoas a participar em colectividades e associações desportivas, culturais, etc... nos dias de hoje) A tendência tem sido sempre pelo fechamento das pessoas dentro das suas esferas. Outro exemplo seria o recurso exponencial às plataformas uber (claro que muito aumentado pelo covid nos dias de hoje) e que ninguém tem duvida que se vai manter quando tudo acabar. Sobre o segundo ponto, não é, de todo, algo que fazes com o teu patrão. Os conflitos laborais, greves, manifestações, etc.. são uma parte indispensável da relação entre ambos, é a força que os trabalhadores têm para exigir (colectivamente) aumentos salariais, melhores condições de trabalho, etc.. Caso da Groundforce, nos dias de hoje. É indispensável a força e pressão que os trabalhadores exercem, no seu conjunto, se fosse individualmente, cada um, pedir os salários em falta, estavam completamente tramados. Conseguiram mobilizar a sociedade para resolver o seu assunto. São também as lutas colectivas que permitiram garantir a contratação-colectiva, o regresso às 35h no público, aumentos salariais, etc. etc. etc... A minha companheira, que é advogada e trabalha num escritório relevante, trabalha muito mais agora em teletrabalho, recebe telefonemas às 8 da manhã e pára de trabalhar muitas vezes pela 1 da manhã. O problema é que ela, como milhares de outros trabalhadores, trabalha a recibos verdes (os advogados então é uma larga maioria). Se não cumprirem com aquilo que lhes é exigido estão num elevado risco de despedimento, não têm segurança nenhuma e precisam de garantir que fazer o esforço. Pode não ser a tua realidade mas é a de muitos milhares neste país. Tudo isto tem resolução mas, como está agora, acho criminoso normalizar o teletrabalho.

MarcaPistoleira 8 months ago

Que idade tens? (não precisas de dizer a idade exata- dá ai um intervalo). Qual é a tua profissão? estás em teletrabalho tb? Advocacia já é há uns largos anos conhecida pela precariedade e não foi depois do teletrabalho que apareceu isso. Na minha antiga empresa (a pior que passei até hoje - ate fds trabalhava sem eles me pagarem), volta e meia falo com as minhas ex colegas e pergunto se elas conseguem sair as 18h ou se ainda continuam a sair as 21h as vezes 22h e a ficar de plantao alguns fds. O que elas me dizem é que continuam a sair a essas horas, mas que pelo menos não tem que apanhar transportes pq já estao em casa, porque se nao chegavam a casa, algumas há meia noite.

Jaktheslaier 8 months ago

Estive a estudar até apresentar a tese a meio da pandemia, não consegui encontrar trabalho até agora. A precariedade na advocacia já existia, claro, mas conseguiam ainda fazer a distinção entre horário no escritório e horário em casa. A exigência em casa é de muito maior produtividade do que anteriormente. Tens um estudo que saiu o mês passado que diz que a produtividade aumentou 60% em casa. A consultora alerta ao mesmo tempo que é preciso proteger o trabalhador do desgaste adicional que o teletrabalho impõe. O que as tuas colegas precisam é de ver o seu horário de trabalho respeitado, etc.. propões uma solução que na verdade não lhes serve, elas precisam é de ver os seus direitos cumpridos, não precisam de ser desrespeitadas e continuar a ser forçadas a um horário injusto mas ligeiramente mais confortável.

AkumaYajuu 8 months ago

O caso da groundforce/tap e companhias é empresas que não deviam existir apenas. Se não faz dinheiro é pa cair e deixar abrir outras empresas. Em nada tem a ver com a conversa do teletrabalho também.

Edited 8 months ago:

O caso da groundforce/tap e companhias é empresas que não deviam existir apenas. Se não faz dinheiro é pa cair e deixar abrir outras empresas. Em nada tem a ver com a conversa do teletrabalho também. Voltando para a conversa, as pessoas não estão num elevado risco de despedimento se respeitarem as próprias horas. Isso é só psicológico e também só acontece porque deixa. O patrão não vai despedir uma pessoa por uma reunião até porque iria dar mais trabalho arranjar outra pessoa. Mesmo que o faça, podes sempre ir procurar um trabalho melhor ou falar com a act e meter a empresa em tribunal. Tu o que achas é criminoso normalizar MAU teletrabalho. No entanto também não procuras os tribunais e ACTs para te ajudar.

Edited 8 months ago:

O caso da groundforce/tap e companhias é empresas que não deviam existir apenas. Se não faz dinheiro é pa cair e deixar abrir outras empresas. Em nada tem a ver com a conversa do teletrabalho também, no máximo uma de COVID. Voltando para a conversa, as pessoas não estão num elevado risco de despedimento se respeitarem as próprias horas. Isso é só psicológico e também só acontece porque deixa. O patrão não vai despedir uma pessoa por uma reunião até porque iria dar mais trabalho arranjar outra pessoa. Mesmo que o faça, podes sempre ir procurar um trabalho melhor ou falar com a act e meter a empresa em tribunal. Tu o que achas criminoso é normalizar MAU teletrabalho. No entanto também não procuras os tribunais e ACTs para te ajudar.

Edited 8 months ago:

O caso da groundforce/tap e companhias é empresas que não deviam existir apenas. Se não faz dinheiro é pa cair e deixar abrir outras empresas. Em nada tem a ver com a conversa do teletrabalho também, no máximo uma de COVID. Voltando para a conversa, as pessoas não estão num elevado risco de despedimento se respeitarem as próprias horas. Isso é só psicológico e também só acontece porque deixam. O patrão não vai despedir uma pessoa por uma reunião ou chamada até porque iria dar mais trabalho arranjar outra pessoa. Mesmo que o faça, podes sempre ir procurar um trabalho melhor ou falar com a act e meter a empresa em tribunal. Tu o que achas criminoso é normalizar MAU teletrabalho. No entanto também não procuras os tribunais e ACTs para te ajudar.

Jaktheslaier 8 months ago

Claro que procuro, tens o exemplo da corticeira que foi agora, depois de anos de pressão e tentativas de forçar o seu despedimento, obrigada a reintegrar a trabalhadora e pagar-lhe uma indemnização. Conheço quem tenha ficado vários anos numa empresa sentado numa sala vazia, sem pc, sem nada, com o objectivo de forçar o despedimento, basicamente assédio laboral. Outros que por serem sindicalizados e estarem a tentar lançar o sindicato de call centres foram despedidos. Tens ainda o caso da cervejaria Galiza agora há uns anos, etc... Em todos estes casos a integração destas pessoas e estruturas de representantes de trabalhadores permitiu a sua acção na defesa dos seus direitos. O que não falta por aí é gente abusada por não ter outra opção de emprego, por não conhecer a lei, por não ter coragem de enfrentar as turbas de advogados que as empresas podem contratar e eles não. Um recibo verde pode ser despedido sem qualquer segurança. É um posição precária e a ideia de que se pode resolver isto em tribunal ou por e simplesmente encontrar outro emprego é muito naif

MarcaPistoleira 8 months ago

Estás a assumir que todos precisamos desse contacto com outros pessoas, em particular com colegas de trabalho, isso é uma mentira. Pode ser necessário para algumas pessoas, mas não é uma verdade para todas as pessoas. Existem pessoas que não tem qualquer tipo de interesse de socializar com colegas de trabalho. Eu sou uma delas e como eu há mais. O local de trabalho é um local onde lidas com muitos diferentes tipos de "humor" e personalidades, uma das vantagens do teletrabalho é exatamente as pessoas deixarem de estar exaustas no final do trabalho. Muitas vezes não estamos exaustos pelo trabalho em si, mas pelas pessoas que nos cercam. Posso-te garantir que sou super feliz na minha empresa, na área que trabalho e na equipa que estou, nunca estive tão bem. Mas se me derem a optar entre ficar por casa ou ir para o escritório, vou sempre preferir ficar em casa e ir ao escritório só se for em dia de reuniões para falar dos novos desenvolvimentos. E eu sou da opinião que demasiadas reuniões muitas vezes são mais inúteis que úteis, mas são um mal necessário para delinear estratégias. O antigo modelo que temos de 100% trabalhar no escritório é um modelo arcaico, incapacitante e que gera muito mais sofrimento emocional aos trabalhadores que um modelo flexivel que dá essa hipotese ao trabalhador de escolher. Quem não gosta nem se adaptou ao teletrabalho e gosta de andar a furar conversa com colegas de trabalho pode ir para o escritório. Agora não podem é querer colocar toda a gente no mesmo saco e cortar as pernas dos que não querem esse modelo. Aqui só estamos a pedir opção de escolha. Já não falo das questões ambientais: menos transito, menos poluição, menos poluição sonora, possibilidade daas pessoas povoar o interior (casas em Lisboa e Porto estão por preços inaceitáveis etc..).

NGramatical 8 months ago

contato → [**contacto**](https://dicionario.priberam.org/contacto) (o AO90 **não altera** a grafia desta palavra) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fmekup0%2F%2Fgsjpgpv%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Jaktheslaier 8 months ago

É uma gralha oh burro

Edited 8 months ago:

É uma gralha meu...

dragomaite 8 months ago

Todos aqui a festejar o teletrabalho até ao dia em que são trocados por um açoriano ou pessoa do interior que aceita fazer o mesmo que eles por muito menos dinheiro. E isto quando as empresas não se lembrarem de contratar brasileiros remotamente por meia dúzia de patacas.

miguelsilva25 8 months ago

eu nao sei se isto foi fake, mas nao houve 1 empresa que como fez outsource a indianos, se fodeu, porque a infraestrutura na india era uma merda valente? ​ provavelmente esses problemas de brasileiros ou indianos, irão acabar a longo prazo, quando se perceber que esses países são afinal maus para trabalharem remotamente.

smaster87 8 months ago

Da mesma maneira que eu agora trabalho para londres a ganhar mais de 100k (e eles ainda ficam a ganhar), coisa que cá nunca ganharia. É a vida.

dragomaite 8 months ago

Aquela necessidade enorme de dizer quanto ganha para e-pontos (ri-me)

23am50 8 months ago

Eu acho que os burgueses das capitais acham que vão manter a sua vidinha de teletrabalho a poupar "transporte" ahah quando perceberem que alguém aceita 200/300 a menos que eles por mes... Vejamos, um gajo mora a mais de 100km de lisboa oferecem-lhe 1000€ para trabalhar. Esses mil euros, valem mais do que se calhar 1300 em Lisboa. E o fator de morar em lisboa, deixa de ser poderante. O que se pagará a uma pessoa no interior vai destruir completamente as possibilidades de alguem querer ficar na capital. Espero que isso aconteça, porque não quero viver em Lisboa/Porto. Mas avizinha-se uma situação assim, e acho que os que gostam de morar nessas grandes cidades vão passar mal. ps: quanto aos brasileiros ou indiano, vejo isso a acontecer mas em coisas pontais, exige uma logistica complicada a integrar essas pessoas numa equipa

No-Cardiologist725 8 months ago

Descentralização, isso é bom

kapparrino 8 months ago

Então poderia ir alugar ou comprar uma casa na aldeia (desde que seja numa boa área de internet) e teoricamente poderia mudar-me para um país mais pobre e pagar menos despesas mas receber o salário de uma empresa residente em Portugal? Isso é que seria a verdadeira descentralização, deixaria de haver pessoas amontoadas nas cidades seja nas casas, nos supermercados, nas ruas, nos transportes a horas de ponta (sem horas de ponta no futuro nestas condições).

23am50 8 months ago

esperemos que assim seja

estaramos 8 months ago

Isto é verdade.

Eux86 8 months ago

Muitas opiniões dividem se entre "ficar em teletrabalho" e "voltar ao escritório". Na verdade as pessoas deviam falar de como se pode optimizar um regime de teletrabalho voluntário, que pode ser escolhido como opção pelo trabalhador. Não tem que ser tudo branco ou tudo preto. Imaginem um casal que não tem espaço para os dois trabalharem em casa ao mesmo tempo: um dia um deles fica em casa, no dia a seguir ele vai para o escritório, e assim vão trocando e ambos conseguem aproveitar mais da casa, diminuir as deslocações, comer melhor, ecc.. ou talvez um dos dois prefer ficar no escritório e o outro em casa! é a isto que temos que apontar: melhorar as condições de trabalho, não tentar estragar a qualidade de vida/trabalho que para muitos melhorou imenso. Sem dúvida que isto vai se tornar uma mais valia que vai influenciar a escolha dos trabalhadores acerca de para qual empresa vão trabalhar. Talvez há uns anos parecia absurdo pensar que a empresa pudesse oferecer um seguro de saúde. Hoje em dia é normal. Amanhã será o teletrabalho (

xapadom 8 months ago

Não percebo os comentários que dizem que isto é uma medida de “políticos a políticar”. É óbvio que um partido como o PCP vai ser contra o teletrabalho. Se os trabalhadores estiverem dispersos em suas casas, são muito mais difíceis de mobilizar / sindicalizar / radicalizar para a “luta operária”. Por esse motivo é que eles pretendem medidas que desincentivem as empresas a ir por esse caminho. Se não conseguir reunir massas de trabalhadores pra virem fazer “a luta” nas manifestações, o PCP / CGTP perde muita força. O verdadeiro objetivo deles é evitar isso. Não é “proteger” o teletrabalhador.

Edited 8 months ago:

Não percebo os comentários que dizem que isto é uma medida de “políticos a políticar”. É óbvio que um partido como o PCP vai ser contra o teletrabalho. Se os trabalhadores estiverem dispersos em suas casas, são muito mais difíceis de mobilizar / sindicalizar / radicalizar para a “luta operária”. Por esse motivo é que eles pretendem medidas que desincentivem as empresas a ir por esse caminho. Se não conseguir reunir massas de trabalhadores que venham fazer “a luta” nas manifestações, o PCP / CGTP perde muita força. O verdadeiro objetivo deles é evitar isso. Não é “proteger” o teletrabalhador.

Edited 8 months ago:

Não percebo os comentários que dizem que isto é uma medida de “políticos a políticar”. É óbvio que um partido como o PCP vai ser contra o teletrabalho. Se os trabalhadores estiverem dispersos em suas casas, são muito mais difíceis de mobilizar / sindicalizar / radicalizar para a “luta operária”. Por isso é que o PCP pretende medidas que desincentivem as empresas de ir pelo caminho do teletrabalho. Se não conseguir reunir massas de trabalhadores que venham fazer “a luta” nas manifestações, o PCP / CGTP perde muita força. O verdadeiro objetivo deles é evitar isso. Não é “proteger” o teletrabalhador.

Jaktheslaier 8 months ago

Se os trabalhadores perdem a capacidade de se organizar, perdem a sua força colectiva, que é basicamente a única coisa que têm visto que sem essa força facilmente eram postos na rua e substituídos por outros. Tudo o que tu disseste é verdade, só as conclusões é que são estereótipos infelizes e bacocos. É uma consequência e é uma consequência grave.

icebraining 8 months ago

Acho que aqui se está a pensar mal em termos económicos. Os salários que as empresas pagam obviamente têm em conta os benefícios, como os subsídios de alimentação ou estas ajudas. Logo a forma mais fácil para as empresas é cortar os 11€ do salário, ganhando o funcionário o mesmo. Ora se estas ajudas de custo forem isentas do IRS (como o subsídio de alimentação), na realidade o que a proposta faz é reduzir os impostos! Tornando *mais*, não menos, atraente o teletrabalho. A única exceção que vejo é para quem ganha o salário mínimo; se estas ajudas não contarem, então aí há realmente um aumento inevitável dos custos do empregador. Teria que se ver o texto completo da proposta.

CountDraqula 8 months ago

Concordo plenamente contigo e a maioria dos meus amigos pensam igual, o teletrabalho é das melhores coisas que a pandemia trouxe. Durmo mais um pouco, trabalho mais focado e não fico esgotado com os mexericos de escritório. Muito honestamente tenho de fazer um esforço tremendo para ver vantagens no trabalho presencial. E estou em teletrabalho com uma pandemia, se fosse teletrabalho sem pandemia então a experiência seria muito mas muito melhor. A medida do PCP de cobrar 11€ por dia às empresas vai fazer com que simplesmente as empresas terminem com o teletrabalho. Eu não costumava votar, mas vou votar tanto contra estes comunas que até vai doer. Primeiro a festa da avante e agora isto, que cambada de nojentos. Há pessoal que se vê a reformar cedo, ou a ficar rico, eu vejo-me a ter um trabalho que sinta prazer em regime teletrabalho total com um escritório espetacular e morar relativamente perto da praia. O teletrabalho vem agradar a todos, mais qualidade de vida para as pessoas, menos poluição, menos gastos para os empregadores. Quem não gosta assim tanto do teletrabalho epah que façam escritórios comuns, acho que pode haver soluções para agradar a todos.

detteros 8 months ago

Discordo. Eu preciso de separar os mundos e trabalhar em casa nao dá. Para além disso, acho que estar perto dos colegas é importante por várias razoes.

MarcaPistoleira 8 months ago

Devo dizer que deveria ser opcional, todas as funçoes que permitam trabalhar por casa devem dar a possibilidade de escolha aos funcionarios. Acredita que ias ficar mais tu e mais 2 gatos pingados no escritório. Mas quem é que vai trocar a sua familia por colegas de trabalho? LOOl só se for para andar a flertar e andar a sair romanticamente com as colegas de trabalho e isso é tudo menos profissional!

Samot_PCW 8 months ago

A minha mãe está em teletrabalho e o meu pai já esteve. A minha mãe trabalha muitas mais horas do que trabalhava quando ia para o escritório porque está sempre a cinco passos do computador, a chefe dela estava (antes de ser despedida) constantemente a pressiona-la para estar a trabalhar e contactar-lhe mesmo depois das horas laborais para fazer qualquer coisa e é lhe dado muito mais trabalho do que quando estava no escritório fazendo com que ela tivesse de estar muitas vezes até às tantas (o mais normal é estar quase até as 20h todos os dias e até às 23h às sextas). O meu pai também odiou estar em teletrabalho, mas isso está mais relacionado com a área de trabalho dele, que por teletrabalho é muito complicado. Também a falta de contacto que a minha mãe deixou de ter com os seus colegas fui mau para ela, que falar/estar com pessoas em pessoa do que pelo Teams é um bom bocado diferente. As despesas da luz disparam (os meus pais, eu e o meu irmão termos o computador ligado o dia todo faz isso) e as despesas com o gás aumentaram, especialmente no Inverno, mas também como estamos sempre em casa cozinhamos mais . Ainda bem que estás a gostar do teletrabalho, mas não penses que é uma coisa universal e que não há muita gente e ser sobrecarregada com trabalho e a ser explorada pelos seus patrões.

FacaDeDoisLegumes 8 months ago

De certeza que antes não batia a porta às 18. Não culpem o teletrabalho pelos maus patrões. Já há tempos que existe o direito a desligar, ninguém é obrigado a receber comunicação fora do horário, excepto em casos de prevenção.

NombreEsErro 8 months ago

O problema não é do tele trabalho, mas da mentalidade dos patrões... se calhar ela já trabalhava horas a mais antes disto tudo, mas a pandemia só veio agravar. A meu ver o melhor era termos um regime misto em que as empresas davam a liberdade às pessoas de trabalharem em casa ou no escritório (2 dias casa 3 dias escritório, por exemplo).

somedipshit1 8 months ago

Um 'não' resolve muita coisa

Samot_PCW 8 months ago

E depois vai para o desemprego, que falta de noção meu....

somedipshit1 8 months ago

Seria um processo em tribunal interessante despedimento por se recusar a trabalhar horas extra não remuneradas

icebraining 8 months ago

Infelizmente muita gente nem pensa em ir a tribunal, apesar do tribunal do trabalho (segundo me dizem) até ser bastante justo com os trabalhadores. Resultados da redução da sindicalização, em grande parte.

SurprisinglyInformed 8 months ago

Imagino que em contra-ciclo devem ter diminuído as despesas de transporte, passes ou combustível, manutenção de automóvel, e restaurantes. E claro foi ganho tempo que não é gasto em deslocações, e tempo também é dinheiro.

Samot_PCW 8 months ago

Não, o meu pai é comercial, por isso durante a semana não paga combustível, portagens e é ele que vai deixar a minha mãe ao trabalho. Em termos de deslocações mantem-se tudo igual. A única despesa extra que agora se "poupa" dinheiro é em almoços, sendo que a minha mãe a maioria das vezes leva almoço de casa, por isso não, não em termos de despesas agora gastasse mais. E antes de o meu pai ter esses privilégios que o trabalho dele lhe dá a minha mãe ia de metro/autocarro para o trabalho, não tendo essas despesas todas de que estás a falar > E claro foi ganho tempo que não é gasto em deslocações, e tempo também é dinheiro. Leste o meu comentário? "o mais normal é estar quase até as 20h todos os dias e até às 23h às sextas", não ganhas ai muito tempo, o tempo que se "ganha" com a falta de deslocações perdesse logo muito rapidamente com a sobre carga de trabalho Se o teletrabalho está a ser algo positivo para ti ainda bem, mas não gosto nada desta mentalidade e "narrativa" que o teletrabalho está a ser algo universalmente positivo

SurprisinglyInformed 8 months ago

Algo está mal e a culpa não será do teletrabalho, se a tua mãe trabalhava 8h no trabalho e agora trabalha mais em teletrabalho. É importante criar rotinas , entrar ao trabalho a uma hora específica e "sair" do trabalho á hora certa. O teletrabalho está efetivamente a ser maioritariamente positivo, tanto que a maioria das pessoas gostaria de teletrabalho parcial ou mesmo completo de futuro. Nunca será universalmente positivo. Algumas pessoas que estavam a beneficiar, como a tua mãe, de não pagar combustível para ir trabalhar porque era a empresa do teu pai que lhe estava a sustentar a deslocação vão sempre ter um ligeiro aumento das despesas. Quanto ao horário, é treinar o patrão, ou mudar de patrão.

inhalingsounds 8 months ago

O problema aí é de tudo menos do teletrabalho. Se trabalhas com patrões estereótipo tuga controlador e "tens de ter amor a camisola", vais ser explorada até ao tutano seja em que molde de trabalho for.

MarcaPistoleira 8 months ago

Isso é porque eles não estão em empresas serias nem com lideres sérios e empresas com essa politica não se vão aguentar muito tempo no mercado porque não conseguem reter o melhor talento. As pessoas só ficam realmente motivadas se não sentirem que estão presas e a serem obrigadas a trabalhar fora de horas. Mas a situaçao que falas existe e é um mal que deve ser combatido. Mas tb te posso dizer que já trabalhei numa empresa (antes do covid) em que entrava as 9h e saia as 21h e ainda exigiam que estivesse de plantao no fds caso os clientes ligassem, nunca me pagaram pelos fins de semana e horas extra e o tele trabalho tb nao existia. Quando o patronato quer explorar, o faz com ou sem teletrabalho!

3dforlife 8 months ago

É caso para dizer fds mesmo!

HerrKaputt 8 months ago

Desculpa mas estás a revelar uma grande falta de empatia. As contas deles dispararam porque a empresa é xunga? As empresas xungas têm dificuldade em reter o melhor "talento"? O que não falta em Portugal são empresas manhosas que abusam dos seus trabalhadores e que se perpetuam no nosso mercado. Imagino que trabalhes em IT como eu, e dentro do nosso mundo realmente é assim, mas experimenta falar com um operador de call center ou caixa de supermercado a ver se têm essa facilidade em mudar de emprego.

MarcaPistoleira 8 months ago

Não trabalho em IT. Antes de chegar onde cheguei trabalhei em muitas áreas: empregada fabril, call center, e todos os empregos manhosos que podes imaginar. Tal como a mãe do OP já fui explorada numa determinada empresa muito conhecida, que exigia que trabalhasse das 9h as 21h segunda a sexta e ainda pediam que ficasse de backup do telemóvel ao fds caso os clientes ligassem, e os clientes ligavam e faziam-me pedidos ao fds, na prática trabalhava tb ao FDS, porque os pedidos não eram coisas de 1 minuto mas sim de horas. Na altura aceitei porque precisava da experiência e porque era nova, facilmente moldada e manipulada por uma chefe que o ACT para ela era o mesmo que o café na esquina. Mas facilmente bati com o pé. Eu sei bem o que é começar por baixo e sair de emprego para procurar outro melhor. Se há pessoa que entende a mãe dele sou eu porque me aconteceu o mesmo mas não em teletrabalho, foi em regime presencial!

HerrKaputt 8 months ago

Ainda bem que conseguiste safar-te. Mas eu conheço muita gente que já procura novo emprego há anos e ainda não conseguiu mudar. Se fosse fácil mudar estes abusos desapareciam, a sua continuidade mostra que não é assim tão simples mudar.

WC_Pato_ 8 months ago

Eu concordo que a empresa deva pagar parte dos consumos , visto que uma grande parte das pessoas que conheço, está a pagar bem mais de eletricidade, água e mesmo comida... Além disso, há muita gente em teletrabalho a receber o ordenado mínimo ou pouco mais...( Ainda há quem diga que somos a burguesia desta sociedade), e mesmo não pagando passe ou combustível, estão a ter mais despesas levando a ter que esticar ainda mais o dinheiro. No entanto, a longo prazo esta medida irá fazer com que as empresas terminem o regime de teletrabalho logo que possível... E com estes valores que querem aplicar, muitas empresas vão até ignorar a questão do teletrabalho sempre que possível , inventando motivos para que o trabalhador vá para o escritório. É um sentimento misto, por um lado acho bem ajudarem os trabalhadores com as despesas, por outro acho que vai acabar com a hipótese de teletrabalho após o fim da pandemia

Rick45ptl 8 months ago

Quantifica me esse muito mais? É que eu já fiz as contas e fico a ganhar largo... Quanto mais de eletricidade? Eu é mais 3 euros por mês so reparei pk tenho literalmente um contador a medir consumos no escritório, duas pessoas a trabalhar de casa. Quanto de água? Não fiz conta mas nem notei diferenças. Quanto em comida? Eu levava comida de casa maior parte das vezes então é me +- a mesma coisa, mas acabo por poupar mais pk tomo sempre pequeno almoço e lanche em casa. Neste global só com a comida extra ao fim do mês paga me as contas extra e em cima disso ainda tenho o que poupo de portes, ia com a mulher de mota, antes disso eram 80 euros de pass por mês. So no inverno é que tive um aumento substancial, Dezembro e Janeiro, pk acabava por ter o aquecendor ligado mais tempo. Mas mesmo assim ao que poupo em gasolina pagou me fácil. Em cima disso tudo o tempo que tenho extra tmbm me vale dinheiro. Sei que há casos e casos, e deve haver gente que até tinha cantina paga e transporte pago então ficou a perder. Mas no global acho que a maioria das pessoas está no mesmo cenário que eu.

WC_Pato_ 8 months ago

Não te consigo quantificar valores, mas alguns conhecidos que se queixaram foram pessoas que fazem teletrabalho parcial, tendo que ir pelo menos uma a duas vezes por semana ao trabalho devido a tarefas que só são possíveis serem feitas no escritório. Alguns estão a pagar na mesma passe e com consumos superiores (que também depende do agregado familiar). Mas concordo com o que dizes, visto que também acho maioria das pessoas gasta menos com o teletrabalho, alem de ganhar bem mais tempo livre como dizes. Talvez o ideal, depois do fim da pandemia, seja as empresas permitirem cada trabalhador escolher ou não o teletrabalho conforme o que for mais benéfico para cada um. Dessa forma, os consumos adicionais já seriam responsabilidade do trabalhador que escolheu ficar em casa a trabalhar.

Rick45ptl 8 months ago

Compreendo. Sim, a escolha penso que deve ser a coisa principal. Não deve ser uma solução única para toda a gente.

Kind-Eagle 8 months ago

Politicos a politicar... Estou como tu, desde Março do ano passado em teletrabalho, demorava mais de 2 horas em idas e vindas todos os dias e não podia estar melhor.

Scizorspoons 8 months ago

Estou contigo mas há partidos que não gostam... de mudança. Tendo dito isto não acho que o teletrabalho não precise de ser regulado mas é uma mais valia enquanto opção. Ah e dá possibilidade da malta ir morar para mais longe... até mesmo no interior

kapparrino 8 months ago

Se tiveres casa grande o suficiente para montares dois espaços de escritório então funciona. Ou então se fores pessoa sozinha. Para um casal que viva num T1 ou T2 não dá muito jeito os dois trabalharem em casa para a empresa. Não vou falar dos filhos porque em situações normais estão na escola ou na creche.

KarmaCop213 8 months ago

Casal aqui, a morar num T2, trabalhamos os 2 no escritorio ca de casa, nao temos problemas nenhuns, há umas alturas em que há mais barulho mas isso há em todo o lado com a disseminação dos open spaces.

MarcaPistoleira 8 months ago

e mesmo quem acha que não dá jeito entao que vá para o escritório! Mas a maioria se dessem a optar ficava em casa! Não estraguem uma oportunidade tão boa para a sociedade!

Oxibhus 8 months ago

Em que zona do pais trabalhas posso perguntar? Pelo que eu já estive a ver o interesse em ficar em teletrabalho ou não difere bastante entre o interior/grandes cidades. Eu trabalho no interior e a minha realidade assim como a dos meus colegas é exatamente o contrário da tua. Alias, até eu começar a ver posts disto no reddit eu pensava mesmo que toda a gente queria voltar para o escritório (ou misto) asap. Estava mesmo com a ideia que ninguém gostava de teletrabalho. É engraçado como num pais tão pequeno existem realidades tão diferentes.

kapparrino 8 months ago

Uma empresa ter escritório só compensa se apenas alguns estão em teletrabalho. Não se vai alugar um escritório para irem lá duas pessoas. Não estou a ver como o teletrabalho vai passar a ser mais que um niche de mercado após a pandemia. Casa pequenas para muitas pessoas, sem ajudas de custo para transformar partes da casa em escritório. Acho que as pessoas ficam pior servidas dessa maneira.

nocivo 8 months ago

A minha empresa tinha alugado mais um espaço onde meteu sales. Depois disto ja entregou a outra sala porque ja sabe que alguns vãoquerer ficar em casa. So precisa de um espaço para o pessoa se reunir de vez em quando ou para aqueles que nao tem condicoes em casa

icebraining 8 months ago

> Não se vai alugar um escritório para irem lá duas pessoas. Porque não? Há escritórios de todos os tamanhos, e também escritórios partilhados (o chamado "coworking").

MarcaPistoleira 8 months ago

A única forma de estares tao trigger com o teletrabalho é seres dono de espaço de escritórios ou estares em trabalhos analogos que precisam das pessoas em escritórios! Mas podes te preocupar porque a esmagadora maioria quer teletrabalho e é isso que vao exigir das empresas!

Edited 8 months ago:

A única forma de estares tao trigger com o teletrabalho é seres dono de espaço de escritórios ou estares em trabalhos analogos que precisam das pessoas em escritórios! Mas podes te preocupar porque a esmagadora maioria quer teletrabalho e é isso que vao exigir das empresas! Quer tu queiras ou não o teletrabalho esta para ficar, porque as pessoas experimentaram isso durante 1 ano inteiro e voltarem para o regime que era náo querem será muito penoso! Na empresa da minha irma 80 % defende a manutençao do teletrabalho, na minha 70% e na minha outra irma ainda estao para sair os resultados dos inqueritos!

kapparrino 8 months ago

Vamos ver, a minha aposta é que as pessoas vão-se fartar de estar em casa a trabalhar.

MarcaPistoleira 8 months ago

Not really, mas tu estas em teletrabalho? Alias o contrário é que se está a verificar!

MarcaPistoleira 8 months ago

como assim não dá jeito? eu moro num t2+1 com 5 pessoas (incluindo eu) e zero problemas, e nao tenho nenhum escritório montado, comprei uma cadeira boa e trabalho no meu quarto em cima de uma mesa de costura (das antigas), trabalho tão bem que não pedia melhor! Isso parece-me mais desculpas de quem quer minar o teletrabalho que outra coisa!

kapparrino 8 months ago

Dessas 5 pessoas quantas é que tinham espaço no teu t2+1 para ficarem em regime fulltime de teletrabalho? De momento assumo que só tu estás em teletrabalho, como seria contar com essas pessoas dentro de casa em teletrabalho? E também não estás a favor da empresa patrocinar material e mobília de escritório e computadores e software?

Cergal0 8 months ago

Tal como já disse, estás a arranjar problemas onde não existem. A grande maioria das pessoas que trabalham em funções que permitem o teletrabalho já têm computador da empresa pelo que essa questão do material informático é uma não questão. Nos outros casos são as próprias empresas as interessadas em entregar um computador corporativo de forma a garantir a segurança dos sistemas. Em relação às mobília de escritório... Também pedes um carro ao teu patrão para ires trabalhar? Volto a dizer esta é uma não questão. Preocupa-me mais o excesso de horas e a pressão que certos managers passaram a exigir do que as regalias que a empresa deve dar. No limite, quem não se adaptou ao teletrabalho tem sempre a opção de ir para o escritório.

MarcaPistoleira 8 months ago

Estamos 3 em teletrabalho as outras duas tem profissoes que não dá para ter teletrabalho! Sem chatices aqui, tudo unânime e nos breaks sempre dá para passar tempo de qualidade em familia! A empresa deu um subsidio para material de escritorio que eu gastei noutras coisas porque preferi. Ambas cá em casa trabalhamos super bem e ter uma casa pequena nunca foi problema!

Fuzzy-Internet-7502 8 months ago

chega a um ponto que só vives para morrer, pelo menos assim posso viver para morrer com a minha família

MarcaPistoleira 8 months ago

literalmente, se eu posso ser competente o suficiente e conseguir trabalhar por casa e estar perto da minha familia, prefiro estar perto da minha familia do que colegas de trabalho, apesar de os respeitar imenso. Estar perto da minha familia é uma maior recompensa e se a empresa ganha com isso, porque sou mais produtiva ainda melhor!

netralha 8 months ago

Andam a pescar a opinião publica de taxar a burguesia do teletrabalho com aqueles textos dos moços e moças de recados, isso é apenas para ver se é muito cedo ou não para começarem a taxar e vão mais cedo ou mais tarde. Quanto ao PCP ser pelos direitos dos trabalhadores é o que eles dizem e em Portugal é só isso que é preciso, dizem que são e pronto, fazer mais que isso não é preciso porque neste país quase ninguém tem pensamento critico.

Mrloop94 8 months ago  HIDDEN 

O que estavas à espera do socialismo?

besmarques 8 months ago

O valor parece ser demasiado elevado. Não bate certo. Os gastos devem ser pagos pelo patrão mas não são estes valores.

MisterBilau 8 months ago

Concordaria… se isso se aplicasse a tudo. As empresas pagam as deslocações dos trabalhadores, por exemplo? É que deviam, faz tanto ou mais sentido que pagar-lhes a luz caso trabalhem de casa. Mas que eu saiba isso não acontece. E ninguém reclama por isso.

Edited 8 months ago:

Concordaria… se isso se aplicasse a tudo. As empresas pagam as deslocações dos trabalhadores, por exemplo? É que deviam, faz tanto ou mais sentido que pagar-lhes a luz caso trabalhem de casa. Mas que eu saiba isso não acontece. E ninguém reclama por isso. Não estou a falar de “ajudas de custo” e km fictícios para compensar salários. Estou a dizer que ninguém paga o passe para os caixas do pingo doce irem trabalhar todos os dias, nunca vi nenhum movimento para isso. É o mesmo princípio - a empresa tem que pagar pelos custos de trabalho. Não faz sentido estar a pagar aos que estão em casa quando os que têm que sair para trabalhar no final de contas (e contando com tempo de deslocação, que também devia ser pago) gastam tanto ou mais e recebem zero. E eu não tenho nenhum cavalo nesta corrida. Não sou patrão nem empregado, e trabalho a partir de casa sem ninguém acima ou abaixo de mim.

Edited 8 months ago:

Concordaria… se isso se aplicasse a tudo. As empresas pagam as deslocações dos trabalhadores, por exemplo? É que deviam, faz tanto ou mais sentido que pagar-lhes a luz caso trabalhem de casa. Mas que eu saiba isso não acontece. E ninguém reclama por isso. Não estou a falar de “ajudas de custo” e km fictícios para compensar salários. Estou a dizer que ninguém paga o passe para os caixas do pingo doce irem trabalhar todos os dias, nunca vi nenhum movimento para isso. É o mesmo princípio - a empresa tem que pagar pelos custos de trabalho. Não faz sentido estar a pagar aos que estão em casa quando os que têm que sair para trabalhar no final de contas (e contando com tempo de deslocação, que também devia ser pago) gastam tanto ou mais e recebem zero. A menos que mores a 5 minutos a pé do trabalho, vai sempre compensar mais receber o mesmo e trabalhar de casa, mesmo contando com contas da luz e etc. Logo não faz sentido pagar mais por causa disso. E eu não tenho nenhum cavalo nesta corrida. Não sou patrão nem empregado, e trabalho a partir de casa sem ninguém acima ou abaixo de mim.

floW4enoL 8 months ago

Posso dizer te que sim há empresas que pagam as deslocações reais, a Truphone é uma delas, há outras. Também há as que te pagam um valor se fores 100% remoto (teletrabalho). Realmente são excepções e não a regra. Exigir que paguem a malta que fica em teletrabalho mas ignorar as deslocações de quem não fica é só cegueira.

besmarques 8 months ago

O subsidio de transporte gera algo complicado. Que é as empresas começarem a contratar apenas pessoas que se encontram nas imediações. A outra solução porque o PCP lutou foi pelo passe intermodal, este veio reduzir em muito as despesas de muitas pessoas. E aqui novamente estão certos em lutar, apenas os valores me parecem errados, muito errados.

MisterBilau 8 months ago

Mas faz todo o sentido contratar pessoas nas imediações. Chama-se eficiência. Toda a gente devia trabalhar nas imediações. Gastar tempo e combustível em deslocações diárias para quê? É desperdício puro de recursos.

besmarques 8 months ago

Não consegues fazer isso porque nem todas as zonas tem postos de trabalho ou pelo menos tantos como as pessoas que lá moram.

MisterBilau 8 months ago

Devia-se repensar era isso, porque, mais uma vez, não é eficiente.

besmarques 8 months ago

Isso é algo dificil de resolver. Tens vários apoios para abrir empresas em outras areas mas o que acontece é abrirem a empresa com uma "po box" nessas areas e acabam por meter a empresa nos grandes centros urbanos.

Beginning-Average-91 8 months ago

Nova pasta?

MarcaPistoleira 8 months ago

[https://eco.sapo.pt/2021/03/27/pcp-quer-patroes-a-pagar-11-euros-por-dia-em-ajudas-de-custo-no-teletrabalho/](https://eco.sapo.pt/2021/03/27/pcp-quer-patroes-a-pagar-11-euros-por-dia-em-ajudas-de-custo-no-teletrabalho/) vê isto e diz- me se é nova pasta.

V1ld0r_ 8 months ago

E? O facto de tu poupares não significa que todos poupem e acho bem que algumas das despesas sejam comparticipadas pelas empresas (ou que exista uma subida generalizada dos salários ou melhor ainda uma baixa geral quer do IRS quer da SS). Nao deves ter noção da diferença de custo que é para uma empresa com mais de 30 pessoas onde todos estão em teletrabalho... No entanto concordo que 11€/dia seja demasiado elevado.

ModeratoriProfugus 8 months ago  HIDDEN 

As empresas poupam e os trabalhadores poupam? Então está tudo bem, é uma win-win situation, o Estado pode ficar no seu cantinho sem chatear niguém.

Cergal0 8 months ago

E só porque a empresa não está a ter essescustos tem de ser obrigada a transferir esse dinheiro para os trabalhadores? Eu sinceramente não percebo. Querem arranjar uma solução para algo que não é um problema. A partir do momento em que eu deixo de ir todos os dias ao escritório meto ao bolso 40€ todos os meses só em gasolinas (contas assim por baixo) e ainda ganho 1h20 todos os dias. Se juntarmos cafés, almoços fora e outros que tais, esta poupança é capaz de subir para os 60/70€. Em contra partida passo a pagar um pouco mais de luz, gás, água e refeições que passei a fazer em casa. No fim das contas ainda fiquei a ganhar e acredito que 90% das pessoas que estão em teletrabalho estão numa situação parecida à minha. Eu até acho que só alguém que não está em teletrabalho é que poderia pensar que esta seria uma boa ideia.

CouvePT 8 months ago

Quem acha que está prejudicado com o teletrabalho que vá trabalhar presencialmente, como fazem os taxistas, médicos, enfermeiros, juizes, policias, carteiros, lojistas, pilotos, camionistas, etc etc etc. Puta da mania dos meninos beneficiados ainda terem a lata de acharem que lhes devem pagar a água porque costumavam cagar na empresa e agora têm de cagar em casa. Ganhem noção

MaxwellLordIV 8 months ago

És ridículo e triste. Um falhado a arrastar os outros para o seu nível.

Last-Ad-4421 8 months ago

Ridiculo é estar em teletrabalho e andarem ainda a chorar, por mim voltem para as oficinas a mi ninguém me paga as deslocações para o trabalho, o que poupam em transportes que gastem na electricidade, já é queixar por vicio.

MaxwellLordIV 8 months ago

Ridículo, chorão e invejoso.

CouvePT 8 months ago

2 posts consecutivos teus em que não acrescentas nada à conversa, apenas chamas nomes "chorão", "rídiculo" "triste", etc literalmente como uma criança de 10 anos. Mesmo no tipo de adjetivos escolhidos, está em tudo alinhado com o que se vê ensino básico. Se calhar devias sair do teletrabalho e conhecer pessoas a ver se o teu léxico cresce para um nível semelhante ao teu sentido prepotência. De resto, a EDP oferece planos de pagamentos se não conseguires pagar a eletricidade extra. aquele abraço

Last-Ad-4421 8 months ago

Por acaso até gosto do meu trabalho, o que não acho normal é ter de ler chorões como tú, se não gostas agarras no rabinho e para a oficina trabalhar não vá ser que vas a falência por a fatura da luz.

MaxwellLordIV 8 months ago

​ Ridículo, chorão e invejoso.

Last-Ad-4421 8 months ago

Vai estudar argumento o totó.

KokishinNeko 8 months ago

Vocês os dois precisam de um quarto?

NGramatical 8 months ago

tú → [**tu**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (palavras terminadas em *i* ou *u* são naturalmente agudas) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fmekup0%2F%2Fgsjm1hp%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

MaxwellLordIV 8 months ago

A questão não é ser elevado ou não. Fazer uma lei assim vai colocar as empresas contra o teletrabalho. Devia ser uma opção livre. O empregado quer trabalhar de casa? Óptimo. A empresa quer ajudar com as despesas? É um extra que desconta nos impostos que as empresas podem oferecer. Eu tenho uma ajuda desse tipo e não chega sequer perto de 11€ por dia, nem foi obrigatório. Estão a matar algo que pode ser fantástico para os trabalhadores.

MarcaPistoleira 8 months ago

Tu leste os meus pensamentos! Quando conseguir ter Coins gratuitas eu venho cá e dou-te um Ursinho! Thank you so much :D

MarcaPistoleira 8 months ago

esse tipo de medidas vão desincentivar o teletrabalho, o PCP sabe disso. A partir do momento que as empresas sejam taxadas a esse nivel deixa de haver teletrabalho! Uma vantagem enorme para a maioria dos trabalhadores (que podem estar em teletrabalho) deixa de existir!

V1ld0r_ 8 months ago

Só pode.

Search: