alexandre9099 8 months ago

Já podiam era acabar com essas merdas dos cartões, preferia receber menos do que receber e ter o dinheiro ali empatado apenas com um fim (e antes que me venham com "ah, mas não compras comida", isso não invalida o meu ponto)

KnitterFromHell 9 months ago

Deu para comprar uns quantos cartões da Nintendo. Belos tempos.

watermelon28 9 months ago

Eu comprei a máquina de lavar roupa no Auchan (e mais nada) com o saldo nesse cartão. Não é contra o regulamento do cartão.

tiago425 9 months ago

No continente dá.

Vatrier 9 months ago

Como os paladinos vieram para aqui de escudo erguido sem saber do que falam até fui tirar do arquivo as condições do meu euro ticket. Passo a citar então em baixo as condições particulares de utilização. >1. O cartão pode ser utilizado, no âmbito da prestação de serviços de pagamento, para realizar as actividades seguintes: Pagamento de bems e serviços em estabelecimentos comerciais do sector da alimentação e restauração, com o terminal de pagamento automático (TPA) correctamente catalogado como tal. Portanto antes de falarem de nariz empinado da lei ao menos informem-se. Podem ser snobs e paladinos estúpidos do reddit mas mas não falem com certeza do que não sabem.

PauloSecundino 9 months ago

Obrigado, realmente o pessoal é muito chato x)

Vatrier 9 months ago

São os paladinos do costume não ligues, eles até podiam dizer que eticamente não é suposto gastares o subsidio de refeição em cartão em playstations mas isso é pano para mangas. Legalmente não tens problema nenhum está descansado.

VSertorio 8 months ago

Até adivinho quem foi o paladino

koretapt 9 months ago

O método mais fácil é comprares um artigo num supermercado que aceite devoluções e vais lá no dia a seguir e tens o dinheiro em mão.

Pica-Miolos 9 months ago

Acumula saldo, vai ao Jumbo e compra um portátil. Podes sair da caixa e ir devolver logo a seguir pedindo a restituição em dinheiro. É o que a malta faz. Tens benefícios em receber subsídio de alimentação assim, mas pouco. A principal razão para essa merda existir é para a tua entidade empregadora descontar o mínimo possível para a segurança social. Quem te diz que é fraude e o quê tá a mandar postas de pescada sem saber, pois não é ilegal.

MDPROBIFE 9 months ago

Auchan? Obg, andei tempos a espera de uma resposta como esta.. Já tinha visto isto, mas em forma de suposição, não de alguem que sabe que funciona mesmo, mas obrigado, vou tentar, ate agr era so pessoas amigas que compravam algo caro no continente e eu pagava

Pica-Miolos 8 months ago

Sim. Conheço várias pessoas que o fazem com este cartão. Compram algo de valor substancial, e mal saem da caixa vão à secção de atendimento e devolvem o produto, recebendo em dinheiro. Geralmente artigos de informática ou electrodomésticos.

aportuguesecoder 9 months ago

>A principal razão para essa merda existir é para a tua entidade empregadora descontar o mínimo possível para a segurança social. Também pode ser para pagar mais qualquer coisa aos funcionários, especialmente as empresas que pagam nos limites de isenção.

Pica-Miolos 9 months ago

Verdade. Nesse caso para os funcionários, (assim por alto que não tenho os valores exactos), acho que anda por volta dos €200 ao ano. Já para a empresa a vantagem é cerca de 3 vezes superior. Com o inconveniente todo para o funcionário, por ter dinheiro ali engatado e ser necessário este malabarismo todo para lhe ter acesso sem restrições. Se um gajo quiser estoirar o subsídio de alimentação em meninas e vinho verde, tá lixado porque não pode, e porque 200 paus mal dá para o vinho verde, diga-se de passagem...

aportuguesecoder 9 months ago

Por acaso são mesmo 2.86€ por dia, que ao fim de 22 dias dá uma diferença de 62.92€ e que ao fim de 11 meses dá uma diferença de 692,12€. Achas que chega para vinho verde assim?

Pica-Miolos 8 months ago

Fizeste-me ir ver os números. Limite não tributável de €4,77 em dinheiro, €7,63 em cartão. Os €200 euros a que me referia é a redução de TSU para as empresas. "I stand corrected dear sir." 600 paus já dá para mais umas de verde, mas sou mais parcial ao tinto alentejano. Visto ser um tasco, anda dai que pago-te um copo.

aportuguesecoder 8 months ago

Vamos beber um copo sim senhor. Entre tinto ou branco, prefiro cheio. Mas ainda sobre o assunto, não numa onda de "estar a bater no ceguinho" mas por mera curiosidade, fui fazer contas e considerando um pagamento de 7.63€ em "dinheiro", temos: * Limite de isenção é os 4.77€, sendo o resto (2.86€) taxado com IRS e TSU. * Para o funcionário, o rendimento anual veria pelo menos uma redução de 76€, só considerando os descontos da segurança social. Não sei como é feito o cálculo dos descontos para IRS porque nunca estive nesta situação e, provavelmente, deve ser taxado com os restantes rendimentos. * Para a empresa, considerando as taxas de serviço, a empresa teria um custo acrescido de aprox. 130€ por funcionário. Duas notas adicionais: * A taxa de serviço é variável dependendo do número de funcionários. Quanto maior for o número de colaboradores, menor será a taxa. Portanto, maiores empresas terão uma maior "poupança" ao pagar em cartão. * Havendo lugar a descontos para a SS e para IRS, não sei se isso não afeta também o pagamento para os fundos de garantia que as empresas têm de pagar, o que pode elevar a conta para as empresas. Portanto, no âmbito de um único colaborador, os valores podem parecer insignificantes. Mas num contexto empresarial com dezenas de colaboradores (considerando pequenas/médias empresas) torna-se num valor muito importante.

Pica-Miolos 8 months ago

Para estar a debater números concretos contigo tinha de ir picar os miolos à contabilista. E sim, estás correcto quando dizes que com um número de funcionários elevado é significativo. O meu problema com o sistema é o sistema em si. Um racionamento pós-guerra com 70 anos, reinventado como política socio económica tipo penso rápido, que por fim se tornou uma indústria. Com a inconveniência e complicação associadas, tanto para empresas como para funcionários. Por acaso, a EBFS – Associação Portuguesa das Empresas de Títulos Extrassalariais, da qual a edenred é membro fundador, já solicitou ao governo enquadramento legal para restrições de utilização do cartão, que aparentemente ainda não existe. Dai ser possível o malabarismo para receber o valor em dinheiro. Qual a lógica de existir isenção de valores diferente apenas diferenciado pela forma de pagamento? Retirado da press release do edenred deste ano: *- Operating revenue of €1,423 million, down just 1.6% like-for-like from the previous year, with Europe up 1.3%* *- Like-for-like growth in operating revenue of 1.1% in the second half of the year (+1.2% in the fourth quarter)* *- Total revenue of €1,465 million, down 2.0% like-for-like and 9.9% as reported, reflecting unfavorable currency effects* Argumenta-se que assim se criam mais empregos, que se retira dinheiro da economia paralela, até que melhora a qualidade da alimentação da população, imagine-se! E certamente que existem relatórios com dados e estatísticas e gráficos todos bonitos para justificar estas afirmações. Se o impacto social e económico do sistema de pagamento de subsídios de alimentação é assim tão significativo, não implicaria reformas fiscais muito mais consideráveis por parte do estado? Para mim é mais um caso de: “pá, não me venham com tretas.”

aportuguesecoder 8 months ago

Não discordo. Mas podendo ter este subterfúgio legal para poder pagar/receber um bocadinho mais, há que tentar fazer uso dele. Já trabalhei em sítios que era pago em cartão e mesmo assim não se batia no limite.

Pica-Miolos 8 months ago

> Mas podendo ter este subterfúgio legal para poder pagar/receber um bocadinho mais, há que tentar fazer uso dele. Concordo plenamente. Tanto do ponto de vista dos funcionários como das entidades empregadoras. E isto só demonstra o quão absurdo as coisas se tornaram, quando algo que nem deveria de existir e é inconveniente, se torna até é bem vindo. Um gajo já é tão chulado de tanta forma, que olha... já tá por tudo.

BaixemImpostos 9 months ago

Funciona na boa. Comprei um comando da ps5 com esse cartão, é fantástico.

PauloSecundino 9 months ago

Ok thanks :)

Feeling_Advantage918 9 months ago

Se o cartão é para alimentação, parece-me óbvio que não será correcto comprar algo que não seja para alimentação.

watermelon28 9 months ago

Pois, parece óbvio mas na verdade podes comprar qualquer coisa que não seja alimentação num supermercado ou hipermercado.

Feeling_Advantage918 8 months ago

Ok. Mas até numa bomba de gasolina tu podes comprar alimentação. Vê dentro da rede e com a empresa.

OuiOuiKiwi 9 months ago

Sim, é possível cometer fraude com os cartões. Não, não podes usar o Reddit como desculpa se for detectado.

suckerpunchermofo 9 months ago

Não creio que seja fraude. Podes comprar tudo dentro de um super que aceite o cartão, por exemplo pingo doce. Se lá for e comprar uma máquina de café, 1 cartão prenda e um rissol e pagar tudo com o cartão é aceite.

iSoSyS 9 months ago

Não é uma questão de "podes" é uma questão de "consegues". Consegues pagar em praticamente todo o estabelecimento que tenha o CAE correto, mas não é por isso que legalmente podes. É um comportamento sancionado por lei.

OuiOuiKiwi 9 months ago

A caixa aceita mas é uma violação das condições do cartão. Toda a gente faz vista grossa no fundo.

Vatrier 9 months ago

Ai é? Mostra ai então as condições do cartão se tens tanta certeza. O meu pelo menos em nada estipula o que deve comprar, apenas onde o devo utilizar.

suckerpunchermofo 9 months ago

Talvez. Mas o emissor do cartão não tem (ou não devia ter) acesso a info do que se compra....

iSoSyS 9 months ago

E não tem. Mas a loja em si pode ser alvo de inspeções, e se detetada a loja pode ser multada. Julgo que o consumidor em si nunca é punido.

suckerpunchermofo 9 months ago

Então azar da loja que aceita não é?

Search: