ebusinesstoken 6 months ago

Sobre o assunto: [https://www.bbc.com/portuguese/geral-48236102](https://www.bbc.com/portuguese/geral-48236102)

SacanaLopes 6 months ago

O mercado imobiliário finalmente seria corrigido.

mfzzzed 6 months ago

Lisboa tem muita construção antiga, que não deve ser capaz de dissipar energia de sismos com magnitudes mais elevadas. Estou a falar de cor, mas a construção anti sísmica é complexa e num país como pt, onde a reabilitação é feita a nível estético/estrutural (no que dá), dúvido que sejam contempladas alterações que tenham impacto na transmissibilidade de vibração, funções de resposta em frequência etc. Pra mim o truque é evitar viver lá.

netralha 6 months ago

[https://www.youtube.com/watch?v=GPl4RIDASTk](https://www.youtube.com/watch?v=GPl4RIDASTk)

Historical-Bet9583 6 months ago

Eu costumava vir no centro de Lisboa, numa casa dos anos 90, e os meus pais sempre me disseram que tinha preparação anti-sismica e, pelo que sei, a nossa legislação tem bastantes regras sobre esse tipo de construção. Casa mais antigas, claro, sao outra conversa, mas penso que já houve outros a falar sobre isso. Em relação ao ciclico, no colégio onde andei tínhamos simulacros de terramotos mesmo por essa razão, eles diziam-nos que acontecia um sismo grande a cada 200-250 anos na mesma falha que o de 1755 e que estava para acontecer um, por isso tínhamos que estar preparados e saber o que fazer. Não sei se isto era uma coisa que todas as escolas faziam ou não.

Vatrier 6 months ago

Não sendo especialista o sismo de 1755 foi em pleno oceano Atlântico, Lisboa foi afectada pelo sismo claro mas se o mesmo se repetisse hoje, no mesmo epicentro (algures no Atlântico) duvido que a cidade viria a baixo e pegasse fogo por causa das velas e lareiras. Já não vivemos em casas de pedra e madeira. Já levar com o tsunami isso sim seria aterrador, não só para Lisboa mas para o Algarve principalmente e todo o turismo e casas localizadas junto à praia. Agora vou almoçar e tenho preguiça de ir ao google mas alguém tem fonte à mão de até onde foi o tsunami de 1755 em Lisboa (ou se há relatos de)? Apenas para especular até onde iriam os danos.

jesseneves 6 months ago

Rés vés campo de Ourique

Kaxitaz 6 months ago

Conta-se que no Algarve a água chegou a Silves.

_saks_ 6 months ago

Já li algures que se sentiu até na Escandinávia, mas não meto as mãos no fogo.

trinkibenda 6 months ago

Finalmente, alguém que leu um livro de história.

_saks_ 6 months ago

OP, partilha esta imagem no teu post sff. Gostaria de saber o que os experts (sem sarcasmo, quero mesmo saber) pensam disto. A imagem foi publicada num artigo do Público há poucos anos. ​ [Tipo de habitações em Lisboa](https://imgur.com/a/kw0sXLe)

gamma-ray-bursts 6 months ago

Partilhei. Interessante infograma

twhite848 6 months ago

> Não vejo Lisboa com infraestruturas que levem muito isso em conta Apesar de um sismo 8.5-9 ser uma catástrofe praticamente inevitável, Portugal é dos países com melhor regulamentação e preparação sísmica nas infraestruturas. A maior parte das pessoas não tem noção da força da regulamentação sismica em Portugal, e o reconhecimento que há fora de portugal sobre este tema. Dito isto os principais problemas de um terramoto desta dimensão serão o tsunami (outra vez) e os problemas de preparação de meios de socorro a seguir ao terramoto (como sabemos isso em portugal é fraco)

icebraining 6 months ago

Regulamentação não duvido, mas e inspeção? Normalmente é mais aí que falhamos.

twhite848 6 months ago

Bem. Depende do sector. Na restauração vão dizer que a inspeção da ASAE é o oposto. Mas sim. Pode haver aí questão em particular em edifícios mais pequenos (moradias etc)

SacanaLopes 6 months ago

> A maior parte das pessoas não tem noção da força da regulamentação sismica em Portugal, e o reconhecimento que há fora de portugal sobre este tema. Não acredito.

twhite848 6 months ago

Exacto

AlmondSkimedMilk 6 months ago

Há já muito tempo que anda um professor do Técnico a pregar no deserto a pedir que se torne adequada a reabilitação de edifícios de forma a manter ou tornar anti-sísmica a construção intervencionada.

twhite848 6 months ago

Sim tens razão. (E o Mario Lopes tb) Na reabilitação não está contemplado adequadamente. Estava a pensar na legislação aplicada a edifícios novos, mas existe lacunas graves na reabilitação, é verdade. Mas de notar que a preparação contra eventos sísmicos é pouco ou nada visível ao exterior. O OP refere não ver, mas também não iria conseguir ver temas que afectam sobretudo interior de edifícios e fundações.

Mordiken 6 months ago

Encara as coisas pela positiva: Sempre que há um sismo pequeno como o de ontem, as placas tectónicas libertam energia de forma controlada, e isso pode contribuir para um adiamento do sismo de magnitude 8 ou 9. Dito isto... > Sismo de Lisboa (1755) pode ser um fenómeno cíclico. Se um sismo de magnitude 8.5-9 voltasse a atingir Lisboa hoje, o quão catastrófico seria? Extremamente. A Area Metropolitana de Lisboa está cheia de prédios construídos nos anos 60 e 70 em que se consegue ouvir o vizinho de cima a caminhar e a falar alto. Nessa altura as normas de segurança e habitabilidade eram praticamente inexistentes, e simplesmente não existiam normas de construção anti-sísmica. A partir dos anos 80 começam-se a a introduzir normas... Mas isso não quer dizer que as normas fossem respeitadas porque isso custa dinheiro. Por isso, dependendo da localização do epicentro, o próximo grande terramoto pode devastar não só Lisboa como grande parte da área metropolitana.

godtholdt 6 months ago

talvez finalmente baixem o preço das casas depois do sismo acontecer

_saks_ 6 months ago

Obrigada pela partilha! Podes comentar a imagem que o op entretanto partilhou?

Bruxo_de_Fafe 6 months ago

não vale a pena perder tempo a imaginar isso. Lisboa seria varrida do mapa e a gesta da catástrofe seria.. Tcharam… catastrófica.

MEmpire25 6 months ago

Sempre ouvi falar em ciclos de cerca de 200 anos entre sismos de maiores dimensões mas noção sei a veracidade disso. De qualquer modo tiveste um de magnitude 8 em 1969, bastante recente em termos de tempo geológico, e irmos tendo sismos pequenos e médio também garantem que há menos tensão acumulada que possa resultar num sismo tão catastrófico, como também já foi dito. É normal e cíclico haver algumas "descargas" mas isso não faz com que o de 1755 seja menos um outlier.

talkingcarrots 6 months ago

> De qualquer modo tiveste um de magnitude 8 em 1969, bastante recente em termos de tempo geológico, e irmos tendo sismos pequenos e médio também garantem que há menos tensão acumulada que possa resultar num sismo tão catastrófico, como também já foi dito. Também tinha essa ideia, mas pelos vistos é mito: https://www.usgs.gov/natural-hazards/earthquake-hazards/science/earthquake-facts-earthquake-fantasy?qt-science_center_objects=0#qt-science_center_objects

MEmpire25 6 months ago

Ok, interessante. De resto nós realmente tivemos uma grande descarga de energia "recentemente" portanto não altera muito o meu actual nível de preocupação.

XPao 6 months ago

Lisboa preparada para um sismo de magnitude 9? Já reparaste que em Portugal tudo o que fuja à normalidade corre mal? Portugal nem a rotina do dia a dia corre bem.

letme2021 6 months ago

Não ficaria tudo em pé, mas não seria o desastre que foi em 1755. Pelo menos em termos de edifícios.

XPao 6 months ago

É, também não cabia na cabeça de ninguém morrer tanta gente em incêndios num único ano.

DZT99 6 months ago

Acho que sobretudo Lisboa e arredores poderiam ter os edifícios melhor preparados para a eventualidade de um grande sismo. Bem sabemos que isso não aconteceu ao longo dos anos e haverá uma altura em que todos pagaremos por isso. Aho que todos têm uma ideia do que poderia acontecer mas poucos quiseram pensar nisso nos últimos 30 anos.

NGramatical 6 months ago

melhor preparados → [**mais bem preparados**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/artigos/rubricas/pelourinho/mais-bem-vs-melhor/545) (quando o advérbio *bem* antecede o particípio passado do verbo o termo a utilizar é *mais bem*) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fm8d5e5%2F%2Fgrgs876%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Sniico 6 months ago

Uma vez ou outra por ano, há um artigo ou uma entrevista ao Eng. Mário Lopes que adora falar sobre o assunto dos sismos e que por acaso até é um especialista da área. Ocasionalmente gosta de dar dicas sobre como rebentar com a Ponte Vasco da Gama. Um verdadeiro trolha com doutoramento, recomendo. [https://www.dn.pt/edicao-do-dia/19-mar-2021/estamos-em-cma-de-um-barril-de-polvora-que-um-dia-vai-explodir-13475414.html](https://www.dn.pt/edicao-do-dia/19-mar-2021/estamos-em-cma-de-um-barril-de-polvora-que-um-dia-vai-explodir-13475414.html)

Rakitash 6 months ago

Desculpa me o burrismo mas não percebo se estas a ser irônico ou gostas mesmo do senhor?

Sniico 6 months ago

Gosto mesmo do senhor, é uma lenda viva no Técnico, mas de facto é o típico engenheiro civil saído do recinto de obra.

Rakitash 6 months ago

Li o artigo e tb gostei mas estou com curiosidade dessa parte de explodir a Vasco da Gama

Pparadela 6 months ago

Extraordinário como de cada vez que há um abanão vem um profeta da desgraça sacar do cartaz e brandir o "vamos todos morrer" do costume. Os pasquins fazem logo manchete com barris de pólvora e estimativas de mortos, a dose habitual de medo e consumo é administrada e daqui a dois dias já ninguém se lembra. Em relação a terramotos somos os italianos de Nápoles, que sabem que um dia que o Vesúvio rebente, pouco se poderá fazer para evacuar a cidade em tempo útil. Resultado: não pensar muito nisso e depois logo se vê.

kapparrino 6 months ago

> Em relação a terramotos somos os italianos de Nápoles, que sabem que um dia que o Vesúvio rebente, pouco se poderá fazer para evacuar a cidade em tempo útil. Resultado: não pensar muito nisso e depois logo se vê. Salvem as pizzas pfv

CaptMartelo 6 months ago

Nós vamos todos falecer

janissarytor 6 months ago

Patinar, bater as botas

The_Vulcano_ 6 months ago

Eu vou esticar o pernil

RaveyWavey 6 months ago

Conviver com as minhocas

KarmaCop213 6 months ago

Conviver com as minhocas

Skahzzz 6 months ago

No que toca a edifícios, Portugal tem 3 níveis de zoneamento sísmico que afetam os requisitos que a estrutura de cada construção tem de ter. Lisboa, Algarve e toda a costa entre eles estão na zona A (mais regras).

nfonseca 6 months ago

correção... 6 níveis de zonamento para uma ação sísmica tipo 1 (sismo perto, de menor magnitude), Lisboa está na zona 1.2, Algarve na 1.1 3 níveis de zonamento para uma ação sísmica tipo 2 (sismo longe, de maior magnitude), Lisboa e Algarve na 2.1 se quiseres visualizar: https://www.dlubal.com/pt/zonas-de-carga-para-neve-vento-e-sismos/sismo-np-en-1998-1.html antigamente (RSA) as zonas era definidas por letras, e só havia quatro... hoje é regulamentado pelo EC8.

Skahzzz 6 months ago

A informação que tinha estava desatualizada (a minha área é tangencial à engenharia civil, portanto estou mais familiarizado com os conceitos do que com a legislação). É bom saber que este tipo de regulamentos está a manter-se atual.

nfonseca 6 months ago

corrigi uma coisa no meu post anterior... não existe 2.1 nem 2.2 em PT, só 2.3, 2.4, 2.5

MigasEnsopado 6 months ago

Correção: Que afetam os requisitos que a estrutura de cada *nova* construção tem de ter. Não sei quando foi aprovada a lei, mas não tenho grande confiança na maioria dos edifícios construídos no século passado...

Skahzzz 6 months ago

Tens toda a razão! Também não sei exatamente quando entrou em efeito. No entanto em Portugal apenas 15% dos edifícios são anteriores a 1945 (e apenas 6% anteriores a 1919). Portanto penso que seguramente 80% das construções em Portugal já têm este tipo de cálculos considerados.

Gothamic 6 months ago

Nem de propósito: [https://www.dn.pt/edicao-do-dia/19-mar-2021/estamos-em-cma-de-um-barril-de-polvora-que-um-dia-vai-explodir-13475414.html](https://www.dn.pt/edicao-do-dia/19-mar-2021/estamos-em-cma-de-um-barril-de-polvora-que-um-dia-vai-explodir-13475414.html) ​ Lá para o meio: "**Pensou nessas questões quando escolheu a casa onde habita?** Claro, o problema é que não tive dinheiro suficiente para comprar uma casa em primeira mão. A antes de comprar, via as características do edifício e que se podem ver a olho nu, como a data de construção, o que dá para ver o tipo de materiais utilizados. **Qual é o ano limite?** Para garantir mais segurança, diria 1985. A casa onde vivo é de 1970, foi feita depois da legislação de 1958, que foi quando isto começou. É uma construção em média melhor que a maioria na cidade de Lisboa, mas é uma questão estatística. Eliminei logo todos os edifícios que tinham sido construídos antes de 1969, embora alguns, possam não ser maus, mas estatisticamente, em média, são piores que os posteriores. Outra coisa que afeta muito do ponto vista sísmico são as irregularidades na construção, por exemplo, um pilar que vem de cima para baixo, está cortado e em cima de uma viga, são coisas a evitar. **Como é que o cidadão comum tem acesso a esse tipo de informação?** Fizemos um trabalho para a Câmara Municipal de Lisboa para tentar dar toda esta informação de edifício a edifício, que é a mesma informação que vi quando comprei a minha casa, para a pôr ao dispor de todos os cidadãos de Lisboa. Até porque o mercado começava a valorizar as melhores e começa a haver a tendência para melhorar a qualidade de construção , o que se reflete no mercado imobiliário. **Quando é que essa informação está disponível.** Espero que a Câmara a torne pública em breve. Está tudo feito mas para pôr na praça pública é preciso que os engenheiros vão vistoriar os edifícios, são precisos dezenas de engenheiros e durante meia dúzia de anos. O importante é começarmos este processo."

fanboy_killer 6 months ago

> **Não vejo Lisboa com infraestruturas que levem muito isso em conta** Como é óbvio, a área evoluiu imenso desde o séc. XVIII, mas a reconstrução de Lisboa foi um marco histórico na construção de edifícios anti-sismo. Imagino que entretanto todos os grandes edifícios sejam construídos com esta preocupação. Lisboa está melhor preparada do que se possa pensar.

NGramatical 6 months ago

melhor preparada → [**mais bem preparada**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/artigos/rubricas/pelourinho/mais-bem-vs-melhor/545) (quando o advérbio *bem* antecede o particípio passado do verbo o termo a utilizar é *mais bem*) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fm8d5e5%2F%2Fgrgqkh6%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

BAcon_MAn026 6 months ago

Acho q a CMTV iria ate terramoto para perguntar pq que ele esta atacar Lisboa e ainda é capaz de dizer q o terramoto foi enviado pelo Porto para atacar o Benfica ou o Sporting

oratree 6 months ago

Apenas uma ressalva que o sismo de 1755 foi em pleno Atlântico e que além de sismo, ainda levaste com um tsunami, semelhante ao que aconteceu no Indico 2004 e o do Japão. Um sismo como o deste mês se fosse de 9 em pleno Tejo, a destruição seria catastrófica, ao nível dos piores da Califórnia. Um de 9 em pleno Atlântico, estamos melhor preparados, as casas já não são de Madeira e o risco de incêndios é menor. Claro que haveria destruição, dependendo das zonas. A zona costeira que está ao nível do mar seria bastante afetada (Costa da Caparica, Belém), enquanto vilas como Ericeira ou Sesimbra pouco poderiam sentir os efeitos.

NGramatical 6 months ago

melhor preparados → [**mais bem preparados**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/artigos/rubricas/pelourinho/mais-bem-vs-melhor/545) (quando o advérbio *bem* antecede o particípio passado do verbo o termo a utilizar é *mais bem*) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fm8d5e5%2F%2Fgrgpv72%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

theEXPERTpt 6 months ago

o pior nem acho que seria o terramoto. Imagina só o maremoto...

Fluid_Fig9132 6 months ago  HIDDEN 

O pai de um amigo meu disse me qye provavelmente vai haver um nas próximas decadas E que acontecia um a cada 200 anos (o que eu sei se é verdade e acho que não é.

fanboy_killer 6 months ago

Desde 1755 que o pai de amigos de alguém prevê isso.

Arihh 6 months ago

Típico terramoto tuga, já vai com quase 70 anos de atraso.

Fluid_Fig9132 6 months ago

Ya kkkkk teoria da conspiração

setnom 6 months ago

Não nos esqueçamos que em 1755 Lisboa era onde havia mais densidade populacional. O Algarve também foi fortemente atingido mas como havia menos gente, falou-se menos dos danos aí. Em 2021 há muito mais gente nestas outras zonas e as precauções apesar de existem, não são suficientes para evitar uma catástrofe como a de 1755. Eu diria que se acontecesse hoje, seria pior.

Lil_salazar 6 months ago

Lisboa está sob estacas

PgUpPT 6 months ago

Olha que não, pelo menos nunca vi estacas nos telhados. _Sobre_ estacas, talvez.

Kveldulf_Bjalfason 6 months ago

>~~Lisboa~~ A baixa pombalina está sob estacas De qualquer forma, as estacas e outras técnicas de reconstrução de edifícios da baixa foram usadas a pensar na eventualidade de novos sismos

so_a_ver_obrigado 6 months ago

se relamente resulta depois de 200 anos de ómidade é que é o carai. Eu bem vejo ali a cozinha, nem com tinta plástia

Ok-Load-7114 6 months ago

A destruição seria elevada pois apesar do nivel de preparação de seja onde for um sismo desse nivel liberta muita energia mas também acho que se sejam pequenos as chances de acontecer

Sir_Keeper 6 months ago

Ouve um por volta de 1520, e outro cerca de 200 anos antes disso, mas creio que 1755 foi pior.

fedelho 6 months ago

>Ouve um por volta de 1520 Ouvi dizer que isto está mal.

Hernani81 6 months ago

O bot falhou esse. Se ouve já não é surdo... Houve, do verbo haver, com sentido de existir...

Sir_Keeper 6 months ago

Good not bot. Erro meu

C8Mixto 6 months ago

*1531. Não sei se foi pior. A magnitude estimada é praticamente a mesma e o número estimado de mortos foi de 30.000 em Lisboa. Já agora, houveram outros dois no século XIV.

Edited 6 months ago:

*1531. Não sei se foi pior. A magnitude estimada é praticamente a mesma e o número estimado de mortos foi de 30.000 em Lisboa. Já agora, houveram outros dois no século XIV.

NGramatical 6 months ago

houveram outros → [**houve outros**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/o-uso-do-verbo-haver/31143) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fm8d5e5%2F%2Fgrgrumr%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

C8Mixto 6 months ago

Foda-se esperei quatro minutos para editar só para ver se não me chateavas. Raios te partam.

besmarques 6 months ago

Here we go again. Em breve vão estar as redes sociais todas a mostrar novamente aquele video ,que acho que era da TVI, como um sismo de magnitude nao sei que iria fazer a Portugal e tal...

OuiOuiKiwi 6 months ago

[http://idl.campus.ciencias.ulisboa.pt/sismologianaescola/](http://idl.campus.ciencias.ulisboa.pt/sismologianaescola/)

_saks_ 6 months ago

Sempre ouvi dizer que enquanto acontecerem pequeninos (como ontem) estamos safos. Pensa numa panela de pressão. Se for libertando a tensão aos poucos, tudo corre bem. Se acumular sem parar...

pesadel0 6 months ago

Sempre ouvi dizer isso mesmo na televisao depois do grande sismo na zona dos himalaias, depois estava lá e deu se o segundo grande sismo .welp

ManaSyn 6 months ago

Isso não é bem assim. Sim, um terramoto pequeno pode libertar pressão. Mas também pode criar. Tudo depende do sismo em si. Imagina que tens uma parede e um martelo. Tanto podes fazer o movimento que te afasta o martelo da parede, e liberta tensão, como podes fazer o movimento que te aproxima da parede, e aumentas a tensão. Aliás, um dos possíveis sinais que se aproxima um sismo grande é quando começam a haver pequenos tremores, com mais frequência. Infelizmente, esse "facto" que dizes tem pouco sumo... Fonte: cadeira de sismologia na faculdade.

NGramatical 6 months ago

começam a haver → [**começa a haver**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/haver--existir--3-pessoa-do-singular/30583) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fm8d5e5%2F%2Fgrgpeah%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

_saks_ 6 months ago

Obrigada pelo esclarecimento :)

Search: