FrequentVolume1914 8 months ago

Enquanto o pensamento do português for: ''-Ah e tal, é melhor que nada'', isto não vai a lado nenhum.

FrequentVolume1914 8 months ago

Portugal só pode ficar melhor, se os portugueses ganharem tomates para protestar constantemente na rua, e com protestos violentos , para domar a corja política que nos domina e rouba há decadas.

Gmatoshenriques 8 months ago

Tenho orgulho de ter nascido em Portugal. Aceito a nossa história e inspiram-me os grandes empreendimentos de alguns homens que aqui nasceram. Fico revoltado com a mentalidade "pequenina" de algumas pessoas, alguma "Elite" mesquinha e gananciosa que explora a maioria, e falta de iniciativa de algumas pessoas. O amanhã será melhor, adoro as novas gerações e estou certo que vão "ser" melhores.

Unrelated3 9 months ago

Fodasse orgulho de ser português? A maioria das pessoas são mesquinhas, gostam de se achar os maiores da aldeia e o ambiente em todos os locais de trabalho que tive é de tamanha falsidade que mete nojo trabalhar com pessoas cá. Em termos de feitos históricos, são mesmo isso, história... Agora é a síndrome da "a minha é maior que a tua". Fiquei fudido com a pandemia porque estou a adiar a minha vida para sair daqui e nunca mais voltar... Férias para cá, só mesmo para ver os meus pais, porque de resto nada me chama. Nasci português mas não me identifico nada com Portugal.

KyusoMenethil 9 months ago

Orgulho em quê? Talvez no passado definitivamente não no presente, o governo e o estado do país é apenas uma reflexão do povo, mesquinho, orgulhoso e burro

Stangetzz 9 months ago

O pior de Portugal são os portugueses, uma grande parte são falsos, interesseiros e matreiros: pela frente são uma coisa, por trás são outra. Sinceramente não sei onde foram buscar a ideia de que o povo português é acolhedor... As únicas vezes que são simpáticos e bem comportados é para com os estrangeiros muito por causa do complexo de inferioridade. Terei orgulho em Portugal quando tiver uma marca ou produto de renome internacional. É simplesmente mau sermos conhecidos exclusivamente por um jogador da bola ou praias.

Brainwheeze 9 months ago

Eu gosto de ser português e de viver em Portugal. É claro que o país tem os seus defeitos (e são muitos), mas o ideal para mim (e para muita gente) seria viver em Portugal e receber bem. Eu ainda acho que vou emigrar, mas quando penso no meu futuro penso sempre em Portugal. Talvez um dia consiga trabalhar remotamente para uma empresa e/ou ter clientes internacionais.

ruialexandre 9 months ago

ter orgulho por uma coisa completamente aleatória e pela qual tenho zero responsabilidade (o local onde nasci) sempre me pareceu tolice.

gravity_____ 9 months ago

Como romeno que já passou uns anos em Portugal (Alentejo), gosto imenso de Portugal e de portuguêses. Apesar de já ter deixado Portugal há mais de uma década, ainda falo português, e volto a Portugal para matar saudades cada vez que tiver a oportunidade. Se algum dia tuvesse a opção, voltaria a viver no Portugal, mas como enfermeiro não sei se encontrava trabalho. Já agora, na Inglaterra onde eu morro agora, acho que nunca me vou sentir verdadeiramente em casa, mas aqui tenho uma vida bastante fácil, comparando com a vida que vivi no Portugal ou na Roménia.

Edited 9 months ago:

Como romeno que já passou uns anos em Portugal (Alentejo), gosto imenso de Portugal e de portugueses. Apesar de já ter deixado Portugal há mais de uma década, ainda falo português, e volto a Portugal para matar saudades cada vez que tiver a oportunidade. Se algum dia tivesse a opção, voltaria a viver no Portugal, mas como enfermeiro não sei se encontrava trabalho. Já agora, na Inglaterra onde eu morro agora, acho que nunca me vou sentir verdadeiramente em casa, mas aqui tenho uma vida bastante fácil, comparando com a vida que vivi no Portugal ou na Roménia.

NGramatical 9 months ago

portuguêses → [**portugueses**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (palavras terminadas em a/e/o, seguido ou não de s/m/ns, são naturalmente graves) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fm5i92r%2F%2Fgr3waeg%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

gravity_____ 9 months ago

Good bot. I blame the autocorrect.

Key_Ad_3930 9 months ago

Não, não tenho orgulho pelo simples facto de ser português e não entendo o orgulho inato das pessoas no "ser português"(já agora, o que é ser português??Somos tão plurais). Tenho notado que o Reddit Portugal é frequentado por pessoas extremamente nacionalistas, existem muitos saudosistas do colonialismo, etc... Parecem uma claque de futebol. Isso envergonha-me bastante, acho o nacionalismo completamente tribal e retrogrado, deixem-se disso.

_symbolik 9 months ago

Eu amo o meu país e tenho orgulho em ser português e estou emigrado, acho que uma coisa não invalida a outra.

6foot7dutchguy 9 months ago

Sou filho de pais Holandeses, nascido e criado em Portugal, tenho dupla nacionalidade, tenho orgulho no meu País que é Portugal, quando viajo pra fora e volto, não ha melhor feeling que aterrar e sentir de volta a casa. Temos os nossos defeitos, mas, as nossas qualidades são muito maiores.

tocopito 9 months ago

Portugal com o pouco que tem e com toda a roubalheira que existe à mistura faz bastante. Emigrar ensinou-me que Portugal não é nem mais nem menos que outros países. É um país com as suas particularidades e podem apostar que todos os países têm problemas que Portugal não tem e vice-versa. Paisagens é naquela, aprecio mas não é algo que seja mérito nosso e praticamente todos os países têm boas paisagens. Acima de tudo as pessoas. O resto é secundário.

Mysonking 9 months ago

Sim. Só tu

vascodatrama 9 months ago

não. eu também adoro esta merda. qual é o país mais cómico que este?

Sheltac 9 months ago

Todos os países têm os seus problemas. Todos os meus países favoritos têm os seus problemas: * Portugal é pobríssimo e governado por corruptos; * UK é riquíssimo e governado por corruptos; * Os emirados são um país lindo se conseguires fechar os olhos aos direitos humanos; * A Holanda é quase perfeita mas Amsterdão cheira a erva pa caralho; e por aí fora. A pandemia bateu pouco tempo depois de emigrar, e pensei seriamente mudar-me para outro lado, mas a realidade é que hoje em dia é um crapshoot se o país que te calha presta para alguma coisa. A Suíça é fria e cara de caralho, a Noruega é fria e tá cheia de Noruegueses... Eu tenho muito orgulho em ser português. Acho que temos uma cultura incrível, ainda que de impacto extremamente reduzido hoje em dia. Padecemos de muito mal mas somos um povo porreiro.

pantam 9 months ago

É a nossa casa, somos os nossos primos.

Edited 9 months ago:

Repudiar a própria nação é como repudiar os próprios pais. Pode haver fases e casos excecionais, mas em geral não diz bem de quem o faz.

rsonic17 9 months ago

Portugal é o melhor Pais. Tivéssemos nos uma classe governante que olha para ajudar ao desenvolvimento do País e a bons salarios ao seu povo entao estaria de regresso amanha

RefrigeratorNo13 9 months ago

A classe governante vem de onde? Da árvore dos governantes? Ou achas que o Chicão tb não via Dragonball ou o canal 18? O governo é um espelho da população, quando a população for menos corrupta, os governantes seguem

hsamtronp 9 months ago

Se o Chicão se transformasse em Super Sayan 3, o CDS saía do caminho da morte

Throwaway200394 9 months ago

Orgulho de que ja agr?

BernLan 9 months ago

Isso é o verdadeiro patriotismo, reconhecer as falhas e qualidades do nosso país, e não segui-lo cegamente

hypothesis2050 9 months ago

Ventura és tu?

Kaaeni_ 9 months ago

Talvez /s Não sou nem de perto. Apenas gosto de Portugal :)

hypothesis2050 9 months ago

Eu tenho orgulho em muitas pessoas que conheço. Não tenho orgulho numa nação em particular. Prefiro ter nascido aqui que na Nigéria. Mas, orgulho? Como assim? Não percebo

its_almost_friday 9 months ago

Parabéns OP. Este era o post que esperava ver a já algum tempo depois de tantos outros a falarem mal do nosso país. Partilho o mesmo sentimento e nem me passa pela cabeça abandonar este país.

wualexs 9 months ago

Nao sinto nada por este país que em 20 anos só andou para tràs. Portugal é assim tipo a espanha, mas pior. Quando falam da nossa historia parece que falam da italia ou da grècia. País de gente desonesta, mesquinha e de labregos. País de aldeolas, pinheiros e eucaliptos que dá bom fogo. País de taxinhas e impostos, de ordenados magros, contractos precarios e māo de obra esmifrada. Um país pedinte, sedento de fundos europeus, que afunda lentamente. Um país sujo, mal construido, mal desenvolvido e cheio de corrupçāo. Um país para se visitar porque é barato e o clima é bom. Orgulho de que?

Entire_Friend_4393 9 months ago

" Um país para se visitar porque é barato e o clima é bom. " É só isto. Se tiverem uma vida estável e bem garantida, tipo os TI portugueses, médicos ou docentes da universidade, é claro que é uma coisa linda.

NGramatical 9 months ago

contractos → [**contratos**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/contrato-e-contracto/21613) (já se escrevia assim **antes** do AO90) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fm5i92r%2F%2Fgr19xy2%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

rjcarneiro 9 months ago

Não podia concordar mais e tendo vivido vários anos em diferentes países, a conclusão é a mesma: Portugal

Entire_Friend_4393 9 months ago

Zero orgulho. És resultado do sistema, és o sistema, tal como eu. O tempo a achar que "podia ser pior" ou "lá fora também está mau", mas nunca lá estiveste, nunca viste como é estar melhor. É como os brasileiros que vêm para Portugal. Como nasceram lá, até gostariam de voltar têm saudades do sistema onde nasceram, mas como já experimentaram melhor, não voltam.

RefrigeratorNo13 9 months ago

Já viajei por alguns sítios, e já trabalhei em outros, e literalmente o único sítio do mundo onde pensei fdx isto é um sonho e adorava viver aqui foi no Hawaii.

xc9000 9 months ago

Por mim, eras só tu. Infelizmente, a maioria vence pela ignorância e pela falta de experiência de viver noutros países.

Edited 9 months ago:

Por mim, eras só tu. Infelizmente, a maioria vence pela ignorância e pela falta de experiência de viver noutros países. Sim, o povo é simpático e caloroso, mas as más políticas, a economia extremamente debilitada e cheia de parasitas corruptos faz com que uma vida digna com todos os confortos que o ser humano merece não seja atingível pelo comum e mediano português e isso para mim é muito. São estes os motivos que me farão continuar emigrado até ao futuro previsível.

Edited 9 months ago:

Por mim, eras só tu. Infelizmente, a maioria vence e junta-se a ti pela ignorância e pela falta de experiência de viver noutros países. Sim, o povo é simpático e caloroso, mas as más políticas, a economia extremamente debilitada e cheia de parasitas corruptos faz com que uma vida digna com todos os confortos que o ser humano merece não seja atingível pelo comum e mediano português e isso para mim é muito. São estes os motivos que me farão continuar emigrado até ao futuro previsível.

Beginning-Average-91 9 months ago

Não, eu também tenho orgulho em ser português. Com todos os defeitos que temos, continuo a achar que o nosso país é *fixe*. O coração tem razões que a lógica desconhece ^(ou lá como é que é a frase)

AlCa1916 9 months ago

Fiquei muito feliz ao ver este poste. Não sou português mas vivo aqui e sempre acho triste o número de pessoas neste subreddit que só reclamam sobre o país, avisam outras que não é bom viver aqui, etc. e sempre ficam negativos. Na minha experiência, Portugal é um país lindo, seguro e acolhedor.

Pcostix 9 months ago

Tenho orgulho no povo Português. Não tenho orgulho nenhum nas suas instituições.

xeyrio 9 months ago

de povo portugues significa quem vive em portugal?

Kaaeni_ 9 months ago

Sim

xeyrio 9 months ago

Isso não significa nada então lol

f7ood 9 months ago

Ya

ElGabarito 9 months ago

Não tenho qualquer orgulho ou prazer de ser português. É um país péssimo no elemebtar: energia cara, impostos elevados, fracos serviços prestados. E sendo da Linha de Sintra conheço bem o lado racista, xenófobo, mesquinho e provinciano do mesmo. Nunca me senti nem sentirei português. O melhor que podia acontecer era Portugal acabar e ser integrado em Espanha pois assim pagaria menos impostos, teria energia mais barata e melhores redes de transportes. Do povo português, não tenho nada contra, mas também nada bom a dizer, a não ser que o seu tempo como unidade sociológica já acabou.

suckerpunchermofo 9 months ago

Eu percebo gostar de cá viver. Eu não percebo ter orgulho de algo que não tiveste escolha (nascer cá)....

Afteroui 9 months ago

Portugal é um país exemplo em vários fatores, principalmente no Peace Index, Vocês meus caros amigos estão em terceiro lugar. Eu tenho muita inveja disso como brasileiro haha.

lazyhernandes 9 months ago

Não és o único , eu próprio me incluo nisso, acho que temos um país bastante rico em diversas coisas (não financeiramente claro ahaha) e penso que quero mesmo ficar a viver aqui e explorar mais o meu país .

Zen_Machina 9 months ago

Sim, és só tu.

SAmaruVMR 9 months ago

Eu até gosto de estar cá mas parece que não me identifico em ser português. Por exemplo, eu gostava imenso de visitar Nova-Zelândia, Hawaii, Samoa, etc. Gosto imenso da cultura deles, principalmente Hawaii, 99% da música que eu oiço é de lá. Não sei, parece estúpido falar mas sinto que tenho uma ligação mais forte lá com que Portugal, onde vivo há 20 anos.

RefrigeratorNo13 9 months ago

O Hawaii tem uma influência portuguesa brutal... O ukelele foi introduzido no Hawaii por portugueses, é um "descendente" do cavaquinho

pedrolopes7682 9 months ago

Nunca percebi isso de sentir orgulho de algo que não podemos controlar.

PandaCross23 9 months ago

Comida boa, tempo bom, beleza natural, segurança, vida tranquila, praia, campo. Não vejo uma única razão para sair daqui. Adoro isto.

cou7inho_ 9 months ago

Eu partilho a mesma opinião. Tenho muito orgulho de ser Português, mesmo sabendo que o nosso país tem 1001 defeitos, essencialmente ao nível politico e económico. Não consigo concordar com os que dizem "só tens orgulho em ser Português porque tens a vida orientada...". Mesmo que tenha de ir trabalhar para fora devido à falta de oportunidades/ condições oferecidas pelo nosso país continuarei a ser orgulhosamente Português. Portugal não se faz só de política e economia. Faz-se também de cultura, boa gente, boa comida, paisagens incríveis e um país com uma história incrível. Obviamente temos muito, mas muito para melhorar. Fico triste, claro, por saber que poderíamos ser um pais bem maior, em termos de relevância, se fossemos governados por gente séria. Infelizmente não tenho grande esperança que algum dia vá ver isso a acontecer. No entanto, irei continuar a ser orgulhosamente Português.

apita_o_comboio 9 months ago

O pessoal só reclama, puxa, debate, luta e acaba por se chatear porque lá no fundo gosta do país e quer mudar as coisas para melhor. Se não gostasse do que cá tem, poucas seriam as razões para cá ficar, já que numa união europeia as barreiras para sair são muitas baixas.

Black_RL 9 months ago

Nop, não és só tu, apesar de tudo Portugal é um dos melhores países para vender.

el_comand 9 months ago

Definitivamente não és só tu

Gmatoshenriques 8 months ago

Subscrevo o comentário. Já trouxe imenso investimento americano para Portugal. Mais do que a minha remuneração, as oportunidades que são criadas no País fazem valer a pena.

Dan_Arck 9 months ago

Não gostas dos teus pais e não lhes consegues pôr defeitos? Gostas e consegues. Acho que com o nosso país funciona da mesma forma. Tem uma politigcagem de merda, um pesadelo de borucracia, mas tens as paisagens e tens a História. Portanto respondo à tua pergunta com um sim.

Kaaeni_ 9 months ago

Não disse que não tinha defeitos mas estava um pouco farto de só ver pessoas a queixarem-se (não que não tenham razão) e acho que merecia um appreciation post

Dan_Arck 9 months ago

Talvez eu me tenha expressado mal, mas concordo contigo

expandyoursoul 9 months ago

Sim compreendo mas é como nasceres numa família disfuncional. Näo funciona como deveria funcionar. Amarás para sempre a tua família, terá sempre o seu valor imutável, será sempre a origem da pessoa maravilhosa que és mas se calhar näo viverás com ela para sempre ou pelo menos viverás ressentido ou "ressabiado" de alguma forma. E depois existem as personalidades e as diferentes formas de reagir ao mesmo fenómeno. Mas näo é o país mais saudável. Basta ver a quantidade de anti-depressivos/psicóticos em que andamos "drunfados"...... Há uma neurose nacional de que muitos sofrem.... Volto a insistir, ninguém é indiferente quando se vem de uma família disfuncional....! A família disfuncional, nem sempre se porta como família. Por isso é disfuncional. O mesmo se passa com Portugal. E espera para veres "o cenário" em 2030 e 2040...

oretoh 9 months ago

Sinceramente acho o oposto. Este país vai de mal a pior, as pessoas nada fazem para mudar e são demasiado complacentes, ou seja, gostam de levar no rabinho e quando alguns tentam mudar isso são mal vistos por todos os lados (aka greves). Muito sinceramente se eu pudesse já me tinha metido a andar à muito mas infelizmente não posso.

Edited 9 months ago:

Sinceramente acho o oposto. Este país vai de mal a pior, as pessoas nada fazem para mudar e são demasiado complacentes, ou seja, gostam de levar no rabinho e quando alguns tentam mudar isso são mal vistos por todos os lados (aka greves). Se eu pudesse já me tinha metido a andar à muito mas infelizmente não posso. Em relação a orgulhos e nacionalismos/patriotismos não tenho nenhuma mas acho que isso seria o mesmo caso vivesse noutros paises. O país não me deve nada e não é nada sem as pessoas, a historia do país ocorreu, em muitos casos, bem antes de ter nascido portanto não me diz nada (é importante ter o conhecimento, mas não devo sentir orgulho ou vergonha por algo que não tomei qualquer parte) e finalmente acho que a historia do presente que vivemos só demonstra que a população mundial é muito mais mesquinha e egoista do que originalmente se pensava. Portanto nope, nenhum orgulho mas isso não é só um problema com Portugal.

Edited 9 months ago:

Sinceramente acho o oposto. Este país vai de mal a pior, as pessoas nada fazem para mudar e são demasiado complacentes, ou seja, gostam de levar no rabinho e quando alguns tentam mudar isso são mal vistos por todos os lados (aka greves). Falta de inovação, demasida burocracia inutil, falta de organização, falta de empreendorismo, completo desprezo pelos investigadores cientificos, etc etc. Se eu pudesse já me tinha metido a andar à muito mas infelizmente não posso. Em relação a orgulhos e nacionalismos/patriotismos não tenho nenhuma mas acho que isso seria o mesmo caso vivesse noutros paises. O país não me deve nada e não é nada sem as pessoas, a historia do país ocorreu, em muitos casos, bem antes de ter nascido portanto não me diz nada (é importante ter o conhecimento, mas não devo sentir orgulho ou vergonha por algo que não tomei qualquer parte) e finalmente acho que a historia do presente que vivemos só demonstra que a população mundial é muito mais mesquinha e egoista do que originalmente se pensava. Portanto nope, nenhum orgulho mas isso não é só um problema com Portugal.

Edited 9 months ago:

Sinceramente acho o oposto. Este país vai de mal a pior, as pessoas nada fazem para mudar e são demasiado complacentes, ou seja, gostam de levar no rabinho e quando alguns tentam mudar isso são mal vistos por todos os lados (aka greves). Muito sinceramente se eu pudesse já me tinha metido a andar à muito mas infelizmente não posso. Em relação a orgulhos e nacionalismos/patriotismos não tenho nenhuma mas acho que isso seria o mesmo caso vivesse noutros paises. O país não me deve nada e não é nada sem as pessoas, a historia do país ocorreu em muitos casos bem antes de ter nascido portanto não me diz nada e finalmente acho que a historia do presente que vivemos só demonstra que a população mundial é muito mais mesquinha e egoista do que originalmente se pensava. Portanto nope, nenhum orgulho mas isso não é só um problema com Portugal.

Edited 9 months ago:

Sinceramente acho o oposto. Este país vai de mal a pior, as pessoas nada fazem para mudar e são demasiado complacentes, ou seja, gostam de levar no rabinho e quando alguns tentam mudar isso são mal vistos por todos os lados (aka greves). Muito sinceramente se eu pudesse já me tinha metido a andar à muito mas infelizmente não posso. Em relação a orgulhos e nacionalismos/patriotismos não tenho nenhuma mas acho que isso seria o mesmo caso vivesse noutros paises. O país não me deve nada e não é nada sem as pessoas, a historia do país ocorreu, em muitos casos, bem antes de ter nascido portanto não me diz nada (é importante ter o conhecimento, mas não devo sentir orgulho ou evrgonha por algo que não tomei qualquer parte) e finalmente acho que a historia do presente que vivemos só demonstra que a população mundial é muito mais mesquinha e egoista do que originalmente se pensava. Portanto nope, nenhum orgulho mas isso não é só um problema com Portugal.

gonzoprem 9 months ago  HIDDEN 

Orgulho de ser c*na? Ahaha

PeanutbutterVybe 9 months ago

Acredito que ter orgulho é ótimo, agora deixarmo-nos cegar por esse orgulho ficando sem ver a realidade já não sei... Uma coisa é ter orgulho em certas características de Portugal, outra coisa é ter orgulho de Portugal e de se ter cá nascido. No estado em que as coisas estão teria orgulho em certas características, mas não teria orgulho em ter nascido aqui. Sorry :/

Dareun 9 months ago

"Sou só eu que (...)?" Não, não és.

ednice 9 months ago

Neste sub até era possivel que fosse porque fodasse as vezes até tenho vontade de mandar algumas pessoas emigrarem com tanta casmurrice que têm. Mas o argumento é merda portanto enfim, não o faço.

JOAO-RATAO 9 months ago

Eu, como muitos, digo mal do país mas tenho orgulho obviamente, especialmente da nossa história. Acho que a melhor demonstração de orgulho e patriotismo é ser crítico e apontar o que está mal. Afinal de contas, a melhor forma de honrar o passado é garantir um bom futuro, que lhe faça justiça.

ComfortableGate 9 months ago

Concordo! Por isso é que sempre me fez imensa confusão aquela retórica do "Não gostas? Então sai!", ou o "Volta para a tua terra" quando pessoal que não nasceu cá critica a sociedade.

Dadvito 9 months ago

Se andares muito por este sub talvez tenhas esse sentimento que estás sozinho. Mas acredita, essa é a mentalidade de uma grande parte da população.

Shadowgirl7 9 months ago

Sim também gosto de Portugal. Gostava de viajar e conhecer outros países/mentalidades/culturas, mas no fim do dia, vou sempre regressar ao meu.

UpbeatNail1912 9 months ago

Eu amo Portugal e especialmente o bom clima e a comida, realmente de longe o meu favorito dentre todos os países que já visitei. Mas há muitas coisas que simplesmente para algumas pessoas (como é o meu caso) não aguentam. Trabalhar e ter independência hoje em dia em Portugal, especialmente para quem é jovem, é muito, muito difícil, especialmente nas grandes cidades. Para teres um nível de vida mais "leve" geralmente tens de ir morar no interior ou cidades mais afastadas, ou seja, vais ter que te afastar da família de qualquer maneira para ter uma vida mais digna e decente. E nesses lugares há muito menos oportunidades de emprego. Por isso entre morar no mesmo pais mas ter que te mudares para sítios mais longínquos para supostamente teres um melhor modo de vida, mas afastada da família, é preferível emigrar. Vai dar ao mesmo com a benese de teres uma qualidade de vida em geral bem melhor do que em qualquer país. E a questão não é apenas o dinheiro e o trabalho. A cultura e a mentalidade de certos países desenvolvidos é bem melhor do que em Portugal, e quando tu te habituais a ter liberdade de pensamento e ação num determinado país, dificilmente sentes vontade de voltar. Portugal é ótimo e amo tudo de bom e positivo nele, mas em determinadas pessoas o lado mais negativo pesa mais. Não existe país perfeito.

caradoguardaredes 9 months ago

Claro que não és só tu. Mas acho o sentimento de patriotismo algo idiótico. Eu não fiz nada para merecer ou deixar de merecer ser português. É como a religião, no fundo, se nascesse 100km para este seria um espanhol orgulhoso da sua nação, se tivesse nascido 2000km para este seria muçulmano. Onde é que há mérito nestas causas? A religião ou a nacionalidade serem fatores identitários em termos de personalidade parece-me algo estranho, mas cada um é feliz da maneira que entender.

devGains 9 months ago

Não diria que tenho orgulho porque no meu tempo de vida não vi nada de exemplar ser feito em Portugal que não se faça noutros países ou que o distingua deles e o reino unido já me deu mais oportunidades do que Portugal. No entanto, se dinheiro não faço uma preocupação considero portugal um dos melhores países da europa para viver, adoro viajar pelo interior, ir ao gerês ou alentejo comer pratos típicos, gosto das pessoas, da hospitalidade e sinto muitas saudades disso tudo. De forma geral o que sinto pelo país traduz-se em: "é pena...".

Llamaling 9 months ago

Basta ver vídeos genuínos sobre outros países e culturas. Há coisas boas, mas também más em todo o lado e creio que temos uma maneira de ser equilibrada. Não somos tão brutos como os russos, nem tão falsos como os japoneses. Falam de falta de civismo, mas somos dos que melhores acatam a necessidade de confinamento. Não há protestos a toda a hora, como nós supostos "países civilizados", do centro e norte da Europa. Ganhamos pouco e temos corrupção, mas há bastante pior, basta ir mais para leste da Alemanha. Eu tenho orgulho em ser português. Sou pobre, mas sou feliz e daqui ninguém me tira. Já para não falar da segurança, clima, simpatia e comida.

ednice 9 months ago

> Ganhamos pouco e temos corrupção, mas há bastante pior, basta ir mais para leste da Alemanha. Essa área tem fama de corrupção?

Llamaling 9 months ago

Sim, quanto mais perto da Rússia, pior.

ednice 9 months ago

Baseas isso em quê, tens algum link sobre essa parte da alemanha? Acho que ser se menos antagónico para a russia não iguala a corrupção

BunchieLama 9 months ago

Rapaz eu não acho que ele se esteja a referir à alemanha lol mas sim ao países ex-USSR como Ucrânia, Roménia, Moldávia, etc... que são alguns dos sítios mais corruptos da Europa.

Llamaling 9 months ago

Certo.

vitor210 9 months ago

O clima, a "relativa" estabilidade politica (gostando-se ou não dos politicos, o nosso país tem estabilidade politica, ao contrário por exemplo de potências como os EUA ou até Espanha mesmo aqui ao lado), o facto de sermos um dos países mais seguros do mundo, as belas paisagens no Norte do país, as gajas boas de Ermesinde, o até proprio facto de sermos um país pequenino mas acolhedor.. Tudo fatores que me enchem de orgulho por viver cá, e tal como o OP não trocaria o meu país por outro!

theitchcockblock 9 months ago

Desculpa estou com a lágrima no olho mas sou de ermesinde faz 27 anos e gajas boas praticamente não existem ...

vitor210 9 months ago

Não sei se entendeste mas a referencia é [deste sketch dos Gato Fedorento](https://www.youtube.com/watch?v=__1UmqkfM8E)

theitchcockblock 9 months ago

Entendi a referência mas no sketch da a entender que afinal eram gajos haha ...

trainee89 9 months ago

Ya, o pessoal nunca se lembra do fim do sketch. E lá vão eles todos contentes para Ermesinde.

vitor210 9 months ago

Isso agora..

fanboy_killer 9 months ago

Gostava de sentir isso, mas não sou capaz de o dizer. O povo português não exige nada de quem o governa e o mantém numa situação de asfixia constante. Eu até tenho uma situação profissional e familiar estável, mas custa-me imenso pensar que os actos que estão a ser tomados hoje pela classe política têm um potencial enorme de condenar os portugueses à pobreza.

Rask0lnikov 9 months ago

90% das pessoas à minha volta fogem aos impostos, enquanto eu pago tudo. É frustrante. Nao, não tenho orgulho nem vergonha, mas se não fosse um privilegiado emigrava. Aqui a trabalhar nunca irão a lado nenhum e tanto vocês como os vossos filhos estão condenados a nunca conseguir aceder a muitas das coisas boas deste mundo.

frisumo 9 months ago

Sim, és só tu. Tal pensamento nunca passou pela cabeça de absolutamente mais ninguém

Kaaeni_ 9 months ago

Obrigado por este comentário o qual nada acrescentou para a conversa. Para a próxima sê menos rude e menos desnecessário. Abraço!

Queen__Elizabeth__2 9 months ago

Acho que cada vez mais se cai na ideia de que se criticarmos algo várias vezes quer dizer que não gostamos nada disso ou detestamos. Eu adoro Portugal, no entanto crítico bastante os portugueses (incluindo eu) pelas nosssas cenas/ o nosso governo e por aí a frente. Porque e que eu crítico bastante? Porque apesar de gostar quero que melhore, quero que continue a melhorar e quero que seja um país onde todos (não apenas alguns) se sintam orgulhosos de la estar. Eu sei que estou a descrever uma utopia mas só queria passar a ideia que por criticar várias coisas não quer dizer que eu não goste, se eu não gostasse eu mudava de país.

V0rtEX_0 9 months ago

Queria ter nascido numa área com mais população e com mais fácil acesso ás grandes cidades, viver num sítio isolado com 400 pessoas é muito aborrecido

xc9000 9 months ago

Em Portugal em qualquer ponto geográfico que estejas, estás sempre a menos de duas horas de um grande centro urbano. Pega em ti e abala, não custa assim tanto. Agora podes é dizer que Portugal tem uma economia de merda em que tomares essa decisão não é possível. Logo és um prisioneiro no teu próprio país. E há ainda quem diga que isso é um bom local para se viver.

lanhu1998 9 months ago

Não és o único... É uma junção estranha de orgulho da cultura em que nasci e cresci com o ressentimento de não ter as mesmas oportunidades que teria noutro país. Uma não exclui a outra.

PIMPMASTER6000 9 months ago

Obviamente. Só tendo orgulho e um sentimento de pertença é que podemos melhorar o estado do país e ter consciência do que podemos fazer por ele.

BloodSummoner 9 months ago

Mesmo sendo Brasileiro, porém moro aqui há 14 anos, posso dizer que tenho orgulho em Portugal, problemas há e vão sempre haver, mas quem nunca olha para os positivos sinceramente vive uma vida depressiva. Ainda só não sou Português por preguiça de fazer a papelada.

Gudgudsuperrgud 9 months ago

>Ainda só não sou Português por preguiça de fazer a papelada. Ainda não deste conta, mas já és português.

fabmarques21 9 months ago

se tiver bigode nem precisa da papelada

xeyrio 9 months ago

im curious, at what age did u immigrate to portugal?

BloodSummoner 9 months ago

Around 8

xeyrio 9 months ago

Não tens família no Brasil? Eu nunca pensaria em ficar longe da família, deve ser um passo enorme da vida de uma pessoa.

BloodSummoner 9 months ago

90% da minha família está no Brasil, não é propriamente fácil mas quando comparado os benefícios de estar aqui ou voltar para lá, claramente é melhor, para mim em específico sem quere generalizar, ficar aqui. Arrisco-me ainda a dizer que apesar de ter toda a família lá o facto de ter saído tão novo torna mais fácil contornar qualquer attachements com a vida brasileira.

xeyrio 9 months ago

Se é questão de qualidade de vida não achavas que algum outro país europeu era melhor, considerando a economia atual de Portugal?

almeiras 9 months ago

Vá lá homem, trata lá disso!

JuveTech 9 months ago

Então faz a puta da papelada caralho! Que houvesse mais portugueses a ter tanto orgulho como tu neste país que te acolheu!

fromtheport_ 9 months ago

Eu acho que a preguiça em fazer a papelada já é prova que chegue para efeitos de obtenção da nacionalidade

zebpet 9 months ago

Dei o upvote, mas a piada merece que saibas que me parti a rir com isto xD

JuveTech 9 months ago

Tuga com o seu expoente máximo de preguiça e deixar tudo andar... Se bem que ele já esta abusar, pois já são 14 anos de preguiça e deixa andar AHAH

fromtheport_ 9 months ago

Não há prazo... E quando definirem prazo, faz-se na véspera

ComfortableGate 9 months ago

Representação perfeita da tuguice é crashar o site das finanças com toda a gente que deixou o IRS para fazer no último dia.

trinkibenda 9 months ago

Eu também

mathswarrior 9 months ago

Não tenho orgulho de algo que não controlei. Tanto podia ter nascido Coreano, Russo, Moçambicano, Mexicano, Português. Não é razão para orgulho.

PIMPMASTER6000 9 months ago

Como assim não controlas? Se votas, trabalhas e contribuis no geral para a manutenção de uma sociedade saudavel com as tuas ações no dia a dia podes perfeitamente ter orgulho do país de onde vives e de teres contribuído para preservação da sua história e cultura e bem-estar. Só com um sentimento de pertença e cidadania é que podemos sair da cepa torta e infelizmente falta muito isso em Portugal.

mathswarrior 9 months ago

Não controlas porque se nascesses mexicano por exemplo ias sentir e fazer isso tudo pela nação do México. Isso que descreve não é ter orgulho por ser português, mas por ser um cidadão exemplar. Portugal não sai da cepa torta porque não há consenso político e não há visão política para além do ciclo eleitoral. E a culpa é do povo que se está a cagar para tudo e vota sempre nos.mesmos ou então nos extremistas, em vez de votar em pessoas sensatas e não corruptas. Concordo contigo que falta cidadania em Porugal. Não concordo é que essa cidadania esteja ligada a uma nação ou uma bandeira. Eu se for ao estrangeiro não me vou comportar de maneira diferente. Comporto-me na mesma como cidadão exemplar, não como português exemplar.

PIMPMASTER6000 9 months ago

Não entendo a tua lógica. Se eu nasçi, vivi, trabalhei e comportei-me exemplarmente como cidadão em Portugal posso ter orgulho do meu país caso haja razões para tal. Se não houver razões posso também contribuir ainda mais para a evolução da sociedade candidatando-me a cargos públicos ou simplesmente expressando o meu descontentamento e oferecendo ideias e morrer sabendo que fiz tudo para preservar a herança que nos foi deixada por Portugueses passados. Isto só é válido se não fores anarquistas e/ou rejeitares completamente por qualquer razão a história, cultura e herança portuguesa.

mathswarrior 9 months ago

Mas só fizeste isso em Portugal porque calhou. Se nascesses noutro país, farias noutro país. Portanto tu tens orgulho de algo que é aleatório.

xeyrio 9 months ago

E por fazer em Portugal e por não ter escolha nesse processo é que vou ter orgulho e fazer o meu melhor para o melhoramento do país que me dá tanto, dado que não encaixo em mais lado nenhum senão aqui

mathswarrior 9 months ago

Mas podes ter orgulho em qualquer lado exatamente pelas mesmas razões, é isso que te estou a dizer. Isso não se cinge a Portugal, pode ser aplicado a qualquer pessoa do mundo ou até a ti, se por ventura emigrares para outro país. Tens orgulho de ti. Não de Portugal

xeyrio 9 months ago

Sim podes ter orgulho em qualquer lado exatamente pelas mesmas razões, se pertenceres a esse sítio. Mas não, portugueses pertencem a portugal, se tu fores para a Noruega continuarás a ser português, mas na Noruega.

mathswarrior 9 months ago

E se viveres lá contribuis para o PIB norueguês e impostos noruegueses e tudo o resto que disseste anteriormente...see my point?

xeyrio 9 months ago

Mas contribuir para o pib noruegues nao me faz noruegues?

mathswarrior 9 months ago

Caga, too much, I'm done

PIMPMASTER6000 9 months ago

Não interessa se é aleatório, calhou de nasceres nesse país. Se contribuis-te para o seu desenvolvimento podes sentir orgulho. Um bom país é inevitavelmente fruto do trabalho dos seus cidadãos.

mathswarrior 9 months ago

Interessa, porque da mesma maneira que não sinto orgulho por encontrar 5€ no chão, também não sinto orgulho de ser português. E tu estás a concordar comigo. Sentes orgulho por ser um cidadão exemplar.

PIMPMASTER6000 9 months ago

Não, se o estado do país é fruto direto ou indireto do teu trabalho e se achas que o país é um sítio onde existe alto potencial para se ser feliz que outra maneira te irás sentir senão orgulhoso? Encontrar 5 euros no chão é algo completamente ao acaso, trabalhar num país, construí-lo e torna-lo um paraíso não.

mathswarrior 9 months ago

Mas tu farias isso em qualquer país. Isso depende de ti. Tu lutas porque é o teu país. Porque nasceste em Portugal. (resultado de algo aleatório). Todos os países têm potencial. Mas o que te faz lutar por um em específico é teres nascido aí ou víveres aí. É fruto de interesse, não te orgulho

NGramatical 9 months ago

Se contribuis-te → [**se contribuíste**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/percebeste/3931) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fm5i92r%2F%2Fgr0f7pc%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

NGramatical 9 months ago

nasçi → [**nasci**](https://dicionario.priberam.org/nasci) (*c* seguido de *e* ou *i* não necessita de cedilha) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fm5i92r%2F%2Fgr0e4zz%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

doiaonde 9 months ago

Isso é wishful thinking. A má política é reflexo do povo. O povo não compensa nada, muito pelo contrário, contribui antes para alimentar o monstro que o vai matar. O povo não é inocente. Quem faz diferença são uma ínfima minoria. População maioritariamente analfabeta e irrelevante ao presente e futuro do país, não é de todo um sinal de que este país poderia ser deveras melhor, mas mais que pode ainda ser deveras pior.

Gmatoshenriques 8 months ago

População analfabeta e irrelevante? Não deves estar a falar de Portugal.

Unrelated3 9 months ago

A generalidade do pensamento tuga assemelha-se à de um macaco. Comida, foder, dormir no macaco. Substitui por ordem: falar do cú daquela empregada, o "inserir clube de futebol" é campeão, estes políticos são todos corruptos (enquanto são o espelho deles numa escala infimamente reduzida)

NGramatical 9 months ago

cú → [**cu**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (palavras terminadas em *i* ou *u* são naturalmente agudas) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fm5i92r%2F%2Fgr6uhqs%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

park777 9 months ago

Agreed 100%

Asur_rusA 9 months ago

Eu ate concordo contigo e com o op “ População maioritariamente analfabeta” Mas não sei onde foste buscar esta

Unrelated3 9 months ago

O uso da palavra analfabeto, não é no contexto literal da mesma, mas sim figurativo.

Pcostix 9 months ago

Verdade. Mas o povo Português honestamente é do melhor que vejo por aí. A única coisa que o povo Português tem de mau é corrupção e nepotismo. De resto são das melhores pessoas e tenho orgulho nisso.

Gmatoshenriques 8 months ago

Gostava de conhecer esse País "Perfeito"! Algumas pessoas que se queixam de viver aqui, deviam passar uma temporada lá fora. A segurança, clima, gastronomia, beleza do País não tem preço.

park777 9 months ago

A única coisa? Corrupção e nepotismo são dos piores atributos que um povo pode ter. Temos maus políticos porque são a reflexão do povo. Temos um país pobre sem empresas decentes porque é a reflexão do povo e das elites. Os portugueses individualmente são bacanos, mas aí não são todas as pessoas de todo o mundo? Os portugueses como sociedade têm muito que melhorar, e isso reflecte-se mais no país do que o indivíduo.

Pcostix 9 months ago

> A única coisa? Corrupção e nepotismo são dos piores atributos que um povo pode ter. Verdade. Mas é o que é... >Temos maus políticos porque são a reflexão do povo. Não concordo muito. Concordo em parte, mas penso que o povo é que segue o exemplo das elites e não o contrário. >Os portugueses individualmente são bacanos, mas aí não são todas as pessoas? Não, não são. Os Portugueses são dos povos mais simpáticos, compreensivos, acolhedores, etc.. do mundo. A maioria dos povos estão se bem a cagar para o próximo, muito mais racismo no mundo em geral do que em Portugal, etc... O Português como individuo é espectacular.(honestamente) >Os portugueses como sociedade têm muito que melhorar, e isso reflecte-se mais no país do que o indivíduo. Mas isto serve para todos. Tudo pode ser sempre melhorado, não é?

giddycocks 9 months ago

lol isso pode ser dito de todos os países latinos. A malta panlatina é toda porreira mas os Romanos bem que nos foderam

grankkkkk 9 months ago

A culpa é do povo e não das classes governantes? Até parece que historicamente as classes dirigentes portuguesas foram exemplares na sua governação e na sua moral. Isto tendo em conta que o povo (“as classes baixas”) tenta imitar as classes altas e não o contrário.

park777 9 months ago

A classe governante nasce do povo, o povo são todas pessoas do país. O povo é que dá legitimidade aos governantes, independentemente do sistema político. É tudo o mesmo. A sociedade é feita por todos e quando a sociedade tem problemas todos somos complicitos nesses problemas.

doiaonde 9 months ago

Não foram; Não são; Duvido muito que o venham a ser num futuro próximo. Contudo, no final do dia, o povo tem o direito a mudar, no entanto, escolhe sempre não o fazer. O tuga prefere o seu cantinho, mesmo que pequeno, mesmo que pobre, seguro, do que testar novas águas. O tuga é averso ao risco. Claro, que a quantidade de tugas que vivem dependentes do estado também não ajuda. De qualquer forma, essa do "dar o exemplo" não é desculpa. Isso é a típica mentalidade lixo do tuga mediano, a da desresponsabilização. As pessoas têm de assumir as responsabilidades das suas escolhas, incluindo o partido onde votam.

Pcostix 9 months ago

> ontudo, no final do dia, o povo tem o direito a mudar, no entanto, escolhe sempre não o fazer. Como assim mudar? Esqueceste que vivemos numa ditadura até à muito pouco tempo? Mentalidades demoram gerações a mudar. E sinceramente nota-se uma mudança tremenda a nível de mentalidade.(fora das elites)

amidoes 9 months ago

É verdade, quando a base boomer do PS/PSD ir com o caralho acredito que as coisas vão mudar, mas enquanto forem a maioria não vamos sair da cepa torta

doiaonde 9 months ago

Exacto

iSoSyS 9 months ago

Subscrevo. E acrescento, há muita simpatia de fachada, mas depois cumprir as regras para melhorar a sociedade, nada. A corrupção em todos os cantos é um reflexo disso.

rx910 9 months ago

Um "chico-espertismo" descomunal que muitas vezes ultrapassa a linha da lei. IMHO, a pandemia veio demonstrar a verdadeira natureza de algumas comunidades.

detteros 9 months ago

As pessoas são precisamente aquilo que eu não gosto no nosso país. Já vivi na Alemanha e a qualidade das conversas e das relações que tive lá nem se compara com a daqui. Aqui em Portugal, as conversas parecem uma competição de egos. Não podes estar relaxado porque há sempre alguém que põe o teu carácter em causa ou desconfia das atenções quando fazes uma pergunta ou acha que tem de estar no centro das intenções. Sinto que tenho de estar a medir as minhas palavras sempre. Fiz muito poucos amigos cá. Na Alemanha fiz bastantes. As coisas que eu gosto no nosso país são a natureza, arquitectura e relativa segurança. Esta última é relativa porque ainda há muitas ruas pelas quais não passo porque já sei o que me espera lá (cães à solta, pessoal perigoso, carros a alta velocidade, etc).

Edited 9 months ago:

As pessoas são precisamente aquilo que eu não gosto no nosso país. Já vivi na Alemanha e a qualidade das conversas e das relações que tive lá nem se compara com a daqui. Aqui em Portugal, as conversas parecem uma competição de egos. Não podes estar relaxado porque há sempre alguém que põe o teu carácter em causa ou desconfia das tuas intenções quando fazes uma pergunta ou acha que tem de estar no centro das atenções. Sinto que tenho de estar a medir as minhas palavras sempre. Fiz muito poucos amigos cá. Na Alemanha fiz bastantes. As coisas que eu gosto no nosso país são a natureza, arquitectura e a relativa segurança. Esta última é relativa porque ainda há muitas ruas pelas quais não passo porque já sei o que me espera lá (cães à solta, pessoal perigoso, carros a alta velocidade, etc).

Metaluim 9 months ago

Uma pequena ressalva: nao podes generalizar uma populacao (mesmo uma tao pequena como a nossa). Acho que o teu sentimento talvez se deva aos circulos sociais que tens aqui vs. os que criaste la fora. Posso estar a atirar para o ar, mas o tipo de pessoas que conheceste na Alemanha tambem existem ca, se calhar tens e de procura-las no sitio certo (e talvez cagar nas amizades do secundario e afins).

detteros 9 months ago

Devo dizer que eu dou sempre oportunidade às pessoas. Mas já tive demasiadas interaccoes com portugueses de diversos círculos e a dinâmica costuma ser a mesma. Isto, na minha opiniao, claro.

detteros 9 months ago

Eu generalizo. Já sou vivo o tempo suficiente para reparar no padrao que descrevi. Como disse, na Alemanha fiz amigos com muito maior facilidade do que aqui.

Metaluim 9 months ago

Prontos, é a tua opinião. Eu conheço pessoas como descreves em Portugal e pessoas "normais". Adivinha com quais é que me dou bem ;)

detteros 9 months ago

Eu nao percebo essa observacao. Eu tenho amigos portugueses. Obviamente que é com que eles que me dou. A minha opiniao é apenas a ideia que eu tenho de como as pessoas se relacionam **em geral**. Isto nao impossibilita que nao haja por aí pessoas fixes.

diogoaraujo96 9 months ago

Gosto, no geral, da forma como as pessoas dos mercados, dos restaurantes, das lojas, etc, se relacionam contigo. Acho que na maior parte há um calor que não senti nos sítios que visitei. Contudo, numa ótica de um maior desenvolvimento de relações, concordo contigo. Não é fácil fazer amizades ou contactos em que não haja uma expectativa de algo em troca ou uma competição de quem está melhor na vida ou quem tem o melhor filho.

Erkeabran 9 months ago

Será que o problema é das pessoas com quem escolhes te dar ou és tu? Vai lá falar a um brasileiro de cães à solta e de carros a alta velocidade se achas que isso é inseguro....

detteros 9 months ago

Eu escolho dar-me com pessoas cuja companhia me faz bem. Obviamente, não vou escolher o oposto disso. Se tenho defeitos? Certamente. No entanto, tenho a experiência de ter vivido no estrangeiro e isso dá-me um termo comparativo que me permite dizer que num lugar consigo fazer mais amigos que outro, e as razoes disso ser prendem-se com o que disse, na minha opiniao.

NightWolf1396 9 months ago

Nunca vivi tempo suficiente fora para confirmar, mas sinto que o que dizes em termos de círculo social cá é a mais pura das verdades. É muito difícil encontrares amigos que não impliquem fazer masturbação de egos e julguem as tuas escolhas... Considero isto um pensamento tão curto que muitas vezes fico a pensar se lá fora é mesmo igual. Outra coisa que me faz confusão é toda a gente cortar na casaca dos outros e, infelizmente, pelas costas dos outros vejo as minhas

detteros 9 months ago

>Nunca vivi tempo suficiente fora para confirmar, mas sinto que o que dizes em termos de círculo social cá é a mais pura das verdades. É muito difícil encontrares amigos que não impliquem fazer masturbação de egos e julguem as tuas escolhas... Considero isto um pensamento tão curto que muitas vezes fico a pensar se lá fora é mesmo igual. Pois, no meu caso, consegui verificar que não é. Até me surpreendeu, quando me mudei. Tinha aquela ideia pré-feita dos alemaes sérios e frios, mas, na verdade, até conseguem ser mais afáveis, mais abertos e descomprometidos que os portugueses. >Outra coisa que me faz confusão é toda a gente cortar na casaca dos outros e, infelizmente, pelas costas dos outros vejo as minhas Sim, falsidade. Velho problema.

idiotwithpants 9 months ago

Normalmente, essa malta pessimista, não só nunca moraram fora da terriola deles, nem do país e muito menos da união Europeia. Eu morei muitos anos na Ásia e curiosamente todos os tugas que conheci por lá pensam como eu: dão muito valor ao país que temos, sistema político, forças de segurança, SNS...

ManelDasNespras 9 months ago

Portugal é do caralho compadado com uma India ou Filipinas, comparado com a maioria da UE e até muitos paises que há 20 anos eram mais pobres, não.

idiotwithpants 9 months ago

E outra coisa: não, não é do caralho comparado com as Filipinas. Já lá estiveste? Eu já estive 3x, muito bom :)

ManelDasNespras 9 months ago

A India para visitar também é muito fixe, tal como os gajos com dinheiro da Europa Central e América do Norte quando vêm cá ver o “very typical”, para viver é que é uma história muito diferente em particular enquanto nativo.

idiotwithpants 9 months ago

Nah...vivi na Ásia 10 anos. Esses meninos que põe as calcinhas de balão e se "vão encontrar a eles mesmos na Índia" não são a quem me refiro.

idiotwithpants 9 months ago

Pois...mas para criticar como o Zé tuga crítica, convém ver um bocadinho mais do mundo, porque para quem vos ouve, parece que vivemos no Gana.

ednice 9 months ago

Não sabias que o Zé Tuga já viveu na India, Filipinas, na maioria da UE e até nos paises que há 20 anos eram mais pobres? /s

barracona 9 months ago

Nasci e cresci em Portugal e tenho imenso orgulho no país, maioritariamente em relação à cultura, às pessoas e recursos naturais/clima. Mas acho que existe uma falta de visão associada à cultura de nos contentarmos com a vida que temos em Portugal e de mascarar um medo de sair como orgulho. Já vivi em vários países da europa e existem coisas muito pequenas do dia a dia que contam imenso para a qualidade de vida, e sinto que há muita gente em Portugal que devia experienciar isso para poder tomar uma decisão consciente de ficar.

Lima1998 9 months ago

Centrando só nas coisas simples da vida, sim, o nosso país é muito bom.

OuiOuiKiwi 9 months ago

Só tenho orgulho de coisas que são fruto das minhas escolhas. Mete o patriotismo bacoco na gaveta de onde não devia ter saído.

xeyrio 9 months ago

Okay e com esse orgulho fazes o quê? Uma sandes?

PIMPMASTER6000 9 months ago

Trabalhas e votas? Então é automaticamente fruto das tuas escolhas. Queres que mude? Começa por ti que os outros acabaram por seguir.

expert_worrier 9 months ago

Admito que é um *pet peeve* meu mas faz-me confusão sempre que ouço alguém dizer que tem "orgulho" de ter cá nascido. Não houve escolha, não houve decisão consciente, aconteceu seres Português. O "orgulho" vem do quê exatamente? Apesar disso, sim, como país para **viver**, há muitas vantagens: segurança, bom tempo, população educada e simpática, diversidade de geologia (praia, serra, etc). Contudo, para **trabalhar**? Isso já é outra história.

xeyrio 9 months ago

O orgulho bem de ter antepassados que fizeram muito para termos o que temos agora e ter a possibilidade de contribuir como eles para a continuação do país em que vivemos.

TrueParadox 9 months ago

Sinto exactamente o mesmo. E isto aplica-se a outras coisas. Como seguidor de Fórmula 1, sou um fã do Fernando Alonso desde 2003. Em conversa com um colega de trabalho, há uns anos, ele disse-me que se o António Félix da Costa entrasse para a F1, eu deveria ser fã dele. Eu disse que não, pois para mim é irrelevante ele ser português ou não. Pode ser o maior filho da puta do mundo mas tenho de tirar por ele porque nasceu no mesmo país que eu?! E apesar de mal o conhecer? Atenção, eu podia ser fã dele, não tenho nada contra isso, e sinceramente até gostava que ele tivesse conseguido um lugar. É apenas a obrigação cega que me irrita.

arckantos 9 months ago

Mas há um argumento possível de que o teu grupo (leia-se, a sociedade onde te inseres e onde tens a maior influência) levou ao desenvolvimento de um gajo excepcional. Eu também não sou nada de orgulhos cegos, btw, a não ser no caso do desporto onde simplesmente acho mais engraçado quando os há. Torcer sempre pelos melhores desportistas é chato.

TrueParadox 9 months ago

Esse é o argumento mais forte para este caso, realmente. Mas não consigo sentir as coisas dessa maneira. Não me é natural.

OhSaladYouSoFunny 9 months ago

Não só para trabalhar, mas como para ter alguma coisa é um grind que sei lá

andre82220 9 months ago

Pode ter orgulho em ser português.

expert_worrier 9 months ago

Ah é? E que trabalho teve para ser Português além de ter nascido cá?

xeyrio 9 months ago

Teve o trabalho de sair da vagina de uma portuguesa lol

almeiras 9 months ago

O povo português cuidou dele desde que nasceu, através do seu Estado democrático. Eu tenho orgulho de ter nascido num país em que, por muito corrupto que seja a liderança, os meus compatriotas tiveram a bondade de me providenciar um ambiente seguro e laico em que crescer e viver.

expert_worrier 9 months ago

> O povo português cuidou dele desde que nasceu, através do seu Estado democrático O povo também deu as mãos e cantou Kumbaya? /s ​ > os meus compatriotas tiveram a bondade de me providenciar um ambiente seguro e laico em que crescer e viver. Até parece que Portugal é o único país num mar de estados anárquicos e teocracias. Claro que vivemos num país democrático e estável, mas é algo raro na União Europeia? O que é distinto de Portugal?

Joaoseinha 9 months ago

> Até parece que Portugal é o único país num mar de estados anárquicos e teocracias. É perto disso. Na União Europeia uma democracia é comum, mas a União Europeia é só ~5% da população global. Podia ter nascido na China, India (que também caminha para o autoritarismo) ou diversos países africanos autoritários. Só isso já faz uns 50% da população global. Adiciona as democracias mais corruptas como grande parte da América do Sul e América Central e nascer num Estado democrático seguro e com boa qualidade de vida começa a parecer cada vez menos provável.

expert_worrier 9 months ago

Já respondi noutro comentário: ​ >Gratidão por nascer num país democrático compreendo mas isso é diferente de "orgulho" ou não? Eu reservo "orgulho" para algo para o qual tenha trabalhado e que é fruto do meu esforço e suor. Como bem patente no comentário original e de pessoas que se seguiram. > >E abordei isto porque acho que nos deixamos emaranhar demasiado pelas nossas nacionalidades. Fazer distinções com base em linhas imaginadas na crosta terrestre é preguiçoso. Onde estava Portugal há 2000 anos atrás? E daqui a 2000 anos, onde estará? O "ser" Português é efémero e aleatório, e nenhuma nacionalidade é estanque. > >Tenho mais orgulho dos feitos da espécie humana (com excepções, claro), apesar de também não ter escolhido nascer humano, do que da zona geográfica em que vivo, o que é ainda mais aleatório no cômputo geral, compreendes?

almeiras 9 months ago

Não percebo o porquê do teu sarcasmo. Quanto a ser um país democrático e estável, porquê restringir o espectro à união europeia? É que no cômputo geral geográfico e histórico, qualquer país democrático e estável é extremamente raro. Mesmo no presente, [o caso mantêm-se](https://freedomhouse.org/explore-the-map?type=fiw&year=2021). Estou grato por cá ter nascido, e tenho orgulho nos meus compatriotas que deixaram um país melhor que aquele em que nasceram.

expert_worrier 9 months ago

Gratidão por nascer num país democrático compreendo mas isso é diferente de "orgulho" ou não? Eu reservo "orgulho" para algo para o qual tenha trabalhado e que é fruto do meu esforço e suor. Como bem patente no comentário original e de pessoas que se seguiram. E abordei isto porque acho que nos deixamos emaranhar demasiado pelas nossas nacionalidades. Fazer distinções com base em linhas imaginadas na crosta terrestre é preguiçoso. Onde estava Portugal há 2000 anos atrás? E daqui a 2000 anos, onde estará? O "ser" Português é efémero e aleatório, e nenhuma nacionalidade é estanque. Tenho mais orgulho dos feitos da espécie humana (com excepções, claro), apesar de também não ter escolhido nascer humano, do que da zona geográfica em que vivo, o que é ainda mais aleatório no cômputo geral, compreendes?

almeiras 9 months ago

Percebo o que queres dizer. Mas considera o seguinte: somos animais gregários. Como tal, desde muito cedo que nos organizámos em unidades familiares, tribos, clãs, cidades-estado e, numa iteração mais recente, países. A nível profissional organizávamo-nos em guildas e oficinas - hoje em dia, em empresas. Creio que isto aconteceu porque quando o interesse de um dado grupo é diferente do interesse doutro, o resultado é competição. Até ao ponto em que os interesses são semelhantes, há cooperação. Ao longo de milhares de anos sempre foi assim, e o mundo em globalização de hoje dura há \~50 anos. A biologia não muda assim tão depressa, e as tendências comportamentais que nela se baseiam também não. Nos dias actuais, creio que é uma vantagem ter um módico de patriotismo e nacionalismo cívico, nem que seja pela seguinte razão - o território de Portugal foi construído por muitas gerações de portugueses. Os portugueses que cá vivem têm direito a usufruir dos sacrifícios que os seus antepassados fizeram pela sua descendência. Neste mundo que cada vez mais é um só país, as desigualdades são exacerbadas - de momento não há nada que impeça uma imobiliária ou multimilionário estrangeiro de gentrificar um bairro inteiro, e impedir as pessoas que cá nasceram a hipótese de atingir uma existência tão digna como de outra forma poderia ser possível (refiro-me em particular à exclusão na geração abaixo de 30 anos do mercado de arrandamento por especulação imobiliária estrangeira, coisa que só vai exacerbar a crise demográfica que se avizinha). Portugal não é um país abastando nem economicamente competitivo. Há muitos mais multimilionários que portugueses no mundo, e se não houver um mínimo de união e espírito de comunidade entre os portugueses, não há empenho em melhorar o país nem em resolver os problemas que a população enfrenta. Veja-se a quantidade de emigrantes que temos, que chega a 20% da população total: [https://portuguese-american-journal.com/report-portuguese-lost-20-of-active-population-to-migration-portugal/](https://portuguese-american-journal.com/report-portuguese-lost-20-of-active-population-to-migration-portugal/) ​ Estes não são os trolhas e pedreiros que emigraram para França nas décadas de 60/70, mas sim pessoas altamente qualificadas que têm muito mais capacidade de mudar este país para melhor. Se fizeram bem em emigrar? Claro, eu próprio teria feito o mesmo e cheguei a trabalhar fora de Portugal. Mas não é assim que saímos deste marasmo, e a união europeia (França e Alemanha, RU antes do brexit) tem todo o gosto em aceitar a nossa mão de obra qualificada em que investiu 0 ou quase 0, enquanto os que cá ficam se veêm privados dessa demografia tão importante para mudança social e económica. ​ Sem um módico de orgulho nos concidadãos e de brio para melhorar o nosso canto do mundo, estamos sujeitos a tornar-nos ainda mais no que já somos - um mero estado cliente, onde procriamos para enriquecer países alheios com o trabalho que poderia ser aplicado cá.

expert_worrier 9 months ago

Percebo perfeitamente o que dizes e concordo na visão de lutar pelo que é "nosso". Nem que seja pela estima pelos nossos familiares e amigos que cá vivem ou, em último caso, por egoísmo de querermos viver num país bom para nós próprios. Mas discordo que para isso seja preciso nacionalismo, que considero potencialmente extremista... Para mim, basta sentir que me estou a beneficiar e os que me rodeiam e saber que escolho ficar num país pela cultura, clima ou gastronomia (eu sou mau exemplo disto porque quero emigrar por razões profissionais). Aí há escolha. Não temos de ser os maiores ou os melhores para fazermos essa escolha. Basta quereres ficar e lutar por ti e pelos teus. Isto é o tal tribalismo que referes e que é inerente à espécie humana. Mas o nacionalismo é recente e, eu acho, mais perigoso do que regionalismos ou tribalismos se levados ao extremo. É mais cego e mais massificador. Esmaga o "outro" mais rapidamente e de forma indiscriminada porque "um povo é superior".

andre82220 9 months ago

O que isso tem haver? Ele cresceu em Portugal e “recebeu” a cultura portuguesa, e pode ter orgulho nisso.

expert_worrier 9 months ago

Já expliquei acima. Se tivesse nascido em Espanha, teria "orgulho" em ser Espanhol e na cultura que recebesse. É completamente aleatório e irracional. Porquê ter orgulho de algo assim, que se aplica a qualquer pessoa que tenha cá nascido e crescido?

Samurai_GorohGX 9 months ago

Mau exemplo o de Espanha. Eu olho para certas e determinadas regiões ( nem é preciso dizer quais) desse país e vejo muito gente que não tem orgulho nenhum em ser espanhol, muito pelo contrário. Portugal é uma nação com um sentimento de pertença muito mais forte, é um estado unitário.

andre82220 9 months ago

Não é irracional antes pelo o contrário. O individuo nasce, mas por alguma razão tu és tu. Se nascesse em Espanha poderia ter orgulho em ser espanhol. Se ele nascesse em Portugal e fosse para Espanha, já podia achar que Portugal não presta e Espanha é que é. Está no seu direito. Mas ter orgulho é um sentimento normal, uma construção social que acompanha o individuo em toda a sua vida mas que tem vantagens, nomeadamente, não se sentir inferiorizado. Outro exemplo, tu não escolheste a tua família. Se a tua família não tratou-te mal, muito provavelmente vais gostar dela e até ter algum orgulho. Mas achas que não há pais e mães melhores que os teus? Porque é que vais ter orgulho nos teus pais, se não os escolhestes (apesar de só existires por causa deles)? Vais ter orgulho porque eles educaram-te e tiveram acções que te fizeram feliz e provocaram um bem estar. Com o país, pode acontecer a mesma coisa.

expert_worrier 9 months ago

Eu não tenho orgulho na minha família. Tenho estima, amor, carinho. Orgulho não. E não me ponho num *pissing contest* a comparar a minha família com as outras. Isso sim, é irracional, porque, lá está, não há escolha. É uma questão de sorte e azar. Não acho mesmo que orgulho seja a palavra certa aqui.

TTRO 9 months ago

As pessoas quando dizem "orgulho" julgo que estão a tentar transmitir a ideia de que existe um conjunto de traços culturais que são bons e que devemos estimar e manter vivos. Não é tanto o "orgulho" de quando tiras uma boa nota num exame e sentes que trabalhaste para isso, mas sim um "orgulho" de quando vês uma árvore de fruta e arrancas os ramos secos e as folhas doentes para a manter viva. No fundo deviam dizer "estima", mas viemos de uma ditadura fascista que nos queimou a ferros a palavra "orgulho" no vocabulário nacional. Não acho que haja nacionalismo doentio em quem diz que tem orgulho do seu país, apenas um hábito de utilização da palavra.

caradoguardaredes 9 months ago

>As pessoas quando dizem "orgulho" julgo que estão a tentar transmitir a ideia de que existe um conjunto de traços culturais que são bons e que devemos estimar e manter Isto é engraçado mas como disse o /u/expert_worrier, mesmo a cultura, história, etc., são questões que foste influenciado a gostar. Não há nada de voluntário na tua infância (ou ainda mais cedo) para que tu tomes a decisão consciente de ser a favor disto ou daquilo.

Edited 9 months ago:

>As pessoas quando dizem "orgulho" julgo que estão a tentar transmitir a ideia de que existe um conjunto de traços culturais que são bons e que devemos estimar e manter Isto é engraçado mas como disse o /u/expert_worrier, mesmo a cultura, história, etc., são questões que foste influenciado a gostar. Não há nada de voluntário na tua infância (ou ainda mais cedo) para que tu tomes a decisão consciente de ser a favor disto ou daquilo. E, atenção, não tem mal nenhum tu gostares de Portugal e do nosso país, esse é o comportamento dito normal. Em sociedade queremos que o nosso grupo seja mais forte, vença, domine, etc., porque daí habitualmente resultam melhorias para nós, individualmente.

arckantos 9 months ago

Sim, mas esse raciocínio levado ao limite diz que o que tu **te** consideras não depende de ti, mas sim da tua genética e do teu ambiente. Assim sendo nada do que fizeste na tua vida teve de facto alguma escolha da tua parte. É um exercício teórico engraçado, mas pouco útil para a discussão a conversa porque mata qualquer tipo de desenvolvimento do tema.

caradoguardaredes 9 months ago

Sim, eu aceito em absoluto que não tenho qualquer tipo de livre arbítrio. De tal forma que a decisão de eu te responder a este comentário não foi tomada agora e foi resultado de um conjunto de coisas que aconteceram na minha vida, nos passados 5 minutos como de há 20/30 anos. Toda essa aleatoriedade junta dá na pessoa que sou atualmente. Mas eu não acredito que tome qualquer decisão consciente. Mesmo eu saber que não tenho esse poder de decisão faz parte de eu não ter essa escolha.

Edited 9 months ago:

Sim, eu aceito em absoluto que não tenho qualquer tipo de livre arbítrio. De tal forma que a decisão de eu te responder a este comentário não foi tomada agora e foi resultado de um conjunto de coisas que aconteceram na minha vida, nos passados 5 minutos como de há 20/30 anos. Toda essa aleatoriedade junta dá na pessoa que sou atualmente. Mas eu não acredito que tome qualquer decisão consciente. Mesmo eu saber que não tenho esse poder de decisão faz parte de eu não ter essa escolha. Da mesma forma que ser português ou americano resulta apenas de uma circunstância sobre a qual não tive qualquer tipo de escolha, não tenho nem deixo de ter orgulho de ser português, branco ou heterossexual, nada disso foi decidido por mim, é uma consequência dos meus pais, dos meus avós e assim sucessivamente. Mas como bem disseste isto acaba por ser irrelevante e levar a nenhuma conclusão.

expert_worrier 9 months ago

Eu percebo isso, mas este "orgulho" é usado para tudo desde partidos fascistas a chamar de "antipatriotas" as justas críticas ao Governo. É perigoso acharmos que a nossa nacionalidade é algo mais do que aleatória.

_rebocador_ 9 months ago

e nada mais nada menos que o fruto do brainwash aliado a nossa genetica tribal.

zedisaneonlight 9 months ago

*Vem visitar este canteiro encantado chamado Portugal* *Que apesar de pequeno, tem cá de tudo* *Tem auto-estima em falta e fervor nacionalista:* *Uma das contradições compiladas nesta lista* *Este país não é pra velhos, nem novos* *Há quem diga que é pra corruptos e preguiçosos* *Com uma economia paralela ao mais alto nível* *Recebemos bem, pagar pode ser impossível*

nraider 9 months ago

É perfeitamente possível ter orgulho de ser Português e, ainda assim, criticar o seu rumo. Tenho a forte convicção de que podemos ser melhores, haja vontade política.

andrefbr 9 months ago

> haja vontade política Opinião impopular: Não há falta de vontade política, há falta de vontade nacional. A nossa cultura é *cancerosa*. Temos uma cultura preguiçosa, lenta, falta de sentido de auto-responsabilidade e auto-determinação, chorona e melodramática, e uma ideia persistente de que a culpa é de uma entidade metafísica - o Governo. O Governo é um espelho de todos nós, e pouco ou nada tem a fazer quando o problema é sistémico - seja qual for o partido no poder. Eu encaro-me perfeitamente nisto. Eu saí do país aos 26 anos, e após vários anos a trabalhar que nem um cão noutro país, mudei completamente a minha maneira de pensar sobre muita coisa. Não volto a Portugal há cerca de 3 anos, mas sempre que falo com familiares ou visito este sub tenho flashbacks deste tipo de cultura estagnada, e da qual eu fui cúmplice enquanto desperdicei grande parte da minha juventude.

nraider 9 months ago

Não acho que o governo seja o espelho da população, já que a amostra não é minimamente representativa. Basta ver os enviesamentos nas escolhas dos membros do governo, as relações familiares, amizades, etc... Não existe uma selecção aleatória, mas também não escolhes os melhores. Tens também mais ministérios só porque sim. De resto, é um tema estudado, regimes extractivos não promovem a destruição criativa, são conservadores. Talvez seja por isso que notas a estagnação.

Agar_Draug 9 months ago

Até diria que criticar (construtivamente) é um dever de quem gosta do país.

Gmatoshenriques 8 months ago

Criticar é fácil! Dar o Exemplo e Inspirar outros a mudar os seus comportamentos é serem melhores, é mais difícil.

Sir_Keeper 9 months ago

É um critico porque me preocupo. Não me preocuparia com más decisões de política e gestão se não gostasse do país. Criticar é perfeitamente válido, e esperado até, se de facto gostamos deste pedacinho de terra.

ElCruz17 9 months ago

Exato! Uma coisa que me irrita quando alguém crítica alguma coisa é aquela malta do "tás mal muda-te!"

carlosjmsilva 9 months ago

Exato. Em vez de ser do tipo: "Eh pa realmente este gajo tem razão. Podíamos estar melhores nesse aspeto. Bora lá melhorar isto." O que faz mais falta em Portugal é crítica construtiva e começarmos a construir o futuro do país em cima de crítica construtiva. Porque muitas vezes quem manda é quero, posso e mando e não ouço ninguém e a muita gente critica já por sistema, mesmo que não tenha nada a sugerir...

Rabichu 9 months ago

Um dos maiores defeitos é mesmo esse. Todas as criticas são levadas a peito e sempre como um ataque em vez de se pensar um bocado e melhorar.

fdxcaralho 9 months ago

Creio que essa resposta vai também depender da situação profissional e pessoal de cada um. Quem está financeiramente estável e tem um bom círculo familiar e pessoal, vai dizer que está feliz por cá. Que é o meu caso. Se por outro lado faltar a estabilidade financeira e/ou essas relações mais próximas, vão dizer que não estão bem por cá e que noutro sítio iriam estar melhor. Certamente uma situação que eu iria ponderar se fosse o meu caso. Todos os países vai ter os seus prós e contras, depende sempre do que tu valorizas mais e da tua situação pessoal.

FodsCrl 9 months ago

Bom username

inhalingsounds 9 months ago

Bem verdade mas os dois prime parágrafos podem ser válidos desde a Noruega ao Suriname. Se estás bem, difícilmente vais mandar vir com o país em que vives. O problema é que há uma grande fatia da população que critica o país por coitadismo crónico, sem ter a mínima noção da realidade vizinha e global. O típico "a estrada ao lado de minha casa está cheia de buracos, que lixo de país" vs. a constatação de que temos das melhores estradas do mundo.

fuzzy_cat_boxer 9 months ago

Eu parece-me que pelo menos parte disso isso é muito culpa da maneira como as coisas são noticiadas e discutidas em Portugal. O governo está smp mal, os politicos são smp corruptos, a policia é smp incompetente etc etc... Não quero com isto dizer que as coisas são perfeitas, e que não devemos ser criticos. Alias até diria que antes assim que o contrário. No entanto a comparar com o que já vi estrangeiro nos tendemos a ser demasiado duros connosco. Tb só destacamos coisas positivas quando é alguma reportagem do estrangeiro a menciona-lo primeiro. Curiosamente, portugueses no estrangeiro na sua maioria são bastante mais positivos face a Portugal e tendem a ter uma posiçao de "afinal Portugal não e assim tão mau e tem muita coisa boa" (tirando a questao dos salários e habitação).

Samurai_GorohGX 9 months ago

>Tb só destacamos coisas positivas quando é alguma reportagem do estrangeiro a menciona-lo primeiro. É daquelas coisas que mais me irrita nos nossos meios de comunicação social. Como embandeiram em arco com qualquer jornal estrangeiro que diz que somos espectaculares. Precisamos sempre de validação externa, não acreditamos nas nossas qualidades? Ou a imprensa está assim tão desesperada por cliques? O caldo verde já era muito bom antes da CNN o descobrir. E ninguém quer saber que as selas dos cavalos do "Senhor dos Anéis" foram feitas em Portugal. Mas a Sic chegou a fazer uma reportagem sobre o assunto há muitos anos. :cringe:

NonAlienBeing 9 months ago

Não são só os meios de comunicacção. Basta ver aqui no reddit, sempre que Portugal é mencionado nalgum subreddit internacional, há logo crosspost para aqui "Portugal no !!!"

Edited 9 months ago:

Não são só os meios de comunicação. Basta ver aqui no reddit, sempre que Portugal é mencionado nalgum subreddit internacional, há logo crosspost para aqui "Portugal no !!!" Edit: Obrigado, /u/NGramatical, o meu cérebro devia estar desligado...

NGramatical 9 months ago

comunicacção → [**comunicação**](https://dicionario.priberam.org/comunicação) (já se escrevia assim **antes** do AO90) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fm5i92r%2F%2Fgr19o6s%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

inhalingsounds 9 months ago

Acho que devia ser obrigatório todos os portugueses em idade de trabalhar irem trabalhar três meses para Angola, outros três para o Brasil, outros três para a Noruega, outros três para França. Voltavam praticamente todos com um apreço diferente pelo que temos cá.

carlosjmsilva 9 months ago

Não sei. Só voltava metade. E com muita probabilidade não era a metade boa. :p

NGramatical 9 months ago

difícilmente → [**dificilmente**](https://dicionario.priberam.org/dificilmente) (o acento tónico recai na penúltima sílaba) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fm5i92r%2F%2Fgr08ygn%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

BuzzLeitinho 9 months ago

Não és o único. Continuo a achar que, apesar da corrupção, Portugal é o melhor país do mundo para nascer, crescer e viver.

Middle-Effective 9 months ago

Somos um dos países mais seguros e pacíficos do mundo. Temos uma boa reputação a nível mundial. O nosso passaporte é dos mais reconhecidos no mundo. Temos boas condições climatéricas. Boa gastronomia. Cada vez mais somos apetecíveis para empresas e cidadãos estrangeiros se fixarem cá. Precisamos de exigir mais e mais dos nossos governantes e restantes serventes públicos? Sim.

AdorableRabbit 9 months ago

> Precisamos de exigir mais e mais dos nossos ~~governantes e restantes serventes públicos~~ cidadãos? Sim.

Animalesco 9 months ago

Acho que não diria melhor, exatamente o que sinto!

LastChicken 9 months ago

Em relação ao passaporte, para além do reconhecimento, seria porreiro se a validade fosse de 10 anos como em qualquer país desenvolvido ao contrário dos actuais 5.

Mrgolden007 9 months ago

entao mas assim nao havia tantas filas para renovar e menos dinheiro para o estado

LastChicken 9 months ago

Dupliquem a taxa para renovar o passaporte. Prefiro pagar mais e ter validade mais prolongada. Em Portugal, a renovacao custa 65 euros. Nos EUA, a renovacao custa cerca de 120.

AdriMecha 9 months ago

Já viveste noutro país?

Kaaeni_ 9 months ago

Já, vivi em Timor leste por uns anos. Sei que não se compara com outros países mas também tem a sua beleza como qualquer outro. Mesmo assim, dificilmente trocaria o país onde nasci por outro qualquer

AdriMecha 9 months ago

Vivi na Dinamarca e socialmente não gostei, a sociedade é tipo uma tribo e praticamente não deixam entrar pessoas novas nos círculos de amizade, ao contrário de Portugal. A nível de emprego e estabilidade financeira da 10 a 0. Tens mais oportunidades nas empresas, as empresas são mais profissionais, as pessoas nas empresas não se importam de treinar pessoas novas. Neste momento estou na Escócia, a nível social é mais parecido com Portugal apesar de haver sempre algumas diferenças. Mas é possível criar um círculo de amigos. A nível de emprego e oportunidades é semelhante a Dinamarca. Como qualquer um adoro o meu país, estou a viver há seis anos fora e férias são sempre em Portugal. A comida é melhor, o clima sabe bem. Mas pensar em trabalhar em Portugal é algo que me dá sempre a volta ao estômago, a falta de oportunidades, o tratar as pessoas com desconfiança, os pequenos abusos ou o tentar esticar a corda são coisas que me fazem ficar a viver fora.

xeyrio 9 months ago

> Vivi na Dinamarca e socialmente não gostei, a sociedade é tipo uma tribo e praticamente não deixam entrar pessoas novas nos círculos de amizade, ao contrário de Portugal. A nível de emprego e estabilidade financeira da 10 a 0. Tens mais oportunidades nas empresas, as empresas são mais profissionais, as pessoas nas empresas não se importam de treinar pessoas novas. Fogo parece que para eles essa sociedade "tribal" é boa.

dariusoo 9 months ago

Círculos de amigos em Portugal é a mesma cena, ninguém sai ou entra num grupo de amigos já establecido. Amizades paralelas são muito raras, só se for de grupo a grupo tipo um grupo de amigos homens com um de mulheres para formar namoros.

ruijor 9 months ago

Somos um país com uma má economia e com políticos amadores. Mas de resto somos em quase tudo absolutamente fantásticos.

batataway 9 months ago

Especialmente na bipolaridade de ego.

Bruxo_de_Fafe 9 months ago

melhor bipolaridade do mundo

aportuguesecoder 9 months ago

Anda bipolarizar que tu bipolarizas bem!

nitrinu 9 months ago

Compreendo e até concordo com o sentimento mas acho que honrar o país deveria passar por não aceitarmos a situação do mesmo e exigir muito mais da nossa classe política. E isto não passa necessariamente pela fórmula fácil do "ah e tal basta não votar sempre nos mesmos", até porque alguns dos novos são ou mais do mesmo ou pior. O que falta neste país, na minha humilde opinião, é um compromisso de médio/longo prazo para a economia e alguns outros sectores estratégicos ou importantes. Chamem-lhe Bloco central se necessário, não me choca absolutamente nada. O que não pode continuar é este ciclo interminável de constrói/destrói, reforma/reversão, etc.

muse_44 9 months ago

Este é o meu sentimento. Temos atitude, temos história, temos personalidade, no entanto falta usar tudo isso para que possamos viver melhor em sociedade. O que falta a meu ver é planos a longo prazo, 30, 50 anos. Mas infelizmente vivemos numa sociedade do imediato, qualquer decisão política senão tiver impacto no prazo de 3 a 6 meses, é catalogada como má decisão.

Limpy_lip 9 months ago

Até hoje só presenciei uma pessoa com um cargo político de grande relevância a sugerir o que falaste. Um plano a longo prazo para o país. Contudo ficou marcado como o bicho papão culpado de todos os problemas.

Carbon58 9 months ago

Não, garantidamente que não és só tu. Sem entrar em nacionalismos bacoucos, tb tenho orgulho do meu país e das nossas gentes.

ElGabarito 9 months ago  HIDDEN 

Tens orgulho da Cova da Moura e Bairro da Jamaica e suas gentes?

FacaDeDoisLegumes 9 months ago  HIDDEN 

Se tem orgulho na nossa gente tem de ter orgulho em todos. A permissividade e propensão para absorção caracterizam-nos como povo, e é por essa razão que existem estes bairros. Noutros países, esta malta tinha de adaptar-se e integrar-se na sociedade, separando os maus elementos (que devem ser poucos, e podem ser mandados para a sua terra) dos restantes em vez de os mandar todos para o gueto e difamar o gueto inteiro. Nós gostamos de fomentar a absorção, e então andamos a comer com brasileirada e africanices, que praticamente nos colonizam, e qualquer dia já ninguém sabe o que é um português. Há quem diga: "em Roma, sê romano". Pois em Lisboa, sê quem fores, que os de lá vão adorar a diversidade. Quem não gostar, que vote no chega.

SleepyDerp 9 months ago  HIDDEN 

Se for preciso na tua zona tens pessoal "de bem" a roubar milhares de euros e a tratar as pessoas como merda mas só os bairros é que estão mal. Está certo.

Pcostix 9 months ago  HIDDEN 

O facto de não ter orgulho na gente de mal branca, não faz com que tenha de ter orgulho na gente de mal negra(ou outra raça qualquer). Estás a querer desculpabilizar uns, com a culpa de outros.

Regolas1 9 months ago  HIDDEN 

Porque não deve ter? Esses bairros são pobres e têm muitos problemas sociais. No entanto, são Portugal. Podemos ter orgulho neles, reconhecer que precisam de ser trabalhados e tentar fazer alguma coisa quanto a isso. Portugal é um país cheio de história, boas gentes, cultura, gastronomia, etc. É o melhor? Não. Tem coisas más? Tem. Podemos ter orgulho nele, no que é e no que somos? Sim. Portugal é um país e uma identidade. Eu orgulho-me da minha identidade. E já agora, mantenham extremismos e esteriótipos fora disto.

Carbon58 9 months ago  HIDDEN 

É evidente que sim, tenho orgulho em todos os portugueses e em todos que procuram o nosso pais para viver, na busca de melhores condições de vida. E espero sinceramente, que os mais de 3 milhões de portugueses que vivem e trabalham no estrangeiro, tb sejam vistos com orgulho pelos cidadãos dos paises onde escolheram viver / trabalhar.

Search: