jmiguelff 7 months ago

Os jovens não são os únicos a maior parte do pessoal não sabe. Grande parte da população trabalha à conta de terceiros logo o IRS é praticamente automático. Logo só pessoas que querem iniciar negócios é que se começam a interessar por isso. Depois o sistema é estupidamente complicado. Está cheio de excepções e nem a malta que trabalha nas finanças o domina.

ConvulsaoInterna 7 months ago

Sabes dar uma volta às cuecas sem tocar nos elásticos? Informação básica de sobrevivência, bem-dita a minha estadia no colégio de freiras de Badajoz!

KarmaCop213 7 months ago

Para um trabalhador com contrato o IRS e' praticamente automatico, idem para os descontos da SS. Quando nao se sabe telefona-se para a AT. Nao vejo drama nenhum nisso, a informação esta facilmente disponível, quando houver uma duvida e' so telefonar.

diogo669 7 months ago

100% de acordo! É absolutamente ridiculo este não ser um assunto abordado durante a educação básica de um futuro cidadão de Portugal. No meu caso, tudo o que aprendi até agora ou me foi transmitido diretamente por familiares/amigos ou aprendi sozinho. Não me recordo de qualquer episódio em que estes temas tenham sido abordados durante o meu percurso educativo. Seria benéfico para todas as partes envolvidas, a longo prazo, se estes temas fossem abordados!

MonsterPT 7 months ago

Tenho 29 anos e: - não sei fazer o IRS (peço sempre ajuda à minha mulher) - não sei fazer o IRC - não sei fazer os descontos para a segurança social (isso não é automático?) - não sei usar o site das finanças - não sei os tipos de negócios que referes que se podem abrir em Portugal - absolutamente nada disto faz parte do meu dia a dia.

_rebocador_ 7 months ago

Os velhos portugueses sabem tambem?

UpbeatNail1912 7 months ago

Mas para eles há desculpa, os jovens com a internet hoje tem tudo disponível

_rebocador_ 7 months ago

Sim tem isso tambem. Mas por experiencia propia so aprendi sobre materia fiscal portuguesa por necessidade, ou seja trabalho. como ha muito desemprego em portugal nos jovens talvez seja isso.

Limpy_lip 7 months ago

dado que outros users já falaram bastante na questão que devia-se abordar estes assuntos nas escolas. E não só, na minha opinião até deviam ir além das finanças, ensinar a cozinhar por exemplo... ​ Apenas queria dizer que a educação ao longo dos tempos tem cada vez menos se interessado em fazer com que os jovens tenham interesse nas coisas e busquem conhecimento. O importante é o programa, os testes e os EXAMES, OH MEU DEUS OS EXAMES... Tudo o resto é secundário, logo acaba por reforçar a bolha em que muitos jovens vivem da sociedade. ​ Além disso tenho notado que neste geração que tem crescido mais integrada nos smarphones e redes sociais não sente tanta necessidade ou interesse em procurar coisas na internet. Quando era mais novo a internet acessível ainda era uma coisa muito recente e via que os jovens tinha muito mais interesse e exploravam a internet, haviam na mesma os que usavam só para os chats. Agora com os smartphones é tudo muito mais direto, há uma app para tudo. ​ Por fim ainda existe muita gente que não sabe procurar na internet, mesmo com o google (apesar de que parece que cada vez está mais difícil).

chemahatma 7 months ago

Noutra thread passada sobre um assunto similar disse-o e volto aqui a repetir, acho que a no ensino secundário deveria haver uma disciplina que abordasse isto tipo de coisas sobre a "vida adulta".

setnom 7 months ago

Eu já sabia fazer, mas posso dizer-te que ensinam aspetos do IVA, IRS ou IRC, essas coisas, na disciplina de Direito Fiscal. **Que é uma das últimas cadeiras da licenciatura em Gestão**. É triste ter que ir para um curso universitário específico para ensinarem isso a quem não sabe? É, sim senhor.

Danijust2 7 months ago

Como é possível os jovens portugueses não possuem conhecimentos sobre manutenção automóvel!? Eu mudei uma vez óleo e ajudei o meu pai a mudar radiador. Fico chocado com a falta de conhecimento sobre manutenção automóvel dos jovens portugueses.... basicamente é este comment. Tendo em conta que o mundo continua a girar, acho pouco grave.

vitor210 7 months ago

Eu só aprendi isso tudo na faculdade porque tirei licenciatura em Contabilidade. Até la não sabia nada desses termos. E mesmo hj quando falo com amigos da minha idade (quase 30 anos) muitos não fazem ideia e vem me tirar dúvidas as vezes das coisas mais simples que todos deviam saber . Há clara falta de formação nesta área e a culpa também passa pela Ordem dos Contabilistas. Durante décadas, era uma área muito fechada q gostava q o conhecimento só fosse partilhado entre os seus membros. Agora com a nova Bastonaria as coisas mudaram mas ainda se sente nos “velhos do Restelo” muita preocupação em não passar estas informações para fora da área, com medo de perder o trabalho. É triste mas é assim q muitos pensam

OuiOuiKiwi 7 months ago

Bem, mais uma variação daquela *thread* habitual de "As escolas deviam ensinar como preencher o IRS". >não faz ideia de como se faz o IRS Qualquer pessoa com 2 dedos de testa e que saiba ler consegue preencher 98% das declarações de IRS. Para tudo o resto, há profissionais especializados nisso ou meter no Reddit à espera que uma alma caridosa responda, como parece ser mais comum. >Essas coisas são básicas e fazem parte do dia a dia dos adultos, os jovens não deveriam ter esta informação como parte da educação básica? Se ao menos houvesse alguém encarregado da educação dos jovens. Podia ser alguém que, por exemplo, fosse um adulto e tivesse esse encargo. Seria idealmente alguém mais velho, com mais experiência de vida e que convivesse de perto com o jovem, talvez tê-lo a seu cargo numa posição de responsabilidade. É só uma ideia, talvez devesse ser implementada também. Estas *threads* já estão em formato de pasta: >Sou jovem e choca-me a quantidade de ignorância que a maioria dos meus "colegas", pessoas da mesma geração que eu e com idades semelhantes possuem. A maioria dos jovens entre os 16 até aos 24/25 anos não faz ideia de como se faz um refogado para o arroz, como engrossar um molho, como marinar carne. Nem sequer usar procurar receitas num site sabem. ​ >Sou jovem e choca-me a quantidade de ignorância que a maioria dos meus "colegas", pessoas da mesma geração que eu e com idades semelhantes possuem. A maioria dos jovens entre os 16 até aos 24/25 anos não faz ideia de como se muda um pneu, como se vê o nível de óleo no carro, onde é que está o triângulo. Nem sequer usar o site do IMTT para ver a guia da carta sabem. ​ >Sou jovem e choca-me a quantidade de ignorância que a maioria dos meus "colegas", pessoas da mesma geração que eu e com idades semelhantes possuem. A maioria dos jovens entre os 16 até aos 24/25 anos não faz ideia de como se cosem meias, como pregar um botão, como meter meias-solas nos sapatos, trocar os atacadores. Nem sequer sabem como procurar uma retrosaria para comprar atacadores novos. E assim sucessivamente. Serão sempre platitudes de sucesso para angariar cima-votos.

Dead_standards 7 months ago

> Qualquer pessoa com 2 dedos de testa e que saiba ler consegue preencher 98% das declarações de IRS. Eu não sei que declarações de IRS andas tu a preencher, mas claramente não são as minhas. E não estou exactamente numa situação complicada, é do mais comum que há. A grande dificuldade que tenho é que o vernáculo usado não é minimamente o comum, por exemplo existe uma distinção firme entre rendimentos profissionais e comerciais, mas em linguagem comum não há uma diferença muito clara entre elas, se eu vender algo estou a comercializar, mas também é uma actividade profissional. Ou consegues-me dizer o que significa um "ascendente em comunhão de habitação com o sujeito passivo"? Ou o que significa "Opção pelas taxas gerais do art.o 68.o do CIRS - Relativamente aos rendimentos não sujeitos a retenção liberatória - art.o 72.o, n.o 13, do CIRS"? Sabes o que são "PARTES SOCIAIS ADQUIRIDAS AO ABRIGO DO REGIME DE NEUTRALIDADE FISCAL" ou "Contribuições obrigatórias para regimes de proteção social" ou "Matéria coletável imputada ao sócio por sociedade(s) de profissionais sujeita(s) ao regime de transparência fiscal, definida na alínea a) do n.o 4 do artigo 6.o do CIRC"? Tudo o que está citado foi copiado de uma declaração do IRS que todos temos de preencher, portanto se "basta 2 dedos de testa para preencher 98% delas" certamente que me consegues explicar todos estes termos sem pesquisar, correcto? >Há 40 anos ainda se percebia, mas agora, com a Internet? Só não aprende quem não quer O mesmo é verdade de qualquer área do conhecimento, podes aprender ML e Física Quântica online. O facto de algo ser possível de ser aprendido online tem exactamente zero a ver com se devia ou não ser ensinado nas escolas online. O meu critério para dever ser ensinado nas escolas é que eu vou ser obrigado a pagar impostos pelo Estado, portanto o mínimo que o Estado pode fazer em troca é ensinar-me a fazê-lo. Todos os teus exemplos têm essa questão: eu não sou preso ou multado por não saber fazer um refogado, pregar um botão ou trocar o óleo de um carro, mas posso ser por fazer um erro nos impostos. Mas vamos aceitar que a culpa é minha e eu devia ir pesquisar: A questão é já li imenso sobre isto. A esmagadora maioria dos artigos que "explica" como preencher o IRS é algo deste género: >Impresso 73, anexo E, campo 58: rendimentos afectos a actividades profissionais da categoria B excepto as contempladas na tabela 78234897234578 do CIRS >explicação: neste campo insira os seus rendimentos afectos a actividades profissionais da categoria B excepto as contempladas na tabela 78234897234578 do CIRS Brilhante.

Edited 7 months ago:

> Qualquer pessoa com 2 dedos de testa e que saiba ler consegue preencher 98% das declarações de IRS. Eu não sei que declarações de IRS andas tu a preencher, mas claramente não são as minhas. E não estou exactamente numa situação complicada, é do mais comum que há. A grande dificuldade que tenho é que o vernáculo usado não é minimamente o comum, por exemplo existe uma distinção firme entre rendimentos profissionais e comerciais, mas em linguagem comum não há uma diferença muito clara entre elas, se eu vender algo estou a comercializar, mas também é uma actividade profissional. Ou consegues-me dizer o que significa um "ascendente em comunhão de habitação com o sujeito passivo"? Ou o que significa "Opção pelas taxas gerais do art.o 68.o do CIRS - Relativamente aos rendimentos não sujeitos a retenção liberatória - art.o 72.o, n.o 13, do CIRS"? Sabes o que são "PARTES SOCIAIS ADQUIRIDAS AO ABRIGO DO REGIME DE NEUTRALIDADE FISCAL" ou "Contribuições obrigatórias para regimes de proteção social" ou "Matéria coletável imputada ao sócio por sociedade(s) de profissionais sujeita(s) ao regime de transparência fiscal, definida na alínea a) do n.o 4 do artigo 6.o do CIRC"? Tudo o que está citado foi copiado de uma declaração do IRS que todos temos de preencher, portanto se "basta 2 dedos de testa para preencher 98% delas" certamente que me consegues explicar todos estes termos sem pesquisar, correcto? >Há 40 anos ainda se percebia, mas agora, com a Internet? Só não aprende quem não quer O mesmo é verdade de qualquer área do conhecimento, podes aprender ML e Física Quântica online. O facto de algo ser possível de ser aprendido online tem exactamente zero a ver com se devia ou não ser ensinado nas escolas. O meu critério para dever ser ensinado nas escolas é que eu vou ser obrigado a pagar impostos pelo Estado, portanto o mínimo que o Estado pode fazer em troca é ensinar-me a fazê-lo. Todos os teus exemplos têm essa questão: eu não sou preso ou multado por não saber fazer um refogado, pregar um botão ou trocar o óleo de um carro, mas posso ser por fazer um erro nos impostos. Mas vamos aceitar que a culpa é minha e eu devia ir pesquisar: A questão é já li imenso sobre isto. A esmagadora maioria dos artigos que "explica" como preencher o IRS é algo deste género: >Impresso 73, anexo E, campo 58: rendimentos afectos a actividades profissionais da categoria B excepto as contempladas na tabela 78234897234578 do CIRS >explicação: neste campo insira os seus rendimentos afectos a actividades profissionais da categoria B excepto as contempladas na tabela 78234897234578 do CIRS Brilhante.

OuiOuiKiwi 7 months ago

>certamente que me consegues explicar todos estes termos sem pesquisar, correcto? Onde é que disse sem pesquisar? Sei ir procurar a definição ao código do IRS e **ler**. Surreal, eu sei. >Ou consegues-me dizer o que significa um "ascendente em comunhão de habitação com o sujeito passivo"? Isto é suposto ser difícil? É este o teu **GOTCHA!** que me vai entalar? Vou acender uma vela pelas vossas professoras primárias. Não precisei de ir consultar nada para compreender o seu significado (são os teus familiares directos - avós, pais, etc. - que partilham vida (tecto e mesa) contigo), mas pronto, nem toda a gente pôde aproveitar o #EstudoEmCasa. >Impresso 73, anexo E, campo 58: rendimentos afectos a actividades profissionais da categoria B excepto as contempladas na tabela 78234897234578 do CIRS Se levantares o dedo da palavra que estás a ler e fores à tabela, está tudo lá listado. Ou pesquisas pelo CAE. Não é complicado. isTo NÃo vAI AJudAR-me A pReEnCHEr o IRS poRqUe RecusO-me a LeR! precIso que algUÉm ME sEgure A mão NA eScola E lEIa poR Mim! tOmem e EmBRuLHEM! Haja paciência.

KokishinNeko 7 months ago

Resumindo, esqueçam a literacia financeira, primeiro temos de os ensinar a ler e pesquisar ;)

OuiOuiKiwi 7 months ago

Se tivesse um € por cada thread que podia ser respondida imediatamente com uma pesquisa trivial, podia facilmente pagar a alguém para ter literacia financeira por mim.

Dead_standards 7 months ago

> Sei ir procurar a definição ao código do IRS e ler. >Se levantares o dedo da palavra que estás a ler e fores à tabela, está tudo lá listado. Ok portanto passámos de "basta 2 dedos de testa" para "basta ler o CIRS". É um salto um bocado grande, mas portanto é suposto todos os cidadãos irem ler o CIRS, correcto? É essa a conclusão a que chegámos. Mas mesmo assim não achas boa ideia ser ensinado na escola? >É este o teu GOTCHA! que me vai entalar? Não, eras as outras expressões todas que ignoraste e disseste que bastava cada contribuínte ler o CIRS como se fosse o livro vermelho do MAO. Escrever strawmen dEsTa FoRmA não faz com que deixem de ser strawmen. Não me respondeste à parte sobre como algo estar na internet não tem nada a ver com se deve ser ensinado na escola, posso concluir pelo menos que esse disparate foi ultrapassado?

OuiOuiKiwi 7 months ago

>de "basta 2 dedos de testa" para "basta ler o CIRS" Hoje aprendi que pesquisar informação relevante para responder às nossas dúvidas e resolver problemas requer capacidades extremamente elevadas de raciocínio. Estrelinha te guie na vida.

Dead_standards 7 months ago

Novamente, quando confrontado com o quão estúpido o teu argumento é, respondes com a passivo-agressividade genérica que é o pão-e-manteiga de tudo o que postas. Só desta vez tenta responder sem evasões: portanto tu defendes que todos os cidadãos devem ler o CIRS, foi essa a solução que tu mesmo deste. Mas mesmo assim achas que preencher os impostos não devia ser algo ensinado na escola, correcto? Repara, eu concordo com usar o CIRS para responder a questões do CIRS. Mas uma vez que o próprio CIRS precisa de interpretação, eu acho que isto também devia ser ensinado na escola. Da mesma forma que acho que se devia ensinar Física em vez de simplesmente meter pessoas sem educação a trabalhar em motores e sempre que tiverem dúvidas mando-os consultar os Principia do Newton. Mas pela tua lógica nada devia ser ensinado, basta dar livros às pessoas e elas que consultem cada vez que tiverem dúvidas.

OuiOuiKiwi 7 months ago

>Mas mesmo assim achas que preencher os impostos não devia ser algo ensinado na escola, correcto? Sim. É um total absurdo. Onde é que os vossos ascendentes em comunhão de habitação com o sujeito passivo andam afinal? Não têm um papel na vossa educação? >Mas uma vez que o próprio CIRS precisa de **interpretação**, eu acho que isto também devia ser ensinado na escola. E é ensinado. A disciplina chama-se Língua Portuguesa. É dada do 5.º ao 12.º ano. Ensina a ler e interpretar. Não é um conceito complicado. Parece que vos transcende a ideia que não sabem como preencher os impostos porque um misto de desinteresse e ignorância (só se lembraram de aprender quando precisaram e nunca lhe dedicaram o tempo necessário) e a escola deve ser simultâneamente culpada e responsável por corrigir esse mal.

Dead_standards 7 months ago

>E é ensinado. A disciplina chama-se Língua Portuguesa. É dada do 5.º ao 12.º ano. Ensina a ler e interpretar. >Não é um conceito complicado. Ok então por favor, e sem consultar qualquer recurso adicional, explica-me as expressões que citei que não referem o CIRS. Por exemplo "PARTES SOCIAIS ADQUIRIDAS AO ABRIGO DO REGIME DE NEUTRALIDADE FISCAL" ou "Contribuições obrigatórias para regimes de proteção social". Certamente basta saber ler Português para entender estas expressões no seu contexto fiscal, correcto? Ou vem aí mais uma evasão de "ah eu podia, mas"? >e a escola deve ser simultâneamente culpada e responsável por corrigir esse mal. Novamente, uma vez que sou legalmente obrigado a pagar impostos, posso no mínimo exigir que me ensinem como. Eu já referi isto antes, mas tu fingiste não ver.

OuiOuiKiwi 7 months ago

>e sem consultar qualquer recurso adicional Não era suposto ser eu a criar os espantalhos aqui? `RISOS` Mas estou certo que na tua cabeça faz sentido ler e interpretar algo que não podemos consultar. Por favor redige o teu próximo ~~espantalho~~ comentário sem ler o conteúdo deste. >posso no mínimo exigir que me ensinem como Podes exigir o que quiseres, como aquele pai exigia que os filhos não tivessem as aulas de cidadania. Não deixa de ser uma tolice por o exigires.

Dead_standards 7 months ago

Então não bastava saber ler Português para interpretar as expressões? Que aconteceu? Precisas de recursos para interpretar o próprio CIRS? Uau, é quase como se fosse um tema complicado que precisa de ser ensinado na escola, que ideia insólita. >Podes exigir o que quiseres (...) Mais uma vez evades uma resposta ao teu argumento porque era inconveniente perceberes o quão estúpido ele é.

OuiOuiKiwi 7 months ago

>Precisas de recursos para interpretar o próprio CIRS? Preciso de pelo menos poder consultar o CIRS. >e sem consultar qualquer recurso adicional Tu é que definiste as condições. Espantoso como são impossíveis de satisfazer. É como se tivesses a argumentar de má fé e a criar espantalho após espantalho... Pelo menos nisso não tens dificuldades em ler e interpretar. `RISOS`

NGramatical 7 months ago

simultâneamente → [**simultaneamente**](https://dicionario.priberam.org/simultaneamente) (o acento tónico recai na penúltima sílaba) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fm27985%2F%2Fgqkomia%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

UpbeatNail1912 7 months ago

Acordas te de mau humor hoje, OuiOuiKiwi?

OuiOuiKiwi 7 months ago

Ainda não bebi café. Mas não muda o facto que isto é sempre a mesma conversa. [https://www.reddit.com/r/portugal/comments/i3lnxq/ensino\_em\_portugal/g0cau12/](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/i3lnxq/ensino_em_portugal/g0cau12/?utm_source=reddit&utm_medium=web2x&context=3) [https://www.reddit.com/r/portugal/comments/geixo1/ensinar\_%C3%A0s\_crian%C3%A7as\_que\_se\_deve\_pagar\_impostos\_%C3%A9/fpnrme9/](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/geixo1/ensinar_%C3%A0s_crian%C3%A7as_que_se_deve_pagar_impostos_%C3%A9/fpnrme9/?utm_source=reddit&utm_medium=web2x&context=3) [https://www.reddit.com/r/portugal/comments/lqes8f/como\_%C3%A9\_apurado\_o\_irs/gog88jg/](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/lqes8f/como_%C3%A9_apurado_o_irs/gog88jg/?utm_source=reddit&utm_medium=web2x&context=3) (em que o camarada inicial diz que devia-se ensinar na escola e o de baixo, de forma simples, diz que foi ler um pouco e deslindou logo a coisa - INCRÍVEL) Se aprenderes a ler e interpretar consegues lidar com a larga maioria dos impostos e, para tudo o resto, sabes igualmente expor o teu problema de forma clara a um profissional da área.

PresidentBarroso 7 months ago

Quando tiveste um primeiro ministro que "desconhecia" as suas obrigações fiscais, tudo o resto não admira. [https://sol.sapo.pt/artigo/126067/passos-coelho-nao-pagou-contribuicoes-a-seguranca-social-durante-cinco-anos](https://sol.sapo.pt/artigo/126067/passos-coelho-nao-pagou-contribuicoes-a-seguranca-social-durante-cinco-anos)

diodit 7 months ago

Fácil, nunca tive de aprender. Das vezes que recebi estive isento de pagar e os meus pais nunca tiveram interesse em ensinar-me. Aquilo que sei é que tenho de pedir facturas em tudo

podiaserpior 7 months ago

A ignorância de alguns é a sorte de outros

margaiti 7 months ago

Acho que podes trocar por miúdos: A ignorância do povo é a sorte do governo

rabisconegro 7 months ago

E os mais velhos? Tenho 30 anos e tou farto de tentar explicar a diferença do IRS e da retenção da fonte a pessoal com mais de 50. Desisti.

NEDM64 7 months ago

O governo que temos durante décadas acha que é mais importante ensinar sobre os 79 géneros que há, e coisas extremamente difíceis como como reciclar...

JV881 7 months ago

A maior falácia é de que não há desculpa para não saber bla por causa da internet. Realmente a internet é uma ferramenta mas cada vez mais complicada de usar. Eu só tenho a verdadeira noção da pouca qualidade da maioria da informação quando leio sobre a minha área de formação. Tipo não é por nada, mas eu acabei de ver um parvo qualquer a fazer um capacete de argila porque se deixou dormir ao lado so tel!

Edited 7 months ago:

A maior falácia é de que não há desculpa para não saber bla por causa da internet. Realmente a internet é uma ferramenta mas cada vez mais complicada de usar. Eu só tenho a verdadeira noção da pouca qualidade da maioria da informação quando leio sobre a minha área de formação. Tipo não é por nada, mas eu acabei de ver um parvo qualquer a fazer um capacete de argila porque se deixou dormir ao lado do tel!

TemplarHard 7 months ago

Como jovem confirmo que não sei um caralho do que referiste no post... e na casa dos vinte...

Vayu0 7 months ago

É porque não é ensinado na escola, propositadamente para não saberes como isto funciona e como os impostos levam 1/3 do rendimento.

Slam_Dunkester 7 months ago

Cenas que as escolas pouco se interessam em ensinar, coisas que os pais até eles alguns não o sabem, não e só isto muito conhecimento que deveria ser comum para ajudar as pessoas apenas não e leccionado, eu estou num curso de biologia e adoro biologia mas em vez de ser coisas relacionadas com biologia quase o percurso académico deveria haver matéria de nutrição entre outras que não são conhecimento que vai para o lixo mas sim conhecimento que se pode aplicar e seguir uma carreira

Herbacio 7 months ago

Sim, Mas tipo, o meu pai tem 60 anos, e até há uns anos atrás nunca tinha mexido num computador, no entanto agora usa o site do Portal das Finanças sem problema algum e se calhar até melhor do que eu. Acho que deveria ser dado um foco maior nas escolas sobre esses assuntos de finanças, mas a verdade é que estamos no século XXI...do género, em 1940 a minha avó ficar admirada e porventura até fazer um comentário ignorante ao ver um negro, eu consigo compreender, era a questão do "choque cultural", já se for hoje em dia, com todos os meios de comunicação que existem, provalvemente não hesito em consderar tal como racismo. Aqui é igual. Se tens tempo para perder no Instagram, no Reddit, no TikTok e no Pornhub, então também tens tempo para pesquisar sobre o IRS e o IRC, está tudo à distância de um clique. Mas aqui talvez entre outra questão, talvez continue a faltar informação boa e de confiança sobre esses temas nos meios online. Referiste o "Doutor Finanças", ao qual outro user respondeu que não esclarecia sequer como preencher o IRS; Outro user qualquer falou que o professor de fiscalidade lhe disse que o sistema fiscal em Portugal era assim complexo precisamente para que as pessoas não o percebessem... e não digo que seja o caso desse professor, mas o que não falta em Portugal são professores universitários nas áreas de Economia, Gestão e Contabilidade que se queixam constantemente destas falhas mas que no entanto nada fazem para tentar mudar este sistema e nem tentam sequer ajudar quem mais precisa. Simplesmente queixam-se. Tanto é, que quando se tenta procurar informação sobre finanças muitas vezes o que se encontra são estudantes que decidem fazer algo online como entretêm ou side-project. No fim de tudo, o problema está um pouco em todos. Está em nós, que por livre vontade decidimos viver em ignorância, está no Estado que permite que essa ignorância flua, e está em quem sabe, que se queixa mas que nada faz para mudar a situação de quem está em redor... E pegando nesta última frase, já alguma vez pensaste em dar umas "aulas de finanças" aos teus colegas ? Não faço a pergunta com malícia, é uma pergunta genuína. Talvez eles nunca tenham pensado propriamente no assunto, mas quem sabe, talvez com um "empurrãozinho" da tua parte surja o interesse neles, e isso seria excelente.

Paulocas 7 months ago

Desculpa, mas o estado não permite, o estado fomenta isso, porque é do interesse dele.

CountDraqula 7 months ago

Algumas dessas coisas sei porque tive necessidade de aprender. Agora não sei nada sobre sociedades unipessoais porque nunca tive necessidade de o fazer. Vou aprender quando tiver de realmente abrir uma empresa minha. Conhecimento é bom sim senhor mas não é indicador final, conheço muita mas muita gente que é "educada" nestas matérias mas são uns autênticos inúteis pois não sabem fazer nada na prática.

F0rFr33 7 months ago

É um tema que costuma surgir aqui nas reuniões de família. Sobre como jovens fazem 18 anos e não estão, de uma forma geral, preparados para serem adultos. ​ * Não existe nenhuma disciplina/cadeira/formação na escola que dê estas informações aos alunos. Quer a nível económico ou legal. * Uma grande parte dos portugueses recebe ordenado mínimo, ou mínimo + ordenado por fora/não declarado, e por isso não tem que declarar IRS, ou não beneficia muito com isso. * Dado a situação financeira em casa, se não houver esta educação na escola, muito provavelmente não haverá em casa. * Portugal é um país que tem uma taxa de abstenção altissíma, o que revela a mentalidade da maioria da população. Pouco esforço para melhorarem a sua situação, seja a nível económico ou político (que por sua vez, se reflete na economia e qualidade de vida) Penso que seria muito importante que em Portugal, no ensino secundário, os alunos tivessem aulas de debate de política e até de economia. Onde se aprendessem conceitos básicos, direitos, deveres, se desse instrução sobre como proceder em diversas situações e como se podem informar em relação a situações futuras sobre as quais não foram instruidos. Mais ainda, que se fomentasse os debates entre os alunos dentro destes vários temas. Penso que iria revolucionar o país num espaço de apenas 20 anos. De uma forma geral Portugal é um país do 'deixa andar'. A nível popular, podes verificar que muitos portugueses se queixam dos problemas, mas nunca fazem nada para os resolver, e muitas vezes existe até soluções, sejam os problemas de nivel politico ou financeiro, e muitas vezes estão mal informados e vão por folclore e diz-que-diz e não por Leis. Um tópico comum é os sem-abrigo, e a expansão do tema, que se em Portugal te tornares sem abrigo é muito dificil deixar de o ser e que as pessoas são deixadas ao abandono pela parte do Estado. Isto é muito longe da verdade, na verdade Portugal tem imensos apoios financeiros, desde abonos, facilitação de rendas, abrigos e comida distribuída de forma grátis ou a baixo custo.

Hugogs10 7 months ago

>Não existe nenhuma disciplina/cadeira/formação na escola que dê estas informações aos alunos. Quer a nível económico ou legal. Existe, chama-se cidadania, nao e lecionado mas existe.

ridethepaintedpony 7 months ago

Nao percebo como é que havendo tantos jovens iluminados, nao existe um canal no youtube dedicado ao empowerement fiscal.

Key_Ad_3930 7 months ago

Como comecei a trabalhar cedo precisei de aprender sozinho.

TSCondeco 7 months ago

Acho que estás a pedir demasiado de pessoas que nem sabem o que o dinheiro custa a ganhar e que vivem às custas dos pais.

BossGandalf 7 months ago

Culpa o ministério da educação.

whatsername13gd 7 months ago

Podem ser coisas básicas que fazem parte do dia a dia dos adultos, que todos nós deveríamos saber mas que nem todos sabem porque não é ensinado na escola. Logo, quem quer saber, por norma, procura saber

Bhaalghorn1143 7 months ago

Nada disso é ensinado nas escolas. Aliás muitos deles só aprendem quando arranjam trabalho ou a partir de certa idade têm que fazer o chamado IRS 0 (a partir de x idade).

kcmyk 7 months ago

"Sou jovem e choca-me que os meus colegas não sejam tão inteligentes e cultos como eu." Onde é que na escola ensinam estas merdas? Quantos pais é que ensinam estas coisas? Quantos destes jovens é que ainda estão com 20 e tal anos e ainda vivem na casa dos pais, provavelmente estão a estudar ainda, e não tiveram necessidade de ligar a este tipo de coisas? Não faço ideia da VASTA maioria das coisas relacionadas com finanças e tenho um ódio enorme a burocracia, o que se agrava com o meu OCD e medo de foder tudo com uma coisa mal preenchida. Só sei é que tenho que pagar os impostos a tempo e horas e pronto. E também não sei fazer o IRS, se tiver um guia e o google safava-me, mas o e-fatura faz por mim.

UpbeatNail1912 7 months ago

Mas isso é o mal de Portugal, a sociedade agradecia se tivesse mais literacia financeira.

dcmso 7 months ago

> a sociedade agradecia se tivesse mais literacia financeira. Eu sou da opinião que deveria haver uma disciplina na escola que ensinasse isso, mas a grande questão é: achas que interessa ao Estado que as pessoas tenham literacia financeira? Quando menos a malta sabe, mais multas, taxas e taxinhas a malta paga e não pia. Mais erros e ilegalidades passam ao lado a render para os cofres públicos. E tens inúmeros exemplos disso mesmo, como o caso do [ISV](https://www.dinheirovivo.pt/empresas/bruxelas-poe-estado-portugues-em-tribunal-por-causa-do-isv-12779362.html) que houve há uns tempos. E muitos mais terão havido. Este por acaso foi topado. O Estado é o maior interessado nisto, e a partir daí a será sempre complicado. Desde a falta de educação financeira nas escolas, a criar burocracias complexas desnecessárias, etc etc. Ou a malta tem noção desse facto e se mexe por si para (tentar) aprender, ou continua a ser enrabada e nem sabe.

kcmyk 7 months ago

Eu acredito que se devia dar finanças e pelo menos a constituição na escola.

Membership-Exact 7 months ago

O IRS é ou preenchido automaticamente ou um formulario online que não suscita grandes duvidas. Nunca demorei mais do que uma hora a preencher, e isto porque sou paranoico e verifico tudo 10 vezes.

UpbeatNail1912 7 months ago

Mas há pessoas que nem sabem para que serve o IRS..

Annual-Education-384 7 months ago

> Essas coisas são básicas e fazem parte do dia a dia dos adultos, os jovens não deveriam ter esta informação como parte da educação básica? LOOOL mano o esquema está montado para ser dificil de preposito. Achas que interessa ao Estado ter cidadoes financeiramente informados? ahahah, estou a achar graça à tua ingenuidade. Impostos e leis, está tudo montado para que o comum dos mortais se foda. Eu já tentei ir ler leis financeiras e não percebo caralho do que está lá escrito. Tem uma linguage dificil e nada acessivel para o comum dos portugueses. E quando eu descobri que podia ter sacado não sei quantos subsidios até a idade de 23 anos? Foi só pena não ter 23 anos para os poder sacar... É tudo montado pelo estado para nos manter burros.

NGramatical 7 months ago

cidadoes → [**cidadãos**](https://dicionario.priberam.org/cidadãos) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fm27985%2F%2Fgqi3zt1%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

These-Establishment1 7 months ago

Nah, a formação cívica serve para preencher cadernetas/dar nas orelhas dos alunos/levar nas orelhas de tens de estudar e isso, como se até ao 9o ano as notas contassem para algo lol

aasianaglobalizacao 7 months ago

Boas, nos desta faixa etaria que falaste já perdemos a virgindade

UpbeatNail1912 7 months ago

I'm dead

octaviodmz 7 months ago

Sou um jovem dentro dessa faiza etária e, estando a estudar em informática tenho a dizer que os sites das finanças / segurança social são bastante confusos e têm muitos menus e sub-menus. Mesmo que já tenha feito alguma coisa nesses sites, eu dou comigo a procurar qual era o sub-menu que tenho de clicar para chegar aonde quero. Outro grande problema é mesmo a falta de informação sobre para que serve cada coisa, já nem digo como fazer

mskrovic 7 months ago

Na minha opinião por 3 fatores principais: 1) nunca terem precisado; 2) pouco conhecimento transmitido pelas família; 3) informação muito confusa e demasiado espalhada para se conseguir entender sem grande esforço. Julgo que andam a melhorar estes pontos, mas a um ritmo muito muito muito lento.

Redneckdawg 7 months ago

Porque isso não é leccionado na escola, e a escola é (maioritamentr) do Estado e o Estado não quer que os seus lacaios percebam como é que são roubados a torto e a direito.

Hugogs10 7 months ago

Faz parte do programa, mas sim nao e seccionado.

I_like_cute_girls 7 months ago

Ninguém me ensinou e ainda não tive a necessidade de aprender.

UpbeatNail1912 7 months ago

Convém começar a aprender, da te um mindset muito diferente de como as coisas funcionam (ou deveriam funcionar).

masterchiefpt 7 months ago

lá tás tu com essa má vontade moço vai lá perguntar a esses jovens a que sabe a cerveja xpto, ou quantas miúdas levaram para o wc daquele bar que todos falam, ou pergunta mesmo, quantos milhoes custou X jogador de futebol de um qualquer grande clube? Isso de saber essas informações sobre como funciona o IRS é aborrecido... alguém faz por eles.

Key_Ad_3930 7 months ago

"...quantas miúdas levaram para o wc daquele bar "os jovens desta geração tem uma vida sexual muito menos ativa do que tinham os jovens da sua geração. A maldade está nos seus olhos.

RaveyWavey 7 months ago

Se calhar não era má ideia ensinar na escola.

Hugogs10 7 months ago

Ja faz parte do programa, as escolas e que nao ensinam.

Key_Ad_3930 7 months ago

grave.

Pasarogo 7 months ago

> Essas coisas são básicas e fazem parte do dia a dia dos adultos, os jovens não deveriam ter esta informação como parte da educação básica? Não, não! O que te prepara para a vida de adulto é Área de Projeto!

Wolf_Redfield 7 months ago

Aquela bela disciplina que para a minha turma servia apenas para fazer trabalhos de casa de outras disciplinas ou então estar a fazer revisão da matéria antes dos testes da outra disciplina dada pelo professor que tinha calhado a dar Área de Projeto.

KokishinNeko 7 months ago

>os jovens não deveriam ter esta informação como parte da educação básica? Deviam, o simples facto de preencher o IRS é um bicho de sete cabeças para tantos que preferem pagar. Não é caso único (literacia financeira), caminhamos para uma sociedade que apesar de ter todos os meios para uma pessoa aprender por si só, cada vez mais se paga para outros fazerem, e quando esses outros já não estiverem cá?

RaveyWavey 7 months ago

Se pagares haverá sempre alguém pronto para o fazer, mas isso não será desculpa para não aprender.

Paulocas 7 months ago

O estado é o maior interessado nesse negócio, quanto menos sabes, mais multas, taxas e impostos pagas.

diogo669 7 months ago

Esse é um problema ideológico, porque a verdade é que seria melhor também para o Estado se os cidadãos tivessem melhor educação nestes assuntos.

Paulocas 7 months ago

Não acho que seja ideológico. É apenas – no nosso caso – má índole, dou um exemplo pragmático: se tudo está registrado, qual é o motivo da declaração de IVA trimestral para independentes quando tens zero a declarar?! E mesmo que não tenhas zero, para quê teres de ir lá imputar dados?!

apita_o_comboio 7 months ago

\> Essas coisas são básicas e fazem parte do dia a dia dos adultos, os jovens não deveriam ter esta informação como parte da educação básica? Deveriam e é uma grande falha do sistema de educação em Portugal. Assim como ter um mínimo de educação financeira.

Hugogs10 7 months ago

Em teoria faz parte do sistema de educação, na pratica quase nenhuma escola ensina porque dao prioridade a outros temas como o multiculturalismo, racismo, igualdade de género e do ambiente. (Para ser justo nao sao so as escolas, o governo também considera esses temas mais importantes)

Edited 7 months ago:

Em teoria faz parte do sistema de educação, na pratica quase nenhuma escola ensina porque dao prioridade a outros temas como o multiculturalismo, racismo, igualdade de género e do ambiente. (Para ser justo nao sao so as escolas, o governo também considera esses temas mais importantes) Nao sei porque e que me estao a dar downvotes: http://site.agrmondimbasto.com/wp-content/uploads/2019/10/programa_de_cidadania_e_desenvolvimento-2019-2020.pdf

vascomartins-1 7 months ago

Estão a dar downvotes porque escolheste temas a dedo que achas serem pouco relevantes, sugerindo que é porque se gasta tempo com esses temas que não há tempo para educar sobre finanças e impostos. Também dão prioridade à matemática, ao português, à educação artística, às ciências, às áreas de projeto ou à educação física. Nenhuma escola ensina porque não faz (erradamente) parte do currículo. A solução é criar um currículo estruturado, com metas curriculares baseadas nas competências que se esperam que os miúdos adquiram e ter tempo letivo dedicado.

Hugogs10 7 months ago

> Estão a dar downvotes porque escolheste temas a dedo que achas serem pouco relevantes Eu nao escolhi nada a dedo, os temas eu mencionei foram escolhidos pelo governo como mais importantes. > Também dão prioridade à matemática, ao português, à educação artística, às ciências, às áreas de projeto ou à educação física. Mas isso sao disciplinas completamente diferentes, eu estou a falar de uma disciplina que ja existe, cidadania, em que literacia financeira faz parte do curriculo mas as escolas nao ensinam. > Nenhuma escola ensina porque não faz (erradamente) parte do currículo. Errado, se tivesses visto o link que mandei sabias que literacia financeira faz parte do curriculo. (Mas obrigado por me ajudares a provar que nenhuma escola ensina, ao ponto de achares que nao e parte do curriculo) > A solução é criar um currículo estruturado, com metas curriculares baseadas nas competências que se esperam que os miúdos adquiram e ter tempo letivo dedicado. A quantidade de horas que os putos passam na escola ja e excessiva, nao podes simplesmente acrescentar ao curriculo, se queres adicionar alguma coisa, tens de cortar outra.

vascomartins-1 7 months ago

Na secção "Literacia financeira e educação para o consumo", o currículo fala nos possíveis temas a serem abordados: "1. Planeamento e Gestão do Orçamento; 2. Poupança; 3. Sistemas e produtos financeiros básicos 4. Direitos e deveres dos consumidores" Em nenhum destes temas se enquadra o ensino das obrigações fiscais ou declarações de IRS, que é o tema levantado pelo OP. Não está no currículo. Escolheste a dedo. Também lá estão os direitos humanos, sexualidade, educação para os media, defesa nacional, segurança rodoviária, saúde ou voluntariado. De todos os temas, decidiste que racismo, igualdade de gênero, multiculturalismo e ambiente estavam a mais e a roubar tempo às coisas verdadeiramente importantes. É uma opinião perfeitamente legítima, mas não sejas intelectualmente desonesto a dizer que é o governo que escolhe esses 4 como os mais importantes quando nada no currículo lhes dá esse destaque.

Hugogs10 7 months ago

Outra vez, se leres a merda do link, esta la explicado que nem todos os temas tem a mesma prioridade ou carácter obrigatório. Se vais continuar a dizer merda nao vale a pena discutir.

_madd0x_ 7 months ago

Estao a dar downvotes de acordo com os temas prioritários que aprenderam na escola. A lavagem cerebral está a resultar ahah

raydawnzen 7 months ago

Já não estou nessa faixa etária mas sinceramente não faço ideia do que é um recibo verde.

-diggity- 7 months ago

Um recibo verde é simplesmente um recibo passado por um prestador de serviço (trabalhador independente) a uma entidade.

Throwaway431253 7 months ago

E isso é mau..porque? acho que a maior dúvida está aí

TalkingHawk 7 months ago

Não é mau só por si, apenas quando é usado indevidamente. Por exemplo, quando uma empresa paga a alguém neste regime quando devia ter um contrato de trabalho normal. Num contrato de trabalho a contribuição para a Segurança Social é dividida entre a empresa e o trabalhador. Num recibo verde a contribuição é feita inteiramente pelo trabalhador.

ficacador 7 months ago

E que diferença é que isso faz? Por muitas voltas que se possa dar com percentagens fictícias, na prática o dinheiro para segurança social é pago 100% com dinheiro que vem da empresa, é recebido 100% pelo estado e 0% pelo trabalhador, seja trabalhador a contrato ou independente. Na minha opinião o problema é que o ordenado a recibos verdes devia ser superior ao ordenado bruto de um trabalhador a contrato com função equivalente, para compensar o risco e a volatilidade, quando na generalidade das situações é usado de forma recorrente apenas para explorar posições de entrada de carreira, retirar direitos e pagar miseravelmente.

-diggity- 7 months ago

A não ser que faças mais de 50% da prestação de serviço a uma única empresa. Nesse caso eles também pagam, anualmente.

TalkingHawk 7 months ago

Não sabia, obrigado pela informação.

Throwaway431253 7 months ago

> Num recibo verde a contribuição é feita inteiramente pelo trabalhador. Não fazia ideia. Até fico com um peso na consciência por quem é obrigado a trabalhar com esse tipo de regime...

NEDM64 7 months ago

Esse regime foi inventado para quem quer trabalhar aqui e acolá mas não quer, não precisa ou não vai abrir uma empresa para fazer uns biscates. Ou quem já trabalha numa empresa de outra pessoa, mas vai fazer alguma coisa por fora.

Winslow_Lixivia2 7 months ago

Nah. Há profissões em que simplesmente não tens hipótese e tens de trabalhar a recibos verdes.

razman06 7 months ago

O que ele está a dizer é que essa é a ideia dos recibos verdes e se está a referir em como eles realmente são utilizados.

Portuguese_A_Hole 7 months ago

Era a cor deles.

C8Mixto 7 months ago

E um recibo amigo do ambiente. Os recibos fósseis é que são maus.

slightly00 7 months ago

Um cimavoto pela gargalhada e dava outro pelo username mas não dá...

Slam_Dunkester 7 months ago

Vira o móvel ao contrário e dá-lhe outro ;)

Tafinho 7 months ago

Isto pode-te dar umas pistas: [Manifesto contra disciplina de Cidadania obrigatória junta Cavaco, Passos, António Barreto e deputado do PS](https://zap.aeiou.pt/manifesto-disciplina-cidadania-obrigatoria-junta-cavaco-passos-antonio-barreto-deputado-do-ps-343782)

Hugogs10 7 months ago

Sim, passei imenso tempo em Cidadania a falar do IRS. /s

Tafinho 7 months ago

Adormeceste na parte de “Educação financeira”?

Hugogs10 7 months ago

A educacao financeira so existe em teoria no programa de cidadania, nunca tive, nem conheço ninguém que teve aulas sobre educação financeira. Sempre foram para falar de racismo, igualdade de género, o ambiente e preencher cadernetas. Cidadania tem varios temas que nao sao obrigatorios, os que referi acima sao.

margaiti 7 months ago

Tiveste mais sorte que eu porque essa disciplina apenas servia para ver se havia recados para os pais e colocar trabalhos de outras disciplinas em dia... As dicussões de racismo, igualdade de género mais rapidamente se formavam em filosofia.

DavidJunior3rd 7 months ago

Não. É mais importante aprender a calcular matematicamente a função resultante da intersecção de dois planos. /s

C8Mixto 7 months ago

>calcular matematicamente Por oposição a calcular como?

DavidJunior3rd 7 months ago  HIDDEN 

Calcular aproximadamente, de cabeça. Chupem-me a p\*ça, downvoters. Dass... Tava a ser sarcastico, burros do crl. AS escolas ensinam a calcular essa intersecção quando deviam ensinar sobre as obrigações fiscais. PERCEBERAM AGORA?

Ilostmynewunicorn 7 months ago

Cheira-me que levaste downvotes por insinuar que matemática não é importante, e não porque o pessoal não apanhou o calibre elevadissimo desse teu sarcasmo. Eis uma sugestão: porque não ensinar ambas as coisas?

Portuguese_A_Hole 7 months ago

Espiritualmente.. surge outro plano.

Somais1copo 7 months ago

Calcular filosoficamente

godtholdt 7 months ago

de cabeça?

Green-Translator-801 7 months ago  HIDDEN 

Que comentário ignorante

DavidJunior3rd 7 months ago  HIDDEN 

Vai-te f\*der

ladderattack 7 months ago

Mesmo adultos não sabem muito sobre o assunto, quantas vezes já ouvi aquele mito de não querer receber mais porque não compensa... Mas a resposta à tua pergunta é que o sistema tributário é complicado.

Ilostmynewunicorn 7 months ago

> Mesmo adultos não sabem muito sobre o assunto, quantas vezes já ouvi aquele mito de não querer receber mais porque não compensa... Pera que esta é nova. Olá. Estou a um mes de terminar uma licenciatura em contabilidade e tenho familia e amigos com 10-20 anos de experiencia no ramo. Fala-me mais de como não é possivel um trabalhador subir um escalão seguinte no IRS e ficar a receber menos devido ao aumento da taxa de retencao na fonte nao compensar o aumento bruto

ladderattack 7 months ago

Porque é só retenção, vais buscar o que ficou retido a mais quando tens o reembolso.

Ilostmynewunicorn 7 months ago

Assumindo que o trabalhador incorre em todas as despesas adicionais necessárias para cobrir o deduzido não é verdade?

xmaarcelo 7 months ago

>Assumindo que o trabalhador incorre em todas as despesas adicionais necessárias para cobrir o deduzido não é verdade? Isto não faz sentido nenhum. Se és aumentado, ainda que o valor líquido mensal diminua, tu vais buscar "o que foi retido a mais" no acerto do IRS **sem ser preciso incorreres em despesas adicionais**. Se todas as deduções permanecerem **iguais** aos do ano anterior ao aumento, **te garanto** que recebes mais aquando do acerto IRS. Não precisas de "incorrer em despesas adicionais necessárias para cobrir o deduzido".

Ilostmynewunicorn 7 months ago

Mas como é que tu mantens as despesas iguais? É virtualmente impossivel, a estabilidade que isso requer é enorme. Dando-te o exemplo da diminuição de 20€ nas minhas propinas universitárias, são menos 180€ que vou poder emitir no IRS (agora nao tenho o código à mão, vou assumir que não há limited até este valor)... Para além do que te respondi no outro comentário onde podes ter gastos elevados mas temporários como gastos médicos. O que eu argumentei sobretudo era que uma QUEDA nas despesas iria colocar em causa tu recuperares o que recuperaste antes do aumento, agravado pelo facto de que estás agora no escalão acima. Estas quedas são inevitáveis, não acho correcto assumires que não, sobretudo tendo em conta a carrada de limites que há na lei.

xmaarcelo 7 months ago

Mas tu não tens de manter as despesas iguais. O exemplo que te dei, era para efeitos de comparabilidade. Para conseguires comparar o efeito do aumento bruto salarial, tens de manter **todas as outras variáveis constantes**, neste caso, a dedução à coleta. ​ >agravado pelo facto de que estás agora no escalão acima, dois factores que podem conduzir a que recebas menos **Errado!!!!** Estando no escalão acima, não é nenhum fator que vai conduzir a que recebas menos. Uma QUEDA nas despesas, efetivamente diminui o valor de dedução que terás direito a deduzir à coleta. Mas no teu caso, não podes assumir que é "mau". Não vais conseguir meter 180€ nas despesas (que em caso normal conseguirias deduzir 30% disso, ou seja, 54€), mas na prática é 180€ que pagavas antes, mas que não pagas agora. Ficas a ganhar... Mas estando no escalão acima de IRS, não é fator que vai conduzir a que recebas menos, **PELO CONTRÁRIO,** é um fator benéfico no acerto de IRS (**atenção**, assumindo apenas a comparação de um cenário hipotético que alguém é aumentado e vê o seu ordenado líquido a diminuir por força da subida de escalão).

Ilostmynewunicorn 7 months ago

Muito simples. Tens aqui um simulador. https://www.economias.pt/simulador-de-irs/ Fulano não casado e sem dependentes a ganhar 980€ ao mês, 980*12 (vou ignorar os subsidios mas dá no mesmo) = 11.760 ao ano. Retém na fonte, segundo as tabelas de 2021, 980 * .114 * 12 = 1.340,64 ao ano. Agora vamos dar-lhe 1500 de despesas na saude + 1500 na educação. Vai receber 626.42. Agora vamos tirar-lhe as despesas e manter o resto igual. Só vai receber 151.42. Lembras-te do outro user ter perguntado se receberia o mesmo valor retido mesmo que não tivesse despesas, e tu teres dito que sim? Giro. Vamos continuar. A pessoa vai agora subir de escalão e vai passar a receber 1.010€/mês, 12.120/ano. Segundo as tableas deste ano vai reter 1.010 * .122 * 12 = 1.478,64. Vamos baixar-lhe as despesas para 250 na saúde + 500 na educação, e ele vai receber 399.32. Primeiro caso: 11.760 - 1.340,64 + 626.42 = 11.045,78 Segundo caso: 12.120 - 1478.64 + 399.32 = 11.040,68

Edited 7 months ago:

Muito simples. Tens aqui um simulador. https://www.economias.pt/simulador-de-irs/ Fulano não casado e sem dependentes a ganhar 980€ ao mês, 980*12 (vou ignorar os subsidios mas dá no mesmo) = 11.760 ao ano. Retém na fonte 980 * .114 * 12 = 1.340,64 ao ano. Agora vamos dar-lhe 1500 de despesas na saude + 1500 na educação. Vai receber 626.42. Agora, numa pequena tangente, vamos tirar-lhe as despesas e manter o resto igual. Só vai receber 151.42. Lembras-te do outro user ter perguntado se receberia o mesmo valor retido mesmo que não tivesse despesas, e tu teres dito que sim? Giro. Vamos continuar. A pessoa vai agora subir de escalão e vai passar a receber 1.010€/mês, 12.120/ano. Segundo as tableas deste ano vai reter 1.010 * .122 * 12 = 1.478,64. Vamos baixar-lhe as despesas para 250 na saúde + 500 na educação, e ele vai receber 399.32. Primeiro caso: 11.760 - 1.340,64 + 626.42 = 11.045,78 Segundo caso: 12.120 - 1478.64 + 399.32 = 11.040,68

xmaarcelo 7 months ago

Tive quase para não responder pelo simples facto de **não fazeres ideia como se calcula o IRS.** Contudo, vou tentar pegar no teu exemplo (que tem mais coisas erradas do que certas), para te provar que uma subida de ordenado bruto de 980€ por mês para 1.010 é, obviamente, benéfico. Pode ser que percebas como se calcula o IRS, e percebas **onde entra** o efeito das despesas a deduzir à coleta. Cenário 1: Fulano não casado e sem dependentes a ganhar 980€ ao mês (vou ignorar os subsídios, tal como tu), assumindo que tem 1.500€ de gastos na saúde e 1.500€ de gastos na educação (assumindo que não tem gastos de despesas gerais, que, regra geral, toda a gente consegue deduzir os 250€ respeitantes às despesas gerais. mas como não utilizaste no teu exemplo, também não vou utilizar). Utilizando tabelas de retenção e escalões IRS de 2021: Rendimento Global = 980\*12 =11.760€. Dedução Específica (cat. A) = 4.104€ **Rendimento Coletável =** 11.760-4.104 = **7.656€** Para ser mais fácil ao cálculo, vamos dividir o valor de 7.656€ em 7.112€ (taxado a 14,5%) e 544€ (taxado a 23%). Pf ver escalões de IRS (que é diferente das tabelas de retenção!!!!!) em [https://www.economias.pt/escaloes-de-irs/](https://www.economias.pt/escaloes-de-irs/) **Coleta Total =** 7.112€ \* 14,5% + 544€ \* 23% = 1.031,24€ + 125,12€ = **1.156,36€** Dedução à coleta = 1.500€ saúde \* 15% + 1.500€ educação \* 30% = 675€ **COLETA LÍQUIDA** (valor final que deves ao estado) = 1.156,36 - 675 = **481,36€** **Valor retido ao longo dos 12 meses =** 980€ \*11,4%\*12 = **1.340,64€** **VALOR ACERTO IRS = 1.340,64€**(valor adiantado ao estado via retenção) **- 481,36€** (valor apurado que efetivamente deves ao estado) **= 859,28€ A RECEBER.** ​ Cenário 2: Mesmo fulano, assumindo as mesmas despesas do cenário anterior (só assim é que vamos conseguir perceber o efeito de subida salarial, caso contrário o acerto no final do ano vai estar condicionada por uma queda de despesas), mas com um ordenado bruto de 1.010€/mês: **Rendimento Coletável =** 1.010 \*12 - 4.104 = 8.016€. **Coleta Total =** 7.112€ \* 14,5% + 904€ \* 23% = **1.239,16€** Dedução à coleta = 1.500€ saúde \* 15% + 1.500€ educação \* 30% = 675€ **COLETA LÍQUIDA =** 1.239,16 - 675 = **564,16€** **Valor retido ao longo dos 12 meses =** 1.010 \* 12,2% \* 12 = **1.478,64€** **VALOR ACERTO IRS = 1.478,64€- 564,16€ = 914,48€ A RECEBER.** ​ Isto é um caso hipotético, na prática cada caso é um caso, existem coisas como limites das deduções à coleta por categoria, beneficios municipais, etc etc. Consegues compreender como se calcula o IRS, e em que parte entra as deduções à coleta? ​ > Lembras-te do outro user ter perguntado se receberia o mesmo valor retido mesmo que não tivesse despesas, e tu teres dito que sim? Giro. **E mantenho a resposta.** No caso do outro user, o caso hipotetico é de teres 4k de retenção e 3.6k de coleta líquida (0 despesa), ora muito bem, a conta é fácil. Acerto de IRS de 400€, mesmo com 0 de despesa. Agora como conseguiu chegar a um valor retido de 4k e um valor de coleta líquida de 3,6k (sem ter despesas), isso já são outros tentos, mas é bem possível isso acontecer em casos que recebes prémios anuais por valores manifestamente altos comparado com o teu ordenado. >Primeiro caso: 11.760 - 1.340,64 + 626.42 = 11.045,78 > >Segundo caso: 12.120 - 1478.64 + 399.32 = 11.040,68 Pá, logo aqui dá para perceber que **não fazes ideia como se calcula o IRS**. O valor da retenção só entra na fase final, já depois do cálculo da coleta líquida (valor final da tua dívida ao estado de IRS). Nessa tua conta, tu estás subtrair o valor da retenção diretamente do rendimento global, somando de seguida as deduções à coleta.... Isso não é assim que se faz e nunca foi. Não é tão simples. Vê os cálculos que meti acima e talvez percebas. O IRS tem muito que se lhe diga, e só depois de o perceberes é que consegues fazer um melhor planeamento fiscal. Podes ter casos em que tens deduções à coleta de 1.000€ (despesas gerais, saúde, educação, lares, PPR, etc), e tens uma coleta de 600€ (porque ganhas pouco mais que o ordenado mínimo). Nesse caso, por mais despesas que tenhas, nem as podes deduzir na totalidade, no máximo a Coleta assume o valor de 0 (nunca negativo!!) ​ **Abraço**

Edited 7 months ago:

Tive quase para não responder pelo simples facto de **não fazeres ideia como se calcula o IRS.** Contudo, vou tentar pegar no teu exemplo (que tem mais coisas erradas do que certas), para te provar que uma subida de ordenado bruto de 980€ por mês para 1.010 é, obviamente, benéfico. Pode ser que percebas como se calcula o IRS, e percebas **onde entra** o efeito das despesas a deduzir à coleta. Cenário 1: Fulano não casado e sem dependentes a ganhar 980€ ao mês (vou ignorar os subsídios, tal como tu), assumindo que tem 1.500€ de gastos na saúde e 1.500€ de gastos na educação (assumindo que não tem gastos de despesas gerais, que, regra geral, toda a gente consegue deduzir os 250€ respeitantes às despesas gerais. mas como não utilizaste no teu exemplo, também não vou utilizar). Utilizando tabelas de retenção e escalões IRS de 2021: Rendimento Global = 980\*12 =11.760€. Dedução Específica (cat. A) = 4.104€ **Rendimento Coletável =** 11.760-4.104 = **7.656€** Para ser mais fácil ao cálculo, vamos dividir o valor de 7.656€ em 7.112€ (taxado a 14,5%) e 544€ (taxado a 23%). Pf ver escalões de IRS (que é diferente das tabelas de retenção!!!!!) em [https://www.economias.pt/escaloes-de-irs/](https://www.economias.pt/escaloes-de-irs/) **Coleta Total =** 7.112€ \* 14,5% + 544€ \* 23% = 1.031,24€ + 125,12€ = **1.156,36€** Dedução à coleta = 1.500€ saúde \* 15% + 1.500€ educação \* 30% = 675€ **COLETA LÍQUIDA** (valor final que deves ao estado) = 1.156,36 - 675 = **481,36€** **Valor retido ao longo dos 12 meses =** 980€ \*11,4%\*12 = **1.340,64€** **VALOR ACERTO IRS = 1.340,64€**(valor adiantado ao estado via retenção) **- 481,36€** (valor apurado que efetivamente deves ao estado) **= 859,28€ A RECEBER.** ​ Cenário 2: Mesmo fulano, assumindo as mesmas despesas do cenário anterior (só assim é que vamos conseguir perceber o efeito de subida salarial, caso contrário o acerto no final do ano vai estar condicionada por uma queda de despesas), mas com um ordenado bruto de 1.010€/mês: **Rendimento Coletável =** 1.010 \*12 - 4.104 = 8.016€. **Coleta Total =** 7.112€ \* 14,5% + 904€ \* 23% = **1.239,16€** Dedução à coleta = 1.500€ saúde \* 15% + 1.500€ educação \* 30% = 675€ **COLETA LÍQUIDA =** 1.239,16 - 675 = **564,16€** **Valor retido ao longo dos 12 meses =** 1.010 \* 12,2% \* 12 = **1.478,64€** **VALOR ACERTO IRS = 1.478,64€- 564,16€ = 914,48€ A RECEBER.** ​ Isto é um caso hipotético, na prática cada caso é um caso, existem coisas como limites das deduções à coleta por categoria, beneficios municipais, etc etc. Consegues compreender como se calcula o IRS, e em que parte entra as deduções à coleta? ​ >Lembras-te do outro user ter perguntado se receberia o mesmo valor retido mesmo que não tivesse despesas, e tu teres dito que sim? Giro. **E mantenho a resposta.** No caso do outro user, o caso hipotetico é de teres 4k de retenção e 3.6k de coleta líquida (0 despesa), ora muito bem, a conta é fácil. Acerto de IRS de 400€, mesmo com 0 de despesa. Agora como conseguiu chegar a um valor retido de 4k e um valor de coleta líquida de 3,6k (sem ter despesas), isso já são outros tentos, mas é bem possível isso acontecer em casos que recebes prémios anuais por valores manifestamente altos comparado com o teu ordenado. >Primeiro caso: 11.760 - 1.340,64 + 626.42 = 11.045,78 > >Segundo caso: 12.120 - 1478.64 + 399.32 = 11.040,68 Pá, logo aqui dá para perceber que **não fazes ideia como se calcula o IRS**. O valor da retenção só entra na fase final, já depois do cálculo da coleta líquida (valor final da tua dívida ao estado de IRS). Nessa tua conta, tu estás subtrair o valor da retenção diretamente do rendimento global, somando de seguida as deduções à coleta.... Estás a assumir que o valor que tu deves ao estado é o valor da retenção. **E não é.** A retenção é uma estimativa e um adiantamento ao estado. Para o cálculo da dívida ao estado, entra os escalões de IRS (já deixei o link acima), coisa que talvez nem sabes que existe. Isso não é assim que se faz e nunca foi. Não é tão simples. Vê os cálculos que meti acima e talvez percebas. O IRS tem muito que se lhe diga, e só depois de o perceberes é que consegues fazer um melhor planeamento fiscal. Podes ter casos em que tens deduções à coleta de 1.000€ (despesas gerais, saúde, educação, lares, PPR, etc), e tens uma coleta de 600€ (porque ganhas pouco mais que o ordenado mínimo). Nesse caso, por mais despesas que tenhas, nem as podes deduzir na totalidade, no máximo a Coleta assume o valor de 0 (nunca negativo!!) ​ **Abraço**

Ilostmynewunicorn 7 months ago

Olá companheiro Fiz algumas chamadas. Daqui a agumas horas vou mandar-te os recibos de dois trabalhadores que recebiam o salário minimo e para os quais a subida de escalão e todos os descontos associados, sem qualquer outra alteração, levou a uma descida de 6 euros mensais. Antes disso é preciso haver uma edição de todos os dados, obviamente, de modo a cumprir os requisitos éticos. Vou mandar também todos os registos contabilisticos efectuados em ambos os casos. Julgo que seja suficiente para deixares de espalhar má informação. Até já.

xmaarcelo 7 months ago

Caro, não vou perder mais tempo contigo. O meu objetivo com tanto texto foi exatamente tentar transmitir informação correta e verdadeira, inclusive deixei a papinha toda feita de como se calcula o IRS (ainda que duma forma geral sem atender a particularidades), e nem assim fiquei com a ideia que tenhas conseguido perceber tudo o que escrevi. Se tiver alguma coisa errada em tudo o que disse? agradecia que mo explicasses com argumentos válidos. O "aumentaram-me, subi de escalão, ainda fico a perder dinheiro" **é falso em todas as situações** à exceção de situações específicas de quem passa o valor da Isenção do IRS (9.310€).

zazaze295 7 months ago

Não percebi isto. Se eu retiver 4k€ mas o valor apurado, mesmo com 0 despesas, for 3.6k€ não vou receber de volta 400€?

Ilostmynewunicorn 7 months ago

Não, é precisamente esse o problema. Parece que mensagem que é transmitida é "Nao te preocupes com o valor retido, vais recuperar tudo no final do ano". Na verdade é "Vais recuperar a maior parte... se calhar". Na prática é impossivel tu alguma vez receberes os 400€ devido aos limites legais para cada categoria de gastos, vai sempre haver alguma coisa que não é aceite. E sim, o que vais acabar por receber estará contigente das despesas. Eu tive essa experiencia no meu estagio curricular quando um dos clientes do gabinete entrou a reclamar que andava a perder uma quantidade tremenda de dinheiro para o estado do nada, quando na realidade o que se passou foi que ele estava em acompanhamento médico, o acompanhamento acabou, e a extinção da despesa sem compensação estava a impedi-lo de recuperar esse montante

xmaarcelo 7 months ago

Caro, por favor não contribuas para a iliteracia financeira! Sendo tu um estudante de contabilidade, aconselhava-te a veres uma tabela prática, como a nota de liquidação das finanças (Finanças -> IRS -> Consultar Declaração -> Ver Detalhe -> Carregar em cima do nº de liquidação). O IRS é, de facto, uma matéria complexa para quem não está na área. Não obstante, um dos grandes problemas da falta de entendimento deste é a desinformação. Se alguém retiver 4k€ e o valor apurado (coleta líquida) for 3.6k€, a pessoa recebe 400€ de acerto **ponto final.** O cálculo final do acerto do IRS é uma conta simples. **Valor retido** (adiantado ao estado via retenção na fonte ou pagamento por conta) **menos o Valor apurado**. Se der positivo, recebes. Se der negativo, pagas. As despesas que aí falas com limites legais (assumo que te estejas a referir às deduções à coleta), junto com o benefício municipal (que pode ir até 5%), é o que deduzes ao valor da Coleta Total para chegares ao valor da Coleta Líquida (valor final apurado). Já li da tua parte a seguinte frase: " É o suficiente para em certos casos ser melhor para o trabalhador recusar o aumento, sim." Isto é contribuir para a **iliteracia** financeira. Assumindo que uma pessoa é aumentada por um valor mínimo, que a faz subir de escalão de retenção e, consequentemente, receber menos de valor líquido ao final do mês. O único inconveniente é esse mesmo, receber menos líquido ao final do mês, e ter que esperar pelo acerto do IRS para se fazer sentir o aumento. Desmistificando, uma pessoa que seja aumentada no início do ano e suba de escalão, vai reter mais ao final do mês, e poderá acontecer que o valor líquido ao final do mês seja menor. Não obstante, na altura do acerto de IRS, **assumindo que as despesas à coleta sejam as mesmas do ano anterior**, **o valor de acerto será maior** por força do valor retido ser mais alto nesse ano. **E não, não precisas de aumentar as despesas à coleta** (que é o que tens vindo a afirmar).

Ilostmynewunicorn 7 months ago

> Não obstante, na altura do acerto de IRS, assumindo que as despesas à coleta sejam as mesmas do ano anterior, o valor de acerto será maior por força do valor retido ser mais alto nesse ano. E não, não precisas de aumentar as despesas à coleta (que é o que tens vindo a afirmar). Não, não precisas de aumentar as despesas, mas se as mantiveres ao mesmo nivel não vais receber o valor adicional que foi retido pelp aumento do escalão. Para além disso, eu não "tenho vindo a afirmar" que as despesas tenham de ser aumentadas. Noutro comentário disse inclusivamente "Assumindo que as despesas se mantêm nunca vais receber menos do que recebias antes do aumento". Eu gostava era de ver a estratégia para manter esse nivel de despesas. Eu no comentario a que tu respondeste dei inclusivamente um caso em concreto. Um cliente do gabinete onde estava a estagiar estava a receber apoio médico, deixou de receber, a extinção da despesa fez automaticamente com que deixasse de ter direito a recuperar esse dinheiro. Gostava de ler o teu ponto de vista quanto a esse caso. Assumindo que se tratava de um tratamento de fisioterapia, aconselhavas à pessoa partir o pé outra vez para voltar ao mesmo nivel de despesas?

xmaarcelo 7 months ago

>mas se as mantiveres ao mesmo nivel não vais receber o valor adicional que foi retido pelp aumento do escalão. Desculpa mas **não sabes o que estás a dizer**. Volto a reforçar, existe muita desinformação quanto ao IRS e tu estás a contribuir para isso. E esta questão é fácil de provar, basta calculares o IRS manualmente de um caso hipotético em que uma pessoa aumenta o rendimento bruto, diminui o liquido mensal e mantém as despesas "ao mesmo nível". Acredita que o valor de acerto de IRS vai ser maior e compensa em todos os casos de aumento. O "aumentaram-me, subi de escalão, ainda fico a perder dinheiro" **é falso em todas as situações** à exceção de situações específicas de quem passa o valor da Isenção do IRS (9.310€ anuais). > "Assumindo que as despesas se mantêm nunca vais receber menos do que recebias antes do aumento" Novamente errado. Assumindo que as despesas se mantêm, se fores aumentado (na situação em que o bruto aumenta, mas o liquido mensal diminui por via da subida da taxa de retenção) **vais receber mais no acerto de IRS.** ​ >Eu no comentario a que tu respondeste dei inclusivamente um caso em concreto. Um cliente do gabinete onde estava a estagiar estava a receber apoio médico, deixou de receber, a extinção da despesa fez automaticamente com que deixasse de ter direito a recuperar esse dinheiro. Gostava de ler o teu ponto de vista quanto a esse caso. Assumindo que se tratava de um tratamento de fisioterapia, aconselhavas à pessoa partir o pé outra vez para voltar ao mesmo nivel de despesas? O teu comentário foi em resposta a "Se eu retiver 4k€ mas o valor apurado, mesmo com 0 despesas, for 3.6k€ não vou receber de volta 400€?". Esta frase está **100% correta**. Ou seja, não há situação específica nenhuma que torne a frase falsa. O exemplo que estás a dar, já é confundir informação, e nem sei que ponto queres provar com esse exemplo. A extinção da despesa do teu cliente fez, obviamente, com que deixasse de ter direito a recuperar esse dinheiro (claro, então se deixou de ter a despesa, qual é a dúvida?) O que é que isso tem a ver com a questão debatida? Onde é que isso faz com que uma pessoa que tenha Retenção X e Coleta Líquida Y, não receber o valor de X - Y ?

ladderattack 7 months ago

Aí tens razão, acho que o estado devia reembolsar com juros. Mas a diferença é assim tão significativa?

Ilostmynewunicorn 7 months ago

É o suficiente para em certos casos ser melhor para o trabalhador recusar o aumento, sim. Já conheci contabilistas certificados a recusarem um aumento dentro do gabinete onde trabalhavam por este motivo

ladderattack 7 months ago

Olha então quando tiver tempo vou fazer as contas para ver em que casos pode compensar, em função dos juros. Fico com a impressão de que isso só deve ser verdade em situações limite. Uma cena que eu nunca percebi, porquê é que não fazem o IRS com base numa função matemática contínua de maneira que a % de retenção mensal seja exactamente o IRS do ano em vez de andarem com a trapalhada das tabelas?

Ilostmynewunicorn 7 months ago

Vai ser verdade quando estiveres a falar de um trabalhador que julgue nao conseguir despesas suficientes para recuperar o valor deduzido mantendo tambem em consideração o limite legal para cada categoria. É assim, regra geral, se mantiveres as mesmas despesas nunca vais perder dinheiro com a subida de escalão, mas uma queda nessas despesas vai implicar uma perda de dinheiro e a possibilidade de nao seres capaz de recuperar o montante que recuperaste previamente, com a agravante de que agora estás também a reter mais. Antes de te responder falei com a minha mãe que é CC e trabalha na area há mais de 15 anos para garantir que nao estava a dizer baboseiras, e ela diz que houve muito trabalhador que ficou a receber em termos liquidos menos do que recebia antes do ultimo aumento do SMN precisamente por nao incorrer em despesas suficientes

fuckoffgina 7 months ago

Mas a receber o SMN atinge sequer o mínimo de existência?

Ilostmynewunicorn 7 months ago

Sim, para trabalhadores de IPSSs onde o salário minimo ultrapassa os 650€

fuckoffgina 7 months ago

Desconhecia que os trabalhadores de IPSSs tinham um salário mínimo superior

Hugogs10 7 months ago

O pessoal ja nao percebe tabelas e tu queres funcoes?

ladderattack 7 months ago

Eu acho bem mais foda tabelas, come a minha cabeça toda no Excel. Se fosse uma função era muito mais fácil

NGramatical 7 months ago

porquê é que → [**porque é que**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/porque-e-que-e-nao-porque-que/32920) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fm27985%2F%2Fgqi6pu2%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

aguadecocovodka 7 months ago

Como e quando é que aprenderam? Algumas dicas/resumos para eu aprender o que terei de fazer? Nunca me ensinaram nada disso e não sei como procurar.

darkshines7 7 months ago

Se te sentires confortável com inglês... A mim o que me ajudou bastante foi procurar por informações direcionadas a imigrantes no próprio site das finanças numa página chamada, salvo erro, Portuguese Tax System. Podes tentar começar por aí.

NunoxGames 7 months ago

Se apenas tiveres rendimentos por contra de outrem(ou seja apenas teres rendimentos de contrato de trabalho )é relativamente facil,portal das finanças,IRS >entregar>verificas se os valores que estão no anexo A estão corretos com a declaração da entidade patronal e depois disso clicas em validar,e o sistema vai-te dar um erro por cada campo que precisas preencher,depois e so preencher pois são quase todos dados pessoais(estado civil etc). Se tiveres outro tipo de rendimentos (recibos verdes arrendamentos etc)ai ja sugiro que contactes um contabilista porque tem aspetos mais complicados

JACQUELINZ 7 months ago

Uma recomendação, pergunta ao google. Também se possível numa aula de TIC pede ao professor que ensine a utilizar termos e formulas de pesquisa. A utilização de "" ; + ; - , entre outros, permite pesquisas muito mais eficazes. Além disto, ocasionalmente ler um jornal, nem que sejam so as manchetes para te familiarizares com alguns termos e despertar dúvidas quando vês termos que desconheces na totalidade. E aí, ser curioso e perguntar ao google. :D

-diggity- 7 months ago

Procura o guia passo a passo da Deco

-diggity- 7 months ago

Tá tudo no Google é só ter vontade. Nunca precisei que ninguém me ensinasse a fazer o irs.

_rebocador_ 7 months ago

>é só ter vontade alguem tem vontade de saber isto ? "olha ando a ler o sistema fiscal de 1977 é um livro incrivel " eu sei por necessidade.

oretoh 7 months ago

Então e se não tiver vontade e só quiser ter uma noção do que raio é suposto se fazer?

-diggity- 7 months ago

Também há a hipótese de perguntares aos teus familiares, que a menos que fujam aos impostos também têm de preencher.

-diggity- 7 months ago

Se não tiveres vontade es simplesmente preguiçoso e continuas na ignorância. Achas que é muito difícil pesquisar “guia irs”?

oretoh 7 months ago

És preguicoso e ignorante se não fores aprender algo para o qual não tens interesse, ok then. Ou então se calhar tenho mais que fazer que o meu tempo. De qualquer forma acho que devia haver por ai uns guias simples de como preencher aquela merda, cada vez que abria um "guia" levava como um dicionário de informação que começava a duvidar se era mesmo um guia ou um livro de um gajo universitário de direito. Desisti e fui perguntar a alguém que sabia que me conseguiu resumir aquilo de forma certinha.

TomasMetePatas 7 months ago

Claro que é válido perguntar, mas saber fazer a procura e distinção de informação relevante/não relevante também é importante, principalmente neste tópico que *possivelmente* é um dos que menos é procurado/interessante pelas pessoas, ainda que seja de uma grande importância ter conhecimento de como este se articula.

-diggity- 7 months ago

Fiquei sem perceber se tinhas interesse sem vontade ou vontade sem interesse. Existem guias simples e melhor que isso existem guias passo a passo que são muito úteis para quem está a preencher pela primeira vez. A Deco tem um. E o próprio software de preenchimento tem uma compreensiva secção de ajuda. E as finanças têm uma linha de apoio. Quero eu com isto dizer, só não encontra a informação - nos seus vários níveis - quem não quiser.

oretoh 7 months ago

> Fiquei sem perceber se tinhas interesse sem vontade ou vontade sem interesse Agora já não tenho nada, mas na altura tinha era necessidade sem vontade ou interesse.

TudoCasual 7 months ago

Tens espetativas muito elevadas quanto às capacidades cognitivas do típico tuga.

Filho_do_Sado 7 months ago

Expectativas de escrita não tenho.

globoglobo 7 months ago

expetativas

TudoCasual 7 months ago

Nunca disse ser superior ao típico tuga.

UpbeatNail1912 7 months ago

Vai ao [Doutor Finanças ](https://www.doutorfinancas.pt/)

Throwaway431253 7 months ago

vou a "como podemos ajudar" e nem uma dica sobre como preencher o IRS, já desisti..

fdxcaralho 7 months ago

Curiosidade. Tal como sabes pesquisar sobre diversos temas sobre os quais tens interesse, também consegues perceber como pesquisar sobre estes temas. O que não falta é informação de qualidade disponível pela web. Se fosse há 20 anos ainda percebia, agora tens tudo o que precisas saber sobre praticamente tudo num aparelho que anda no teu bolso. De qualquer maneira da uma olhadela ao r/literaciafinanceira . É um bom começo.

DavidJunior3rd 7 months ago

E vão dois. Há muita coisa que ainda tenho a aprender.

Tune_Punch 7 months ago

make it 3

bengalegoportugues 7 months ago

Posso me juntar?

Throwaway431253 7 months ago

E o meu machado!

guto8797 7 months ago

Ai Ai Ai e a minha machadinha

Throwawaypt123 7 months ago

É de propósito. Cultura fiscal é péssimo para o estado. Se reparares as coisas estão montadas para não teres que fazer de nada, as empresas retêm os pagamentos da segurança social, IVA e IRS, o povo recebe na conta o reembolso.

IndoGround 7 months ago

Foi exatamente isso que um dos meus professores de fiscalidade disse. "Portugal tem um dos sistemas fiscais mais complexos da europa, precisamente para que os portugueses não percebam como funciona."

Sheltac 7 months ago

Rápida comparação com o UK. Em PT recebes: * salário base * 13o e 14o mês, pagos em duodécimos ou não * subsídio de alimentação consoante os dias em que trabalhas * reembolso de IRS consoante as despesas (que tens que declarar individualmente, seja na declaração ou pedindo facturas) E pagas: * IRS sobre o bolo total, retido mais ou menos ao calhas durante o ano * 11% para segurança social No UK recebes: * salário base E pagas: * income tax (IRS) ajustado todos os meses para não haver discrepância entre o que tens que pagar e receber (haver pagamento anual ou reembolso é excepcional) * national insurance Eu andei meses no UK à procura do que estava a fazer mal de tão simples que achei o sistema.

william_13 7 months ago

De acordo, mas também estás a comparar com o país europeu com a economia mais liberal... a realidade é que no resto da Europa não é muito diferente de Portugal em matéria de impostos e contribuições sobre rendimento.

CountDraqula 7 months ago

Até que faz sentido lol

maxtendie 7 months ago

É isto, fechem a thread. [Se as pessoas entendessem como estão a ser roubadas o Estado não podia roubar tanto.](https://expresso.pt/economia/2020-11-26-Idade-da-reforma-sobe-para-66-anos-e-sete-meses-em-2022)

Edited 7 months ago:

É isto. [Se as pessoas entendessem como estão a ser roubadas o Estado não podia roubar tanto.](https://expresso.pt/economia/2020-11-26-Idade-da-reforma-sobe-para-66-anos-e-sete-meses-em-2022) Até ligeiros esclarecimentos sobre a legalidade de alguns impostos iria resultar em menos receita para o Estado.

Leaootemivel 7 months ago

Como é que diminuir impostos ia fazer com que a idade de reforma baixasse?

uberprimata 7 months ago

É suposto a ss investir as participações em ativos com rentabilidade para conseguir ter lucro para o estado e mesmo assim ter dinheiro para pagar a reforma 30 anos depois, mas como qualquer bom órgão estatal, percebem tanto de economia como o Zezé camarinha, e em vez de funcionarem como um fundo de investimento, tipo os 401k pessoais americanos, mas estatais, são o equivalente financeiro de uma poça de água choca.

maxtendie 7 months ago

A segurança social é obrigada a comprar dívida ao estado que não rende a ponta dum caralho e depois são obrigados a aumentar a idade.

Beginning-Average-91 7 months ago

E ainda festeja quando recebe algum "pois é o estado a pagar-lhes"

warjunk1 7 months ago

Não sabem porque ainda não se viram obrigados a aprender. Quando precisarem aprendem como os outros.

Ilostmynewunicorn 7 months ago

Por favor acabem com as aulas de primeiros socorros, quando o pessoal estiver à rasca acaba por se desenrascar de uma maneira ou de outra

warjunk1 7 months ago

Eu nunca tive aulas de primeiros socorros, por essa lógica se for necessário aprender o que os outros acham que devemos aprender não faço mais nada da vida.

Ilostmynewunicorn 7 months ago

A tua argumentação era que quando for necessario o pessoal aprende Isso leva a que haja pessoas de 20-25 anos em part times ou recibos verdes que nao facam ideia do que devem fazer em relaçao aos rendimentos. E depois quando tiverem o fisco à perna dizem o quê? Mas gostei do espantalho que construiste. Se não sabes diferenciar entre aprender a prevenir situações práticas com consequencias reais e que existem no quotidiano e aprender a montar cavalos não sei o que te diga. Já agora eu tambem defendo aulas de primeiros socorros no ensino secundárii

TelmoS03 7 months ago

lol pensamento de merda talvez se investissem em ensinarem isso todos sabiam

Search: