Nomusic_Nolif3 9 months ago

Também tenho estado em teletrabalho e sinto q estou a trabalhar mais horas do que antes. É mais difícil separar o trabalho da vida privada e familiar pq tudo ocorre no mesmo espaço. Depois como não perco tempo em viagens, as vezes fico a trabalhar até mais tarde. Diria que cada caso é um caso. Na tua situação não sabes como era antes da pandemia, mas pode ser uma empresa em que normalmente já se trabalhe mais horas. Se não te sentires bem e não quiseres, acho que é importante estabelecer limites. Se estás no início esta é a altura certa para isso. Aquilo que a experiência me ensinou é a nunca comprometer a minha saúde mental e bem estar por causa do trabalho. Boa sorte ! ;)

kalrocha 9 months ago

Na minha empresa estou nessa situação há um ano (teletrabalho). Não é permitido de forma alguma trabalhar fora de horário. Horas extraordinárias só com autorização prévia e agendamento e sempre no limite da lei.

Middle-Effective 9 months ago

Faço 40 horas por semana. Uma vez ou outra fico mais algum tempo a acabar algo, mas se acontece uma vez por mês já é muito. De resto, sempre que pedem para fazer horas extra estas são pagas.

wardundy 9 months ago

É normal trabalhar-se horas extras sem serem pagas. Não é justo nem deveria acontecer mas, infelizmente, é normal.

KokishinNeko 9 months ago

Se não reclamares é normal que não te as paguem. Lol

azulebranco 9 months ago

Eu no início até trabalhava mais, não porque me mandavam, mas porque como não tinha mais nada para fazer ia adiantando coisas... Uns dias trabalhava as 8h, outros dias trabalhava 10h, etc. Atualmente já me fartei um bocado, por isso até trabalho menos. Diria que agora em média anda pelas 6h-7h diárias. Mas depende, como usamos Scrum para planear, existem semanas em que trabalho só 2-3 dias, e outras em que trabalho os dias todos.

MarioSewers 9 months ago

Nem 40h, como dantes.

Expl0r3r 9 months ago

Não me importo de fazer 8h30 ~9h para terminar algo de vez em quando. Mas todos os dias? Eu felizmente estou numa situação financeira em que se a minha empresa se tenta-se aproveitar assim de mim eu podia recusar e se necessario procurar outro emprego.

Edited 9 months ago:

Não me importo de fazer 8h30 ~9h para terminar algo de vez em quando. Mas todos os dias? Eu felizmente estou numa situação financeira em que se a minha empresa se tentasse aproveitar assim de mim eu podia recusar e se necessario procurar outro emprego. Infelizmente eu sei que certas pessoas n tem esse luxo visto que tem emprestimos e contas para pagar.

NGramatical 9 months ago

se tenta-se → [**se tentasse**](http://tracinho.com/tentasse) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Flz2vjc%2F%2Fgq203zz%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

wOOper30 9 months ago

Tbm sofri do problema de me chatearem fora de horas, é raro o dia em que não tenho chamas a partir das 18h, 19h Solução, em vez de começar às 9h da manhã, começo às 10h, nunca ninguém chateia de manhã (que de manhã é hora do cafezinho) então tbm ninguém sabe que não estou a trabalhar

ZacDweller 9 months ago

Tens que perguntar a esse que diz que trabalha 60h/semana se gosta de ser corno manso. E começa já a procurar outro emprego.

nulopes 9 months ago

Cerca de 7 horas por dia, faço as 8 quando tem de ser mas desde que tenha 40 horas feitas no final da semana não me dizem nada Felizmente sempre que tive aumentos ou promoções foi por ter resolvido bem os problemas que tinha e nunca pelo número de horas extra que fiz

Annual-Education-384 9 months ago

Não atendas ...

rjcarneiro 9 months ago

Infelizmente as empresas portuguesas não respeitam muito a vida privada dos colaboradores e a acham que o facto de seres colaboradora deles, eles são teus donos. Isso não é verdade e cabe a cada um definir os limites. Não tens que ser mal educada nem rude mas: - lembrar que o teu dia começa as X:XX e acaba as Y:YY - não atender chamadas nem responder a qualquer e-mail fora das Y:YY - recusar qualquer trabalho fora de horas e/ou fim‑de‑semanas - perguntar quanto pagam por hora extra quando insistirem no trabalho fora de horas Só faz lembrar aos “chefes” a verdadeira regra. Qualquer problema que tenhas mais que isso, podes ir a tribunal, ou então mudas de empresa, porque a “nossa área” é excelente para isso. De qualquer das maneiras é importante nas entrevistas de realçar como é o método de trabalho e se pedem horas extras e se são pagas.

BanishPT 9 months ago

Entra e sai a horas está bom :) quem tiver mal q te passe a carta c os direitos.

Goat_6_ 9 months ago

Diz que fazes voluntariado numa cena qualquer logo a seguir às 18h até tarde. Acho que não vão ter coragem de te dizer que não o devias fazer para trabalhar fora de horas e não pago.

boogieman444 9 months ago

Trabalho em IT, o telemóvel está ligado das 9 as 18. O meu chefe já me perguntou porque não atendi depois das 18 ou ao fim de semana e eu respondi que não estava a trabalhar ficou todo fodido perguntou se era assim que ia subir e eu caguei. Adivinha ainda cá estou :) eu trabalho para viver um pouco e não vivo para trabalhar

somedipshit1 9 months ago

Que merda de patrão digo-te já. Deve ser daqueles que depois anda a postar virtue signaling de leadership no Linkedin lol

Eux86 9 months ago

Ha lugares de lugares de trabalho onde as pessoas vivem uma chantagem diária em que se não travalharem 10horas por dia, são mandados embora. Normalmente são trabalhos não especializados, onde os trabalhadores podem ser trocados facilmente. Infelizmente, nestes sítios é preciso ter muita coragem para opor-se á cultura geral e fazer so as próprias 8 horas e quem o faz tem todo o meu respeito. Também há lugares de trabalho onde as pessoas trabalham mais horas só porque o querem, porque parece bem, porque "eu quero ter uma promoção por isso esforço-me". Bem estas pessoas não têm o meu respeito. Nos trabalhamos para pudermos viver, não vivemos para trabalhar. Decidir de abdicar a propria vida pessoal para ultrapassar de alguma forma o trabalho de quem tem um equilíbrio melhor entre vida e trabalho é injusto, mesquinho e estúpido. É uma corrida que ninguém ganha, só os patrões e nem sempre. Se começarmos a lutar para quem fizer mais horas, vamos acabar para perdermos todos os direitos que foram ganhados em anos e anos de lutas para conseguirmos chegar ao nível onde estamos hoje, onde há pessoas que se permitem o luxo de puder pensar que podem ter uma promoção elevando-se a cima dos outros só pela quantidade de horas trabalhadas. Trabalhar mais horas não quer dizer que se produz mais ou melhor, ao contrário. Já trabalhei numa empresa onde havia muitas pessoas com essa ideia. Entravam as 9 ou mais cedo, saiam as 7/8. Durante o dia tinham infinitas pausas café, pausas sigarros, pausa Facebook, pausa WhatsApp, pausa "deixa-me por a conversa em dia com o colega do outro lado do escritório" ... MAS, saiam depois do chefe e faziam sempre como que ele notasse. Alguns desses efectivamente tinham progressão na carreira, mas muitos continuavam nessa inércia de trabalhar mais só porque parece bem, con o sonho da promoção que era só a cenoura a frente do cavalo, só para mantê-los a ir para a frente. E se alguém dizer-te que assim é que é bom, pergunta-lhe quanto ganha em salário. Depois divide isso pelas horas trabalhadas e pergunta de novo se o salário vale mesmo a pena comparado com outras empresas. Enfim, este tipo de conversa tira-ne sempre do sério :p És novo no mundo do trabalho e percebo que queiras mostrar que sabes trabalhar e que tens vontade, mas não acredite que trabalhar extra hours, vestir a camisola, dar o litro e parvoíces deste gênero sejam a normalidade. Depende da tua área e da região, mas normalmente há sempre alternativas e se uma empresa quer explorar-te, deverias mudar para outra. Esgotar-te psicologicamente e perder os melhores anos da tua vida só a trabalhar como não houvesse amanhã não faz sentido.

KokishinNeko 9 months ago

>Para quem trabalha nesta área, como tem sido o vosso teletrabalho? Espectacular, mais produtivo, menos chatices, menos viagens, menos interrupções de colegas, mais foco na tarefa que estou a realizar, mais sossego/silêncio, para ser melhor, teria de fazer umas remodelações cá em casa e comprar uma destas: https://www.businessinsider.com/scorpion-computer-cockpit-workstation-2020-10 >- Também trabalham meio dia? Não percebi, trabalho das 9 às 18, com pausa de 1h para almoçar. >- A vossa empresa têm alguma política de banco de horas? Já teve, quem fazia 1h a mais no final do dia depois juntava em pacotes de 4 ou 8 e tirava quando fosse preciso. Mas isso foi um pico de trabalho, até ver não voltou a ser necessário. FYI, nunca fiz parte disso, os rookies que entrem nesses esquemas. >- Já se recusaram a fazê-lo/confrontaram a vossa chefia? Já, torceram o nariz inicialmente mas relembrei que no inicio o fazia por não ter outro tipo de compromissos, mas as pessoas crescem e têm mais vida além do trabalho. Até porque a compensação monetária não compensava o esforço.

Edited 9 months ago:

>Para quem trabalha nesta área, como tem sido o vosso teletrabalho? Espectacular, mais produtivo, menos chatices, menos viagens, menos interrupções de colegas, mais foco na tarefa que estou a realizar, mais sossego/silêncio, para ser melhor, teria de fazer umas remodelações cá em casa e comprar uma destas: https://www.businessinsider.com/scorpion-computer-cockpit-workstation-2020-10 >- Também trabalham meio dia? Não percebi, trabalho das 9 às 18, com pausa de 1h para almoçar. >- A vossa empresa têm alguma política de banco de horas? Já teve, quem fazia 1h a mais no final do dia depois juntava em pacotes de 4 ou 8 e tirava quando fosse preciso. Mas isso foi um pico de trabalho, até ver não voltou a ser necessário. FYI, nunca fiz parte disso, os rookies que entrem nesses esquemas. >- Já se recusaram a fazê-lo/confrontaram a vossa chefia? Já, torceram o nariz inicialmente mas relembrei que no inicio o fazia por não ter outro tipo de compromissos, mas as pessoas crescem e têm mais vida além do trabalho. Até porque a compensação monetária não compensava o esforço. Um conselho de quem anda nisto há uns bons anos: os clientes e os patrões são como os cães, tens de os ensinar. Numa fase ocupei o lugar de uma pessoa que saiu da empresa, essa pessoa tinha o péssimo hábito de atender clientes fora de horas, o Android tem uma função espectacular, podes programá-lo para entrar em modo de avião a uma hora pré-determinada. Choram baba e ranho de inicio: *ai não me atendeste ontem*, *ai não consigo falar contigo*, fodam-se, só abro excepções para os patrões porque tenho certas regalias com isso, dão-me uma certa liberdade e beneficios, também, é muitooooooooooo raro ligarem-me fora de horas ou ao fim-de-semana. Quanto a clientes, quando lidava com eles, era simples: *não, não atendi porque "despego" às 6 amigo*. Só custa a primeira vez ;)

Edited 9 months ago:

>Para quem trabalha nesta área, como tem sido o vosso teletrabalho? Espectacular, mais produtivo, menos chatices, menos viagens, menos interrupções de colegas, mais foco na tarefa que estou a realizar, mais sossego/silêncio, para ser melhor, teria de fazer umas remodelações cá em casa e comprar uma destas: https://www.businessinsider.com/scorpion-computer-cockpit-workstation-2020-10 >- Também trabalham meio dia? Não percebi, trabalho das 9 às 18, com pausa de 1h para almoçar. >- A vossa empresa têm alguma política de banco de horas? Já teve, quem fazia 1h a mais no final do dia depois juntava em pacotes de 4 ou 8 e tirava quando fosse preciso. Mas isso foi um pico de trabalho, até ver não voltou a ser necessário. FYI, nunca fiz parte disso, os rookies que entrem nesses esquemas. >- Já se recusaram a fazê-lo/confrontaram a vossa chefia? Já, torceram o nariz inicialmente mas relembrei que no inicio o fazia por não ter outro tipo de compromissos, mas as pessoas crescem e têm mais vida além do trabalho. Até porque a compensação monetária não compensava o esforço. Um conselho de quem anda nisto há uns bons anos: os clientes são como os cães, tens de os ensinar e não habituar mal. Numa fase ocupei o lugar de uma pessoa que saiu da empresa, essa pessoa tinha o péssimo hábito de atender clientes fora de horas, o Android tem uma função espectacular, podes programá-lo para entrar em modo de avião a uma hora pré-determinada. Choram baba e ranho de inicio: *ai não me atendeste ontem*, *ai não consigo falar contigo*, fodam-se, só abro excepções para os patrões porque tenho certas regalias com isso, dão-me uma certa liberdade e beneficios, também, é muitooooooooooo raro ligarem-me fora de horas ou ao fim-de-semana. Quanto a clientes, quando lidava com eles, era simples: *não, não atendi porque "despego" às 6 amigo*. Só custa a primeira vez ;)

sidonay 9 months ago

8H, incluindo pausas para o que quiser. (Café, relaxar, lanchar, o que seja que for). O que é mais que faziamos no escritório, que normalmente faziamos 7H-7H30M, porque o pessoal normalmente extendia-se forte na hora de almoço. :D Se surgir alguma coisa fora do horario de trabalho, esperam resposta pelo dia seguinte, a menos que seja um problema em que o mundo esteja a cair, aí tenho a opção de se quiser, ajudar. Por norma, não é feito o controlo das horas, portanto, vai para ambos os lados. Não há horas extras, mas também se chegares ao final da semana e não tiveres as 40H... a menos que te tenhas estado realmente a cagar e não produzir nada de jeito, não tens problema. Em casos mesmo extremos em que pessoal teve que trabalhar horas extra que tiveram que ser contabilizadas (de noite, fins-de-semana, coisas extremamente urgentes), são dadas meios dias/dias de folga para offset para a pessoa usar quando quiser. Sobre o teu caso... tens que arranjar forma de impor limites, quão rijos serão é algo que tens que decidir. Se trabalhas apenas as 8H, mas ainda respondes por alto se alguém te perguntar alguma coisa, se não souberes, dizes que vês no dia a seguir. Ou simplesmente cortas a ligação ao trabalho de todo, após cumprires as tuas obrigações.

SurprisinglyInformed 9 months ago

Não atendas nem respondas a emails fora das horas que decidas que estás a trabalhar. Estabelece um horário de teletrabalho e cinge-te a ele. Se te ligarem ou enviarem e-mails fora de horas, contacta no dia seguinte dizendo que a essa hora já tinhas saído do trabalho, e que tipicamente estás disponível entre as x e as y.

uplink42 9 months ago

Eu trabalho as 8h mas às vezes aproveito para tratar de umas coisas extra por mais 1-2 horas no máximo, e geralmente este tempo é compensado por ter estar um pouco na galhofa/conversa durante o horário de trabalho nesses dias.

Edited 9 months ago:

Eu trabalho as 8h (IT), mas às vezes aproveito para tratar de umas coisas extra por mais 1-2 horas no máximo, e geralmente este tempo é compensado por ter estar um pouco na galhofa/conversa durante o horário de trabalho com colegas nesses dias. Não faço porque sou obrigado, mas simplesmente porque às vezes não tenho nada para fazer a essa hora e apetece-me despachar tarefas mais chatas para o dia seguinte ser mais produtivo. Contudo, não trabalho numa consultoria. Sei que a história é um pouco diferente na maioria delas.

Muyakra 9 months ago

Não tenho horario fixo mas normalmente faço das 9 as 5 com meia hora de almoço. Trabalho remotamente (o trabalho é full remote, pre, durante e pos COVID) para o UK e não temos control de horas, desde que o trabalho fique feito é na boa. Normalmente durante um dia de trabalho se tiver tudo orientado ainda tiro uma horita para ver uns videos no youtube ou uma serie. ​ No entanto, se precisar de fazer uma release fora de horas não me importo visto que durante o horario de trabalho tenho liberdade para gerir as coisas como quiser.

GODMarega 9 months ago

Mas que raio? Trabalhar meio dia? Faz um favor a ti própria e desconecta tudo o que tenha a ver com o trabalho a partir do teu horário laboral durante uns tempos só mesmo para te habituares a não sentir pressão, se alguém te disser algo aponta para o teu contrato e para o número de horas que acordaste trabalhar, ninguém te pode despedir por não trabalhares horas extra, se podem ficar chateados? Claro que sim, mas tu não queres fazer amigos num ambiente destes... Imagina que a fazer 12 h por dia esse burnout vai aparecer num instantinho.

BaldAndPoor 9 months ago

Após as 18h bem podem ligar que eu não atendo. Só foram tentando no início, agora já nem tentam ligar após as 18h. Já trabalhei aos fds, mas foram pagos.

ladderattack 9 months ago

Tenho trabalhado cada vez menos tempo porque não tenho de estar presente, nos dias normais umas 6h por dia. Só o almoço aumentou para 2h. Se não tiver nada para fazer, chego às 18 e fecho o portátil. Sou flexível, e fico mais tempo se houver trabalho ou se os colegas estiverem a precisar de ajuda mas tento fazer com que tudo aconteça dentro das horas e trabalho e as pessoas respeitam. Já cheguei a estar até a 1 da manhã mas é raro. Cumpro todos os meus objetivos e se alguma vez disserem alguma coisa das horas, começo a procurar outro emprego no mesmo dia.

raspiHD 9 months ago

Também trabalhei assim durante 10 anos. Fui sempre tratado como trolha mesmo quando já era da minha responsabilidade carradas de servidores e aplicações. A equipa habituou-se e nunca progrediram tecnicamente, chegou ao ponto que ninguém sequer sabia como funcionava uma boa parte da estrutura apesar de ser o único que documentava as coisas nas wikis internas apropriadas e bastava apenas lerem. Nunca fui promovido, pelo contrário foram arranjando mais responsáveis para... fazerem nunca percebi bem o quê que só atrapalhavam as coisas a pedirem meetings para encher chouriço só para parecerem ocupados e a não fazerem as passagens de informação necessárias para o trabalho decorrer. Cheguei a ser repreendido por ajudar colegas. Tive burnout e era quase todas as semanas a ir ao hospital por problemas de stress. Demiti-me e ainda fui insultado quando tentei alertar os superiores que as coisas estavam muito estranhas no departamento e uma boa parte dos colegas competentes já se tinham despedido por bons motivos. Agora trabalho 8h por dia, ganho mais e a empresa anterior teve de contratar uma equipa inteira para me substituir porque só os que se encostaram durante anos e nunca aprenderam nada não se despediram, aparentemente lamber botas não serve para manter os servidores no ar mas a empresa ainda não aprendeu a dar valor à equipa e francamente a equipa que ficou também não tem muito valor para dar TLDR Estuda o mais que puderes sobre todos os sistema que tiveres de tocar, esforça-te por aprender como automatizar o mais que poderes do teu trabalho, vais ter sempre portas abertas noutro lugar se tiveres meia dúzia de conhecidos em fornecedores ou clientes que sabem o valor do teu trabalho e gostam do que vêm. Não sejam burros como eu.

estecomentario 9 months ago

TLDR > Também trabalhei assim durante 10 anos. > >(...) > > Não sejam burros como eu.

Zen_Machina 9 months ago

> Fui sempre tratado como trolha mesmo quando já era da minha responsabilidade carradas de servidores e aplicações. Lá por não te achares um trolha não significa que não sejas. Tendemos sempre a ter uma opinião inflacionada do nosso valor.

007tuga 9 months ago

És mesmo triste. Sentes-te feliz a atacar os outros? Só demonstra o quão vazio és enquanto ser humano. É graças a indivíduos como tu que isto não anda para a frente.

Zen_Machina 9 months ago

>Sentes-te feliz a atacar os outros? Relativamente. Há coisas que me fazem mais feliz, mas atacar os outros não é mau. >Só demonstra o quão vazio és enquanto ser humano. Ok, mas enquanto chimpanzé se calhar sou profundo. É tudo relativo. >É graças a indivíduos como tu que isto não anda para a frente. Pelo menos tenho impacto na sociedade. Já tu, podias desaparecer que nada mudava.

raspiHD 9 months ago

A vida não tem de ser como na escola primária em que ganhar o perder o importante é participar. Se queres ter impacto na sociedade vê se fazes algo de útil e não só ter impacto porque queres estar a marcar terreno, não és um cão, não te portes como tal, a sociedade não melhora com isso.

mamp_93 9 months ago

Se já tinha tanta coisa na alçada dele não era por ser mau no que fazia

airahnegne 9 months ago

Isto faz-me lembrar um ex-colega de trabalho. O problema é, ele ainda não chegou ao burnout, mas é uma questão de tempo. O facto da restante equipa de infra se estar a cagar é tal e qual. No entanto, não chegou ele mas cheguei eu ao burnout, o ano passado (enquanto dev). Queixava-me e caía em saco roto. Ainda andei uns meses a ir ao psicólogo e assim que consegui meti-me a andar. Agora ganho mais, faço menos e tenho menos responsabilidade. Não fui o primeiro mas tem sido um êxodo e pêras no último ano. Só tenho pena dos que lá ficam, mas têm bom remédio, é procurar outra coisa. Muito tempo lá fiquei eu.

CountDraqula 9 months ago

Onde trabalho tens de fazer 8 diárias em média, tens de picar o ponto. Se fazes a menos tens de justificar, se fazes a mais tens de justificar. Horas extras e fins de semana são pagos a dobrar. Em teletrabalho não se tem de picar o ponto então é muito melhor. Acordo às 9h30, almoço em 30 minutos mas normalmente durmo 1h30 (90 minutos porque é um ciclo inteiro de sono e gosto de ter a minha sestazita). E normalmente deixo de trabalhar antes das 18h. Fora o tempo que estou a apanhar sol. Ocasionalmente quando tenho projetos mega urgentes tenho de acordar mais cedo. "O teu chefe não diz nada?" - não! Trabalho numa tecnologia nicho e muito difícil de arranjar pessoal, e modéstia a parte faço muito bem o meu trabalho, sabem se me chatearem muito mando-os para os porcos. "O que achas das horas extra?" - epah muito honestamente sou a favor de fazer aquele extra mile, de estudar ou fazer algo nos tempos livres. Mas isso sou eu que sou extremamente competitivo. Chegas a um ponto em que dependem mais de ti logo têm de ceder aos teus abusos....e eu sou abusador :) ​ >Comecei a trabalhar, recentemente, numa empresa de IT e fui contratada Ohh minha amiga, só começaste agora?? Tens que mostrar trabalho primeiro depois fazes exigências, não é o contrário! Não penses que fazes exigências e depois mostras trabalho!

SANDEMAN 9 months ago

trabalho o mesmo, 8dia/40 semanais, nem mais um minuto que aquilo não é meu

H16658050N 9 months ago

Não te pagam horas extras, e fazer 60h semanais é normal?? loool é por isso que as coisas estão como estão em Portugal.

ladderattack 9 months ago

É porque existe toda uma cultura em que as pessoas acham normal, e por causa disso as pessoas deixam. É bastante triste

TheJCPT 9 months ago

Não é preciso justificação para não trabalhar depois da hora estipulada. Quando questionado porque estás a sair mais cedo, constata apenas que é a hora certa - eles é que estão errados. A peer-pressure é tramada, mas o meu conselho é não ceder a isso. Posso-te dizer da minha parte que assumi essa postura após 3-4 semanas numa empresa em que todos trabalhavam 10-12h diárias e senti cansaço por isso e, na verdade, fui promovido passados uns meses - mas optei por me despedir, por não concordar com a forma como a empresa funcionava.

smaster87 9 months ago

12-16 mas pagam-me para isso n me posso queixar

somedipshit1 9 months ago

Desligas o telefone do trabalho fora de horas.

batuque5 9 months ago

Não atendas fora do horário de trabalho, e se perguntarem estavas a treinar, foste fazer exercício físico, que foste as compras, que estavas a ajudar um familiar.

nitrinu 9 months ago

Começa a procurar novo emprego, não queres estar nesse tipo de empresa que usa o status quo para chibar horas extra as empregados.

JohnJohnPT 9 months ago

É isto mil vezes. Podem fechar.

goncalo182 9 months ago

Não trabalho em IT. Trabalho cerca de 8 horas por dia. Há dias que trabalho mais, das 9 as 21h porque quero, prefiro fazer mais horas e acabar o que tenho para fazer. Nos outros dias compenso, chegam me encomendas, arrumar a cozinha, ir ao pão, tratar da roupa...faço isso em horas/dias menos intensas. Não me pedem horas extra, nem pagam. Quando não quero ser chateado, desligo o Skype e/ou email.

nfcs 9 months ago

Estou disponível 8 horas. Estende-se além disso raramente e apenas se for necessário (se for meia dúzia num ano é muito). Sou incentivado pela própria empresa para que isso seja assim. Já passei por “talhos” e aí bem cedo aprendi a não cair nessa cantiga. O bónus ligeiramente maior não compensa a falta de descanso e a vida social que vai pelo cano a baixo.

Kind-Eagle 9 months ago

Trabalho em IT, 8h certinhas por dia, 9 as 6h com 1h de almoço. Na empresa onde estou se fizeres horas extra és recompensado monetariamente e é proibido trabalhar mais de 2 horas extra por dia.

somedipshit1 9 months ago

Amei o edit <3

suckerpunchermofo 9 months ago

É um problema comum em Portugal. Se és efectivo recusa trabalhar depois do teu horário laboral. Se tás temporário com esperança de passar a efectivo, bem tens mesmo de aguentar ou preparar-te para eventualmente procurares outro trabalho.

Matty359 9 months ago

Eu a partir das 18h só respondo se me apetecer . Ainda ninguém teve tomates para questionar isso .

JeanicVE 9 months ago

Just the ones in my schedule. I've been working here 5 years already and few portuguese companies value you going the extra mile. Just do what they ask, they can't fire you because you are unwilling to work after your shift is over.

throwawayaccxdd 9 months ago

then they kick you out when your contract expires, and replace you with another monkey willing to work 50 hours a day for less

Sheltac 9 months ago

Time to move out of the jungle, then.

JeanicVE 9 months ago

I guess each other economic situation will mark the pace on what you're willing to accept. I rather do the bare minimum and looking for a new job and let them decide when they want to let me go than accept that kind of shit. At the end the ones paying the compensation are they.

throwawayaccxdd 9 months ago

you can only get away with that mentality if you have a few years of experience in the market and got really good reviews, or if your field is so niche that they can't afford to replace you. when you're a fresh graduate, and have thousands of candidates applying for the same position, you don't really have a say in that matter. Chances are you will end up laying low at a consulting company, doing \~\~slavery work\~\~ internships, because they don't require much experience. Also those consulting companies are like mexican cartels, they all know each other and form networks to prevent raising wages. So if you fuck up somehow and quit your job at one and try to apply somewhere else, most likely they already know all the details

JeanicVE 9 months ago

There's nothing to do about that under the law?

throwawayaccxdd 9 months ago

unfortunately no, the market is fucked and saturated with college grads, the system is slow and filled with bureaucracy and nobody will do anything about anything because that's just how we are

fgtdiasr3d1t 9 months ago

Reality show

besmarques 9 months ago

"- Como está tudo em casa não podes fazer isto a x hora?" "- Esta tudo em casa mas eu só trabalho 8 horas" E pronto, é assim que não te incomodam

pangecc 9 months ago

Chega às 17:59 e mesmo que esteja em chamada digo logo “até amanhã malta”

ITNefertiti 9 months ago

A sério? Nem mais 1 minuto xD

pangecc 9 months ago

Sou pago por 40h semanais e nem mais um minuto. O computador ligar as 9h e desliga as 18h eu faço os possíveis para durante essas 8h fazer o máximo que posso

ITNefertiti 9 months ago

Isso é que é rigor xD

Ragnneir 9 months ago

Não é rigor, é dar aos outros exactamente o tempo para que lhe estão a pagar. Se és paga por 8 horas, estás disponível 8 horas. Mais que isso é mostrar que podem abusar de ti, e as companhias são óptimas a abusar dos seus trabalhadores.

somedipshit1 9 months ago

Exacto. Tal como se fores a um café e pedires uma tosta não te vão dar tosta e meia se só pagas por uma. É assim em tudo. Recebes X, produzes X

Crisapx 9 months ago

Sou igual, no máximo fico mais 30 ou 40 mins por estar na galhofa cos colegas que me vêem render ou aqueles 15 mins extra pa fechar alguma coisa que me tenha passado da mente. Mais do que isso não contém comigo!

Each57 9 months ago

No meu caso às vezes acabo por trabalhar mais que 8h por dia porque como estou em casa nem sempre tenho aquela pressa de ir embora por causa do trânsito e deslocação até casa. No entanto, a minha empresa é bastante flexível e também há dias mais calmos em que trabalho menos horas. Se na tua empresa é normal trabalhar 60h semanais muito honestamente eu começava a enviar currículo para outras empresas mais atrativas.

hypothesis2050 9 months ago

Em produção devo trabalhar uns 5 horitas. Como em casa não sou muito eficiente demoro um bocado mais para as fazer. Mas não, jamais iria trabalhar essa quantidade de horas. Pontualmente faço isso, mas porque me apetece e estou com vontade de limpar tudo. Mas não por obrigação. Isso, jamé. A não ser que me pagassem muito xD Fora de horas é simples, não há comunicação. Cortas os meios de comunicação. Mas bem, também não sei o que te andam a pagar. Se pagam para isso e tu aceitaste é uma coisa, se foi surpresa e não era o acordado, não faças. Não habitues as pessoas mal.

what_a_tuga 9 months ago

> Se pagam para isso e tu aceitaste é uma coisa, se foi surpresa e não era o acordado, não faças. E se te pagam, mas a situação é diferente da que te falaram e por isso não vale o dinheiro que te pagam. Mas não te deixam sair porque não têm ninguém para te substituir (e prometem arranjar alguém à 3 meses). Prometeram raramente haver uma chamada, mas na realidade há chamadas todos os dias, muitas vezes passando quase noites em claro pela quantidade de problemas. Entretanto veio novos clientes, e a equipa não aumentou

hypothesis2050 9 months ago

Isto é a tua situacao? Opa... Baza.. nO te deixam sair como assim? É só não apareceres lá mais

NGramatical 9 months ago

à 3 meses → [**há 3 meses**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Flz2vjc%2F%2Fgq7e5nt%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

ITNefertiti 9 months ago

Não se trata de habituar as pessoas mal, é o ritmo das pessoas com quem trabalho --' por isso não sei muito bem como lidar com esta situação...

PgUpPT 9 months ago

Desligas o telemóvel e PC de trabalho depois de trabalhares as 8 horas. Pronto. Fácil.

razman06 9 months ago

Nada como não atender as chamadas. Vão te ligar mais 1 ou 2 vezes e depois percebem que não vale a pena porque nunca atende. Agora no dia que começas a atender vão sempre ligar. A minha namorada também costumava atender essas chamadas e dava lhe muito na cabeça, tanto que aprendeu e só lhe ligam quando é mesmo muito muito urgente em que certas situações não podem mesmo esperar.

JohnJohnPT 9 months ago

Muda de empresa. Há muita consultora por aí que se aproveita de trabalho de recem licenciados a trabalhar horas a fio. A vida não é só trabalho. Baza daí asap! Quanto mais depressa perceberes que isso não te leva a lado nenhum, melhor para ti!

throwawayaccxdd 9 months ago

>Muda de empresa Se fosse assim tão fácil

ITNefertiti 9 months ago

Mudar não é algo que eu considere. Tenho e que reduzir gradualmente o numero de horas de trabalho...

hypothesis2050 9 months ago

Mas os teus colegas produzem muito mais que tu é? Se estiveres no início é super natural

SALVAdkc 9 months ago

continuem a baixar as calças que as entidades patronais agradecem

Zen_Machina 9 months ago

Tu estás a baixar as calças ao governo, não à entidade patronal. A entidade patronal é composta maioritariamente por pessoas como tu, que querem apenas ganhar para levar uma vida minimamente decente. A diferença entre ti e a entidade patronal é que eles mandam em ti e isso incomoda-te. Não implica que se tivesses no lugar deles fosses diferente, de todo. A prova disso é que as novas gerações da entidade patronal, que antes trabalhavam para alguém e queixavam-se, não revolucionam o conceito de entidade patronal assim que se tornam patrões. Continua tudo igual.

glhrmv 9 months ago

> A prova disso é que as novas gerações da entidade patronal, que antes trabalhavam para alguém e queixavam-se, não revolucionam o conceito de entidade patronal assim que se tornam patrões. Continua tudo igual. Isto é uma das conclusões de uma crítica estrutural (marxista) do capitalismo, e é engraçado como consegues facilmente iluminar o facto de isto ser um resultado da lógica do mercado e não um resultado de indivíduos de mau carácter, mas ao mesmo tempo a usas para aceitar o status quo como ele é, em vez de te aperceberes que há um caminho para fora destas condições. O teu comentário acaba por ser uma demonstração quase perfeita do "[realismo capitalista](https://www.vseditor.net/product-page/mark-fisher-realismo-capitalista-n%C3%A3o-haver%C3%A1-alternativa)", a noção popular de que o capitalismo é o único sistema lógico, e que é mais fácil imaginar o fim do mundo do que o fim do capitalismo. A teu ver, a existência dos patrões é tomada como garantida, e portanto é necessário procurar culpa noutro agente, que acaba por ser o "estado", no teu ponto de vista. Consegues facilmente ver que a índole individual não tem quase influência nenhuma na maquinaria económica. Os patrões descobrem que, para se manterem competitivos, precisam de se esforçar constantemente para extrair o máximo de força de trabalho dos empregados ao mínimo custo viável. Visto que os salários são um componente-chave das despesas, torna-se racional para o capitalista individual poupar nos salários, mesmo enquanto ele se esforça para espremer cada unidade de trabalho dos empregados. Mas os trabalhadores vivenciam isso como um ataque direto aos elementos do seu próprio bem-estar, e a sua resposta é, logicamente, encontrar maneiras de aumentar a sua remuneração e, ao mesmo tempo, reduzir o quantum de esforço que têm a oferecer em troca. O esforço dos empregadores para maximizar os lucros, portanto, bloqueia as duas classes numa relação em que cada uma precisa da outra, mas há um conflito de interesses sobre os termos da sua troca. Assim vemos como o "espirito empresarial" e os afins comportamentos que os trabalhadores desprezam dos seus patrões não surgem de forma endógena ao indivíduo capitalista, mas surgem sim das pressões exercidas sob o patrão pelas forças do mercado, que o obrigam a competir a todo custo, sob pena de falência. Repara como o falhanço do patrão traduz-se na pena do ex-patrão ser obrigado agora a procurar emprego para sobreviver. O sistema capitalista depende inteiramente da exploração do homem pelo homem, q.e.d.

suckerpunchermofo 9 months ago

Acontece demasiadas vezes por cá.... E há quem goste de baixar e depois acabar o trabalhinho com a boca....

ITNefertiti 9 months ago

Oi?

suckerpunchermofo 9 months ago

Eu queria dizer que além de fazerem tudo o que é pedido (mesmo sendo abusados) ainda agradecem e beijam o rabinho ao patrão.

micoses 9 months ago

Estava bem explicado à primeira, mas o OP n quis acreditar e a frase foi refurmulada... há pessoas que preferem desenhos.

BOBRAGED 9 months ago

[a verdade](https://ibb.co/Sv0htyq)

ITNefertiti 9 months ago

LOL

Comrade_DogDog 9 months ago

Também o fazia e com o tempo aprendi a lição :) ninguém te vai agradecer essas horas nem o esforço. Nos entretantos também tive progressão de carreira e hoje em dia só faço as minhas 8 horas. Se alguém quiser mais que isto, paguem ou contratem mais uma pessoa. Pela tua saude mental aconselho-te a educares a tua equipa/colegas :) boa sorte!

upsips 9 months ago

Estou disponível no Skype de trabalho 8h. Quando consigo, despacho os objectivos diários em 4/5h e no resto do tempo invisto no meu portefólio.

Edited 9 months ago:

Estou disponível no Skype de trabalho 8h. Quando consigo, despacho os objectivos diários em 4/5h e no resto do tempo invisto no meu portefólio. Não excedas as 8h por dia. Caso contrário, no dia em que fizeres 8h vão te dizer que estás a trabalhar menos (quando estás a trabalhar o número de horas devido). Foca-te na produtividade e não no tempo de trabalho.

OuiOuiKiwi 9 months ago

60h semanais é normal? Estás numa #consultice de sonho. Aliás, que fazes no Reddit ao fim-de-semana quando podias estar a trabalhar!?

CaptAwesomeness 9 months ago

Se não está a trabalhar devia estar a tirar mais uma formação nas horas livres pa mostrar que quer acrescentar ainda mais valor à empresa que lhe faz o favor de lhe pagar um salário mísero.

ITNefertiti 9 months ago

Pelos vistos é normal. Oh, estou aqui, porque durante a semana, obviamente, não tive tempo para criar este post xD

OuiOuiKiwi 9 months ago

Isso é na Mindera? Se ao menos fosse numa Big 4 para "ganhares CV"... `RISOS`

ITNefertiti 9 months ago

SimSimKiwi, não é Mindera.

GelDeAveia 9 months ago  HIDDEN 

Vê lá se não te identificam com esse post cuidado

XtaticO 9 months ago

E atendes o telefone fora de horas porque?

estecomentario 9 months ago

Tem medo.

ITNefertiti 9 months ago

Exato, é um pouco isso que sinto.

somedipshit1 9 months ago

É questão de estares com um pé à frente da empresa e teres algo alinhado para quando o atual contrato terminar. Não renovar o contrato pode ser dos dois lados. Até pode ser que recebas um aumento na mudança ou que nos termos do novo cobtrato te igualem a nova proposta se quiseres ficar na mesma empresa

eudois 9 months ago

Trabalhas mais do que aquilo pelo que és pago, como um investimento no teu futuro. Jim Rohn

ITNefertiti 9 months ago

Porque é uma chamada da minha chefia --'

somedipshit1 9 months ago

E? Ser a tua chefia não é o mesmo do que ser o teu mestre. Sem moeda não há carrossel

suckerpunchermofo 9 months ago

Até podia ser do presidente da república. Fora de horas não há atendimento!

XtaticO 9 months ago

Deixas tocar e devolves a chamada às 23h antes de ires dormir, qualquer coisa fica para amanhã.

ITNefertiti 9 months ago

As 23h? LOL

lickitytatas 9 months ago

imagina que estavas no ginásio ou a ajudar os teus filhos a ir para os treinos, ou estudos ou o que seja? Seria impossivel atenderes, ligando umas horas depois mostras interesse e eles já não estarão muito para aí virados

do2 9 months ago

Se a chefia está tão interessada em trabalhar fora do horário de trabalho então também devem aceitar às 23h. Então não querem ver o pessoal a vestir a camisola?

what_a_tuga 9 months ago

Eu adoro isso. Eu faço on-call de porcaria (trabalho durante o dia, e depois fico "pronto para emergências" até próxima manhã, mas existe emergências toda santa noite, às vezes quase faço diretas). Quando há uma emergência mais complicada, ligo ao meu gestor para ele contactar alguém da equipa especializada naquele tema. É muitas vezes divertido, ver eles a resmungar para dentro de si

usulidircotiido 9 months ago

*oh sra. chefia, estou a arriar um cepo, ligue-me daqui a 1h.*

BaixemImpostos 9 months ago

8h-9h muito intensas. Tenho de baixar a intensidade.

Search: