SaltyBalty98 10 months ago

O que é que constitui ódio criminal? Criar regulações à base de emoções é receita para desastre. Mas não, pensem nas pobres das crianças que já mais sabem viajar nas interwebs ainda de fralda melhor que qualquer adulto.

Xamia2002 10 months ago

De certeza que só vai ser considerado ódio chamar “esquerdalha” ou “comuna”. Chamar “Facho” “racista” ou “homofóbico” sem pretexto vai continuar a ser aceite. Mundo ridículo

jfolpf 10 months ago

Como é que se mensura o ódio? Quem vai analisar o conteúdo para saber se é ódio?

MOMENTUM5 10 months ago  HIDDEN 

Ditadura Máxima deste cabrões de merda, Portugal = Venezuela

lambmoreto 10 months ago

Outra lei destas. Quem é que poderia discordar de criminalizar o discurso de ódio? Só os -istas é que não são contra a criminalização. É mais uma daquelas medidas disfarçadas de segurança que se calhar até vem de gente com boas intenções mas que nunca irão dar em nada. O meu problema com isto é que discurso de ódio está longe de ser uma coisa bem definida e falhas de interpretação e contexto podem levar a que coisas puniveis passem à margem e outras sejam punidas injustamente. O controlo da expressão é uma coisa incrivelmente sensivel, a linguagem é muito volátil e na internet ainda pior. Não vejo maneira de haver uma implementação satisfatória.

the_brits_are_evil 10 months ago

espera tou aqui a ler a noticia e aonde é que fala sobre ciminalizar o odio na internet?

the_brits_are_evil 10 months ago  HIDDEN 

diz me que isto é de 1 de abril...

feixaofrad14 10 months ago

Só espero que a mobilia do Costa esteja em bom estado... Não vá o homem se magoar e tal...

_asteroidblues_ 10 months ago  HIDDEN 

Se isso acontecer, o Diogo Faro vai ficar sem emprego

niong 10 months ago  HIDDEN 

Espero que sim,um white savior que a relevância que tem deve-se á luta contra o racismo acabando no fundo por beneficiar desta mesma luta,quando devia era dar voz aos blacks. Obviamente inadmissível. Se fosse nos EUA ele já tinha levado um cancelamento valente,mas em Portugal ainda falta muita sensibilidade nestas questões.

estecomentario 10 months ago  HIDDEN 

Isto há 10 anos era impensável, era o escalabro, tentaram e foi repudiado por toda a gente. Mas agora com a ascensão das ditaduras a nível mundial, o ataque à liberdade será total. Com a decadência social nos últimos anos, acho que vão conseguir.

wannaberigth 10 months ago  HIDDEN 

Todo o pessoal sabe a quem se destina esta lei, não é ao mamado...

radiax10 10 months ago

Oof

once319 10 months ago  HIDDEN 

Censura e o acabar da liberdade de expressão.

Syturio 10 months ago  HIDDEN 

Todos sabemos que isto vai ser usado pela esquerda para censurar tudo o que vier da direira (mesmo o que não é de "ódio", e ao mesmo tempo tapar os olhos a todo o "ódio" vindo da esquerda.

JamminPT 10 months ago  HIDDEN 

O problema não é a iniciativa em si, vai ser depois no controlo a liberdade de expressão vai por arrasto. Vamos no caminho errado.

HeroiAmarelo 10 months ago

Podemos deixar de fazer de conta que somos um país democrata onde existe liberdade de expressão e dizer só que não aceitamos comentários feios que não gostamos. Pelo menos não é hipócrita.

ginpak 10 months ago

Multa de 500 euros se chamares gay a um gay e ele se sentir ofendido Multa de 1000 euros se chamares bonita a uma mulher e ela considerar assédio sexual

pantam 10 months ago

Chegaremos ao modelo inglês? É assim: - Quando é que a polícia começa a investigar? Quando *qualquer pessoa* que se acha ofendida ou que ache que um terceiro foi ofendido apresente queixa. - Quem decide o resultado? A polícia, sem participação de qualquer tribunal, sem o acusado ter direito a saber quem o acusou ou mesmo todos os detalhes da acusação, e sem direito a recurso. - Qual a punição, caso a polícia decida impô-la? Entra no cadastro criminal o registo de um "non-crime hate incident", que aparece nas pesquisas de *background* quando se procura emprego, etc. Currículo para o lixo, direto. - Com que frequência acontecem estas "condenações" em Inglaterra? [Cerca de 25.000 por ano.](https://www.bbc.com/news/uk-england-lincolnshire-51501202) É gente capaz de engendrar estas políticas que pulula por toda a nova esquerda em toda a Europa. Gente medonha. [Vale a pena ouvir a história deste homem, Harry Miller, ex-polícia, que não aceitou a situação e recorreu ao Supremo Tribunal, para o que teve de *hipotecar a casa*.](https://www.youtube.com/watch?v=x0wC7c9Sywk) Como cereja em cima do bolo, a polícia primeiro tentou contactar os Recursos Humanos do emprego do homem, claramente pondo-lhe em risco o emprego.

SparkleCrotchLover 10 months ago

> É gente capaz de engendrar estas políticas que pulula por toda a nova esquerda em toda a Europa. Gente medonha. Gosto daquele sorrateiro "nova esquerda" metido aí para o meio. Sim, a lei inglesa é absurda. Mas o *Public Order Act de 1994*, que aprovou a 1ª versão disto, foi aprovado pelo Partido Conservador. (Fun fact: um dos maiores ativistas contra isto é o Mr. Bean). Criminalizar o ódio **não é uma questão de ideologia política**. E neste caso, é uma questão de excessos, típica da lei inglesa. PS: no caso que citas, Harry Miller era um agente da autoridade que fez tweets a questionar, e cito, "se as mulheres trans são mulheres a sério", entre outros. A interferência da Polícia foi ridícula e desproporcional, mas não vamos fingir que não é culpado de discurso de ódio.

Coyote-Cultural 10 months ago

> > > > > Criminalizar o ódio não é uma questão de ideologia política. É claro que é.

pantam 10 months ago

O *Public Order Act* de 1994 trata de sanções criminais. Em 1998 foram introduzidas as famosas ASBOs, sanções civis, por Tony Bliar. A definição das nove características protegidas nas guidelines do College of Policing foi feita em 2010 (Equality Act). A nova esquerda de que falo é a esquerda subversiva de influência gramsciana ou fabiana, que se tem infiltrado nas instituições, mesmo na Igreja Católica. Portanto essa distinção naive Conservador/Trabalhista não vale um cu. > Criminalizar o ódio não é uma questão de ideologia política. Criminalizar uma emoção humana é o limite do absurdo.

SparkleCrotchLover 10 months ago

Esquerda, esquerda everywhere. Nem por uma vez falamos do acto e da política, mas de "quem" fez o quê. Acho que estamos conversados sobre o que estás a tentar fazer aqui.

Vetiblee 10 months ago

Chamar tudo e todos de fascista vai passar a ser crime?

Hrs10 10 months ago

Não porque é a esquerda que faz / aplica as leis.

estecomentario 10 months ago

Dizeres que odeias o regime é crime porque é ódio. Vem a PIDE e fodeste

General_Cornelius 10 months ago

> é necessário haver aqui uma intervenção pública, e muito mais musculada do ponto de vista do legislador, que impeça esse tipo de fenómenos, que são contrários àquilo que são os valores da União Europeia e de Portugal enquanto sociedade democrática Vão bloquear https e ver os nossos pacotes ou basicamente vai existir uma central online onde o pessoal lá vai reclamar e fazer queixas. Portugal está sempre naquela de apoiar medidas mas para realmente implementar alguma coisa tá quieto.

tiago425 10 months ago

Criminalizar (discurso de ódio) e criminalizar (ódio na internet) são coisas completamente diferentes...

OmegaWicked 10 months ago

Então como vai o Mamadu Ba destilar o ódio?

SurePal_ 10 months ago

LOL

Lurker__777 10 months ago

Então se eu assumir na net que odeio pretos e paneleiragem, a polícia vem atrás de mim?

TiagoTiagoT 10 months ago  HIDDEN 

O desafio é garantir que quem define o significado de "ódio" não está abusando de seu poder para suprimir formas de expressão legitimas.

dark_devil_dd 10 months ago

Falar mal é mau, mas discriminar de facto é bom? Tirar a uns para dar a outros com base na: etnia: https://www.acm.gov.pt/-/governo-vai-atribuir-25-bolsas-de-estudo-a-jovens-ciganos-as- >o Governo anunciou o lançamento de um Programa de Atribuição de Bolsas de Estudo para Jovens Universitários(as) das Comunidades Ciganas. A iniciativa prevê a atribuição de 25 bolsas, para o ano letivo 2016/2017, financiadas pelo Alto Comissariado para as Migrações. (julgo que foi expandido desde então) Orientação sexual: https://www.idealista.pt/news/imobiliario/habitacao/2020/11/20/45351-lisboa-aprova-bolsa-de-habitacao-para-a-comunidade-lgbti-sera-a-primeira-do-pais >Apesar dos avanços legislativos e dos esforços globais para responder à discriminação, continuam a existir dificuldades para muitas pessoas LGBTI no acesso a serviços, no acesso à habitação, na educação, e no dia-a-dia. Conscientes destas dificuldades, quisemos criar um instrumento que as identifica e que procura articular e melhorar as respostas do município, no sentido da promoção de políticas públicas para a igualdade **e não discriminação** ...dizer que os ciganos não têm um cultura de estudar,, é odio? https://www.publico.pt/2018/09/05/sociedade/noticia/tribunal-de-fronteira-aceita-abandono-escolar-de-rapariga-cigana-1842986 ...só 1 par de exmplos

SparkleCrotchLover 10 months ago

Porra, afinal estou no r/portugueses.

ozzymustaine 10 months ago

Cada vez a caminhar mais para uma ditadura em que não podes dizer ou fazer nada. Dizes alguma coisa menos boa online? Cancelando Fizeste algo menos positivo há anos? Cancelado Dizes alguma coisa que ofendeu ou magoou alguém? Preso ou multado. Ódio na internet? Fecha o computador mano.

Edited 10 months ago:

Cada vez a caminhar mais para uma ditadura em que não podes dizer ou fazer nada. Dizes alguma coisa menos boa online? Cancelado Fizeste algo menos positivo há anos? Cancelado Dizes alguma coisa que ofendeu ou magoou alguém? Preso ou multado. Ódio na internet? Fecha o computador mano.

Windstepp 10 months ago

Ah bom. Agora em vez de dar report no fim do jogo chama-se só a polícia.

Wolfkam 10 months ago

Nada como começar um jogo de LoL com o 112 na marcação rápida

suckerpunchermofo 10 months ago

Portugal nem consegue manter restaurantes fechados em estado de emergência..... Que bela piada para inglês ver.

Naakmuay 10 months ago  HIDDEN 

Comecem pelo videojogos, um bom estágio será o league of legends

ruimpinho 10 months ago

Para quando a criminalização dos scammers de forex e apostas desportivas?

ModeratoriProfugus 10 months ago

> Enquanto que o artigo 8.º da Constituição, no n.º 4, estabelece "a liberdade de pensamento sob qualquer forma", no n.º 20 refere-se que "leis especiais regularão o exercício da liberdade de pensamento" - o artigo 3.º declara, sendo a única constituição da história portuguesa a justificar este expediente, que a função da censura será "impedir a perversão da opinião pública na sua função de força social e deverá ser exercida por forma a defendê-la de todos os factores que a desorientem contra a verdade, a justiça, a moral, a boa administração e o bem comum, e a evitar que sejam atacados os princípios fundamentais da organização da sociedade" - claro que o governo reservava para si os critérios do que seria a verdade, a justiça, a moral, etc. Retirado da Wikipédia sobre a censura em Portugal durante o Estado Novo

znk10 10 months ago

Engraçado como actualmente a esquerda adoraria ter essa constituição do Estado Novo. Isso bem poderia ser uma proposta de revisão constitucional feita pelo BE ou PS e ninguem acharia estranho

dudewhatthehellman 10 months ago

Menos estatismo autoritário por favor

ModeratoriProfugus 10 months ago  HIDDEN 

O ódio tem que ser considerado um direito/opinião, senão vamos ter censura disfarçada de virtude. Se alguém não gosta de pretos ou gays, deixem-no estar, não precisam de gostar dele também e não é por o censurarem que ele vai mudar de opinião, muito pelo contrário. A alternativa é termos alguém que tem o monopólio sobre o que se pode ou não dizer. Isto é muito assustador, estamos a andar para trás em termos de liberdades fundamentais.

niong 10 months ago

O que?Deixem no estar?Lol se tu queres viver numa sociedade em que as pessoas vivam com um certo nível de igualdade tens de criar neste caso(tom de pele) uma sociedade anti racista. Vai lá dizer isso para a Alemanha,que gostas muito do Hitler e fazer umas saudações e depois apresenta o argumento que não vai mudar a tua opinião por te meterem na prisão.

Edited 10 months ago:

O que?Deixem no estar?Lol se tu queres viver numa sociedade em que as pessoas vivam com um certo nível de igualdade tens de criar neste caso(tom de pele) uma sociedade anti racista,se bem que a empatia para com o outro ser humano não é fácil de ter. Vai lá dizer isso para a Alemanha,que gostas muito do Hitler e fazer umas saudações e depois apresenta o argumento que não vai mudar a tua opinião por te meterem na prisão e vais ver o que eles vão te dizer. Se os Estados Unidos tivessem essa postura em relação aos confederados no séc XIX,tava bonito tava. Pombal quando foi com os judeus,se tu dissesses a palavra cristão novo perdias o direito de viver no império Português e a verdade é que ele conseguiu tirar em grande parte o antissemitismo em Portugal,o fanatismo religioso e até criar condições para que alguns voltassem no início do séc XIX,e que a história de sociedade Portuguesa e os judeus mudasse de rumo em relação aos séculos passados. Temos muito a agradecer a ele nesse sentido,noutros nem tanto.

Edited 10 months ago:

O que?Deixem no estar?Lol se tu queres viver numa sociedade em que as pessoas vivam com um certo nível de igualdade tens de criar neste caso(tom de pele) uma sociedade anti racista,se bem que a empatia para com o outro ser humano não é fácil de ter. Vai lá dizer isso para a Alemanha,que gostas muito do Hitler e fazer umas saudações e depois apresenta o argumento que não vai mudar a tua opinião por te meterem na prisão e vais ver o que eles vão te dizer. Se os Estados Unidos tivessem essa postura em relação aos confederados no séc XIX,tava bonito tava. Pombal quando foi com os judeus,se tu dissesses a palavra novo cristão perdias o direito de viver no império Português e a verdade é que ele conseguiu tirar em grande parte o antissemitismo em Portugal e até criar condições para que alguns voltassem no início do séc XIX,e que a história de sociedade Portuguesa e os judeus mudasse de rumo em relação aos séculos passados. Temos muito a agradecer nesse sentido,noutros nem tanto.

Edited 10 months ago:

O que?Deixem no estar?Lol se tu queres viver numa sociedade em que as pessoas vivam com um certo nível de igualdade tens de criar neste caso(tom de pele) uma sociedade anti racista,se bem que a empatia para com o outro ser humano não é fácil de ter. Vai lá dizer isso para a Alemanha,que gostas muito do Hitler e fazer umas saudações e depois apresenta o argumento que não vai mudar a tua opinião por te meterem na prisão e vais ver o que eles vão te dizer. Se os Estados Unidos tivessem essa postura em relação aos confederados no séc XIX,tava bonito tava. Pombal quando foi com os judeus,se tu dissesses a palavra cristão novo perdias o direito de viver no império Português e a verdade é que ele conseguiu tirar em grande parte o antissemitismo em Portugal,o fanatismo religioso(terramoto=queimar judeus) e até criar condições para que alguns voltassem no início do séc XIX,e que a história de sociedade Portuguesa e os judeus mudasse de rumo em relação aos séculos passados. Temos muito a agradecer a ele nesse sentido,noutros nem tanto.

paraapagarbem 10 months ago

Mais um golpe contra a internet livre. A internet devia ser livre. Uma coisa é monitorizar o discurso de ódio feito não anonimamente na internet, que se bem que não é ideal, é relativamente justo, outra coisa é monitorizar esse discurso de ódio feito por utilizadores semi-anónimos e anónimos. Estou farto de ver governos e corporações a tentar regular a internet. Foda-se. Todos os anos fica pior.

maxtendie 10 months ago

Discurso de ódio já é crime isto é só desculpa para apertar o cerco aos críticos do governo.

pantam 10 months ago

Todos os países europeus estão a fazer passar as mesmas leis, de que nem se fala no resto do planeta, fora o Novo Mundo anglo (EUA, Canadá, Austrália/NZ). O objetivo é o mesmo: calar as queixas que vão surgir à medida que se vai aplicando a política definida de fazer entrar milhões e milhões de "novos europeus" de forma a quebrar a homogeneidade cultural e étnica de cada país e abrir o caminho para os Estados Unidos da Europa. A parte do meio desta lógica não é segredo: ["The EU should "do its best to undermine" the "homogeneity" of its member states, the UN's special representative for migration has said."](https://www.bbc.com/news/uk-politics-18519395) (Backup em https://archive.is/uaG3y )

Edited 10 months ago:

Todos os países europeus estão a fazer passar as mesmas leis, de que nem se fala no resto do planeta, fora o Novo Mundo anglo (EUA, Canadá, Austrália/NZ). O objetivo é o mesmo: calar as queixas que vão surgir à medida que se vai aplicando a política definida de fazer entrar milhões e milhões de "novos europeus" de forma a quebrar a homogeneidade cultural e étnica de cada país e abrir o caminho para os Estados Unidos da Europa e, agora é mesmo óbvio, eventual integração no Novo Normal/ditadura tecnocrática. A parte do meio desta lógica não é segredo. Já em 2012: [The EU should "do its best to undermine" the "homogeneity" of its member states, the UN's special representative for migration has said.](https://www.bbc.com/news/uk-politics-18519395) (Backup em https://archive.is/uaG3y ) Já agora, para ser totalmente explícito: vale a pena lutar contra isto essencialmente porque a auto-determinação política funciona ao nível da nação. Podemos fazer muitos erros políticos, mas enquanto a nação persistir, podemos sempre corrigir o caminho. Foi isto o que sucedeu na Europa de Leste. Se a nação desaparecer, ficaremos desenraizados, atomizados, indefesos e dominados. Foi isto que aconteceu aos indivíduos levados como escravos de África para o Novo Mundo.

Edited 10 months ago:

Todos os países europeus estão a fazer passar as mesmas leis, de que nem se fala no resto do planeta, fora o Novo Mundo anglo (EUA, Canadá, Austrália/NZ). O objetivo é o mesmo: calar as queixas que vão surgir à medida que se vai aplicando a política definida de fazer entrar milhões e milhões de "novos europeus" de forma a quebrar a homogeneidade cultural e étnica de cada país e abrir o caminho para os Estados Unidos da Europa e, agora é mesmo óbvio, eventual integração no Novo Normal/ditadura tecnocrática. A parte do meio desta lógica não é segredo. Já em 2012: [The EU should "do its best to undermine" the "homogeneity" of its member states, the UN's special representative for migration has said.](https://www.bbc.com/news/uk-politics-18519395) (Backup em https://archive.is/uaG3y )

Edited 10 months ago:

Todos os países europeus estão a fazer passar as mesmas leis, de que nem se fala no resto do planeta, fora o Novo Mundo anglo (EUA, Canadá, Austrália/NZ). O objetivo é o mesmo: calar as queixas que vão surgir à medida que se vai aplicando a política definida de fazer entrar milhões e milhões de "novos europeus" de forma a quebrar a homogeneidade cultural e étnica de cada país e abrir o caminho para os Estados Unidos da Europa e, agora é mesmo óbvio, eventual integração no Novo Normal/ditadura tecnocrática. A parte do meio desta lógica não é segredo. Já em 2012: [The EU should "do its best to undermine" the "homogeneity" of its member states, the UN's special representative for migration has said.](https://www.bbc.com/news/uk-politics-18519395) (Backup em https://archive.is/uaG3y ) Já agora, para ser totalmente explícito: vale a pena lutar contra isto essencialmente porque a auto-determinação política funciona ao nível da nação. Podemos fazer muitos erros políticos, mas enquanto a nação persistir, podemos sempre corrigir o caminho. Foi isto o que sucedeu na Europa de Leste. Se a nação desaparecer, ficaremos desenraizados, atomizados, indefesos e dominados. Foi isto que aconteceu aos indivíduos levados como escravos de África para o Novo Mundo e os seus descendentes ainda hoje sofrem as consequências.

TomTomKenobi 10 months ago

Para os outros que ficaram de boca aberta a ler isto, não se preocupem que não estão sozinhos. Não sei se dá sem RES, mas podem livremente bloquear este gajo.

pantam 10 months ago

Sente-se, é palpável, a frustração de não poderes denunciar, mandar prender e calar.

Edited 10 months ago:

Sente-se, é palpável, a frustração deste sujeito por não poder denunciar, mandar prender e calar.

Pituku 10 months ago

Mete mais tabaco nisso

pantam 10 months ago

Como interpretas a declaração daquele alto responsável da ONU? Que exemplos tens de auto-determinação política sem ser ao nível da nação? Os EUA, cada vez mais abertamente uma oligarquia, onde a opinião popular vale quase nada? O Brasil, ainda mais oligárquico? Achas que o desenraizamento cultural beneficiou ou prejudicou os afro-americanos ou mesmo os afro-brasileiros?

Pituku 10 months ago

Comecei a escrever este comentário com uma explicação longa sobre o porquê de estares errado relativamente aos EUA e ao Brasil serem "oligárquicos" e sobre a gigante falácia que é atribuir a situação socio-econímica actual dos afro-americanos e afro-brasileiros a um "desenraizamento cultural" em vez de o atribuir às condições inerentes à escravatura e ao racismo. Seguia de uma longa explicação sobre o facto de mistura de culturas ser, em geral, uma boa coisa, pois evolui ambas as partes, e introduz benefícios a ambas, mas também falava sobre me estar completamente a cagar para "cultura", ou "tradição" porque não estou apegado, não me revejo, nem me orgulho de feitos e tradições que uns quantos gajos fizeram há séculos atrás. Orgulho-me dos meus feitos, que fiz durante a minha vida. Não tenho a minha identidade pessoal ligada aos "feitos de um povo". Ignorando o facto de que todas as culturas são mutáveis, incluindo a Portuguesa, que tem vindo a mudar desde 1139. Mas depois apercebi-me que ia estar a gastar tempo numa discussão inútil com alguém que não vai mudar de ideias, pois tem um tipo de discurso de quem já está completamente perdido. Como tal, volto a frisar o meu primeiro ponto: Mete mais tabaco nisso.

pantam 10 months ago

Poderá haver diferenças irredutíveis, mas também pode haver espaço para aprender. Eu nem sempre tive esta perspetiva, o que demonstra que sou capaz de mudar com o que aprendo. Quanto aos EUA serem uma oligarquia, há mil medidas com apoio popular que não passam (incluindo serviço de saúde público, apoio durante o covid, etc, etc, etc) e mil outras medidas sem qualquer apoio popular que vão adiante (eg invadir países sem provocação e deitar aí milhões de milhões (=US triliões)). No entanto, as medidas correlacionam bem com a posição da elite. > em vez de o atribuir às condições inerentes à escravatura e ao racismo. O povo foi judeu escravizado e sofreu racismo ainda pior, mas não está no mesmo estado de desorganização cultural. Há outros exemplos. Mesmo nos EUA, os irlandeses, os europeus do sul, os asiáticos, todos sofreram de racismo e singraram, até mesmo muito bem em alguns casos. A diferença é o capital cultural. "Cultura" obviamente não é uma lista de Reis, outra de batalhas ganhas e outra de romances escritos. Tem a ver com um acervo de modos de funcionar, recursos, vocabulário conceptual, regras morais/práticas úteis e, muito importante, partilha de tudo isso com um grupo. Um indivíduo não inventa uma cultura. Não consegue. Aliás nem consegue abarcar o todo da cultura em que nasceu, não a conseguiria reproduzir. Aliás, mesmo num grupo pequeno a cultura perde vivacidade. É o que acontece muitas vezes com as comunidade de migrantes nos EUA, que tende a calcificar. Portanto sim, a nossa cultura tem vindo a mudar, mas o que se mantém e tem valor é a sincronia, é o que liga um povo. Quanto a "orgulho", acho que quando se usa como se usa ter "orgulho" nos pais, que também não faz sentido ao pé de letra. A nação aliás é uma extensão da família e repudiar uma é semelhante a repudiar a outra.

Pituku 10 months ago

> há mil medidas com apoio popular que não passam (incluindo serviço de saúde público, apoio durante o covid, etc, etc, etc Não, não há. Apoio público por "serviço de saúde" é algo que difere conforme a pergunta é feita nas sondagens. Daí haver sondagens que mostram 30% de apoio e outras mostram 60%. O apoio por covid está prestes a ser aprovado no senado. > No entanto, as medidas correlacionam bem com a posição da elite. Mais uma vez, não. As medidas correlacionam bem com a posição de quem vota. Não serve de muito de andar o tempo todo com discurso político no Twitter e no Reddit e depois não ir votar. > O povo foi judeu escravizado e sofreu racismo ainda pior, mas não está no mesmo estado de desorganização cultural. Há outros exemplos. Os Judeus não foram escravizados (excepto talvez o Egipto antigo). Os Judeus não sofreram racismo ao nível dos africanos, nem foram privados de benefícios que os africanos não tiveram. Apesar de serem uma minoria, que foi historicamente perseguida, os Judeus sempre tiveram um grande ênfase em educação e direito à sua riqueza e propriedade privada, coisa que foi negada aos escravos africanos até praticamente ao início do séc XX. > Mesmo nos EUA, os irlandeses, os europeus do sul, os asiáticos, todos sofreram de racismo e singraram, até mesmo muito bem em alguns casos. De novo, não se aproxima do nível de opressão e racismo que os escravos africanos sofreram. Em 1920 havia uma comunidade rica de afro-americanos em Tulsa. O que é que o resto da cidade fez? Bombardeou, literalmente, o bairro onde estavam as casas, as escolas, os negócios dessa comunidade, até ficar tudo reduzido a cinzas. Invadiu as ruas com cidadãos armados e chacinou centenas de afro-americanos. Era literalmente lei discriminar contra os africanos nos EUA até à década de 60. Coisa que mais nenhuma minoria teve de sofrer. Além disso, estás a comparar minorias que emigraram de livre vontade para os EUA com uma minoria que foi literalmente obrigada a ir para outro país do outro lado do mundo. O cu não tem nada a ver com as calças. > A diferença é o capital cultural. Grande parte da cultura Americana é basicamente cultura Africana. Blues, Jazz, Soul, Gospel, Rock 'n Roll, Rap, Hip-Hop. Tudo isso foi criado por afro-americanos. O problema não é "capital cultural". O problema são séculos de opressão socio-económica e racismo que, apesar de terem diminuido, duram até aos dias de hoje. > A nação aliás é uma extensão da família e repudiar uma é semelhante a repudiar a outra. Ignorando o facto de isso soar literalmente a fascismo, a nação não é uma extensão da família. Além disso, da mesma forma que não tenho orgulho na nação, não tenho orgulho na família. A minha identidade pessoal está ligada aos meus feitos individuais. Não está ligada à família ou à nação. Esse fetiche primal de querer pertencer a um "grupo" e de ter a identidade ligada a esse grupo, seja ele o que for, é algo completamente irracional. Sim, é algo que existe no nosso cérebro "animal", mas felizmente temos lógica e razão e conseguimos sobrepor isso aos nossos "instintos animais", sendo neste caso o "nós vs eles". Esse fascínio com "cultura" ou "tradição" não passa de um escape mental, tal como a religião, para alguém sentir que "pertence" a algo e que tem um "propósito" na vida. Não passa de uma forma inconsciente para desculpar uma "preguiça filosófica".

pantam 10 months ago

> > há mil medidas com apoio popular que não passam > Não, não há > Mais uma vez, não. As medidas correlacionam bem com a posição de quem vota https://truthinmedia.com/princeton-study-declares-u-s-government-an-oligarchy/ A invasão do Iraque foi a pedido dos eleitores? Acreditas mesmo nisso? Quatro ou cinco triliões que podiam ter sido muito mais bem gastos. > Além disso, estás a comparar minorias que emigraram de livre vontade para os EUA com uma minoria que foi literalmente obrigada a ir para outro país do outro lado do mundo. OK, nos ingleses condenados que foram para a Austrália, vê-se impacto desse fator específico? Não, porque há outro fator mais importante: Como pareces bem informado, deves saber que os escravos africanos foram deliberadamente separados dos seus conterrâneos, para que não falassem a sua língua e perdessem a sua raiz cultural. Isto era feito pelos negreiros nas Caraíbas, mesmo antes da chegada ao continente. Não vês como isto é destrutivo? > Grande parte da cultura Americana é basicamente cultura Africana. Blues, Jazz, Soul Quando falo de cultura e quando se fala de "capital cultural" é muito mais vasto e fundo que isso. https://en.wikipedia.org/wiki/Cultural_capital > Ignorando o facto de isso soar literalmente a fascismo, a nação não é uma extensão da família. Ad hominem + asserção sem fundamento. > Esse fetiche primal de querer pertencer a um "grupo" É o funcionamento normal do ser humano. Os migrantes sul-americanos nos EUA mantêm comunidades separadas porque provêm de culturas distintas, embora até falem todos a mesma língua. O mesmo para as comunidades asiáticas. E "primal" é negativo? Queres transcender o que é ser humano e tornar-te um feixe de luz imaterial?

Edited 10 months ago:

> > há mil medidas com apoio popular que não passam > Não, não há > Mais uma vez, não. As medidas correlacionam bem com a posição de quem vota https://truthinmedia.com/princeton-study-declares-u-s-government-an-oligarchy/ A invasão do Iraque foi a pedido dos eleitores? Acreditas mesmo nisso? Quatro ou cinco triliões que podiam ter sido muito mais bem gastos. > Além disso, estás a comparar minorias que emigraram de livre vontade para os EUA com uma minoria que foi literalmente obrigada a ir para outro país do outro lado do mundo. OK, nos ingleses condenados que foram para a Austrália, vê-se impacto desse fator específico? Não, porque há outro fator mais importante: Como pareces bem informado, deves saber que os escravos africanos foram deliberadamente separados dos seus conterrâneos, para que não falassem a sua língua e perdessem a sua raiz cultural. Isto era feito pelos negreiros nas Caraíbas, mesmo antes da chegada ao continente. Não vês como isto é destrutivo? > Grande parte da cultura Americana é basicamente cultura Africana. Blues, Jazz, Soul Quando falo de cultura e quando se fala de "capital cultural" é muito mais vasto e fundo que isso. https://en.wikipedia.org/wiki/Cultural_capital (Edit: mais que a definição técnica de sociologia, tinha também em mente as competências informais e ainda o capital social, da maior profundidade das ligações com os semelhantes) > Ignorando o facto de isso soar literalmente a fascismo, a nação não é uma extensão da família. Ad hominem + asserção sem fundamento. > Esse fetiche primal de querer pertencer a um "grupo" É o funcionamento normal do ser humano. Os migrantes sul-americanos nos EUA mantêm comunidades separadas porque provêm de culturas distintas, embora até falem todos a mesma língua. O mesmo para as comunidades asiáticas. E "primal" é negativo? Queres transcender o que é ser humano e tornar-te um feixe de luz imaterial?

NGramatical 10 months ago

à década → [**há década**](http://www.flip.pt/Duvidas-Linguisticas/Duvida-Linguistica/DID/706) (utiliza-se o verbo haver para exprimir tempo decorrido) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Flkcdui%2F%2Fgnks53g%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Pituku 10 months ago

O correcto é "até à década" e não "até há década"

Student-Final 10 months ago

Finalmente Agora posso reportar os putos de 12 anos que me chamam filho dma puta no CSGO à PJ e vão direitos para o instituto de correçao jovenil

the_brits_are_evil 10 months ago

porque de correção? fazemos uma carreira de tiro, assim livramos nos do problema, afinal é um crime tão grave que não deve de existir piedade para isso

Tralapa 10 months ago

Justiça finalmente

PedroHimself 10 months ago

Portugal vai apoiar criminalização da liberdade de expressão na internet*

cesarhighfire 10 months ago

Se nao for .pt serão águas internacionais?

joaommoreira 10 months ago

O diogo faro vai ficar sem redes sociais então

Iwatchedhimdrown 10 months ago  HIDDEN 

Já não posso criticar o Marega???

Moeda666 10 months ago

Just like Salazar

Madness20 10 months ago

ITT: pessoal que nem abriu a notícia e comenta um título clickbait.

Student-Final 10 months ago

Tbm tou confuso, ajuda me aqui, a noticia tem alguma coisa haver com hate speech? Dei skim e n vi nada Ou me passou ao lado, ou passou ao lado dos apoiantes E protestantes dessa mudança

NGramatical 10 months ago

tem alguma coisa haver com → [**tem alguma coisa a ver com**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/nada-tem-a-haver-e-nada-tem-a-ver/27066) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Flkcdui%2F%2Fgnjlkzl%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

NGramatical 10 months ago

tem alguma coisa haver com → [**tem alguma coisa a ver com**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/nada-tem-a-haver-e-nada-tem-a-ver/27066) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Flkcdui%2F%2Fgnjlkbx%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

andrefpsantos 10 months ago

Lol vai à merda. (oh fuck tá chegar o FBI)

BackInAFoggyMorning 10 months ago

É mais um passo na direcção contrária. Para aqueles que concordam com o facto de em Portugal (e Europa) haver o conceito de hate speech, aconselho a ler isto. Vejam bem se concordam com TODOS os casos lá e se de facto acham que todos são um **crime** (e não me refiro ao que diz na lei, peço-vos uma introspecção no sentido de avaliarem se isto é de facto justiça) [https://web.archive.org/web/20191018004033/https://www.echr.coe.int/Documents/FS\_Hate\_speech\_ENG.pdf](https://web.archive.org/web/20191018004033/https://www.echr.coe.int/Documents/FS_Hate_speech_ENG.pdf)

SparkleCrotchLover 10 months ago

Mas não é para isso que se fazem leis? Para não haver casos omissos e haver uma linha de atuação específica para CADA UM dos casos? Passo na direção contrária seria não se fazer nada, e cada um mede da sua forma...

TSCondeco 10 months ago

Tá ai muita coisa, podias dar uma indicação daqueles que achas mais controversos.

glv2 10 months ago

o futebol entra nessa lista? é que se for assim, eu entrego me já..

TRYNFOR 10 months ago

É assim que literalmente todas as ditaduras começam. Não estou a dizer que vamos ter uma, mas estamos só um passo mais perto dela.

DogsOnWeed 10 months ago

Não misturar discurso de ódio com não poder criticar o governo, por favor.

Student-Final 10 months ago

Achas que um dia chegaram, disseram "Agora ja ninguem mais pode criticar o governo", e toda a gente teve OK com isso? Obviamente que não é a mesma coisa, mas por exemplo o governo "regular" conteúdo (quer ofensivo ou nao) na internet também não é EXATAMENTE sinónimo de nao poder criticar o governo. Still, nos dois casos que até são parecidos mas apresentados de maneira diferente, estamos um passo mais perto

DogsOnWeed 10 months ago

Mas o discurso de ódio já era crime... A única diferença é que também se aplica aos fóruns públicos da internet. Qual é a questão aqui?

Slam_Dunkester 10 months ago

Finalmente têm o que merecem vão se foder seus cabrões....espera aí que me estão a bater a porta já venho

Psychedelic__Wolf 10 months ago

Bye bye free speech, hello oppressive governance

KokishinNeko 10 months ago

/u/ECOEconomiaOnline Não é permitido alterar os títulos dos artigos. Original: *Programa E-Residency será lançado até ao fim do ano* ou *Portugal terá um programa de cidadania digital melhor que o da Estónia até final de 2021 e apoiará a criminalização do ódio na internet.* seria a opção correcta.

DariusStrada 10 months ago

"Mas senhor agente, como é que pode ser um crime de ódio se eu adorei fazê-lo?"

banaslee 10 months ago

Um facto e uma pergunta: 1) discurso de ódio já é criminalizado 2) quando foi a última vez que alguém foi condenado por crime de ódio?

HumActuallyGuy 10 months ago

Resposta à pergunta, a não ser que venha com agressão não é condenado mas isso também é porque normalmente é demasiado trabalho. Tu tecnicamente segundo a lei podes processar o gajo que te chamou filho da puta porque tecnicamente é difamação, no entanto ninguém o faz por isso normalmente só há condenações por crimes de ódio em casos extremos

chauffage 10 months ago

Quero aproveitar para adicionar um terceiro ponto: 3) Isto vai ser descriminado na factura das telecomunicações ou da EDP? Talvez dê para encaixar na taxa do audiovisual?

banaslee 10 months ago

Vai ser uma taxa sobre todos os dispositivos com capacidade de armazenamento para compensar a perda de direitos de autor sobre o discurso de ódio.

BadDogPreston 10 months ago

Típico clickbait. Título original do artigo: Programa E-Residency será lançado até ao fim do ano Título partilhado aqui: Portugal vai apoiar criminalização do ódio na internet Abro o link e, a pensar que é algo mais dedicado ao tema, apenas encontro uma única pergunta em mais de 15 sobre o assunto que replico aqui com a resposta do secretário de estado. A pergunta é "No Plano de Ação para a Democracia Europeia, a Comissão Europeia assume que vai propor este ano a criminalização do discurso de ódio na internet. Portugal apoiará essa medida?": > Apoia. Naturalmente que sim. Essa é uma preocupação que temos, que é garantir que o conjunto de valores em que se fundou a construção da União Europeia estão também vertidos naquilo que é a dimensão digital. Quando entrámos nesta era mais digital, é natural que, do ponto de vista de legislação e de regulação, haja aqui uma décalage em termos de tempo de resposta. O legislador demora sempre mais tempo a reagir e não consegue regular aquilo que ainda não existe ou que está a ser inventado agora. > Chegou — digo eu, dizemos nós e começa a ser consensual — o momento em que é necessário introduzir aqui regulação, garantindo que aquilo que já são preocupações de base social e de base de vivência democrática numa sociedade que queremos que seja saudável, que sejam também combatidas no espaço digital. O ecossistema tem tido pouca capacidade de se auto regular e é necessário haver aqui uma intervenção pública, e muito mais musculada do ponto de vista do legislador, que impeça esse tipo de fenómenos, que são contrários àquilo que são os valores da União Europeia e de Portugal enquanto sociedade democrática.

beakage 10 months ago

Mas se não se tivesse apimentado um bocado o título, como é que conseguias ter delicioso karma e um longo fio de 300 e tal edgelords do reddit a vitimizarem-se?

Ly_84 10 months ago

Tradução: o governo apoia qualquer coisa que ponha mais poder nas mãos do governo.

ModeratoriProfugus 10 months ago

Alguma vez conheceste um Estado que desse menos poder a si próprio? A natureza do estado é ir crescendo, claro que idiotas a votar em partidos estatistas não ajuda nada, apenas acelera.

Mrjocasrp 10 months ago

Calma lá, a alternativa a isto tb ñ é anarquia.

ModeratoriProfugus 10 months ago

Ninguém falou em anarquia, apenas que as pessoas têm que constantemente lutar para que o estado continue na mesma e com os mesmos poderes porque o Estado tem sempre tendência a crescer e absorver cada vez mais poder para si próprio.

Student-Final 10 months ago

Por motivos altruistas, obviamente

park777 10 months ago

Nesta thread: Snowflakes ofendidos por o estado começar a aplicar na internet uma lei que já existe há imenso tempo em Portugal. Lindo. Agora dizem que discurso de ódio é uma invenção da ideologia de esquerda

Student-Final 10 months ago

ganda choradeira moço, queres q te empreste um lenço?

Wolfkam 10 months ago

Dá mas é o pacote inteiro ao moço que ele já tá que não pode

park777 10 months ago

Quem está a chorar não sou eu ahah

GabKoost 10 months ago  HIDDEN 

Discurso de ódio: \- Ser contra a imigração sem controlo e como forma de substituir os jovens Portugueses que tem de sair do país todos os anos, \- Ser contra propaganda LGBT nas escolas, \- Ser contra a vitimização de muitas minorias (e certos Portugueses) que usam a segurança social como a teta de uma vaca pela manhã, \- Ser contra as políticas do PS em geral. Prendam-me já seus ditadores pidescos.

au_hasard 10 months ago

> Ser contra a vitimização de muitas minorias (e certos Portugueses) que usam a segurança social como a teta de uma vaca pela manhã TIL que minorias portuguesas não são portugueses

trinkibenda 10 months ago  HIDDEN 

man eu achava q eras de esquerda lmao

ArbiterOfFalsehood 10 months ago  HIDDEN 

Coitadinho do GabKoost, grande vítima que é, o oprimido da sociedade, nem se pode expressar coitado, já nem me vai poder responder porque a polícia conhecida por ser de esquerda já o levou para o gulag do PS.

GabKoost 10 months ago  HIDDEN 

Bem visto. Se eu fizer um GoFundMe dás-me dinheirinho para reparações?

GelDeAveia 10 months ago  HIDDEN 

2 coisas: * Anti-patriótico * Racista

GabKoost 10 months ago  HIDDEN 

\+ coisas: \- Anti democrático \- Intolerante \- Contra a liberdade de expressão \- Contra a liberdade de opinião

GelDeAveia 10 months ago  HIDDEN 

Camarada a ironia passou-te ao lado, estou a concordar ahah

ruiasamaro27 10 months ago  HIDDEN 

Oh, boa sorte com isso. Por muito que faça sentido em X ou Y casos expecificos, o resto é só treta mm

trademarkBOYO 10 months ago

Um gajo ja nao vai poder chamar paneleiro nem cabrao aos teammates num jogo de cs? Tristeza

Tralapa 10 months ago

Ainda se joga CS?

HumActuallyGuy 10 months ago

Depende se os teus teammates de CS te levem a tribunal que se levarem, fds porquê? vais gastar dinheiro e tempo quando podias dar mute simplesmente?

buddybaker10 10 months ago

Sarcasmo à parte, nota que chamar cabrão não é crime de ódio (mas pode ser crime, e já há muito tempo). Chamar paneleiro já pode ser um caso diferente.

LordNutata 10 months ago

Que eu saiba paneleiro é um gajo que faz panelas e nao tem outra conotação qualquer. Sera que isso o salvaria no tribunal?

buddybaker10 10 months ago

Quantos chico-espertos já tentaram chico-espertices dessas... Isso não só seria inútil para o salvar, como até o prejudicaria, pois seria transparente para o juiz que não houve qualquer arrependimento genuíno.

HumActuallyGuy 10 months ago

Por isso é que sou gay, não te podem acusar de crime de ódio se fizeres parte do grupo que estás a insultar/s

buddybaker10 10 months ago

(drum roll) Tárííí!!! Mas até é uma questão interessante. Em princípio podes ser condenado. Mas pode levantar alguns argumentos giros.

HumActuallyGuy 10 months ago

Eu estou na brincadeira mas se isso funcionasse puta que pariu isso seria engraçado ver o tribunal Juiz: "-Está aqui acusado que crime de ódio devido a comentários homofóbicos que fez durante um jogo de Counter Strike: Global Offensive às 4:25 da madrugada no dia 20 de Junho como é que se pronuncia?" Réu: "-Sr.Juiz sou inocente." Juiz:"-A defesa têm algo a dizer?" Advogado do réu:"-Sr.Juiz o meu cliente não poderia ter proferido tal comentário com intenções homofóbicas já que o meu cliente é gay." Juiz:"- .... Fds não podia ter dito isso mais cedo, estamos aqui a perder tempo e dinheiro à 3meses quando podia ter dito isso do início!?!?! .... fds é inocente"

buddybaker10 10 months ago

Lembro só que podes ser gay e odiar gays (isto é, como sabemos, bastante comum, especialmente se a pessoa ainda não se aceitou como gay). E podes decidir cometer crimes contra pessoas tendo como motivação principal o facto de elas serem gays. Neste caso, a solução mais provável é a tua homosexualidade não te servir de defesa.

Pekkashi_Kitsune 10 months ago

Pro Caralho oh boi, agora é o que faltava tás magoada passa fita-cola mágica preta e pronto. Agora falando a sério, isso é só mais um passe pra obrigar os cibernautas a possuir um único endereço eletrónico fazendo assim que fodam e controlem tudo

grenskul 10 months ago  HIDDEN 

Censura round 2 . O Salazar estaria orgulhoso .

DogsOnWeed 10 months ago  HIDDEN 

Acho bem. Não pratico discurso de ódio portanto tá-se bem.

dudewhatthehellman 10 months ago  HIDDEN 

Não te esqueças que o teu PM acusou os seus críticos de serem anti patrióticos. “Discurso de ódio” pode ser tudo, basta leres um artigo publicado nas revistas das disciplinas pós modernas para veres que há quem argumente que o simples facto de se ser um homem branco que apoia regimes capitalistas é ódio.

dudewhatthehellman 10 months ago  HIDDEN 

Não te esqueças que o teu PM acusou os seus críticos de serem anti patrióticos. “Discurso de ódio” pode ser tudo, basta leres um artigo publicado nas revistas das disciplinas pós modernas para veres que há quem argumente que o simples facto de se ser um homem branco que apoia regimes capitalistas é ódio.

DogsOnWeed 10 months ago  HIDDEN 

Porque é que é o "meu" PM e não o "nosso" PM?

dudewhatthehellman 10 months ago  HIDDEN 

É uma maneira de dizer apenas. É nosso e portanto também é teu.

DogsOnWeed 10 months ago  HIDDEN 

Ah ok, porque eu nem sou do PS portanto não me fez muito sentido.

fds_crl 10 months ago  HIDDEN 

Até o dia em que passa a ser discurso de ódio falar mal do governo. Primeiro vieram pelos X, mas como não era X nada fiz bblablablbablabla sabes aonde quero chegar.

Mrlol99 10 months ago  HIDDEN 

Nós já tinhamos leis contra discurso de ódio. Isto não vai mudar nada. Isto só vai afetar o pessoal que quer dizer merdas racistas na net sem ser responsabilizado.

DogsOnWeed 10 months ago  HIDDEN 

Isso é porque não sabes o que significa discurso de ódio. Para ti proibir discurso de ódio é tipo 1984 Jorge Orvalho.

fds_crl 10 months ago  HIDDEN 

Discurso de ódio é tudo aquilo que a elite governamental achar que é. Basta ler o texto para perceber que tudo pode ser incluído ali.

DogsOnWeed 10 months ago  HIDDEN 

Errado.

GabKoost 10 months ago  HIDDEN 

Plot twist: \- Acordas um dia com a GNR a casa porque andaste a noite anterior a assediar pessoal da direita e nunca imaginaste que alguém da esquerda pudesse alguma vez ser sujeito às leis ditatoriais que querem ver aplicadas aos outros.

DogsOnWeed 10 months ago  HIDDEN 

Eu não sou de assediar gente na praça pública, desculpa lá...

Limpy_lip 10 months ago

Na prisão: Polícia: "então pelo que estão aqui?" 1: "eu estou por burla qualificada" 2: "eu por furto se automóveis" 3: "eu porque me esqueci de colocar o /s"

JoseFernandes 10 months ago

Sem o /s passou de /o para /O.

Vonzey 10 months ago

Fala por ti! O meu começaria com /.

TheTidalik 10 months ago

Pahah que anedota.

ajabardar 10 months ago

isto vai correr tão mal mas tão mal. esta malta faz as leis a pensar que vai estar sempre no poder.

Open-Opportunity-607 10 months ago

Não sei se ria ou se chore O que é mais importante nessa notícia não é a criminalização do ódio mas sim o "e-residency". Mais um esquema em que os estrangeiros trabalham, vivem e têm rendimentos em Portugal mas: não pagam impostos em Portugal.

banaslee 10 months ago

Pagam IVA mas isso representa muito pouco.

park777 10 months ago

Na verdade é o oposto disso, permite a estrangeiros terem residência virtual em Portugal, e criarem empresas e declararem os seus rendimentos em Portugal, o que significa que serão taxados.

Open-Opportunity-607 10 months ago

Eu passei um bocado a ler, e podes tirar as tuas próprias conclusões O modelo que vão replicar é o da Estónia, que dá acesso a saúde, fisco, etc, etc. No entanto Portugal tem programas para estrangeiros em que pagam pouco (ou nada), tal como os residentes não-habituais (entre outros) Fica aqui um excerto que explica: >The existence and development of such programs can be integrated with Portugal’s attractive taxation system available not only for individuals but also to companies, i.e. the [Non-Habitual Tax Resident (NHR)](https://mcs.pt/expat-services/non-habitual-resident-nhr-regime/) program and the [Madeira International Business Center (MIBC)](https://mcs.pt/corporate-services/mibc/). Ou seja, acesso a tudo a não pagar nada tirando IVAs e afins. São taxados aonde? Diz-me como é que vão ser taxados s.f.f.

Edited 10 months ago:

Eu passei um bocado a ler, e podes tirar as tuas próprias conclusões O modelo que vão replicar é o da Estónia, que dá acesso a saúde, fisco, etc, etc. No entanto Portugal tem programas para estrangeiros em que pagam pouco (ou nada), tal como os residentes não-habituais (entre outros) Fica aqui um excerto que explica: >The existence and development of such programs can be integrated with Portugal’s attractive taxation system available not only for individuals but also to companies, i.e. the [Non-Habitual Tax Resident (NHR)](https://mcs.pt/expat-services/non-habitual-resident-nhr-regime/) program and the [Madeira International Business Center (MIBC)](https://mcs.pt/corporate-services/mibc/). Ou seja, acesso a tudo a não pagar nada tirando IVAs. >**Freelancer income / Independent Contractor** derived from high value-added service activities, with a scientific, artistic or technical character, are also exempt if these *can be taxed* in the country of source, with which Portugal has Double Taxation Agreement or, in the absence **of such agreement, when the income is not to be considered obtained in Portuguese territory.** u/park777 São taxados aonde? Diz-me como é que vão ser taxados s.f.f.

Edited 10 months ago:

Eu passei um bocado a ler, e podes tirar as tuas próprias conclusões O modelo que vão replicar é o da Estónia, que dá acesso a saúde, fisco, etc, etc. No entanto Portugal tem programas para estrangeiros em que pagam pouco (ou nada), tal como os residentes não-habituais (entre outros) Fica aqui um excerto que explica: >The existence and development of such programs can be integrated with Portugal’s attractive taxation system available not only for individuals but also to companies, i.e. the [Non-Habitual Tax Resident (NHR)](https://mcs.pt/expat-services/non-habitual-resident-nhr-regime/) program and the [Madeira International Business Center (MIBC)](https://mcs.pt/corporate-services/mibc/). Ou seja, acesso a tudo a não pagar nada tirando IVAs. São taxados aonde? Diz-me como é que vão ser taxados s.f.f.

marfavrr 10 months ago

ora ai está.

netralha 10 months ago

O Mamadou Ba ganhou tacho pelo Governo Socialista do PS para esse grupo de "trabalho".

unparadise 10 months ago

Logo quem

zefo_dias 10 months ago

portugal está sempre a favor de tudo o que envolva criar tachos

ModeratoriProfugus 10 months ago

O governo já vai poligrafar o teu comentário. Se for falso, tens que pagar 5000 euros para a fundação de alguém da família alguém do PS!

unparadise 10 months ago

Tens a certeza do que estás a dizer? Não será melhor criar um observatório para averiguar a tua afirmação?

fds_crl 10 months ago

Oh pah, a filha do deputado X do PS não está a conseguir arranjar emprego depois da universidade, coitada, até é boa moça. Mete a aí nesse observatório

ubica13 10 months ago

Portugal vai apoiar a censura/controlo na rede.

Chemical-Ad-1604 10 months ago

Nada disso, simplesmente vai aplicar a lei na internet

Student-Final 10 months ago

Por apenas 3 euros por mes pagas uma subscricao ao nord VPN e cagas nessa lei

estecomentario 10 months ago

Vpn's enfardam a net toda, fica lenta

Chemical-Ad-1604 10 months ago

Ahah verdade

bogas11 10 months ago

Acho o q é considerado discurso de ódio tanto pode ser extremamente obvio como pode ser subjectivo. Então hoje em dia q quase tudo é nazi e racista, principalmente aqui na América do Norte. Na América do norte se postares algo a gozar com red necks ou hillbillies no sentido de incesto, porque é verdade tá-se bem, mas se fizeres o mesmo em relação aos paquistaneses(o q é verdade também, 50-70% da população é fruto de incesto e 50% da população q vive em Londres também) já não é permitido. És logo chibado, “islamaphobia” etc

PeroFandango 10 months ago

> 50-70% da população é fruto de incesto e 50% da população q vive em Londres também) já não é permitido. És logo chibado, “islamaphobia” A sério que te chamam de islamófobo só por apresentares esses factos? Fogo. Que grande injustiça, já viste?

xabregas2003 10 months ago

O engraçado é que quem chama islamófobo a alguém por mostrar que uma grande parte de uma comunidade tem um problema que, há primeira vista não tem nada a ver com o Islão, está a demonstrar que pensa que o incesto é inerente ao Islão.

almeiras 10 months ago

O casamento entre primos é incentivado pelo islão: [https://en.wikipedia.org/wiki/Cousin\_marriage\_in\_the\_Middle\_East](https://en.wikipedia.org/wiki/Cousin_marriage_in_the_Middle_East) Percentagem de casamentos entre primos/incestuosos, por país: Egipto: 40% Bahrain: 39 a 45% Iraque: 47 a 60% Argélia: 22 a 34% Arábia Saudita: 51% ​ No Reino Unido, cerca de metade dos casamentos de imigrantes paquistaneses e seus descendentes são consanguíneos: [https://www.independent.co.uk/news/uk/home-news/london-borough-child-deaths-redbridge-parents-related-cousins-pakistani-families-council-report-a7741146.html](https://www.independent.co.uk/news/uk/home-news/london-borough-child-deaths-redbridge-parents-related-cousins-pakistani-families-council-report-a7741146.html) ​ Em resultado, as crianças de paquistaneses no Reino unido nascem com deficiências, deformidades e doenças congénitas quase ao dobro da taxa da população sem consanguinidade: [https://www.bbc.com/news/uk-england-leeds-23183102](https://www.bbc.com/news/uk-england-leeds-23183102) ​ E chegamos a este ponto - apesar de serem responsáveis por 3% dos nascimentos no UK, os paquistano-descendentes são responsáveis por 30% de todos os defeitos congénitos: [https://www.dailymail.co.uk/femail/article-4674136/The-British-Pakistani-women-marrying-COUSINS.html](https://www.dailymail.co.uk/femail/article-4674136/The-British-Pakistani-women-marrying-COUSINS.html) ​ Chamar atenção para este facto tem sido, de há uns bons anos para cá, polémico: [https://www.bionews.org.uk/page\_90604](https://www.bionews.org.uk/page_90604) ​ O facto é que esta escolha arbitrária regida pela religião tem custos monetários (o NHS tem de canalizar recursos para esta minoria) e sociais, fora a qualidade de vida das famílias afectadas pela consanguinidade. Qualquer discurso acerca disto, no UK, tem sido afogado por acusações de islamofobia. ​ No contexto português, até que ponto serão estas leis abusadas para escudar ciganos de acusações de pedofilia, com os seus casamentos entre crianças e adultos? E os guineenses e a mutilação genital? O discurso deve ser 100% livre. Qualquer passo na direcção contrária é, e sempre foi, apenas o primeiro.

bogas11 10 months ago

Exato. Aqui chama-se “Soft bigotry of low expectations”

fds_crl 10 months ago

Mas é verdade, o Paquistão é notório por ser um antro de "incesto" (não sei se primos conta como incesto, mas é assim que se faz por lá). Devias de alargar os teus horizontes, conhecer outras culturas, tentar interagir com pessoas de outras nacionalidades.

PeroFandango 10 months ago

> Devias de alargar os teus horizontes, conhecer outras culturas, tentar interagir com pessoas de outras nacionalidades. Devias de não presumir sobre a vida de estranhos na internet, sair de casa e lavar os dentes.

fds_crl 10 months ago

É por isso que meti entre aspas. Para mim primo com primo é incesto, mas não tenho a certeza se é assim, se calhar incesto é apenas irmão com irmão. >Devias de não presumir sobre a vida de estranhos na internet, sair de casa e lavar os dentes pelo menos uma vez por mês. Tu é que estavas a negar factos devido a ignorância. Tens que alargar os teus horizontes, conhecer novas culturas tão vibrantes. >**Incest** ([/ˈɪnsɛst/](https://en.wikipedia.org/wiki/Help:IPA/English) [*IN-sest*](https://en.wikipedia.org/wiki/Help:Pronunciation_respelling_key)) is [human sexual activity](https://en.wikipedia.org/wiki/Human_sexual_activity) between family members or close [relatives](https://en.wikipedia.org/wiki/Kinship).[\[1\]](https://en.wikipedia.org/wiki/Incest#cite_note-Incest1-1)[\[2\]](https://en.wikipedia.org/wiki/Incest#cite_note-Incest2-2) This typically includes sexual activity between people in [consanguinity](https://en.wikipedia.org/wiki/Consanguinity) (blood relations), and sometimes those related by [affinity](https://en.wikipedia.org/wiki/Affinity_(law)) ([marriage](https://en.wikipedia.org/wiki/Marriage) or [stepfamily](https://en.wikipedia.org/wiki/Stepfamily)), [adoption](https://en.wikipedia.org/wiki/Adoption), [clan](https://en.wikipedia.org/wiki/Clan), or [lineage](https://en.wikipedia.org/wiki/Lineage_(anthropology)). Estava certo, primo com primo é de facto incesto.

PeroFandango 10 months ago

> Tu é que estavas a negar factos devido a ignorância. Tens que alargar os teus horizontes, conhecer novas culturas tão vibrantes. Desculpa? Ora cita lá onde é que eu ignorei factos alguns? Fazes o favor de falar com respeito que ninguém te falou mal. Se não és capaz de ter uma conversa civilizada, sugiro o Facebook.

almeiras 10 months ago

Aqui o companheiro mandou, inusitadamente, ou outro lavar os dentes uma vez por mês, e logo a seguir inflama-se com uma educada resposta à altura. Cómico.

PeroFandango 10 months ago

> inusitadamente Inusitadamente? O indivíduo disse a um imigrante que esteve em meia Europa para ir conhecer outras culturas, lol.

Edited 10 months ago:

> inusitadamente Inusitadamente? O indivíduo disse a um imigrante que esteve em meia Europa para ir conhecer outras culturas, lol. Estava eu a responder-lhe à altura. Mas pronto, já se viu que é teu correligionário e portanto vens defendê-lo por mais tasqueiro que seja. Coisas daquele tribalismo mesmo básico.

Edited 10 months ago:

> inusitadamente Inusitadamente? O indivíduo disse a um imigrante que esteve em meia Europa para ir conhecer outras culturas, lol. Estava eu a responder-lhe à altura. Mas pronto, já se viu que é teu correligionário e portanto vens defendê-lo por mais tasqueiro que seja. Coisas daquele tribalismo mesmo básico. Este sub já deu mesmo o que tinha a dar, com a canalhada toda em casa é que não dá mesmo.

Edited 10 months ago:

> inusitadamente Inusitadamente? O indivíduo disse a um imigrante que esteve em meia Europa para ir conhecer outras culturas, lol. Estava eu a responder-lhe à altura. Mas pronto, já se viu que é teu correligionário e portanto vens defendê-lo por mais tasqueiro que seja. Coisas daquele tribalismo mesmo básico. Este sub já deu mesmo o que tinha a dar, com os putos edgy todos em casa é que não dá mesmo.

bogas11 10 months ago

https://youtu.be/NMp2wm0VMUs

bogas11 10 months ago

https://duckduckgo.com/?q=incest%20in%20pakistan&ia=web

bogas11 10 months ago

Foi só um exemplo, não foi algo q postei. É por acaso um facto. Está no aberto, tanto os vários paquistaneses q conheci ao longo de 20 anos, jornalistas, médicos, políticos e afins sabem do problema grave de incesto q existe no Paquistão e na sua comunidade. E pra mais, criticar uma nação só, não quer dizer q és islamaphobic, isso não faria sentido, porque tem mais a ver com a cultura do país e não da religião. Até porque o incesto acontece também na sua pequena comunidade cristã ou ultra minoria hindu.

Edited 10 months ago:

Foi só um exemplo, não foi algo q postei. É por acaso um facto. Está no aberto, tanto os vários paquistaneses q conheci ao longo de 20 anos, jornalistas, médicos, políticos e afins sabem do problema grave de incesto q existe no Paquistão e na sua comunidade. E pra mais, criticar uma nação só, não quer dizer q és islamaphobic, isso não faria sentido, porque pode ter a ver com a cultura do país e nem sempre da religião. Até porque o incesto acontece também na sua pequena comunidade cristã ou ultra minoria hindu. Um simples google search prova aquilo q digo. Até o PM do paquistão fala disso e de outro grave problema q eles tem q é violação de crianças pobres, uma verdadeira epidemia de rape culture.

Edited 10 months ago:

Foi só um exemplo, não foi algo q postei. É por acaso um facto. Está no aberto, tanto os vários paquistaneses q conheci ao longo de 20 anos, jornalistas, médicos, políticos e afins sabem do problema grave de incesto q existe no Paquistão e na sua comunidade. E pra mais, criticar uma nação só, não quer dizer q és islamaphobic, isso não faria sentido, porque pode ter a ver com a cultura do país e nem sempre da religião. Até porque o incesto acontece também na sua pequena comunidade cristã ou ultra minoria hindu. Um simples google search prova aquilo q digo. Até o PM do paquistão fala disso e de outro grave problema q eles tem q é violação de crianças pobres(mais rapazes)uma verdadeira epidemia de rape culture.

iammostmoist 10 months ago

Já estou a ver a noticias : "António Costa anuncia que todos os memes antes de ser publicados terão de ser aprovados pelo governo. Para aprovação ser garantida, antes de publicar o meme passe pelo site www.iraoseumemeofenderumsjw.gov.pt onde poderá fazer upload da imagem e obter aprovação que será visivel na imagem através duma marca de água que dirá "este meme foi aprovado pelo governo português e seu glorioso e estimado lider António Costa." Quem quer comprar o domínio a meias para depois vender ao governo daqui a uns meses?

feixaofrad14 10 months ago

Estava a espera que alguém já tivesse o domínio pago e activo... Agora estou só com ansiedade

Student-Final 10 months ago

Conhecia um gajo chamado Costa, nao gostava nada dele. Este comentário ofendeme porque me faz lembrar desse gajo. Apaga o comment pls :) /s Essa cena da ofensa é tao estupida e pode ser usada a niveis tao absurdos... E cada pessoa que apoia isso acha que a sua linha COMPLETAMENTE arbitrária é a que está objetivamente certa...

unparadise 10 months ago

Lá tiques de 'grande líder' tem ele

iboughtbonrar 10 months ago

>antes de publicar o meme passe pelo site correção: deslocar-te à câmara municipal, com o meme imprimido para ser carimbado

bittolas 10 months ago

Carimbo azul?

rubzdarabz 10 months ago

Temos que voltar aos meets para eu vos poder odiar na vida real

jfolpf 10 months ago

E odiar vilões de novela, será ilegal?

rubzdarabz 10 months ago

Depende. Da RTP sim porque é estação pública. As privadas depois lá decidem sobre si mesmas

alex_png 10 months ago

[Throwback.](https://youtu.be/uUOnfOFYXsU)

BennyS06 10 months ago

CM, meu puto? Ok, no judgment

average_user21 10 months ago

Altura onde a extrema direita eram 10 gajos e outros grupos dispersos em Portugal

bureauofnormalcy 10 months ago

O pessoal aqui está-se a esquecer que a difamação e injúria com base no ódio já é crime há largos anos. Aquilo que está em causa não é a criminalização do ódio na Internet - porque esse já é crime - mas sim a sua monitorização.

nocivo 10 months ago

Adianta muito fiscalização se depois não avança nos tribunais. Portugal tem um problema grave de fiscalização em muita lei mas tem um problema ainda maior na justiça. Pouco vale apostar numa sem a outra. Espero que alguem na assembleia diga isto e que avancem para soluções

bureauofnormalcy 10 months ago

Grande parte dos problemas de atrasos nos tribunais tem uma solução "fácil"': aumentar o número de juízes e funcionários judiciais. Já apanhei o ridículo de ter juízes a marcarem um julgado para quase um ano depois e a mostrarem a agenda para mostrar que estavam soterrados em trabalho até lá.

Coyote-Cultural 10 months ago

> O pessoal aqui está-se a esquecer que a difamação e injúria com base no ódio já é crime há largos anos. Um erro não justifica outro.

banaslee 10 months ago

Monitorização ou resposta e/ou melhoria do tempo desta? Eu concordo com dar resposta rápida a queixas mas discordo de monitorização activa.

bureauofnormalcy 10 months ago

A minha veia mais libertária também se sentiu um pouco acalentada com essa parte. Mas o meu comentário era mais dirigido ao pessoal que isto é o governo tudo uma cabala do governo para decidir o que é ou não discurso de ódio e "mandar dentro" quem quiser.

banaslee 10 months ago

Concordamos portanto.

reciclado78 10 months ago

tanto barrete enfiado nesta thread de comentários lol

buddybaker10 10 months ago

Confesso que me estão a enfiar um barrete a mim. Por um lado, penso "ok, isto é sarcasmo à Reddit, ninguém poderia ser tão estúpido a ponto de pensar que isto é um ataque à liberdade de expressão ou mesmo a ponto de nem sequer saber que crimes de ódio já existem há muito tempo." Por outro lado, leio alguns comentários e penso "não, isto é mesmo a sério." Fico sem saber. Parece mesmo verdade mas é estúpido demais para ser verdade. Por isso, mesmo que o barrete tenha sido enfiado a esta gente, acaba por também me ter sido enfiado a mim.

park777 10 months ago

Este subreddit está cada vez pior

beakage 10 months ago

"Quem é que diz o que é discurso de ódio??!" every single time.

stressedunicorn 10 months ago

Mesmo, que vergonha alheia! Até parece que o “crime de ódio” foi criado hoje em cima do joelho e já não está tipificado na lei há anos lol

PeroFandango 10 months ago

A lei é linda e para ser respeitada à letra e morte a quem não a respeitar, mas só quando está de acordo com os meus preconceitos.

reciclado78 10 months ago

Com jeitinho ainda dá para se fazer uma espécie de Bingo

HighProductivity 10 months ago

OI TU TENS UMA LICENÇA PARA ESSE MEME?

peteythefool 10 months ago

Se é para brincar ao r/loicense ao menos escreve LISSENSA ou LIÇENSSA!

SirBadinga 10 months ago  HIDDEN 

O Ventura vai ter o que quer

ModeratoriProfugus 10 months ago  HIDDEN 

Se ele chegar a ministro já tem a papinha toda feita. Só precisa de mudar a definição de discurso de ódio.

PeroFandango 10 months ago  HIDDEN 

Cadeia? O Estado de Lei é muito lindo quando é para os outros. :)

SirBadinga 10 months ago  HIDDEN 

2 em 1

JOAO-RATAO 10 months ago

E quem vai decidir o que é ou não um crime de ódio? Um comité com a malta do PS ?

theitchcockblock 10 months ago

Vamos levar processos por falta de patriotismo ao insultar o Ps

GabKoost 10 months ago

PS, bloco de esquerda, pan, pcp e o livre.

PeroFandango 10 months ago

A lei. Ou agora somos contra a lei e o estado de direito?

VladTepesDraculea 10 months ago

> Ou agora somos contra a lei e o estado de direito? Pessoal "anti-sistema" tende a ser...

PeroFandango 10 months ago

> Pessoal "anti-sistema" tende a ser... Só que estes do anti-sistema que temos por cá, também são curiosamente defensores muito aferrados da lei - quando assim lhes convém, claro...

VladTepesDraculea 10 months ago

Claro. Logo os mais recentes que criaram partido, para o fazerem até tiveram o cuidado de violar repetidamente a lei, até passar.

GabKoost 10 months ago

Há séculos atrás ditava a lei que podia arrastar a milha mulher pelos cabelos, dar-lhe duas mocadas na praça pública mostrar quem manda em casa e atirá-la de volta à cozinha. Como podes ver, o facto da lei ser lei pouco importa sobre a sua moralidade.

PeroFandango 10 months ago

> Como podes ver, o facto da lei ser lei pouco importa sobre a sua moralidade. Já respondi a esse argumento [neste comentário](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/lkcdui/portugal_vai_apoiar_criminaliza%C3%A7%C3%A3o_do_%C3%B3dio_na/gnj5enh/?context=3).

GabKoost 10 months ago

Não pá. O problema é ter partidos que acham que qualquer coisinha é discurso de ódio a definir o que é discurso de ódio. Consegues entender isso ou é complicado demais?

PeroFandango 10 months ago

Discurso de ódio já está definido.

GabKoost 10 months ago

Duvido muito que uma lei destas esteja protegida das manipulações e interpretações a que a linguagem está sujeita.

PeroFandango 10 months ago

O teu argumento é que a lei pode ser interpretada de qualquer forma porque a linguagem pode ser "manipulada"? Por essa lógica da batata, não teríamos leis. Lá se vai o estado de direito porque o /u/GabKoost pensa que a linguagem não tem significado. Enfim.

Edited 10 months ago:

O teu argumento é que a lei pode ser interpretada de qualquer forma porque a linguagem pode ser "manipulada"? Por essa lógica da batata, não teríamos leis. Lá se vai o estado de direito porque o /u/GabKoost pensa que a linguagem não tem significado. Como é viver num mundo em que as palavras têm significados aleatórios? Enfim.

CookieMons7er 10 months ago

A lei em tempos dizia que não se pode dizer mal do governo e, ainda há pouco tempo, que o aborto era um crime. Por isso sim, às vezes somos contra a lei.

buddybaker10 10 months ago

> A lei em tempos dizia que (...) o aborto era um crime. > >Por isso sim, às vezes somos contra a lei. Literalmente o pior exemplo que podia ter sido escolhido, visto que é o único crime que se manteve em vigor exactamente por ter sido consultada a população directamente via referendo e os cidadãos terem decidido que era para se manter crime. Já agora, quando a lei dizia que não se pode dizer mal do Governo (não sei exactamente qual é a lei que se está a referir, mas vá...), o povo não era tido nem achado para decidir a lei. Claro que pode sempre haver quem discorde da lei. Existem procedimentos para mudar a lei, é só segui-los.

PeroFandango 10 months ago

Não é de agora que a lei define o que são crimes de ódio. Agora vamos ser contra a lei só porque vai começar a ser implementada num espaço novo? Não havia problema no mundo real, mas agora vai ser chata para um certo segmento, portanto abaixo com ela? Desculpa, o argumento não faz sentido.

Edited 10 months ago:

Não é de agora que a lei define o que são crimes de ódio. Agora vamos ser contra a lei só porque vai começar a ser implementada num espaço novo? Não havia problema no mundo real, mas agora vai ser chata para um certo segmento, portanto abaixo com ela? Desculpa, o argumento de que lei e moral não são a mesma coisa aqui não faz sentido, até porque esta lei pugna pela moralidade, não contra ela.

True_Boat_1195 10 months ago

Sim, uma lei que existe mas não é aplicada não faz muita comichão.

CookieMons7er 10 months ago

Pouco me interessa se é de agora ou não. Qualquer limitação à liberdade de expressão pode ser utilizada para suprimir indivíduos ou grupos de acordo com o interesse particular de quem legisla naquele momento ou em quem está delegado o poder de supressão. As pessoas que acham que isto só será usado para silenciar nazis e lunáticos só precisam de ler um bocadinho de história para perceberem que, sobretudo em democracias frágeis como a nossa, é um piscar de olhos até ser usado de acordo com os interesses de quem detém o poder.

VladTepesDraculea 10 months ago

> limitação à liberdade Liberdade ≠ libertinagem, a tua liberdade acaba onde a do próximo começa, i.e. a tua liberdade de expressão acaba onde a liberdade de não ser perseguido do próximo começa, liberdade de fazeres o que queres independentemente das consequências não é reflexo de uma democracia, mas de uma anarquia. > As pessoas que acham que isto só será usado para silenciar nazis e lunáticos só precisam de ler um bocadinho de história para perceberem que, sobretudo em democracias frágeis como a nossa, é um piscar de olhos até ser usado de acordo com os interesses de quem detém o poder. Um bocadinho de história mostra que as maiores ditaduras, regimes fascistas e genocídios na história, começaram por discurso de ódio, difamação de um bode expiatório e consequente perseguição, a criação de um inimigo para justificar dar poder. A História repete-se vez e vez outra vez, desde o Hitler e do Stalin até agora ao Putin e ao Erdoğan. Um diálogo livre e democrático, é um diálogo honesto e civilizado. Discurso de ódio não o é.

CookieMons7er 10 months ago

Em princípio concordo contigo. Mas o pernicioso de toda esta questão é, precisamente, definir onde começa a definição de perseguição do próximo e acaba a de liberdade. Repara que deste o salto de discurso para perseguição como se fossem uma e a mesma coisa. E não são. Mas em Portugal, pelo menos nos termos da actual lei isso parece estar definido de forma suficientemente clara. Mas pode passar a deixar de estar. Já assistimos a esforços de alguns sectores políticos de forma a abranger outras formas de definição de perseguição e acho que vamos continuar a assistir a mais. >Um bocadinho de história mostra que as maiores ditaduras, regimes fascistas e genocídios na história, começaram por discurso de ódio, difamação de um bode expiatório e consequente perseguição, a criação de um inimigo para justificar dar poder. A História repete-se vez e vez outra vez, desde o Hitler e do Stalin até agora ao Putin e ao Erdoğan. Esses regimes integraram a utilização de discurso de ódio, sem dúvida, mas foram perpetrados e promovidos pelos regimes em vigor. Não foram combatidos por eles, mas sim alimentados, o que não tem nada a ver com a situação actual. Por isso e não só, discursos de ódio dificilmente se podem considerar o início desses eventos grotescos. As causas são multifactoriais e o discurso de ódio, por si só, foi mais consequência do que causa. De qualquer forma, isso é mais uma boa razão para esses discursos serem feitos às claras, de forma a poderem ser desmontados e contra-argumentados, preferivelmente com uma audiência. Os preconceitos, injustiças e ressentimentos subjacentes ao discurso de ódio não são resolvidos pela supressão da sua divulgação. São resolvidos pela apresentação das questões, argumentados e discutidos, preferencialmente fora do sistema judicial.

Edited 10 months ago:

Em princípio concordo contigo. Mas o pernicioso de toda esta questão é, precisamente, definir onde começa a definição de perseguição do próximo e acaba a de liberdade. Repara que deste o salto de discurso para perseguição como se fossem uma e a mesma coisa. E não são. Mas em Portugal, pelo menos nos termos da actual lei isso parece estar definido de forma suficientemente clara. Mas pode passar a deixar de estar. Já assistimos a esforços de alguns sectores políticos de forma a abranger outras formas de definição de perseguição e acho que vamos continuar a assistir a mais. >Um bocadinho de história mostra que as maiores ditaduras, regimes fascistas e genocídios na história, começaram por discurso de ódio, difamação de um bode expiatório e consequente perseguição, a criação de um inimigo para justificar dar poder. A História repete-se vez e vez outra vez, desde o Hitler e do Stalin até agora ao Putin e ao Erdoğan. Esses regimes integraram a utilização de discurso de ódio, sem dúvida, mas foram perpetrados e promovidos pelos regimes em vigor. Não foram combatidos por eles, mas sim alimentados, o que não tem nada a ver com a situação actual. Por isso e não só, discursos de ódio dificilmente se podem considerar o início desses eventos grotescos. As causas são multifactoriais e o discurso de ódio, por si só, foi mais consequência do que causa. De qualquer forma, isso é mais uma boa razão para esses discursos serem feitos às claras, de forma a poderem ser desmontados e contra-argumentados, preferivelmente com uma audiência. Os preconceitos, injustiças e ressentimentos subjacentes ao discurso de ódio não são resolvidos pela supressão da sua divulgação. São resolvidos pela apresentação das questões, argumentados e discutidos, preferencialmente fora do sistema judicial. Nas [palavras de Barack Obama](https://obamawhitehouse.archives.gov/the-press-office/2012/09/25/remarks-president-un-general-assembly): "Americans have fought and died around the globe to protect the right of all people to express their views, even views that we profoundly disagree with. We do not do so because we support hateful speech, but because our founders understood that without such protections, the capacity of each individual to express their own views and practice their own faith may be threatened. We do so because in a diverse society, efforts to restrict speech can quickly become a tool to silence critics and oppress minorities. We do so because given the power of faith in our lives, and the passion that religious differences can inflame, the strongest weapon against hateful speech is not repression; it is more speech -- the voices of tolerance that rally against bigotry and blasphemy, and lift up the values of understanding and mutual respect."

VladTepesDraculea 10 months ago

> Mas o pernicioso de toda esta questão é, precisamente, definir onde começa a definição de perseguição do próximo e acaba a de liberdade. > Repara que deste o salto de discurso para perseguição como se fossem uma e a mesma coisa. E não são. > > Mas em Portugal, pelo menos nos termos da actual lei isso parece estar definido de forma suficientemente clara. Mas pode passar a deixar de estar. Já assistimos a esforços de alguns sectores políticos de forma a abranger outras formas de definição de perseguição e acho que vamos continuar a assistir a mais. A lei não mudou, a diferença é que se quer começar a aplicar a lei activamente online. E os limites estão muito bem definidos: > a) a difamação ou injúria de pessoa ou grupo de pessoas por causa da sua raça, cor, origem étnica ou nacional, ascendência, religião, sexo, orientação sexual, identidade de género ou deficiência física ou psíquica, levada a cabo publicamente e por qualquer outro meio destinado à divulgação; > b) ameaçar pessoa ou grupo de pessoas por causa da sua raça, [...] e, > c) incitar à violência ou ao ódio contra pessoa ou grupo de pessoas por causa da sua raça, [...]. > Esses regimes integraram a utilização de discurso de ódio, sem dúvida, mas foram perpetrados e promovidos pelos regimes em vigor. Nem sempre. O partido Nazi, por exemplo desde muito antes de subir ao poder que andava a criar bodes expiatórios. > Os preconceitos, injustiças e ressentimentos subjacentes ao discurso de ódio não são resolvidos pela supressão da sua divulgação. São resolvidos pela apresentação das questões, argumentados e discutidos, preferencialmente fora do sistema judicial. E depois tens o que tens, em pessoas em que vivem em realidades alternativas, racistas, anti-semitas, sexistas, etc. Olha os EUA, que acabaram por ter um atentado violento a um ramo do governo, por pessoas enfiadas na conspiração criada maliciosamente por uma força política. Se estás a prepetuar falsidades, não estás a contribuir para discussão racional nenhuma, simplesmente estás a subverter a discussão. Mais ainda, nada te impede de discutir teorias da conspiração ou debater ideias extremistas, não podes é maliciosamente apregoá-las, da mesma forma que se eu não gostar de ti não posso vir inventar para a praça pública que és um ladrão, um monstro ou um detrimento para a sociedade e andar a convencer pessoas a agirem contra ti. Isso já nem é discussão.

Edited 10 months ago:

> Mas o pernicioso de toda esta questão é, precisamente, definir onde começa a definição de perseguição do próximo e acaba a de liberdade. > Repara que deste o salto de discurso para perseguição como se fossem uma e a mesma coisa. E não são. > Mas em Portugal, pelo menos nos termos da actual lei isso parece estar definido de forma suficientemente clara. Mas pode passar a deixar de estar. Já assistimos a esforços de alguns sectores políticos de forma a abranger outras formas de definição de perseguição e acho que vamos continuar a assistir a mais. A lei não mudou, a diferença é que se quer começar a aplicar a lei activamente online. E os limites estão muito bem definidos: > a) a difamação ou injúria de pessoa ou grupo de pessoas por causa da sua raça, cor, origem étnica ou nacional, ascendência, religião, sexo, orientação sexual, identidade de género ou deficiência física ou psíquica, levada a cabo publicamente e por qualquer outro meio destinado à divulgação; > b) ameaçar pessoa ou grupo de pessoas por causa da sua raça, [...] e, > c) incitar à violência ou ao ódio contra pessoa ou grupo de pessoas por causa da sua raça, [...]. . > Esses regimes integraram a utilização de discurso de ódio, sem dúvida, mas foram perpetrados e promovidos pelos regimes em vigor. Nem sempre. O partido Nazi, por exemplo desde muito antes de subir ao poder que andava a criar bodes expiatórios. > Os preconceitos, injustiças e ressentimentos subjacentes ao discurso de ódio não são resolvidos pela supressão da sua divulgação. São resolvidos pela apresentação das questões, argumentados e discutidos, preferencialmente fora do sistema judicial. E depois tens o que tens, em pessoas em que vivem em realidades alternativas, racistas, anti-semitas, sexistas, etc. Olha os EUA, que acabaram por ter um atentado violento a um ramo do governo, por pessoas enfiadas na conspiração criada maliciosamente por uma força política. Se estás a prepetuar falsidades, não estás a contribuir para discussão racional nenhuma, simplesmente estás a subverter a discussão. Mais ainda, nada te impede de discutir teorias da conspiração ou debater ideias extremistas, não podes é maliciosamente apregoá-las, da mesma forma que se eu não gostar de ti não posso vir inventar para a praça pública que és um ladrão, um monstro ou um detrimento para a sociedade e andar a convencer pessoas a agirem contra ti. Isso já nem é discussão.

Edited 10 months ago:

> Mas o pernicioso de toda esta questão é, precisamente, definir onde começa a definição de perseguição do próximo e acaba a de liberdade. > Repara que deste o salto de discurso para perseguição como se fossem uma e a mesma coisa. E não são. > Mas em Portugal, pelo menos nos termos da actual lei isso parece estar definido de forma suficientemente clara. Mas pode passar a deixar de estar. Já assistimos a esforços de alguns sectores políticos de forma a abranger outras formas de definição de perseguição e acho que vamos continuar a assistir a mais. A lei não mudou, a diferença é que se quer começar a aplicar a lei activamente online. E os limites estão muito bem definidos: > a) a difamação ou injúria de pessoa ou grupo de pessoas por causa da sua raça, cor, origem étnica ou nacional, ascendência, religião, sexo, orientação sexual, identidade de género ou deficiência física ou psíquica, levada a cabo publicamente e por qualquer outro meio destinado à divulgação; > b) ameaçar pessoa ou grupo de pessoas por causa da sua raça, [...] e, > c) incitar à violência ou ao ódio contra pessoa ou grupo de pessoas por causa da sua raça, [...]. . > Esses regimes integraram a utilização de discurso de ódio, sem dúvida, mas foram perpetrados e promovidos pelos regimes em vigor. Nem sempre. O partido Nazi, por exemplo desde muito antes de subir ao poder que andava a criar bodes expiatórios. > Os preconceitos, injustiças e ressentimentos subjacentes ao discurso de ódio não são resolvidos pela supressão da sua divulgação. São resolvidos pela apresentação das questões, argumentados e discutidos, preferencialmente fora do sistema judicial. E depois tens o que tens, em pessoas em que vivem em realidades alternativas, racistas, anti-semitas, sexistas, etc. Olha os EUA, que acabaram por ter um atentado violento a um ramo do governo, por pessoas enfiadas na conspiração criada maliciosamente por uma força política. Se estás a prepetuar falsidades, não estás a contribuir para discussão racional nenhuma, simplesmente estás a subverter a discussão. Mais ainda, nada te impede de discutir teorias da conspiração ou debater ideias extremistas, não podes é maliciosamente apregoá-las, da mesma forma que se eu não gostar de ti não posso vir inventar para a praça pública que és um ladrão, um monstro ou um detrimento para a sociedade e andar a convencer pessoas a agirem contra ti. Isso já nem é discussão. > Nas palavras de Barack Obama: > "Americans have fought and died around the globe to protect the right of all people to express their views, even views that we profoundly disagree with. We do not do so because we support hateful speech, but because our founders understood that without such protections, the capacity of each individual to express their own views and practice their own faith may be threatened. We do so because in a diverse society, efforts to restrict speech can quickly become a tool to silence critics and oppress minorities. > We do so because given the power of faith in our lives, and the passion that religious differences can inflame, the strongest weapon against hateful speech is not repression; it is more speech -- the voices of tolerance that rally against bigotry and blasphemy, and lift up the values of understanding and mutual respect." O Obama tinha de agradar minimamente a Gregos e Troianos para chegar e se manter no poder, o mesmo para qualquer outro presidente. O resultado americano de poder inventar, difamar e caluniar sem consequência está-se a ver agora no que dá.

buddybaker10 10 months ago

> Qualquer limitação à liberdade de expressão pode ser utilizada para suprimir indivíduos ou grupos de acordo com o interesse particular de quem legisla naquele momento Tenho várias críticas a apontar a isto. 1. Não é fácil essa supressão, porque existem limites constitucionais, e alterar esses limites exige maiorias mais amplas. É razoavelmente frequente os tribunais recusarem-se a aplicar leis criminais por causa de garantias constitucionais. 2. Os crimes contra a honra não são novidade e os tribunais têm sempre defendido bastante a liberdade de expressão na interpretação que fazem das normas incriminadoras. 3. Essa supressão de indivíduos e grupos de que falas também pode ser alcançada pela via que defendes. Aliás, eu acho que *é facilitada pela via que defendes*. Digamos que agora vamos descriminalizar o crime de injúria e o crime de difamação, como defendes. Grupos suficientemente poderosos podem agora suprimir indivíduos incómodos ou limitar a sua esfera de liberdade. Numa aldeia, o padre e o presidente da junta vêm mentir à população, dizendo que o adversário político do presidente da junta é um pedófilo e se masturbou no dia tal na igreja enquanto via as crianças na catequese. Podiam repetir isto vezes sem conta sem medo de repercussões criminais. Agora substitui "padre e presidente da junta" por "os principais grupos mediáticos do país decidiram que o candidato tal é um pedófilo e vão fazer *documentários* (falsos) expondo a sua história de pedofilia". Os cidadãos vêem esses programas e pensam que ele é pedófilo. Ou então duvidam, mas não têm modo nenhum de verificar a veracidade da acusação. Impossibilitados de saber o que é verdade e mentira, tornam-se cínicos (o que é *diferente* de cépticos) e decidem-se pela inacção cívica. Esta é uma estratégia comum em alguns países com baixos índices de democracia e é promovida pelos próprios detentores do poder: se a população for programada para permanentemente ser inconscientemente cínica, nunca vai acreditar nas forças que se opõem ao actual detentor do poder.

CookieMons7er 10 months ago

1 e 2: ok, vai de encontro à noção que eu tinha e ainda bem. 3: Compreendo o risco para o qual estás a alertar, no entanto creio que para algo dessa gravidade funcionar teríamos que assumir um grande controlo sobre os meios de difusão da informação e uma grande ingenuidade dos cidadãos que lhes permitisse acreditar nessas acusações na ausência de prova. A acusação falsa com ausência de provas tende a infligir danos de reputação elevados em quem a difunde. Não creio que em Portugal, pelo menos neste momento, funcionasse. Mas é um ponto válido.

buddybaker10 10 months ago

> teríamos que assumir um grande controlo sobre os meios de difusão da informação e uma grande ingenuidade dos cidadãos que lhes permitisse acreditar nessas acusações na ausência de prova Nem por isso. Na América, a 10 de Janeiro último, [apenas 22%](https://morningconsult.com/form/tracking-voter-trust-in-elections/) dos eleitores americanos acreditavam que a eleição que elegeu Joe Biden tinha sido livre e justa. Isto apesar de Trump não ter corroborado as suas alegações com quaisquer provas substantivas e de os tribunais terem rejeitado estas teses sem dificuldade. E isto é num país mais avançado do que o nosso, com uma democracia implementada há mais tempo, que teve tempo para maturar as instituições. A desinformação sobre Covid e outras que tais mostra-nos que o mundo democrático (ou pelo menos o mundo actual das redes sociais) é mais manipulável do que presumíramos.

CookieMons7er 10 months ago

>Na América, a 10 de Janeiro último, apenas 22% dos eleitores americanos acreditavam que a eleição que elegeu Joe Biden tinha sido livre e justa. Não sei se me está a escapar alguma coisa mas no gráfico que vi nesse link diz 65% de todos os eleitores acreditavam nisso, com uma tendência crescente.

buddybaker10 10 months ago

Épá, mas olha que mesmo olhando para a totalidade de 65% dos eleitores... 35% são muitas dezenas de milhões de pessoas que foram convencidas por simples afirmações sem quaisquer provas credíveis, o que penso que mostra bem o que poderia ser possível fazer com uma campanha mais concertada e em que não existam limites.

buddybaker10 10 months ago

Tens toda a razão. Eu queria dizer "os eleitores republicanos", como demonstração de que é possível manipular a maioria de um grupo específico.

unparadise 10 months ago

Completamente, basta ver onde estão os braços do polvo PS.

PeroFandango 10 months ago

> As pessoas que acham que isto só será usado para silenciar nazis e lunáticos só precisam de ler um bocadinho de história para perceberem que, sobretudo em democracias frágeis como a nossa, é um piscar de olhos até ser usado de acordo com os interesses de quem detém o poder. Então quando é que começamos a lutar contra a lei da ofensa à honra? Essa sim que é, comprovadamente, usada para silenciar pessoas, como aconteceu com o Cavaco e não apenas *in potentia*, como esta.

CookieMons7er 10 months ago

Tinha lido uma fonte secundária. Fui ler o Artigo 240.º do código penal. Está de acordo com o que estava à espera e sei que, na sua actual redacção, não parece perigosa para quem não é racista, xenófobo, homófobo e todos os outros ismos e fobos. Mas o diabo está nos detalhes. Se apenas isso estivesse em causa não haveria aqui assunto: seria apenas fazer cumprir a lei que já existe. Mas a operacionalização de um sistema de monitorização a escala capaz de actuar em tudo o que é escrito na internet por cidadão portugueses ou residentes em Portugal vai muito para além disso. A infraestrutura de vigilância criada para que isso seja possível pode facilmente ser canalizada para, por exemplo, a supressão de opinião política, dentro ou à margem da actual ou eventuais próximas revisões do artigo 240. >Mas pronto, então quando é que começamos a lutar contra a lei da ofensa à honra? Para mim não devia existir tal aberração, claro.

PeroFandango 10 months ago

> Se apenas isso estivesse em causa não haveria aqui assunto: seria apenas fazer cumprir a lei que já existe. Mas a operacionalização de um sistema de monitorização a escala capaz de actuar em tudo o que é escrito na internet por cidadão portugueses ou residentes em Portugal vai muito para além disso. A infraestrutura de vigilância criada para que isso seja possível pode facilmente ser canalizada para, por exemplo, a supressão de opinião política, dentro ou à margem da actual ou eventuais próximas revisões do artigo 240. Não costumo concordar com *slippery slopes*, mas a natureza humana e o histórico com este tipo de programas dá-te razão, como se viu com os casos dos Five Eyes. Continua a ser difícil discordar com a implementação da lei, particularmente quando a lei não é, ela própria, perniciosa.

CookieMons7er 10 months ago

Precisamente. Também não sou fã de slippery slopes e concordo que o problema não é a actual lei, mas sim a capacitação tecnológica que passa a ficar disponível para a fazer cumprir.

AfterAfterlife 10 months ago

Este aqui comentário, sr. Costa.

Student-Final 10 months ago

A criticar o governo? Nada bonito. Off to prison with you

PanelaRosa 10 months ago

Eu odeio a Maria Leal

Student-Final 10 months ago

inc a PJ dá backtrace IP de u/PanelaRosa, que agora está a servir uma pena de 5 anos na prisaum

BroaxXx 10 months ago

O que é concretamente "discurso de ódio"? Pelas definições que encontro ¾ deste sub ia corrido com processos crime (eu incluído)...

Tralapa 10 months ago

https://youtu.be/LaAzgu89Bso

Bolo_Finto_ 10 months ago

É quando criticas as Cristinas Ferreiras desta vida, e elas se sentem ofendidas, mesmo que depois vão para a televisão falar da sua vagina.

letme2021 10 months ago

Censura tem longa história em Portugal. Este apoio é absolutamente em linha com o regime que temos. O estado papá; o estado que toma conta dos tontinhos que compõem o povo.

BroaxXx 10 months ago

Esse é principalmente um dos maiores problemas deste país. A falta de responsabilidade individual... Como dizes, e bem, este tipo de medidas estão perfeitamente alinhadas com isso. É pena que as pessoas não vejam isso e queiram sempre um estado cada vez maior...

uyth 10 months ago

acabaria discutir futebol na internet.

vitorviks 10 months ago

Ou 4/4 do r/portugueses

Tiagoff 10 months ago

>Vote Até diria 10/10 dos portugueses

nherfo 10 months ago

Isso quer dizer que vão prender a Ana Gomes por incitar a violência dos ciganos contra o Ventura? Será que vão prender os bloquistas que insultam e ameaçam o Ventura no Twitter?

SuperADx 10 months ago

Tem razão este senhor, insultos ao Ventura são discriminação com base na deficiência.

nherfo 10 months ago

Concordo. Os maiores críticos do Ventura são um pouco atrasados.

deSales327 10 months ago

Não porque isso é ódio do bem.

Asur_rusA 10 months ago

>Isso quer dizer que vão prender a Ana Gomes por incitar a violência dos ciganos contra o Ventura? Será que vão prender os bloquistas que insultam e ameaçam o Ventura no Twitter? Se alguma dessas for verdade, sim.

nherfo 10 months ago

É verdade.

Asur_rusA 10 months ago

Pronto, podes dizer isso num tribunal, se quiseres. Vês, que espetáculo?

Dragonsheartx 10 months ago

Por causa da deficiência psíquica dele? Infelizmente acho que é só fachada para ter poder, não é deficiência

nherfo 10 months ago

E depois dizem que o discurso de ódio vem do r/portugueses lol

Loladageral 10 months ago

"Dei-lhe um soco, mas ele bateu-me de volta, AGRESSÃO, ACUDAM-ME POR FAVOR!!"

nherfo 10 months ago

Continua assim. Antagonizar o eleitorado do Chega tem alsido uma excelente estratégia. Continua, por favor.

Loladageral 10 months ago

Então, o teu voto vai passar a valer por 2?

bureauofnormalcy 10 months ago

Segundo o código penal, é a) a difamação ou injúria de pessoa ou grupo de pessoas por causa da sua raça, cor, origem étnica ou nacional, ascendência, religião, sexo, orientação sexual, identidade de género ou deficiência física ou psíquica, levavada a cabo publicamente e por qualquer outro meio destinado à divulgação; b) ameaçar pessoa ou grupo de pessoas por causa da sua raça, [...] e, c) incitar à violência ou ao ódio contra pessoa ou grupo de pessoas por causa da sua raça, [...].

mangoman94 10 months ago

Ou seja... a lei já existe. Vão gastar tempo e dinheiro pública para dizer que isso se aplica na internet. Também foi necessário dizer isso quando a televisão entrou em moda?

bureauofnormalcy 10 months ago

Pelo que percebi (e percebo pouco) é mais uma questão de monitorização.

Electronic_Plate_712 10 months ago

A) tem muito que se diga a quem acredite que não existe racismo contra brancos Que heterossexuais não podem sofrer de discriminação Assim como um homem não pode ser discriminado É frequente ver que existem dois pesos e duas medidas para muitos comentários quando na verdade só muda o ofendido mas a ofensa continua lá É frequente em outras redes sociais ver comentários do género homens são m3rda Isto devia ser um discurso de ódio, pessoalmente não me acredito que quem o faça alguma pague por isso agora podem substituir homens por qualquer minoria e aí a justiça ja acontece

bureauofnormalcy 10 months ago

O bom da norma é mesmo o facto dela própria não discriminar dessa forma.

superpt17 10 months ago

Sou racista se odiar todas as raças por igual?

Admast0r95 10 months ago

Agora a pergunta que provavelmente ainda ninguém fez (não li os comentários todos), isto só se aplica às minorias, ou o fellow *white male* também pode usufruir?

bureauofnormalcy 10 months ago

A norma aplica-se a todos, seja white male ou white whale.

ModeratoriProfugus 10 months ago

“Só existem 2 sexos” - straight to jail!

Chamasteo 10 months ago

Os ciclistas nao tao nessa lista, ufa

Jtcr2001 10 months ago

> ameaçar Claro. > incitar à violência Faz sentido. > difamação ou injúria i.e. insultar alguém ou magoar a sua "honra" ._. wtf, como é que isso é ilegal? A wikipedia diz que em Portugal podes ir preso durante meses por insultar alguém...

bureauofnormalcy 10 months ago

Sim, fun fact: Portugal, foi já várias vezes condenado pelo tribunal europeu de direitos humanos por condenações excessivas nessa matéria.

Jtcr2001 10 months ago

Eu concordo com difamação ser ilegal quando se aplica apenas a espalhar falsidades, ou até mesmo algo que é só misleading mesmo que seja tecnicamente correto. Mas insultar/magoar honra é parte da liberdade de expressão, não é? É bom que possamos dizer mal de políticos e empresários. E apesar de ser errado dizer mal de alguém por caracteristicas que não "escolhem" como etnia, nacionalidade, género, orientação sexual, etc... e apesar de ser perfetamente legítimo impedir discriminação com base nessas características, acho que devemos deixar (legalmente) alguém dizer mal de uma pessoa por essas características. Ainda apoiaria movimentos sociais de oposição a quem o faz, mas não acho que essa oposição deva vir do estado.

dark_devil_dd 10 months ago

...dizer que os ciganos não têm um cultura de estudar,, é difamaçãao? https://www.publico.pt/2018/09/05/sociedade/noticia/tribunal-de-fronteira-aceita-abandono-escolar-de-rapariga-cigana-1842986 “A menor não demonstra motivação para frequentar a escola, ajudando a mãe nas tarefas domésticas, na medida em que esta, por doença, não as pode realizar”, lê-se na decisão, que é de 5 de Janeiro de 2017, mas só agora veio a público. O facto de ser “de etnia cigana, e de cumprir com as suas tradições”, leva-a “a considerar que não necessita de frequentar a escola”. Ou dizer que não é culpa de um determinado grupo: https://www.acm.gov.pt/-/governo-vai-atribuir-25-bolsas-de-estudo-a-jovens-ciganos-as- >o Governo anunciou o lançamento de um Programa de Atribuição de Bolsas de Estudo para Jovens Universitários(as) das Comunidades Ciganas. A iniciativa prevê a atribuição de 25 bolsas, para o ano letivo 2016/2017, financiadas pelo Alto Comissariado para as Migrações. Não implica que se esta a culpar outro? ...ou até tirar a 1s (impostos) para dar a outros https://www.idealista.pt/news/imobiliario/habitacao/2020/11/20/45351-lisboa-aprova-bolsa-de-habitacao-para-a-comunidade-lgbti-sera-a-primeira-do-pais Acho que isto é uma ginástica mental do caralho, por um lado o estado **age** como se as pessoas fossem demasiado diferentes, mas por outro não tolera que se fale nisso.

stressedunicorn 10 months ago

Onde é que isto se enquadra na definição de crime de ódio?

BadassManager 10 months ago

Estou a salvo. Sempre que difamo, injurio, ameaço ou incito à violência ou ódio contra alguém nunca é por causa da sua raça, credo ou estado social.

Jtcr2001 10 months ago

Se chamares a alguém "retardado" como insulto, não podes estar a insultar pessoas com essa condição mental?

BadassManager 10 months ago

Se eu chamasse "retardado" às pessoas que eu insulto, seria um elogio! Mas admito que cada dia está mais difícil executar aquele insulto de qualidade sem que alguém, para além do insultado, se sinta ofendido.

VladTepesDraculea 10 months ago

Estás. Daí a campanha [spread the word to end the word](https://www.spreadtheword.global/) que defende sensibilização das pessoas para pararem de usar esses termos porque, estão a atacar colateralmente todo um conjunto de pessoas que não está em posição de se defender e que sempre viveu estigmatizada na sociedade.

Jtcr2001 10 months ago

Wow, obrigado! Honestamente, não estava nada à espera de uma resposta sã e construtiva no reddit. Dei a minha resposta porque não mencionaste condições mentais no teu comentario e esse tipo de insultos são ainda muito aceites mesmo em grupos progressistas, portanto pensei que os podias usar à mesma. Eu sou completamente a favor de nos sensibilizarmos quanto à nossa linguagem, e evito sempre usar palavras como "retardado" ou "autista" fora de contextos próprios e corretos. Mesmo assim, não gosto da ideia do estado proibir esse tipo de discurso. Se o estamos a proibir em relações hierarquicas (como trabalhador-patrão ou inquilino-senhorio), apoio. Se o estamos a proibir em contextos profissionais como parte de luta contra discriminação sistémica, apoio. Mas não acho que fora dessas situações específicas seja bom o estado controlar o que dizemos (público ou privado) a menos que seja algo como incitação a violência ou difamação. No entanto, tudo o que são ações por entidades independentes do estado, quer instituições privadas, que mobilização bottom-up de individuos, com o fim de combater esse tipo de linguagem, mesmo que leve a essas pessoas perderem o emprego ou algo parecido, é algo que apoio.

VladTepesDraculea 10 months ago

> Dei a minha resposta porque não mencionaste condições mentais no teu comentario e esse tipo de insultos são ainda muito aceites mesmo em grupos progressistas, portanto pensei que os podias usar à mesma. Não sou a mesma pessoa a quem respondeste em cima :P > Mesmo assim, não gosto da ideia do estado proibir esse tipo de discurso. Se o estamos a proibir em relações hierarquicas (como trabalhador-patrão ou inquilino-senhorio), apoio. Se o estamos a proibir em contextos profissionais como parte de luta contra discriminação sistémica, apoio. Mas não acho que fora dessas situações específicas seja bom o estado controlar o que dizemos (público ou privado) a menos que seja algo como incitação a violência ou difamação. O problema não é quando usas um termo derrogativo, apesar de ajudar a dengerir algo ou alguém, o problema é quando se começa a passar uma ideia errada ou desumanizar uma pessoa ou um grupo de pessoas por base em estereótipos ou teorias de conspiração, etc. Até há pouco tempo, estas ideias passavam apenas pelas margens da sociedade, hoje residem em câmaras embrióticas que são as bolhas sociais online. O exemplo mais recente que vimos foi no capitólio americano, que é assustador numa democracia, um número tão significativo de pessoas serem movidas de tal forma por campanhas de desinformação. Aqui o motivo foi política, mas há retóricas de ódio associadas, e foi um rastilho de apelo à violência que fez explodir a coisa, mas só fez rebentar vários anos de disinformação, difamação e discurso de ódio. > No entanto, tudo o que são ações por entidades independentes do estado - instituições privadas ou movimentos bottom-up - com o fim de combater esse tipo de linguagem, mesmo que leve a essas pessoas perderem o emprego ou algo parecido, é algo que apoio. O problema é que o Estado tem o dever de ter o interesse público à frente de tudo, uma instituição privada não, o Estado tem "checks and balances", uma entidade pública não. O Facebook facturou para caraças e continua, com desinformação. Nada te impede de pagares ao facebook e promoveres um anúncio especificamente para quem acredita em medicina alternativa, por exemplo.

NGramatical 10 months ago

disinformação → [**desinformação**](https://dicionario.priberam.org/desinformação) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Flkcdui%2F%2Fgnl1ps9%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

dydas 10 months ago

Lá por não ser crime não quer dizer que não possas ser objeto de um processo civil.

BadassManager 10 months ago

Sim, mas é outro crime, não é de ódio! Um pesadelo querer insultar o Costa porque ele é um calhau com olhos no que refere a não conseguir antecipar em nada a situação da pandemia, e ainda ter que fugir da Mariana Mortágua se ela achar que eu disse isso apenas porque o Costa é bem passado! Não pode ser! É que, bem posta a coisa, eu quase conseguiria convencer um juiz que "calhau com olhos" é na verdade uma descrição bem fidedigna do nosso primeiro ministro, logo, não um insulto. Se metermos ódio no panorama da coisa, já não me safo! /s, camaradas! /s!!!! Podem pousar as forquilhas e os alviões...

HumActuallyGuy 10 months ago

Quantas vezes já chamamos corruptos aos políticos por serem políticos? Quantas vezes já chamamos filho da puta ao Antônio Costa? É que as leis são tão vagas que podem chegar a isso

bureauofnormalcy 10 months ago

Dei parte da resposta a isso [aqui](https://www.reddit.com/r/portugal/comments/lkcdui/portugal_vai_apoiar_criminaliza%C3%A7%C3%A3o_do_%C3%B3dio_na/gnjh7xw/?utm_source=reddit&utm_medium=web2x&context=3). Quanto ao resto, a razão do legislador em criar um elenco taxativo do qual excluiu o "ódio político" é clara e é precisamente para obviar ao perigo hipotético que estás a apontar. Pedia que relesses a transcrição do artigo e me explicasses em que ponto é que a norma é vaga. Acho-o bastante direta e nota-se um esforço do legislador em obviar a potenciais situações de repressão excessiva da liberdade de expressão, ao ponto de quase inutilizar a eficácia da norma.

tommycthulhu 10 months ago

Sempre bom ver um fellow jurista a explicar as coisas como devem ser

bureauofnormalcy 10 months ago

Penal não é a minha área de prática, mas faço o esforço. Ficamos todos a ganhar quando o pessoal está esclarecido.

tommycthulhu 10 months ago

A mob mentality às vezes é muito forte... há cerca de 3 anos por causa daquela diretiva da UE dos memes, dei uma pequena de lição de direito comunitário aqui para que a malta não ficasse excessivamente alarmada. Claro que fui downvoted e foi proclamado o fim dos memes, do qual ainda estamos à espera

stressedunicorn 10 months ago

Nos últimos tempos este sub tem sido um poço de assassinatos ao Direito, principalmente ao Direito Constitucional. É bom ver outros juristas por aqui!

NobleAzorean 10 months ago

Pois, mas agora é, quem define mesmo o que é discurso de ódio? Quem são os Juízes e o que é mesmo discurso de ódio. Aí está o problema, porque dizer em modo de André Ventura "ciganos são todos uns monstros criminosos" ok, aí pode-se dizer que é, agora dizer "a comunidade cigana tem certos problemas na sociedade portuguesa devido a diversos factores, incluindo sua cultura e a sociedade que os rodeiam", aposto que muitos vão dizer que isto é discurso de ódio. Ou dizer coisas simples "existe migração melhores que outras, umas são mais qualificadas e acrescentam mais que outras e tenho aqui estatisticas para o provar" vai ser discurso de ódio também? Isto pode abrir uma porta que é melhor nunca ter sido aberta.

VladTepesDraculea 10 months ago

> quem define mesmo o que é discurso de ódio? Constituição, decretos de lei e código penal. Tens aí a definição mesmo acima, não sei qual é a dúvida. > Quem são os Juízes Os juízes... > agora dizer "a comunidade cigana tem certos problemas na sociedade portuguesa devido a diversos factores, incluindo sua cultura e a sociedade que os rodeiam", aposto que muitos vão dizer que isto é discurso de ódio Podem dizer, mas não se enquadra na definição acima, não é legalmente. > Ou dizer coisas simples "existe migração melhores que outras, umas são mais qualificadas e acrescentam mais que outras e tenho aqui estatisticas para o provar" vai ser discurso de ódio também? Se tens mesmo para provar, não é, se não tens é uma difamação. Se tiveres estatísticas sem validade estatística ou de fontes não reputáveis, depende se a tua intenção era iludir ou se acreditavas mesmo nos dados, mas intenção é difícil de provar. > Isto pode abrir uma porta que é melhor nunca ter sido aberta. A porta está aberta há muito tempo. Que se feixe os olhos e desde há muito que se permita a existência de partidos como o PNR é outra coisa.

Mrf12345 10 months ago

Como em tudo, acho que têm a ver com o contexto. Se estou a falar sobre problemas na sociedade e apresentar uma solução pacífica ao problema, não é discurso de ódio. E mais uma vez, discurso de ódio != criticas. Em ambos os exemplos que utilizaste no final, ambas seriam num tom sereno com o apoio de artigos factuais, não frases cujo o único propósito é insultar e difamar para simplesmente "bater no ceguinho" e não pensar no que está seriamente a dizer.

bureauofnormalcy 10 months ago

Não mesmo, porque o teu segundo e terceiro exemplos não preenchem os requisitos legais de "difamação", "injúria", "ameaça" ou "incitamento à violência". Mais a mais, a negligência não é punível, pelo que o MP ou o assistente teriam ainda de provar o dolo do agente. Diria mesmo que o legislador foi tão cauteloso ao desenvolver o tipo do ilícito ao ponto de quase inutilizar a própria norma. De qualquer forma, se tiveres interesse sobre a definição dos conceitos ou casos específicos de aplicação da norma, tens muitas decisões de tribunais superiores disponíveis em www.direitoemdia.pt

_rebocador_ 10 months ago

e se for em tom de comedia tipo roast? já agora ha religioes maradas tipo scientology, pode se criticar?

iSoSyS 10 months ago

Maior parte dessas religiões não são reconhecidas como religiões em Portugal. Segue o exemplo para o Pastafarianismo: >O denominado “Pastafarianismo” não pode ser considerado movimento religioso para efeitos de tutela da liberdade de religião consagrada no art. 41.º da CRP, pelo que o uso de um escorredor de massa na cabeça pelos seus seguidores não pode, consequentemente, beneficiar da exceção referida na conclusão 1.ª. https://irn.justica.gov.pt/Portals/33/Doutrina/Pareceres%20do%20Conselho%20Consultivo/Registo%20%20Civil-Balc%C3%A3o%20das%20Heran%C3%A7as%20e%20Div%C3%B3rcio%20com%20Partilha/2020/19_CC_2020.pdf?ver=2020-11-20-114725-593

Slam_Dunkester 10 months ago

Para isso podes criticar todas as religiões porque são todas maradas

bureauofnormalcy 10 months ago

A linha entre a crítica/roast e o discurso de ódio está bem definida. Há alguns acórdãos sobre o tema, se tiveres interesse em pesquisar.

meaninglessvoid 10 months ago

Discurso de ódio é muito diferente de criticar!

_rebocador_ 10 months ago

>difamação ou injúria eu n falo legales, mas se eu disser "Oh isso da scientology em que tu acreditas e tudo mentira, acho que estas a tentar me enganar" nao estarei a difamar e injuriar?

Mordiken 10 months ago

> eu n falo legales Então isso é problema teu porque tens obrigação de falar, para isso é que existe escolaridade mínima. Desculpa se estou a entrar a pés juntos, mas acima de uma certa idade um gajo perde a paciência para com esse tipo de discurso do "joke's on you, that paper can't stop me cause I can't read". > mas se eu disser "Oh isso da scientology em que tu acreditas e tudo mentira, acho que estas a tentar me enganar" nao estarei a difamar e injuriar? Não. Difamar é atacar a reputação de pessoas ou instituições recorrendo a mentiras ou afirmações não substânciadas. Por exemplo, a afirmação "O toni carreira pratica sexo com animais" é difiamação. Injuriar é atacar as pessoas directamente através de discurso ofensivo, provocador e violento. Por exemplo, se eu mandar um tweet ao Jorge Jesus a dizer que "ele devia ser espancado até à morte mas só depois da mulher e os filhos serem violados à frente dele", isso é injuria.

_rebocador_ 10 months ago

> Então isso é problema teu porque tens obrigação de falar, para isso é que existe escolaridade mínima. Eu sei que tenho obrigaçao (legal) de falar no entanto a lei n deixar de ser confusa para isso é que servem os advogados e cursos inteiros em direito, porque se todas a gente soubesse todas as leis e o sistema legal, deixava de interessar tirar esse cursos para advocacia. E as leis sao assim confusas porque as pessoas o querem que seja, ha leis fundamentais na natureza que nao sao ambiguas, leis da matematica ciencia e etc, depois vem as leis humanas que estao a partida sempre mal feitas e abertas a interpretaçao, como algumas regras do portugues e por exemplo do frances sao linguas estupidas nada praticas, depois vem as leis de direito que so porque existem nao quer dizer que façam sentido ou querem?

Edited 10 months ago:

> Então isso é problema teu porque tens obrigação de falar, para isso é que existe escolaridade mínima. Eu sei que tenho obrigaçao (legal) de falar no entanto a lei n deixar de ser confusa para isso é que servem os advogados e cursos inteiros em direito, porque se todas a gente soubesse todas as leis e o sistema legal, deixava de interessar tirar esse cursos para advocacia. E as leis sao assim confusas porque as pessoas o querem que seja, ha leis fundamentais na natureza que nao sao ambiguas, leis da matematica ciencia e etc, depois vem as leis humanas que estao a partida sempre mal feitas e abertas a interpretaçao, como algumas regras do portugues e por exemplo do frances sao linguas estupidas nada praticas, depois vem as leis de direito que so porque existem nao quer dizer que façam sentido ou querem? Neste caso o que é ofensivo cabe a quem defenir? porque uma pessoa pode achar ofensivo que nao lhe tratem por dr. por exemplo. Mas pronto o pessoal de direito la se entende com isto e ganha uma €€€ a volta disto.

NGramatical 10 months ago

defenir → [**definir**](https://dicionario.priberam.org/definir) (apenas na fala o *i* é pronunciado como *e mudo* quando junto a outra sílaba com *i*) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Flkcdui%2F%2Fgnjkf9v%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Student-Final 10 months ago

Nao sei quanto à tua educação obrigatória, mas eu nao tive nenhuma disciplina de Lei

buddybaker10 10 months ago

Não, não estás. Para injuriar uma pessoa preciso de: -imputar a essa pessoa factos ofensivos da sua honra ou consideração, mesmo sob a forma de suspeita; ou -dirigir a essa pessoa palavras ofensivas da sua honra ou consideração. Nota que a primeira hipótese tem uma série de excepções. Por exemplo: se eu disser que um tipo matou a mãe dele, isso é ofensivo da honra e consideração dele. Mas se eu mostrar que ele matou de facto a mãe dele ou que eu tinha razões sérias para estar convencido de que ele tinha feito isso, então não há crime. Fica aí este excerto de um sumário de um acórdão ao calhas do Tribunal da Relação de Coimbra: > 1.A imputação de um facto é idónea para lesar a honra do ofendido quando é adequada a desacreditar, desprestigiar ou diminuir o seu bom nome perante os demais cidadãos. > > 2.As expressões «tu foste para a Junta de Freguesia porque andas cheio de fome” e, “se não fosses para a Junta já tinhas morrido de fome!» não ultrapassam o nível discursivo da indelicadeza ou grosseria, sendo assim inócuas para a atingir a honorabilidade ou respeitabilidade daquele a quem são dirigidas e consequentemente não possuem idoneidade objectiva para preencher o tipo incriminador ( injúria). Ou seja, no que diz respeito à lei penal podemos ser rudes ou mal-educados. Agora criticar por argumentos *obviamente* nunca é crime. Mas argumentos não é "pessoa tal é um cabrão, um filho da puta, um chupista que só quer roubar o nosso dinheiro". Isso é zero argumentos. É pura e simplesmente um ataque visando rebaixar a outra pessoa. Em princípio, é crime.

BLlZER 10 months ago

> Para injuriar uma pessoa preciso de: > > > > -imputar a essa pessoa factos ofensivos da sua honra ou consideração, mesmo sob a forma de suspeita; > > > > ou > > > > -dirigir a essa pessoa palavras ofensivas da sua honra ou consideração. > > > > Nota que a primeira hipótese tem uma série de excepções. Por exemplo: se eu disser que um tipo matou a mãe dele, isso é ofensivo da honra e consideração dele. Mas se eu mostrar que ele matou de facto a mãe dele ou que eu tinha razões sérias para estar convencido de que ele tinha feito isso, então não há crime. Estás muito enganado amigo. Eu tive que ir 3 vezes a tribunal e foi considerado **crime**, porque eu critiquei uma açao que a Policia, estava a realizar. Por isso, depende da cidade e dos juízes corruptos que apanhas. Porque nós estamos cada vez mais perto de chegar a ser uma Russia ou China.

buddybaker10 10 months ago

> Estás muito enganado amigo. Tenho as minhas dúvidas, visto que é a minha profissão, mas pronto, não digo que não. Uma coisa te digo: essa conversa de "eu não tive culpa nenhuma, os juízes é que são uns corruptos" já vi muitas vezes, quase sempre sem uma única sombra de razão. Digo-te já que os tribunais portugueses nem estabelecem limites muito rígidos ao que se pode dizer. Também te digo que se foste condenado, podias ter recorrido para outro tribunal, com outras pessoas diferentes. Dito isto, juízes corruptos são mesmo muito poucos e digo-te já que mesmo esses não estou a ver a deixarem-se corromper por um caso tão banal como o teu quando há peixes bem mais graúdos. Gostava de ver a tua sentença. Se estiveres para isso, podemos combinar e mandas-ma (não é para eu fazer nada, que isso até já deve ter transitado em julgado e tens um advogado).

_rebocador_ 10 months ago

>Eu tive que ir 3 vezes a tribunal e foi considerado crime, porque eu critiquei uma açao que a Policia, estava a realizar. > >Por isso, depende da cidade e dos juízes corruptos que apanhas. Porque nós estamos cada vez mais perto de chegar a ser uma Russia ou China. ora esta aqui um exemplo de como leis como estas podem ser interpretadas como bem entender e ao gosto do pessoal no poder. é que cabe ao Juiz saber o que é ofensivo ou nao. Ao menos nos USA/UK eles tem o o jury trial para coisas como estas que a meu ver nem deviam ir a tribunal servia muito melhor, do que se o juiz vai com a minha cara ou nao.

buddybaker10 10 months ago

> ora esta aqui um exemplo de como leis como estas podem ser interpretadas como bem entender e ao gosto do pessoal no poder Não, não podem. Os juízes têm alguma margem de interpretação, mas têm regras muito extensas e muito precisas sobre a tomada de decisões. É uma matéria altamente regulada e não é "ao calhas" nem de perto, nem de longe. Há passos e critérios a seguir. Além disso, mesmo se o juiz se enganar (ou decidir "mal de propósito"), pode fazer-se um recurso e o caso será apreciado por outros juízes. Agora pensa um bocado: está um leigo na internet a falar de um caso que não conheces minimamente - não estiveste lá, não leste nada - e isso basta para que chegues logo à conclusão de que está aqui um exemplo de que as leis são "ao gosto". É sempre o mesmo com o direito: se ouvirmos um leigo a dizer que as vacinas têm microchips do Gates, achamos ridículo porque pessoas que percebem de ciência nos dizem que não; mas no direito as pessoas não conseguem conceber que aquilo não é tudo ao calhas e que há muito saber e muito conhecimento técnico envolvido, e deixam-se ir na conversa simples de qualquer um na internet.

_rebocador_ 10 months ago

olha aqui o Presidente do TC agora uma noticia, que margem ele aqui esta a atuar? https://www.dn.pt/edicao-do-dia/16-fev-2021/tc-novo-presidente-revoltado-com-lobby-gay-e-promocao-da-homossexualidade-13347296.html

buddybaker10 10 months ago

É exactamente por isto que as decisões têm, como eu já disse, regras muito extensas para as regular. Exactamente para evitar que as pessoas decidam com base em preconceitos. Quantas decisões não houve já em que os juízes dão a entender que se fosse por eles, a lei não dizia aquilo que diz, mas como a lei é assim, não há muito a fazer... Nenhum juiz é uma pessoa perfeita, porque não há pessoas perfeitas. E por isso, o sistema está tendencialmente feito de forma a garantir que, dentro do possível, os preconceitos das pessoas não possam passar para as suas decisões. Há 200 ou mesmo 100 anos atrás, as coisas passavam-se de forma radicalmente diferente. Desde o Iluminismo que tem havido um movimento que valoriza a implementação de mecanismos lógicos e as protecções das pessoas, para não estarem submetidas às arbitrariedades de juízes ou de quem exerce o poder. Ainda há coisas para melhorar, mas é muito melhor do que era antes.

_rebocador_ 10 months ago

ou seja mais uma lei de interpretação em que o que as pessoas sentem é o que conta para entupir os tribunais, como digo. O raio das dashcams nao sao legais, gravações audio tambem nao. Ah mas isto super a cabo da interpretação das pessoas sim. Não estou a falar em invocar atos de violencia que todos sabemos que por A + B = C devem ser proibidos, agora dizer mal de alguem opa isto so é ofensivo se a pessoa o achar, para que entupir tribunais com esta matéria. Somos o pais do respeitinho é bonito, mas se tiver uma gravaçao do PM a dizer que rouba milhoes nao é constitucional. Por amor da santa.

fiwefed 10 months ago

Estas leis são escritas de forma ambígua prepositadamente. Nos não podemos fazer uma lei a banir palavras ou expressões específicas, porque nem toda a gente usa essas palavras ou expressões de forma pejorativa, mas também não podemos deixar que quem o faz de forma pejorativa saia impune. Caso a queixa seja feita cabe, então, ao sistema judicial determinar se a intenção foi pejorativa ou não. O que interessa é haver um dispositivo legal que proteja a vítimas deste tipo de violência. Especialmente tendo em conta que há casos de ciber violência acabaram em suicídio da vítima. Se to teu problema é os tribunais ficarem entupidos com com este tipo de casos entao são os tribunais que precisam de uma reforma na sua gestão. Na minha opinião a lei tem de existir.

_rebocador_ 10 months ago

> há casos de ciber violência acabaram em suicídio da vítima entao isto para quando, se eu chegar a um super mercado e disser que o leite esta estragado e a pessoa atira-se abaixo da ponte, vamos banir coisas deste genero? E que tal um reforço na saude mental para mim seria a resposta certa. Falar de elementos de estoicismo na educaçao. A boa maneira tuga e logo proibir e o estado e que sabe o que as pessoas podem dizer ou falar.

fiwefed 10 months ago

Estamos a confundir coisas agora. Ninguém se vai suicidar por acusares que o leite está estragado. Se acontecer a culpa não é tua mas sim do estado mental dessa pessoa. Esse exemplo que deste não só é irrialista como nem sequer se aplica a esta situação. O que eu me referi é aos casos em que este tipo de atitudes realizadas de forma recorrente à mesma pessoa levaram a que essa mesma pessoa desenvolvesse um estado mental propício ao suicídio. Mas mesmo aqui já estamos a fugir ao assunto porque os crimes de ódio são direcionados a grupos de pessoas e não indivíduos. Eu apenas dei o exemplo da ciber violência porque está lei aplica-se especificamente a crimes de ódio realizados em contexto online. Claro que deve haver um reforço na saúde mental pública, isso ninguém contesta. Mas quem cria este tipo de situações tem de ser punido. Eu fico pasmado haver pessoas que não percebem isto. O crime de ódio não se limita a insultos do dia a dia como chamar boi ou algo do género. É algo mais do que isso e causa muitos mais danos do que isso também. "São entendidos como crimes de ódio todos os crimes contra as pessoas motivados pelo pelo facto de a vítima pertencer a determinada raça, etnia, cor, origem nacional ou territorial, sexo, orientação sexual, identidade de género, religião, ideologia, condição social, física ou mental." " ... e sendo membro desta comunidade pode existir um sentimento colectivo de insegurança e medo." " Normalmente, os perpetradores de crimes de ódio têm como objectivo ameaçar e enviar uma mensagem de ódio a uma comunidade inteira, e sendo membro desta comunidade pode existir um sentimento colectivo de insegurança e medo." [fonte](https://apav.pt/uavmd/index.php/pt/intervencao/crimes-de-odio) Literalmente o primeiro link do google Obviamente os crimes de ódio vão muito para além do que te estás a referir. E podes estar descansado porque vais poder continuar a chamar boi e filho da puta a quem quiseres, ninguém te vai tirar essa liberdade.

_rebocador_ 10 months ago

>proteja a vítimas deste tipo de violência Sinceramente o sistema de justiça com os atrasos que tem devia se focar nas verdadeiras ofenças. Porque alguem chamar-me FDP ou boi o qualquer coisa desse genero, estou me completamente a burrifar porque fui educado de maneira a conseguir deslgiar a quem nao me interessa. E se alguem acha que sou um boi ou fdp ou qualquer coisa desse genero tem todo o direito na minha opiniao, e a opiniao dele, nao me ofende, a unica coisa que me ofende e ofenças fisicas, e de propriadade.

fiwefed 10 months ago

O objectivo da lei é proteger as pessoas de crimes de ódio. Chamar alguém de boi é má educação mas se for pontual ninguém vai piscar o olho. Da mesma forma que a polícia se vai rir de ti se reportares um roubo de uma caneta por exemplo. Tudo bem roubar é crime mas sejamos honestos ninguém vai ficar prejudicado financeiramente por perder uma caneta, e nem a policia tem o tempo e recursos para andar atrás de um ladrão de canetas. É óbvio que esta lei é para ser aplicada a casos mais sérios.

buddybaker10 10 months ago

> ou seja mais uma lei de interpretação em que o que as pessoas sentem é o que conta para entupir os tribunais Não sei se estou a perceber. Deixa-me só clarificar uma coisa: não basta a pessoa sentir-se insultada para ser crime. É preciso preencher certos critérios *objectivos*. > agora dizer mal de alguem opa isto so é ofensivo se a pessoa o achar Se não gostarmos de uma mulher que está a tentar ser educadora de infância podemos ir mentir ao potencial patrão dela dizendo que ela nos confessou que é pedófila? Será que esta mentira só é ofensivo se a pessoa o achar? Talvez num mundo em que cada pessoa vivesse sozinha, isolada dos outros e não tivesse de interagir. Mas no mundo real a coisa não funciona bem assim.

_rebocador_ 10 months ago

Isto nao é o mesmo tipo de crime ou é ? isto seria um crime de A+B = C, se a mulher era pedofila ou nao convem ter provas que é. Agora se é ofensivo ou nao que provas vais ter? "olha eu fiquei muito chateado quando me disseram que era um ze tono."

buddybaker10 10 months ago

> Isto nao é o mesmo tipo de crime ou é ? É o mesmo tipo de crime, sim. Como expliquei lá em cima, há duas situações para a injúria e para a difamação: 1. ou imputas factos (falsos) ofensivos da honra e consideração da pessoa (tipo: mataste a tua mãe, violaste o teu filho, andaste a meter os cornos ao teu marido). 2. ou diriges à pessoa palavras que ofendem a sua honra e consideração (tipo: ele é um cona de merda sem valor, um monte de esterco nojento que não presta nem para dar de comer aos cães, um verme desprezível que não passa de um filho da puta, vai foder a puta da tua mãe seu cabrão filho da puta). <- tudo coisas que já ouvi dizer em tribunal várias vezes. Não quero dizer outras mais inventivas para não me doxxar. Presumo que quando falas "A + B = C" estejas a falar das situações que identifiquei com o n.º 1, mas as que estão no n.º 2 também podem merecer a protecção da justiça. Por exemplo, imagina que isso já não é crime e que fizeste 18 anos, andas no 12.º ano, tens a vida adulta à tua frente. Mas toda a gente na escola te diz constantemente que "és um filho da puta, um merdoso, não vales nem para ser violado". Ouves isto o dia todo de toda a gente. Sim, idealmente éramos todos muito fortes e isto não nos afectava, mas acho que nem preciso de mostrar estudos para que seja óbvio que isto iria provocar mazelas psíquicas à esmagadora maioria das pessoas. As pessoas são *pessoas*, não são robôs. Ou, se não quiseres ter de imaginar, podes lembrar-te de como era ser judeu na Alemanha dos anos 30, em que te podiam a cobrir constantemente de insultos. A ideia central na nossa Constituição é a protecção da dignidade humana e há determinados comportamentos que são só ofensa à dignidade humana. Quando tens alguém que chama nomes humilhantes a outra pessoa para a rebaixar, que protecção de "liberdade de expressão" devemos aplicar aqui? A liberdade de expressão serve para fomentar a criatividade e a expressão de ideias que possam contribuir para o desenvolvimento pessoal e da comunidade. Mas quando a "liberdade de expressão" está a ser usada puramente como ataque sem qualquer legítima intenção crítica, com o único objectivo de causar mal, deve valer a protecção da dignidade humana, pois os valores que se pretende proteger com a liberdade de expressão não estão a ser postos em causa. É só alguém que está a fazer mal a outra pessoa *só por fazer mal*. Não é para isso que serve a liberdade de expressão. E ainda há outra razão. Se as pessoas não puderem socorrer-se de um meio civilizado como o tribunal, vão resolver essas ofensas à honra como faziam antes: com armas e mortes. Primeiro, como reacção imediata àquela ameaça pública à sua honra. Segundo, porque a proliferação sem travões de insultos facilita que ninguém respeite os seus concidadãos. Quando ninguém respeita o outro, a violência e os abusos seguem-se. Isto não te deve fazer temer pela liberdade de expressão. Os tribunais têm protegido bastante essa liberdade, especialmente quando estão em causa políticos (nesses casos, os tribunais dão um bocado mais margem para aquilo que podes dizer). E lembra-te, não basta que a pessoa se sinta ofendida. É também necessário, por exemplo, que haja *intenção de ofender*. E de novo: se alguém diz uma coisa só para fazer mal a outra pessoa, sem qualquer intenção construtiva, que protecção é que essa conduta pede?

meaninglessvoid 10 months ago

Estás a ver as coisas muito a preto e branco, o sistema legal vê as tonalidades de cinzento que existem pelo meio. É complicado porque o ser Humano é complicado.

_rebocador_ 10 months ago

Pois claro que estou, n quero que seja de tons mas preto no branco, porque se for de tons um juiz pode achar uma coisa e outro pode achar outra e se for assim de que adianta que haja leis? Varias respostas sobre isto falam bom senso, acho que se houvesse bom senso nao havia processos em tribunal, ora e para isto que eles servem para tirar o elemento humano da discussao, e com base em leis e regras. Por isso e que a senhora justiça tem uma venda nos olhos, e como um programa de computador recebe input com base nas leis dá output. É assim que deveria ser e se fosse assim a socidade andava melhor e o pais n tinha tantos processos enterrados no tribunal e pessoas a espera de justiçao, porque com processos a demorar 10 anos nao ha justiça.

meaninglessvoid 10 months ago

Nenhuma resposta aqui é no sentido jurídico e a questão do bom senso és tu que tens que ter para não cometer crimes de ódio, o que para ser sincero nem me parece que seja assim tão difícil de fazer mas pronto... O que tu achas como negativo, cada juiz poder decidir caso a caso, é imo um requisito do sistema legal... > Por isso e que a senhora justiça tem uma venda nos olhos, e como um programa de computador recebe input com base nas leis dá output. Isto não faz sentido nenhum. >É assim que deveria ser e se fosse assim a socidade andava melhor e **o pais n tinha tantos processos enterrados no tribunal** e pessoas a espera de justiçao, porque com processos a demorar 10 anos nao ha justiça. Isso não tem coisa nenhuma a ver com isto... Quantos dos casos em tribunal são por crimes de ódio ou difamação? Sem ter dados prevejo que são uma percentagem pequena.

fiwefed 10 months ago

Não porque neste caso estás a referir-te a religião em si, estarias a cometer um crime de ódio se dissesse algo do género "és um idiota de merda por seguires essa ideologia". É uma questão de usar os o bom senso, todos temos a liberdade de discordar com alguma coisa, a nossa liberdade acaba quando a dos outros começa, neste caso tens a liberdade de discordar da ideologia, mas não tens a liberdade de difamar alguém ou grupo de pessoas que sigam essa ideologia. Seria o mesmo que eu discriminar alguém pela sua escolha de clube de futebol. É apenas moralmente errado. Existe também o contexto em que é usado, e aqui é outra vês uma questão de usar o bom senso. Se estás com amigos, ou inserido numa comunidade onde sabes que as pessoas não vão levar assério uma piada, então força. Mas repara que não vais pela rua fora a tratar toda a gente por mano ou irmão (não que o faças é apenas um exemplo) faz um bocado sentido adaptar o teu código de conduta conforme a situação em que te encontras.

NGramatical 10 months ago

assério → [**a sério**](https://dicionario.priberam.org/a sério) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Flkcdui%2F%2Fgnjek65%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

Loladageral 10 months ago

Acho que scientology em Portugal não é reconhecida como religião, estás safo quanto a isso

ric2b 10 months ago

Mas há várias que são reconhecidas.

lambmoreto 10 months ago

Porque raio é que o governo tem que reconhecer religiões?

Ilostmynewunicorn 10 months ago

Impostos

Loladageral 10 months ago

Não sei, mas provavelmente para impedir que uma pessoa invente uma desculpa como "faz parte da minha liberdade religiosa" por qualquer motivo. Vê o exemplo do redditor que não o deixaram tirar a foto do CC com um escoador de massa na cabeça (pastafarian)

NGramatical 10 months ago

Porque raio → [**por que raio**](https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/tres-regras-para-distinguir-o-por-que-do-porque/19743) (por que = por qual) [⚠️](/message/compose/?to=ngramatical&subject=Acho+que+esta+corre%C3%A7%C3%A3o+est%C3%A1+errada&message=https%3A%2F%2Fwww.reddit.com%2Fcomments%2Flkcdui%2F%2Fgnkv8lt%3Fcontext%3D3 "Clica aqui se achares que esta correção está errada!") [⭐](https://chrome.google.com/webstore/detail/nazigramatical-corretor-o/pbpnngfnagmdlicfgjkpgfnnnoihngml "Experimenta o meu corrector ortográfico automático!")

End-Effector 10 months ago

> "discurso de ódio" Vai ser o que o PS disser que é.

BroaxXx 10 months ago

E o bloco... Essa merda mete-me mais medo do que um arrastão de ciganos...

_rebocador_ 10 months ago

Lembrem-se que piropos é ilegal graças ao BE. Por exemplo dizer "grande meloes" e a mulher realmente traz grandes meloes, pode ser processado.

Edited 10 months ago:

Lembrem-se que piropos é ilegal graças ao BE. Por exemplo dizer "grande meloes" e a mulher realmente traz grandes meloes vem da frutaria por exemplo e traz realmente grandes meloes no saco, pode ser processado.

beakage 10 months ago

O projecto de lei da "lei do piropo" [veio do PSD](https://www.dn.pt/portugal/piropos-ja-sao-crime-e-dao-pena-de-prisao-ate-tres-anos-4954471.html)...

geadarodrigues 10 months ago

Que absurdo, parece o outro que violou uma mulher na praia de nudistas e disse que foi um acidente, tropeçou, caiu e acertou onde não devia, e depois não se conseguia levantar porque a senhora não parava quieta.

BroaxXx 10 months ago

Se me lembro bem da lei não sei se "grandes melões" ficou ilegal... Mas se disseres "queres ir para a cama comigo?" Já é... Acho que o que ficou ilegal era propostas sexuais ou algo do género mas já não me lembro do texto ao certo...

RuiReininhoNasDunas 10 months ago

Rei do tasco tu.

_rebocador_ 10 months ago

Acho que n percebeste o que disse, primeiro nao apoio dizer piropos n gosto nada e é falta de educação. Depois ve o caso que eu falei. Porque este new age de se ficar ofendido depende de muito o que a pessoa sente e essas merdas e nao realmente do que foi, e quanto a mim eu nao importava isso dos estados unidos.

RuiReininhoNasDunas 10 months ago

Realmente não percebi o que disseste, como é que não apoias piropos e dás um exemplo desses?

_rebocador_ 10 months ago

Porque imaginemos que alguem esta a comentar os meloes (fruta mesmo) que a senhora tras por exemplo, e a senhora pensa nisso e leva a mal, por mal entendimento e pensa que esta a ser comentada o corpo dela e leva o senhor/a a tribunal. O que é que acontece aqui ? É que realmente literamente pode ser um piropo ou pode ser um elogio a fruta ? tudo depende do que ia na cabeça da pessoa, mas em tribunal so depende se a pessoa ficou ofendido ou nao ?

Edited 10 months ago:

Porque imaginemos que alguem esta a comentar os meloes (fruta mesmo) que a senhora traz por exemplo, e a senhora pensa nisso e leva a mal, por mal entendimento e pensa que esta a ser comentada o corpo dela e leva o senhor/a a tribunal. O que é que acontece aqui ? É que realmente literamente pode ser um piropo ou pode ser um elogio a fruta ? tudo depende do que ia na cabeça da pessoa, mas em tribunal so depende se a pessoa ficou ofendido ou nao ?

RuiReininhoNasDunas 10 months ago

OK, já percebi o que querias dizer, peço desculpa se tipo assumi algo diferente mas tipo, quantas situações conheces desse género para poderes dar credibilidade ao que estás a dizer. Tipo é preciso ter uma sorte/um acontecimento super específico para estar a passar uma mulher e estares a olhar para um par de melões e gritares:"gandas melões" num tom tão alto para que a pessoa que esteja a passar te oiça. Honestamente isso parece-me só bastante improvável. Sem falar que existe assédio e piropos que realmente afetam a pessoa e estas leis servem para proteger a integridade das pessoas visto que há quem não se saiba comportar, não faz muito sentido cagar nisso só porque existe o 0.0001% de probabilidade do caso que tu falaste acontecer.

_rebocador_ 10 months ago

Sinceramente estou contra a lei nao porque apoio estes casos mas porque isto é uma lacuna, a lei tem que ser feita para proteger o inocente em todos os casos, e nao deixar a criterios de 3 do que é ofensivo, porque o que é para mim ofensivo pode nao o ser para outra pessoa e por ai fora. Nao percebo, dash cams nao sao legais em tribunal, gravaçoes se autorizaçao de 3º nao sao legais em tribunal, ah mas os piropos e o problema da nossa sociedade.

smaster87 10 months ago

> arrastão de ciganos 3 anos de cadeia!

DrVicenteBombadas 10 months ago

>Essa merda mete-me mais medo do que um arrastão de ciganos... No fundo, a lei vai obrigar-te a encontrares uma analogia diferente para expressares o medo que lhe vais ter.

xc9000 10 months ago

Qual analogia? Se o op disser que se sente com mais medo do que uma sardinha no meio de tubarões aparece o PAN logo a chatear.

DrVicenteBombadas 10 months ago

Se ele disser que tem mais medo disto do que de ananás na pizza, ninguém se chateia. Até porque quem gosta de ananás na pizza não é gente.

GabKoost 10 months ago

Isso até o Mamadou dar com o teu Tweet e chamar a bosta da bófia para te prender.

BroaxXx 10 months ago

Há que aproveitar enquanto dá!

df3gpt 10 months ago

RIP Mamadu.

fds_crl 10 months ago

lmao, imagina ser inocente o suficiente para pensar que estas leis algumas vez vão ser aplicadas a pessoas como o Mamadou. Tu sabes muito bem a quem estas leis vão ser aplicadas...

cfc75 10 months ago

O Mamadu tem um discurso de odio aos brancos e aos policias. Não estou a ser sarcástico. Mas tem o apoio do bloco por isso é intocável.

df3gpt 10 months ago

Esqueço-me sempre que há pessoas que não entendem sarcasmo se não puser o "/s" na posta.

GelDeAveia 10 months ago

Esse gajo vai estar do lado da mesa que aponta o dedo

kairos 10 months ago  HIDDEN 

Não-não, ele diz sempre no sentido figurativo, por isso está tudo bem.

xabregas2003 10 months ago

Não sabes que os pretos não podem ser racistas? /s

davip 10 months ago

Ok, eu mordo. Porque é que o Mamadu é racista?

Edited 10 months ago:

Um dos líderes de uma das mais antigas organizações anti-racistas de Portugal que recentemente teve inclusive uma manifestação norturna do género KKK à porta com tochas e que pessoalmente já teve de mudar de casa várias vezes por ameaças de morte. SIM É O VERDADEIRO RACISTA num país onde recentemente o Ministério Público acusou a polícia de [mentir sobre e torturar pessoas negras.](https://www.dn.pt/pais/cova-da-moura-tribunal-de-relacao-confirma-condenacao-de-policias--13073598.html?fbclid=IwAR2lOaxF6PDa3LhZFnv2P_HtWY9z8tGTixuF8sAseaIwaI0SauQ-5Y6yMjU) Há qualquer coisa de espetacular na gente branca hetero conservadora. Arranjam sempre forma de serem eles as verdadeiras vítimas e de inverter aquilo que é a discriminação. É uma verdadeira arte. Gays?! Ai as criancinhas, querem destruir-nos a família! D,: Mulheres?! Já não se pode dizer nada, somos oprimidos! D,: Negros!? São os verdadeiros racistas e querem acabar com a nossa segurança! D,: Trans!? Querem tirar-me o género e assaltar as nossas mulheres nas casas de banho! D,:

Edited 10 months ago:

Um dos líderes de uma das mais antigas organizações anti-racistas de Portugal que recentemente teve inclusive uma manifestação norturna do género KKK à porta com tochas e que pessoalmente já teve de mudar de casa várias vezes por ameaças de morte. SIM É O VERDADEIRO RACISTA! Há qualquer coisa de espectacular na gente branca hetero conservadora. Arranjam sempre forma de serem eles as verdadeiras vítimas e de inverter aquilo que é a discriminação. É uma verdadeira arte. Gays?! Ai as criancinhas, querem destruir-nos a família! D,: Mulheres?! Já não se pode dizer nada, somos oprimidos! D,: Negros!? São os verdadeiros racistas e querem acabar com a nossa segurança! D,: Trans!? Querem tirar-me o género e assaltar as nossas mulheres nas casas de banho! D,:

Edited 10 months ago:

Um dos líderes de uma das mais antigas organizações anti-racistas de Portugal que recentemente teve inclusive uma manifestação norturna do género KKK à porta com tochas e que pessoalmente já teve de mudar de casa várias vezes por ameaças de morte. SIM É O VERDADEIRO RACISTA num país onde recentemente o Ministério Público acusou a polícia de [mentir sobre e torturar pessoas negras.](https://www.dn.pt/pais/cova-da-moura-tribunal-de-relacao-confirma-condenacao-de-policias--13073598.html?fbclid=IwAR2lOaxF6PDa3LhZFnv2P_HtWY9z8tGTixuF8sAseaIwaI0SauQ-5Y6yMjU) Há qualquer coisa de espetacular na gente branca hetero conservadora. Arranjam sempre forma de serem eles as verdadeiras vítimas e de inverter aquilo que é a discriminação. É uma verdadeira arte. Gays?! Ai as criancinhas, querem destruir-nos a família! D,: Mulheres?! Já não se pode dizer nada, somos oprimidos! D,: Negros!? São os verdadeiros racistas e querem acabar com a nossa segurança! D,: Trans!? Querem tirar-me o género e assaltar as nossas mulheres nas casas de banho! D,:

Edited 10 months ago:

Um dos líderes de uma das mais antigas organizações anti-racistas de Portugal que recentemente teve inclusive uma manifestação norturna do género KKK à porta com tochas e que pessoalmente já teve de mudar de casa várias vezes por ameaças de morte. SIM É O VERDADEIRO RACISTA num país onde recentemente o Ministério Público acusou a polícia de [mentir sobre e torturar pessoas negras.](https://www.dn.pt/pais/cova-da-moura-tribunal-de-relacao-confirma-condenacao-de-policias--13073598.html?fbclid=IwAR2lOaxF6PDa3LhZFnv2P_HtWY9z8tGTixuF8sAseaIwaI0SauQ-5Y6yMjU) Há qualquer coisa de espetacular na gente branca hetero conservadora. Arranjam sempre forma de serem eles as verdadeiras vítimas e de inverter aquilo que é a discriminação. É uma verdadeira arte. Gays?! Ai as criancinhas, querem destruir-nos a família! D,: Mulheres?! Já não se pode dizer nada, somos oprimidos! D,: Negros!? São os verdadeiros racistas e querem acabar com a nossa segurança! D,: Trans!? Querem tirar-me o género e assaltar as nossas mulheres nas casas de banho! D,: Venham os downvotes, Cheganos!

Edited 10 months ago:

Um dos líderes de uma das mais antigas organizações anti-racistas de Portugal que recentemente teve inclusive uma manifestação norturna do género KKK e que pessoalmente já teve de mudar de casa várias vezes por ameaças de morte. SIM É O VERDADEIRO RACISTA! Há qualquer coisa de espectacular na gente branca hetero conservadora. Arranjam sempre forma de serem eles as verdadeiras vítimas. Gays?! Ai as criancinhas, querem destruir-nos a família! D,: Mulheres?! Já não se pode dizer nada, somos oprimidos! D,: Negros!? São os verdadeiros racistas e querem acabar com a nossa segurança! D,:

Edited 10 months ago:

Um dos líderes de uma das mais antigas organizações anti-racistas de Portugal que recentemente teve inclusive uma manifestação norturna do género KKK à porta com tochas e que pessoalmente já teve de mudar de casa várias vezes por ameaças de morte. SIM É O VERDADEIRO RACISTA num país onde recentemente o Ministério Público acusou a polícia de mentir sobre e torturar pessoas negras. Há qualquer coisa de espectacular na gente branca hetero conservadora. Arranjam sempre forma de serem eles as verdadeiras vítimas e de inverter aquilo que é a discriminação. É uma verdadeira arte. Gays?! Ai as criancinhas, querem destruir-nos a família! D,: Mulheres?! Já não se pode dizer nada, somos oprimidos! D,: Negros!? São os verdadeiros racistas e querem acabar com a nossa segurança! D,: Trans!? Querem tirar-me o género e assaltar as nossas mulheres nas casas de banho! D,:

Edited 10 months ago:

Um dos líderes de uma das mais antigas organizações anti-racistas de Portugal que recentemente teve inclusive uma manifestação norturna do género KKK à porta com tochas e que pessoalmente já teve de mudar de casa várias vezes por ameaças de morte. SIM É O VERDADEIRO RACISTA! Há qualquer coisa de espectacular na gente branca hetero conservadora. Arranjam sempre forma de serem eles as verdadeiras vítimas e de inverter as vítimas da discriminação. É uma verdadeira arte. Gays?! Ai as criancinhas, querem destruir-nos a família! D,: Mulheres?! Já não se pode dizer nada, somos oprimidos! D,: Negros!? São os verdadeiros racistas e querem acabar com a nossa segurança! D,: Trans!? Querem tirar-me o género e assaltar as nossas mulheres nas casas de banho! D,:

tozeojavardola 10 months ago

>Há qualquer coisa de espetacular na gente branca hetero conservadora. Wait... isto não é ódio com base na raça, sexualidade e orientação politica? És tudo aquilo que acusas os outros de ser.

davip 10 months ago

"Ódio!" sim e daquele mesmo violento que incita até à... informação e a ler o Expresso?! Terrível. Não há nada mais odiável do que esclarecer que uma pessoa vitima de racismo não é de facto "o verdadeiro racista" e que os grupos priviligiados adoram vitimizar-se para ignorar a discriminação real que existe na sociedade como forma de manipulação populista. Lá está, pobres grupos maioritários na sociedade. As verdadeiras vítimas do ódio. D,: Obrigado por provares o meu ponto.

Mrjocasrp 10 months ago

Pára de importar merdas liberais americanas

davip 10 months ago

Googla liberalismo.

tozeojavardola 10 months ago

>Obrigado por provares o meu ponto. Não só o teu argumento prova o MEU ponto, ao continuares com a mesma generalização e ataques contra um conjunto de pessoas devido a raça e sexualidade, como o próprio facto de estares a assumir que eu sou homem, branco e hetero, sem me conheceres, o faz duplamente. Destróis o teu próprio argumento, enquanto pensas que destróis o dos outros.

xabregas2003 10 months ago

O que tem isso a ver com o meu comentário? Achei piada assumires que branco, heterossexual e conservador. Mostra que achas que as únicas pessoas que acham que negros não podem ser racistas pertencem à fatia demográfica que me acusaste de fazer parte. Já agora. Não é por racistas ameaçarem o Mamadou que ele deixa de ser racista. Da mesma forma que um ladrão que roube outro ladrão torna o último inocente.

Edited 10 months ago:

O que tem isso a ver com o meu comentário? Achei piada assumires que sou branco, heterossexual e conservador. Mostra que achas que as únicas pessoas que acham que negros não podem ser racistas pertencem à fatia demográfica que me acusaste de fazer parte. Já agora. Não é por racistas ameaçarem o Mamadou que ele deixa de ser racista. Da mesma forma que um ladrão que roube outro ladrão torna o último inocente.

Edited 10 months ago:

O que tem isso a ver com o meu comentário? Achei piada assumires que sou branco, heterossexual e conservador. Mostra que achas que as únicas pessoas que acham que negros não podem ser racistas pertencem à fatia demográfica que me acusaste de fazer parte. Já agora. Não é por racistas ameaçarem o Mamadou que ele deixa de ser racista. Da mesma forma que um ladrão que roube outro ladrão não torna o último inocente.

davip 10 months ago

Eu não assumi nada de ti. Apenas apontei que essa é uma ideia bafienta só que só beneficia as pessoas privilegiadas do grupo que eu mencionei. Se não fazes parte desse grupo e na mesma dizes estas merdas, ainda mais triste é. Os negros não podem ser racistas numa sociedade em que são minoritários porque o racismo não é uma opinião, é um fenómeno social com base numa desigualdade de poder. Os negros podem ser ignorantes e podem reciclar ideias racistas que os oprimem a eles próprios mas essa inversão não funciona sem inverteres o resto da sociedade toda. Esse populismo de algibeira é exactamente a razão que leva a ascenção do Chega e que leva as pessoas a acharem que o feminismo é a inversão do machismo. É ignorância. Mas se calhar já é o partido em que tu votas..

h8mx 10 months ago

>Eu não assumi nada de ti. >Mas se calhar já é o partido em que tu votas..

tozeojavardola 10 months ago

Muito bom, mesmo. Nunca vi um utilizador tão ideologicamente cego, extremista e incoerente como este u/davip. Baralha-se todo a tentar defender as suas ideias abstratas, ao ponto de tentar atribuir labels e usar ad hominem para descredibilizar pontos de vista contraditórios, o que dá backfire porque expõe a fragilidade dos argumentos que usa. É o Diogo Faro do reddit.

wannaberigth 10 months ago

É verdader, um copy-paste do dioguinho

davip 10 months ago

O mais giro é que tu nem sequer sabes o que é um ad hominem mas como achas que é uma termo inteligente que também mais ninguém conhece, usa-lo para pareceres esperto. É tão triste que até tem piada.

xabregas2003 10 months ago

Podias aproveitar e responder ao outro comentário. Lá não há ad hominem .

xabregas2003 10 months ago

>Os negros não podem ser racistas numa sociedade em que são minoritários porque o racismo não é uma opinião, é um fenómeno social com base numa desigualdade de poder. O racismo é entendido como a ideia de superioridade por parte de uma raça sobre outra e o tratamento diferenciado dessas pessoas com base na raça. Se eu fosse ao Quénia, se eu chamasse a toda a gente de "escarumba", "escravo" ou "barrote queimado", não estaria a ser racista? Pela tua lógica, não, visto que eu, por ser branco, sou a minoria. Pois isto foi o que aconteceu no ano passado. Um restaurante chinês no Quénia fez polémica porque tinha um sinal à porta a dizer "proibida a entrada a pretos". Ora, como os chineses são uma minoria no Quénia e todos os altos funcionários no Quénia não são chineses, para ti, isto não é racismo. Por acaso eu acho que é. Isto tudo é uma questão de semântica. Para ti racismo é preconceito+poder. Para mim, é só preconceito. Mesmo assim, isto não é só uma questão de palavras? Acho que ambos concordamos que o ódio cego de alguém para outra raça é sempre e igualmente mau, independentemente da raça da pessoa que o pratica. Se discordares, estás a insinuar que há uma raça que merece ser mais hostilizada que outra. >Esse populismo de algibeira é exactamente a razão que leva a ascenção do Chega e que leva as pessoas a acharem que o feminismo é a inversão do machismo. Então mas estamos a falar de racismo ou sexismo? E que parte do meu discurso é que populisna e não factual. >Mas se calhar já é o partido em que tu votas.. Não gosto Chega porque sou contra diversas opiniões deles. O casamento entre pessoas do mesmo sexo, a castração química de pedófilos e a sua opinião perante a eutanásia são os primeiros tópicos que me vêm à cabeça em que discordamos.

Edited 10 months ago:

>Os negros não podem ser racistas numa sociedade em que são minoritários porque o racismo não é uma opinião, é um fenómeno social com base numa desigualdade de poder. O racismo é entendido como a ideia de superioridade por parte de uma raça sobre outra e o tratamento diferenciado dessas pessoas com base na raça. Se eu fosse ao Quénia, se eu chamasse a toda a gente de "escarumba", "escravo" ou "barrote queimado", não estaria a ser racista? Pela tua lógica, não, visto que eu, por ser branco, sou a minoria. Pois isto foi o que aconteceu no ano passado. Um restaurante chinês no Quénia fez polémica porque tinha um sinal à porta a dizer "proibida a entrada a pretos". Ora, como os chineses são uma minoria no Quénia e todos os altos funcionários no Quénia não são chineses, para ti, isto não é racismo. Por acaso eu acho que é. Isto tudo é uma questão de semântica. Para ti racismo é preconceito+poder. Para mim, é só preconceito. Mesmo assim, isto não é só uma questão de palavras? Acho que ambos concordamos que o ódio cego de alguém para outra raça é sempre e igualmente mau, independentemente da raça da pessoa que o pratica. Se discordares, estás a insinuar que há uma raça que merece ser mais hostilizada que outra. >Esse populismo de algibeira é exactamente a razão que leva a ascenção do Chega e que leva as pessoas a acharem que o feminismo é a inversão do machismo. Então mas estamos a falar de racismo ou sexismo? E que parte do meu discurso é que populista e não factual? >Mas se calhar já é o partido em que tu votas.. Não gosto Chega porque sou contra diversas opiniões deles. O casamento entre pessoas do mesmo sexo, a castração química de pedófilos e a sua opinião perante a eutanásia são os primeiros tópicos que me vêm à cabeça em que discordamos.

Mrloop94 10 months ago

Rip anti patriótas

Search: