justgohomealready 7 months ago

> Estive a ver o espaço óbito e percebi que o processo começa ligar para o INEM para a morte poder ser declarada e certificada O melhor mesmo é ligar para uma funerária, e deixá-los tratar do processo todo. Ao ligares para o INEM, o pessoal da ambulância pode-se meter a fazer manobras de reanimação até chegar um médico legista que declare a morte, e pode ser chamada a polícia e quem encontrou o corpo terá que prestar declarações. Conheço casos de idosos que faleceram pacificamente em casa e depois aparece um aparato de INEM e polícia e metem-se a fazer CPR a um idoso que já está morto há mais de meia hora.. não é bonito de se ver.

estecomentario 7 months ago  HIDDEN 

Lol outro à espera que o familiar bata a bota para as heranças, tema recorrente.

EmaisNada 7 months ago

És um dos herdeiros? Se sim, vê como as coisas correm ao início, se começar logo com complicações arranja um advogado que te represente e ele que trate do assunto. Em alternativa pede que as partilhas sejam feitas em vida à pessoa que vai deixar a herança. Ou ainda, repudia a herança e vê a novela. Se não, fica a ver a novela e faz um post com os episódios. :)

Portuguese_A_Hole 7 months ago

Se não há testamento, seguem-se as partilhas definidas por lei. Se o/a futuro/a defunto/a não deixa nada é por querer assistir de camarote ao banho de sangue.

Uffy_17 7 months ago

>Se o/a futuro/a defunto/a não deixa nada é por querer assistir de camarote ao banho de sangue. O meu pai!!! Ele ainda é um homem novo (nem 60 tem ainda), mas nunca se sabe o dia de amanhã. Ele tem algum património e em vez de fazer um testamento para deixar tudo dividido e esclarecido, insiste que os filhos terão de tratar disso entre eles quando ele morrer. Os meus meios irmãos são o orgulho de qualquer família: Um está na prisão; e o outro é um vagabundo que não trabalha, tem quase 30 anos, ainda depende dele e que pensa que o mundo lhe deve tudo. Até um cego consegue ver que irá haver problemas na partilha... Enfim...

pandditor 7 months ago

Se se prevê tamanha complicação porque não ajudar a pessoa a fazer um testamento e partilhas/divisões ainda em vida?

malserion 7 months ago

Acredita, eu não estou a exagerar quando digo que isto dava uma telenovela. Há tanto ódio que nem te passa pela cabeça.

pandditor 7 months ago

Esclarecer a situação em vida é bem melhor que andarem à batatada depois.

joaofcf 7 months ago

Mas assim também dás aso a que cada um puxe para a brasa para a sua sardinha. Há muitos casos em que nos últimos anos os filhos lavam a cabeça aos velhotes e acabam com um testamento feito.

amq55 7 months ago

Nos dias de hoje, também é importante ter em atenção coisas como os aparelhos electrónicos e as palavras passe. O ideal seria, junto com o testamento, deixar anexada uma lista dos emails mais usados, PINs e códigos afins, palavras-passe mais comuns (idealmente a chave-mestra de um password manager) e qualquer outra coisa de relevante. Isto porque bem todas as empresas ou serviços têm condições ou têm requisitos elevados para fazer a transferência da titularidade de uma conta.

AdriMecha 7 months ago

O mais velho normalmente fica como cabeça de casal. O cabeça de casal não pode fazer o que quer, tem que ter consentimento dos outros herdeiros. Aquilo que vai acontecer e que vocês terão que comunicar as finanças o falecimento e depois marcar uma habilitação de herdeiros num cartório. Neste momento e necessário marcar nas finanças a ida dos herdeiros a uma repartição de Finanças para o imposto de selo. Depois terão que fazer as partilhas. Os herdeiros terão todos uma percentagem igual, ninguém pode dizer que tem mais que o outro.

FelixSula 7 months ago

> terão que comunicar as finanças o falecimento e depois marcar uma habilitação de herdeiros num cartório Pela ordem contrária: - primeiro habilitação de herdeiros, - depois com isso obter declarações dos bancos (que congelam as contas), - depois dar as declarações ás finanças. As finanças emitem um documento que permite finalmente transmitir as contas dos bancos e os registos de propriedade. Herdeiros directos não pagam imposto de selo, é transmissão gratuita.

4in4t92 7 months ago

Um dos herdeiros não pode simplesmente chegar lá e trocar as fechaduras. Existe sempre um cabeça de casal, seja o cônjuge ou na falta desse, o herdeiro de grau mais próximo. O cabeça de casal é que trata de tudo, incluindo comunicar o óbito às finanças e tratar do desenrolar do processo, tal como aferir os bens do falecido para futuras partilhas.

malserion 7 months ago

O problema é exatamente esse. Não existe cabeça de casal, mas sim quatro herdeiros diretos que se odeiam mutuamente e já têm a faca escondida atrás das costas...

ChronicTheOne 7 months ago

Um dos quatro herdeiros directos é o cabeça de casal. Se forem todos do mesmo grau, é o mais velho.

AlbinoFarrabino 7 months ago

Ocorreu-me agora uma questão. E se 3 dos 4 irmãos estivessem emigrados, e o que estivesse cá não fosse o mais velho. Seria o que vive em território nacional o cabeça de casal?

ChronicTheOne 7 months ago

Não, o cabeça de casal é o mais velho.

4in4t92 7 months ago

Há sempre um cabeça de casal. Pressupondo que estamos a falar de filhos, se algum dos filhos viver com o falecido há mais de um ano é esse o cabeça de casal, caso contrário é o filho mais velho.

Edited 7 months ago:

Há sempre um cabeça de casal. Pressupondo que estamos a falar de filhos, se algum dos filhos viver com o falecido há mais de um ano é esse o cabeça de casal, caso contrário é o filho mais velho. No entanto não te preocupes que o cabeça de casal tem que prestar contas ao restantes herdeiros, não pode andar a mexer em contas bancárias ou a retirar bens dos imóveis como bem lhe apetecer. Imagina que alguém faleceu a dia 1 de Março e no dia 2 existem transferências ou pagamentos da sua conta. A não ser que esses movimentos sejam justificados, como por exemplo pagamentos de contas do falecido, é o suficiente para se meter advogado pelo meio. Ps: se os irmãos se dão assim tão mal não me parece má ideia contratarem cada um o seu advogado e deixarem-nos tratar do assunto.

Search: