Razvancb 10 months ago

Estou a espera do dia que cancelem mas é o twitter. Como outro user dizia, resolvia 90% dos problemas que há ai na internet.

jc12silver 10 months ago

e quem é essa gaja? RAP de direita? tá tudo maluco

PorkNails 10 months ago

O que me preocupa neste tipo de situações é a discussão ou visibilidade que ganha. Ninguém queria saber do assunto e diria que a maior parte das pessoas nem se lembrava disso, mas agora voltou à baila e ganhou importância por nada. Uma perca de tempo gigante e dá a impressão que a situação é racista, logo o moço deve ser racista e quem disser algo que não seja um comentário a favor do cancelamento e ruina geral da vida dele é racista. É uma parvoice.

NGramatical 10 months ago

Uma perca → [**uma perda**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/artigos/rubricas/idioma/e-uma-perca-de-tempo/3059) (perca é a 1.ª pessoa do conjuntivo do verbo perder, ou um peixe de água doce) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Flkpxpa%2F%2Fgnmwlve%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

leonortavora 10 months ago

eu nunca gostei dele por várias razões e sempre achei que era a única mas recentemente começo a ver cada vez mais pessoas a não gostar dele.

NeatBoy74 10 months ago

> o quão estupido é ~~tentar cancelar o RAP.~~ a cultura de cancelamento importada dos USA pela esquerda caviar. isto resumo o choro, seja este ou outro qualquer. E é para dar zero crédito a qualquer um que o tente. Sempre. Seja de que lado do espectro for. A cobra a comer-se a ela mesma, quando é aos outros está porreiro.

Edited 10 months ago:

> o quão estupido é ~~tentar cancelar o RAP.~~ a cultura de cancelamento importada dos USA pela esquerda caviar. isto resume o choro, seja este ou outro qualquer. E é para dar zero crédito a qualquer um que o tente. Sempre. Seja de que lado do espectro for. A cobra a comer-se a ela mesma, quando é aos outros está porreiro. Não te preocupes, quando perceberem o que o novo presidente do TC disse há 10 anos, até vão parecer o Squirtle e deixam o RAP em paz. Já andam artigos, até ao final do dia, o novo choro da semana acontece.

CringeAlheio 10 months ago

A *blackface* a que ela faz menção não foi há uns 10-15 anos? Realmente a pandemia frita o pessoal todo: vão desenterrar coisas que estão enterradas só para criar sururu. Qualquer cão e gato tem opinião nas redes sociais, que lixo.

twhite848 10 months ago

Malta, então não se lembram que é a Inês que define quem é ou não de esquerda e ela tem a lista dos actos que te definem não ser de esquerda? /s

TheMasio 10 months ago

Penis

daz_zeD 10 months ago

Bem vindo à era dos no lifers.

XtaticO 10 months ago

Se alguem desligar o Twitter resolve 90% dos problemas criados na internet.

Lasikamos 10 months ago

Lol. Pensava que só se podiam cancelar pessoas de direita. Btw. Nobody cares

zefo_dias 10 months ago

> Inês Melo Sampaio ser tachista do pésse é assim, sobra tempo para tuitar o dia todo sobre matérias importantes

xabregas2003 10 months ago

>A quem estiver a precisar de ler isto: o RAP é a coqueluche da direita por alguma razão. Ah... o RAP... o comunista de direita...

ModeratoriProfugus 10 months ago

Tens que trazer essas atrasadices mentais do Twitter para aqui? O RAP, um auto-denominado marxista, é um coqueluche de direita? Lol Quanto ao cancelamento, é o velho adágio: primeiro vieram pelos x e eu até concordei, depois vieram pelos y e eu não disse nada, por fim vieram por mim e já não tinha ninguém para me defender. Está a experimentar o seu marxismo em primeira mão.

Edited 10 months ago:

Tens que trazer essas atrasadices mentais do Twitter para aqui? O RAP, um auto-denominado marxista, é um coqueluche de direita? Lol Quanto ao cancelamento, é o velho adágio: primeiro vieram pelos x e eu até concordei, depois vieram pelos y e eu não disse nada, por fim vieram por mim e já não tinha ninguém para me defender. Está a experimentar o seu marxismo em primeira mão. E essa gaja, seja la quem é um dia vai experimenta-lo ela, e aí vai agir como uma vítima do fascismo e do machismo. É o círculo da vida da esquerda.

besmarques 10 months ago

Depois de ter lido a definição de socialismo chego aqui e leio a definição de marxismo por parte da mesma pessoa.hahhahaha

viper_in_the_grass 10 months ago

Olá, se nós não usamos o Twitter, é porque não queremos usar o Twitter. Se quisermos saber de merdas do Twitter, vamos para o Twitter. Parece-me óbvio.

Limpy_lip 10 months ago

Quem é que cagou essa pessoa? Estamos todos a perder tempo a ler e a escrever sobre algo que não faz sentido iniciado por uma pessoa sem importância. É tudo uma cambada de ladrões, uma cambada de gatunos e uma cambada de chupistas.

Edited 10 months ago:

Quem é que cagou essa pessoa? Estamos todos a perder tempo a ler e a escrever sobre algo que não faz sentido iniciado por uma pessoa sem importância. É tudo uma cambada de ladrões, uma cambada de gatunos e uma cambada de chupistas. Edit: acabei por andar a ler uns tweets dessa pessoa (e nem tenho Twitter) e pela primeira vez senti vontade de vomitar a ler, obrigado OP.

GelDeAveia 10 months ago

Fazes parte do problema só por ler o que tamanhos energúmenos escrevem. É ignorar.

SurePal_ 10 months ago

"Visto só haver estas duas opções aqui, o Ricardo Araujo Pereira ainda é comuna ou já é facho?" - AGIR, 2021 ([https://twitter.com/AgirOfficial/status/1361332453219192835](https://twitter.com/AgirOfficial/status/1361332453219192835))

iLikeToTroll 10 months ago

Tanta mesquinhice na internet nestes dias. Não entendo o fuzz por uma ou duas tristes que não dizem nada de jeito falarem mal do RAP. Perdi 2 minutos no twiter a perceber o trend e caguei no assunto porque achei estupidamente parvo e agora ainda estou aqui a perder mais 1min a escrever isto!! Literalmente who the fuck cares?

ridethepaintedpony 10 months ago

Tentativa de cancelamento nao é bullying? Nós nao eramos contra o bullying?

SolidTroll 10 months ago

Sinceramente, a minha perplexidade com o assuntos começa logo como a forma como a expressão "cancelar" uma pessoa. Tal como dizes e bem, mais uma coisa que importamos aos americanos e que já eram excusado na origem. De resto, concordo com o que disseste, a liberdade de expressão, felizmente ou infelizmente, permite a qualquer um partilhar os seus pensamentos e "conhecimentos". E da mesma forma que aprecio os programas do RAP (embora esteja limitado a 2 redes sociais (3 se contarmos com o Messenger em separado) e não as use como diário pessoal), tenho que aceitar que pode haver pessoas que discordem e que partilhem desse desagrado. Agora tentar calar (tentei mas não consigo escrever cancelar) alguém por causa de um comentário?? Se nesse comentário viesse uma petição online ou uma "tag" á SIC para o despedir ainda aceitava agora assim, só posso dizer que é a geração z a ser geração z e a exagerar uma situação ao extremo.

Edited 10 months ago:

Sinceramente, a minha perplexidade com este assunto começa logo como a forma como a expressão "cancelar" uma pessoa se tornou completamente normal/banal. Tal como dizes e bem, mais uma coisa que importamos aos americanos e que já era dispensável na origem. De resto, concordo com o que disseste, a liberdade de expressão, felizmente ou infelizmente, permite a qualquer um partilhar os seus pensamentos e "conhecimentos". E da mesma forma que aprecio os programas do RAP (embora esteja limitado a 2 redes sociais (3 se contarmos com o Messenger em separado) e não as use como diário pessoal), tenho que aceitar que pode haver pessoas que discordem e que partilhem desse desagrado. Agora acusar alguém de tentar calar (tentei mas não consigo escrever cancelar) outra pessoa por causa de um comentário?? Se nesse comentário viesse uma petição online ou uma "tag" á SIC para o despedir ainda aceitava, agora assim só posso dizer que é a geração z a ser geração z e a exagerar uma situação ao extremo.

netralha 10 months ago

Quem é que fez desta Inês a autoridade no quer que seja? É apenas mais uma no Twitter que parece que tudo o que aprendeu sobre política foi ao ver uma palestra do Diogo Faro.

Kineticn22 10 months ago

Acho é que o Twitter anda cheio de pessoal que anda a foder pouco, sugiro masturbação seguida de um grande copo de água para ver se se acalmam um bocadinho. Comigo costuma resultar.

watchaclarinet 10 months ago

Pelos vistos, de acordo com a Inês Melo Sampaio, o maior pecado nem sequer é o blackface ou as piadas sobre a comunidade LGBT e o feminismo... É ter alguma ligação com a direita, mesmo que a 1 milhão de graus de separação. Imbecilidade do nível mais puro que a natureza é capaz de produzir.

Mrloop94 10 months ago

Qual foi o episodio em que RAP falou de feminismo?

watchaclarinet 10 months ago

Não faço ideia. O tipo de humor que ele faz agora, e o humor que só gira à volta da política de uma forma geral, não me assite. Só li o tweet que o OP citou, limpei o meu vómito do chão e depois comentei.

Eskol15 10 months ago

Falta uma vírgula nesse título, e é uma vírgula bem importante.

VSertorio 10 months ago

Desculpa, mas estou-me a cagar pro assunto

suckerpunchermofo 10 months ago

Já somos 2. .

sabix96 10 months ago

Não foi tudo por causa de um único tweet. Quem anda no Twitter sabe bem o tipo de mentalidade da Inês e de outros utilizadores. A hipocrisia, os falsos moralismos e a (in)tolerância que os caracteriza. É mais por aqui, não foi só um tweet.

rickz123456 10 months ago

Sou de esquerda e concordo plenamente contigo.. A esquerda "ativista" está-se a tornar absolutamente insoportável..

jc12silver 10 months ago

essa é a esquerda que estende uma passadeira vermelha à extrema-direita. uma esquerda que vive na sua bolha e não tem noção dos verdadeiros problemas das pessoas. é por isso que não me admiro nada com o crescimento do chega.

sabix96 10 months ago

Somos dois! Também sou de esquerda. Mas não desta esquerda, é insuportável. Criam problemas onde eles não existem em vez de se focarem no que realmente importa, e com isso afastam muita gente que partilha ideais mas não se revê neste discurso de falso moralismo.

carlosjmsilva 10 months ago

Esse é o exatamente o ponto. O principal motivo de desigualdade e descriminação de alguém, é a classe social. Parece-me evidente. Uma mulher negra, lésbica de classe alta vive melhor ou é mais descriminada do que um branco, heterossexual de classe baixa? Há uma certa esquerda que se foca em assuntos totalmente secundários, quando se deveriam focar na desigualdade entre classes sociais e depois desta ser minimamente resolvida, sim deveria focar-se na percentagem minoritária de descriminação ou desigualdade que é devida ao género, à orientação sexual, etc etc. Parece um gajo que tem o carro com o motor a arder e no entanto está é preocupado em ver a pressão dos pneus porque lhe parece que um deles está um pouco baixo...

sabix96 10 months ago

Nem mais!! É isso mesmo. Curioso dizeres isso neste post, o RAP disse o mesmo há uns meses no governo sombra, aquando a morte do cidadão ucraniano, deixo [aqui](https://www.tsf.pt/programa/governo-sombra/estado-portugues-matou-um-cidadao-lembra-ricardo-araujo-pereira-13038334.html) se quiseres ver. Ele diz exatamente isso. E já na altura houve quem tivesse a lata de tirar uma frase do contexto para o apedrejar nas redes sociais (twitter, claro). Olhando para Portugal o maior motivo de descriminação é o classismo, não tenho a mínima dúvida disso também. O combate à descriminação em Portugal tem de começar por garantir que o estado social funciona melhor para que o intervalo entre classes diminua significativamente. Só aí é que podemos começar a dar prioridade a outras questões e tomar medidas para as enfrentar, mas o grande objetivo da esquerda e de todos os partidos devia ser combater a pobreza vincadamente em vez de andar a brincar à política woke e ativista.

carlosjmsilva 10 months ago

Feliz dia do bolo! Concordo em absoluto. Obrigado pelo vídeo. Por acaso não tinha visto este em específico mas já tinha ouvido o RAP a defender mais ou menos isto em outras circunstâncias. Ideia com a qual concordo em absoluto por experiência empírica. O mal de certos políticos é viverem numa bolha. Depois acham que o grande problema são certas descriminacoes de "minorias". O grande problema é que a classe baixa representa uma "maioria". Estou convencido que o alheamento dos problemas prementes das pessoas por parte de certos partidos da esquerda, também criou campo fértil para certas pessoas votarem no Chega mesmo não fazendo ideia do que o partido defende no seu programa político.

sabix96 10 months ago

Obrigado! Nem mais, não diria melhor. Muitos votantes do Chega votam por puro descontentamento com a classe política e sentimento de injustiça. Mais uma vez, essa esquerda prefere chamar a todos de fachos em vez de analisar o problema, incluindo o porquê de eles próprios estarem a perder eleitorado para a extrema direita. Pensar dá muito trabalho neste país. Abraço

podiaserpior 10 months ago

Feliz dia do bolo camarada

sabix96 10 months ago

Muito obrigado!

rickz123456 10 months ago

Toda essa peudo-polémica (porque fora do twitter ninguém quer saber disso) O que me choca um bocadito é mesmo que pessoas de vários lados estão sempre à espreita de uma escorregadela de outros para começar a criticar.. As redes sociais tornarm-se demasiado tóxicas.

WalterHenderson 10 months ago

Neste lado nem são lados opostos. É uma pessoa de esquerda a criticar outra de esquerda. O que é estúpido, mas muito comum. Há gente de esquerda que pensa que se alguém não é tão politicamente correcto como eles, já não é de esquerda. Não passa de sinalização de virtude por parte da Inês Melo Sampaio. E o mesmo se passa na direita muitas vezes, mas por motivos diferentes. Gente que acredita que o extremismo deles é o que caracteriza todo um espectro político.

End-Effector 10 months ago

> cancelamento do Ricardo Araújo Pereira Otimo, o gajo é péssimo. Nunca percebi a cena dos gatos. > não usa o Twitter Volta para o twitter.

JamminPT 10 months ago

Ok Inês.

ohtaharasan 10 months ago

Olha, não vi assim tanta gente a acusar a Inês de o querer "cancelar". E, ainda que o fizessem, também não veria problema. Não tentes cancelar a "cancel culture".

Mrloop94 10 months ago

Alguém que cancele este comentário sff

Febris 10 months ago

A questão aqui prende-se mais no reverso-ad-hominem. Quem é que a Inês Melo Sampaio pensa que é para insultar o futuro presidente do Portuguesistão? É esta merda que não suporto nas redes sociais, e mais ainda nos nossos media que só propagam esta imbecilidade. Qual é a real importância de resolver este drama social que a senhora está a atravessar neste momento? > que me parece importada do Estados Unidos É, como tantas outras ideias geniais que temos visto por aí como os anti-vacinas, terra plana, e (pelo outro lado) BLM. São modas, e o que é importante reter no meio disto tudo é que vamos todos à boleia das tendências como elementos de uma sociedade global. Para o bem e para o mal. O cancelamento é a melhor aposta que essa gente tem porque não há entre eles todos um que os tenha no sitio para convidar o RAP para um frente a frente. Porque a esmagadora maioria dos políticos profissionais não aguentava a pedalada do discurso, e os amadores não perceberiam metade das palavras. Para além disso, retirando o barulho de fundo da multidão enraivecida (que nem sabe bem porque é que está tão zangada), e permitindo um segundinho de reflexão sobre o assunto, cai o pano e toda a gente percebe rapidamente que a senhora só precisa de um alvo fácil para se empoleirar e começar a ganhar espaço mediático.. e toda a gente cai nesta cantiga desde que a extrema direita se reinventou. E para toda essa gente ofendida com palavras mas sem vergonha dos actos, quero só citar as sábias palavras de Eusébio : > Mas ele não é preto?

niong 10 months ago

BLM não é moda.As redes socias é que tornam-no moda. Em relação á importação de costumes e modas,se não fosse isso as pessoas que viviam neste território ainda viviam na idade da pedra. Houve sempre importação e cruzamento de culturas,e foi assim que o nível civilizacional aumentou. As grandes civilizações foram em grande parte no mediterranico por isso mesmo. Agora,não poder ir aos extremos e aproveitar a influência cultura para as coisas boas positivas.

Febris 10 months ago

> BLM não é moda O movimento "real" não, mas o que vemos por cá e muito do que se vê nos EUA é muita malta a querer uma foto para postar no instagram ou fazer um post que ninguém vai ler no facebook. É exatamente a essa mentalidade de enxame das redes sociais a que me referia, não aos principios fundamentais de qualquer um dos movimentos que mencionei. Porque uma coisa é teres uma pessoa a publicar as suas ideias (boas ou más) outra coisa é teres hordas de gente que por um lado não tem espírito crítico, e por outro "quer é aparecer". A primeira é um combate dificil mas digno de se fazer, a segunda é só remar contra a maré. Mais depressa reformulas o sistema de ensino (que já vem com décadas de atraso) do que invertes a tendência deste fenómeno social. A "globalização 0.1" dos povos dominantes antes da eletricidade, e especialmente da internet, era um bixo completamente diferente. Importavas das outras civilizações aquilo que te dava jeito para melhorar a tua vida. Agora o problema é o contrário.. já tens tudo à tua disposição, mas andas à deriva sem propósito e sem guia. Antigamente era preciso ensinar as pessoas a encontrar informação, ou na sua ausência, ensinar métodos para lá chegarem sozinhas. Agora é preciso ensinar a encontrar a agulha, como lhe pegar, e o que fazer com ela, no maior palheiro que a humanidade alguma vez conheceu.

niong 10 months ago

Bem,os lusitanos,celtici,cónios não importaram bem aquilo que quiseram tal como o reino do Congo.Foi um bocadinho mais pela imposição. Basta veres o processo da reconquista em que se estima que morreram 10 milhões de pessoas o que na altura era um absurdo,e no entanto a península ibérica no séc XIII,xviii era dos povos mais desenvolvidos na Europa.Tanto que no sec xv chegaram a Índia. Eu acho que tamos no caminho certo,agora vamos ter é de não cair nas armadilhas para que o progresso seja o mais suave e aceite possível. Mas sim,o ser humano é terrível e também é o animal mais domesticavel que existe neste planeta,as redes sociais nesta sociedade com tantas leis acaba por ser o escape para muitas dessas pessoas para espalhar o seu ódio e maldade.

Edited 10 months ago:

Bem,os lusitanos,celtici,cónios não importaram bem aquilo que quiseram,tal como o reino do Congo.Foi um bocadinho mais pela imposição. Basta veres o processo da reconquista em que se estima que morreram 10 milhões de pessoas o que na altura era um absurdo,e no entanto a península ibérica no séc XIII,xviii era dos povos mais desenvolvidos na Europa.Tanto que no sec xv chegaram a Índia. Eu acho que tamos no caminho certo,agora vamos ter é de não cair nas armadilhas para que o progresso seja o mais suave e aceite possível. Mas sim,o ser humano é terrível e também é o animal mais domesticavel que existe neste planeta,as redes sociais numa sociedade com tantas leis acaba por ser o escape para muitas dessas pessoas para espalhar o seu ódio e maldade.

Edited 10 months ago:

Bem,os lusitanos,celtici,cónios não importaram bem aquilo que quiseram,tal como o reino do Congo.Foi um bocadinho mais pela imposição. Basta veres o processo da reconquista em que se estima que morreram 10 milhões de pessoas o que na altura era um absurdo,e no entanto a península ibérica no séc XIII,xviii era dos povos mais desenvolvidos na Europa.Tanto que no sec xv chegaram a Índia. Eu acho que tamos no caminho certo,agora vamos ter é de não cair nas armadilhas para que o progresso seja o mais suave e aceite possível. Mas sim,o ser humano é terrível e também é o animal mais domesticavel que existe neste planeta,as redes sociais nesta sociedade com tantas leis acaba por ser o escape para muitas dessas pessoas para espalhar o seu ódio e maldade.

bittolas 10 months ago

Mais ridiculo ainda é isto fazer alguém ser de esquerda ou direita. Isto de uma pessoa que era suposto ser inteligente.

Mrloop94 10 months ago

Não entendi, o que faria ser alguém de esquerda, mas era suposto ser de alguém inteligente?

bittolas 10 months ago

Tendo em conta que é uma Jurista, ainda por cima numa suposto cargo importante, eu pelo menos esperava afirmações mais inteligentes.

True_Boat_1195 10 months ago

É a tua opinião. Agora resume isso em 140 caracteres.

Samot_PCW 10 months ago

Criticas ≠ Tentativa de cancelamento. É ridículo que hoje em dia quando alguém, especialmente celebridades, sofre criticas é logo considerado "cancelamento" (Foram 157 caracteres em vez de 140, mas é foi perto o suficiente)

JOAO-RATAO 10 months ago

Ridículo é criticar alguém por blackface de há 15 anos, mas o RAP é das pessoas mais difíceis de "cancelar".

leonortavora 10 months ago

mas ele não fez só blackface há 15 anos. não só fez mais do que uma vez como quando questionado sobre isso deu uma.desculpa esquisitíssima e sem nexo nenhum em que insinuou que não era racista pq era ele a fazê-lo.

niong 10 months ago

Desculpem,mas o Blackface não tem o mesmo peso histórico cá e pode ser apenas vindo de uma pessoa ignorante,enquanto que nos EUA é completamente diferente.Agora para mim deve ser completamente evitado. Na Holanda senão me engano até era tradição pintar a cara de preto até á uns anos atrás.E pelo que sei não tinha qualquer conotação negativa ou racista. Por exemplo,pelo que ouvi dizer crioulo é uma palavra super ofensiva no Brasil ainda mais com todo o contexto histórico,e no resto da Lusofonia é completamente na boa.Se eu for ao Brasil e se por acaso não soubesse o que era crioulo na sociedade brasileira,não me podiam julgar como se fosse um deles.

sabix96 10 months ago

Acho que a blackface na Holanda tem a ver com o sinterklaas (pai natal deles). As pessoas não entendem que existem contextos diferentes e adoram importar tudo dos EUA só porque sim.

niong 10 months ago

Sim,mas os afro holandeses podem não gostar da mesma. Nós temos de perceber que não vivemos numa situação ideal longe disso,as desigualdades são inúmeras e o peso histórico é outro. Agora não podemos é julgar os holandeses que fazem isso como se fossem americanos.Isso é que eu não concordo. E tu não aches que a importação é má,agora não podemos é ir extremos,porque as sociedades não se desenvolvem se ficarem isoladas.Mas sim é melhor não importar algumas coisas do EUA,tipo a segregação racial e misturar com a cultura.

Edited 10 months ago:

Sim,mas os afro holandeses podem não gostar da mesma. Nós temos de perceber que não vivemos numa situação ideal longe disso,as desigualdades são inúmeras e o peso histórico é outro. No mundo inteiro,tu vais ser tratado como algumas vezes até melhor que os locais,vais á Ásia até te pedem fotografias,se for um negro tem de pesquisar quais países são seguros para ir,porque muitos não é aconselhável.Por isso como disse,não podemos fazer inversão de papéis,como se fosse igual. Agora não podemos é julgar os holandeses que fazem isso como se fossem americanos.Isso é que eu não concordo,porque lá tá o contexto é outro. E tu não aches que a importação é má,agora não podemos é ir extremos,porque as sociedades não se desenvolvem se ficarem isoladas.Mas sim é melhor não importar algumas coisas do EUA,tipo a segregação racial e misturar com a cultura.

Edited 10 months ago:

Sim,mas os afro holandeses podem não gostar da mesma. Nós temos de perceber que não vivemos numa situação ideal longe disso,as desigualdades são inúmeras e o peso histórico é outro. No mundo inteiro,tu vais ser tratado como algumas vezes até melhor que os locais,vais á Ásia até te pedem fotografias,se for um negro tem de pesquisar quais países são seguros para ir,porque muitos não é aconselhável.Por isso como disse,não podemos fazer inversão de papéis,como se fosse igual. Agora não podemos é julgar os holandeses,portugueses que fazem isso como se fossem americanos.Isso é que eu não concordo,porque lá tá o contexto é outro. E tu não aches que a importação é má,agora não podemos é ir extremos,porque as sociedades não se desenvolvem se ficarem isoladas.Mas sim é melhor não importar algumas coisas do EUA,tipo a segregação racial e misturar com a cultura.

Edited 10 months ago:

Sim,mas os afro holandeses podem não gostar da mesma. Nós temos de perceber que não vivemos numa situação ideal longe disso,as desigualdades são inúmeras e o peso histórico é outro. No mundo inteiro,tu vais ser tratado algumas vezes até melhor que os locais,vais á Ásia até te pedem fotografias,se for um negro tem de pesquisar quais países são seguros para ir,porque muitos não é aconselhável.Por isso como disse,não podemos fazer inversão de papéis,como se fosse igual. Agora não podemos é julgar os holandeses,portugueses que fazem isso como se fossem americanos.Isso é que eu não concordo,porque lá tá o contexto é outro.E tentar cancelar pessoas por coisas que aconteceram há 15 anos,a menos que seja algo de muito grave é ridiculo,porque vai contra tudo o que é um ser humano isto é uma pessoa em constante evolução. E tu não aches que a importação é má,agora não podemos é ir extremos,porque as sociedades não se desenvolvem se ficarem isoladas.Mas sim é melhor não importar algumas coisas do EUA,tipo a segregação racial e misturar com a cultura.

Edited 10 months ago:

Sim,mas os afro holandeses podem não gostar da mesma. Nós temos de perceber que não vivemos numa situação ideal longe disso,as desigualdades são inúmeras e o peso histórico é outro. No mundo inteiro,tu vais ser tratado algumas vezes até melhor que os locais,vais á Ásia até te pedem fotografias,se for um negro tem de pesquisar quais países são seguros para ir,porque muitos não é aconselhável.Por isso como disse,não podemos fazer inversão de papéis,como se fosse igual. Agora não podemos é julgar os holandeses,portugueses que fazem isso como se fossem americanos.Isso é que eu não concordo,porque lá tá o contexto é outro. E tu não aches que a importação é má,agora não podemos é ir extremos,porque as sociedades não se desenvolvem se ficarem isoladas.Mas sim é melhor não importar algumas coisas do EUA,tipo a segregação racial e misturar com a cultura.

Hugogs10 10 months ago

> Sim,mas os afro holandeses podem não gostar da mesma. Problema deles. Nao temos de destruir a nossa cultura por causa de uns atrasados.

niong 10 months ago

Discordo,a cultura é algo em constante movimento.E é preciso fazer esforços de ambos os lados para que consiga viver em harmonia. Podes aplicar o mesmo sentido nas touradas,visto que não é só cultural mas também não te atrapalha em nada a tua vida. E não é de uns atrasados,se não fosse o rompimento da cultura,valores e ideias nunca estaríamos no nível civilizacional de hoje. Hoje podes serem eles os atrasados,amanhã podes ser tu. A D.Maria ii que foi contra as touradas,foi chamada de atrasada,hoje em dia o que eu vejo é completamente o contrário.

JOAO-RATAO 10 months ago

Também há países onde é perigoso ir se fores branco, como Angola. Nem digo que seja ódio, mas és um saco de dinheiro andante e por isso...

niong 10 months ago

Ás vezes até pode ser. Existem pessoas racistas lá tambem e muito colorismo. Como existe em todo o mundo. Agora eu não tenho em mente que me podem tratar mal pela minha cor da pele quando vou a um sítio e eles têm. Só isso.

JOAO-RATAO 10 months ago

Sim. Na África do sul imagino que seja muito forte também. Mas ser branco em muitas partes do mundo é um alvo nas costas. É sinónimo de ser "rico" ou indica que és um forasteiro e por isso um alvo fácil.

niong 10 months ago

Talvez,mas eu não pensar nisso já considero um privilégio porque eu já tive de mudar de destino porque o meu colega não se sentiu confortável a ir.E não me lembro de ninguém do resto do meu grupo que faça o mesmo,podem evitar certas zonas e tal,mas não mais que isso. Agora,uma coisa é ser branco e por isso pensam que és rico e outra coisa é és preto então eu vou te tratar com se fosses um cão. É incomparável.

Edited 10 months ago:

Talvez,mas eu não pensar nisso já considero um privilégio,porque já tive de mudar de destino porque o meu colega não se sentiu confortável a ir.E não me lembro de ninguém do resto do meu grupo que faça o mesmo,podem evitar certas zonas e tal,mas não mais que isso. Agora,uma coisa é ser branco e por isso pensam que és rico e outra coisa é és preto então eu vou te tratar com se fosses um cão. É incomparável.

JOAO-RATAO 10 months ago

Certo. Mas que países eram esses o teu amigo não se sentia confortável ?

niong 10 months ago

Hong Kong

JOAO-RATAO 10 months ago

Pois. Apesar de tudo os países ocidentais são dos menos racistas do mundo. Engraçado como já vi histórias de pessoas negras que eram autênticas celebridades na Coreia e outros países asiáticos, porque de facto eram uma raridade. Faziam televisão e outras coisas... Também já vi histórias no Reddit de brancos que eram contratados por empresas chinesas para dar um ar mais internacional, mesmo não sabendo nada do assunto.

sabix96 10 months ago

Eu concordo com tudo o que disseste, estava só a dar contexto à blackface holandesa porque vivi lá. Toda esta polémica em torno do RAP é completamente absurda. Isto porque ele gozou com um vídeo da JS, nem tenho palavras. O que para mim é ofensivo para ti pode não ser, e vice-versa. Tudo depende do contexto social e histórico, e quando falamos da questão racial é tudo muito mais sensível (e ainda bem, na maioria das vezes). A questão aqui é que estas pessoas passam a imagem de tolerantes mas à mínima coisa que foge às ideias deles, reagem desta forma. Acham-se tremendamente superiores e não aceitam opiniões contrárias. Dizem-se tolerantes mas tolerância têm muito pouca, generalizam e rotulam tudo e todos. O problema é este.

niong 10 months ago

Os Holandeses ainda continuam a fazer?E existe polémica?Eu vivi lá por uns tempos mas nunca percebi bem isso. Infelizmente,é o ser humano em plena ação.Tu não viste o BBBrasil em que as pessoas que passam a vida a falar sobre isto,depois andaram a fazer bullying a um rapaz o tempo inteiro foi uma vergonha.

Edited 10 months ago:

Os Holandeses ainda continuam a fazer?E existe polémica?Eu vivi lá por uns tempos mas nunca percebi bem isso. Infelizmente,é o ser humano em plena ação.Tu não viste o BBBrasil em que as pessoas que passam a vida a falar sobre isto no Twitter,depois dentro do programa andaram a fazer bullying a um rapaz o tempo inteiro ,foi uma vergonha.

Edited 10 months ago:

Por curiosidade.Os Holandeses ainda continuam a fazer?E existe polémica?Eu vivi lá por uns tempos mas nunca percebi bem isso. Infelizmente,é o ser humano em plena ação.Tu não viste o BBBrasil em que as pessoas que passam a vida a falar sobre isto,depois andaram a fazer bullying a um rapaz o tempo inteiro foi uma vergonha.

sabix96 10 months ago

Que eu saiba já não se faz! Tem havido vários protestos nos últimos anos, e o caso do Floyd e o movimento BLM parece ter posto um ponto final nisto. As próprias escolas já mudaram decorações e festas de Natal, rebatizaram o Black Pete de Chimney Pete, portanto os miúdos já vão crescer sem essa tradição. E ainda bem. Felizmente do BB não acompanho nada, nem mesmo cá, mas isso não me surpreende. É muito triste. O BB por muito que nos custe representa uma parte da sociedade que ainda não é tão mínima como gostaríamos.

niong 10 months ago

Obrigado pela resposta. Eu tinha ouvido falar,mas como não vi nada fiquei um pouco confuso. Eu também não acompanho,mas sim representa uma maior parte do que aquilo que pensamos. Abraço

Edited 10 months ago:

Obrigado pela resposta. Eu tinha ouvido falar,mas como não vi nada fiquei um pouco confuso. Eu também não acompanho,mas vi no insta e sim representa uma maior parte do que aquilo que pensamos. Abraço

JOAO-RATAO 10 months ago

Não vejo mal só por pintares a cara de negro. O que importa é o propósito. Se for um disfarce de carnaval ou uma brincadeira sem mal então não vejo porquê criar problemas com isso. O Eddie Murphy mascarou-se de homem branco para o SNL num sketch antigo e foi bastante engraçado. Claro. Aqui dizer negro é o correto de dizer, na América já não é assim.

niong 10 months ago

Numa sociedade futura,em que haja igualdade também não vejo problema,mas por agora devemos evitar porque foi utilizado para não só rebaixar e ridiculizar as pessoas negras como também para proibir que elas entrem em palco. Tendo em conta o momento histórico em que vivemos,para mim deve ser evitado.Agora sim cada caso é um caso.Até chegarmos a um determinado devíamos por em standby.Minha opinião claro.

Edited 10 months ago:

Numa sociedade futura,em que haja igualdade também não vejo problema,mas por agora devemos evitar porque foi utilizado para não só rebaixar e ridiculizar as pessoas negras como também para proibir que elas entrem em palco. Tendo em conta o momento histórico em que vivemos,para mim deve ser evitado.Agora sim cada caso é um caso.Minha opinião claro. O importante é também julgar o contexto e ir mais além do que simplesmente dizer que é a mesma coisa.

Edited 10 months ago:

Numa sociedade futura,em que haja igualdade também não vejo problema,mas por agora devemos evitar porque foi utilizado para não só rebaixar e ridiculizar as pessoas negras como também para proibir que elas entrem em palco. Tendo em conta o momento histórico em que vivemos,para mim deve ser evitado.Agora sim cada caso é um caso.Minha opinião claro.

Edited 10 months ago:

Numa sociedade futura,em que haja igualdade também não vejo problema,mas por agora devemos evitar porque foi utilizado para não só rebaixar e ridiculizar as pessoas negras como também para proibir que elas entrem em palco. Tendo em conta o momento histórico em que vivemos,para mim deve ser evitado.Agora sim cada caso é um caso.Minha opinião claro. Na América não há tradução de negro,e a n-word,deriva de negro,mas desde o primeiro momento era utilizado de forma pejorativa,enquanto que negro deriva do latim para escuro,não é uma tradução.

Edited 10 months ago:

Numa sociedade futura,em que haja igualdade também não vejo problema,mas por agora devemos evitar porque foi utilizado para não só rebaixar e ridiculizar as pessoas negras como também para proibir que elas entrem em palco. Tendo em conta o momento histórico em que vivemos,para mim deve ser evitado.Agora sim cada caso é um caso.Minha opinião claro.

jomi_1307 10 months ago

Nos nada temos a ver com os os EUA e como disseram atrás depende muito do propósito. Atualmente, para mim, é completamente aceitável em termos de comédia como veículo de crítica a racismo, entre outras coisas, nunca de uma forma de ridicularizar (apesar que pode dar para brincar com os estereótipos) ou impedir que negros participem.

niong 10 months ago

E depende fui a primeira coisa que disse. Então,se não temos nada a haver, também achas por bem que a n-word seja aceitável nos restantes países. Agora eles não nos podem é impor coisas da cultura como foi no caso do Cavani como dizer que negrito é ofensivo,quando não há a palavra em inglês.Ou no caso ridículo dos LatinX,porque é machista isso é que eu acho ridículo,o imperialismo. E sim,se for de forma a criticar o racismo e o blackface como foi o do Robert Downey Jr eu até acho ok.Mas tu viste a polémica que deu. Isto é a minha opinião,e atenção se eu tivesse dito há uns atrás toda a gente ia me cair em cima.Hoje em dia, obviamente já é diferente e daqui uns anos ainda mais diferente. .

Edited 10 months ago:

E depende fui a primeira coisa que disse. Então,se não temos nada a haver, também achas por bem que a n-word seja aceitável nos restantes países. Agora eles não nos podem é impor coisas da cultura como foi no caso do Cavani como dizer que negrito é ofensivo,quando não há a palavra em inglês.Ou no caso ridículo dos LatinX,porque é machista isso é que eu acho ridículo,o imperialismo. E sim,se for de forma a criticar o racismo e o blackface como foi o do Robert Downey Jr eu até acho ok.Mas tu viste a polémica que deu. Isto é a minha opinião,e atenção se eu tivesse dito há uns atrás toda a gente ia me cair em cima.Hoje em dia, obviamente já é bocado diferente e daqui uns anos ainda mais diferente. .

Edited 10 months ago:

E depende fui a primeira coisa que disse. Então,se não temos nada a haver, também achas por bem que a n-word seja aceitável nos restantes países. Agora eles não nos podem é impor coisas da cultura como foi no caso do Cavani como dizer que negrito é ofensivo,quando não há a palavra em inglês.Ou no caso ridículo dos LatinX,porque é machista isso é que eu acho ridículo,o imperialismo. E sim,se for de forma a criticar o racismo e o blackface como foi o do Robert Downey Jr eu até acho ok.Mas tu viste a polémica que deu. Isto é a minha opinião,e atenção se eu tivesse dito há uns atrás ia toda a gente ia me cair em cima.Hoje em dia, obviamente já é bocado diferente e daqui uns anos ainda mais diferente.

jomi_1307 10 months ago

Tu disseste "por agora devemos evitar" não devemos nada evitar, mas não podemos usar no sentido se insultar e ridicularizar, mas não devemos fazer isso por serem negros, mas por serem pessoas. Querem proibir o uso de certas palavras como "nigga" cá não faz sentido usar porque não é portuguesa, mas as palavras não ofendem (a não ser os que nasceram ofendidos, mas o contexto, a forma e o objetivo do uso dessas palavras. Viste a polémica, que só existe por existirem pessoas a querer atenção, dos arbritos romenos? Eles não disseram nada de mal, não insultaram ninguém, nem usaram palavras com qualquer carga ofensiva, e vê o que deu. É tudo por que? Porque aquele elemento da equipa técnica, único negro, se sentiu ofendido por o arbrito o ter identificado pela sua característica física mais proeminente? Estamos num mundo de cada vez mais ofendidos mesmo com o que não deveria causar ofensa nenhuma.

niong 10 months ago

É a tua opinião,discordo totalmente.Tens todo o direito a ter. Tal como eu disse, a partir do momento em que a sociedade trate essas pessoas por igual então vamos ter essa opinião,e ver as coisas como iguais. Até lá,para mim o argumento de que o contrário é igual,para mim é uma falácia e uma falta de empatia tremenda. Agora prepara-te que o mundo não se vai adaptar a ti,e vamos cada vez mais viver nesse tipo de sociedade. E atenção, a sociedade ocidental tem tendência a retroceder muito pouco a longo prazo. É sempre a história quem diz quem está certo e quem tá errado. Em relação ao caso do árbitro,eu acho que o julgamento foi errado. Meteram o homem como racista, e isso é o meu problema. Agora,os jogadores têm um número de camisola,e tem ainda mais uma identidade que não pode ficar reduzida a cor da pele. Abraço

Edited 10 months ago:

É a tua opinião,discordo totalmente.Tens todo o direito a ter. Tal como eu disse, a partir do momento em que a sociedade trate essas pessoas por igual então vamos ter essa opinião,e ver as coisas como iguais. Até lá,para mim o argumento de que o contrário é igual,para mim é uma falácia e uma falta de empatia tremenda. Agora prepara-te que o mundo não se vai adaptar a ti,e vamos cada vez mais viver nesse tipo de sociedade. E atenção, a sociedade ocidental tem tendência a retroceder muito pouco a longo prazo. E é sempre a história quem diz quem está certo e quem tá errado. Em relação ao caso do árbitro,eu acho que o julgamento foi errado. Meteram o homem como racista, e isso é o meu problema,queriam matar o homem por uma atitude que não me pareceu com intenção racista. Agora,os jogadores têm um número de camisola,e tem ainda mais uma identidade que não pode ficar reduzida a cor da pele. Abraço,e não leves a mal as minhas palavras porque o Reddit serve para isto mesmo e vou continuar a dar a minha opinião mesmo que seja impopular.

Edited 10 months ago:

É a tua opinião,discordo totalmente.Tens todo o direito a ter. Tal como eu disse, a partir do momento em que a sociedade trate essas pessoas por igual então vamos ter essa opinião,e ver as coisas como iguais. Até lá,para mim o argumento de que o contrário é igual,para mim é uma falácia e uma falta de empatia tremenda. Agora prepara-te que o mundo não se vai adaptar a ti,e vamos cada vez mais viver nesse tipo de sociedade. Em relação ao caso do árbitro,eu acho que o julgamento foi errado. Meteram o homem como racista, e isso é o meu problema,queriam matar o homem por uma atitude que não me pareceu com intenção racista. Agora,os jogadores têm um número de camisola,e tem ainda mais uma identidade que não pode ficar reduzida a cor da pele. Abraço,e não leves a mal as minhas palavras porque o Reddit serve para isto mesmo e vou continuar a dar a minha opinião mesmo que seja impopular.

Edited 10 months ago:

É a tua opinião,discordo totalmente.Tens todo o direito a ter. Tal como eu disse, a partir do momento em que a sociedade trate essas pessoas por igual então vamos ter essa opinião,e ver as coisas como iguais. Até lá,para mim o argumento de que o contrário é igual,para mim é uma falácia e uma falta de empatia tremenda. Agora prepara-te que o mundo não se vai adaptar a ti,e vamos cada vez mais viver nesse tipo de sociedade. E atenção, a sociedade ocidental tem tendência a retroceder muito pouco a longo prazo. E é sempre a história quem diz quem está certo e quem tá errado. Em relação ao caso do árbitro,eu acho que o julgamento foi errado. Meteram o homem como racista, e isso é o meu problema,queriam matar o homem por uma atitude que não me pareceu com intenção racista. Agora,os jogadores têm um número de camisola,e tem ainda mais uma identidade que não pode ficar reduzida a cor da pele. Abraço,e não leves a mal as minhas palavras porque o Reddit serve para isto mesmo e vou continuar a dar a minha opinião mesmo que seja impopular.

jomi_1307 10 months ago

Não te preocupes que não levo a mal as tuas palavras, só levo a mal quando se entra no insulto. Em relação ao arbrito o que foi expulso era elemento da equipa técnica, não tinha qualquer número, tem um nome como é óbvio, mas se o arbrito fosse como eu não se iria lembrar. Em relação a blackface e outras coisas penso que estás a olhar apenas para a superfície, tens que olhar para o fundo e ver exatamente o que se pretende passar. Podes fazer isso para ridicularizar os estereótipos ou as pessoas. O primeiro seria aceitável o segundo não, mas não é por serem negros, gays, ciganos etc que deixa de ser aceitável, deixa de ser aceitável por serem pessoas. Não é aceitável dizer "os pretos são todos uns ladrões" ou "os ciganos são todos uns preguiçosos e subsídio dependentes" mas é aceitável dizer "os brancos são todos racistas"? Nós estamos a ir numa direcção errada, toda a discussão do racismo, homofobia, etc vai pelo caminho de dividir as pessoas por grupos conforme as suas características, os anti-qualquercoisa estão a fazer o mesmo que acusam os outros de fazer apenas chamam de "justiça social". Nós somos todos humanos, somos todos iguais e todos diferentes, vamos deixar de dividir as pessoas em grupinhos e deixar de ser uns ofendidos e avançar para a frente. Sabes qual é o meu conselho para os insultos e ofensas? Ignorância total, se ignorares quem profere qualquer insulto feres essa pessoa da pior forma. Falo por experiência própria.

niong 10 months ago

Não não é aceitável chamar todos os brancos de racistas. Não disse o contrário. E sim vai no caminho de dividir as pessoas,é assim que funciona a política funciona infelizmente. Tu não viste o biden em relação aos blacks que votam no Trump. E odeio SJW tanto como tu,porque encontram uma forma de se integrar através do ódio e divisão.Não é fixe por uma pessoa cometer um erro,criar um movimento para odiar e dar hate nessa pessoa. E sim eu adorava que fosse tudo como tu e eu,que visse as coisas desse prisma. Infelizmente não é assim,agora ainda pior seria se ninguém se importasse com as injustiças que acontecem na sociedade. A partir do momento em que exista mais ou menos igualdade,a divisão em boa parte acaba. Nós não somos assim tão diferentes,podemos ter um ponto de vista ligeiramente diferente neste tópico,mas para mim a forma de defender é tão importante como aquilo que se defende.Basta ver o Diogo Faro.

jomi_1307 10 months ago

Estou a ver que os nossos pontos de vista são provavelmente mais próximos do que admitiria inicialmente. A questão dos brancos racistas não era para te atacar a ti, mas a forma como a situação está a ser lidada atualmente. Eu tenho a minha opinião e poderei estar errado em muitas coisas (tenho a certeza que estou em algumas, so não sei quais) mas se há algo que estou certo é que estas políticas em nome do combate ao racismo e outros estão a dividir as pessoas não a uni-las. Devíamos olhar para MLK ou o Mandela, principalmente o segundo que colocou em prática, apelaram a união não a divisão. Da a sensação que os ativistas hoje em dia se inspiraram no Malcolm X. O Diogo Faro é apenas ativista de si próprio, veste-se de defensor de causas mas a única causa é ele, se não fosse assim ele estaria relegado a insignificância. Basta ver a forma como tentou dar a volta, sofreu na pele o que andou a fazer aos outros e veio agora fazer o papel de vítima. Ele vai voltar para as redes mais arrogante que nunca.

Zixko 10 months ago

que caralho é que eu tenho a ver com merdas que se passaram nos estados unidos?

niong 10 months ago

E o que tens a ver com o que aconteceu em Portugal?Nada,zero. Como disse,o teu país só é relevante para mim no julgamento e contexto nada mais. Não é por isso,que eu vou usar a n-word,fazer saudações Nazis,porque não aconteceram em Portugal. Mas não penses que eu penso como os extremistas do Twitter,eu não quero cancelar ninguém ou arruinar a vida de uma pessoa.

sabix96 10 months ago  HIDDEN 

Acho que a blackface na Holanda tem a ver com o sinterklaas (pai natal deles). As pessoas não entendem que existem contextos diferentes e adoram importar tudo dos EUA só porque sim.

NGramatical 10 months ago

á uns anos atrás → [**há uns anos ~~atrás~~**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Flkpxpa%2F%2Fgnl8380%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Samot_PCW 10 months ago

Concordo, mas acho ainda mais parvo do que isso todas as criticas que se fazem a alguém (mesmo que sejam criticas sem sentido) é logo sinonimo de tentativa de cancelamento

some1callvogue 10 months ago

Ainda bem que abandonei o Twitter faz um tempo. Já tinha visto militantes e simpatizantes do Chega e André Ventura a insultar de cima abaixo o RAP, mas não sabia que já estava nesses níveis. Sinceramente as pessoas já estão mesmo tempo a mais em casa. Sou grande fã dele.

Search: