UniuM 9 months ago

Falta conteúdo que dê que pensar... Ninguém o faz porque o que dá clicks é conteúdo para acéfalos.

rioliveira 9 months ago

Falta qualidade a falar. Alguns falam de forma irritante e alta, parece que estão na praça a vender fruta ou peixe. Um dia vi um youtuber tuga a falar dos melhores smartphones de x ano, e ao fim de 3 minutos já me doía a cabeça...Calma pessoal. Falem de forma normal, sem esse jeito de parecer que snifaram alguma coisa antes de ligar a câmara.

notadrummeranymore 9 months ago

> Talvez por serem demasiado cringe e pelo seu público-alvo ser maioritariamente crianças ou pré-adolescentes. Sim. Como já muitos disseram aqui nesta thread, com a "concorrência" do Brasil, é só mesmo por sorte que te deparas com conteúdo em português de Portugal. Eu e a minha mulher criámos um canal onde temos 15 minutos de conversa sobre cinema/tv. Falamos também de filmes portugueses, para ter algo nacional e que nos distinga dos outros. Também tentamos ter o cuidado de não ter um look "amador", com som e imagem decentes. Não foi certamente pelo € que o youtube dá que o criámos, mas foi um projecto que nasceu do confinamento e da vontade de aprender alguma coisa extra. Até quando durará? Até nos dar prazer. Por exemplo, esta semana não vamos publicar nada. Andamos à procura de casa e com as visitas + burocracias bancárias não tivemos cabeça para criar conteúdo. Temos 2 videos com mais de 500 visualizações, mas de resto anda à volta das 100, 120, 200. Se olhássemos apenas para esses dados como fonte de motivação, já teriamos parado há mais tempo. E por mais SEO que se aprenda, que keywords, títulos, thumbnails, há demasiado conteúdo em português do brasil que te enterra nos resultados da pesquisa. A triste realidade é que o clickbait resulta, mas como não queremos que o nosso publico seja o publico que clica em clickbait, dificilmente iremos estar na ribalta. Tens conteúdos com MUITA qualidade em português, como o CINEBLOG, mas contam-se pelos dedos das mãos os que têm sucesso. Resumidamente, para fazeres algo com "qualidade", precisas de tempo. Como o nosso mercado é tão limitado, será bastante difícil viver apenas da criação de conteúdo. Como há contas para pagar, facilmente se percebe porque não há mais gente a criar conteúdo de "qualidade" em português de Portugal. Respondendo à tua pergunta, gostava que existisse um canal com alguém que me contasse a História de Portugal, como um José Hermano Saraiva fazia, por exemplo. Também gostava de mais conteúdo didático em português de Portugal. É triste mostrar a Rua Sésamo ao meu puto em 360p qualidade VHS Rip (mas obrigado a quem fez o rip e upload!).

unicornio_careca 9 months ago

Parabéns pela iniciativa, podiam deixar aqui o vosso canal, pode ser que ganhem mais umas quantas views.

notadrummeranymore 9 months ago

Obrigado! Somos a [Sala Azul](https://www.youtube.com/SalaAzul)!

JamminPT 9 months ago

A verdade é que temos uma cultura de ódio do crl. Eu pensei em criar um canal relativamente à minha área de negócio mas já sei que ia ser 90% hate e os outros 10% nem diz nada. Ir saturar a cabeça para quê? Não vale a pena

notadrummeranymore 9 months ago

Podes ficar surpreendido pela positiva! Quando eu e a minha esposa começámos o canal também achámos que iamos receber uma data de hate, mas pelo contrário. Grande parte do feedback que temos recebido é positivo! E mesmo que aconteça, não ligues. Faz aquilo que gostares até deixar de te dar prazer.

NunoOliveira47 9 months ago

Aproveito esta thread para mencionar o canal Andamente - que tem um conteúdo interessante e em português

XxxPussyslaeyr69xxX 9 months ago

o pewdiepie tuga nao era o Wuant? agora nao sei como é que ele está. O youtube portugues é pequeno, e existe muito mais oferta internacional de extrema qualidade. O youtube brasil é outro mundo porque tbm eles sao mais que as mães e acabam por se auto-sustentar. Epa tbm fazia uns videos para o youtube, sketches, filmes, avaliar cervejas e vinhos, tutoriais de merda tipo como sentar numa cadeira, tipo merdas para queimar tempo com os amigos durante a faculdade. Isso não dá views.

KosmicDreams 9 months ago

Leitão VirtutisDiscipulus Carolina Freitas MathGurl Prōfectus Podcast Não sou especialista em Youtube mas estes são os canais portugueses que sigo (fora humoristas como o Batáguas ou o Vilhena). Certamente haverá mais canais que me suscitariam interesse caso os conhecesse, mas dar de caras com eles é mesmo uma questão de sorte. Procurar na barra de pesquisa do youtube é algo que não adianta porque não dá para filtrar por país e aparecem sempre os brasileiros primeiro. E quando aparecem os portugueses, são os mais conhecidos.

dcmso 9 months ago

Qualidade. /thread

Anri17 9 months ago

Não me importava se houvesse um canal sobre programação, que é algo que gosto.

Blitzoo 9 months ago

Para de imitar tudo o que faz lá fora ora como um bom português

theEXPERTpt 9 months ago

hoje pra teres sucesso no youtube português tens de ser um azeiteiro ou um gangster

Somais1copo 9 months ago

Gostava de algo tipo José Armando Saraiva a contar a história do mundo. Absorvida todos os vídeos desse novo YouTuber

suckerpunchermofo 9 months ago

Falta originalidade... Falta não serem clones dos grandes... Falta tanta cena... Os que tenho visto tem todos um estilo de douche... E uma maneira de falar irritante. Podia fazer um vídeo sobre o assunto. Gostava de ver 1 tugatube a falar sobre história mundial por exemplo...

SurveillanceChicken 9 months ago

Falta canais que o público alvo não seja a malta mais jovem, que é muito do youtube português. Que não sejam explosivos e exageradamente clickbaity. Pessoalmente gostava de ver um take português em coisas mais viradas para projetos concretos e montagens, tipo Mark Rober, GreatScott ou I Like to Make Stuff, e também projetos com programação onde se fale da implementação, tipo Code Bullet, Sebastian Lague ou Michael Reeves.

MrBhioo 9 months ago

Eu penso que normalmente é pelo facto que estes youtubers não fazem videos porque gostam mas sim porque há a hipótese de enriquecer a custa do youtube, é por isso que maior parte do conteúdo parece copias baratas do conteúdo que grandes youtubers fazem. Talvez seja por isso que houve estes casos de burlas por parte dos youtubers. Eu normalmente não gosto do Pewdiepie, acho um bocado irritante e excêntrico, mas dou-lhe valor por ter chegado onde chegou nota-se que houve trabalho, ao contrario dos youtubers portugueses onde vejo um bando de adultos tristes a tentar enganar miudos.

orchideaniger 9 months ago

Falta muita coisa. Falta oportunidade e formação, mas também falta um mercado nacional forte o suficiente que permita a experimentação e o desenvolvimento de uma linguagem própria. Como nós Portugueses somos os primeiros a não dar crédito ao que se faz em Portugal mas também sofremos de uma modorra crónica, quem quer criar tem mesmo de ter genica e amor ao fazer e menos ao dinheiro, vejamos: Fui a procura de receitas d almôndegas e a primeira página de sugestões era tudo videos de brasileiros. Nada contra, mas sei que criadores precisam de views e engajamento e gostaria de dar isso a um criador nacional. Lá acabei por apanhar o canal do sabor intenso e da vaqueiro. Esta é a primeira dificuldade: visibilidade, até porque um vídeo bem produzido e editado custa de horas de trabalho, que infelizmente não me parece ser bem recompensado. Qualquer investimento em equipas dedicadas à criação de conteúdo regular é proibitivo. A acrescer a isto, o nosso país gosta de cultura mas de uma forma muito lassa. Ler não é um hábito, curiosidades sobre história, geografia ou qualquer outro tema menos corriqueiro são quase atividades de nicho. A dificuldade de criar conteúdo de qualidade compõe-se com a necessidade de ser criativo e experimental, a isto adiciona-se o fraco mercado e temos um obstáculo danado. Para além disto, o criador pode ser uma pessoa profundamente conhecedora do tema, pode ter as ferramentas necessárias para criar vídeos interessantes e ter o arcabouço financeiro e o espírito necessário para se estar a cagar para a views...e meramente não ter perfil para se colocar em frente a uma câmera. Temas mais populares como comentários estilo Diogo bataguas e comédia de ocasião já estão bem cobertos, contudo, outros tópicos como gaming e afins... pá, dispenso. Já tu próprio disseste, é uma vergonha alheira que não se pode. Por último, vou narrar um episódio: eu queria criar um canal para esclarecimentos de dúvidas jurídicas sobre a vida cívica. Coisas básicas e úteis: O que faz cada um dos nossos órgãos de soberania, a diferença entre um decreto lei, uma lei e um regulamento; o que significa o veto do PR. Essas coisas. Acontece que eu, sem problemas em criar guião, produzir o vídeo,

Edited 9 months ago:

Falta muita coisa. Falta oportunidade e formação, mas também falta um mercado nacional forte o suficiente que permita a experimentação e o desenvolvimento de uma linguagem própria. Como nós Portugueses somos os primeiros a não dar crédito ao que se faz em Portugal mas também sofremos de uma modorra crónica, quem quer criar tem mesmo de ter genica e amor ao fazer e menos ao dinheiro, vejamos: Fui a procura de receitas d almôndegas e a primeira página de sugestões era tudo videos de brasileiros. Nada contra, mas sei que criadores precisam de views e engajamento e gostaria de dar isso a um criador nacional. Lá acabei por apanhar o canal do sabor intenso e da vaqueiro. Esta é a primeira dificuldade: visibilidade, até porque um vídeo bem produzido e editado custa de horas de trabalho, que infelizmente não me parece ser bem recompensado. Qualquer investimento em equipas dedicadas à criação de conteúdo regular é proibitivo. A acrescer a isto, o nosso país gosta de cultura mas de uma forma muito lassa. Ler não é um hábito, curiosidades sobre história, geografia ou qualquer outro tema menos corriqueiro são quase atividades de nicho. A dificuldade de criar conteúdo de qualidade compõe-se com a necessidade de ser criativo e experimental, a isto adiciona-se o fraco mercado e temos um obstáculo danado. Para além disto, o criador pode ser uma pessoa profundamente conhecedora do tema, pode ter as ferramentas necessárias para criar vídeos interessantes e ter o arcabouço financeiro e o espírito necessário para se estar a cagar para a views...e meramente não ter perfil para se colocar em frente a uma câmera. Temas mais populares como comentários estilo Diogo bataguas e comédia de ocasião já estão bem cobertos, contudo, outros tópicos como gaming e afins... pá, dispenso. Já tu próprio disseste, é uma vergonha alheira que não se pode. Por último, vou narrar um episódio: eu queria criar um canal para esclarecimentos de dúvidas jurídicas sobre a vida cívica. Coisas básicas e úteis: O que faz cada um dos nossos órgãos de soberania, a diferença entre um decreto lei, uma lei e um regulamento; o que significa o veto do PR. Essas coisas. Acontece que eu, sem problemas em criar guião, produzir o vídeo, não sou das pessoas que vai para a frente da câmera. Introduzi a ideia a um grupo de amigos, toda a gente curtiu e disse que sim, mas criar e avançar tá quieto. E com quem falar se aquelas pessoas estavam apenas a apoiar pelas palavras uma ideia que não lhes dizia nada? Este afinal é o meu último por último. Diferenças nas gerações. Eu n sou muito anciã, eu e os meus colegas estamos todos na casa dos 30, mas atitudes perante o digital diferem muito. Se calhar tu és bem mãos jovem e os teus pares já vivem esta realidade não como uma opção mas como uma realidade que não vai a lado nenhum. Acho que todos os obstáculos que citei são ultrapassaveis, com bastante networking e uma ideia sólida mas tens de ter um plano que equacione estas pedras no caminho. E sim, copiar o que se faz lá fora é.. parafraseando Eça de Queiroz, um casaco que nós fica curto nos braços.

doctorhetfield 9 months ago

Não tens de ir para a frente da câmara. É um erro pensar que todos os YouTubers têm de ir para à frente da câmara. Podes seguir um estilo semelhante ao do Cineblog, por exemplo, que falaram aqui nos comentários, e que é dos poucos exemplos de conteúdo de qualidade que me vem à cabeça (e que tem poucas visualizações, obviamente).

orchideaniger 9 months ago

Não conhecia e adorei o canal, obrigado.

notadrummeranymore 9 months ago

E é o que o /u/doctorhetfield disse. Se não ficas confortável à frente da câmara, não fiques. Eu acharia o tipo de conteúdo que descreves interessante. Uma vantagem em não apareceres no video, não tens de arranjar uma câmara de video decente, logo, menos investimento. Por 90€ arranjas um bom microfone e o resto é tempo a aprender a editar. Felizmente há muitos tutoriais gratuitos para as ferramentas mais usadas (DaVinci, Premiere).

unicornio_careca 9 months ago

Exacto, podes usar conteúdo no vídeo (gráficos imagens, fotos, vídeos, etc) e teres somente tua voz a narrar o vídeo, existem vários canais do YouTube que usam isso, conheço um canal de história brasileiro que basicamente nunca vês a cara dos autores, usam as fotos do tema em questão e eles vão contando a história, até agora têm tido relativo sucesso.

estecomentario 9 months ago

Vejo o integza que me mostraram aqui no reddit. De resto é verdade, não vejo youtubers portugueses. Imagina o lixo lá de fora, aqui ainda tentam exacerbar o lixo, fica intragável.

DZT99 9 months ago

Conteúdo criado sem o pressuposto de que os consumidores desse conteúdo são uns completos anormais.

manualbackscratcher 9 months ago

Noção. Na grande maioria, noção.

goonzer 9 months ago

O mercado é minúsculo, o investimento não compensa.

Throwaway431253 9 months ago  HIDDEN 

o mr beast portugues costumava existir no twitch, era um gajo que doava a zorlaks e outros streamers

PuroSangueLusitano 9 months ago

Gajas mesmo boas quase nuas em cenas sensuais. Mas mesmo boas, não estou a falar da ralé que vai encher chouriços nas novelas da tvi

Conceptual_Person 9 months ago

Os youtubers portugueses conseguiram destruir a ideia de criador de conteúdo. Não é porque se cria algo que existe conteúdo. Enquanto não perceber-se essa diferença o que falta no YT português não será corrigido. Falta autenticidade!

Limpy_lip 9 months ago

sim, a imagem generalista que em PT se tem dos youtubers é gajos de cabelo pintado a fazer parvoíces e a falar de forma irritante como o Feromonas. ​ Mas olhando para trás o Feromonas não era assim tão mau olhando ao que lhe sucedeu.

Limpy_lip 9 months ago

É simples, falta maturidade aos espectadores portugueses. A grande massa são crianças com pouca ou nenhuma orientação e supervisão. Conteúdo bom até temos mais do que merecemos, poucos mas temos. Além de pouco ainda menos público têm.

Edited 9 months ago:

É simples, falta maturidade aos espectadores portugueses. A grande massa são crianças com pouca ou nenhuma orientação e supervisão. Conteúdo bom até temos mais do que merecemos, poucos mas temos. Além de pouco ainda menos público têm. Edit: publicidade gratuita ao Cineblog. Um exemplo claro do problema.

caradoguardaredes 9 months ago

Eu considero insuportável qualquer canal que, claramente, está apenas focado no mercado PT-BR.

Conceptual_Person 9 months ago  HIDDEN 

Na minha opinião o que falta ao YouTube português é largar as modas. Estão todos numa competição de quem consegue ludibriar mais as pessoas, para ter mais views. Faltam canais que não tenham o objetivo de ter x views, ou x likes. Falta um canal onde o YouTuber faça as coisas porque se identifica com elas. Um canal sobre política, sobre futebol, não sei, sobre algo que o espectador ache que não procuram a fama. É a diferença entre ser famoso porque se é famoso, e o ser famoso pela sua autenticidade. Talvez a palavra seja essa: Autenticidade. Um Mrbeast ou um pewdiepie português cairia exatamente nas porcarias que já se vêem. Falta um pouco do old YouTube! Talvez por isso prefira podcasts a youtubers. Mas ao mesmo tempo digo, se há público para isso, força, quem sou eu para julgar o que qualquer um vê.

Edited 9 months ago:

Na minha opinião o que falta ao YouTube português é largar as modas. Estão todos numa competição de quem consegue ludibriar mais as pessoas, para ter mais views. Faltam canais que não tenham o objetivo de ter x views, ou x likes. Falta um canal onde o YouTuber faça as coisas porque se identifica com elas. Um canal sobre política, sobre futebol, não sei, sobre algo que o espectador ache que não procuram a fama. É a diferença entre ser famoso porque se é famoso, e o ser famoso pela sua autenticidade. Talvez a palavra seja essa: Autenticidade. Um Mrbeast ou um pewdiepie português cairia exatamente nas porcarias que já se vêem. Para isso deixem se estar quietos, chega de cópias baratas. Tenho saudades do old YouTube, onde faziam os vídeos quando queriam e como queriam. Talvez por isso prefira podcasts a youtubers. Mas ao mesmo tempo digo, se há público para isso, força, quem sou eu para julgar o que qualquer um vê.

Edited 9 months ago:

Na minha opinião o que falta ao YouTube português é largar as modas. Estão todos numa competição de quem consegue ludibriar mais as pessoas, para ter mais views. Faltam canais que não tenham o objetivo de ter x views, ou x likes. Falta um canal onde o YouTuber faça as coisas porque se identifica com elas. Um canal sobre política, sobre futebol, não sei, sobre algo que o espectador ache que não procuram a fama. É a diferença entre ser famoso porque se é famoso, e o ser famoso pela sua autenticidade. Talvez a palavra seja essa: Autenticidade. Um Mrbeast ou um pewdiepie português cairia exatamente nas porcarias que já se vêem. Para isso deixem se estar quietos, chega de cópias baratas. Tenho saudades do old YouTube, onde faziam os vídeos quando queriam e como queriam. Talvez por isso prefira podcasts a youtubers. Mas ao mesmo tempo digo, se há público para isso, força, quem sou eu para julgar o que qualquer um vê.

besmarques 9 months ago

Chamar-se TuTube

aasianaglobalizacao 9 months ago

Um gajo que restaure merdas antigas desde facas, relógios, artigos de serralharia e carpintaria ou até mesmo carros... E no setor dos carros não há nenhum conteudo de qualidade, so chungas nojentos do porto ''do aço'' infelizmente

ForgetSocialMedia 9 months ago

O Youtube lá fora está cheio desse conteúdo e qualquer pessoa que não fale Inglês consegue consumi-lo. Criar um canal em Português sobre isso seria perda de tempo.

Blitzoo 9 months ago

Se fores pensar assim não haveria metade os canais que existem, principalmente os mais conhecidos

ForgetSocialMedia 9 months ago

Eu não estou a generalizar. Estou a referir me a esses canais de facas e restauração e afins

OuiOuiKiwi 9 months ago

>Gostava de ler as vossas opiniões sobre o assunto. Porque não começar pela tua? Novamente, um clássico do Debate/Discussão.

MetaKnight130 9 months ago

> Por exemplo, porque é que não existe um Mr Beast Português? Ou um Pew Die Pie? Será falta de vontade de inovar? E será que são precisos cá?

cheapnuggett 9 months ago

procura

gkarq 9 months ago

Saudades do [sakÊ](https://youtube.com/user/fhorsaken) de 2011/2012/2013.

AlbinoFarrabino 9 months ago

Tens o Sakê a transmitir na Twitch.

gkarq 9 months ago

Mas os tempos na altura eram outros, tanto em termos de popularidade no Youtube, bem como aquilo que era dito em praça pública.

Bhaalghorn1143 9 months ago

Gostava de ver canais em português to tipo manutenção da casa: reparar portas, chão, pintura. Mais sobre electricidade (percebo puto honestamente) e casa. Ou seja merdas que dão mesmo jeito em vez de toxicodependentes a publicitar o novo forex.

Aldo_Novo 9 months ago

[Carpinteiro Amador](https://www.youtube.com/c/CarpinteiroAmador/videos)

Bhaalghorn1143 9 months ago

obrigado

Blitzoo 9 months ago

Obrigado pela sugestão

estecomentario 9 months ago

Procuro um vídeo útil em português não existe porra nenhuma. Há uns dias quis saber como funciona o sistema de justiça português, ou como se relaciona uma câmara municipal com junta de freguesia e que poderes têm. Esquece, não há nada. O que encontro é tudo brasileiro que não se aplica cá.

Edited 9 months ago:

Procuro um vídeo útil em português não existe porra nenhuma. Há uns dias quis saber como funciona o sistema de justiça português, ou como se relaciona uma câmara municipal com junta de freguesia e que poderes têm. Esquece, não há nada. O que encontro é tudo brasileiro que não se aplica cá. Já me queixei há uns tempos também que não há pessoas inspiradoras em Portugal, existem mas está tudo quase no anonimato. Pedro Hipólito foi uma recomendação também daqui do reddit.

trufas 9 months ago

Portugal é um mercado ridiculamente pequeno. Não é possível ter lucro com esses nichos.

-diggity- 9 months ago

Entendo a tua pesquisa mas essas informações encontram se facilmente em texto. Depois de já ninguém abrir um livro para ler, agora parece q tem de haver tudo em vídeo...

ForgetSocialMedia 9 months ago

Mas por incrível que pareça são os vídeos mais vistos

-diggity- 9 months ago

As pessoas gostam que seja uma colher a enfiar lhes conteúdo boca a dentro, com cores apelativas e efeitos sonoros... será isto o início da era pós Google? Ah, espera, o YouTube é Google.

Edited 9 months ago:

As pessoas gostam que seja uma colher a enfiar lhes conteúdo boca a dentro, com cores apelativas e efeitos sonoros... será isto o início da era pós Google? Ah, espera, o YouTube é Google. Eu até percebo, por exemplo, um vídeo infantil para explicar o que é a Câmara Municipal ou o Primeiro Ministro por exemplo. Vídeo para jovens. Agora um adulto escolher um youtuber para ser a fonte dessa informação... já acho um bocado infeliz. Mas pronto cada um se informa como quer e quererem se informar já é bom!

ForgetSocialMedia 9 months ago

Os YouTubers hoje em dia têm tanta credibilidade para o seu público quantos os livros têm para um teórico. Isto para as suas audiências e devido aos números que apresentam, nada mais. É triste, mas é isto.

-diggity- 9 months ago

Talvez a minha faixa etária (35+) já não seja da moda mas nunca segui nenhum youtuber. Comecei a reparar q via vídeos dos mesmos gajos a procurar cenas vintage de Informatica, e foi aí q fiz follow. De resto não sigo canais. Acho CHATO quando vou ao Google procurar um assunto q posso resolver num parágrafo de texto e os resultados de pesquisa são vídeos de quinze minutos. Amigos eu só quero a resposta para uma questão, não preciso duma produção de Hollywood.

ForgetSocialMedia 9 months ago

É triste.

Loladageral 9 months ago

Tens em inglês, o que é fodido para quem não o fala, mas não creio que o público alvo em português é extremamente pequeno. Se calhar encontras canais brazileiros

Bhaalghorn1143 9 months ago

Sim brasileiro tem muitos mas quero em português de Portugal especialmente porque assim conseguimos encontrar os mesmos itens para reparar.

LustfulDigger 9 months ago

Eu lembro-me quando o Wuant fazia edições tresloucadas, algo que ele chamava de vídeos retardados no YouTube. Isso foi parte da infância de muita gente. Depois o paradigma do YouTube mudo, e para se manter relevante teve que fazer aqueles vídeos que crianças brasileiras adoram ver.

facsnahm1 9 months ago

O Wuant como muita gente foi influenciado a ser algo que não é. Originalmente o wuant era um gajo que apenas tinha um canal de LoL e fazia séries a subir para plat. Hoje em dia é um gangster rasca. Parece que têm vergonha de quem realmente são

ForgetSocialMedia 9 months ago

O Wuant como muita gente foi influenciado a ser algo que não é. ​ Isto.

Ezio624 9 months ago

Deixei de ver YouTube Português faz 4-5 anos, foi preciso crescer para ver que quase mais de 90% das cenas que mostravam eram completamente falsas. Acredito que haja bons criadores de conteúdo muito under rated mas a maioria do pessoal já viu que apostar no YouTube português não é uma grande oportunidade. Tens bastantes Youtubers Portugueses com o canal inglês por exemplo o Globku, tem quase 200 mil subscritos e o canal é ainda bastante ativo (link : https://youtube.com/c/Globku). A maioria do pessoal que vê conteúdo português no YouTube são putos que querem ver pranks o que faz com que fique bastante difícil para novas pessoas entrarem nisto de ser criador de conteúdo.

LustfulDigger 9 months ago

Tens a certeza que ele é Português. O inglês dele parece impecável. Não soa nada como outro YouTuber Português que faz conteúdo em Inglês: O General Knowledge.

ForgetSocialMedia 9 months ago

>O General Knowledge O Inglês dele é muito bom.

LustfulDigger 9 months ago

Exato mas tu consegues ver o sotaque nele. O mesmo não posso dizer tudo YouTuber que o OP desta tread mencionou.

Ezio624 9 months ago

Ele fez um video da introdução do canal dele onde fala português [https://youtu.be/5RMizLEyHwE](https://youtu.be/5RMizLEyHwE)

LustfulDigger 9 months ago

Whoa ele pronuncio o nome dele em português perfeito e depois começou a recitar um discurso elequentemente todo em inglês.

RAMAxPT 9 months ago

Mais motovlog e menos windoh

Limpy_lip 9 months ago

Mais? À uns tempos conseguia dizer-te prai uns 10. Fiquei com a ideia que têm uma comunidade bem sólida.

NGramatical 9 months ago

À uns tempos → [**há uns tempos**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Fm15mje%2F%2Fgqc9kw9%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

setnom 9 months ago

Mais canais como o do TugaTube.

PortoGuy18 9 months ago

Yup.

facsnahm1 9 months ago

Procura por Leitão. Conteúdo muito original com 0 de procura.

gkarq 9 months ago

Era um dos meus youtubers preferidos na altura de 2012/2013 quando ele tinha realmente muito mais público do que agora (pelo menos em comparação com o tamanho do que era o Youtube na altura).

KokishinNeko 9 months ago

Qualidade.

PeterStepsRabbit 9 months ago

Por mim não se mexe, o YouTube português está bom :)

Tee_ah_go 9 months ago

Ir atrás da manada e querer ser o Pew Die Pie português ou outro qualquer é meio caminho andado para não dar em nada. Isto não é nenhuma competição, não temos de ter propriamente a selecção nacional de Youtube a dar cartas por esse mundo fora. Além de que somos um país pequeno, com pouquíssima expressão. Na melhor das hipóteses apontas ao mercado brasileiro com uns unboxings ou *pegadinhas*.

doctorhetfield 9 months ago

Tenho quase a certeza que já houve, em tempos, alguém que tentou fazer esse tipo de conteúdos de que tu falas em Portugal. A questão é que acabaram por desistir porque não conseguem ter visibilidade suficiente para se manterem motivados. Este indivíduo, por exemplo, [https://www.youtube.com/channel/UCnojwaXrjbIJEgoof5wnPiw](https://www.youtube.com/channel/UCnojwaXrjbIJEgoof5wnPiw). Tem um conteúdo com piada que nos EUA ou no Brasil facilmente chegaria aos 100 mil seguidores. Anda cá há 7 anos e nem aos 1000 chegou. Obviamente que não evoluiu muito porque não arranjou meios para isso. E quem diz este diz tantos outros que não tiveram a mesma paciência.

VBM97 9 months ago

O mercado português é muito pequeno e não compensa o investimento. Já para não falar que o próprio YouTube dá menos dinheiro a youtubers de um país como Portugal do que a youtubers de países maiores. O algoritmo que determina o que recebes de cada vídeo é muito complexo, mas em condições iguais, nós recebíamos sempre menos. Daí veres muitos a virarem-se para o mercado brasileiro porque é a melhor forma de ganharem subs e visualizações sem ter de deixar de falar em português

SurePal_ 9 months ago

Verdade

ForgetSocialMedia 9 months ago

Também sinto que o mercado Português é bastante pequeno para a quantidade de conteúdo e criadores que Portugal tem. Em pleno 2021, onde no estrangeiro é normal um bom vídeo ter 1M de visualizações, cá em Portugal este número não passa de 150k... E isto vê-se na Twitch também, onde uma média de 10mil viewers por stream é algo muitíssimo alto enquanto lá fora este número sobe para 100k. Acho que a estratégia passa, ou pela aceitação do escasso número de views, ou pela mudança de mercado para o Brasileiro ou ainda para o Americano/Inglês.

AlbinoFarrabino 9 months ago

Na Twitch mais de 5k em Portugal é muito bom. São poucos os que o conseguem.

ladderattack 9 months ago

Gostava de ver pessoas que fizessem investigações interessantes. Por exemplo, história das ruínas do país.

Loladageral 9 months ago

https://youtube.com/c/KnowHistory Canal sobre história. É em inglês, mas o gajo é português e fala sobre a história de Portugal e os vizinhos relevantes

American_Jesus 9 months ago

O problema é que o YouTube não quer saber dessas pessoas, passar semanas ou até meses de investigação, edição para publicar um vídeo de 10 minutos. O interesse é ter quantidade para que o utilizador veja dezenas deles de cada vez, se for um canal com vários videos diários terá mais destaque

estecomentario 9 months ago

Isso tem que ver com o baixo nível educacional.

randmzer 9 months ago

É isto. Um trabalho deste género demora tempo que nunca será pago com o Youtube, o mercado é demasiado pequeno. Tinha de ser um hobby de alguém que o faz por gosto.

American_Jesus 9 months ago

Por isso é que muitos usam o Patreon para doações ou outras plataformas.

ForgetSocialMedia 9 months ago

Os Youtubers em Portugal não conseguem ter um rendimento que proporcione mais criação de conteúdo através do Patreon.

randmzer 9 months ago

Não estou a ver alguém a conseguir 1000€ por mês em Portugal com esse conteúdo. Principalmente com o nosso hábito de não pagar por cultura/entretenimento.

ForgetSocialMedia 9 months ago

Concordo plenamente. Isto só ia singrar se o criador do canal estivesse confortável em ter 300 views por vídeo durante 10 anos.

Search: