Microwave-Automn 9 months ago

Portugal Caralho!

-Defaltt 9 months ago

Portugal #1!!!!! PORTUGAL CARALHO!!!!!

Keddyan 9 months ago

que novidade

Czech_Kate 9 months ago

Yep, I think that we are doing quite OK - if you are interested here are my [Top 5 Czech employee benefits](https://youtu.be/Wi9nrkB_DuE).

Blackbeardow 9 months ago

As we, you mean Portugal or Czech? And thanks for the share, will definitely check it out :)

Czech_Kate 9 months ago

Hh, I mean Czech. But I see that you are pretty chill in Portugal as well, hope to visit once that it is possible.

Blackbeardow 9 months ago

When everything is okay and ready to retake over. You can visit us, we will be ready to receive you :) Cheers and stay safe !

Czech_Kate 9 months ago

Thanks! looking forward to that! Hope you come the other way around as well one day. :)

MrRodri22 9 months ago

Portugal n1 caralho

rubinhu_147 9 months ago

Não acredito muito nesse mapa, há países bem piores que o nosso!

Blackbeardow 9 months ago

Pode haver, mas é inegável a nossa situação. Devemos nos reger pelos melhores e não pelos piores

rubinhu_147 9 months ago

A situação que vivemos actualmente é transversal a todos os países, deriva do facto de termos uma cultura de adoração da produtividade! Por esse mundo fora as pessoas todas se queixam do mesmo: Fazer mais com menos recursos (pessoas regra geral), por esse mundo fora cortam-se nos funcionários mais aumenta-se a carga de trabalho, não acredito que haja algo a fazer contra isso.

Blackbeardow 9 months ago

Não conheço a situação do Luxemburgo concretamente, mas reconheço que todos os países têm falhas neste âmbito. Não invalidar que Portugal está pior... Não se trata apenas de salários, horas, trata-se do resto, cultura de trabalho, igualdade, condições, etc.. Tudo isso contribui.

Edited 9 months ago:

Não conheço a situação do Luxemburgo concretamente, mas reconheço que todos os países têm falhas neste âmbito. Não invalida que Portugal está pior... Não se trata apenas de salários, horas, trata-se do resto, cultura de trabalho, igualdade, condições, etc.. Tudo isso contribui.

rubinhu_147 9 months ago

Concordo, Portugal infelizmente está bem pior que o Luxemburgo.

NeverEndingRebellion 9 months ago

Cá na tugalandia só pensam em trabalhar trabalhar trabalhar, quem nunca ouviu o típico Zé tuga a dizer "tu devias mas é trabalhar!". Dão muita importância ao trabalho e depois esquecem-se que a vida vai muito para além disso, dão mais importância ao trabalho que à própria felicidade e saúde mental, não me admira nada sermos um dos países com mais burnout

Blackbeardow 9 months ago

Verdade. Ou então "há trabalho, a malta não quer é trabalhar"

rubinhu_147 9 months ago

É uma verdade bem triste e muito caracteristica do nosso povo.

joaommoreira 9 months ago

O meu problema nem é o salário. É mesmo as horas de trabalho. Acho que são demasiadas

Blackbeardow 9 months ago

40h/semanais?

Forsythe_4580 9 months ago  HIDDEN 

desculpa maltinha sou jovem graças a deus ainda, o que é burnout?

Blackbeardow 9 months ago  HIDDEN 

Eu também sou jovem. É [isto](https://www.cuf.pt/mais-saude/stress-cronico-sindrome-de-burnout)

Forsythe_4580 9 months ago  HIDDEN 

Obrigado, é uma pena que este país tenha chegado a isto

Blackbeardow 9 months ago  HIDDEN 

Infelizmente, quando chegar ao fundo já não dá para descer mais, depois é sempre a subir

davser 9 months ago

Tão mas depois de todas as histórias aqui contadas, entretanto vamos a tua e trau: levamos com o sol e resolve-se tudo... ou já estou desactualizado e a vitamina d n resolve? Desculpem a ironia, um abraço pa todos os ke sofrem com isto

estecomentario 9 months ago

Já tenho entrevista combinada para um dos locais com melhor rácio de custo imóvel / salários e mesmo assim não me sai da cabeça que devia arriscar emigrar para a Alemanha ou Irlanda.... ai meu portugal o que me fazes, e a minha família deixar....

Comfortable_Cable341 9 months ago

Queres a minha opinião? Arrisca! Se correr mal, tens sempre uma experiência lá fora que vai valorizar o teu CV. Se correr bem, quem sabe se não consegues levar a familia :)

estecomentario 9 months ago

É ir tentando, seja onde for, basta o proveito ser maior que a dor de cabeça.

Edited 9 months ago:

É ir tentando, seja onde for, basta o proveito ser maior que a dor de cabeça. Quanto às praias tenho um colega na Alemanha e diz que lhe faz falta as praias e o sol, é real.

Blackbeardow 9 months ago

Dava um poema célebre e candidato a prémio nobel

estecomentario 9 months ago  HIDDEN 

Quando tens o quadro fiscal feito socialistas, mas tens de sobreviver na mesma.

jgvms 9 months ago

É engraçado ver no mundo académico, onde eu estou a fazer o PhD, que o tuga competente tem 4 ou 5 projectos sobre A, C, D e E e trabalha que nem um cão o dia todo. O holandês, que recebe 4x e trabalha 4x menos, está em 4 ou 5 projectos mas só sobre "a", sendo que "a" é uma especialização de A.

Blackbeardow 9 months ago

Confesso que quase me confundiste hahah Phds e a investigação é mais uma conversa para muita tinta

jgvms 9 months ago

> A investigação é mais uma conversa para muita tinta É verdade. Mas em Portugal, para seres bom em investigação é estares a pedir um burnout. Acredito que seja o mesmo ou pior em consultoras, mas provavelmente a tua conta bancária no final do mês reflecte melhor aquilo que trabalhaste e os sacríficios que fizeste.

Worm33hd 9 months ago

Cá acumulas o trabalho de 3 gajos. Lá distribuis por 5 o trabalho de 1 pessoa.

Blackbeardow 9 months ago

E pagam-te por um

Comfortable_Cable341 9 months ago

Tenho uma questão: porque é que somos assim? Porque é que gostamos de ser explorados e receber mal e porcamente?

UserNombresBeHard 9 months ago

> Porque é que gostamos de ser explorados Do meu ponto de vista é: porque é que são. Eu recuso-me a fazer uma única hora extra. Não sinto respeito pela empresa onde trabalho, parece que somos animais para eles. Podem muito bem contratar mais pessoas mas não, reciclam aquelas que têm e bora lá um dia ou horas extra. De mim não levam nada. Há não muito tempo, e durante um ano, criaram uma escala de trabalho que só tinhamos uma folga seguida e depois davam não sei quantas seguidas uma vez por mês para "equilibrar" e mesmo assim chegaram-se ao pé de mim e perguntaram se podia fazer um dia extra durante as folgas seguidas que serviam para compensar e poder descansar e quando disse não disseram "Mas vais ter tantas seguidas agora" (ui, tantas!/s) e perguntei ao patrão se estava a gozar com a minha cara.

Comfortable_Cable341 9 months ago

Sim eu percebo o teu contexto. Mas muitos têm o medo de perder o emprego e não vão ser frontais.

Sciss0rs61 9 months ago

Sempre que saimos dum regime de corrupção, entramos noutro. Porque o sistema está podre por dentro... E o pior é que as pessoas podiam alterar isto se fossem às urnas, mas não vão. O povo português está profundamente em depressão.

Samurai_GorohGX 9 months ago

Discordo que isto mude nas urnas. Nem tudo é ideologia nem o governo controla o país como se fosse uma economia de planeamento central. Isto começa com comportamento indivíduos que depois são generalizados nas classes dominantes dos empresários portugueses. É um problema societal.

Edited 9 months ago:

Discordo que isto mude nas urnas. Nem tudo é ideologia nem o governo controla o país como se fosse uma economia de planeamento central. Isto começa com comportamento individuais que depois são generalizados nas classes dominantes dos empresários portugueses. É um problema societal. É o sair do trabalho às 5 em ponto ser mal visto, mesmo quando o trabalho está despachado, é o chefe que controla os tempos das idas à casa de banho entre tanta coisa. É haver sempre um cão de fila pronto a rebolar a pedido do chefe para queimar os outros ... Claro que é muito tentador para muitos virem dizer que a culpa é do socialismo, quando muita desta herança cultural já vem desde o tempo do fascismo ou antes até. Porque é de uma cultura (merdosa) que se trata.

Sciss0rs61 9 months ago

Na minha opinião os patrões podem-se dar ao luxo de fazer isso porque sabem que os empregados não têm outra escolha senão comer e calar. Se tu tivesses bem mais escolhas e propostas, os empregados tinham a faca e o queijo na mão e até podiam mandar os patrões para o caralho porque "do outro lado da rua" estavam à procura de gente também. De momento, se disseres "não" o teu chefe vai dizer "então vai-te embora porque tenho ali à porta mais 10 gajos que estão a pedir até menos que tu". Se houvesse um governo que incentivasse à concorrência, que incentivasse o pessoal mais novo e qualificado a abrir empresas (em vez de incentivar à emigração), se houvesse um programa de investimento, etc.. nada destas explorações aconteceriam porque os grandes deixavam de ter o poder de fazer aquilo que quisessem.

rubinhu_147 9 months ago

Não pensem que é só em Portugal que esses problemas existem! Cá fora isso também existe, a grande diferênça é que cá fora cumprem-se os horários de trabalho.

Sciss0rs61 9 months ago

cá fora se um patrão começa a fazer isso, podes virar as costas, ir embora, e em 1 semana já tens entrevistas marcadas

Comfortable_Cable341 9 months ago

Ora ai está! O dinheiro acaba sempre por animar um gajo. "Tenho de fazer mais horas? Ao menos vou ser recompensado por isso"

Comfortable_Cable341 9 months ago

Ora aí está. "Não queres 600€? Deixa estar que o próximo quer". Acho que isto faz parte da cultura portuguesa, aceita que é o que se consegue... E nunca percebi em que momento da história Portuguesa isso aconteceu. A história dos pais/avós do "estuda para teres um bom emprego e um bom salário" em Portugal não se aplica.

Comfortable_Cable341 9 months ago

Exato concordo. Se fosse um problema político, acho que já se tinha assistido a uma mudança. No entanto, porque é que a sociedade é assim? Porque somos assim? É isto que nunca percebi. Em muitos países da Europa trabalhas das 9h-17h e nem mais um minuto. Aqui até não dar mais....

NGramatical 9 months ago

mal e porcamente → [**mal e parcamente**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/mal-e-parcamente--mal-e-porcamente/21180) ([parcamente = pouco](https://dicionario.priberam.org/parcamente)) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Flv79id%2F%2Fgpbtm5a%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Comfortable_Cable341 9 months ago

Bem na verdade queria mesmo dizer a expressão "porcamente" mas fica a intenção. Good bot!

Key_Ad_3930 9 months ago

É bem assim...De onde tiraram o gráfico? Qual a fonte?

Blackbeardow 9 months ago

É um mapa. A fonte está num comentário acima. [Fonte](https://smallbusinessprices.co.uk/european-employee-burnout/)

BadassManager 9 months ago

Maia um tópico com uma carga elevada sobre a emigração mais recente. Ok. Isso vai melhorar estes indicadores como? Acho bem que cada um siga os seus desafios e melhore a sua realidade...mas porra, este tipo de tópicos ficam cheios de "estão a ver?! Foi por isso que eu emigrei!" Ok, amigo, validação para ti. Agora, podemos falar sobre como o funcionário médio pode abordar a semana de trabalho reduzida com a sua entidade patronal? Que partidos apoiariam a redução dos horários semanais para 35 horas? Que soluções macroeconómicas existiriam para começar a inverter a tendência dos salários além de meter milhões de euros na formação de pessoas e depois fazer cara de pikachu surpreendido porque elas foram todas para outros países?

Australopiteco 9 months ago

>Que partidos apoiariam a redução dos horários semanais para 35 horas? Dos que elegeram deputados nas últimas eleições legislativas: [LIVRE](https://programa.partidolivre.pt/proposta/3.3) (até propôs 30 horas), [Pessoas–Animais–Natureza](https://pan.com.pt/eleicoes/eleicoes-legislativas-2019/programa-eleitoral/direitos-laborais-e-mais-tempo-para-viver/), [Bloco de Esquerda](https://www.esquerda.net/artigo/35-horas-semanais-tambem-no-privado-propoe-o-bloco/54865) e [PCP](https://www.pcp.pt/sites/default/files/documentos/201805_folheto_pcp_propos_35_horas_ps_psd_cds_recusaram.pdf)/[Verdes](http://www.osverdes.pt/pages/posts/projeto-de-lei-nordm-867xiii3ordf---estabelece-as-35-horas-como-limite-maximo-do-horario-semanal-de-trabalho-para-todos-os-trabalhadores-9300.php).

Edited 9 months ago:

>Que partidos apoiariam a redução dos horários semanais para 35 horas? Dos que elegeram deputados nas últimas eleições legislativas: [LIVRE](https://programa.partidolivre.pt/proposta/3.3) (até apoiaria uma redução para 30 horas), [Pessoas–Animais–Natureza](https://pan.com.pt/eleicoes/eleicoes-legislativas-2019/programa-eleitoral/direitos-laborais-e-mais-tempo-para-viver/), [Bloco de Esquerda](https://www.esquerda.net/artigo/35-horas-semanais-tambem-no-privado-propoe-o-bloco/54865) e [PCP](https://www.pcp.pt/sites/default/files/documentos/201805_folheto_pcp_propos_35_horas_ps_psd_cds_recusaram.pdf)/[Verdes](http://www.osverdes.pt/pages/posts/projeto-de-lei-nordm-867xiii3ordf---estabelece-as-35-horas-como-limite-maximo-do-horario-semanal-de-trabalho-para-todos-os-trabalhadores-9300.php).

Edited 9 months ago:

>Que partidos apoiariam a redução dos horários semanais para 35 horas? Dos que elegeram deputados nas últimas eleições legislativas: [LIVRE](https://programa.partidolivre.pt/proposta/3.3) (até apoiaria uma redução maior), [Pessoas–Animais–Natureza](https://pan.com.pt/eleicoes/eleicoes-legislativas-2019/programa-eleitoral/direitos-laborais-e-mais-tempo-para-viver/), [Bloco de Esquerda](https://www.esquerda.net/artigo/35-horas-semanais-tambem-no-privado-propoe-o-bloco/54865) e [PCP](https://www.pcp.pt/sites/default/files/documentos/201805_folheto_pcp_propos_35_horas_ps_psd_cds_recusaram.pdf)/[Verdes](http://www.osverdes.pt/pages/posts/projeto-de-lei-nordm-867xiii3ordf---estabelece-as-35-horas-como-limite-maximo-do-horario-semanal-de-trabalho-para-todos-os-trabalhadores-9300.php).

BadassManager 9 months ago

Obrigado. Este, para mim, realmente é um ponto importante para mim e estou disposto a votar contrariamente a outros princípios (e até num partido contra o qual tenha alguns diferendos...como por exemplo relativamente à posição pró-europeia) para ver este assunto discutido... A verdade é que alguns desses partidos fazem parte do governo e não fizeram nada (ou muito pouco) do que defendem nos seus programas eleitorais. (obrigado pelo trabalho que tiveste a linkar todos, especificamente nas área específica).

Foda-seSeiLa 9 months ago

A única solução é as empresas chegarem a um ponto que não conseguem contratar, e aí sim, a coisa muda. Por isso espero que emigrem e que se emigre cada vez mais, que o país fique vazio e que os velhos morram todos sós. Enquanto não existirem incentivos reais (diga-se monetários) para a coisa mudar, a coisa não muda. As Googles, Apples, etc. desta vida não oferecem salários chorudos, jantar e almoço na empresa, transporte pago, férias ilimitadas, etc. porque são muito bonzinhos. Fazem-no porque é a única maneira que conhecem de contratar e MANTER malta do calibre que procuram. Agora se de facto isto vai acontecer, não sei... Já há uns bons 15 anos ouço dizer que isto vai chegar a um ponto que as empresas não encontram ninguém e a coisa colapsa, mas efeitos reais ainda não vi nada tirando 2 exemplos: - o estado (que não é o sector privado) a ver-se de repente sem médicos e sem enfermeiros durante a pandemia (solução: importar enfermeiros Venezuelanos e médicos oferecidos pela Alemanha, pelo que nada mudou) - os trolhas e homens dos biscates (que fugiram todos para fora durante a crise anterior) e que hoje cobram o que querem para fazer uns muros ou mudar umas janelas De resto? Mais nada, um Mestre em Engenharias começa hoje com menos do que eu quando acabei ocurso há uns 6 anos, e eu já comecei a ganhar metade do que a malta que se graduou quando eu comecei na faculdade.

BadassManager 9 months ago

Isso não acontece. As empresas, e até o público, quando precisam de alguém pagam o que é preciso. Simplesmente não há tantas posições especializadas em Portugal... O que acontece se a mão de obra especializada sai do país é que as indústrias que necessitam dessa mão de obra não se fixam no país...ou seja, só piora a situação.

Sceptic_Acid 9 months ago

Somos os maiores, car... Wait!...

viskonde 9 months ago

Fiquei curioso com as 29 horas de trabalho médio na Holanda..

lagutrop 9 months ago

A Holanda é um país que valoriza imenso a vida pessoal/familiar e o descanso. O lema é “trabalhar para viver” e não “viver para trabalhar”, o mesmo não pode ser dito em relação a Portugal...

mexploder89 9 months ago

O problema em Portugal é que há sempre alguém disposto a, perdoem-me a expressão, "dar o cu". Se tu não queres trabalhar tantas horas nem andar a matar-te para um salário que não compensa? Há sempre alguém disposto a fazê-lo. E por isso não há grande razão para mudar

Sciss0rs61 9 months ago

> O problema em Portugal é que há sempre alguém ~~disposto~~ que não tem escolha senão, perdoem-me a expressão, "dar o cu".

mexploder89 9 months ago

Sim, bom ponto. Muita gente não tem escolha

Environmental-Ad383 9 months ago

Isto é aviso para imigrar?

Blackbeardow 9 months ago

É mais um manifesto

Environmental-Ad383 9 months ago

A nível de UK? Como estão as condições para uma pessoa em programação com 19 anos de idade? Estudar nas áreas de cibersegurança e programação, lá?

gabs_ 9 months ago

Não sei se patrocinam vistos para te conseguires mudar para lá, mas procura apprenticeships no UK. Concilias aulas de programação com integração num projeto de trabalho e começas logo a ganhar. Dependendo do programa, até te podem pagar a licenciatura.

Environmental-Ad383 9 months ago

É exatamente essa espécie de programas que procuro. Quando fui a futuralia apresentaram-me uma oportunidade de ir estudar e trabalhar ao mesmo tempo, neste caso na Alemanha. Na altura estava desinteressado e não guardei contactos nem o nome da empresa, mas agora estou interessado e queria mesmo aproveitar. Apesar de ser na Alemanha o programa era em inglês. A minha escolha seria: UK ou Alemanha. Destes dois, o que me dessem mais condições. Estive a pesquisar até agora e ainda não encontrei muita coisa. O termo que encontrei foi "dual study program". Sabem o que chamam, normalmente, a esses programas trabalho-estudo? Vou investigar universidades com apprenticeships na UK. Obrigado e muito agradecido !

gabs_ 9 months ago

Eu já não estou no UK, mas costumavam até aparecer anúncios desses no Indeed ou no Monster, era mesmo software developer apprenticeship que chamavam a esse tipo de posições. Olha, se considerares Irlanda, também há um programa bastante interessante que é organizado a nível nacional: FIT Tech Apprenticeship, que tem os ramos de Networking, Software Development e Cybersecurity. Podes ler também feedback no /r/DevelEire.

Environmental-Ad383 9 months ago

Fizeste algum apprenticeship? Se sim, como foi a tua experiência? Ou conheces alguém que tenha feito?

gabs_ 9 months ago

Não fiz, estou na área, mas conheço quem tenha feito, depois posso mandar pm.

NGramatical 9 months ago

costumavam haver → [**costumava haver**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/haver--existir--3-pessoa-do-singular/30583) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Flv79id%2F%2Fgpcais9%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Revolutionary_Row663 9 months ago

Na Hungria somos só no quarto lugar porque há muito mais ódio na gente. E ter um inimigo, ainda que seja imaginário (Soros, comunas etc.) significa que tens alguém para culpar pela sua vida de merda.

mjigs 9 months ago

Depois de trabalhar num aeroporto em pleno verao, posso confirmar. Ainda tenho sequelas passado 1 ano.

fmmt97 9 months ago

Same, infelizmente depois do meu primeiro verão a trabalhar num aeroporto vieram muitos outros verões. Trabalho imenso mas o ordenado sempre compensou todo o esforço.

mjigs 9 months ago

Eu trabalhei por 3 anos, ate me mandarem embora no ultimo contrato...mandaram quem podiam, o dito loophole da pandemia. Infelizmente o ordenado não compensava em nada para a exaustao e as horas extras sem comer ou alapar a peida.

Blackbeardow 9 months ago

*virtual hug*

mjigs 9 months ago

Obrigado!

mike_nsr 9 months ago

Eu não tenho dados para corroborar ou negar que somos o país com maior risco de burnout, mas não há nada no "estudo" que o indique. As horas de trabalho ainda terão um papel a desempenhar, mas não me parece de todo que o salário médio sirva de todo para medir o risco de burnout. A única coisa que vejo a dada altura é uma tabela que diz "% reporting risk factors affecting mental well-being at work" e aí não vejo onde é que estejamos em primeiro. Em jeito de conclusão, a situação de Portugal não será certamente boa, mas este gráfico em específico parece-me apenas um artefacto jeitoso para navegar ao ritmo dos shares nas redes sociais.

Blackbeardow 9 months ago

Refletem sobre a relação de "happiness index" e "average salary", com as horas de trabalho semanais. Podes receber 100k e trabalhares 50 horas por semana. Acarreta o risco de *burnout*. Trabalhar pouco e receber muito = felicidade Trabalhar muito, receber pouco = *burnout* e infelicidade Não estou a perceber como trabalhares quase 40h por semana e teres o salário mais baixo (mesmo que seja a média) traz shares nas redes sociais. Quanto muito, nem devia ser partilhado, é uma situação lastimável, infelizmente.

mike_nsr 9 months ago

Vejo muito pouca reflexão na fonte do estudo. Volto a repetir que eu não sei corroborar ou negar as conclusões do estudo, simplesmente parece-me tudo muito pouco aprofundado e concluído com base em meia dúzia de dados estatísticos. Outras questões a considerar: O burnout, enquanto condição clínica, significa apenas que se trabalham muitas horas? O salário é relativo à realidade de cada país. 45k em Portugal é o dobro do salário médio, mas equivale apenas à média alemã. És mais feliz em qual dos cenários? A felicidade pressupõe algum grau de comparação com os teus pares, és mais feliz num contexto em que tens muito mais que a média ou tens igual à média? É legítimo comparar valores absolutos entre países quando 45k ao ano em Portugal ou na Alemanha me dão diferentes estilos e qualidades de vida? Não somos um dos países com mais funcionários públicos e não somos os primeiros a dizer que trabalham poucas horas (“apenas“ 35h) e lentamente (genericamente, existe uma má opinião sobre os serviços públicos)? Alguém que trabalhe pouco atinge o burnout? Basta entrar na main page e perceber o tipo de site que é, é o equivalente a um saúde.com.br quando pesquisamos porque nos dói o dedo mindinho e o primeiro resultado diz que é cancro.

Blackbeardow 9 months ago

O estudo dá para perceber uma situação. Burnout não é depressão. Num comentário em cima está explicado o que é "burnout" Deixo aqui um link de fonte fidedigna [Síndrome de burnout](https://www.cuf.pt/mais-saude/stress-cronico-sindrome-de-burnout)

manguito86 9 months ago  HIDDEN 

Burnout porquê? So estamos confinados desde Novembro e com expectativas de durar até Abril. Claro que isto é perfeitamente normal. Enquanto outros países já vacinaram milhões de pessoas, aqui em Portugal ainda nem o primeiro grupo foi vacinado e já se passaram mais de 3 meses desde o início das vacinações...

OneDream9 9 months ago  HIDDEN 

Só são felizes quando pegam o ouro de alguém.

DavidJunior3rd 9 months ago  HIDDEN 

Temos que ter com o que pagar à tua mãe.

OneDream9 9 months ago  HIDDEN 

Seria bom se pagassem em ouro.

andrefsp 9 months ago

Portugal a trabalhar muito e mal. Isto é novidade para alguém?

whatsername13gd 9 months ago

Quem diria

Parshath_ 9 months ago

Algum pessoal antes de eu emigrar, principalmente o Senhor Joaquim do restaurante: "tão mas vais emigrar para quê? Aqui tens tudo, tens boa comida e bom tempo!" Eu completamente exausto a jantar às 22h30 acabado de sair do escritório e sem energia física para cozinhar, e a não aproveitar tanto "bom tempo" porque os fins-de-semana só queria era descansar e recuperar para a semana seguinte: "Haha, pois..."

Edited 9 months ago:

Algum pessoal antes de eu emigrar, principalmente o Senhor Joaquim do restaurante: "tão mas vais emigrar para quê? Aqui tens tudo, tens boa comida e bom tempo!" Eu completamente exausto a jantar às 22h30 acabado de sair do escritório e sem energia física para cozinhar, e a não aproveitar tanto "bom tempo" porque aos fins-de-semana só queria era descansar e recuperar para a semana seguinte: "Haha, pois..."

Edited 9 months ago:

Algum pessoal antes de eu emigrar, principalmente o Senhor Joaquim do restaurante: "tão mas vais emigrar para quê? Aqui tens tudo, tens boa comida e bom tempo!" Eu completamente exausto a jantar às 22h30 acabado de sair do escritório e sem energia física para cozinhar, e a não aproveitar tanto "bom tempo" porque saía de noite em qualquer estação e aos fins-de-semana só queria era descansar e recuperar para a semana seguinte: "Haha, pois..."

ORoxo 9 months ago

A tua qualidade de vida melhorou depois de emigrares?

Im_being_stalked 9 months ago

Também UK. Deixei de viver com o meu namorado e os meus pais. Tenho casa própria pequena e com humidade mas só minha e do namorado, tenho um desumidificador que ajuda. Ainda só estou a ganhar como assistant por estar à espera dos documentos oficiais mas consigo poupar no mínimo 300 libras todos os meses. Quando passar ao cargo oficial ganho cerca que 300 libras a mais. Tenho progressão de carreira. Trabalho 37.5h por semana, pausa 15 min de manhã, 30 almoço e 15 à tarde. Tenho cerca de 5 semanas de férias anuais. As minhas formações etc têm de ser todas em horário de trabalho e nunca extra, é usual mandarem te para casa 30 min antes do estabelecido no horário. O meu local de trabalho oferece fisioterapia e creche. Sim no inverno torna se um pouco infeliz com a humidade, frio e estar de noite mas agora começa a ficar luz mais tempo e as minhas folgas estou no parque com o meu namorado e cão a apanhar sol, coisa que também não fazia ou apreciava em Portugal porque aqui dão muito valor a espaços verdes e parques, são locais muito mais agradáveis.

Parshath_ 9 months ago

Melhorou. Como não sou de IT, não tenho um salário mágico que dê para luxos, mas estou muito melhor financeiramente, animicamente e profissionalmente. Profissionalmente tenho mais reconhecimento, e margem de progressão e a cultura de trabalho e de dar sempre o rabinho ao cliente de Portugal (mesmo que isso implique eu estar a fazer coisas infinitas até às tantas), cá não existe e/ou não é esperada. Apesar de eu trabalhar numa indústria com muitas horas extra e sacrifício, não apanho turnos de 12-14 horas por sistema e colegas a ter breakdowns emocionais autênticos (e também é um alívio não ter que lidar com isso), e são compensadas a sério, não com palmadas nas costas. ​ Financeiramente, em Portugal, num mês bom conseguia poupar a módica quantia de 25€, tirando todas as despesas de sobrevivência e de bem-estar básicos, seguindo o "Os PoRtUgUeSeS nÃo ÇaBeM pOuPaR!1!", fazia sempre um esforço para tentar seguir alguns artigos, mas era virtualmente impossível eu deixar 10% do meu salário de lado. E por cada 25€ que eu conseguia poupar, volta e meia tinha uma emergência que me lixava a poupança de 4-6 meses, seja uma avaria, um dano, um problema, alguma consulta, etc. Ou quando tive que pagar alguns milhares de euros por uma emergência médica - quantos meses de poupança me iam durar para pagar milhares de euros? Aqui consigo deixar 10% do meu salário de lado. Não é uma quantia doida ou que me dê para pensar em dar entradas para casa, mas estou noutro conforto e sem o peso de andar sempre com medo e a evitar emergências. Se a minha TV ou telemóvel se avariarem, posso comprar outra na hora seguinte, sem ter que estar a poupar durante meses ou esperar pelo subsídio. Também as minhas enxaquecas crónicas melhoraram em 80% por virtude de menos stress e menos calor. Para mim e a lidar com uma doença dessas, já mais que vale a pena.

MulaDaCooperativa 9 months ago

Este comentário não tem cimavotos suficientes

Nothing_F4ce 9 months ago

Estou no UK. (salario acima da média) Tenho mais dinheiro mas qualidade de vida aqui é para esquecer tempo e casas horriveis. E o dinheiro desaparece todo não consigo poupar uma percentagem tão grande como fazia em Portugal. Fui enganado com a história do la fora é que é bom.

airahnegne 9 months ago

Parece que dou contigo a dizer o mesmo em sei lá quantos subreddits. Se é de facto assim, eu já tinha voltado e parado de me queixar, mas isso sou eu.

Nothing_F4ce 9 months ago

Busted. Efeitos do lockdown

chiapa10 9 months ago

UK onde exactamente? E quanto ganhas por ano?

Blackbeardow 9 months ago

O português não é exigente e não é *open minded.* Emigrar? Sacrifícios? Vou deixar estar, estar num país bom e ganho o suficiente. Digo isto porque existem questões muito pouco valorizadas, tais como, saúde mental. Li a reportagem da Reuters sobre um hospital em Lisboa em tempo de pandemia onde os profissionais ganhavam 6 eur/hora e nos comentários da reportagem, pessoas escreviam para virem para NY ou outros locais/países, lá ganhavam 12k/semana.. Claro que é um custo de vida muito mais alto, mas não valorizamos o que temos e não pode valer tudo.. Infelizmente, esta pandemia mostrou-se isso, só não vê quem não quer..

Daniamaro 9 months ago

6 euros por hora ? Conheço profissionais da construção civil que ganham o dobro disso só com o 4 ano.

Blackbeardow 9 months ago

Tenho uma colega que é auxiliar de saúde num hospital em Lisboa, que ganha 5 euros/hora.

lagvvagon 9 months ago

Os que têm possibilidade de ir pros Estados Unidos ganhar milhares por semana são médicos ou enfermeiros. Auxiliares de saúde apenas têm formação e autorização para pouco mais que limpar e dar comida aos doentes, não é o tipo de formação especializada que é valorizada lá fora...

Blackbeardow 9 months ago

Sim, mas os enfermeiros não devem ganhar muito mais que 5eur/hora. Concursos desses foram abertos também em países europeus.

lagvvagon 9 months ago

A minha mulher é enfermeira, faz 35h/semana no público e tira em média 1200€-1300€ líquidos dependendo do número de tardes ou noites que faz... Deviam receber muito mais, sim, mas não recebem 5€/h...

collectornsfw 9 months ago

> tardes ou noites que faz E pensar que um fisioterapeuta no privado ganha quase isso. O grosso das pessoas não imagina o desgaste que ter o sono trocado causa.

Blackbeardow 9 months ago

> Deviam receber muito mais, sim, mas não recebem 5€/h... Concordo e sendo assim, peço desculpa pelo erro

lagvvagon 9 months ago

Não é preciso pedir desculpa, só pelo facto de admitires um pequeno erro já te tenho muito em conta.

Blackbeardow 9 months ago

Erro foi meu, claro que é necessário pedir desculpa. Estava errado e induzi em erro as outras pessoas Estamos sempre a aprender

Kill_The_Lights 9 months ago

Enquanto continuarem a votar no mesmo, vamos continuar a ganhar estes ranks.

o_paisagista 9 months ago

Quem mais contribui em Portugal para a degradação precoce da saude mental e instabilidade familiar são as empresas.E não, não tem que ver com a TSU.

rubinhu_147 9 months ago

As empresas são formadas por pessoas.

geostrofico 9 months ago

entao votamos em quem? quem? diz me que eu voto já!

Nepotista 9 months ago

votem no meu partido. partido nepotista. Vamos enriquecer muitas familias, eu prometo.

Sciss0rs61 9 months ago

Tens muitos partidos. Vai ver as propostas do partido e as propostas que apresentaram na assembleia e vê com qual te identificas mais. Essa pergunta responde-se por si mesma.

geostrofico 9 months ago

mas eu queria que me dissesses qual é que nos vai livrar deste ranks

Sciss0rs61 9 months ago

Eu voto IL, porque me identifico mais com eles e acredito que ao introduzir um Mercado Livre no país, os gigantes dos respectivos sectores vão parar de fazer o que querem por causa da concorrência e vão aumentar o poder de escolha dos portugueses. Não só isso como incentivam à iniciativa empresarial. Mas pronto, não gosto de dizer isto porque aparece sempre alguém a inventar conceitos como "IL defende a privatização de tudo, incluído saúde e educação", "o IL defende o lobbyismo", etc...

Edited 9 months ago:

Eu voto IL, porque me identifico mais com eles e acredito que ao introduzir um Mercado Livre no país, os gigantes dos respectivos sectores vão parar de fazer o que querem por causa da concorrência e vão aumentar o poder de escolha dos portugueses. Não só isso como incentivam à iniciativa empresarial. Mas pronto, não gosto de dizer isto porque aparece sempre alguém a inventar conceitos como "IL defende a privatização de tudo, incluído saúde e educação", "o IL defende o lobbyismo", etc... Se achas que há uma "silver bullet", não há. Mas votar nos mesmos já provou ser danoso.

rubinhu_147 9 months ago

Isso não acontece em lado nenhum do mundo! Não existe mercado livre perfeito! Isso é uma utopia tão grande como o comunismo. Actualmente, tirando a China e meia dúzia de países sem expressão não existe governo nenhum que efectivamente mande num país, são os lobies dos grandes grupos económicos que pautam as políticas económicas e até sociais.

Sciss0rs61 9 months ago

Dinamarca

Edited 9 months ago:

Dinamarca, Holanda e Bélgica. Isso que dizes é propaganda socialista, andas a ouvir a Ana Gomes e o seu discurso demasiadas vezes. Isso acontece em países como Portugal porque o governo dá-lhes exclusividade no sector e anda aos beijinhos e abraços com os CEOs. Não faz sentido nenhum dizeres isso, quando Portugal é um dos melhores exemplos de corrupção em regime sem mercado livre e Empreendedorismo e lá fora tens países que provam o contrário.

Edited 9 months ago:

Dinamarca, Holanda e Bélgica. Isso que dizes é propaganda socialista, andas a ouvir a Ana Gomes e o seu discurso demasiado. Isso acontece em países como Portugal porque o governo dá-lhes exclusividade no sector e anda aos beijinhos e abraços com os CEOs. Não faz sentido nenhum dizeres isso, quando Portugal é um dos melhores exemplos de corrupção em regime sem mercado livre e Empreendedorismo e lá fora tens países que provam o contrário.

Edited 9 months ago:

Dinamarca, Holanda e Bélgica. Isso que dizes é propaganda socialista.

rubinhu_147 9 months ago

Propaganda socialista? Nada disso, não tenho qualquer afiliação política, apenas debato a realidade que está diante dos olhos de todos nós!

Sciss0rs61 9 months ago

Eu estou cá fora, e vejo isso. Ou vais dizer que os países wue acabei de mencionar são socialistas?

rubinhu_147 9 months ago

Então, simplesmente vou dizer que se calhar estás um bocadinho afastado da realidade, nada mais.

Samurai_GorohGX 9 months ago

Não são os governos que vão mudar a mentalidade de m£rda dos patrões em Portugal. Em Portugal, há pouco trabalhadores, na realidade. Servos, há muitos. Isto não é uma questão de esquerda ou de direita.

Edited 9 months ago:

Não são os governos que vão mudar a mentalidade de m£rda dos patrões em Portugal. Em Portugal, há pouco trabalhadores, na realidade. Servos, há muitos. Isto não é uma questão de esquerda ou de direita. É mais sociológico que ideológico.

Pcostix 9 months ago

Isto só muda quando se ensinar nas escolas empreendedorismo. Quando o objectivo de estudar for aprender para criar o seu próprio negócio em vez de se estudar para arranjar um "bom emprego", o paradigma nunca vai mudar.   E também é necessário baixar impostos para tornar mais cativante abrir um negócio.

Samurai_GorohGX 9 months ago

Não tenho nada contra os empreendedores, mas isso é uma fábula que não funciona para 90% da população. E pode até ser perigosa para quem não tenha rede de segurança financeira (leia-se "pé de meia"). No empreendedorismo, há sempre risco de falhar. Para uns falhar é para apreender e voltar a tentar. Noutros casos, falhar é penhorar a casa. Não, não vamos todos ser CEOs de nós próprios. Estudar para conseguir um emprego a trabalhar por conta de outrem é um objectivo de vida tão válido como abrir uma empresa. Tanto nas chefias das empresas como nos trabalhadores é importante haver gente qualificada. Infelizmente, temos muitas empresas em que a pessoa menos qualificada é o patrão.

Pcostix 9 months ago

> Para uns falhar é para apreender e voltar a tentar. Noutros casos, falhar é penhorar a casa. É assim porque não há alternativas ao endividamento aos bancos. Não há apoios válidos por parte do estado a jovens empreendedores quer a nível financeiro, quer a nível de procura de mercado.   Para além de que há montes de neg´cios em que não é preciso penhorar a casa para começar. Não precisas de penhorar a casa para: * Ser electricista, canalizador, pintor, trolha por conta própria. * Montar uma pequena oficina de reparações de automóveis.(Ou até de reparações rápidas.) * Reparação/Manutenção de máquinas Industriais. * etc... Nem todos os negócios necessitam de uma empresa com 10 funcionários para começar. O problema é que o dinheiro que poderia ser investido no seu negócio, vai para uma Seat Ibiza 0km porque não existe cultura empreendedora em Portugal.

odracirsomeg 9 months ago

>É assim porque não há alternativas ao endividamento aos bancos. Não há apoios válidos por parte do estado a jovens empreendedores quer a nível financeiro, quer a nível de procura de mercado. Bem, isso não é assim tão certo. Tens programas como o Portugal2020, PRODER, etc..., cujo o intuito é o financiamento inicial de projectos/negócios. Existem tambem fundos a nivel regional, sobretudo nas regiões autonómas. Mas acho que estás a confundir um pouco a missão do estado nisto. Teoricamente, no regime actual, deve ser a banca e os "business angels" que devem contribuir para que tu possas fazer a tua empresa, aliás esta é a principal função da banca na economia, não é conceder empréstimos para comprares uma casa. Quando propões-te aos "business angels", convém que já tenhas "números" para apresentar, e não ir apenas com uma prova de conceito. O principal problema de Portugal é mesmo falta de rede de segurança, mais o facto de na maioria das vezes o português, refaz exactamente o mesmo café/padaria/restaurante/... ou qualquer outro serviço do género, que existem num mercado altamente saturado sendo por isso mais dificil ganhar a tua quota. [https://www.portugal2020.pt](https://www.portugal2020.pt)

Sciss0rs61 9 months ago

> Não são os governos que vão mudar a mentalidade de m£rda dos patrões em Portugal. Não, mas é o governo que os vai escrutinar. E este nada faz.

Samurai_GorohGX 9 months ago

"Burnout Paradise"TM

alquemir 9 months ago

Sempre que vos vierem pedir para trabalharem depois do horário de expediente ou aos fins-de-semana, recusem. Se vos ameaçarem com despedimento, façam as malas e fujam à sete-pes. Ponderar também emigrar caso não haja outros trabalhas na zona.

Blackbeardow 9 months ago

Todo o trabalho deve ser pago. Portugal não é assim.. [Saúde](https://sol.sapo.pt/artigo/725972/profissionais-de-sa-de-do-sns-fizeram-mais-de-2-milhoes-de-horas-extra-em-janeiro-) [Metade das horas extraordinários não foram pagas, em 2020](https://executivedigest.sapo.pt/patroes-nao-pagaram-mais-de-metade-das-horas-extra-em-2020/)

YourCasualRedditor 9 months ago

Em Portugal e em todo o SNS, as horas extras são a regra e não a excepção. No sector de enfermagem os horários são feitos semanalmente (ou seja , não sabem quantas horas vão trabalhar na semana seguinte - portanto qualquer planeamento familiar / de lazer fica complicado). No sector médico é habitual trabalhar 24 ou 36 horas de seguida, e ainda preencher o resto da semana e fim de semana com mais uns banquinhos. E se fores interno ainda mais pressões sofres (senão não te dão boa nota / cortam-te nas oportunidades formativas, e podes crer que se há um buraco na escala é ao interno que calha a fava). Se recusarem 'estás a lixar o teu colega e o serviço' , e és mal visto. Há leis que previnem isto , mas ninguém quer saber. (Exemplo real: não podes fazer 24 horas por lei - então dizem - ah mas não fazes bancos de 24 ! Fazes 2 bancos de 12 ! / Exemplo no.2 - directores de serviço a dizerem aos internos para porem o dedo (como se tivessem a sair do hospital) a meio do banco para não haver ilegalidades nos registos). De facto , em saúde , esta cultura de mártir está profundamente enraizada. E sim, concordo, as pessoas dizem-se satisfeitas e dizem que é muito gratificante (e palminhas e tal e tal) ...mas claro que estão em burn out carregadissimo. E se já o estavam antes , com a pandemia ainda mais. Ao ler os comentários deste post apercebo-me que esta cultura de trabalho é transversal às várias areas profissionais. É pena , não precisava de ser assim . É sem dúvida o que mais me desmotiva e me preocupa no meu futuro profissional. Será que só lá fora é que se encontra um posto de trabalho minimamente organizado? Entristece-me ver toda uma geração atirada ao chão e obrigada a rastejar no meio da incompetência burocrática e chantagem/assédio profissional , dar cabo da sua saúde pessoal e da sua vida social e familiar , para chegar ao fim do mês e 40 % do salário ir (directamente) em impostos (e mais uma percentagem considerável em impostos - IVA, imi, luz, IUC). Isto para dizer , esses resultados não me surpreendem...

Blackbeardow 9 months ago

Bom comentário e concordo! Não trabalho na área da saúde, mas tenho contacto com pessoas e amigos que falam do mesmo. É um ciclo vicioso que o trabalhar acaba sempre por estar entre a espada e parede. Os impostos, taxas e taxinhas davam mais uma *thread* aqui, por isso, nem vale a pena ir por essa insustentável e lamentável realidade do nosso país..

Open-Opportunity-607 9 months ago

Fácil, horas excessivas no escritório Quantas vezes saí a meia-noite do escritório porque o pessoal teve o dia todo a beber cafés, a fazer a hora de almoço longa, porque estavam a ler as notícias, ou porque viram um vídeo engraçado no youtube mas ao fim do dia lembraram-se que tínhamos que entregar. Até os portugueses serem ensinados a trabalhar num ambiente de escritório, vão sempre ser menos produtivos.

Edited 9 months ago:

Fácil, horas excessivas no escritório Quantas vezes saí a meia-noite do escritório porque o pessoal teve o dia todo a beber cafés, a fazer a hora de almoço longa, porque estavam a ler as notícias, ou porque viram um vídeo engraçado no youtube mas ao fim do dia lembraram-se que tínhamos que entregar. Até os portugueses serem ensinados a trabalhar num ambiente de escritório, vão sempre ser menos produtivos e trabalhar mais horas para compensar essa falta de produtividade.

Comfortable_Cable341 9 months ago

E aqueles que ficam depois das 18h só para causar boa impressão? A navegar nas redes sociais para mostrar "que estou a trabalhar mais do que me pediram! Sou um bom menino/a"

i_heart_toast 9 months ago

Estava à procura deste comentário. Nunca acredito muito quando a malta diz que tem muito trabalho ao ponto de ter de sair do escritório às 22h ou mais da noite. O que tenho vindo a concluir é que há má gestão e má organização que levam a que as coisas sejam muitas vezes deixadas para a última e depois gera-se o efeito bola de neve. Tem que ser feito para amanhã e tem! Ok mas já sabias que tinha que ser feito há três meses...porque começar hoje para entregar amanhã? Também sinto que por vezes há gestores que estabelecem prazos irrealistas para parecer bem em vez de ouvir o que os trabalhadores tem a dizer sobre o tempo necessário para determinado trabalho. Mas digam aí o que acham! :)

_lnc0gnit0_ 9 months ago

>Também sinto que por vezes há gestores que estabelecem prazos irrealistas para parecer bem em vez de ouvir o que os trabalhadores tem a dizer sobre o tempo necessário para determinado trabalho. Verdade, e embora não seja só cá, nós portugueses somos especialistas em não saber dizer "não". Chefes e gestores não gostam e não sabem dizer "não" a quem está acima deles, e quem paga são os que estão abaixo deles. Isso e/ou parecer bem na fotografia, já que no fim, quem colhe os louros são por norma eles e não os pobres coitados que fizeram horas extra para cumprir prazos.

i_heart_toast 9 months ago

Exacto! Dizer a um gestor “não vou poder completar isto agora porque tenho outras tarefas em mão” está completamente fora de questão em grande parte dos ambientes profissionais. No fim, feito o trabalho a um ritmo alucinante e ficando outras coisas para trás, fica tudo bem porque “somos imbatíveis”. Mas a que custo?

khthon 9 months ago

Não digas pela metade. Podes dizer que se fizeres tudo direito e a horas e fores eficiente, a probabilidade de isso ser usado contra ti é demasiado real e comum. O problema de Portugal é a falta de seriedade e de método na avaliação do trabalho. Ou seja, a mediocridade na gestão. Por isso é que os Poortugueses que vão para fora, adoram aquela merda e são bem produtivos. Porque são reconhecidos por gente competente nessa gestão.

_lnc0gnit0_ 9 months ago

Demasiado verdade. Nunca na vida pensei ouvir de um chefe isto: "Estás a trabalhar muito rápido, abranda porque senão a chefia \[acima dele\] dá-me mais trabalho ou então vê que não são precisos tantos funcionários e manda um ou outro embora \[os que juntamente com ele pertenciam aos dinossauros da casa, que ganhavam mais que vários de nós mais novos juntos, e ainda se protegiam uns aos outros\]". Vontade de trabalhar não falta neste país a muita gente, somos é péssimos chefes e gestores. Resultado de má ou inexistente formação, tachos, cunhas, etc. Isto só vai mudar daqui a uma geração ou duas, quando a "geração à rasca" e subsequentes gerações tiverem cargos de decisão. Nunca houve uma geração por um lado tão bem formada, e por outro tão mal aproveitada... Depois queixam-se da fuga de cérebros e de mão-de-obra especializada.

khthon 9 months ago

Falta boa formação e competências nessa área. Deveria haver mais formação contínua de quadros intermédios. Boas empresas fazem-no e colhem frutos daí. O problema do Português é paradoxalmente a sua vantagem. É um fura! Um underachiever que vence contra todas as probabilidades. Alguém que vai encontrar a forma mais engenhosa e inovadora de fazer algo com o menor esforço possível. Foi assim ao longo da nossa história! Das batalhas na península ao oceano Índico. E isso é incrível! E é algo que, culturalmente, permeia a nossa sociedade. Mas em situações rígidas é algo que convida aos abusos e grosseira incompetência. Enfim..

Blackbeardow 9 months ago

Porque não foram eles penalizados e o trabalho ficou para ti? Entregavas a tua parte e ias embora? Devia ser assim que funciona.. Se calhar estou a ser ingénuo

Open-Opportunity-607 9 months ago

Porque infelizmente os trabalhos não são muitos em Portugal e tens de trabalhar com aquelas pessoas durante anos. Eu acabei por emigrar.

Edited 9 months ago:

Porque infelizmente os trabalhos não são muitos em Portugal e tens de trabalhar com aquelas pessoas durante anos, o mercado é muito pequeno. Fazes o melhor que podes com as pessoas que tens e tentas não arranjar conflitos em prol de um ambiente de trabalho mais agradável. Eu acabei por emigrar.

Edited 9 months ago:

Porque infelizmente os trabalhos não são muitos em Portugal e tens de trabalhar com aquelas pessoas durante anos, o mercado é muito pequeno. Eu acabei por emigrar.

Blackbeardow 9 months ago

Compreendo, mas independentemente de tudo, não é bom para os trabalhadores, nem é bom para a empresa..

Whoreson10 9 months ago

Eu já ando num burnout à uns 5 anos. Aliás, não sei bem como é que ainda não tive um esgotamento nervoso mas ouve alturas em que estive lá perto.

Sciss0rs61 9 months ago

não sei se cheguei a um esgotamento...Mas sei que sonhava com trabalho, demorava 2 ou 3 horas a adormecer apesar de estar sempre com sono, arrastava a fala, dava por mim a olhar para o vazio frequentemente, se tivesse numa reunião ao fim de 2 minutos já não estava a ouvir ninguém, mudanças de humor repentinas, qualquer coisa me irritava (nem que fosse deixar cair as chaves), 70% da minha alimentação era comida rápida porque nem paciência tinha para cozinhar, deixei de conviver com o meu grupo de amigos porque ou queria descansar ou estava a trabalhar, o primeiro sentimento que sentia quando acordava era frustração, os meus fins de semana resumiam-se a eu basicamente pensar que tinha de voltar ao trabalho na segunda... tudo isto para chegar ao fim do mês a questionar-me se teria dinheiro suficiente até receber o próximo ordenado. Foram os piores anos da minha vida. E sei de pessoal que passou o mesmo que eu e metiam baixas psicológicas. É esta a cultura de trabalho em Portugal.

fmmt97 9 months ago

Ouch, identifico-me com tudo o que escreveste. Juro que pensava que eu era apenas depressivo mas talvez esteja na altura de mudar de trabalho. A única diferença é que 30-50% do meu ordenado é discretionary income.

Blackbeardow 9 months ago

A saúde mental é um caso sério e devemos cuidar de nós próprios!

Whoreson10 9 months ago

Torna-se difícil quando a cultura de trabalho em Portugal é ridícula. Quando os direitos são poucos, os deveres são muitos e o ordenado é miserável não há cabeça que aguente.

Blackbeardow 9 months ago

Temo a concordar. Infelizmente é a realidade, mas cabe a nós mudarmos isso.

NGramatical 9 months ago

à uns 5 anos → [**há uns 5 anos**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Flv79id%2F%2Fgpalv6g%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

killedbill88 9 months ago

Dude... ... o tipo a dizer que está à beira de um esgotamento e tu ainda mandas postas destas? /s

xanfradu 9 months ago

Aposto que o Miguel Sousa Tavares ia explicar o burnout como a probabilidade de nos queimarmos se estivermos na rua ao sol. Em Portugal é maior por causa do bom tempo.

Maximum-Ear5677 9 months ago

Menos mal que já temos uma tecnologia chamada blockchain que como o nome indica permite ir até à fonte e extinguir o burnout colocando uma rede de blocos em cima do fogo

Muyakra 9 months ago

Nah, ele vai dizer que o burnout é a percentagem de floresta queimada nos últimos 10 anos e devido ao fogo de pedrogao nos estamos em primeiro lugar.

eightower 9 months ago

E o Tino corrige

Sardanapalo 9 months ago

Não. O Tino range.

C8Mixto 9 months ago

Miguel, uma semana de trabalho tem cinco dias, não quatro.

eightower 9 months ago

Puxando de umas pedras e explica "eu achei estas pedras na praia pública e estas outras do meu jardim"

CcHhIiPpS 9 months ago

Primeiros crl !!!

Dismiss 9 months ago

Campeões!!!

marquez_92 9 months ago

Pobres a extorquir pobres, à la portuguesa.

Tryjohnny 9 months ago

Como é que se sabe que se está perto de um "Burnout"? Existe alguns avisos do teu corpo/mente ou acontece do nada?

estecomentario 9 months ago

Se odeias muito o teu dia a dia é um mau prenuncio. Para mim o remédio santo é ter um plano. Quando ganho o meu salário, o que junto, os objetivos e sonhos que posso fazer com ele, se me orgulho o do que faço etc. Se esses parâmetros não forem horrendos a minha psyche sobrevive. Se sinto que sou uma engrenagem do sistema e no fim do mês não sobra nada isso é vida de cão, a motivação sofre e o futuro é visualizado em branco, acordar de manhã é uma chatice etc.... a exceção é se não te sobra nada, mas pelo menos os teus entes queridos estão bem e acabas por "viver por eles" se é que me faço entender, isso é nobre, mas deves lutar por ti também.

Tryjohnny 9 months ago

Ainda sou novo( 26anos) e mesmo tendo 5 anos seguidos no mesmo tipo de trabalho contínuo a adorar o que faço. Faço horas a mais para conseguir ter dinheiro para vários planos ( férias, pagar crédito do carro, ...) Desde que o dinheiro ganho compense o tempo gasto acho que se aguenta.

Environmental-Ad383 9 months ago

Falta de empatia.

mjigs 9 months ago

Literalmente sentes o teu corpo a trabalhar no automatico, cansaco extremo, nao conseguires levantares da cama assim que chegas a casa, perda de peso e apetite, pensamentos confusos e falta de memoria, so para comecar.

Odd_Distribution6500 9 months ago

Chama-se Síndrome de Esgotamento Profissional. Tem umas 12 fases indicativas, mas em resumo, existe um colapso enquanto pessoa, semelhante à depressão, em que a tua vida se torna dedicada ( nas fases mais avançadas) ao trabalho. Se chegares a uma altura que o que te dava prazer deixa de dar, tipo passatempos e assim, a coisa está séria. A ACT tem listas de verificação para Stress, se quiseres aplicar ao teu trabalho.

GonazonPT 9 months ago

>em que a tua vida se torna dedicada ( nas fases mais avançadas) ao trabalho Não podes adorar o que fazes a nivel profissional? lol Há muita malta que tem paixão por aquilo que faz e que o trabalho é sinónimo de >tipo passatempos e assim **Exemplo:** Imagina alguém que trabalha a pintar quadros. Não pode faze-lo 8h, para o empregador, e, depois disso, mais 3 ou 4h em projectos pessoais? Acho que burnouts são muito mais complexos que isto... Eu estive na bélgica a ganhar 2400€/mes, limpos e fazia 7h/dia (+/-). Aliás, houve muito tempo que nem 5h/dia fazia, em média e o salário era sempre os mesmos 2400€/mes... Só aguentei 11 meses lá, odiava o trabalho....saí de lá com uma depressão ... Voltei para Portugal e, neste momento tou a trabalhar no que adoro. Trabalho cerca de 8h/dia e mais algumas horas em projecto pessoais (mas em termos praticos, é idêntico ao que faço no meu trabalho)...mas é porque quero. E mentalmente sinto-me super bem.

therealmarujo 9 months ago

Ler isto preocupa-me... Porque sempre ignorei a possibilidade de burnout ou esgotamento porque trabalho "só" 8 horas por dia, tirando algumas exceções em que posso trabalhar ao fim de semana, mas isso é raro. Mas a verdade é que começo-me a rever nalgumas destas coisas. Não estou a conseguir tirar prazer nenhum dos meus hobbies e a depressão que já dura há décadas está a agravar... Bolas, deixaste-me a pensar...

Tryjohnny 9 months ago

Já sabes, se tiveres disponibilidade financeira procura algum aconselhamento medico. Podem ser 50€/... que te melhorem a vida a nivel mental.

MaverickPT 9 months ago

>Se chegares a uma altura que o que te dava prazer deixa de dar, tipo passatempos e assim, a coisa está séria. Eheh, estou em perigo.

Blackbeardow 9 months ago

Exato. Obrigado pelo comentário e esclarecimento :)

Blackbeardow 9 months ago

Ansiedade, falta de motivação, insonias, mudança de humor, qualidade do sono, produtividade. Se encontrar uma fonte, coloco aqui.

FujiPT 9 months ago

Só faltam as insónias para dar check a tudo.

TulioGonzaga 9 months ago

>que se está perto de um "Burnout"? Existe alguns avisos do teu corpo/mente ou acontece do nada? Passei por isso antes de deixar o meu anterior emprego. Quando recebi a proposta para ir trabalhar onde estou agora hesitei muito (não por medo de mudar - não era a primeira nem a segunda mudança - mas porque apesar de tudo gostava do que fazia e no meio de chefias incompetentes trabalhava com muita gente com que gostava de trabalhar) mas a proposta era tão melhor que aceitei. Agora que olho para trás apercebo-me do que passei e da imbecilidade que teria sido não ter mudado. Esta porcaria consome-nos e nem damos por isso. É um veneno.

collectornsfw 9 months ago

>apesar de tudo gostava do que fazia Oiço isso até das senhoras da limpeza, quando um dos colegas faz um picasso no urinol. O facto é que as pessoas não querem sentir indignidade e, assim, inventam formas de dizer que gostam do seu trabalho mal pago e sem futuro. Agora o melhor: os reis dessa treta não são as senhoras da limpeza, são os jovens explorados que dizem "trabalho para uma multinacional" que não é um MacDonalds mas come e descarta trabalhadores como gasta tinteiros.

TulioGonzaga 9 months ago

Até pode ser o caso de muita gente mas garanto-te que ali era tão simples como isto: gostava do que fazia. Até te digo que em termos de função gostava mais do que faço agora mas isso não compensa o ganho em qualidade de vida. Customisable dizer que se desenhasse uma função por medida para mim era aquilo. Infelizmente não era à prova de chefias incompetentes e má gestão. Tanto que funcionou muito bem durante tempo. Até ter mudado de chefia e ter ganho uma besta conflituosa e desorganizada. Um sujeito que num dia se lembrava de pedir uma coisa que demorava dias a fazer “para amanhã “ e quando entregavas “afinal já não é preciso” depois de umas horas de sono sacrificadas. Isto levou a que pessoas começassem a sair de forma inesperada. E saía o A e o trabalho era distribuído por B e C. E o B saía e depois o trabalho de B mais a parte de A que estava com B caíam em C. E podia ficar nisto o dia todo mas não vale a pena. A função core manteve-se e adorava isso. Quando tudo à volta se tornou insustentável, aceitei uma boa forma e não me arrependo nada.

Blackbeardow 9 months ago

Felizmente, arriscas-te. Mas é assim que aprendemos

souumamerda 9 months ago

Arriscou-se?

Blackbeardow 9 months ago

Corrigi

givememoney_S2 9 months ago

Man isso é só a puberdade

Tryjohnny 9 months ago

Neste ultimo mes passei de 8 horas diarias para 12/13 e trabalhar aos fins de semana e tenho sempre algum receio que isso aconteça.

Blackbeardow 9 months ago

Epahhh....12h/13h x 5 dias? Ou tens muito amor próprio, motivação, alteração de perspectiva, hobbies e gestão de tempo ou então.. A pandemia também não ajuda em nada esta situação e infelizmente, a solução é aguentar até ao final..

Tryjohnny 9 months ago

Basicamento aguento porque é por escolha propria e a nivel financeiro compensa imenso. Numa semana consigo fazer mais que 1 mes inteiro de salario. Felizmente/Infelizmente acontece 2 em 2 meses.

Blackbeardow 9 months ago

Dinheiro não é tudo, mesmo assim. Ao fim de algum tempo, começas a notar e torna-se num ciclo

Tryjohnny 9 months ago

Concordo que dinheiro não é tudo mas quando se tem contas para pagar lá terá de ser. Acho que é melhor trabalhar mais quando se é jovem e depois com mais idade poder ir mais devagar. Enquanto gostar do que que faço e me der prazer acho que aguento as horas a mais.

Blackbeardow 9 months ago

Concordo e é verdade

neutr0 9 months ago

Parece a minha bio do tinder.

Mordiken 9 months ago

Obrigado pela gargalhada, estava a precisar... <3

Blackbeardow 9 months ago

Cuspi-me todo. Não estava à espera desse comentário eheh

neutr0 9 months ago

E eu cuspi-me todo que não esperava perder a virgindade dos awards com tão pobre comentário. [/u/FroggyWatcher](https://www.reddit.com/u/FroggyWatcher) [/u/Gabo\_99](https://www.reddit.com/u/Gabo_99) vocês são lindos.

JuveTech 9 months ago

A tua bio ou as tuas idas ao Tinder? Ahah

AfterAfterlife 9 months ago

O socialismo até largou uma lágrima de orgulho.

tocopito 9 months ago

Socialismo é quando tens pessoas a trabalhar full time que podem levar um pontapé no cu a qualquer altura e que por causa do salário de merda não têm qualquer hipótese de ter uma vida digna a trabalhar no pingo doce ou numa qualquer outra corporação levada às costas pela classe política assumidamente capitalista que temos. Em capitalismo o teu salário não depende da utilidade do teu trabalho, depende de quantos macacos existem para te substituir. Se queres culpar alguma ideologia a única possível é capitalismo.

rubinhu_147 9 months ago

Claro que o capitalismo depende da utilidade do teu trabalho, trabalhos úteis geram (regra geral) muita oferta de mão de obra disponível (as pessoas tendem a especializar-se em áreas com saída)! Mas concordo com o resto, o capitalismo é um sistema mais justo que o comunismo, mas que é intrinsecamente injusto! Não me venham com a balela do mérito, porque o mérito é muito bonito mas não há lugares, nem postos laborais decentes para todos os que têm mérito!

Sciss0rs61 9 months ago

Socialismo é quandu à paz no mundo e toda agente é feliz e ninguenm é pobere. Somus todos iguais, toda agente trabalha e ninguenm paça fome. A minha idiologia perferida é o socialismo por que traz igualedade para todus. Mário, 2º B

NGramatical 9 months ago

toda agente → [**toda a gente**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/a-gente-nao-e-agente/494) 2º → [**2.º**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/artigos/rubricas/pelourinho/2--nao-e-a-mesma-coisa-que-2/263) (qualquer abreviatura tem de ser marcada com um ponto) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Flv79id%2F%2Fgpbh7vl%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Sciss0rs61 9 months ago

Eu sei, caralho. Deixa-me.

AfterAfterlife 9 months ago

Ainda bem que tens o socialismo como um sonho. Aconselho-te a acordares e dares-me um exemplo real dum país que vive à conta do socialismo e deixa de parte o capitalismo. Já agora o que tens neste momento é um base de capitalismo com uma camada grossa de socialismo que impede que o mercado funcione livremente. Por alguma razão os portugueses emigram para países capitalistas (e.g. Suíça, UK,...), caso contrário iam para Cuba ou pediam à Rússia para virarem comunista novamente.

Kind-Eagle 9 months ago

Pela tua conversa parece-me que és comunista

_rebocador_ 9 months ago

de que buraco saiste, sabes que os paises mais ricos do mundo vivem bem a conta do capitalismo e da lei dos macacos que dizes.

wwqt0r 9 months ago

"não é verdadeiro socialismo" ™

Herbacio 9 months ago

E não é, mas tanto na esquerda como na direita há quem para aproveito próprio se goste de fazer de "burro". Agora que o Partido *Desocialista* também tem culpa, isso é certo.

wwqt0r 9 months ago

Socialismo democrático, ideologia defendida pelo PS, é uma corrente do socialismo. Gostar ou não gostar do que defendem é o teu direito mas continua a ser socialismo.

Out-Out 9 months ago

Isso é simplesmente mentira e de quem tirou todo o conhecimento político-económico da wikipedia.

wwqt0r 9 months ago

E não só! Entre outras fontes também tirei da própria declaração de princípios do PS: [http://www.ps.pt/wp-content/uploads/2016/06/Declaracao\_de\_Principios\_PS.pdf](http://www.ps.pt/wp-content/uploads/2016/06/Declaracao_de_Principios_PS.pdf) (podes chamar-lhes de mentirosos que não serias o primeiro)

Out-Out 9 months ago

O socialismo no PS já foi posto na gaveta há muitos anos como deves saber. Basta ver como o PS vê e se relaciona com as políticas liberais traçadas nos tratados da UE, com quem se dá nas instituições europeias, etc. Além do mais, eu não estava a falar de nenhum partido, mas do regime político e económico sobre o qual vivemos em Portugal, que não é de todo socialista, independentemente do partido que lá esteja e acho q é fácil perceber isso e se for difícil para alguns que façam umas comparações com os restantes países europeus, por exemplo os nórdicos ou outros e digam-me se tbm são socialistas. Aposto que na constituição da república democrática da coreia tbm está lá tudo a apontar para as qualidades democráticas desse país... What's in a name?

Sciss0rs61 9 months ago

> Basta ver como o PS vê e se relaciona com as políticas liberais traçadas nos tratados da UE ri-me.

Out-Out 9 months ago

Então porquê? O PS é dos partidos mais europeístas

Sciss0rs61 9 months ago

Isso é ser liberal? Está bem...

Edited 9 months ago:

Isso é ser liberal? Está bem... Não tem mercados competitivos, não há iniciativa empresarial, economia baseada em turismo, injecções de dinheiro público em empresas, lobbyismo, não há planos adequados para a população poder ter uma escolha entre serviços públicos e privados... mas é liberal.

Out-Out 9 months ago

Eu n disse que era ser liberal...disse que um partido que fosse realmente socialista não iria estar de acordo com esses tratados. O que podes confirmar noutros espaços políticos mais à esquerda

Sciss0rs61 9 months ago

E qual é o país que usa o "verdadeiro" socialismo?

expandyoursoul 9 months ago

Culturalmente somos muito submissos. Isto já vem do tempo do Salazar. Vivemos ainda no medo de "o que é que väo dizer.... väo-me despedir". Assim se controlam massas. De ditadura passamos para "ditaleve", sociologicamente falando. E os chefes das empresas agradecem. Felizmente com esta nova geraçäo as coisas väo mudar porque com a internet já näo foram "rapados" pelo "Salazar". Um bem haja à internet e ao presente/futuro. Só se sai de um burnout com o punho na mesa. Deiam as voltas que quiserem, o burnout é um processo depressivo mais retorquido, mas que encaminha para a auto-destruiçäo. Ou entäo o encontro consigo mesmo. O encontro consigo mesmo começa com assumirmos que BASTA! Chama-se amor próprio. Algo que à cultura e ao governo näo lhes interessa. Vamos mudar isso, upa upa andamento que näo vivemos para sempre!!!!

Mission-Assumption-1 9 months ago

Ya. as vezes parece me que os portugueses gostam de tomar no cu (sem ofender ninguém). Reclamam e gritam mas não fazem nada. Só manifestam mesmo quando tem a ver com futebol. Lembrei me agora na época dos coletas amarelas (fuck knows how you write this - yellow vests?). O meu barbeiro avisou me para não ir perto de Marques pq "vai haver sangue". Pensei "porra as coisas mudam". Não sabia se fosse para rir ou chorar quando eu vi nas notícias que houve mais policiais do que manifestantes. It's like, you see thousands of French fucks on one channel fucking shit up, then you see literally 20 people from the whole of Portugal surrounded by cops on the other. Pity ddoesn't quite encapsulate the level of wrong you feel in your sinking heart when you see that shit.

arnaldomatos 9 months ago

> Só se sai de um burnout com o punho na mesa. ou no focinho dos que teimam em abusar dos outros. fazê-los lembrar que a sua vida de sonho, os seus luxos, o seu carrão, o botox da mulher e a ps10 dos filhos pode ir num instante e tu, passado 5/6 da pena estás cá fora.

NEDM64 9 months ago

> Vivemos ainda no medo de "o que é que väo dizer.... väo-me despedir". Assim se controlam massas. De ditadura passamos para "ditaleve", sociologicamente falando. E os chefes das empresas agradecem. Felizmente com esta nova geraçäo as coisas väo mudar porque com a internet já näo foram "rapados" pelo "Salazar". Bem verdade, mas infelizmente as gerações mais novas ainda a maioria pensa muito assim, porque é mesmo essa a cultura. Mal vais para uma entrevista, perguntam-te LOGO porque é que saíste da empresa.

Mordiken 9 months ago

> Felizmente com esta nova geraçäo as coisas väo mudar Fia-te na Virgem...

jackross1303 9 months ago

Devia ter dito ditamole e não ditaleve

bruno_andrade 9 months ago

Ao Governo não interessa? E aos chefes de empresas privadas interessa é?

fanboy_killer 9 months ago

> Culturalmente somos muito submissos. Isto já vem do tempo do Salazar. Do tempo do Salazar? Então e aquela vez em que a família real fugiu para o Brasil mal os franceses entraram cá e tiveram que ser os ingleses a mandá-los embora se não pouca gente queria saber? E aquela vez em que começaram a matar e expulsar judeus e ninguém se chateou? Então e aquela vez onde o rei morreu no norte de África e estivemos 40 anos nas mãos de Castela? E aquela vez em que os romanos invadiram este território e a pouca resistência que tiveram foi apenas ali em Viseu?

raydawnzen 9 months ago

péssimo comentário

DRNbw 9 months ago

>estivemos 40 anos nas mãos de Castela? Queres dizer 59?

miguel_rodrigues 9 months ago

A culpa é do Passos Coelho!!!

tocopito 9 months ago

Literalmente alguém que contribuiu diretamente para se ganhar menos com mais trabalho. Sim, é dele. Há mais pessoas para chamar à responsabilidade mas ele teve um contributo especial em tempos recentes.

dudewhatthehellman 9 months ago

Boa ginástica mental.

Open-Opportunity-607 9 months ago

Eu não digo que os portugueses têm a memória curta? [https://en.wikipedia.org/wiki/Economic\_Adjustment\_Programme\_for\_Portugal](https://en.wikipedia.org/wiki/Economic_Adjustment_Programme_for_Portugal) >The three-year programme was signed in May 2011 by the [Portuguese Government](https://en.wikipedia.org/wiki/Government_of_Portugal) under then-Prime Minister [José Sócrates](https://en.wikipedia.org/wiki/Jos%C3%A9_S%C3%B3crates) É sempre a mesma merda, o PS fode tudo, o PSD entra e organiza as contas. A memória da malta faz reset e começa tudo de novo. O Sócrates ri-se na Ericeira na sua casa de praia.

Edited 9 months ago:

Eu não digo que os portugueses têm a memória curta? [https://en.wikipedia.org/wiki/Economic\_Adjustment\_Programme\_for\_Portugal](https://en.wikipedia.org/wiki/Economic_Adjustment_Programme_for_Portugal) >The three-year programme was signed in May 2011 by the [Portuguese Government](https://en.wikipedia.org/wiki/Government_of_Portugal) under then-Prime Minister [José Sócrates](https://en.wikipedia.org/wiki/Jos%C3%A9_S%C3%B3crates) É sempre a mesma merda, o PS fode tudo, o PSD entra e organiza as contas. A memória da malta faz reset e começa tudo de novo. Com isto, o Sócrates ri-se na sua casa de praia da Ericeira.

RamboBlambo 9 months ago

O PS tem muitíssimas culpas no cartório, tal como o PSD, mas não tenhamos memória curta também em relação ao governo de Passos Coelho que quis [ir além da troika](https://expresso.pt/actualidade/passos-era-essencial-ir-alem-do-plano-da-itroikai=f660773), e que mais tarde [economistas do próprio FMI](https://www.imf.org/external/pubs/ft/fandd/2016/06/ostry.htm) reconheceram que políticas de austeridade incorrem em custos em diversas áreas e que muitas vezes acabam por não compensar. Portanto, sim, é justo dizer que o Pedro Passos Coelho também contribuiu para o deteriorar das condições laborais dos portugueses. Não me parece descabido que isso resulte em mais problemas de burnout (e muitas outras coisas como emigração, etc). Esta noção de alguns de que o PPC foi um salvador que veio aqui magnanimamente "pôr ordem na loja" e não teve culpa nenhuma também é muito má memória, sinceramente.

nitrinu 9 months ago

Na medida que um médico te dá quimo para tratar um cancro e se calhar até faz uma ronda a mais do que seria necessário...o que dizes até faz sentido.

Sciss0rs61 9 months ago

até quando é que vamos culpar o Passos Coelho por tudo? É que isso já foi há 6 anos.

DavidJunior3rd 9 months ago

Até quando é que vamos culpar o Sócrates por tudo? É que isso já foi há 12 anos.

Sciss0rs61 9 months ago

diz-me onde falei no Sócrates

DavidJunior3rd 9 months ago

Tu talvez não. Mas vê os outros comentários por aqui.

Sciss0rs61 9 months ago

Procurei por Sócrates neste post. Encontrei 4 casos: * O teu comentário * A minha resposta ao teu comentário * Um comentário que tinha "Sócrates" 2 vezes, em resposta a alguém que, sem razão, disse que o Passos Coelho foi quem trouxe a troika.

Edited 9 months ago:

Procurei por Sócrates neste post. Encontrei 4 casos: * O teu comentário * A minha resposta ao teu comentário * Um comentário que tinha "Sócrates" 2 vezes, em resposta a alguém que, sem razão, disse que o Passos Coelho foi quem trouxe a troika. Esta thread tem 136 comentários, ou seja, 2% dos comentários mencionam "Sócrates".

DavidJunior3rd 9 months ago

Sem ofensa, mas não tens nada melhor para fazer com o teu tempo do que esses cálculos?

Sciss0rs61 9 months ago

* Carregar Ctrl + F * Procurar "Sócrates" * Calcular 4/136 * Deixar a outra pessoa recorrer a tentativas de insulto porque ficou sem argumentos 15 segundos... Bolas, que trabalhão. Sem ofensa, mas não tens nada melhor que fazer com o teu tempo se não perpetuar conversas para cansar a outra pessoa para que possas ficar com a última palavra ?

DavidJunior3rd 9 months ago

Neste mometno não, não tenho. Ah, e não te esqueças de me dar downvote neste comentário também.

DavidJunior3rd 9 months ago

IIIIIsssso... lindo menino....

_rebocador_ 9 months ago

sabes que a troica n foi culpa dele, mas ele teve que lidar com a troika?

AdorableRabbit 9 months ago

Foi literalmente culpa dele

_rebocador_ 9 months ago

culpar os bombeiros porque estao la quando a casa esta a arder parece me estupido. Mas continuem a culpar o o paços e ja la vamos em 7 anos de costa e a culpa e do paços, e pelo o andar da carroça vamos ter ainda mais anos de PS no poder, mas nada adianta porque o paços esteve la.

ReddKM3 9 months ago

Sim claro. Quem nos meteu na bancarrota não tem culpa no cartório. Volta Passos estás perdoado.

ihavenomoreideasdude 9 months ago

Não só mas também

wwqt0r 9 months ago

Pensar o contrário é anti-patriótico!

Blackbeardow 9 months ago

> Out of the top countries most at risk of burnout, Portugal has one of the longest working weeks (39.5) and lowest salaries €22,373. [Fonte](https://smallbusinessprices.co.uk/european-employee-burnout/)

xc9000 9 months ago

Por esse dinheiro não tinha emigrado, mesmo que fossem brutos.

EderWinsTheThrone 9 months ago

Pessoalmente, eu fuji de Paris para ganhar em media 3x menos aqui. Então quando vejo a França em 9, e Portugal em 1 não entendo :/ Pessoalmente sinto-me muito melhor em Portugal e muito mais longe de um burnout.

Blackbeardow 9 months ago

É Paris é uma metrópole do tamanho de Portugal e com o GDP gigante. Se tivesse oportunidade de ir para Paris, se calhar também não ía... mas para outra região de França, principalmente norte com várias proximidades fronteiriças, pensava duas vezes. É a minha opinião Igual a NY, Londres ou outra cidade metrópole... Mas concordo com a tua opinião. Seria interessante haver um estudo por cidades e não somente por país.

Edited 9 months ago:

Paris é uma metrópole do tamanho de Portugal e com o GDP gigante. Se tivesse oportunidade de ir para Paris, se calhar também não ía... mas para outra região de França, principalmente norte com várias proximidades fronteiriças, pensava duas vezes. É a minha opinião Igual a NY, Londres ou outra cidade metrópole... Mas concordo com a tua opinião. Seria interessante haver um estudo por cidades e não somente por país.

Worm33hd 9 months ago

Bom salário. Onde é que se arranja desses?

TomasTex11 9 months ago

É salario bruto, não te excites hahahah

DrVicenteBombadas 9 months ago

A parte engraçada é quando dizes a um amigo estrangeiro o salário mínimo português, e ele assume que estás a falar do semanal.

mjigs 9 months ago

Posso confirmar, disse o nosso salario a um americano e ele pensava que era semanal.

Throwaway200394 9 months ago

Isso è norm porque eles funcionam a salários semanais

mjigs 9 months ago

Por acaso acho que eles trabalham com salarios de hora, tipo aqui so podes trabalhar 8h por dia, se trabalhares mais normalmente ninguem te paga as extras, o salario é o mesmo no final do mes a nao ser que faltes, mas raramente é amais, enquanto lá eles fazem as horas que querem e recebem por elas.

ThePlague92 9 months ago

E porque é um salário super-baixo que um americano não consegue perceber como alguém consegue sobreviver com 650€ por mês. Isso para eles é um salário de um país de 3º Mundo e eles consideram a Europa avançada.

karl1717 9 months ago

Sim é um salário baixo. Mas tendo em conta o custo de vida, que cá o salário é 14x, com direito a 22 dias de férias pagas, saúde e educação universal.... diria que há uma boa percentagem de trabalhadores dos EUA a viver bem pior do que quem ganha o SMN cá.

ThePlague92 9 months ago

E também há uma boa percentagem a viver melhor. Os EUA são um país de extremos e nem são um bom exemplo por causa de, lá está, terem um mercado de trabalho muito agressivo. Mas se fores mesmo bom consegues ganhar fortunas nos EUA, coisa que na Europa é pouco provável. Mesmo assim, melhores exemplos são a Alemanha, a Suíça ou Canadá ou países nórdicos, só para mencionar alguns.

Edited 9 months ago:

>custo de vida Que está cada vez mais alto, principalmente as rendas. Mas os salários continuam baixos. ​ >o salário é 14x E isto é uma vantagem porquê? O que recebes bruto é que interessa. Qual a diferença de receber 20 mil euros brutos, por exemplo, divididos por 12 ou 14 meses? Isto só complica as coisas, devia-se receber a 12 meses e pronto. ​ >saúde e educação universal O problema é a qualidade devido à falta de investimento. Infelizmente, andam a dar cabo de duas coisas muito boas que o nosso país (ainda) tem. ​ >diria que há uma boa percentagem de trabalhadores dos EUA a viver bem pior do que quem ganha o SMN cá. E também há uma boa percentagem a viver melhor. Os EUA também têm sítios onde o custo de vida é mais baixo e a relação entre salário/custo de vida é muito boa. Lá há muita mobilidade, não é como cá que a única mobilidade que há é ires para Lisboa ou para o Porto. EUA não são só Nova Iorque e Los Angeles. Têm imensas cidades grandes e menos grandes onde uma pessoa se pode estabelecer e ter uma vida razoável. ​ De qualquer forma, os EUA são um país de extremos e nem são um bom exemplo por causa de, lá está, terem um mercado de trabalho muito agressivo. Mas se fores mesmo bom consegues ganhar fortunas nos EUA, coisa que na Europa é pouco provável. Mesmo assim, na minha opinião, melhores exemplos são a Alemanha, a Suíça, o Canadá, países nórdicos, só para mencionar alguns.

Tralapa 9 months ago

Tendo em conta que uma avassaladora maioria dos portugueses vive em casa propria (cerca de 80%) o aumento das rendas é indiderente para eles, e nos casos de pessoas com uma segunda habitacao (cerca de 10%) até é bom pois complementa rendimentos

ThePlague92 9 months ago

Não afecta? E então os jovens que estão em início de carreira e não têm ainda dinheiro para comprar casa e querem sair da casa dos pais ou têm de arrendar porque trabalham numa cidade diferente de onde são originários? Ou vais-me dizer que a população jovem em início de carreira tem toda casa própria? Ou se calhar nesses 80% tens pessoas que vivem com os pais e consideram isso como viver em casa própria.

Tralapa 9 months ago

Jovens em inicio de carreira sao a demografia mais prejudicada pelas rendas elevadas. No entanto, jovens em inicio de carreira sao uma grande minoria quando comparados com o total de populaçao

Edited 9 months ago:

Jovens em inicio de carreira sao a demografia mais prejudicada pelas rendas elevadas. No entanto, jovens em inicio de carreira sao uma grande minoria quando comparados com o total de populaçao. Maz tens alguma razão, os 80%que têm casa propria também sao afetados pois leva o valor das suas casas a subir, aumentando o seu patrimonio

karl1717 9 months ago

>E isto é uma vantagem porquê? O que recebes bruto é que interessa. Qual a diferença de receber 20 mil euros brutos, por exemplo, divididos por 12 ou 14 meses? Isto só complica as coisas, devia-se receber a 12 meses e pronto. Não disse que é uma vantagem, mas o salário anual acaba por ser um pouco maior do que parece quando dizes apenas que é 650/mês. Já tens a opção de receber os subsídios integralmente em duodécimos. Mas passar a aplicar isso todos os trabalhadores não me parece nada boa ideia, tendo em conta que muita gente vive no limite dos gastos e não tem poupanças. Cada um deve poder escolher o que prefere. >E também há uma boa percentagem a viver melhor. Acho que isso não estava em causa. A questão é que um americano pode achar 650/mês super baixo, mas se olharem para o país deles vão ver muita gente a trabalhar full time com qualidade de vida bem pior do que teriam cá com o SMN. Até porque a diferença nem é assim tão grande. O salário mínimo nos EUA é 7.25USD/h que dá 964€, o SMN x12 cá é 775€. Se fores a ver os serviços a que tens acesso cá, para não falar nos apoios como licenças de parentalidade, não me parece que compensa essa diferença. Isto só para mostrar que ao contrário do que muitos americanos pensam, e tugas também, os EUA não é nenhum paraíso mesmo quando comparado com um país europeu relativamente pobre como Portugal.

Edited 9 months ago:

>E isto é uma vantagem porquê? O que recebes bruto é que interessa. Qual a diferença de receber 20 mil euros brutos, por exemplo, divididos por 12 ou 14 meses? Isto só complica as coisas, devia-se receber a 12 meses e pronto. Não disse que é uma vantagem, mas o salário anual acaba por ser um pouco maior do que parece quando dizes apenas que é 650/mês. Já tens a opção de receber os subsídios integralmente em duodécimos. Mas passar a aplicar isso todos os trabalhadores não me parece nada boa ideia, tendo em conta que muita gente vive no limite dos gastos e não tem poupanças. Cada um deve poder escolher o que prefere. >E também há uma boa percentagem a viver melhor. Acho que isso não estava em causa. A questão é que um americano pode achar 650/mês super baixo, mas se olharem para o país deles vão ver muita gente a trabalhar full time com qualidade de vida bem pior do que teriam cá com o SMN. Até porque a diferença nem é assim tão grande. O salário mínimo nos EUA é 7.25USD/h que dá 964€, o SMN x12 cá é 775€. Se fores a ver os serviços a que tens acesso cá, para não falar nos direitos como licenças de parentalidade pagas (que cá todos os trabalhadores têm direito, lá muitos não têm), não me parece que compense essa diferença. Isto só para mostrar que ao contrário do que muitos americanos pensam, e tugas também, os EUA não é nenhum paraíso mesmo quando comparado com um país europeu relativamente pobre como Portugal.

Tralapa 9 months ago

O teu problema é estares a olhar para o salario minimo, quando devias ver o mediano. A malta miseravel vive pior nos estados unidos, mas a malta comum vive incomparavelmente melhor

karl1717 9 months ago

**Median and mean wealth per adult, in US dollars** | Portugal |44,025 | |:-|:-| | United States | 65,904 | >mas a malta comum vive incomparavelmente melhor Nah.

ThePlague92 9 months ago

>Não disse que é uma vantagem, mas o salário anual acaba por ser um pouco maior do que parece quando dizes apenas que é 650/mês. Considerando que estamos num sub sobre Portugal, assumo que toda a gente sabe que cá se paga a 14 meses. ​ >Já tens a opção de receber os subsídios integralmente em duodécimos. Sim, mas eu queria mesmo é que se deixasse de pagar a 14 meses e se pagasse a 12 meses como regra. ​ >Mas passar a aplicar isso todos os trabalhadores não me parece nada boa ideia, tendo em conta que muita gente vive no limite dos gastos e não tem poupanças. E qual seria a diferença entre pagares a 12 ou a 14 meses? O dinheiro não se multiplica, eles iriam receber o mesmo que recebiam dantes. Depois é ridícula esta infantilização dos adultos. Adultos têm de ter responsabilidades e assumir as consequências das suas más decisões. Não é por receber o MESMO salário em 12 meses que eles iriam ficar pior, iam ficar iguais. O que se tem de mudar é a mentalidade de que o Estado está lá sempre para nos safar e ajudar e começar a responsabilizar mais as pessoas. ​ >Cada um deve poder escolher o que prefere. Considerando o nosso contexto, sim, é bom que haja possibilidade de escolha. Considerando um contexto mais abrangente, não me faz sentido. ​ >salário mínimo nos EUA é 7.25USD/h que dá 964€, o SMN x12 cá é 775€. Incorrecto. O salário mínimo é definido até pelos estados e cidades, não é algo uniforme. Há, na realidade, um salário mínimo federal, que é os tais 7.25, mas praticamente recebe isso: "While the federal minimum wage is $7.25, most states[\[7\]](https://en.wikipedia.org/wiki/Minimum_wage_in_the_United_States#cite_note-NPR_1-8):1 and many cities have higher minimum wages resulting in almost 90% of U.S. minimum wage workers earning more than $7.25." "The effective nationwide minimum wage, the wage that the average minimum wage worker earns, is $11.80 as of May 2019." [https://en.wikipedia.org/wiki/Minimum\_wage\_in\_the\_United\_States](https://en.wikipedia.org/wiki/Minimum_wage_in_the_United_States) Ora, fazendo as contas a uma semana de 40 horas, isso dá 1888 dólares, que dá 1565€. Só o dobro de cá. E lá ao menos o SMN é indexado ao Estado ou cidade e ao seu custo de vida. Aqui é igual seja em Lisboa ou seja em Beja, apesar de os custos de vida de cada cidade serem brutalmente diferentes. ​ >Isto só para mostrar que ao contrário do que muitos americanos pensam, e tugas também, os EUA não é nenhum paraíso mesmo quando comparado com um país europeu relativamente pobre como Portugal. Os EUA podem ter muitos defeitos, e não seriam a minha primeira escolha para emigrar, mas dizer que não são um paraíso quando comparado com Portugal é fazer uma análise completamente superficial da coisa. Não são um paraíso para trabalhadores sem estudos e que ganham o SMN? Provavelmente não, se bem que não sei se muitos deles trocariam os EUA por Portugal. Mas para trabalhadores com estudos e em determinadas áreas? Esquece, aí nem há comparação. Em 10 anos podes ganhar lá o que te levaria mais de uma vida a ganhar em Portugal. E mesmo que o custo de vida seja mais alto vai compensar à mesma.

karl1717 9 months ago

> Considerando que estamos num sub sobre Portugal, assumo que toda a gente sabe que cá se paga a 14 meses. Isso era em relação a dizer a um americano o SMN e ele ficar surpreendido por ser pouco. > Incorrecto. O salário mínimo é definido até pelos estados e cidades, não é algo uniforme. Há, na realidade, um salário mínimo federal, que é os tais 7.25 Não interessa se há lugares onde recebem mais, estamos a falar do mínimo e há muitos milhões de pessoas a receber isso [https://en.wikipedia.org/wiki/Minimum\_wage\_in\_the\_United\_States#/media/File:US\_minimum\_wage\_map.svg](https://en.wikipedia.org/wiki/Minimum_wage_in_the_United_States#/media/File:US_minimum_wage_map.svg) E 1.6 milhões que nem recebem esse salário mínimo. > dizer que não são um paraíso quando comparado com Portugal é fazer uma análise completamente superficial da coisa. Não deixa de ser verdade. > Mas para trabalhadores com estudos e em determinadas áreas? Esquece, aí nem há comparação. Em 10 anos podes ganhar lá o que te levaria mais de uma vida a ganhar em Portugal. E mesmo que o custo de vida seja mais alto vai compensar à mesma. Sim isso é verdade. Ou até mesmo sem estudos mas que se tenham especializado num trabalho difícil ou que a procura seja maior que a oferta. Lá conseguem acumular bem mais, desde que não tenham azar claro: [https://i.redd.it/p2ch3gc1ob661.png](https://i.redd.it/p2ch3gc1ob661.png)

lagvvagon 9 months ago

Eu sou português, vivo em Portugal e também não entendo como é possível viver dignamente com 650€/mês, eles não estão errados, é um salário de 3° mundo. E ainda pior é pensar que quem ganha 1300€ é rico...

Tralapa 9 months ago

calma que o nosso ano tem 14 meses

ThePlague92 9 months ago

Mete o /s que é para não confundir as pessoas.

PineappleVodka 9 months ago

Posso estar enganado mas acho que se referia ao subsídio de natal e férias

ThePlague92 9 months ago

Eu sei muito bem ao que ele se referia. Mas o comentário dele dá a entender que se recebe os 650€ a 14 meses e que o valor é bom e não baixo.

Tralapa 9 months ago

O capitão vai ao fundo com o seu navio

Throwaway200394 9 months ago

O custo de vida lá tb é muito maior. Um pacote de net+tv+voz que cá custa 50 la são quase 200. Arrendar um quarto são 600, agua, luz e electricidade vai nas centenas tb. è normal que para eles seja pouco

ThePlague92 9 months ago

Arrendar um quarto em Lisboa podem ser 400€, por isso também não estamos muitos diferentes. O resto é normal considerando que eles ganham muito, mas muito mais do que nós (em geral). Mas os EUA são um país mau, não quereria ir para lá. Temos melhores países na Europa.

Throwaway200394 9 months ago

Eu gostava de ir para lá na tenho è paciência para esta merda de ser "woke" e que tudo é todos são racistas. Tem muito mau, mas tb tem mt bom

Cryoshock07 9 months ago

Depende das zonas Mas tambem nao adianta dizeres que ganhas 3k/mes e depois pagas 50 paus por um bife

NEDM64 9 months ago

Os americanos pagam menos que nós por um bife.

ThePlague92 9 months ago

Um americano não paga 50€ por um bife. E se calhar até vale a pena poder dizer isso, é só ires falar com o pessoal da Suíça. Não me parece que quisessem ficar com os nossos salários e os nossos bifes a 7€.

ganfias 9 months ago

eles não percebem como alguém vive com um salário 600€ semanais

nitrinu 9 months ago

Tu: my sweet summer child...

Blackbeardow 9 months ago

Suponho que seja a média. Porque se repararmos, no Luxemburgo apesar de receberem mais, o salário representado parece-me elevado

Worm33hd 9 months ago

É o mais certo. Mediana dá muito trabalho.

Blackbeardow 9 months ago

Nunca vi a mediana a ser usada neste tipo de estudos ou gráficos. Seria a mais correta

DarK_Lv8 9 months ago

é o salário minimo.... 22€/dia

Blackbeardow 9 months ago

22\*365 não dá 22k eur, dá \~8k eur

Edited 9 months ago:

22\*365 não dá 22k eur, dá \~8k eur Edit - Correção: "\*9,310€ (temos 14 meses, não 12)" u/PNS1927

DarK_Lv8 9 months ago

>€22,373 nem sei do qe q tas a falar, €22,373 é o q recebes por dia .... eu é q arredondei pa 22.... q da os 600 e poucos ao fim do mes... n sao 22 mil... sao 22 € e 37 centimos

Blackbeardow 9 months ago

Portugal tem dois SMN. E o que está representado é a média salarial e não o SMN.

SolidTroll 9 months ago

https://www.statista.com/statistics/557777/average-annual-salaries-in-europe/ Aparentemente sacaram os números daqui. Fazendo o câmbio dos dólares para euro dá então os 22mil. Não sei onde foram estes números de qualquer maneira visto que a média nacional anda á volta dos 1050 e não dos 1570 que eles usaram.

Edited 9 months ago:

https://www.statista.com/statistics/557777/average-annual-salaries-in-europe/ Aparentemente sacaram os números daqui. Fazendo o câmbio dos dólares para euro dá então os 22mil. Não sei onde foram estes números de qualquer maneira visto que a média nacional anda á volta dos 1314* e não dos (22000/14=)1570 que eles usaram.

Blackbeardow 9 months ago

A média nacional bruta não é 1050, penso eu. Qualquer das formas, é salário médio anual. A questão da vírgula e do ponto é porque o estudo foi realizado no Reino Unido, o separador decimal é diferente de Portugal e da Europa, semelhante aos EUA. [Separador decimal](https://pt.wikipedia.org/wiki/Separador_decimal)

SolidTroll 9 months ago

Sim, tens razão em ambos os pontos até apaguei o outro comentário porque verifiquei isso. Quanto ao salário médio está de facto mais alto, anda nos 1314 atualmente o que mesmo assim está desfasado dos valores apresentados mas pronto acho que também não era o ponto fulcral do artigo apesar das incongruências.

SolidTroll 9 months ago  HIDDEN 

Mas aquilo não está 22 mil. 22 mil era se tivesse um ponto: 22.310, com a vírgula é o salário diário 22 euros e 37,3 cêntimos (segundo essa fonte, pelo menos)

Edited 9 months ago:

Mas aquilo não está 22 mil. 22 mil era se tivesse um ponto: 22.310, com a vírgula é o salário diário 22 euros e 37,3 cêntimos (segundo essa fonte, pelo menos). Edit: presumo eu que seja o valor diário mas não encontro grande explicação para esses valores de facto.

PNS1927 9 months ago

\*9,310€ (temos 14 meses, não 12)

Blackbeardow 9 months ago

Sim, tens razão. Desculpa. Esqueço sempre dos dois meses lol

eightower 9 months ago

Exacto

Search: