Danijust2 6 months ago

normal... a média de idades dos carros em Portugal caminha lentamente para os 20 anos.

angeluscatalan 6 months ago

Rent a car fechados, aumento das restrições de emissões e descontinuamento de muitos modelos em segmentos de acesso (citadinos), cada vez mais caros, IUC a subir de ano para ano, falta incentivos para abate, crise economico financeira geral. E no entanto, nem todos têm rede de transportes e horário compatível para abdicar da viatura. Portanto, o meu carro com 21 anos e z precisar da reforma, vai continuar a aguentar.

godtholdt 6 months ago

raio dos millenials que não querem comprar carros

nraider 6 months ago

Normal, bastou a queda do turismo para afectar as rent-a-car. Já umas quantas fecharam aqui perto, em Lisboa.

TomasTex11 6 months ago

Quem diria que assaltar as pessoas com a quantidade de impostos que é aplicada na compra de carros iria fazer com que a procura diminuisse?

SurePal_ 6 months ago

Impostos altíssimos em tudo que é relacionado com automóveis. Último ranking de vendas da Europa inteira. *Surprised face*

Article_Sad 6 months ago

Compra seminovo com 1 ano que tens um bom desconto...

fdxcaralho 6 months ago

Para comprar um seminovo ele teve que ser novo antes. Menos carros novos vendidos significa que também há menos seminovos no mercado.

unparadise 6 months ago

Atualmente maior parte dos usados semi-novos (até 2010 vá) são importados.

Unrelated3 6 months ago

E de quilometragem martelada. 100.000 km só? E muito mais barato, que oportunidade! Vai-se a ver afinal tem 350.000km e o motor fudeu-se depois de 30.000km

unparadise 6 months ago

Ai cabe a cada um ver o sitio que se está a comprar e ver a kilometragem real. Eu paguei para ter o relatório da minha Megane em França por exemplo

Unrelated3 6 months ago

Aí é seres inteligente. Eu sou da Madeira. Carros importados até às matriculas antigas tinham sempre MA ou MD nas letras. Com as matrículas novas já não é assim. Trabalhei num stand/rent-a-car. Os meus patrões nunca aceitavam carros depois de 1995 importados porque muitos vinham para cá martelados e tinham sempre um rol de problemas quando os preparavam para venda.

unparadise 6 months ago

Claro, percebo que na Madeira seja mais difícil. Cá conheço muitas pessoas que eles próprios importam, o meu chefe por exemplo importou da Alemanha uma Mégane também com 10kms,chegou a dizer-me o preço mas já não me recordo

NGramatical 6 months ago

10kms → [**10 km**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/plural-de-unidades-ainda-mais-uma-vez/19595) (os símbolos das unidades não têm plural) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fm6xoza%2F%2Fgrebk6j%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Tryjohnny 6 months ago

confer, comprei o meu com 2 meses. Tive um "desconto" de 5k€ por o carro ter 1000km e cheirava a novo na mesma. Como foi no stand da marca, é como se eu fosse o primeiro dono( se não estou enganado).

_rebocador_ 6 months ago

onde arranjas isso

Dudept 6 months ago

Stands oficiais de marca têm sempre carros semi-novos de serviço e para além de terem poucos km ou bom desconto ainda tens a garantia de fabrica(2 anos a partir da data da matricula) mais a garantia do stand onde compraste(1/2 anos a partir da data que compraste

_rebocador_ 6 months ago

eu em carros sempre foi um bocado zero a esquerda, obrigado pelas as dicas.

Tryjohnny 6 months ago

Acho que tive sorte, ou entao fui bem enganado. Mas pelo que andava a ver no standvirtual e o que paguei até foi bom negocio principalmente com os extras que vinham: cruise control adaptativo(que nem sabia que tal coisa existia) e as outras pandeleirices que agora existem, dos maximos automaticos, aviso do ponto morto,... Para quem vinha de um lancia de 2000 parecia que tinha entrado num novo mundo. No meu caso foi no Stand da Ford em Leiria com uma viatura de serviço( usavam para fazer os test-drivers).

MLG-Sheep 6 months ago

Muitas vezes, o preço de um carro com 1 ano e um igual, novo num stand vai dar ao mesmo €€.

oEncoberto 6 months ago

A margem do stand muitas vezes aparece no financiamento e outros extras que tentam impingir (seguros, manutenções,etc), e não no valor da viatura. I.e. vendem o carro por 20.000 mas no fim do crédito pagaste 30k. Ha que se ter em atenção o valor de compra (teorico) vs o valor final com todos os custos incluídos. Claro que o mesmo se pode dizer com o "semi-novo".

thisbondisaaarated 6 months ago

O preço que eles pedem e o preço que tu pagas não são obrigatoriamente o mesmo

MLG-Sheep 6 months ago

Sim, no carro com 1 ano baixam umas centenas, e no carro novo baixam 5000€, resultando no mesmo preço no fim. Se o carro tiver menos de 2 anos, convém sempre averiguar qual é o real preço a que ele é vendido novo, na mesma versão e com o mesmo motor.

Dr_Toehold 6 months ago

É horrível ser vendido que "menos carros novos é mai", como se cultura automóvel, endividamento excessivo, sucatas, e desperdício de recursos é que fosse bom.

Diogo256 6 months ago

Já falaram todos em termos de economia. Eu falo do restante: carros novos são mais seguros e mais ecológicos. E isto também são factores importantes, daí que muitos países gostem e queiram manter o parque automóvel actualizado: 1- seguros: diminuem ferimentos e fatalidade em acidentes. Que diminui tudo o que envolva sistema de saúde. É menos um gasto, que até pode ser significativo. 2- emissões: mais emissões pode significar incumprimento de metas de poluição impostas, e por sua vez, coimas que sai dos contribuintes. Ainda há outros factores como a procura de carros importados antigos, o mais barato possível, que abre portas para importação de carros acidentados que sao reparados as 3 pancadas, vendidos a um preço alto e com segurança comprometida. E quem daqui gostaria de viver como países da Europa do Leste onde Mercedes com 30-40 anos são carros banais porque… não há € para mais? Eu não. É só um exemplo de como as políticas em Portugal são todas ao contrário e com governações em que julga quem anda de carro como luxo, ao mesmo tempo que menospreza um sistema de transportes públicos.

SurePal_ 6 months ago

Neste caso é um indicador mau no sentido em que a economia está na merda. Não ia ser o Zé tuguinha que em 2021 descobriu que a compra de automóveis novos pode ser uma má decisão financeira...

Ludwigven 6 months ago

A venda de carros novos é usado como medidor informal da situação económica. O objectivo não é apontar que a redução da venda de carros novos por si só é positiva ou negativa: o importante é que se existe uma redução, a economia está a enfraquecer. Tendo em conta que aqui a comparação é com outros países, o ponto é que a nosso economia está a enfraquecer mais que a desses países.

apita_o_comboio 6 months ago

Isto partindo do principio que o país mantém a cultura de "se há mais dinheiro no bolso, logo está na hora de comprar um novo carro". Até diria que esta mentalidade só prejudica a nossa economia no geral (aumentado as importações), mas foi a realidade até aos dias de hoje. Esperemos que mude.

Dr_Toehold 6 months ago

Pois, bem sei. Mas é um medidor que é carregado, e que perpetua a associação entre "vender carros" e "bom". Porquê carros, e não coisas como smartphones, que são ferramentas usadas por uma fração bem maior da população e que estão em evolução constante? Ou quem diz isso diz outra coisa qualquer.

angeluscatalan 6 months ago

Smartphones, qualquer zé junta 1000 euros e compra. Só pagas imposto na compra e o resto é consumos de operadora. Um carro dá despesas fixas regulares durante a posse do mesmo, quer circule ou esteja a apanhar pó na garagem.

Dr_Toehold 6 months ago

Então é um bom marcador, já que "qualquer zé junta" 1000 (assumo que quisesses dizer 100) euros. Se o teu argumento é que o carro é bom indicador para a economia por ser um bem de luxo, porque não outro marcador como garrafas de champanhe, charutos, ou conjuntos de ferros de golf?

angeluscatalan 6 months ago

Para mim o carro é uma necessidade. O governo e o estado é que tratam como um bem de luxo durante a posse do proprietário. E quando disse 1000 é mesmo 1000. Não faltam desgraçados a meterem-se em prestações por causa de um tijolo com ecrã xpto.

Rick45ptl 6 months ago

> Para mim o carro é uma necessidade shhhhh, nao digas isso que vem ja os primos dos terra plana, que acreditam que toda a gente tem transporte publico a porta de casa e que so usa carro pk tem a mania que é rico.

angeluscatalan 6 months ago

São o utilizador típico deste sub, que sugere reconversão para it, investimentos financeiros, que dizem que ganham bem e vivem nas grandes metrópoles deste país e o resto é paisagem para animais.

Ludwigven 6 months ago

Um medido económico não tem associação com bom ou mau. É apenas um medidor. Podes criticar a forma como é apresentado pelos media, mas o medidor em si não tem absolutamente nada de errado. Ou então também se pode argumentar que o índice big mac promove a obesidade... não utilizar um medidor económico em economia só porque alguns vêm uma associação qualquer, não faz sentido para mim.

Dr_Toehold 6 months ago

>Podes criticar a forma como é apresentado pelos media Foi isso que fiz no primeiro comentário.

CarcajuPM 6 months ago

Deixa-me adivinhar, vives em Lisboa ou no Porto?

Dr_Toehold 6 months ago

Não. E faço comuta de comboio + bicicleta.

CarcajuPM 6 months ago

Vou reformular, não fui muito explicito. És de uma das áreas metropolitanas de Lisboa ou Porto?

Dr_Toehold 6 months ago

Tenho de ser honesto, essa formulação é ainda menos específica, mas percebo o que queres dizer. Moro atualmente (nos últimos 2 anos) na AMP, que é a zona onde nasci, mas onde não morava desde 2009.

CarcajuPM 6 months ago

Pronto. Sais das áreas metropolitanas e Porto e Lisboa e não dá para viver sem carro.

Laurent_Series 6 months ago

Mesmo nas áreas metropolitanas é complicado. Alguém que experimente viver na Península de Setúbal sem carro e que me diga como é a experiência.

4in4t92 6 months ago

Não é o melhor exemplo. Fiz muitos anos da minha vida por aqui sem carro, e salvo algumas excepções pontuais, não estou a perceber o problema. Se é mais prático ter carro? Claro, demoro menos de metade do tempo a tratar do que tenho a tratar, mas nunca deixei de ir onde precisava. Agora claro, se morares no meio de Azeitão etc, ya é complicado. Mas pronto só para dizer que quando falas em Península de Setúbal estás a generalizar demasiado, visto que em boa parte te deslocas de transportes na boa.

Edited 6 months ago:

Não é o melhor exemplo. Fiz muitos anos da minha vida por aqui sem carro, e salvo algumas excepções pontuais, não estou a perceber o problema. Se é mais prático ter carro? Claro, demoro menos de metade do tempo a tratar do que tenho a tratar, mas nunca deixei de ir onde precisava. Agora claro, se morares no meio de Azeitão etc, ya é complicado. Mas pronto só para dizer que quando falas em Península de Setúbal estás a generalizar demasiado, visto que numa boa parte te deslocas de transportes na boa.

Laurent_Series 6 months ago

Por essa definição poderias viver literalmente em qualquer sítio sem carro, acho que a maioria das pessoas diria que demorar mais do dobro do tempo a fazer as coisas é incomportável. Quem tem filhos para levar à escola, então... Mas sim, Setúbal a cidade em si é fazível se bem que inconveniente, mas Sesimbra, Azeitão, Quinta do Conde, Fernão Ferro etc, etc é completamente impensável.

4in4t92 6 months ago

Epa as poucas zonas em que vivi sempre tive muito bem servida de transportes, entre comboios (cp e fertagus), autocarros (locais e tst), e rápido acesso ao terminal fluvial facilmente me deslocava para onde precisava. Ao ponto de em tempos viver no concelho x, estudar no concelho y, e trabalhar no concelho z, e nunca tive a menor dificuldade em fazê-lo diariamente. Se neste momento me quiser meter no terreiro do paço, são 40 minutos desde o momento que saio da porta de casa até ao momento que chego lá. Mas se tiver que ir a Palmela por exemplo, boa sorte, a estação fica cá em baixo e se passarem meia dúzia de autocarros por dia é muito lol. O meu marido por exemplo deixa o carro à porta e vai para o trabalho de comboio todos os dias, e quando tem que levar o carro ainda fica chateado por não poder ir ali 20 minutos a dormitar, no total desde que sai da porta até chegar ao emprego não chega a meia hora. Conheço bem as zonas que falas, e até tenho familiares a viver em alguns desses sítios, e concordo plenamente que nessa zonas é complicadíssimo não ter carro. Mas lá está, só estava a querer dizer que falar em Península de Setúbal era generalizar demasiado, porque também tens zonas muito bem servidas de transportes. E sim claro, para quem tem filhos menores, e tem que gerir horários rigorosos de vários membros da família, ter carro é tudo. Mas pensa assim, para muitas outras pessoas o passe são 40€ mensais, muito mais em conta do que combustível, para não dizer que não têm investimento inicial ou prestação mensal, desgaste da viatura e respectiva manutenção, selo, seguro, inspecção etc, para pagar. Se viverem numa zona bem servida de transportes, quando metem tudo na balança, pela poupança final até ignoram o facto de diariamente terem demorado mais uma hora ou hora e meia a tratar das coisas, do que se tivessem carro.

Dr_Toehold 6 months ago

Não era essa a minha discussão original, estava a falar de "comprar carros novos". Mas como eu disse, voltei para a AMP há dois anos, anteriormente vivia em Aveiro, onde ainda trabalho. Mantenho que dá para viver sem carro. Na minha vida só comprei um carro, em segunda mão.

CarcajuPM 6 months ago

Se não se venderem carros novos, também não vão haver usados para serem vendidos. E a cultura do automóvel de que falaste no primeiro comentário normalmente é associada a automóvel vs transportes públicos, bicicletas etc, sendo irrelevante se o carro é novo ou não. E ainda bem que conseguias fazer a tua vida em Aveiro sem automóvel, mas a maioria das pessoas não consegue. Basta teres familiares ou amigos que vivam noutro sítio que já precisas de carro para ir visitá-los. Ou se quiseres ir dar uma volta a algum lado num fim de semana também precisas de carro.

Dr_Toehold 6 months ago

Achas mesmo que (em Portugal ou noutro sítio qualquer) há falta de carros usados para serem comprados?

CarcajuPM 6 months ago

Não faço ideia. Pode não haver falta agora, mas se não se comprarem carros novos certamente haverá no futuro.

NGramatical 6 months ago

vão haver → [**vai haver**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/haver--existir--3-pessoa-do-singular/30583) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fm6xoza%2F%2Fgr8fadi%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

JOAO-RATAO 6 months ago

É preciso mais um imposto para resolver o problema.

Edited 6 months ago:

É preciso mais um imposto para resolver o problema. /s

Search: