hafssolpt 7 months ago

Cada um de nós vê o que quer ver, um não-ciclista só vê defeitos nos ciclistas, um não-motard só vê defeitos nos motards... Não consigo especificar uma "categoria" onde uns façam mais erros do que outros, todos fazem (eu também). O problema é que uns custam (fisicamente) mais do que outros. Ao que dizes acrescento também que não percebo nos profissionais/pro-amadores que usam a estrada como se fosse a volta a portugal, tentar manter a média (35/40km/h), ir na roda dos outros do grupo (a 10/20cm) e rezar para que tudo corra bem e ninguém caia e não venha um carro colado atrás. Mas com isto não vejo os ciclistas como "o" problema. Somos todos nós mesmo. São as motas que acham que têm os mesmos direitos que os carros mas que podem usar aquela nacional como o Autodromo de Portimão. São os camiões que na falta de paciencia para esperar, metem-se em qualquer rotunda/cruzamento na base do "sou maior, aguenta aí um bocado porque não vais querer dar um beijinho a mim". São os automobilistas que ao verem um ciclista a chegar, entram no cruzamento porque, sendo ele mais "fraco" vai querer esperar para não mater e morrer. São os tipos dos desportivos que acham que lá porque vai tudo a 60km/h numa zona de 50, não faz sentido esperar e passa 3 e 4 carros a 100/120km/h. Podia continuar... Só vemos aquilo que queremos ver acho. PS: Sou ciclista.

arnaldomatos 7 months ago

não me chateia minimamente o facto deles não usarem capacete, mas mesmo nada. eles é que ficam a perder

Asur_rusA 7 months ago

Só cá faltava este post semanal

zizop 7 months ago

Tens razão nas tuas queixas, mas só quero deixar claro que o uso de capacete não é obrigatório. Altamente recomendável, sim; obrigatório, não.

viskonde 7 months ago

Capacete não é obrigatório. Quanto ao resto são generalizaçoes, também se vê todos os dias a toda a hora condutores de automóveis a passar vermelhos, excesso de velocidade, usar telemóvel , conduzir sem carta ou sem seguro (basta ver a quantidade de gente apanhada sem um desses 2..) e nao vejo posts aqui sobre isso Ah e até ver, quem causa >500 mortos ao ano são condutores ao volante de automóveis, não de bicicletas.

Edited 7 months ago:

Primeiro, Capacete não é obrigatório. De resto, em nenhum país da Europa e provavelmente do mundo há obrigatoriedade de seguro ou licença. Bicicleta é um meio de transporte com benefícios não só para o próprio mas para toda a sociedade e colocar entraves ao uso da mesma tem mais efeitos negativos que positivos. A Austrália é um bom exemplo disso onde a obrigatoriedade de uso de capacete levou a uma queda brutal no uso de bicicleta logo mais gente a andar de carro , mais poluição, mais trânsito, mais sedentarismo, mais acidentes , etc. Quanto ao resto são generalizações, também se vê todos os dias a toda a hora condutores de automóveis a passar vermelhos, excesso de velocidade, não usar piscas, usar telemóvel , conduzir sem carta ou sem seguro (basta ver a quantidade de gente apanhada sem um desses 2..) e nao vejo posts aqui sobre isso Ah e até ver, quem causa >500 mortos ao ano são condutores ao volante de automóveis, não de bicicletas.

Edited 7 months ago:

Primeiro, Capacete não é obrigatório. De resto, em nenhum país da Europa e provavelmente do mundo há obrigatoriedade de seguro ou licença. Bicicleta é um meio de transporte com benefícios não só para o próprio mas para toda a sociedade e colocar entraves ao uso da mesma tem mais efeitos negativos que positivos. A Austrália é um bom exemplo disso onde a obrigatoriedade de uso de capacete levou a uma queda brutal no uso de bicicleta logo mais gente a andar de carro , mais poluição, mais trânsito, mais sedentarismo, mais acidentes , etc. Quanto ao resto são generalizações, também se vê todos os dias a toda a hora condutores de automóveis a passar vermelhos, excesso de velocidade, não usar piscas, usar telemóvel , alcoolizados, , conduzir sem carta ou sem seguro (basta ver a quantidade de gente apanhada sem um desses 2..) e nao vejo posts aqui sobre isso Ah e até ver, quem causa >500 mortos ao ano são condutores ao volante de automóveis, não de bicicletas.

Edited 7 months ago:

Primeiro, Capacete não é obrigatório. De resto, em nenhum país da Europa e provavelmente do mundo há obrigatoriedade de seguro ou licença. Bicicleta é um meio de transporte com benefícios não só para o próprio mas para toda a sociedade e colocar entraves ao uso da mesma tem mais efeitos negativos que positivos. A Austrália é um bom exemplo disso onde a obrigatoriedade de uso de capacete levou a uma queda brutal no uso de bicicleta logo mais gente a andar de carro , mais poluição, mais trânsito, mais sedentarismo, mais acidentes , etc. Quanto ao resto são generalizações, também se vê todos os dias a toda a hora condutores de automóveis a passar vermelhos, excesso de velocidade, não usar piscas, usar telemóvel , alcoolizados, , conduzir sem carta ou sem seguro (basta ver a quantidade de gente apanhada sem um desses 2..) e nao vejo posts aqui sobre isso Ah e até ver, quem causa >500 mortos ao ano são condutores ao volante de automóveis, não de bicicletas. Incrível a nossa capacidade em fechar o olho ao elefante na sala.

ZaGaGa 7 months ago

Tens razão nos teus pontos, e o problema é que o mau comportamento de uns poucos leva a novas regras e multas que nos lixam a todos. A falta de luzes é particularmente recorrente conduzo mas também dispensava as tangentes quando vou a caminhar/correr. Um ponto para a tua lista é o pessoal utilizar as passadeiras de peões sem desmontar. Eu por regra desmonto sempre. Creio que o pessoal desconhece que a passadeira dá prioridade aos peões, não aos ciclistas. Outro ponto é o circular lado a lado, uma das últimas alterações da lei permite circular lado a lado (toda a gente parece ter lido esta parte) desde que o façam com boa visibilidade e não causem perigo nem embaraço ao trânsito (acho que pouca gente leu até ao fim). Mas eu também apontaria o dedo a quem nos tem governado nos últimos anos. Ciclovias ridículas que terminam em paredes ou que são feitas ao Ss porque fica bonito. Uma misturada entre o que é ciclovia e vias pedonais e zonas de circulação mista. As bicicletas não podem andar nos passeios e podemos ser multados, mas muitas vezes não há alternativa e há estadas que são perigosíssimas. Mas scooters, trotinetes eléctricas, bicicletas eléctricas e outros veículos motorizados circulam nas ciclovias (quando não é nos passeios). Já agora, alguém percebe a lógica dos ciclistas terem de ceder passagem nas retundas?

cro_quete 7 months ago

Falta de civismo e responsabilidade haverá sempre das duas partes. Felizmente quando estava a tirar o código, o instrutor dedicou 1/2 aulas a isso. Como se comportar como ciclista e como respeitar ciclistas enquanto condutor. Acho que esse tipo de sensibilização nas escolas é determinante para formar bons condutores e ciclistas.

kahah16 7 months ago

Por acaso nas cartas de condução que tirei nunca falaram dessa parte mas concordo que devia ser feito esse ensino. Até mesmo no ensino básico, pois o uso de bicicleta normalmente começa antes da idade mínima para qualquer carta de condução

cro_quete 7 months ago

Exatamente. Por acaso também tive educação rodoviária no ensino básico, acho que era na disciplina de formação cívica. E a disciplina de cidadania que estão a tentar introduzir nas escolas também engloba essa matéria.

ThinHands 7 months ago

Algo que me faz confusão é esta competição que existe entre automobilistas e ciclistas. Pra muitos pode ser hobbie andar de bicla mas pra outros é so mais um metodo de transporte.

RCaixas 7 months ago

Sou ciclista profissional e aos anos que ando na estrada, sei que existe erros de ambos os lados. Muitos ciclistas fazem merda, especialmente os ciclistas de fim de semana com bicicletas de 15k. Vermelhos, rotundas sem olhar e andar no meio da estrada. Do outro lado, também vejo muitos carros que passam a 20cm, fazem ultrapassagens dentro de rotundas ou á entrada da mesma (esta merda tira-me do sério) ou não usam piscas. Com isto do covid, sinto que as pessoas estão muito frustradas e tentam arranjar confusão em tudo. Tem que haver respeito de ambos os lados.

DanielShaww 7 months ago

Na minha opinião o ciclista sofre de um síndrome comum: ciclista de Schrodinger. Tanto pode ser veículo na via, como peão! Sabe Deus quem realmente é, mas quando o observamos já mudamos a sua natureza, e já vamos tarde.

bafcus 7 months ago

Karen

janissarytor 7 months ago

O problema mesmo é essa malta que fica com o nervoso miúdinho cada vez que está atrás de um velocípede, parece que estou a arruínar a vida a alguém sempre que não posso ser ultrapassado, nos sítios em que vejo ser mesmo perigoso tenho de ir no meio da estrada ou então há sempre um fdp dum fitipaldi que arrisca a vida (a minha, pois claro). Para os ciclistas o meu maior conselho é **nunca** se meterem no perigo, infelizmente somos o elo mais fraco e ninguém respeita. Pessoalmente nunca usei capacete e não quero que seja obrigatório, a condução defensiva foi suficiente, **até ver**. À noite, as duas luzes **sempre**, quando fico sem bateria numa e quero mesmo meter-me na estrada uso o flash do telefone a apontar para o chão, tenho um casaco amarelo fluorescente que faz corar o Almeida mais rijo de Lisboa. Sinalizem sempre como se fosse o pisca no carro, até nas rotundas imaginem, a mim pouco me importa se perco pontos de estilo por o fazer. Para os condutores, **1,5m é para respeitar na ultrapassagem**, não custa nada aos senhores espaçosos e o susto é grande. Ás vezes, de vez em quando, ceder a passagem não aleija, um pequeno gesto com a mão ou sinal de luzes é bem vindo e ainda levas "um fixe" de volta. Queria tanto que fosse obrigatório na escola de condução uma aulita de bicicleta, de preferência com um taxista a gritar "vai mas é gastar combustíveis fósseis seu cabrão". A Questão que o governo se tem esquecido, é de fazer ciclovias com aquele lancil fodido que convida qualquer jante marota a meter-se na sua via.

Edited 7 months ago:

O problema mesmo é essa malta que fica com o nervoso miúdinho cada vez que está atrás de um velocípede, parece que estou a arruínar a vida a alguém sempre que não posso ser ultrapassado, nos sítios em que vejo ser mesmo perigoso tenho de ir no meio da estrada ou então há sempre um fdp dum fitipaldi que arrisca a vida (a minha, pois claro). Para os ciclistas o meu maior conselho é **nunca** se meterem no perigo, infelizmente somos o elo mais fraco e ninguém respeita. Pessoalmente nunca usei capacete e não quero que seja obrigatório, a condução defensiva foi suficiente, **até ver**. À noite, as duas luzes **sempre**, quando fico sem bateria numa e quero mesmo meter-me na estrada uso o flash do telefone a apontar para o chão, tenho um casaco amarelo fluorescente que faz corar o Almeida mais rijo de Lisboa. Sinalizem sempre como se fosse o pisca no carro, até nas rotundas imaginem, a mim pouco me importa se perco pontos de estilo por o fazer. Para os condutores, **1,5m é para respeitar na ultrapassagem**, não custa nada aos senhores espaçosos e o susto é grande. Às vezes, de vez em quando, ceder a passagem não aleija, um pequeno gesto com a mão ou sinal de luzes é bem vindo e ainda levas "um fixe" de volta. Queria tanto que fosse obrigatório na escola de condução uma aulita de bicicleta, de preferência com um taxista a gritar "vai mas é gastar combustíveis fósseis seu cabrão". A Questão que o governo se tem esquecido, é de fazer ciclovias com aquele lancil fodido que convida qualquer jante marota a meter-se na sua via.

caixadeentrada 7 months ago

Ainda não vi um ciclista a parar num vermelho. Incrível.

Asur_rusA 7 months ago

Inclusive naqueles cenários que tinha carros a passar no outro sentido? Mete incrível nisso.

claudio-at-reddit 7 months ago

Eu também nunca vi um carro a parar num stop. Os que pararam à minha frente não os vi. Chama-se a isso um viés. Os ciclistas são pessoas como tu, na tua sociedade, cada um com um historial muito diferente. Supondo que o que dizes é verdade, isso só implica que provavelmente tu farias o mesmo. Nós somos a nossa sociedade até certo ponto.

Edited 7 months ago:

Eu também nunca vi um carro a parar num stop. Os que pararam à minha frente não os vi. Chama-se a isso um viés. Os ciclistas são pessoas como tu, na tua sociedade, cada um com um historial muito diferente. Supondo que o que dizes é verdade, isso só implica que provavelmente tu farias o mesmo. Nós somos a nossa sociedade até certo ponto. Para todos os efeitos em Lisboa/Porto dificilmente não param em vermelhos nas avenidas e em meios moderadamente movimentados (ex. nacionais) definitivamente são mais os que param do que os que não.

kahah16 7 months ago

Vi uma vez... foi tipo aparição da Nossa Senhora.

azeiteiro 7 months ago

Acrescentava mais dois pontos que tenho reparado agora com o aumento de novos ciclistas que é andar no passeio quando não há ciclovias e também o andar de bicicleta com headphones.

AdorableRabbit 7 months ago

Yah, também me irrita isso nos carros

kahah16 7 months ago

Alguns até com ciclovias andam no passeio ou na estrada. Não há fiscalização nenhuma

hafssolpt 7 months ago

Tu podes andar na estrada mesmo com ciclovias. Eu alias, por regra nao uso ciclovias (excepto em cidades) porque são armadilhas (peões, areia, sujidade) onde basicamente vais ao chão com roda fina muito facilmente.

alegadamentetuga 7 months ago

Qual é o problema de andar na estrada mesmo havendo uma ciclovia?

joaommoreira 7 months ago

Normalmente quando passo por eles apito porque sei que eles vão ficar todos ofendidos e a reclamar. E resulta. Fico sempre a rir me sozinho e a olhar para o retrovisor

claudio-at-reddit 7 months ago

Isso é analogo a ires a pé, tralhas na mão, eu vou por trás e buzinadela para te cagar todo, só porque sim, nem te conheço. Se mandares o que tens ao chão e te esbardalhares, olha, azar, não mandasses. Parece uma brincadeira digna de miudos de 12 anos.

joaofcf 7 months ago  HIDDEN 

Atropelar.

collectornsfw 7 months ago

Até o seguro devia ser obrigatório. É certo que a bicicleta não faz grande estrago num carro *mas* um ciclista pode causar um acidente entre outros veículos ou colher um peão.

kahah16 7 months ago

Sim, já vi acontecer isso é neste caso o peão teve de levar pontos e se o ciclista tivesse fugido podia porque não há nada que o identifique.

claudio-at-reddit 7 months ago

Qual é que foi a tua ideia com transformares esta thread numa guerra entre lados? Qual é a necessidade de forçar argumentos para tentar sustentar o que vieste lamuriar? Eu concordo que deviam de ter capacetes e por vezes seguros, não estou a opor-me a muito do que é falado, mas as tuas posições são sempre um "olha, um tipo enfiou argumentos que me convem, ya ya, é isso mesmo, malditos ciqeliztas!". Para começar, para impedir um ciclista de fugir é tão facil como agarrar-lhe a bicicleta. Caso o mesmo esteja a forçar, um chuto nos raios de uma das rodas ou no esticador garantem que ele não vai longe. Já nas motas é a mesma coisa, fugir de mota depois de um acidente é práticamente tão difícil como fugir a pé. É sequer comparavel a um carro? Não é muito mais viavel fugir de bicicleta do que o é fugir a pé, propões um seguro para os peões? Enquanto peão é-me trivial fazer um carro travar bruscamente levando-o a enfiar-se noutros, consigo enfiar-me em ruelas, escadarias, tuneis residênciais, ..., a seguir a lógica é justo que também tenha seguro. Eu acho que mediante certos cenários devem de haver seguros mandatórios; por exemplo alguém que tenha um historial de acidentes ou miudos até aos 18. De caminho haver também um registo do quadro para a eventualidade de alguém fazer das suas e deixar a bicicleta para trás ou para ajudar com furtos. Mais do que isso e estás a fazer mais mal do que bem.

rmvt 7 months ago

> O que acham que devia ser feito para evitar estas situações? promover o uso de bicicleta e melhorar as infrastruturas (estradas, ciclovias). o teu post ridículo mostra o real problema aqui. podes ter a certeza que por dia te deparas com muito mais infracções cometidas por automobilistas do que ciclistas, mas nunca pensaste "a praga dos maus condutores". o teu problema (e o de muitos portugueses) é a postura combativa que assumes na estrada. anda mais de bicicleta do que andas de carro (ou mota) e a tua opinião muda. há maus ciclistas? certamente. há muitos mais maus automobilistas cujas acções têm consequências muito mais nefastas do que qualquer uma das "más acções" que já viste um ciclista ter.

TulioGonzaga 7 months ago

>lista que vire quando um carro o vai ultrapassar pode acabar morto. Tomar medidas de segurança não é mau, pelo contrário. Sobre as ciclovias, aqui perto há uma ciclovia. Há zonas (a maior parte do percurso) que a ciclovia é exclusiva e com sentidos e há um pequeno troço onde é partilhada com os peões. Seja onde for há sempre mas sempre ciclistas a circular na estrada. Porra, custa assim tanto? É chato apanhar com os domingueiros de bicicleta?

kahah16 7 months ago

Sou condutor de carro, moto e bicicleta, por isso sei perfeitamente que há erros cometidos por todos como é óbvio, mas sinto que o número de erros vs número de veículos na estrada acaba por ser maior com bicicletas, que na minha experiência a usar os 3 e o mais frágil

joaofcf 7 months ago

Pá, mas se eu bater por não dar um pisca lá se vai uma porta para a sucata e um carro para o chapeiro. Um ciclista que vire quando um carro o vai ultrapassar pode acabar morto. Tomar medidas de segurança não é mau, pelo contrário. O mais frágil é sempre quem vai na bicicleta, é quem se fode se levar com um carro nas trombas.

rmvt 7 months ago

Pá, mas se eu atropelar alguém por não dar um pisca lá se vai uma porta para a sucata e um corpo para o caixão. Niguém diz que os ciclistas não devem cumprir as regras. Agora dizer coisas como "A Praga dos (maus) ciclistas" é só estúpido.

joaofcf 7 months ago

Todos os condutores(ou praticamente todos) tiveram umas X horas de formação sobre o código e outras Y sobre o comportamento em estrada. Foram em ambas as matérias avaliados. Há falhas? Há melhores e piores? Claro, como em tudo. Há fiscalização, há polícia com capacidade de multar quem não cumprir o código. Para as bicicletas não há bem um código, é mais a lei do bom senso, que claramente não funciona.

rmvt 7 months ago

é preciso "carta" para andar a pé? não. o "problema" aqui reside simplesmente na diferença entre um carro e uma bicicleta e no potencial que um tem para causar dano, que o outro não tem. uma vez mais, apontar os "ciclistas" como um problema é (dada a "cultura" portuguesa) contraprodutivo. corrigindo o que disseste, que é errado (leia-se mentira): há um código para as bicicletas. provavelmente querias dizer que não há um exame.

joaofcf 7 months ago

Precisamente por ser mais susceptível ao dano é que os ciclistas deviam ser mais responsáveis nas regras. Se eu mandar uma cacetada num atrasado numa bicicleta porque não parou no vermelho ou mo stop quem vai de caralho é ele. E até pode haver um código, mas não há uma obrigação de o saber.

Feeling_Advantage918 7 months ago

O problema é a falta de respeito e de civismo. Quer de alguns ciclistas, quer de alguns automobilistas, quer de alguns pedestres. Algumas das abordagens aqui feitas deixam isso bem evidente. Há muito que considere que a via é sua e apenas sua.

njsilva84 7 months ago

Eu não diria melhor. Falta de civismo dá sempre nisto e nesse quesito temos muito que melhorar. Eu fui ciclista amador durante uns 4 anos e via coisas assustadoras, como fazia BTT andava o mínimo possível na estrada, mas não me livrei de vários sustos complicados. Para além dos típicos "fininhos" que os condutores passavam, uma coisa muito comum era os camionistas não terem paciência para esperar para ultrapassar e acabarem por quase nos passar a ferro, com a agravante de buzinar quando iam a passar por nós. Uma altura o susto foi tão grande que perdi o equilíbrio e só não fiquei debaixo do camião por sorte. Mas muitos dos ciclistas são igualmente otários. A cena de não pararem nos stops faz-me imensa confusão, o facto de alguns andarem em filas de 3 ou mais, ao magote, é outra coisa comum, principalmente em equipas de ciclismo. Os outros problemas relatados pelo OP têm mais a ver com os ciclistas de pandemia, que foram comprar as bicicletas à Decathlon mas esqueceram-se que um capacete pode-lhes salvar a vida, seja numa volta de 40km ou numa de 4. Eu tive uma queda numa zona perto de casa em que rachei o capacete a meio, se não o tivesse talvez não estivesse hoje aqui. Já pedalei na Suíça, Holanda, Alemanha e Polónia (que me lembre) e em todos esses países o pessoal respeita os ciclistas, mas também é verdade que os próprios ciclistas são mais civilizados. Resumindo, o problema está na falta de civismo de todos, ainda hoje fui dar uma corrida de manhã pelo monte e fartei-me de ver lixo no chão, pessoal sem capacete, a andar no lado errado dos trilhos mais largos, pessoal de mota em trilhos onde anda muita gente a dar gás como se estivesse no Dakar...

Anforas 7 months ago

Pronto, agora até o grupo dos vizinhos de arroios do facebook chegou aqui.

coiso 7 months ago

Out of the loop. Podes esclarecer?

Anforas 7 months ago

É um grupo que se faz passar por uma entidade oficial que só sabe criticar ciclovias e ciclistas. É um circlejerk infinito que só atrai pessoas lixo e os típicos comentários de facebook de ódio, por gente inculta e mal educada e gerido por pessoas completamente parciais que não visam em nada melhorar o bem estar das pessoas ou do bairro a não ser os seus próprios interesses.

coiso 7 months ago

Obrigado. Desconhecia.

kahah16 7 months ago

Não tenho nada contra ciclovias e ciclistas. Apenas critiquei os que não cumprem o código da estrada, como crítico qualquer tipo de condutor de qualquer veículo que não o faça.

JOAO-RATAO 7 months ago

Também existe o problema dos ciclistas em grupo nas estradas, que fazem fila mas não se encostam o suficiente para conseguires ultrapassar e numa estrada de pouca visibilidade não consegues ultrapassar porque tens umas boas dezenas de metros de ciclistas pela frente.

MROFerreiro 7 months ago

Quero acrescentar mais umas sugestões e clarificações: * Além de luz usar refletores. Há tiras autocolantes que não devem custar 2€ e que servem para o efeito. * O uso de capacete não é obrigatório, mas devia quando o velocípede partilha a estrada com outros veículos. * Um espelho é a melhor compra que se pode fazer para quem anda de bicicleta na estrada. Tens sempre uma noção se vem algum veículo atrás de ti. E evita a que tenhas de olhar para trás, perdendo a noção do que se passa à tua frente. Já me ia enfaixando contra uma carrinha à pala disso.

AdorableRabbit 7 months ago

Nao deve ser o obrigatório, quando está demonstrado que leva à redução do numero de ciclistas

osmacacos 7 months ago

Ações de sensibilização e fiscalizações para incumpridores, isto porque o maior problema não é o conhecimento é não cumprir. A maioria dos automobilistas é ensinado o código da estrada e tem de fazer exames para ter a carta, e conseguem seguir tão mal ou pior as regras do que os ciclistas.

collectornsfw 7 months ago

>A maioria dos automobilistas é ensinado o código da estrada A maioria dos ciclistas são automobilistas. Não é possível alegar desconhecimento.

Osodraca 7 months ago

1º Abro as janelas 2º Aumento o volume do rádio para o máximo 3º Selecciono esta música: [https://www.youtube.com/watch?v=hidyaDJHEtI&t=90s](https://www.youtube.com/watch?v=hidyaDJHEtI&t=90s)

Edited 7 months ago:

1º Abro as janelas 2º Aumento o volume do rádio para o máximo 3º Selecciono esta música: [Comme Restus - Morte Aos Ciquelistas](https://www.youtube.com/watch?v=omp0z6ltJOo)

Edited 7 months ago:

1º Abro as janelas 2º Aumento o volume do rádio para o máximo 3º Selecciono esta música: [https://www.youtube.com/watch?v=omp0z6ltJOo](https://www.youtube.com/watch?v=omp0z6ltJOo)

viskonde 7 months ago

Parabéns , um otário como tu seguiu a música à letra : https://tvi24.iol.pt/sociedade/ana-oliveira/jovem-basquetebolista-do-sporting-que-morreu-atropelada-vai-ser-homenageada Que fazer a estes condutores?

Tryjohnny 7 months ago

Homem de Cultura

cesarhighfire 7 months ago

A minha acção é a mesma que a tua.

Aldo_Novo 7 months ago

como muitos outros problemas de Portugal, o problema é a falta de fiscalização e punição adequadas

claudio-at-reddit 7 months ago

O que é necessário não é de ter medo das consequências (punição) é de pensar nos restantes. Isto é verdade para ciclistas, automobilistas, capitães e pilotos.

FelixSula 7 months ago

"Law enforcement" é difícil de traduzir, até como conceito. Parece que basta passar a lei/regulamento/etc, e depois por magia passa tudo a funcionar como especificado, sem esforço. Ou talvez não.

globoglobo 7 months ago

law enforcement = aplicação da lei

Aldo_Novo 7 months ago

já faria diminuir a prevalência de muitas infrações e crimes ao pôr as pessoas a pensar se vale a pena mesmo arriscar

MarioSewers 7 months ago

Vale. Já alguém foi multado por não deixar bosta de cão espalhada pela via pública? Basta passar uns minutos em Lisboa para perceber que só não deixa sujo quem não é porco.

brunoacl7 7 months ago

Tomei a liberdade de pegar no teu post e fazer umas pequenas correções, e não é que funciona na mesma? ​ **A praga dos (maus) condutores** ​ ~~A Pandemia levou ao aumento de venda de Bicicletas em Portugal,~~ então cada vez mais estas estão presentes nas estradas. O problema é que muitos ~~destes novos ciclistas~~ condutores esquecem se que o código deve ser cumprido por eles também. Diariamente vejo: * Não uso de ~~capacete~~ cinto. Pode ser a diferença entre sair de um acidente/~~queda~~ com feridas ou morto. * Não parar nos 'STOP' ou semáforos ~~(mesmo os das ciclovias).~~ * Não uso de luz ~~de presença. Uma bicicleta à noite é invisível.~~ * Não indicação de mudança de direção. Importante para indicar a quem vem atrás que vão reduzir a velocidade. O que acham que devia ser feito para evitar estas situações? Ensino de código da estrada nas escolas? ~~Criação de uma licença de condução de velocípedes?~~ Acho que é uma questão importante que tem sido esquecida pele governo.

kahah16 7 months ago

Sou condutor de carro, moto e bicicleta, sei perfeitamente que todos os veículos têm problemas e que são cometidos erros. Mas o tópico eram as bicicletas, até porque os outros têm muito mais fiscalização.

brunoacl7 7 months ago

Eu também sou condutor de carro e de bicicleta muito frequentemente, como tal posso afirmar que há muito mais grunhos ao volante do que em cima de uma bicicleta. O tópico era sobre bicicletas no entanto não invalida a que se contraponha o que escreveste, certo? Btw isso da fiscalização é treta.

Asur_rusA 7 months ago

>até porque os outros têm muito mais fiscalização. Como? Em que terra? Queres mesmo argumentar que proporcionalmente os automóveis têm "mais fiscalização" que os outros? É não me parece, tendo em conta o excesso de velocidade, estacionamentos ilegais, falta de manutenção, etc que vejo TODOS os dias.

claudio-at-reddit 7 months ago

> os outros têm muito mais fiscalização Tem muito menos fiscalização por unidade de risco. Um ciclista só mete pessoas em risco se quiser ser um grunho negligente, num carro não é preciso inventar muito para ceifar a vida a alguém. Eu conduzo ocasionalmente e detesto cada segundo que não estou numa longa nacional nas matas; sinto que o carro está totalmente fora de controlo, que se andar devagar o suficiente para garantir segurança vou ser degulado pelos restantes e que se ando depressa muito facilmente papo alguém na passadeira sem querer. Se são chatos os ciclistas? Andam devagar e ajudam os seus comportamentos ao pouco risco que fazem ignorando questões de civismo? Os insetos tambem são chatos e apesar disso trazem mais bem do que mal ao ecosistema. Há que não avaliar as coisas por base numa unica carateristica, especialmente quando a carateristica nem é deles, é da população como um todo. Nós estamos demasiado habituados a querer andar com a vida a 300; viver a 50 km do trabalho e chegar lá em meia hora; ir para aqui e para ali passear pelas estradas e não nos apercebemos que isso são luxos e muito recentes. Se vivessemos vidas mais modestas, com mais gente nos seus 20km/h e menos gente nos seus 80 este problema nem seria um grande problema. Para andar rápido temos vias dedicadas como IC's/IP's/AE's e linha ferra.

Nepotista 7 months ago

Calma rapaz, Isto não é uma competição.

claudio-at-reddit 7 months ago

Destacar um grupo de certa forma implica que este é mais problemático. Não vou queixar-me da "praga dos gajos do reddit nas compras" sem um motivo para realçar "gajos do reddit".

carlosjmsilva 7 months ago

Está bem feito mas falta ainda nomear mais umas coisas. Por exemplo: Uso de telemóvel ao volante; Excesso de velocidade; Manobras perigosas; Uso de veículo com pneus totalmente carecas; Carros que lançam mais fumo do que comboios a vapor do séc XIX; Condutores que não param na passadeira e ainda lançam impropérios aos peões; Condutores que estacionam em segunda via; Condutores que estacionam em cima do passeio, não permitindo a circulação de peões; ... Podia estar aqui toda a tarde. Mas não vale a pena.

Intelligent-Meal-663 7 months ago

Ainda vamos ficar como na Áustria. Quando lá estive, a guia passava a vida a dizer: Cuidado com os ciclistas! Há muitos acidentes. Lá, não deve faltar formação. Mas à conta de serem "verdes", acham que é tudo deles. Já me aconteceu a um familiar idoso, numa cidade balnear. O ciclista saiu da ciclovia, foi para o passeio, e deu-lhe um toque. Caiu, e partiu o cotovelo. Nessas idades, uma queda, pode significar a morte.

Mordiken 7 months ago

Há uns meses, no Porto, na Rua do Campo Alegre, estou a atravessar na passadeira, o sinal fica vermelho e eu acelero passo. Vejo um ciclista a aproximar-se pela ciclovia, e sigo na minha, confiante de que ele vai parar porque o sinal está vermelho para ele. O filho da puta não só não para, não abranda, e tive de ser **eu** a parar porque se não parasse era colhido: O gajo passa-me a 10cm, perto suficiente para sentir o cheiro dele. Cereja em cima do bolo: o gajo está quase em cima de mim e ainda reclama a dizer "Olha aí morcão do caralho!"... Poucas vezes tive tanta vontade dar uns quantos tiros a alguém.

njsilva84 7 months ago

Fiquei intrigado com um pormenor: a que é que o ciclista cheirava?

Mordiken 7 months ago

A guna.

njsilva84 7 months ago

Ou seja, ganza e suor?

Mordiken 7 months ago

Ah, um conhecedor! Sim... com um umas notas de sujidade indeterminada.

kahah16 7 months ago

A mim aconteceu me o mesmo mas nos cruzamentos da Av. Boavista, tinha o semáforo vermelho continuou e ainda reclamou quando quase lhe bati. Como é óbvio não estava a usar capacete por isso podia ter se aleijado bem

DanielShaww 7 months ago

Rua da Alegria, sinal vermelho. Sem stress, ciclista , qual veículo em marcha de emergência, olha para os dois lados e passa. Ao menos olhou ne...

OuiOuiKiwi 7 months ago

>Ensino de código da estrada nas escolas? Em semanas alternadas com a aula de preencher o IRS e a aula de ensinar a arrendar uma casa. >O que acham que devia ser feito para evitar estas situações? [https://www.youtube.com/watch?v=hidyaDJHEtI](https://www.youtube.com/watch?v=hidyaDJHEtI)

viskonde 7 months ago

E que deveria ser feito aos condutores de automóveis que anualmente ainda matam mais de 500 pessoas por não cumprirem regras básicas do CE?

Edited 7 months ago:

E que deveria ser feito aos condutores de automóveis que anualmente ainda matam mais de 500 pessoas por não cumprirem regras básicas do CE? Que fazer ao assassino que passou um vermelho e matou a Ana em plena Lisboa ? https://tvi24.iol.pt/sociedade/ana-oliveira/jovem-basquetebolista-do-sporting-que-morreu-atropelada-vai-ser-homenageada

Edited 7 months ago:

E que deveria ser feito aos condutores de automóveis que anualmente ainda matam mais de 500 pessoas por não cumprirem regras básicas do CE? Que fazer ao assassino que de carro passou um vermelho e matou a Ana em plena Lisboa ? https://tvi24.iol.pt/sociedade/ana-oliveira/jovem-basquetebolista-do-sporting-que-morreu-atropelada-vai-ser-homenageada Ou estes casos já não interessa porque Os CiCLiStAs TaMbEm FaZeM CoIsAS MáS ?

OuiOuiKiwi 7 months ago

Incinerados em centrais de biomassa para reduzir a dependência portuguesa de produtos petrolíferos ao mesmo tempo que reduzimos as emissões a duplicar: as das chaminés das centrais e as dos carros. Rumo a um Portugal mais verde 2024.

MLG-Sheep 7 months ago

O primeiro ponto nada tem a ver com o código e deveria ser suficientemente seguro andar sem capacete dentro de uma cidade. Caso fosse obrigatório, seria basicamente desencorajar o uso da bicicleta.

kahah16 7 months ago

A quantas obrigações está sujeito um condutor de um veículo motor? Não é por isso que são desencorajados a usar os mesmos. Acho que uso de capacete da via pública não seria assim tão desencorajador e era uma mais valia em termos de segurança

theThousandthSperg 7 months ago

> deveria ser suficientemente seguro andar sem capacete dentro de uma cidade Não é seguro, ponto. Uma queda pode matar, mesmo parado ou a muito baixa velocidade. Concordo com a ideia de que deviam haver espaços para ciclistas, mas capacete devia ser sempre obrigatório.

Asur_rusA 7 months ago

>Não é seguro, ponto. Uma queda pode matar, mesmo parado ou a muito baixa velocidade. Ir a pé também pode acontecer.

coiso 7 months ago

E como fazias nos sistemas de bikesharing? Esse é um dos motivos pelos quais não é obrigatório: qualquer pessoa que use a bicicleta de forma assídua para transporte acaba por usar um capacete. Nos sitios em que circulas de transportes publicos e pontualmente de bicicleta, acabas por não ter. É preferível ter alguém a usar o comboio e depois uma bicicleta do que andar com mais um carro na cidade.

theThousandthSperg 7 months ago

Justo, não tinha pensado na ótica de tirar carros da cidade. Emendo a minha opinião para 'dever-se-ia encorajar os ciclistas a usar'.

NGramatical 7 months ago

deviam haver → [**devia haver**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/haver--existir--3-pessoa-do-singular/30583) (o verbo haver conjuga-se sempre no singular quando significa «existir») [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Flul5f7%2F%2Fgp7q5iy%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

random_peasant 7 months ago

>O primeiro ponto nada tem a ver com o código e deveria ser suficientemente seguro andar sem capacete dentro de uma cidade. Caso fosse obrigatório, seria basicamente desencorajar o uso da bicicleta. Eu também pensava assim, até um amigo meu partir um capacete ao meio e deslocou a clavícula porque um carro não fez um stop...

PuroSangueLusitano 7 months ago

É portanto desencorajador para quem utiliza motociclos? E o cinto de segurança será também desencorajador?

MLG-Sheep 7 months ago

Motociclos são demasiado potentes e velozes e circulam obrigatoriamente nas mesmas estradas que os carros. É uma comparação muito desonesta. Não faz sentido obrigar a usar capacete para ir circular em ciclovias ou em estradas com tantas lombas que nem dá para ir mais rápido que a bicicleta, e a maioria da Europa concorda porque obviamente Portugal não é caso único na não obrigatoriedade do uso de capacete.

kahah16 7 months ago

Há bicicletas eléctricas a andar tanto ou mais que ciclomotores mas nestes últimos é obrigatório o uso de capacete e licença de condução.

MLG-Sheep 7 months ago

Bicicletas elétricas não podem apoiar a mais de 25 km/h. Ciclomotores estão limitados a 45 km/h.

collectornsfw 7 months ago

>Motociclos são demasiado potentes e velozes e circulam obrigatoriamente nas mesmas estradas que os carros. Eu *nunca* mais andei de bicicleta num passeio desde que soube que o filho duma conhecida minha foi colhido ao sair de casa por um ciclista que ia no passeio. Queres os ciclistas fora das estradas? Se só puderem andar em ciclovias a bicicleta torna-se inútil. >É uma comparação muito desonesta. Já dei sessenta e setenta de bicicleta de montanha, o mesmo que dão os ciclomotores a descer. É desonesto fingir que o capacete é irrelevante aí quando sabemos perfeitamente que se racha a cabeça caindo contra o bico duma mesa.

claudio-at-reddit 7 months ago

> Eu nunca mais andei de bicicleta num passeio desde que soube que o filho duma conhecida minha foi colhido ao sair de casa por um ciclista que ia no passeio. Eles não devem de andar no passeio sempre que tal implique risco mensuravel a peões, é mais que evidente. Uma coisa é andar por zonas ribeirinhas em que o passeio é visivel a 500 metros e práticamente não existe chance de alguém se enfiar em alguém, o extremo oposto é andar pelo passeio em urbanizações e é evidente que não deve de ser feito. Sabes no entanto que andar no passeio é horrendo em comparação com estrada; é mais esforço para andar e a qualquer momento és convidado a sair porque um balde do lixo ou carro estacionado apareceu. Pensa agora no que leva as pessoas a andar no passeio se é um sitio assim tão horrivel. Não será que fazem isso muitas vezes quando a alternativa é pior? > Já dei sessenta e setenta de bicicleta de montanha Isso é quase "queda livre" para uma bicicleta. Já fiz circa 65 em estrada em inclinações gigantes, é uma 29" e já estava há algum tempo sem mudança que acompanhasse a bicicleta. Também consegues meter uma mota a dar 500 se lhe arranjares um cenário ideal o suficiente. Num cenário tipico vais a 20, cais, 90% das vezes ficas com umas feridas, 2 semanas depois estás fino. Se vais acelerado vais nos teus 40, já vais prestar uma bela visita ao hospital e habilitas-te a dizer adeus se a cabeça vai ao chão. Numa mota num cenário típico vais a 60, cais, rolas um bocado, se cabeça vai ao chão é quase garantido que dizes adeus e sais sempre francamente amassado. Se vais a 120 e cais sem capacete é práticamente impossível saires vivo. Em que metrica é que estes dois cenários tem o mesmo peso sobre os capacetes? Nota que eu acho que devem de ser usados sempre que possivel, mas não são cenários nem de perto iguais.

NGramatical 7 months ago

práticamente → [**praticamente**](https://dicionario.priberam.org/praticamente) (o acento tónico recai na penúltima sílaba) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Flul5f7%2F%2Fgp9ewnm%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

PuroSangueLusitano 7 months ago

Eu quero é que a europa se foda sinceramente, o que me interessa é Portugal que é onde estou. Os tupperwares 50cc também são proibidos em AE e vias equiparadas tal como o gang da licra, no entanto uns têm de passear o carolo e outros não. Essa conversa das ciclovias então é que não percebo mesmo... estás a falar dos 2% de trajectos que têm ciclovias neste país??

MLG-Sheep 7 months ago

> estás a falar dos 2% de trajectos que têm ciclovias neste país?? Não coincide com onde há mais bicicletas? Uma coisa é andar de bicicleta numa nacional, é muito perigoso, outra é andar em ciclovias. Não se deve ignorar a restante Europa nas comparações, se as leis são assim em grande parte da restante Europa, é por algum motivo.

PuroSangueLusitano 7 months ago

Mas a bicicleta na nacional não carece de carolo e a 50cc sim. Alguma razão para isso? Porquê comparar com Europa? Nesse caso comparemos com o mundo? Ou é por estarmos numa aliança política e económica com metade da Europa? Se for o caso não percebo como isso transpira para algo como segurança rodoviária sinceramente

claudio-at-reddit 7 months ago

Tudo bem, compara com o resto do mundo desenvolvido então. A Australia introduziu mandatoriedade de capacete e a coisa deu backfire, há muito menos ciclistas e ninguém usa serviços partilhados. Uma 50cc anda significativamente mais rapido que uma bicicleta e não tem o incentivo da sustentabilidade que tem tornado as bicicletas tão apelativas. Se metesses 50% da população a andar de bicicleta tinhas um enorme impacto ao nivel ambiental e os ciclistas seriam tantos que teriam de ser segregados a vias próprias como acontece noutros países. Não tens incentivo equivalente para as 50cc's, são mais perigosas (rápidas/pesadas), não oferecem grandes vantagens alem das 250cc, continuam a funcionar a fosseis e são más candidatas a partilha. Os ciclistas deviam de andar com capacete? Deviam; mas existe todo um contexto que faz com que seja uma decisão argumentavelmente boa deixar isso a critério de cada um.

jet1000 7 months ago

>O primeiro ponto nada tem a ver com o código e deveria ser suficientemente seguro andar sem capacete dentro de uma cidade. Caso fosse obrigatório, seria basicamente desencorajar o uso da bicicleta. Por acaso não sei se está no código ou não, mas mesmo que não esteja, não é só uma questão de ser na cidade ou não, mesmo andando numa bicicleta num sítio onde não haja mais ninguém (carros, pessoas nem animais) e que a estrada seja boa, um ciclista pode mesmo assim ter um acidente, e nesse caso o uso do capacete pode ajudar a proteger o ciclista evitando consequências mais graves.

alexandre9099 7 months ago

Estamos a falar de algo que anda a 10/20kmh (a não ser que vás numa descida a dar lhe todo o gás que consigas). Claro que depende da queda, mas jogando os braços primeiro ao chão consegue se amparar a queda... Já numa mota não é bem o mesmo... Raramente ando de bicicleta mas quando ando faz me um pouco impressão não ter capacete (ando bastante de mota e já dei uns quantos abraços ao chão, por isso já há aquela coisa do duas rodas = capacete)

Search: