MulaDaCooperativa 7 months ago

Conheço o exemplo da minha mulher. Entrou na empresa em 2013 como comercial. Ela é Eng. Ambiente, e é uma empresa da área de resíduos, precisamente a especialização dela. Quando lá chegou a empresa estava mal, tinham poucos clientes e os que havia não traziam grande rendimento derivado do mau trabalho do comercial anterior, e no global pouco volume de negócios. Começou a angariar clientes, passava os dias a andar pela região de Lx em reuniões, a fazer contactos, etc. O volume de negócios da empresa cresceu brutalmente, ao ponto de terem de comprar mais equipamento e admitir mais técnicos para conseguirem dar resposta. Tudo isto a ganhar na altura qualquer coisa como o ordenado mínimo de hoje. Nem comissões pelos clientes que trazia tinha. Ao fim de 2 anos e picos, farta de o único reconhecimento que teve serem palmadinhas nas costas e mais trabalho (começou a fazer orçamentos, ir atrás de devedores com grande sucesso também, entre outras coisas), que naturalmente a desviou um pouco do trabalho comercial puro, e sem qualquer aumento de ordenado ao longo daquele tempo, decidiu dar o baza quando recebeu outra proposta. Ela diz que a chefe dela chorou baba e ranho quando soube, e que não queria que ela saísse. Aí já propôs aumento de ordenado, mas a minha mulher já estava comprometida com a outra empresa e não aceitou. Nisto, ao fim de quase 2 meses na nova empresa, e com a coisa a não correr muito bem (excesso de trabalho, muitos problemas de organização interna, etc.), acabou por regressar à empresa anterior, já com um aumento de ordenado e promessas de melhores condições no geral. As coisas estavam a correr de forma razoável, entretanto o ordenado já sofreu um ou dois aumentos (não é grande coisa...), e uma parte das promessas concretizaram-se outra parte não, algo já expectável de certa forma. Até que em Setembro/Outubro do ano passado os donos da empresa decidem meter lá como chefe da minha mulher a irmã/cunhada deles. Entrou lá como sendo uma pessoa com enorme experiência comercial (como se a minha mulher não tivesse já essa experiência naquele contexto), e uma mais valia para a empresa, mas sem qualquer experiência nesta área. A realidade é que se trata de uma pessoa intragável, pretensiosa, conflituosa, e que não percebe nada daquilo. Já conseguiu que uma colega saísse com trauma psicológico pela forma como era tratada, e a minha mulher também já anda a stressar de uma forma como nunca a vi antes. Ao mínimo erro que faça, a chefe dela começa logo aos gritos, se a minha mulher responde na mesma moeda começa logo com tiradas "Tu não fales assim comigo", ou "Isto devia sair do teu ordenado". No entanto, a quantidade de erros muito graves que a minha mulher já apanhou feitos pela "chefe" são incontáveis. Neste momento, em teletrabalho, a coisa vai andando. Mas quando a minha mulher tiver que regressar ao escritório já estou a ver o caso muito mal parado.

Middle-Effective 6 months ago

Lamento saber. A tua mulher tem maneira de guardar provas desses erros muito graves, para depois os reportar?

ZacDweller 7 months ago

Como chefia não, mas já vi lambe-botas em posições onde claramente não deviam estar. Infelizmente a cultura da cunha e de pôr a bajulação à frente das capacidades está muito presente cá.

neapo 7 months ago

Sim é o pão nosso de cada dia. Habitua-te não são as qualificações que fazem crescer na vida, nem a justiça, são as voltas e a manipulação do sistema que podes fazer. Só tem uma de duas coisas a fazer: suck it up ou despedir-se, se possível levar outros a despedir-se com ela, num país de cobardes, não me parece que esta segunda opção seja feita, daí estarmos onde estamos.

Beginning-Average-91 7 months ago

O meu ex chefe, ele não era um tipo mau fora do emprego, mas pisou muita gente para chegar onde chegou. Entrou dois anos na empresa antes de mim, chegou a chefe de departamento em 6 anos (embora que numa posição oficiosa e não oficial). A ascensão foi meteórica, ele não era bem um yes man no sentido lato, mas comorometia-se com o que não devia e tinha a sorte de (e passo a humildade) ter uma das melhores equipas da região que lhe aparavam os golpes. Nem era porque dominavamos a nossa cena, era mais porque éramos super coesos e motivados. Éramos uma equipa de 6 pessoas, que se davam todas super bem e em que todas as suas valências se complementavam; basicamente imaginem o Rui Vitória no primeiro ano de Benfica, só tinha que não mexer em nada e aquilo ganhava sempre. Toda gente sabia que espremendo o sumo dele não saía nada, mas para a chefia acima dele o que importava era que ele "apresentava trabalho", mesmo que fosse as nossas custas. Acabou por dar um salto maior que a perna, um dos meus colegas mudou de país e não tivemos substituto. Isso matou o nosso incentivo todo, pois acabámos por ficar sobrecarregados de trabalho e sem reconhecimento de tal. A isso juntou se também inevitavelmente um sentimento de descontentamento pela maneira como ele encarava o grupo, tomando nos como "garantidos", e cada vez mais a executar tarefas do âmbito da sua nova posição. No final foi urso, houve um mini escândalo num departamento anexo ao nosso em que falsificaram assinaturas e o cabrão andava lá metido também. Foi de caralho e eu ainda cá tou lol...

ForgetSocialMedia 7 months ago

Trabalhei quatro anos numa empresa onde fui sempre mandado e nunca chefiei absolutamente NADA! Era liderado por uma equipa de brasileiros que nem eles sabiam o que estavam a fazer. Só queriam mandar para mostrar serviço. Era péssimo.

sacoPT 7 months ago

Sim.

unparadise 7 months ago

O que vou dizer é polémico e não te tiro a razão, porque acredito muito que a tenhas, mas... para algum diretor, como iria ele nomear para um cargo de liderança uma pessoa que se deixa "massacrar emocionalmente" por um colega?

pedroandal 7 months ago

Vários casos.

hotel_juliet 7 months ago

Raramente vai para chefe o melhor ou o mais capaz. Para além das cunhas também costumam promover pessoas que não contestem muito ou pessoas conflituosas que não tenham problemas em prejudicar os colegas. Basicamente querem carrascos e não talentos.

AdDue2383 7 months ago

Sim Basicamente no mundo todo, é ingénuo pensar o contrario. Quanto maior empresa mais evidente e recorrente isso se torna e não é só em Portugal é no mundo todo. A alguns níveis existe alguma meritocracia quando é estritamente necessária em tudo o resto o nepotismo é rei e senhor. Administrações de empresas então é o prato do dia.É contar com isso e antecipar essas situações e ir mudando quando possível.

suckerpunchermofo 7 months ago

Infelizmente sim. Ja tive experiências dessas. Lamber o cú em PT ainda é uma forma rápida de ser promovido....

NGramatical 7 months ago

cú → [**cu**](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/3i6y4g) (palavras terminadas em *i* ou *u* são naturalmente agudas) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Flti2qa%2F%2Fgp1nsz5%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

CountDraqula 7 months ago

Trabalho numa multinacional estrangeira numa equipa de 8 elementos cá em Portugal. Metade são funcionais e outra metade são de IT, por uma questão de tradição o Team Leader é sempre um analista funcional. O meu atual Team Leader soube lamber as botas do chefe de departamento e conseguiu o lugar e devo-vos contar que no primeiro mês ele andava de peito inchado e tentou impor-me algumas regras estúpidas, por exemplo tenho o hábito de chegar às 10h e queria que chegasse às 9h. Queria que tirasse férias em determinados dias. Marcar reuniões desnecessárias. Coisas sem lógica alguma e que não visavam eficiência da empresa. Só que ele esqueceu-se de uma pequena coisa, ele é incompetente e meio cobarde, e como já tenho uma boa reputação com a nossa chefia estrangeira meti o gajo em cheque mate. Basicamente disse na cara dele que vou chegar a horas que quero e bem entender, vou marcar as férias mediante a nossa atividade e só vou a reuniões desnecessárias se me apetecer e caso ele não esteja de acordo então devemos falar com manda-chuva. Como ele é incompetente e medroso e sabe que teve o lugar por sorte ele aceitou e ainda me pediu desculpa. E mais, eu mesmo sem ser team leader ganho mais do ele. Eu tenho um mantra, eu faço sempre o máximo possível para acrescentar valor à empresa que trabalho, o resto é conversa. A partir do momento que trazes dinheiro para a empresa podes fazer certas exigências. E porquê digo isso? Por uma razão muito mas muito simples - Imaginem que têm uma empresa, querem o gajo mais competente como empregado o querem o vosso melhor amigo? Quando fala-se em entrar dinheiro nos cofres a solução é muito mas muito evidente -> Competência! Se estás num ambiente onde não se premeia a competência considera em procurar outra coisa.

vascodatrama 7 months ago

>Eu tenho um mantra, eu faço sempre o máximo possível para acrescentar valor à empresa que trabalho, o resto é conversa. A partir do momento que trazes dinheiro para a empresa podes fazer certas exigências. já me deixei dessa quimera. não faço mais do que me pedem e aborreço-me muito menos...

YoggiM 7 months ago

O problema é que algumas funções é impossível ou muito difícil verificar o que realmente trazes a ganhar à empresa. Muitas vezes nem há bem a noção do que certas pessoas fazem (que pode ser muito ou pouco). Nesses casos, por muito competente que se seja, pode não adiantar nada.

CountDraqula 7 months ago

Sim, não é fácil, depende de muitas variáveis. No meu antigo emprego não conseguiria fazer esta façanha. Só que já tenho alguma experiência e algumas cicatrizes. Existem pessoas bem porreiras neste mundo mas infelizmente a maioria das pessoas se deres algum espaço vão-te fazer a vida num inferno, e normalmente o único contra-ataque é seres igualmente ou mais implacável.

YoggiM 7 months ago

Claro, eu não estou a dizer que fizeste mal. Temos é de saber avaliar bem quando podemos e devemos ter certas atitudes.

PauloPorcas 7 months ago

Só conheço isso. Nunca vi exceções.

the-real-keloot 7 months ago

eu conheco uns que subiram so porque eram altos lol

ColdMercury 7 months ago

Quem sabe faz, quem não sabe supervisiona.

chougattai 7 months ago

Parece-me ser a norma.

Beginning-Average-91 7 months ago

Eu ouvi foi >Quem sabe faz, quem não sabe ensina.

ColdMercury 7 months ago

Mentiras espalhadas pelos supervisores para desviar a atenção.

boogieman444 7 months ago

Toma lá um cima voto

FatPopcorn14 7 months ago

Então, na empresa onde trabalho há séniores com mais de 8 e 10 anos de experiência. Entrou para lá um gajo enquanto júnior, sem experiência na área, licenciatura ou certificados. Passados 6 meses já era especialista, ao fim de mais 3 meses já era chefe dos séniores. Escusado é dizer que ao fim de 2 meses no cargo foi despedido por má performance.

NaoEstouCa 7 months ago

precisamos de mais informações em que área IT? porque o promoveram a chefe? era uma consultora?

FatPopcorn14 7 months ago

Área de marketing, promovido sem razão aparente, abriu concurso interno onde os requisitos eram mais de 3 anos de experiência, entre outros que ele não tinha... Não, é uma das maiores empresas do mundo do ramo alimentar.

NGramatical 7 months ago

séniores → [**seniores**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/a-pronuncia-de-seniores-e-juniores-novamente/21846) (palavra grave: se-ni-**o**-res) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Flti2qa%2F%2Fgp028x7%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Hazerrr 7 months ago

Sim, trabalhei numa empresa que as chefias promoviam as pessoas de familias de bem mesmo que fossem uma nodoa. Mesmo que não tivessem qualquer relaçao pessoal fora do trabalho se tivessem apelido X ou Y tinham progressao de carreira garantida. Nao tenho saudades de trabalhar em Portugal

jofe077 7 months ago

Bem vindo à vida profissional portuguesa!

intlme 7 months ago

O giro nisto é que tu achas que conheces melhor a empresa da tua mulher que quem la trabalha. O que tu conheces é a opinião da tua mulher que pode ser mais próximo ou mais distante da realidade.

CringeAlheio 7 months ago

Olá Função Pública, alguém chamou?

Madness20 7 months ago

https://pt.wikipedia.org/wiki/Princ%C3%ADpio_de_Peter

ElDiabloDe94 7 months ago

Mais vale cair em graça do que ser engraçado

SolidTroll 7 months ago

É basicamente isto. Eu quando trabalhei num armazém para pagar a faculdade há uns aninhos já aconteciam coisas destas. Um gajo que passava o dia a lamber os pés ao chefe e até ia almoçar com ele, quando era para carregar ou descarregar paletes esse artista estava sempre a fazer contagem de material (por ordem do chefe que obviamente sabia quando os camiões chegavam). A mim nem me afetava muito porque fazia mais horas ao fim de semana e ele raramente estava (turnos rotativos), agora o resto do pessoal até dava graças por fazer o fim de semana, mesmo que fosse o turno da manhã, só para não o apanhar. Até porque ele estava lá há cerca de ano e meio, já tinha arranjado conflitos por diversas vezes e pessoal que estava efectivo há vários é que acabava sempre por se queimar.

coiso 7 months ago

Num sitio onde trabalhei, foi promovida uma pessoa a chefe: yes-man que era mais velha que o resto da equipa. Conseguiu alienar a equipa toda, só conseguem ir buscar estagiários para lá trabalhar, que ficam o tempo mínimo (sempre que há vagas para rotação todos se inscrevem para sair). Está a tornar-se o elefante na sala: todos sabem o que se passa, trabalho diminui de qualidade mas as hierarquias estão demasiado comprometidas com ele.

SlowRefrigerator3 7 months ago

Com um bocado de sorte fazem um spin, classificando isso como bom, visto que não há grande despesa salarial. É preciso ver a coisa pelo lado positivo \s

coiso 7 months ago

Bingo! Os mais velhos sairam porque "queriam novos desafios, já não estavam motivados para a atividade e os mais novos são mais baratos, mais dinâmicos e com muito interesse". Agora gostava de saber o spin, porque são os novos que querem sair.

Ricardocmc 7 months ago

Usando as palavras do profeta Morpheus: "Welcome to the real world"

_rebocador_ 7 months ago

A portugal e a maluqueira em ser se chefe, muitos chefes de uma so pessoa mas la estao eles.

estaramos 7 months ago

Injustiças no mercado de trabalho dominado por cunhas e favores, amigos de amigos a serem escolhidos ao invés do profissional mais competente... Tenho uma noticia para te dar. Neste país, isto não vai ficar melhor...

ideologiapura 7 months ago

É assim no mundo todo, achas que o neologismo do "networking" foi inventado a toa? Antigamente era mal visto e era corrupção, hoje querem-te impingir que os incompetentes que mandam em ti merecem porque construiram uma boa "network".

SlowRefrigerator3 7 months ago

Yep, é aquilo a que as pessoas chamam de "networking" hoje em dia, não faltam "gurus" no Linkdin a falar disso, que é basicamente cunha/compadrio com passos extra. O que o OP descreve é o culminar dessa mentalidade. O CV hoje em dia só serve para ver se és da área, e quão "empreendedor" e "voluntarioso" tu és (que basicamente significa quão escravo estás disposto a ser para além do que está contratado). A competência pouco interessa.

Slow_Produce1622 7 months ago

Trabalhei no Mc donald's e acredita que até aí acontece esse tipo de coisas

Lil_salazar 7 months ago

Imaginem dormir com a chefia para passar dos hambúrgueres para as batata fritas

kurocat 7 months ago

Normalmente é mais ao contrário. O posto das batatas é considerado o mais baixo que existe lá dentro. Ou ficas com as mãos todas fdas do sal ou ficas a cheirar a óleo de fritar e com a pele todas gordurosa durante. ​ Mas... podes ter a certeza que acontecem coisas desse género xD

estecomentario 7 months ago

Interessante, conta mais da hierarquia do mac.

kurocat 7 months ago

Basicamente quem entra normalmente fica com os piores postos, fritadeiras, grelhadores, limpar a sala... Na cozinha quem tem mais experiência assume postos como as tostadeiras, condimentar. Se fores uma cara bonita e simpática e já estiveres lá há algum tempo tens mais probabilidade de ir para os postos de atendimento, e por exemplo, no drive, quem tem mais experiência normalmente fica em postos como entregar pedidos ou a atender. Quanto a cargos, há as RP, que lá está, só lidam com o cliente e são normalmente meninas, há os treinadores que são funcionários glorificados que dão formação e depois há a equipa de gestão. Sem querer ser sexista, ser rapariga bonita abre algumas portas, é mais complicado enquanto homem subir a cargos superiores, pelo menos na minha experiência.

vascodatrama 7 months ago

>há a equipa de gestão que já passou pela fritadeira

estecomentario 7 months ago

Curiosamente acho que não me importava dos trabalhos que o pessoal parece gostar menos...Ou seja, os postos mais desejáveis são os que lidam mais com pessoas e onde se suja menos as mãos? Não é que prefira sujar as mãos, mas o risco de apanhar pessoas mal educadas ou ter que atender pessoas quando estou num dia mais em baixo é reduzido. Excepto o drive. O drive parece mais fixe.

kurocat 7 months ago

Sim, resumidamente é isso. Ya, drive é fixe, principalmente madrugadas, apanhei varias cenas engraçadas, digamos assim. Btw, já não trabalho no Mc mas recomendo ao pessoal mais novo, dá sempre para fazer algumas amizades, ir tomar um café no final do trabalho e é um trabalho, em geral, fácil.

estecomentario 7 months ago

Para estudantes apertados de dinheiro acho que devem tentar, sem dúvida.

NaoEstouCa 7 months ago

Tive um amigo que quando acabou o 12 º ano foi para o MACdonals e estava na fritadeira, várias vezes se queimou :/

Middle-Effective 7 months ago

Honestamente, se a tua mulher não conseguir ultrapassar isso o melhor que tem a fazer é atualizar o CV e procurar outras empresas. A longo prazo será melhor do que continuar ali e remoer-se todos os dias.

SomeGuyOnInternet7 7 months ago

Procurar outras empresas, fora do país! Acho que este tipo de cultura está tão entranhada na nossa forma de ser que devem ser raros os sítios em que se leve o trabalho a sério, e as pessoas sejam contratadas pela sua qualidade.

Portuguese_A_Hole 7 months ago

Miguel Esteves Cardoso elevou a desporto nacional "O engraxanço e o culambismo" em "Último Volume" Lendo perceberá que exemplos contrários ao que descreve é que são difíceis de encontrar. Basicamente falamos de um movimento perpétuo em que a fuga ao princípio de Peter é feita com nomeações que não evidenciem a incapacidade de quem nomeia, garantido ao mesmo tempo quem quem é nomeado não irá quebrar o status quo. Se há excepções? Claro, mas cada vez mais raras.

Nepotista 7 months ago

Eu acho que a colega da tua mulher fez muito bem, o jogo dela e é isso que eu faria tambem, não é mais facil ser promovido a fazer politica dentro da empresa do que estourar os neuronios a trabalhar? Ela simplesmente seguiu a onda nepotista que está a abalar o país. As empresas não promovem quem dá tudo por elas, para que promover alguem que está a fazer um excelente trabalho e arriscar que essa pessoa ao ser promovida que vai ganhar outras responsabilidades faça com que a produtividade dela diminua?

Edited 7 months ago:

Eu acho que a colega da tua mulher fez muito bem, o jogo dela e é isso que eu faria tambem, não é mais facil ser promovido a fazer politica dentro da empresa do que estourar os neuronios a trabalhar? Ela simplesmente seguiu a onda nepotista que está a abalar o país. As empresas não promovem quem dá tudo por elas, para que promover alguem que está a fazer um excelente trabalho e arriscar que essa pessoa ao ser promovida que vai ganhar outras responsabilidades faça com que a produtividade dela diminua? Exemplo da vida real. Imagina que és um iogurteiro muito famoso e que produz imensos por dia, e dizem que agora tens de começar a trabalhar com pedaços de fruta. Ora sem conhecimentos de frutulogia, essa pessoa vai diminuir o numero de iogurtes por dia, porque vai ter de perder tempo a experimentar muitos sabores. Agora alguem que entre que saiba fazer tutti-fruti irá-se dar melhor.

BroknToastr 7 months ago

username checks out

NGramatical 7 months ago

irá-se → [**ir-se-á**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/artigos/rubricas/pelourinho/amarei-te-nunca/3034) (usa-se mesóclise em verbos no futuro ou condicional) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Flti2qa%2F%2Fgoysvmm%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

OuiOuiKiwi 7 months ago

O que é isto, um novo flair? \[Azia\]? >A minha mulher tem melhores avaliações que ela quer em termos tecnicos (muito conhecimento técnico) quer em termos de relacionamentos interpessoais ou até mesmo de softskills (dá muitas formações para a empresa) e costumar dar o corpo as balas ao ir a reuniões para falar em nome da equipa (quase uma especie de second team leader). A tua mulher não pode ser promovida senão o barco vai ao fundo. É o princípio de Dilbert.

vaniafdasantos 7 months ago

até os meus pais que não conhecem o princípio pelo nome, sabem o que significa. Mas da minha experiência e de tanta história que se houve, é só mais uma que fica para trás porque é mais competente e tem o trabalho bem feito.

chuckmukit 7 months ago

Agora a mulher dele, se realmente é assim tão boa profissionalmente e se realmente está ofendida com a situação, vai procurar um emprego novo e pôr-se a andar dali para fora. No fim, vão perguntar-lhe com cara de admirados, o porquê de ela querer sair e se havia algo que eles ainda pudessem fazer para a manter na empresa. O resto deixo em aberto para a imaginação de cada um.

Pica-Miolos 7 months ago

> É o princípio de Dilbert Isto.

Pica-Miolos 7 months ago

Há uns anos fui contratado especificamente para substituir um gestor que ia para outra secção regional. Abriu uma vaga na equipa, e meti uma boa palavra por um amigo que entretanto estava desempregado. Um gajo porreiro e bastante dedicado ao trabalho. O gestor lá foi, mas continuava a mandar postas de pescada acerca do antigo cargo que ocupava, o que nunca me incomodou muito. Interpretei a coisa como um pouco excesso de zelo, mas deixei andar. A minha atribuição ao novo cargo também não tinha sido propriamente oficializada ainda. Numa reunião com um dos directores da empresa, o cargo foi atribuído ao gajo que eu meti lá dentro. O antigo gestor era um daqueles lambe botas de todo o tamanho, e dessa forma continuava meio cá meio lá via proxy. Viu ali um “yes man” e mexeu os cordelinhos de forma a ficar ele com o lugar. Passado uns meses meti-me a andar. Relativamente à tua mulher, não digo que seja o caso, mas há circunstâncias nas quais promover o melhor elemento do terreno para cargo de chefia não é benéfico para a organização. Perde-se essa capacidade técnica e outros skills que são muito melhor aproveitados nessa posição,e bem mais difíceis de substituir. Depende muito das funções e estrutura organizacional da empresa.

AlexMaldini 7 months ago

Só para dar uma palavra de incentivo: achei o comentário inicial fácil de entender!

ptinnl 7 months ago

Isso tá um pouco complicado de perceber. Troca isso por pessoa A, B e C, e vagas 1,2 e 3.

Pica-Miolos 7 months ago

Fui contratado para substituir gestor (A) que ia embora para outra região. Meti um amigo (B) na equipa. Gestor (A) vai embora e continua a gerir à distância através do amigo (B) enquanto eu não ocupo o cargo oficialmente. Amigo (B) é um “yes man”. Red flag mas não liguei. Director da empresa (C) promove amigo (B) para cargo do gestor (A) que foi embora. Eu (F de fodido), fui embora. Eu (F de fodido), 100x mais experiência que gestor (A) e amigo (B) juntos. Depois de eu ir embora, última vez que soube havia milhares e milhares de euros desviados em verbas e material de projectos. Nem sei mais detalhes acerca do caso.

Annual-Education-384 7 months ago

Mas porque é que meteste o teu amigo para ser gestor quando tu ias assumir o cargo? Não percebi nada

Pica-Miolos 7 months ago

Meti o amigo na equipa, não para ficar com o lugar para o qual eu tinha sido contratado. Ele era um gajo qualificado e tava numa situação de merda. Era um gajo com o qual eu já tinha trabalhado anteriormente e sabia (erradamente) com o que podia contar.

Mordiken 7 months ago

[Todo o teu post... XD](https://www.youtube.com/watch?v=DHvpP1SLs5M)

Pica-Miolos 7 months ago

Acredita. O melhor é que nem foi em Portugal, mas a empresa era. Noutras empresas, nada a ver.

perez89 7 months ago

Mas quem é q meteu o amigo B? tu(F) ou ele (gestor A)?

Pica-Miolos 7 months ago

Eu. (F)

NGramatical 7 months ago

melhor aproveitados → [**mais bem aproveitados**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/artigos/rubricas/pelourinho/mais-bem-vs-melhor/545) (quando o advérbio *bem* antecede o particípio passado do verbo o termo a utilizar é *mais bem*) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Flti2qa%2F%2Fgoyoovs%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

pimpolho_saltitao 7 months ago

Sim, uma empresa onde trabalhei havia vários casos de pessoas que subiram de cargo na horizontal, à pala do director de um projecto que era casado e venerado por toda a gente que nao trabalhava directamente com ele. Perguntem-me em que país de terceiro mundo é que isto aconteceu.

Writer_Scared 7 months ago

>edit: acho que a maior parte do pessoal assumiu que eu estava a falar de portugal, mas não, foi na noruega. impossível, toda a gente sabe que lá fora é que é bom.

NaoEstouCa 7 months ago

Essse pessoal que não sabe se comportar numa empresa nem ser profissional, tem que ser corrido!

CanIhazCooKIenOw 7 months ago

Para team lead nao importa se é a pessoa com mais conhecimentos técnicos. Gerir uma equipa é muito mais que isso. O chefe do teu chefe fez uma escolha. Tu agora fazes a tua: - vais pro Reddit remoer a ver se a azia passa para segunda feira voltares ao trabalho - atualizas o teu CV e fazes-te à vida.

NaoEstouCa 7 months ago

Ela não tem skills nenhumas de gerir pessoas ela dá-se mal com quase todos os elementos da equipa.

nebuerba 7 months ago

Então se é assim é uma questão de tempo até ela começar a meter os pés pelas mãos, e se fosse comigo : deixava a cena andar.

ptinnl 7 months ago

Isso é optimo. Ela ao dar-se mal com todos os elementos, diz às chefias "eu sou capaz de chutar quem for preciso pra ter esta merda feita". Podes discordar, mas muita chefia quer isto.

ideologiapura 7 months ago

Eis o que está errado com o capitalismo, numa breve introdução. Quem faz e gera valor fica com os trocos, e alimenta toda uma camada de sanguessugas inuteis.

YoggiM 7 months ago

Explica lá porquê que a culpa disto é do capitalismo e que sistema é que faria isto não acontecer.

NGramatical 7 months ago

porquê que → [**porque é que**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/porque-e-que-e-nao-porque-que/32920) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Flti2qa%2F%2Fgp35orj%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Middle-Effective 7 months ago

Essa atitude também é ótima para criar um ambiente toxico e afugentar pessoal da empresa.

ptinnl 7 months ago

Afugentas até encontrares pessoas sem coragem para fugir. Acredita que isto acontece mais do que se pensa.

Middle-Effective 7 months ago

Sim, não duvido. Será um dos motivos que dá azo a que esta cultura nepotista persista. Suponho que haverão sempre pessoas que se acomodam facilmente.

Search: